SlideShare uma empresa Scribd logo
AGILIDADE
ORGANIZACIONAL
SAIA DA INÉRCIA E
CONDUZA SEUS
MOVIMENTOS
MARIANA ZAPAROLLI MARTINS
2019
Mariana Zaparolli Martins
• Engenheira de Computação (FURG-RS)
• Mestrado em Ciências de Computação –
Computação Musical (IME-USP)
 Agilista desde 2013
 Telefônica
 Itaú Unibanco
 PagSeguro
Agile Coaching
&
Governança Lean de Portfólio 2
Transformação
3
4
Transformação Ágil?
“Antônimos de Transformação:
Transformação é o contrário de
estabilidade, constância,
continuação.”
https://www.dicio.com.br/transformacao/
“Ato ou efeito de transformar-se.”
“Qualquer alteração no estado de um
sistema”.
“Metamorfose”
www.google.com
“Ato de Transformar: Alteração,
mudança, renovação, reforma”.
https://www.sinonimos.com.br/transformacao/
Transformação
6
7
O que é uma Organização?
7
CRESCIMENTO SUSTENTÁVELOrganização
“Organização é a forma como se
dispõe um sistema para atingir
os resultados pretendidos”.
https://www.significados.com.br/organizacao/
“Associação de pessoas que
combinam esforços individuais e
em equipe com a finalidade de
realizar propósitos coletivos.”
https://pt.wikipedia.org/wiki/Organização
“Entidade que serve à
realização de ações de
interesse social, político etc.;
instituição, órgão, organismo,
sociedade.
www.google.com
8
9
10
11
12
Uma empresa ágil!
Ser ágil!
Pra resolver quais
problemas?
Xxxxx
13
Transformação
Alexandre Magno
“Copiar frameworks e práticas sem
observar e entender o CONTEXTO vai te
levar a desperdícios....”
“Práticas emergentes – o
verdadeiro padrão de
sucesso das empresas
ágeis”
14
15
Entender o CONTEXTO
é importante....
16
Ao buscar uma Transformação, é necessário
entender o real CONTEXTO atual da empresa
“Qualquer alteração no estado de um
sistema”.
“mudança, renovação”
“o contrário de estabilidade,
constância, continuação.”
Transformação
17
Ao buscar uma Transformação, é necessário
entender o real CONTEXTO atual da empresa
“Quais as regras do jogo?”
Estrutura organizacional?
Como as decisões são tomadas?
Sistemas de incentivo?
Como as pessoas são valorizadas?
Juan Bernabó
18
Ao buscar uma Transformação, é necessário
entender o real CONTEXTO atual da empresa
“Quais as regras do jogo?”
Estrutura organizacional?
Como as decisões são tomadas?
Sistemas de incentivo?
Como as pessoas são valorizadas?
Juan Bernabó
“Agilidade envolve uma mudança no modo de
operação da organização, não é um processo
que você adiciona”
Saia do Show de
Truman
Corporativo!
19
Diante da realidade, qual é o
primeiro problema que precisa ser
resolvido?
20
Identifique o
gargalo
Explore as
restrições
Subordine o
fluxo à
capacidade do
gargalo
Eleve a
capacidade do
gargalo
Faça
melhoria
contínua
21
TOC – Teoria das restrições
Invista aqui!
1984
22
Investir em outro ponto do fluxo
que não seja o gargalo vai gerar
ganho local ou desperdício!
Não aumentará sua capacidade
global!
Evite que a inércia seja uma
restrição do seu sistema!
https://www.youtube.com/watch?v=aKq4c8UB7GU
TOC – Teoria das restrições
https://www.goldrattconsulting.com/br/TOC_Teoria_das_Restricoes_
1984
23
A Primeira Lei de Newton, ou lei da Inércia, diz que:
A tendência dos corpos, quando nenhuma força é
exercida sobre eles, é permanecer em seu estado
natural, ou seja, repouso ou movimento retilíneo e
uniforme.
https://brasilescola.uol.com.br/fisica/primeira-lei-newton.htm
Isaac Newton by Antonio Junior
Inérci
a
Leis de Newton
Relação entre Força
e Movimento!
24
Para mudar a velocidade dos corpos em movimento
constante (sem aceleração) é necessário imprimir Força!
A tendência dos corpos (sem esforços) é permanecer no seu
estado natural!
O que Newton nos
ensina?
Inérci
a
Se estamos parados, precisamos de alguma Força aplicada
para gerar movimento!
Se estamos em movimento, precisamos aplicar uma Força
para parar. Caso contrário, seremos simplesmente levados
pelos acontecimentos!
25
Força ->
Inércia
X
A massa de um corpo é a medida quantitativa da inércia.
tamanho esforço para
quebrar a inércia
atrito
A massa representa a dificuldade imposta pelo objeto para
entrar em movimentou ou atingir o repouso.
26
Força ->
Inércia
X
tamanho esforço para
quebrar a inércia
atrito
A massa de um corpo é a medida quantitativa da inércia.
A massa representa a dificuldade imposta pelo objeto para
entrar em movimentou ou atingir o repouso.
Mudança
organizacional
Movimento de
melhoria e
aceleração
Força ->
Inércia
X
27
Força
28
Mudança
organizacional
Atrito
Movime
nto de
melhori
a e
aceleraç
ão
Força ->
Inércia
X
29
SAIA DA INÉRCIA E CONDUZA
SEUS MOVIMENTOS
Agilidade Organizacional
Comunique o propósito das mudanças, não deixe as pessoas sem
informação (pessoas são criativas!).
1) Reduza o atrito!
Deixe claro quais problemas da empresa e das pessoas as mudanças se
propõem a resolver.
31
Agilidade Organizacional
Trate as propostas de solução como experimentos, para validação de
hipóteses e abertas para ajustes!
Business Model Generation – Alexander Osterwalder - 2010
1) Reduza o atrito!
Agilidade Organizacional
Trate as propostas de solução como experimentos, para validação de
hipóteses e abertas para ajustes!
Business Model Generation – Alexander Osterwalder - 2010
1) Reduza o atrito!
colaboradores
Eric Ries - theleanstartup.com - 2012 33
Agilidade Organizacional
Exercite a Empatia! Invista em engajar as pessoas neste processo.
1) Reduza o atrito!
Crie formas de ouvir as pessoas, colete feedback!
34
35
Agilidade Organizacional
2) Deixe claro papéis e responsabilidades
Retire as pessoas da zona do medo!
Medo gera insegurança, insegurança leva
as pessoas pra zona do conforto, se
fechando para as experimentações.
Deixe o ambiente tolerante ao erro! Errar
é importante quando gera Aprendizado!
36
Agilidade Organizacional
2) Deixe claro papéis e responsabilidades
Capacite, capacite, capacite!
Trazer conhecimento externo, novas visões,
ajuda muito!
Capacitações internas, trocas de
conhecimentos e formação de pessoas são
importante para sustentabilidade do
crescimento.
Agilidade Organizacional
3) Observe as lideranças (gestores ou não)
Qual era a expectativa da atuação das
lideranças até então? E dos gestores?
Qual é o estilo de liderança predominante na
empresa? Como se comportaram as lideranças
que cresceram na carreira?
Qual é a expectativa da atuação das lideranças
e dos gestores no novo momento?
Está claro para eles? 37
38
C-level
Middle
management
Teams
C-level
Middle
management
Teams
Customers
Customers
S
u
p
o
r
t
e
Dave West:
“How to cultivate a
persistent Agile
Culture”
Agilidade Organizacional
3) Observe as lideranças (gestores ou não)
39
Agilidade Organizacional
4) Agilidade “de ponta a ponta”
https://www.ibccoaching.com.br/portal/aprenda-como-fazer-uma-cadeia-de-valor-e-sua-importancia-para-uma-empresa/
40
Agilidade Organizacional
4) Agilidade “de ponta a ponta”
Jeff Patton
Outcome -
Mudança de
comportamento
mensurável
https://www.jpattonassociates.com/read-this-first/impact/
Output - vazão
41
Agilidade Organizacional
5) Redefina as “regras do jogo”
Estrutura organizacional?
Como as decisões são tomadas?
Sistemas de incentivo?
Como as pessoas são
valorizadas?
...
Juan Bernabó
Eliyahu Goldratt
Agilidade Organizacional
“Diga-me como me medes e eu te direi
como me comportarei”
42
Mariana Zaparolli Martins
zaparolli@gmail.com
MarianaZaparolli
pt.slideshare.net/MarianaZaparolli/
OBRIGADA!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estratégia Ágil de Negócios
Estratégia Ágil de NegóciosEstratégia Ágil de Negócios
Estratégia Ágil de Negócios
Mariana Zaparolli Martins
 
