SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
Câncer de Pâncreas
O pâncreas é uma glândula, de
aproximadamente 15 a 20 cm, localizada
no abdome, atrás do estômago e
próximo ao duodeno
e constituído por três partes: uma
cabeça larga, um corpo afilado e uma
cauda estreita que termina em ponta.
O pâncreas tem duas funções
importantes:
• Produzir as enzimas para a digestão
dos alimentos
• Secretar os hormônios insulina,
glucagon e somatostatina.
O que é o Pâncreas?
O câncer de pâncreas ocorre quando células malignas
crescem, se dividem e se espalham de forma
desorganizada.
As células exócrinas e as endócrinas do
pâncreas formam tipos completamente
diferentes de tumores, por isso é
importante distinguir os cânceres de
pâncreas exócrinos e endócrinos, uma vez
que cada tipo de tumor apresenta
diferentes:
• Fatores de risco e causas.
• Sinais e sintomas.
• Diagnósticos por meio de exames.
• Tratamentos.
• Prognósticos.
Tipos de Câncer de Pâncreas
O câncer de pâncreas é uma doença
silenciosa, porque geralmente não
apresenta sintomas nos estágios iniciais.
Mas, quando o tumor cresce e se espalha, a
dor muitas vezes se apresenta na parte
superior do abdome e às vezes irradia-se
para as costas, podendo piorar após as
refeições.
Outros sintomas podem incluir:
• Icterícia.
• Náuseas.
• Perda de apetite.
• Perda de peso.
• Fadiga.
• Fraqueza.
Sinais e Sintomas
Embora a causa exata do câncer de
pâncreas seja desconhecida, o
tabagismo é o principal fator de risco.
Fumantes tem de 2 a 3 vezes mais
chances de ter a doença do que os
não fumantes. A idade também está
relacionada com a doença geralmente
após os 45 anos.
O diabetes também está ligado ao
câncer de pâncreas, cerca de 10 - 20%
das pessoas diagnosticadas com câncer
de pâncreas tem diabetes.
Causas do Câncer
Outros riscos incluem pancreatite crônica, cirrose, histórico
familiar de câncer de pâncreas, dieta rica em gordura, obesidade e
sedentarismo.
O desafio desta doença é diagnosticá-
la precocemente, pois em um exame de
rotina, apenas, o médico não pode ver ou
sentir o tumor.
Exames de imagem, como tomografia,
ultrassom, ressonância magnética, e
angiografia, ajudam a localizar a lesão e
são extremamente úteis para determinar
a extensão da doença, o que se denomina
“estadiamento do câncer de pâncreas”.
Diagnóstico
Essa é a única maneira de fazer o
diagnóstico definitivo do câncer de
pâncreas. O procedimento consiste na
remoção de uma pequena quantidade
de tecido para exame ao microscópio.
Os principais tipos de biópsias
utilizadas para o diagnóstico do câncer
de pâncreas são:
• Biópsia percutânea.
• Biópsia endoscópica.
• Biópsia cirúrgica.
Biópsia do Câncer de Pâncreas
Se a doença estiver restrita ao
pâncreas, a cirurgia pode curar o
câncer. Os tipos de cirurgia realizados
podem ser:
• Cirurgia potencialmente curativa -
Realizada quando os resultados dos
exames sugerem que é possível
remover todo o tumor.
• Cirurgia paliativa - Realizada para
aliviar os sintomas da doença ou
prevenir determinadas
complicações.
Tratamento: Cirurgia
Os efeitos colaterais dependem da extensão da cirurgia, o tumor é retirado,
deixando o máximo possível da parte normal do pâncreas intacta.
A radioterapia utiliza radiações
ionizantes de alta energia para destruir
as células cancerosas.
O tratamento radioterápico consiste
em liberar uma determinada dose de
radiação no pâncreas, geralmente
fracionada em 5 tratamentos por
semana durante um determinado
período de tempo.
Tratamento: Radioterapia
A radioterapia também pode ser realizada como uma forma de
destruir as células cancerígenas remanescentes da cirurgia ou
para aliviar a dor ou problemas digestivos provocados por
grandes massas tumorais.
Com a finalidade de destruir as células
cancerígenas e impedi-las de crescer
ou se multiplicar, a quimioterapia
pode ser administrada por via venosa
ou via oral, com períodos de repouso
para que o organismo possa se
recuperar do tratamento.
Cada ciclo de quimioterapia dura em
geral algumas semanas, e essa terapia
também é útil após a cirurgia para
destruir as células cancerígenas
remanescentes.
Tratamento: Quimioterapia
A terapia alvo é um tipo de tratamento
que usa medicamentos ou outras
substâncias para identificar e atacar as
células cancerígenas com pouco dano
às células normais. Cada tipo de terapia
alvo funciona de uma maneira
diferente, mas todas alteram a forma
como uma célula cancerígena cresce, se
divide, se auto repara ou como interage
com outras células.
Tratamento: Terapia Alvo
Os medicamentos alvo agem de forma diferente dos quimioterápicos
padrões e são menos susceptíveis de afetar as células normais, de modo que
os seus efeitos colaterais são diferentes dos observados com os
quimioterápicos convencionais.
Estes tratamentos consistem em
diferentes maneiras de destruir os
tumores, em vez de removê-los
cirurgicamente.
Às vezes são utilizados no tratamento
do câncer de pâncreas disseminado,
especialmente para o fígado.
Tratamento: Ablação e Embolização
Entretanto, esses tratamentos isolados não curam a doença. São utilizados
para prevenir ou aliviar os sintomas do câncer, e muitas vezes usados junto
com outros tipos de tratamentos.
A dor pode ser um grande problema aos
pacientes, particularmente para aqueles
com o tipo exócrino. Estes tumores
podem invadir e comprimir os nervos
próximos ao pâncreas provocando dor no
abdome ou nas costas.
Para a maioria dos pacientes, o
tratamento com morfina ou similares
controlam a dor, embora muitos pacientes
tenham receio de tomar esses
medicamentos por medo da dependência.
Entretanto, alguns estudos mostraram
que esse risco é baixo - se o paciente
seguir corretamente a prescrição médica.
Controle da Dor
Viver com câncer de pâncreas não é
fácil.
É fundamental poder contar com
alguma forma de apoio para ajudar a
lidar com os aspectos emocionais e
práticos da doença.
Existem muitas formas de se obter
apoio na comunidade, além da
família e amigos. É possível também
participar de grupos de apoio
presencial e online.
Obtendo Apoio
Aqui, no Oncoguia, queremos que saiba que “Você Não Está Sozinho!”
Conte conosco sempre que quiser e precisar.
Câncer de Pâncreas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Câncer de intestino laeo (3)
Câncer de intestino   laeo (3)Câncer de intestino   laeo (3)
Câncer de intestino laeo (3)
 
