SlideShare uma empresa Scribd logo
Agrupamento Vertical Dr. Augusto César Pires de Lima




RELATÓRIO
 AVALIAÇÃO INTERNA




          Ano lectivo de 2009 - 2010
EQUIPA DE AVALIAÇÃO INTERNA


                                                                            Isabel Marques
                                                                               Jorge Castro
                                                                             Nelson Gomes
                                                                             Nuno Pedroso




   “Nada é permanente, senão a mudança!”

                                                                        Heráclito




A Equipa de Avaliação agradece ao funcionário Jorge Pereira a disponibilidade manifestada no
tratamento informático dos gráficos aqui apresentados.




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________2
11               1




                                   INTRODUÇÃO




        A auto-avaliação das escolas ou agrupamentos de escolas é uma prática obrigatória
instituída pelo Dec. Lei 31/2002 de 20 de Dezembro. Este enquadramento legal e uma
crescente exigência de qualidade por parte da comunidade educativa têm conduzido a um
número cada vez maior de escolas a aperfeiçoar os processos de auto-avaliação, no sentido
do desenvolvimento sustentado das instituições escolares e dos seus profissionais.

      Quando, nos finais do ano lectivo passado, a Direcção Executiva entendeu nomear
uma equipa de docentes para desenvolver um projecto de avaliação interna do
agrupamento, (anexo 1), fê-lo, certamente, na convicção deste desiderato.

       Aceitámos o desafio, mas estamos conscientes da exigência do trabalho e da
responsabilidade que recai sobre a equipa. Apesar da falta de formação específica nesta
área de qualquer dos seus elementos, algumas leituras atentas, partilha de reflexão e
muita entreajuda tornaram possível superar obstáculos que fomos encontrando.

        Este relatório concretiza a primeira fase do projecto de avaliação interna,
reflectindo o grau de satisfação dos encarregados de educação de todos os
estabelecimentos do Agrupamento Vertical Dr. Augusto César Pires de Lima.

        Outros domínios: resultados escolares, processos a nível de sala de aula, processos
a nível de escola, serão avaliados posteriormente.




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________3
2
                                  PLANO DE ACTIVIDADES

       Em Setembro, iniciámos o nosso trabalho com a preocupação no horizonte de uma
avaliação externa, dali a três meses. Durante aquele mês, recolhemos múltipla informação
que serviu de suporte à caracterização do agrupamento, considerada fundamental na
preparação da avaliação externa.

       Elaborámos o documento Princípios Orientadores do nosso projecto e o
Cronograma de Acção para o presente ano lectivo (Anexo 2). Nele definimos o perfil da
auto-avaliação a implementar, de cujo modelo retiramos o domínio que avaliamos – O
Meio. Decidimos por este domínio, na perspectiva de conseguir uma ideia mais abrangente
da imagem que os pais e encarregados de educação têm sobre a escola que somos.

        O modelo de avaliação adoptado, o PAVE - Perfil de Auto-avaliação (1) permite
alguma flexibilidade na abordagem e é capaz de corresponder à escola que somos, pois
identifica um conjunto de áreas na vida das escolas que podem ser consideradas o ponto
de partida para a discussão sobre a qualidade e a eficácia, princípios que estão subjacentes
às preocupações avaliativas.

         São objectivos gerais do projecto, inseridos no enunciado do Pave:

        Promover uma discussão séria e objectiva entre todos os grupos de actores,
         favorecendo a criação de uma cultura de avaliação mais aprofundada e de auto-
         -formação permanente;

        Conseguir uma imagem da escola, tal como é vista por professores, funcionários,
         alunos e pais;

     Ajudar a identificar e a definir áreas prioritárias para avaliar com maior
      profundidade.

         Elaborámos um inquérito consubstanciado nas seguintes parâmetros de avaliação:

         ▪ Satisfação com a organização da Escola / Qualidade dos serviços
         ▪ Satisfação com a organização da Escola / Qualidade de ensino
         ▪ Envolvimento e Participação dos Pais e Encarregados de Educação



   (1)
         No original inglês, SEP – Self-Evaluation Profile



Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________4
Na elaboração do inquérito (Anexo 3), tivemos a preocupação de formular todas as
questões de acordo com os princípios da pertinência, da clareza e da abrangência, de modo
a que os seus utilizadores pudessem, com o mínimo de dúvidas, dar respostas objectivas,
segundo a experiência de cada um.
       Antes da aplicação dos inquéritos, a equipa de avaliação interna reuniu com a
Associação de Pais, para análise das questões formuladas. Esta sessão de trabalho decorreu
com espírito de colaboração, por parte dos elementos daquela Associação.

   A escala utilizada nas respostas ao questionário foi a seguinte:
   Não tenho opinião; Insatisfeito; Pouco satisfeito; Satisfeito e Muito satisfeito, para os
   parâmetros 1. e 2.
   Sim e Não, para o parâmetro 3.
Os objectivos desta consulta aos Pais e Encarregados de Educação foram:

 ▪ Identificar os pontos fortes e pontos fracos da organização da escola, da qualidade dos
   serviços, da qualidade de ensino e do envolvimento e participação dos inquiridos na
   vida da escola;
 ▪ Propor, se necessário, estratégias de melhoria exequíveis, em função dos resultados dos
   inquéritos.

     DIVULGAÇÃO DO PROJECTO DE AUTO-AVALIAÇÃO À COMUNIDADE EDUCATIVA

       O envolvimento de toda a comunidade educativa neste processo é indispensável. O
aperfeiçoamento das práticas de todos os profissionais, a promoção de uma cultura de
qualidade, de exigência e responsabilidade, conduzirão, certamente, a uma melhoria
continuada da organização, do funcionamento e dos resultados educativos. Estas são
algumas das finalidades da avaliação interna, que só terá sentido com a participação e
empenho dos professores, funcionários, alunos e pais.
       De acordo com o Cronograma de Acção, a equipa de avaliação divulgou, através de
uma apresentação multimédia, o seu projecto a todos os órgãos do agrupamento, nas
seguintes datas:
     Direcção Executiva                                                   03 de Dezembro 2009
     Departamento de Matemática e Ciências Exactas                        09 de Dezembro 2009
     Conselho Geral                                                       14 de Dezembro 2009
     Departamento de Ciências Sociais e Humanas                           14 de Dezembro 2009
     Departamento de Línguas                                              15 de Dezembro 2009
     Conselho Pedagógico                                                  16 de Dezembro 2009
     Funcionários                                                         21 de Dezembro 2009
     Departamento Curricular pré-escolar                                  21 de Dezembro 2009
     Departamento Curricular 1º ciclo                                     21 de Dezembro 2009
     Departamento de Expressões                                           12 de Janeiro 2010
     Associação de Pais                                                   21 de Janeiro 2010


       Para divulgação do projecto aos alunos foi elaborado um PowerPoint, cuja
apresentação foi ensaiada numa turma do 5ºano para testar a sua eficácia quanto à
compreensão da mensagem Verificada a necessidade de se proceder a alterações e devido
à aproximação do final do ano, a apresentação aos alunos foi agendada para o início do próximo
ano lectivo.


Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________5
3
                            APLICAÇÃO DOS INQUÉRITOS



      Embora alguma informação consultada apontasse para percentagens inferiores,
sempre manifestámos a ideia de que para a amostra ser representativa deveria situar-se
nos 25%. Para garantir este objectivo desenvolvemos estratégias na aplicação do inquérito.
       Primeiramente, seleccionaram-se, de forma aleatória, turmas de todos os anos de
escolaridade, respeitando a proporcionalidade entre o número de turmas e o número de
alunos existentes em cada ano, na percentagem pretendida.
       Era nossa intenção que os inquéritos fossem todos preenchidos online. Nas três
escolas do 1º ciclo foi conseguido este procedimento para todos os questionários.
       Na Escola Pires de Lima verificaram-se os seguintes constrangimentos:
        ▪ Os inquéritos foram colocados na plataforma Moodle, para serem preenchidos on-
line. Na semana em que convocámos os encarregados de educação, apenas no primeiro dia
se conseguiu na escola o acesso à internet;
      ▪ Os inquéritos tiveram de ser fornecidos em suporte papel, nos restantes dois dias
daquela semana.
      ▪ Quando convocámos os encarregados de educação, só uma pequena parte
compareceu na escola Pires de Lima. Decidimos, através dos respectivos Directores de
Turma, entregar os inquéritos aos encarregados de educação, num número muito superior
ao previsto. Verificámos que os inquéritos devolvidos foram em quantidade muito inferior à que
tina sido entregue.




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________6
4
                                      TRATAMENTO DE DADOS




4.1 CRITÉRIOS DE ANÁLISE


É considerado Ponto Forte: ( ≥ 75%)


Quando a soma das respostas de Muito Satisfeito e Satisfeito é igual ou superior a 75%.


É considerado Ponto Fraco: ( ≥ 75%)


Quando a soma das respostas de Pouco Satisfeito e Insatisfeito é igual ou superior a 75%.


Nota: Após a análise dos inquéritos, e verificada a inexistência de Pontos Fracos, entendemos fazer

referência a Pontos Menos Fortes.


Nos parâmetros 1e 2 considera-se Ponto Menos Forte quando a soma das respostas de Pouco

Satisfeito e Insatisfeito é igual ou superior a 20 %. No parâmetro 3, quando a percentagem de Não

é igual ou superior a 30%.




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________7
5
ANÁLISE DOS RESULTADOS DO INQUÉRITO AOS PAIS E ENCARREGADOS DE
EDUCAÇÃO




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________8
5.1 ESCOLA PIRES DE LIMA


              Universo de pais e encarregados de educação: 717
                         2º Ciclo - 346          3º Ciclo – 371
                                                   Total de inquéritos analisados:

                                                    197 - correspondente a 27,5%

                                                    2º Ciclo - 117 inquéritos - 59,4%

                                                    3º Ciclo - 80 inquéritos - 40,6%



Notar que no 2º ciclo o número de alunos é 346 (48%) e no 3º ciclo 371 (52%). O desvio na
proporcionalidade entre ciclos, relativamente aos inquéritos analisados, deve-se a
constrangimentos já referidos na aplicação dos inquéritos.
Podemos concluir que a amostra é quantitativamente significativa e fiável. Embora com um
desvio, a representação percentual do 2º e 3ºciclos é aceitável.


INFORMAÇÃO DE ENQUADRAMENTO DO ENCARREGADO DE EDUCAÇÃO


Habilitações escolares
     6 anos ou menos: 21,3%
     De 7 a 12 anos: 53,3%
     Mais de 12 anos: 25,4%

Sexo
    Feminino: 82,2%
    Masculino: 17,8%




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________9
SATISFAÇÃO COM A ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA/ QUALIDADE DE SERVIÇOS




 Neste parâmetro, que engloba 20 questões, destacam-se 8 Pontos Fortes, apresentando-se
 assim por ordem decrescente de percentagem:

 Pontos Fortes:


                                                                            %       %      %
                                                                            MS      S     Total

  1.5    Atendimento pelo professor titular da turma/director de turma      65,5    32     97,5

  1.7    Atendimento pelos funcionários (portaria, telefone…)               38,6   54,8    93,4

         Informação actualizada e clara enviada pela escola (avisos,
  1.18                                                                      41,1   47,2    88,3
         convocatórias, actividades…)

  1.3    Controlo à entrada e saída da escola                               28,9   54,8    83,7

  1.6    Atendimento na secretaria                                          37,6   45,7    83,3

         Actividades extra-curriculares: visitas de estudo, concursos,
  1.17                                                                      25,9   56,9    82,8
         exposições…

  1.4    Atendimento pela Direcção                                          28,4   51,8    80,2

  1.10   Serviço prestado pela biblioteca                                   20,8   54,3    75,1

     MS- Muito Satisfeito    S- Satisfeito


    No entanto, convém notar que a maioria destas questões não atinge valores que
permitam classificá-las como pontos fortes devido à percentagem de “Não tenho opinião”.
Algumas questões relacionam-se com serviços com os quais os encarregados não têm
contacto directo, como por exemplo a reprografia, papelaria, cantina, não emitindo, por
isso, opinião.
   Não existem pontos fracos no parâmetro “Satisfação com a organização da Escola/
Qualidade de serviços”
    De acordo com os critérios estabelecidos, em nenhuma das questões a soma de
“Insatisfeito” e “ Pouco Satisfeito” se aproxima sequer dos 75%.




  Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________10
Nestas 12 questões, não incluídos nos “Pontos Fortes”,a percentagem de “insatisfeito” é
muito baixa, uma média de cerca de 3%, com a excepção das questões 1.1, 1.2 e 1.16, que
poderão considerar-se como os “Pontos Menos Fortes”


                                                                                    %      %      %
                                                                                    I     PS     Total
 1.1        Estado de conservação, higiene e segurança das instalações da escola   11,7   19,3    31
 1.2        Segurança dos alunos dentro da escola                                  7,6    22,4    30
 1.1        Serviço de apoio ao recreio pelos funcionários                         6,1    19,8   25,9

  6 I – Insatisfeito   PS – Pouco Satisfeito


     De referir que no final desta parte do inquérito, na pergunta aberta “Na sua opinião, o
 que falta para estar mais satisfeito(a) com a organização da escola?”, a preocupação mais
 referida tem a ver com a necessidade de:
        maior segurança dentro da escola,
        mais funcionários,
        mais vigilância.
     Nos restantes 9 parâmetros a soma” de “Insatisfeito” e “Pouco Satisfeito” varia entre
 os 16,1% e 4,5%.




 Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________11
SATISFAÇÃO COM A ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA / QUALIDADE DE ENSINO


    Neste parâmetro, que engloba 10 questões, destacam-se 6 pontos fortes,
 apresentando-se assim por ordem decrescente de percentagem:
        Pontos fortes:


                                                                                %        %        %
                                                                               MS        S       Total
  2.1      Qualidade de ensino corresponde às minhas expectativas              16,2     74,6     90,8

  2.8      Informação actualizada sobre os progressos ou dificuldades do meu   37,1     53,3     90,4
           educando quando eu a solicito
  2.2      Organização e funcionamento da escola                               13,7     74,6     88,3
  2.9      Relação entre professores e alunos                                  27,4     57,4     84,8

  2.3      Regras de disciplina fomentadas pela escola                         20,8     63,5     84,3

  2.6     Preocupação em desenvolver nos alunos valores de tolerância e        19,8     55,3     75,1
          respeito pelos outros
        MS- Muito Satisfeito S- Satisfeito

    O ponto mais forte tem a ver com a satisfação das expectativas dos encarregados de
educação relativamente à qualidade de ensino, a qual regista uma percentagem muito
elevada.
   De registar que nas questões 2.4, 2.5 e 2.10 as percentagens relativas à resposta “Não
tenho opinião foram muito elevadas, respectivamente 20,3% , 26,9%.e 14,7%
    Das 10 questões avaliadas apenas 1 não foi considerado Ponto Forte, não se tendo
verificado nenhum Ponto Fraco.
                                                                                    %        %     %
                                                                                    I     PS      Total
  2.7       Forma como a escola desenvolve nos alunos hábitos de estudo”.        3,6     17,8     21,4
        I – Insatisfeito   PS – Pouco Satisfeito


   De registar que nas questões 2.4 e 2.5 as percentagens relativas à resposta “Não tenho
opinião” foram muito elevadas, respectivamente 20,3% e 26,9%.
    No final desta parte do inquérito, na resposta facultativa à pergunta “O que falta para
estar mais satisfeito com a qualidade de ensino”( Anexo …), registaram-se 65 comentários
focando assuntos muito diversos, com algum destaque para questões relacionadas com a
disciplina. São sugeridas turmas mais reduzidas e mais apoio aos alunos com capacidades.




 Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________12
ENVOLVIMENTO E PARTICIPAÇÃO DOS PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO


   Neste parâmetro, com opção de resposta de Sim ou Não, considerámos Ponto Forte
quando a percentagem de Sim é igual ou superior a 75% e Ponto Fraco quando a
percentagem de Não é igual ou superior a 75%.
   Pontos fortes:


                                                                                                   %
                                                                                                  Sim
  3.13    Tomo conhecimento da avaliação de final de período do meu educando                      100
  3.10    Conheço o horário de atendimento do professor titular de turma/ director de turma       96,3
  3.11    Assino sistematicamente as fichas de avaliação do meu educando                          96,4
  3.7     Os encarregados de educação são atendidos com pontualidade                              95,9
  3.14    Participo nas reuniões convocadas pelo professor titular de turma / director de turma   93,9
  3.16    Estou satisfeito por o meu educando frequentar esta escola                              93,4
  3.2     Conheço o Regulamento Interno da Escola                                                 91,9
  3.12    Verifico a caderneta escolar todas as semanas                                           90,4
  3.6     O director de turma envolve os encarregados de educação na escola                       89,3
  3.8     Acompanho o meu educando nas actividades de estudo em casa                              88,3



    As questões 3.15 “Considero importante obter informações da escola através da
internet”, 3.9 “Tomo a iniciativa de contactar regularmente com o professor titular da
turma/director de turma” e 3.4 “Conheço os Critérios de Avaliação da Escola”, obtiveram
percentagens que se aproximam de Pontos Fortes, respectivamente 74,1%,73,6% e 73,6%.
   Das 16 questões, apenas 3 foram consideradas pontos menos fortes:
                                                                                                  %
                                                                                                  Não
 3.5      Participo ou tomo iniciativas nas actividades realizadas na escola                      56,9
 3.3      Conheço o Plano Anual de Actividades da Escola                                          42,1
 3.1      Conheço o Projecto Educativo da Escola                                                  37,6

   No final desta parte do inquérito, na resposta facultativa à pergunta No final na pergunta
de resposta aberta e facultativa. “Na sua opinião, o que falta para se sentir mais
envolvido(a) na vida da escola?”
    A falta de disponibilidade ou incompatibilidade de horários são mencionados 15 vezes,
de entre um total de 43 observações.




 Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________13
5.2 EB1 DO CAMPO 24 DE AGOSTO

                    Universo de pais e encarregados de educação:

                         Jardim-de-infância - 25          1º Ciclo - 234


                                                         Total de inquéritos analisados:

                                                         70 - correspondente a 27,5%

                                                          JI - 6 inquéritos - 8,6%

                                                          1º Ciclo – 64 inquéritos - 91,4%

    Notar que na escola EB1 do Campo 24 de Agosto o número de alunos do Jardim de
Infância é 25 (%) e do 1º ciclo 100 (52%). O desvio na proporcionalidade entre ciclos,
relativamente aos inquéritos analisados, deve-se a constrangimentos já referidos na
aplicação dos inquéritos.
   Podemos concluir que a amostra é quantitativamente significativa e fiável.
   INFORMAÇÃO DE ENQUADRAMENTO DO ENCARREGADO DE EDUCAÇÃO


Habilitações escolares
      6 anos ou menos: 18,6%
      De 7 a 12 anos: 54,3%
      Mais de 12 anos: 27,1%

Sexo
      Feminino: 87,1%
      Masculino: 12,9%




 Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________14
SATISFAÇÃO COM A ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA/ QUALIDADE DE SERVIÇOS


    Neste parâmetro, que engloba 20 questões, destacam-se 14 pontos fortes,
 apresentando-se assim por ordem decrescente de percentagem:


                                                                                        %          %           %
 1.7      Atendimento pelos funcionários (portaria, telefone…)                         34,3
                                                                                          M       64,3S       98,6
                                                                                                                 To
 1.17     Actividades extra-curriculares: visitas de estudo, concursos, exposições…     S
                                                                                       60,0       38,6         tal
                                                                                                              98,6
 1.5      Atendimento pelo professor titular da turma/director de turma                61,4       37,1        98,5
 1.18     Informação actualizada e clara enviada pela escola (avisos, convocatórias,   54,3       42,9        97,2
 1.3      Controlo à entrada e saída da escola                                         55,7       41,4        97,1
          actividades…)
 1.1      Estado de conservação, higiene e segurança das instalações da escola         14,3       80,0        94,3
 1.4      Atendimento pela Direcção                                                    42,9       51,4        94,3
 1.2      Segurança dos alunos dentro da escola                                        37,1       55,7        92,8
 1.20     Existência de formas adequadas (caixa de sugestões ou outra) para            25,7       65,7        91,4
 1.8      Forma como a escola resolve os conflitos                                     32,9       48,6        81,5
          efectuar reclamações ou sugestões sobre a sua organixzação
 1.10     Serviço prestado pela biblioteca                                             24,3       57,1        81,4
 1.16     Serviço de apoio ao recreio pelos funcionários                               11,4       68,6        80
 1.9      Serviço prestado pela cantina                                                28,6       50,0        78,6
 1.15     Serviço de apoio às salas de aula pelos funcionários                         10,0       68,6        78,6
       MS- Muito Satisfeito    S- Satisfeito
   Não existem pontos fracos no parâmetro “Satisfação com a organização da Escola/
Qualidade de serviços”.
    No entanto, convém notar que as questões 1.11, 1,12, 1,13, 1,14 não atingem valores que
permitam classificá-las como pontos fortes devido à percentagem de “Não tenho opinião”.
Estas questões relacionam-se com serviços com os quais os encarregados não têm contacto
directo, como por exemplo a reprografia, papelaria, bar, uma vez que não existem nesta
escola.
   Nas seis questões, não incluídas nos “Pontos Fortes”, duas poderão considerar-se como
“Pontos Menos Fortes”:
                                                                                              %           %          %
                                                                                              M           S        T
 1.6       Atendimento na secretaria                                                     S
                                                                                       10,0       60,0         otal
                                                                                                              70,0
 1.19      Informação sobre os diferentes apoios educativos que a escola oferece aos   27,1       41,4        68,5
       MS- Muito Satisfeito   S- Satisfeito
          alunos com dificuldades
     De referir que no final desta parte do inquérito, na pergunta aberta “Na sua opinião, o
 que falta para estar mais satisfeito(a) com a organização da escola?”, as preocupações mais
 referidas têm a ver com a necessidade de:
      Mais funcionários.
      Mais actividades (ex: festa de Natal)
      Melhores condições físicas (ex: tecto, coberto)


 Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________15
SATISFAÇÃO COM A ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA / QUALIDADE DE ENSINO


    Neste parâmetro, que engloba 10 questões, destacam-se 8 pontos fortes, apresentando-
se assim por ordem decrescente de percentagem:
                                                                                %         %     %
                                                                                MS        S   Total
  2.1      Qualidade de ensino corresponde às minhas expectativas              45,7   54,3    100
  2.9      Relação entre professores e alunos                                  58,6   40,0    98,6
           Informação actualizada sobre os progressos ou dificuldades do meu
  2.8                                                                          51,4   47,1    98,5
           educando quando eu a solicito
  2.7      Forma como a escola desenvolve nos alunos hábitos de estudo         31,4   65,7    97,1

  2.2      Organização e funcionamento da escola                               45,7   48,6    94,3
  2.3      Regras de disciplina fomentadas pela escola                         34,3   60,0    94,3
           Preocupação em desenvolver nos alunos valores de tolerância e
  2.6                                                                          44,3   50,0    94,3
           respeito pelos outros
 2.10      Os alunos sentem-se à vontade para reclamar ou dar sugestões        40,0   52,9    92,9
       MS- Muito Satisfeito   S- Satisfeito


    Dos 8 pontos fortes, apenas um atingiu um grau satisfação de 100%, não se tendo
verificado nenhum Ponto Fraco.
   A questão 2.5 Estimulo dado aos alunos com mais capacidades aproxima-se de um Ponto
Forte, com a percentagem de 74,3
  Das 10 questões deste parâmetro, apenas uma poderá considerar-se como “Ponto
Menos Forte”:
                                                                               %      %       %
                                                                               MS     S       Total

 2.4           Ajuda prestada aos alunos com dificuldades                      21,4   42,9    64,3

       MS- Muito Satisfeito   S- Satisfeito


    No final desta parte do inquérito, na resposta facultativa à pergunta “O que falta para
estar mais satisfeito com a qualidade de ensino”( Anexo …), registaram-se 19 comentários
focando assuntos diversos, registando-se uma preocupação com o controlo para alunos
problemáticos.




 Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________16
ENVOLVIMENTO E PARTICIPAÇÃO DOS PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO




   Neste parâmetro, com opção de resposta de Sim ou Não, considerámos Ponto Forte
quando a percentagem de Sim é igual ou superior a 75% e Ponto Fraco quando a
percentagem de Não é igual ou superior a 75%
                                                                                                    %
                                                                                                   Sim
  3.2   Conheço o Regulamento Interno da Escola                                                    100
  3.6   O director de turma envolve os encarregados de educação na escola                          100
  3.7   Os encarregados de educação são atendidos com pontualidade                                 100

 3.10   Conheço o horário de atendimento do professor titular de turma/ director de turma          100

 3.13   Tomo conhecimento da avaliação de final de período do meu educando                         100

 3.14   Participo nas reuniões convocadas pelo professor titular de turma / director de turma      100

  3.1   Conheço o Projecto Educativo da Escola                                                     98,6
  3.8   Acompanho o meu educando nas actividades de estudo em casa                                 98,6

  3.9   Tomo a iniciativa de contactar regularmente com o professor titular de turma/director de   98,6
        turma
 3.11   Assino sistematicamente as fichas de avaliação do meu educando                             98,6
 3.16   Estou satisfeito por o meu educando frequentar esta escola                                 98,6
 3.12   Verifico a caderneta escolar todas as semanas                                              97,1
  3.3   Conheço o Plano Anual de Actividades da Escola                                             92,9
  3.4   Conheço os critérios de Avaliação da Escola                                                91,4
  3.5   Participo ou tomo iniciativas nas actividades realizadas pela escola                       88,6

 3.15   Considera importante obter informações da escola através da internet                       87,1




  Não existem pontos fracos no parâmetro “Envolvimento e participação dos pais e
encarregados de educação.
  No final desta parte do inquérito, na resposta facultativa à pergunta No final na
pergunta de resposta aberta e facultativa. “Na sua opinião, o que falta para se sentir
mais envolvido (a) na vida da escola?”
  A falta de disponibilidade ou incompatibilidade de horários são mencionados
algumas vezes, nas 10 observações registadas.




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________17
5.3 EB1 DA ALEGRIA

                 Universo de pais e encarregados de educação: 125

                      Jardim-de-infância - 25             1º Ciclo – 100



                                                      Total de inquéritos analisados:

                                                          31 - correspondente a 25%

                                                              JI - 6 inquéritos - 19,4 %

                                                       1º Ciclo – 25 inquéritos – 80,6%



     Notar que na escola EB1 da Alegria o número de alunos do Jardim de Infância é 25
(%) e do 1º ciclo 100 (52%). O desvio na proporcionalidade entre ciclos, relativamente aos
inquéritos analisados, deve-se a constrangimentos já referidos na aplicação dos
inquéritos.
   Podemos concluir que a amostra é quantitativamente significativa e fiável.




   INFORMAÇÃO DE ENQUADRAMENTO DO ENCARREGADO DE EDUCAÇÃO


   Habilitações escolares
    6 anos ou menos: 12,9%
    De 7 a 12 anos: 58,1%
    Mais de 12 anos: 29%


   Sexo
    Feminino: 67,7%
    Masculino: 32,3%




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________18
SATISFAÇÃO COM A ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA/ QUALIDADE DE SERVIÇOS


    Neste parâmetro, que engloba 20 questões, destacam-se 14 pontos fortes,
 apresentando-se assim por ordem decrescente de percentagem:
                                                                                        %      %       %
                                                                                       MS      S     Total
  1.1     Estado de conservação, higiene e segurança das instalações da escola         61,3   38,7    100
  1.2     Segurança dos alunos dentro da escola                                        74,2   25,8   100
  1.3     Controlo à entrada e saída da escola                                         45,2   54,8   100
  1.4     Atendimento pela Direcção                                                    74,2   22,6   100
  1.5     Atendimento pelo professor titular da turma/director de turma                90,3   9,7    100
  1.7     Atendimento pelos funcionários (portaria, telefone…)                         16,1   80,6   100
  1.8     Forma como a escola resolve os conflitos                                     45,2   51,6   100
  1.9     Serviço prestado pela cantina                                                9,7    71,0   100
 1.17     Actividades extra-curriculares: visitas de estudo, concursos, exposições…    80,6   19,4   100

 1.18     Informação actualizada e clara enviada pela escola (avisos, convocatórias,   80,6   19,4   100
          actividades…)
 1.16     Serviço de apoio ao recreio pelos funcionários                               9,7    83,9   93,6
 1.15     Serviço de apoio às salas de aula pelos funcionários                         9,7    77,4   87,1

 1.19     Informação sobre os diferentes apoios educativos que a escola oferece aos    16,1   67,7   83,8
          alunos com dificuldades

 1.20     Existência de formas adequadas (caixa de sugestões ou outra) para            6,5    74,2   80,7
          efectuar reclamações ou sugestões sobre a sua organização
    MS- Muito Satisfeito      S- Satisfeito


   Não existem pontos fracos no parâmetro “Satisfação com a organização da Escola/
Qualidade de serviços”.
    No entanto, convém notar que as questões 1.10, 1.11, 1,12, 1,13, 1,14 não atingem
valores que permitam classificá-las como pontos fortes devido à percentagem de “Não tenho
opinião”. Estas questões relacionam-se com serviços com os quais os encarregados não têm
contacto directo, como por exemplo a reprografia, papelaria, bar, não emitindo, por isso,
opinião.
    Nas seis questões, não incluídas nos “Pontos Fortes”, a percentagem de “insatisfeito” é
nula.
   O atendimento na secretaria, com uma percentagem de 74,2, aproxima-se de um Ponto
Forte.
    De referir que no final desta parte do inquérito, na pergunta aberta “Na sua opinião, o
que falta para estar mais satisfeito(a) com a organização da escola?”, a preocupação mais
referida tem a ver com a necessidade de:
         Mais funcionários.




 Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________19
SATISFAÇÃO COM A ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA / QUALIDADE DE ENSINO


    Neste parâmetro, que engloba 10 questões, destacam-se 10 pontos fortes,
 apresentando-se assim por ordem decrescente de percentagem:
                                                                                %      %      %
                                                                               MS      S     Total
 2.1       Qualidade de ensino corresponde às minhas expectativas              61,3   38,7   100
 2.2       Organização e funcionamento da escola                               74,2   25,8   100
 2.3       Regras de disciplina fomentadas pela escola                         32,3   67,7   100
 2.6       Preocupação em desenvolver nos alunos valores de tolerância e       29,0   71,0   100
           respeito pelos outros
 2.7       Forma como a escola desenvolve nos alunos hábitos de estudo         29,0   71,0   100
 2.8       Informação actualizada sobre os progressos ou dificuldades do meu   41,9   58,1   100
           educando quando eu a solicito
 2.9       Relação entre professores e alunos                                  83,9   16,1   100
 2.10      Os alunos sentem-se à vontade para reclamar ou dar sugestões        19,4   74,2   93,6
 2.4       Ajuda prestada aos alunos com dificuldades                          6,5    77,4   83,9
 2.5       Estimulo dado aos alunos com mais capacidades                       6,5    77,4   83,9
       MS- Muito Satisfeito   S- Satisfeito


    Das 10 questões avaliadas apenas 3 não atingiram os 100% de satisfação, não se tendo
verificado nenhum Ponto Fraco.
    No final desta parte do inquérito, na resposta facultativa à pergunta “O que falta para
estar mais satisfeito com a qualidade de ensino”( Anexo …), registaram-se 9 comentários
focando assuntos diversos, com algum destaque para a relação dos professores com os
alunos, considerando-a muito boa.




 Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________20
ENVOLVIMENTO E PARTICIPAÇÃO DOS PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO


     Neste parâmetro, com opção de resposta de Sim ou Não, considerámos Ponto Forte
 quando a percentagem de Sim é igual a 75% e Ponto Fraco quando a percentagem de Não
 é igual ou superior a 75%
                                                                                                    %
                                                                                                   Sim
  3.2   Conheço o Regulamento Interno da Escola                                                    100
  3.6   O director de turma envolve os encarregados de educação na escola                          100
  3.7   Os encarregados de educação são atendidos com pontualidade                                 100
 3.10   Conheço o horário de atendimento do professor titular de turma/ director de turma          100
 3.13   Tomo conhecimento da avaliação de final de período do meu educando                         100
 3.14   Participo nas reuniões convocadas pelo professor titular de turma / director de turma      100
 3.16   Estou satisfeito por o meu educando frequentar esta escola                                 100
  3.3   Conheço o Plano Anual de Actividades da Escola                                             96,8
  3.4   Conheço os critérios de Avaliação da Escola                                                96,8
  3.5   Participo ou tomo iniciativas nas actividades realizadas pela escola                       96,8
 3.11   Assino sistematicamente as fichas de avaliação do meu educando                             96,8
  3.1   Conheço o Projecto Educativo da Escola                                                     93,5
        Tomo a iniciativa de contactar regularmente com o professor titular de turma/director de
  3.9   turma                                                                                      90,3
  3.8   Acompanho o meu educando nas actividades de estudo em casa                                 83,9
 3.15   Considera importante obter informações da escola através da internet                       83,9


   Não existem pontos fracos no parâmetro “Envolvimento e participação dos pais e
encarregados de educação.
   Das 16 questões, apenas 1 foi considerada ponto menos forte:
                                                                                                    %
                                                                                                   Não
 1.12       Verifico a Caderneta Escolar todas as semanas                                          64,5




    No final desta parte do inquérito, na resposta facultativa à pergunta No final na
 pergunta de resposta aberta e facultativa. “ Na sua opinião, o que falta para se sentir mais
 envolvido(a) na vida da escola?”
     A falta de disponibilidade ou incompatibilidade de horários são mencionados algumas
 vezes, nas 10 observações registadas. De salientar que na maioria das 10 observações
 salienta-se o facto de a escola promover inúmeras actividades.




 Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________21
5.4 EB1 DA SÉ

                    Universo de pais e encarregados de educação:

                     Jardim-de-infância - 73              1º Ciclo – 113



                                                      Total de inquéritos analisados:

                                                         53 - correspondente a 25%

                                                         JI -   11 inquéritos - 28,8 %;

                                                       1º Ciclo – 42 inquéritos – 79,2%
                                             %
    Notar que na escola EB1 da Sé o número de alunos do Jardim de Infância é (%) e do 1º
ciclo (%) O desvio na proporcionalidade entre ciclos, relativamente aos inquéritos
analisados, deve-se a constrangimentos já referidos na aplicação dos inquéritos.
   Podemos concluir que a amostra é quantitativamente significativa e fiável.


INFORMAÇÃO DE ENQUADRAMENTO DO ENCARREGADO DE EDUCAÇÃO


Habilitações escolares
    6 anos ou menos: 34,0%
    De 7 a 12 anos: 64,2%
    Mais de 12 anos: 1,9%


Sexo
    Feminino: 64,2%
    Masculino: 35,8%




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________22
SATISFAÇÃO COM A ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA/ QUALIDADE DE SERVIÇOS


    Neste parâmetro, que engloba 20 questões, destacam-se 15 pontos fortes,
 apresentando-se assim por ordem decrescente de percentagem:
        Pontos fortes:


                                                                                       %       %      %
                                                                                       MS      S     Total
 1.1      Estado de conservação, higiene e segurança das instalações da escola         15,1   84,9   100
 1.2      Segurança dos alunos dentro da escola                                        41,5   58,5   100
 1.17     Actividades extra-curriculares: visitas de estudo, concursos, exposições…    13,2   86,8   100
 1.3      Controlo à entrada e saída da escola                                         52,8   45,3   98,1
 1.5      Atendimento pelo professor titular da turma/director de turma                35,8   62,3   98,1
          Informação actualizada e clara enviada pela escola (avisos, convocatórias,
 1.18                                                                                  15,1   83,0   98,1
          actividades…)
 1.6      Atendimento na secretaria                                                    5,7    90,6   96,3
 1.16     Serviço de apoio ao recreio pelos funcionários                               5,7    90,6   96,3
          Existência de formas adequadas (caixa de sugestões ou outra) para efectuar
 1.20                                                                                  3,8    92,5   96,3
          reclamações ou sugestões sobre a sua organização
 1.4      Atendimento pela Direcção                                                    30,2   66,0   96,2
 1.9      Serviço prestado pela cantina                                                1,9    92,5   94,4
 1.15     Serviço de apoio às salas de aula pelos funcionários                         3,8    90,6   94,4
 1.8      Forma como a escola resolve os conflitos                                     15,1   75,5   90,6
 1.7      Atendimento pelos funcionários (portaria, telefone…)                         17,0   81,1   88,1
 1.10     Serviço prestado pela biblioteca                                             5,7    77,4   83,1
        MS- Muito Satisfeito   S- Satisfeito


   Não existem pontos fracos no parâmetro “Satisfação com a organização da Escola/
Qualidade de serviços”.
   Nas 5 questões, não incluídas nos “Pontos Fortes”,a percentagem de “insatisfeito” é
muito baixa, uma média de cerca de 2%.
    A questão 1.12 Serviço prestado pelo ASE aproxima-se de um Ponto Forte, tendo
 obtido 73,6%.
    De referir que no final desta parte do inquérito, na pergunta aberta “Na sua opinião, o
 que falta para estar mais satisfeito(a) com a organização da escola?”, apenas se registou
 uma observação e a preocupação tem a ver com a necessidade de:
         Mais funcionários.




 Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________23
SATISFAÇÃO COM A ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA / QUALIDADE DE ENSINO


    Neste parâmetro, que engloba 10 questões, destacam-se 9 pontos fortes,
 apresentando-se assim por ordem decrescente de percentagem:
       Pontos fortes:


                                                                             %        %        %
                                                                             MS       S       Total
 2.2     Organização e funcionamento da escola                               20,8    79,2     100
 2.3     Regras de disciplina fomentadas pela escola                         28,3    71,7     100
         Informação actualizada sobre os progressos ou dificuldades do meu
 2.8                                                                         17,0    83,0     100
         educando quando eu a solicito
 2.9     Relação entre professores e alunos                                  34,0    66,0     100
 2.1     Qualidade de ensino corresponde às minhas expectativas              20,8    77,4     98,2
         Preocupação em desenvolver nos alunos valores de tolerância e
 2.6                                                                         35,8    62,3     98,1
         respeito pelos outros
 2.1
         Os alunos sentem-se à vontade para reclamar ou dar sugestões        9,4     86,8     96,2
  0
 2.7     Forma como a escola desenvolve nos alunos hábitos de estudo         20,8    69,8     90,6
 2.5     Estimulo dado aos alunos com mais capacidades                       5,7     84,9     90,6
       MS- Muito Satisfeito   S- Satisfeito


   Dos 9 Pontos fortes, 4 atingiram os 100% de satisfação, não se tendo verificado
nenhum Ponto Fraco.
    Das 10 questões deste parâmetro, uma poderá considerar-se como um “Ponto Quase
Forte”:
   Ponto Quase forte


                                                                               %          %      %
                                                                               MS         S     Total
 2.4     Ajuda prestada aos alunos com dificuldades                            7,5    54,7     62,2
       MS – Insatisfeito   S – Pouco Satisfeito


    No final desta parte do inquérito, na resposta facultativa à pergunta “O que falta para
estar mais satisfeito com a qualidade de ensino”, não se registou nenhum comentário.




 Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________24
ENVOLVIMENTO E PARTICIPAÇÃO DOS PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO


    Neste parâmetro, com opção de resposta de Sim ou Não, considerámos Ponto Forte
quando a percentagem de Sim é igual a 75% e Ponto Fraco quando a percentagem de Não
é igual ou superior a 75%.
       Pontos fortes:
                                                                                                      %
                                                                                                     Sim
3.16      Estou satisfeito por o meu educando frequentar esta escola                                 100
 3.7      Os encarregados de educação são atendidos com pontualidade                                 100
 3.6      O director de turma envolve os encarregados de educação na escola                          98,1

 3.9      Tomo a iniciativa de contactar regularmente com o professor titular de turma/director de   98,1
          turma
3.13      Tomo conhecimento da avaliação de final de período do meu educando                         98,1
3.14      Participo nas reuniões convocadas pelo professor titular de turma / director de turma      98,1
 3.1      Conheço o Projecto Educativo da Escola                                                     96,2
3.10      Conheço o horário de atendimento do professor titular de turma/ director de turma          96,2
 3.5      Participo ou tomo iniciativas nas actividades realizadas pela escola                       94,3
 3.2      Conheço o Regulamento Interno da Escola                                                    90,6
 3.3      Conheço o Plano Anual de Actividades da Escola                                             90,6
3.11      Assino sistematicamente as fichas de avaliação do meu educando                             90,6
 3.4      Conheço os critérios de Avaliação da Escola                                                88,7
 3.8      Acompanho o meu educando nas actividades de estudo em casa                                 84,9
3.12      Verifico a caderneta escolar todas as semanas                                              83,0
       MS- Muito Satisfeito   S- Satisfeito


   Não existem pontos fracos no parâmetro “Envolvimento e participação dos pais e
encarregados de educação.
   Das 16 questões, apenas uma foi considerada Ponto Menos Forte:
                                                                                                      %
                                                                                                     Sim
3.15      Considera importante obter informações da escola através da internet                       66


       No final desta parte do inquérito, na resposta facultativa à pergunta No final na
pergunta de resposta aberta e facultativa. “ Na sua opinião, o que falta para se sentir mais
envolvido(a) na vida da escola?”
       Das 2 observações registadas, refere-se que os professores titulares de turma
deviam envolver mais os encarregados de educação nas actividades.




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________25
6
                                         CONCLUSÃO



       Foram analisadas 52 questões em cada inquérito e não foi encontrado nenhum
Ponto Fraco. Muitos dos Pontos Fortes apresentam valores superiores a 80%.
       Sem margem para dúvidas, o agrupamento goza de uma imagem muito positiva
perante os encarregados de educação. O elevado grau de satisfação relativamente à
organização, à qualidade de serviços e à qualidade de ensino reflectem um
reconhecimento e uma valorização por parte dos pais e encarregados de educação do
esforço de toda a escola no sucesso educativo dos seus educandos.
    O Director de Turma/Professor Titular de Turma emerge como uma figura essencial na
imagem que a escola projecta. A sua função preponderante e o seu excelente desempenho
nas várias escolas do agrupamento são destacados e amplamente reconhecidos.
    Como aspectos a merecer mais atenção devem referir-se: conservação, higiene e
segurança dentro da escola, problemas que poderiam ser colmatados aumentando o
número de funcionários em todo o Agrupamento.
   A percentagem de inquiridos da escola Pires de Lima, que dizem não conhecer o Plano
Anual de Actividades (42,1%) e o Projecto Educativo (37,6%) aponta para a necessidade de
uma divulgação mais eficaz destes dois documentos.
     Seria também desejável aumentar o grau de participação dos pais e encarregados de
educação nas actividades realizadas por esta escola e investir no desenvolvimento dos
hábitos de estudo dos alunos na escola Pires de Lima.




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________26
7
                                  CONSIDERAÇÕES FINAIS




     O trabalho que esta equipa desenvolveu e que está descrito neste relatório, é apenas
uma etapa de um processo complexo cujos resultados implicam uma atitude responsável e
activa na planificação futura.
    O nosso trabalho não pretende assumir-se como uma inspecção interna mas tem
como objectivo essencial fazer um diagnóstico fundamentado, identificando pontos fracos
possibilitando a adopção de estratégias de melhoria na planificação futura.
       Os resultados deste inquérito confirmam os constrangimentos do Agrupamento já
mencionados no relatório da IGE e que se relacionam com falta de funcionários. A boa
organização e direcção da escola, bem como o clima vivenciado, pontos fortes no Relatório
da IGE, foram também confirmados pelos inquéritos. Apesar do reconhecimento do
empenho, quer de professores quer de funcionários, os encarregados de educação, nas
respostas abertas, manifestam preocupação pela falta de instrumentos legais para
aumentar o poder disciplinador dos professores.
   Apesar de os resultados, na sua globalidade, serem muito positivos, as questões
consideradas Pontos Menos Fortes deverão merecer a atenção dos diferentes órgãos do
Agrupamento, no sentido de se proporem estratégias de melhoria.
    Mais do que as nossas considerações, a resposta à última questão do inquérito resume
a apreciação global; a quase totalidade dos pais e encarregados de educação diz-se
satisfeita ou muito satisfeita com o facto de os seus educandos frequentarem este
Agrupamento.




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________27
Anexo 1




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________28
AGRUPAMENTO VERTICAL DR. AUGUSTO CÉSAR PIRES DE LIMA


   AVALIAÇÃO INTERNA
   As expectativas dos pais e da comunidade em geral, relativamente às respostas da
Escola face às múltiplas necessidades e solicitações sociais, fazem com que a instituição
escolar esteja, quase sempre, no centro do debate público.
    A escola de hoje é para se aprender a conhecer, a fazer, a ser e a viver com os outros –
os quatro pilares da Comissão da UNESCO para a educação do século XXI. Por isso e
considerando os fins amplos da sua missão, a escola não é um serviço ou uma organização
qualquer, é uma instituição que visa promover os valores que proclama nos seus projectos
e os procura encarnar.
   “O sistema educativo tem uma imagem pública pouco favorável, decorrente de uma
avaliação mediática, genérica, impressiva, expressa na ressonância pública de
acontecimentos, problemas ou incidentes (…). No entanto, estudos de opinião revelam que
as pessoas gostam mais da “sua” escola do que do “sistema”, embora os critérios de
apreciação possam não ser os mesmos. Qual a imagem justa de cada escola? Muitas
escolas querem provar que a sua realidade é melhor que o mediático manto cinzento-
escuro que tende a cobrir todas.” (J Maria Azevedo – 2005).
   Certamente, por esta e outras razões, cada vez mais escolas entendem que a auto-
avaliação ou avaliação interna pode ser um instrumento decisivo para um processo de
melhoria e de desenvolvimento das suas estruturas. Aliás, o Decreto-Lei 31/2002 de 20 de
Dezembro veio instituir a prática obrigatória de auto-avaliação das escolas ou
agrupamentos.
   A Direcção Executiva entendeu, nos finais do ano lectivo passado, dar outra dimensão à
auto-avaliação que se vinha fazendo no interior do agrupamento, nomeando para o efeito
uma equipa de professores que conduzirão o desenvolvimento deste processo.


               ORGANIZAÇÃO DO AGRUPAMENTO PARA A AUTO-AVALIAÇÃO


   A esta equipa compete promover, alimentar e monitorizar a auto-avaliação, inserida
num processo que se pretende minimamente estruturado.
    Um dos princípios orientadores do trabalho da equipa, sem ele certamente não fazia
sentido a auto-avaliação - é o envolvimento dos professores, alunos, funcionários, pais e
encarregados de educação e outros neste processo, que se pretende contínuo, sistemático
e participado.
       Sistematizando: com o processo de avaliação interna do agrupamento pretende-se
recolher informações sobre a sua própria realidade, compreender os resultados do
conjunto das suas actividades, procurando identificar pontos fortes e fracos com o intuito
de melhorar a qualidade das ofertas educativas e de organização, assente no modelo de
actuação adoptado.




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________29
Assim serão finalidades da avaliação interna:


              Promover a melhoria da qualidade das práticas educativas.
              Assegurar o sucesso educativo, promovendo uma cultura de qualidade,
                exigência e responsabilidade nas escolas.
              Promover uma melhoria continuada da organização, do funcionamento e
                dos resultados do sistema educativo.
              Envolver toda a comunidade educativa na problemática da avaliação interna



                                 1. O PERFIL DE AUTO-AVALIAÇÃO


                     Resultados

                     ▪ Resultados escolares

                     ▪ Desenvolvimento pessoal e social

                     ▪ Saídas dos alunos

                     Processos a nível da sala de aula

                     ▪ O tempo como um recurso da aprendizagem

                     ▪ Qualidade da aprendizagem e do ensino

                     ▪ Apoio às dificuldades de aprendizagem

                     Processos a nível da escola

                     ▪ A escola como um local de aprendizagem

                     ▪ A escola como um local social

                     ▪ A escola como um local profissional

                     O Meio

                     ▪ Escola e a família

                     ▪ Escola e comunidade

                     ▪ Escola e trabalho



             Modelo PAVE – Perfil de Auto-Avaliação (no original inglês, SEP – Self-evaluation profile).




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________30
ABORDAGENS POSSÍVEIS AO MODELO


                                          RESULTADOS


Resultados escolares
    - Os alunos atingiram um nível satisfatório na maioria das disciplinas no final do ciclo
de estudos?
    - Por comparação com resultados obtidos pelos alunos em ciclos anteriores, a sua
progressão nesta escola é superior, inferior ou corresponde ao que se esperava? Em
termos do sucesso escolar, a escola reduz ou aumenta a diferença entre alunos com
resultados fracos e com bons resultados? E entre rapazes e raparigas?


Desenvolvimento pessoal e social
    - Em que medida é que a escola consegue promover o desenvolvimento de certas
competências sociais, tais como sociabilidade, espírito de cooperação, atitudes cívicas,
respeito pelos outros, espírito de solidariedade e de equidade?
    - Em que medida é que a escola consegue formar indivíduos autónomos, capazes de
enfrentarem o futuro de forma positiva e criativa e com um forte carácter moral?
    - Em que medida é que a escola consegue promover o desenvolvimento de
competências de natureza não académica, tais como as capacidades de trabalhar em
equipa, de resolução de problemas, de lidar com a complexidade de saber comunicar, de
ter iniciativa e inovar?
   - Em que medida é que todos os alunos desenvolvem estas competências ou
capacidades de forma igual?
   - Em que medida é que os valores e os objectivos do desenvolvimento pessoal e social
dos alunos são discutidos e acordados por todos os professores?


Saídas dos alunos
   - No final da escolaridade os alunos conseguem ter acesso a saídas adequadas em
termos de formação, trabalho adequado ou prosseguimento de estudos?
    - Em que medida é que essas saídas são as mais adequadas às capacidades académicas
e ao desenvolvimento pessoal dos alunos?
    - Em que medida é que a escola conseguiu preparar os alunos para essas saídas?
    - Todos os alunos com as mesmas capacidades académicas têm acesso às mesmas
saídas, independentemente de género, classe social e etnia?




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________31
PROCESSOS A NÍVEL DA SALA DE AULA


O tempo como um recurso de aprendizagem
   - O tempo de aula dedicado à aprendizagem é bastante, por oposição ao tempo
despendido com questões burocráticas, com questões disciplinares, com a arrumação e
desarrumação do material escolar?
    - Perdem-se muitas horas de aula por outras razões? Por exemplo, por motivo de
faltas?
   - Qual a diferença em termos do tempo de aprendizagem, entre os alunos com maiores
ou menores capacidades?
   - Quanto tempo é que os alunos despendem com trabalhos de casa? Esse tempo
produtivo?


Qualidade da aprendizagem e do ensino
    - Os níveis de aprendizagem e os critérios da transição são claros e compreendidos por
alunos e professores?
   - O ensino e a aprendizagem são eficazes?
   - Que procedimentos são utilizados na escola para monitorizar ou promover a
qualidade do ensino, para garantir boas condições de ensino e para ajudar professores que
possam ter dificuldades?
   -Todos os alunos gostam do mesmo tipo de aprendizagem?


Apoio às dificuldades de aprendizagem
   - As dificuldades de aprendizagem são detectadas rapidamente e de forma correcta?
   - Em que medida há um apoio eficaz para os alunos com dificuldades de aprendizagem?
   - Os alunos que têm apoio são os que mais precisam? Ou são aqueles que sabem tirar
melhor partido da situação?
   - Em que medida é que as dificuldades de aprendizagem são consequência de um
ensino inadequado ou de uma organização ineficaz a nível da escola?




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________32
PROCESSOS A NÍVEL DA ESCOLA


A escola como um local de aprendizagem
   - Os modos de organização e funcionamento dos alunos permitem-lhes maximizar as
suas oportunidades de aprendizagem?
    - Os professores estão empenhados em analisar e assegurar o progresso de todos os
alunos?
   - Há métodos e processos que assegurem a qualidade do funcionamento da escola e
apoiem um ensino eficaz?
   - O currículo está adaptado às necessidades dos alunos?
   - Os alunos vêem os professores como alguém que os ajuda?


A escola como um local social
     - Há um clima de respeito mútuo entre os alunos, por oposição a um clima de
intimidação e desrespeito?
   - Qual é a qualidade das relações entre alunos e professores?
   - A escola proporciona aos alunos oportunidades para exercerem tomadas de decisão e
se mostrarem responsáveis?
   - As regras são claras e aceites por todos?
   - As recompensas e as sanções são aplicadas com equidade e justiça?
    - Em termos gerais, o clima de escola facilita a aprendizagem e o desenvolvimento dos
alunos?


A escola como um local profissional


   - Como é que a escola responde às mudanças no seu clima?
   - A escola é capaz de se mover de acordo com linhas programáticas traçadas?
   - Qual é a qualidade das discussões e dos processos de tomada de decisão a nível da
escola?
   - O número de actores envolvido nessas discussões é o considerado óptimo?
    - A formação continua proporcionada aos professores satisfaz as suas necessidades e as
da escola?
   - O apoio aos professores na resolução dos problemas que surgem é suficiente e eficaz?




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________33
O MEIO


Escola e família
   - A informação fornecida aos pais é aquela que eles querem e que satisfaz as suas
necessidades?
   - Os pais sentem que são bem-vindos à escola?
    - Os pais são tratados de forma igual, independentemente da sua condição social ou
etnia?
    - Há oportunidades para que os pais informem os professores sobre as necessidades e
os problemas dos filhos?
    - Os pais têm possibilidade de apoiar as aprendizagens dos filhos? A política de escola
está suficientemente desenvolvida a este nível?


Escola e comunidade
    - As condições de vida na comunidade (riqueza, emprego, coesão, confiança no futuro)
influenciam o clima e a cultura de escola?
   - Quais são as expectativas da comunidade relativamente à escola? Como é que essas
expectativas diferem entre os diferentes grupos sociais?
   - O que é que a escola oferece à comunidade?
   - O que é que a escola faz para promover as relações escola-comunidade?


Escola e Trabalho
    - A escola contribui para que os alunos desenvolvam as capacidades e competências
exigidas pelos professores e pelo ensino superior?
   - Os professores e as instituições de ensino superior fornecem informações, apoio e
recursos sobre as suas expectativas e requisitos?
   - A escola assegura a outras Instituições informação clara sobre os conhecimentos e as
capacidades dos seus alunos?




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________34
METODOLOGIA DE TRABALHO
DEFINIÇÃO DE ÁREAS A AVALIAR NO PRESENTE ANO LECTIVO




                 Resultados

                 ▪ Resultados escolares

                 ▪ Desenvolvimento pessoal e social

                 ▪ Saídas dos alunos




                 O Meio

                  Escola e a família

                 ▪ Escola e comunidade

                 ▪ Escola e trabalho




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________35
PROCEDIMENTOS – SELECÇÃO DE INSTRUMENTOS A UTILIZAR


▪ Questionários para professores

▪ Questionários para alunos

▪ Questionários para pessoal não docente

▪ Questionários para encarregados de educação

▪ Questionários relativos a:

            - Aproveitamento escolar

            - Comportamento

            - Metas, estratégias de departamento / conselho de docentes

            - Planos de recuperação / acompanhamento

            - Eficácia dos tempos de aprendizagem

            - Eficácia dos apoios

             - Procedimentos disciplinares

             - Elaboração de turmas

             - Visitas de estudo

             - Cumprimento da escolaridade

             - Acompanhamento escolar

                - Apoio ao estudo

▪ Grelhas para análise documental

▪ Entrevistas

▪ Observações




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________36
BIBLIOGRAFIA


   ▪ John MacBeath – “A História de Serena”, Asa Editores - 2005


   ▪ Conselho Nacional de Educação - ”Avaliação das Escolas: Modelos e Processos.


    Lisboa 2005.




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________37
Anexo 2




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________38
AVALIAÇÃO INTERNA DO AGRUPAMENTO



                          CRONOGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DO PROJECTO


                                               2009                            2010
             Meses
                                       S   O sN O N
                                                 D J          D
                                                                F   J
                                                                     M FA M AJ
                                                                           M                M
                                                                                             J   J   J

                                           s
Caracterização do agrupamento
Consulta de documentação e
adopção do modelo de avaliação

Divulgação do projecto:


À direcção

Ao conselho escolar


Ao conselho pedagógico


Aos departamentos


Aos funcionários


À    associação   de    pais       e
encarregados de educação
Aos alunos


Implementação dos inquéritos

Análise dos resultados



Relatório final de avaliação




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________39
Anexo 3




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________40
AVALIAÇÃO INTERNA

               Questionários aos Pais / Encarregados de Educação




       A avaliação interna é um processo contínuo através do qual uma escola recolhe
informações sobre a sua própria realidade, procurando analisar os resultados do conjunto das suas
actividades para melhorar a qualidade educativa.