Agilidad de negocios abordando la incertidumbre
Agilidad de negocios   abordando la incertidumbreAgilidad de negocios   abordando la incertidumbre
Agilidad de negocios abordando la incertidumbre
Alex Canizales Castro
 
Gestão ágil do portfólio
Gestão ágil do portfólioGestão ágil do portfólio
Gestão ágil do portfólio
Projetos e TI
 
Organize for Complexity, part I+II - Special Edition Paper
Organize for Complexity, part I+II - Special Edition PaperOrganize for Complexity, part I+II - Special Edition Paper
Organize for Complexity, part I+II - Special Edition Paper
Niels Pflaeging
 
O papel da liderança mais humanizada no processo de transformação (1)
O papel da liderança mais humanizada no processo de transformação (1)O papel da liderança mais humanizada no processo de transformação (1)
O papel da liderança mais humanizada no processo de transformação (1)
Marcely Santos
 
10 dicas para escalar Agile usando SAFe
10 dicas para escalar Agile usando SAFe10 dicas para escalar Agile usando SAFe
10 dicas para escalar Agile usando SAFe
Manoel Pimentel Medeiros
 
Innovación Corporativa y Transformación Digital: Portafolio de Innovación
Innovación Corporativa y Transformación Digital: Portafolio de InnovaciónInnovación Corporativa y Transformación Digital: Portafolio de Innovación
Innovación Corporativa y Transformación Digital: Portafolio de Innovación
Johnny Ordóñez
 
Liderança impulsionadora de Agilidade e Diversidade
Liderança impulsionadora de Agilidade e DiversidadeLiderança impulsionadora de Agilidade e Diversidade
Liderança impulsionadora de Agilidade e Diversidade
Mariana Zaparolli Martins
 
Liderança Ágil
Liderança ÁgilLiderança Ágil
Liderança Ágil
Rildo (@rildosan) Santos
 
Management 3.0
Management 3.0Management 3.0
Fazendo as mudanças funcionarem - Mauro Sotille
Fazendo as mudanças funcionarem - Mauro SotilleFazendo as mudanças funcionarem - Mauro Sotille
Fazendo as mudanças funcionarem - Mauro Sotille
Mauro Sotille, MBA, PMP
 
TDC SP 2016 - Direto ao ponto - Criando produto de forma enxuta
TDC SP 2016 - Direto ao ponto - Criando produto de forma enxutaTDC SP 2016 - Direto ao ponto - Criando produto de forma enxuta
TDC SP 2016 - Direto ao ponto - Criando produto de forma enxuta
Mayra de Souza
 
