SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 24
CUIDADOS DE
ENFERMAGEM A
CRIANÇA HOSPITALIZADA
COMPONENTES
AILDA OLIVEIRA
CARLENE RAMOS
EDJAN SILVA
GEOVÂNIA RODRIGUES
HIAGO LOPES
FASES OU PERÍODOS EVOLUTIVOS DA
CRIANÇA
0 a 28
dias
NEONATO
29 dias a
02 anos
LACTENTE
02 a 06
anos
PRÉ-
ESCOLAR
07 a 10
anos
ESCOLAR
10 a 19
anos
ADOLESC
ENTE
ESTRESSORES DA HOSPITALIZAÇÃO
1. SEPARAÇÃO 2. PERDA DE CONTROLE
4. DOR3. LESÃO CORPORAL
SEPARAÇÃO
FASES
PROTESTO DESESPERO DESLIGAMENTO
PERDA DE CONTROLE
CONFIANÇA CONTROLE ROTINA DESCONFIANÇA
LACTENTES
PERDA DE CONTROLE
PUNIÇÃO CONTROLE ROTINA DEPENDÊNCIA
PRÉ-ESCOLAR
PERDA DE CONTROLE
MORTE PRIVACIDADE ROTINA
LESÃO
PERMANENTE
ESCOLAR
PERDA DE CONTROLE
AUTOAFIRMAÇÃO LIBERDADE REJEIÇÃO ISOLAMENTO
ADOLESCENTE
LESÃO CORPORAL
MUTILAÇÃO
INVASÃO
CORPORAL
INCAPACIDA
DE
MORTE
DOR
R
M O R T E
D
Eu penso assim: “Hoje
eu não vou aguentar”
e fica parecendo que
eu vou falecer, assim,
tipo morrer (Água
Marinha, 7 anos,
feminino).
A dor me incomoda, mas
ela cuida. ... Quando dói
não fico só com medo de
morrer, tento falar, dá
vontade de dizer logo onde
tá ruim, aí [pausa] falo pra
minha mãe, pro doutor,
pra meu pai. Aí, no lugar
de morrer, eu acho que
vou ficar boa e viver muito
(Rubi, 11 anos, feminino).
ESTRESSORES PARA A CRIANÇA E PARA A
FAMÍLIA NA UTI PEDIÁTRICA NEONATAL
CRIANÇA
FAMÍLIA
FÍSICOS
PSICOLÓGIGICOS
SOCIAIS
AMBIENTAIS
ESTRESSORES PARA A CRIANÇA E PARA A
FAMÍLIA NA UTI PEDIÁTRICA NEONATAL
FÍSICOS
IMOBILIZAÇÃO
DOR/DESCONFORTO
SONO
ESTRESSORES PARA A CRIANÇA E PARA A
FAMÍLIA NA UTI PEDIÁTRICA NEONATAL
AMBIENTAIS
SONS E PESSOAS
DESCONHECIDAS
LUZES CONSTANTES
ODORES
DESCONHECIDOS
ESTRESSORES PARA A CRIANÇA E PARA A
FAMÍLIA NA UTI PEDIÁTRICA NEONATAL
PSICOLÓGICOS
FALTA DE
PRIVACIDADE
GRAVIDADE DA
DOENÇA
INCAPACIDADE DE
SE COMUNICAR
ESTRESSORES PARA A CRIANÇA E PARA A
FAMÍLIA NA UTI PEDIÁTRICA NEONATAL
SOCIAIS
QUEBRA DE
RELACIONAMEN
TO
PRIVAÇÃO DE
BRINCADEIRAS
AUSÊNCIA ESCOLA
ADMISSÃO ALTA
PREPARAÇÃO PARA ADMISSÃO E ALTA
 HOSPITAL PEDIÁTRICO
 SERVIÇO AMBULATORIAL
 UTI
 EMERGÊNCIA
 ISOLAMENTO
 ABORDAGEM
INTERDISCIPLINAR
 ORIENTAÇÕES
 CUIDADOS DOMICILIARES
REAÇÃO DOS PAIS E IRMÃOS A
