SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 27
Baixar para ler offline
Professor: Daniel Moura
Disciplina: Sistemas de Produção
Curso: Graduação em Engenharia de Produção
Introdução
Os exemplos abaixo podem ser considerados como
sistemas?
Conceito de Sistema
Um conjunto de elementos, dinamicamente relacionados,
formando uma atividade para atingir um objetivo,
operando sobre dados/energia/matéria. Para forneceroperando sobre dados/energia/matéria. Para fornecer
informação/ energia/ matéria. (CHIAVENATO, 1983)
Conjunto de partes interrelacionadas (subsistemas) que
tem o objetivo de transformar inputs (entradas), através de
um processo, em outputs (saídas), com maior resultado e
rendimento individual, quando comparados com os
elementos constituintes do sistema principal.
Logo, todo sistema é composto de subsistemas e todo
sistema é parte integrante de um sistema maior.
Origem da Teoria Geral dos
Sistemas
Origem nos trabalhos de Ludwig von Bertalanfy publicados
em 1950 e 1968;
Teoria: É um mapeamento para a observação de um
fenômeno;
Objetivos
Classificação dos sistemas quanto à
sua natureza
Sistemas Abertos: apresentam relações de intercâmbio
com o ambiente, por meio de
entradas e saídas.
Fechados: não apresentam intercâmbio com o meioFechados: não apresentam intercâmbio com o meio
ambiente que os circunda, sendo assim não recebem
nenhuma influencia do ambiente e por outro lado não
influenciam. Não recebem nenhum recurso externo
e nada produzem que seja enviado para fora.
Ex: A matemática é um sistema fechado, pois não sofrerá nenhuma
influência do meio
ambiente, sempre 1+1 será 2.
Relação causa x efeito (entrada/saída)
Sistemas abertos: funcionam sob relações desconhecidas
e mantêm um intercâmbio complexo e indeterminado
com o meio ambiente. Portanto, há diversas entradas ecom o meio ambiente. Portanto, há diversas entradas e
saídas, não muito bem conhecidas e determinadas,
sendo, por isto, denominados de probabilísticos;
Sistemas Fechados: funcionam sob relações
predeterminadas . Determinadas entradas produzem
exatamente determinadas saídas. Logo são denominados
de determinísticos.
O Sistema efetua trocas de energia e de matéria
com o exterior.
O Sistema efetua trocas de energia com o
exterior, mas não efetua trocas de matéria.
Classificação dos sistemas
quanto à sua constituição:
Físico ou concreto: quando compostos de equipamentos,
maquinaria, entre outras coisas tangíveis.
Abstrato: quando compostos por conceitos, planos,
hipóteses e idéias que muitashipóteses e idéias que muitas
vezes só existem no pensamento das pessoas (conceitos,
planos, idéias, software).
Qual deles é objeto de estudo da EP?
Complementariedade?
Componentes básicos de um
Sistema
Conceito de Organização
Célula de um organismo vivo – modelo
representativo para as organizações
Processos que justificam a correlação entre os
organismos vivos e as organizações
Katz & Kahn (1978): organização como sendo um
sistema, criado pelo homem, que coexiste e interage
dinamicamente com o seu meio ambiente, exercendo
influência sobre este e, em concomitância, recebendoinfluência sobre este e, em concomitância, recebendo
sua influência;
As organizações podem ser consideras sistemas
abertos ou fechados?
Seis funções básicas de uma organização:
Ingestão – Função que representa a atividade de aquisição
de energia e materiais, a fim de que sejam, posteriormente,
processados e convertidos em produtos finais (saídas);processados e convertidos em produtos finais (saídas);
Processamento – Função que representa a atividade de
conversão da energia e da matéria em produtos finais,
através do processo de produção;
Reação ao ambiente – Resposta da empresa às diversas
influências exercidas pelo meio ambiente;
Suprimento das partes – As partes integrantes da empresa
são supridas por meio de dados de produção, compras,
vendas e contabilidade;
Regeneração das partes – Função que diz respeito ao fato deRegeneração das partes – Função que diz respeito ao fato de
os elementos fundamentais de uma empresa poderem ser
substituídos por outros;
Organização – Nesta função, destaca-se o sistema de
comunicação como o principal responsável pela
organização das cinco funções anteriormente descritas,
bem como pela organização do controle e da tomada de
decisões.
Fazendo um paralelo com uma
empresa...
Obsolescência do maquinário,
equipamentos quebrados,
aposentadorias, doenças,
acidentes
Exemplo de sistema
Entradas: Saídas:
• Dados
• Energia
• Informação
• Energia
• Informação
• Matéria
Fonte: CHIAVENATO, 2005
Retroalimentação
Sistemas de Produção: conceitos e classificação em

