SlideShare uma empresa Scribd logo
UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE
INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA
COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO
LATO-SENSU
NOVAS TECNOLOGIAS PARA O ENSINO NA MATEMÁTICA
Cibercultura e a Educação
Nome: Valdir Pereira de Almeida
OBJETIVO
Relacionar a cibercultura e a educação, utilizando uma
das teorias pedagógicas comentados no texto de Libânio.
TEORIA HISTÓRICO-CULTURAL
As bases teóricas da teoria histórico-social apoiam-se
em Vygotsky e seguidores. Nessa orientação, a aprendizagem
resulta da interação do sujeito-objeto, em que a ação do
sujeito sobre o meio é socialmente mediada, atribuindo-se
peso significativo à cultura e às relações sociais. A atividade
do sujeito supõe a ação entre sujeitos, no sentido de uma
relação do sujeito com o outro, com seus parceiros.
Mais especificamente, as funções mentais superiores
(linguagem, atenção voluntária, memória, abstração,
percepção, de comparar, diferenciar, etc.) são ações
interiorizadas de socialmente mediado, a partir da cultura
constituída. Esta abordagem está focada na estrutura do
funcionamento cognitivo em suas interações com as
mediações culturais. (Daniels, 2003). Nos últimos anos,
dentro dessa mesma orientação, tem se destacado a
teoria histórico-cultural da atividade.
Professora Rosa Maria Antônio comentou em sua
dissertação sobre um dos textos sobre as teorias pedagógicas
de Libânio:
“A escola é chamada a rever o ensino que oferece, mais especificamente,
a espécie de que vem promovendo, a fim de adequá-los não só ás
exigências do mercado de trabalho, mas à convivência com as novas
tecnologias, que invadem todos os recôndidos da vida”.
E na mesma dissertação continuou:
“o professor tem o papel explícito de interferir na zona de desenvolvimento
proximal dos alunos, provocando os avanços que não ocorreriam
espontaneamente. [...]A intervenção do professor é fundamental para
a promoção do desenvolvimento do indivíduo”. Desta forma, o ensino
precisa ser organizado com procedimentos adequados, de maneira tal, que
possibilite aprendizagens significativas as quais promovam
o desenvolvimento das funções psíquicas dos educandos”.
Cibercultura é:
“A cultura que surgiu, ou surge, a partir do uso da rede de
computadores através da comunicação através de computadores,
a indústria do entretenimento e o comércio eletrônico. É
também o estudo de vários fenômenos sociais associados
à internet e outras novas formas de comunicação em rede, como
as comunidades on-line, jogos de multi-usuários, jogos sociais,
mídias sociais, realidade aumentada, mensagens de texto,1 e
inclui questões relacionadas à identidade, privacidade e
formação de rede.”
Wikipédia: http://pt.wikipedia.org/wiki/Cibercultura
Semana 2 Informática Educativa I - NTEM
A RELAÇÃO DA CIBERCULTURA COM A
PEDAGOGIA
Ligando a teoria histórico cultural com a cibercultura,
podemos encontrar várias ligações entre as duas
vertentes, apesar do espaço de tempo que os distanciam.
Com abertura de novas informações e novos caminhos, as
possibilidades oferecidas para que a mediação da
aprendizagem e conhecimento do aluno aconteçam, fazem
com que seja da melhor forma possível. O professor como
mediador do conhecimento deve possuir estratégias que
possam tornar esse meio tranquilo e natural.
Lynn Rosalina e Jamile Borges, em seu texto sobre cibercultura e educação
comentam:
“A escola é o fórum onde as discussões acontecem por excelência, é a
instituição que complementa a educação do indivíduo e o orienta ou forma
para uma
vida social e política ativa, consciente e responsável. Como em qualquer
época de
mudança na história do planeta, a escola deve adaptar-se, estruturando-se e
instrumentalizando-se para formar o indivíduo desse novo mundo,
modificando a sua
visão, suas metas e objetivos, sua missão e buscando atender a demanda
desse novo
contexto social”
Por natureza de concepção, a escola já é um grande fórum onde
os alunos são participantes ativos, ondem devem ter espaço
para liberar suas e ideias e receber novas também.
Assim sendo, a cibercultura mesmo antes de ser criada já estava
presente na educação, porém com sua existência, agora de fato,
essa participação passou a ser mundial, onde os acessos a
conhecimentos e informações são muito maiores e livres.
A educação enfrenta o desafio de se renovar, usar novos
métodos para alcançar um público tão conectado e com acesso
a todo tipo de informação, conhecimento e linguagem.
Rosa Maria, ainda em sua dissertação comentou:
“A Instrumentalização é o momento em que os alunos se apropriam dos
instrumentos teóricos e práticos, ou seja, do conhecimento socialmente
produzido e sistematizado. Para isso, cabe ao professor, neste terceiro
passo, planejar as ações e
selecionar os procedimentos técnicos mais adequados com vistas à
efetivação do processo de aprendizagem e à construção do conhecimento
científico.
“Por isso, o trabalho do professor como mediador consiste em
dinamizar,
através das ações previstas e dos recursos selecionados, os
processos mentais dos
para que se apropriem dos conteúdos científicos em suas
diversas dimensões,
buscando alcançar os objetivos propostos”.
Portanto, para o professor o mundo globalizado oferece
ferramentas como jogos online, programas que permitem a
interação entre o abstrato e o concreto, cálculos de números
que poderiam ser considerados complexos, representações de
formas, projeções, além de auxiliar no conhecimento
histórico e cultural dos conteúdos propostos por nós
educadores.
Bibliografia
http://www.tvbrasil.org.br/fotos/salto/series/212448cibercult
ura.pdf
ALVES, Lynn Rosalina Gama e SILVA, Jamile Borges,
Cibercultura e Educação Editora EDUFBA. Salvador, 2001.
LIBÂNEO, José Carlos, As Teorias Pedagógicas Modernas
Resiginificadas pelo debate contemporâneo na educação.
ANTÔNIO, Professora PDE Rosa Maria. Teoria Histórico-
Cultural e Pedagogia Histórico-Crítica: O Desafio do Método
dialético na Didática - Secretaria de Estado da Educação
Superintendência da Educação Programa de
Desenvolvimento Educacional Universidade Estadual de
Maringá, 2008 .