Cancer Colorretal
Cancer ColorretalCancer Colorretal
Cancer Colorretal
 
Entendendo o câncer colorretal
Entendendo o câncer colorretalEntendendo o câncer colorretal
Entendendo o câncer colorretal
 
Câncer colorretal
Câncer colorretalCâncer colorretal
Câncer colorretal
 
Câncer de Pênis
Câncer de PênisCâncer de Pênis
Câncer de Pênis
 
Câncer de Ovário
Câncer de OvárioCâncer de Ovário
Câncer de Ovário
 
Câncer gástrico
Câncer gástricoCâncer gástrico
Câncer gástrico
 
Texto tudo sobre o câncer - inca ok
Texto   tudo sobre o câncer - inca okTexto   tudo sobre o câncer - inca ok
Texto tudo sobre o câncer - inca ok
 
Câncer de estômago
Câncer de estômagoCâncer de estômago
Câncer de estômago
 
Apresentação câncer de pulmão
Apresentação câncer de pulmãoApresentação câncer de pulmão
Apresentação câncer de pulmão
 
Câncer de pulmão
Câncer de pulmãoCâncer de pulmão
Câncer de pulmão
 
Câncer de pele
Câncer de peleCâncer de pele
Câncer de pele
 
Sarcoma de Partes Moles
Sarcoma de Partes MolesSarcoma de Partes Moles
Sarcoma de Partes Moles
 
Câncer de Ovário
Câncer de OvárioCâncer de Ovário
Câncer de Ovário
 
Cancer de pulmão
Cancer de pulmãoCancer de pulmão
Cancer de pulmão
 
Seminario cancer pulmão joice
Seminario cancer pulmão joiceSeminario cancer pulmão joice
Seminario cancer pulmão joice
 
