SlideShare uma empresa Scribd logo
Exercícios de revisão
1- (Cesgranrio-RJ) Um automóvel, partindo do repouso, leva 5,0 s para
percorrer 25 m, em movimento uniformemente variado. A velocidade final do
automóvel é de:
2- A velocidade de um automóvel que viaja para leste é reduzida
uniformemente de 72 km/h para 36 km/h em uma distância de 50 m. O
módulo da aceleração desse automóvel, em m/s², é de:
3- (UEPA) Ao sair de uma curva a 72 km/h, um motorista se surpreende com
uma lombada eletrônica a sua frente. No momento em que ele aciona os
freios, está a 100 m da lombada. Considerando-se que o carro desacelera
uniformemente a 1,5 m/s², a velocidade escalar indicada, no momento exato
em que o motorista cruza a lombada, em m/s, é:
4- (UFSE) Um veículo, partindo do repouso, move-se em linha reta com
aceleração constante a = 2 m/s². A distância percorrida pelo veículo após 10 s
é de:
5- (Mackenzie-SP) Um trem de 120 m de comprimento se desloca com
velocidade escalar de 20 m/s. Esse trem, ao iniciar a travessia de uma
ponte, freia uniformemente, saindo completamente da mesma 10 s após com
velocidade escalar de 10 m/s. O comprimento da ponte é:
6- (Fuvest-SP) Um veículo parte do repouso, em movimento retilíneo e
acelera à razão constante de 2 m/s². Pode-se dizer que sua velocidade e a
distância percorrida, após 3 s, valem, respectivamente:
7- (UFPA-PA) Ao sair de uma curva a 72 km/h, um motorista se surpreende
com uma lombada eletrônica a sua frente. No momento em que aciona os
freios, está a 100 m da lombada. Considerando-se que o carro desacelera a -
1,5 m/s², a velocidade escalar indicada, no exato momento em que o
motorista cruza a lombada, em km/h, é:
8- (FUVEST) Um corpo é solto, a partir do repouso, do topo de um edifício de
80m de altura. Despreze a resistência do ar e adote g = 10 m/s². O tempo de
queda até o solo e o módulo da velocidade com que o corpo atinge o solo
são:
9- (FUVEST) Um corpo é disparado do solo, verticalmente para cima, com
velocidade inicial de módulo igual a 200 m/s. Desprezando a resistência do ar
e adotando g = 10 m/s², a altura máxima alcançada pelo projétil e o tempo
necessário para alcançá-la são respectivamente:
10- (PUC-RIO 2009) Um objeto é lançado verticalmente para cima de uma
base com velocidade v = 30 m/s. Considerando a aceleração da gravidade g
= 10 m/s² e desprezando-se a resistência do ar, determine o tempo que o
objeto leva para voltar à base da qual foi lançado.
11- (PUC-RIO 2009) Um objeto é lançado verticalmente para cima, de uma
base, com velocidade v = 30 m/s. Indique a distância total percorrida pelo
objeto desde sua saída da base até seu retorno, considerando a aceleração
da gravidade g = 10 m/s² e desprezando a resistência do ar.
12- (PUC-RIO 2009) Uma bola é lançada verticalmente para cima. Podemos
dizer que no ponto mais alto de sua trajetória:
a) a velocidade da bola é mínima, e a aceleração da bola é nula.
b) a velocidade da bola é mínima, e a aceleração da bola é vertical e para
cima.
c) a velocidade da bola é máxima, e a aceleração da bola é vertical e para
cima.
d) a velocidade da bola é mínima, e a aceleração da bola é vertical e para
baixo.
e) a velocidade da bola é máxima, e a aceleração da bola é vertical e para
baixo.
13- (UFAL) Uma pedra é abandonada de uma altura de 7,2 m, adotando g =
10 m/s² e desprezando-se a resistência do ar, pode-se afirmar que a sua
velocidade escalar ao atingir o solo será:
14- (PUC-RIO 2008) Uma bola é lançada verticalmente para cima, a partir do
solo, e atinge uma altura máxima de 20 m. Considerando a aceleração da
gravidade g = 10 m/s², a velocidade inicial de lançamento e o tempo de
subida da bola são:
15- Uma pulga pode dar saltos verticais de até 130 vezes sua própria altura.
Para isto, ela imprime a seu corpo um impulso que resulta numa aceleração
ascendente. Qual é a velocidade inicial necessária para a pulga alcançar uma
altura de 0,2 m? Adote g = 10m/s².