       Numa primeira fase, pretendemos conhecer a opinião dos Pais e Encarregados de Educação
sobre a escola que somos. Ajude-nos a identificar o seu grau de satisfação relativo à qualidade dos
serviços, qualidade de ensino e à sua participação e envolvimento na escola.




       As suas respostas às questões apresentadas são confidenciais. Estas devem ser ponderadas
de acordo com a sua experiência. Seja objectivo e sincero. Ao fazê-lo, estará a contribuir para a
melhoria da escola do seu educando.




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________41
ANO LECTIVO DE 2009 /2010

Encarregado de educação do(a) aluno(a) que frequenta o: NCARREGADO DE EDUCAÇÃO
               INFORMAÇÃO DE ENQUADRAMENTO DO

Jardim   □ Campo 24 de Agosto            1º ciclo   □ Campo 24 de Agosto          Esc. Pires de Lima      □ 2º ciclo
         □ Praça da Alegria                         □ Praça da Alegria                                    □ 3º ciclo
         □ Sé                                       □ Sé
Habilitação escolar do Enc. de educação:

6 anos ou menos □         De 7 a 12 anos □           Mais de 12 anos □

Sexo: masculino □ feminino □




    1. SATISFAÇÃO COM A ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA / QUALIDADE DE SERVIÇOS
                  Assinale com um x o seu grau de satisfação relativamente a cada um dos seguintes pontos.
               0 = Não tenho opinião, 1 = Insatisfeito, 2 = Pouco satisfeito, 3 = Satisfeito, 4 = Muito satisfeito.

                                                                                                      0     1    2     3   4
1.1      Estado de conservação, higiene e segurança das instalações da escola
1.2      Segurança dos alunos dentro da escola
1.3      Controlo à entrada e saída da escola
1.4      Atendimento pela direcção
1.5       Atendimento pelo professor titular da turma/ director de turma
1.6      Atendimento na secretaria
1.7      Atendimento pelos funcionários (portaria, telefone…)
1.8      Forma como a escola resolve os conflitos
1.9       Serviço prestado pela cantina
1.10     Serviço prestado pela biblioteca
1.11     Serviço prestado pelo bar
1.12     Serviço prestado pelo ASE
1.13     Serviço prestado pela reprografia
1.14     Serviço prestado pela papelaria
1.15     Serviço de apoio às salas de aula pelos funcionários
1.16     Serviço de apoio ao recreio pelos funcionários
1.17     Actividades extra-curiculares: visitas de estudo, concursos, exposições…
1.18     Informação actualizada e clara enviada pela escola (avisos, convocatórias,
1.19     actividades…)
         Informação sobre os diferentes apoios educativos que a escola oferece aos
1.20     alunos com dificuldades.
         Existência de formas adequadas (caixa de sugestões ou outras) para efectuar
         reclamações ou sugestões sobre a sua organização

Na sua opinião, o que falta para estar mais satisfeito(a) com a organização da escola?
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________42
2. SATISFAÇÃO COM A ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA/QUALIDADE DE ENSINO

               Assinale com um x o seu grau de satisfação relativamente a cada um dos seguintes pontos

            0 = Não tenho opinião 1 = Insatisfeito, 2 = Pouco satisfeito, 3 = Satisfeito, 4 = Muito satisfeito.



                                                                                                 0    1    2      3   4

 2.1       Qualidade do ensino corresponde às minhas expectativas

 2.2       Organização e funcionamento da escola

           Regras de disciplina fomentadas pela escola
 2.3

 2.4       Ajuda prestada aos alunos com dificuldades

 2.5       Estímulo dado aos alunos com mais capacidades

           Preocupação em desenvolver nos alunos valores de tolerância e respeito pelos
 2.6
           outros
 2.7       Forma como a escola desenvolve nos alunos hábitos de estudo

           Informação actualizada sobre os progressos ou dificuldades do meu educando
 2.8
           quando eu a solicito
           Relação entre professores e alunos
 2.9
           Os alunos sentem-se à vontade para reclamar ou dar sugestões
 2.10




        Na sua opinião, o que falta para estar mais satisfeito(a) com a qualidade de ensino?

__________________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________________




 Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________43
3. ENVOLVIMENTO E PARTICIPAÇÃO DOS PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO


       Assinale com um x uma das opções.




                                                                                                Sim   Não

3.1       Conheço o Projecto Educativo da Escola

3.2       Conheço o Regulamento Interno da Escola

3.3       Conheço o Plano Anual de Actividades da Escola

3.4       Conheço os Critérios de Avaliação da Escola

3.5       Participo ou tomo iniciativas nas actividades realizadas pela escola

3.6       O director de turma envolve os encarregados de educação na escola

3.7       Os encarregados de educação são atendidos com pontualidade

3.8       Acompanho o meu educando nas actividades de estudo em casa

3.9       Tomo a iniciativa de contactar regularmente com o professor titular de turma/
          director de turma
3.10      Conheço o horário de atendimento do professor titular de turma/ director de turma

3.11      Assino sistematicamente as fichas de avaliação do meu educando

3.12      Verifico a caderneta escolar todas as semanas

3.13      Tomo conhecimento da avaliação de final de período do meu educando

3.14      Participo nas reuniões convocadas pelo professor titular de turma/director de turma

3.5       Considera importante obter informações da escola através da internet

3.16      Estou satisfeito por o meu educando frequentar esta escola




       Na sua opinião, o que falta para se sentir mais envolvido(a) e participativo(a) na vida da escola?


       ______________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________

________________________________________________________________________________




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________44
Anexo 4




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________45
INFORMAÇÃO DE ENQUADRAMENTO DO ENCARREGADO DE EDUCAÇÃO




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________46
1. Satisfação com a organização da escola/Qualidade de Serviços




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________47
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________48
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________49
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________50
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________51
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________52
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________53
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________54
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________55
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________56
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________57
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________58
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________59
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________60
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________61
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________62
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________63
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________64
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________65
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________66
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________67
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________68
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________69
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________70
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________71
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________72
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________73
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________74
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________75
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________76
Anexo 5




Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________77
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________78
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________79
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________80
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________81
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________82
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________83
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________84
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________85
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________86
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________87
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________88
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________89
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________90
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________91
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________92
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________93
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________94
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________95
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________96
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________97
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________98
Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________99
Anexo 6




  Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________100
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________101
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________102
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________103
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________104
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________105
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________106
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________107
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________108
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________109
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________110
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________111
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________112
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________113
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________114
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________115
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________116
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________117
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________118
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________119
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________120
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________121
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________122
Anexo 7




  Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________123
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________124
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________125
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________126
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________127
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________128
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________129
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________130
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________131
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________132
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________133
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________134
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________135
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________136
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________137
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________138
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________139
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________140
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________141
Anexo 8




  Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________142
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________143
ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA / QUALIDADE DOS SERVIÇOS

                                                                 100




  Relatório da Avaliação Interna –
                                                                  90
                                                                  80
                                                                  70
                                                                  60
                                                                                                                              I + PS (%)
                                                                  50
                                                                                                                              S + MS (%)
                                                                  40
                                                                                                                              NO (%)




2009/2010__________________________________________________144
                                                                  30
                                                                  20
                                                                  10
                                                                   0
                                                                       1.1   1.3   1.5   1.7   1.9 1.11 1.13 1.15 1.17 1.19
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________145
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________146
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________147
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________148
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________149
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________150
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________151
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________152
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________153
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________154
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________155
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________156
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________157
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________158
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________159
Relatório da Avaliação Interna –
2009/2010__________________________________________________160

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Modelos De AvaliaçãO Da Aprendizagem
Modelos De AvaliaçãO Da AprendizagemModelos De AvaliaçãO Da Aprendizagem
Modelos De AvaliaçãO Da Aprendizagem
UESB
 
Formação e mudança de atitudes
Formação e mudança de atitudesFormação e mudança de atitudes
Formação e mudança de atitudes
Marcelo Anjos
 
Psicoses
PsicosesPsicoses
Introdução - Psicologia da Educação
Introdução - Psicologia da EducaçãoIntrodução - Psicologia da Educação
Introdução - Psicologia da Educação
Andréa Forgiarni Cechin
 
Teoria das representações sociais
Teoria das representações sociaisTeoria das representações sociais
Teoria das representações sociais
Jhonata Andrade
 
4 o professor contemporaneo
4 o professor contemporaneo4 o professor contemporaneo
4 o professor contemporaneo
Orientar Consultoria Ltda
 
Desenho universal para a aprendizagem
Desenho universal para a aprendizagemDesenho universal para a aprendizagem
Desenho universal para a aprendizagem
Nelson Santos
 
AS EMOÇÕES
AS EMOÇÕESAS EMOÇÕES
HENRI WALLON
HENRI WALLONHENRI WALLON
HENRI WALLON
LIMA, Alan Lucas de
 
Apresentação: Fundamentos da Psicopedagogia
Apresentação: Fundamentos da PsicopedagogiaApresentação: Fundamentos da Psicopedagogia
Apresentação: Fundamentos da Psicopedagogia
Mariana Willendorff Oliveira
 
Psicologia da Educação
Psicologia da EducaçãoPsicologia da Educação
Psicologia da Educação
Girleno Oliveira
 
RESUMO - Formação de Professores: Identidades e Saberes da Docência - Selma G...
RESUMO - Formação de Professores: Identidades e Saberes da Docência - Selma G...RESUMO - Formação de Professores: Identidades e Saberes da Docência - Selma G...
RESUMO - Formação de Professores: Identidades e Saberes da Docência - Selma G...
Thaynã Guedes
 
Desafios para a prática docente na contemporaneidade
Desafios para a prática docente na contemporaneidadeDesafios para a prática docente na contemporaneidade
Desafios para a prática docente na contemporaneidade
Lilian Moreira
 
Competências pessoais sociais
Competências pessoais sociaisCompetências pessoais sociais
Competências pessoais sociais
Rosalina Fialho
 
Reflexão+final
Reflexão+finalReflexão+final
Reflexão+final
alexandranuneslopes
 
Redação oficial
Redação oficialRedação oficial
Redação oficial
Marilene dos Santos
 
Relatorio de estágio do ensino médio
Relatorio de estágio do ensino médio Relatorio de estágio do ensino médio
Relatorio de estágio do ensino médio
Giselle Coutinho
 
Apresentação do plano de aula
Apresentação do plano de aulaApresentação do plano de aula
Apresentação do plano de aula
Amanda Freitas
 
Cognição Social
Cognição SocialCognição Social
Cognição Social
alicecanuto
 
Gestão de sala de aula
Gestão de sala de aula Gestão de sala de aula
Gestão de sala de aula
mtolentino1507
 

Mais procurados (20)

Modelos De AvaliaçãO Da Aprendizagem
Modelos De AvaliaçãO Da AprendizagemModelos De AvaliaçãO Da Aprendizagem
Modelos De AvaliaçãO Da Aprendizagem
 
Formação e mudança de atitudes
Formação e mudança de atitudesFormação e mudança de atitudes
Formação e mudança de atitudes
 
Psicoses
PsicosesPsicoses
Psicoses
 
Introdução - Psicologia da Educação
Introdução - Psicologia da EducaçãoIntrodução - Psicologia da Educação
Introdução - Psicologia da Educação
 
Teoria das representações sociais
Teoria das representações sociaisTeoria das representações sociais
Teoria das representações sociais
 
4 o professor contemporaneo
4 o professor contemporaneo4 o professor contemporaneo
4 o professor contemporaneo
 
Desenho universal para a aprendizagem
Desenho universal para a aprendizagemDesenho universal para a aprendizagem
Desenho universal para a aprendizagem
 
AS EMOÇÕES
AS EMOÇÕESAS EMOÇÕES
AS EMOÇÕES
 
HENRI WALLON
HENRI WALLONHENRI WALLON
HENRI WALLON
 
Apresentação: Fundamentos da Psicopedagogia
Apresentação: Fundamentos da PsicopedagogiaApresentação: Fundamentos da Psicopedagogia
Apresentação: Fundamentos da Psicopedagogia
 
Psicologia da Educação
Psicologia da EducaçãoPsicologia da Educação
Psicologia da Educação
 
RESUMO - Formação de Professores: Identidades e Saberes da Docência - Selma G...
RESUMO - Formação de Professores: Identidades e Saberes da Docência - Selma G...RESUMO - Formação de Professores: Identidades e Saberes da Docência - Selma G...
RESUMO - Formação de Professores: Identidades e Saberes da Docência - Selma G...
 
Desafios para a prática docente na contemporaneidade
Desafios para a prática docente na contemporaneidadeDesafios para a prática docente na contemporaneidade
Desafios para a prática docente na contemporaneidade
 
Competências pessoais sociais
Competências pessoais sociaisCompetências pessoais sociais
Competências pessoais sociais
 
Reflexão+final
Reflexão+finalReflexão+final
Reflexão+final
 
Redação oficial
Redação oficialRedação oficial
Redação oficial
 
Relatorio de estágio do ensino médio
Relatorio de estágio do ensino médio Relatorio de estágio do ensino médio
Relatorio de estágio do ensino médio
 
Apresentação do plano de aula
Apresentação do plano de aulaApresentação do plano de aula
Apresentação do plano de aula
 
Cognição Social
Cognição SocialCognição Social
Cognição Social
 
Gestão de sala de aula
Gestão de sala de aula Gestão de sala de aula
Gestão de sala de aula
 

Destaque

Análise questionário pais 2010 2011
Análise questionário pais 2010 2011Análise questionário pais 2010 2011
Análise questionário pais 2010 2011
Maria Leonor
 
Questionário de avaliação do grau de satisfação dos colaboradores
Questionário de avaliação do grau de satisfação dos colaboradoresQuestionário de avaliação do grau de satisfação dos colaboradores
Questionário de avaliação do grau de satisfação dos colaboradores
laruzinha
 
Material auto avaliação ct
Material auto avaliação ctMaterial auto avaliação ct
Material auto avaliação ct
Impactto Cursos
 
I avaliação institucional formulario pais 2013
I avaliação  institucional formulario  pais 2013I avaliação  institucional formulario  pais 2013
I avaliação institucional formulario pais 2013
QUEDMA SILVA
 
RAI 2012
RAI 2012RAI 2012
RAI 2012
Nuno Mota
 
Avaliao 120424918697476 5
Avaliao 120424918697476 5Avaliao 120424918697476 5
Avaliao 120424918697476 5
SofiaSilva5
 
CorpoO Papel da Liderança na Gestão da Qualidade - Manual de Formação
CorpoO Papel da Liderança na Gestão da Qualidade - Manual de FormaçãoCorpoO Papel da Liderança na Gestão da Qualidade - Manual de Formação
CorpoO Papel da Liderança na Gestão da Qualidade - Manual de Formação
Vanessa Nunes
 
Anexo ix inquéritos de satisfação
Anexo ix   inquéritos de satisfaçãoAnexo ix   inquéritos de satisfação
Anexo ix inquéritos de satisfação
AMG Sobrenome
 
Inquerito pais final 2011 12
Inquerito pais final 2011  12Inquerito pais final 2011  12
Inquerito pais final 2011 12
Ana Barroca
 
Ficha nº 4 estudo da circunferência
Ficha nº 4 estudo da circunferênciaFicha nº 4 estudo da circunferência
Ficha nº 4 estudo da circunferência
ruiseixas
 
Ficha nº 2 ângulos
Ficha nº 2 ângulosFicha nº 2 ângulos
Ficha nº 2 ângulos
ruiseixas
 
Ficha nº 1 estudo da reta
Ficha nº 1 estudo da retaFicha nº 1 estudo da reta
Ficha nº 1 estudo da reta
ruiseixas
 
Ficha nº 10 quadrado perspetiva paralela 1 ponto fuga
Ficha nº 10 quadrado perspetiva paralela 1 ponto fugaFicha nº 10 quadrado perspetiva paralela 1 ponto fuga
Ficha nº 10 quadrado perspetiva paralela 1 ponto fuga
ruiseixas
 
Ficha nº 27 sintetizações gráficas
Ficha nº 27 sintetizações gráficasFicha nº 27 sintetizações gráficas
Ficha nº 27 sintetizações gráficas
ruiseixas
 
Ficha nº 21 divisão circunferencia oito partes e rosa dos-ventos
Ficha nº 21 divisão circunferencia oito partes e rosa dos-ventosFicha nº 21 divisão circunferencia oito partes e rosa dos-ventos
Ficha nº 21 divisão circunferencia oito partes e rosa dos-ventos
ruiseixas
 
Inquérito aos docentes
Inquérito aos docentes Inquérito aos docentes
Inquérito aos docentes
Nuno Pedroso
 
Ficha nº 23 exercícios de representação sólidos (perspetiva isométrica)
Ficha nº 23 exercícios de representação sólidos (perspetiva isométrica)Ficha nº 23 exercícios de representação sólidos (perspetiva isométrica)
Ficha nº 23 exercícios de representação sólidos (perspetiva isométrica)
ruiseixas
 
Ficha nº 18 planificação piramide quadrangular
Ficha nº 18 planificação piramide quadrangularFicha nº 18 planificação piramide quadrangular
Ficha nº 18 planificação piramide quadrangular
ruiseixas
 
Ficha nº 13 cubo perspetiva oblíqua com 2 pontos de fuga
Ficha nº 13 cubo perspetiva oblíqua com 2 pontos de fugaFicha nº 13 cubo perspetiva oblíqua com 2 pontos de fuga
Ficha nº 13 cubo perspetiva oblíqua com 2 pontos de fugaruiseixas
 
Ficha nº 14 perspetiva do círculo
Ficha nº 14 perspetiva do círculoFicha nº 14 perspetiva do círculo
Ficha nº 14 perspetiva do círculo
ruiseixas
 

Destaque (20)

Análise questionário pais 2010 2011
Análise questionário pais 2010 2011Análise questionário pais 2010 2011
Análise questionário pais 2010 2011
 
Questionário de avaliação do grau de satisfação dos colaboradores
Questionário de avaliação do grau de satisfação dos colaboradoresQuestionário de avaliação do grau de satisfação dos colaboradores
Questionário de avaliação do grau de satisfação dos colaboradores
 
Material auto avaliação ct
Material auto avaliação ctMaterial auto avaliação ct
Material auto avaliação ct
 
I avaliação institucional formulario pais 2013
I avaliação  institucional formulario  pais 2013I avaliação  institucional formulario  pais 2013
I avaliação institucional formulario pais 2013
 