HOSPITALIZAÇÃO DA CRIANÇA
 Gravidade da ameaça para a
criança;
 Experiência prévia, com doença
ou hospitalização;
 Procedimentos médicos que
envolve o diagnóstico e o
tratamento;
 Sistemas de apoio disponíveis;
 Egos pessoais fortes;
 Habilidades de enfrentamentos
anteriores;
 Estresses adicionais no sistema
familiar.
FATORES/PAIS FATORES/IRMÃOS
 Serem mais jovens e
experimentar muitas mudanças;
 Serem cuidados fora de casa por
cuidadores que não são parentes;
 Receberem poucas informações
sobre seu irmão(a) doente;
 Perceber que seus pais os tratam
de maneira diferente em
comparação com o período
anterior a hospitalização do
irmão.
CUIDADOS DE ENFERMAGEM CENTRADO NA
FAMÍLIA
CRIANÇA
FAMÍLIA
BENEFÍCIOS DA HOSPITALIZAÇÃO
CURA
FOMENTAR AS RELAÇOES PAIS/FILHOS
FORNECER OPORTUNIDADES EDUCACIONAIS
PROMOVER O AUTODOMÍNIO
PROMOVER A SOCIALIZAÇÃO
TERAPIA DO RISO NO TRATAMENTO DE
PACIENTES PEDIÁTRICOS
PROGRAMAS/ONGS RELACIONADOS A TERAPIA
DO RISO
Você tem
alguma
pergunta
??
REFERÊNCIAS
• OLIVEIRA, B.R.G.DE; COLLET, N. Criança hospitalizada: percepção das mães sobre o vínculo
afetivo criança-família. Rev.latino-am.enfermagem. Ribeirão Preto, v. 7, n. 5, p. 95-102,
dezembro 1999.
• SIQUEIRA, H.B.O.M. et al. Expressão da dor na criança com cancer uma compreensão
fenomenológica. Campinas, v. 32, n. 4, p. 663-374, outubro-dezembro 2015.
• UNIVERSIDADE DO VALE DO PARAIBA. XIII Encontro Latino Americano de Iniciação
Científica e IX Encontro Latino Americano de Pós-Graduação. Campinas 2008.
• LIMA, R.A.G.; ROCHA, S.M.M.; SCOCHI, C.G.S. Assistência a criança hospitalizada: reflexões
acerca da participação dos pais. Rev.latino-am.enfermagem, Ribeirão Preto, v. 7, n. 2, p.
33-39, abril 1999.
• PIMENTA, F.A.G; COLLET, N. Dimensão cuidadora da enfermagem e da familia na
assistência à criança hospitalizada: concepções da enfermagem; v. 43, n. 3, p.622-9 2009.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O papel do enfermeiro em Saúde Mental e Psiquiatria
O papel do enfermeiro em Saúde Mental e PsiquiatriaO papel do enfermeiro em Saúde Mental e Psiquiatria
O papel do enfermeiro em Saúde Mental e PsiquiatriaAliny Lima
 
