Câncer de Rim

4.994 visualizações

Publicada em

Saiba tudo sobre o Câncer de Rim

Publicada em: Saúde e medicina
  • Seja o primeiro a comentar

Câncer de Rim

  1. 1. Câncer de Rim
  2. 2. O que é o Câncer de Rim O câncer é o crescimento de células anormais no corpo. O tipo mais comum de câncer de rim é o carcinoma de células renais (CCR), também conhecido como câncer de células renais ou adenocarcinoma de células renais.
  3. 3. Fatores de Risco Os principais fatores de risco para o câncer de rim são:  Mutações genéticas, por exemplo, mutação do gene VHL.  Exposição ocupacional.  Consumo de tabaco.  Obesidade.  Oncocitoma Renal Hereditário.  Síndrome Birt-Hogg-Dubé.  Doença de Von Hippel-Lindau.
  4. 4. Sinais e Sintomas Alguns sinais e sintomas de câncer de rim incluem:  Sangue na urina.  Dor lombar de um lado.  Massa (caroço) na lateral ou na parte inferior das costas.  Fadiga.  Perda de apetite.  Perda de peso.  Febre.  Anemia.
  5. 5. Tipos de Câncer de Rim  Carcinoma de Células Renais - Cerca de 70% dos casos de câncer de rim.  Carcinoma Papilar de Células Renais - Cerca de 10% dos casos.  Carcinoma Cromófobo de Células Renais - Cerca de 5% dos casos.  Carcinoma de Células dos Ductos Renais - Raro.  Carcinoma de Células Transicionais - Conhecidos como carcinomas uroteliais.  Carcinoma de Células Renais não Classificados - Há mais de um tipo de célula presente.  Tumor de Wilms (ou Nefroblastomas) - Quase sempre ocorrem em crianças. Raro em adultos.  Sarcoma Renal - Representam menos do que 1% de todos os casos
  6. 6. Diagnóstico: Exames de Imagem A tomografia e a ressonância magnética mostram imagens mais detalhadas, podendo evidenciar os gânglios linfáticos próximos. O ultrassom utiliza ondas sonoras, ao invés de radiação, para produzir imagens. Exames de imagem complementares, como o PETscan procuram sinais da doença em outros órgãos (por exemplo, pulmões e ossos). A urografia excretora utiliza um corante para delinear os rins, bexiga e ureteres e assim evidenciar a presença de anomalias nessas estruturas.
  7. 7. Estadiamento  Estágio I - T1, N0, M0. O tumor está contido no rim.  Estágio II - T2, N0, M0. O tumor está contido no rim.  Estágio III - T3, N0, M0 ou T1 a T3, N1, M0. O tumor está invadindo vasos renais, a veia cava e gânglios vizinhos.  Estágio IV - T4, qualquer N, M0; ou, qualquer T, qualquer N, M1. Existe metástase em outros órgãos.
  8. 8. Tratamento do Câncer de Rim: Cirurgia A cirurgia é o principal tratamento para a maioria dos carcinomas de células renais. Mesmo pacientes com doença disseminada podem se beneficiar da cirurgia. Os principais tipos de cirurgia são:  Nefrectomia Radical – Retirada do rim, glândula adrenal e tecido adiposo ao redor do rim.  Nefrectomia Laparoscópica - São feitas várias incisões pequenas, por onde são inseridos instrumentos especiais para auxiliar durante o procedimento.  Nefrectomia Parcial – Retirada apenas da parte do rim contendo a doença.  Remoção de Metástases - Em alguns pacientes, a cirurgia ainda pode ser útil.
  9. 9. Tratamento: Terapias Locais Sempre que possível, a cirurgia é o tratamento principal para os cânceres renais. Para pacientes sem condições físicas ou com outros problemas de saúde para realizar uma cirurgia, outras abordagens podem ser usadas para destruir os tumores renais:  Crioterapia - Uso de temperatura extremamente fria para destruir o tumor.  Ablação por Radiofrequência - Uso de ondas de rádio de alta energia para aquecer e destruir o tumor.  Embolização Arterial – Bloqueio da artéria que alimenta o rim que contem o tumor.
