SlideShare uma empresa Scribd logo
HISTÓRIA 
DA ARTE parte 4
HISTÓRIA DA ARTE 
REALISMO 
• Surgiu na França, nas últimas décadas do século XIX 
• Movimento artístico e literário (Pintura, escultura e arquitetura) 
• Reação ao Romantismo 
• Repudiaram a artificialidade do Neoclassicismo e do Romantismo 
• Retratavam a vida, os problemas e costumes das classes média e baixa não 
inspirada em modelos do passado 
www.mauriciomallet.com
HISTÓRIA DA ARTE 
REALISMO 
BONJOUR, MONSIEUR COURBET (1854) - GUSTAVE COURBET 
www.mauriciomallet.com 
Detalhe
HISTÓRIA DA ARTE 
REALISMO 
AS CATADORAS (1857) - JEAN-FRANÇOIS MILLET 
www.mauriciomallet.com 
Detalhe
HISTÓRIA DA ARTE 
REALISMO 
O PENSADOR (1904) - AUGUSTE RODIN 
www.mauriciomallet.com
HISTÓRIA DA ARTE 
IMPRESSIONISMO 
• Surgiu na pintura francesa do século XIX 
• O nome do movimento é derivado da obra "Impressão: nascer do sol" (1872) 
de Claude Monet 
• Rompimento das regras da pintura vigentes (Belas Artes - Academia e Realismo) 
• Busca pelos elementos fundamentais da arte 
• Não interessavam mais as temáticas nobres ou o retrato fiel da realidade 
• A luz e o movimento utilizado por pinceladas soltas tornam-se o principal 
elemento da pintura 
• Telas eram pintadas ao ar livre (capturar melhor as variações de cores da 
natureza) 
www.mauriciomallet.com
HISTÓRIA DA ARTE 
IMPRESSIONISMO 
MULHERES NO JARDIM (1866) - CLAUDE MONET 
www.mauriciomallet.com 
Detalhe
HISTÓRIA DA ARTE 
IMPRESSIONISMO 
IMPRESSION SUNRISE (1872) - CLAUDE MONET 
www.mauriciomallet.com 
Detalhe
HISTÓRIA DA ARTE 
IMPRESSIONISMO 
A AULA DE DANÇA (1873-1875) - EDGAR DEGAS 
www.mauriciomallet.com 
Detalhe
HISTÓRIA DA ARTE 
IMPRESSIONISMO 
PRIMA BALLERINA OU A PRIMEIRA BAILARINA (1878) - EDGAR DEGAS 
www.mauriciomallet.com 
Detalhe
HISTÓRIA DA ARTE 
IMPRESSIONISMO 
A PEQUENA BAILARINA DE CATORZE ANOS (1881) - EDGAR DEGAS 
www.mauriciomallet.com 
Detalhe
HISTÓRIA DA ARTE 
IMPRESSIONISMO 
A BANHEIRA (1885) - EDGAR DEGAS 
www.mauriciomallet.com
HISTÓRIA DA ARTE 
REALISMO / IMPRESSIONISMO 
O VIOLEIRO (1899) - ALMEIDA JÚNIOR 
www.mauriciomallet.com 
Detalhe 
Obs: Apesar de Almeida Júnior não estar associado a nenhum movimento (Realismo ou Impressionismo), cito ele como impressionista, pois sua pintura 
acadêmica traz uma iluminação verdadeira e natural, que na época, no Brasil, não existia nada igual.
HISTÓRIA DA ARTE 
PÓS-IMPRESSIONISMO 
• Expressão artística utilizada para definir a pintura e, posteriormente, a 
escultura no final do impressionismo (1885) 
• Marca também o início do cubismo (início do séc. XX) 
• Encontrar novos caminhos para a pintura 
• Acentuação da pintura nos seus valores específicos - COR e 
BIDIMENSIONALIDADE 
• Buscavam ultrapassar a Revolução de Monet 
• Eram contra o IMPRESSIONISMO devido à sua superficialidade ilusionista da 
análise à realidade 
www.mauriciomallet.com
HISTÓRIA DA ARTE 
PÓS-IMPRESSIONISMO 
• Paul Cézanne (1839 - 1906), pintor pós-impressionista francês 
• Forneceu as bases da transição das concepções do fazer artístico do século XIX 
para a arte inovadora do séc. XX 
• É considerado como a ponte entre o impressionismo do final do séc. XIX e o 
cubismo do início do séc. XX 
• Introduziu nas suas obras distorções formais e alterações de perspectiva em 
benefício da composição ou para ressaltar o volume e peso dos objetos 
• Concebeu a cor de um modo sem precedentes 
• Não se subordinava às leis da perspectiva (modificava-as) 
• A sua concepção da composição era arquitetônica (consistia em ver a natureza 
segundo as suas formas fundamentais: a esfera, o cilindro e o cone) 
www.mauriciomallet.com
HISTÓRIA DA ARTE 
PÓS-IMPRESSIONISMO 
BANHISTAS (1874-1875) - PAUL CÉZANNE 
www.mauriciomallet.com
HISTÓRIA DA ARTE 
PÓS-IMPRESSIONISMO 
L'ESTAQUE (1883–1885) - PAUL CÉZANNE 
www.mauriciomallet.com
HISTÓRIA DA ARTE 
PÓS-IMPRESSIONISMO 
BANHISTAS (1906) - PAUL CÉZANNE 
www.mauriciomallet.com
HISTÓRIA DA ARTE 
PÓS-IMPRESSIONISMO 
• Vincent Willem Van Gogh (1853 -1890) 
• Pintor pós-impressionista holandês 
• É considerado um dos pioneiros na ligação das tendências impressionistas 
com as aspirações modernistas 
• Influenciou a arte do séc. XX (Expressionismo, Fauvismo e Abstracionismo) 
www.mauriciomallet.com
HISTÓRIA DA ARTE 
PÓS-IMPRESSIONISMO 
OS COMEDORES DE BATATA (1885) - VINCENT VAN GOGH 
www.mauriciomallet.com
HISTÓRIA DA ARTE 
PÓS-IMPRESSIONISMO 
TERRAÇO DO CAFÉ EM ARLES À NOITE (1888) - VINCENT VAN GOGH 
www.mauriciomallet.com 
Detalhe
HISTÓRIA DA ARTE 
PÓS-IMPRESSIONISMO 
HE NIGHT CAFÉ (1888) - VINCENT VAN GOGH 
www.mauriciomallet.com
HISTÓRIA DA ARTE 
PÓS-IMPRESSIONISMO 
WHEAT FIELD WITH CYPRESSES (1889) - VINCENT VAN GOGH 
www.mauriciomallet.com
HISTÓRIA DA ARTE 
PÓS-IMPRESSIONISMO 
RETRATO DO DR. GACHET (1890) - VINCENT VAN GOGH 
www.mauriciomallet.com
www.mauriciomallet.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Arquitectura romantica
Arquitectura romanticaArquitectura romantica
Arquitectura romantica
Andreia Ramos
 