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Potencial elétrico
Potencial elétricoPotencial elétrico
Potencial elétrico
 
Leis De Newton
Leis De NewtonLeis De Newton
Leis De Newton
 
9 ano leis de newton
9 ano leis de newton9 ano leis de newton
9 ano leis de newton
 
Força e movimento
Força e movimentoForça e movimento
Força e movimento
 
Campo elétrico
Campo elétricoCampo elétrico
Campo elétrico
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismo
 
Aula 04 espelhos esféricos
Aula 04   espelhos esféricosAula 04   espelhos esféricos
Aula 04 espelhos esféricos
 
Aula 3 mruv
Aula 3  mruvAula 3  mruv
Aula 3 mruv
 
M.R.U.V.
M.R.U.V.M.R.U.V.
M.R.U.V.
 
Força elétrica parte 1
Força elétrica parte 1Força elétrica parte 1
Força elétrica parte 1
 
Física - Lançamento Vertical
Física - Lançamento VerticalFísica - Lançamento Vertical
Física - Lançamento Vertical
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismo
 
Movimento retilíeno uniformemente variado - MRUV
Movimento retilíeno uniformemente variado - MRUVMovimento retilíeno uniformemente variado - MRUV
Movimento retilíeno uniformemente variado - MRUV
 
Princípios da Óptica Geométrica
Princípios da Óptica GeométricaPrincípios da Óptica Geométrica
Princípios da Óptica Geométrica
 
Cinemática Vetorial
Cinemática VetorialCinemática Vetorial
Cinemática Vetorial
 
Aula lançameto vertical e queda livre
Aula lançameto vertical e queda livreAula lançameto vertical e queda livre
Aula lançameto vertical e queda livre
 
Física 1º ano prof. pedro ivo - (movimento retilíneo uniforme )
Física 1º ano   prof. pedro ivo - (movimento retilíneo uniforme )Física 1º ano   prof. pedro ivo - (movimento retilíneo uniforme )
Física 1º ano prof. pedro ivo - (movimento retilíneo uniforme )
 
Aula 1 velocidade média
Aula 1  velocidade médiaAula 1  velocidade média
Aula 1 velocidade média
 
Aceleração
AceleraçãoAceleração
Aceleração
 
Lançamento horizontal
Lançamento horizontalLançamento horizontal
Lançamento horizontal
 

Destaque

54070195 movimento retilineouniformementevariado
54070195 movimento retilineouniformementevariado54070195 movimento retilineouniformementevariado
54070195 movimento retilineouniformementevariadoafpinto
 
Movimento retilineo uniformemente variavel cfq
Movimento retilineo uniformemente variavel cfqMovimento retilineo uniformemente variavel cfq
Movimento retilineo uniformemente variavel cfqRita Pereira
 
Sinais no movimento retilíneo uniformemente variado
Sinais no movimento retilíneo uniformemente variadoSinais no movimento retilíneo uniformemente variado
Sinais no movimento retilíneo uniformemente variadoWagner Moreira da Silva
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Movimento Circular
www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Movimento Circularwww.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Movimento Circular
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Movimento CircularVideoaulas De Física Apoio
 
Mecânica-cinemática 2012
Mecânica-cinemática 2012Mecânica-cinemática 2012
Mecânica-cinemática 2012Paulo Filho
 