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Processos de Produção
Processos de ProduçãoProcessos de Produção
Processos de ProduçãoMauro Enrique
 
Sistema de Planejamento e Controle da Produção - PCP
Sistema de Planejamento e Controle da Produção - PCPSistema de Planejamento e Controle da Produção - PCP
Sistema de Planejamento e Controle da Produção - PCPMauro Enrique
 
Administração da produção
Administração da produçãoAdministração da produção
Administração da produçãomilton junior
 
Administração de produção 1
Administração de produção 1Administração de produção 1
Administração de produção 1Romilson Cesar
 
Planejamento e Controle da Produção
Planejamento e Controle da Produção Planejamento e Controle da Produção
Planejamento e Controle da Produção Geovana Pires Lima
 
Planejamento e controle da produção
Planejamento e controle da produçãoPlanejamento e controle da produção
Planejamento e controle da produçãoLuiza Mucida
 
Introdução a Administração de Produção e Operações
Introdução a Administração de Produção e OperaçõesIntrodução a Administração de Produção e Operações
Introdução a Administração de Produção e Operaçõesdouglas
 
Produção cap1 aula 1
Produção cap1   aula 1Produção cap1   aula 1
Produção cap1 aula 1Diego José
 
Administração da produção slack 3ªed parte 1
Administração da produção   slack 3ªed parte 1Administração da produção   slack 3ªed parte 1
Administração da produção slack 3ªed parte 1Stéphani Ferreira
 
Material Administração da Produção e Operações I
Material Administração da Produção e Operações I Material Administração da Produção e Operações I
Material Administração da Produção e Operações I Cristiano Ferreira Cesarino
 
Aula 2 - Organizações e Organização
Aula 2 - Organizações e OrganizaçãoAula 2 - Organizações e Organização
Aula 2 - Organizações e OrganizaçãoProf. Leonardo Rocha
 
Planejamento Empresarial
Planejamento EmpresarialPlanejamento Empresarial
Planejamento EmpresarialEliseu Fortolan
 
Aula 04 introducao processos de transformação - db
Aula 04   introducao processos de transformação - dbAula 04   introducao processos de transformação - db
Aula 04 introducao processos de transformação - dbDaniela Brauner
 

Mais procurados (20)

Aula 1 - Projeto de Fábrica e Layout
Aula 1 - Projeto de Fábrica e Layout Aula 1 - Projeto de Fábrica e Layout
Aula 1 - Projeto de Fábrica e Layout
 
Processos de Produção
Processos de ProduçãoProcessos de Produção
Processos de Produção
 
Sistema de Planejamento e Controle da Produção - PCP
Sistema de Planejamento e Controle da Produção - PCPSistema de Planejamento e Controle da Produção - PCP
Sistema de Planejamento e Controle da Produção - PCP
 
Administração da produção
Administração da produçãoAdministração da produção
Administração da produção
 
Aula 2.1 - Projeto de Fábrica e Layout
Aula 2.1 - Projeto de Fábrica e Layout Aula 2.1 - Projeto de Fábrica e Layout
Aula 2.1 - Projeto de Fábrica e Layout
 
Administração de produção 1
Administração de produção 1Administração de produção 1
Administração de produção 1
 
Papel Estratégico e Objetivos da Produção
Papel Estratégico e Objetivos da ProduçãoPapel Estratégico e Objetivos da Produção
Papel Estratégico e Objetivos da Produção
 
Planejamento e Controle da Produção
Planejamento e Controle da Produção Planejamento e Controle da Produção
Planejamento e Controle da Produção
 
Planejamento e controle da produção
Planejamento e controle da produçãoPlanejamento e controle da produção
Planejamento e controle da produção
 