Abstracionismo
AbstracionismoAbstracionismo
Abstracionismo
Andrea Garcia
 
Arte barroca slides 33
Arte barroca slides 33Arte barroca slides 33
Arte barroca slides 33
zildagomesk
 
História da Arte: Realismo
História da Arte: RealismoHistória da Arte: Realismo
História da Arte: Realismo
Raphael Lanzillotte
 
A origem do teatro
A origem do teatroA origem do teatro
A origem do teatro
Valdir Medeiros Jr.
 
A Arte Rococó
A Arte RococóA Arte Rococó
A Arte Rococó
Carlos Pinheiro
 
Rococó
RococóRococó
Rococó
Ana Barreiros
 
Naturalismo e Realismo na Pintura
Naturalismo e Realismo na PinturaNaturalismo e Realismo na Pintura
Naturalismo e Realismo na Pintura
Carlos Pinheiro
 
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismo
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismoImpressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismo
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismo
Carlos Pinheiro
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
Paulo Fonseca
 
Arte Românica
Arte RomânicaArte Românica
Arte Românica
Andrea Dressler
 
O romantismo
O romantismoO romantismo
O romantismo
Ana Barreiros
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
Ana Barreiros
 
Arte Barroca
Arte BarrocaArte Barroca
Arte Barroca
Carlos Pinheiro
 
Realismo
RealismoRealismo
Realismo
Andrea Dressler
 
Arte acadêmica no Brasil
Arte acadêmica no BrasilArte acadêmica no Brasil
Arte acadêmica no Brasil
Cieja Narede
 
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismoSurrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Ana Barreiros
 
A cultura da gare contexto
A cultura da gare contextoA cultura da gare contexto
A cultura da gare contexto
cattonia
 
Módulo 8 - Romantismo
Módulo 8 - RomantismoMódulo 8 - Romantismo
Módulo 8 - Romantismo
Carla Freitas
 
2C26 Arte Gótica e British Museum 2012
2C26 Arte Gótica e British Museum 20122C26 Arte Gótica e British Museum 2012
2C26 Arte Gótica e British Museum 2012
www.historiadasartes.com
 

