SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 34
Baixar para ler offline
Direto Ao PontoCriando produto de forma
enxuta
Baseado no Livro Direto ao Ponto e Blog
Paulo Caroli (www.caroli.org)
Mayra R Souza
NOSSA MISSÃO
Gerir um negócio
sustentável
Advogar
apaixonadamente
em favor de justiça
social e econômica
Liderar e promover
excelência de
software e
revolucionar a
indústria de TI
5000
Colaboradores
13
Países
35
Escritórios
Paulo Caroli consultor principal da Thoughtworks
Brasil e cofundador da Agile Brazil, possui mais de
vinte anos de experiência em gestão e
desenvolvimento de software, passando por
corporações no Brasil, Índia e EUA . Em 2000,
conheceu o Extreme Programming e, desde então, tem
mantido seu foco em processos e práticas de gestão e
desenvolvimento ágil. Ingressou na ThoughtWorks em
2006 e ocupou os cargos de agile coach, treinador, e
Gerente de Projetos.
Autor dos Livros ” Direto Ao Ponto; Criando Produtos
de forma enxuta” , e “Fun Retrospectives; activities
and ideas for making agile retrospectives more
engaging”.
3
O QUE É MVP?
Produto mínimo viável é a versão mais simples de um produto que pode ser
disponibilizado para o negócio, focando na entrega de valor de acordo com
objetivos de negócios e as necessidades dos usuários. O objetivo do MVP é o
produto mínimo, validação de pedaços menores, bem menos elaborados do que
uma versão final, mas viável para verificar se o direcionamento está correto.
MÉTODO TRADICIONAL DESENVOLVIMENTO LEAN
Build
Code
Data
Ideas
Measure
Learn
Loop Lean Start up: construir, medir e aprender
Steve Blank: build, measure, learn
MVP
VANTAGENS DO MVP
Ciclos curtos de feedback;
Resposta rápida: pivotar, cancelar ou corrigir a
viabilização do produto;
Evolução incremental do produto;
Validar incremento e guiar-se pelos resultados;
Entende e valida rapidamente as hipóteses:
★ Sobre o negócio
★ Real necessidade do usuário
★ Usabilidade
Ajuda a fundamentar decisões sobre o seu negócio.
PREVENÇÃO
PORQUE FAZER UMA
INCEPTION?
A Inception marca o início de um projeto é a etapa em que a equipe descobre e
entende coletivamente sobre o escopo do produto que será desenvolvido. Ao final
o time deve estar mais entrosado e com uma visão mais clara do caminho a seguir.
8
ALINHAMENTO
ENTREGAS RÁPIDAS E FREQUENTES
BUILD
DEPLOY TEST
RELEASE
FEEDBACK
COLABORAÇÃO
COMPARTILHAR
INTEGRAÇÃO
INTERAÇÃO
FEEDBACK
OQUE ROLA EM UMA INCEPTION?
INCEPTION ENXUTA
Como planejar?
O que fazer na Inception?
Quais atividades?
12
SALA DE GUERRA
POST-ITS
FLIP CHART
DATASHOW
QUADRO BRANCO
COFFEE BREAK
CANETAS E FOLHAS
MESA E CADEIRAS
QUEM PARTICIPA?
Facilitador(a);
Membros ativos do projeto:
★ Gerente de Projeto (PM)
★ Analista de negócios (BA)
★ Desenvolvedores (Dev)
★ Analista de testes (QA)
★ Designer (UX)
★ Dono do Produto (PO)
Stakeholders.
CAMPANHA DE E-MAIL DA INCEPTION
Sequência de e-mails antes da Inception com objetivo de
informar sobre o processo e despertar interesse do
grupo participante.
Quando? Assunto do e-mail? Sobre o que?
14 dias antes [Inception] Save the date Reservar a agenda
10 dias antes
[Inception] Por que uma
Inception?
Explicando sobre o