Mindset Ágil
Mindset ÁgilMindset Ágil
Aula 0 competência, habilidade e atitude
Aula 0   competência, habilidade e atitudeAula 0   competência, habilidade e atitude
Aula 0 competência, habilidade e atitude
RAFAELA BRUGGER
 
Governança de Portfólio com Kanban
Governança de Portfólio com KanbanGovernança de Portfólio com Kanban
Governança de Portfólio com Kanban
Mariana Zaparolli Martins
 
Agil escalavel safe
Agil escalavel   safeAgil escalavel   safe
Kanban Brazil 2021 - Como o KMM está apoiando a Transformação Digital na Riac...
Kanban Brazil 2021 - Como o KMM está apoiando a Transformação Digital na Riac...Kanban Brazil 2021 - Como o KMM está apoiando a Transformação Digital na Riac...
Kanban Brazil 2021 - Como o KMM está apoiando a Transformação Digital na Riac...
Fábio Micheletti
 
Gestao De Pessoas
Gestao De PessoasGestao De Pessoas
Gestao De Pessoas
martinssoul
 
Changing Change Management
Changing Change ManagementChanging Change Management
Changing Change Management
Luis Alejandro Molina Sánchez
 
Alinhando Discovery com Delivery usando Upstream Kanban
Alinhando Discovery com Delivery usando Upstream KanbanAlinhando Discovery com Delivery usando Upstream Kanban
Alinhando Discovery com Delivery usando Upstream Kanban
Taller Negócio Digitais
 

Mais procurados (20)

Estratégia Ágil de Negócios
Estratégia Ágil de NegóciosEstratégia Ágil de Negócios
Estratégia Ágil de Negócios
 
Agilidad de negocios abordando la incertidumbre
Agilidad de negocios   abordando la incertidumbreAgilidad de negocios   abordando la incertidumbre
Agilidad de negocios abordando la incertidumbre
 
Gestão ágil do portfólio
Gestão ágil do portfólioGestão ágil do portfólio
Gestão ágil do portfólio
 
Organize for Complexity, part I+II - Special Edition Paper
Organize for Complexity, part I+II - Special Edition PaperOrganize for Complexity, part I+II - Special Edition Paper
Organize for Complexity, part I+II - Special Edition Paper
 
O papel da liderança mais humanizada no processo de transformação (1)
O papel da liderança mais humanizada no processo de transformação (1)O papel da liderança mais humanizada no processo de transformação (1)
O papel da liderança mais humanizada no processo de transformação (1)
 
10 dicas para escalar Agile usando SAFe
10 dicas para escalar Agile usando SAFe10 dicas para escalar Agile usando SAFe
10 dicas para escalar Agile usando SAFe
 
Innovación Corporativa y Transformación Digital: Portafolio de Innovación
Innovación Corporativa y Transformación Digital: Portafolio de InnovaciónInnovación Corporativa y Transformación Digital: Portafolio de Innovación
Innovación Corporativa y Transformación Digital: Portafolio de Innovación
 
Liderança impulsionadora de Agilidade e Diversidade
Liderança impulsionadora de Agilidade e DiversidadeLiderança impulsionadora de Agilidade e Diversidade
Liderança impulsionadora de Agilidade e Diversidade
 
Liderança Ágil
Liderança ÁgilLiderança Ágil
Liderança Ágil
 
Management 3.0
Management 3.0Management 3.0
Management 3.0
 
Fazendo as mudanças funcionarem - Mauro Sotille
Fazendo as mudanças funcionarem - Mauro SotilleFazendo as mudanças funcionarem - Mauro Sotille
Fazendo as mudanças funcionarem - Mauro Sotille
 
TDC SP 2016 - Direto ao ponto - Criando produto de forma enxuta
TDC SP 2016 - Direto ao ponto - Criando produto de forma enxutaTDC SP 2016 - Direto ao ponto - Criando produto de forma enxuta
TDC SP 2016 - Direto ao ponto - Criando produto de forma enxuta
 
Mindset Ágil
Mindset ÁgilMindset Ágil
Mindset Ágil
 
Aula 0 competência, habilidade e atitude
Aula 0   competência, habilidade e atitudeAula 0   competência, habilidade e atitude
Aula 0 competência, habilidade e atitude
 
Governança de Portfólio com Kanban
Governança de Portfólio com KanbanGovernança de Portfólio com Kanban
Governança de Portfólio com Kanban
 
Agil escalavel safe
Agil escalavel   safeAgil escalavel   safe
Agil escalavel safe
 
Kanban Brazil 2021 - Como o KMM está apoiando a Transformação Digital na Riac...
Kanban Brazil 2021 - Como o KMM está apoiando a Transformação Digital na Riac...Kanban Brazil 2021 - Como o KMM está apoiando a Transformação Digital na Riac...
Kanban Brazil 2021 - Como o KMM está apoiando a Transformação Digital na Riac...
 