Mais procurados (20)

Arquitectura romantica
Arquitectura romanticaArquitectura romantica
Arquitectura romantica
 
Abstracionismo
AbstracionismoAbstracionismo
Abstracionismo
 
Arte barroca slides 33
Arte barroca slides 33Arte barroca slides 33
Arte barroca slides 33
 
História da Arte: Realismo
História da Arte: RealismoHistória da Arte: Realismo
História da Arte: Realismo
 
A origem do teatro
A origem do teatroA origem do teatro
A origem do teatro
 
A Arte Rococó
A Arte RococóA Arte Rococó
A Arte Rococó
 
Rococó
RococóRococó
Rococó
 
Naturalismo e Realismo na Pintura
Naturalismo e Realismo na PinturaNaturalismo e Realismo na Pintura
Naturalismo e Realismo na Pintura
 
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismo
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismoImpressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismo
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismo
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Arte Românica
Arte RomânicaArte Românica
Arte Românica
 
O romantismo
O romantismoO romantismo
O romantismo
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Arte Barroca
Arte BarrocaArte Barroca
Arte Barroca
 
Realismo
RealismoRealismo
Realismo
 
Arte acadêmica no Brasil
Arte acadêmica no BrasilArte acadêmica no Brasil
Arte acadêmica no Brasil
 
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismoSurrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
 
A cultura da gare contexto
A cultura da gare contextoA cultura da gare contexto
A cultura da gare contexto
 
Módulo 8 - Romantismo
Módulo 8 - RomantismoMódulo 8 - Romantismo
Módulo 8 - Romantismo
 
2C26 Arte Gótica e British Museum 2012
2C26 Arte Gótica e British Museum 20122C26 Arte Gótica e British Museum 2012
2C26 Arte Gótica e British Museum 2012
 

Destaque

Sistemas Organizacionais (FOCW)
Sistemas Organizacionais (FOCW)Sistemas Organizacionais (FOCW)
Sistemas Organizacionais (FOCW)
Mauricio Mallet Duprat
 
Teoria de Desenho (Textura / Iluminação / Signos)
Teoria de Desenho (Textura / Iluminação / Signos)Teoria de Desenho (Textura / Iluminação / Signos)
Teoria de Desenho (Textura / Iluminação / Signos)
Mauricio Mallet Duprat
 
Projeto para WEB
Projeto para WEBProjeto para WEB
Projeto para WEB
Mauricio Mallet Duprat
 
Projeto de Jogos
Projeto de JogosProjeto de Jogos
Projeto de Jogos
Mauricio Mallet Duprat
 
Design de Animação
Design de AnimaçãoDesign de Animação
Design de Animação
Mauricio Mallet Duprat
 
História da Arte:: do Pós-Impressionismo ao Minimalismo.
História da Arte:: do Pós-Impressionismo ao Minimalismo.História da Arte:: do Pós-Impressionismo ao Minimalismo.
História da Arte:: do Pós-Impressionismo ao Minimalismo.
Mauricio Mallet Duprat
 
Conceitos Básicos da Animação (p.2/3)
Conceitos Básicos da Animação (p.2/3)Conceitos Básicos da Animação (p.2/3)
Conceitos Básicos da Animação (p.2/3)
Mauricio Mallet Duprat
 
Teoria das Cores: natureza, classificação e características.
Teoria das Cores: natureza, classificação e características.Teoria das Cores: natureza, classificação e características.
Teoria das Cores: natureza, classificação e características.
Mauricio Mallet Duprat
 
Conceitos Básicos da Animação (p.3/3)
Conceitos Básicos da Animação (p.3/3)Conceitos Básicos da Animação (p.3/3)
Conceitos Básicos da Animação (p.3/3)
Mauricio Mallet Duprat
 
Conceitos Básicos da Animação (p.1/3)
Conceitos Básicos da Animação (p.1/3)Conceitos Básicos da Animação (p.1/3)
Conceitos Básicos da Animação (p.1/3)
Mauricio Mallet Duprat
 
História da Arte:: da Pré-história a Roma.
História da Arte:: da Pré-história a Roma.História da Arte:: da Pré-história a Roma.
História da Arte:: da Pré-história a Roma.
Mauricio Mallet Duprat
 
Pós-impressionismo
Pós-impressionismoPós-impressionismo
Pós-impressionismo
marta Maria
 
