SlideShare uma empresa Scribd logo
CINEMÁTICA
Movimento retilíneo uniformemente variado -
MRUV
Aceleração média




onde:
a = aceleração média
Vo = velocidade inicial
V = velocidade final
to = instante inicial
t = instante final
Movimento Retilíneo
Uniformemente Variado MRUV
   Movimento cuja velocidade varia
    uniformemente no decorrer do tempo, isto
    é, varia de quantidades iguais em
    intervalos de tempos iguais.

   A aceleração do móvel é constante no
    decorrer do tempo e diferente de zero.

   O espaço percorrido aumenta
    proporcionalmente ao quadrado do
    tempo.
Classificação

   Sinal   Sinal   Produto
                                    Classificação
   da a    da V     a. V


    +       +         +      ACELERADO E PROGRESSIVO


     -       -        +      ACELERADO E RETRÓGRADO


    +        -        -      RETARDADO E RETRÓGRADO


     -      +         -      RETARDADO E PROGRESSIVO
Equação horária das posições




Sorvetão ou sentado no sofá, vendo televisão
 até meia noite
Equação horária da velocidade




     Vi você a toa
Equação de Torricelli




 Vovô na asa delta 2
Gráficos do MRUV
1° Aceleração x tempo




   Acelerado      Retardado
2° velocidade x tempo
3° posição x tempo
Propriedades nos gráficos no
MRUV
1° aceleração x tempo




 A área de um retângulo:           A=b.H
 Aplicando em nosso caso, temos:   A = a . ∆t
 Sendo a . ∆t = ∆V:                 ∆V ≡ A
2° velocidade x tempo




A definição de tangente:               tg β =     cateto oposto .
                                                cateto adjacente
Aplicando a definição de tangente no             tg β = ∆V
nosso caso, temos:                                      ∆t
Sabendo que a = ∆V, temos então:                  a = tg β
              ∆t
Exercício 1

Um carro partindo do repouso leva 5 s para
alcançar a velocidade de 20 m/s, calcule sua
aceleração média.
Vo = 0 m/s
t=5s
V = 20 m/s              20 = 0 + a . 5
                           20 = 5a
                       a = 20 = 4 m/s2
                           5
Exercício 2
Um corpo realiza um movimento uniformemente
variado segundo a equação horária S = - 2t + 4t 2
(SI).
Julgue os itens:
1 - A velocidade inicial do corpo é de –2 m/s.
2 - A aceleração do corpo é de 4 m/s².
3 - No instante t = 2 s o corpo estará na posição
S = 20 m.
1- Verdadeiro pois, Vo = - 2 m/s

2- Falso pois, a = 8 m/s2 (8/2 = 4)
S = - 2 . 2 + 4 . 22 = - 4 + 2 . 4 = - 4 + 8 = 4 m
               2
3- Falso S = 4 m
Exercício 3
No gráfico, representam-se as posições ocupadas por um corpo que se
desloca numa trajetória retilínea, em função do tempo.
Pode-se, então, afirmar que o módulo da velocidade do corpo:


 




a) aumenta no intervalo de 0 s a 10 s;
b) diminui no intervalo de 20 s a 40 s;
c) tem o mesmo valor em todos os diferentes intervalos de tempo;
d) é constante e diferente de zero no intervalo de 10 s a 20 s;
Exercício 4
Um barco, navegando a favor da correnteza de um rio,
tem velocidade de 6 m/s e, contra a corrente, sua
velocidade é 2 m/s, ambas em relação à Terra. Podemos
afirmar corretamente que a velocidade da correnteza, em
relação à Terra, e a velocidade do barco, em relação a
correnteza, são, respectivamente:
a) 4 m/s e 2 m/s
b) 2 m/s e 4 m/s
c) 1 m/s e 2 m/s
d) 2 m/s e 1 m/s
e) 6 m/s e 4 m/s
 
A favor da correnteza a velocidade do barco em relação à
Terra (VBT) é dada pela soma da sua velocidade em relação
ao rio (VBR)e da velocidade da correnteza em relação à Terra
(VCT). Ou seja, VBR + VCT = VBT = 6 m/s.


Contra a correnteza a velocidade do barco em relação à
Terra (VBT) é dada pela diferença da sua velocidade em
relação ao rio (VBR) e da velocidade da correnteza em
relação à Terra (VCT). Ou seja, VBR - VCT = VVT = 2 m/s.


