SlideShare uma empresa Scribd logo
Escola Técnica Profissional da Moita
      Ano Lectivo 2012/2012
          12º Património
      HCA – A Cultura da Gare
                             Professora Mónica Sousa




                                          Andreia Rabino
• Inspirou-se em diferentes estilos históricos, o
  que motivou a sucessão dos revivalismos.

• No séc. XVIII, os arquitectos românticos
  inspiraram-se na arquitectura medieval
  e, posteriormente, recorreram a todos os
  estilos arquitectónicos desde o renascentista
  ao neoclássico.

• Expandiu-se um pouco por toda a Europa até
  finais do século XIX.
Princípios Gerais

• Impulsionada pelos valores do Sentimento;

• Visava a beleza como algo de divino;

• Rejeitou as regras da arquitectura neoclássica;

• Preferiu caracteristicas que estimulassem a
  imaginação e os sentidos;

• Deveria provocar sensações e transmitir ideias.
Revivalismo
• Movimento artístico que reproduz técnicas e cânones
  estéticos do passado (historicismo).


• Explica-se pelo contexto político-cultural em que se vivia:
  o interesse pela História e pelas suas descobertas; o
  nacionalismo politico e a valorização das tradições: a
  exaltação do instinto e do misticismo: as desilusões
  provocadas pelo liberalismo e pela industrialização e o
  desejo de fuga ao presente.
Fontes de inspiração dos principais revivalismos históricos

  NEOGÓTICO – inspiração na Idade Média e no formulário
  gótico;

  NEOROMÂNICO – inspiração no formulário medieval
  bizantino e românico;

  NEOÁRABE – inspiração no formulário da arte islâmica e
  ligação entre historicismo e exotismo;

  NEOMANUELINO – situação especial do caso
  português, inspirado no formulário medievo-renascentista da
  arte manuelina.
Revivalismo: Neomanuelino




Estação do Rossio, Lisboa
Revivalismo: Neogótico




Castelo de Neuschwanstein, Baviera, Alemanha
Ecletismo
• Tendência ou corrente artística que reflecte e integra
  influências provenientes de várias épocas e estilos.




Charles Garnier,
Ópera de Paris
mistura
características
neoclássicas e
neobarrocas, entre
outras.
Exostismo

•   Gosto pelo que é estranho (diferente ou estrangeiro)
    à cultura ocidental e que excita a imaginação e os
    sentidos pelo mistério, pela novidade, pelo
    pitoresco.


•   Justifica-se pelo espírito
    romântico, irrequieto, insatisfeito e sonhador do
    Homem que desenvolveu o gosto pelas viagens.
John Nash, Pavilhão Real de Brighton
Arquitectura romântica
              em Portugal


• A Arquitectura românica em Portugal, tal como
  o românico em toda a Europa, tinha como principal
  função a construção de castelos, fortificações e
  também igrejas.
Palácio da
                                              Pena, expoente do
                                              Romantismo em
                                              Portugal


São notórios os revivalismos e o eclectismo
arquitetónicos, concretizados na profusão de estilos –
neogótico, neomanuelino, neomourisco.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Rococó
RococóRococó
Rococó
Ana Barreiros
 
Módulo 7 caso pratico 2 lisboa pombalina
Módulo 7   caso pratico 2 lisboa pombalinaMódulo 7   caso pratico 2 lisboa pombalina
Módulo 7 caso pratico 2 lisboa pombalina
Carla Freitas
 
Pintura e escultura do romantismo
Pintura e escultura do romantismoPintura e escultura do romantismo
Pintura e escultura do romantismo
Ana Barreiros
 
Neoclassicismo
NeoclassicismoNeoclassicismo
Neoclassicismo
Ana Barreiros
 
Pintura barroca
Pintura barrocaPintura barroca
Pintura barroca
Ana Barreiros
 
Neoclassicismo em portugal
Neoclassicismo em portugalNeoclassicismo em portugal
Neoclassicismo em portugal
Ana Barreiros
 
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
Ana Barreiros
 
Romantismo em Portugal
Romantismo em PortugalRomantismo em Portugal
Romantismo em Portugal
Cristina Verbitska
 
