SlideShare uma empresa Scribd logo
Eduardo Henrique Costa Tibali
     R2 Clínica Médica
Introdução
                  
 35 a 45% das infecções em UTI
 Origem comunitária ou nosocomial
 Cuidado: neutropênicos!
 Infecção x Colonização
 Flora polimicrobiana
 SVD
Epidemiologia
                 
 ITU: 3 a 10% por dia de cateterização
 Presença de bacteriúria
    10 a 25% desenvolvem sintomas
 Maior ocorrência de pielonefrite
 Fatores de risco para bacteriúria ou ITU
      Mulheres
      DM
      Cateterização prolongada
      Contaminação do saco coletor
      Problemas nos cuidados com a SVD
O Cateter Vesical de Demora
Cateter Vesical de demora
                          
 Micro-organismos         Como complicação do
     E. coli               cateterismo vesical
     K. pneumoniae            Enterobactérias
     P. aeruginosa            P. aeruginosa
     Proteus spp.             Enterococcus spp.
     Enterococcus spp.
     Candida spp.
Cateter vesical de demora
                       
 Uso além do necessário
 Indicações inadequadas
Cateter vesical de demora
                             
 Indicações
   Retenção urinária             Hematúria com coágulos
   Monitorizar débito            Imobilização prolongada
    urinário                      Bexiga neurogênica
   Necessidade de muito          Conforto para pacientes
    volume ou diuréticos           em cuidados paliativos
   Incontinência urinária        Outras...
   Pós-operatórios
      Próstata
      Bexiga urinária
      Cirurgias ginecológicas
Quadro clínico e Diagnóstico
Quadro clínico e Diagnóstico
                         
 Uso de SVD
   Pacientes raramente sintomáticos
   Dificuldade em correlacionar dados laboratoriais com
    achados clínicos
   Coleta adequada da urina para análise
   Uripen...
   Candiduria...
Bacteriúria sintomática relacionada à
                 SVD
                           
 Definição
     T > 38 ºC
     Sensibilidade ou dor suprapúbica
     Sensibilidade ou dor em ângulo costovertebral
     Sintomas sistêmicos inexplicados
       Alteração do estado mental
       SIRS
   Alteração em exame de urina*
Bacteriúria sintomática relacionada à
                 SVD
                       
 Alteração em exame de urina
   URC com mais de 10 5 UFC/mL (independente do
    EAS)
   URC com mais de 10 3 UFC/mL com evidência de
    piúria



  Pacientes sem SVD, mas com uso recente (últimas
  48 horas) também são considerados como portadores
  de ITU por cateter.
Bacteriúria assintomática
                           
 Definição
   URC com bactérias uropatogênicas (> 10 5 UFC/mL)
   T < 38 ºC
   Ausência de sintomas
      Dor ou sensibilidade suprapúbica
      Dor ou sensibilidade em ângulo costovertebral
Infecções fúngicas
               
 Via ascendente x Disseminação hematogênica
 Hemocultura para fungos
   Quando é útil?
 Leveduras no exame de urina
 Espécimes citológicas na urina
   Ácido periódico de Schiff
   Corantes de prata
 Candiduria persistente: exames de imagem!
Candidemia
    
Purple Urine Bag Syndrome
           
Tratamento
Tratamento
                   
 Antibiograma!
 Intervenção antes da URC
   Considerar padrão de micro-organismos da unidade

 Bacilos Gram negativos
   Cefalosporinas de terceira geração (ceftriaxone ou
    cefotaxima)
   Quinolonas (ciprofloxacino ou levofloxacino)
Tratamento
                   
 Suspeita de Pseudomonas aeruginosa
   Ciprofloxacino 400 mg –EV- 12/12 horas
   Ceftazidima 1 g –EV- 8/8 horas
   Cefepime 1 g –EV- 12/12 horas