Resolvendo o sistema:
VBR + VCT = 6 → VBR = 6 - VCT
Substituindo:
6 - VCT - VCT = 2 → - 2 VCT = - 4 → VCT = 2 m/s


Portanto:
VBR = 6 – VCT = 6 -2 = 4 m/s            Alternativa B
Acesse o blog e divirta!!!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Movimento Circular Uniforme
Movimento Circular UniformeMovimento Circular Uniforme
Movimento Circular Uniforme
Marco Antonio Sanches
 
9 ano leis de newton
9 ano leis de newton9 ano leis de newton
9 ano leis de newton
crisbassanimedeiros
 
Noções básicas de cinemática
Noções básicas de cinemáticaNoções básicas de cinemática
Noções básicas de cinemática
Angélica Brasil
 
Força e movimento
Força e movimentoForça e movimento
Força e movimento
Marco Antonio Sanches
 
MRU / MRUV - Slide de física.
MRU / MRUV - Slide de física.MRU / MRUV - Slide de física.
MRU / MRUV - Slide de física.
Adalgisa Barreto
 
Movimento - Física
Movimento - FísicaMovimento - Física
Vetores
VetoresVetores
Vetores
Miky Mine
 
TERMOLOGIA
TERMOLOGIATERMOLOGIA
Ondas
OndasOndas
MU e MUV
MU e MUVMU e MUV
MU e MUV
paolazeroum
 
Cinemática Vetorial
Cinemática VetorialCinemática Vetorial
Cinemática Vetorial
Marco Antonio Sanches
 
Queda Livre
Queda LivreQueda Livre
Queda Livre
tiajeh
 
Cinemática Escalar
Cinemática EscalarCinemática Escalar
Cinemática Escalar
Marco Antonio Sanches
 
Aula de física movimento, repouso, velocidade média
Aula de física  movimento, repouso, velocidade médiaAula de física  movimento, repouso, velocidade média
Aula de física movimento, repouso, velocidade média
luam1969
 
Trabalho e Energia Slide
Trabalho e Energia SlideTrabalho e Energia Slide
Trabalho e Energia Slide
Vlamir Gama Rocha
 
Leis de Newton
Leis de NewtonLeis de Newton
Leis de Newton
Daniela F Almenara
 
Física - Lançamento Vertical
Física - Lançamento VerticalFísica - Lançamento Vertical
Física - Lançamento Vertical
Yahn Amaral
 
Ondas 9° ano cec
Ondas 9° ano cecOndas 9° ano cec
Ondas 9° ano cec
Sergio Madureira
 
Estudo dos movimentos
Estudo dos movimentosEstudo dos movimentos
Estudo dos movimentos
Ana Beatriz Cargnin
 
Fisica ppt 2º a - plano inclinado e força de atrito
Fisica ppt   2º a - plano inclinado e força de atritoFisica ppt   2º a - plano inclinado e força de atrito
Fisica ppt 2º a - plano inclinado e força de atrito
Cristiane Tavolaro
 

Mais procurados (20)

Movimento Circular Uniforme
Movimento Circular UniformeMovimento Circular Uniforme
Movimento Circular Uniforme
 
9 ano leis de newton
9 ano leis de newton9 ano leis de newton
9 ano leis de newton
 
Noções básicas de cinemática
Noções básicas de cinemáticaNoções básicas de cinemática
Noções básicas de cinemática
 
Força e movimento
Força e movimentoForça e movimento
Força e movimento
 
MRU / MRUV - Slide de física.
MRU / MRUV - Slide de física.MRU / MRUV - Slide de física.
MRU / MRUV - Slide de física.
 
Movimento - Física
Movimento - FísicaMovimento - Física
Movimento - Física
 
Vetores
VetoresVetores
Vetores
 
TERMOLOGIA
TERMOLOGIATERMOLOGIA
TERMOLOGIA
 
Ondas
OndasOndas
Ondas
 
MU e MUV
MU e MUVMU e MUV
MU e MUV
 
Cinemática Vetorial
Cinemática VetorialCinemática Vetorial
Cinemática Vetorial
 
Queda Livre
Queda LivreQueda Livre
Queda Livre
 
Cinemática Escalar
Cinemática EscalarCinemática Escalar
Cinemática Escalar
 
Aula de física movimento, repouso, velocidade média
Aula de física  movimento, repouso, velocidade médiaAula de física  movimento, repouso, velocidade média
Aula de física movimento, repouso, velocidade média
 
