SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 23
CONHECENDO
    A DIDÁTICA
           O que é Didática?
 De que assuntos ela trata?
          Para que serve?
Qual sua contribuição para
        a formação do professor?
A QUE CAMPO DO
CONHECIMENTO PERTENCE
A DIDÁTICA?
   A Pedagogia é a ciência que se dedica ao
    estudo da educação, investigando a
    natureza de suas finalidades numa
    determinada sociedade. Seu campo de
    ação é bastante amplo.
   A Didática é um dos ramos de estudos da
    Pedagogia.
   É uma disciplina fundamental nos cursos de
    formação de professores.
Estão presentes no estudo
da Didática:
   Várias áreas do conhecimento que
    pesquisam o desenvolvimento
    humano como: Filosofia,Sociologia,
    Psicologia, Antropologia, História,
    Política, Estatística, Biologia,
    Teorias da Comunicação, entre
    outras ;
O QUE É DIDÁTICA?

É a disciplina que vai direcionar
 seu enfoque para a educação
 escolar, investigando os
 fundamentos, condições e
 modos de realização da
 instrução e do ensino.
 (LIBÂNEO,1991)
DIFERENTES CONCEPÇÕES
DE DIDÁTICA
   Muitos compreendem a Didática como
    um compêndio de técnicas ou um
    receituário para um bom ensino.
   O termo “Didática”, é conhecido desde a
    Grécia antiga e lá significava “ensinar,
    instruir, fazer aprender”.
   Em 1633, Comênio, escreveu um livro
    chamado “Didacta Magna”, no qual definia
    Didática como a arte de ensinar tudo a
    todos.
O termo Didática foi sendo abordado a
partir de diferentes concepções ao longo
do tempo:
   O dicionário Aurélio define o verbete “Didática”
    como a técnica de dirigir e orientar a
    aprendizagem;
   No decorrer do tempo, segundo Amélia
    Domingues de Castro, a Didática “passou a
    reunir os conhecimentos que cada época
    valoriza sobre o processo de ensinar.”
   Para Vera Maria Candau, educadora da
    PUC do RJ, a Didática pode ser entendida
    como “ reflexão sistemática e busca de
    alternativas para os problemas da prática
    pedagógica.”
DIDÁTICA COMO
REFLEXÃO SISTEMÁTICA
A Didática como reflexão
 sistemática é o estudo das
 teorias de ensino e de
 aprendizagem aplicadas ao
 processo educativo que se
 realiza na escola, bem como
 dos resultados obtidos.
Seu estudo não pretende ficar
apenas nas teorias.
    Deve aplicar os conhecimentos
    que produz, para resolver
    problemas e questões que surgem
    no dia-a-dia da escola e do espaço
    de aula. Exemplo:
 Como a criança e o adolescente
  aprendem;
 Como é a atividade do professor
  em aula;
Mais questões...
   Como os alunos de uma turma se
    relacionam entre si e com o professor;
   Como o professor ajuda os alunos a
    aprenderem;
   Qual a influência dos governos e da
    sociedade sobre a escola;
   Como organizar o currículo de uma
    escola;
   Como desenvolver a capacitação de
    professores;
   Como motivar os alunos;
   Como fazer um processo de avaliação
    mais justo e coerente, etc.
As teorias se apresentam válidas
enquanto solucionam problemas da prática
pedagógica.
 Caso contrário, a própria realidade
  questiona a teoria exigindo novos
  aprofundamentos, pesquisas e
  estudos.
 As teorias educacionais se
  desenvolvem em confronto com a
  prática pedagógica.
DIDÁTICA E O PROCESSO
DE APRENDIZAGEM
   Interessa à Didática tudo o que o
    aluno aprende na relação com o
    professor e com o grupo-classe,
    bem como o processo de
    aprendizagem através do qual isso
    ocorre.
A MULTIDIMENSIONALIDADE
DA DIDÁTICA
O objeto de estudo da didática é o
 processo de ensino-aprendizagem.
 Para ser adequadamente
 compreendido, ele precisa ser
 analisado de tal modo que articule
 consistentemente as dimensões
 humana, técnica e político-social.
Por APRENDIZAGEM entendemos o
desenvolvimento da pessoa como um
todo:

  - inteligência,
  - afetividade,
  - padrões de comportamento moral,
  - relacionamento com a família,
 amigos cidade, país, etc;
  - desenvolvimento da coordenação
 motora, capacidades artísticas,
 comunicação.
DIMENSÃO HUMANA
   Ensino-aprendizagem é um processo em
    que está sempre presente, de forma direta
    ou indireta, o relacionamento humano.
   O processo de aprendizagem se realiza
    através do relacionamento interpessoal
    muito forte entre: alunos e professores,
    alunos e alunos, professores e professores;
    enfim: entre alunos, professores e direção.
   O componente afetivo é fator essencial
    nesse processo.
DIMENSÃO POLÍTICO-SOCIAL

   A prática educativa não é um processo
    neutro;
   Todo o processo de ensino-aprendizagem é
    "situado".
    Acontece num local determinado, numa
    certa época histórica .
   Acontece numa cultura específica, trata
    com pessoas concretas que têm uma
    posição de classe definida na organização
    social em que vivem.
DIMENSÃO POLÍTICO-SOCIAL

   Segue orientações e diretrizes de
    profissionais da Educação e das políticas
    governamentais.
    Políticas Governamentais: têm uma
    influência muito grande através da
    legislação e normas que afetam a escola.
   Grande parte dos estabelecimentos de
    ensino básico está diretamente
    subordinada ao Estado.
Ainda sobre a Dimensão
        Político-social...
   Sabemos que professores, diretores,
    alunos, pais, técnicos, funcionários, autores
    de livros didáticos, editores que produzem
    material pedagógico são pessoas reais, que
    vivem num tempo e numa cultura
    específica.
    Têm posições políticas e sociais que são
    transmitidas em seus trabalhos e nas suas
    relações com a escola.
   A prática educativa precisa ser analisada e
    discutida de forma concreta e
    contextualizada.
DIMENSÃO TÉCNICA
   Interessa a esse processo que os alunos consigam
    aprender bem o que se propõe, através da
    organização de condições apropriadas.
   Aspectos como definição de objetivos, seleção de
    conteúdos, técnicas e recursos de ensino,
    organização do processo de avaliação e escolha de
    técnicas avaliativas, planejamento de curso e de aulas
    constitui o núcleo da dimensão técnica do processo de
    aprendizagem.
   Trata-se do aspecto instrumental, técnico,
    considerado objetivo e racional através do qual se
    organiza o processo de ensino-aprendizagem.
Em nosso trabalho docente somos
frequentemente assaltados por uma série
de dúvidas...
   Como fazer com que os alunos se interessem pela
    matéria?
    Como motivar os alunos para que eles estudem?
    Como resolver os casos dos alunos indisciplinados ou
    descontentes?
    Como despertar e manter sua atenção?
    Como avaliar os alunos?
    Como nos comunicar para que eles nos entendam?
    O que fazer para que aprendam?
    Como preparar bem uma aula?
    Como nos relacionar com os pais dos alunos?
COMO A DIDÁTICA PODE
AJUDAR?
   Colocando ao alcance do professor as
    pesquisas e os conhecimentos produzidos.
    Incentivando os professores a
    pesquisarem sobre novos problemas que
    afetam sua atividade.
    Criando oportunidades para os professores
    trocarem entre si e com especialistas suas
    experiências sucessos ou fracassos
A articulação entre as três dimensões é o
centro configurador da concepção do
processo de ensino-aprendizagem.
   Nesta perspectiva de uma
              “multidimensionalidade”
    que articula organicamente, as
    diferentes dimensões do processo
    de ensino-aprendizagem é que
    propomos que a Didática se situe.
Bibliografia:

   MASETTO, Marcos. Didática a Aula
    como Centro – Ed. F.T.D. – São
    Paulo, 1997.
Conhecendo a didática

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Teorias curriculo ESCOLAR
Teorias curriculo ESCOLARTeorias curriculo ESCOLAR
Teorias curriculo ESCOLARAndrea Lima
 
Organização do trabalho pedagógico
Organização do trabalho pedagógicoOrganização do trabalho pedagógico
Organização do trabalho pedagógicoRenata Peruce
 
O papel da didática na formação do professor
O papel da didática na formação do professorO papel da didática na formação do professor
O papel da didática na formação do professorna educação
 
Tendnciaspedaggicas 130210234115-phpapp01 - c ópia (1)
Tendnciaspedaggicas 130210234115-phpapp01 - c ópia (1)Tendnciaspedaggicas 130210234115-phpapp01 - c ópia (1)
Tendnciaspedaggicas 130210234115-phpapp01 - c ópia (1)Ilvanete Rosa Costa
 
Avaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemAvaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemGerdian Teixeira
 
Estágio: diferentes concepções
Estágio: diferentes concepções Estágio: diferentes concepções
Estágio: diferentes concepções Lílian Reis
 
