O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

Educação física, Factores de aptidão física e Estilos de Vida Saudável

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 17 Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Diapositivos para si (20)

Anúncio

Semelhante a Educação física, Factores de aptidão física e Estilos de Vida Saudável (20)

Mais recentes (20)

Anúncio

Educação física, Factores de aptidão física e Estilos de Vida Saudável

  1. 1. Educação Física 1) Factores de aptidão física 2) Estilo de vida saudável Trabalho elaborado por: Isabel Ramos, 11ºC nº9
  2. 2. Educação Física   A educação física é uma das áreas do conhecimento humano ligada ao estudo e actividades de aperfeiçoamento, manutenção ou reabilitação da saúde do corpo e mente do ser humano, além de ser fundamental no desenvolvimento do ser como um todo. Ela trabalha, num sentido amplo, com prevenção e cura de determinadas doenças humanas num contexto terapêutico e também é fundamental na formação básica do ser humano, devido á sua actuação no contexto psicossocial no conhecimento corporal (conhecimento do próprio corpo). É a área de actuação do profissional formado numa Faculdade de Educação Física. É um termo usado para designar tanto o conjunto de actividades físicas não-competitivas e desportos com fins recreativos como também a ciência que fundamenta a correcta prática destas actividades e, por vezes, como saída profissional.
  3. 3. Aptidão Física Define-se aptidão física como sendo a capacidade de realizar as actividades quotidianas com tranquilidade e menor esforço. Existem duas abordagens, uma é a aptidão física relacionada à saúde e a outra é a relacionada à performance desportiva. Alguns autores consideram-na como a aptidão para a própria vida, como os atletas de alta competição.
  4. 4. Aptidão Física Relacionada com a Saúde . Possibilitam mais energia para o trabalho e o lazer, propiciando menor risco de doenças crónico-degenerativas. Aptidão Física Relacionada com a Performance . Abrange componentes necessários para uma performance máxima no trabalho ou nos desportos.
  5. 5. Saúde A saúde é uma condição em que um indivíduo ou grupo de indivíduos é capaz de realizar as suas aspirações, satisfazer as suas necessidades e mudar ou enfrentar o ambiente. A saúde é um recurso para a vida diária, e não um objectivo de vida; é um conceito positivo, enfatizando recursos sociais e pessoais, tanto quanto as aptidões físicas. É um estado caracterizado pela integridade anatómica, fisiológica e psicológica; pela capacidade de desempenhar pessoalmente funções familiares, profissionais e sociais; pela habilidade para lidar com tensões físicas, biológicas, psicológicas ou sociais com um sentimento de bem-estar e livre do risco de doença. É um estado de equilíbrio entre os seres humanos e o meio físico, biológico e social, compatível com plena actividade funcional.
  6. 6. Actividade Física O organismo necessita de actividade física regular. Não faz sentido exercitarmo-nos exageradamente e ter como consequência dores musculares ou lesões nas articulações. Um dos melhores e mais leves exercícios físicos que existe e que não tem nenhuma contra-indicação é uma boa caminhada diária de, pelo menos, trinta minutos. Nunca se é velho demais para iniciar uma actividade física regular. Devemos optar por uma actividade que realmente nos agrade; caso contrário iremos abandoná-la na primeira boa desculpa que consigamos. Independentemente da prática de uma actividade física regular, devemos mexermo- nos mais:  andar mais a pé, subir mais escadas, etc...
  7. 7. Vantagens da actividade física regular . Reduz o risco de morte prematura; . Reduz o risco de morte por doenças cardíacas ou AVC, que são responsáveis por 30% de todas as causas de morte; . Reduz o risco de vir a desenvolver doenças cardíacas, cancro do cólon e diabetes tipo 2; . Ajuda a prevenir/reduzir a hipertensão, que afecta 20% da população adulta mundial; . Ajuda a controlar o peso e diminui o risco de se tornar obeso; . Melhora a circulação sanguínea; . Melhora a função respiratória; . Ajuda a prevenir/reduzir a osteoporose; . Reduz o risco de desenvolver dores lombares e pode ajudar o tratamento de situações dolorosas, nomeadamente dores lombares e dores nos joelhos; . Ajuda o crescimento e manutenção de ossos, músculos e articulações saudáveis; . Promove o bem-estar psicológico, reduz o stress, ansiedade e depressão; . Ajuda a prevenir e controlar comportamentos de risco.