Ca colorretal completo
Ca colorretal   completoCa colorretal   completo
Ca colorretal completo
 
Câncer de pulmão (1)
Câncer de pulmão (1)Câncer de pulmão (1)
Câncer de pulmão (1)
 
Tumor do colon
Tumor do colonTumor do colon
Tumor do colon
 
Cancer
CancerCancer
Cancer
 

Destaque (11)

CANCER DE PANCREAS, COLANGIOCARCINOMA PRESENTACION
CANCER DE PANCREAS, COLANGIOCARCINOMA PRESENTACIONCANCER DE PANCREAS, COLANGIOCARCINOMA PRESENTACION
CANCER DE PANCREAS, COLANGIOCARCINOMA PRESENTACION
 
Pâncreas
Pâncreas Pâncreas
Pâncreas
 
Uretrocistografia Miccional e Retrógrada
Uretrocistografia Miccional e RetrógradaUretrocistografia Miccional e Retrógrada
Uretrocistografia Miccional e Retrógrada
 
Cáncer pancreático
Cáncer pancreáticoCáncer pancreático
Cáncer pancreático
 
Pâncreas
PâncreasPâncreas
Pâncreas
 
Radiologianota10 uretrocistografia retrógrada e miccional
Radiologianota10 uretrocistografia retrógrada e miccionalRadiologianota10 uretrocistografia retrógrada e miccional
Radiologianota10 uretrocistografia retrógrada e miccional
 
Cancer de pancreas
Cancer de pancreasCancer de pancreas
Cancer de pancreas
 
CáNcer De PáNcreas
CáNcer De PáNcreasCáNcer De PáNcreas
CáNcer De PáNcreas
 
Cancer De Pancreas
Cancer De PancreasCancer De Pancreas
Cancer De Pancreas
 
Cancer de pancreas
Cancer de pancreasCancer de pancreas
Cancer de pancreas
 
URETROCISTOGRAFIA
URETROCISTOGRAFIAURETROCISTOGRAFIA
URETROCISTOGRAFIA
 

Semelhante a Câncer de Pâncreas

Câncer de Intestino Delgado
Câncer de Intestino DelgadoCâncer de Intestino Delgado
Câncer de Intestino DelgadoOncoguia
 
Câncer de Bexiga
Câncer de BexigaCâncer de Bexiga
Câncer de BexigaOncoguia
 
Câncer de Mama
Câncer de MamaCâncer de Mama
Câncer de MamaOncoguia
 
O que você precisa saber Câncer colorretal
O que você precisa saber Câncer colorretalO que você precisa saber Câncer colorretal
O que você precisa saber Câncer colorretalTookmed
 
Câncer Útero / Próstata / Mama
Câncer Útero / Próstata / MamaCâncer Útero / Próstata / Mama
Câncer Útero / Próstata / MamaAndressa Macena
 
O cancro powerpoint
O cancro powerpointO cancro powerpoint
O cancro powerpointboaera
 
Outubro Rosa.pptx
Outubro Rosa.pptxOutubro Rosa.pptx
Outubro Rosa.pptxJssicaPaz5
 
Saiba tudo sobre Câncer de Fígado
Saiba tudo sobre Câncer de FígadoSaiba tudo sobre Câncer de Fígado
Saiba tudo sobre Câncer de FígadoOncoguia
 
Câncer de Colo do Útero
Câncer de Colo do ÚteroCâncer de Colo do Útero
Câncer de Colo do ÚteroOncoguia
 
Tumor Carcinoide Gastrointestinal
Tumor Carcinoide GastrointestinalTumor Carcinoide Gastrointestinal
Tumor Carcinoide GastrointestinalOncoguia
 
Câncer de Mama no Brasil
Câncer de Mama no BrasilCâncer de Mama no Brasil
Câncer de Mama no BrasilLuiz Barros
 
Câncer de Vesicula biliar
Câncer de Vesicula biliarCâncer de Vesicula biliar
Câncer de Vesicula biliarOncoguia
 
Slidescancerdemama 130118125906-phpapp02
Slidescancerdemama 130118125906-phpapp02Slidescancerdemama 130118125906-phpapp02
Slidescancerdemama 130118125906-phpapp02Luci Cristina
 