Didatica e formação do professor parte1
Didatica e formação do professor parte1Didatica e formação do professor parte1
Didatica e formação do professor parte1Naysa Taboada
 
POLITICAS PUBLICAS EDUCACIONAIS
POLITICAS PUBLICAS EDUCACIONAISPOLITICAS PUBLICAS EDUCACIONAIS
POLITICAS PUBLICAS EDUCACIONAISJose Wilson Melo
 
Pedagogia progressista libertadora
Pedagogia progressista libertadoraPedagogia progressista libertadora
Pedagogia progressista libertadoraThales Rocha
 
1.processo de ensino e aprendizagem
1.processo de ensino e aprendizagem1.processo de ensino e aprendizagem
1.processo de ensino e aprendizagemAlba Mate Mate
 
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicas
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicasSlides Sextas inclusivas- práticas pedagógicas
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicasMarily Oliveira
 
Slide 1 formação de professores princípios e estratégias formativas
Slide 1   formação de professores princípios e estratégias formativasSlide 1   formação de professores princípios e estratégias formativas
Slide 1 formação de professores princípios e estratégias formativasShirley Lauria
 
Educação, o que é?
Educação, o que é?Educação, o que é?
Educação, o que é?Edson Guedes
 
Diretrizes curriculares nacionais
Diretrizes curriculares nacionaisDiretrizes curriculares nacionais
Diretrizes curriculares nacionaismarcaocampos
 

Mais procurados (20)

O curriculo
O curriculoO curriculo
O curriculo
 
Teorias curriculo ESCOLAR
Teorias curriculo ESCOLARTeorias curriculo ESCOLAR
Teorias curriculo ESCOLAR
 
Avaliação Escolar
Avaliação EscolarAvaliação Escolar
Avaliação Escolar
 
Organização do trabalho pedagógico
Organização do trabalho pedagógicoOrganização do trabalho pedagógico
Organização do trabalho pedagógico
 
O papel da didática na formação do professor
O papel da didática na formação do professorO papel da didática na formação do professor
O papel da didática na formação do professor
 
Filosofia da educação
Filosofia da educaçãoFilosofia da educação
Filosofia da educação
 
Tendnciaspedaggicas 130210234115-phpapp01 - c ópia (1)
Tendnciaspedaggicas 130210234115-phpapp01 - c ópia (1)Tendnciaspedaggicas 130210234115-phpapp01 - c ópia (1)
Tendnciaspedaggicas 130210234115-phpapp01 - c ópia (1)
 
Avaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemAvaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagem
 
Estágio: diferentes concepções
Estágio: diferentes concepções Estágio: diferentes concepções
Estágio: diferentes concepções
 
Curriculo
CurriculoCurriculo
Curriculo
 
Didatica e formação do professor parte1
Didatica e formação do professor parte1Didatica e formação do professor parte1
Didatica e formação do professor parte1
 
POLITICAS PUBLICAS EDUCACIONAIS
POLITICAS PUBLICAS EDUCACIONAISPOLITICAS PUBLICAS EDUCACIONAIS
POLITICAS PUBLICAS EDUCACIONAIS
 
Pedagogia progressista libertadora
Pedagogia progressista libertadoraPedagogia progressista libertadora
Pedagogia progressista libertadora
 
1.processo de ensino e aprendizagem
1.processo de ensino e aprendizagem1.processo de ensino e aprendizagem
1.processo de ensino e aprendizagem
 
FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO
FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃOFUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO
FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO
 
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicas
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicasSlides Sextas inclusivas- práticas pedagógicas
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicas
 
A Escola Nova
A Escola Nova A Escola Nova
A Escola Nova
 
Slide 1 formação de professores princípios e estratégias formativas
Slide 1   formação de professores princípios e estratégias formativasSlide 1   formação de professores princípios e estratégias formativas
Slide 1 formação de professores princípios e estratégias formativas
 
Educação, o que é?
Educação, o que é?Educação, o que é?
Educação, o que é?
 
