SlideShare uma empresa Scribd logo
Agrupamento Vertical Dr. Augusto César Pires de Lima




     AVALIAÇÃO INTERNA

               RELATÓRIO




          Ano lectivo de 2010 – 2011
EQUIPA DE AVALIAÇÃO INTERNA
                                                  Isabel Marques
                                                     Jorge Castro
                                                   Nelson Gomes
                                                   Nuno Pedroso




“Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades”
Muda-se o ser, muda-se a confiança;
Todo o mundo é composto de mudança,
Tomando sempre novas qualidades.
                                        Camões
ÍNDICE


1. INTRODUÇÃO

2. PLANO DE ACTIVIDADES

3. INQUÉRITOS APLICADOS

   - Encarregados de educação não residentes na área da escola

   - Conclusão

   - Pessoal não docente

   - Pessoal docente

4. APLICAÇÃO DOS INQUÉRITOS

5. TRATAMENTOS DE DADOS

   - Critérios de análise para os inquéritos ao pessoal não docente

   - Critérios de análise para os inquéritos ao pessoal docente

6. ANÁLISE DOS RESULTADOSDOS INQUÉRITOS

   - Pessoal não docente

   - Conclusão

   - Pessoal docente

    - Conclusão

7. CONSIDERAÇÕES FINAIS

8. ANEXOS
1
                                    INTRODUÇÃO


       A autoavaliação das escolas ou agrupamentos de escolas é uma prática obrigatória
instituída pelo Dec. Lei 31/2002 de 20 de Dezembro. Este enquadramento legal e uma
crescente exigência de qualidade por parte da comunidade educativa têm conduzido um
número cada vez maior de escolas a aperfeiçoar os processos de auto-avaliação
-avaliação, no sentido do desenvolvimento sustentado das instituições escolares e dos seus
profissionais.
       Este relatório, baseado em três inquéritos distintos, concretiza uma segunda fase
do projecto de avaliação interna do agrupamento.
       O inquérito realizado ao grupo específico de encarregados de educação que apesar
de viverem fora da área do agrupamento optaram por matricular os seus educandos nas
escolas deste agrupamento vem complementar um inquérito mais abrangente já aplicado
no ano passado aos encarregados de educação, aferindo assim a imagem que o
agrupamento projecta para o exterior.
       Os inquéritos aplicados ao pessoal não docente e ao pessoal docente visam
conhecer a imagem que os profissionais que exercem as suas funções neste agrupamento
têm da própria instituição; reflectir a imagem que o agrupamento tem de si próprio.
       A área resultados escolares com os respectivos gráficos dos três últimos anos
lectivos, embora trabalhados em termos comparativos, carecem de um estudo detalhado,
que será objecto em futuras actividades da equipa. De igual modo, alguns aspectos da área
processos a nível de sala de aula deverão ser aprofundados em trabalhos futuros.
2
                             PLANO DE ACTIVIDADES
Durante este ano lectivo, demos continuidade ao nosso trabalho de acordo com os
objectivos gerais do modelo de avaliação adoptado - PAVE:


      Promover uma discussão séria e objectiva entre todos os grupos de actores,
      favorecendo a criação de uma cultura de avaliação mais aprofundada e de auto-
      formação permanente;

      Conseguir uma imagem da escola, tal como é vista por professores, funcionários,
      alunos e pais;

      Ajudar a identificar e a definir áreas prioritárias para avaliar com maior
       profundidade.


No âmbito deste perfil, anteriormente definido para a autoavaliação a implementar,
estruturámos o nosso trabalho em três fases:


      Elaboração, aplicação e análise de um inquérito aos encarregados de educação
      cujos educandos frequentam escolas deste agrupamento embora a ele não estejam
      afectos pela sua residência;

      Elaboração, aplicação e análise preliminar de um inquérito ao pessoal não docente.
      Elaboração, aplicação e análise preliminar de um inquérito ao pessoal docente.