RAI 2012
RAI 2012RAI 2012
RAI 2012
 
Avaliao 120424918697476 5
Avaliao 120424918697476 5Avaliao 120424918697476 5
Avaliao 120424918697476 5
 
CorpoO Papel da Liderança na Gestão da Qualidade - Manual de Formação
CorpoO Papel da Liderança na Gestão da Qualidade - Manual de FormaçãoCorpoO Papel da Liderança na Gestão da Qualidade - Manual de Formação
CorpoO Papel da Liderança na Gestão da Qualidade - Manual de Formação
 
Anexo ix inquéritos de satisfação
Anexo ix   inquéritos de satisfaçãoAnexo ix   inquéritos de satisfação
Anexo ix inquéritos de satisfação
 
Inquerito pais final 2011 12
Inquerito pais final 2011  12Inquerito pais final 2011  12
Inquerito pais final 2011 12
 
Ficha nº 4 estudo da circunferência
Ficha nº 4 estudo da circunferênciaFicha nº 4 estudo da circunferência
Ficha nº 4 estudo da circunferência
 
Ficha nº 2 ângulos
Ficha nº 2 ângulosFicha nº 2 ângulos
Ficha nº 2 ângulos
 
Ficha nº 1 estudo da reta
Ficha nº 1 estudo da retaFicha nº 1 estudo da reta
Ficha nº 1 estudo da reta
 
Ficha nº 10 quadrado perspetiva paralela 1 ponto fuga
Ficha nº 10 quadrado perspetiva paralela 1 ponto fugaFicha nº 10 quadrado perspetiva paralela 1 ponto fuga
Ficha nº 10 quadrado perspetiva paralela 1 ponto fuga
 
Ficha nº 27 sintetizações gráficas
Ficha nº 27 sintetizações gráficasFicha nº 27 sintetizações gráficas
Ficha nº 27 sintetizações gráficas
 
Ficha nº 21 divisão circunferencia oito partes e rosa dos-ventos
Ficha nº 21 divisão circunferencia oito partes e rosa dos-ventosFicha nº 21 divisão circunferencia oito partes e rosa dos-ventos
Ficha nº 21 divisão circunferencia oito partes e rosa dos-ventos
 
Inquérito aos docentes
Inquérito aos docentes Inquérito aos docentes
Inquérito aos docentes
 
Ficha nº 23 exercícios de representação sólidos (perspetiva isométrica)
Ficha nº 23 exercícios de representação sólidos (perspetiva isométrica)Ficha nº 23 exercícios de representação sólidos (perspetiva isométrica)
Ficha nº 23 exercícios de representação sólidos (perspetiva isométrica)
 
Ficha nº 18 planificação piramide quadrangular
Ficha nº 18 planificação piramide quadrangularFicha nº 18 planificação piramide quadrangular
Ficha nº 18 planificação piramide quadrangular
 
Ficha nº 13 cubo perspetiva oblíqua com 2 pontos de fuga
Ficha nº 13 cubo perspetiva oblíqua com 2 pontos de fugaFicha nº 13 cubo perspetiva oblíqua com 2 pontos de fuga
Ficha nº 13 cubo perspetiva oblíqua com 2 pontos de fuga
 
Ficha nº 14 perspetiva do círculo
Ficha nº 14 perspetiva do círculoFicha nº 14 perspetiva do círculo
Ficha nº 14 perspetiva do círculo
 

Semelhante a Relatório avaliação interna

Rgp avaliação interna
Rgp avaliação internaRgp avaliação interna
Rgp avaliação interna
icochito
 
Tarefa 4
Tarefa 4Tarefa 4
Tarefa 4
Amparo Morais
 
Modelo Aa Be Power Point
Modelo Aa Be   Power PointModelo Aa Be   Power Point
Modelo Aa Be Power Point
mariamanel
 
Integracao do modelo_de_auto-avaliacao_na_escola.agrupamento
Integracao do modelo_de_auto-avaliacao_na_escola.agrupamentoIntegracao do modelo_de_auto-avaliacao_na_escola.agrupamento
Integracao do modelo_de_auto-avaliacao_na_escola.agrupamento
rosamfsilvabiblio
 
Integração do modelo de auto avaliação na escola.agrupamento
Integração do modelo de auto avaliação na escola.agrupamentoIntegração do modelo de auto avaliação na escola.agrupamento
Integração do modelo de auto avaliação na escola.agrupamento
Maria Da Graça Gonçalves
 
Integração do modelo de auto avaliação na escola.agrupamento
Integração do modelo de auto avaliação na escola.agrupamentoIntegração do modelo de auto avaliação na escola.agrupamento
Integração do modelo de auto avaliação na escola.agrupamento
Maria Da Graça Gonçalves
 
Auto AvaliaçãO Da Be Lurdes Silva
Auto AvaliaçãO Da Be Lurdes SilvaAuto AvaliaçãO Da Be Lurdes Silva
Auto AvaliaçãO Da Be Lurdes Silva
lurdesilva
 
Planejamento
PlanejamentoPlanejamento
Planejamento
andreadc
 
Apresentação pde escola interativo-2011 tmp
     Apresentação pde escola interativo-2011 tmp     Apresentação pde escola interativo-2011 tmp
Apresentação pde escola interativo-2011 tmp
Manuel de Abreu
 
Relatorio final2008 2009
Relatorio final2008 2009Relatorio final2008 2009
Relatorio final2008 2009
Inês Bernardes
 
Modelo Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares
Modelo Auto-avaliação das Bibliotecas EscolaresModelo Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares
Modelo Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares
mizedomingues
 
Apresentação do Modelo de Auto-Avaliação em PowerPoint
Apresentação do Modelo de Auto-Avaliação em PowerPointApresentação do Modelo de Auto-Avaliação em PowerPoint
Apresentação do Modelo de Auto-Avaliação em PowerPoint
guestc5adc9
 
Plano de Melhorias
Plano de MelhoriasPlano de Melhorias
Plano de Melhorias
Agrupamento Escolas Zarco
 
Workshop Auto AvaliaçãO Be
Workshop   Auto AvaliaçãO   BeWorkshop   Auto AvaliaçãO   Be
Workshop Auto AvaliaçãO Be
bibliotecaescolarsalazar
 
Workshop Auto AvaliaçãO Be
Workshop   Auto AvaliaçãO   BeWorkshop   Auto AvaliaçãO   Be
Workshop Auto AvaliaçãO Be
alcinasousa
 
PGE EE CORNÉLIA FERREIRA LADEIRA 2017
PGE EE CORNÉLIA FERREIRA LADEIRA 2017PGE EE CORNÉLIA FERREIRA LADEIRA 2017
PGE EE CORNÉLIA FERREIRA LADEIRA 2017
Antônio Fernandes
 
Dia d
Dia dDia d
Modelo AutoavaliaçãO No PedagóGico Zé
Modelo AutoavaliaçãO No PedagóGico ZéModelo AutoavaliaçãO No PedagóGico Zé
Modelo AutoavaliaçãO No PedagóGico Zé
mizedomingues
 
Dossie2 celjs 2013
 Dossie2 celjs 2013 Dossie2 celjs 2013
Dossie2 celjs 2013
cmevangelico
 
3º MóDulo 1 Parte
3º MóDulo 1 Parte3º MóDulo 1 Parte
3º MóDulo 1 Parte
candidaribeiro
 

Semelhante a Relatório avaliação interna (20)

Rgp avaliação interna
Rgp avaliação internaRgp avaliação interna
Rgp avaliação interna
 
Tarefa 4
Tarefa 4Tarefa 4
Tarefa 4
 
Modelo Aa Be Power Point
Modelo Aa Be   Power PointModelo Aa Be   Power Point
Modelo Aa Be Power Point
 
Integracao do modelo_de_auto-avaliacao_na_escola.agrupamento
Integracao do modelo_de_auto-avaliacao_na_escola.agrupamentoIntegracao do modelo_de_auto-avaliacao_na_escola.agrupamento
Integracao do modelo_de_auto-avaliacao_na_escola.agrupamento
 
Integração do modelo de auto avaliação na escola.agrupamento
Integração do modelo de auto avaliação na escola.agrupamentoIntegração do modelo de auto avaliação na escola.agrupamento
Integração do modelo de auto avaliação na escola.agrupamento
 
Integração do modelo de auto avaliação na escola.agrupamento
Integração do modelo de auto avaliação na escola.agrupamentoIntegração do modelo de auto avaliação na escola.agrupamento
Integração do modelo de auto avaliação na escola.agrupamento
 
Auto AvaliaçãO Da Be Lurdes Silva
Auto AvaliaçãO Da Be Lurdes SilvaAuto AvaliaçãO Da Be Lurdes Silva
Auto AvaliaçãO Da Be Lurdes Silva
 
Planejamento
PlanejamentoPlanejamento
Planejamento
 
Apresentação pde escola interativo-2011 tmp
     Apresentação pde escola interativo-2011 tmp     Apresentação pde escola interativo-2011 tmp
Apresentação pde escola interativo-2011 tmp
 
Relatorio final2008 2009
Relatorio final2008 2009Relatorio final2008 2009
Relatorio final2008 2009
 
Modelo Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares
Modelo Auto-avaliação das Bibliotecas EscolaresModelo Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares
Modelo Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares
 
Apresentação do Modelo de Auto-Avaliação em PowerPoint
Apresentação do Modelo de Auto-Avaliação em PowerPointApresentação do Modelo de Auto-Avaliação em PowerPoint
Apresentação do Modelo de Auto-Avaliação em PowerPoint
 
Plano de Melhorias
Plano de MelhoriasPlano de Melhorias
Plano de Melhorias
 
Workshop Auto AvaliaçãO Be
Workshop   Auto AvaliaçãO   BeWorkshop   Auto AvaliaçãO   Be
Workshop Auto AvaliaçãO Be
 
Workshop Auto AvaliaçãO Be
Workshop   Auto AvaliaçãO   BeWorkshop   Auto AvaliaçãO   Be
Workshop Auto AvaliaçãO Be
 
PGE EE CORNÉLIA FERREIRA LADEIRA 2017
PGE EE CORNÉLIA FERREIRA LADEIRA 2017PGE EE CORNÉLIA FERREIRA LADEIRA 2017
PGE EE CORNÉLIA FERREIRA LADEIRA 2017
 
Dia d
Dia dDia d
Dia d
 
Modelo AutoavaliaçãO No PedagóGico Zé
Modelo AutoavaliaçãO No PedagóGico ZéModelo AutoavaliaçãO No PedagóGico Zé
Modelo AutoavaliaçãO No PedagóGico Zé
 
Dossie2 celjs 2013
 Dossie2 celjs 2013 Dossie2 celjs 2013
Dossie2 celjs 2013
 
3º MóDulo 1 Parte
3º MóDulo 1 Parte3º MóDulo 1 Parte
3º MóDulo 1 Parte
 

Mais de Nuno Pedroso

ae_nmsi6_solgeometricos_ppt_1.pptx
ae_nmsi6_solgeometricos_ppt_1.pptxae_nmsi6_solgeometricos_ppt_1.pptx
ae_nmsi6_solgeometricos_ppt_1.pptx
Nuno Pedroso
 
Semana das leituras março
Semana das leituras marçoSemana das leituras março
Semana das leituras março
Nuno Pedroso
 
História de um papagaio
História de um papagaioHistória de um papagaio
História de um papagaioNuno Pedroso
 
História de um papagaio
História de um papagaioHistória de um papagaio
História de um papagaio
Nuno Pedroso
 
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Nuno Pedroso
 
Relatório do inquérito aos pais 2011
Relatório do inquérito aos pais 2011Relatório do inquérito aos pais 2011
Relatório do inquérito aos pais 2011
Nuno Pedroso
 
Cronograma da ai 2010 2012
Cronograma da ai 2010   2012Cronograma da ai 2010   2012
Cronograma da ai 2010 2012
Nuno Pedroso
 
Relatório avaliação interna
Relatório avaliação internaRelatório avaliação interna
Relatório avaliação interna
Nuno Pedroso
 
Programa da Semana das leituras
Programa da  Semana das leiturasPrograma da  Semana das leituras
Programa da Semana das leituras
Nuno Pedroso
 
Texto2
Texto2Texto2
Texto2
Nuno Pedroso
 
Texto1
Texto1 Texto1
Texto1
Nuno Pedroso
 
Poster exposi __o 2010-vers__o final
Poster exposi  __o 2010-vers__o finalPoster exposi  __o 2010-vers__o final
Poster exposi __o 2010-vers__o final
Nuno Pedroso
 
Regras super tmatik
Regras super tmatikRegras super tmatik
Regras super tmatik
Nuno Pedroso
 
PmII1 -ciclo
PmII1 -cicloPmII1 -ciclo
PmII1 -ciclo
Nuno Pedroso
 

Mais de Nuno Pedroso (14)

ae_nmsi6_solgeometricos_ppt_1.pptx
ae_nmsi6_solgeometricos_ppt_1.pptxae_nmsi6_solgeometricos_ppt_1.pptx
ae_nmsi6_solgeometricos_ppt_1.pptx
 
Semana das leituras março
Semana das leituras marçoSemana das leituras março
Semana das leituras março
 
História de um papagaio
História de um papagaioHistória de um papagaio
História de um papagaio
 
História de um papagaio
História de um papagaioHistória de um papagaio
História de um papagaio
 
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
 
Relatório do inquérito aos pais 2011
Relatório do inquérito aos pais 2011Relatório do inquérito aos pais 2011
Relatório do inquérito aos pais 2011
 
Cronograma da ai 2010 2012
Cronograma da ai 2010   2012Cronograma da ai 2010   2012
Cronograma da ai 2010 2012
 
Relatório avaliação interna
Relatório avaliação internaRelatório avaliação interna
Relatório avaliação interna
 
Programa da Semana das leituras
Programa da  Semana das leiturasPrograma da  Semana das leituras
Programa da Semana das leituras
 
Texto2
Texto2Texto2
Texto2
 
Texto1
Texto1 Texto1
Texto1
 
Poster exposi __o 2010-vers__o final
Poster exposi  __o 2010-vers__o finalPoster exposi  __o 2010-vers__o final
Poster exposi __o 2010-vers__o final
 
Regras super tmatik
Regras super tmatikRegras super tmatik
Regras super tmatik
 
PmII1 -ciclo
PmII1 -cicloPmII1 -ciclo
PmII1 -ciclo
 

Último

Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Maurício Bratz
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Centro Jacques Delors
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 

Último (20)

Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 

Relatório avaliação interna

  • 1. Agrupamento Vertical Dr. Augusto César Pires de Lima RELATÓRIO AVALIAÇÃO INTERNA Ano lectivo de 2009 - 2010
  • 2. EQUIPA DE AVALIAÇÃO INTERNA Isabel Marques Jorge Castro Nelson Gomes Nuno Pedroso “Nada é permanente, senão a mudança!” Heráclito A Equipa de Avaliação agradece ao funcionário Jorge Pereira a disponibilidade manifestada no tratamento informático dos gráficos aqui apresentados. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________2
  • 3. 11 1 INTRODUÇÃO A auto-avaliação das escolas ou agrupamentos de escolas é uma prática obrigatória instituída pelo Dec. Lei 31/2002 de 20 de Dezembro. Este enquadramento legal e uma crescente exigência de qualidade por parte da comunidade educativa têm conduzido a um número cada vez maior de escolas a aperfeiçoar os processos de auto-avaliação, no sentido do desenvolvimento sustentado das instituições escolares e dos seus profissionais. Quando, nos finais do ano lectivo passado, a Direcção Executiva entendeu nomear uma equipa de docentes para desenvolver um projecto de avaliação interna do agrupamento, (anexo 1), fê-lo, certamente, na convicção deste desiderato. Aceitámos o desafio, mas estamos conscientes da exigência do trabalho e da responsabilidade que recai sobre a equipa. Apesar da falta de formação específica nesta área de qualquer dos seus elementos, algumas leituras atentas, partilha de reflexão e muita entreajuda tornaram possível superar obstáculos que fomos encontrando. Este relatório concretiza a primeira fase do projecto de avaliação interna, reflectindo o grau de satisfação dos encarregados de educação de todos os estabelecimentos do Agrupamento Vertical Dr. Augusto César Pires de Lima. Outros domínios: resultados escolares, processos a nível de sala de aula, processos a nível de escola, serão avaliados posteriormente. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________3
  • 4. 2 PLANO DE ACTIVIDADES Em Setembro, iniciámos o nosso trabalho com a preocupação no horizonte de uma avaliação externa, dali a três meses. Durante aquele mês, recolhemos múltipla informação que serviu de suporte à caracterização do agrupamento, considerada fundamental na preparação da avaliação externa. Elaborámos o documento Princípios Orientadores do nosso projecto e o Cronograma de Acção para o presente ano lectivo (Anexo 2). Nele definimos o perfil da auto-avaliação a implementar, de cujo modelo retiramos o domínio que avaliamos – O Meio. Decidimos por este domínio, na perspectiva de conseguir uma ideia mais abrangente da imagem que os pais e encarregados de educação têm sobre a escola que somos. O modelo de avaliação adoptado, o PAVE - Perfil de Auto-avaliação (1) permite alguma flexibilidade na abordagem e é capaz de corresponder à escola que somos, pois identifica um conjunto de áreas na vida das escolas que podem ser consideradas o ponto de partida para a discussão sobre a qualidade e a eficácia, princípios que estão subjacentes às preocupações avaliativas. São objectivos gerais do projecto, inseridos no enunciado do Pave:  Promover uma discussão séria e objectiva entre todos os grupos de actores, favorecendo a criação de uma cultura de avaliação mais aprofundada e de auto- -formação permanente;  Conseguir uma imagem da escola, tal como é vista por professores, funcionários, alunos e pais;  Ajudar a identificar e a definir áreas prioritárias para avaliar com maior profundidade. Elaborámos um inquérito consubstanciado nas seguintes parâmetros de avaliação: ▪ Satisfação com a organização da Escola / Qualidade dos serviços ▪ Satisfação com a organização da Escola / Qualidade de ensino ▪ Envolvimento e Participação dos Pais e Encarregados de Educação (1) No original inglês, SEP – Self-Evaluation Profile Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________4
  • 5. Na elaboração do inquérito (Anexo 3), tivemos a preocupação de formular todas as questões de acordo com os princípios da pertinência, da clareza e da abrangência, de modo a que os seus utilizadores pudessem, com o mínimo de dúvidas, dar respostas objectivas, segundo a experiência de cada um. Antes da aplicação dos inquéritos, a equipa de avaliação interna reuniu com a Associação de Pais, para análise das questões formuladas. Esta sessão de trabalho decorreu com espírito de colaboração, por parte dos elementos daquela Associação. A escala utilizada nas respostas ao questionário foi a seguinte: Não tenho opinião; Insatisfeito; Pouco satisfeito; Satisfeito e Muito satisfeito, para os parâmetros 1. e 2. Sim e Não, para o parâmetro 3. Os objectivos desta consulta aos Pais e Encarregados de Educação foram: ▪ Identificar os pontos fortes e pontos fracos da organização da escola, da qualidade dos serviços, da qualidade de ensino e do envolvimento e participação dos inquiridos na vida da escola; ▪ Propor, se necessário, estratégias de melhoria exequíveis, em função dos resultados dos inquéritos. DIVULGAÇÃO DO PROJECTO DE AUTO-AVALIAÇÃO À COMUNIDADE EDUCATIVA O envolvimento de toda a comunidade educativa neste processo é indispensável. O aperfeiçoamento das práticas de todos os profissionais, a promoção de uma cultura de qualidade, de exigência e responsabilidade, conduzirão, certamente, a uma melhoria continuada da organização, do funcionamento e dos resultados educativos. Estas são algumas das finalidades da avaliação interna, que só terá sentido com a participação e empenho dos professores, funcionários, alunos e pais. De acordo com o Cronograma de Acção, a equipa de avaliação divulgou, através de uma apresentação multimédia, o seu projecto a todos os órgãos do agrupamento, nas seguintes datas: Direcção Executiva 03 de Dezembro 2009 Departamento de Matemática e Ciências Exactas 09 de Dezembro 2009 Conselho Geral 14 de Dezembro 2009 Departamento de Ciências Sociais e Humanas 14 de Dezembro 2009 Departamento de Línguas 15 de Dezembro 2009 Conselho Pedagógico 16 de Dezembro 2009 Funcionários 21 de Dezembro 2009 Departamento Curricular pré-escolar 21 de Dezembro 2009 Departamento Curricular 1º ciclo 21 de Dezembro 2009 Departamento de Expressões 12 de Janeiro 2010 Associação de Pais 21 de Janeiro 2010 Para divulgação do projecto aos alunos foi elaborado um PowerPoint, cuja apresentação foi ensaiada numa turma do 5ºano para testar a sua eficácia quanto à compreensão da mensagem Verificada a necessidade de se proceder a alterações e devido à aproximação do final do ano, a apresentação aos alunos foi agendada para o início do próximo ano lectivo. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________5
  • 6. 3 APLICAÇÃO DOS INQUÉRITOS Embora alguma informação consultada apontasse para percentagens inferiores, sempre manifestámos a ideia de que para a amostra ser representativa deveria situar-se nos 25%. Para garantir este objectivo desenvolvemos estratégias na aplicação do inquérito. Primeiramente, seleccionaram-se, de forma aleatória, turmas de todos os anos de escolaridade, respeitando a proporcionalidade entre o número de turmas e o número de alunos existentes em cada ano, na percentagem pretendida. Era nossa intenção que os inquéritos fossem todos preenchidos online. Nas três escolas do 1º ciclo foi conseguido este procedimento para todos os questionários. Na Escola Pires de Lima verificaram-se os seguintes constrangimentos: ▪ Os inquéritos foram colocados na plataforma Moodle, para serem preenchidos on- line. Na semana em que convocámos os encarregados de educação, apenas no primeiro dia se conseguiu na escola o acesso à internet; ▪ Os inquéritos tiveram de ser fornecidos em suporte papel, nos restantes dois dias daquela semana. ▪ Quando convocámos os encarregados de educação, só uma pequena parte compareceu na escola Pires de Lima. Decidimos, através dos respectivos Directores de Turma, entregar os inquéritos aos encarregados de educação, num número muito superior ao previsto. Verificámos que os inquéritos devolvidos foram em quantidade muito inferior à que tina sido entregue. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________6
  • 7. 4 TRATAMENTO DE DADOS 4.1 CRITÉRIOS DE ANÁLISE É considerado Ponto Forte: ( ≥ 75%) Quando a soma das respostas de Muito Satisfeito e Satisfeito é igual ou superior a 75%. É considerado Ponto Fraco: ( ≥ 75%) Quando a soma das respostas de Pouco Satisfeito e Insatisfeito é igual ou superior a 75%. Nota: Após a análise dos inquéritos, e verificada a inexistência de Pontos Fracos, entendemos fazer referência a Pontos Menos Fortes. Nos parâmetros 1e 2 considera-se Ponto Menos Forte quando a soma das respostas de Pouco Satisfeito e Insatisfeito é igual ou superior a 20 %. No parâmetro 3, quando a percentagem de Não é igual ou superior a 30%. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________7
  • 8. 5 ANÁLISE DOS RESULTADOS DO INQUÉRITO AOS PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________8
  • 9. 5.1 ESCOLA PIRES DE LIMA Universo de pais e encarregados de educação: 717 2º Ciclo - 346 3º Ciclo – 371 Total de inquéritos analisados: 197 - correspondente a 27,5% 2º Ciclo - 117 inquéritos - 59,4% 3º Ciclo - 80 inquéritos - 40,6% Notar que no 2º ciclo o número de alunos é 346 (48%) e no 3º ciclo 371 (52%). O desvio na proporcionalidade entre ciclos, relativamente aos inquéritos analisados, deve-se a constrangimentos já referidos na aplicação dos inquéritos. Podemos concluir que a amostra é quantitativamente significativa e fiável. Embora com um desvio, a representação percentual do 2º e 3ºciclos é aceitável. INFORMAÇÃO DE ENQUADRAMENTO DO ENCARREGADO DE EDUCAÇÃO Habilitações escolares  6 anos ou menos: 21,3%  De 7 a 12 anos: 53,3%  Mais de 12 anos: 25,4% Sexo  Feminino: 82,2%  Masculino: 17,8% Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________9
  • 10. SATISFAÇÃO COM A ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA/ QUALIDADE DE SERVIÇOS Neste parâmetro, que engloba 20 questões, destacam-se 8 Pontos Fortes, apresentando-se assim por ordem decrescente de percentagem: Pontos Fortes: % % % MS S Total 1.5 Atendimento pelo professor titular da turma/director de turma 65,5 32 97,5 1.7 Atendimento pelos funcionários (portaria, telefone…) 38,6 54,8 93,4 Informação actualizada e clara enviada pela escola (avisos, 1.18 41,1 47,2 88,3 convocatórias, actividades…) 1.3 Controlo à entrada e saída da escola 28,9 54,8 83,7 1.6 Atendimento na secretaria 37,6 45,7 83,3 Actividades extra-curriculares: visitas de estudo, concursos, 1.17 25,9 56,9 82,8 exposições… 1.4 Atendimento pela Direcção 28,4 51,8 80,2 1.10 Serviço prestado pela biblioteca 20,8 54,3 75,1 MS- Muito Satisfeito S- Satisfeito No entanto, convém notar que a maioria destas questões não atinge valores que permitam classificá-las como pontos fortes devido à percentagem de “Não tenho opinião”. Algumas questões relacionam-se com serviços com os quais os encarregados não têm contacto directo, como por exemplo a reprografia, papelaria, cantina, não emitindo, por isso, opinião. Não existem pontos fracos no parâmetro “Satisfação com a organização da Escola/ Qualidade de serviços” De acordo com os critérios estabelecidos, em nenhuma das questões a soma de “Insatisfeito” e “ Pouco Satisfeito” se aproxima sequer dos 75%. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________10
  • 11. Nestas 12 questões, não incluídos nos “Pontos Fortes”,a percentagem de “insatisfeito” é muito baixa, uma média de cerca de 3%, com a excepção das questões 1.1, 1.2 e 1.16, que poderão considerar-se como os “Pontos Menos Fortes” % % % I PS Total 1.1 Estado de conservação, higiene e segurança das instalações da escola 11,7 19,3 31 1.2 Segurança dos alunos dentro da escola 7,6 22,4 30 1.1 Serviço de apoio ao recreio pelos funcionários 6,1 19,8 25,9 6 I – Insatisfeito PS – Pouco Satisfeito De referir que no final desta parte do inquérito, na pergunta aberta “Na sua opinião, o que falta para estar mais satisfeito(a) com a organização da escola?”, a preocupação mais referida tem a ver com a necessidade de:  maior segurança dentro da escola,  mais funcionários,  mais vigilância. Nos restantes 9 parâmetros a soma” de “Insatisfeito” e “Pouco Satisfeito” varia entre os 16,1% e 4,5%. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________11
  • 12. SATISFAÇÃO COM A ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA / QUALIDADE DE ENSINO Neste parâmetro, que engloba 10 questões, destacam-se 6 pontos fortes, apresentando-se assim por ordem decrescente de percentagem: Pontos fortes: % % % MS S Total 2.1 Qualidade de ensino corresponde às minhas expectativas 16,2 74,6 90,8 2.8 Informação actualizada sobre os progressos ou dificuldades do meu 37,1 53,3 90,4 educando quando eu a solicito 2.2 Organização e funcionamento da escola 13,7 74,6 88,3 2.9 Relação entre professores e alunos 27,4 57,4 84,8 2.3 Regras de disciplina fomentadas pela escola 20,8 63,5 84,3 2.6 Preocupação em desenvolver nos alunos valores de tolerância e 19,8 55,3 75,1 respeito pelos outros MS- Muito Satisfeito S- Satisfeito O ponto mais forte tem a ver com a satisfação das expectativas dos encarregados de educação relativamente à qualidade de ensino, a qual regista uma percentagem muito elevada. De registar que nas questões 2.4, 2.5 e 2.10 as percentagens relativas à resposta “Não tenho opinião foram muito elevadas, respectivamente 20,3% , 26,9%.e 14,7% Das 10 questões avaliadas apenas 1 não foi considerado Ponto Forte, não se tendo verificado nenhum Ponto Fraco. % % % I PS Total 2.7 Forma como a escola desenvolve nos alunos hábitos de estudo”. 3,6 17,8 21,4 I – Insatisfeito PS – Pouco Satisfeito De registar que nas questões 2.4 e 2.5 as percentagens relativas à resposta “Não tenho opinião” foram muito elevadas, respectivamente 20,3% e 26,9%. No final desta parte do inquérito, na resposta facultativa à pergunta “O que falta para estar mais satisfeito com a qualidade de ensino”( Anexo …), registaram-se 65 comentários focando assuntos muito diversos, com algum destaque para questões relacionadas com a disciplina. São sugeridas turmas mais reduzidas e mais apoio aos alunos com capacidades. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________12
  • 13. ENVOLVIMENTO E PARTICIPAÇÃO DOS PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO Neste parâmetro, com opção de resposta de Sim ou Não, considerámos Ponto Forte quando a percentagem de Sim é igual ou superior a 75% e Ponto Fraco quando a percentagem de Não é igual ou superior a 75%. Pontos fortes: % Sim 3.13 Tomo conhecimento da avaliação de final de período do meu educando 100 3.10 Conheço o horário de atendimento do professor titular de turma/ director de turma 96,3 3.11 Assino sistematicamente as fichas de avaliação do meu educando 96,4 3.7 Os encarregados de educação são atendidos com pontualidade 95,9 3.14 Participo nas reuniões convocadas pelo professor titular de turma / director de turma 93,9 3.16 Estou satisfeito por o meu educando frequentar esta escola 93,4 3.2 Conheço o Regulamento Interno da Escola 91,9 3.12 Verifico a caderneta escolar todas as semanas 90,4 3.6 O director de turma envolve os encarregados de educação na escola 89,3 3.8 Acompanho o meu educando nas actividades de estudo em casa 88,3 As questões 3.15 “Considero importante obter informações da escola através da internet”, 3.9 “Tomo a iniciativa de contactar regularmente com o professor titular da turma/director de turma” e 3.4 “Conheço os Critérios de Avaliação da Escola”, obtiveram percentagens que se aproximam de Pontos Fortes, respectivamente 74,1%,73,6% e 73,6%. Das 16 questões, apenas 3 foram consideradas pontos menos fortes: % Não 3.5 Participo ou tomo iniciativas nas actividades realizadas na escola 56,9 3.3 Conheço o Plano Anual de Actividades da Escola 42,1 3.1 Conheço o Projecto Educativo da Escola 37,6 No final desta parte do inquérito, na resposta facultativa à pergunta No final na pergunta de resposta aberta e facultativa. “Na sua opinião, o que falta para se sentir mais envolvido(a) na vida da escola?” A falta de disponibilidade ou incompatibilidade de horários são mencionados 15 vezes, de entre um total de 43 observações. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________13
  • 14. 5.2 EB1 DO CAMPO 24 DE AGOSTO Universo de pais e encarregados de educação: Jardim-de-infância - 25 1º Ciclo - 234 Total de inquéritos analisados: 70 - correspondente a 27,5% JI - 6 inquéritos - 8,6% 1º Ciclo – 64 inquéritos - 91,4% Notar que na escola EB1 do Campo 24 de Agosto o número de alunos do Jardim de Infância é 25 (%) e do 1º ciclo 100 (52%). O desvio na proporcionalidade entre ciclos, relativamente aos inquéritos analisados, deve-se a constrangimentos já referidos na aplicação dos inquéritos. Podemos concluir que a amostra é quantitativamente significativa e fiável. INFORMAÇÃO DE ENQUADRAMENTO DO ENCARREGADO DE EDUCAÇÃO Habilitações escolares  6 anos ou menos: 18,6%  De 7 a 12 anos: 54,3%  Mais de 12 anos: 27,1% Sexo  Feminino: 87,1%  Masculino: 12,9% Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________14
  • 15. SATISFAÇÃO COM A ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA/ QUALIDADE DE SERVIÇOS Neste parâmetro, que engloba 20 questões, destacam-se 14 pontos fortes, apresentando-se assim por ordem decrescente de percentagem: % % % 1.7 Atendimento pelos funcionários (portaria, telefone…) 34,3 M 64,3S 98,6 To 1.17 Actividades extra-curriculares: visitas de estudo, concursos, exposições… S 60,0 38,6 tal 98,6 1.5 Atendimento pelo professor titular da turma/director de turma 61,4 37,1 98,5 1.18 Informação actualizada e clara enviada pela escola (avisos, convocatórias, 54,3 42,9 97,2 1.3 Controlo à entrada e saída da escola 55,7 41,4 97,1 actividades…) 1.1 Estado de conservação, higiene e segurança das instalações da escola 14,3 80,0 94,3 1.4 Atendimento pela Direcção 42,9 51,4 94,3 1.2 Segurança dos alunos dentro da escola 37,1 55,7 92,8 1.20 Existência de formas adequadas (caixa de sugestões ou outra) para 25,7 65,7 91,4 1.8 Forma como a escola resolve os conflitos 32,9 48,6 81,5 efectuar reclamações ou sugestões sobre a sua organixzação 1.10 Serviço prestado pela biblioteca 24,3 57,1 81,4 1.16 Serviço de apoio ao recreio pelos funcionários 11,4 68,6 80 1.9 Serviço prestado pela cantina 28,6 50,0 78,6 1.15 Serviço de apoio às salas de aula pelos funcionários 10,0 68,6 78,6 MS- Muito Satisfeito S- Satisfeito Não existem pontos fracos no parâmetro “Satisfação com a organização da Escola/ Qualidade de serviços”. No entanto, convém notar que as questões 1.11, 1,12, 1,13, 1,14 não atingem valores que permitam classificá-las como pontos fortes devido à percentagem de “Não tenho opinião”. Estas questões relacionam-se com serviços com os quais os encarregados não têm contacto directo, como por exemplo a reprografia, papelaria, bar, uma vez que não existem nesta escola. Nas seis questões, não incluídas nos “Pontos Fortes”, duas poderão considerar-se como “Pontos Menos Fortes”: % % % M S T 1.6 Atendimento na secretaria S 10,0 60,0 otal 70,0 1.19 Informação sobre os diferentes apoios educativos que a escola oferece aos 27,1 41,4 68,5 MS- Muito Satisfeito S- Satisfeito alunos com dificuldades De referir que no final desta parte do inquérito, na pergunta aberta “Na sua opinião, o que falta para estar mais satisfeito(a) com a organização da escola?”, as preocupações mais referidas têm a ver com a necessidade de:  Mais funcionários.  Mais actividades (ex: festa de Natal)  Melhores condições físicas (ex: tecto, coberto) Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________15
  • 16. SATISFAÇÃO COM A ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA / QUALIDADE DE ENSINO Neste parâmetro, que engloba 10 questões, destacam-se 8 pontos fortes, apresentando- se assim por ordem decrescente de percentagem: % % % MS S Total 2.1 Qualidade de ensino corresponde às minhas expectativas 45,7 54,3 100 2.9 Relação entre professores e alunos 58,6 40,0 98,6 Informação actualizada sobre os progressos ou dificuldades do meu 2.8 51,4 47,1 98,5 educando quando eu a solicito 2.7 Forma como a escola desenvolve nos alunos hábitos de estudo 31,4 65,7 97,1 2.2 Organização e funcionamento da escola 45,7 48,6 94,3 2.3 Regras de disciplina fomentadas pela escola 34,3 60,0 94,3 Preocupação em desenvolver nos alunos valores de tolerância e 2.6 44,3 50,0 94,3 respeito pelos outros 2.10 Os alunos sentem-se à vontade para reclamar ou dar sugestões 40,0 52,9 92,9 MS- Muito Satisfeito S- Satisfeito Dos 8 pontos fortes, apenas um atingiu um grau satisfação de 100%, não se tendo verificado nenhum Ponto Fraco. A questão 2.5 Estimulo dado aos alunos com mais capacidades aproxima-se de um Ponto Forte, com a percentagem de 74,3 Das 10 questões deste parâmetro, apenas uma poderá considerar-se como “Ponto Menos Forte”: % % % MS S Total 2.4 Ajuda prestada aos alunos com dificuldades 21,4 42,9 64,3 MS- Muito Satisfeito S- Satisfeito No final desta parte do inquérito, na resposta facultativa à pergunta “O que falta para estar mais satisfeito com a qualidade de ensino”( Anexo …), registaram-se 19 comentários focando assuntos diversos, registando-se uma preocupação com o controlo para alunos problemáticos. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________16