 Cocos Gram positivos
   Vancomicina 1 g –EV- 12/12 horas
Tratamento
                    
 Candiduria assintomática
   Raramente tratadas
   Exceção: neutropenia e manipulação do trato urinário
   Fluconazol ou anfotericina B deoxicolato


 Candiduria sintomática
   Sempre deve ser tratada
   Fluconazol ou anfotericina B deoxicolato
   Candida spp. resistente a fluconazol: flucitosina
Bibliografia
                  
 http://www.fmrp.usp.br/revista/1998/vol31n3/inf
  eccao_em_uti.pdf
 http://www.uptodate.com/contents/complications-
  of-urinary-bladder-catheters-and-preventive-
  strategies?source=search_result&search=urinary+inf
  ection&selectedTitle=29~150
 http://www.uptodate.com/contents/urinary-tract-
  infection-associated-with-urethral-
  catheters?source=see_link&anchor=H7#H7

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Caso Clínico infecção
Caso Clínico  infecçãoCaso Clínico  infecção
Caso Clínico infecção
kaheluis
 
U. 11 - Infecções Urinárias - PowerPoint
U. 11 - Infecções Urinárias - PowerPointU. 11 - Infecções Urinárias - PowerPoint
U. 11 - Infecções Urinárias - PowerPoint
I.Braz Slideshares
 
Itu
ItuItu
Itu
tvf
 
U. 11 - Infeções Urinárias - Folheto
U. 11 - Infeções Urinárias - FolhetoU. 11 - Infeções Urinárias - Folheto
U. 11 - Infeções Urinárias - Folheto
I.Braz Slideshares
 

Mais procurados (20)

DiagnóStico E Tratamento Das InfecçõEs Genito UrináRias
DiagnóStico E Tratamento Das InfecçõEs Genito UrináRiasDiagnóStico E Tratamento Das InfecçõEs Genito UrináRias
DiagnóStico E Tratamento Das InfecçõEs Genito UrináRias
 
Cistite Intersticial
Cistite Intersticial  Cistite Intersticial
Cistite Intersticial
 
Infecção Urinária - Pediatria
Infecção Urinária - PediatriaInfecção Urinária - Pediatria
Infecção Urinária - Pediatria
 
Caso Clínico infecção
Caso Clínico  infecçãoCaso Clínico  infecção
Caso Clínico infecção
 
Infecção do trato urinário ppt
Infecção do trato urinário pptInfecção do trato urinário ppt
Infecção do trato urinário ppt
 
Publicacao 107
Publicacao 107Publicacao 107
Publicacao 107
 
INFECÇÕES DO TRATO URINÁRIO
INFECÇÕES DO TRATO URINÁRIOINFECÇÕES DO TRATO URINÁRIO
INFECÇÕES DO TRATO URINÁRIO
 
Infecção do Trato Urinário na Infância (ITU)
Infecção do Trato Urinário na Infância (ITU) Infecção do Trato Urinário na Infância (ITU)
Infecção do Trato Urinário na Infância (ITU)
 
U. 11 - Infecções Urinárias - PowerPoint
U. 11 - Infecções Urinárias - PowerPointU. 11 - Infecções Urinárias - PowerPoint
U. 11 - Infecções Urinárias - PowerPoint
 
PREVENÇÃO DA INFECÇÃO HOSPITALAR DO TRATO URINÁRIO
PREVENÇÃO DA INFECÇÃO HOSPITALAR DO TRATO URINÁRIOPREVENÇÃO DA INFECÇÃO HOSPITALAR DO TRATO URINÁRIO
PREVENÇÃO DA INFECÇÃO HOSPITALAR DO TRATO URINÁRIO
 
Cuidados aos pacientes com distúbios urinários e renal
Cuidados aos pacientes com distúbios urinários e renalCuidados aos pacientes com distúbios urinários e renal
Cuidados aos pacientes com distúbios urinários e renal
 
infecção urinária na gestação
infecção urinária na gestaçãoinfecção urinária na gestação
infecção urinária na gestação
 