Módulo 8 - Arte em Portugal nos finais do século XIX
Módulo 8 - Arte em Portugal nos finais do século XIXMódulo 8 - Arte em Portugal nos finais do século XIX
Módulo 8 - Arte em Portugal nos finais do século XIX
Carla Freitas
 
Primeira metade do século XX
Primeira metade do século XXPrimeira metade do século XX
Primeira metade do século XX
CEF16
 
A Arte Neoclássica
A Arte NeoclássicaA Arte Neoclássica
A Arte Neoclássica
Carlos Pinheiro
 
A arquitetura da 1ª metade século xx
A arquitetura da 1ª metade século xxA arquitetura da 1ª metade século xx
A arquitetura da 1ª metade século xx
Ana Barreiros
 
Módulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismo
Módulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismoMódulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismo
Módulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismo
Carla Freitas
 
A cultura do salão arte rococó
A cultura do salão   arte rococóA cultura do salão   arte rococó
A cultura do salão arte rococó
cattonia
 
Cultura do espaço virtual
Cultura do espaço virtual Cultura do espaço virtual
Cultura do espaço virtual
Ana Barreiros
 
A cultura do salão neoclássico
A cultura do salão   neoclássicoA cultura do salão   neoclássico
A cultura do salão neoclássico
cattonia
 
Arquitetura barroca
Arquitetura barrocaArquitetura barroca
Arquitetura barroca
Ana Barreiros
 
Ficha "A Cultura do Salão"
Ficha "A Cultura do Salão"Ficha "A Cultura do Salão"
Ficha "A Cultura do Salão"
Ana Barreiros
 
Arte em Portugal finais seculo xix
Arte em Portugal finais seculo xixArte em Portugal finais seculo xix
Arte em Portugal finais seculo xix
Ana Barreiros
 
Realismo
RealismoRealismo
Realismo
CrisBiagio
 

Mais procurados (20)

Rococó
RococóRococó
Rococó
 
Módulo 7 caso pratico 2 lisboa pombalina
Módulo 7   caso pratico 2 lisboa pombalinaMódulo 7   caso pratico 2 lisboa pombalina
Módulo 7 caso pratico 2 lisboa pombalina
 
Pintura e escultura do romantismo
Pintura e escultura do romantismoPintura e escultura do romantismo
Pintura e escultura do romantismo
 
Neoclassicismo
NeoclassicismoNeoclassicismo
Neoclassicismo
 
Pintura barroca
Pintura barrocaPintura barroca
Pintura barroca
 
Neoclassicismo em portugal
Neoclassicismo em portugalNeoclassicismo em portugal
Neoclassicismo em portugal
 
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
 
Romantismo em Portugal
Romantismo em PortugalRomantismo em Portugal
Romantismo em Portugal
 
Módulo 8 - Arte em Portugal nos finais do século XIX
Módulo 8 - Arte em Portugal nos finais do século XIXMódulo 8 - Arte em Portugal nos finais do século XIX
Módulo 8 - Arte em Portugal nos finais do século XIX
 
Primeira metade do século XX
Primeira metade do século XXPrimeira metade do século XX
Primeira metade do século XX
 
A Arte Neoclássica
A Arte NeoclássicaA Arte Neoclássica
A Arte Neoclássica
 
A arquitetura da 1ª metade século xx
A arquitetura da 1ª metade século xxA arquitetura da 1ª metade século xx
A arquitetura da 1ª metade século xx
 
Módulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismo
Módulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismoMódulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismo
Módulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismo
 
A cultura do salão arte rococó
A cultura do salão   arte rococóA cultura do salão   arte rococó
A cultura do salão arte rococó
 
Cultura do espaço virtual
Cultura do espaço virtual Cultura do espaço virtual
Cultura do espaço virtual
 
A cultura do salão neoclássico
A cultura do salão   neoclássicoA cultura do salão   neoclássico
A cultura do salão neoclássico
 
Arquitetura barroca
Arquitetura barrocaArquitetura barroca
Arquitetura barroca
 
Ficha "A Cultura do Salão"
Ficha "A Cultura do Salão"Ficha "A Cultura do Salão"
Ficha "A Cultura do Salão"
 
