SlideShare uma empresa Scribd logo
Eu duvido de tudo, mas se estou a duvidar
estou a pensar, e se estou a pensar, não
posso duvidar da minha existência como
sujeito que duvida ou pensa.
AFIRMAÇÃO DA EXISTÊNCIA DO
SUJEITO PENSANTE
“PENSO, LOGO EXISTO
O COGITO : UMA CRENÇA FUNDACIONAL
FUNDAMENTO DO NOVO SISTEMA DE SABER
 é uma realidade metafísica
(sujeito pensante)
“PENSO, LOGO EXISTO”
(cogito, ergo sum)
 não é um conhecimento sensível;
 não é um conhecimento matemático;
 é 1 princípio do sistema de saber;
Resiste à
dúvida.
Não há qualquer
verdade anterior a
esta.
Neste momento
duvidamos de tudo à
excepção do sujeito
que tudo duvida, o
“eu pensante”.
Dele
vamos
deduzir
novas
verdades.
1.Conhecimento
absolutamente
evidente
2. Verdade
absolutamente primeira
3. Motor do
Conhecimento
Só as ideias ou
conhecimentos tão claras e
distintas como o “cogito” vão
ser consideradas
verdadeiras ( evidentes).
4. Critério de Verdade
5. Verdade
puramente Racional
Se fosse um silogismo
(dedução), uma verdade lógica
seria um conhecimento
(conclusão) obtido a partir de
outros conhecimentos
anteriores (premissas) que não
teriam sido sujeitos à dúvida.
6. Verdade intuitiva (existencial)
1. TUDO O QUE PENSA EXISTE
2. EU PENSO
3. LOGO, EU EXISTO
PREMISSAS = CONHECIMENTOS
NÃO SUBMETIDOS AO TESTE DA
DÚVIDA
O sujeito toma consciência da sua existência no acto
de pensar.
O “Penso, logo
existo” é a 1
verdade, o ponto
de Arquimedes, a
partir do qual
podemos deduzir,
extrair, novas
verdades
A dúvida
resolve-se em
certeza, 1
verdade
(“COGITO,
ERGO SUM”)
Será verdadeiro o
que for tão claro e
distinto como o
Cogito.
1. SUPERAÇÃO
DO
CEPTICISMO
2. FUNDAMENTO
DA CIÊNCIA
3ª CRITÉRIO
DE VERDADE
O Cogito foi
alcançado numa
experiência de
dúvida. Ora, duvidar
é sinal de
imperfeição,tal
como conhecer é
sinal de perfeição.
O “eu pensante” tem
a certeza de que
existe enquanto
pensa. Se deixar de
pensar, deixa de
existir (identidade
entre pensar e
existir)
O “eu pensante”
encontra-se
sozinho com os
seus
pensamentos
(estado de
solipsismo).
1. FINITUDE DO
COGITO
2. IMPERFEIÇÃO
DO COGITO
3. CLAUSURA
DO EU
PENSANTE
Limitação: Necessidade de fundar o
Cogito em Deus (Ser Perfeito).
A essência do sujeito que
duvida é uma substância
meramente pensante, à qual
Descartes dá o nome de alma
(RES COGITANS);
A alma é distinta do corpo, não
precisando deste para existir.
IDEIAS
ADVENTÍCIAS FACTÍCIASINATAS
PRODUZIDAS PELOS
SENTIDOS: CASA,
ÁRVORE...
IDEIAS CONFUSAS QUE
NÃO CONDUZEM A UM
CONHECIMENTO
VERDADEIRO
PRODUZIDAS PELA
IMAGINAÇÃO:
UNICORNIO,CENTAUR
O. IDEIAS CONFUSAS
E ERRÓNEAS
PRODUZIDAS PELO
ENTENDIMENTO.
IDEIAS CLARAS E
DISTINTAS
(EVIDENTES). EX;
IDEIA DE DEUS...
DEUS COLOCOU NO
ENTENDIMENTO
HUMANO
AS SEMENTES
DA VERDADE
(IDEIAS INATAS)
Cogito_Descartes

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Teorias Explicativas do Conhecimento - Descartes
Teorias Explicativas do Conhecimento - DescartesTeorias Explicativas do Conhecimento - Descartes
Teorias Explicativas do Conhecimento - Descartes
Jorge Barbosa
 
O racionalismo de Descartes
O racionalismo de DescartesO racionalismo de Descartes
O racionalismo de Descartes
Joana Filipa Rodrigues
 
