Processo de Aprendizagem

2.374 visualizações

Publicada em

Esse trabalho foi feito pelas alunas do 5º bloco do Curso de Espanhol da Universidade Estadual da UESPI. Trata-se dos processos que levam a aprendizagem do individuo.

Publicada em: Educação
1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.374
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
74
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Processo de Aprendizagem

  1. 1. Aprendizagem:Processo básico para o desenvolvimento Humano
  2. 2. Componentes      Cíntia Thamires Eloíde Soares Isabela Soares Kelly Vanderlei Socorro Lima
  3. 3. Só há aprendizagem quando há mudança de comportamento. (Nelson Piletti)
  4. 4. Significado para o ser humano Aprendizagem X Aquisição Aprendizagem X Comportamento Tipos de aprendizagem Aprendizagem diferenciada
  5. 5. Algumas definições de aprendizagem:  “A aprendizagem pode ser definida como uma modificação sistemática do comportamento, por efeito, da prática ou da experiência,com um sentido de progressiva adaptação ou ajustamento’’ ( Campos,1986, p.30).  ‘’ A aprendizagem é a progressiva mudança do comportamento que está ligada , de um lado , a sucessivas apresentações de uma situação, e, de outro, a repetidos esforços dos indivíduos para enfrentá-la de maneira eficiente” (McConnell)  “A aprendizagem é uma modificação na disposição ou na capacidade do homem, modificação essa que pode ser anulada e que não pode ser simplesmente atribuída ao processo de crescimento” ( Gagné)
  6. 6.  Aprendizagem humana está relacionada à educação e desenvolvimento pessoal. Deve ser devidamente orientada e é favorecida quando o indivíduo está motivado. O estudo da aprendizagem utiliza os conhecimentos e teorias da neuropsicologia, psicologia, educação e pedagogia. Centrado nos processos cognitivos, em que temos:
  7. 7. INDIVIDUO → INFORMAÇÃO → CODIFICAÇÃO → RECODIFICAÇÃO → PROCESSAMENTO → APRENDIZAGEM
  8. 8.  A humanidade é a espécie mais evoluída dentre os animais. Portanto, necessita mais da aprendizagem para adaptar-se e sobreviver ao meio em que vive. Como há uma dependência em aprender comportamentos sociais, então o ato de aprender pode ser considerado uma obrigação, pois quando não existe adaptação comportamental de um indivíduo, presume-se que ele será excluído socialmente.
  9. 9. Cadeia motora Sinais Tipos de aprendizagem Cadeia Verbal Princípios Estímulo resposta Discriminação Conceitos Solução de Problemas
  10. 10. 8 tipos de Aprendizagem Aprendizagem de sinais Tem simpatias e antipatias, preferências, medo da água ou das alturas, chora com facilidade, ruborizar-se e outros comportamentos involuntários podem ser resultado de aprendizagem de sinais produzida por condicionamento respondente, também chamado condicionamento clássico.  Estimulo- Resposta Neste caso, a aprendizagem consiste em associar uma resposta a um determinado estímulo; a associação estímulo-resposta é estabelecida mais facilmente quando é reforçada ou seja, recompensada. 
  11. 11. Cadeias Motoras Nenhum comportamento existe isoladamente: nadar consiste tocar piano, dançar, jogar basquete.  Cadeias Verbais A memorização torna-se mais eficiente quando associamos as palavras, formando cadeias. Neste caso, uma palavra funciona como estímulo a lembrança de outra: ao pensarmos em belo, recordamos um sinônimo (bonito) ou antônimo. 
  12. 12. Aprendizagem de discriminação Discriminar consiste em dar respostas diferentes a estímulos semelhantes. 1. Associar cada estimulo distinto( cor, tamanho, rabo) a uma resposta especifica (pinta, sigo, andorinha, canário)  2. Fixar essas associações por meio de repetições, verificando as semelhanças e as diferenças entre os estímulos.