Trabalho e Energia Slide
Trabalho e Energia SlideTrabalho e Energia Slide
Trabalho e Energia Slide
 
Leis de Newton
Leis de NewtonLeis de Newton
Leis de Newton
 
Física - Lançamento Vertical
Física - Lançamento VerticalFísica - Lançamento Vertical
Física - Lançamento Vertical
 
Ondas 9° ano cec
Ondas 9° ano cecOndas 9° ano cec
Ondas 9° ano cec
 
Estudo dos movimentos
Estudo dos movimentosEstudo dos movimentos
Estudo dos movimentos
 
Fisica ppt 2º a - plano inclinado e força de atrito
Fisica ppt   2º a - plano inclinado e força de atritoFisica ppt   2º a - plano inclinado e força de atrito
Fisica ppt 2º a - plano inclinado e força de atrito
 

Destaque

Movimento variado
Movimento variadoMovimento variado
Movimento variado
fisicaatual
 
Movimento uniformemente variado
Movimento uniformemente variadoMovimento uniformemente variado
Movimento uniformemente variado
sotonji
 
Mruv – exercícios
Mruv – exercíciosMruv – exercícios
Mruv – exercícios
Adrianne Mendonça
 
MRU & MRUV
MRU & MRUVMRU & MRUV
MRU & MRUV
Andrea Barreto
 
Movimento Retilíneo Uniformemente Variado
Movimento Retilíneo Uniformemente VariadoMovimento Retilíneo Uniformemente Variado
Movimento Retilíneo Uniformemente Variado
Daniela F Almenara
 
Movimento Uniformemente Variado - Equação de Torricelli
Movimento Uniformemente Variado - Equação de TorricelliMovimento Uniformemente Variado - Equação de Torricelli
Movimento Uniformemente Variado - Equação de Torricelli
Marco Antonio Sanches
 
Movimento uniformemente variado (muv) - Elite Campinas - Turma Noturno 2013
Movimento uniformemente variado (muv) - Elite Campinas - Turma Noturno 2013Movimento uniformemente variado (muv) - Elite Campinas - Turma Noturno 2013
Movimento uniformemente variado (muv) - Elite Campinas - Turma Noturno 2013
Rodrigo Araujo
 
Cinematica
CinematicaCinematica
Cinematica
con_seguir
 
Movimento Uniformemente Variado
Movimento Uniformemente VariadoMovimento Uniformemente Variado
Movimento Uniformemente Variado
Douglas Almeida
 
M.R.U.
M.R.U.M.R.U.
LISTA EXERCICIOS - MRUV - 1 ANO
LISTA EXERCICIOS - MRUV - 1 ANOLISTA EXERCICIOS - MRUV - 1 ANO
LISTA EXERCICIOS - MRUV - 1 ANO
Taciano Santos
 
Fisica tópico 3 – movimento uniformemente variado
Fisica tópico 3 – movimento uniformemente variadoFisica tópico 3 – movimento uniformemente variado
Fisica tópico 3 – movimento uniformemente variado
comentada
 
Guia de aulas geekie - física
Guia de aulas geekie - físicaGuia de aulas geekie - física
Guia de aulas geekie - física
GeekieSlides
 
Resumo mruv raissa e katherine 2ºc
Resumo mruv raissa e katherine 2ºcResumo mruv raissa e katherine 2ºc
Resumo mruv raissa e katherine 2ºc
Cristiane Tavolaro
 
EQUAÇÃO DE TORRICELLI
EQUAÇÃO DE TORRICELLIEQUAÇÃO DE TORRICELLI
EQUAÇÃO DE TORRICELLI
Elisiofisico
 
Aula 3 mruv
Aula 3  mruvAula 3  mruv
Aula 3 mruv
Montenegro Física
 
Orgãos análogos e homólogos
Orgãos análogos e homólogosOrgãos análogos e homólogos
Orgãos análogos e homólogos
Andrea Barreto
 
Sinais no movimento retilíneo uniformemente variado
Sinais no movimento retilíneo uniformemente variadoSinais no movimento retilíneo uniformemente variado
Sinais no movimento retilíneo uniformemente variado
Wagner Moreira da Silva
 