11º b final
11º b   final11º b   final
11º b final
j_sdias
 
O empirismo de david hume
O empirismo de david humeO empirismo de david hume
O empirismo de david hume
Joana Filipa Rodrigues
 
Popper e a Ciência
Popper e a CiênciaPopper e a Ciência
Popper e a Ciência
Jorge Barbosa
 
Cógito cartesiano de Descartes
Cógito cartesiano de DescartesCógito cartesiano de Descartes
Cógito cartesiano de Descartes
Joana Filipa Rodrigues
 
David hume e o Empirismo
David hume e o EmpirismoDavid hume e o Empirismo
David hume e o Empirismo
Joana Filipa Rodrigues
 
O cogito cartesiano
O cogito cartesianoO cogito cartesiano
O cogito cartesiano
Lídia Neves
 
Descartes - Trab. Grupo IV
Descartes - Trab. Grupo IVDescartes - Trab. Grupo IV
Descartes - Trab. Grupo IV
mluisavalente
 
Conhecimento Científico - Popper
Conhecimento Científico - PopperConhecimento Científico - Popper
Conhecimento Científico - Popper
Jorge Barbosa
 
Comparação_Popper_kuhn
Comparação_Popper_kuhn Comparação_Popper_kuhn
Comparação_Popper_kuhn
Isabel Moura
 
Teoria racionalista de Descartes
Teoria racionalista de DescartesTeoria racionalista de Descartes
Teoria racionalista de Descartes
Elisabete Silva
 
Conhecimento Científico - Kuhn
Conhecimento Científico - KuhnConhecimento Científico - Kuhn
Conhecimento Científico - Kuhn
Jorge Barbosa
 
Logica formal e_informal
Logica formal e_informalLogica formal e_informal
Logica formal e_informal
Domingos Inácio Inácio
 
Aula 07 - Descartes e o Racionalismo
Aula 07 - Descartes e o RacionalismoAula 07 - Descartes e o Racionalismo
Aula 07 - Descartes e o Racionalismo
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Teorias estéticas
Teorias estéticas Teorias estéticas
Teorias estéticas
Paulo Gomes
 
Hume_tipos_conhecimento
Hume_tipos_conhecimentoHume_tipos_conhecimento
Hume_tipos_conhecimento
Isabel Moura
 
Provas da existência de Deus segundo Descartes
Provas da existência de Deus segundo DescartesProvas da existência de Deus segundo Descartes
Provas da existência de Deus segundo Descartes
Joana Filipa Rodrigues
 
Problema da demarcação - Karl Popper
Problema da demarcação - Karl PopperProblema da demarcação - Karl Popper
Problema da demarcação - Karl Popper
Jair Lucio Prados Ribeiro
 

Mais procurados (20)

Teorias Explicativas do Conhecimento - Descartes
Teorias Explicativas do Conhecimento - DescartesTeorias Explicativas do Conhecimento - Descartes
Teorias Explicativas do Conhecimento - Descartes
 
O racionalismo de Descartes
O racionalismo de DescartesO racionalismo de Descartes
O racionalismo de Descartes
 
11º b final
11º b   final11º b   final
11º b final
 
O empirismo de david hume
O empirismo de david humeO empirismo de david hume
O empirismo de david hume
 
Popper e a Ciência
Popper e a CiênciaPopper e a Ciência
Popper e a Ciência
 
Cógito cartesiano de Descartes
Cógito cartesiano de DescartesCógito cartesiano de Descartes
Cógito cartesiano de Descartes
 
David hume e o Empirismo
David hume e o EmpirismoDavid hume e o Empirismo
David hume e o Empirismo
 
O cogito cartesiano
O cogito cartesianoO cogito cartesiano
O cogito cartesiano
 
Descartes - Trab. Grupo IV
Descartes - Trab. Grupo IVDescartes - Trab. Grupo IV
Descartes - Trab. Grupo IV
 
Conhecimento Científico - Popper
Conhecimento Científico - PopperConhecimento Científico - Popper
Conhecimento Científico - Popper
 
Comparação_Popper_kuhn
Comparação_Popper_kuhn Comparação_Popper_kuhn
Comparação_Popper_kuhn
 
Teoria racionalista de Descartes
Teoria racionalista de DescartesTeoria racionalista de Descartes
Teoria racionalista de Descartes
 
Conhecimento Científico - Kuhn
Conhecimento Científico - KuhnConhecimento Científico - Kuhn
Conhecimento Científico - Kuhn
 