Infe cções do Trato Urinário
Infe cções do Trato UrinárioInfe cções do Trato Urinário
Infe cções do Trato Urinário
 
ITU recorrente nas gestantes
ITU recorrente nas gestantes  ITU recorrente nas gestantes
ITU recorrente nas gestantes
 
Itu
ItuItu
Itu
 
Infecção do Trato Urinário na Gravidez
Infecção do Trato Urinário na GravidezInfecção do Trato Urinário na Gravidez
Infecção do Trato Urinário na Gravidez
 
Infecção do Trato Urinário e Icterícia em Recém- Nascidos
Infecção do Trato Urinário e Icterícia em Recém- NascidosInfecção do Trato Urinário e Icterícia em Recém- Nascidos
Infecção do Trato Urinário e Icterícia em Recém- Nascidos
 
U. 11 - Infeções Urinárias - Folheto
U. 11 - Infeções Urinárias - FolhetoU. 11 - Infeções Urinárias - Folheto
U. 11 - Infeções Urinárias - Folheto
 
Infec
InfecInfec
Infec
 
Prevenção de infecção do trato urinário
Prevenção de infecção do trato urinárioPrevenção de infecção do trato urinário
Prevenção de infecção do trato urinário
 

Destaque

Infecções do trato urinário
Infecções do trato urinárioInfecções do trato urinário
Infecções do trato urinário
Diana Almeida
 
7605959 infeccao-urinaria-parte-1
7605959 infeccao-urinaria-parte-17605959 infeccao-urinaria-parte-1
7605959 infeccao-urinaria-parte-1
idaval_1
 
Hipoglicemiantes orais em monoterapia mortalidade
Hipoglicemiantes orais em monoterapia   mortalidadeHipoglicemiantes orais em monoterapia   mortalidade
Hipoglicemiantes orais em monoterapia mortalidade
Eduardo Tibali
 
Poster ITU Final_20150521
Poster ITU Final_20150521Poster ITU Final_20150521
Poster ITU Final_20150521
Ana Guerreiro
 
7145859 tratamento-racional-da-itu
7145859 tratamento-racional-da-itu7145859 tratamento-racional-da-itu
7145859 tratamento-racional-da-itu
idaval_1
 
Hipertensão refratária
Hipertensão refratáriaHipertensão refratária
Hipertensão refratária
Eduardo Tibali
 

Destaque (15)

Infecções do trato urinário
Infecções do trato urinárioInfecções do trato urinário
Infecções do trato urinário
 
7605959 infeccao-urinaria-parte-1
7605959 infeccao-urinaria-parte-17605959 infeccao-urinaria-parte-1
7605959 infeccao-urinaria-parte-1
 
6 infeccao trato urinario
6   infeccao trato urinario6   infeccao trato urinario
6 infeccao trato urinario
 
Controle de infecção hospitalares
Controle  de infecção hospitalaresControle  de infecção hospitalares
Controle de infecção hospitalares
 
Variantes das doenças por lesões mínimas
Variantes das doenças por lesões mínimasVariantes das doenças por lesões mínimas
Variantes das doenças por lesões mínimas
 
PREVENÇÃO DA INFECÇÃO URINÁRIA ASSOCIADA AO CUIDADO DE SAÚDE
PREVENÇÃO DA INFECÇÃO URINÁRIA ASSOCIADA AO CUIDADO DE SAÚDEPREVENÇÃO DA INFECÇÃO URINÁRIA ASSOCIADA AO CUIDADO DE SAÚDE
PREVENÇÃO DA INFECÇÃO URINÁRIA ASSOCIADA AO CUIDADO DE SAÚDE
 
Hipoglicemiantes orais em monoterapia mortalidade
Hipoglicemiantes orais em monoterapia   mortalidadeHipoglicemiantes orais em monoterapia   mortalidade
Hipoglicemiantes orais em monoterapia mortalidade
 