processo e objetivo da
Inception
7 dias antes
[Inception] Qual agenda da
semana?
Programação da semana
3 dias antes
[Inception] O que faz o
facilitador?
Apresentando o facilitador
ICEBREACKER & ENERGIZER
Quebra gelo
Interação
Socialização
Descontração
Movimento
Energizante
Blog Fun Retrospectives do Paulo Caroli
www.funretrospectives.com/
O QUE ACERTAR NO INÍCIO?
AGENDA BURN UP
PLANEJAMENTO DA SEMANA
Segunda Terça Quarta Quinta Sexta
MANHÃ
Introdução
Personas
Nivelando
Funcionalidades
(Features)
Trade-off Consolidação
Kick off
Visão do
Produto
ALMOÇO
TARDE
Objetivos do
Produto
Funcionalidades
(Features)
Jornadas do
usuário
Sequenciamento
de
Funcionalidades Showcase
CANVAS MVP
Consolidação Consolidação Consolidação Consolidação
VISÃO DO PRODUTO
Para [cliente final],
cujo [problema que precisa ser resolvido],
o [nome do produto]
é um [categoria do produto]
que [benefício-chave, razão para adquiri -lo].
Diferentemente da [alternativa da
concorrência],
o nosso produto [diferença-chave].
OBJETIVOS DO PRODUTO
O produto é…
O produto não é…
O produto faz…
O produto não faz…
Rafael Sabbagh
OBJETIVOS DO PRODUTO
Se você tiver que resumir este produto em três objetivos para
seus usuários, quais seriam eles?
PERSONAS
Natalia Arsand
PERSONAS
FUNCIONALIDADES (Features)
O que precisa ter no produto para que tal persona
alcance tal objetivo?
PERSONAS
OBJETIVOS
ENTENDIMENTO TÉCNICO E DE NEGÓCIO DAS
FUNCIONALIDADES
NÍVEL DE
INCERTEZA
NÍVEL DE
ESFORÇO E VALOR
NIVELANDO FUNCIONALIDADES (Features)
TRADE-OFFs
Esta atividade promove uma conversa aberta e colaborativa sobre os trade
offs. Trade-offs mais esclarecidos evitam desentendimentos e ajudam na
rápida tomada de decisões.
O que tem um valor maior: a segurança ou a facilidade de usar?
E quanto a escalabilidade e segurança?
E escalabilidade e facilidade de usar?
JORNADA DO USUÁRIO
A jornada do usuário descreve o percurso de um usuário por
uma sequência de passos para alcançar um objetivo. Alguns
desses passos representam diferentes pontos de contato com o
produto, caracterizando a interação do usuário com ele.
REGRAS DO SEQUENCIADOR DE FUNCIONALIDADES
Uma onda pode conter no máximo 3
features.
Uma onda não pode conter mais de
uma feature cartão vermelho.
Uma onda não pode conter somente
cartões amarelos e vermelho.
A soma de esforço das features não
pode ultrapassar 5 Es.
A soma de valor das features não
pode ser menos de 4 $s.
Uma onda tem de conter no mínimo
2 features.
SEQUENCIAMENTO DE FUNCIONALIDADES (Features)
Planeja a entrega de forma incremental.
CÁLCULO DE AMOSTRAGEM
Dev
Senior
Dev
Jr.
CANVAS MVP
O Canvas MVP alinha e clarifica o que é o MVP.
CANVAS MVP
+
Loop Lean Start up
construir-medir-aprender
Loop Design thinking
usuário-jornada-ação
Plataformas
Agradecemos a presença
de tod@s!
Dúvidas e feedback:
https://br.linkedin.com/in/mayrarodriguesdesouza
@paola_mayra
msouza@thoughtworks.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Management 3.0 | Engajamento, motivação e propósito
Management 3.0 | Engajamento, motivação e propósitoManagement 3.0 | Engajamento, motivação e propósito
Management 3.0 | Engajamento, motivação e propósito
 