Slidescancerdemama 130118125906-phpapp02
Slidescancerdemama 130118125906-phpapp02Slidescancerdemama 130118125906-phpapp02
Slidescancerdemama 130118125906-phpapp02Samuel Silva II
 
Câncer de Glândula Suprarrenal
Câncer de Glândula SuprarrenalCâncer de Glândula Suprarrenal
Câncer de Glândula SuprarrenalOncoguia
 

Semelhante a Câncer de Pâncreas (20)

Câncer de Intestino Delgado
Câncer de Intestino DelgadoCâncer de Intestino Delgado
Câncer de Intestino Delgado
 
Câncer de Bexiga
Câncer de BexigaCâncer de Bexiga
Câncer de Bexiga
 
cancer de mama
cancer de mamacancer de mama
cancer de mama
 
Câncer de Mama
Câncer de MamaCâncer de Mama
Câncer de Mama
 
O que você precisa saber Câncer colorretal
O que você precisa saber Câncer colorretalO que você precisa saber Câncer colorretal
O que você precisa saber Câncer colorretal
 
Câncer Útero / Próstata / Mama
Câncer Útero / Próstata / MamaCâncer Útero / Próstata / Mama
Câncer Útero / Próstata / Mama
 
O cancro powerpoint
O cancro powerpointO cancro powerpoint
O cancro powerpoint
 
Outubro Rosa.pptx
Outubro Rosa.pptxOutubro Rosa.pptx
Outubro Rosa.pptx
 
Câncer de Mama
Câncer de MamaCâncer de Mama
Câncer de Mama
 
Saiba tudo sobre Câncer de Fígado
Saiba tudo sobre Câncer de FígadoSaiba tudo sobre Câncer de Fígado
Saiba tudo sobre Câncer de Fígado
 
Câncer de Colo do Útero
Câncer de Colo do ÚteroCâncer de Colo do Útero
Câncer de Colo do Útero
 
Tumor Carcinoide Gastrointestinal
Tumor Carcinoide GastrointestinalTumor Carcinoide Gastrointestinal
Tumor Carcinoide Gastrointestinal
 
CÂNCER DE MAMA PALESTRA.pptx
CÂNCER DE MAMA PALESTRA.pptxCÂNCER DE MAMA PALESTRA.pptx
CÂNCER DE MAMA PALESTRA.pptx
 
Câncer de Mama no Brasil
Câncer de Mama no BrasilCâncer de Mama no Brasil
Câncer de Mama no Brasil
 
Câncer de Vesicula biliar
Câncer de Vesicula biliarCâncer de Vesicula biliar
Câncer de Vesicula biliar
 
Trabalho de biologia
Trabalho de biologiaTrabalho de biologia
Trabalho de biologia
 
Reprodução e bioética
Reprodução e bioética Reprodução e bioética
Reprodução e bioética
 
Slidescancerdemama 130118125906-phpapp02
Slidescancerdemama 130118125906-phpapp02Slidescancerdemama 130118125906-phpapp02
Slidescancerdemama 130118125906-phpapp02
 
Slidescancerdemama 130118125906-phpapp02
Slidescancerdemama 130118125906-phpapp02Slidescancerdemama 130118125906-phpapp02
Slidescancerdemama 130118125906-phpapp02
 
Câncer de Glândula Suprarrenal
Câncer de Glândula SuprarrenalCâncer de Glândula Suprarrenal
Câncer de Glândula Suprarrenal
 

Mais de Oncoguia

Câncer de mama: pontos que merecem atenção!
Câncer de mama: pontos que merecem atenção!Câncer de mama: pontos que merecem atenção!
Câncer de mama: pontos que merecem atenção!Oncoguia
 
Feelings about Radiotherapy: the Brazilian Cancer Patients' Perspective
Feelings about Radiotherapy: the Brazilian Cancer Patients' PerspectiveFeelings about Radiotherapy: the Brazilian Cancer Patients' Perspective
Feelings about Radiotherapy: the Brazilian Cancer Patients' PerspectiveOncoguia
 
Insights from a Brazilian Patient Group
Insights from a Brazilian Patient GroupInsights from a Brazilian Patient Group
Insights from a Brazilian Patient GroupOncoguia
 
Return to work after breast cancer: disparities among patients treated in pub...
Return to work after breast cancer: disparities among patients treated in pub...Return to work after breast cancer: disparities among patients treated in pub...
Return to work after breast cancer: disparities among patients treated in pub...Oncoguia
 