Logica formal e_informal
Logica formal e_informalLogica formal e_informal
Logica formal e_informal
 
Aula 07 - Descartes e o Racionalismo
Aula 07 - Descartes e o RacionalismoAula 07 - Descartes e o Racionalismo
Aula 07 - Descartes e o Racionalismo
 
Teorias estéticas
Teorias estéticas Teorias estéticas
Teorias estéticas
 
Hume_tipos_conhecimento
Hume_tipos_conhecimentoHume_tipos_conhecimento
Hume_tipos_conhecimento
 
Provas da existência de Deus segundo Descartes
Provas da existência de Deus segundo DescartesProvas da existência de Deus segundo Descartes
Provas da existência de Deus segundo Descartes
 
Problema da demarcação - Karl Popper
Problema da demarcação - Karl PopperProblema da demarcação - Karl Popper
Problema da demarcação - Karl Popper
 
Comparação descartes hume
Comparação descartes   humeComparação descartes   hume
Comparação descartes hume
 

Destaque

A aliança de deus
A aliança de deusA aliança de deus
A aliança de deus
pietra bravo
 
EVA laminated furnace/vacuum heating machine
EVA laminated furnace/vacuum heating machineEVA laminated furnace/vacuum heating machine
EVA laminated furnace/vacuum heating machine
guangzhou huichi glass technical company
 
The national dissemination center for children with disabilities sub a to e
The national dissemination center for children with disabilities sub a to eThe national dissemination center for children with disabilities sub a to e
The national dissemination center for children with disabilities sub a to e
Yadira Mangual
 
Presentació calidad2016
Presentació calidad2016Presentació calidad2016
Presentació calidad2016
Laura Pérez Vallés
 
Sete unção
Sete unçãoSete unção
Sete unção
MINISTERIO IPCA.
 
Orac3a7c3b5es subordinadas-substantiva-adjetiva-e-adverbiais
Orac3a7c3b5es subordinadas-substantiva-adjetiva-e-adverbiaisOrac3a7c3b5es subordinadas-substantiva-adjetiva-e-adverbiais
Orac3a7c3b5es subordinadas-substantiva-adjetiva-e-adverbiais
Flávio Ferreira
 
Cantigas de escárnio e maldizer - resumo
Cantigas de escárnio e maldizer - resumoCantigas de escárnio e maldizer - resumo
Cantigas de escárnio e maldizer - resumo
Gijasilvelitz 2
 
Frases
FrasesFrases
Frases
Emma Perez
 
Poesia trovadoresca e palaciana
Poesia trovadoresca e palacianaPoesia trovadoresca e palaciana
Poesia trovadoresca e palaciana
Paulo Rodrigues
 
Rene descartes
Rene descartesRene descartes
Rene descartes
Lu_ Lu
 
Jov Aula15
Jov Aula15Jov Aula15
Gramática aula4-tipos-de-sujeito-acesso-marta
Gramática aula4-tipos-de-sujeito-acesso-martaGramática aula4-tipos-de-sujeito-acesso-marta
Gramática aula4-tipos-de-sujeito-acesso-marta
Flávio Ferreira
 
No tempo de deus.pubpptx
No tempo de deus.pubpptxNo tempo de deus.pubpptx
No tempo de deus.pubpptx
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Crisma de 27 04-13
Crisma de 27 04-13Crisma de 27 04-13
Crisma de 27 04-13
Catequese Panatis
 
Romanos 7 (parte -2)
Romanos   7 (parte -2)Romanos   7 (parte -2)
Romanos 7 (parte -2)
Joel Silva
 
Revista Duda 997 gnosticismo residuos de ua secta
Revista Duda 997 gnosticismo residuos de ua sectaRevista Duda 997 gnosticismo residuos de ua secta
Revista Duda 997 gnosticismo residuos de ua secta
Abraham Perez
 
Deus
DeusDeus
DEUS, O PAI
DEUS, O PAIDEUS, O PAI
Argumento a favor da existência de deus
Argumento a favor da existência de deusArgumento a favor da existência de deus
Argumento a favor da existência de deus
Isabel Moura
 
1 capa deus pai
1 capa deus pai1 capa deus pai
1 capa deus pai
Adailton Costa
 

Destaque (20)

A aliança de deus
A aliança de deusA aliança de deus
A aliança de deus
 
EVA laminated furnace/vacuum heating machine
EVA laminated furnace/vacuum heating machineEVA laminated furnace/vacuum heating machine
EVA laminated furnace/vacuum heating machine
 
