Tipos alimentação

6.902 visualizações

Publicada em

Área Projecto

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.902
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tipos alimentação

  1. 1. Tipo de alimentação <br />Actividade Física <br />Nutrição E CONTROLO DO PESO <br />Actividade Física<br />A NUTRIÇÃO<br />
  2. 2. Tipo de alimentação <br />Um estilo de vida saudável ajuda a manter o corpo em forma e a mente alerta. Ajuda a protegermo-nos de doenças e a impedir que as doenças crónicas se tornem mais graves. Isto é importante porque à medida que o corpo envelhece, começam-se a notar alterações nos músculos e nas articulações e um declínio na sensação de "força" física. Um estilo de vida saudável inclui comportamentos preventivos de saúde, boa nutrição e controle do peso, lazer, exercícios regulares e a privação desubstâncias nocivas ao organismo.<br />            Um “bom” estilo de vida deve ser adoptado o mais cedo possível - quanto mais jovem melhor. Bons hábitos devem ser mantidos durante a vida adulta e na idade madura. Factores que podem ser modificados no estilo de vida causam mortes, que poderiam ser evitadas, devidas a doenças cardíacas, cancros e acidentes de viação.<br />
  3. 3. Nutrição e Controle do Peso<br />   A obesidade é uma causa de morte e traz atrás de si diversas doenças. Mais de 80% das mortes atribuídas à obesidade ocorreram em pessoas com um índice de massa corporal igual ou superior a 30 . <br />            A obesidade aumenta a mortalidade porque causa aumento da tensão arterial (hipertensão), doença cardíaca, acidente vascular cerebral (derrame cerebral), diabetes e conduz também ao desenvolvimento de certos tipos de cancro. <br />            Devemos ainda ter em conta os problemas ósseos, musculares e cardiovasculares, como o aparecimento de varizes, que a obesidade causa.  <br />Para evitar a obesidade, devemos fazer 3 ou 4 refeições equilibradas, pobres em gorduras e com muitas fibras todos os dias. Devemos ainda ingerir bastante cálcio - o cálcio e o exercício ajudam a prevenir a osteoporose. Todas as vezes que comemos mais do que o necessário, o nosso corpo irá guardar o excesso em forma de gordura. <br />            Uma boa dieta é essencial não só para combater as doenças cardiovasculares, mas também para diminuir o risco de vários tipos de cancro (fígado, estômago, intestino, …). Para tal  devemos :<br />. Controlar a ingestão de gorduras e carnes fumadas;        <br />. Evitar engordar, não por questões estéticas, mas por questões de saúde; <br />. Praticar, com regularidade uma actividade física; <br />. Comer uma grande variedade de frutas (2 a 4 porções), vegetais (3 a 5 porções), grãos integrais, feijões  e legumes por dia. Dê preferência aos alimentos frescos; <br />. Limitar ou evitar a ingestão de álcool;   <br />
  4. 4. Actividade Física<br /> <br />            O organismo necessita de actividade física regular (mas não extenuante). Não faz sentido exercitarmo-nos exageradamente e ter como consequência dores musculares ou lesões nas articulações. Um dos melhores e mais leves exercícios físicos que existe e que não tem nenhuma contra-indicação é uma boa caminhada diária de, pelo menos, trinta minutos. <br />                  Nunca se é velho demais para iniciar uma actividade física regular.<br />               Devemos optar por uma actividade que realmente nos agrade; caso contrário iremos abandoná-la na primeira boa desculpa que consigamos. Independentemente da prática de uma actividade física regular, devemos mexermo-nos mais:  andar mais a pé, subir mais escadas, etc.;  Se conseguirmos conjugar a companhia de um amigo com a realização de uma actividade, melhor ainda !   <br />
  5. 5.             Fumar e beber são factores que contribuem para o aparecimento de doenças nos pulmões, coração e circulação sanguínea, cancros, acidentes automobilísticos e acidentes domésticos. <br />Todos os tipos de drogas são capazes de conduzir a dependências que podem acabar por levar à deterioração física e mental da pessoa. <br />Evite substâncias que prejudiquem a sua saúde<br />
  6. 6.  <br />Finalmente, devemos também procurar manter o cérebro tão activo quanto o nosso corpo. Actividades que envolvam a ajuda às pessoas (trabalho social) podem dar sentido à vida, ajudar a preencher a solidão e até a combater a depressão. Está cientificamente comprovado que o envolvimento em situações de solidariedade e generosidade é benéfico na prevenção das doenças.<br /> <br />Exercício mental <br />
  7. 7. A alimentação <br />A alimentação é um dos aspectos mais determinante na saúde dos indivíduos. Para além de proporcionar prazer é essencial à própria vida. São os alimentos que fornecem ao organismo as várias substâncias nutritivas (nutrientes) de que este necessita. <br />
  8. 8. A NUTRIÇÃO<br />  A Nutrição é a ciência que estuda a relação dos alimentos com a saúde e bem-estar.  Estuda a forma como o organismo utiliza, transforma e incorpora os nutrientes de forma a assegurar as suas funções vitais. <br />
  9. 9. Trabalho realizado por:<br />Ricardo Henriques <br />Filipe Almeida<br />

×