Teoria de Desenho (Plano / Forma / Movimento)
Teoria de Desenho (Plano / Forma / Movimento)Teoria de Desenho (Plano / Forma / Movimento)
Teoria de Desenho (Plano / Forma / Movimento)
Mauricio Mallet Duprat
 
Design - O que é?
Design - O que é?Design - O que é?
Design - O que é?
Mauricio Mallet Duprat
 
Teoria das Cores:: da harmônia a sobreposição transparente.
Teoria das Cores:: da harmônia a sobreposição transparente.Teoria das Cores:: da harmônia a sobreposição transparente.
Teoria das Cores:: da harmônia a sobreposição transparente.
Mauricio Mallet Duprat
 
Realismo
RealismoRealismo
Realismo
martinsramon
 
Teoria de Desenho (Ponto e Linha)
Teoria de Desenho (Ponto e Linha)Teoria de Desenho (Ponto e Linha)
Teoria de Desenho (Ponto e Linha)
Mauricio Mallet Duprat
 
CS100 - Retratos no Século XIX
CS100 - Retratos no Século XIXCS100 - Retratos no Século XIX
CS100 - Retratos no Século XIX
Gui Bueno
 
Almeida júnior, josé ferraz de
Almeida júnior, josé ferraz deAlmeida júnior, josé ferraz de
Almeida júnior, josé ferraz de
deniselugli2
 
INTERNACIONALISMO E NACIONALISMO NO MODERNISMO BRASILEIRO
INTERNACIONALISMO E NACIONALISMO NO MODERNISMO BRASILEIROINTERNACIONALISMO E NACIONALISMO NO MODERNISMO BRASILEIRO
INTERNACIONALISMO E NACIONALISMO NO MODERNISMO BRASILEIRO
arquivogala
 

Destaque (20)

Sistemas Organizacionais (FOCW)
Sistemas Organizacionais (FOCW)Sistemas Organizacionais (FOCW)
Sistemas Organizacionais (FOCW)
 
Teoria de Desenho (Textura / Iluminação / Signos)
Teoria de Desenho (Textura / Iluminação / Signos)Teoria de Desenho (Textura / Iluminação / Signos)
Teoria de Desenho (Textura / Iluminação / Signos)
 
Projeto para WEB
Projeto para WEBProjeto para WEB
Projeto para WEB
 
Projeto de Jogos
Projeto de JogosProjeto de Jogos
Projeto de Jogos
 
Design de Animação
Design de AnimaçãoDesign de Animação
Design de Animação
 
História da Arte:: do Pós-Impressionismo ao Minimalismo.
História da Arte:: do Pós-Impressionismo ao Minimalismo.História da Arte:: do Pós-Impressionismo ao Minimalismo.
História da Arte:: do Pós-Impressionismo ao Minimalismo.
 
Conceitos Básicos da Animação (p.2/3)
Conceitos Básicos da Animação (p.2/3)Conceitos Básicos da Animação (p.2/3)
Conceitos Básicos da Animação (p.2/3)
 
Teoria das Cores: natureza, classificação e características.
Teoria das Cores: natureza, classificação e características.Teoria das Cores: natureza, classificação e características.
Teoria das Cores: natureza, classificação e características.
 
Conceitos Básicos da Animação (p.3/3)
Conceitos Básicos da Animação (p.3/3)Conceitos Básicos da Animação (p.3/3)
Conceitos Básicos da Animação (p.3/3)
 
Conceitos Básicos da Animação (p.1/3)
Conceitos Básicos da Animação (p.1/3)Conceitos Básicos da Animação (p.1/3)
Conceitos Básicos da Animação (p.1/3)
 
História da Arte:: da Pré-história a Roma.
História da Arte:: da Pré-história a Roma.História da Arte:: da Pré-história a Roma.
História da Arte:: da Pré-história a Roma.
 
Pós-impressionismo
Pós-impressionismoPós-impressionismo
Pós-impressionismo
 
Teoria de Desenho (Plano / Forma / Movimento)
Teoria de Desenho (Plano / Forma / Movimento)Teoria de Desenho (Plano / Forma / Movimento)
Teoria de Desenho (Plano / Forma / Movimento)
 
Design - O que é?
Design - O que é?Design - O que é?
Design - O que é?
 
Teoria das Cores:: da harmônia a sobreposição transparente.
Teoria das Cores:: da harmônia a sobreposição transparente.Teoria das Cores:: da harmônia a sobreposição transparente.
Teoria das Cores:: da harmônia a sobreposição transparente.
 