Diretrizes curriculares nacionais
Diretrizes curriculares nacionaisDiretrizes curriculares nacionais
Diretrizes curriculares nacionais
 

Destaque

O papel da didática na formação de professores
O papel da didática na formação de professoresO papel da didática na formação de professores
O papel da didática na formação de professoresAna Paula Azevedo
 
O construtivismo na sala de aula
O construtivismo na sala de aulaO construtivismo na sala de aula
O construtivismo na sala de aulaMaristela Couto
 
Didática e Metodologia no Ensino Superior
Didática e Metodologia no Ensino SuperiorDidática e Metodologia no Ensino Superior
Didática e Metodologia no Ensino SuperiorLuci Bonini
 
Abordagens do-processo
Abordagens do-processoAbordagens do-processo
Abordagens do-processoafermartins
 
Educadores e educando
Educadores e educandoEducadores e educando
Educadores e educandoalifer
 
Lançamento do livro de coaching para educadores
Lançamento do livro de coaching para educadoresLançamento do livro de coaching para educadores
Lançamento do livro de coaching para educadoresEscola Ecit
 
Educação no século XXI - Desafio de Pais e Educadores
Educação no século XXI - Desafio de Pais e EducadoresEducação no século XXI - Desafio de Pais e Educadores
Educação no século XXI - Desafio de Pais e EducadoresLuciana Raspa Marcelo Lopes
 
Mizukami, maria da graça nicoletti. ensino as abordagens do processo.
Mizukami, maria da graça nicoletti. ensino as abordagens do processo.Mizukami, maria da graça nicoletti. ensino as abordagens do processo.
Mizukami, maria da graça nicoletti. ensino as abordagens do processo.LIVROS PSI
 
ABORDAGENS PEDAGOGICAS
ABORDAGENS PEDAGOGICASABORDAGENS PEDAGOGICAS
ABORDAGENS PEDAGOGICASpacobr
 
“Educação socioemocional em sala de aula: o que é, como fazer e em que medida...
“Educação socioemocional em sala de aula: o que é, como fazer e em que medida...“Educação socioemocional em sala de aula: o que é, como fazer e em que medida...
“Educação socioemocional em sala de aula: o que é, como fazer e em que medida...Editora Moderna
 
Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)
Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)
Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)Mario Amorim
 

Destaque (19)

O papel da didática na formação de professores
O papel da didática na formação de professoresO papel da didática na formação de professores
O papel da didática na formação de professores
 
O construtivismo na sala de aula
O construtivismo na sala de aulaO construtivismo na sala de aula
O construtivismo na sala de aula
 
Disciplina: Didática
Disciplina: DidáticaDisciplina: Didática
Disciplina: Didática
 
Didática e Metodologia no Ensino Superior
Didática e Metodologia no Ensino SuperiorDidática e Metodologia no Ensino Superior
Didática e Metodologia no Ensino Superior
 
Formação em Coaching para Educadores
Formação em Coaching para EducadoresFormação em Coaching para Educadores
Formação em Coaching para Educadores
 
Didatica teórica e tendências
Didatica teórica e tendênciasDidatica teórica e tendências
Didatica teórica e tendências
 
Artigo angela
Artigo angela Artigo angela
Artigo angela
 
Abordagens do-processo
Abordagens do-processoAbordagens do-processo
Abordagens do-processo
 
Educadores e educando
Educadores e educandoEducadores e educando
Educadores e educando
 
Apostila de didatica
 Apostila de didatica Apostila de didatica
Apostila de didatica
 
Métodos de ensino
Métodos de ensinoMétodos de ensino
Métodos de ensino
 
Lançamento do livro de coaching para educadores
Lançamento do livro de coaching para educadoresLançamento do livro de coaching para educadores
Lançamento do livro de coaching para educadores
 
Educação no século XXI - Desafio de Pais e Educadores
Educação no século XXI - Desafio de Pais e EducadoresEducação no século XXI - Desafio de Pais e Educadores
Educação no século XXI - Desafio de Pais e Educadores
 
Mizukami, maria da graça nicoletti. ensino as abordagens do processo.
Mizukami, maria da graça nicoletti. ensino as abordagens do processo.Mizukami, maria da graça nicoletti. ensino as abordagens do processo.
Mizukami, maria da graça nicoletti. ensino as abordagens do processo.
 
ABORDAGENS PEDAGOGICAS
ABORDAGENS PEDAGOGICASABORDAGENS PEDAGOGICAS
ABORDAGENS PEDAGOGICAS
 
“Educação socioemocional em sala de aula: o que é, como fazer e em que medida...
“Educação socioemocional em sala de aula: o que é, como fazer e em que medida...“Educação socioemocional em sala de aula: o que é, como fazer e em que medida...
“Educação socioemocional em sala de aula: o que é, como fazer e em que medida...
 