Slides para os alunos do 9º ano
Slides para os alunos do 9º anoSlides para os alunos do 9º ano
Slides para os alunos do 9º ano
andryellebatista
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos de Cinemática
www.aulasdefisicaapoio.com   - Física - Exercícios Resolvidos de Cinemáticawww.aulasdefisicaapoio.com   - Física - Exercícios Resolvidos de Cinemática
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos de Cinemática
Videoaulas De Física Apoio
 

Destaque (20)

Movimento variado
Movimento variadoMovimento variado
Movimento variado
 
Movimento uniformemente variado
Movimento uniformemente variadoMovimento uniformemente variado
Movimento uniformemente variado
 
Mruv – exercícios
Mruv – exercíciosMruv – exercícios
Mruv – exercícios
 
MRU & MRUV
MRU & MRUVMRU & MRUV
MRU & MRUV
 
Movimento Retilíneo Uniformemente Variado
Movimento Retilíneo Uniformemente VariadoMovimento Retilíneo Uniformemente Variado
Movimento Retilíneo Uniformemente Variado
 
Movimento Uniformemente Variado - Equação de Torricelli
Movimento Uniformemente Variado - Equação de TorricelliMovimento Uniformemente Variado - Equação de Torricelli
Movimento Uniformemente Variado - Equação de Torricelli
 
Movimento uniformemente variado (muv) - Elite Campinas - Turma Noturno 2013
Movimento uniformemente variado (muv) - Elite Campinas - Turma Noturno 2013Movimento uniformemente variado (muv) - Elite Campinas - Turma Noturno 2013
Movimento uniformemente variado (muv) - Elite Campinas - Turma Noturno 2013
 
Cinematica
CinematicaCinematica
Cinematica
 
Movimento Uniformemente Variado
Movimento Uniformemente VariadoMovimento Uniformemente Variado
Movimento Uniformemente Variado
 
M.R.U.
M.R.U.M.R.U.
M.R.U.
 
LISTA EXERCICIOS - MRUV - 1 ANO
LISTA EXERCICIOS - MRUV - 1 ANOLISTA EXERCICIOS - MRUV - 1 ANO
LISTA EXERCICIOS - MRUV - 1 ANO
 
Fisica tópico 3 – movimento uniformemente variado
Fisica tópico 3 – movimento uniformemente variadoFisica tópico 3 – movimento uniformemente variado
Fisica tópico 3 – movimento uniformemente variado
 
Guia de aulas geekie - física
Guia de aulas geekie - físicaGuia de aulas geekie - física
Guia de aulas geekie - física
 
Resumo mruv raissa e katherine 2ºc
Resumo mruv raissa e katherine 2ºcResumo mruv raissa e katherine 2ºc
Resumo mruv raissa e katherine 2ºc
 
EQUAÇÃO DE TORRICELLI
EQUAÇÃO DE TORRICELLIEQUAÇÃO DE TORRICELLI
EQUAÇÃO DE TORRICELLI
 
Aula 3 mruv
Aula 3  mruvAula 3  mruv
Aula 3 mruv
 
Orgãos análogos e homólogos
Orgãos análogos e homólogosOrgãos análogos e homólogos
Orgãos análogos e homólogos
 
Sinais no movimento retilíneo uniformemente variado
Sinais no movimento retilíneo uniformemente variadoSinais no movimento retilíneo uniformemente variado
Sinais no movimento retilíneo uniformemente variado
 
Slides para os alunos do 9º ano
Slides para os alunos do 9º anoSlides para os alunos do 9º ano
Slides para os alunos do 9º ano
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos de Cinemática
www.aulasdefisicaapoio.com   - Física - Exercícios Resolvidos de Cinemáticawww.aulasdefisicaapoio.com   - Física - Exercícios Resolvidos de Cinemática
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos de Cinemática
 

Semelhante a Movimento retilíeno uniformemente variado - MRUV

Apr1°anoCinemática MRUV.ppt
Apr1°anoCinemática MRUV.pptApr1°anoCinemática MRUV.ppt
Apr1°anoCinemática MRUV.ppt
PauloSouto18
 
Cinemática mruv
Cinemática mruvCinemática mruv
Cinemática mruv
Flavio Albano
 
Estudo dos movimentos retilíneos
Estudo dos movimentos retilíneosEstudo dos movimentos retilíneos
Estudo dos movimentos retilíneos
Davi Oliveira
 
