Aula 2 conceitos e definições

1.060 visualizações

Publicada em

aula saúde da criança com exercícios de revisão. Conceitos e definições. Aborto, natimorto, nascido vivo, nascido morto, morte etal; período neonatal; Classificação quanto ao peso; classificação conforme idade gestacional.

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.060
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
42
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 2 conceitos e definições

  1. 1. Aula: Saúde da Criança Conceitos e Definições Profª Viviane Delcy da Silva 2015
  2. 2.  É a completa expulsão ou extração, do organismo materno, de um feto, independentemente do fato de o cordão ter sido cortado ou de a placenta estar inserida.  Fetos pesando menos de 500g não são viáveis e, portanto, não são considerados como nascimento para fins de estatísticas perinatais.  Na ausência de peso de nascimento, a idade gestacional de 20 a 22 semanas completas é considerada equivalente a 500g.  Quando não se sabe nem o peso nem a idade gestacional, o comprimento de 25cm (crânio - calcanhar) é considerado equivalente a 500g Nascimento
  3. 3.  Vida ao Nascimento A vida é considerada presente ao nascimento quando o RN respira ou mostra qualquer outra evidência vital, tal como: batimento cardíaco, pulsação do cordão umbilical ou movimentos efetivos da musculatura voluntária.  Nascido Vivo É o produto de um nascimento no qual existe evidência de vida ao nascer.
  4. 4.  Aborto É a expulsão ou extração de um embrião ou feto pesando menos de 500g (aproximadamente 20-22 semanas de gestação), independentemente ou não da presença de sinais vitais.
  5. 5. Morte Fetal É a morte do produto da concepção, ocorrida antes da sua completa expulsão ou extração do organismo materno, independentemente do tempo de gestação. A morte é indicada pelo fato de que, depois da separação, o feto não respira nem mostra qualquer outro sinal de vida, como batimentos cardíacos, pulsações do cordão umbilical ou movimentos de músculos voluntários. A mortalidade fetal se divide em precoce, intermediária e tardia. • A mortalidade fetal precoce refere-se aos abortos e está compreendida no período entre a concepção e a vigésima semana de gestação, no qual o feto tem um peso aproximado de 500g. • A morte fetal intermediária ocorre entre a 20ª e a 28ª semana de gestação (com pesos fetais entre 500 e 1000g) • e a fetal tardia entre a 28ª (1000 g) e o parto. Natimorto É o produto do nascimento de um feto morto. Considera-se feto morto aquele que nasce pesando mais de 500g e que não tem evidência de vida depois de nascer. Para fins de cálculos estatísticos de taxa de mortalidade perinatal para comparação internacional, somente se incluirão fetos mortos que pesam 1000g ou mais ao nascer.
  6. 6.  Compreende as quatro primeiras semanas de vida (0 a 28 dias incompletos).  Denomina-se período neonatal precoce a primeira semana completa ou os sete primeiros dias de vida, e  período neonatal tardio, as três semanas seguintes. Período Neonatal
  7. 7. É a ocorrida no período neonatal, ou seja, nas quatro primeiras semanas, isto é, entre 0 e 28 dias incompletos após o nascimento.  À criança morta dentro deste período, dá-se o nome de neomorto. Morte Neonatal Morte Neonatal Precoce É a morte de um RN antes de sete dias completos de vida (até 168h completas) Morte Neonatal Tardia É a morte de um recém- nascido depois de sete dias completos, mas antes de 28 dias completos de vida.
  8. 8.  É a ocorrida no primeiro ano de vida.  Divide-se em neonatal (primeiros 28 dias incompletos) e pós - neonatal (nos meses seguintes) . Morte Infantil
  9. 9.  1. Um RN de 2.500kg ao nascer apresentava batimentos cardíacos fracos (menos de 60bpm), cianose generalizada, ausencia de tonus muscular e de respiração expontânea. Após exaustivas manobras de reanimação cardiopulmonar, não reagiu e foi constatado óbito pelo pediatra. Responda:  A) Qual a classificação deste RN?  B) é necessário preencher a declaração de nascido vivo ou atestado de óbito? Exercícios de fixação
  10. 10. 2. Uma gestante de 16 anos entrou em trabalho de parto prematuro e deu a luz a um RN de 480g que mesmo com presença de sinais vitais, não resistiu e veio a óbito.  Qual a classificação que você vai escrever no prontuário?
  11. 11.  3. Uma gestante de 26 semanas de gestação entrou em trabalho de parto. O feto após expulsão não respirava nem mostrava qualquer outro sinal de vida, como batimentos cardíacos, pulsações do cordão umbilical ou movimentos de músculos voluntários. Pesou 1.250kg Qual a classificação desta morte fetal?  A) precoce  B) intermediária  C) tardia
  12. 12.  4. Qual é a diferença entre aborto e natimorto?
  13. 13. 5. Um pediatra orientou que a puerpera trouxesse o RN para consulta ainda dentro do período neonatal.  A puerpera lhe pediu até quando ia o período neonatal. O que você respondeu?
  14. 14.  6. Uma criança de 25 dias de vida morreu após complicações respiratórias. Qual a classificação deste obito?  A) natimorto  B morte fetal  C) morte infantil
  15. 15.  • RN pequeno para a idade gestacional: (PIG): pesa menos de 2.500 g  • RN com peso apropriado para a idade gestacional (AIG): pesa entre 2.500 e 4.000 g.  • RN grande para a idade gestacional (GIG): pesa mais de 4.000 g. Classificação do Recém-nascido Conforme o Peso
  16. 16.  RN pré-termo (RNPT): é o RN que pode ser viável e nasce até completar 37 semanas.  RN a termo: RN que nasce entre 37 semanas completas até 42 semanas. A criança nascida com essa idade gestacional possui características anatômicas e fisiológicas que permitem sua adaptação perfeita ao meio externo.  RN pós-termo: nascido após 42 semanas de gestação pode ter sinais de perda de peso com insuficiência placentária. Conforme a Idade Gestacional
  17. 17. 7. Classifique estes RNs conforme o peso
  18. 18. 8. E este
  19. 19. 9. este
  20. 20. 10. E este
  21. 21.  Fonte: http://www.saude.pr.gov.br/modules/conteudo/cont eudo.php?conteudo=668

×