The national dissemination center for children with disabilities sub a to e
The national dissemination center for children with disabilities sub a to eThe national dissemination center for children with disabilities sub a to e
The national dissemination center for children with disabilities sub a to e
 
Presentació calidad2016
Presentació calidad2016Presentació calidad2016
Presentació calidad2016
 
Sete unção
Sete unçãoSete unção
Sete unção
 
Orac3a7c3b5es subordinadas-substantiva-adjetiva-e-adverbiais
Orac3a7c3b5es subordinadas-substantiva-adjetiva-e-adverbiaisOrac3a7c3b5es subordinadas-substantiva-adjetiva-e-adverbiais
Orac3a7c3b5es subordinadas-substantiva-adjetiva-e-adverbiais
 
Cantigas de escárnio e maldizer - resumo
Cantigas de escárnio e maldizer - resumoCantigas de escárnio e maldizer - resumo
Cantigas de escárnio e maldizer - resumo
 
Frases
FrasesFrases
Frases
 
Poesia trovadoresca e palaciana
Poesia trovadoresca e palacianaPoesia trovadoresca e palaciana
Poesia trovadoresca e palaciana
 
Rene descartes
Rene descartesRene descartes
Rene descartes
 
Jov Aula15
Jov Aula15Jov Aula15
Jov Aula15
 
Gramática aula4-tipos-de-sujeito-acesso-marta
Gramática aula4-tipos-de-sujeito-acesso-martaGramática aula4-tipos-de-sujeito-acesso-marta
Gramática aula4-tipos-de-sujeito-acesso-marta
 
No tempo de deus.pubpptx
No tempo de deus.pubpptxNo tempo de deus.pubpptx
No tempo de deus.pubpptx
 
Crisma de 27 04-13
Crisma de 27 04-13Crisma de 27 04-13
Crisma de 27 04-13
 
Romanos 7 (parte -2)
Romanos   7 (parte -2)Romanos   7 (parte -2)
Romanos 7 (parte -2)
 
Revista Duda 997 gnosticismo residuos de ua secta
Revista Duda 997 gnosticismo residuos de ua sectaRevista Duda 997 gnosticismo residuos de ua secta
Revista Duda 997 gnosticismo residuos de ua secta
 
Deus
DeusDeus
Deus
 
DEUS, O PAI
DEUS, O PAIDEUS, O PAI
DEUS, O PAI
 
Argumento a favor da existência de deus
Argumento a favor da existência de deusArgumento a favor da existência de deus
Argumento a favor da existência de deus
 
1 capa deus pai
1 capa deus pai1 capa deus pai
1 capa deus pai
 

Semelhante a Cogito_Descartes

Cogito_Descartes
Cogito_DescartesCogito_Descartes
Cogito_Descartes
Isabel Moura
 
1 desca alunos
1 desca alunos1 desca alunos
1 desca alunos
JorgeNogueira40
 
Comodescartesultrapassaocepticismo 120217104847-phpapp02
Comodescartesultrapassaocepticismo 120217104847-phpapp02Comodescartesultrapassaocepticismo 120217104847-phpapp02
Comodescartesultrapassaocepticismo 120217104847-phpapp02
Helena Serrão
 
Contributo de Descartes
Contributo de DescartesContributo de Descartes
Contributo de Descartes
Jorge Barbosa
 
Descartes - Contributo para a Modernidade
Descartes - Contributo para a ModernidadeDescartes - Contributo para a Modernidade
Descartes - Contributo para a Modernidade
Jorge Barbosa
 
Descartes_cogito_crìtica
Descartes_cogito_crìticaDescartes_cogito_crìtica
Descartes_cogito_crìtica
Isabel Moura
 
Como Descartes ultrapassao cepticismo 120217104847-phpapp02-130130123609-phpa...
Como Descartes ultrapassao cepticismo 120217104847-phpapp02-130130123609-phpa...Como Descartes ultrapassao cepticismo 120217104847-phpapp02-130130123609-phpa...
Como Descartes ultrapassao cepticismo 120217104847-phpapp02-130130123609-phpa...
Helena Serrão
 
Descartes críticas
Descartes críticasDescartes críticas
Descartes críticas
Helena Serrão
 
Unidade2 capiiteoriasexplicativasdoconhecimento-110227081909-phpapp01
Unidade2 capiiteoriasexplicativasdoconhecimento-110227081909-phpapp01Unidade2 capiiteoriasexplicativasdoconhecimento-110227081909-phpapp01
Unidade2 capiiteoriasexplicativasdoconhecimento-110227081909-phpapp01
gildapirescosta
 