Mruv
MruvMruv
Foco aula 5
Foco aula 5Foco aula 5
Mruv
MruvMruv
Problemas de Física - Cinemática
Problemas de Física - CinemáticaProblemas de Física - Cinemática
Problemas de Física - Cinemática
Eduardo Tuba
 
Apostila de física impacto (1)
Apostila de física   impacto (1)Apostila de física   impacto (1)
Apostila de física impacto (1)
Ernani Marco Rodrigues Dos Reis
 
Movimentocircular
MovimentocircularMovimentocircular
Movimentocircular
Valmiro Menezes
 
Divisão Territorial da escala nacionalis
Divisão Territorial da escala nacionalisDivisão Territorial da escala nacionalis
Divisão Territorial da escala nacionalis
patriziasoaresramosp
 
Física apostila 1 (2)
Física   apostila 1 (2)Física   apostila 1 (2)
Física apostila 1 (2)
Gilberto Lopes Brito
 
Cinemática - Revisão 3ao Murialdo
Cinemática - Revisão 3ao MurialdoCinemática - Revisão 3ao Murialdo
Cinemática - Revisão 3ao Murialdo
feliprandi
 
ENEM-UNIBAVE-2018-FÍSICA-Parte-I.pptx
ENEM-UNIBAVE-2018-FÍSICA-Parte-I.pptxENEM-UNIBAVE-2018-FÍSICA-Parte-I.pptx
ENEM-UNIBAVE-2018-FÍSICA-Parte-I.pptx
GERMANO LOPES DE PONTES
 
Movimento retilíneo uniforme - MUV...ppt
Movimento retilíneo uniforme - MUV...pptMovimento retilíneo uniforme - MUV...ppt
Movimento retilíneo uniforme - MUV...ppt
CanalFsicaFcil
 
Exerc muv
Exerc muvExerc muv
Exerc muv
Valmiro Menezes
 
Apresentacao1 mariana
Apresentacao1 marianaApresentacao1 mariana
Apresentacao1 mariana
Cristiane Tavolaro
 
exp9_ppt_02.pptx.......................................
exp9_ppt_02.pptx.......................................exp9_ppt_02.pptx.......................................
exp9_ppt_02.pptx.......................................
mariagrave
 
Parte 1 – cinemática tópico 3
Parte 1 – cinemática tópico 3Parte 1 – cinemática tópico 3
Parte 1 – cinemática tópico 3
Edlas Junior
 
Física- Aula 4
Física- Aula 4Física- Aula 4
Física- Aula 4
Maria Carolina Campelo
 
Perpectiva em fisíca vol. 1 cap. 4 a 6
Perpectiva em fisíca vol. 1 cap. 4 a 6Perpectiva em fisíca vol. 1 cap. 4 a 6
Perpectiva em fisíca vol. 1 cap. 4 a 6
seduc
 

Semelhante a Movimento retilíeno uniformemente variado - MRUV (20)

Apr1°anoCinemática MRUV.ppt
Apr1°anoCinemática MRUV.pptApr1°anoCinemática MRUV.ppt
Apr1°anoCinemática MRUV.ppt
 
Cinemática mruv
Cinemática mruvCinemática mruv
Cinemática mruv
 
Estudo dos movimentos retilíneos
Estudo dos movimentos retilíneosEstudo dos movimentos retilíneos
Estudo dos movimentos retilíneos
 
Mruv
MruvMruv
Mruv
 
Foco aula 5
Foco aula 5Foco aula 5
Foco aula 5
 
Mruv
MruvMruv
Mruv
 
Problemas de Física - Cinemática
Problemas de Física - CinemáticaProblemas de Física - Cinemática
Problemas de Física - Cinemática
 
Apostila de física impacto (1)
Apostila de física   impacto (1)Apostila de física   impacto (1)
Apostila de física impacto (1)
 
Movimentocircular
MovimentocircularMovimentocircular
Movimentocircular
 
Divisão Territorial da escala nacionalis
Divisão Territorial da escala nacionalisDivisão Territorial da escala nacionalis
Divisão Territorial da escala nacionalis
 
Física apostila 1 (2)
Física   apostila 1 (2)Física   apostila 1 (2)
Física apostila 1 (2)
 
Cinemática - Revisão 3ao Murialdo
Cinemática - Revisão 3ao MurialdoCinemática - Revisão 3ao Murialdo
Cinemática - Revisão 3ao Murialdo
 