Gestao De Pessoas
Gestao De PessoasGestao De Pessoas
Gestao De Pessoas
 
Changing Change Management
Changing Change ManagementChanging Change Management
Changing Change Management
 
Alinhando Discovery com Delivery usando Upstream Kanban
Alinhando Discovery com Delivery usando Upstream KanbanAlinhando Discovery com Delivery usando Upstream Kanban
Alinhando Discovery com Delivery usando Upstream Kanban
 

Semelhante a Agilidade Organizacional: saia da inércia e conduza seus movimentos

Agilidade Organizacional - Saia da Inercia
Agilidade Organizacional - Saia da InerciaAgilidade Organizacional - Saia da Inercia
Agilidade Organizacional - Saia da Inercia
Mariana Zaparolli Martins
 
PMI-SP | TRANSFORMATION 360 | CHANGE MANAGEMENT 3.0 WORKSHOP
PMI-SP | TRANSFORMATION 360 | CHANGE MANAGEMENT 3.0 WORKSHOP PMI-SP | TRANSFORMATION 360 | CHANGE MANAGEMENT 3.0 WORKSHOP
PMI-SP | TRANSFORMATION 360 | CHANGE MANAGEMENT 3.0 WORKSHOP
Coletivo AÇÃO | Criando ambientes colaborativos e criativos
 
Gestão de Mudanças
Gestão de Mudanças Gestão de Mudanças
Gestão de Mudanças
Daniel de Carvalho Luz
 
Formas Organizacionais para Inovação - DPCT/IG/Unicamp - CT018
Formas Organizacionais para Inovação - DPCT/IG/Unicamp - CT018Formas Organizacionais para Inovação - DPCT/IG/Unicamp - CT018
Formas Organizacionais para Inovação - DPCT/IG/Unicamp - CT018
Giuliano Sposito
 
Gestao de Mudanças
Gestao de MudançasGestao de Mudanças
Gestao de Mudanças
Jairo Siqueira
 
MUDANÇA ORGANIZACIONAL E A CONSULTORIA.ppt
MUDANÇA ORGANIZACIONAL E A CONSULTORIA.pptMUDANÇA ORGANIZACIONAL E A CONSULTORIA.ppt
MUDANÇA ORGANIZACIONAL E A CONSULTORIA.ppt
RICARDO81499
 
Psicobiologia do estresse marcos -ton - tdc2019 v1
Psicobiologia do estresse  marcos -ton - tdc2019 v1Psicobiologia do estresse  marcos -ton - tdc2019 v1
Psicobiologia do estresse marcos -ton - tdc2019 v1
Ewerton Santos (Ton)
 
Aula 3 - Gestão da Mudança
Aula 3 - Gestão da MudançaAula 3 - Gestão da Mudança
Aula 3 - Gestão da Mudança
Prof. Leonardo Rocha
 
Beta Codex - Organizar para a complexidade
Beta Codex - Organizar para a complexidadeBeta Codex - Organizar para a complexidade
Beta Codex - Organizar para a complexidade
Luigui Moterani
 
MUDANÇA ORGANIZACIONAL
MUDANÇA ORGANIZACIONALMUDANÇA ORGANIZACIONAL
MUDANÇA ORGANIZACIONAL
Prof. Leonardo Rocha
 
Organizar para a Complexidade, parte I+II. Como fazer o trabalho funcionar d...
Organizar para a Complexidade, parte I+II. Como fazer o trabalho funcionar d...Organizar para a Complexidade, parte I+II. Como fazer o trabalho funcionar d...
Organizar para a Complexidade, parte I+II. Como fazer o trabalho funcionar d...
Niels Pflaeging
 
BetaCodex 13 Especial - Organizar para a Complexidade
BetaCodex  13 Especial - Organizar para a ComplexidadeBetaCodex  13 Especial - Organizar para a Complexidade
BetaCodex 13 Especial - Organizar para a Complexidade
BetaCodex Brasil
 
2010 - 18/11 - Planejamento: da concepção à prática - Ciclo de Palestras Empr...
2010 - 18/11 - Planejamento: da concepção à prática - Ciclo de Palestras Empr...2010 - 18/11 - Planejamento: da concepção à prática - Ciclo de Palestras Empr...
2010 - 18/11 - Planejamento: da concepção à prática - Ciclo de Palestras Empr...
Empreende Floripa
 
Resenha - ADM Científica
Resenha - ADM CientíficaResenha - ADM Científica
Resenha - ADM Científica
admetz01
 
Adapte se ou morra
Adapte se ou morraAdapte se ou morra
Adapte se ou morra
Daniel de Carvalho Luz
 
Pré- SHOW TDC Transformation | Como podemos transformar grupos de pessoas em ...
Pré- SHOW TDC Transformation | Como podemos transformar grupos de pessoas em ...Pré- SHOW TDC Transformation | Como podemos transformar grupos de pessoas em ...
Pré- SHOW TDC Transformation | Como podemos transformar grupos de pessoas em ...
Coletivo AÇÃO | Criando ambientes colaborativos e criativos
 
Gestão e Comunicação de Mudanças - Fevereiro 2016
Gestão e Comunicação de Mudanças - Fevereiro 2016Gestão e Comunicação de Mudanças - Fevereiro 2016
Gestão e Comunicação de Mudanças - Fevereiro 2016
Daniel de Carvalho Luz
 
1. aprendizagem organizacional – 2013
1. aprendizagem organizacional – 20131. aprendizagem organizacional – 2013
1. aprendizagem organizacional – 2013
tsilotti
 
Aula: Introdução à ciência da melhoria - Proqualis
Aula: Introdução à ciência da melhoria - ProqualisAula: Introdução à ciência da melhoria - Proqualis
Aula: Introdução à ciência da melhoria - Proqualis
Proqualis
 
Human Change Management - o lado humano da mudança em projetos
Human Change Management - o lado humano da mudança em projetos Human Change Management - o lado humano da mudança em projetos
Human Change Management - o lado humano da mudança em projetos
Ananda Vieira
 

Semelhante a Agilidade Organizacional: saia da inércia e conduza seus movimentos (20)

Agilidade Organizacional - Saia da Inercia
Agilidade Organizacional - Saia da InerciaAgilidade Organizacional - Saia da Inercia
Agilidade Organizacional - Saia da Inercia
 