Filosofia do conhecimento; síntese
Filosofia do conhecimento; sínteseFilosofia do conhecimento; síntese
Filosofia do conhecimento; síntese
Ana Felizardo
 
dedução_Verdades_Descartes
dedução_Verdades_Descartesdedução_Verdades_Descartes
dedução_Verdades_Descartes
Isabel Moura
 
Teoria Explicativa do Conhecimento - R. Descartes
Teoria Explicativa do Conhecimento - R. DescartesTeoria Explicativa do Conhecimento - R. Descartes
Teoria Explicativa do Conhecimento - R. Descartes
Jorge Barbosa
 
Conciência Iluminacão
Conciência IluminacãoConciência Iluminacão
Conciência Iluminacão
Andreia Muenzer
 
Conciencia Iluminacao
Conciencia IluminacaoConciencia Iluminacao
Conciencia Iluminacao
Myrle Zanatta
 
Hume_problemas_existência_eu_mundo_Deus
Hume_problemas_existência_eu_mundo_DeusHume_problemas_existência_eu_mundo_Deus
Hume_problemas_existência_eu_mundo_Deus
Isabel Moura
 
Ficha de trab + correção descartes
Ficha de trab + correção   descartesFicha de trab + correção   descartes
Ficha de trab + correção descartes
mluisavalente
 
Consciência e verdade
Consciência e verdadeConsciência e verdade
Consciência e verdade
Adeilsa Ferreira
 
Estrutura do Acto de Conhecer - Resumo
Estrutura do Acto de Conhecer - ResumoEstrutura do Acto de Conhecer - Resumo
Estrutura do Acto de Conhecer - Resumo
Jorge Barbosa
 
Resumos de Filosofia- Racionalismo e Empirismo
Resumos de Filosofia- Racionalismo e EmpirismoResumos de Filosofia- Racionalismo e Empirismo
Resumos de Filosofia- Racionalismo e Empirismo
Ana Catarina
 
Racionalismo
RacionalismoRacionalismo
Racionalismo
Pelo Siro
 

Semelhante a Cogito_Descartes (20)

Cogito_Descartes
Cogito_DescartesCogito_Descartes
Cogito_Descartes
 
1 desca alunos
1 desca alunos1 desca alunos
1 desca alunos
 
Comodescartesultrapassaocepticismo 120217104847-phpapp02
Comodescartesultrapassaocepticismo 120217104847-phpapp02Comodescartesultrapassaocepticismo 120217104847-phpapp02
Comodescartesultrapassaocepticismo 120217104847-phpapp02
 
Contributo de Descartes
Contributo de DescartesContributo de Descartes
Contributo de Descartes
 
Descartes - Contributo para a Modernidade
Descartes - Contributo para a ModernidadeDescartes - Contributo para a Modernidade
Descartes - Contributo para a Modernidade
 
Descartes_cogito_crìtica
Descartes_cogito_crìticaDescartes_cogito_crìtica
Descartes_cogito_crìtica
 
Como Descartes ultrapassao cepticismo 120217104847-phpapp02-130130123609-phpa...
Como Descartes ultrapassao cepticismo 120217104847-phpapp02-130130123609-phpa...Como Descartes ultrapassao cepticismo 120217104847-phpapp02-130130123609-phpa...
Como Descartes ultrapassao cepticismo 120217104847-phpapp02-130130123609-phpa...
 
Descartes críticas
Descartes críticasDescartes críticas
Descartes críticas
 
Unidade2 capiiteoriasexplicativasdoconhecimento-110227081909-phpapp01
Unidade2 capiiteoriasexplicativasdoconhecimento-110227081909-phpapp01Unidade2 capiiteoriasexplicativasdoconhecimento-110227081909-phpapp01
Unidade2 capiiteoriasexplicativasdoconhecimento-110227081909-phpapp01
 
Filosofia do conhecimento; síntese
Filosofia do conhecimento; sínteseFilosofia do conhecimento; síntese
Filosofia do conhecimento; síntese
 
dedução_Verdades_Descartes
dedução_Verdades_Descartesdedução_Verdades_Descartes
dedução_Verdades_Descartes
 
Teoria Explicativa do Conhecimento - R. Descartes
Teoria Explicativa do Conhecimento - R. DescartesTeoria Explicativa do Conhecimento - R. Descartes
Teoria Explicativa do Conhecimento - R. Descartes
 
