SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Baixar para ler offline
BALIZAS PARA UMA
REVISÃO SISTEMÁTICA
DA LITERATURA
BITTENCOURT & ISOTANI (2018): INFORMÁTICA NA
EDUCAÇÃO BASEADA EM EVIDÊNCIAS: UM
MANIFESTO
Profa. Dra. Raquel Salcedo Gomes
Leitura Dirigida em Trajetórias de Aprendizagem
SOBRE IE
PRIMEIRAS IDEIAS
• Auto-reflexão, busca de melhoria do sujeito pesquisador
• Evidência e reprodutividade como fatores de melhoria da
qualidade das pesquisas
• Dez princípios
• IE como área estratégica para o desenvolvimento social e
econômico do país
ÁREA ESTRATÉGICA
IE
• Primeiras pesquisas na década de 1970
• RBIE lançada em 1997
• Aprox. 3000 pesquisadores na lista de discussão SBC-IE
• Novos pesquisadores de todas as áreas
• Dentro da computação, a IE é uma das mais democráticas
• Diferentes temas, diferentes origens, diferentes métodos
• Poucas pesquisas de excelência e de nível internacional (razões: p.
109)
• Evidências científicas que sustentem as proposições feitas -
quantitativas, qualitativas ou mistas
• SBIE possui 90% dos trabalhos publicados sem evidências
• Sem evidências não há reprodutibilidade, pois não há como
comparar resultados nem verificar a adequação dos métodos
• Reprodutibilidade é essencial ao progresso científico - p. 110
IE
ÁREA ESTRATÉGICA
PARA UMA IE BASEADA EM EVIDÊNCIAS
PRINCÍPIOS
• 1) Menos monólogo, mais diálogo (com clareza conceitual,
validação dos instrumentos e dados disponíveis) - p. 111
• 2) Menos estudos independentes, mais estudos fundamentados
no estado da arte - Homework
• REVISÃO DE LITERATURA!!!!
• Sempre redigir uma seção de trabalhos relacionados
• Fundamentação teórica x trabalhos relacionados
• Contribuir com a área, não apenas consigo mesmo
MÉTODO: BUSCAR ONLINE E ENTREVISTAR SÊNIORS
HOMEWORK
• Quem são os pesquisadores ou grupos de pesquisa mais
importantes em sua grande área de atuação (IE) que têm
destaque no Brasil? E no exterior?
• E quanto às pesquisas em Trajetórias de Aprendizagem? Quem
são os principais grupos/pesquisadores brasileiros e estrangeiros?
• Quais os principais desafios e questões de pesquisa em IE?
• Quais os desafios e questões de pesquisa mais relevantes no
estudo de Trajetórias de Aprendizagem?
• 3) Menos teorias avulsas, mais compromisso ontológico e
epistemológico (p. 112, 113)
• 4) Menos propostas conceituais, mais validação científica (cuidado com
as modas, salame science, Capes)
• 5) Menos questionários próprios, mais instrumentos validados (p. 114) -
falta de formação sobre métodos de pesquisa para a área
• 6) Menos purismo acadêmico, mais interface com o sistema educacional
(p. 114, 115) - descrença na pesquisa e na ciência nacionais
• 7) Menos descontinuidade, mais foco em objetivos de longo prazo (p.
115)
PRINCÍPIOS
PARA UMA IE BASEADA EM EVIDÊNCIAS
• 8) Menos pesquisas de caixa-preta, mais abertura de dados -
compartilhamento de dados, métodos, instrumentos e resultados
(p. 116)
• 9) Menos egocentrismo, mais altruísmo científico (p. 117)
• 10) Menos nós, mais todos nós - http://www.icmc.usp.br/e/1421e
PRINCÍPIOS
PARA UMA IE BASEADA EM EVIDÊNCIAS
FUTURE IDEAS
• Literatura sobre IE
• Fundamentos ontológicos, epistemológicos e metodológicos da
IE
• Benchmarkings de pesquisas baseadas em evidências
• Buscar instrumentos validados (estudar metodologia)
• Pesquisar na e para a escola
• Olhar crítico sobre as modas - hypes e o sistema produtivista de
avaliação
MÉTODO: BUSCAR ONLINE E ENTREVISTAR SÊNIORS
LEMBRETE: HOMEWORK
• Quem são os pesquisadores ou grupos de pesquisa mais
importantes em sua grande área de atuação (IE) que têm
destaque no Brasil? E no exterior?
• E quanto às pesquisas em Trajetórias de Aprendizagem? Quem
são os principais grupos/pesquisadores brasileiros e estrangeiros?
• Quais os principais desafios e questões de pesquisa em IE?
• Quais os desafios e questões de pesquisa mais relevantes no
estudo de Trajetórias de Aprendizagem?