Arte em Portugal finais seculo xix
Arte em Portugal finais seculo xixArte em Portugal finais seculo xix
Arte em Portugal finais seculo xix
 
Realismo
RealismoRealismo
Realismo
 

Semelhante a Arquitectura romantica

Histarte resumos
Histarte resumosHistarte resumos
Histarte resumos
Fernanda Duarte
 
História da arte neoclassicismo
História da arte   neoclassicismoHistória da arte   neoclassicismo
História da arte neoclassicismo
Ana Cristina D Assumpcão
 
Neoclassicismo
NeoclassicismoNeoclassicismo
Neoclassicismo
Arte Educadora
 
02 romantismo
02 romantismo02 romantismo
02 romantismo
Vítor Santos
 
A Arte do Século XIX - O Romantismo.pptx
A Arte do Século XIX - O Romantismo.pptxA Arte do Século XIX - O Romantismo.pptx
A Arte do Século XIX - O Romantismo.pptx
JoanaPereira737226
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
Viviane Marques
 
Neoclássico
NeoclássicoNeoclássico
Neoclássico
Viviane Marques
 
Arte acadêmica; Neoclassicismo
Arte acadêmica; NeoclassicismoArte acadêmica; Neoclassicismo
Arte acadêmica; Neoclassicismo
Aline Raposo
 
Apresentação sobre Artes Visuais.pptx
Apresentação sobre Artes Visuais.pptxApresentação sobre Artes Visuais.pptx
Apresentação sobre Artes Visuais.pptx
Gael Arias Aguilar
 
Trabalho de artes andressa 2°c
Trabalho  de artes andressa 2°cTrabalho  de artes andressa 2°c
Trabalho de artes andressa 2°c
floresmaces
 
Hca
HcaHca
Riqueza cultural brasileira_e_pelot
Riqueza cultural brasileira_e_pelotRiqueza cultural brasileira_e_pelot
Riqueza cultural brasileira_e_pelot
Jhoritza
 
Cultura mosteiro. arquitetura
Cultura mosteiro. arquiteturaCultura mosteiro. arquitetura
Cultura mosteiro. arquitetura
sabelourenco
 
Arte
ArteArte
O romantismo
O romantismoO romantismo
O romantismo
João Couto
 
Romantismo grupo A
Romantismo grupo ARomantismo grupo A
Romantismo grupo A
becresforte
 
Aula 07 o neoclassico definições
Aula 07   o neoclassico definiçõesAula 07   o neoclassico definições
Aula 07 o neoclassico definições
Raphael Barbosa Rodrigues
 
Aula 05 arte medieval
Aula 05 arte medievalAula 05 arte medieval
Aula 05 arte medieval
Elizeu Nascimento Silva
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
xagnog arievilo
 
História da Arte: Romantismo - França e Itália
História da Arte: Romantismo - França e ItáliaHistória da Arte: Romantismo - França e Itália
História da Arte: Romantismo - França e Itália
Raphael Lanzillotte
 

Semelhante a Arquitectura romantica (20)

Histarte resumos
Histarte resumosHistarte resumos
Histarte resumos
 
História da arte neoclassicismo
História da arte   neoclassicismoHistória da arte   neoclassicismo
História da arte neoclassicismo
 
Neoclassicismo
NeoclassicismoNeoclassicismo
Neoclassicismo
 
02 romantismo
02 romantismo02 romantismo
02 romantismo
 
A Arte do Século XIX - O Romantismo.pptx
A Arte do Século XIX - O Romantismo.pptxA Arte do Século XIX - O Romantismo.pptx
A Arte do Século XIX - O Romantismo.pptx
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Neoclássico
NeoclássicoNeoclássico
Neoclássico
 
Arte acadêmica; Neoclassicismo
Arte acadêmica; NeoclassicismoArte acadêmica; Neoclassicismo
Arte acadêmica; Neoclassicismo
 
Apresentação sobre Artes Visuais.pptx
Apresentação sobre Artes Visuais.pptxApresentação sobre Artes Visuais.pptx
Apresentação sobre Artes Visuais.pptx
 