Cadeia de Suprimentos
Cadeia de SuprimentosCadeia de Suprimentos
Cadeia de Suprimentos
 
Introdução a Administração de Produção e Operações
Introdução a Administração de Produção e OperaçõesIntrodução a Administração de Produção e Operações
Introdução a Administração de Produção e Operações
 
Produção cap1 aula 1
Produção cap1   aula 1Produção cap1   aula 1
Produção cap1 aula 1
 
Administração da produção slack 3ªed parte 1
Administração da produção   slack 3ªed parte 1Administração da produção   slack 3ªed parte 1
Administração da produção slack 3ªed parte 1
 
Material Administração da Produção e Operações I
Material Administração da Produção e Operações I Material Administração da Produção e Operações I
Material Administração da Produção e Operações I
 
Gestão da produção aula 01
Gestão da produção   aula 01Gestão da produção   aula 01
Gestão da produção aula 01
 
Aula 2 - Organizações e Organização
Aula 2 - Organizações e OrganizaçãoAula 2 - Organizações e Organização
Aula 2 - Organizações e Organização
 
Planejamento Empresarial
Planejamento EmpresarialPlanejamento Empresarial
Planejamento Empresarial
 
Aula 04 introducao processos de transformação - db
Aula 04   introducao processos de transformação - dbAula 04   introducao processos de transformação - db
Aula 04 introducao processos de transformação - db
 
Aula 1 - Gestão da Qualidade
Aula 1 - Gestão da QualidadeAula 1 - Gestão da Qualidade
Aula 1 - Gestão da Qualidade
 
Aula 5 - Sistemas de Produção
Aula 5 - Sistemas de ProduçãoAula 5 - Sistemas de Produção
Aula 5 - Sistemas de Produção
 

Destaque

Sistemas de Produção I - Aula 1
Sistemas de Produção I - Aula 1Sistemas de Produção I - Aula 1
Sistemas de Produção I - Aula 1logisticafacil
 
Conceito de Sistemas e Sistemas de Produção
Conceito de Sistemas e Sistemas de ProduçãoConceito de Sistemas e Sistemas de Produção
Conceito de Sistemas e Sistemas de ProduçãoPhilippe Elias
 
10 conceito de sistema e sistemas de produção - imagens compactadas
10   conceito de sistema e sistemas de produção - imagens compactadas10   conceito de sistema e sistemas de produção - imagens compactadas
10 conceito de sistema e sistemas de produção - imagens compactadasPhilippe Elias
 
11 Classificação dos Sistemas de Produção - Parte 1
11 Classificação dos Sistemas de Produção - Parte 111 Classificação dos Sistemas de Produção - Parte 1
11 Classificação dos Sistemas de Produção - Parte 1Philippe Elias
 
Classificação dos Sistemas de Produção - Parte 2
Classificação dos Sistemas de Produção - Parte 2Classificação dos Sistemas de Produção - Parte 2
Classificação dos Sistemas de Produção - Parte 2Philippe Elias
 
Classificação dos Sistemas de Produção - Parte 1
Classificação dos Sistemas de Produção - Parte 1Classificação dos Sistemas de Produção - Parte 1
Classificação dos Sistemas de Produção - Parte 1Philippe Elias
 
Unidade 2 conceitos, funções e objetivos do sp
Unidade 2   conceitos, funções e objetivos do spUnidade 2   conceitos, funções e objetivos do sp
Unidade 2 conceitos, funções e objetivos do spDaniel Moura
 
Gestão/Administração da produção.
Gestão/Administração da produção.Gestão/Administração da produção.
Gestão/Administração da produção.Henrique Ferreira
 
Gestão da produção introdução e conceitos
Gestão da produção introdução e conceitosGestão da produção introdução e conceitos
Gestão da produção introdução e conceitosMirella Santos
 
Gestao da produçao
Gestao da produçaoGestao da produçao
Gestao da produçaoamattos76
 
Projeto - Sistemas de Produção
Projeto - Sistemas de ProduçãoProjeto - Sistemas de Produção
Projeto - Sistemas de ProduçãoDaniel Moura
 
Sistemas produtivos
Sistemas produtivosSistemas produtivos
Sistemas produtivosWesllen Lima
 