Blog Esquema
Blog EsquemaBlog Esquema
Blog EsquemaDANNY´S
 
Movimento uniforme, uniformemente variado e
Movimento uniforme, uniformemente variado eMovimento uniforme, uniformemente variado e
Movimento uniforme, uniformemente variado eRoniel Santos
 
BARÃO DE INOHAN 132 - 29 de setembro de 2016
BARÃO DE INOHAN 132 - 29 de setembro de 2016BARÃO DE INOHAN 132 - 29 de setembro de 2016
BARÃO DE INOHAN 132 - 29 de setembro de 2016Pery Salgado
 
Fisica 1 exercicios gabarito 14
Fisica 1 exercicios gabarito 14Fisica 1 exercicios gabarito 14
Fisica 1 exercicios gabarito 14comentada
 
Movimento Circular
Movimento CircularMovimento Circular
Movimento CircularMiky Mine
 
Aula cinematica primeiro_dia_de_aula_1_ano
Aula cinematica primeiro_dia_de_aula_1_anoAula cinematica primeiro_dia_de_aula_1_ano
Aula cinematica primeiro_dia_de_aula_1_anoPéricles Penuel
 
Exercícios MUV + MCU + Leis de Newton
Exercícios MUV + MCU + Leis de NewtonExercícios MUV + MCU + Leis de Newton
Exercícios MUV + MCU + Leis de NewtonMarco Antonio Sanches
 
Deslocamento+e+lançamento1
Deslocamento+e+lançamento1Deslocamento+e+lançamento1
Deslocamento+e+lançamento1Everton Moraes
 
Movimento Retilíneo Uniformemente Variado
Movimento Retilíneo Uniformemente VariadoMovimento Retilíneo Uniformemente Variado
Movimento Retilíneo Uniformemente VariadoDaniela F Almenara
 

Destaque (20)

54070195 movimento retilineouniformementevariado
54070195 movimento retilineouniformementevariado54070195 movimento retilineouniformementevariado
54070195 movimento retilineouniformementevariado
 
Movimento retilineo uniformemente variavel cfq
Movimento retilineo uniformemente variavel cfqMovimento retilineo uniformemente variavel cfq
Movimento retilineo uniformemente variavel cfq
 
Sinais no movimento retilíneo uniformemente variado
Sinais no movimento retilíneo uniformemente variadoSinais no movimento retilíneo uniformemente variado
Sinais no movimento retilíneo uniformemente variado
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Movimento Circular
www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Movimento Circularwww.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Movimento Circular
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Movimento Circular
 
Mecânica-cinemática 2012
Mecânica-cinemática 2012Mecânica-cinemática 2012
Mecânica-cinemática 2012
 
Mrumariana
MrumarianaMrumariana
Mrumariana
 
Blog Esquema
Blog EsquemaBlog Esquema
Blog Esquema
 
Movimento uniforme, uniformemente variado e
Movimento uniforme, uniformemente variado eMovimento uniforme, uniformemente variado e
Movimento uniforme, uniformemente variado e
 
BARÃO DE INOHAN 132 - 29 de setembro de 2016
BARÃO DE INOHAN 132 - 29 de setembro de 2016BARÃO DE INOHAN 132 - 29 de setembro de 2016
BARÃO DE INOHAN 132 - 29 de setembro de 2016
 
Fisica 1 exercicios gabarito 14
Fisica 1 exercicios gabarito 14Fisica 1 exercicios gabarito 14
Fisica 1 exercicios gabarito 14
 
Movimento Circular
Movimento CircularMovimento Circular
Movimento Circular
 
Aula cinematica primeiro_dia_de_aula_1_ano
Aula cinematica primeiro_dia_de_aula_1_anoAula cinematica primeiro_dia_de_aula_1_ano
Aula cinematica primeiro_dia_de_aula_1_ano
 