Obesidade e câncer nas políticas públicas
Obesidade e câncer nas políticas públicasObesidade e câncer nas políticas públicas
Obesidade e câncer nas políticas públicasOncoguia
 
Pesquisas do Oncoguia mostra visão sobre câncer por quem mora na favela
Pesquisas do Oncoguia mostra visão sobre câncer por quem mora na favelaPesquisas do Oncoguia mostra visão sobre câncer por quem mora na favela
Pesquisas do Oncoguia mostra visão sobre câncer por quem mora na favelaOncoguia
 
Percepções e prioridades do câncer nas favelas brasileiras
Percepções e prioridades do câncer nas favelas brasileirasPercepções e prioridades do câncer nas favelas brasileiras
Percepções e prioridades do câncer nas favelas brasileirasOncoguia
 
Consultas Públicas do SUS / Paciente oncológico: informe-se e participe!
Consultas Públicas do SUS / Paciente oncológico: informe-se e participe!Consultas Públicas do SUS / Paciente oncológico: informe-se e participe!
Consultas Públicas do SUS / Paciente oncológico: informe-se e participe!Oncoguia
 
Impactos do Câncer na vida dos familiares cuidadores
Impactos do Câncer na vida dos familiares cuidadoresImpactos do Câncer na vida dos familiares cuidadores
Impactos do Câncer na vida dos familiares cuidadoresOncoguia
 
Cosaúde e o processo de incorporação de tecnologias oncológicas
Cosaúde e o processo de incorporação de tecnologias oncológicasCosaúde e o processo de incorporação de tecnologias oncológicas
Cosaúde e o processo de incorporação de tecnologias oncológicasOncoguia
 
Relatório de atividades do Instituto Oncoguia / 2021
Relatório de atividades do Instituto Oncoguia / 2021Relatório de atividades do Instituto Oncoguia / 2021
Relatório de atividades do Instituto Oncoguia / 2021Oncoguia
 
Por uma oncologia mais atual e justa
 Por uma oncologia mais atual e justa Por uma oncologia mais atual e justa
Por uma oncologia mais atual e justaOncoguia
 
Percepções da população brasileira sobre o câncer
Percepções da população brasileira sobre o câncerPercepções da população brasileira sobre o câncer
Percepções da população brasileira sobre o câncerOncoguia
 
Datafolha_Oncoguia_PercepcoesSobreOCancer .pdf
Datafolha_Oncoguia_PercepcoesSobreOCancer .pdfDatafolha_Oncoguia_PercepcoesSobreOCancer .pdf
Datafolha_Oncoguia_PercepcoesSobreOCancer .pdfOncoguia
 
Como contribuir em Consulta Pública da Conitec
Como contribuir em Consulta Pública da ConitecComo contribuir em Consulta Pública da Conitec
Como contribuir em Consulta Pública da ConitecOncoguia
 
Contribuição Oncoguia com a ATS na SS - 03.2022
Contribuição Oncoguia com a ATS na SS - 03.2022Contribuição Oncoguia com a ATS na SS - 03.2022
Contribuição Oncoguia com a ATS na SS - 03.2022Oncoguia
 
Study of cancer patient's communication of pain to the health team
Study of cancer patient's communication of pain to the health teamStudy of cancer patient's communication of pain to the health team
Study of cancer patient's communication of pain to the health teamOncoguia
 
How can we help: The needs of those seeking breast cancer information and sup...
How can we help: The needs of those seeking breast cancer information and sup...How can we help: The needs of those seeking breast cancer information and sup...
How can we help: The needs of those seeking breast cancer information and sup...Oncoguia
 
Caring for colorectal cancer patients: the perspective of informal caregivers...
Caring for colorectal cancer patients: the perspective of informal caregivers...Caring for colorectal cancer patients: the perspective of informal caregivers...
Caring for colorectal cancer patients: the perspective of informal caregivers...Oncoguia
 
Cancer de fígado - ILNC
Cancer de fígado - ILNCCancer de fígado - ILNC
Cancer de fígado - ILNCOncoguia
 

Mais de Oncoguia (20)

Câncer de mama: pontos que merecem atenção!
Câncer de mama: pontos que merecem atenção!Câncer de mama: pontos que merecem atenção!
Câncer de mama: pontos que merecem atenção!
 