  • 17. ENVOLVIMENTO E PARTICIPAÇÃO DOS PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO Neste parâmetro, com opção de resposta de Sim ou Não, considerámos Ponto Forte quando a percentagem de Sim é igual ou superior a 75% e Ponto Fraco quando a percentagem de Não é igual ou superior a 75% % Sim 3.2 Conheço o Regulamento Interno da Escola 100 3.6 O director de turma envolve os encarregados de educação na escola 100 3.7 Os encarregados de educação são atendidos com pontualidade 100 3.10 Conheço o horário de atendimento do professor titular de turma/ director de turma 100 3.13 Tomo conhecimento da avaliação de final de período do meu educando 100 3.14 Participo nas reuniões convocadas pelo professor titular de turma / director de turma 100 3.1 Conheço o Projecto Educativo da Escola 98,6 3.8 Acompanho o meu educando nas actividades de estudo em casa 98,6 3.9 Tomo a iniciativa de contactar regularmente com o professor titular de turma/director de 98,6 turma 3.11 Assino sistematicamente as fichas de avaliação do meu educando 98,6 3.16 Estou satisfeito por o meu educando frequentar esta escola 98,6 3.12 Verifico a caderneta escolar todas as semanas 97,1 3.3 Conheço o Plano Anual de Actividades da Escola 92,9 3.4 Conheço os critérios de Avaliação da Escola 91,4 3.5 Participo ou tomo iniciativas nas actividades realizadas pela escola 88,6 3.15 Considera importante obter informações da escola através da internet 87,1 Não existem pontos fracos no parâmetro “Envolvimento e participação dos pais e encarregados de educação. No final desta parte do inquérito, na resposta facultativa à pergunta No final na pergunta de resposta aberta e facultativa. “Na sua opinião, o que falta para se sentir mais envolvido (a) na vida da escola?” A falta de disponibilidade ou incompatibilidade de horários são mencionados algumas vezes, nas 10 observações registadas. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________17
  • 18. 5.3 EB1 DA ALEGRIA Universo de pais e encarregados de educação: 125 Jardim-de-infância - 25 1º Ciclo – 100 Total de inquéritos analisados: 31 - correspondente a 25% JI - 6 inquéritos - 19,4 % 1º Ciclo – 25 inquéritos – 80,6% Notar que na escola EB1 da Alegria o número de alunos do Jardim de Infância é 25 (%) e do 1º ciclo 100 (52%). O desvio na proporcionalidade entre ciclos, relativamente aos inquéritos analisados, deve-se a constrangimentos já referidos na aplicação dos inquéritos. Podemos concluir que a amostra é quantitativamente significativa e fiável. INFORMAÇÃO DE ENQUADRAMENTO DO ENCARREGADO DE EDUCAÇÃO Habilitações escolares  6 anos ou menos: 12,9%  De 7 a 12 anos: 58,1%  Mais de 12 anos: 29% Sexo  Feminino: 67,7%  Masculino: 32,3% Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________18
  • 19. SATISFAÇÃO COM A ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA/ QUALIDADE DE SERVIÇOS Neste parâmetro, que engloba 20 questões, destacam-se 14 pontos fortes, apresentando-se assim por ordem decrescente de percentagem: % % % MS S Total 1.1 Estado de conservação, higiene e segurança das instalações da escola 61,3 38,7 100 1.2 Segurança dos alunos dentro da escola 74,2 25,8 100 1.3 Controlo à entrada e saída da escola 45,2 54,8 100 1.4 Atendimento pela Direcção 74,2 22,6 100 1.5 Atendimento pelo professor titular da turma/director de turma 90,3 9,7 100 1.7 Atendimento pelos funcionários (portaria, telefone…) 16,1 80,6 100 1.8 Forma como a escola resolve os conflitos 45,2 51,6 100 1.9 Serviço prestado pela cantina 9,7 71,0 100 1.17 Actividades extra-curriculares: visitas de estudo, concursos, exposições… 80,6 19,4 100 1.18 Informação actualizada e clara enviada pela escola (avisos, convocatórias, 80,6 19,4 100 actividades…) 1.16 Serviço de apoio ao recreio pelos funcionários 9,7 83,9 93,6 1.15 Serviço de apoio às salas de aula pelos funcionários 9,7 77,4 87,1 1.19 Informação sobre os diferentes apoios educativos que a escola oferece aos 16,1 67,7 83,8 alunos com dificuldades 1.20 Existência de formas adequadas (caixa de sugestões ou outra) para 6,5 74,2 80,7 efectuar reclamações ou sugestões sobre a sua organização MS- Muito Satisfeito S- Satisfeito Não existem pontos fracos no parâmetro “Satisfação com a organização da Escola/ Qualidade de serviços”. No entanto, convém notar que as questões 1.10, 1.11, 1,12, 1,13, 1,14 não atingem valores que permitam classificá-las como pontos fortes devido à percentagem de “Não tenho opinião”. Estas questões relacionam-se com serviços com os quais os encarregados não têm contacto directo, como por exemplo a reprografia, papelaria, bar, não emitindo, por isso, opinião. Nas seis questões, não incluídas nos “Pontos Fortes”, a percentagem de “insatisfeito” é nula. O atendimento na secretaria, com uma percentagem de 74,2, aproxima-se de um Ponto Forte. De referir que no final desta parte do inquérito, na pergunta aberta “Na sua opinião, o que falta para estar mais satisfeito(a) com a organização da escola?”, a preocupação mais referida tem a ver com a necessidade de:  Mais funcionários. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________19
  • 20. SATISFAÇÃO COM A ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA / QUALIDADE DE ENSINO Neste parâmetro, que engloba 10 questões, destacam-se 10 pontos fortes, apresentando-se assim por ordem decrescente de percentagem: % % % MS S Total 2.1 Qualidade de ensino corresponde às minhas expectativas 61,3 38,7 100 2.2 Organização e funcionamento da escola 74,2 25,8 100 2.3 Regras de disciplina fomentadas pela escola 32,3 67,7 100 2.6 Preocupação em desenvolver nos alunos valores de tolerância e 29,0 71,0 100 respeito pelos outros 2.7 Forma como a escola desenvolve nos alunos hábitos de estudo 29,0 71,0 100 2.8 Informação actualizada sobre os progressos ou dificuldades do meu 41,9 58,1 100 educando quando eu a solicito 2.9 Relação entre professores e alunos 83,9 16,1 100 2.10 Os alunos sentem-se à vontade para reclamar ou dar sugestões 19,4 74,2 93,6 2.4 Ajuda prestada aos alunos com dificuldades 6,5 77,4 83,9 2.5 Estimulo dado aos alunos com mais capacidades 6,5 77,4 83,9 MS- Muito Satisfeito S- Satisfeito Das 10 questões avaliadas apenas 3 não atingiram os 100% de satisfação, não se tendo verificado nenhum Ponto Fraco. No final desta parte do inquérito, na resposta facultativa à pergunta “O que falta para estar mais satisfeito com a qualidade de ensino”( Anexo …), registaram-se 9 comentários focando assuntos diversos, com algum destaque para a relação dos professores com os alunos, considerando-a muito boa. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________20
  • 21. ENVOLVIMENTO E PARTICIPAÇÃO DOS PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO Neste parâmetro, com opção de resposta de Sim ou Não, considerámos Ponto Forte quando a percentagem de Sim é igual a 75% e Ponto Fraco quando a percentagem de Não é igual ou superior a 75% % Sim 3.2 Conheço o Regulamento Interno da Escola 100 3.6 O director de turma envolve os encarregados de educação na escola 100 3.7 Os encarregados de educação são atendidos com pontualidade 100 3.10 Conheço o horário de atendimento do professor titular de turma/ director de turma 100 3.13 Tomo conhecimento da avaliação de final de período do meu educando 100 3.14 Participo nas reuniões convocadas pelo professor titular de turma / director de turma 100 3.16 Estou satisfeito por o meu educando frequentar esta escola 100 3.3 Conheço o Plano Anual de Actividades da Escola 96,8 3.4 Conheço os critérios de Avaliação da Escola 96,8 3.5 Participo ou tomo iniciativas nas actividades realizadas pela escola 96,8 3.11 Assino sistematicamente as fichas de avaliação do meu educando 96,8 3.1 Conheço o Projecto Educativo da Escola 93,5 Tomo a iniciativa de contactar regularmente com o professor titular de turma/director de 3.9 turma 90,3 3.8 Acompanho o meu educando nas actividades de estudo em casa 83,9 3.15 Considera importante obter informações da escola através da internet 83,9 Não existem pontos fracos no parâmetro “Envolvimento e participação dos pais e encarregados de educação. Das 16 questões, apenas 1 foi considerada ponto menos forte: % Não 1.12 Verifico a Caderneta Escolar todas as semanas 64,5 No final desta parte do inquérito, na resposta facultativa à pergunta No final na pergunta de resposta aberta e facultativa. “ Na sua opinião, o que falta para se sentir mais envolvido(a) na vida da escola?” A falta de disponibilidade ou incompatibilidade de horários são mencionados algumas vezes, nas 10 observações registadas. De salientar que na maioria das 10 observações salienta-se o facto de a escola promover inúmeras actividades. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________21
  • 22. 5.4 EB1 DA SÉ Universo de pais e encarregados de educação: Jardim-de-infância - 73 1º Ciclo – 113 Total de inquéritos analisados: 53 - correspondente a 25% JI - 11 inquéritos - 28,8 %; 1º Ciclo – 42 inquéritos – 79,2% % Notar que na escola EB1 da Sé o número de alunos do Jardim de Infância é (%) e do 1º ciclo (%) O desvio na proporcionalidade entre ciclos, relativamente aos inquéritos analisados, deve-se a constrangimentos já referidos na aplicação dos inquéritos. Podemos concluir que a amostra é quantitativamente significativa e fiável. INFORMAÇÃO DE ENQUADRAMENTO DO ENCARREGADO DE EDUCAÇÃO Habilitações escolares  6 anos ou menos: 34,0%  De 7 a 12 anos: 64,2%  Mais de 12 anos: 1,9% Sexo  Feminino: 64,2%  Masculino: 35,8% Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________22
  • 23. SATISFAÇÃO COM A ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA/ QUALIDADE DE SERVIÇOS Neste parâmetro, que engloba 20 questões, destacam-se 15 pontos fortes, apresentando-se assim por ordem decrescente de percentagem: Pontos fortes: % % % MS S Total 1.1 Estado de conservação, higiene e segurança das instalações da escola 15,1 84,9 100 1.2 Segurança dos alunos dentro da escola 41,5 58,5 100 1.17 Actividades extra-curriculares: visitas de estudo, concursos, exposições… 13,2 86,8 100 1.3 Controlo à entrada e saída da escola 52,8 45,3 98,1 1.5 Atendimento pelo professor titular da turma/director de turma 35,8 62,3 98,1 Informação actualizada e clara enviada pela escola (avisos, convocatórias, 1.18 15,1 83,0 98,1 actividades…) 1.6 Atendimento na secretaria 5,7 90,6 96,3 1.16 Serviço de apoio ao recreio pelos funcionários 5,7 90,6 96,3 Existência de formas adequadas (caixa de sugestões ou outra) para efectuar 1.20 3,8 92,5 96,3 reclamações ou sugestões sobre a sua organização 1.4 Atendimento pela Direcção 30,2 66,0 96,2 1.9 Serviço prestado pela cantina 1,9 92,5 94,4 1.15 Serviço de apoio às salas de aula pelos funcionários 3,8 90,6 94,4 1.8 Forma como a escola resolve os conflitos 15,1 75,5 90,6 1.7 Atendimento pelos funcionários (portaria, telefone…) 17,0 81,1 88,1 1.10 Serviço prestado pela biblioteca 5,7 77,4 83,1 MS- Muito Satisfeito S- Satisfeito Não existem pontos fracos no parâmetro “Satisfação com a organização da Escola/ Qualidade de serviços”. Nas 5 questões, não incluídas nos “Pontos Fortes”,a percentagem de “insatisfeito” é muito baixa, uma média de cerca de 2%. A questão 1.12 Serviço prestado pelo ASE aproxima-se de um Ponto Forte, tendo obtido 73,6%. De referir que no final desta parte do inquérito, na pergunta aberta “Na sua opinião, o que falta para estar mais satisfeito(a) com a organização da escola?”, apenas se registou uma observação e a preocupação tem a ver com a necessidade de:  Mais funcionários. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________23
  • 24. SATISFAÇÃO COM A ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA / QUALIDADE DE ENSINO Neste parâmetro, que engloba 10 questões, destacam-se 9 pontos fortes, apresentando-se assim por ordem decrescente de percentagem: Pontos fortes: % % % MS S Total 2.2 Organização e funcionamento da escola 20,8 79,2 100 2.3 Regras de disciplina fomentadas pela escola 28,3 71,7 100 Informação actualizada sobre os progressos ou dificuldades do meu 2.8 17,0 83,0 100 educando quando eu a solicito 2.9 Relação entre professores e alunos 34,0 66,0 100 2.1 Qualidade de ensino corresponde às minhas expectativas 20,8 77,4 98,2 Preocupação em desenvolver nos alunos valores de tolerância e 2.6 35,8 62,3 98,1 respeito pelos outros 2.1 Os alunos sentem-se à vontade para reclamar ou dar sugestões 9,4 86,8 96,2 0 2.7 Forma como a escola desenvolve nos alunos hábitos de estudo 20,8 69,8 90,6 2.5 Estimulo dado aos alunos com mais capacidades 5,7 84,9 90,6 MS- Muito Satisfeito S- Satisfeito Dos 9 Pontos fortes, 4 atingiram os 100% de satisfação, não se tendo verificado nenhum Ponto Fraco. Das 10 questões deste parâmetro, uma poderá considerar-se como um “Ponto Quase Forte”: Ponto Quase forte % % % MS S Total 2.4 Ajuda prestada aos alunos com dificuldades 7,5 54,7 62,2 MS – Insatisfeito S – Pouco Satisfeito No final desta parte do inquérito, na resposta facultativa à pergunta “O que falta para estar mais satisfeito com a qualidade de ensino”, não se registou nenhum comentário. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________24
  • 25. ENVOLVIMENTO E PARTICIPAÇÃO DOS PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO Neste parâmetro, com opção de resposta de Sim ou Não, considerámos Ponto Forte quando a percentagem de Sim é igual a 75% e Ponto Fraco quando a percentagem de Não é igual ou superior a 75%. Pontos fortes: % Sim 3.16 Estou satisfeito por o meu educando frequentar esta escola 100 3.7 Os encarregados de educação são atendidos com pontualidade 100 3.6 O director de turma envolve os encarregados de educação na escola 98,1 3.9 Tomo a iniciativa de contactar regularmente com o professor titular de turma/director de 98,1 turma 3.13 Tomo conhecimento da avaliação de final de período do meu educando 98,1 3.14 Participo nas reuniões convocadas pelo professor titular de turma / director de turma 98,1 3.1 Conheço o Projecto Educativo da Escola 96,2 3.10 Conheço o horário de atendimento do professor titular de turma/ director de turma 96,2 3.5 Participo ou tomo iniciativas nas actividades realizadas pela escola 94,3 3.2 Conheço o Regulamento Interno da Escola 90,6 3.3 Conheço o Plano Anual de Actividades da Escola 90,6 3.11 Assino sistematicamente as fichas de avaliação do meu educando 90,6 3.4 Conheço os critérios de Avaliação da Escola 88,7 3.8 Acompanho o meu educando nas actividades de estudo em casa 84,9 3.12 Verifico a caderneta escolar todas as semanas 83,0 MS- Muito Satisfeito S- Satisfeito Não existem pontos fracos no parâmetro “Envolvimento e participação dos pais e encarregados de educação. Das 16 questões, apenas uma foi considerada Ponto Menos Forte: % Sim 3.15 Considera importante obter informações da escola através da internet 66 No final desta parte do inquérito, na resposta facultativa à pergunta No final na pergunta de resposta aberta e facultativa. “ Na sua opinião, o que falta para se sentir mais envolvido(a) na vida da escola?” Das 2 observações registadas, refere-se que os professores titulares de turma deviam envolver mais os encarregados de educação nas actividades. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________25
  • 26. 6 CONCLUSÃO Foram analisadas 52 questões em cada inquérito e não foi encontrado nenhum Ponto Fraco. Muitos dos Pontos Fortes apresentam valores superiores a 80%. Sem margem para dúvidas, o agrupamento goza de uma imagem muito positiva perante os encarregados de educação. O elevado grau de satisfação relativamente à organização, à qualidade de serviços e à qualidade de ensino reflectem um reconhecimento e uma valorização por parte dos pais e encarregados de educação do esforço de toda a escola no sucesso educativo dos seus educandos. O Director de Turma/Professor Titular de Turma emerge como uma figura essencial na imagem que a escola projecta. A sua função preponderante e o seu excelente desempenho nas várias escolas do agrupamento são destacados e amplamente reconhecidos. Como aspectos a merecer mais atenção devem referir-se: conservação, higiene e segurança dentro da escola, problemas que poderiam ser colmatados aumentando o número de funcionários em todo o Agrupamento. A percentagem de inquiridos da escola Pires de Lima, que dizem não conhecer o Plano Anual de Actividades (42,1%) e o Projecto Educativo (37,6%) aponta para a necessidade de uma divulgação mais eficaz destes dois documentos. Seria também desejável aumentar o grau de participação dos pais e encarregados de educação nas actividades realizadas por esta escola e investir no desenvolvimento dos hábitos de estudo dos alunos na escola Pires de Lima. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________26
  • 27. 7 CONSIDERAÇÕES FINAIS O trabalho que esta equipa desenvolveu e que está descrito neste relatório, é apenas uma etapa de um processo complexo cujos resultados implicam uma atitude responsável e activa na planificação futura. O nosso trabalho não pretende assumir-se como uma inspecção interna mas tem como objectivo essencial fazer um diagnóstico fundamentado, identificando pontos fracos possibilitando a adopção de estratégias de melhoria na planificação futura. Os resultados deste inquérito confirmam os constrangimentos do Agrupamento já mencionados no relatório da IGE e que se relacionam com falta de funcionários. A boa organização e direcção da escola, bem como o clima vivenciado, pontos fortes no Relatório da IGE, foram também confirmados pelos inquéritos. Apesar do reconhecimento do empenho, quer de professores quer de funcionários, os encarregados de educação, nas respostas abertas, manifestam preocupação pela falta de instrumentos legais para aumentar o poder disciplinador dos professores. Apesar de os resultados, na sua globalidade, serem muito positivos, as questões consideradas Pontos Menos Fortes deverão merecer a atenção dos diferentes órgãos do Agrupamento, no sentido de se proporem estratégias de melhoria. Mais do que as nossas considerações, a resposta à última questão do inquérito resume a apreciação global; a quase totalidade dos pais e encarregados de educação diz-se satisfeita ou muito satisfeita com o facto de os seus educandos frequentarem este Agrupamento. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________27
  • 28. Anexo 1 Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________28
  • 29. AGRUPAMENTO VERTICAL DR. AUGUSTO CÉSAR PIRES DE LIMA AVALIAÇÃO INTERNA As expectativas dos pais e da comunidade em geral, relativamente às respostas da Escola face às múltiplas necessidades e solicitações sociais, fazem com que a instituição escolar esteja, quase sempre, no centro do debate público. A escola de hoje é para se aprender a conhecer, a fazer, a ser e a viver com os outros – os quatro pilares da Comissão da UNESCO para a educação do século XXI. Por isso e considerando os fins amplos da sua missão, a escola não é um serviço ou uma organização qualquer, é uma instituição que visa promover os valores que proclama nos seus projectos e os procura encarnar. “O sistema educativo tem uma imagem pública pouco favorável, decorrente de uma avaliação mediática, genérica, impressiva, expressa na ressonância pública de acontecimentos, problemas ou incidentes (…). No entanto, estudos de opinião revelam que as pessoas gostam mais da “sua” escola do que do “sistema”, embora os critérios de apreciação possam não ser os mesmos. Qual a imagem justa de cada escola? Muitas escolas querem provar que a sua realidade é melhor que o mediático manto cinzento- escuro que tende a cobrir todas.” (J Maria Azevedo – 2005). Certamente, por esta e outras razões, cada vez mais escolas entendem que a auto- avaliação ou avaliação interna pode ser um instrumento decisivo para um processo de melhoria e de desenvolvimento das suas estruturas. Aliás, o Decreto-Lei 31/2002 de 20 de Dezembro veio instituir a prática obrigatória de auto-avaliação das escolas ou agrupamentos. A Direcção Executiva entendeu, nos finais do ano lectivo passado, dar outra dimensão à auto-avaliação que se vinha fazendo no interior do agrupamento, nomeando para o efeito uma equipa de professores que conduzirão o desenvolvimento deste processo. ORGANIZAÇÃO DO AGRUPAMENTO PARA A AUTO-AVALIAÇÃO A esta equipa compete promover, alimentar e monitorizar a auto-avaliação, inserida num processo que se pretende minimamente estruturado. Um dos princípios orientadores do trabalho da equipa, sem ele certamente não fazia sentido a auto-avaliação - é o envolvimento dos professores, alunos, funcionários, pais e encarregados de educação e outros neste processo, que se pretende contínuo, sistemático e participado. Sistematizando: com o processo de avaliação interna do agrupamento pretende-se recolher informações sobre a sua própria realidade, compreender os resultados do conjunto das suas actividades, procurando identificar pontos fortes e fracos com o intuito de melhorar a qualidade das ofertas educativas e de organização, assente no modelo de actuação adoptado. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________29
  • 30. Assim serão finalidades da avaliação interna:  Promover a melhoria da qualidade das práticas educativas.  Assegurar o sucesso educativo, promovendo uma cultura de qualidade, exigência e responsabilidade nas escolas.  Promover uma melhoria continuada da organização, do funcionamento e dos resultados do sistema educativo.  Envolver toda a comunidade educativa na problemática da avaliação interna 1. O PERFIL DE AUTO-AVALIAÇÃO Resultados ▪ Resultados escolares ▪ Desenvolvimento pessoal e social ▪ Saídas dos alunos Processos a nível da sala de aula ▪ O tempo como um recurso da aprendizagem ▪ Qualidade da aprendizagem e do ensino ▪ Apoio às dificuldades de aprendizagem Processos a nível da escola ▪ A escola como um local de aprendizagem ▪ A escola como um local social ▪ A escola como um local profissional O Meio ▪ Escola e a família ▪ Escola e comunidade ▪ Escola e trabalho Modelo PAVE – Perfil de Auto-Avaliação (no original inglês, SEP – Self-evaluation profile). Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________30