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Informática na educação baseada em evidências

Métodos de Pesquisa - Pós CAF - Fases da pesquisa
Métodos de Pesquisa - Pós CAF - Fases da pesquisaMétodos de Pesquisa - Pós CAF - Fases da pesquisa
Métodos de Pesquisa - Pós CAF - Fases da pesquisaCassio Meira Jr.
 
Educação e pesquisa em engenharia: inovações na busca e uso da informação
Educação e pesquisa em engenharia: inovações na busca e uso da informação Educação e pesquisa em engenharia: inovações na busca e uso da informação
Educação e pesquisa em engenharia: inovações na busca e uso da informação Elisabeth Dudziak
 
Resumo capitulo 4 creswell estrategias de redacao e consideracoes eticas
Resumo capitulo 4 creswell   estrategias de redacao e consideracoes eticasResumo capitulo 4 creswell   estrategias de redacao e consideracoes eticas
Resumo capitulo 4 creswell estrategias de redacao e consideracoes eticasRodrigo Nicéas
 
Seminário métodos qualitativos 2 _ corrigido
Seminário   métodos qualitativos 2 _ corrigidoSeminário   métodos qualitativos 2 _ corrigido
Seminário métodos qualitativos 2 _ corrigidoProcambiental
 
Diagnóstico da produção acadêmica docente no curso de administração
Diagnóstico da produção acadêmica docente no curso de administraçãoDiagnóstico da produção acadêmica docente no curso de administração
Diagnóstico da produção acadêmica docente no curso de administraçãoAlexey Carvalho
 
Ciência e métodos para a interdisciplinaridade (5o Workshop EGC/UFSC)
Ciência e métodos para a interdisciplinaridade (5o Workshop EGC/UFSC)Ciência e métodos para a interdisciplinaridade (5o Workshop EGC/UFSC)
Ciência e métodos para a interdisciplinaridade (5o Workshop EGC/UFSC)Vinícius M. Kern
 
Ceis - BORDER CROSSINGS: TERRITÓRIOS E FRONTEIRAS EM INVESTIGAÇÃO
Ceis - BORDER CROSSINGS: TERRITÓRIOS E FRONTEIRAS EM INVESTIGAÇÃOCeis - BORDER CROSSINGS: TERRITÓRIOS E FRONTEIRAS EM INVESTIGAÇÃO
Ceis - BORDER CROSSINGS: TERRITÓRIOS E FRONTEIRAS EM INVESTIGAÇÃOKarine Pinheiro
 
31_março_2017 aula presencial.pptx
31_março_2017 aula presencial.pptx31_março_2017 aula presencial.pptx
31_março_2017 aula presencial.pptxRobsonDorival1
 
Como elaborar um projeto de pesquisa - profa. Elizabeth Fantauzzi
Como elaborar um projeto de pesquisa - profa. Elizabeth FantauzziComo elaborar um projeto de pesquisa - profa. Elizabeth Fantauzzi
Como elaborar um projeto de pesquisa - profa. Elizabeth FantauzziElizabeth Fantauzzi
 