Poster ITU Final_20150521
Poster ITU Final_20150521Poster ITU Final_20150521
Poster ITU Final_20150521
 
7145859 tratamento-racional-da-itu
7145859 tratamento-racional-da-itu7145859 tratamento-racional-da-itu
7145859 tratamento-racional-da-itu
 
Metformin and other antidiabetic agents in renal failure
Metformin and other antidiabetic agents in renal failureMetformin and other antidiabetic agents in renal failure
Metformin and other antidiabetic agents in renal failure
 
Doença renal crônica e gestação
Doença renal crônica e gestaçãoDoença renal crônica e gestação
Doença renal crônica e gestação
 
Assistência à Crianças em Disfunção Geniturinária e Gastrointestinal
Assistência à Crianças em Disfunção Geniturinária e GastrointestinalAssistência à Crianças em Disfunção Geniturinária e Gastrointestinal
Assistência à Crianças em Disfunção Geniturinária e Gastrointestinal
 
Hipertensão refratária
Hipertensão refratáriaHipertensão refratária
Hipertensão refratária
 
Ofidismo e insuficiência renal aguda (acidente ofídico)
Ofidismo e insuficiência renal aguda (acidente ofídico)Ofidismo e insuficiência renal aguda (acidente ofídico)
Ofidismo e insuficiência renal aguda (acidente ofídico)
 
Nefropatia por IgA
Nefropatia por IgANefropatia por IgA
Nefropatia por IgA
 

Semelhante a Infecção do trato urinário em uti

Aim itu apresent caso
Aim itu   apresent casoAim itu   apresent caso
Aim itu apresent caso
Renato sg
 
Distúrbios urinários: ITU e Pielonefrite
Distúrbios urinários: ITU e PielonefriteDistúrbios urinários: ITU e Pielonefrite
Distúrbios urinários: ITU e Pielonefrite
Larissa Januario
 
Neutropenia Febril E Fungemia
Neutropenia Febril E  FungemiaNeutropenia Febril E  Fungemia
Neutropenia Febril E Fungemia
galegoo
 
Pneumonia associada a ventilação mecanica
Pneumonia associada a ventilação mecanicaPneumonia associada a ventilação mecanica
Pneumonia associada a ventilação mecanica
janinemagalhaes
 
Fibrose cistica Medicina UFT
Fibrose cistica Medicina UFT Fibrose cistica Medicina UFT
Fibrose cistica Medicina UFT
felippehenrique
 
Fibrose cistica
Fibrose cisticaFibrose cistica
Fibrose cistica
Mandydra
 
13 exame proctológico e dst em proctologia
13  exame proctológico e dst em proctologia13  exame proctológico e dst em proctologia
13 exame proctológico e dst em proctologia
itsufpr
 
13 exame proctológico e dst em proctologia
13  exame proctológico e dst em proctologia13  exame proctológico e dst em proctologia
13 exame proctológico e dst em proctologia
itsufpr
 
Transplantes Renais parte 1
Transplantes Renais parte 1Transplantes Renais parte 1
Transplantes Renais parte 1
Ladocriativo
 

Semelhante a Infecção do trato urinário em uti (20)

ITU tratamento
ITU tratamentoITU tratamento
ITU tratamento
 
Aim itu apresent caso
Aim itu   apresent casoAim itu   apresent caso
Aim itu apresent caso
 
Distúrbios urinários: ITU e Pielonefrite
Distúrbios urinários: ITU e PielonefriteDistúrbios urinários: ITU e Pielonefrite
Distúrbios urinários: ITU e Pielonefrite
 
Neutropenia Febril E Fungemia
Neutropenia Febril E  FungemiaNeutropenia Febril E  Fungemia
Neutropenia Febril E Fungemia
 
Colecistite aguda_complicaoes.pdf
Colecistite aguda_complicaoes.pdfColecistite aguda_complicaoes.pdf
Colecistite aguda_complicaoes.pdf
 
