SlideShare uma empresa Scribd logo
PIERRE LÉVY E AS
HUMANIDADES DIGITAIS
FILOSOFIA DA TÉCNICA E DA
TECNOLOGIA I
Aula 1
EMENTA
Conteúdo programático
-Estudo das humanidades digitais conforme pensadas por Pierre Lévy, em suas
relações com a educação e a cultura contemporâneas, sob uma perspectiva
filosófica e do imaginário sociocultural moderno.
Objetivos
-Abordar os conceitos de técnica e de tecnologia de acordo com a obra de Pierre
Lévy;
-Estudar relações entre tecnologias e cognição, bem como suas implicações para
a educação.
-Discutir os conceitos de ecologia cognitiva, inteligência coletiva, virtualidade,
ciberespaço e cibercultura, e suas aproximações à informática na educação.
CONHECIMENTO
TIPOS
▸ Empírico
▸ Mítico
▸ Filosófico
▸ Teológico
▸ Científico
Métodos de pesquisa / [organizado por] Tatiana Engel Gerhardt e Denise Tolfo Silveira ; coordenado pela
Universidade Aberta do Brasil – UAB/UFRGS e pelo Curso de Graduação Tecnológica – Planejamento e Gestão para o
Desenvolvimento Rural da SEAD/UFRGS. – Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.
FILOSOFIA
TÉCNICA E TECNOLOGIA
▸ Tekné - arte, habilidade: saber-fazer
▸ Tecnologia - Tekné + Logos - discurso, razão, estudo
Revoluções tecnológicas
▸ Agricultura
▸ Escrita
▸ Indústria (1a, 2a, 3a, 4a)
De onde vem o conhecimento tecnológico?
INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO
INFORMÁTICA EDUCAÇÃO
O quê?
Como?
Por quê?
Ex-ducare
Paideia
Cultura
PIERRE LÉVY
HUMANIDADES DIGITAIS
"As Humanidades Digitais, enquanto expressão agregadora de práticas, teorias e
métodos que se desenvolvem desde a segunda metade do século XX, são
consideradas, pelos muitos laboratórios e centros de pesquisa surgidos desde 2010
no mundo acadêmico, como uma “transdisciplina”, que incorpora os métodos, os
dispositivos e as perspectivas heurísticas das ciências humanas e sociais, ao mesmo
tempo em que mobiliza as ferramentas e abordagens singulares abertas pela
tecnologia digital.” (https://eventos.fgv.br/hdrio2018)
"Digital humanities (DH) is an area of scholarly activity at the intersection of computing
or digital technologies and the disciplines of the humanities. It includes the systematic
use of digital resources in the humanities, as well as the reflection on their application.
[1][2] DH can be defined as new ways of doing scholarship that involve collaborative,
transdisciplinary, and computationally engaged research, teaching, and publishing.[3] It
brings digital tools and methods to the study of the humanities with the recognition
that the printed word is no longer the main medium for knowledge production and
distribution.” (https://en.wikipedia.org/wiki/Digital_humanities)
PIERRE LÉVY
HUMANIDADES DIGITAIS
"As Humanidades Digitais não formam um campo unificado, nem no Brasil nem no mundo. Elas
representam uma série de práticas interdisciplinares convergentes, desenvolvidas em uma realidade de
ampla aplicação de tecnologias computacionais em variadas dimensões da vida.
Um dos principais impulsionadores do campo é a disponibilidade recente de grandes repositórios digitais
em muitas áreas das Ciências Humanas e Sociais. Esses repositórios oferecem perspectivas de aplicação de
técnicas computacionais de visualização, consulta e análise, levando à descoberta de novos conhecimentos.
Uma formação neste campo permite aprimorar abordagens, processos, habilidades e métodos
desenvolvidos e aplicados nas tradicionais Ciências Humanas e Sociais, com efeitos sobre pesquisa
acadêmica e aplicada, práticas pedagógicas e publicação on-line.” (https://cpdoc.fgv.br/laboratorios/lhud)
"As Humanidades têm sua origem datada no século II d.C., com a obra Noites Áticas, do jurista, escritor e
gramático romano Aulo Gélio. Em seu trabalho, Aulo Gélio diz que o termo latino humanitas não significava
o que a maioria das pessoas pensava na época, ou seja, um sinônimo para a palavra grega φιλανθρωπία
(filantropia); para Gélio, humanitas estava ligada ao termo παιδεία (paideia), representando a educação e
formação nas artes liberais em voga durante o Império Romano. Segundo Aulo Gélio: “A busca desse tipo
de conhecimento, e a formação dada por ele, foram concedidas, dentre todos os animais, ao homem
apenas, e por isso são denominadas humanitas, ou ‘humanidade’” (Noites Áticas, XIII.17).” (http://
www.larp.mae.usp.br/o-ultimo-banquete-em-herculano/o-que-sao-humanidades-digitais/)
O PENSAMENTO DE LÉVY
FILOSOFIA DA INFORMÁTICA
▸ Tecnologias da Inteligência - ecologia cognitiva -
tecnologia cognitiva (1993)
▸ A inteligência coletiva - ciberespaço (1994)
▸ O que é o virtual? - virtualidade (1996)
▸ Cibercultura (1999)
AVALIAÇÃO
CRITÉRIOS E ATIVIDADES
Realização das leituras e atuação nas aulas (30%)
Redação de ensaios/artigos (40%)
Produção de recurso educacional digital (30%)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