Feelings about Radiotherapy: the Brazilian Cancer Patients' Perspective
Feelings about Radiotherapy: the Brazilian Cancer Patients' PerspectiveFeelings about Radiotherapy: the Brazilian Cancer Patients' Perspective
Feelings about Radiotherapy: the Brazilian Cancer Patients' Perspective
 
Insights from a Brazilian Patient Group
Insights from a Brazilian Patient GroupInsights from a Brazilian Patient Group
Insights from a Brazilian Patient Group
 
Return to work after breast cancer: disparities among patients treated in pub...
Return to work after breast cancer: disparities among patients treated in pub...Return to work after breast cancer: disparities among patients treated in pub...
Return to work after breast cancer: disparities among patients treated in pub...
 
Obesidade e câncer nas políticas públicas
Obesidade e câncer nas políticas públicasObesidade e câncer nas políticas públicas
Obesidade e câncer nas políticas públicas
 
Pesquisas do Oncoguia mostra visão sobre câncer por quem mora na favela
Pesquisas do Oncoguia mostra visão sobre câncer por quem mora na favelaPesquisas do Oncoguia mostra visão sobre câncer por quem mora na favela
Pesquisas do Oncoguia mostra visão sobre câncer por quem mora na favela
 
Percepções e prioridades do câncer nas favelas brasileiras
Percepções e prioridades do câncer nas favelas brasileirasPercepções e prioridades do câncer nas favelas brasileiras
Percepções e prioridades do câncer nas favelas brasileiras
 
Consultas Públicas do SUS / Paciente oncológico: informe-se e participe!
Consultas Públicas do SUS / Paciente oncológico: informe-se e participe!Consultas Públicas do SUS / Paciente oncológico: informe-se e participe!
Consultas Públicas do SUS / Paciente oncológico: informe-se e participe!
 
Impactos do Câncer na vida dos familiares cuidadores
Impactos do Câncer na vida dos familiares cuidadoresImpactos do Câncer na vida dos familiares cuidadores
Impactos do Câncer na vida dos familiares cuidadores
 
Cosaúde e o processo de incorporação de tecnologias oncológicas
Cosaúde e o processo de incorporação de tecnologias oncológicasCosaúde e o processo de incorporação de tecnologias oncológicas
Cosaúde e o processo de incorporação de tecnologias oncológicas
 
Relatório de atividades do Instituto Oncoguia / 2021
Relatório de atividades do Instituto Oncoguia / 2021Relatório de atividades do Instituto Oncoguia / 2021
Relatório de atividades do Instituto Oncoguia / 2021
 
Por uma oncologia mais atual e justa
 Por uma oncologia mais atual e justa Por uma oncologia mais atual e justa
Por uma oncologia mais atual e justa
 
Percepções da população brasileira sobre o câncer
Percepções da população brasileira sobre o câncerPercepções da população brasileira sobre o câncer
Percepções da população brasileira sobre o câncer
 
Datafolha_Oncoguia_PercepcoesSobreOCancer .pdf
Datafolha_Oncoguia_PercepcoesSobreOCancer .pdfDatafolha_Oncoguia_PercepcoesSobreOCancer .pdf
Datafolha_Oncoguia_PercepcoesSobreOCancer .pdf
 
Como contribuir em Consulta Pública da Conitec
Como contribuir em Consulta Pública da ConitecComo contribuir em Consulta Pública da Conitec
Como contribuir em Consulta Pública da Conitec
 
Contribuição Oncoguia com a ATS na SS - 03.2022
Contribuição Oncoguia com a ATS na SS - 03.2022Contribuição Oncoguia com a ATS na SS - 03.2022
Contribuição Oncoguia com a ATS na SS - 03.2022
 
Study of cancer patient's communication of pain to the health team
Study of cancer patient's communication of pain to the health teamStudy of cancer patient's communication of pain to the health team
Study of cancer patient's communication of pain to the health team
 
How can we help: The needs of those seeking breast cancer information and sup...
How can we help: The needs of those seeking breast cancer information and sup...How can we help: The needs of those seeking breast cancer information and sup...
How can we help: The needs of those seeking breast cancer information and sup...
 