  13. 13. Aprendizagem de Conceito Na aprendizagem de conceitos, acontece o contrário do que ocorreu na aprendizagem de discriminação: o indivíduo aprende a dar uma resposta comum a estímulos diferentes em vários aspectos.  Aprendizagem de Princípios Principio é uma cadeia de dois ou mais conceitos. Para aprender um princípio é necessário ter aprendido previamente os conceitos que o formam. 
  14. 14.  Solução Problemas Para que o individuo possa solucionar os problemas, é necessário que conheça os princípios aplicáveis, seja capaz de lembrar-se deles e de aplicá-los conforme o caso. A solução de problemas é uma necessidade bastante freqüente entre pessoas adultas.
  15. 15.  Vídeo
  16. 16. Cada criança possui seu próprio ritmo de aprendizagem. Todo criança apresenta um ritmo único no processo de evolução. Cada pessoa tem uma história particular e única, formada por sua estrutura biológica, psicológica, social e cultural. Esse fato ocorre tanto no ambiente familiar quanto no escolar.  Da mesma forma que uma criança engatinha, fala, anda etc. precocemente ou tardiamente em relação uma das outras, no processo de aprendizagem ocorre o mesmo com o aluno.
  17. 17.  Partindo desse pressuposto eis uma questão a refletir: Enquanto educador, qual seria o melhor caminho a seguir, para que esteja preparado para respeitar o ritmo da cada aluno e saber lidar com essa indiferença?  Ao se tratar de educação não existe receita pronta. Mas isto não significa que não existem caminhos que possam ser seguidos, de maneira que venha a contribuir para atuar em situações, em especial com o ritmo de aprendizado de cada indivíduo, independente da faixa etária.
  18. 18.  Sugere-se como ponto de partida, a elaboração de um projeto de ensino que estabeleça como objetivo, atender todos os alunos, independente da capacidade que eles venham a apresentar. Ou seja, alunos lentos ou rápidos, alunos que tendem mais para o lado competitivo ou colaborativo, alunos oriundos de famílias estruturadas, desestruturadas, que apresentem necessidades especiais, entre outros.
  19. 19. Considerando a escola um ambiente em que todos devem ser tratados com igualdade, o ideal é que os alunos tenham as mesmas oportunidades, porém, essas podem ser aplicadas de forma diferenciada, dependendo do ritmo de cada um. O educador deve se conscientizar que o aluno é formado através das experiências que são vivenciadas por toda sua vida. O desenvolvimento do aluno tem uma forte ligação com o ambiente em que vive, sua relação cultural e principalmente a maneira como a família se relaciona com ele.
  20. 20. É fundamental ao professor o respeito ao ritmo de aprendizagem de cada aluno, sendo extremamente necessário buscar estratégias que venham melhorar o desempenho daqueles que apresentam evolução mais lenta. Ao trabalhar com uma turma composta por alunos que possuem diferentes ritmos de aprendizagem, professores que passaram por essa vivência tiveram resultados positivos a partir do instante que começaram a aplicar diversas atividades, de conteúdos diferentes ou iguais, na mesma turma, respeitando o tempo de cada criança.
  21. 21.  Recomenda-se também a mudança da rotina diária, colocando os alunos para trabalharem em forma de grupo, dupla, individual, ambientes e atividades diferenciadas como laboratórios, teatros, quadra, jogos didáticos, dança, música, etc., variando conforme a necessidade, tornando a aula diferente e prazerosa. Vale ressaltar que a criatividade do professor é um dos pontos chaves para lidar com esse tipo de situação.
  22. 22. Fatores que interferem na aprendizagem  Carência afetiva;  Condição econômica;  Deficientes condições higiene e de nutrição;  Pobreza da estimulação precoce;  Privações lúdicas,psicomotoras, simbólicas e cultural;  Ambientes repressivos; habitacionais, sanitárias de
  23. 23.      Nível elevado de ansiedade; Método de ensino impróprios e inadequados. Para Smith e Strick (p.31,2001) um ambiente estimulante e encorajador em casa produz estudantes adaptáveis e muito dispostos a aprender,mesmo entre crianças cuja saúde ou inteligência foi comprometida de alguma maneira.