Apresentação: Feedback para melhorar o desempenho da equipe
Apresentação: Feedback para melhorar o desempenho da equipeApresentação: Feedback para melhorar o desempenho da equipe
Apresentação: Feedback para melhorar o desempenho da equipe
 
Treinamento Liderança - Embali
Treinamento Liderança - EmbaliTreinamento Liderança - Embali
Treinamento Liderança - Embali
 
Aula 7 - Networking.pptx
Aula 7 - Networking.pptxAula 7 - Networking.pptx
Aula 7 - Networking.pptx
 
Aula 05 - Stakeholders
Aula 05 - StakeholdersAula 05 - Stakeholders
Aula 05 - Stakeholders
 
Feedback. Arte de dar e receber feedback
Feedback. Arte de dar e receber feedbackFeedback. Arte de dar e receber feedback
Feedback. Arte de dar e receber feedback
 
Elevando sua análise de métricas para o próximo nível
Elevando sua análise de métricas para o próximo nívelElevando sua análise de métricas para o próximo nível
Elevando sua análise de métricas para o próximo nível
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
Planilha ágil
Planilha ágilPlanilha ágil
Planilha ágil
 
Gestão ágil do portfólio
Gestão ágil do portfólioGestão ágil do portfólio
Gestão ágil do portfólio
 
Preciso saber se estou indo bem!
Preciso saber se estou indo bem!Preciso saber se estou indo bem!
Preciso saber se estou indo bem!
 
Histórias de usuários - Declaração de valor
Histórias de usuários - Declaração de valorHistórias de usuários - Declaração de valor
Histórias de usuários - Declaração de valor
 
Pense como dono
Pense como donoPense como dono
Pense como dono
 
PMI CEARA | Bate-papo nas Redes | Liderança Ágil com Management 3.0
PMI CEARA | Bate-papo nas Redes | Liderança Ágil com Management 3.0PMI CEARA | Bate-papo nas Redes | Liderança Ágil com Management 3.0
PMI CEARA | Bate-papo nas Redes | Liderança Ágil com Management 3.0
 
Sistemas de remuneração aula2
Sistemas de remuneração aula2Sistemas de remuneração aula2
Sistemas de remuneração aula2
 
Descubra Seus Pontos Fortes (por Dario Kosugi)
Descubra Seus Pontos Fortes (por Dario Kosugi)Descubra Seus Pontos Fortes (por Dario Kosugi)
Descubra Seus Pontos Fortes (por Dario Kosugi)
 
Meça o que importa com OKR
Meça o que importa com OKRMeça o que importa com OKR
Meça o que importa com OKR
 
Palestra PUC-Rio - Métodos Ágeis & SCRUM
Palestra PUC-Rio - Métodos Ágeis & SCRUMPalestra PUC-Rio - Métodos Ágeis & SCRUM
Palestra PUC-Rio - Métodos Ágeis & SCRUM
 
21 técnicas para quebra de User Stories para os PO's
21 técnicas para quebra de User Stories para os PO's21 técnicas para quebra de User Stories para os PO's
21 técnicas para quebra de User Stories para os PO's
 
Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança lider coach, feedback, des ...
Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança   lider coach, feedback, des ...Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança   lider coach, feedback, des ...
Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança lider coach, feedback, des ...
 

Destaque (6)

Retrospectivas Divertidas, por Paulo Caroli
Retrospectivas Divertidas, por Paulo CaroliRetrospectivas Divertidas, por Paulo Caroli
Retrospectivas Divertidas, por Paulo Caroli
 
Scrum e o gerenciamento de projetos
Scrum e o gerenciamento de projetosScrum e o gerenciamento de projetos
Scrum e o gerenciamento de projetos
 
Prática de IdeAção 1
Prática de IdeAção 1Prática de IdeAção 1
Prática de IdeAção 1
 
Trabalho Acadêmico sobre Comportamento do Consumidor Online
Trabalho Acadêmico sobre Comportamento do Consumidor OnlineTrabalho Acadêmico sobre Comportamento do Consumidor Online
Trabalho Acadêmico sobre Comportamento do Consumidor Online
 
Muzik juara
Muzik juaraMuzik juara
Muzik juara
 
85986227 plano-de-negocio-padaria
85986227 plano-de-negocio-padaria85986227 plano-de-negocio-padaria
85986227 plano-de-negocio-padaria
 

Semelhante a TDC SP 2016 - Direto ao ponto - Criando produto de forma enxuta

Apresentação do vídeo introdutório do workshop inception enxuta
Apresentação do vídeo introdutório do workshop inception enxutaApresentação do vídeo introdutório do workshop inception enxuta
Apresentação do vídeo introdutório do workshop inception enxuta
Mayra de Souza
 