Conciência Iluminacão
Conciência IluminacãoConciência Iluminacão
Conciência Iluminacão
 
Conciencia Iluminacao
Conciencia IluminacaoConciencia Iluminacao
Conciencia Iluminacao
 
Hume_problemas_existência_eu_mundo_Deus
Hume_problemas_existência_eu_mundo_DeusHume_problemas_existência_eu_mundo_Deus
Hume_problemas_existência_eu_mundo_Deus
 
Ficha de trab + correção descartes
Ficha de trab + correção   descartesFicha de trab + correção   descartes
Ficha de trab + correção descartes
 
Consciência e verdade
Consciência e verdadeConsciência e verdade
Consciência e verdade
 
Estrutura do Acto de Conhecer - Resumo
Estrutura do Acto de Conhecer - ResumoEstrutura do Acto de Conhecer - Resumo
Estrutura do Acto de Conhecer - Resumo
 
Resumos de Filosofia- Racionalismo e Empirismo
Resumos de Filosofia- Racionalismo e EmpirismoResumos de Filosofia- Racionalismo e Empirismo
Resumos de Filosofia- Racionalismo e Empirismo
 
Racionalismo
RacionalismoRacionalismo
Racionalismo
 

Mais de Isabel Moura

O POTENCIAL PEDAGÓGICO DAS FERRAMENTAS DA WEB.pdf
O POTENCIAL PEDAGÓGICO DAS FERRAMENTAS DA WEB.pdfO POTENCIAL PEDAGÓGICO DAS FERRAMENTAS DA WEB.pdf
O POTENCIAL PEDAGÓGICO DAS FERRAMENTAS DA WEB.pdf
Isabel Moura
 
Plano de aula_31_05_2021_Isabel Duarte.docx
Plano de aula_31_05_2021_Isabel Duarte.docxPlano de aula_31_05_2021_Isabel Duarte.docx
Plano de aula_31_05_2021_Isabel Duarte.docx
Isabel Moura
 
Plano de aula_11_01_2021_Isabel Duarte.docx
Plano de aula_11_01_2021_Isabel Duarte.docxPlano de aula_11_01_2021_Isabel Duarte.docx
Plano de aula_11_01_2021_Isabel Duarte.docx
Isabel Moura
 
TeresaMorais_Guião_filosofiadaarte.docx.pdf
TeresaMorais_Guião_filosofiadaarte.docx.pdfTeresaMorais_Guião_filosofiadaarte.docx.pdf
TeresaMorais_Guião_filosofiadaarte.docx.pdf
Isabel Moura
 
Grelha_planificacao_Aprender_com_a_BE__Grupo_E_final.pdf
Grelha_planificacao_Aprender_com_a_BE__Grupo_E_final.pdfGrelha_planificacao_Aprender_com_a_BE__Grupo_E_final.pdf
Grelha_planificacao_Aprender_com_a_BE__Grupo_E_final.pdf
Isabel Moura
 
Doc4. super book of_web_tools_for_educators
Doc4. super book of_web_tools_for_educatorsDoc4. super book of_web_tools_for_educators
Doc4. super book of_web_tools_for_educators
Isabel Moura
 
Matriz 4 teste 10 d
Matriz 4 teste 10 dMatriz 4 teste 10 d
Matriz 4 teste 10 d
Isabel Moura
 
Quiz descartes
Quiz descartesQuiz descartes
Quiz descartes
Isabel Moura
 
Ae sec filosofia
Ae sec filosofiaAe sec filosofia
Ae sec filosofia
Isabel Moura
 
Programa psicologia cursos profissionais
Programa psicologia cursos profissionaisPrograma psicologia cursos profissionais
Programa psicologia cursos profissionais
Isabel Moura
 
Ex fil714-f2-2017-cc-vt
Ex fil714-f2-2017-cc-vtEx fil714-f2-2017-cc-vt
Ex fil714-f2-2017-cc-vt
Isabel Moura
 
Ex fil714-f2-2017-v2
Ex fil714-f2-2017-v2Ex fil714-f2-2017-v2
Ex fil714-f2-2017-v2
Isabel Moura
 
Ex fil714-f2-2017-v1
Ex fil714-f2-2017-v1Ex fil714-f2-2017-v1
Ex fil714-f2-2017-v1
Isabel Moura
 
Estudo de um caso concreto truman
Estudo de um caso concreto trumanEstudo de um caso concreto truman
Estudo de um caso concreto truman
Isabel Moura
 