Metodo De Pesquisa Ensinando 2010
Metodo De Pesquisa Ensinando 2010Metodo De Pesquisa Ensinando 2010
Metodo De Pesquisa Ensinando 2010jhony
 
SLIDE METODOLOGIA DE PESQUISA USP (1).pptx
SLIDE METODOLOGIA DE PESQUISA USP (1).pptxSLIDE METODOLOGIA DE PESQUISA USP (1).pptx
SLIDE METODOLOGIA DE PESQUISA USP (1).pptxFABOLASOARESDOSREIS
 
Desenvolvendo sua pesquisa! O que é uma investigação científica?
Desenvolvendo sua pesquisa! O que é uma investigação científica?Desenvolvendo sua pesquisa! O que é uma investigação científica?
Desenvolvendo sua pesquisa! O que é uma investigação científica?Giuliafs
 
Aula 02 - Como elaborar perguntas relevantes.pdf
Aula 02 - Como elaborar perguntas relevantes.pdfAula 02 - Como elaborar perguntas relevantes.pdf
Aula 02 - Como elaborar perguntas relevantes.pdfKrainSanMelo
 
Pesquisando o ensino de ciências por investigação na educação básica utilizan...
Pesquisando o ensino de ciências por investigação na educação básica utilizan...Pesquisando o ensino de ciências por investigação na educação básica utilizan...
Pesquisando o ensino de ciências por investigação na educação básica utilizan...Ronaldo Santana
 

Semelhante a Informática na educação baseada em evidências (20)

Métodos de Pesquisa - Pós CAF - Fases da pesquisa
Métodos de Pesquisa - Pós CAF - Fases da pesquisaMétodos de Pesquisa - Pós CAF - Fases da pesquisa
Métodos de Pesquisa - Pós CAF - Fases da pesquisa
 
Educação e pesquisa em engenharia: inovações na busca e uso da informação
Educação e pesquisa em engenharia: inovações na busca e uso da informação Educação e pesquisa em engenharia: inovações na busca e uso da informação
Educação e pesquisa em engenharia: inovações na busca e uso da informação
 
Resumo capitulo 4 creswell estrategias de redacao e consideracoes eticas
Resumo capitulo 4 creswell   estrategias de redacao e consideracoes eticasResumo capitulo 4 creswell   estrategias de redacao e consideracoes eticas
Resumo capitulo 4 creswell estrategias de redacao e consideracoes eticas
 
Seminário métodos qualitativos 2 _ corrigido
Seminário   métodos qualitativos 2 _ corrigidoSeminário   métodos qualitativos 2 _ corrigido
Seminário métodos qualitativos 2 _ corrigido
 
Pesquisa em educação
Pesquisa em educaçãoPesquisa em educação
Pesquisa em educação
 
Diagnóstico da produção acadêmica docente no curso de administração
Diagnóstico da produção acadêmica docente no curso de administraçãoDiagnóstico da produção acadêmica docente no curso de administração
Diagnóstico da produção acadêmica docente no curso de administração
 
O que é pesquisa. projeto
O que é pesquisa. projetoO que é pesquisa. projeto
O que é pesquisa. projeto
 
Elaborando uma pesquisa qualitativa
Elaborando uma pesquisa qualitativaElaborando uma pesquisa qualitativa
Elaborando uma pesquisa qualitativa
 
Ciência e métodos para a interdisciplinaridade (5o Workshop EGC/UFSC)
Ciência e métodos para a interdisciplinaridade (5o Workshop EGC/UFSC)Ciência e métodos para a interdisciplinaridade (5o Workshop EGC/UFSC)
Ciência e métodos para a interdisciplinaridade (5o Workshop EGC/UFSC)
 
Ceis - BORDER CROSSINGS: TERRITÓRIOS E FRONTEIRAS EM INVESTIGAÇÃO
Ceis - BORDER CROSSINGS: TERRITÓRIOS E FRONTEIRAS EM INVESTIGAÇÃOCeis - BORDER CROSSINGS: TERRITÓRIOS E FRONTEIRAS EM INVESTIGAÇÃO
Ceis - BORDER CROSSINGS: TERRITÓRIOS E FRONTEIRAS EM INVESTIGAÇÃO
 