Meetup Agilidade na Prática e RH Ágil na Prática | O que é Lean Inception? Q...
Meetup Agilidade na Prática e RH Ágil na Prática |  O que é Lean Inception? Q...Meetup Agilidade na Prática e RH Ágil na Prática |  O que é Lean Inception? Q...
Meetup Agilidade na Prática e RH Ágil na Prática | O que é Lean Inception? Q...
Coletivo AÇÃO | Criando ambientes colaborativos e criativos
 
Evento Voitto: Transformação Ágil | O que é Lean Inception? Qual relação com...
Evento Voitto: Transformação Ágil |  O que é Lean Inception? Qual relação com...Evento Voitto: Transformação Ágil |  O que é Lean Inception? Qual relação com...
Evento Voitto: Transformação Ágil | O que é Lean Inception? Qual relação com...
Coletivo AÇÃO | Criando ambientes colaborativos e criativos
 

Semelhante a TDC SP 2016 - Direto ao ponto - Criando produto de forma enxuta (20)

TDC2016SP - Trilha Análise de Negócios
TDC2016SP - Trilha Análise de NegóciosTDC2016SP - Trilha Análise de Negócios
TDC2016SP - Trilha Análise de Negócios
 
Workshop Inception Enxuta
Workshop Inception Enxuta Workshop Inception Enxuta
Workshop Inception Enxuta
 
Apresentação do vídeo introdutório do workshop inception enxuta
Apresentação do vídeo introdutório do workshop inception enxutaApresentação do vídeo introdutório do workshop inception enxuta
Apresentação do vídeo introdutório do workshop inception enxuta
 
Workshop Inception Enxuta em Brasília
Workshop Inception Enxuta em BrasíliaWorkshop Inception Enxuta em Brasília
Workshop Inception Enxuta em Brasília
 
Workshop Inception Enxuta em Joinville na ContaAzul
Workshop Inception Enxuta em Joinville na ContaAzulWorkshop Inception Enxuta em Joinville na ContaAzul
Workshop Inception Enxuta em Joinville na ContaAzul
 
Workshop Inception Enxuta
Workshop Inception EnxutaWorkshop Inception Enxuta
Workshop Inception Enxuta
 
Workshop Inception Enxuta em Alphaville na Catho
Workshop Inception Enxuta em Alphaville na CathoWorkshop Inception Enxuta em Alphaville na Catho
Workshop Inception Enxuta em Alphaville na Catho
 
Meetup Agilidade na Prática e RH Ágil na Prática | O que é Lean Inception? Q...
Meetup Agilidade na Prática e RH Ágil na Prática |  O que é Lean Inception? Q...Meetup Agilidade na Prática e RH Ágil na Prática |  O que é Lean Inception? Q...
Meetup Agilidade na Prática e RH Ágil na Prática | O que é Lean Inception? Q...
 
Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?
Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?
Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?
 
Lean Inception Remota.pdf
Lean Inception Remota.pdfLean Inception Remota.pdf
Lean Inception Remota.pdf
 
Evento Voitto: Transformação Ágil | O que é Lean Inception? Qual relação com...
Evento Voitto: Transformação Ágil |  O que é Lean Inception? Qual relação com...Evento Voitto: Transformação Ágil |  O que é Lean Inception? Qual relação com...
Evento Voitto: Transformação Ágil | O que é Lean Inception? Qual relação com...
 
Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?
Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?
Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?
 
UX Design para startups
UX Design para startupsUX Design para startups
UX Design para startups
 
Startup weekend guia do participante
Startup weekend guia do participante Startup weekend guia do participante
Startup weekend guia do participante
 
Workshop Desenvolvimento Ágil
Workshop Desenvolvimento ÁgilWorkshop Desenvolvimento Ágil
Workshop Desenvolvimento Ágil
 
Empreendedorismo UFMG - Design Sprint
Empreendedorismo UFMG - Design SprintEmpreendedorismo UFMG - Design Sprint
Empreendedorismo UFMG - Design Sprint
 
Startup weekend guia do participante
Startup weekend guia do participante Startup weekend guia do participante
Startup weekend guia do participante
 