CORRENTE PEDAGÓGICA NEOCOGNITIVISTA SEGUNDO LIBÂNEO
CORRENTE PEDAGÓGICA NEOCOGNITIVISTA SEGUNDO LIBÂNEOCORRENTE PEDAGÓGICA NEOCOGNITIVISTA SEGUNDO LIBÂNEO
CORRENTE PEDAGÓGICA NEOCOGNITIVISTA SEGUNDO LIBÂNEO
PMAC
 
Apresentação informática 1
Apresentação informática 1Apresentação informática 1
Apresentação informática 1
Lulumila
 
Sociedade midiatizada
Sociedade midiatizada Sociedade midiatizada
Sociedade midiatizada
TamelaG
 
A Corrente Racional- Tecnológica e a Cibercultura
A Corrente Racional- Tecnológica e a CiberculturaA Corrente Racional- Tecnológica e a Cibercultura
A Corrente Racional- Tecnológica e a Cibercultura
Diogo Myrrha
 
Tarefa 2 - Cibercultura e Teoria Sociocritico
Tarefa 2 - Cibercultura  e Teoria SociocriticoTarefa 2 - Cibercultura  e Teoria Sociocritico
Tarefa 2 - Cibercultura e Teoria Sociocritico
Keithe Menezes
 
A cibercultura e as teorias pedagógicas – uma
A cibercultura e as teorias pedagógicas – umaA cibercultura e as teorias pedagógicas – uma
A cibercultura e as teorias pedagógicas – uma
wagner martins
 
A corrente pedagógicaa contemporânea - Racional-tecnológica
A corrente pedagógicaa contemporânea - Racional-tecnológicaA corrente pedagógicaa contemporânea - Racional-tecnológica
A corrente pedagógicaa contemporânea - Racional-tecnológica
Domherrera
 
Tecnologias aplicadas na educação
Tecnologias aplicadas na educaçãoTecnologias aplicadas na educação
Tecnologias aplicadas na educação
Jonalto Guirra
 
InformaticaI_NTEM_Lilianc
InformaticaI_NTEM_LiliancInformaticaI_NTEM_Lilianc
InformaticaI_NTEM_Lilianc
Lilian Carvalho
 
Corrente neocognitiva
Corrente neocognitivaCorrente neocognitiva
Corrente neocognitiva
Heliton Melo
 
Semana 2 Informática Educativa I - NTEM
Semana 2 Informática Educativa I - NTEMSemana 2 Informática Educativa I - NTEM
Semana 2 Informática Educativa I - NTEM
Valdir Almeida
 
Teoria pedagógica moderna: Corrente racional tecnológica e a Cibercultura
Teoria pedagógica moderna: Corrente racional tecnológica e a CiberculturaTeoria pedagógica moderna: Corrente racional tecnológica e a Cibercultura
Teoria pedagógica moderna: Corrente racional tecnológica e a Cibercultura
Suelen Santana
 
A corrente pedagógica racional tecnológica Libâneo e cibercultura
A corrente pedagógica racional tecnológica Libâneo e cibercultura  A corrente pedagógica racional tecnológica Libâneo e cibercultura
A corrente pedagógica racional tecnológica Libâneo e cibercultura
Haroldo Nunes
 
Trabalho 2 d disciplina informática educativa i - 29-07-2017
 Trabalho 2 d disciplina informática educativa i - 29-07-2017 Trabalho 2 d disciplina informática educativa i - 29-07-2017
Trabalho 2 d disciplina informática educativa i - 29-07-2017
Luiz Silva
 
Uma Teoria Sociocrítica no Contexto da Cibercultura
Uma Teoria Sociocrítica no Contexto da CiberculturaUma Teoria Sociocrítica no Contexto da Cibercultura
Uma Teoria Sociocrítica no Contexto da Cibercultura
Monica Aragon
 
Midiatização, prática social – prática de sentido de Antônio Fausto Neto
Midiatização, prática social – prática de sentido de Antônio Fausto Neto Midiatização, prática social – prática de sentido de Antônio Fausto Neto
Midiatização, prática social – prática de sentido de Antônio Fausto Neto
UFRGS
 