Slide de didática
Slide de didáticaSlide de didática
Slide de didática
 
Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)
Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)
Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)
 
32
32 32
32
 

Semelhante a Conhecendo a didática

conhecendoadidtica_um estudo inicial.ppt
conhecendoadidtica_um estudo inicial.pptconhecendoadidtica_um estudo inicial.ppt
conhecendoadidtica_um estudo inicial.pptThaisJussara
 
CONHECENDO A DIDATICA. ENCONTREI NA NET
CONHECENDO A DIDATICA. ENCONTREI NA NETCONHECENDO A DIDATICA. ENCONTREI NA NET
CONHECENDO A DIDATICA. ENCONTREI NA NETCristina Ferreira
 
Conhecendoadidtica 09-120506132149-phpapp01
Conhecendoadidtica 09-120506132149-phpapp01Conhecendoadidtica 09-120506132149-phpapp01
Conhecendoadidtica 09-120506132149-phpapp01Graça Barros
 
Guia da disciplina Didática
Guia da disciplina DidáticaGuia da disciplina Didática
Guia da disciplina DidáticaRosiane Freitas
 
DIDATICA _ objeto estudo _texto.pdf
DIDATICA _ objeto estudo _texto.pdfDIDATICA _ objeto estudo _texto.pdf
DIDATICA _ objeto estudo _texto.pdfDenise De Ramos
 
Reconstruindo a didática
Reconstruindo a didáticaReconstruindo a didática
Reconstruindo a didáticaTalita Flávia
 
Didática Modular I
Didática Modular I  Didática Modular I
Didática Modular I Karina Tafre
 
Buscando significado didatica_pos_suzana_gomes
Buscando significado didatica_pos_suzana_gomesBuscando significado didatica_pos_suzana_gomes
Buscando significado didatica_pos_suzana_gomesRadar Ufmg
 
Profissão especialista da educacao 2
Profissão especialista da educacao 2Profissão especialista da educacao 2
Profissão especialista da educacao 2Francismar Lopes
 
8 ARTIGO TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO.pdf
8 ARTIGO TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO.pdf8 ARTIGO TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO.pdf
8 ARTIGO TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO.pdfSimoneHelenDrumond
 
Estrutura e tendências politicas
Estrutura e tendências politicasEstrutura e tendências politicas
Estrutura e tendências politicasAlexsandro Prates
 
NOVOS OLHARES NA EDUCAÇÃO, INCLUSÃO E TECNOLOGIAS FERRAMENTAS PEDAGÓGICAS PAR...
NOVOS OLHARES NA EDUCAÇÃO, INCLUSÃO E TECNOLOGIAS FERRAMENTAS PEDAGÓGICAS PAR...NOVOS OLHARES NA EDUCAÇÃO, INCLUSÃO E TECNOLOGIAS FERRAMENTAS PEDAGÓGICAS PAR...
NOVOS OLHARES NA EDUCAÇÃO, INCLUSÃO E TECNOLOGIAS FERRAMENTAS PEDAGÓGICAS PAR...Cassia Duque
 
ARTIGO 5 ERRAMENTAS PEDAGÓGICAS PARA ENSINAR.pdf
ARTIGO 5 ERRAMENTAS PEDAGÓGICAS PARA ENSINAR.pdfARTIGO 5 ERRAMENTAS PEDAGÓGICAS PARA ENSINAR.pdf
ARTIGO 5 ERRAMENTAS PEDAGÓGICAS PARA ENSINAR.pdfSimoneHelenDrumond
 

Semelhante a Conhecendo a didática (20)

conhecendoadidtica_um estudo inicial.ppt
conhecendoadidtica_um estudo inicial.pptconhecendoadidtica_um estudo inicial.ppt
conhecendoadidtica_um estudo inicial.ppt
 
CONHECENDO A DIDATICA. ENCONTREI NA NET
CONHECENDO A DIDATICA. ENCONTREI NA NETCONHECENDO A DIDATICA. ENCONTREI NA NET
CONHECENDO A DIDATICA. ENCONTREI NA NET
 
Conhecendoadidtica 09-120506132149-phpapp01
Conhecendoadidtica 09-120506132149-phpapp01Conhecendoadidtica 09-120506132149-phpapp01
Conhecendoadidtica 09-120506132149-phpapp01
 
Guia da disciplina Didática
Guia da disciplina DidáticaGuia da disciplina Didática
Guia da disciplina Didática
 
DIDATICA _ objeto estudo _texto.pdf
DIDATICA _ objeto estudo _texto.pdfDIDATICA _ objeto estudo _texto.pdf
DIDATICA _ objeto estudo _texto.pdf
 
Reconstruindo a didática
Reconstruindo a didáticaReconstruindo a didática
Reconstruindo a didática
 