Cinematica
CinematicaCinematica
Cinematica
 
Exercícios MUV + MCU + Leis de Newton
Exercícios MUV + MCU + Leis de NewtonExercícios MUV + MCU + Leis de Newton
Exercícios MUV + MCU + Leis de Newton
 
Deslocamento+e+lançamento1
Deslocamento+e+lançamento1Deslocamento+e+lançamento1
Deslocamento+e+lançamento1
 
09 movimento variado
09  movimento variado09  movimento variado
09 movimento variado
 
Movimento Retilineo Uniforme
Movimento Retilineo UniformeMovimento Retilineo Uniforme
Movimento Retilineo Uniforme
 
Resumos fisico química
Resumos fisico químicaResumos fisico química
Resumos fisico química
 
Movimento circular
Movimento circularMovimento circular
Movimento circular
 
Movimento Retilíneo Uniformemente Variado
Movimento Retilíneo Uniformemente VariadoMovimento Retilíneo Uniformemente Variado
Movimento Retilíneo Uniformemente Variado
 

Semelhante a Movimento Uniformemente Variado

Lista (CA) Cinemática avançada
Lista (CA) Cinemática avançadaLista (CA) Cinemática avançada
Lista (CA) Cinemática avançadaGilberto Rocha
 
Simulado 2 _abril1398617914_exercicio
Simulado 2 _abril1398617914_exercicioSimulado 2 _abril1398617914_exercicio
Simulado 2 _abril1398617914_exercicioROBSONVINAS
 
2409 atividades de física assunto mru e mruv prof waldir montenegro
2409 atividades de física assunto mru  e  mruv prof waldir montenegro2409 atividades de física assunto mru  e  mruv prof waldir montenegro
2409 atividades de física assunto mru e mruv prof waldir montenegroWaldir Montenegro
 
Fisica exercicios cinematica
Fisica exercicios cinematicaFisica exercicios cinematica
Fisica exercicios cinematicasuellem camillato
 
Lista Cinemática (C2) MRUV
Lista Cinemática (C2) MRUVLista Cinemática (C2) MRUV
Lista Cinemática (C2) MRUVGilberto Rocha
 
Atividades de física 1° ano prof waldir montenegro .queda livre e lançamentos
Atividades de física 1° ano prof waldir  montenegro .queda livre e lançamentosAtividades de física 1° ano prof waldir  montenegro .queda livre e lançamentos
Atividades de física 1° ano prof waldir montenegro .queda livre e lançamentosWaldir Montenegro
 
Apostila queda livre e l vertical
Apostila queda livre e l verticalApostila queda livre e l vertical
Apostila queda livre e l verticalAnselmo Roxa
 
65846979 lista5-c inematica
65846979 lista5-c inematica65846979 lista5-c inematica
65846979 lista5-c inematicaSamuel Fonseca
 
Apostila queda livre e l vertical
Apostila queda livre e l verticalApostila queda livre e l vertical
Apostila queda livre e l verticalpensefisica
 
Av2 1º ano 3º bim listão
Av2 1º ano 3º bim   listãoAv2 1º ano 3º bim   listão
Av2 1º ano 3º bim listãojacoanderle
 
Lista 03 movimento uniforme - resoluções
Lista 03   movimento uniforme - resoluçõesLista 03   movimento uniforme - resoluções
Lista 03 movimento uniforme - resoluçõesRamon Souza
 

Semelhante a Movimento Uniformemente Variado (20)

Lista (CA) Cinemática avançada
Lista (CA) Cinemática avançadaLista (CA) Cinemática avançada
Lista (CA) Cinemática avançada
 
Simulado 2 _abril1398617914_exercicio
Simulado 2 _abril1398617914_exercicioSimulado 2 _abril1398617914_exercicio
Simulado 2 _abril1398617914_exercicio
 