Pesquisa, orientação profissional e iniciacao cientifica modulo iii
Pesquisa, orientação profissional e iniciacao cientifica modulo iiiPesquisa, orientação profissional e iniciacao cientifica modulo iii
Pesquisa, orientação profissional e iniciacao cientifica modulo iii
Rita de Cássia Freitas
 
Corrente pedagógica neocognivistas x cibercultura
Corrente pedagógica neocognivistas   x ciberculturaCorrente pedagógica neocognivistas   x cibercultura
Corrente pedagógica neocognivistas x cibercultura
PhEdFs
 
A corrente racional tecnológica e a cibercultura
A corrente racional tecnológica e a ciberculturaA corrente racional tecnológica e a cibercultura
A corrente racional tecnológica e a cibercultura
Rosicleria
 
Passado e Futuro na Pedagogia
Passado e Futuro na PedagogiaPassado e Futuro na Pedagogia
Passado e Futuro na Pedagogia
marcejoao
 

Mais procurados (20)

CORRENTE PEDAGÓGICA NEOCOGNITIVISTA SEGUNDO LIBÂNEO
CORRENTE PEDAGÓGICA NEOCOGNITIVISTA SEGUNDO LIBÂNEOCORRENTE PEDAGÓGICA NEOCOGNITIVISTA SEGUNDO LIBÂNEO
CORRENTE PEDAGÓGICA NEOCOGNITIVISTA SEGUNDO LIBÂNEO
 
Apresentação informática 1
Apresentação informática 1Apresentação informática 1
Apresentação informática 1
 
Sociedade midiatizada
Sociedade midiatizada Sociedade midiatizada
Sociedade midiatizada
 
A Corrente Racional- Tecnológica e a Cibercultura
A Corrente Racional- Tecnológica e a CiberculturaA Corrente Racional- Tecnológica e a Cibercultura
A Corrente Racional- Tecnológica e a Cibercultura
 
Tarefa 2 - Cibercultura e Teoria Sociocritico
Tarefa 2 - Cibercultura  e Teoria SociocriticoTarefa 2 - Cibercultura  e Teoria Sociocritico
Tarefa 2 - Cibercultura e Teoria Sociocritico
 
A cibercultura e as teorias pedagógicas – uma
A cibercultura e as teorias pedagógicas – umaA cibercultura e as teorias pedagógicas – uma
A cibercultura e as teorias pedagógicas – uma
 
A corrente pedagógicaa contemporânea - Racional-tecnológica
A corrente pedagógicaa contemporânea - Racional-tecnológicaA corrente pedagógicaa contemporânea - Racional-tecnológica
A corrente pedagógicaa contemporânea - Racional-tecnológica
 
Tecnologias aplicadas na educação
Tecnologias aplicadas na educaçãoTecnologias aplicadas na educação
Tecnologias aplicadas na educação
 
InformaticaI_NTEM_Lilianc
InformaticaI_NTEM_LiliancInformaticaI_NTEM_Lilianc
InformaticaI_NTEM_Lilianc
 
Corrente neocognitiva
Corrente neocognitivaCorrente neocognitiva
Corrente neocognitiva
 
Semana 2 Informática Educativa I - NTEM
Semana 2 Informática Educativa I - NTEMSemana 2 Informática Educativa I - NTEM
Semana 2 Informática Educativa I - NTEM
 
Teoria pedagógica moderna: Corrente racional tecnológica e a Cibercultura
Teoria pedagógica moderna: Corrente racional tecnológica e a CiberculturaTeoria pedagógica moderna: Corrente racional tecnológica e a Cibercultura
Teoria pedagógica moderna: Corrente racional tecnológica e a Cibercultura
 
A corrente pedagógica racional tecnológica Libâneo e cibercultura
A corrente pedagógica racional tecnológica Libâneo e cibercultura  A corrente pedagógica racional tecnológica Libâneo e cibercultura
A corrente pedagógica racional tecnológica Libâneo e cibercultura
 
Trabalho 2 d disciplina informática educativa i - 29-07-2017
 Trabalho 2 d disciplina informática educativa i - 29-07-2017 Trabalho 2 d disciplina informática educativa i - 29-07-2017
Trabalho 2 d disciplina informática educativa i - 29-07-2017
 
Uma Teoria Sociocrítica no Contexto da Cibercultura
Uma Teoria Sociocrítica no Contexto da CiberculturaUma Teoria Sociocrítica no Contexto da Cibercultura
Uma Teoria Sociocrítica no Contexto da Cibercultura
 