Realismo
RealismoRealismo
Realismo
 
Teoria de Desenho (Ponto e Linha)
Teoria de Desenho (Ponto e Linha)Teoria de Desenho (Ponto e Linha)
Teoria de Desenho (Ponto e Linha)
 
CS100 - Retratos no Século XIX
CS100 - Retratos no Século XIXCS100 - Retratos no Século XIX
CS100 - Retratos no Século XIX
 
Almeida júnior, josé ferraz de
Almeida júnior, josé ferraz deAlmeida júnior, josé ferraz de
Almeida júnior, josé ferraz de
 
INTERNACIONALISMO E NACIONALISMO NO MODERNISMO BRASILEIRO
INTERNACIONALISMO E NACIONALISMO NO MODERNISMO BRASILEIROINTERNACIONALISMO E NACIONALISMO NO MODERNISMO BRASILEIRO
INTERNACIONALISMO E NACIONALISMO NO MODERNISMO BRASILEIRO
 

Semelhante a História da Arte:: Do realismo ao pós-impressionismo

12 impressionismo 2020
12 impressionismo 202012 impressionismo 2020
12 impressionismo 2020
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Cursinho novo1
Cursinho novo1Cursinho novo1
Cursinho novo1
CLEBER LUIS DAMACENO
 
História da Arte: Arte moderna - do Impressionismo ao Surrealismo
História da Arte: Arte moderna - do Impressionismo ao SurrealismoHistória da Arte: Arte moderna - do Impressionismo ao Surrealismo
História da Arte: Arte moderna - do Impressionismo ao Surrealismo
Raphael Lanzillotte
 
Tissot
TissotTissot
Tissot
adam eva
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
Sara Cristina Alves Vale
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
Maria Gomes
 
Camille Pissarro
Camille PissarroCamille Pissarro
Camille Pissarro
Carlos Vieira
 
HISTÓRIA DA ARTE - REVISÃO 02
HISTÓRIA DA ARTE - REVISÃO 02HISTÓRIA DA ARTE - REVISÃO 02
HISTÓRIA DA ARTE - REVISÃO 02
Carlos Benjoino Bidu
 
2º a literatura 3 bimestre realismo naturalismo
2º a  literatura 3 bimestre realismo naturalismo2º a  literatura 3 bimestre realismo naturalismo
2º a literatura 3 bimestre realismo naturalismo
Marileizoletrotta
 
Art Nouveau
Art NouveauArt Nouveau
Art Nouveau
Hely Costa Júnior
 
Século xix no brasil a modernização da arte
Século xix no brasil  a modernização da arteSéculo xix no brasil  a modernização da arte
Século xix no brasil a modernização da arte
ArtesElisa
 
Cubismo Picasso 2019
Cubismo Picasso 2019Cubismo Picasso 2019
Cubismo Picasso 2019
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Seminários história da arte 04
Seminários história da arte   04Seminários história da arte   04
Seminários história da arte 04
Gabriela Lemos
 
9o. ano os ismos da arte moderna- Os Impressionistas: monet- renoir- degas)...
9o. ano  os ismos da arte moderna-  Os Impressionistas: monet- renoir- degas)...9o. ano  os ismos da arte moderna-  Os Impressionistas: monet- renoir- degas)...
9o. ano os ismos da arte moderna- Os Impressionistas: monet- renoir- degas)...
elisabhp
 
Cor1 110814191209-phpapp01
Cor1 110814191209-phpapp01Cor1 110814191209-phpapp01
Cor1 110814191209-phpapp01
Cidaarte Silva
 
Aula 3 ef - artes
Aula 3   ef - artesAula 3   ef - artes
Aula 3 ef - artes
Walney M.F
 
Arte Realista
Arte RealistaArte Realista
Arte Realista
Mauricio Trindade
 
Impressionismo 2012
Impressionismo 2012Impressionismo 2012
Impressionismo 2012
Adriana Guimarães Manaro
 
Impressionismo parte i
Impressionismo   parte iImpressionismo   parte i
Impressionismo parte i
Willians Martins
 
Cubismo
CubismoCubismo

Semelhante a História da Arte:: Do realismo ao pós-impressionismo (20)

12 impressionismo 2020
12 impressionismo 202012 impressionismo 2020
12 impressionismo 2020
 
Cursinho novo1
Cursinho novo1Cursinho novo1
Cursinho novo1
 
História da Arte: Arte moderna - do Impressionismo ao Surrealismo
História da Arte: Arte moderna - do Impressionismo ao SurrealismoHistória da Arte: Arte moderna - do Impressionismo ao Surrealismo
História da Arte: Arte moderna - do Impressionismo ao Surrealismo
 