       Desta forma, demos continuidade ao trabalho de avaliação no domínio do “Meio”,
na perspectiva de conseguir uma ideia mais abrangente da imagem que os pais e
encarregados de educação têm sobre a escola que somos.
       Iniciámos a avaliação do domínio “Processos a nível da escola” ( A escola como um
local de aprendizagem; A escola como um local social; A escola como um local profissional.)
no sentido de complementar a imagem que os encarregados de educação têm da escola
com a imagem que dela têm os profissionais de ensino.
       Na elaboração dos inquéritos, tivemos a preocupação de formular todas as
questões de acordo com os princípios da pertinência, da clareza e da abrangência, de modo
a que os seus utilizadores pudessem, com o mínimo de dúvidas, dar respostas objectivas,
segundo a experiência de cada um.
       Assim, antes da aplicação dos inquéritos, a equipa de avaliação interna seleccionou
um grupo de 20 professores nos quais incluiu coordenadores de grupo e membros da
direcção, para análise das questões formuladas e propostas de alteração ou inclusão de
outros itens. Para recolha destas sugestões, foi aberto um espaço próprio no nosso blog.
       Procedemos ainda à elaboração do inquérito aos alunos, que será aplicado apenas
para o ano.
       Foi realizado também um trabalho de compilação de dados dos resultados escolares
relativos aos três últimos anos lectivos. No entanto, só será feita uma análise em pormenor e
respectivo comentário dos mesmos no próximo ano.
       O Cronograma de Acção para este ano encontra-se em anexo. (Anexo nº1)
3
                              INQUÉRITOS APLICADOS


1- Encarregados de educação não residentes na área da escola

       Os inquéritos foram enviados aos destinatários pelos seus educandos. A equipa de
avaliação interna distribuiu-os pelos respectivos directores de turma e professores titulares de
turma. A operação de envio e devolução decorreu, de forma faseada, entre Dezembro e Janeiro de
2011.



 Inquéritos enviados                                                               129

 Inquéritos devolvidos                                                             90

  • Devolvidos em branco                                                            4

  • Não devolvidos                                                                 35

Número de alunos inscritos no agrupamento pela primeira vez, no presente ano lectivo.

                 Distribuição por Escolas (do 1º ciclo e no 2ºciclo – 5º ano):



 Escola do Campo 24 Agosto                                                              21

 Escola da Praça da Alegria                                                              5

 Escola da Sé                                                                            5

 Escola Dr. A. C. Pires de Lima                                                         89
Síntese do tratamento de dados


                                                       Muito %       Pouco %       Nada %
 Tenho a informação de que na escola é ministrado
 um ensino de qualidade.                                 76 %          20 %          4%

 Tenho a informação de que é uma escola segura.          73 %          23 %          4%
 Tenho a informação de que é uma escola
 disciplinada.                                           76 %          20 %          4%
 É mais fácil poder acompanhá-lo quando vou ou
 venho do meu trabalho.                                  84 %          9%            7%

 Fica mais acessível de transportes públicos.            72 %          6%           22 %
 Tenho familiares que vivem perto da escola e podem
 acompanhá-lo depois das aulas.                          52 %          10 %         38 %
 Já frequentei a escola e conheço alguns professores
 e funcionários.                                         72 %          6%           22 %
 Tenho outro(a) filho(a) a frequentar uma escola do
                                                                        ---
 agrupamento.                                            23 %                       77 %


Conclusão

      Dois factores exteriores ao agrupamento, de ordem logística, foram considerados pelos
encarregados de educação de muita importância na sua opção por escolas deste agrupamento: a
possibilidade de acompanhamento do aluno no percurso para o emprego e a acessibilidade por
transporte público. De igual modo, outros quatro factores, todos com percentagens superiores a
70%, influenciaram muito a escolha dos encarregados de educação. Estes factores têm a ver
directamente com a imagem projectada pela escola ou com conhecimento directo que dela têm:
qualidade de ensino, segurança, disciplina e frequência de escola do agrupamento pelo
encarregado de educação ou conhecimento pessoal de professores ou funcionários.
      Este inquérito, dirigido a um universo específico de encarregados de educação, veio
corroborar algumas das conclusões de um outro inquérito muito mais amplo também aplicado aos
encarregados de educação no ano lectivo passado. Já então ficara bem claro que a qualidade de
ensino, a segurança e a disciplina fomentadas eram consideradas pelos encarregados de educação
pontes muito fortes do agrupamento.
1. Pessoal não docente

