Aula 8 Biomedicina

5.438 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia, Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.438
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
39
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
169
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 8 Biomedicina

  1. 1. Sistema nervoso autonômico: Fármacos colinérgicos Aula 8
  2. 2. Programa <ul><li>Síntese e metabolismo da acetilcolina </li></ul><ul><li>A sinapse colinérgica </li></ul><ul><li>Receptores muscarínicos e nicotínicos </li></ul><ul><li>Parassimpatolíticos </li></ul><ul><li>Parassimpatomiméticos </li></ul>
  3. 3. Sinapse Colinérgica
  4. 4. Drogas Colinomiméticas Ação Direta Ação Indireta
  5. 5. Aç ã o direta: Tipos de receptores “ glandular” “ cardíaco” “ neuronal” Canal iónico de Na + , K +  2  2 ou  3  3 Corpo celular pós-ganglionar, dendritos N N Canal iónico de Na + , K +  2   Sinapse neuromuscular de músculos esqueléticos N M IP 3 , DAG 7 seg. - proteínas G SNC? M 5 Inibe AC 7 seg. - proteínas G SNC? M 4 IP 3 , DAG 7 seg. - proteínas G Glândulas, músculo liso, endotélio M 3 Inibe AC, ativa canais de K + 7 seg. - proteínas G Coraç ão, nervos, músculo liso M 2 IP 3 , DAG 7 seg. - proteínas G SNC, pós-gangliores, pré-sinápticos M 1 Mecanismo Pós-receptor Características estruturais Localizaç ão Tipo
  6. 6. Transdução de Receptores Nicotínicos
  7. 7. Drogas Colinomiméticas Ação Direta Ação Indireta Ésteres de Colina e Ac. Carbâmico Alcalóides
  8. 8. <ul><li>Ésteres de colina e ácido carbâmico </li></ul>Carbacol : Extremamente resistente à hidrolise (ação longa) Acetilcolina : - Nenhum uso clínico - Hidrolisada rápido  efeito breve (5-20 seg) - Subcutânea ou intramuscular: efeito local H 3 C H 2 N Colina Ac. Carbâmico CH 2 CH 2 O N + CH 3 CH 3 CH 3 O C
  9. 9. <ul><li>Alcalóides </li></ul>
  10. 10. Efeitos sobre Órgãos e Sistemas <ul><li> : </li></ul><ul><ul><li> contração esfíncter do íris (miose) </li></ul></ul><ul><ul><li> contração músculo ciliar (acomodação) </li></ul></ul><ul><li>TGI : </li></ul><ul><ul><li> secreção </li></ul></ul><ul><ul><li> motilidade </li></ul></ul><ul><li>TGU : </li></ul><ul><ul><li> contração músculo detrusor </li></ul></ul><ul><ul><li>relaxam trígono e esfíncter </li></ul></ul>
  11. 11. <ul><li>TR : </li></ul><ul><ul><li> secreção </li></ul></ul><ul><ul><li> contração </li></ul></ul><ul><li>Glândulas : </li></ul><ul><ul><li> secreção: sudoríparas, lacrimais, nasofaríngeas </li></ul></ul>
  12. 12. <ul><li>SNP: nicotínicos (gânglionar, neuronal) </li></ul><ul><ul><li>Inicio: Parassimpático e Simpático </li></ul></ul><ul><ul><li> = SIMP (hipertensão, taquicardia, bradicardia) </li></ul></ul><ul><ul><li>TGIU = PARASSIMP (náuseas, vômitos, diarréia) </li></ul></ul><ul><ul><li>Pilocarpina= 1º  , 2º  hipertensão  descarga ganglionar (  M1) </li></ul></ul>
  13. 13. Drogas Colinomiméticas Ação Direta Ação Indireta Ésteres de Colina Alcalóides Álcoois Carbamatos Organofosforados
  14. 14. Drogas colinomiméticas de ação indireta <ul><li>Estrutura química: </li></ul><ul><ul><li>Alcoóis simples: edrofônio </li></ul></ul><ul><ul><li>Carbamatos: neostigmina, fisostigmina </li></ul></ul><ul><ul><li>Organofosforados: isoflurofato, soman, ecotiofato, paration e malation </li></ul></ul><ul><ul><li>Fig. 7.4-K </li></ul></ul><ul><ul><li>Fig. 7.5-K </li></ul></ul>
  15. 15. Enzima Acetilcolinesterase
  16. 17. <ul><li> , TGI, TGU, TR : ≈ ação direta </li></ul><ul><li>Cardiovascular : </li></ul><ul><ul><li> gânglios simp e parassimp </li></ul></ul><ul><ul><li> células neuroefetoras (musc. cardíaco e vascular) </li></ul></ul><ul><ul><li> + parassimp: ↓ freq cardíaca e contratibilidade </li></ul></ul><ul><ul><li>poucos efeitos vasculares </li></ul></ul><ul><ul><li>Final: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Leve bradicardia </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Redução do débito cardíaco </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Nenhum efeito ou leve diminuição da pressão </li></ul></ul></ul>Efeitos sobre Órgãos e Sistemas
  17. 18. <ul><li>Bloqueio despolarizante: </li></ul><ul><ul><li>por despolarização prolongada </li></ul></ul><ul><li>Bloqueio não-despolarizante: </li></ul><ul><ul><li>por interferência na liberação de acetilcolina </li></ul></ul><ul><ul><li>por interferência na ação pós-sináptica da acetilcolina. </li></ul></ul>Bloqueadores ganglionares
