SlideShare uma empresa Scribd logo
Agrupamento Vertical Dr.
                              Augusto César Pires de Lima




                   RELATÓRIO
     INQUÉRITO AOS ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO
     DOS ALUNOS MATRICULADOS NO AGRUPAMENTO
        EMBORA RESIDENTES FORA DA SUA ÁREA




               EQUIPA DE AVALIAÇÃO INTERNA




                       Abril de 2011

APRESENTAÇÃO
Numa reunião havida no final do ano lectivo passado com a Direcção Executiva, foi-
nos proposto, face ao crescente aumento de alunos matriculados nos estabelecimentos do
agrupamento e que vivem fora das áreas das nossas escolas, que averiguássemos os motivos
de tal fenómeno.

       A equipa de avaliação, sem alterar o rumo da sua actividade, decidiu integrar o
desenvolvimento deste trabalho no plano de actividades estabelecido para este ano, na
convicção de contribuir para a identificação das razões das preferências pelos
estabelecimentos do Agrupamento Vertical Dr. Augusto César Pires de Lima.

       Depois de elaborados, os questionários foram enviados em envelope fechado aos
Encarregados de Educação, através dos seus educandos, para serem preenchidos. Refira-se a
boa receptividades por parte dos inquiridos, o que permitiu que 69,8 % devolvessem o
questionário, apesar de eventuais dúvidas que pudessem existir sobre as intenções deste
trabalho por parte dos inquiridos.

       Este relatório materializa esse trabalho realizado, identificando com alguma clareza
as razões que levam os encarregados de educação a matricular os seus educandos nos
estabelecimentos deste agrupamento em detrimento do agrupamento das suas áreas de
residência.



APLICAÇÃO

       Como já foi referido os inquéritos foram enviados aos destinatários pelos seus
educandos. A equipa de avaliação interna distribuiu-os pelos respectivos directores de turma
e professores titulares de turma. A operação de envio e devolução decorreu, de forma
faseada, entre Dezembro e Janeiro de 2011.

                  Inquéritos enviados aos enc. de educação       129
                  Inquéritos devolvidos                           90
                     • Devolvidos em branco                        4
                     • Não devolvidos                             35


Número de alunos inscritos no agrupamento pela primeira vez, no presente ano lectivo.
Distribuição por Escolas (do 1º ciclo e no 2ºciclo – 5º ano):

                     Escola do Campo 24 Agosto                    21
                     Escola da Praça da Alegria                    5
                     Escola da Sé                                  5
                     Escola Dr. A. C. Pires de Lima               89


  TRATAMENTO DE DADOS
SÍNTESE DO TRATAMENTO DE DADOS


                                                                       Muito   Pouco   Nada
Tenho a informação de que na escola é ministrado um ensino de
                                                                       76 %    20 %    4%
qualidade.
Tenho a informação de que é uma escola segura.                         73 %    23 %    4%
Tenho a informação de que é uma escola disciplinada.                   76 %    20 %    4%
É mais fácil poder acompanhá-lo quando vou ou venho do meu
                                                                       84 %     9%     7%
trabalho.
Fica mais acessível de transportes públicos.                           72 %     6%     22 %
Tenho familiares que vivem perto da escola e podem acompanhá-lo
                                                                       52 %    10 %    38 %
depois das aulas.
 Já frequentei a escola e conheço alguns professores e funcionários.   72 %     6%     22 %
Tenho outro(a) filho(a) a frequentar uma escola do agrupamento.        23 %     ---    77 %



CONCLUSÕES


       Dois factores exteriores ao agrupamento, de ordem logística, foram considerados
pelos encarregados de educação de muita importância na sua opção por escolas deste
agrupamento: a possibilidade de acompanhamento do aluno no percurso para o emprego e
a acessibilidade por transporte público. De igual modo, outros quatro factores, todos com
percentagens superiores a 70%, influenciaram muito a escolha dos encarregados de
educação. Estes factores têm a ver directamente com a imagem projectada pela escola ou
com conhecimento directo que dela têm: qualidade de ensino, segurança, disciplina e
frequência de escola do agrupamento pelo encarregado de educação ou conhecimento
pessoal de professores ou funcionários.