Midiatização, prática social – prática de sentido de Antônio Fausto Neto
Midiatização, prática social – prática de sentido de Antônio Fausto Neto Midiatização, prática social – prática de sentido de Antônio Fausto Neto
Midiatização, prática social – prática de sentido de Antônio Fausto Neto
 
Pesquisa, orientação profissional e iniciacao cientifica modulo iii
Pesquisa, orientação profissional e iniciacao cientifica modulo iiiPesquisa, orientação profissional e iniciacao cientifica modulo iii
Pesquisa, orientação profissional e iniciacao cientifica modulo iii
 
Corrente pedagógica neocognivistas x cibercultura
Corrente pedagógica neocognivistas   x ciberculturaCorrente pedagógica neocognivistas   x cibercultura
Corrente pedagógica neocognivistas x cibercultura
 
A corrente racional tecnológica e a cibercultura
A corrente racional tecnológica e a ciberculturaA corrente racional tecnológica e a cibercultura
A corrente racional tecnológica e a cibercultura
 
Passado e Futuro na Pedagogia
Passado e Futuro na PedagogiaPassado e Futuro na Pedagogia
Passado e Futuro na Pedagogia
 

Semelhante a Pierre Lévy e as humanidades digitais

Corrente neocognivista
Corrente neocognivistaCorrente neocognivista
Corrente neocognivista
Luciana Lima Oliveira Ferreira
 
Corrente neocognivista
Corrente neocognivistaCorrente neocognivista
Corrente neocognivista
Luciana Lima Oliveira Ferreira
 
Encontro 1: Que educação, que tecnologias, para quem, com quais objetivos?
Encontro 1: Que educação, que tecnologias, para quem, com quais objetivos?Encontro 1: Que educação, que tecnologias, para quem, com quais objetivos?
Encontro 1: Que educação, que tecnologias, para quem, com quais objetivos?
Bianca Santana
 
Teoria pedagógicas conteporâneas
Teoria pedagógicas conteporâneasTeoria pedagógicas conteporâneas
Teoria pedagógicas conteporâneas
Elias Junior
 
Deniseborba teoriaspedagogicas-ntem
Deniseborba teoriaspedagogicas-ntemDeniseborba teoriaspedagogicas-ntem
Deniseborba teoriaspedagogicas-ntem
Denise Borba
 
Que educação, que tecnologias, para quem, com quais objetivos?
Que educação, que tecnologias, para quem, com quais objetivos?Que educação, que tecnologias, para quem, com quais objetivos?
Que educação, que tecnologias, para quem, com quais objetivos?
Bianca Santana
 
Ecopedagogia
EcopedagogiaEcopedagogia
Ecopedagogia
José Carlos Afonso
 
Humanidades Digitais Negras
Humanidades Digitais NegrasHumanidades Digitais Negras
Humanidades Digitais Negras
Tarcízio Silva
 
Desterritorializacao do conhecimento
Desterritorializacao do conhecimentoDesterritorializacao do conhecimento
Desterritorializacao do conhecimento
Aldenor Filho
 
Apresentacao humanas
Apresentacao humanasApresentacao humanas
Apresentacao humanas
Lia Araújo
 
Teoria pedagógica no contexto da cibercultura
Teoria pedagógica no contexto da ciberculturaTeoria pedagógica no contexto da cibercultura
Teoria pedagógica no contexto da cibercultura
Sandro Alves De Azevedo
 
Transdisciplinaridade no Curso Intercultural da UFG
Transdisciplinaridade no Curso Intercultural da UFGTransdisciplinaridade no Curso Intercultural da UFG
Transdisciplinaridade no Curso Intercultural da UFG
Zara Hoffmann
 
Cibercultura e Teoria Histórico-cultural
Cibercultura e Teoria Histórico-culturalCibercultura e Teoria Histórico-cultural
Cibercultura e Teoria Histórico-cultural
Universidade Unigranrio
 
Cibercultura e teoria da atividade
Cibercultura e teoria da atividadeCibercultura e teoria da atividade
Cibercultura e teoria da atividade
Suzicassia Ribeiro
 
Multicultuiralismo
MulticultuiralismoMulticultuiralismo
Multicultuiralismo
Ailton Barcelos
 
Web Social
Web SocialWeb Social
Web Social
Alexandre Miranda
 
Seminário A ética na sociedade
Seminário A ética na sociedadeSeminário A ética na sociedade
Seminário A ética na sociedade
Jorge Prado
 
Educação e Cibercultura: tempos de redes sociais, mobilidade, jogos eletrônicos
Educação e Cibercultura:  tempos de redes sociais, mobilidade, jogos eletrônicosEducação e Cibercultura:  tempos de redes sociais, mobilidade, jogos eletrônicos
Educação e Cibercultura: tempos de redes sociais, mobilidade, jogos eletrônicos
marcoparangole
 