Previsão da Demanda II
Previsão da Demanda IIPrevisão da Demanda II
Previsão da Demanda IIMauro Enrique
 
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo FísicoPhilippe Elias
 
Gestão da Produção
Gestão da ProduçãoGestão da Produção
Gestão da Produçãogdomingues
 

Destaque (20)

Sistemas de Produção I - Aula 1
Sistemas de Produção I - Aula 1Sistemas de Produção I - Aula 1
Sistemas de Produção I - Aula 1
 
Conceito de Sistemas e Sistemas de Produção
Conceito de Sistemas e Sistemas de ProduçãoConceito de Sistemas e Sistemas de Produção
Conceito de Sistemas e Sistemas de Produção
 
10 conceito de sistema e sistemas de produção - imagens compactadas
10   conceito de sistema e sistemas de produção - imagens compactadas10   conceito de sistema e sistemas de produção - imagens compactadas
10 conceito de sistema e sistemas de produção - imagens compactadas
 
11 Classificação dos Sistemas de Produção - Parte 1
11 Classificação dos Sistemas de Produção - Parte 111 Classificação dos Sistemas de Produção - Parte 1
11 Classificação dos Sistemas de Produção - Parte 1
 
Classificação dos Sistemas de Produção - Parte 2
Classificação dos Sistemas de Produção - Parte 2Classificação dos Sistemas de Produção - Parte 2
Classificação dos Sistemas de Produção - Parte 2
 
Classificação dos Sistemas de Produção - Parte 1
Classificação dos Sistemas de Produção - Parte 1Classificação dos Sistemas de Produção - Parte 1
Classificação dos Sistemas de Produção - Parte 1
 
Aula 3 - Sistemas de Produção
Aula 3 - Sistemas de ProduçãoAula 3 - Sistemas de Produção
Aula 3 - Sistemas de Produção
 
Unidade 2 conceitos, funções e objetivos do sp
Unidade 2   conceitos, funções e objetivos do spUnidade 2   conceitos, funções e objetivos do sp
Unidade 2 conceitos, funções e objetivos do sp
 
Administração da Produção
Administração da ProduçãoAdministração da Produção
Administração da Produção
 
Gestão/Administração da produção.
Gestão/Administração da produção.Gestão/Administração da produção.
Gestão/Administração da produção.
 
Aula 4 - Planejamento e Controle da Produção II
Aula 4 - Planejamento e Controle da Produção IIAula 4 - Planejamento e Controle da Produção II
Aula 4 - Planejamento e Controle da Produção II
 
Gestão da produção introdução e conceitos
Gestão da produção introdução e conceitosGestão da produção introdução e conceitos
Gestão da produção introdução e conceitos
 
Gestao da produçao
Gestao da produçaoGestao da produçao
Gestao da produçao
 
Projeto - Sistemas de Produção
Projeto - Sistemas de ProduçãoProjeto - Sistemas de Produção
Projeto - Sistemas de Produção
 
Sistemas produtivos
Sistemas produtivosSistemas produtivos
Sistemas produtivos
 
Sistemas de Produção
Sistemas de ProduçãoSistemas de Produção
Sistemas de Produção
 
Previsão da Demanda II
Previsão da Demanda IIPrevisão da Demanda II
Previsão da Demanda II
 
Aula 3 - Projeto de Fábrica e Layout
Aula 3 - Projeto de Fábrica e Layout Aula 3 - Projeto de Fábrica e Layout
Aula 3 - Projeto de Fábrica e Layout
 
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
 
Gestão da Produção
Gestão da ProduçãoGestão da Produção
Gestão da Produção
 

Semelhante a Sistemas de Produção: conceitos e classificação em

Unidade 1 conceito de sistemas e organização
Unidade 1   conceito de sistemas e organizaçãoUnidade 1   conceito de sistemas e organização
Unidade 1 conceito de sistemas e organizaçãoDaniel Moura
 
Administração Sistêmica
Administração SistêmicaAdministração Sistêmica
Administração SistêmicaDenise Reis
 
Unidade i organização e conceito de sistemas
Unidade i   organização e conceito de sistemasUnidade i   organização e conceito de sistemas
Unidade i organização e conceito de sistemasMirelle Sampaio
 