2409 atividades de física assunto mru e mruv prof waldir montenegro
2409 atividades de física assunto mru  e  mruv prof waldir montenegro2409 atividades de física assunto mru  e  mruv prof waldir montenegro
2409 atividades de física assunto mru e mruv prof waldir montenegro
 
Fisica exercicios cinematica
Fisica exercicios cinematicaFisica exercicios cinematica
Fisica exercicios cinematica
 
Queda livre exer
Queda livre exerQueda livre exer
Queda livre exer
 
Muv
MuvMuv
Muv
 
Mecânica - Série ENEM
Mecânica - Série ENEMMecânica - Série ENEM
Mecânica - Série ENEM
 
lista de exercícios de mru e mruv
 lista de exercícios de mru e mruv lista de exercícios de mru e mruv
lista de exercícios de mru e mruv
 
Lista Cinemática (C2) MRUV
Lista Cinemática (C2) MRUVLista Cinemática (C2) MRUV
Lista Cinemática (C2) MRUV
 
104 lançamentos
104 lançamentos104 lançamentos
104 lançamentos
 
Atividades de física 1° ano prof waldir montenegro .queda livre e lançamentos
Atividades de física 1° ano prof waldir  montenegro .queda livre e lançamentosAtividades de física 1° ano prof waldir  montenegro .queda livre e lançamentos
Atividades de física 1° ano prof waldir montenegro .queda livre e lançamentos
 
Apostila queda livre e l vertical
Apostila queda livre e l verticalApostila queda livre e l vertical
Apostila queda livre e l vertical
 
Lista EsPCEX
Lista EsPCEXLista EsPCEX
Lista EsPCEX
 
Lista Pré-Vest
Lista Pré-VestLista Pré-Vest
Lista Pré-Vest
 
Lista EEAR
Lista EEARLista EEAR
Lista EEAR
 
65846979 lista5-c inematica
65846979 lista5-c inematica65846979 lista5-c inematica
65846979 lista5-c inematica
 
Apostila queda livre e l vertical
Apostila queda livre e l verticalApostila queda livre e l vertical
Apostila queda livre e l vertical
 
Questões de física
Questões de físicaQuestões de física
Questões de física
 
Av2 1º ano 3º bim listão
Av2 1º ano 3º bim   listãoAv2 1º ano 3º bim   listão
Av2 1º ano 3º bim listão
 
Lista 03 movimento uniforme - resoluções
Lista 03   movimento uniforme - resoluçõesLista 03   movimento uniforme - resoluções
Lista 03 movimento uniforme - resoluções
 

Mais de Marco Antonio Sanches (20)

Hidrostática (versão 2018)
Hidrostática (versão 2018)Hidrostática (versão 2018)
Hidrostática (versão 2018)
 
Refração da luz e espelhos planos (versão 2018)
Refração da luz e espelhos planos (versão 2018)Refração da luz e espelhos planos (versão 2018)
Refração da luz e espelhos planos (versão 2018)
 
Estudo dos receptores (2017)
Estudo dos receptores (2017)Estudo dos receptores (2017)
Estudo dos receptores (2017)
 
Óptica geométrica (2017)
Óptica geométrica (2017)Óptica geométrica (2017)
Óptica geométrica (2017)
 
Estudo dos Geradores (2017)
Estudo dos Geradores (2017)Estudo dos Geradores (2017)
Estudo dos Geradores (2017)
 
Termodinâmica (2017)
Termodinâmica (2017)Termodinâmica (2017)
Termodinâmica (2017)
 
Primeira Lei da Termodinâmica
Primeira Lei da TermodinâmicaPrimeira Lei da Termodinâmica
Primeira Lei da Termodinâmica
 
Associação de resistores
Associação de resistoresAssociação de resistores
Associação de resistores
 
Diagrama de fases
Diagrama de fasesDiagrama de fases
Diagrama de fases
 
Ondulatória
OndulatóriaOndulatória
Ondulatória
 
Mudança de fase (2017)
Mudança de fase (2017)Mudança de fase (2017)
Mudança de fase (2017)
 