Ci tematica historia e fundamentos
Ci tematica historia e fundamentosCi tematica historia e fundamentos
Ci tematica historia e fundamentos
Biblio 2010
 
Projeto de pesquisa PPG TIDD PUCSP vinculado a RIES
Projeto de pesquisa PPG TIDD PUCSP vinculado a RIESProjeto de pesquisa PPG TIDD PUCSP vinculado a RIES
Projeto de pesquisa PPG TIDD PUCSP vinculado a RIES
Lucila Pesce
 

Semelhante a Pierre Lévy e as humanidades digitais (20)

Corrente neocognivista
Corrente neocognivistaCorrente neocognivista
Corrente neocognivista
 
Corrente neocognivista
Corrente neocognivistaCorrente neocognivista
Corrente neocognivista
 
Encontro 1: Que educação, que tecnologias, para quem, com quais objetivos?
Encontro 1: Que educação, que tecnologias, para quem, com quais objetivos?Encontro 1: Que educação, que tecnologias, para quem, com quais objetivos?
Encontro 1: Que educação, que tecnologias, para quem, com quais objetivos?
 
Teoria pedagógicas conteporâneas
Teoria pedagógicas conteporâneasTeoria pedagógicas conteporâneas
Teoria pedagógicas conteporâneas
 
Deniseborba teoriaspedagogicas-ntem
Deniseborba teoriaspedagogicas-ntemDeniseborba teoriaspedagogicas-ntem
Deniseborba teoriaspedagogicas-ntem
 
Que educação, que tecnologias, para quem, com quais objetivos?
Que educação, que tecnologias, para quem, com quais objetivos?Que educação, que tecnologias, para quem, com quais objetivos?
Que educação, que tecnologias, para quem, com quais objetivos?
 
Ecopedagogia
EcopedagogiaEcopedagogia
Ecopedagogia
 
Humanidades Digitais Negras
Humanidades Digitais NegrasHumanidades Digitais Negras
Humanidades Digitais Negras
 
Desterritorializacao do conhecimento
Desterritorializacao do conhecimentoDesterritorializacao do conhecimento
Desterritorializacao do conhecimento
 
Apresentacao humanas
Apresentacao humanasApresentacao humanas
Apresentacao humanas
 
Teoria pedagógica no contexto da cibercultura
Teoria pedagógica no contexto da ciberculturaTeoria pedagógica no contexto da cibercultura
Teoria pedagógica no contexto da cibercultura
 
Transdisciplinaridade no Curso Intercultural da UFG
Transdisciplinaridade no Curso Intercultural da UFGTransdisciplinaridade no Curso Intercultural da UFG
Transdisciplinaridade no Curso Intercultural da UFG
 
Cibercultura e Teoria Histórico-cultural
Cibercultura e Teoria Histórico-culturalCibercultura e Teoria Histórico-cultural
Cibercultura e Teoria Histórico-cultural
 
Cibercultura e teoria da atividade
Cibercultura e teoria da atividadeCibercultura e teoria da atividade
Cibercultura e teoria da atividade
 
Multicultuiralismo
MulticultuiralismoMulticultuiralismo
Multicultuiralismo
 
Web Social
Web SocialWeb Social
Web Social
 
Seminário A ética na sociedade
Seminário A ética na sociedadeSeminário A ética na sociedade
Seminário A ética na sociedade
 
Educação e Cibercultura: tempos de redes sociais, mobilidade, jogos eletrônicos
Educação e Cibercultura:  tempos de redes sociais, mobilidade, jogos eletrônicosEducação e Cibercultura:  tempos de redes sociais, mobilidade, jogos eletrônicos
Educação e Cibercultura: tempos de redes sociais, mobilidade, jogos eletrônicos
 
Ci tematica historia e fundamentos
Ci tematica historia e fundamentosCi tematica historia e fundamentos
Ci tematica historia e fundamentos
 
Projeto de pesquisa PPG TIDD PUCSP vinculado a RIES
Projeto de pesquisa PPG TIDD PUCSP vinculado a RIESProjeto de pesquisa PPG TIDD PUCSP vinculado a RIES
Projeto de pesquisa PPG TIDD PUCSP vinculado a RIES
 

Mais de Raquel Salcedo Gomes

Trajetórias de aprendizagem para navegar o século XXI.pdf
Trajetórias de aprendizagem para navegar o século XXI.pdfTrajetórias de aprendizagem para navegar o século XXI.pdf
Trajetórias de aprendizagem para navegar o século XXI.pdf
Raquel Salcedo Gomes
 
Trajetórias de Aprendizagem Visível em Ambiente Informatizado
Trajetórias de Aprendizagem Visível em Ambiente InformatizadoTrajetórias de Aprendizagem Visível em Ambiente Informatizado
Trajetórias de Aprendizagem Visível em Ambiente Informatizado
Raquel Salcedo Gomes
 