Treinamento Indústria 4.0 e Agilidade
Treinamento Indústria 4.0 e AgilidadeTreinamento Indústria 4.0 e Agilidade
Treinamento Indústria 4.0 e Agilidade
 
Aula lumus
Aula lumusAula lumus
Aula lumus
 
Gestão de Produtos de Software - muito além do product ownership e das startups
Gestão de Produtos de Software - muito além do product ownership e das startupsGestão de Produtos de Software - muito além do product ownership e das startups
Gestão de Produtos de Software - muito além do product ownership e das startups
 

Mais de Mayra de Souza

Mais de Mayra de Souza (20)

1º CONAGILE | Inicie Business Agility com Strategic
1º CONAGILE | Inicie Business Agility com Strategic1º CONAGILE | Inicie Business Agility com Strategic
1º CONAGILE | Inicie Business Agility com Strategic
 
DETALHES DO MACHISMO! COMO PERCEBER?
DETALHES DO MACHISMO! COMO PERCEBER?DETALHES DO MACHISMO! COMO PERCEBER?
DETALHES DO MACHISMO! COMO PERCEBER?
 
Promovendo o alinhamento estratégico por meio da Strategic Inception
Promovendo o alinhamento estratégico por meio da Strategic InceptionPromovendo o alinhamento estratégico por meio da Strategic Inception
Promovendo o alinhamento estratégico por meio da Strategic Inception
 
Como sua organização inova? Como a gestão influencia?
Como sua organização inova? Como a gestão influencia?Como sua organização inova? Como a gestão influencia?
Como sua organização inova? Como a gestão influencia?
 
Potencialize as capacidades da sua organização com atividades colaborativas
Potencialize as capacidades da sua organização com atividades colaborativasPotencialize as capacidades da sua organização com atividades colaborativas
Potencialize as capacidades da sua organização com atividades colaborativas
 
Sessão de Coaching em Grupo
Sessão de Coaching em GrupoSessão de Coaching em Grupo
Sessão de Coaching em Grupo
 
Lean Inception custo ou desperdício? Como engajar participantes?
Lean Inception custo ou desperdício? Como engajar participantes?Lean Inception custo ou desperdício? Como engajar participantes?
Lean Inception custo ou desperdício? Como engajar participantes?
 
Desenvolvendo produtos enxutos com Lean Inception
Desenvolvendo produtos enxutos com Lean InceptionDesenvolvendo produtos enxutos com Lean Inception
Desenvolvendo produtos enxutos com Lean Inception
 
STATIK | System Thinking Approach to Implementing Kanban / Abordagem do Pens...
STATIK | System Thinking Approach to  Implementing Kanban / Abordagem do Pens...STATIK | System Thinking Approach to  Implementing Kanban / Abordagem do Pens...
STATIK | System Thinking Approach to Implementing Kanban / Abordagem do Pens...
 
Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?
Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?
Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?
 
Cartazes de engajamento com a cultura de engenharia Spotify
Cartazes de engajamento com a cultura de engenharia SpotifyCartazes de engajamento com a cultura de engenharia Spotify
Cartazes de engajamento com a cultura de engenharia Spotify
 
[Agile Day RS 2018] Inovar é empreender diariamente. Como?
[Agile Day RS 2018] Inovar é empreender diariamente. Como?[Agile Day RS 2018] Inovar é empreender diariamente. Como?
[Agile Day RS 2018] Inovar é empreender diariamente. Como?
 
Iniciativas realizadas no ZAP POA 2017/ 2018
Iniciativas realizadas no ZAP POA 2017/ 2018Iniciativas realizadas no ZAP POA 2017/ 2018
Iniciativas realizadas no ZAP POA 2017/ 2018
 
12 anos da Lei Maria da Penha! Detalhes do machismo e como perceber
12 anos da Lei Maria da Penha! Detalhes do machismo e como perceber12 anos da Lei Maria da Penha! Detalhes do machismo e como perceber
12 anos da Lei Maria da Penha! Detalhes do machismo e como perceber
 
Lean Inception custo ou desperdicio? Como engajar participantes?
Lean Inception custo ou desperdicio? Como engajar participantes?Lean Inception custo ou desperdicio? Como engajar participantes?
Lean Inception custo ou desperdicio? Como engajar participantes?
 