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Teorias Pedagógicas no Cntexto da Cibercultura
Teorias Pedagógicas no Cntexto da CiberculturaTeorias Pedagógicas no Cntexto da Cibercultura
Teorias Pedagógicas no Cntexto da Cibercultura
Vanilde Manfredi
 
A corrente neocognitivista no contexto da cibercultura
A corrente neocognitivista no contexto da ciberculturaA corrente neocognitivista no contexto da cibercultura
A corrente neocognitivista no contexto da cibercultura
Jailson Barreto
 
Teoria neocognitiva
Teoria neocognitivaTeoria neocognitiva
Teoria neocognitiva
Elaine Arrebola
 
Corrente pedagógica neocognivistas x cibercultura
Corrente pedagógica neocognivistas   x ciberculturaCorrente pedagógica neocognivistas   x cibercultura
Corrente pedagógica neocognivistas x cibercultura
PhEdFs
 
Cibercultura e a Teoria Sócio-Cognitiva
Cibercultura e a Teoria Sócio-CognitivaCibercultura e a Teoria Sócio-Cognitiva
Cibercultura e a Teoria Sócio-Cognitiva
alaideguarate
 
A corrente pedagógicaa contemporânea - Racional-tecnológica
A corrente pedagógicaa contemporânea - Racional-tecnológicaA corrente pedagógicaa contemporânea - Racional-tecnológica
A corrente pedagógicaa contemporânea - Racional-tecnológica
Domherrera
 
Informatica I - Novas Tecnologias No Ensino da Matemática
Informatica I - Novas Tecnologias No Ensino da MatemáticaInformatica I - Novas Tecnologias No Ensino da Matemática
Informatica I - Novas Tecnologias No Ensino da Matemática
Marcia Perroni
 
Escola e tecnologia
Escola e tecnologiaEscola e tecnologia
Escola e tecnologia
Luiz Ribeiro
 
Escola e tecnologia
Escola e tecnologiaEscola e tecnologia
Escola e tecnologia
Luiz Ribeiro
 
CIBERCULTURA E AS TEORIAS PEDAGÓGICAS
CIBERCULTURA E AS TEORIAS PEDAGÓGICASCIBERCULTURA E AS TEORIAS PEDAGÓGICAS
CIBERCULTURA E AS TEORIAS PEDAGÓGICAS
MARCIASR09
 