  10. 10. Tratamento: Terapia Alvo Novas drogas direcionadas para partes específicas das células cancerígenas se tornaram uma opção de tratamento padrão para muitos pacientes com câncer. Estes medicamentos alvo funcionam de forma diferente dos quimioterápicos convencionais e têm efeitos colaterais diferentes. Esses medicamentos alvo têm demonstrado serem especialmente importantes em doenças, como o câncer de rim, onde a quimioterapia não tem se mostra muito eficaz. Os medicamentos alvo utilizados para tratar o câncer de rim são: Sorafenib, Sunitinib, Temsirolimus, Everolimus, Bevacizumab, Pazopanibe e Axitinibe.
  11. 11. Tratamento: Terapia Biológica O objetivo da terapia biológica é estimular o sistema imunológico do organismo a combater ou destruir as células cancerígenas de forma mais eficaz. Os principais medicamentos utilizados na imunoterapia do câncer de rim são as citocinas, proteínas que ativam o sistema imunológico. As principais citocinas utilizadas são a interleucina-2 e o interferon-alfa.
  12. 12. Tratamento: Radioterapia A radioterapia usa feixes de alta energia, como os raios X, para destruir as células cancerosas e diminuir o tamanho do tumor. Como os tumores renais não são muito sensíveis à radiação, a radioterapia pode ser usada para tratar o câncer de rim, se o estado de saúde geral do paciente não permitir a realização da cirurgia. Para pacientes com condições físicas para a cirurgia, não se recomenda a radioterapia, nem antes e nem após a cirurgia, por não alterar o resultado final do tratamento. A radioterapia é frequentemente usada para aliviar sintomas da doença, como dor, sangramento ou problemas causados pelas metástases.
  13. 13. Tratamento: Quimioterapia Quimioterapia envolve o uso de medicamentos destinados a matar as células cancerosas. A perda de cabelo, náuseas, perda de apetite e fadiga são efeitos colaterais comuns. Infelizmente, as células cancerígenas renais são geralmente resistentes à quimioterapia, não existindo um padrão para o câncer de rim. Alguns medicamentos, como a vinblastina, floxuridine, 5- fluorouracil, capecitabina e gemcitabina têm sido usados para tratar tumores renais. Ainda assim, a quimioterapia é geralmente administrada para tumores em que os medicamentos alvo e a imunoterapia não são eficazes.
  14. 14. Vivendo com Câncer de Rim O câncer é uma experiência de mudança de vida. E, embora não exista nenhuma maneira infalível de prevenir a recidiva, é possível tomar medidas para se sentir e se manter saudável. Comer frutas, legumes, grãos integrais e porções modestas de carne magra é um grande começo. Se você fuma, pare. Evite ou diminua o consumo de álcool. A realização de exercícios físicos diariamente e de exames regulares é importante e ajuda na manutenção da saúde.
  15. 15. Novidades no Tratamento  Tratamento Local - O ultrassom de alta intensidade é uma técnica relativamente nova que está sendo avaliada para uso em câncer de rim.  Terapias Alvo - Atualmente é administrada de forma separada. Estudos clínicos estão avaliando se a combinação de medicamentos entre si ou com outros tipos de tratamento, pode ser mais eficaz do que utilizar cada um separadamente. Novos medicamentos alvo em fase de teste, incluem o cediranib e o trebananib.  Medicamentos que Bloqueiam a DP-1 e a DP-L1 - Diversos medicamentos que bloqueiam estas proteínas estão em desenvolvimento. Por exemplo, em estudos anteriores, uma droga anti-PD-1, conhecida como nivolumab, reduziu tumores em cerca de 1 em 4 pessoas com câncer de rim.  Transplante de Medula Óssea - Estudos iniciais utilizando esta técnica são promissores.

×