SlideShare uma empresa Scribd logo
Impressão, nascer do sol (1873) de Claude Monet.  48cmX63cm. IMPRESSIONISMO
Impressionismo 1860- 1920 Cenário da Época: Aumento das capitais, principalmente Paris Invenção do telefone Thomas Edison inventa a lâmpada Construção do 1º automóvel Invenção da Fotografia e Cinema Henry Ford cria e inicia a produção em série de automóveis Surgimento da psicanálise com Sigmund Freud
Impressionismo Movimento artístico que revolucionou a pintura e deu início as grandes tendências da arte do século XX, reagindo ao intelctualismo sociopolítico do Realismo e ao academismo da época. Os pintores impressionistas procuravam uma pintura mais intuitiva e espontânea, realizada perante o motivo, com base na observação directa do efeito da luz solar sobre a Natureza, as pessoas, os objetos, registrando nas suas telas as constantes alterações que essa luz provoca nas  cores da natureza.
Impressionismo O Impressionismo marca uma grande ruptura no estilo artístico europeu, é o chamado “advento das Vanguardas”. Na verdade o Impressionismo não possuía nenhuma “teoria”, mas sim algumas considerações gerais que eram seguidas na prática.
Caraterísticas do Impressionismo A pintura deve registrar a tonalidade que os objetos adquirem ao refletir a luz solar, já que as cores na natureza se modificam constantemente dependendo da incidência da luz do sol; As figuras não devem ter contornos nítidos, pois a linha é uma abstração do ser humano para representar as imagens; Conhecimentos da psicologia da percepção; Claude Monet
Caraterísticas do Impressionismo As sombras devem ser luminosas e coloridas, não escuras ou pretas, como eram representadas anteriormente; Claude Monet
Caraterísticas do Impressionismo A grande maioria dos Impressionistas preferia representações de cenas ao ar livre, pois desta forma notava-se mais claramente a influência da luz na percepção dos objectos; nesse contexto, uma das raras exceções é Degas, que representava o quotidiano das pessoas em ambientes fechados sobre a influência da luz artificial.
Artistas Impressionistas: Claude  Monet  (1840 – 1926) Pierre August  Renoir  (1841 – 1919) Edgar  Degas  (1834 – 1917) Édouard  Manet  (1832 – 1883)
Claude Monet A ponte japonesa (1899), Monet Catedral de Rouen, Monet
Claude Monet Retrato de Renoir, Monet
Édouard Manet Almoço na relva (1863), Manet
La Grenouilliére (1869),Renoir Renoir
A aula de dança,1873-1875,  Edgar Degas Cavalos de corrida diante da tribuna, Edgar Degas
A Banheira,1886, Edgar Degas Duas bailarinas, Edgar Degas
A partir de 1886, começam a surgir artistas que dão novas perspectivas ao Impressionismo, entre os quais  Georges Seurat  (1859 -1891) e  Paul Signac  (1863 – 1935) . As Modelos, Georges Seurat Neo-impressionismo
O Pontilhismo e Divisionismo Estes artistas vão aprofundar o conceito de percepção óptica reduzindo as pinceladas ao um conjunto de pontos uniformes, que no seu conjunto, dão ao observador a percepção de uma cena – denominando-se essa técnica de Pontilhismo. A partir desta surgiu também o Divisionismo.
A bóia vermelha (1895), Signac O  Pontilhismo  é uma técnica em que são usados pequeninos pontos de cor pura, não misturada -  Divisionismo . Vista à distância os pontos parecem misturar-se criando um efeito cromático.
Tarde de domingo na ilha de grande Jatte, (1884-1886),2,60mX3,50m, Seurat

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Arte - Romantismo
Arte - RomantismoArte - Romantismo
Arte - Romantismo
Maiara Giordani
 
Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
Ana Paula Silva
 
Arte - Realismo
Arte - RealismoArte - Realismo
Arte - Realismo
Maiara Giordani
 
Cubismo
CubismoCubismo
Arte contemporânea
Arte contemporâneaArte contemporânea
Arte contemporânea
annaartes
 
Arte romantica
Arte romanticaArte romantica
Arte romantica
Carla Teixeira
 
Neoclassicismo
NeoclassicismoNeoclassicismo
Neoclassicismo
Arte Educadora
 
Dadaísmo
DadaísmoDadaísmo
Dadaísmo
CEF16
 
Arte - Surrealismo
Arte - SurrealismoArte - Surrealismo
Arte - Surrealismo
Nathália Rodrigues
 