Tissot
TissotTissot
Tissot
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Camille Pissarro
Camille PissarroCamille Pissarro
Camille Pissarro
 
HISTÓRIA DA ARTE - REVISÃO 02
HISTÓRIA DA ARTE - REVISÃO 02HISTÓRIA DA ARTE - REVISÃO 02
HISTÓRIA DA ARTE - REVISÃO 02
 
2º a literatura 3 bimestre realismo naturalismo
2º a  literatura 3 bimestre realismo naturalismo2º a  literatura 3 bimestre realismo naturalismo
2º a literatura 3 bimestre realismo naturalismo
 
Art Nouveau
Art NouveauArt Nouveau
Art Nouveau
 
Século xix no brasil a modernização da arte
Século xix no brasil  a modernização da arteSéculo xix no brasil  a modernização da arte
Século xix no brasil a modernização da arte
 
Cubismo Picasso 2019
Cubismo Picasso 2019Cubismo Picasso 2019
Cubismo Picasso 2019
 
Seminários história da arte 04
Seminários história da arte   04Seminários história da arte   04
Seminários história da arte 04
 
9o. ano os ismos da arte moderna- Os Impressionistas: monet- renoir- degas)...
9o. ano  os ismos da arte moderna-  Os Impressionistas: monet- renoir- degas)...9o. ano  os ismos da arte moderna-  Os Impressionistas: monet- renoir- degas)...
9o. ano os ismos da arte moderna- Os Impressionistas: monet- renoir- degas)...
 
Cor1 110814191209-phpapp01
Cor1 110814191209-phpapp01Cor1 110814191209-phpapp01
Cor1 110814191209-phpapp01
 
Aula 3 ef - artes
Aula 3   ef - artesAula 3   ef - artes
Aula 3 ef - artes
 
Arte Realista
Arte RealistaArte Realista
Arte Realista
 
Impressionismo 2012
Impressionismo 2012Impressionismo 2012
Impressionismo 2012
 
Impressionismo parte i
Impressionismo   parte iImpressionismo   parte i
Impressionismo parte i
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
 

Mais de Mauricio Mallet Duprat

Direção de Arte e Fotografia no Cinema
Direção de Arte e Fotografia no CinemaDireção de Arte e Fotografia no Cinema
Direção de Arte e Fotografia no Cinema
Mauricio Mallet Duprat
 
Elementos narrativos do cinema - Parte 2 (Ângulos e Efeitos Psicológicos)
Elementos narrativos do cinema - Parte 2 (Ângulos e Efeitos Psicológicos)Elementos narrativos do cinema - Parte 2 (Ângulos e Efeitos Psicológicos)
Elementos narrativos do cinema - Parte 2 (Ângulos e Efeitos Psicológicos)
Mauricio Mallet Duprat
 
Elementos narrativos do cinema - Parte 1 (Planos e enquadramentos)
Elementos narrativos do cinema - Parte 1 (Planos e enquadramentos)Elementos narrativos do cinema - Parte 1 (Planos e enquadramentos)
Elementos narrativos do cinema - Parte 1 (Planos e enquadramentos)
Mauricio Mallet Duprat
 
CINEMA - Parte 2 (Desenvolvimento e indústria)
CINEMA - Parte 2 (Desenvolvimento e indústria)CINEMA - Parte 2 (Desenvolvimento e indústria)
CINEMA - Parte 2 (Desenvolvimento e indústria)
Mauricio Mallet Duprat
 
Proporção Áurea
Proporção ÁureaProporção Áurea
Proporção Áurea
Mauricio Mallet Duprat
 
CINEMA - Parte 1 (O início da história)
CINEMA - Parte 1 (O início da história)CINEMA - Parte 1 (O início da história)
CINEMA - Parte 1 (O início da história)
Mauricio Mallet Duprat
 
História da Arte:: Do gótico ao renascimento
História da Arte:: Do gótico ao renascimentoHistória da Arte:: Do gótico ao renascimento
História da Arte:: Do gótico ao renascimento
Mauricio Mallet Duprat
 
História da Arte:: do Maneirismo ao Romântismo.
História da Arte:: do Maneirismo ao Romântismo.História da Arte:: do Maneirismo ao Romântismo.
História da Arte:: do Maneirismo ao Romântismo.
Mauricio Mallet Duprat
 

Mais de Mauricio Mallet Duprat (8)

Direção de Arte e Fotografia no Cinema
Direção de Arte e Fotografia no CinemaDireção de Arte e Fotografia no Cinema
Direção de Arte e Fotografia no Cinema
 