DETALHES DO MACHISMO! COMO PERCEBER?
DETALHES DO MACHISMO! COMO PERCEBER?DETALHES DO MACHISMO! COMO PERCEBER?
DETALHES DO MACHISMO! COMO PERCEBER?
 
FacilitAção | Que momento o grupo se encontra?
FacilitAção | Que momento o grupo se encontra?FacilitAção | Que momento o grupo se encontra?
FacilitAção | Que momento o grupo se encontra?
 
Inovar e empreender diariamente. Como?
Inovar e empreender diariamente. Como?Inovar e empreender diariamente. Como?
Inovar e empreender diariamente. Como?
 
Workshop Noções de Coaching para Líderes
Workshop Noções de Coaching para LíderesWorkshop Noções de Coaching para Líderes
Workshop Noções de Coaching para Líderes
 
Potencialize as capacidades da sua organização com atividades colaborativas
Potencialize as capacidades da sua organização com atividades colaborativasPotencialize as capacidades da sua organização com atividades colaborativas
Potencialize as capacidades da sua organização com atividades colaborativas
 

Último

Último (8)

ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
 
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
 
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
 
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASCOI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
 
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
 
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdf
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdfAula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdf
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdf
 
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
 

TDC SP 2016 - Direto ao ponto - Criando produto de forma enxuta

  • 1. Direto Ao PontoCriando produto de forma enxuta Baseado no Livro Direto ao Ponto e Blog Paulo Caroli (www.caroli.org) Mayra R Souza
  • 2. NOSSA MISSÃO Gerir um negócio sustentável Advogar apaixonadamente em favor de justiça social e econômica Liderar e promover excelência de software e revolucionar a indústria de TI 5000 Colaboradores 13 Países 35 Escritórios Paulo Caroli consultor principal da Thoughtworks Brasil e cofundador da Agile Brazil, possui mais de vinte anos de experiência em gestão e desenvolvimento de software, passando por corporações no Brasil, Índia e EUA . Em 2000, conheceu o Extreme Programming e, desde então, tem mantido seu foco em processos e práticas de gestão e desenvolvimento ágil. Ingressou na ThoughtWorks em 2006 e ocupou os cargos de agile coach, treinador, e Gerente de Projetos. Autor dos Livros ” Direto Ao Ponto; Criando Produtos de forma enxuta” , e “Fun Retrospectives; activities and ideas for making agile retrospectives more engaging”.
  • 3. 3 O QUE É MVP? Produto mínimo viável é a versão mais simples de um produto que pode ser disponibilizado para o negócio, focando na entrega de valor de acordo com objetivos de negócios e as necessidades dos usuários. O objetivo do MVP é o produto mínimo, validação de pedaços menores, bem menos elaborados do que uma versão final, mas viável para verificar se o direcionamento está correto.
  • 4. MÉTODO TRADICIONAL DESENVOLVIMENTO LEAN Build Code Data Ideas Measure Learn Loop Lean Start up: construir, medir e aprender Steve Blank: build, measure, learn
  • 5. MVP
  • 6. VANTAGENS DO MVP Ciclos curtos de feedback; Resposta rápida: pivotar, cancelar ou corrigir a viabilização do produto; Evolução incremental do produto; Validar incremento e guiar-se pelos resultados; Entende e valida rapidamente as hipóteses: ★ Sobre o negócio ★ Real necessidade do usuário ★ Usabilidade Ajuda a fundamentar decisões sobre o seu negócio.
  • 8. PORQUE FAZER UMA INCEPTION? A Inception marca o início de um projeto é a etapa em que a equipe descobre e entende coletivamente sobre o escopo do produto que será desenvolvido. Ao final o time deve estar mais entrosado e com uma visão mais clara do caminho a seguir. 8