  • 31. ABORDAGENS POSSÍVEIS AO MODELO RESULTADOS Resultados escolares - Os alunos atingiram um nível satisfatório na maioria das disciplinas no final do ciclo de estudos? - Por comparação com resultados obtidos pelos alunos em ciclos anteriores, a sua progressão nesta escola é superior, inferior ou corresponde ao que se esperava? Em termos do sucesso escolar, a escola reduz ou aumenta a diferença entre alunos com resultados fracos e com bons resultados? E entre rapazes e raparigas? Desenvolvimento pessoal e social - Em que medida é que a escola consegue promover o desenvolvimento de certas competências sociais, tais como sociabilidade, espírito de cooperação, atitudes cívicas, respeito pelos outros, espírito de solidariedade e de equidade? - Em que medida é que a escola consegue formar indivíduos autónomos, capazes de enfrentarem o futuro de forma positiva e criativa e com um forte carácter moral? - Em que medida é que a escola consegue promover o desenvolvimento de competências de natureza não académica, tais como as capacidades de trabalhar em equipa, de resolução de problemas, de lidar com a complexidade de saber comunicar, de ter iniciativa e inovar? - Em que medida é que todos os alunos desenvolvem estas competências ou capacidades de forma igual? - Em que medida é que os valores e os objectivos do desenvolvimento pessoal e social dos alunos são discutidos e acordados por todos os professores? Saídas dos alunos - No final da escolaridade os alunos conseguem ter acesso a saídas adequadas em termos de formação, trabalho adequado ou prosseguimento de estudos? - Em que medida é que essas saídas são as mais adequadas às capacidades académicas e ao desenvolvimento pessoal dos alunos? - Em que medida é que a escola conseguiu preparar os alunos para essas saídas? - Todos os alunos com as mesmas capacidades académicas têm acesso às mesmas saídas, independentemente de género, classe social e etnia? Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________31
  • 32. PROCESSOS A NÍVEL DA SALA DE AULA O tempo como um recurso de aprendizagem - O tempo de aula dedicado à aprendizagem é bastante, por oposição ao tempo despendido com questões burocráticas, com questões disciplinares, com a arrumação e desarrumação do material escolar? - Perdem-se muitas horas de aula por outras razões? Por exemplo, por motivo de faltas? - Qual a diferença em termos do tempo de aprendizagem, entre os alunos com maiores ou menores capacidades? - Quanto tempo é que os alunos despendem com trabalhos de casa? Esse tempo produtivo? Qualidade da aprendizagem e do ensino - Os níveis de aprendizagem e os critérios da transição são claros e compreendidos por alunos e professores? - O ensino e a aprendizagem são eficazes? - Que procedimentos são utilizados na escola para monitorizar ou promover a qualidade do ensino, para garantir boas condições de ensino e para ajudar professores que possam ter dificuldades? -Todos os alunos gostam do mesmo tipo de aprendizagem? Apoio às dificuldades de aprendizagem - As dificuldades de aprendizagem são detectadas rapidamente e de forma correcta? - Em que medida há um apoio eficaz para os alunos com dificuldades de aprendizagem? - Os alunos que têm apoio são os que mais precisam? Ou são aqueles que sabem tirar melhor partido da situação? - Em que medida é que as dificuldades de aprendizagem são consequência de um ensino inadequado ou de uma organização ineficaz a nível da escola? Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________32
  • 33. PROCESSOS A NÍVEL DA ESCOLA A escola como um local de aprendizagem - Os modos de organização e funcionamento dos alunos permitem-lhes maximizar as suas oportunidades de aprendizagem? - Os professores estão empenhados em analisar e assegurar o progresso de todos os alunos? - Há métodos e processos que assegurem a qualidade do funcionamento da escola e apoiem um ensino eficaz? - O currículo está adaptado às necessidades dos alunos? - Os alunos vêem os professores como alguém que os ajuda? A escola como um local social - Há um clima de respeito mútuo entre os alunos, por oposição a um clima de intimidação e desrespeito? - Qual é a qualidade das relações entre alunos e professores? - A escola proporciona aos alunos oportunidades para exercerem tomadas de decisão e se mostrarem responsáveis? - As regras são claras e aceites por todos? - As recompensas e as sanções são aplicadas com equidade e justiça? - Em termos gerais, o clima de escola facilita a aprendizagem e o desenvolvimento dos alunos? A escola como um local profissional - Como é que a escola responde às mudanças no seu clima? - A escola é capaz de se mover de acordo com linhas programáticas traçadas? - Qual é a qualidade das discussões e dos processos de tomada de decisão a nível da escola? - O número de actores envolvido nessas discussões é o considerado óptimo? - A formação continua proporcionada aos professores satisfaz as suas necessidades e as da escola? - O apoio aos professores na resolução dos problemas que surgem é suficiente e eficaz? Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________33
  • 34. O MEIO Escola e família - A informação fornecida aos pais é aquela que eles querem e que satisfaz as suas necessidades? - Os pais sentem que são bem-vindos à escola? - Os pais são tratados de forma igual, independentemente da sua condição social ou etnia? - Há oportunidades para que os pais informem os professores sobre as necessidades e os problemas dos filhos? - Os pais têm possibilidade de apoiar as aprendizagens dos filhos? A política de escola está suficientemente desenvolvida a este nível? Escola e comunidade - As condições de vida na comunidade (riqueza, emprego, coesão, confiança no futuro) influenciam o clima e a cultura de escola? - Quais são as expectativas da comunidade relativamente à escola? Como é que essas expectativas diferem entre os diferentes grupos sociais? - O que é que a escola oferece à comunidade? - O que é que a escola faz para promover as relações escola-comunidade? Escola e Trabalho - A escola contribui para que os alunos desenvolvam as capacidades e competências exigidas pelos professores e pelo ensino superior? - Os professores e as instituições de ensino superior fornecem informações, apoio e recursos sobre as suas expectativas e requisitos? - A escola assegura a outras Instituições informação clara sobre os conhecimentos e as capacidades dos seus alunos? Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________34
  • 35. METODOLOGIA DE TRABALHO DEFINIÇÃO DE ÁREAS A AVALIAR NO PRESENTE ANO LECTIVO Resultados ▪ Resultados escolares ▪ Desenvolvimento pessoal e social ▪ Saídas dos alunos O Meio  Escola e a família ▪ Escola e comunidade ▪ Escola e trabalho Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________35
  • 36. PROCEDIMENTOS – SELECÇÃO DE INSTRUMENTOS A UTILIZAR ▪ Questionários para professores ▪ Questionários para alunos ▪ Questionários para pessoal não docente ▪ Questionários para encarregados de educação ▪ Questionários relativos a: - Aproveitamento escolar - Comportamento - Metas, estratégias de departamento / conselho de docentes - Planos de recuperação / acompanhamento - Eficácia dos tempos de aprendizagem - Eficácia dos apoios - Procedimentos disciplinares - Elaboração de turmas - Visitas de estudo - Cumprimento da escolaridade - Acompanhamento escolar - Apoio ao estudo ▪ Grelhas para análise documental ▪ Entrevistas ▪ Observações Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________36
  • 37. BIBLIOGRAFIA ▪ John MacBeath – “A História de Serena”, Asa Editores - 2005 ▪ Conselho Nacional de Educação - ”Avaliação das Escolas: Modelos e Processos. Lisboa 2005. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________37
  • 38. Anexo 2 Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________38
  • 39. AVALIAÇÃO INTERNA DO AGRUPAMENTO CRONOGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DO PROJECTO 2009 2010 Meses S O sN O N D J D F J M FA M AJ M M J J J s Caracterização do agrupamento Consulta de documentação e adopção do modelo de avaliação Divulgação do projecto: À direcção Ao conselho escolar Ao conselho pedagógico Aos departamentos Aos funcionários À associação de pais e encarregados de educação Aos alunos Implementação dos inquéritos Análise dos resultados Relatório final de avaliação Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________39
  • 40. Anexo 3 Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________40
  • 41. AVALIAÇÃO INTERNA Questionários aos Pais / Encarregados de Educação A avaliação interna é um processo contínuo através do qual uma escola recolhe informações sobre a sua própria realidade, procurando analisar os resultados do conjunto das suas actividades para melhorar a qualidade educativa. Numa primeira fase, pretendemos conhecer a opinião dos Pais e Encarregados de Educação sobre a escola que somos. Ajude-nos a identificar o seu grau de satisfação relativo à qualidade dos serviços, qualidade de ensino e à sua participação e envolvimento na escola. As suas respostas às questões apresentadas são confidenciais. Estas devem ser ponderadas de acordo com a sua experiência. Seja objectivo e sincero. Ao fazê-lo, estará a contribuir para a melhoria da escola do seu educando. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________41
  • 42. ANO LECTIVO DE 2009 /2010 Encarregado de educação do(a) aluno(a) que frequenta o: NCARREGADO DE EDUCAÇÃO INFORMAÇÃO DE ENQUADRAMENTO DO Jardim □ Campo 24 de Agosto 1º ciclo □ Campo 24 de Agosto Esc. Pires de Lima □ 2º ciclo □ Praça da Alegria □ Praça da Alegria □ 3º ciclo □ Sé □ Sé Habilitação escolar do Enc. de educação: 6 anos ou menos □ De 7 a 12 anos □ Mais de 12 anos □ Sexo: masculino □ feminino □ 1. SATISFAÇÃO COM A ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA / QUALIDADE DE SERVIÇOS Assinale com um x o seu grau de satisfação relativamente a cada um dos seguintes pontos. 0 = Não tenho opinião, 1 = Insatisfeito, 2 = Pouco satisfeito, 3 = Satisfeito, 4 = Muito satisfeito. 0 1 2 3 4 1.1 Estado de conservação, higiene e segurança das instalações da escola 1.2 Segurança dos alunos dentro da escola 1.3 Controlo à entrada e saída da escola 1.4 Atendimento pela direcção 1.5 Atendimento pelo professor titular da turma/ director de turma 1.6 Atendimento na secretaria 1.7 Atendimento pelos funcionários (portaria, telefone…) 1.8 Forma como a escola resolve os conflitos 1.9 Serviço prestado pela cantina 1.10 Serviço prestado pela biblioteca 1.11 Serviço prestado pelo bar 1.12 Serviço prestado pelo ASE 1.13 Serviço prestado pela reprografia 1.14 Serviço prestado pela papelaria 1.15 Serviço de apoio às salas de aula pelos funcionários 1.16 Serviço de apoio ao recreio pelos funcionários 1.17 Actividades extra-curiculares: visitas de estudo, concursos, exposições… 1.18 Informação actualizada e clara enviada pela escola (avisos, convocatórias, 1.19 actividades…) Informação sobre os diferentes apoios educativos que a escola oferece aos 1.20 alunos com dificuldades. Existência de formas adequadas (caixa de sugestões ou outras) para efectuar reclamações ou sugestões sobre a sua organização Na sua opinião, o que falta para estar mais satisfeito(a) com a organização da escola? _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________42
  • 43. 2. SATISFAÇÃO COM A ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA/QUALIDADE DE ENSINO Assinale com um x o seu grau de satisfação relativamente a cada um dos seguintes pontos 0 = Não tenho opinião 1 = Insatisfeito, 2 = Pouco satisfeito, 3 = Satisfeito, 4 = Muito satisfeito. 0 1 2 3 4 2.1 Qualidade do ensino corresponde às minhas expectativas 2.2 Organização e funcionamento da escola Regras de disciplina fomentadas pela escola 2.3 2.4 Ajuda prestada aos alunos com dificuldades 2.5 Estímulo dado aos alunos com mais capacidades Preocupação em desenvolver nos alunos valores de tolerância e respeito pelos 2.6 outros 2.7 Forma como a escola desenvolve nos alunos hábitos de estudo Informação actualizada sobre os progressos ou dificuldades do meu educando 2.8 quando eu a solicito Relação entre professores e alunos 2.9 Os alunos sentem-se à vontade para reclamar ou dar sugestões 2.10 Na sua opinião, o que falta para estar mais satisfeito(a) com a qualidade de ensino? __________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________ Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________43
  • 44. 3. ENVOLVIMENTO E PARTICIPAÇÃO DOS PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO Assinale com um x uma das opções. Sim Não 3.1 Conheço o Projecto Educativo da Escola 3.2 Conheço o Regulamento Interno da Escola 3.3 Conheço o Plano Anual de Actividades da Escola 3.4 Conheço os Critérios de Avaliação da Escola 3.5 Participo ou tomo iniciativas nas actividades realizadas pela escola 3.6 O director de turma envolve os encarregados de educação na escola 3.7 Os encarregados de educação são atendidos com pontualidade 3.8 Acompanho o meu educando nas actividades de estudo em casa 3.9 Tomo a iniciativa de contactar regularmente com o professor titular de turma/ director de turma 3.10 Conheço o horário de atendimento do professor titular de turma/ director de turma 3.11 Assino sistematicamente as fichas de avaliação do meu educando 3.12 Verifico a caderneta escolar todas as semanas 3.13 Tomo conhecimento da avaliação de final de período do meu educando 3.14 Participo nas reuniões convocadas pelo professor titular de turma/director de turma 3.5 Considera importante obter informações da escola através da internet 3.16 Estou satisfeito por o meu educando frequentar esta escola Na sua opinião, o que falta para se sentir mais envolvido(a) e participativo(a) na vida da escola? ______________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________44
  • 45. Anexo 4 Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________45
  • 46. INFORMAÇÃO DE ENQUADRAMENTO DO ENCARREGADO DE EDUCAÇÃO Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________46
  • 47. 1. Satisfação com a organização da escola/Qualidade de Serviços Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________47
  • 48. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________48
  • 49. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________49
  • 50. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________50
  • 51. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________51
  • 52. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________52
  • 53. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________53
  • 54. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________54
  • 55. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________55
  • 56. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________56
  • 57. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________57
  • 58. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________58
  • 59. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________59
  • 60. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________60
  • 61. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________61
  • 62. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________62
  • 63. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________63
  • 64. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________64
  • 65. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________65
  • 66. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________66
  • 67. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________67
  • 68. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________68
  • 69. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________69
  • 70. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________70
  • 71. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________71
  • 72. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________72
  • 73. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________73
  • 74. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________74
  • 75. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________75
  • 76. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________76
  • 77. Anexo 5 Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________77
  • 78. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________78
  • 79. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________79
  • 80. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________80
  • 81. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________81
  • 82. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________82
  • 83. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________83
  • 84. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________84
  • 85. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________85
  • 86. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________86
  • 87. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________87
  • 88. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________88
  • 89. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________89
  • 90. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________90
  • 91. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________91
  • 92. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________92
  • 93. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________93
  • 94. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________94
  • 95. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________95
  • 96. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________96
  • 97. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________97
  • 98. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________98
  • 99. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________99
  • 100. Anexo 6 Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________100
  • 101. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________101
  • 102. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________102
  • 103. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________103
  • 104. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________104
  • 105. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________105
  • 106. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________106
  • 107. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________107
  • 108. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________108
  • 109. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________109
  • 110. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________110
  • 111. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________111
  • 112. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________112
  • 113. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________113
  • 114. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________114
  • 115. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________115
  • 116. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________116
  • 117. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________117
  • 118. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________118
  • 119. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________119
  • 120. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________120
  • 121. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________121
  • 122. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________122
  • 123. Anexo 7 Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________123
  • 124. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________124
  • 125. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________125
  • 126. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________126
  • 127. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________127
  • 128. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________128
  • 129. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________129
  • 130. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________130
  • 131. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________131
  • 132. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________132
  • 133. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________133
  • 134. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________134
  • 135. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________135
  • 136. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________136
  • 137. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________137
  • 138. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________138
  • 139. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________139
  • 140. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________140
  • 141. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________141
  • 142. Anexo 8 Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________142
  • 143. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________143
  • 144. ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA / QUALIDADE DOS SERVIÇOS 100 Relatório da Avaliação Interna – 90 80 70 60 I + PS (%) 50 S + MS (%) 40 NO (%) 2009/2010__________________________________________________144 30 20 10 0 1.1 1.3 1.5 1.7 1.9 1.11 1.13 1.15 1.17 1.19
  • 145. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________145
  • 146. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________146
  • 147. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________147
  • 148. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________148
  • 149. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________149
  • 150. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________150
  • 151. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________151
  • 152. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________152
  • 153. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________153
  • 154. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________154
  • 155. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________155
  • 156. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________156
  • 157. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________157
  • 158. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________158
  • 159. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________159
  • 160. Relatório da Avaliação Interna – 2009/2010__________________________________________________160