Elementos narrativos do cinema - Parte 2 (Ângulos e Efeitos Psicológicos)
Elementos narrativos do cinema - Parte 2 (Ângulos e Efeitos Psicológicos)Elementos narrativos do cinema - Parte 2 (Ângulos e Efeitos Psicológicos)
Elementos narrativos do cinema - Parte 2 (Ângulos e Efeitos Psicológicos)
 
Elementos narrativos do cinema - Parte 1 (Planos e enquadramentos)
Elementos narrativos do cinema - Parte 1 (Planos e enquadramentos)Elementos narrativos do cinema - Parte 1 (Planos e enquadramentos)
Elementos narrativos do cinema - Parte 1 (Planos e enquadramentos)
 
CINEMA - Parte 2 (Desenvolvimento e indústria)
CINEMA - Parte 2 (Desenvolvimento e indústria)CINEMA - Parte 2 (Desenvolvimento e indústria)
CINEMA - Parte 2 (Desenvolvimento e indústria)
 
Proporção Áurea
Proporção ÁureaProporção Áurea
Proporção Áurea
 
CINEMA - Parte 1 (O início da história)
CINEMA - Parte 1 (O início da história)CINEMA - Parte 1 (O início da história)
CINEMA - Parte 1 (O início da história)
 
História da Arte:: Do gótico ao renascimento
História da Arte:: Do gótico ao renascimentoHistória da Arte:: Do gótico ao renascimento
História da Arte:: Do gótico ao renascimento
 
História da Arte:: do Maneirismo ao Romântismo.
História da Arte:: do Maneirismo ao Romântismo.História da Arte:: do Maneirismo ao Romântismo.
História da Arte:: do Maneirismo ao Romântismo.
 

Último

Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
enpfilosofiaufu
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Química orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptxQuímica orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptx
KeilianeOliveira3
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Luana Neres
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptxFato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
MariaFatima425285
 
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdflivro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
Escola Municipal Jesus Cristo
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
Acróstico - Reciclar é preciso
Acróstico   -  Reciclar é preciso Acróstico   -  Reciclar é preciso
Acróstico - Reciclar é preciso
Mary Alvarenga
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
ssuser701e2b
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
Manuais Formação
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdfBiologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Ana Da Silva Ponce
 

Último (20)

Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Química orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptxQuímica orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptx
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptxFato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
 
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdflivro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
Acróstico - Reciclar é preciso
Acróstico   -  Reciclar é preciso Acróstico   -  Reciclar é preciso
Acróstico - Reciclar é preciso
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdfBiologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
 