PMI-SP | TRANSFORMATION 360 | CHANGE MANAGEMENT 3.0 WORKSHOP
PMI-SP | TRANSFORMATION 360 | CHANGE MANAGEMENT 3.0 WORKSHOP PMI-SP | TRANSFORMATION 360 | CHANGE MANAGEMENT 3.0 WORKSHOP
PMI-SP | TRANSFORMATION 360 | CHANGE MANAGEMENT 3.0 WORKSHOP
 
Gestão de Mudanças
Gestão de Mudanças Gestão de Mudanças
Gestão de Mudanças
 
Formas Organizacionais para Inovação - DPCT/IG/Unicamp - CT018
Formas Organizacionais para Inovação - DPCT/IG/Unicamp - CT018Formas Organizacionais para Inovação - DPCT/IG/Unicamp - CT018
Formas Organizacionais para Inovação - DPCT/IG/Unicamp - CT018
 
Gestao de Mudanças
Gestao de MudançasGestao de Mudanças
Gestao de Mudanças
 
MUDANÇA ORGANIZACIONAL E A CONSULTORIA.ppt
MUDANÇA ORGANIZACIONAL E A CONSULTORIA.pptMUDANÇA ORGANIZACIONAL E A CONSULTORIA.ppt
MUDANÇA ORGANIZACIONAL E A CONSULTORIA.ppt
 
Psicobiologia do estresse marcos -ton - tdc2019 v1
Psicobiologia do estresse  marcos -ton - tdc2019 v1Psicobiologia do estresse  marcos -ton - tdc2019 v1
Psicobiologia do estresse marcos -ton - tdc2019 v1
 
Aula 3 - Gestão da Mudança
Aula 3 - Gestão da MudançaAula 3 - Gestão da Mudança
Aula 3 - Gestão da Mudança
 
Beta Codex - Organizar para a complexidade
Beta Codex - Organizar para a complexidadeBeta Codex - Organizar para a complexidade
Beta Codex - Organizar para a complexidade
 
MUDANÇA ORGANIZACIONAL
MUDANÇA ORGANIZACIONALMUDANÇA ORGANIZACIONAL
MUDANÇA ORGANIZACIONAL
 
Organizar para a Complexidade, parte I+II. Como fazer o trabalho funcionar d...
Organizar para a Complexidade, parte I+II. Como fazer o trabalho funcionar d...Organizar para a Complexidade, parte I+II. Como fazer o trabalho funcionar d...
Organizar para a Complexidade, parte I+II. Como fazer o trabalho funcionar d...
 
BetaCodex 13 Especial - Organizar para a Complexidade
BetaCodex  13 Especial - Organizar para a ComplexidadeBetaCodex  13 Especial - Organizar para a Complexidade
BetaCodex 13 Especial - Organizar para a Complexidade
 
2010 - 18/11 - Planejamento: da concepção à prática - Ciclo de Palestras Empr...
2010 - 18/11 - Planejamento: da concepção à prática - Ciclo de Palestras Empr...2010 - 18/11 - Planejamento: da concepção à prática - Ciclo de Palestras Empr...
2010 - 18/11 - Planejamento: da concepção à prática - Ciclo de Palestras Empr...
 
Resenha - ADM Científica
Resenha - ADM CientíficaResenha - ADM Científica
Resenha - ADM Científica
 
Adapte se ou morra
Adapte se ou morraAdapte se ou morra
Adapte se ou morra
 
Pré- SHOW TDC Transformation | Como podemos transformar grupos de pessoas em ...
Pré- SHOW TDC Transformation | Como podemos transformar grupos de pessoas em ...Pré- SHOW TDC Transformation | Como podemos transformar grupos de pessoas em ...
Pré- SHOW TDC Transformation | Como podemos transformar grupos de pessoas em ...
 
Gestão e Comunicação de Mudanças - Fevereiro 2016
Gestão e Comunicação de Mudanças - Fevereiro 2016Gestão e Comunicação de Mudanças - Fevereiro 2016
Gestão e Comunicação de Mudanças - Fevereiro 2016
 
1. aprendizagem organizacional – 2013
1. aprendizagem organizacional – 20131. aprendizagem organizacional – 2013
1. aprendizagem organizacional – 2013
 
Aula: Introdução à ciência da melhoria - Proqualis
Aula: Introdução à ciência da melhoria - ProqualisAula: Introdução à ciência da melhoria - Proqualis
Aula: Introdução à ciência da melhoria - Proqualis
 
Human Change Management - o lado humano da mudança em projetos
Human Change Management - o lado humano da mudança em projetos Human Change Management - o lado humano da mudança em projetos
Human Change Management - o lado humano da mudança em projetos
 

Mais de Mariana Zaparolli Martins

El dilema de la priorización.pptx
El dilema de la priorización.pptxEl dilema de la priorización.pptx
El dilema de la priorización.pptx
Mariana Zaparolli Martins
 
Agilidade&Diversidade - 45min - 2022
Agilidade&Diversidade - 45min - 2022Agilidade&Diversidade - 45min - 2022
Agilidade&Diversidade - 45min - 2022
Mariana Zaparolli Martins
 
O Mal do Produtismo
O Mal do ProdutismoO Mal do Produtismo
O Mal do Produtismo
Mariana Zaparolli Martins
 
Agilidade & Diversidade v30m
Agilidade & Diversidade v30mAgilidade & Diversidade v30m
Agilidade & Diversidade v30m
Mariana Zaparolli Martins
 
20 anos Manifesto ágil - o que aprendemos?
20 anos Manifesto ágil - o que aprendemos?20 anos Manifesto ágil - o que aprendemos?
20 anos Manifesto ágil - o que aprendemos?
Mariana Zaparolli Martins
 
Agilidade e Diversidade
Agilidade e DiversidadeAgilidade e Diversidade
Agilidade e Diversidade
Mariana Zaparolli Martins
 