Parâmetros de avaliação:
  A. Conhecimento dos documentos estruturantes
  B. Liderança:

          1. Exercício da liderança pela Direcção Executiva
          2. Comunicação interna
          3. Trabalho em equipa
          4. Avaliação
          5.Formação
          6.Condições de trabalho
          7.Clima de escola


A escala utilizada nas respostas ao questionário foi a seguinte:

  Parâmetro A - CONHECIMENTO DOS DOCUMENTOS ESTRUTURANTES: Sim / Não
  Parâmetro B - LIDERANÇA: Discordo Totalmente/ Discordo/Concordo/ Concordo
Totalmente;


2. Pessoal docente

Parâmetros de avaliação:
  Conhecimento dos documentos estruturantes
   A. Organização e Gestão
          1.Funcionamento do Departamento Curricular/Grupo disciplinar
          2.Funcionamento do Conselho Pedagógico
          3.Funcionamento dos conselhos de: grupo (pré-escolar); ano (1º ciclo); turma (2º e
           3º             ciclos)
          4.Funcionamento do Conselho Geral
          5.Exercício da liderança pela Direcção Executiva
          6.Organização dos serviços
  B. Cultura de escola
          7. Cultura de escola
   C. Avaliação do desempenho docente
          8. Avaliação do desempenho docente
          9. Avaliação do seu trabalho na escola após a avaliação do desempenho

   D. Problemas e aspectos positivos da escola
          10. Problemas da escola
A escala utilizada nas respostas ao questionário foi a seguinte:
      Parâmetro -CONHECIMENTO DOS DOCUMENTOS ESTRUTURANTES: Sim / Não
      Parâmetro A - ORGANIZAÇÃO E GESTÃO:


             1. FUNCIONAMENTO DO DEPARTAMENTO CURRICULAR/GRUPO DISCIPLINAR
             2. FUNCIONAMENTO DO CONSELHO PEDAGÓGICO
             3. FUNCIONAMENTO DOS CONSELHOS DE TURMA (2º e 3º Ciclos); ANO (1º Ciclo);
                  GRUPO (Pré- escolar)
             4. FUNCIONAMENTO DO CONSELHO GERAL
                  Algumas vezes/ Sempre que necessário/
                  Sempre ou quase sempre
             5. EXERCÍCIO DA LIDERANÇA PELA DIRECÇÃO EXECUTIVA
             6. ORGANIZAÇÃO DOS SERVIÇOS.


      Parâmetro B- CULTURA DE ESCOLA
                  Discordo Totalmente/ Discordo/ Concordo/ Concordo Totalmente;


      Parâmetro C – AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DOCENTE
                 Selecção de opções


      Parâmetro D- PROBLEMAS E ASPECTOS POSITIVOS DA ESCOLA
                  Não constitui problema/ Problema mínimo/ Problema moderado/
                  Problema Grave


Objectivos
      Com a aplicação destes inquéritos ao pessoal docente e não docente pretendeu-se:
                 Identificar os pontos fortes e pontos fracos do Agrupamento relativamente
                  aos aspectos acima referidos.
                 Propor, se necessário, estratégias de melhoria exequíveis, em função dos
                  resultados dos inquéritos.
4
                           APLICAÇÃO DOS INQUÉRITOS


       Os inquéritos foram colocados numa página do nosso blog e foram todos preenchidos
online, para serem preenchidos on-line.
       O pessoal não docente foi contactado pessoalmente e preencheu o inquérito em dias
seleccionados e em computadores disponibilizados para o efeito.
       O pessoal docente foi contactado via e-mail e pessoalmente sempre que possível e o
preenchimento do inquérito pode também ser feito na escola.
       Sempre que o preenchimento do inquérito ocorreu na escola, estiveram presentes
elementos da equipa de avaliação para esclarecimento de dúvidas.
5
                                TRATAMENTO DE DADOS


5.1 Critérios de análise para os inquéritos ao pessoal não docente


É considerado Ponto Forte: ( ≥ 75%) 
 Quando o número de respostas Sim é igual ou superior a 75%.
 Quando a soma das respostas de Concordo e Concordo Totalmente é igual ou superior
  a 75%.