  8. 8. Esta é a Pirâmide de actividade física com as actividades que devemos fazer regularmente, estando na base aquelas que temos de adoptar com mais frequência e assim sucessivamente.
  9. 9. Nenhuns medicamentos substituem hábitos de vida saudáveis, como actividade física regular, alimentação equilibrada, exames preventivos, não fumar, beber moderadamente e gerir as pressões do dia-a-dia de maneira equilibrada. Mas nem sempre conseguimos implementar ou obter as vantagens desses hábitos. Quem está com o seu sistema vital comprometido, não obtém todas as vantagens dos hábitos saudáveis.  A vitalidade restaurada pode e deve ser mantida com hábitos saudáveis, gerando um círculo virtuoso de vida com qualidade.
  10. 10. Estilo de vida saudável "Estilo de Vida" é um conceito amplo que analisa a pessoa como um todo, nas áreas física, mental, espiritual e social. Considera-se também parte integrante do nosso estilo de vida as relações de trabalho, sociais, familiares, de lazer e domésticas.  
  11. 11. Porque é importante um estilo de vida saudável? • Um estilo de vida saudável ajuda a manter o corpo em forma e a mente alerta. •Ajuda a protegermo-nos de doenças e a impedir que as doenças crónicas se tornem mais graves. Isto é importante porque à medida que o corpo envelhece, começam-se a notar alterações nos músculos e nas articulações e um declínio na sensação de "força" física. •Um estilo de vida saudável inclui comportamentos preventivos de saúde, boa nutrição e controle do peso, lazer, exercícios regulares e a privação de substâncias nocivas ao organismo. •Um “bom” estilo de vida deve ser adoptado o mais cedo possível - quanto mais jovem melhor. Bons hábitos devem ser mantidos durante toda a vida. • Factores que podem ser modificados no estilo de vida causam mortes, que poderiam ser evitadas, devidas a doenças cardíacas, cancros e acidentes de viação.
  12. 12. Alimentação Saudável Alimentação: A alimentação é um dos aspectos mais determinante na saúde dos indivíduos. Para além de proporcionar prazer, é essencial à própria vida. São os alimentos que fornecem ao organismo as várias substâncias nutritivas de que este necessita. Existem várias doenças relacionadas com a alimentação, por isso é que é necessário fazer uma alimentação correcta e saudável. A obesidade é uma dessas doenças, é uma causa de morte. Devemos ter em conta os problemas ósseos, musculares e cardiovasculares, como o aparecimento de varizes, que a obesidade causa. Para evitar a obesidade, devemos fazer 3 ou 4 refeições equilibradas, pobres em gorduras e com muitas fibras e vitaminas todos os dias. Devemos ainda ingerir bastante cálcio - o cálcio e o exercício ajudam a prevenir a osteoporose. Todas as vezes que comemos mais do que o necessário, o nosso corpo irá guardar o excesso em forma de gordura.
  13. 13. Uma boa dieta é essencial não só para combater as doenças cardiovasculares, mas também para diminuir o risco de vários tipos de cancro (fígado, estômago, intestino). Para tal devemos :  . Controlar a ingestão de gorduras e carnes fumadas;        . Evitar engordar, não por questões estéticas, mas por questões de saúde; . Praticar, com regularidade uma actividade física; . Comer uma grande variedade de frutas (2 a 4 porções), vegetais (3 a 5 porções), grãos integrais, feijões  e legumes por dia. Dê preferência aos alimentos frescos; . Limitar ou evitar a ingestão de álcool;  . Também se deve tentar reduzir o stress do dia-a-dia; . Fazer as refeições adequadas e às horas certas.                                                    
  14. 14. Regras básicas de Alimentação
  15. 15. Causas de uma Alimentação Não Saudável  Erros Alimentares  Doenças e outros efeitos associados       Consumo de sal em excesso Hipertensão arterial, cancro do estômago, acidentes vasculares cerebrais e acidentes cardiovasculares.       Consumo excessivo de gorduras Doenças cardiovasculares e obesidade.         Consumo excessivo de açúcar e de Obesidade, diabetes e carie dentaria. alimentos açucarados         Consumo exagerado de bebidas alcoólicas Problemas psicológicos, sociais e afectivos, cirrose hepática e diversos acidentes de e drogas viação e de trabalho.         Consumo insuficiente de alimentos ricos Obstipação e alguns tipos de cancros do intestino. em fibras         Não tomar o pequeno-almoço Falta de atenção, diminuição do rendimento intelectual na escola e no trabalho.         Não lanchar a meio da manhã e  da tarde Perda de massa muscular.    

×