Aula impressionismo
Aula impressionismoAula impressionismo
Aula impressionismo
deasilvia
 
Aula de arte urbana
Aula de arte urbanaAula de arte urbana
Aula de arte urbana
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Slide autorretrato
Slide autorretratoSlide autorretrato
Slide autorretrato
Lismara de Oliveira
 
Arte Barroca no Brasil
Arte Barroca no BrasilArte Barroca no Brasil
Arte Barroca no Brasil
Andrea Dressler
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
guest9bd847
 
Missão Artística Francesa
Missão Artística Francesa Missão Artística Francesa
Missão Artística Francesa
Andrea Dressler
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
Paulo Fonseca
 
Arte moderna brasileira
Arte moderna brasileiraArte moderna brasileira
Arte moderna brasileira
Arte Educadora
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
Ellen_Assad
 
Naturalismo e Realismo na Pintura
Naturalismo e Realismo na PinturaNaturalismo e Realismo na Pintura
Naturalismo e Realismo na Pintura
Carlos Pinheiro
 

Mais procurados (20)

Arte - Romantismo
Arte - RomantismoArte - Romantismo
Arte - Romantismo
 
Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
 
Arte - Realismo
Arte - RealismoArte - Realismo
Arte - Realismo
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
 
Arte contemporânea
Arte contemporâneaArte contemporânea
Arte contemporânea
 
Arte romantica
Arte romanticaArte romantica
Arte romantica
 
Arte Conceitual
Arte ConceitualArte Conceitual
Arte Conceitual
 
Neoclassicismo
NeoclassicismoNeoclassicismo
Neoclassicismo
 
Dadaísmo
DadaísmoDadaísmo
Dadaísmo
 
Arte - Surrealismo
Arte - SurrealismoArte - Surrealismo
Arte - Surrealismo
 
Aula impressionismo
Aula impressionismoAula impressionismo
Aula impressionismo
 
Aula de arte urbana
Aula de arte urbanaAula de arte urbana
Aula de arte urbana
 
Slide autorretrato
Slide autorretratoSlide autorretrato
Slide autorretrato
 
Arte Barroca no Brasil
Arte Barroca no BrasilArte Barroca no Brasil
Arte Barroca no Brasil
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
Missão Artística Francesa
Missão Artística Francesa Missão Artística Francesa
Missão Artística Francesa
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Arte moderna brasileira
Arte moderna brasileiraArte moderna brasileira
Arte moderna brasileira
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
Naturalismo e Realismo na Pintura
Naturalismo e Realismo na PinturaNaturalismo e Realismo na Pintura
Naturalismo e Realismo na Pintura
 

Destaque

Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
Ana Barreiros
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
Isidro Santos
 
A missão artística francesa
A missão artística francesaA missão artística francesa
A missão artística francesa
Karoline Oliveira
 
A influencia da missão artistica francesa na arte brasileira
A influencia da missão artistica francesa na arte brasileiraA influencia da missão artistica francesa na arte brasileira
A influencia da missão artistica francesa na arte brasileira
Angeli Arte Educadora
 
Missão Artística Francesa
Missão Artística FrancesaMissão Artística Francesa
Missão Artística Francesa
Thalles Yvson
 
O Impressionismo
O ImpressionismoO Impressionismo
O Impressionismo
Jorge Almeida
 
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismo
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismoImpressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismo
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismo
Carlos Pinheiro
 

Destaque (7)

Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
A missão artística francesa
A missão artística francesaA missão artística francesa
A missão artística francesa
 
A influencia da missão artistica francesa na arte brasileira
A influencia da missão artistica francesa na arte brasileiraA influencia da missão artistica francesa na arte brasileira
A influencia da missão artistica francesa na arte brasileira
 
Missão Artística Francesa
Missão Artística FrancesaMissão Artística Francesa
Missão Artística Francesa
 
O Impressionismo
O ImpressionismoO Impressionismo
O Impressionismo
 
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismo
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismoImpressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismo
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismo
 

Semelhante a Impressionismo

Impressionismo 2013
Impressionismo 2013Impressionismo 2013
Impressionismo 2013
Adriana Guimarães Manaro
 
Impressionismo 2012
Impressionismo 2012Impressionismo 2012
Impressionismo 2012
Adriana Guimarães Manaro
 