Cultura digital ou digitalização da cultura
Cultura digital ou digitalização da culturaCultura digital ou digitalização da cultura
Cultura digital ou digitalização da cultura
Raquel Salcedo Gomes
 
Trajetórias de aprendizagem e os 20 princípios da APA sobre ensino e aprendiz...
Trajetórias de aprendizagem e os 20 princípios da APA sobre ensino e aprendiz...Trajetórias de aprendizagem e os 20 princípios da APA sobre ensino e aprendiz...
Trajetórias de aprendizagem e os 20 princípios da APA sobre ensino e aprendiz...
Raquel Salcedo Gomes
 
História das tecnologias cognitivas e suas implicações educacionais
História das tecnologias cognitivas e suas implicações educacionaisHistória das tecnologias cognitivas e suas implicações educacionais
História das tecnologias cognitivas e suas implicações educacionais
Raquel Salcedo Gomes
 
Desafios da educação na pandemia
Desafios da educação na pandemiaDesafios da educação na pandemia
Desafios da educação na pandemia
Raquel Salcedo Gomes
 
What happened to cognitive science? O que aconteceu com a ciência cognitiva?
What happened to cognitive science? O que aconteceu com a ciência cognitiva?What happened to cognitive science? O que aconteceu com a ciência cognitiva?
What happened to cognitive science? O que aconteceu com a ciência cognitiva?
Raquel Salcedo Gomes
 
Cognição 4E - Evolução da cognição
Cognição 4E - Evolução da cogniçãoCognição 4E - Evolução da cognição
Cognição 4E - Evolução da cognição
Raquel Salcedo Gomes
 
Cognição enativa e linguagem
Cognição enativa e linguagemCognição enativa e linguagem
Cognição enativa e linguagem
Raquel Salcedo Gomes
 
Benjamin Bloom, Mastery Learning, Objetivos Educacionais
Benjamin Bloom, Mastery Learning, Objetivos EducacionaisBenjamin Bloom, Mastery Learning, Objetivos Educacionais
Benjamin Bloom, Mastery Learning, Objetivos Educacionais
Raquel Salcedo Gomes
 
Educação na cultura digital
Educação na cultura digitalEducação na cultura digital
Educação na cultura digital
Raquel Salcedo Gomes
 
Pesquisa em informática na educação e ciências cognitivas
Pesquisa em informática na educação e ciências cognitivasPesquisa em informática na educação e ciências cognitivas
Pesquisa em informática na educação e ciências cognitivas
Raquel Salcedo Gomes
 
Fechamento Pierre Lévy - O que é o virtual?
Fechamento Pierre Lévy - O que é o virtual?Fechamento Pierre Lévy - O que é o virtual?
Fechamento Pierre Lévy - O que é o virtual?
Raquel Salcedo Gomes
 
O que é o virtual? Pierre Lévy
O que é o virtual? Pierre LévyO que é o virtual? Pierre Lévy
O que é o virtual? Pierre Lévy
Raquel Salcedo Gomes
 
Inteligência Coletiva - Pierre Lévy
Inteligência Coletiva - Pierre Lévy Inteligência Coletiva - Pierre Lévy
Inteligência Coletiva - Pierre Lévy
Raquel Salcedo Gomes
 
Informática na educação baseada em evidências
Informática na educação baseada em evidênciasInformática na educação baseada em evidências
Informática na educação baseada em evidências
Raquel Salcedo Gomes
 
Pervasive Computing: Vision and Challenges
Pervasive Computing: Vision and ChallengesPervasive Computing: Vision and Challenges
Pervasive Computing: Vision and Challenges
Raquel Salcedo Gomes
 
Bergson e Maturana em minha tese
Bergson e Maturana em minha teseBergson e Maturana em minha tese
Bergson e Maturana em minha tese
Raquel Salcedo Gomes
 
Poesia - Modernistas (1945-1960)
Poesia - Modernistas (1945-1960)Poesia - Modernistas (1945-1960)
Poesia - Modernistas (1945-1960)
Raquel Salcedo Gomes
 
Mobilidade e tecnocultura: q linguajar é esse?
Mobilidade e tecnocultura: q linguajar é esse?Mobilidade e tecnocultura: q linguajar é esse?
Mobilidade e tecnocultura: q linguajar é esse?
Raquel Salcedo Gomes
 

Mais de Raquel Salcedo Gomes (20)

Trajetórias de aprendizagem para navegar o século XXI.pdf
Trajetórias de aprendizagem para navegar o século XXI.pdfTrajetórias de aprendizagem para navegar o século XXI.pdf
Trajetórias de aprendizagem para navegar o século XXI.pdf
 