  • 10. ENTREGAS RÁPIDAS E FREQUENTES BUILD DEPLOY TEST RELEASE FEEDBACK
  • 12. INCEPTION ENXUTA Como planejar? O que fazer na Inception? Quais atividades? 12
  • 13. SALA DE GUERRA POST-ITS FLIP CHART DATASHOW QUADRO BRANCO COFFEE BREAK CANETAS E FOLHAS MESA E CADEIRAS
  • 14. QUEM PARTICIPA? Facilitador(a); Membros ativos do projeto: ★ Gerente de Projeto (PM) ★ Analista de negócios (BA) ★ Desenvolvedores (Dev) ★ Analista de testes (QA) ★ Designer (UX) ★ Dono do Produto (PO) Stakeholders.
  • 15. CAMPANHA DE E-MAIL DA INCEPTION Sequência de e-mails antes da Inception com objetivo de informar sobre o processo e despertar interesse do grupo participante. Quando? Assunto do e-mail? Sobre o que? 14 dias antes [Inception] Save the date Reservar a agenda 10 dias antes [Inception] Por que uma Inception? Explicando sobre o processo e objetivo da Inception 7 dias antes [Inception] Qual agenda da semana? Programação da semana 3 dias antes [Inception] O que faz o facilitador? Apresentando o facilitador
  • 16. ICEBREACKER & ENERGIZER Quebra gelo Interação Socialização Descontração Movimento Energizante Blog Fun Retrospectives do Paulo Caroli www.funretrospectives.com/
  • 17. O QUE ACERTAR NO INÍCIO? AGENDA BURN UP
  • 18. PLANEJAMENTO DA SEMANA Segunda Terça Quarta Quinta Sexta MANHÃ Introdução Personas Nivelando Funcionalidades (Features) Trade-off Consolidação Kick off Visão do Produto ALMOÇO TARDE Objetivos do Produto Funcionalidades (Features) Jornadas do usuário Sequenciamento de Funcionalidades Showcase CANVAS MVP Consolidação Consolidação Consolidação Consolidação
  • 19. VISÃO DO PRODUTO Para [cliente final], cujo [problema que precisa ser resolvido], o [nome do produto] é um [categoria do produto] que [benefício-chave, razão para adquiri -lo]. Diferentemente da [alternativa da concorrência], o nosso produto [diferença-chave].
  • 20. OBJETIVOS DO PRODUTO O produto é… O produto não é… O produto faz… O produto não faz… Rafael Sabbagh
  • 21. OBJETIVOS DO PRODUTO Se você tiver que resumir este produto em três objetivos para seus usuários, quais seriam eles?
  • 24. FUNCIONALIDADES (Features) O que precisa ter no produto para que tal persona alcance tal objetivo? PERSONAS OBJETIVOS
  • 25. ENTENDIMENTO TÉCNICO E DE NEGÓCIO DAS FUNCIONALIDADES NÍVEL DE INCERTEZA NÍVEL DE ESFORÇO E VALOR
  • 27. TRADE-OFFs Esta atividade promove uma conversa aberta e colaborativa sobre os trade offs. Trade-offs mais esclarecidos evitam desentendimentos e ajudam na rápida tomada de decisões. O que tem um valor maior: a segurança ou a facilidade de usar? E quanto a escalabilidade e segurança? E escalabilidade e facilidade de usar?
  • 28. JORNADA DO USUÁRIO A jornada do usuário descreve o percurso de um usuário por uma sequência de passos para alcançar um objetivo. Alguns desses passos representam diferentes pontos de contato com o produto, caracterizando a interação do usuário com ele.
  • 29. REGRAS DO SEQUENCIADOR DE FUNCIONALIDADES Uma onda pode conter no máximo 3 features. Uma onda não pode conter mais de uma feature cartão vermelho. Uma onda não pode conter somente cartões amarelos e vermelho. A soma de esforço das features não pode ultrapassar 5 Es. A soma de valor das features não pode ser menos de 4 $s. Uma onda tem de conter no mínimo 2 features.
  • 30. SEQUENCIAMENTO DE FUNCIONALIDADES (Features) Planeja a entrega de forma incremental.
  • 32. CANVAS MVP O Canvas MVP alinha e clarifica o que é o MVP.
  • 33. CANVAS MVP + Loop Lean Start up construir-medir-aprender Loop Design thinking usuário-jornada-ação Plataformas
  • 34. Agradecemos a presença de tod@s! Dúvidas e feedback: https://br.linkedin.com/in/mayrarodriguesdesouza @paola_mayra msouza@thoughtworks.com