Impressionismo 2015
Impressionismo 2015Impressionismo 2015
Impressionismo 2015
Adriana Guimarães Manaro
 
Semináááário
SemináááárioSemináááário
Semináááário
himynameisnest
 
Impressionismo e Expressionismo - 3ª A - 2011
Impressionismo e Expressionismo - 3ª A - 2011Impressionismo e Expressionismo - 3ª A - 2011
Impressionismo e Expressionismo - 3ª A - 2011
Maria Inês de Souza Vitorino Justino
 
Impressionismo e Pontilhismo
Impressionismo e PontilhismoImpressionismo e Pontilhismo
Impressionismo e Pontilhismo
Auriene
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
Jorge Almeida
 
Arte expressionista
Arte expressionistaArte expressionista
Arte expressionista
Lú Feitosa
 
O impressionismo
O impressionismoO impressionismo
O impressionismo
ritafmiranda
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
maria40
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
Jorge Almeida
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
Jorge Almeida
 
O Impressionismo
O ImpressionismoO Impressionismo
O Impressionismo
Cinthya Nascimento
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
rafael.eltz
 
Material de Apoio Termo III (8° Ano)
Material de Apoio Termo III (8° Ano)Material de Apoio Termo III (8° Ano)
Material de Apoio Termo III (8° Ano)
kamismilonas
 
Impressionismo - Prof. Kelly Mendes - Arte
Impressionismo - Prof. Kelly Mendes - ArteImpressionismo - Prof. Kelly Mendes - Arte
Impressionismo - Prof. Kelly Mendes - Arte
Hadassa Castro
 
Artes impressionismo 8º
Artes impressionismo 8ºArtes impressionismo 8º
Artes impressionismo 8º
profgilvano
 
Impressionismo - 6ºAno.pptx
Impressionismo - 6ºAno.pptxImpressionismo - 6ºAno.pptx
Impressionismo - 6ºAno.pptx
ProfessoraKarolMarti
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
MartaMonteiro60
 
HISTÓRIA DA ARTE - Século XIX na Europa - Impressionismo e Pontilhismo
HISTÓRIA DA ARTE - Século XIX na Europa - Impressionismo e PontilhismoHISTÓRIA DA ARTE - Século XIX na Europa - Impressionismo e Pontilhismo
HISTÓRIA DA ARTE - Século XIX na Europa - Impressionismo e Pontilhismo
Maiara Giordani
 

Semelhante a Impressionismo (20)

Impressionismo 2013
Impressionismo 2013Impressionismo 2013
Impressionismo 2013
 
Impressionismo 2012
Impressionismo 2012Impressionismo 2012
Impressionismo 2012
 
Impressionismo 2015
Impressionismo 2015Impressionismo 2015
Impressionismo 2015
 
Semináááário
SemináááárioSemináááário
Semináááário
 
Impressionismo e Expressionismo - 3ª A - 2011
Impressionismo e Expressionismo - 3ª A - 2011Impressionismo e Expressionismo - 3ª A - 2011
Impressionismo e Expressionismo - 3ª A - 2011
 
Impressionismo e Pontilhismo
Impressionismo e PontilhismoImpressionismo e Pontilhismo
Impressionismo e Pontilhismo
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Arte expressionista
Arte expressionistaArte expressionista
Arte expressionista
 
O impressionismo
O impressionismoO impressionismo
O impressionismo
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
O Impressionismo
O ImpressionismoO Impressionismo
O Impressionismo
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Material de Apoio Termo III (8° Ano)
Material de Apoio Termo III (8° Ano)Material de Apoio Termo III (8° Ano)
Material de Apoio Termo III (8° Ano)
 
Impressionismo - Prof. Kelly Mendes - Arte
Impressionismo - Prof. Kelly Mendes - ArteImpressionismo - Prof. Kelly Mendes - Arte
Impressionismo - Prof. Kelly Mendes - Arte
 
Artes impressionismo 8º
Artes impressionismo 8ºArtes impressionismo 8º
Artes impressionismo 8º
 
Impressionismo - 6ºAno.pptx
Impressionismo - 6ºAno.pptxImpressionismo - 6ºAno.pptx
Impressionismo - 6ºAno.pptx
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
HISTÓRIA DA ARTE - Século XIX na Europa - Impressionismo e Pontilhismo
HISTÓRIA DA ARTE - Século XIX na Europa - Impressionismo e PontilhismoHISTÓRIA DA ARTE - Século XIX na Europa - Impressionismo e Pontilhismo
HISTÓRIA DA ARTE - Século XIX na Europa - Impressionismo e Pontilhismo
 