Empresas Ageis
Empresas AgeisEmpresas Ageis
Gestao e Agilidade: Juntas sao mais fortes!
Gestao e Agilidade: Juntas sao mais fortes!Gestao e Agilidade: Juntas sao mais fortes!
Gestao e Agilidade: Juntas sao mais fortes!
Mariana Zaparolli Martins
 
Portfolio Governance with Kanban
Portfolio Governance with KanbanPortfolio Governance with Kanban
Portfolio Governance with Kanban
Mariana Zaparolli Martins
 
Femme IT - Transformações e agilidade
Femme IT - Transformações e agilidadeFemme IT - Transformações e agilidade
Femme IT - Transformações e agilidade
Mariana Zaparolli Martins
 
Narnia - Lean Kanban Brazil 2018
Narnia - Lean Kanban Brazil 2018Narnia - Lean Kanban Brazil 2018
Narnia - Lean Kanban Brazil 2018
Mariana Zaparolli Martins
 
Agile trends niteroi_kn
Agile trends niteroi_knAgile trends niteroi_kn
Agile trends niteroi_kn
Mariana Zaparolli Martins
 
Agile Brazil - Cultura
Agile Brazil -  CulturaAgile Brazil -  Cultura
Agile Brazil - Cultura
Mariana Zaparolli Martins
 
Agile Brazil - Metas, avaliacao e Agilidade - parceiros ou rivais?
Agile Brazil - Metas, avaliacao e Agilidade - parceiros ou rivais?Agile Brazil - Metas, avaliacao e Agilidade - parceiros ou rivais?
Agile Brazil - Metas, avaliacao e Agilidade - parceiros ou rivais?
Mariana Zaparolli Martins
 
Nárnia - Agilidade com o Jurídico
Nárnia - Agilidade com o JurídicoNárnia - Agilidade com o Jurídico
Nárnia - Agilidade com o Jurídico
Mariana Zaparolli Martins
 
TDC 2018 Gestao Portfolio com Kanban
TDC 2018 Gestao Portfolio com KanbanTDC 2018 Gestao Portfolio com Kanban
TDC 2018 Gestao Portfolio com Kanban
Mariana Zaparolli Martins
 
TDC 2018 - Agile Coaching - case PagSeguro
TDC 2018 - Agile Coaching - case PagSeguroTDC 2018 - Agile Coaching - case PagSeguro
TDC 2018 - Agile Coaching - case PagSeguro
Mariana Zaparolli Martins
 
Metas objetivos ageis
Metas objetivos ageisMetas objetivos ageis
Metas objetivos ageis
Mariana Zaparolli Martins
 
Agile Trends 2018 - Kanban Portfólio
Agile Trends 2018 - Kanban PortfólioAgile Trends 2018 - Kanban Portfólio
Agile Trends 2018 - Kanban Portfólio
Mariana Zaparolli Martins
 

Mais de Mariana Zaparolli Martins (19)

El dilema de la priorización.pptx
El dilema de la priorización.pptxEl dilema de la priorización.pptx
El dilema de la priorización.pptx
 
Agilidade&Diversidade - 45min - 2022
Agilidade&Diversidade - 45min - 2022Agilidade&Diversidade - 45min - 2022
Agilidade&Diversidade - 45min - 2022
 
O Mal do Produtismo
O Mal do ProdutismoO Mal do Produtismo
O Mal do Produtismo
 
Agilidade & Diversidade v30m
Agilidade & Diversidade v30mAgilidade & Diversidade v30m
Agilidade & Diversidade v30m
 
20 anos Manifesto ágil - o que aprendemos?
20 anos Manifesto ágil - o que aprendemos?20 anos Manifesto ágil - o que aprendemos?
20 anos Manifesto ágil - o que aprendemos?
 
Agilidade e Diversidade
Agilidade e DiversidadeAgilidade e Diversidade
Agilidade e Diversidade
 
Empresas Ageis
Empresas AgeisEmpresas Ageis
Empresas Ageis
 
Gestao e Agilidade: Juntas sao mais fortes!
Gestao e Agilidade: Juntas sao mais fortes!Gestao e Agilidade: Juntas sao mais fortes!
Gestao e Agilidade: Juntas sao mais fortes!
 
Portfolio Governance with Kanban
Portfolio Governance with KanbanPortfolio Governance with Kanban
Portfolio Governance with Kanban
 
Femme IT - Transformações e agilidade
Femme IT - Transformações e agilidadeFemme IT - Transformações e agilidade
Femme IT - Transformações e agilidade
 
Narnia - Lean Kanban Brazil 2018
Narnia - Lean Kanban Brazil 2018Narnia - Lean Kanban Brazil 2018
Narnia - Lean Kanban Brazil 2018
 
Agile trends niteroi_kn
Agile trends niteroi_knAgile trends niteroi_kn
Agile trends niteroi_kn
 
Agile Brazil - Cultura
Agile Brazil -  CulturaAgile Brazil -  Cultura
Agile Brazil - Cultura
 
Agile Brazil - Metas, avaliacao e Agilidade - parceiros ou rivais?
Agile Brazil - Metas, avaliacao e Agilidade - parceiros ou rivais?Agile Brazil - Metas, avaliacao e Agilidade - parceiros ou rivais?
Agile Brazil - Metas, avaliacao e Agilidade - parceiros ou rivais?
 