Caring for colorectal cancer patients: the perspective of informal caregivers...
Caring for colorectal cancer patients: the perspective of informal caregivers...Caring for colorectal cancer patients: the perspective of informal caregivers...
Caring for colorectal cancer patients: the perspective of informal caregivers...
 
Cancer de fígado - ILNC
Cancer de fígado - ILNCCancer de fígado - ILNC
Cancer de fígado - ILNC
 

Último

RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdfRELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdfHELLEN CRISTINA
 
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino FelisbertoAltas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisbertoadelinofelisberto3
 
Treinamento NR 18.pdf .......................................
Treinamento NR 18.pdf .......................................Treinamento NR 18.pdf .......................................
Treinamento NR 18.pdf .......................................paulo222341
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSProf. Marcus Renato de Carvalho
 
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfHELLEN CRISTINA
 
Crianças e Adolescentes em Psicoterapia A abordagem psicanalítica-1 (2).pdf
Crianças e Adolescentes em Psicoterapia A abordagem psicanalítica-1 (2).pdfCrianças e Adolescentes em Psicoterapia A abordagem psicanalítica-1 (2).pdf
Crianças e Adolescentes em Psicoterapia A abordagem psicanalítica-1 (2).pdfivana Sobrenome
 
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion  ais.pdfrelatorio ciencias morfofuncion  ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdfHELLEN CRISTINA
 
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclosCaracterísticas gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclosThaiseGerber2
 

Último (8)

RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdfRELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
 
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino FelisbertoAltas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
 
Treinamento NR 18.pdf .......................................
Treinamento NR 18.pdf .......................................Treinamento NR 18.pdf .......................................
Treinamento NR 18.pdf .......................................
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
 
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
 
Crianças e Adolescentes em Psicoterapia A abordagem psicanalítica-1 (2).pdf
Crianças e Adolescentes em Psicoterapia A abordagem psicanalítica-1 (2).pdfCrianças e Adolescentes em Psicoterapia A abordagem psicanalítica-1 (2).pdf
Crianças e Adolescentes em Psicoterapia A abordagem psicanalítica-1 (2).pdf
 
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion  ais.pdfrelatorio ciencias morfofuncion  ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
 
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclosCaracterísticas gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
 