Mais de Michele Pó

Sapta Dhatus - Os Sete Tecidos no Ayurveda por Verónica Silvestre
Sapta Dhatus - Os Sete Tecidos no Ayurveda por Verónica SilvestreSapta Dhatus - Os Sete Tecidos no Ayurveda por Verónica Silvestre
Sapta Dhatus - Os Sete Tecidos no Ayurveda por Verónica Silvestre
Michele Pó
 
Kaumara bhritya por Tânia Pires
Kaumara bhritya por Tânia PiresKaumara bhritya por Tânia Pires
Kaumara bhritya por Tânia Pires
Michele Pó
 
Vaji karana - Medicina Reprodutiva no Ayurveda por Pedro Sequeira
Vaji karana - Medicina Reprodutiva no Ayurveda por Pedro SequeiraVaji karana - Medicina Reprodutiva no Ayurveda por Pedro Sequeira
Vaji karana - Medicina Reprodutiva no Ayurveda por Pedro Sequeira
Michele Pó
 
Saúde da mulher por Maria Brito do Rio
Saúde da mulher por Maria Brito do RioSaúde da mulher por Maria Brito do Rio
Saúde da mulher por Maria Brito do Rio
Michele Pó
 
Os gunas e a mente no Ayurveda por Maria Afonso
Os gunas e a mente no Ayurveda por Maria AfonsoOs gunas e a mente no Ayurveda por Maria Afonso
Os gunas e a mente no Ayurveda por Maria Afonso
Michele Pó
 
Nadi Pariksha - Pulsologia no Ayurveda por Madalena Caeiro
Nadi Pariksha - Pulsologia no Ayurveda por Madalena CaeiroNadi Pariksha - Pulsologia no Ayurveda por Madalena Caeiro
Nadi Pariksha - Pulsologia no Ayurveda por Madalena Caeiro
Michele Pó
 
Salakya Tantra por Joana Nascimento
Salakya Tantra por   Joana NascimentoSalakya Tantra por   Joana Nascimento
Salakya Tantra por Joana Nascimento
Michele Pó
 
Bhuta vidya - Psiquiatria na medicina ayurvédica por Francisca Rebela
Bhuta vidya - Psiquiatria na medicina ayurvédica por Francisca RebelaBhuta vidya - Psiquiatria na medicina ayurvédica por Francisca Rebela
Bhuta vidya - Psiquiatria na medicina ayurvédica por Francisca Rebela
Michele Pó
 
Medicina Interna por Filipa Falcão
Medicina Interna por Filipa FalcãoMedicina Interna por Filipa Falcão
Medicina Interna por Filipa Falcão
Michele Pó
 
Rasayana - Longevidade e Revitalização Terapêutica por Elisângela Massochin
Rasayana - Longevidade e Revitalização Terapêutica por Elisângela MassochinRasayana - Longevidade e Revitalização Terapêutica por Elisângela Massochin
Rasayana - Longevidade e Revitalização Terapêutica por Elisângela Massochin
Michele Pó
 
Toxicologia ayurvédica por Élio Lampreia
Toxicologia ayurvédica por Élio LampreiaToxicologia ayurvédica por Élio Lampreia
Toxicologia ayurvédica por Élio Lampreia
Michele Pó
 
Oléos Medicados no Ayurveda por Ana Carvalho
Oléos Medicados no Ayurveda por Ana CarvalhoOléos Medicados no Ayurveda por Ana Carvalho
Oléos Medicados no Ayurveda por Ana Carvalho
Michele Pó
 
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos da Pimenta Longa
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos da Pimenta LongaPrincípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos da Pimenta Longa
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos da Pimenta Longa
Michele Pó
 
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos do Cravinho Eugenia caryophylus...
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos do Cravinho Eugenia caryophylus...Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos do Cravinho Eugenia caryophylus...
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos do Cravinho Eugenia caryophylus...
Michele Pó
 
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Trigonella foenum graecum l
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Trigonella foenum graecum lPrincípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Trigonella foenum graecum l
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Trigonella foenum graecum l
Michele Pó
 
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Ferula Assafoetida
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Ferula Assafoetida Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Ferula Assafoetida
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Ferula Assafoetida
Michele Pó
 