  18. 19. Bloqueio não despolarizante por interferência na ação pós-sináptica da acetilcolina <ul><li>Bloqueiam a ação da ACh e agonistas nos receptores nicotínicos e/ou canais iônicos associados dos gânglios autônomos tanto simpáticos quanto parassimpáticos </li></ul><ul><li>Úteis em pesquisa, mas não tem uso clínico (efeitos indesejáveis por falta de seletividade) </li></ul>
  19. 20. Estrutura Química e Farmacocinética Tetraetilamônio Acetilcolina Hexametônio (C6) Mecamilamida CH 3 CH 3 CH 2 CH 2 N + CH 3 CH 2 CH 2 CH 2 CH 2 N + CH 3 CH 3 CH 3 H 3 C CH 2 CH 2 O N + CH 3 CH 3 CH 3 O C CH 3 CH 2 N + CH 2 CH 3 CH 2 CH 3 CH 2 CH 3 CH 3 CH 3 CH 3 NH CH 3
  20. 21. Antagonismo Competitivo Reversível
  21. 22. <ul><li>TEA e C6: só canal; trimetafan: só receptor </li></ul><ul><li>Trimetafan: inativo oral, ação curta </li></ul><ul><li>Parcialmente superado por aumento de [agonista] </li></ul><ul><li>Outros receptores modulam, mas não são suficientes para reverter o efeito bloqueador </li></ul>
  22. 23. Efeitos sobre Órgãos e Sistemas <ul><li>Sistema Nervoso Central : </li></ul><ul><ul><li>N4 e trimetafan não atravessam BHE </li></ul></ul><ul><ul><li>Mecamilamida: sedação, tremor, movimentos coreiformes e aberrações mentais </li></ul></ul><ul><li> : </li></ul><ul><ul><li>Inibição do parassimpático: falta de acomodação (ciliar) e dilatação da pupila (tônus parassimp) </li></ul></ul><ul><li>Trato Gastrintestinal : </li></ul><ul><ul><li>Inibição do parassimpático: ↓ secreção, ↓ motilidade </li></ul></ul>
  23. 24. <ul><li>Trato Genitourinário : </li></ul><ul><ul><li>hesitação miccional, função sexual alterada </li></ul></ul><ul><li>Cardiovascular : </li></ul><ul><ul><li>Inibição do simpático: vasodilatação e ↓ resistência vascular periférica (↓ pressão arterial) </li></ul></ul><ul><ul><li>hipotensão postural (sem reflexos posturais) </li></ul></ul><ul><ul><li>↓ contratibilidade, taquicardia moderada (NSA=parassimp) </li></ul></ul>
  24. 25. <ul><li>Glândulas sudoríparas : </li></ul><ul><ul><li>sem sudorese termorreguladora </li></ul></ul><ul><li>Resposta a drogas autônomas : exacerbam suas respostas por: </li></ul><ul><ul><li>M, α, β nas células efetoras não são bloqueados </li></ul></ul><ul><ul><li>sem reflexos homeostáticos </li></ul></ul>
  25. 26. Anticolinérgicos Ação indireta Ação direta Antimuscarínicos Antinicotínicos Bloq. ganglionares Bloq. neuromusculares TEA C6 Mecamilamida
  26. 27. Sistema Nervoso Periférico
  27. 29. <ul><li>Bloqueio despolarizante: </li></ul><ul><ul><li>por despolarização prolongada </li></ul></ul><ul><li>Bloqueio não-despolarizante: </li></ul><ul><ul><li>por interferência na ação pós-sináptica da acetilcolina. </li></ul></ul>
  28. 30. <ul><li>Succilcolina: </li></ul><ul><ul><li>IV ou IM </li></ul></ul><ul><ul><li>Duração da ação: 5-10 min (BChE) </li></ul></ul><ul><ul><li>Não há BChE na placa terminal motora </li></ul></ul><ul><ul><li>Efeito prolongado em portadores de BChE anormal (teste de dibucaína) </li></ul></ul>Bloqueadores Despolarizantes
  29. 33. Efeitos adversos da Succinilcolina <ul><li>Arritmias cardíacas durante anestesia com halotano </li></ul><ul><li>Hipercalemia em pacientes com queimaduras, lesão nervosa ou doença neuromuscular </li></ul><ul><li>Aumento transitório da pressão intra-ocular </li></ul><ul><li>Aumento da pressão intragástrica (vômitos) </li></ul><ul><li>Dor muscular pós-operatória </li></ul>
  30. 34. Bloqueadores Não-Despolarizantes
  31. 39. Hipotensão Taquicardia relativa Ver bloqueadores ganglionares
  32. 40. Farmacologia Clínica de Bloqueadores Neuromusculares <ul><li>Relaxamento Cirúrgico : </li></ul><ul><ul><li>0,1-0,4mg/Kg iv tubocuranina (45-60min): </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Músculos faciais, dos pés e das mãos > abdominais, do tronco, eretores da espinha > diafragma </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>0,75-1,5mg/Kg iv SCh (5-10min): </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Músculos dos braços, pescoço e pernas > faciais e faríngeos </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Fraqueza muscular respiratória aos 60 seg </li></ul></ul></ul>
  33. 41. <ul><li>Controle da Ventilação </li></ul><ul><li>Tratamento das manifestações periféricas das convulsões </li></ul>

×