Unidade de Terapia Intensiva (parte 1)
Unidade de Terapia Intensiva (parte 1)Unidade de Terapia Intensiva (parte 1)
Unidade de Terapia Intensiva (parte 1)Will Nunes
 
Pediatria Aula Emergencias Pediatricas[ Revisado]
Pediatria Aula Emergencias Pediatricas[ Revisado]Pediatria Aula Emergencias Pediatricas[ Revisado]
Pediatria Aula Emergencias Pediatricas[ Revisado]Eduardo Gomes da Silva
 
Apresentação administração de medicamentos (1)
Apresentação administração de medicamentos (1)Apresentação administração de medicamentos (1)
Apresentação administração de medicamentos (1)ANDRESSA POUBEL
 
Enfermagem psiquiatrica
Enfermagem psiquiatricaEnfermagem psiquiatrica
Enfermagem psiquiatricaJose Roberto
 
Segurança do paciente e gerencimento de risco (slide)
Segurança do paciente e gerencimento de risco (slide)Segurança do paciente e gerencimento de risco (slide)
Segurança do paciente e gerencimento de risco (slide)JONAS ARAUJO
 
Enfermagem em Uti neonatal e pediátrica
Enfermagem em Uti neonatal e pediátricaEnfermagem em Uti neonatal e pediátrica
Enfermagem em Uti neonatal e pediátricaRegiane Ribeiro
 
Avaliação e o processo de Enfermagem
Avaliação e o processo de EnfermagemAvaliação e o processo de Enfermagem
Avaliação e o processo de Enfermagemresenfe2013
 
Aula introducao à segurança do paciente
Aula introducao à segurança do pacienteAula introducao à segurança do paciente
Aula introducao à segurança do pacienteProqualis
 
Aula atendimento ao_paciente_critico.ppt-iraja edison
Aula atendimento ao_paciente_critico.ppt-iraja edisonAula atendimento ao_paciente_critico.ppt-iraja edison
Aula atendimento ao_paciente_critico.ppt-iraja edisonEdison Santos
 
Anotação+de+enfermagem
Anotação+de+enfermagemAnotação+de+enfermagem
Anotação+de+enfermagemIvanete Dias
 

Mais procurados (20)

Uti
UtiUti
Uti
 
O papel do enfermeiro em Saúde Mental e Psiquiatria
O papel do enfermeiro em Saúde Mental e PsiquiatriaO papel do enfermeiro em Saúde Mental e Psiquiatria
O papel do enfermeiro em Saúde Mental e Psiquiatria
 
Brinquedo Terapêutico
Brinquedo TerapêuticoBrinquedo Terapêutico
Brinquedo Terapêutico
 
Unidade de Terapia Intensiva (parte 1)
Unidade de Terapia Intensiva (parte 1)Unidade de Terapia Intensiva (parte 1)
Unidade de Terapia Intensiva (parte 1)
 
Pediatria Aula Emergencias Pediatricas[ Revisado]
Pediatria Aula Emergencias Pediatricas[ Revisado]Pediatria Aula Emergencias Pediatricas[ Revisado]
Pediatria Aula Emergencias Pediatricas[ Revisado]
 
Apresentação administração de medicamentos (1)
Apresentação administração de medicamentos (1)Apresentação administração de medicamentos (1)
Apresentação administração de medicamentos (1)
 
Aula 1 o ..
Aula 1 o ..Aula 1 o ..
Aula 1 o ..
 
Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança (PNAISC)
Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança (PNAISC)Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança (PNAISC)
Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança (PNAISC)
 
Enfermagem em Urgência Emergência
Enfermagem em Urgência EmergênciaEnfermagem em Urgência Emergência
Enfermagem em Urgência Emergência
 
ORGANIZAÇÃO HOSPITALAR
ORGANIZAÇÃO HOSPITALARORGANIZAÇÃO HOSPITALAR
ORGANIZAÇÃO HOSPITALAR
 
Enfermagem psiquiatrica
Enfermagem psiquiatricaEnfermagem psiquiatrica
Enfermagem psiquiatrica
 
Segurança do paciente e gerencimento de risco (slide)
Segurança do paciente e gerencimento de risco (slide)Segurança do paciente e gerencimento de risco (slide)
Segurança do paciente e gerencimento de risco (slide)
 
Enfermagem em Uti neonatal e pediátrica
Enfermagem em Uti neonatal e pediátricaEnfermagem em Uti neonatal e pediátrica
Enfermagem em Uti neonatal e pediátrica
 
Avaliação e o processo de Enfermagem
Avaliação e o processo de EnfermagemAvaliação e o processo de Enfermagem
Avaliação e o processo de Enfermagem
 
Infecção hospitalar
Infecção hospitalarInfecção hospitalar
Infecção hospitalar
 
Testedopezinho
TestedopezinhoTestedopezinho
Testedopezinho
 
Aula introducao à segurança do paciente
Aula introducao à segurança do pacienteAula introducao à segurança do paciente
Aula introducao à segurança do paciente
 
AIDIPI Criança
AIDIPI CriançaAIDIPI Criança
AIDIPI Criança
 
Aula atendimento ao_paciente_critico.ppt-iraja edison
Aula atendimento ao_paciente_critico.ppt-iraja edisonAula atendimento ao_paciente_critico.ppt-iraja edison
Aula atendimento ao_paciente_critico.ppt-iraja edison
 