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos dos Cominhos
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos dos CominhosPrincípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos dos Cominhos
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos dos Cominhos
Michele Pó
 
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos do Cardamomo
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos do CardamomoPrincípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos do Cardamomo
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos do Cardamomo
Michele Pó
 
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Canela
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Canela Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Canela
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Canela
Michele Pó
 
Kayachikitsa ayurveda andreia baptista
Kayachikitsa ayurveda andreia baptistaKayachikitsa ayurveda andreia baptista
Kayachikitsa ayurveda andreia baptista
Michele Pó
 

Mais de Michele Pó (20)

Sapta Dhatus - Os Sete Tecidos no Ayurveda por Verónica Silvestre
Sapta Dhatus - Os Sete Tecidos no Ayurveda por Verónica SilvestreSapta Dhatus - Os Sete Tecidos no Ayurveda por Verónica Silvestre
Sapta Dhatus - Os Sete Tecidos no Ayurveda por Verónica Silvestre
 
Kaumara bhritya por Tânia Pires
Kaumara bhritya por Tânia PiresKaumara bhritya por Tânia Pires
Kaumara bhritya por Tânia Pires
 
Vaji karana - Medicina Reprodutiva no Ayurveda por Pedro Sequeira
Vaji karana - Medicina Reprodutiva no Ayurveda por Pedro SequeiraVaji karana - Medicina Reprodutiva no Ayurveda por Pedro Sequeira
Vaji karana - Medicina Reprodutiva no Ayurveda por Pedro Sequeira
 
Saúde da mulher por Maria Brito do Rio
Saúde da mulher por Maria Brito do RioSaúde da mulher por Maria Brito do Rio
Saúde da mulher por Maria Brito do Rio
 
Os gunas e a mente no Ayurveda por Maria Afonso
Os gunas e a mente no Ayurveda por Maria AfonsoOs gunas e a mente no Ayurveda por Maria Afonso
Os gunas e a mente no Ayurveda por Maria Afonso
 
Nadi Pariksha - Pulsologia no Ayurveda por Madalena Caeiro
Nadi Pariksha - Pulsologia no Ayurveda por Madalena CaeiroNadi Pariksha - Pulsologia no Ayurveda por Madalena Caeiro
Nadi Pariksha - Pulsologia no Ayurveda por Madalena Caeiro
 
Salakya Tantra por Joana Nascimento
Salakya Tantra por   Joana NascimentoSalakya Tantra por   Joana Nascimento
Salakya Tantra por Joana Nascimento
 
Bhuta vidya - Psiquiatria na medicina ayurvédica por Francisca Rebela
Bhuta vidya - Psiquiatria na medicina ayurvédica por Francisca RebelaBhuta vidya - Psiquiatria na medicina ayurvédica por Francisca Rebela
Bhuta vidya - Psiquiatria na medicina ayurvédica por Francisca Rebela
 
Medicina Interna por Filipa Falcão
Medicina Interna por Filipa FalcãoMedicina Interna por Filipa Falcão
Medicina Interna por Filipa Falcão
 
Rasayana - Longevidade e Revitalização Terapêutica por Elisângela Massochin
Rasayana - Longevidade e Revitalização Terapêutica por Elisângela MassochinRasayana - Longevidade e Revitalização Terapêutica por Elisângela Massochin
Rasayana - Longevidade e Revitalização Terapêutica por Elisângela Massochin
 
Toxicologia ayurvédica por Élio Lampreia
Toxicologia ayurvédica por Élio LampreiaToxicologia ayurvédica por Élio Lampreia
Toxicologia ayurvédica por Élio Lampreia
 
Oléos Medicados no Ayurveda por Ana Carvalho
Oléos Medicados no Ayurveda por Ana CarvalhoOléos Medicados no Ayurveda por Ana Carvalho
Oléos Medicados no Ayurveda por Ana Carvalho
 
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos da Pimenta Longa
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos da Pimenta LongaPrincípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos da Pimenta Longa
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos da Pimenta Longa
 
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos do Cravinho Eugenia caryophylus...
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos do Cravinho Eugenia caryophylus...Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos do Cravinho Eugenia caryophylus...
Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos do Cravinho Eugenia caryophylus...
 