       Este inquérito, dirigido a um universo específico de encarregados de educação, veio
corroborar algumas das conclusões de um outro inquérito muito mais amplo também
aplicado aos encarregados de educação no ano lectivo passado. Já então ficara bem claro
que a qualidade de ensino, a segurança e a disciplina fomentadas eram consideradas pelos
encarregados de educação pontes muito fortes do agrupamento.
ANEXO 1




                                           AVALIAÇÃO INTERNA
                                            DO AGRUPAMENTO


                                       INQUÉRITO
    A equipa de avaliação interna do agrupamento pretende conhecer a sua opinião sobre as razões
da matrícula do seu educando numa escola deste agrupamento.
Este inquérito destina-se unicamente à avaliação interna do agrupamento e não tem qualquer
outra finalidade.

     Leia, por favor, atentamente todas as questões. Indique de que forma cada uma das questões
influenciaram a opção de matricular o seu educando neste agrupamento.

                                                                                Muit
                                                                                        Pouco Nada
                                                                                o

Tenho a informação de que na escola é ministrado um ensino de qualidade.

Tenho a informação de que é uma escola segura.

Tenho a informação de que é uma escola disciplinada.

É mais fácil poder acompanhá-lo quando vou ou venho do meu trabalho.

Fica mais acessível de transportes públicos.

Tenho familiares que vivem perto da escola e podem acompanhá-lo depois
das aulas.

Já frequentei a escola e conheço alguns professores e funcionários.

Tenho outro(a) filho(a) a frequentar uma escola do agrupamento.




                                                                      Obrigado pela colaboração

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Apresentação blogue inquerito pais
Apresentação blogue inquerito paisApresentação blogue inquerito pais
Apresentação blogue inquerito pais
Ana Barroca
 
Uma leitura do relatório do inquérito leituras infantis de
Uma leitura do relatório do inquérito leituras infantis deUma leitura do relatório do inquérito leituras infantis de
Uma leitura do relatório do inquérito leituras infantis de
Ana Soares
 
Manual de processos chave - 2ºedição
Manual de processos chave - 2ºediçãoManual de processos chave - 2ºedição
Manual de processos chave - 2ºedição
laruzinha
 
Inquerito pais final 2011 12
Inquerito pais final 2011  12Inquerito pais final 2011  12
Inquerito pais final 2011 12
Ana Barroca
 
Relatório «Inquérito aos Pais das Crianças do 1º Ano de Catequese»
Relatório   «Inquérito aos Pais das Crianças do 1º Ano de Catequese»Relatório   «Inquérito aos Pais das Crianças do 1º Ano de Catequese»
Relatório «Inquérito aos Pais das Crianças do 1º Ano de Catequese»
icthusavintes
 
Inquérito aos docentes
Inquérito aos docentes Inquérito aos docentes
Inquérito aos docentes
Nuno Pedroso
 
Manual de acolhimento bercario
Manual de acolhimento bercarioManual de acolhimento bercario
Manual de acolhimento bercario
jicnsn
 
MATERIAL PARA CRECHE
MATERIAL PARA CRECHEMATERIAL PARA CRECHE
MATERIAL PARA CRECHE
Cristina Ferreira
 
Análise questionário pais 2010 2011
Análise questionário pais 2010 2011Análise questionário pais 2010 2011
Análise questionário pais 2010 2011
Maria Leonor
 
Inquerito de satisfação
Inquerito de satisfaçãoInquerito de satisfação
Inquerito de satisfação
piefohmania
 
Planificação mês de janeiro
Planificação   mês de janeiroPlanificação   mês de janeiro
Planificação mês de janeiro
laruzinha
 