Teorias pedagógicas e a cibercultura: Corrente Racional-Tecnológica
Teorias pedagógicas e a cibercultura: Corrente Racional-TecnológicaTeorias pedagógicas e a cibercultura: Corrente Racional-Tecnológica
Teorias pedagógicas e a cibercultura: Corrente Racional-Tecnológica
Deise Diana Lava
 
A corrente pedagógica racional tecnológica Libâneo e cibercultura
A corrente pedagógica racional tecnológica Libâneo e cibercultura  A corrente pedagógica racional tecnológica Libâneo e cibercultura
A corrente pedagógica racional tecnológica Libâneo e cibercultura
Haroldo Nunes
 
Corrente neocognitiva
Corrente neocognitivaCorrente neocognitiva
Corrente neocognitiva
Heliton Melo
 
Construtivismo pós piagetianismo
Construtivismo pós piagetianismoConstrutivismo pós piagetianismo
Construtivismo pós piagetianismo
Claudia Peres
 
Neocognitivismo
NeocognitivismoNeocognitivismo
Neocognitivismo
joaoeja
 
Construtivismo pós piagetiano no contexto da cibercultura
Construtivismo pós piagetiano no contexto da ciberculturaConstrutivismo pós piagetiano no contexto da cibercultura
Construtivismo pós piagetiano no contexto da cibercultura
Raisa Gomes
 
Teorias pedagógicas no contexto da cibercultura
Teorias pedagógicas no contexto da ciberculturaTeorias pedagógicas no contexto da cibercultura
Teorias pedagógicas no contexto da cibercultura
Rosangela Patrocinio
 
Concepção em rede e educação aberta
Concepção em rede e educação abertaConcepção em rede e educação aberta
Construtivismo pós piagetianismo
Construtivismo pós piagetianismoConstrutivismo pós piagetianismo
Construtivismo pós piagetianismo
josi0308
 
Conhecimento em rede
Conhecimento em redeConhecimento em rede
Conhecimento em rede
Diely Sampaio
 

Mais procurados (20)

Teorias Pedagógicas no Cntexto da Cibercultura
Teorias Pedagógicas no Cntexto da CiberculturaTeorias Pedagógicas no Cntexto da Cibercultura
Teorias Pedagógicas no Cntexto da Cibercultura
 
A corrente neocognitivista no contexto da cibercultura
A corrente neocognitivista no contexto da ciberculturaA corrente neocognitivista no contexto da cibercultura
A corrente neocognitivista no contexto da cibercultura
 
Teoria neocognitiva
Teoria neocognitivaTeoria neocognitiva
Teoria neocognitiva
 
Corrente pedagógica neocognivistas x cibercultura
Corrente pedagógica neocognivistas   x ciberculturaCorrente pedagógica neocognivistas   x cibercultura
Corrente pedagógica neocognivistas x cibercultura
 
Cibercultura e a Teoria Sócio-Cognitiva
Cibercultura e a Teoria Sócio-CognitivaCibercultura e a Teoria Sócio-Cognitiva
Cibercultura e a Teoria Sócio-Cognitiva
 
A corrente pedagógicaa contemporânea - Racional-tecnológica
A corrente pedagógicaa contemporânea - Racional-tecnológicaA corrente pedagógicaa contemporânea - Racional-tecnológica
A corrente pedagógicaa contemporânea - Racional-tecnológica
 
Informatica I - Novas Tecnologias No Ensino da Matemática
Informatica I - Novas Tecnologias No Ensino da MatemáticaInformatica I - Novas Tecnologias No Ensino da Matemática
Informatica I - Novas Tecnologias No Ensino da Matemática
 
Escola e tecnologia
Escola e tecnologiaEscola e tecnologia
Escola e tecnologia
 
Escola e tecnologia
Escola e tecnologiaEscola e tecnologia
Escola e tecnologia
 
CIBERCULTURA E AS TEORIAS PEDAGÓGICAS
CIBERCULTURA E AS TEORIAS PEDAGÓGICASCIBERCULTURA E AS TEORIAS PEDAGÓGICAS
CIBERCULTURA E AS TEORIAS PEDAGÓGICAS
 
Teorias pedagógicas e a cibercultura: Corrente Racional-Tecnológica
Teorias pedagógicas e a cibercultura: Corrente Racional-TecnológicaTeorias pedagógicas e a cibercultura: Corrente Racional-Tecnológica
Teorias pedagógicas e a cibercultura: Corrente Racional-Tecnológica
 