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Trigonella foenum graecum l
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Trigonella foenum graecum lPrincípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Trigonella foenum graecum l
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Trigonella foenum graecum l
 
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Ferula Assafoetida
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Ferula Assafoetida Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Ferula Assafoetida
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Ferula Assafoetida
 
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos dos Cominhos
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos dos CominhosPrincípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos dos Cominhos
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos dos Cominhos
 
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos do Cardamomo
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos do CardamomoPrincípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos do Cardamomo
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos do Cardamomo
 
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Canela
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Canela Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Canela
Princípios Activos e Fitoterápicos Ayurvédicos da Canela
 
Kayachikitsa ayurveda andreia baptista
Kayachikitsa ayurveda andreia baptistaKayachikitsa ayurveda andreia baptista
Kayachikitsa ayurveda andreia baptista
 

Último

Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 

Último (20)

Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 

Impressionismo

  • 1. Impressão, nascer do sol (1873) de Claude Monet. 48cmX63cm. IMPRESSIONISMO
  • 2. Impressionismo 1860- 1920 Cenário da Época: Aumento das capitais, principalmente Paris Invenção do telefone Thomas Edison inventa a lâmpada Construção do 1º automóvel Invenção da Fotografia e Cinema Henry Ford cria e inicia a produção em série de automóveis Surgimento da psicanálise com Sigmund Freud
  • 3. Impressionismo Movimento artístico que revolucionou a pintura e deu início as grandes tendências da arte do século XX, reagindo ao intelctualismo sociopolítico do Realismo e ao academismo da época. Os pintores impressionistas procuravam uma pintura mais intuitiva e espontânea, realizada perante o motivo, com base na observação directa do efeito da luz solar sobre a Natureza, as pessoas, os objetos, registrando nas suas telas as constantes alterações que essa luz provoca nas cores da natureza.
  • 4. Impressionismo O Impressionismo marca uma grande ruptura no estilo artístico europeu, é o chamado “advento das Vanguardas”. Na verdade o Impressionismo não possuía nenhuma “teoria”, mas sim algumas considerações gerais que eram seguidas na prática.
  • 5. Caraterísticas do Impressionismo A pintura deve registrar a tonalidade que os objetos adquirem ao refletir a luz solar, já que as cores na natureza se modificam constantemente dependendo da incidência da luz do sol; As figuras não devem ter contornos nítidos, pois a linha é uma abstração do ser humano para representar as imagens; Conhecimentos da psicologia da percepção; Claude Monet
  • 6. Caraterísticas do Impressionismo As sombras devem ser luminosas e coloridas, não escuras ou pretas, como eram representadas anteriormente; Claude Monet
  • 7. Caraterísticas do Impressionismo A grande maioria dos Impressionistas preferia representações de cenas ao ar livre, pois desta forma notava-se mais claramente a influência da luz na percepção dos objectos; nesse contexto, uma das raras exceções é Degas, que representava o quotidiano das pessoas em ambientes fechados sobre a influência da luz artificial.
  • 8. Artistas Impressionistas: Claude Monet (1840 – 1926) Pierre August Renoir (1841 – 1919) Edgar Degas (1834 – 1917) Édouard Manet (1832 – 1883)
  • 9. Claude Monet A ponte japonesa (1899), Monet Catedral de Rouen, Monet
  • 10. Claude Monet Retrato de Renoir, Monet
  • 11. Édouard Manet Almoço na relva (1863), Manet
  • 13. A aula de dança,1873-1875, Edgar Degas Cavalos de corrida diante da tribuna, Edgar Degas
  • 14. A Banheira,1886, Edgar Degas Duas bailarinas, Edgar Degas
  • 15. A partir de 1886, começam a surgir artistas que dão novas perspectivas ao Impressionismo, entre os quais Georges Seurat (1859 -1891) e Paul Signac (1863 – 1935) . As Modelos, Georges Seurat Neo-impressionismo
  • 16. O Pontilhismo e Divisionismo Estes artistas vão aprofundar o conceito de percepção óptica reduzindo as pinceladas ao um conjunto de pontos uniformes, que no seu conjunto, dão ao observador a percepção de uma cena – denominando-se essa técnica de Pontilhismo. A partir desta surgiu também o Divisionismo.
  • 17. A bóia vermelha (1895), Signac O Pontilhismo é uma técnica em que são usados pequeninos pontos de cor pura, não misturada - Divisionismo . Vista à distância os pontos parecem misturar-se criando um efeito cromático.
  • 18. Tarde de domingo na ilha de grande Jatte, (1884-1886),2,60mX3,50m, Seurat