Ética deontológica vs ética teleológica
Ética deontológica vs ética teleológicaÉtica deontológica vs ética teleológica
Ética deontológica vs ética teleológica
Isabel Moura
 
Correção da ficha de revisões 2 teste 11
Correção da ficha de revisões 2 teste 11Correção da ficha de revisões 2 teste 11
Correção da ficha de revisões 2 teste 11
Isabel Moura
 
Ficha de revisões 2 teste 11
Ficha de revisões 2 teste 11Ficha de revisões 2 teste 11
Ficha de revisões 2 teste 11
Isabel Moura
 
Argumentos não dedutivos
Argumentos não dedutivosArgumentos não dedutivos
Argumentos não dedutivos
Isabel Moura
 
Matriz do 2 teste de filosofia 11º ano
Matriz do 2 teste de filosofia 11º anoMatriz do 2 teste de filosofia 11º ano
Matriz do 2 teste de filosofia 11º ano
Isabel Moura
 
A retórica
A retóricaA retórica
A retórica
Isabel Moura
 

Mais de Isabel Moura (20)

O POTENCIAL PEDAGÓGICO DAS FERRAMENTAS DA WEB.pdf
O POTENCIAL PEDAGÓGICO DAS FERRAMENTAS DA WEB.pdfO POTENCIAL PEDAGÓGICO DAS FERRAMENTAS DA WEB.pdf
O POTENCIAL PEDAGÓGICO DAS FERRAMENTAS DA WEB.pdf
 
Plano de aula_31_05_2021_Isabel Duarte.docx
Plano de aula_31_05_2021_Isabel Duarte.docxPlano de aula_31_05_2021_Isabel Duarte.docx
Plano de aula_31_05_2021_Isabel Duarte.docx
 
Plano de aula_11_01_2021_Isabel Duarte.docx
Plano de aula_11_01_2021_Isabel Duarte.docxPlano de aula_11_01_2021_Isabel Duarte.docx
Plano de aula_11_01_2021_Isabel Duarte.docx
 
TeresaMorais_Guião_filosofiadaarte.docx.pdf
TeresaMorais_Guião_filosofiadaarte.docx.pdfTeresaMorais_Guião_filosofiadaarte.docx.pdf
TeresaMorais_Guião_filosofiadaarte.docx.pdf
 
Grelha_planificacao_Aprender_com_a_BE__Grupo_E_final.pdf
Grelha_planificacao_Aprender_com_a_BE__Grupo_E_final.pdfGrelha_planificacao_Aprender_com_a_BE__Grupo_E_final.pdf
Grelha_planificacao_Aprender_com_a_BE__Grupo_E_final.pdf
 
Doc4. super book of_web_tools_for_educators
Doc4. super book of_web_tools_for_educatorsDoc4. super book of_web_tools_for_educators
Doc4. super book of_web_tools_for_educators
 
Matriz 4 teste 10 d
Matriz 4 teste 10 dMatriz 4 teste 10 d
Matriz 4 teste 10 d
 
Quiz descartes
Quiz descartesQuiz descartes
Quiz descartes
 
Ae sec filosofia
Ae sec filosofiaAe sec filosofia
Ae sec filosofia
 
Programa psicologia cursos profissionais
Programa psicologia cursos profissionaisPrograma psicologia cursos profissionais
Programa psicologia cursos profissionais
 
Ex fil714-f2-2017-cc-vt
Ex fil714-f2-2017-cc-vtEx fil714-f2-2017-cc-vt
Ex fil714-f2-2017-cc-vt
 
Ex fil714-f2-2017-v2
Ex fil714-f2-2017-v2Ex fil714-f2-2017-v2
Ex fil714-f2-2017-v2
 
Ex fil714-f2-2017-v1
Ex fil714-f2-2017-v1Ex fil714-f2-2017-v1
Ex fil714-f2-2017-v1
 
Estudo de um caso concreto truman
Estudo de um caso concreto trumanEstudo de um caso concreto truman
Estudo de um caso concreto truman
 
Ética deontológica vs ética teleológica
Ética deontológica vs ética teleológicaÉtica deontológica vs ética teleológica
Ética deontológica vs ética teleológica
 
Correção da ficha de revisões 2 teste 11
Correção da ficha de revisões 2 teste 11Correção da ficha de revisões 2 teste 11
Correção da ficha de revisões 2 teste 11
 
Ficha de revisões 2 teste 11
Ficha de revisões 2 teste 11Ficha de revisões 2 teste 11
Ficha de revisões 2 teste 11
 