A corrente pedagógica racional tecnológica Libâneo e cibercultura
A corrente pedagógica racional tecnológica Libâneo e cibercultura  A corrente pedagógica racional tecnológica Libâneo e cibercultura
A corrente pedagógica racional tecnológica Libâneo e cibercultura
 
Corrente neocognitiva
Corrente neocognitivaCorrente neocognitiva
Corrente neocognitiva
 
Construtivismo pós piagetianismo
Construtivismo pós piagetianismoConstrutivismo pós piagetianismo
Construtivismo pós piagetianismo
 
Neocognitivismo
NeocognitivismoNeocognitivismo
Neocognitivismo
 
Construtivismo pós piagetiano no contexto da cibercultura
Construtivismo pós piagetiano no contexto da ciberculturaConstrutivismo pós piagetiano no contexto da cibercultura
Construtivismo pós piagetiano no contexto da cibercultura
 
Teorias pedagógicas no contexto da cibercultura
Teorias pedagógicas no contexto da ciberculturaTeorias pedagógicas no contexto da cibercultura
Teorias pedagógicas no contexto da cibercultura
 
Concepção em rede e educação aberta
Concepção em rede e educação abertaConcepção em rede e educação aberta
Concepção em rede e educação aberta
 
Construtivismo pós piagetianismo
Construtivismo pós piagetianismoConstrutivismo pós piagetianismo
Construtivismo pós piagetianismo
 
Conhecimento em rede
Conhecimento em redeConhecimento em rede
Conhecimento em rede
 

Semelhante a Semana 2 Informática Educativa I - NTEM

Cibercultura
CiberculturaCibercultura
Cibercultura
Danilamim
 
Corrente neocognivista
Corrente neocognivistaCorrente neocognivista
Corrente neocognivista
Luciana Lima Oliveira Ferreira
 
Corrente neocognivista
Corrente neocognivistaCorrente neocognivista
Corrente neocognivista
Luciana Lima Oliveira Ferreira
 
Teoria Pedagógica x Cibercultura
Teoria Pedagógica  x CiberculturaTeoria Pedagógica  x Cibercultura
Teoria Pedagógica x Cibercultura
zoraidepimenta
 
Como a tecnologia pode ser utilizada na educação
Como a tecnologia pode ser utilizada na educação Como a tecnologia pode ser utilizada na educação
Como a tecnologia pode ser utilizada na educação
Rafaela Oliveira
 
Tarefa da semana 2 / NTEM - UFF / EAD
Tarefa da semana 2 / NTEM - UFF / EADTarefa da semana 2 / NTEM - UFF / EAD
Tarefa da semana 2 / NTEM - UFF / EAD
Rafaela Oliveira
 
Okada a. a_mediacao_pedagogica_e_a_construcao_de_ecologias_cognitivas
Okada a. a_mediacao_pedagogica_e_a_construcao_de_ecologias_cognitivasOkada a. a_mediacao_pedagogica_e_a_construcao_de_ecologias_cognitivas
Okada a. a_mediacao_pedagogica_e_a_construcao_de_ecologias_cognitivas
Danilo
 
Teorias pedagógicas no conceito da cibercultura
Teorias pedagógicas no conceito da cibercultura Teorias pedagógicas no conceito da cibercultura
Teorias pedagógicas no conceito da cibercultura
Andressa Novaes Jardim
 
Tarefa semana ii jorge melo
Tarefa semana ii   jorge meloTarefa semana ii   jorge melo
Tarefa semana ii jorge melo
JORGE DA SILVA MELO
 
Restinga Sêca - Mônica Rosello Larrondo
Restinga Sêca - Mônica Rosello LarrondoRestinga Sêca - Mônica Rosello Larrondo
Restinga Sêca - Mônica Rosello Larrondo
CursoTICs
 
Tarefa 2 informática I
Tarefa 2   informática ITarefa 2   informática I
Tarefa 2 informática I
Priscila Albergaria Brito Bertozz
 
A pedagogia na perspectiva da cibercultura
A pedagogia na perspectiva da ciberculturaA pedagogia na perspectiva da cibercultura
A pedagogia na perspectiva da cibercultura
Jane Nolasco
 