Colpite+e+cervicite
Colpite+e+cerviciteColpite+e+cervicite
Colpite+e+cervicite
 
0010_ITU NA INFANCIA.pdf fornecido pelo professor
0010_ITU NA INFANCIA.pdf fornecido pelo professor0010_ITU NA INFANCIA.pdf fornecido pelo professor
0010_ITU NA INFANCIA.pdf fornecido pelo professor
 
Sessoclnica 130703084417-phpapp02
Sessoclnica 130703084417-phpapp02Sessoclnica 130703084417-phpapp02
Sessoclnica 130703084417-phpapp02
 
ITU.pptx
ITU.pptxITU.pptx
ITU.pptx
 
Aula de digestivo parte 3
Aula de digestivo parte 3Aula de digestivo parte 3
Aula de digestivo parte 3
 
Pneumonia associada a ventilação mecanica
Pneumonia associada a ventilação mecanicaPneumonia associada a ventilação mecanica
Pneumonia associada a ventilação mecanica
 
Fibrose cistica
Fibrose cisticaFibrose cistica
Fibrose cistica
 
Fibrose cistica Medicina UFT
Fibrose cistica Medicina UFT Fibrose cistica Medicina UFT
Fibrose cistica Medicina UFT
 
Fibrose cistica
Fibrose cisticaFibrose cistica
Fibrose cistica
 
Urografia excretora - Abordagem completa
Urografia excretora - Abordagem completaUrografia excretora - Abordagem completa
Urografia excretora - Abordagem completa
 
13 exame proctológico e dst em proctologia
13  exame proctológico e dst em proctologia13  exame proctológico e dst em proctologia
13 exame proctológico e dst em proctologia
 
13 exame proctológico e dst em proctologia
13  exame proctológico e dst em proctologia13  exame proctológico e dst em proctologia
13 exame proctológico e dst em proctologia
 
Transplantes Renais parte 1
Transplantes Renais parte 1Transplantes Renais parte 1
Transplantes Renais parte 1
 
Aula de digestivo parte 2
Aula de digestivo parte 2Aula de digestivo parte 2
Aula de digestivo parte 2
 
DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS
DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEISDOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS
DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS
 

Último

5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
edjailmax
 
INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]
INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]
INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]
ESCRIBA DE CRISTO
 
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkkO QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
LisaneWerlang
 

Último (20)

manual-de-direito-civil-flacc81vio-tartuce-2015-11.pdf
manual-de-direito-civil-flacc81vio-tartuce-2015-11.pdfmanual-de-direito-civil-flacc81vio-tartuce-2015-11.pdf
manual-de-direito-civil-flacc81vio-tartuce-2015-11.pdf
 
hereditariedade é variabilidade genetic
hereditariedade é variabilidade  genetichereditariedade é variabilidade  genetic
hereditariedade é variabilidade genetic
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
 
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorRecurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdfEvangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]
INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]
INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]
 
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxAULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
 
América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados Nacionais
América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados NacionaisAmérica Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados Nacionais
América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados Nacionais
 
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkkO QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
 
Atividade português 7 ano página 38 a 40
Atividade português 7 ano página 38 a 40Atividade português 7 ano página 38 a 40
Atividade português 7 ano página 38 a 40
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 