  24. 24. Situação estimuladora Resposta Pedro! O que foi? Sente-se de sentar Movimento Falta de luz um fósforo Ascender
  25. 25. Segundo Mouly(op.cit., p. 218-21), o processo de aprendizagem compreende 7 etapas. Preparação ou Prontidão Objetivos Motivação Etapas no processo de aprendizage m
  26. 26. “ Eu vou comer, mais não vou engolir! ” (Motivação)
  27. 27. Aprendizagem é mudança de comportamento, resultante da experiência.
  28. 28.  Para Skinner, psicólogo behaviorista norteamericano, a educação deve ser planejada passo a passo, de modo a obter os resultados desejados na “modelagem” do aluno.
  29. 29. Momentos de Aprendizagem
  30. 30. AQUISIÇÃO X APRENDIZAGEM
  31. 31. A aquisição é um processo de assimilação natural, intuitivo, subconsciente, fruto de interação em situações reais de convívio humano em que o aprendiz participa como sujeito ativo, desenvolvendo habilidades práticas e habilidades funcionais sobre a língua. 
  32. 32.  É através da interação com o mundo que o indivíduo adquire a sua língua, de maneira subjetiva e social, ou seja, o sujeito utiliza o sistema de signos vigentes em sua sociedade e deixa-lhe suas marcas e experiências, produzindo diferentes formas de expressão. Os resultados dessa interação são positivos, já que os sujeitos falantes pertencem ao mesmo universo de códigos.
  33. 33.  O processo de aquisição tem semelhança com a assimilação da língua materna pelas crianças. Essa assimilação se dá pela interação da criança com as pessoas que a cercam, como família e comunidade. A criança desenvolve a familiaridade com a fonética da língua e sua estrutura. Adquire também vocabulário e capacidade de entendimento oral, a fim de compreender e ser compreendida em diversas situações, possibilitando assim uma comunicação criativa. Uma abordagem que tem como base a Aquisição reforça e incentiva o ato comunicativo, levando o aprendiz a ter um melhor desenvolvimento da língua e a adquirir autoconfiança ao usá-la.
  34. 34.  A aprendizagem é um processo consciente em que a abordagem é baseada no ensino tradicional da língua. Com esforço intelectual e a capacidade dedutiva e lógica, tenta-se aprender o funcionamento da língua e espera-se que através da língua escrita o aluno entenda e consiga desenvolver a capacidade de falar o idioma, o que muitas vezes não ocorre. A aprendizagem tem sido definida como uma modificação relativamente duradoura do comportamento, obtido através do treino, da observação e da experiência.
  35. 35.  Richter (2000, p. 35) faz uma explanação sobre a importância do interacionismo no processo de aquisição da linguagem:  Quanto à aquisição da linguagem, trata-se de reconhecer que os fatores interacionais têm maior influência do que os formais. Isto significa que saber a descrição de uma língua pode ajudar na conquista da competência comunicativa– mas, ressalte-se, bem menos do que se possa imaginar. O fundamental é agir comunicativamente no grupo.  Ou seja, a sala de aula em que apenas o professor detém o comando não se tornará um ambiente propício de aprendizagem, uma vez que a participação de todos se faz necessária para que a comunicação aconteça. Porque é a interação que possibilita a aprendizagem.
  36. 36. Vídeo
  37. 37. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=n7dAHnkWIXQ. > Acessado em 08/10/ 2013.         COLL, César, MARCHESI, Jesús. Desenvolvimento psicológico e educação. GAGNE,Robert. Como se realiza a aprendizagem. MORSE,W.c, WINGO, G.m. MÚGLIA, Solange. Psicologia escolar. PILETTI,Nelson. Psicologia Educacional. São Paulo: Ática,1999. RAMOS DA SILVA, Maria. Mudança de comportamento e atitudes. SORIANO,Eunice. Análise de contingência no aprender e no ensinar.

×