Observação de aulas em parceria - uma experiência de formação
Observação de aulas em parceria - uma experiência de formação Observação de aulas em parceria - uma experiência de formação
Observação de aulas em parceria - uma experiência de formação
Alexandra Carneiro
 
Utilizando Marketing de Relacionamento e Customer Relationship Management (CR...
Utilizando Marketing de Relacionamento e Customer Relationship Management (CR...Utilizando Marketing de Relacionamento e Customer Relationship Management (CR...
Utilizando Marketing de Relacionamento e Customer Relationship Management (CR...
Universidade de São Paulo (EEL USP)
 
Manual de acolhimento creche
Manual de acolhimento crecheManual de acolhimento creche
Manual de acolhimento creche
jicnsn
 
Modelo de avaliação da qualidade creche
Modelo de avaliação da qualidade   crecheModelo de avaliação da qualidade   creche
Modelo de avaliação da qualidade creche
laruzinha
 
Manual de processos chave - creche
Manual de processos chave - crecheManual de processos chave - creche
Manual de processos chave - creche
laruzinha
 
Primeiros dias-no-jardim-de-infância
Primeiros dias-no-jardim-de-infânciaPrimeiros dias-no-jardim-de-infância
Primeiros dias-no-jardim-de-infância
laruzinha
 
Pesquisa de satisfação escola ativa módulo ii
Pesquisa de satisfação escola ativa módulo iiPesquisa de satisfação escola ativa módulo ii
Pesquisa de satisfação escola ativa módulo ii
Adriana Melo
 
A importância da observação em sala de aula
A importância da observação em sala de aulaA importância da observação em sala de aula
A importância da observação em sala de aula
Marcos Neves
 
Guia de Postura da Coluna
Guia de Postura da ColunaGuia de Postura da Coluna
Guia de Postura da Coluna
David Pires
 

Destaque (20)

Apresentação blogue inquerito pais
Apresentação blogue inquerito paisApresentação blogue inquerito pais
Apresentação blogue inquerito pais
 
Uma leitura do relatório do inquérito leituras infantis de
Uma leitura do relatório do inquérito leituras infantis deUma leitura do relatório do inquérito leituras infantis de
Uma leitura do relatório do inquérito leituras infantis de
 
Manual de processos chave - 2ºedição
Manual de processos chave - 2ºediçãoManual de processos chave - 2ºedição
Manual de processos chave - 2ºedição
 
Inquerito pais final 2011 12
Inquerito pais final 2011  12Inquerito pais final 2011  12
Inquerito pais final 2011 12
 
Relatório «Inquérito aos Pais das Crianças do 1º Ano de Catequese»
Relatório   «Inquérito aos Pais das Crianças do 1º Ano de Catequese»Relatório   «Inquérito aos Pais das Crianças do 1º Ano de Catequese»
Relatório «Inquérito aos Pais das Crianças do 1º Ano de Catequese»
 
Inquérito aos docentes
Inquérito aos docentes Inquérito aos docentes
Inquérito aos docentes
 
Manual de acolhimento bercario
Manual de acolhimento bercarioManual de acolhimento bercario
Manual de acolhimento bercario
 
MATERIAL PARA CRECHE
MATERIAL PARA CRECHEMATERIAL PARA CRECHE
MATERIAL PARA CRECHE
 
Análise questionário pais 2010 2011
Análise questionário pais 2010 2011Análise questionário pais 2010 2011
Análise questionário pais 2010 2011
 
Inquerito de satisfação
Inquerito de satisfaçãoInquerito de satisfação
Inquerito de satisfação
 
Planificação mês de janeiro
Planificação   mês de janeiroPlanificação   mês de janeiro
Planificação mês de janeiro
 
Observação de aulas em parceria - uma experiência de formação
Observação de aulas em parceria - uma experiência de formação Observação de aulas em parceria - uma experiência de formação
Observação de aulas em parceria - uma experiência de formação
 
Utilizando Marketing de Relacionamento e Customer Relationship Management (CR...
Utilizando Marketing de Relacionamento e Customer Relationship Management (CR...Utilizando Marketing de Relacionamento e Customer Relationship Management (CR...
Utilizando Marketing de Relacionamento e Customer Relationship Management (CR...
 