Anotação+de+enfermagem
Anotação+de+enfermagemAnotação+de+enfermagem
Anotação+de+enfermagem
 

Destaque

prevenção de agravos de saúde bucal em crianças
prevenção de agravos de saúde bucal em criançasprevenção de agravos de saúde bucal em crianças
prevenção de agravos de saúde bucal em criançasPriscila Freitas
 
Odontopediatria y-psicología-kiara fernandez-cueva
Odontopediatria y-psicología-kiara fernandez-cuevaOdontopediatria y-psicología-kiara fernandez-cueva
Odontopediatria y-psicología-kiara fernandez-cuevaKiaraFernandez
 
Fisioterapia Pediátrica
Fisioterapia Pediátrica Fisioterapia Pediátrica
Fisioterapia Pediátrica Gerssica Caldas
 
Introdução ao Estudo da Anatomia Humana
Introdução ao Estudo da Anatomia HumanaIntrodução ao Estudo da Anatomia Humana
Introdução ao Estudo da Anatomia HumanaGerssica Caldas
 
Odontologia
OdontologiaOdontologia
OdontologiaJohn Fjv
 
Apresentação odontopediatria (2)
Apresentação   odontopediatria (2)Apresentação   odontopediatria (2)
Apresentação odontopediatria (2)Jhonny Marques
 

Destaque (11)

prevenção de agravos de saúde bucal em crianças
prevenção de agravos de saúde bucal em criançasprevenção de agravos de saúde bucal em crianças
prevenção de agravos de saúde bucal em crianças
 
Odontopediatria y-psicología-kiara fernandez-cueva
Odontopediatria y-psicología-kiara fernandez-cuevaOdontopediatria y-psicología-kiara fernandez-cueva
Odontopediatria y-psicología-kiara fernandez-cueva
 
PPS II
PPS IIPPS II
PPS II
 
Pediatria
PediatriaPediatria
Pediatria
 
Trabalho pediatria
Trabalho pediatriaTrabalho pediatria
Trabalho pediatria
 
Projeto Dia da Criança
Projeto Dia da CriançaProjeto Dia da Criança
Projeto Dia da Criança
 
Fisioterapia Pediátrica
Fisioterapia Pediátrica Fisioterapia Pediátrica
Fisioterapia Pediátrica
 
Introdução ao Estudo da Anatomia Humana
Introdução ao Estudo da Anatomia HumanaIntrodução ao Estudo da Anatomia Humana
Introdução ao Estudo da Anatomia Humana
 
Odontologia
OdontologiaOdontologia
Odontologia
 
Apresentação odontopediatria (2)
Apresentação   odontopediatria (2)Apresentação   odontopediatria (2)
Apresentação odontopediatria (2)
 
Dentição decídua
Dentição decíduaDentição decídua
Dentição decídua
 

Semelhante a Cuidados a criança durante hospitalização

2012 - Internato de APS - abordagem familiar
2012 - Internato de APS - abordagem familiar2012 - Internato de APS - abordagem familiar
2012 - Internato de APS - abordagem familiarLeonardo Savassi
 
adolescencia.ppt
adolescencia.pptadolescencia.ppt
adolescencia.pptAlefyLima2
 
2014 Abordagem familiar - parte 1 - savassi
2014 Abordagem familiar - parte 1 - savassi2014 Abordagem familiar - parte 1 - savassi
2014 Abordagem familiar - parte 1 - savassiLeonardo Savassi
 
2016 abordagem familiar 1 savassi
2016 abordagem familiar 1   savassi2016 abordagem familiar 1   savassi
2016 abordagem familiar 1 savassiLeonardo Savassi
 
Conhecimento sobre DST/AIDS adolecentes Embu
Conhecimento sobre DST/AIDS adolecentes EmbuConhecimento sobre DST/AIDS adolecentes Embu
Conhecimento sobre DST/AIDS adolecentes EmbuGecopros
 
Violência Doméstica contra Crianças
Violência Doméstica contra CriançasViolência Doméstica contra Crianças
Violência Doméstica contra CriançasDavid Nordon
 