Trabalho de artes andressa 2°c
Trabalho  de artes andressa 2°cTrabalho  de artes andressa 2°c
Trabalho de artes andressa 2°c
 
Hca
HcaHca
Hca
 
Riqueza cultural brasileira_e_pelot
Riqueza cultural brasileira_e_pelotRiqueza cultural brasileira_e_pelot
Riqueza cultural brasileira_e_pelot
 
Cultura mosteiro. arquitetura
Cultura mosteiro. arquiteturaCultura mosteiro. arquitetura
Cultura mosteiro. arquitetura
 
Arte
ArteArte
Arte
 
O romantismo
O romantismoO romantismo
O romantismo
 
Romantismo grupo A
Romantismo grupo ARomantismo grupo A
Romantismo grupo A
 
Aula 07 o neoclassico definições
Aula 07   o neoclassico definiçõesAula 07   o neoclassico definições
Aula 07 o neoclassico definições
 
Aula 05 arte medieval
Aula 05 arte medievalAula 05 arte medieval
Aula 05 arte medieval
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
 
História da Arte: Romantismo - França e Itália
História da Arte: Romantismo - França e ItáliaHistória da Arte: Romantismo - França e Itália
História da Arte: Romantismo - França e Itália
 

Arquitectura romantica

  • 1. Escola Técnica Profissional da Moita Ano Lectivo 2012/2012 12º Património HCA – A Cultura da Gare Professora Mónica Sousa Andreia Rabino
  • 2. • Inspirou-se em diferentes estilos históricos, o que motivou a sucessão dos revivalismos. • No séc. XVIII, os arquitectos românticos inspiraram-se na arquitectura medieval e, posteriormente, recorreram a todos os estilos arquitectónicos desde o renascentista ao neoclássico. • Expandiu-se um pouco por toda a Europa até finais do século XIX.
  • 3. Princípios Gerais • Impulsionada pelos valores do Sentimento; • Visava a beleza como algo de divino; • Rejeitou as regras da arquitectura neoclássica; • Preferiu caracteristicas que estimulassem a imaginação e os sentidos; • Deveria provocar sensações e transmitir ideias.
  • 4. Revivalismo • Movimento artístico que reproduz técnicas e cânones estéticos do passado (historicismo). • Explica-se pelo contexto político-cultural em que se vivia: o interesse pela História e pelas suas descobertas; o nacionalismo politico e a valorização das tradições: a exaltação do instinto e do misticismo: as desilusões provocadas pelo liberalismo e pela industrialização e o desejo de fuga ao presente.
  • 5. Fontes de inspiração dos principais revivalismos históricos NEOGÓTICO – inspiração na Idade Média e no formulário gótico; NEOROMÂNICO – inspiração no formulário medieval bizantino e românico; NEOÁRABE – inspiração no formulário da arte islâmica e ligação entre historicismo e exotismo; NEOMANUELINO – situação especial do caso português, inspirado no formulário medievo-renascentista da arte manuelina.
  • 7. Revivalismo: Neogótico Castelo de Neuschwanstein, Baviera, Alemanha
  • 8. Ecletismo • Tendência ou corrente artística que reflecte e integra influências provenientes de várias épocas e estilos. Charles Garnier, Ópera de Paris mistura características neoclássicas e neobarrocas, entre outras.
  • 9. Exostismo • Gosto pelo que é estranho (diferente ou estrangeiro) à cultura ocidental e que excita a imaginação e os sentidos pelo mistério, pela novidade, pelo pitoresco. • Justifica-se pelo espírito romântico, irrequieto, insatisfeito e sonhador do Homem que desenvolveu o gosto pelas viagens.
  • 10. John Nash, Pavilhão Real de Brighton
  • 11. Arquitectura romântica em Portugal • A Arquitectura românica em Portugal, tal como o românico em toda a Europa, tinha como principal função a construção de castelos, fortificações e também igrejas.
  • 12. Palácio da Pena, expoente do Romantismo em Portugal São notórios os revivalismos e o eclectismo arquitetónicos, concretizados na profusão de estilos – neogótico, neomanuelino, neomourisco.