Calorimetria (2017)
Calorimetria (2017)Calorimetria (2017)
Calorimetria (2017)
 
Óptica geométrica - Revisão 3º EM (2017)
Óptica geométrica - Revisão 3º EM (2017)Óptica geométrica - Revisão 3º EM (2017)
Óptica geométrica - Revisão 3º EM (2017)
 
Hidrostática - revisão 2º EM (2017)
Hidrostática - revisão 2º EM (2017)Hidrostática - revisão 2º EM (2017)
Hidrostática - revisão 2º EM (2017)
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismo
 
Estudo dos gases
Estudo dos gasesEstudo dos gases
Estudo dos gases
 
Apostila eletrostática
Apostila eletrostáticaApostila eletrostática
Apostila eletrostática
 
Oficina App Inventor
Oficina App InventorOficina App Inventor
Oficina App Inventor
 
Termodinâmica
TermodinâmicaTermodinâmica
Termodinâmica
 
Mudança de fase
Mudança de faseMudança de fase
Mudança de fase
 

Último

Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assisbrunocali007
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosbiancaborges0906
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoPedroFerreira53928
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfPastor Robson Colaço
 
Atividade português 7 ano página 38 a 40
Atividade português 7 ano página 38 a 40Atividade português 7 ano página 38 a 40
Atividade português 7 ano página 38 a 40vitoriaalyce2011
 
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-carloseduardogonalve36
 
00Certificado - MBA - Gestão de projetos
00Certificado - MBA - Gestão de projetos00Certificado - MBA - Gestão de projetos
00Certificado - MBA - Gestão de projetosLeonardoHenrique931183
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdfARIANAMENDES11
 
Junho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na IgrejaJunho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na IgrejaComando Resgatai
 
Desastres ambientais e vulnerabilidadess
Desastres ambientais e vulnerabilidadessDesastres ambientais e vulnerabilidadess
Desastres ambientais e vulnerabilidadessRodrigoGonzlez461291
 
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdfEvangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdfPastor Robson Colaço
 
hereditariedade é variabilidade genetic
hereditariedade é variabilidade  genetichereditariedade é variabilidade  genetic
hereditariedade é variabilidade geneticMrMartnoficial
 
ATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptx
ATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptxATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptx
ATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptxmairaviani
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - FalamansaMary Alvarenga
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Rosana Andrea Miranda
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorRecurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorCasa Ciências
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 

Último (20)

Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
Atividade português 7 ano página 38 a 40
Atividade português 7 ano página 38 a 40Atividade português 7 ano página 38 a 40
Atividade português 7 ano página 38 a 40
 
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
 
00Certificado - MBA - Gestão de projetos
00Certificado - MBA - Gestão de projetos00Certificado - MBA - Gestão de projetos
00Certificado - MBA - Gestão de projetos
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
Junho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na IgrejaJunho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
 
Desastres ambientais e vulnerabilidadess
Desastres ambientais e vulnerabilidadessDesastres ambientais e vulnerabilidadess
Desastres ambientais e vulnerabilidadess
 
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdfEvangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
 
hereditariedade é variabilidade genetic
hereditariedade é variabilidade  genetichereditariedade é variabilidade  genetic
hereditariedade é variabilidade genetic
 
ATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptx
ATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptxATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptx
ATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptx
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorRecurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 