Infecção do trato urinário em uti

  • 1. Eduardo Henrique Costa Tibali R2 Clínica Médica
  • 2. Introdução   35 a 45% das infecções em UTI  Origem comunitária ou nosocomial  Cuidado: neutropênicos!  Infecção x Colonização  Flora polimicrobiana  SVD
  • 3. Epidemiologia   ITU: 3 a 10% por dia de cateterização  Presença de bacteriúria  10 a 25% desenvolvem sintomas  Maior ocorrência de pielonefrite  Fatores de risco para bacteriúria ou ITU  Mulheres  DM  Cateterização prolongada  Contaminação do saco coletor  Problemas nos cuidados com a SVD
  • 4. O Cateter Vesical de Demora
  • 5. Cateter Vesical de demora   Micro-organismos  Como complicação do  E. coli cateterismo vesical  K. pneumoniae  Enterobactérias  P. aeruginosa  P. aeruginosa  Proteus spp.  Enterococcus spp.  Enterococcus spp.  Candida spp.
  • 6. Cateter vesical de demora   Uso além do necessário  Indicações inadequadas
  • 7. Cateter vesical de demora   Indicações  Retenção urinária  Hematúria com coágulos  Monitorizar débito  Imobilização prolongada urinário  Bexiga neurogênica  Necessidade de muito  Conforto para pacientes volume ou diuréticos em cuidados paliativos  Incontinência urinária  Outras...  Pós-operatórios  Próstata  Bexiga urinária  Cirurgias ginecológicas
  • 8. Quadro clínico e Diagnóstico
  • 9. Quadro clínico e Diagnóstico   Uso de SVD  Pacientes raramente sintomáticos  Dificuldade em correlacionar dados laboratoriais com achados clínicos  Coleta adequada da urina para análise  Uripen...  Candiduria...
  • 10. Bacteriúria sintomática relacionada à SVD   Definição  T > 38 ºC  Sensibilidade ou dor suprapúbica  Sensibilidade ou dor em ângulo costovertebral  Sintomas sistêmicos inexplicados  Alteração do estado mental  SIRS  Alteração em exame de urina*
  • 11. Bacteriúria sintomática relacionada à SVD   Alteração em exame de urina  URC com mais de 10 5 UFC/mL (independente do EAS)  URC com mais de 10 3 UFC/mL com evidência de piúria Pacientes sem SVD, mas com uso recente (últimas 48 horas) também são considerados como portadores de ITU por cateter.
  • 12. Bacteriúria assintomática   Definição  URC com bactérias uropatogênicas (> 10 5 UFC/mL)  T < 38 ºC  Ausência de sintomas  Dor ou sensibilidade suprapúbica  Dor ou sensibilidade em ângulo costovertebral
  • 13. Infecções fúngicas   Via ascendente x Disseminação hematogênica  Hemocultura para fungos  Quando é útil?  Leveduras no exame de urina  Espécimes citológicas na urina  Ácido periódico de Schiff  Corantes de prata  Candiduria persistente: exames de imagem!
  • 14. Candidemia
  • 15. Purple Urine Bag Syndrome 
  • 17. Tratamento   Antibiograma!  Intervenção antes da URC  Considerar padrão de micro-organismos da unidade  Bacilos Gram negativos  Cefalosporinas de terceira geração (ceftriaxone ou cefotaxima)  Quinolonas (ciprofloxacino ou levofloxacino)
  • 18. Tratamento   Suspeita de Pseudomonas aeruginosa  Ciprofloxacino 400 mg –EV- 12/12 horas  Ceftazidima 1 g –EV- 8/8 horas  Cefepime 1 g –EV- 12/12 horas  Cocos Gram positivos  Vancomicina 1 g –EV- 12/12 horas
  • 19. Tratamento   Candiduria assintomática  Raramente tratadas  Exceção: neutropenia e manipulação do trato urinário  Fluconazol ou anfotericina B deoxicolato  Candiduria sintomática  Sempre deve ser tratada  Fluconazol ou anfotericina B deoxicolato  Candida spp. resistente a fluconazol: flucitosina
  • 20. Bibliografia   http://www.fmrp.usp.br/revista/1998/vol31n3/inf eccao_em_uti.pdf  http://www.uptodate.com/contents/complications- of-urinary-bladder-catheters-and-preventive- strategies?source=search_result&search=urinary+inf ection&selectedTitle=29~150  http://www.uptodate.com/contents/urinary-tract- infection-associated-with-urethral- catheters?source=see_link&anchor=H7#H7