Manual de acolhimento creche
Manual de acolhimento crecheManual de acolhimento creche
Manual de acolhimento creche
 
Modelo de avaliação da qualidade creche
Modelo de avaliação da qualidade   crecheModelo de avaliação da qualidade   creche
Modelo de avaliação da qualidade creche
 
Manual de processos chave - creche
Manual de processos chave - crecheManual de processos chave - creche
Manual de processos chave - creche
 
Primeiros dias-no-jardim-de-infância
Primeiros dias-no-jardim-de-infânciaPrimeiros dias-no-jardim-de-infância
Primeiros dias-no-jardim-de-infância
 
Pesquisa de satisfação escola ativa módulo ii
Pesquisa de satisfação escola ativa módulo iiPesquisa de satisfação escola ativa módulo ii
Pesquisa de satisfação escola ativa módulo ii
 
A importância da observação em sala de aula
A importância da observação em sala de aulaA importância da observação em sala de aula
A importância da observação em sala de aula
 
Guia de Postura da Coluna
Guia de Postura da ColunaGuia de Postura da Coluna
Guia de Postura da Coluna
 

Semelhante a Relatório do inquérito aos pais 2011

Ana Picanco. ee e escola tese de mestrado
Ana Picanco. ee e escola  tese de mestradoAna Picanco. ee e escola  tese de mestrado
Ana Picanco. ee e escola tese de mestrado
Maria Pedro Pinho
 
2008_diapositivos da auto-avaliação de escola
2008_diapositivos da auto-avaliação de escola2008_diapositivos da auto-avaliação de escola
2008_diapositivos da auto-avaliação de escola
agrupamento de escolas de carcavelos at DRE de lisboa e vale do tejo
 
Auto AvaliaçAo Das Escolas
Auto AvaliaçAo Das EscolasAuto AvaliaçAo Das Escolas
Auto AvaliaçAo Das Escolas
ANA GRALHEIRO
 
Constr prop p001-017_c
Constr prop p001-017_cConstr prop p001-017_c
Constr prop p001-017_c
afereira
 
Luciane
LucianeLuciane
Avaliação da aprendizagem escolar
Avaliação da aprendizagem escolarAvaliação da aprendizagem escolar
Avaliação da aprendizagem escolar
Maria Bárbara Floriano
 
INFORMAÇÕES GERAIS 2018 - Educação Infantil
INFORMAÇÕES GERAIS 2018 -  Educação InfantilINFORMAÇÕES GERAIS 2018 -  Educação Infantil
INFORMAÇÕES GERAIS 2018 - Educação Infantil
Nayara Alves
 
FGV / IBRE – As lições do estudo “Excelência com Equidade” - Ernesto Faria
FGV / IBRE – As lições do estudo “Excelência com Equidade” - Ernesto FariaFGV / IBRE – As lições do estudo “Excelência com Equidade” - Ernesto Faria
FGV / IBRE – As lições do estudo “Excelência com Equidade” - Ernesto Faria
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
Aula 2 - Avaliação em Educacional atual.pptx
Aula 2 - Avaliação em Educacional atual.pptxAula 2 - Avaliação em Educacional atual.pptx
Aula 2 - Avaliação em Educacional atual.pptx
MaelDaSilvaNegreiros
 
Participação dos pais na vida escolar dos filhos um estudo a partir da realid...
Participação dos pais na vida escolar dos filhos um estudo a partir da realid...Participação dos pais na vida escolar dos filhos um estudo a partir da realid...
Participação dos pais na vida escolar dos filhos um estudo a partir da realid...
bio_fecli
 