Movimento Uniformemente Variado

  • 2. 1- (Cesgranrio-RJ) Um automóvel, partindo do repouso, leva 5,0 s para percorrer 25 m, em movimento uniformemente variado. A velocidade final do automóvel é de: 2- A velocidade de um automóvel que viaja para leste é reduzida uniformemente de 72 km/h para 36 km/h em uma distância de 50 m. O módulo da aceleração desse automóvel, em m/s², é de: 3- (UEPA) Ao sair de uma curva a 72 km/h, um motorista se surpreende com uma lombada eletrônica a sua frente. No momento em que ele aciona os freios, está a 100 m da lombada. Considerando-se que o carro desacelera uniformemente a 1,5 m/s², a velocidade escalar indicada, no momento exato em que o motorista cruza a lombada, em m/s, é: 4- (UFSE) Um veículo, partindo do repouso, move-se em linha reta com aceleração constante a = 2 m/s². A distância percorrida pelo veículo após 10 s é de:
  • 3. 5- (Mackenzie-SP) Um trem de 120 m de comprimento se desloca com velocidade escalar de 20 m/s. Esse trem, ao iniciar a travessia de uma ponte, freia uniformemente, saindo completamente da mesma 10 s após com velocidade escalar de 10 m/s. O comprimento da ponte é: 6- (Fuvest-SP) Um veículo parte do repouso, em movimento retilíneo e acelera à razão constante de 2 m/s². Pode-se dizer que sua velocidade e a distância percorrida, após 3 s, valem, respectivamente: 7- (UFPA-PA) Ao sair de uma curva a 72 km/h, um motorista se surpreende com uma lombada eletrônica a sua frente. No momento em que aciona os freios, está a 100 m da lombada. Considerando-se que o carro desacelera a - 1,5 m/s², a velocidade escalar indicada, no exato momento em que o motorista cruza a lombada, em km/h, é:
  • 4. 8- (FUVEST) Um corpo é solto, a partir do repouso, do topo de um edifício de 80m de altura. Despreze a resistência do ar e adote g = 10 m/s². O tempo de queda até o solo e o módulo da velocidade com que o corpo atinge o solo são: 9- (FUVEST) Um corpo é disparado do solo, verticalmente para cima, com velocidade inicial de módulo igual a 200 m/s. Desprezando a resistência do ar e adotando g = 10 m/s², a altura máxima alcançada pelo projétil e o tempo necessário para alcançá-la são respectivamente: 10- (PUC-RIO 2009) Um objeto é lançado verticalmente para cima de uma base com velocidade v = 30 m/s. Considerando a aceleração da gravidade g = 10 m/s² e desprezando-se a resistência do ar, determine o tempo que o objeto leva para voltar à base da qual foi lançado.
  • 5. 11- (PUC-RIO 2009) Um objeto é lançado verticalmente para cima, de uma base, com velocidade v = 30 m/s. Indique a distância total percorrida pelo objeto desde sua saída da base até seu retorno, considerando a aceleração da gravidade g = 10 m/s² e desprezando a resistência do ar. 12- (PUC-RIO 2009) Uma bola é lançada verticalmente para cima. Podemos dizer que no ponto mais alto de sua trajetória: a) a velocidade da bola é mínima, e a aceleração da bola é nula. b) a velocidade da bola é mínima, e a aceleração da bola é vertical e para cima. c) a velocidade da bola é máxima, e a aceleração da bola é vertical e para cima. d) a velocidade da bola é mínima, e a aceleração da bola é vertical e para baixo. e) a velocidade da bola é máxima, e a aceleração da bola é vertical e para baixo.
  • 6. 13- (UFAL) Uma pedra é abandonada de uma altura de 7,2 m, adotando g = 10 m/s² e desprezando-se a resistência do ar, pode-se afirmar que a sua velocidade escalar ao atingir o solo será: 14- (PUC-RIO 2008) Uma bola é lançada verticalmente para cima, a partir do solo, e atinge uma altura máxima de 20 m. Considerando a aceleração da gravidade g = 10 m/s², a velocidade inicial de lançamento e o tempo de subida da bola são: 15- Uma pulga pode dar saltos verticais de até 130 vezes sua própria altura. Para isto, ela imprime a seu corpo um impulso que resulta numa aceleração ascendente. Qual é a velocidade inicial necessária para a pulga alcançar uma altura de 0,2 m? Adote g = 10m/s².