ENEM-UNIBAVE-2018-FÍSICA-Parte-I.pptx
ENEM-UNIBAVE-2018-FÍSICA-Parte-I.pptxENEM-UNIBAVE-2018-FÍSICA-Parte-I.pptx
ENEM-UNIBAVE-2018-FÍSICA-Parte-I.pptx
 
Movimento retilíneo uniforme - MUV...ppt
Movimento retilíneo uniforme - MUV...pptMovimento retilíneo uniforme - MUV...ppt
Movimento retilíneo uniforme - MUV...ppt
 
Exerc muv
Exerc muvExerc muv
Exerc muv
 
Apresentacao1 mariana
Apresentacao1 marianaApresentacao1 mariana
Apresentacao1 mariana
 
exp9_ppt_02.pptx.......................................
exp9_ppt_02.pptx.......................................exp9_ppt_02.pptx.......................................
exp9_ppt_02.pptx.......................................
 
Parte 1 – cinemática tópico 3
Parte 1 – cinemática tópico 3Parte 1 – cinemática tópico 3
Parte 1 – cinemática tópico 3
 
Física- Aula 4
Física- Aula 4Física- Aula 4
Física- Aula 4
 
Perpectiva em fisíca vol. 1 cap. 4 a 6
Perpectiva em fisíca vol. 1 cap. 4 a 6Perpectiva em fisíca vol. 1 cap. 4 a 6
Perpectiva em fisíca vol. 1 cap. 4 a 6
 

Mais de O mundo da FÍSICA

3° etapa_3° avaliação_Tipo II_3° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo II_3° ano3° etapa_3° avaliação_Tipo II_3° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo II_3° ano
O mundo da FÍSICA
 
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_3° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_3° ano3° etapa_3° avaliação_Tipo I_3° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_3° ano
O mundo da FÍSICA
 
3° etapa_3° avaliaçã_Tipo II_2° ano
3° etapa_3° avaliaçã_Tipo II_2° ano3° etapa_3° avaliaçã_Tipo II_2° ano
3° etapa_3° avaliaçã_Tipo II_2° ano
O mundo da FÍSICA
 
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_2° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_2° ano3° etapa_3° avaliação_Tipo I_2° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_2° ano
O mundo da FÍSICA
 
Potência e energia
Potência e energiaPotência e energia
Potência e energia
O mundo da FÍSICA
 
Espelho planos
Espelho planosEspelho planos
Espelho planos
O mundo da FÍSICA
 
Reflexão da luz
Reflexão da luzReflexão da luz
Reflexão da luz
O mundo da FÍSICA
 
Óptica introdução
Óptica introduçãoÓptica introdução
Óptica introdução
O mundo da FÍSICA
 
3° Etapa_2° Avaliação Simulado_3° Ano
3° Etapa_2° Avaliação Simulado_3° Ano3° Etapa_2° Avaliação Simulado_3° Ano
3° Etapa_2° Avaliação Simulado_3° Ano
O mundo da FÍSICA
 
3° Etapa_2° Avaliação_Simulado_2° Ano
3° Etapa_2° Avaliação_Simulado_2° Ano3° Etapa_2° Avaliação_Simulado_2° Ano
3° Etapa_2° Avaliação_Simulado_2° Ano
O mundo da FÍSICA
 
Associação de resistores
Associação de resistoresAssociação de resistores
Associação de resistores
O mundo da FÍSICA
 
Exercícios extras_calorimetria
Exercícios extras_calorimetriaExercícios extras_calorimetria
Exercícios extras_calorimetria
O mundo da FÍSICA
 
3° Bimestre_2° Avaliação_1° ano_A_B_C
3° Bimestre_2° Avaliação_1° ano_A_B_C3° Bimestre_2° Avaliação_1° ano_A_B_C
3° Bimestre_2° Avaliação_1° ano_A_B_C
O mundo da FÍSICA
 
3° Bimestre_2° Avaliação_2° ano EJA_AM
3° Bimestre_2° Avaliação_2° ano EJA_AM3° Bimestre_2° Avaliação_2° ano EJA_AM
3° Bimestre_2° Avaliação_2° ano EJA_AM
O mundo da FÍSICA
 