Geral de Sistemas
Geral de SistemasGeral de Sistemas
Geral de SistemasRose Miguel
 
O que é análise sistêmica
O que é análise sistêmicaO que é análise sistêmica
O que é análise sistêmica0 0
 
Teoria de sistemas e contingencial
Teoria de sistemas e contingencialTeoria de sistemas e contingencial
Teoria de sistemas e contingencialFernando Oliveira
 
Teoria geral de sistemas
Teoria geral de sistemasTeoria geral de sistemas
Teoria geral de sistemasDiego Carrara
 
Teoria Geral de Sistemas - Abordagem Sistêmica da Administração
Teoria Geral de Sistemas - Abordagem Sistêmica da AdministraçãoTeoria Geral de Sistemas - Abordagem Sistêmica da Administração
Teoria Geral de Sistemas - Abordagem Sistêmica da AdministraçãoCleidiane Martins
 
Organizações como Sistemas Complexos, Sociais e Abertos
Organizações como Sistemas Complexos, Sociais e AbertosOrganizações como Sistemas Complexos, Sociais e Abertos
Organizações como Sistemas Complexos, Sociais e AbertosChelsio Mabote
 

Semelhante a Sistemas de Produção: conceitos e classificação em (15)

Unidade 1 conceito de sistemas e organização
Unidade 1   conceito de sistemas e organizaçãoUnidade 1   conceito de sistemas e organização
Unidade 1 conceito de sistemas e organização
 
Administração Sistêmica
Administração SistêmicaAdministração Sistêmica
Administração Sistêmica
 
Teoria de Sistemas
Teoria de SistemasTeoria de Sistemas
Teoria de Sistemas
 
Aula15
Aula15Aula15
Aula15
 
Teoria geral de sistemas
Teoria geral de sistemasTeoria geral de sistemas
Teoria geral de sistemas
 
Unidade i organização e conceito de sistemas
Unidade i   organização e conceito de sistemasUnidade i   organização e conceito de sistemas
Unidade i organização e conceito de sistemas
 
A organização como um sistema aberto
A organização como um sistema abertoA organização como um sistema aberto
A organização como um sistema aberto
 
Geral de Sistemas
Geral de SistemasGeral de Sistemas
Geral de Sistemas
 
O que é análise sistêmica
O que é análise sistêmicaO que é análise sistêmica
O que é análise sistêmica
 
Teoria de sistemas e contingencial
Teoria de sistemas e contingencialTeoria de sistemas e contingencial
Teoria de sistemas e contingencial
 
Organização como um sistema aberto
Organização como um sistema abertoOrganização como um sistema aberto
Organização como um sistema aberto
 
Teoria geral de sistemas
Teoria geral de sistemasTeoria geral de sistemas
Teoria geral de sistemas
 
Teoria Geral de Sistemas - Abordagem Sistêmica da Administração
Teoria Geral de Sistemas - Abordagem Sistêmica da AdministraçãoTeoria Geral de Sistemas - Abordagem Sistêmica da Administração
Teoria Geral de Sistemas - Abordagem Sistêmica da Administração
 
Lista de exercícios si.w
Lista de exercícios si.wLista de exercícios si.w
Lista de exercícios si.w
 
Organizações como Sistemas Complexos, Sociais e Abertos
Organizações como Sistemas Complexos, Sociais e AbertosOrganizações como Sistemas Complexos, Sociais e Abertos
Organizações como Sistemas Complexos, Sociais e Abertos
 

Mais de Unidade Acedêmica de Engenharia de Produção

Mais de Unidade Acedêmica de Engenharia de Produção (20)

Aula 3 - Planejamento e Controle da Produção II
Aula 3 - Planejamento e Controle da Produção IIAula 3 - Planejamento e Controle da Produção II
Aula 3 - Planejamento e Controle da Produção II
 
Aula 2 - Planejamento e Controle da Produção II
Aula 2 - Planejamento e Controle da Produção IIAula 2 - Planejamento e Controle da Produção II
Aula 2 - Planejamento e Controle da Produção II
 
Aula 1 - Planejamento e Controle da Produção II
Aula 1 - Planejamento e Controle da Produção IIAula 1 - Planejamento e Controle da Produção II
Aula 1 - Planejamento e Controle da Produção II
 