Texto 13
Texto 13Texto 13
O construtivismo pós piagetiano e a cibercultura na educação semana2-infor_ed...
O construtivismo pós piagetiano e a cibercultura na educação semana2-infor_ed...O construtivismo pós piagetiano e a cibercultura na educação semana2-infor_ed...
O construtivismo pós piagetiano e a cibercultura na educação semana2-infor_ed...
Fernanda Valentim
 
A cibercultura e o construtivismo pós piagetiano na educação
A cibercultura e o construtivismo pós piagetiano na educaçãoA cibercultura e o construtivismo pós piagetiano na educação
A cibercultura e o construtivismo pós piagetiano na educação
Fernanda Valentim de Sousa
 
A cibercultura e o construtivismo pós-piagetiano na educação
A cibercultura e o construtivismo pós-piagetiano na educaçãoA cibercultura e o construtivismo pós-piagetiano na educação
A cibercultura e o construtivismo pós-piagetiano na educação
Fernanda Valentim
 
A cibercultura e o construtivismo pós piagetiano na educação
A cibercultura e o construtivismo pós piagetiano na educaçãoA cibercultura e o construtivismo pós piagetiano na educação
A cibercultura e o construtivismo pós piagetiano na educação
Fernanda Valentim
 
Atividade2.1curriculoesuascaracteristicas
Atividade2.1curriculoesuascaracteristicasAtividade2.1curriculoesuascaracteristicas
Atividade2.1curriculoesuascaracteristicas
deborapeti
 
Interfaces digitais para a organização e representação do conhecimento anerid...
Interfaces digitais para a organização e representação do conhecimento anerid...Interfaces digitais para a organização e representação do conhecimento anerid...
Interfaces digitais para a organização e representação do conhecimento anerid...
Francismar Lopes
 
ANÁLISE DE FERRAMENTAS DE INTERAÇÃO NA WEB_aspectos tecnológicos e implicaçõe...
ANÁLISE DE FERRAMENTAS DE INTERAÇÃO NA WEB_aspectos tecnológicos e implicaçõe...ANÁLISE DE FERRAMENTAS DE INTERAÇÃO NA WEB_aspectos tecnológicos e implicaçõe...
ANÁLISE DE FERRAMENTAS DE INTERAÇÃO NA WEB_aspectos tecnológicos e implicaçõe...
Claudio Lima
 

Semelhante a Semana 2 Informática Educativa I - NTEM (20)

Cibercultura
CiberculturaCibercultura
Cibercultura
 
Corrente neocognivista
Corrente neocognivistaCorrente neocognivista
Corrente neocognivista
 
Corrente neocognivista
Corrente neocognivistaCorrente neocognivista
Corrente neocognivista
 
Teoria Pedagógica x Cibercultura
Teoria Pedagógica  x CiberculturaTeoria Pedagógica  x Cibercultura
Teoria Pedagógica x Cibercultura
 
Como a tecnologia pode ser utilizada na educação
Como a tecnologia pode ser utilizada na educação Como a tecnologia pode ser utilizada na educação
Como a tecnologia pode ser utilizada na educação
 
Tarefa da semana 2 / NTEM - UFF / EAD
Tarefa da semana 2 / NTEM - UFF / EADTarefa da semana 2 / NTEM - UFF / EAD
Tarefa da semana 2 / NTEM - UFF / EAD
 
Okada a. a_mediacao_pedagogica_e_a_construcao_de_ecologias_cognitivas
Okada a. a_mediacao_pedagogica_e_a_construcao_de_ecologias_cognitivasOkada a. a_mediacao_pedagogica_e_a_construcao_de_ecologias_cognitivas
Okada a. a_mediacao_pedagogica_e_a_construcao_de_ecologias_cognitivas
 
Teorias pedagógicas no conceito da cibercultura
Teorias pedagógicas no conceito da cibercultura Teorias pedagógicas no conceito da cibercultura
Teorias pedagógicas no conceito da cibercultura
 
Tarefa semana ii jorge melo
Tarefa semana ii   jorge meloTarefa semana ii   jorge melo
Tarefa semana ii jorge melo
 
Restinga Sêca - Mônica Rosello Larrondo
Restinga Sêca - Mônica Rosello LarrondoRestinga Sêca - Mônica Rosello Larrondo
Restinga Sêca - Mônica Rosello Larrondo
 
Tarefa 2 informática I
Tarefa 2   informática ITarefa 2   informática I
Tarefa 2 informática I
 
A pedagogia na perspectiva da cibercultura
A pedagogia na perspectiva da ciberculturaA pedagogia na perspectiva da cibercultura
A pedagogia na perspectiva da cibercultura
 
Texto 13
Texto 13Texto 13
Texto 13
 
O construtivismo pós piagetiano e a cibercultura na educação semana2-infor_ed...
O construtivismo pós piagetiano e a cibercultura na educação semana2-infor_ed...O construtivismo pós piagetiano e a cibercultura na educação semana2-infor_ed...
O construtivismo pós piagetiano e a cibercultura na educação semana2-infor_ed...
 