Ensino dpméstico tese.pdf
Ensino dpméstico tese.pdfEnsino dpméstico tese.pdf
Ensino dpméstico tese.pdf
Graça Santos
 
MAU ALUNO - BOA ALUNA
MAU ALUNO - BOA ALUNAMAU ALUNO - BOA ALUNA
MAU ALUNO - BOA ALUNA
Fábio Fernandes
 
A Formação Continuada a distância como suporte para a prática do docente da m...
A Formação Continuada a distância como suporte para a prática do docente da m...A Formação Continuada a distância como suporte para a prática do docente da m...
A Formação Continuada a distância como suporte para a prática do docente da m...
Joyce Fettermann
 
Orientações Gerais da Educação Infantil
Orientações Gerais da Educação InfantilOrientações Gerais da Educação Infantil
Orientações Gerais da Educação Infantil
Nayara Alves
 
Função do mediador
Função do mediadorFunção do mediador
Função do mediador
mfmpafatima
 
PLANO DE AÇÃO TÉCNICA.docx
PLANO DE AÇÃO TÉCNICA.docxPLANO DE AÇÃO TÉCNICA.docx
PLANO DE AÇÃO TÉCNICA.docx
ElaineFontoura
 
Escola perfeita
Escola perfeitaEscola perfeita
Escola perfeita
UESPI - PI
 
Como podemos trabalhar com os alunos que apresentam dificuldades de aprendizagem
Como podemos trabalhar com os alunos que apresentam dificuldades de aprendizagemComo podemos trabalhar com os alunos que apresentam dificuldades de aprendizagem
Como podemos trabalhar com os alunos que apresentam dificuldades de aprendizagem
CÉSAR TAVARES
 
Impacto pedagógico e científico da passagem automática dos alunos na discipli...
Impacto pedagógico e científico da passagem automática dos alunos na discipli...Impacto pedagógico e científico da passagem automática dos alunos na discipli...
Impacto pedagógico e científico da passagem automática dos alunos na discipli...
BoneteChaha1
 
Leila daiana tardetti pacazza
Leila daiana tardetti pacazzaLeila daiana tardetti pacazza
Leila daiana tardetti pacazza
Leila D. Tardetti Pacazza
 

Semelhante a Relatório do inquérito aos pais 2011 (20)

Ana Picanco. ee e escola tese de mestrado
Ana Picanco. ee e escola  tese de mestradoAna Picanco. ee e escola  tese de mestrado
Ana Picanco. ee e escola tese de mestrado
 
2008_diapositivos da auto-avaliação de escola
2008_diapositivos da auto-avaliação de escola2008_diapositivos da auto-avaliação de escola
2008_diapositivos da auto-avaliação de escola
 
Auto AvaliaçAo Das Escolas
Auto AvaliaçAo Das EscolasAuto AvaliaçAo Das Escolas
Auto AvaliaçAo Das Escolas
 
Constr prop p001-017_c
Constr prop p001-017_cConstr prop p001-017_c
Constr prop p001-017_c
 
Luciane
LucianeLuciane
Luciane
 
Avaliação da aprendizagem escolar
Avaliação da aprendizagem escolarAvaliação da aprendizagem escolar
Avaliação da aprendizagem escolar
 
INFORMAÇÕES GERAIS 2018 - Educação Infantil
INFORMAÇÕES GERAIS 2018 -  Educação InfantilINFORMAÇÕES GERAIS 2018 -  Educação Infantil
INFORMAÇÕES GERAIS 2018 - Educação Infantil
 
FGV / IBRE – As lições do estudo “Excelência com Equidade” - Ernesto Faria
FGV / IBRE – As lições do estudo “Excelência com Equidade” - Ernesto FariaFGV / IBRE – As lições do estudo “Excelência com Equidade” - Ernesto Faria
FGV / IBRE – As lições do estudo “Excelência com Equidade” - Ernesto Faria
 