História da Arte:: Do realismo ao pós-impressionismo

  • 2. HISTÓRIA DA ARTE REALISMO • Surgiu na França, nas últimas décadas do século XIX • Movimento artístico e literário (Pintura, escultura e arquitetura) • Reação ao Romantismo • Repudiaram a artificialidade do Neoclassicismo e do Romantismo • Retratavam a vida, os problemas e costumes das classes média e baixa não inspirada em modelos do passado www.mauriciomallet.com
  • 3. HISTÓRIA DA ARTE REALISMO BONJOUR, MONSIEUR COURBET (1854) - GUSTAVE COURBET www.mauriciomallet.com Detalhe
  • 4. HISTÓRIA DA ARTE REALISMO AS CATADORAS (1857) - JEAN-FRANÇOIS MILLET www.mauriciomallet.com Detalhe
  • 5. HISTÓRIA DA ARTE REALISMO O PENSADOR (1904) - AUGUSTE RODIN www.mauriciomallet.com
  • 6. HISTÓRIA DA ARTE IMPRESSIONISMO • Surgiu na pintura francesa do século XIX • O nome do movimento é derivado da obra "Impressão: nascer do sol" (1872) de Claude Monet • Rompimento das regras da pintura vigentes (Belas Artes - Academia e Realismo) • Busca pelos elementos fundamentais da arte • Não interessavam mais as temáticas nobres ou o retrato fiel da realidade • A luz e o movimento utilizado por pinceladas soltas tornam-se o principal elemento da pintura • Telas eram pintadas ao ar livre (capturar melhor as variações de cores da natureza) www.mauriciomallet.com
  • 7. HISTÓRIA DA ARTE IMPRESSIONISMO MULHERES NO JARDIM (1866) - CLAUDE MONET www.mauriciomallet.com Detalhe
  • 8. HISTÓRIA DA ARTE IMPRESSIONISMO IMPRESSION SUNRISE (1872) - CLAUDE MONET www.mauriciomallet.com Detalhe
  • 9. HISTÓRIA DA ARTE IMPRESSIONISMO A AULA DE DANÇA (1873-1875) - EDGAR DEGAS www.mauriciomallet.com Detalhe
  • 10. HISTÓRIA DA ARTE IMPRESSIONISMO PRIMA BALLERINA OU A PRIMEIRA BAILARINA (1878) - EDGAR DEGAS www.mauriciomallet.com Detalhe
  • 11. HISTÓRIA DA ARTE IMPRESSIONISMO A PEQUENA BAILARINA DE CATORZE ANOS (1881) - EDGAR DEGAS www.mauriciomallet.com Detalhe
  • 12. HISTÓRIA DA ARTE IMPRESSIONISMO A BANHEIRA (1885) - EDGAR DEGAS www.mauriciomallet.com
  • 13. HISTÓRIA DA ARTE REALISMO / IMPRESSIONISMO O VIOLEIRO (1899) - ALMEIDA JÚNIOR www.mauriciomallet.com Detalhe Obs: Apesar de Almeida Júnior não estar associado a nenhum movimento (Realismo ou Impressionismo), cito ele como impressionista, pois sua pintura acadêmica traz uma iluminação verdadeira e natural, que na época, no Brasil, não existia nada igual.
  • 14. HISTÓRIA DA ARTE PÓS-IMPRESSIONISMO • Expressão artística utilizada para definir a pintura e, posteriormente, a escultura no final do impressionismo (1885) • Marca também o início do cubismo (início do séc. XX) • Encontrar novos caminhos para a pintura • Acentuação da pintura nos seus valores específicos - COR e BIDIMENSIONALIDADE • Buscavam ultrapassar a Revolução de Monet • Eram contra o IMPRESSIONISMO devido à sua superficialidade ilusionista da análise à realidade www.mauriciomallet.com
  • 15. HISTÓRIA DA ARTE PÓS-IMPRESSIONISMO • Paul Cézanne (1839 - 1906), pintor pós-impressionista francês • Forneceu as bases da transição das concepções do fazer artístico do século XIX para a arte inovadora do séc. XX • É considerado como a ponte entre o impressionismo do final do séc. XIX e o cubismo do início do séc. XX • Introduziu nas suas obras distorções formais e alterações de perspectiva em benefício da composição ou para ressaltar o volume e peso dos objetos • Concebeu a cor de um modo sem precedentes • Não se subordinava às leis da perspectiva (modificava-as) • A sua concepção da composição era arquitetônica (consistia em ver a natureza segundo as suas formas fundamentais: a esfera, o cilindro e o cone) www.mauriciomallet.com
  • 16. HISTÓRIA DA ARTE PÓS-IMPRESSIONISMO BANHISTAS (1874-1875) - PAUL CÉZANNE www.mauriciomallet.com
  • 17. HISTÓRIA DA ARTE PÓS-IMPRESSIONISMO L'ESTAQUE (1883–1885) - PAUL CÉZANNE www.mauriciomallet.com
  • 18. HISTÓRIA DA ARTE PÓS-IMPRESSIONISMO BANHISTAS (1906) - PAUL CÉZANNE www.mauriciomallet.com
  • 19. HISTÓRIA DA ARTE PÓS-IMPRESSIONISMO • Vincent Willem Van Gogh (1853 -1890) • Pintor pós-impressionista holandês • É considerado um dos pioneiros na ligação das tendências impressionistas com as aspirações modernistas • Influenciou a arte do séc. XX (Expressionismo, Fauvismo e Abstracionismo) www.mauriciomallet.com
  • 20. HISTÓRIA DA ARTE PÓS-IMPRESSIONISMO OS COMEDORES DE BATATA (1885) - VINCENT VAN GOGH www.mauriciomallet.com
  • 21. HISTÓRIA DA ARTE PÓS-IMPRESSIONISMO TERRAÇO DO CAFÉ EM ARLES À NOITE (1888) - VINCENT VAN GOGH www.mauriciomallet.com Detalhe
  • 22. HISTÓRIA DA ARTE PÓS-IMPRESSIONISMO HE NIGHT CAFÉ (1888) - VINCENT VAN GOGH www.mauriciomallet.com
  • 23. HISTÓRIA DA ARTE PÓS-IMPRESSIONISMO WHEAT FIELD WITH CYPRESSES (1889) - VINCENT VAN GOGH www.mauriciomallet.com
  • 24. HISTÓRIA DA ARTE PÓS-IMPRESSIONISMO RETRATO DO DR. GACHET (1890) - VINCENT VAN GOGH www.mauriciomallet.com