Terapia do Esquema para Transtornos Alimentares.pdf
 Terapia do Esquema para Transtornos Alimentares.pdf Terapia do Esquema para Transtornos Alimentares.pdf
Terapia do Esquema para Transtornos Alimentares.pdfRodrigoNovaes30
 
MANEJOS DE CRISES EM ADOLESCENTES PRIVADOS DE LIBERDADE
MANEJOS DE CRISES EM ADOLESCENTES PRIVADOS DE LIBERDADEMANEJOS DE CRISES EM ADOLESCENTES PRIVADOS DE LIBERDADE
MANEJOS DE CRISES EM ADOLESCENTES PRIVADOS DE LIBERDADECENAT Cursos
 
Aula Abordagem Familiar - IAPS 2 - FM UFMG
Aula Abordagem Familiar - IAPS 2 - FM UFMGAula Abordagem Familiar - IAPS 2 - FM UFMG
Aula Abordagem Familiar - IAPS 2 - FM UFMGLeonardo Savassi
 
SEMINARIO DESENVOLVIMENTO CRIANÇA E ADOLESCENTE
SEMINARIO DESENVOLVIMENTO CRIANÇA E ADOLESCENTESEMINARIO DESENVOLVIMENTO CRIANÇA E ADOLESCENTE
SEMINARIO DESENVOLVIMENTO CRIANÇA E ADOLESCENTEKsiaEvan
 
Palestra para educação infanttil - CONSELHO TUTELAR / TAQ-RS
Palestra para educação infanttil - CONSELHO TUTELAR / TAQ-RSPalestra para educação infanttil - CONSELHO TUTELAR / TAQ-RS
Palestra para educação infanttil - CONSELHO TUTELAR / TAQ-RSVIROUCLIPTAQ
 
Seminário MGI - Insuficiência Familiar.pptx
Seminário MGI - Insuficiência Familiar.pptxSeminário MGI - Insuficiência Familiar.pptx
Seminário MGI - Insuficiência Familiar.pptxGabrielleTorres14
 
Filipeta do Voz da Rua
Filipeta do Voz da RuaFilipeta do Voz da Rua
Filipeta do Voz da Ruaalceman
 
adolescencia.ppt
adolescencia.pptadolescencia.ppt
adolescencia.pptRosaDEMatos
 

Semelhante a Cuidados a criança durante hospitalização (20)

29.adolescencia
29.adolescencia29.adolescencia
29.adolescencia
 
Drogas e família
Drogas e famíliaDrogas e família
Drogas e família
 
2012 - Internato de APS - abordagem familiar
2012 - Internato de APS - abordagem familiar2012 - Internato de APS - abordagem familiar
2012 - Internato de APS - abordagem familiar
 
Comportamentos de risco fam%e dlias
Comportamentos de risco fam%e dliasComportamentos de risco fam%e dlias
Comportamentos de risco fam%e dlias
 
adolescencia.ppt
adolescencia.pptadolescencia.ppt
adolescencia.ppt
 
2014 Abordagem familiar - parte 1 - savassi
2014 Abordagem familiar - parte 1 - savassi2014 Abordagem familiar - parte 1 - savassi
2014 Abordagem familiar - parte 1 - savassi
 
2016 abordagem familiar 1 savassi
2016 abordagem familiar 1   savassi2016 abordagem familiar 1   savassi
2016 abordagem familiar 1 savassi
 
Conhecimento sobre DST/AIDS adolecentes Embu
Conhecimento sobre DST/AIDS adolecentes EmbuConhecimento sobre DST/AIDS adolecentes Embu
Conhecimento sobre DST/AIDS adolecentes Embu
 
Violência Doméstica contra Crianças
Violência Doméstica contra CriançasViolência Doméstica contra Crianças
Violência Doméstica contra Crianças
 
Terapia do Esquema para Transtornos Alimentares.pdf
 Terapia do Esquema para Transtornos Alimentares.pdf Terapia do Esquema para Transtornos Alimentares.pdf
Terapia do Esquema para Transtornos Alimentares.pdf
 
MANEJOS DE CRISES EM ADOLESCENTES PRIVADOS DE LIBERDADE
MANEJOS DE CRISES EM ADOLESCENTES PRIVADOS DE LIBERDADEMANEJOS DE CRISES EM ADOLESCENTES PRIVADOS DE LIBERDADE
MANEJOS DE CRISES EM ADOLESCENTES PRIVADOS DE LIBERDADE
 