Aula 2 - Avaliação em Educacional atual.pptx
Aula 2 - Avaliação em Educacional atual.pptxAula 2 - Avaliação em Educacional atual.pptx
Aula 2 - Avaliação em Educacional atual.pptx
 
Participação dos pais na vida escolar dos filhos um estudo a partir da realid...
Participação dos pais na vida escolar dos filhos um estudo a partir da realid...Participação dos pais na vida escolar dos filhos um estudo a partir da realid...
Participação dos pais na vida escolar dos filhos um estudo a partir da realid...
 
Ensino dpméstico tese.pdf
Ensino dpméstico tese.pdfEnsino dpméstico tese.pdf
Ensino dpméstico tese.pdf
 
MAU ALUNO - BOA ALUNA
MAU ALUNO - BOA ALUNAMAU ALUNO - BOA ALUNA
MAU ALUNO - BOA ALUNA
 
A Formação Continuada a distância como suporte para a prática do docente da m...
A Formação Continuada a distância como suporte para a prática do docente da m...A Formação Continuada a distância como suporte para a prática do docente da m...
A Formação Continuada a distância como suporte para a prática do docente da m...
 
Orientações Gerais da Educação Infantil
Orientações Gerais da Educação InfantilOrientações Gerais da Educação Infantil
Orientações Gerais da Educação Infantil
 
Função do mediador
Função do mediadorFunção do mediador
Função do mediador
 
PLANO DE AÇÃO TÉCNICA.docx
PLANO DE AÇÃO TÉCNICA.docxPLANO DE AÇÃO TÉCNICA.docx
PLANO DE AÇÃO TÉCNICA.docx
 
Escola perfeita
Escola perfeitaEscola perfeita
Escola perfeita
 
Como podemos trabalhar com os alunos que apresentam dificuldades de aprendizagem
Como podemos trabalhar com os alunos que apresentam dificuldades de aprendizagemComo podemos trabalhar com os alunos que apresentam dificuldades de aprendizagem
Como podemos trabalhar com os alunos que apresentam dificuldades de aprendizagem
 
Impacto pedagógico e científico da passagem automática dos alunos na discipli...
Impacto pedagógico e científico da passagem automática dos alunos na discipli...Impacto pedagógico e científico da passagem automática dos alunos na discipli...
Impacto pedagógico e científico da passagem automática dos alunos na discipli...
 
Leila daiana tardetti pacazza
Leila daiana tardetti pacazzaLeila daiana tardetti pacazza
Leila daiana tardetti pacazza
 

Mais de Nuno Pedroso

ae_nmsi6_solgeometricos_ppt_1.pptx
ae_nmsi6_solgeometricos_ppt_1.pptxae_nmsi6_solgeometricos_ppt_1.pptx
ae_nmsi6_solgeometricos_ppt_1.pptx
Nuno Pedroso
 
Semana das leituras março
Semana das leituras marçoSemana das leituras março
Semana das leituras março
Nuno Pedroso
 
História de um papagaio
História de um papagaioHistória de um papagaio
História de um papagaioNuno Pedroso
 
História de um papagaio
História de um papagaioHistória de um papagaio
História de um papagaio
Nuno Pedroso
 
Relatório avaliação interna
Relatório avaliação internaRelatório avaliação interna
Relatório avaliação interna
Nuno Pedroso
 
Cronograma da ai 2010 2012
Cronograma da ai 2010   2012Cronograma da ai 2010   2012
Cronograma da ai 2010 2012
Nuno Pedroso
 
Relatório avaliação interna
Relatório avaliação internaRelatório avaliação interna
Relatório avaliação interna
Nuno Pedroso
 
Programa da Semana das leituras
Programa da  Semana das leiturasPrograma da  Semana das leituras
Programa da Semana das leituras
Nuno Pedroso
 