A cibercultura e o construtivismo pós piagetiano na educação
A cibercultura e o construtivismo pós piagetiano na educaçãoA cibercultura e o construtivismo pós piagetiano na educação
A cibercultura e o construtivismo pós piagetiano na educação
 
A cibercultura e o construtivismo pós-piagetiano na educação
A cibercultura e o construtivismo pós-piagetiano na educaçãoA cibercultura e o construtivismo pós-piagetiano na educação
A cibercultura e o construtivismo pós-piagetiano na educação
 
A cibercultura e o construtivismo pós piagetiano na educação
A cibercultura e o construtivismo pós piagetiano na educaçãoA cibercultura e o construtivismo pós piagetiano na educação
A cibercultura e o construtivismo pós piagetiano na educação
 
Atividade2.1curriculoesuascaracteristicas
Atividade2.1curriculoesuascaracteristicasAtividade2.1curriculoesuascaracteristicas
Atividade2.1curriculoesuascaracteristicas
 
Interfaces digitais para a organização e representação do conhecimento anerid...
Interfaces digitais para a organização e representação do conhecimento anerid...Interfaces digitais para a organização e representação do conhecimento anerid...
Interfaces digitais para a organização e representação do conhecimento anerid...
 
ANÁLISE DE FERRAMENTAS DE INTERAÇÃO NA WEB_aspectos tecnológicos e implicaçõe...
ANÁLISE DE FERRAMENTAS DE INTERAÇÃO NA WEB_aspectos tecnológicos e implicaçõe...ANÁLISE DE FERRAMENTAS DE INTERAÇÃO NA WEB_aspectos tecnológicos e implicaçõe...
ANÁLISE DE FERRAMENTAS DE INTERAÇÃO NA WEB_aspectos tecnológicos e implicaçõe...
 

Último

Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Falcão Brasil
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 

Último (20)

Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
VIAGEM AO PASSADO -
VIAGEM AO PASSADO                        -VIAGEM AO PASSADO                        -
VIAGEM AO PASSADO -
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 