31_março_2017 aula presencial.pptx
31_março_2017 aula presencial.pptx31_março_2017 aula presencial.pptx
31_março_2017 aula presencial.pptx
 
Oficina uem 2017
Oficina uem 2017Oficina uem 2017
Oficina uem 2017
 
Aula 08 remota
Aula 08 remotaAula 08 remota
Aula 08 remota
 
Como elaborar um projeto de pesquisa - profa. Elizabeth Fantauzzi
Como elaborar um projeto de pesquisa - profa. Elizabeth FantauzziComo elaborar um projeto de pesquisa - profa. Elizabeth Fantauzzi
Como elaborar um projeto de pesquisa - profa. Elizabeth Fantauzzi
 
Metodo De Pesquisa Ensinando 2010
Metodo De Pesquisa Ensinando 2010Metodo De Pesquisa Ensinando 2010
Metodo De Pesquisa Ensinando 2010
 
SLIDE METODOLOGIA DE PESQUISA USP (1).pptx
SLIDE METODOLOGIA DE PESQUISA USP (1).pptxSLIDE METODOLOGIA DE PESQUISA USP (1).pptx
SLIDE METODOLOGIA DE PESQUISA USP (1).pptx
 
Pesquisa
PesquisaPesquisa
Pesquisa
 
Desenvolvendo sua pesquisa! O que é uma investigação científica?
Desenvolvendo sua pesquisa! O que é uma investigação científica?Desenvolvendo sua pesquisa! O que é uma investigação científica?
Desenvolvendo sua pesquisa! O que é uma investigação científica?
 
Aula 02 - Como elaborar perguntas relevantes.pdf
Aula 02 - Como elaborar perguntas relevantes.pdfAula 02 - Como elaborar perguntas relevantes.pdf
Aula 02 - Como elaborar perguntas relevantes.pdf
 
Pesquisando o ensino de ciências por investigação na educação básica utilizan...
Pesquisando o ensino de ciências por investigação na educação básica utilizan...Pesquisando o ensino de ciências por investigação na educação básica utilizan...
Pesquisando o ensino de ciências por investigação na educação básica utilizan...
 

Mais de Raquel Salcedo Gomes

Trajetórias de aprendizagem para navegar o século XXI.pdf
Trajetórias de aprendizagem para navegar o século XXI.pdfTrajetórias de aprendizagem para navegar o século XXI.pdf
Trajetórias de aprendizagem para navegar o século XXI.pdfRaquel Salcedo Gomes
 
Trajetórias de Aprendizagem Visível em Ambiente Informatizado
Trajetórias de Aprendizagem Visível em Ambiente InformatizadoTrajetórias de Aprendizagem Visível em Ambiente Informatizado
Trajetórias de Aprendizagem Visível em Ambiente InformatizadoRaquel Salcedo Gomes
 
Cultura digital ou digitalização da cultura
Cultura digital ou digitalização da culturaCultura digital ou digitalização da cultura
Cultura digital ou digitalização da culturaRaquel Salcedo Gomes
 
Trajetórias de aprendizagem e os 20 princípios da APA sobre ensino e aprendiz...
Trajetórias de aprendizagem e os 20 princípios da APA sobre ensino e aprendiz...Trajetórias de aprendizagem e os 20 princípios da APA sobre ensino e aprendiz...
Trajetórias de aprendizagem e os 20 princípios da APA sobre ensino e aprendiz...Raquel Salcedo Gomes
 
História das tecnologias cognitivas e suas implicações educacionais
História das tecnologias cognitivas e suas implicações educacionaisHistória das tecnologias cognitivas e suas implicações educacionais
História das tecnologias cognitivas e suas implicações educacionaisRaquel Salcedo Gomes
 