Nárnia - Agilidade com o Jurídico
Nárnia - Agilidade com o JurídicoNárnia - Agilidade com o Jurídico
Nárnia - Agilidade com o Jurídico
 
TDC 2018 Gestao Portfolio com Kanban
TDC 2018 Gestao Portfolio com KanbanTDC 2018 Gestao Portfolio com Kanban
TDC 2018 Gestao Portfolio com Kanban
 
TDC 2018 - Agile Coaching - case PagSeguro
TDC 2018 - Agile Coaching - case PagSeguroTDC 2018 - Agile Coaching - case PagSeguro
TDC 2018 - Agile Coaching - case PagSeguro
 
Metas objetivos ageis
Metas objetivos ageisMetas objetivos ageis
Metas objetivos ageis
 
Agile Trends 2018 - Kanban Portfólio
Agile Trends 2018 - Kanban PortfólioAgile Trends 2018 - Kanban Portfólio
Agile Trends 2018 - Kanban Portfólio
 

Agilidade Organizacional: saia da inércia e conduza seus movimentos

  • 1. AGILIDADE ORGANIZACIONAL SAIA DA INÉRCIA E CONDUZA SEUS MOVIMENTOS MARIANA ZAPAROLLI MARTINS 2019
  • 2. Mariana Zaparolli Martins • Engenheira de Computação (FURG-RS) • Mestrado em Ciências de Computação – Computação Musical (IME-USP)  Agilista desde 2013  Telefônica  Itaú Unibanco  PagSeguro Agile Coaching & Governança Lean de Portfólio 2
  • 4. 4
  • 6. “Antônimos de Transformação: Transformação é o contrário de estabilidade, constância, continuação.” https://www.dicio.com.br/transformacao/ “Ato ou efeito de transformar-se.” “Qualquer alteração no estado de um sistema”. “Metamorfose” www.google.com “Ato de Transformar: Alteração, mudança, renovação, reforma”. https://www.sinonimos.com.br/transformacao/ Transformação 6
  • 7. 7 O que é uma Organização? 7
  • 8. CRESCIMENTO SUSTENTÁVELOrganização “Organização é a forma como se dispõe um sistema para atingir os resultados pretendidos”. https://www.significados.com.br/organizacao/ “Associação de pessoas que combinam esforços individuais e em equipe com a finalidade de realizar propósitos coletivos.” https://pt.wikipedia.org/wiki/Organização “Entidade que serve à realização de ações de interesse social, político etc.; instituição, órgão, organismo, sociedade. www.google.com 8
  • 9. 9
  • 10. 10
  • 11. 11
  • 12. 12
  • 13. Uma empresa ágil! Ser ágil! Pra resolver quais problemas? Xxxxx 13 Transformação
  • 14. Alexandre Magno “Copiar frameworks e práticas sem observar e entender o CONTEXTO vai te levar a desperdícios....” “Práticas emergentes – o verdadeiro padrão de sucesso das empresas ágeis” 14
  • 15. 15 Entender o CONTEXTO é importante....
  • 16. 16 Ao buscar uma Transformação, é necessário entender o real CONTEXTO atual da empresa “Qualquer alteração no estado de um sistema”. “mudança, renovação” “o contrário de estabilidade, constância, continuação.” Transformação
  • 17. 17 Ao buscar uma Transformação, é necessário entender o real CONTEXTO atual da empresa “Quais as regras do jogo?” Estrutura organizacional? Como as decisões são tomadas? Sistemas de incentivo? Como as pessoas são valorizadas? Juan Bernabó
  • 18. 18 Ao buscar uma Transformação, é necessário entender o real CONTEXTO atual da empresa “Quais as regras do jogo?” Estrutura organizacional? Como as decisões são tomadas? Sistemas de incentivo? Como as pessoas são valorizadas? Juan Bernabó “Agilidade envolve uma mudança no modo de operação da organização, não é um processo que você adiciona”
  • 19. Saia do Show de Truman Corporativo! 19
  • 20. Diante da realidade, qual é o primeiro problema que precisa ser resolvido? 20
  • 21. Identifique o gargalo Explore as restrições Subordine o fluxo à capacidade do gargalo Eleve a capacidade do gargalo Faça melhoria contínua 21 TOC – Teoria das restrições Invista aqui! 1984
  • 22. 22 Investir em outro ponto do fluxo que não seja o gargalo vai gerar ganho local ou desperdício! Não aumentará sua capacidade global! Evite que a inércia seja uma restrição do seu sistema! https://www.youtube.com/watch?v=aKq4c8UB7GU TOC – Teoria das restrições https://www.goldrattconsulting.com/br/TOC_Teoria_das_Restricoes_ 1984
  • 23. 23 A Primeira Lei de Newton, ou lei da Inércia, diz que: A tendência dos corpos, quando nenhuma força é exercida sobre eles, é permanecer em seu estado natural, ou seja, repouso ou movimento retilíneo e uniforme. https://brasilescola.uol.com.br/fisica/primeira-lei-newton.htm Isaac Newton by Antonio Junior Inérci a Leis de Newton Relação entre Força e Movimento!
  • 24. 24 Para mudar a velocidade dos corpos em movimento constante (sem aceleração) é necessário imprimir Força! A tendência dos corpos (sem esforços) é permanecer no seu estado natural! O que Newton nos ensina? Inérci a Se estamos parados, precisamos de alguma Força aplicada para gerar movimento! Se estamos em movimento, precisamos aplicar uma Força para parar. Caso contrário, seremos simplesmente levados pelos acontecimentos!
  • 25. 25 Força -> Inércia X A massa de um corpo é a medida quantitativa da inércia. tamanho esforço para quebrar a inércia atrito A massa representa a dificuldade imposta pelo objeto para entrar em movimentou ou atingir o repouso.
  • 26. 26 Força -> Inércia X tamanho esforço para quebrar a inércia atrito A massa de um corpo é a medida quantitativa da inércia. A massa representa a dificuldade imposta pelo objeto para entrar em movimentou ou atingir o repouso.
  • 28. 28
  • 30. SAIA DA INÉRCIA E CONDUZA SEUS MOVIMENTOS
  • 31. Agilidade Organizacional Comunique o propósito das mudanças, não deixe as pessoas sem informação (pessoas são criativas!). 1) Reduza o atrito! Deixe claro quais problemas da empresa e das pessoas as mudanças se propõem a resolver. 31
  • 32. Agilidade Organizacional Trate as propostas de solução como experimentos, para validação de hipóteses e abertas para ajustes! Business Model Generation – Alexander Osterwalder - 2010 1) Reduza o atrito!
  • 33. Agilidade Organizacional Trate as propostas de solução como experimentos, para validação de hipóteses e abertas para ajustes! Business Model Generation – Alexander Osterwalder - 2010 1) Reduza o atrito! colaboradores Eric Ries - theleanstartup.com - 2012 33
  • 34. Agilidade Organizacional Exercite a Empatia! Invista em engajar as pessoas neste processo. 1) Reduza o atrito! Crie formas de ouvir as pessoas, colete feedback! 34
  • 35. 35 Agilidade Organizacional 2) Deixe claro papéis e responsabilidades Retire as pessoas da zona do medo! Medo gera insegurança, insegurança leva as pessoas pra zona do conforto, se fechando para as experimentações. Deixe o ambiente tolerante ao erro! Errar é importante quando gera Aprendizado!
  • 36. 36 Agilidade Organizacional 2) Deixe claro papéis e responsabilidades Capacite, capacite, capacite! Trazer conhecimento externo, novas visões, ajuda muito! Capacitações internas, trocas de conhecimentos e formação de pessoas são importante para sustentabilidade do crescimento.
  • 37. Agilidade Organizacional 3) Observe as lideranças (gestores ou não) Qual era a expectativa da atuação das lideranças até então? E dos gestores? Qual é o estilo de liderança predominante na empresa? Como se comportaram as lideranças que cresceram na carreira? Qual é a expectativa da atuação das lideranças e dos gestores no novo momento? Está claro para eles? 37
  • 38. 38 C-level Middle management Teams C-level Middle management Teams Customers Customers S u p o r t e Dave West: “How to cultivate a persistent Agile Culture” Agilidade Organizacional 3) Observe as lideranças (gestores ou não)
  • 39. 39 Agilidade Organizacional 4) Agilidade “de ponta a ponta” https://www.ibccoaching.com.br/portal/aprenda-como-fazer-uma-cadeia-de-valor-e-sua-importancia-para-uma-empresa/
  • 40. 40 Agilidade Organizacional 4) Agilidade “de ponta a ponta” Jeff Patton Outcome - Mudança de comportamento mensurável https://www.jpattonassociates.com/read-this-first/impact/ Output - vazão
  • 41. 41 Agilidade Organizacional 5) Redefina as “regras do jogo” Estrutura organizacional? Como as decisões são tomadas? Sistemas de incentivo? Como as pessoas são valorizadas? ... Juan Bernabó
  • 42. Eliyahu Goldratt Agilidade Organizacional “Diga-me como me medes e eu te direi como me comportarei” 42