Trajetórias de Aprendizagem Visível em Ambiente Informatizado
Trajetórias de Aprendizagem Visível em Ambiente InformatizadoTrajetórias de Aprendizagem Visível em Ambiente Informatizado
Trajetórias de Aprendizagem Visível em Ambiente Informatizado
 
Cultura digital ou digitalização da cultura
Cultura digital ou digitalização da culturaCultura digital ou digitalização da cultura
Cultura digital ou digitalização da cultura
 
Trajetórias de aprendizagem e os 20 princípios da APA sobre ensino e aprendiz...
Trajetórias de aprendizagem e os 20 princípios da APA sobre ensino e aprendiz...Trajetórias de aprendizagem e os 20 princípios da APA sobre ensino e aprendiz...
Trajetórias de aprendizagem e os 20 princípios da APA sobre ensino e aprendiz...
 
História das tecnologias cognitivas e suas implicações educacionais
História das tecnologias cognitivas e suas implicações educacionaisHistória das tecnologias cognitivas e suas implicações educacionais
História das tecnologias cognitivas e suas implicações educacionais
 
Desafios da educação na pandemia
Desafios da educação na pandemiaDesafios da educação na pandemia
Desafios da educação na pandemia
 
What happened to cognitive science? O que aconteceu com a ciência cognitiva?
What happened to cognitive science? O que aconteceu com a ciência cognitiva?What happened to cognitive science? O que aconteceu com a ciência cognitiva?
What happened to cognitive science? O que aconteceu com a ciência cognitiva?
 
Cognição 4E - Evolução da cognição
Cognição 4E - Evolução da cogniçãoCognição 4E - Evolução da cognição
Cognição 4E - Evolução da cognição
 
Cognição enativa e linguagem
Cognição enativa e linguagemCognição enativa e linguagem
Cognição enativa e linguagem
 
Benjamin Bloom, Mastery Learning, Objetivos Educacionais
Benjamin Bloom, Mastery Learning, Objetivos EducacionaisBenjamin Bloom, Mastery Learning, Objetivos Educacionais
Benjamin Bloom, Mastery Learning, Objetivos Educacionais
 
Educação na cultura digital
Educação na cultura digitalEducação na cultura digital
Educação na cultura digital
 
Pesquisa em informática na educação e ciências cognitivas
Pesquisa em informática na educação e ciências cognitivasPesquisa em informática na educação e ciências cognitivas
Pesquisa em informática na educação e ciências cognitivas
 
Fechamento Pierre Lévy - O que é o virtual?
Fechamento Pierre Lévy - O que é o virtual?Fechamento Pierre Lévy - O que é o virtual?
Fechamento Pierre Lévy - O que é o virtual?
 
O que é o virtual? Pierre Lévy
O que é o virtual? Pierre LévyO que é o virtual? Pierre Lévy
O que é o virtual? Pierre Lévy
 
Inteligência Coletiva - Pierre Lévy
Inteligência Coletiva - Pierre Lévy Inteligência Coletiva - Pierre Lévy
Inteligência Coletiva - Pierre Lévy
 
Informática na educação baseada em evidências
Informática na educação baseada em evidênciasInformática na educação baseada em evidências
Informática na educação baseada em evidências
 
Pervasive Computing: Vision and Challenges
Pervasive Computing: Vision and ChallengesPervasive Computing: Vision and Challenges
Pervasive Computing: Vision and Challenges
 
Bergson e Maturana em minha tese
Bergson e Maturana em minha teseBergson e Maturana em minha tese
Bergson e Maturana em minha tese
 
Poesia - Modernistas (1945-1960)
Poesia - Modernistas (1945-1960)Poesia - Modernistas (1945-1960)
Poesia - Modernistas (1945-1960)
 
Mobilidade e tecnocultura: q linguajar é esse?
Mobilidade e tecnocultura: q linguajar é esse?Mobilidade e tecnocultura: q linguajar é esse?
Mobilidade e tecnocultura: q linguajar é esse?
 

Último

As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
LEANDROSPANHOL1
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
YeniferGarcia36
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 

Último (20)