Semana 2 Informática Educativa I - NTEM

  • 1. UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO-SENSU
  • 2. NOVAS TECNOLOGIAS PARA O ENSINO NA MATEMÁTICA Cibercultura e a Educação
  • 3. Nome: Valdir Pereira de Almeida
  • 4. OBJETIVO Relacionar a cibercultura e a educação, utilizando uma das teorias pedagógicas comentados no texto de Libânio.
  • 5. TEORIA HISTÓRICO-CULTURAL As bases teóricas da teoria histórico-social apoiam-se em Vygotsky e seguidores. Nessa orientação, a aprendizagem resulta da interação do sujeito-objeto, em que a ação do sujeito sobre o meio é socialmente mediada, atribuindo-se peso significativo à cultura e às relações sociais. A atividade do sujeito supõe a ação entre sujeitos, no sentido de uma relação do sujeito com o outro, com seus parceiros.
  • 6. Mais especificamente, as funções mentais superiores (linguagem, atenção voluntária, memória, abstração, percepção, de comparar, diferenciar, etc.) são ações interiorizadas de socialmente mediado, a partir da cultura constituída. Esta abordagem está focada na estrutura do funcionamento cognitivo em suas interações com as mediações culturais. (Daniels, 2003). Nos últimos anos, dentro dessa mesma orientação, tem se destacado a teoria histórico-cultural da atividade.
  • 7. Professora Rosa Maria Antônio comentou em sua dissertação sobre um dos textos sobre as teorias pedagógicas de Libânio: “A escola é chamada a rever o ensino que oferece, mais especificamente, a espécie de que vem promovendo, a fim de adequá-los não só ás exigências do mercado de trabalho, mas à convivência com as novas tecnologias, que invadem todos os recôndidos da vida”.
  • 8. E na mesma dissertação continuou: “o professor tem o papel explícito de interferir na zona de desenvolvimento proximal dos alunos, provocando os avanços que não ocorreriam espontaneamente. [...]A intervenção do professor é fundamental para a promoção do desenvolvimento do indivíduo”. Desta forma, o ensino precisa ser organizado com procedimentos adequados, de maneira tal, que possibilite aprendizagens significativas as quais promovam o desenvolvimento das funções psíquicas dos educandos”.
  • 9. Cibercultura é: “A cultura que surgiu, ou surge, a partir do uso da rede de computadores através da comunicação através de computadores, a indústria do entretenimento e o comércio eletrônico. É também o estudo de vários fenômenos sociais associados à internet e outras novas formas de comunicação em rede, como as comunidades on-line, jogos de multi-usuários, jogos sociais, mídias sociais, realidade aumentada, mensagens de texto,1 e inclui questões relacionadas à identidade, privacidade e formação de rede.” Wikipédia: http://pt.wikipedia.org/wiki/Cibercultura
  • 11. A RELAÇÃO DA CIBERCULTURA COM A PEDAGOGIA Ligando a teoria histórico cultural com a cibercultura, podemos encontrar várias ligações entre as duas vertentes, apesar do espaço de tempo que os distanciam. Com abertura de novas informações e novos caminhos, as possibilidades oferecidas para que a mediação da aprendizagem e conhecimento do aluno aconteçam, fazem com que seja da melhor forma possível. O professor como mediador do conhecimento deve possuir estratégias que possam tornar esse meio tranquilo e natural.
  • 12. Lynn Rosalina e Jamile Borges, em seu texto sobre cibercultura e educação comentam: “A escola é o fórum onde as discussões acontecem por excelência, é a instituição que complementa a educação do indivíduo e o orienta ou forma para uma vida social e política ativa, consciente e responsável. Como em qualquer época de mudança na história do planeta, a escola deve adaptar-se, estruturando-se e instrumentalizando-se para formar o indivíduo desse novo mundo, modificando a sua visão, suas metas e objetivos, sua missão e buscando atender a demanda desse novo contexto social”
  • 13. Por natureza de concepção, a escola já é um grande fórum onde os alunos são participantes ativos, ondem devem ter espaço para liberar suas e ideias e receber novas também. Assim sendo, a cibercultura mesmo antes de ser criada já estava presente na educação, porém com sua existência, agora de fato, essa participação passou a ser mundial, onde os acessos a conhecimentos e informações são muito maiores e livres. A educação enfrenta o desafio de se renovar, usar novos métodos para alcançar um público tão conectado e com acesso a todo tipo de informação, conhecimento e linguagem.
  • 14. Rosa Maria, ainda em sua dissertação comentou: “A Instrumentalização é o momento em que os alunos se apropriam dos instrumentos teóricos e práticos, ou seja, do conhecimento socialmente produzido e sistematizado. Para isso, cabe ao professor, neste terceiro passo, planejar as ações e selecionar os procedimentos técnicos mais adequados com vistas à efetivação do processo de aprendizagem e à construção do conhecimento científico.
  • 15. “Por isso, o trabalho do professor como mediador consiste em dinamizar, através das ações previstas e dos recursos selecionados, os processos mentais dos para que se apropriem dos conteúdos científicos em suas diversas dimensões, buscando alcançar os objetivos propostos”. Portanto, para o professor o mundo globalizado oferece ferramentas como jogos online, programas que permitem a interação entre o abstrato e o concreto, cálculos de números que poderiam ser considerados complexos, representações de formas, projeções, além de auxiliar no conhecimento histórico e cultural dos conteúdos propostos por nós educadores.
  • 16. Bibliografia http://www.tvbrasil.org.br/fotos/salto/series/212448cibercult ura.pdf ALVES, Lynn Rosalina Gama e SILVA, Jamile Borges, Cibercultura e Educação Editora EDUFBA. Salvador, 2001. LIBÂNEO, José Carlos, As Teorias Pedagógicas Modernas Resiginificadas pelo debate contemporâneo na educação.
  • 17. ANTÔNIO, Professora PDE Rosa Maria. Teoria Histórico- Cultural e Pedagogia Histórico-Crítica: O Desafio do Método dialético na Didática - Secretaria de Estado da Educação Superintendência da Educação Programa de Desenvolvimento Educacional Universidade Estadual de Maringá, 2008 .