Texto2
Texto2Texto2
Texto2
Nuno Pedroso
 
Texto1
Texto1 Texto1
Texto1
Nuno Pedroso
 
Poster exposi __o 2010-vers__o final
Poster exposi  __o 2010-vers__o finalPoster exposi  __o 2010-vers__o final
Poster exposi __o 2010-vers__o final
Nuno Pedroso
 
Regras super tmatik
Regras super tmatikRegras super tmatik
Regras super tmatik
Nuno Pedroso
 
PmII1 -ciclo
PmII1 -cicloPmII1 -ciclo
PmII1 -ciclo
Nuno Pedroso
 

Mais de Nuno Pedroso (13)

ae_nmsi6_solgeometricos_ppt_1.pptx
ae_nmsi6_solgeometricos_ppt_1.pptxae_nmsi6_solgeometricos_ppt_1.pptx
ae_nmsi6_solgeometricos_ppt_1.pptx
 
Semana das leituras março
Semana das leituras marçoSemana das leituras março
Semana das leituras março
 
História de um papagaio
História de um papagaioHistória de um papagaio
História de um papagaio
 
História de um papagaio
História de um papagaioHistória de um papagaio
História de um papagaio
 
Relatório avaliação interna
Relatório avaliação internaRelatório avaliação interna
Relatório avaliação interna
 
Cronograma da ai 2010 2012
Cronograma da ai 2010   2012Cronograma da ai 2010   2012
Cronograma da ai 2010 2012
 
Relatório avaliação interna
Relatório avaliação internaRelatório avaliação interna
Relatório avaliação interna
 
Programa da Semana das leituras
Programa da  Semana das leiturasPrograma da  Semana das leituras
Programa da Semana das leituras
 
Texto2
Texto2Texto2
Texto2
 
Texto1
Texto1 Texto1
Texto1
 
Poster exposi __o 2010-vers__o final
Poster exposi  __o 2010-vers__o finalPoster exposi  __o 2010-vers__o final
Poster exposi __o 2010-vers__o final
 
Regras super tmatik
Regras super tmatikRegras super tmatik
Regras super tmatik
 
PmII1 -ciclo
PmII1 -cicloPmII1 -ciclo
PmII1 -ciclo
 

Último

UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Marília Pacheco
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
erssstcontato
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
MarceloMonteiro213738
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 

Último (20)

UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 

Relatório do inquérito aos pais 2011

  • 1. Agrupamento Vertical Dr. Augusto César Pires de Lima RELATÓRIO INQUÉRITO AOS ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO DOS ALUNOS MATRICULADOS NO AGRUPAMENTO EMBORA RESIDENTES FORA DA SUA ÁREA EQUIPA DE AVALIAÇÃO INTERNA Abril de 2011 APRESENTAÇÃO
  • 2. Numa reunião havida no final do ano lectivo passado com a Direcção Executiva, foi- nos proposto, face ao crescente aumento de alunos matriculados nos estabelecimentos do agrupamento e que vivem fora das áreas das nossas escolas, que averiguássemos os motivos de tal fenómeno. A equipa de avaliação, sem alterar o rumo da sua actividade, decidiu integrar o desenvolvimento deste trabalho no plano de actividades estabelecido para este ano, na convicção de contribuir para a identificação das razões das preferências pelos estabelecimentos do Agrupamento Vertical Dr. Augusto César Pires de Lima. Depois de elaborados, os questionários foram enviados em envelope fechado aos Encarregados de Educação, através dos seus educandos, para serem preenchidos. Refira-se a boa receptividades por parte dos inquiridos, o que permitiu que 69,8 % devolvessem o questionário, apesar de eventuais dúvidas que pudessem existir sobre as intenções deste trabalho por parte dos inquiridos. Este relatório materializa esse trabalho realizado, identificando com alguma clareza as razões que levam os encarregados de educação a matricular os seus educandos nos estabelecimentos deste agrupamento em detrimento do agrupamento das suas áreas de residência. APLICAÇÃO Como já foi referido os inquéritos foram enviados aos destinatários pelos seus educandos. A equipa de avaliação interna distribuiu-os pelos respectivos directores de turma e professores titulares de turma. A operação de envio e devolução decorreu, de forma faseada, entre Dezembro e Janeiro de 2011. Inquéritos enviados aos enc. de educação 129 Inquéritos devolvidos 90 • Devolvidos em branco 4 • Não devolvidos 35 Número de alunos inscritos no agrupamento pela primeira vez, no presente ano lectivo. Distribuição por Escolas (do 1º ciclo e no 2ºciclo – 5º ano): Escola do Campo 24 Agosto 21 Escola da Praça da Alegria 5 Escola da Sé 5 Escola Dr. A. C. Pires de Lima 89 TRATAMENTO DE DADOS
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7. SÍNTESE DO TRATAMENTO DE DADOS Muito Pouco Nada Tenho a informação de que na escola é ministrado um ensino de 76 % 20 % 4% qualidade. Tenho a informação de que é uma escola segura. 73 % 23 % 4% Tenho a informação de que é uma escola disciplinada. 76 % 20 % 4% É mais fácil poder acompanhá-lo quando vou ou venho do meu 84 % 9% 7% trabalho. Fica mais acessível de transportes públicos. 72 % 6% 22 % Tenho familiares que vivem perto da escola e podem acompanhá-lo 52 % 10 % 38 % depois das aulas. Já frequentei a escola e conheço alguns professores e funcionários. 72 % 6% 22 % Tenho outro(a) filho(a) a frequentar uma escola do agrupamento. 23 % --- 77 % CONCLUSÕES Dois factores exteriores ao agrupamento, de ordem logística, foram considerados pelos encarregados de educação de muita importância na sua opção por escolas deste agrupamento: a possibilidade de acompanhamento do aluno no percurso para o emprego e a acessibilidade por transporte público. De igual modo, outros quatro factores, todos com percentagens superiores a 70%, influenciaram muito a escolha dos encarregados de educação. Estes factores têm a ver directamente com a imagem projectada pela escola ou com conhecimento directo que dela têm: qualidade de ensino, segurança, disciplina e frequência de escola do agrupamento pelo encarregado de educação ou conhecimento pessoal de professores ou funcionários. Este inquérito, dirigido a um universo específico de encarregados de educação, veio corroborar algumas das conclusões de um outro inquérito muito mais amplo também aplicado aos encarregados de educação no ano lectivo passado. Já então ficara bem claro que a qualidade de ensino, a segurança e a disciplina fomentadas eram consideradas pelos encarregados de educação pontes muito fortes do agrupamento.
  • 8. ANEXO 1 AVALIAÇÃO INTERNA DO AGRUPAMENTO INQUÉRITO A equipa de avaliação interna do agrupamento pretende conhecer a sua opinião sobre as razões da matrícula do seu educando numa escola deste agrupamento.
  • 9. Este inquérito destina-se unicamente à avaliação interna do agrupamento e não tem qualquer outra finalidade. Leia, por favor, atentamente todas as questões. Indique de que forma cada uma das questões influenciaram a opção de matricular o seu educando neste agrupamento. Muit Pouco Nada o Tenho a informação de que na escola é ministrado um ensino de qualidade. Tenho a informação de que é uma escola segura. Tenho a informação de que é uma escola disciplinada. É mais fácil poder acompanhá-lo quando vou ou venho do meu trabalho. Fica mais acessível de transportes públicos. Tenho familiares que vivem perto da escola e podem acompanhá-lo depois das aulas. Já frequentei a escola e conheço alguns professores e funcionários. Tenho outro(a) filho(a) a frequentar uma escola do agrupamento. Obrigado pela colaboração