Câncer de Pâncreas

  • 1.
  • 3. O pâncreas é uma glândula, de aproximadamente 15 a 20 cm, localizada no abdome, atrás do estômago e próximo ao duodeno e constituído por três partes: uma cabeça larga, um corpo afilado e uma cauda estreita que termina em ponta. O pâncreas tem duas funções importantes: • Produzir as enzimas para a digestão dos alimentos • Secretar os hormônios insulina, glucagon e somatostatina. O que é o Pâncreas? O câncer de pâncreas ocorre quando células malignas crescem, se dividem e se espalham de forma desorganizada.
  • 4. As células exócrinas e as endócrinas do pâncreas formam tipos completamente diferentes de tumores, por isso é importante distinguir os cânceres de pâncreas exócrinos e endócrinos, uma vez que cada tipo de tumor apresenta diferentes: • Fatores de risco e causas. • Sinais e sintomas. • Diagnósticos por meio de exames. • Tratamentos. • Prognósticos. Tipos de Câncer de Pâncreas
  • 5. O câncer de pâncreas é uma doença silenciosa, porque geralmente não apresenta sintomas nos estágios iniciais. Mas, quando o tumor cresce e se espalha, a dor muitas vezes se apresenta na parte superior do abdome e às vezes irradia-se para as costas, podendo piorar após as refeições. Outros sintomas podem incluir: • Icterícia. • Náuseas. • Perda de apetite. • Perda de peso. • Fadiga. • Fraqueza. Sinais e Sintomas
  • 6. Embora a causa exata do câncer de pâncreas seja desconhecida, o tabagismo é o principal fator de risco. Fumantes tem de 2 a 3 vezes mais chances de ter a doença do que os não fumantes. A idade também está relacionada com a doença geralmente após os 45 anos. O diabetes também está ligado ao câncer de pâncreas, cerca de 10 - 20% das pessoas diagnosticadas com câncer de pâncreas tem diabetes. Causas do Câncer Outros riscos incluem pancreatite crônica, cirrose, histórico familiar de câncer de pâncreas, dieta rica em gordura, obesidade e sedentarismo.
  • 7. O desafio desta doença é diagnosticá- la precocemente, pois em um exame de rotina, apenas, o médico não pode ver ou sentir o tumor. Exames de imagem, como tomografia, ultrassom, ressonância magnética, e angiografia, ajudam a localizar a lesão e são extremamente úteis para determinar a extensão da doença, o que se denomina “estadiamento do câncer de pâncreas”. Diagnóstico
  • 8. Essa é a única maneira de fazer o diagnóstico definitivo do câncer de pâncreas. O procedimento consiste na remoção de uma pequena quantidade de tecido para exame ao microscópio. Os principais tipos de biópsias utilizadas para o diagnóstico do câncer de pâncreas são: • Biópsia percutânea. • Biópsia endoscópica. • Biópsia cirúrgica. Biópsia do Câncer de Pâncreas
  • 9. Se a doença estiver restrita ao pâncreas, a cirurgia pode curar o câncer. Os tipos de cirurgia realizados podem ser: • Cirurgia potencialmente curativa - Realizada quando os resultados dos exames sugerem que é possível remover todo o tumor. • Cirurgia paliativa - Realizada para aliviar os sintomas da doença ou prevenir determinadas complicações. Tratamento: Cirurgia Os efeitos colaterais dependem da extensão da cirurgia, o tumor é retirado, deixando o máximo possível da parte normal do pâncreas intacta.
  • 10. A radioterapia utiliza radiações ionizantes de alta energia para destruir as células cancerosas. O tratamento radioterápico consiste em liberar uma determinada dose de radiação no pâncreas, geralmente fracionada em 5 tratamentos por semana durante um determinado período de tempo. Tratamento: Radioterapia A radioterapia também pode ser realizada como uma forma de destruir as células cancerígenas remanescentes da cirurgia ou para aliviar a dor ou problemas digestivos provocados por grandes massas tumorais.
  • 11. Com a finalidade de destruir as células cancerígenas e impedi-las de crescer ou se multiplicar, a quimioterapia pode ser administrada por via venosa ou via oral, com períodos de repouso para que o organismo possa se recuperar do tratamento. Cada ciclo de quimioterapia dura em geral algumas semanas, e essa terapia também é útil após a cirurgia para destruir as células cancerígenas remanescentes. Tratamento: Quimioterapia
  • 12. A terapia alvo é um tipo de tratamento que usa medicamentos ou outras substâncias para identificar e atacar as células cancerígenas com pouco dano às células normais. Cada tipo de terapia alvo funciona de uma maneira diferente, mas todas alteram a forma como uma célula cancerígena cresce, se divide, se auto repara ou como interage com outras células. Tratamento: Terapia Alvo Os medicamentos alvo agem de forma diferente dos quimioterápicos padrões e são menos susceptíveis de afetar as células normais, de modo que os seus efeitos colaterais são diferentes dos observados com os quimioterápicos convencionais.
  • 13. Estes tratamentos consistem em diferentes maneiras de destruir os tumores, em vez de removê-los cirurgicamente. Às vezes são utilizados no tratamento do câncer de pâncreas disseminado, especialmente para o fígado. Tratamento: Ablação e Embolização Entretanto, esses tratamentos isolados não curam a doença. São utilizados para prevenir ou aliviar os sintomas do câncer, e muitas vezes usados junto com outros tipos de tratamentos.
  • 14. A dor pode ser um grande problema aos pacientes, particularmente para aqueles com o tipo exócrino. Estes tumores podem invadir e comprimir os nervos próximos ao pâncreas provocando dor no abdome ou nas costas. Para a maioria dos pacientes, o tratamento com morfina ou similares controlam a dor, embora muitos pacientes tenham receio de tomar esses medicamentos por medo da dependência. Entretanto, alguns estudos mostraram que esse risco é baixo - se o paciente seguir corretamente a prescrição médica. Controle da Dor
  • 15. Viver com câncer de pâncreas não é fácil. É fundamental poder contar com alguma forma de apoio para ajudar a lidar com os aspectos emocionais e práticos da doença. Existem muitas formas de se obter apoio na comunidade, além da família e amigos. É possível também participar de grupos de apoio presencial e online. Obtendo Apoio Aqui, no Oncoguia, queremos que saiba que “Você Não Está Sozinho!” Conte conosco sempre que quiser e precisar.