Aula 6 - Gestão da Qualidade
Aula 6 - Gestão da QualidadeAula 6 - Gestão da Qualidade
Aula 6 - Gestão da Qualidade
 
Aula 3 - Gestão da Qualidade
Aula 3 - Gestão da QualidadeAula 3 - Gestão da Qualidade
Aula 3 - Gestão da Qualidade
 
Aula 2 - Gestão da Qualidade
Aula 2 - Gestão da QualidadeAula 2 - Gestão da Qualidade
Aula 2 - Gestão da Qualidade
 
Aula 4 - Projeto de Fábrica e Layout
Aula 4 - Projeto de Fábrica e Layout Aula 4 - Projeto de Fábrica e Layout
Aula 4 - Projeto de Fábrica e Layout
 
Aula 2 - Projeto de Fábrica e Layout
Aula 2 - Projeto de Fábrica e Layout Aula 2 - Projeto de Fábrica e Layout
Aula 2 - Projeto de Fábrica e Layout
 
Aula 6 - Higiene e Segurança do Trabalho
Aula 6 - Higiene e Segurança do TrabalhoAula 6 - Higiene e Segurança do Trabalho
Aula 6 - Higiene e Segurança do Trabalho
 
Aula 5 - Higiene e Segurança do Trabalho
Aula 5 - Higiene e Segurança do TrabalhoAula 5 - Higiene e Segurança do Trabalho
Aula 5 - Higiene e Segurança do Trabalho
 
Aula 4 - Higiene e Segurança do Trabalho
Aula 4 - Higiene e Segurança do Trabalho Aula 4 - Higiene e Segurança do Trabalho
Aula 4 - Higiene e Segurança do Trabalho
 
Aula 3.1 - Higiene e Segurança do Trabalho
Aula 3.1 - Higiene e Segurança do Trabalho Aula 3.1 - Higiene e Segurança do Trabalho
Aula 3.1 - Higiene e Segurança do Trabalho
 
Aula 3 - Higiene e Segurança do Trabalho
Aula 3 - Higiene e Segurança do Trabalho Aula 3 - Higiene e Segurança do Trabalho
Aula 3 - Higiene e Segurança do Trabalho
 
Aula 2 - Higiene e Segurança do Trabalho
Aula 2 - Higiene e Segurança do Trabalho Aula 2 - Higiene e Segurança do Trabalho
Aula 2 - Higiene e Segurança do Trabalho
 
Aula 1 - Higiene e Segurança do Trabalho
Aula 1 - Higiene e Segurança do TrabalhoAula 1 - Higiene e Segurança do Trabalho
Aula 1 - Higiene e Segurança do Trabalho
 
Aula 9 - Sistemas de Produção
Aula 9 - Sistemas de ProduçãoAula 9 - Sistemas de Produção
Aula 9 - Sistemas de Produção
 
Aula 8 - Sistemas de Produção
Aula 8 - Sistemas de ProduçãoAula 8 - Sistemas de Produção
Aula 8 - Sistemas de Produção
 
Aula 7 - Sistemas de Produção
Aula 7 - Sistemas de ProduçãoAula 7 - Sistemas de Produção
Aula 7 - Sistemas de Produção
 
Aula 6 - Sistemas de Produção
Aula 6 - Sistemas de ProduçãoAula 6 - Sistemas de Produção
Aula 6 - Sistemas de Produção
 
Aula 5.1 - Ergonomia
Aula 5.1 - ErgonomiaAula 5.1 - Ergonomia
Aula 5.1 - Ergonomia
 

Último

VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaeliana862656
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxHlioMachado1
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no textoMariaPauladeSouzaTur
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURADouglasVasconcelosMa
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxJosAurelioGoesChaves
 

Último (20)

VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escrita
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no texto
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
 