As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 

Pierre Lévy e as humanidades digitais

  • 1. PIERRE LÉVY E AS HUMANIDADES DIGITAIS FILOSOFIA DA TÉCNICA E DA TECNOLOGIA I Aula 1
  • 2. EMENTA Conteúdo programático -Estudo das humanidades digitais conforme pensadas por Pierre Lévy, em suas relações com a educação e a cultura contemporâneas, sob uma perspectiva filosófica e do imaginário sociocultural moderno. Objetivos -Abordar os conceitos de técnica e de tecnologia de acordo com a obra de Pierre Lévy; -Estudar relações entre tecnologias e cognição, bem como suas implicações para a educação. -Discutir os conceitos de ecologia cognitiva, inteligência coletiva, virtualidade, ciberespaço e cibercultura, e suas aproximações à informática na educação.
  • 3. CONHECIMENTO TIPOS ▸ Empírico ▸ Mítico ▸ Filosófico ▸ Teológico ▸ Científico Métodos de pesquisa / [organizado por] Tatiana Engel Gerhardt e Denise Tolfo Silveira ; coordenado pela Universidade Aberta do Brasil – UAB/UFRGS e pelo Curso de Graduação Tecnológica – Planejamento e Gestão para o Desenvolvimento Rural da SEAD/UFRGS. – Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.
  • 4. FILOSOFIA TÉCNICA E TECNOLOGIA ▸ Tekné - arte, habilidade: saber-fazer ▸ Tecnologia - Tekné + Logos - discurso, razão, estudo Revoluções tecnológicas ▸ Agricultura ▸ Escrita ▸ Indústria (1a, 2a, 3a, 4a) De onde vem o conhecimento tecnológico?
  • 5. INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO INFORMÁTICA EDUCAÇÃO O quê? Como? Por quê? Ex-ducare Paideia Cultura
  • 6. PIERRE LÉVY HUMANIDADES DIGITAIS "As Humanidades Digitais, enquanto expressão agregadora de práticas, teorias e métodos que se desenvolvem desde a segunda metade do século XX, são consideradas, pelos muitos laboratórios e centros de pesquisa surgidos desde 2010 no mundo acadêmico, como uma “transdisciplina”, que incorpora os métodos, os dispositivos e as perspectivas heurísticas das ciências humanas e sociais, ao mesmo tempo em que mobiliza as ferramentas e abordagens singulares abertas pela tecnologia digital.” (https://eventos.fgv.br/hdrio2018) "Digital humanities (DH) is an area of scholarly activity at the intersection of computing or digital technologies and the disciplines of the humanities. It includes the systematic use of digital resources in the humanities, as well as the reflection on their application. [1][2] DH can be defined as new ways of doing scholarship that involve collaborative, transdisciplinary, and computationally engaged research, teaching, and publishing.[3] It brings digital tools and methods to the study of the humanities with the recognition that the printed word is no longer the main medium for knowledge production and distribution.” (https://en.wikipedia.org/wiki/Digital_humanities)
  • 7. PIERRE LÉVY HUMANIDADES DIGITAIS "As Humanidades Digitais não formam um campo unificado, nem no Brasil nem no mundo. Elas representam uma série de práticas interdisciplinares convergentes, desenvolvidas em uma realidade de ampla aplicação de tecnologias computacionais em variadas dimensões da vida. Um dos principais impulsionadores do campo é a disponibilidade recente de grandes repositórios digitais em muitas áreas das Ciências Humanas e Sociais. Esses repositórios oferecem perspectivas de aplicação de técnicas computacionais de visualização, consulta e análise, levando à descoberta de novos conhecimentos. Uma formação neste campo permite aprimorar abordagens, processos, habilidades e métodos desenvolvidos e aplicados nas tradicionais Ciências Humanas e Sociais, com efeitos sobre pesquisa acadêmica e aplicada, práticas pedagógicas e publicação on-line.” (https://cpdoc.fgv.br/laboratorios/lhud) "As Humanidades têm sua origem datada no século II d.C., com a obra Noites Áticas, do jurista, escritor e gramático romano Aulo Gélio. Em seu trabalho, Aulo Gélio diz que o termo latino humanitas não significava o que a maioria das pessoas pensava na época, ou seja, um sinônimo para a palavra grega φιλανθρωπία (filantropia); para Gélio, humanitas estava ligada ao termo παιδεία (paideia), representando a educação e formação nas artes liberais em voga durante o Império Romano. Segundo Aulo Gélio: “A busca desse tipo de conhecimento, e a formação dada por ele, foram concedidas, dentre todos os animais, ao homem apenas, e por isso são denominadas humanitas, ou ‘humanidade’” (Noites Áticas, XIII.17).” (http:// www.larp.mae.usp.br/o-ultimo-banquete-em-herculano/o-que-sao-humanidades-digitais/)
  • 8. O PENSAMENTO DE LÉVY FILOSOFIA DA INFORMÁTICA ▸ Tecnologias da Inteligência - ecologia cognitiva - tecnologia cognitiva (1993) ▸ A inteligência coletiva - ciberespaço (1994) ▸ O que é o virtual? - virtualidade (1996) ▸ Cibercultura (1999)
  • 9. AVALIAÇÃO CRITÉRIOS E ATIVIDADES Realização das leituras e atuação nas aulas (30%) Redação de ensaios/artigos (40%) Produção de recurso educacional digital (30%)