Notas do Editor

  1. Arte -> Jazz (improviso, falta de pré-definição, não tem um igual ao outro) Explorar conceito Michigan -> Karl Weick (metáfora de Jazz). Fazer sentido “Ensaio introdutório –improvisação Improvisation as a mindset for organizational analysis Karl Weick Gifs Teoria Institucional -> política e organizações Benchmarking -> clones de comportamentos organizacionais (ganhar legitimidade) Coersão -> Banco Central, diminuir diferenciação
  2. Uma apresentação rápida de quem eu sou
  3. Estamos ouvindo falar muito nos últimos anos sobre “Transformação”.
  4. Transformação ágil, transformação digital, mas o que é “Transformação”?
  5. Quais são os fundamentos da Agilidade?
  6. Definições de Transformação
  7. E o que é uma Organização? É comum usarmos uma analogia de engrenagens, mas não podemos esquecer que as engrenagens são movidas por Pessoas!
  8. E Projeto? O que é Projeto? Todas as descrições tem relação com um Plano
  9. Quais são os fundamentos da Agilidade?
  10. Quais são os fundamentos da Agilidade?
  11. Quais são os fundamentos da Agilidade?
  12. Ao buscar uma Transformação (lembrando que Transformação é mudança, renovação), é necessário entender o real Contexto da empresa.
  13. Ao buscar uma Transformação (lembrando que Transformação é mudança, renovação), é necessário entender o real Contexto da empresa.
  14. Ao buscar uma Transformação (lembrando que Transformação é mudança, renovação), é necessário entender o real Contexto da empresa.
  15. Contexto real não é só olhar Missão, Visão e valores, como gostaríamos que fosse. É se encarar de frente, de verdade!
  16. Gargalo: ponto do fluxo que limita sua capacidade.
  17. Newton então nos ensinou que é necessário aplicar Força para quebrar a Inércia. Newton também nos ensina que a massa... Entã0 (conclusão das setas)
  18. Newton então nos ensinou que é necessário aplicar Força para quebrar a Inércia. Newton também nos ensina que a massa... Entã0 (conclusão das setas)
  19. Quais são os fundamentos da Agilidade?
  20. Quais são os fundamentos da Agilidade?
  21. Quais são os fundamentos da Agilidade?
  22. Quais são os fundamentos da Agilidade?
  23. Quais são os fundamentos da Agilidade?
  24. De-para de papéis – fail!
  25. É necessário se adapatar às mudanças! Se reinventar, desbravar outras habilidades.