Sistemas de Produção: conceitos e classificação em

  • 1. Professor: Daniel Moura Disciplina: Sistemas de Produção Curso: Graduação em Engenharia de Produção
  • 2. Introdução Os exemplos abaixo podem ser considerados como sistemas?
  • 3. Conceito de Sistema Um conjunto de elementos, dinamicamente relacionados, formando uma atividade para atingir um objetivo, operando sobre dados/energia/matéria. Para forneceroperando sobre dados/energia/matéria. Para fornecer informação/ energia/ matéria. (CHIAVENATO, 1983) Conjunto de partes interrelacionadas (subsistemas) que tem o objetivo de transformar inputs (entradas), através de um processo, em outputs (saídas), com maior resultado e rendimento individual, quando comparados com os elementos constituintes do sistema principal.
  • 4. Logo, todo sistema é composto de subsistemas e todo sistema é parte integrante de um sistema maior.
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8. Origem da Teoria Geral dos Sistemas Origem nos trabalhos de Ludwig von Bertalanfy publicados em 1950 e 1968; Teoria: É um mapeamento para a observação de um fenômeno;
  • 9.
  • 11. Classificação dos sistemas quanto à sua natureza Sistemas Abertos: apresentam relações de intercâmbio com o ambiente, por meio de entradas e saídas. Fechados: não apresentam intercâmbio com o meioFechados: não apresentam intercâmbio com o meio ambiente que os circunda, sendo assim não recebem nenhuma influencia do ambiente e por outro lado não influenciam. Não recebem nenhum recurso externo e nada produzem que seja enviado para fora. Ex: A matemática é um sistema fechado, pois não sofrerá nenhuma influência do meio ambiente, sempre 1+1 será 2.
  • 12. Relação causa x efeito (entrada/saída) Sistemas abertos: funcionam sob relações desconhecidas e mantêm um intercâmbio complexo e indeterminado com o meio ambiente. Portanto, há diversas entradas ecom o meio ambiente. Portanto, há diversas entradas e saídas, não muito bem conhecidas e determinadas, sendo, por isto, denominados de probabilísticos; Sistemas Fechados: funcionam sob relações predeterminadas . Determinadas entradas produzem exatamente determinadas saídas. Logo são denominados de determinísticos.
  • 13. O Sistema efetua trocas de energia e de matéria com o exterior. O Sistema efetua trocas de energia com o exterior, mas não efetua trocas de matéria.
  • 14. Classificação dos sistemas quanto à sua constituição: Físico ou concreto: quando compostos de equipamentos, maquinaria, entre outras coisas tangíveis. Abstrato: quando compostos por conceitos, planos, hipóteses e idéias que muitashipóteses e idéias que muitas vezes só existem no pensamento das pessoas (conceitos, planos, idéias, software). Qual deles é objeto de estudo da EP? Complementariedade?
  • 16. Conceito de Organização Célula de um organismo vivo – modelo representativo para as organizações Processos que justificam a correlação entre os organismos vivos e as organizações
  • 17. Katz & Kahn (1978): organização como sendo um sistema, criado pelo homem, que coexiste e interage dinamicamente com o seu meio ambiente, exercendo influência sobre este e, em concomitância, recebendoinfluência sobre este e, em concomitância, recebendo sua influência; As organizações podem ser consideras sistemas abertos ou fechados?
  • 18. Seis funções básicas de uma organização: Ingestão – Função que representa a atividade de aquisição de energia e materiais, a fim de que sejam, posteriormente, processados e convertidos em produtos finais (saídas);processados e convertidos em produtos finais (saídas); Processamento – Função que representa a atividade de conversão da energia e da matéria em produtos finais, através do processo de produção; Reação ao ambiente – Resposta da empresa às diversas influências exercidas pelo meio ambiente;
  • 19. Suprimento das partes – As partes integrantes da empresa são supridas por meio de dados de produção, compras, vendas e contabilidade; Regeneração das partes – Função que diz respeito ao fato deRegeneração das partes – Função que diz respeito ao fato de os elementos fundamentais de uma empresa poderem ser substituídos por outros; Organização – Nesta função, destaca-se o sistema de comunicação como o principal responsável pela organização das cinco funções anteriormente descritas, bem como pela organização do controle e da tomada de decisões.
  • 20. Fazendo um paralelo com uma empresa...
  • 21.
  • 22.
  • 23.
  • 24. Obsolescência do maquinário, equipamentos quebrados, aposentadorias, doenças, acidentes
  • 25.
  • 26. Exemplo de sistema Entradas: Saídas: • Dados • Energia • Informação • Energia • Informação • Matéria Fonte: CHIAVENATO, 2005 Retroalimentação