Didática Modular I
Didática Modular I  Didática Modular I
Didática Modular I
 
didatica no ensino superios 3
didatica no ensino superios 3didatica no ensino superios 3
didatica no ensino superios 3
 
Curso de didática
Curso de didáticaCurso de didática
Curso de didática
 
Buscando significado didatica_pos_suzana_gomes
Buscando significado didatica_pos_suzana_gomesBuscando significado didatica_pos_suzana_gomes
Buscando significado didatica_pos_suzana_gomes
 
Profissão especialista da educacao 2
Profissão especialista da educacao 2Profissão especialista da educacao 2
Profissão especialista da educacao 2
 
DIDÁTICA GERAL.ppt
DIDÁTICA GERAL.pptDIDÁTICA GERAL.ppt
DIDÁTICA GERAL.ppt
 
Livro de Didatica
Livro de DidaticaLivro de Didatica
Livro de Didatica
 
A Aula Universitária
A Aula UniversitáriaA Aula Universitária
A Aula Universitária
 
Gestão da Aprendizagem
Gestão da AprendizagemGestão da Aprendizagem
Gestão da Aprendizagem
 
Papel pedagogo
Papel pedagogo Papel pedagogo
Papel pedagogo
 
8 ARTIGO TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO.pdf
8 ARTIGO TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO.pdf8 ARTIGO TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO.pdf
8 ARTIGO TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO.pdf
 
Estrutura e tendências politicas
Estrutura e tendências politicasEstrutura e tendências politicas
Estrutura e tendências politicas
 
NOVOS OLHARES NA EDUCAÇÃO, INCLUSÃO E TECNOLOGIAS FERRAMENTAS PEDAGÓGICAS PAR...
NOVOS OLHARES NA EDUCAÇÃO, INCLUSÃO E TECNOLOGIAS FERRAMENTAS PEDAGÓGICAS PAR...NOVOS OLHARES NA EDUCAÇÃO, INCLUSÃO E TECNOLOGIAS FERRAMENTAS PEDAGÓGICAS PAR...
NOVOS OLHARES NA EDUCAÇÃO, INCLUSÃO E TECNOLOGIAS FERRAMENTAS PEDAGÓGICAS PAR...
 
ARTIGO 5 ERRAMENTAS PEDAGÓGICAS PARA ENSINAR.pdf
ARTIGO 5 ERRAMENTAS PEDAGÓGICAS PARA ENSINAR.pdfARTIGO 5 ERRAMENTAS PEDAGÓGICAS PARA ENSINAR.pdf
ARTIGO 5 ERRAMENTAS PEDAGÓGICAS PARA ENSINAR.pdf
 

Mais de Colégio Estadual Padre Fernando Gomes de Melo

Mais de Colégio Estadual Padre Fernando Gomes de Melo (18)

Depressão e tristeza - setembro amarelo
Depressão e tristeza -  setembro amareloDepressão e tristeza -  setembro amarelo
Depressão e tristeza - setembro amarelo
 
Ultima chance - pregação
Ultima chance -  pregaçãoUltima chance -  pregação
Ultima chance - pregação
 
De volta ao jardim - pregação
De volta ao jardim -  pregaçãoDe volta ao jardim -  pregação
De volta ao jardim - pregação
 
Quizz da biologia – 3ª série (ecologia, genética e evolução0
Quizz da biologia – 3ª série (ecologia, genética e evolução0Quizz da biologia – 3ª série (ecologia, genética e evolução0
Quizz da biologia – 3ª série (ecologia, genética e evolução0
 
A Escola de Vygotsky e Piaget
A Escola de Vygotsky e PiagetA Escola de Vygotsky e Piaget
A Escola de Vygotsky e Piaget
 
Espaços não formais de educação
Espaços não formais de educaçãoEspaços não formais de educação
Espaços não formais de educação
 
Principais grupos de mamíferos fósseis
Principais grupos de mamíferos fósseisPrincipais grupos de mamíferos fósseis
Principais grupos de mamíferos fósseis
 
História dos surdos e oralismo
História dos surdos e oralismoHistória dos surdos e oralismo
História dos surdos e oralismo
 
Quizz da Botânica - Características Gerais das Plantas
Quizz da Botânica - Características Gerais das PlantasQuizz da Botânica - Características Gerais das Plantas
Quizz da Botânica - Características Gerais das Plantas
 
Moluscos de importância médica - Parasitologia
Moluscos de importância médica - ParasitologiaMoluscos de importância médica - Parasitologia
Moluscos de importância médica - Parasitologia
 