Desafios da educação na pandemia
Desafios da educação na pandemiaDesafios da educação na pandemia
Desafios da educação na pandemiaRaquel Salcedo Gomes
 
What happened to cognitive science? O que aconteceu com a ciência cognitiva?
What happened to cognitive science? O que aconteceu com a ciência cognitiva?What happened to cognitive science? O que aconteceu com a ciência cognitiva?
What happened to cognitive science? O que aconteceu com a ciência cognitiva?Raquel Salcedo Gomes
 
Cognição 4E - Evolução da cognição
Cognição 4E - Evolução da cogniçãoCognição 4E - Evolução da cognição
Cognição 4E - Evolução da cogniçãoRaquel Salcedo Gomes
 
Benjamin Bloom, Mastery Learning, Objetivos Educacionais
Benjamin Bloom, Mastery Learning, Objetivos EducacionaisBenjamin Bloom, Mastery Learning, Objetivos Educacionais
Benjamin Bloom, Mastery Learning, Objetivos EducacionaisRaquel Salcedo Gomes
 
Pesquisa em informática na educação e ciências cognitivas
Pesquisa em informática na educação e ciências cognitivasPesquisa em informática na educação e ciências cognitivas
Pesquisa em informática na educação e ciências cognitivasRaquel Salcedo Gomes
 
Fechamento Pierre Lévy - O que é o virtual?
Fechamento Pierre Lévy - O que é o virtual?Fechamento Pierre Lévy - O que é o virtual?
Fechamento Pierre Lévy - O que é o virtual?Raquel Salcedo Gomes
 
Inteligência Coletiva - Pierre Lévy
Inteligência Coletiva - Pierre Lévy Inteligência Coletiva - Pierre Lévy
Inteligência Coletiva - Pierre Lévy Raquel Salcedo Gomes
 
Pierre Lévy e as humanidades digitais
Pierre Lévy e as humanidades digitaisPierre Lévy e as humanidades digitais
Pierre Lévy e as humanidades digitaisRaquel Salcedo Gomes
 
Pervasive Computing: Vision and Challenges
Pervasive Computing: Vision and ChallengesPervasive Computing: Vision and Challenges
Pervasive Computing: Vision and ChallengesRaquel Salcedo Gomes
 
Mobilidade e tecnocultura: q linguajar é esse?
Mobilidade e tecnocultura: q linguajar é esse?Mobilidade e tecnocultura: q linguajar é esse?
Mobilidade e tecnocultura: q linguajar é esse?Raquel Salcedo Gomes
 

Mais de Raquel Salcedo Gomes (20)

Trajetórias de aprendizagem para navegar o século XXI.pdf
Trajetórias de aprendizagem para navegar o século XXI.pdfTrajetórias de aprendizagem para navegar o século XXI.pdf
Trajetórias de aprendizagem para navegar o século XXI.pdf
 
Trajetórias de Aprendizagem Visível em Ambiente Informatizado
Trajetórias de Aprendizagem Visível em Ambiente InformatizadoTrajetórias de Aprendizagem Visível em Ambiente Informatizado
Trajetórias de Aprendizagem Visível em Ambiente Informatizado
 
Cultura digital ou digitalização da cultura
Cultura digital ou digitalização da culturaCultura digital ou digitalização da cultura
Cultura digital ou digitalização da cultura
 
Trajetórias de aprendizagem e os 20 princípios da APA sobre ensino e aprendiz...
Trajetórias de aprendizagem e os 20 princípios da APA sobre ensino e aprendiz...Trajetórias de aprendizagem e os 20 princípios da APA sobre ensino e aprendiz...
Trajetórias de aprendizagem e os 20 princípios da APA sobre ensino e aprendiz...
 