3° Bimestre_2° Avaliação_3° ano_A_B
3° Bimestre_2° Avaliação_3° ano_A_B3° Bimestre_2° Avaliação_3° ano_A_B
3° Bimestre_2° Avaliação_3° ano_A_B
O mundo da FÍSICA
 
3° Bimestre_2° Avaliação_3° Ano EJA_AM_BM
3° Bimestre_2° Avaliação_3° Ano EJA_AM_BM3° Bimestre_2° Avaliação_3° Ano EJA_AM_BM
3° Bimestre_2° Avaliação_3° Ano EJA_AM_BM
O mundo da FÍSICA
 
Óptica introdução
Óptica introduçãoÓptica introdução
Óptica introdução
O mundo da FÍSICA
 
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano
O mundo da FÍSICA
 
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo I_3° Ano
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo I_3° Ano3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo I_3° Ano
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo I_3° Ano
O mundo da FÍSICA
 
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_2° Ano
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_2° Ano3° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_2° Ano
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_2° Ano
O mundo da FÍSICA
 

Mais de O mundo da FÍSICA (20)

3° etapa_3° avaliação_Tipo II_3° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo II_3° ano3° etapa_3° avaliação_Tipo II_3° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo II_3° ano
 
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_3° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_3° ano3° etapa_3° avaliação_Tipo I_3° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_3° ano
 
3° etapa_3° avaliaçã_Tipo II_2° ano
3° etapa_3° avaliaçã_Tipo II_2° ano3° etapa_3° avaliaçã_Tipo II_2° ano
3° etapa_3° avaliaçã_Tipo II_2° ano
 
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_2° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_2° ano3° etapa_3° avaliação_Tipo I_2° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_2° ano
 
Potência e energia
Potência e energiaPotência e energia
Potência e energia
 
Espelho planos
Espelho planosEspelho planos
Espelho planos
 
Reflexão da luz
Reflexão da luzReflexão da luz
Reflexão da luz
 
Óptica introdução
Óptica introduçãoÓptica introdução
Óptica introdução
 
3° Etapa_2° Avaliação Simulado_3° Ano
3° Etapa_2° Avaliação Simulado_3° Ano3° Etapa_2° Avaliação Simulado_3° Ano
3° Etapa_2° Avaliação Simulado_3° Ano
 
3° Etapa_2° Avaliação_Simulado_2° Ano
3° Etapa_2° Avaliação_Simulado_2° Ano3° Etapa_2° Avaliação_Simulado_2° Ano
3° Etapa_2° Avaliação_Simulado_2° Ano
 
Associação de resistores
Associação de resistoresAssociação de resistores
Associação de resistores
 
Exercícios extras_calorimetria
Exercícios extras_calorimetriaExercícios extras_calorimetria
Exercícios extras_calorimetria
 
3° Bimestre_2° Avaliação_1° ano_A_B_C
3° Bimestre_2° Avaliação_1° ano_A_B_C3° Bimestre_2° Avaliação_1° ano_A_B_C
3° Bimestre_2° Avaliação_1° ano_A_B_C
 
3° Bimestre_2° Avaliação_2° ano EJA_AM
3° Bimestre_2° Avaliação_2° ano EJA_AM3° Bimestre_2° Avaliação_2° ano EJA_AM
3° Bimestre_2° Avaliação_2° ano EJA_AM
 
3° Bimestre_2° Avaliação_3° ano_A_B
3° Bimestre_2° Avaliação_3° ano_A_B3° Bimestre_2° Avaliação_3° ano_A_B
3° Bimestre_2° Avaliação_3° ano_A_B
 
3° Bimestre_2° Avaliação_3° Ano EJA_AM_BM
3° Bimestre_2° Avaliação_3° Ano EJA_AM_BM3° Bimestre_2° Avaliação_3° Ano EJA_AM_BM
3° Bimestre_2° Avaliação_3° Ano EJA_AM_BM
 
Óptica introdução
Óptica introduçãoÓptica introdução
Óptica introdução
 
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano
 
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo I_3° Ano
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo I_3° Ano3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo I_3° Ano
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo I_3° Ano
 
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_2° Ano
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_2° Ano3° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_2° Ano
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_2° Ano
 

Último

0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
Giovana Gomes da Silva
 
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdfUFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
Manuais Formação
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
andressacastro36
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Mary Alvarenga
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
 
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdfUFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 