Aula Abordagem Familiar - IAPS 2 - FM UFMG
Aula Abordagem Familiar - IAPS 2 - FM UFMGAula Abordagem Familiar - IAPS 2 - FM UFMG
Aula Abordagem Familiar - IAPS 2 - FM UFMG
 
SEMINARIO DESENVOLVIMENTO CRIANÇA E ADOLESCENTE
SEMINARIO DESENVOLVIMENTO CRIANÇA E ADOLESCENTESEMINARIO DESENVOLVIMENTO CRIANÇA E ADOLESCENTE
SEMINARIO DESENVOLVIMENTO CRIANÇA E ADOLESCENTE
 
Aula6 01 2015
Aula6 01 2015Aula6 01 2015
Aula6 01 2015
 
Palestra para educação infanttil - CONSELHO TUTELAR / TAQ-RS
Palestra para educação infanttil - CONSELHO TUTELAR / TAQ-RSPalestra para educação infanttil - CONSELHO TUTELAR / TAQ-RS
Palestra para educação infanttil - CONSELHO TUTELAR / TAQ-RS
 
Seminário MGI - Insuficiência Familiar.pptx
Seminário MGI - Insuficiência Familiar.pptxSeminário MGI - Insuficiência Familiar.pptx
Seminário MGI - Insuficiência Familiar.pptx
 
Filipeta do Voz da Rua
Filipeta do Voz da RuaFilipeta do Voz da Rua
Filipeta do Voz da Rua
 
adolescencia.ppt
adolescencia.pptadolescencia.ppt
adolescencia.ppt
 
adolescencia.ppt
adolescencia.pptadolescencia.ppt
adolescencia.ppt
 
adolescencia (1).ppt
adolescencia (1).pptadolescencia (1).ppt
adolescencia (1).ppt
 

Mais de HIAGO SANTOS

Mais de HIAGO SANTOS (9)

Educação bancária e dialógica
Educação bancária e dialógicaEducação bancária e dialógica
Educação bancária e dialógica
 
Estudo caso controle
Estudo caso controleEstudo caso controle
Estudo caso controle
 
Segurança do paciente
Segurança do pacienteSegurança do paciente
Segurança do paciente
 
Pnps
Pnps   Pnps
Pnps
 
Bioquímica
BioquímicaBioquímica
Bioquímica
 
Cancer de mama
Cancer de mamaCancer de mama
Cancer de mama
 
Teorias
TeoriasTeorias
Teorias
 
Leishmaniose visceral
Leishmaniose visceralLeishmaniose visceral
Leishmaniose visceral
 
Disturbios puerperais
Disturbios puerperaisDisturbios puerperais
Disturbios puerperais
 

Último

aula de Me enxergou na minha tormenta Me livrou em meus problemas Transformou...
aula de Me enxergou na minha tormenta Me livrou em meus problemas Transformou...aula de Me enxergou na minha tormenta Me livrou em meus problemas Transformou...
aula de Me enxergou na minha tormenta Me livrou em meus problemas Transformou...quelenfermeira
 
Slides-trabalho-biossegurança em hospitais.pptx
Slides-trabalho-biossegurança em hospitais.pptxSlides-trabalho-biossegurança em hospitais.pptx
Slides-trabalho-biossegurança em hospitais.pptxsaraferraz09
 
Humanização na Enfermagem: o que é e qual a importância?
Humanização na Enfermagem: o que é e qual a importância?Humanização na Enfermagem: o que é e qual a importância?
Humanização na Enfermagem: o que é e qual a importância?carloslins20
 
Protocolo Zero Rugas - formato digital01
Protocolo Zero Rugas - formato digital01Protocolo Zero Rugas - formato digital01
Protocolo Zero Rugas - formato digital01perfilnovo3rich
 
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdfATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdfboxac76813
 
Treinamento Básico em Primeiros Socorros.ppt
Treinamento Básico em Primeiros Socorros.pptTreinamento Básico em Primeiros Socorros.ppt
Treinamento Básico em Primeiros Socorros.pptFabioSouza270
 
ATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdf
ATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdfATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdf
ATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdfWendelldaLuz
 
anemia ferropriva e megaloblástica FINAL.pptx
anemia ferropriva e megaloblástica FINAL.pptxanemia ferropriva e megaloblástica FINAL.pptx
anemia ferropriva e megaloblástica FINAL.pptxnarayaskara215
 

Último (8)

aula de Me enxergou na minha tormenta Me livrou em meus problemas Transformou...
aula de Me enxergou na minha tormenta Me livrou em meus problemas Transformou...aula de Me enxergou na minha tormenta Me livrou em meus problemas Transformou...
aula de Me enxergou na minha tormenta Me livrou em meus problemas Transformou...
 
Slides-trabalho-biossegurança em hospitais.pptx
Slides-trabalho-biossegurança em hospitais.pptxSlides-trabalho-biossegurança em hospitais.pptx
Slides-trabalho-biossegurança em hospitais.pptx
 
Humanização na Enfermagem: o que é e qual a importância?
Humanização na Enfermagem: o que é e qual a importância?Humanização na Enfermagem: o que é e qual a importância?
Humanização na Enfermagem: o que é e qual a importância?
 
Protocolo Zero Rugas - formato digital01
Protocolo Zero Rugas - formato digital01Protocolo Zero Rugas - formato digital01
Protocolo Zero Rugas - formato digital01
 
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdfATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
 
Treinamento Básico em Primeiros Socorros.ppt
Treinamento Básico em Primeiros Socorros.pptTreinamento Básico em Primeiros Socorros.ppt
Treinamento Básico em Primeiros Socorros.ppt
 
ATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdf
ATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdfATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdf
ATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdf
 
anemia ferropriva e megaloblástica FINAL.pptx
anemia ferropriva e megaloblástica FINAL.pptxanemia ferropriva e megaloblástica FINAL.pptx
anemia ferropriva e megaloblástica FINAL.pptx
 