História das tecnologias cognitivas e suas implicações educacionais
História das tecnologias cognitivas e suas implicações educacionaisHistória das tecnologias cognitivas e suas implicações educacionais
História das tecnologias cognitivas e suas implicações educacionais
 
Desafios da educação na pandemia
Desafios da educação na pandemiaDesafios da educação na pandemia
Desafios da educação na pandemia
 
What happened to cognitive science? O que aconteceu com a ciência cognitiva?
What happened to cognitive science? O que aconteceu com a ciência cognitiva?What happened to cognitive science? O que aconteceu com a ciência cognitiva?
What happened to cognitive science? O que aconteceu com a ciência cognitiva?
 
Cognição 4E - Evolução da cognição
Cognição 4E - Evolução da cogniçãoCognição 4E - Evolução da cognição
Cognição 4E - Evolução da cognição
 
Cognição enativa e linguagem
Cognição enativa e linguagemCognição enativa e linguagem
Cognição enativa e linguagem
 
Benjamin Bloom, Mastery Learning, Objetivos Educacionais
Benjamin Bloom, Mastery Learning, Objetivos EducacionaisBenjamin Bloom, Mastery Learning, Objetivos Educacionais
Benjamin Bloom, Mastery Learning, Objetivos Educacionais
 
Educação na cultura digital
Educação na cultura digitalEducação na cultura digital
Educação na cultura digital
 
Pesquisa em informática na educação e ciências cognitivas
Pesquisa em informática na educação e ciências cognitivasPesquisa em informática na educação e ciências cognitivas
Pesquisa em informática na educação e ciências cognitivas
 
Fechamento Pierre Lévy - O que é o virtual?
Fechamento Pierre Lévy - O que é o virtual?Fechamento Pierre Lévy - O que é o virtual?
Fechamento Pierre Lévy - O que é o virtual?
 
O que é o virtual? Pierre Lévy
O que é o virtual? Pierre LévyO que é o virtual? Pierre Lévy
O que é o virtual? Pierre Lévy
 
Inteligência Coletiva - Pierre Lévy
Inteligência Coletiva - Pierre Lévy Inteligência Coletiva - Pierre Lévy
Inteligência Coletiva - Pierre Lévy
 
Pierre Lévy e as humanidades digitais
Pierre Lévy e as humanidades digitaisPierre Lévy e as humanidades digitais
Pierre Lévy e as humanidades digitais
 
Pervasive Computing: Vision and Challenges
Pervasive Computing: Vision and ChallengesPervasive Computing: Vision and Challenges
Pervasive Computing: Vision and Challenges
 
Bergson e Maturana em minha tese
Bergson e Maturana em minha teseBergson e Maturana em minha tese
Bergson e Maturana em minha tese
 
Poesia - Modernistas (1945-1960)
Poesia - Modernistas (1945-1960)Poesia - Modernistas (1945-1960)
Poesia - Modernistas (1945-1960)
 
Mobilidade e tecnocultura: q linguajar é esse?
Mobilidade e tecnocultura: q linguajar é esse?Mobilidade e tecnocultura: q linguajar é esse?
Mobilidade e tecnocultura: q linguajar é esse?
 

Último

Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptxlucioalmeida2702
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxlucivaniaholanda
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Rosana Andrea Miranda
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAElianeAlves383563
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptxLuana240603
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoVALMIRARIBEIRO1
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroBrenda Fritz
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxRaquelMartins389880
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfssuserbb4ac2
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfmaria794949
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 

Último (20)

Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 

Informática na educação baseada em evidências

  • 1. BALIZAS PARA UMA REVISÃO SISTEMÁTICA DA LITERATURA BITTENCOURT & ISOTANI (2018): INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO BASEADA EM EVIDÊNCIAS: UM MANIFESTO Profa. Dra. Raquel Salcedo Gomes Leitura Dirigida em Trajetórias de Aprendizagem
  • 2. SOBRE IE PRIMEIRAS IDEIAS • Auto-reflexão, busca de melhoria do sujeito pesquisador • Evidência e reprodutividade como fatores de melhoria da qualidade das pesquisas • Dez princípios • IE como área estratégica para o desenvolvimento social e econômico do país
  • 3. ÁREA ESTRATÉGICA IE • Primeiras pesquisas na década de 1970 • RBIE lançada em 1997 • Aprox. 3000 pesquisadores na lista de discussão SBC-IE • Novos pesquisadores de todas as áreas • Dentro da computação, a IE é uma das mais democráticas • Diferentes temas, diferentes origens, diferentes métodos • Poucas pesquisas de excelência e de nível internacional (razões: p. 109)
  • 4. • Evidências científicas que sustentem as proposições feitas - quantitativas, qualitativas ou mistas • SBIE possui 90% dos trabalhos publicados sem evidências • Sem evidências não há reprodutibilidade, pois não há como comparar resultados nem verificar a adequação dos métodos • Reprodutibilidade é essencial ao progresso científico - p. 110 IE ÁREA ESTRATÉGICA
  • 5. PARA UMA IE BASEADA EM EVIDÊNCIAS PRINCÍPIOS • 1) Menos monólogo, mais diálogo (com clareza conceitual, validação dos instrumentos e dados disponíveis) - p. 111 • 2) Menos estudos independentes, mais estudos fundamentados no estado da arte - Homework • REVISÃO DE LITERATURA!!!! • Sempre redigir uma seção de trabalhos relacionados • Fundamentação teórica x trabalhos relacionados • Contribuir com a área, não apenas consigo mesmo
  • 6. MÉTODO: BUSCAR ONLINE E ENTREVISTAR SÊNIORS HOMEWORK • Quem são os pesquisadores ou grupos de pesquisa mais importantes em sua grande área de atuação (IE) que têm destaque no Brasil? E no exterior? • E quanto às pesquisas em Trajetórias de Aprendizagem? Quem são os principais grupos/pesquisadores brasileiros e estrangeiros? • Quais os principais desafios e questões de pesquisa em IE? • Quais os desafios e questões de pesquisa mais relevantes no estudo de Trajetórias de Aprendizagem?
  • 7. • 3) Menos teorias avulsas, mais compromisso ontológico e epistemológico (p. 112, 113) • 4) Menos propostas conceituais, mais validação científica (cuidado com as modas, salame science, Capes) • 5) Menos questionários próprios, mais instrumentos validados (p. 114) - falta de formação sobre métodos de pesquisa para a área • 6) Menos purismo acadêmico, mais interface com o sistema educacional (p. 114, 115) - descrença na pesquisa e na ciência nacionais • 7) Menos descontinuidade, mais foco em objetivos de longo prazo (p. 115) PRINCÍPIOS PARA UMA IE BASEADA EM EVIDÊNCIAS
  • 8. • 8) Menos pesquisas de caixa-preta, mais abertura de dados - compartilhamento de dados, métodos, instrumentos e resultados (p. 116) • 9) Menos egocentrismo, mais altruísmo científico (p. 117) • 10) Menos nós, mais todos nós - http://www.icmc.usp.br/e/1421e PRINCÍPIOS PARA UMA IE BASEADA EM EVIDÊNCIAS
  • 9. FUTURE IDEAS • Literatura sobre IE • Fundamentos ontológicos, epistemológicos e metodológicos da IE • Benchmarkings de pesquisas baseadas em evidências • Buscar instrumentos validados (estudar metodologia) • Pesquisar na e para a escola • Olhar crítico sobre as modas - hypes e o sistema produtivista de avaliação
  • 10. MÉTODO: BUSCAR ONLINE E ENTREVISTAR SÊNIORS LEMBRETE: HOMEWORK • Quem são os pesquisadores ou grupos de pesquisa mais importantes em sua grande área de atuação (IE) que têm destaque no Brasil? E no exterior? • E quanto às pesquisas em Trajetórias de Aprendizagem? Quem são os principais grupos/pesquisadores brasileiros e estrangeiros? • Quais os principais desafios e questões de pesquisa em IE? • Quais os desafios e questões de pesquisa mais relevantes no estudo de Trajetórias de Aprendizagem?