Argumentos não dedutivos
Argumentos não dedutivosArgumentos não dedutivos
Argumentos não dedutivos
 
Matriz do 2 teste de filosofia 11º ano
Matriz do 2 teste de filosofia 11º anoMatriz do 2 teste de filosofia 11º ano
Matriz do 2 teste de filosofia 11º ano
 
A retórica
A retóricaA retórica
A retórica
 

Último

APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
karinenobre2033
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
ClaudiaMainoth
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
SthafaniHussin1
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 

Último (20)

APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 

Cogito_Descartes

  • 1.
  • 2. Eu duvido de tudo, mas se estou a duvidar estou a pensar, e se estou a pensar, não posso duvidar da minha existência como sujeito que duvida ou pensa. AFIRMAÇÃO DA EXISTÊNCIA DO SUJEITO PENSANTE “PENSO, LOGO EXISTO
  • 3. O COGITO : UMA CRENÇA FUNDACIONAL FUNDAMENTO DO NOVO SISTEMA DE SABER
  • 4.  é uma realidade metafísica (sujeito pensante) “PENSO, LOGO EXISTO” (cogito, ergo sum)  não é um conhecimento sensível;  não é um conhecimento matemático;  é 1 princípio do sistema de saber;
  • 5.
  • 6. Resiste à dúvida. Não há qualquer verdade anterior a esta. Neste momento duvidamos de tudo à excepção do sujeito que tudo duvida, o “eu pensante”. Dele vamos deduzir novas verdades. 1.Conhecimento absolutamente evidente 2. Verdade absolutamente primeira 3. Motor do Conhecimento
  • 7. Só as ideias ou conhecimentos tão claras e distintas como o “cogito” vão ser consideradas verdadeiras ( evidentes). 4. Critério de Verdade 5. Verdade puramente Racional
  • 8. Se fosse um silogismo (dedução), uma verdade lógica seria um conhecimento (conclusão) obtido a partir de outros conhecimentos anteriores (premissas) que não teriam sido sujeitos à dúvida. 6. Verdade intuitiva (existencial)
  • 9. 1. TUDO O QUE PENSA EXISTE 2. EU PENSO 3. LOGO, EU EXISTO PREMISSAS = CONHECIMENTOS NÃO SUBMETIDOS AO TESTE DA DÚVIDA O sujeito toma consciência da sua existência no acto de pensar.
  • 10.
  • 11. O “Penso, logo existo” é a 1 verdade, o ponto de Arquimedes, a partir do qual podemos deduzir, extrair, novas verdades A dúvida resolve-se em certeza, 1 verdade (“COGITO, ERGO SUM”) Será verdadeiro o que for tão claro e distinto como o Cogito. 1. SUPERAÇÃO DO CEPTICISMO 2. FUNDAMENTO DA CIÊNCIA 3ª CRITÉRIO DE VERDADE
  • 12. O Cogito foi alcançado numa experiência de dúvida. Ora, duvidar é sinal de imperfeição,tal como conhecer é sinal de perfeição. O “eu pensante” tem a certeza de que existe enquanto pensa. Se deixar de pensar, deixa de existir (identidade entre pensar e existir) O “eu pensante” encontra-se sozinho com os seus pensamentos (estado de solipsismo). 1. FINITUDE DO COGITO 2. IMPERFEIÇÃO DO COGITO 3. CLAUSURA DO EU PENSANTE
  • 13. Limitação: Necessidade de fundar o Cogito em Deus (Ser Perfeito).
  • 14. A essência do sujeito que duvida é uma substância meramente pensante, à qual Descartes dá o nome de alma (RES COGITANS); A alma é distinta do corpo, não precisando deste para existir.
  • 15. IDEIAS ADVENTÍCIAS FACTÍCIASINATAS PRODUZIDAS PELOS SENTIDOS: CASA, ÁRVORE... IDEIAS CONFUSAS QUE NÃO CONDUZEM A UM CONHECIMENTO VERDADEIRO PRODUZIDAS PELA IMAGINAÇÃO: UNICORNIO,CENTAUR O. IDEIAS CONFUSAS E ERRÓNEAS PRODUZIDAS PELO ENTENDIMENTO. IDEIAS CLARAS E DISTINTAS (EVIDENTES). EX; IDEIA DE DEUS... DEUS COLOCOU NO ENTENDIMENTO HUMANO AS SEMENTES DA VERDADE (IDEIAS INATAS)