Movimento retilíeno uniformemente variado - MRUV

  • 2. Aceleração média onde: a = aceleração média Vo = velocidade inicial V = velocidade final to = instante inicial t = instante final
  • 3. Movimento Retilíneo Uniformemente Variado MRUV  Movimento cuja velocidade varia uniformemente no decorrer do tempo, isto é, varia de quantidades iguais em intervalos de tempos iguais.  A aceleração do móvel é constante no decorrer do tempo e diferente de zero.  O espaço percorrido aumenta proporcionalmente ao quadrado do tempo.
  • 4. Classificação Sinal Sinal Produto Classificação da a da V a. V + + + ACELERADO E PROGRESSIVO - - + ACELERADO E RETRÓGRADO + - - RETARDADO E RETRÓGRADO - + - RETARDADO E PROGRESSIVO
  • 5. Equação horária das posições Sorvetão ou sentado no sofá, vendo televisão até meia noite
  • 6. Equação horária da velocidade Vi você a toa
  • 7. Equação de Torricelli Vovô na asa delta 2
  • 9. 1° Aceleração x tempo Acelerado Retardado
  • 13. 1° aceleração x tempo A área de um retângulo: A=b.H Aplicando em nosso caso, temos: A = a . ∆t Sendo a . ∆t = ∆V: ∆V ≡ A
  • 14. 2° velocidade x tempo A definição de tangente: tg β = cateto oposto . cateto adjacente Aplicando a definição de tangente no tg β = ∆V nosso caso, temos: ∆t Sabendo que a = ∆V, temos então: a = tg β ∆t
  • 15. Exercício 1 Um carro partindo do repouso leva 5 s para alcançar a velocidade de 20 m/s, calcule sua aceleração média. Vo = 0 m/s t=5s V = 20 m/s 20 = 0 + a . 5 20 = 5a a = 20 = 4 m/s2 5
  • 16. Exercício 2 Um corpo realiza um movimento uniformemente variado segundo a equação horária S = - 2t + 4t 2 (SI). Julgue os itens: 1 - A velocidade inicial do corpo é de –2 m/s. 2 - A aceleração do corpo é de 4 m/s². 3 - No instante t = 2 s o corpo estará na posição S = 20 m.
  • 17. 1- Verdadeiro pois, Vo = - 2 m/s 2- Falso pois, a = 8 m/s2 (8/2 = 4) S = - 2 . 2 + 4 . 22 = - 4 + 2 . 4 = - 4 + 8 = 4 m 2 3- Falso S = 4 m
  • 18. Exercício 3 No gráfico, representam-se as posições ocupadas por um corpo que se desloca numa trajetória retilínea, em função do tempo. Pode-se, então, afirmar que o módulo da velocidade do corpo:   a) aumenta no intervalo de 0 s a 10 s; b) diminui no intervalo de 20 s a 40 s; c) tem o mesmo valor em todos os diferentes intervalos de tempo; d) é constante e diferente de zero no intervalo de 10 s a 20 s;
  • 19. Exercício 4 Um barco, navegando a favor da correnteza de um rio, tem velocidade de 6 m/s e, contra a corrente, sua velocidade é 2 m/s, ambas em relação à Terra. Podemos afirmar corretamente que a velocidade da correnteza, em relação à Terra, e a velocidade do barco, em relação a correnteza, são, respectivamente: a) 4 m/s e 2 m/s b) 2 m/s e 4 m/s c) 1 m/s e 2 m/s d) 2 m/s e 1 m/s e) 6 m/s e 4 m/s  
  • 20. A favor da correnteza a velocidade do barco em relação à Terra (VBT) é dada pela soma da sua velocidade em relação ao rio (VBR)e da velocidade da correnteza em relação à Terra (VCT). Ou seja, VBR + VCT = VBT = 6 m/s. Contra a correnteza a velocidade do barco em relação à Terra (VBT) é dada pela diferença da sua velocidade em relação ao rio (VBR) e da velocidade da correnteza em relação à Terra (VCT). Ou seja, VBR - VCT = VVT = 2 m/s. Resolvendo o sistema: VBR + VCT = 6 → VBR = 6 - VCT Substituindo: 6 - VCT - VCT = 2 → - 2 VCT = - 4 → VCT = 2 m/s Portanto: VBR = 6 – VCT = 6 -2 = 4 m/s Alternativa B
  • 21. Acesse o blog e divirta!!!