Antibioticos Aminoglicosídeos/ Sulfas+Trimetropim
Antibioticos   Aminoglicosídeos/ Sulfas+TrimetropimAntibioticos   Aminoglicosídeos/ Sulfas+Trimetropim
Antibioticos Aminoglicosídeos/ Sulfas+Trimetropim
 
Propostas e sugestões
Propostas e sugestõesPropostas e sugestões
Propostas e sugestões
 
Reprodução sexuada nas fanerógamas
Reprodução sexuada nas fanerógamasReprodução sexuada nas fanerógamas
Reprodução sexuada nas fanerógamas
 
Energias Renováveis
Energias RenováveisEnergias Renováveis
Energias Renováveis
 
Trabalho física app biologia - Energia Geotérmica
Trabalho física app biologia - Energia GeotérmicaTrabalho física app biologia - Energia Geotérmica
Trabalho física app biologia - Energia Geotérmica
 
Aula pratica 02
Aula pratica 02Aula pratica 02
Aula pratica 02
 
Filo ascomycota
Filo ascomycotaFilo ascomycota
Filo ascomycota
 
Tendência crítico social dos conteúdos
Tendência crítico social dos conteúdosTendência crítico social dos conteúdos
Tendência crítico social dos conteúdos
 

Último

Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfRILTONNOGUEIRADOSSAN
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoVALMIRARIBEIRO1
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptParticular
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfcarloseduardogonalve36
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - FalamansaMary Alvarenga
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptxlucioalmeida2702
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaIlda Bicacro
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfMaiteFerreira4
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfmaria794949
 

Último (20)

Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 

Conhecendo a didática

  • 1. CONHECENDO A DIDÁTICA O que é Didática? De que assuntos ela trata? Para que serve? Qual sua contribuição para a formação do professor?
  • 2. A QUE CAMPO DO CONHECIMENTO PERTENCE A DIDÁTICA?  A Pedagogia é a ciência que se dedica ao estudo da educação, investigando a natureza de suas finalidades numa determinada sociedade. Seu campo de ação é bastante amplo.  A Didática é um dos ramos de estudos da Pedagogia.  É uma disciplina fundamental nos cursos de formação de professores.
  • 3. Estão presentes no estudo da Didática:  Várias áreas do conhecimento que pesquisam o desenvolvimento humano como: Filosofia,Sociologia, Psicologia, Antropologia, História, Política, Estatística, Biologia, Teorias da Comunicação, entre outras ;
  • 4. O QUE É DIDÁTICA? É a disciplina que vai direcionar seu enfoque para a educação escolar, investigando os fundamentos, condições e modos de realização da instrução e do ensino. (LIBÂNEO,1991)
  • 5. DIFERENTES CONCEPÇÕES DE DIDÁTICA  Muitos compreendem a Didática como um compêndio de técnicas ou um receituário para um bom ensino.  O termo “Didática”, é conhecido desde a Grécia antiga e lá significava “ensinar, instruir, fazer aprender”.  Em 1633, Comênio, escreveu um livro chamado “Didacta Magna”, no qual definia Didática como a arte de ensinar tudo a todos.
  • 6. O termo Didática foi sendo abordado a partir de diferentes concepções ao longo do tempo:  O dicionário Aurélio define o verbete “Didática” como a técnica de dirigir e orientar a aprendizagem;  No decorrer do tempo, segundo Amélia Domingues de Castro, a Didática “passou a reunir os conhecimentos que cada época valoriza sobre o processo de ensinar.”  Para Vera Maria Candau, educadora da PUC do RJ, a Didática pode ser entendida como “ reflexão sistemática e busca de alternativas para os problemas da prática pedagógica.”
  • 7. DIDÁTICA COMO REFLEXÃO SISTEMÁTICA A Didática como reflexão sistemática é o estudo das teorias de ensino e de aprendizagem aplicadas ao processo educativo que se realiza na escola, bem como dos resultados obtidos.
  • 8. Seu estudo não pretende ficar apenas nas teorias. Deve aplicar os conhecimentos que produz, para resolver problemas e questões que surgem no dia-a-dia da escola e do espaço de aula. Exemplo:  Como a criança e o adolescente aprendem;  Como é a atividade do professor em aula;
  • 9. Mais questões...  Como os alunos de uma turma se relacionam entre si e com o professor;  Como o professor ajuda os alunos a aprenderem;  Qual a influência dos governos e da sociedade sobre a escola;  Como organizar o currículo de uma escola;  Como desenvolver a capacitação de professores;  Como motivar os alunos;  Como fazer um processo de avaliação mais justo e coerente, etc.
  • 10. As teorias se apresentam válidas enquanto solucionam problemas da prática pedagógica.  Caso contrário, a própria realidade questiona a teoria exigindo novos aprofundamentos, pesquisas e estudos.  As teorias educacionais se desenvolvem em confronto com a prática pedagógica.
  • 11. DIDÁTICA E O PROCESSO DE APRENDIZAGEM  Interessa à Didática tudo o que o aluno aprende na relação com o professor e com o grupo-classe, bem como o processo de aprendizagem através do qual isso ocorre.
  • 12. A MULTIDIMENSIONALIDADE DA DIDÁTICA O objeto de estudo da didática é o processo de ensino-aprendizagem.  Para ser adequadamente compreendido, ele precisa ser analisado de tal modo que articule consistentemente as dimensões humana, técnica e político-social.
  • 13. Por APRENDIZAGEM entendemos o desenvolvimento da pessoa como um todo: - inteligência, - afetividade, - padrões de comportamento moral, - relacionamento com a família, amigos cidade, país, etc; - desenvolvimento da coordenação motora, capacidades artísticas, comunicação.
  • 14. DIMENSÃO HUMANA  Ensino-aprendizagem é um processo em que está sempre presente, de forma direta ou indireta, o relacionamento humano.  O processo de aprendizagem se realiza através do relacionamento interpessoal muito forte entre: alunos e professores, alunos e alunos, professores e professores; enfim: entre alunos, professores e direção.  O componente afetivo é fator essencial nesse processo.
  • 15. DIMENSÃO POLÍTICO-SOCIAL  A prática educativa não é um processo neutro;  Todo o processo de ensino-aprendizagem é "situado".  Acontece num local determinado, numa certa época histórica .  Acontece numa cultura específica, trata com pessoas concretas que têm uma posição de classe definida na organização social em que vivem.
  • 16. DIMENSÃO POLÍTICO-SOCIAL  Segue orientações e diretrizes de profissionais da Educação e das políticas governamentais.  Políticas Governamentais: têm uma influência muito grande através da legislação e normas que afetam a escola.  Grande parte dos estabelecimentos de ensino básico está diretamente subordinada ao Estado.
  • 17. Ainda sobre a Dimensão Político-social...  Sabemos que professores, diretores, alunos, pais, técnicos, funcionários, autores de livros didáticos, editores que produzem material pedagógico são pessoas reais, que vivem num tempo e numa cultura específica.  Têm posições políticas e sociais que são transmitidas em seus trabalhos e nas suas relações com a escola.  A prática educativa precisa ser analisada e discutida de forma concreta e contextualizada.
  • 18. DIMENSÃO TÉCNICA  Interessa a esse processo que os alunos consigam aprender bem o que se propõe, através da organização de condições apropriadas.  Aspectos como definição de objetivos, seleção de conteúdos, técnicas e recursos de ensino, organização do processo de avaliação e escolha de técnicas avaliativas, planejamento de curso e de aulas constitui o núcleo da dimensão técnica do processo de aprendizagem.  Trata-se do aspecto instrumental, técnico, considerado objetivo e racional através do qual se organiza o processo de ensino-aprendizagem.
  • 19. Em nosso trabalho docente somos frequentemente assaltados por uma série de dúvidas...  Como fazer com que os alunos se interessem pela matéria?  Como motivar os alunos para que eles estudem?  Como resolver os casos dos alunos indisciplinados ou descontentes?  Como despertar e manter sua atenção?  Como avaliar os alunos?  Como nos comunicar para que eles nos entendam?  O que fazer para que aprendam?  Como preparar bem uma aula?  Como nos relacionar com os pais dos alunos?
  • 20. COMO A DIDÁTICA PODE AJUDAR?  Colocando ao alcance do professor as pesquisas e os conhecimentos produzidos.  Incentivando os professores a pesquisarem sobre novos problemas que afetam sua atividade.  Criando oportunidades para os professores trocarem entre si e com especialistas suas experiências sucessos ou fracassos
  • 21. A articulação entre as três dimensões é o centro configurador da concepção do processo de ensino-aprendizagem.  Nesta perspectiva de uma “multidimensionalidade” que articula organicamente, as diferentes dimensões do processo de ensino-aprendizagem é que propomos que a Didática se situe.
  • 22. Bibliografia:  MASETTO, Marcos. Didática a Aula como Centro – Ed. F.T.D. – São Paulo, 1997.