Cuidados a criança durante hospitalização

  • 2. COMPONENTES AILDA OLIVEIRA CARLENE RAMOS EDJAN SILVA GEOVÂNIA RODRIGUES HIAGO LOPES
  • 3. FASES OU PERÍODOS EVOLUTIVOS DA CRIANÇA 0 a 28 dias NEONATO 29 dias a 02 anos LACTENTE 02 a 06 anos PRÉ- ESCOLAR 07 a 10 anos ESCOLAR 10 a 19 anos ADOLESC ENTE
  • 4. ESTRESSORES DA HOSPITALIZAÇÃO 1. SEPARAÇÃO 2. PERDA DE CONTROLE 4. DOR3. LESÃO CORPORAL
  • 6. PERDA DE CONTROLE CONFIANÇA CONTROLE ROTINA DESCONFIANÇA LACTENTES
  • 7. PERDA DE CONTROLE PUNIÇÃO CONTROLE ROTINA DEPENDÊNCIA PRÉ-ESCOLAR
  • 8. PERDA DE CONTROLE MORTE PRIVACIDADE ROTINA LESÃO PERMANENTE ESCOLAR
  • 9. PERDA DE CONTROLE AUTOAFIRMAÇÃO LIBERDADE REJEIÇÃO ISOLAMENTO ADOLESCENTE
  • 11. DOR R M O R T E D Eu penso assim: “Hoje eu não vou aguentar” e fica parecendo que eu vou falecer, assim, tipo morrer (Água Marinha, 7 anos, feminino). A dor me incomoda, mas ela cuida. ... Quando dói não fico só com medo de morrer, tento falar, dá vontade de dizer logo onde tá ruim, aí [pausa] falo pra minha mãe, pro doutor, pra meu pai. Aí, no lugar de morrer, eu acho que vou ficar boa e viver muito (Rubi, 11 anos, feminino).
  • 12. ESTRESSORES PARA A CRIANÇA E PARA A FAMÍLIA NA UTI PEDIÁTRICA NEONATAL CRIANÇA FAMÍLIA FÍSICOS PSICOLÓGIGICOS SOCIAIS AMBIENTAIS
  • 13. ESTRESSORES PARA A CRIANÇA E PARA A FAMÍLIA NA UTI PEDIÁTRICA NEONATAL FÍSICOS IMOBILIZAÇÃO DOR/DESCONFORTO SONO
  • 14. ESTRESSORES PARA A CRIANÇA E PARA A FAMÍLIA NA UTI PEDIÁTRICA NEONATAL AMBIENTAIS SONS E PESSOAS DESCONHECIDAS LUZES CONSTANTES ODORES DESCONHECIDOS
  • 15. ESTRESSORES PARA A CRIANÇA E PARA A FAMÍLIA NA UTI PEDIÁTRICA NEONATAL PSICOLÓGICOS FALTA DE PRIVACIDADE GRAVIDADE DA DOENÇA INCAPACIDADE DE SE COMUNICAR
  • 16. ESTRESSORES PARA A CRIANÇA E PARA A FAMÍLIA NA UTI PEDIÁTRICA NEONATAL SOCIAIS QUEBRA DE RELACIONAMEN TO PRIVAÇÃO DE BRINCADEIRAS AUSÊNCIA ESCOLA
  • 17. ADMISSÃO ALTA PREPARAÇÃO PARA ADMISSÃO E ALTA  HOSPITAL PEDIÁTRICO  SERVIÇO AMBULATORIAL  UTI  EMERGÊNCIA  ISOLAMENTO  ABORDAGEM INTERDISCIPLINAR  ORIENTAÇÕES  CUIDADOS DOMICILIARES
  • 18. REAÇÃO DOS PAIS E IRMÃOS A HOSPITALIZAÇÃO DA CRIANÇA  Gravidade da ameaça para a criança;  Experiência prévia, com doença ou hospitalização;  Procedimentos médicos que envolve o diagnóstico e o tratamento;  Sistemas de apoio disponíveis;  Egos pessoais fortes;  Habilidades de enfrentamentos anteriores;  Estresses adicionais no sistema familiar. FATORES/PAIS FATORES/IRMÃOS  Serem mais jovens e experimentar muitas mudanças;  Serem cuidados fora de casa por cuidadores que não são parentes;  Receberem poucas informações sobre seu irmão(a) doente;  Perceber que seus pais os tratam de maneira diferente em comparação com o período anterior a hospitalização do irmão.
  • 19. CUIDADOS DE ENFERMAGEM CENTRADO NA FAMÍLIA CRIANÇA FAMÍLIA
  • 20. BENEFÍCIOS DA HOSPITALIZAÇÃO CURA FOMENTAR AS RELAÇOES PAIS/FILHOS FORNECER OPORTUNIDADES EDUCACIONAIS PROMOVER O AUTODOMÍNIO PROMOVER A SOCIALIZAÇÃO
  • 21. TERAPIA DO RISO NO TRATAMENTO DE PACIENTES PEDIÁTRICOS
  • 22. PROGRAMAS/ONGS RELACIONADOS A TERAPIA DO RISO
  • 24. REFERÊNCIAS • OLIVEIRA, B.R.G.DE; COLLET, N. Criança hospitalizada: percepção das mães sobre o vínculo afetivo criança-família. Rev.latino-am.enfermagem. Ribeirão Preto, v. 7, n. 5, p. 95-102, dezembro 1999. • SIQUEIRA, H.B.O.M. et al. Expressão da dor na criança com cancer uma compreensão fenomenológica. Campinas, v. 32, n. 4, p. 663-374, outubro-dezembro 2015. • UNIVERSIDADE DO VALE DO PARAIBA. XIII Encontro Latino Americano de Iniciação Científica e IX Encontro Latino Americano de Pós-Graduação. Campinas 2008. • LIMA, R.A.G.; ROCHA, S.M.M.; SCOCHI, C.G.S. Assistência a criança hospitalizada: reflexões acerca da participação dos pais. Rev.latino-am.enfermagem, Ribeirão Preto, v. 7, n. 2, p. 33-39, abril 1999. • PIMENTA, F.A.G; COLLET, N. Dimensão cuidadora da enfermagem e da familia na assistência à criança hospitalizada: concepções da enfermagem; v. 43, n. 3, p.622-9 2009.