É considerado Ponto Fraco: ( ≥ 75%) 
 Quando a soma das respostas de Discordo Totalmente e Discordo é igual ou superior a
  75%.


Nota: Após a análise dos inquéritos, e verificada a inexistência de Pontos Fracos,
entendemos fazer referência a Pontos Menos Fortes.


Em todos os parâmetros considera-se Ponto Menos Forte quando a resposta Não ou a
soma das respostas Discordo e Discordo Totalmente é igual ou superior 40 %. 


   Os itens que muito se aproximam de Pontos Fortes, com percentagens superiores a
70% mas menores de 75%, aparecem também destacados a azul 
5.2 Critérios de análise para os inquéritos ao pessoal docente


É considerado Ponto Forte: ( ≥ 75%) 
 Quando a resposta Sim é igual ou superior a 75%.

 Quando a soma das respostas Sempre que necessário e Sempre ou Quase Sempre é
 igual ou superior a 75%

 Quando a soma das respostas Concordo e Concordo Totalmente é igual ou superior a
 75%



É considerado Ponto Fraco (≥ 75%) 

 Quando a resposta Algumas Vezes é maior ou igual a 75%

 Quando a soma das respostas Discordo Totalmente e Discordo é igual ou superior a
  75%



No parâmetro C – AVALIAÇÂO DO DESEMPENHO DOCENTE – mereceram especial atenção
os itens assinalados com valores iguais e superiores a 40% 



No parâmetro D – PROBLEMAS E ASPECTOS POSITIVOS DA ESCOLA – mereceram especial
atenção os itens em que a soma de Problema Moderado e Problema Grave é igual ou
superior a 50% 
6
ANÁLISE DOS RESULTADOS DOS INQUÉRITOS
6.1 PESSOAL NÃO DOCENTE

Informação de enquadramento


Total de assistentes do agrupamento (operacionais e técnicos): 46
38 respostas = 82,6%
Nota: Os assistentes a prestar serviço nas escolas do agrupamento colocados a termo
certo pela Segurança Social não foram inquiridos.


Sexo:
            Feminino. 79%
            Masculino: 21%
Idade:
            Menos de 35 anos: 8%
            De 36 a 50 anos: 50%
            Mais de 50 anos : 42%


Anos de serviço:
    Menos de 10 anos : 32%
    De 11 a 25 anos: 45%
        Mais de 25 anos : 24%


Local de trabalho:
    EB 2/3 Pires de Lima 76%
    Escolas do 1º Ciclo: Campo 8% ; Sol 5% ; Alegria 11%
    Jardim de Infância 0% (Pessoal não afecto aos quadros da Câmara Municipal)
A – CONHECIMENTO DOS DOCUMENTOS ESTRUTURANTES

                                                                                             Sim %        Não%
Conheço o Projecto Educativo do Agrupamento.                                                   68          32
Conheço o Regulamento Interno do Agrupamento.                                                  87          13

1.- Exercício da liderança pela Direcção Executiva

                                                                    Discordo     Discordo                 Concordo
                                                                   Totalmente   Totalmente    Concordo   Totalmente
                                                                        %            %           %            %



1.2   A Direcção reconhece e valoriza o meu trabalho.                  8            5            45         42

      A Direcção interessa-se pessoalmente na resolução
1.3   conjunta dos problemas que surgem.                               3           13            55         29

      Nesta escola, os funcionários são motivados a participarem
1.4   em reuniões de discussão sobre melhorias do Agrupamento.        13           26            55          5

      Nesta escola, na distribuição do trabalho tem-se em
1.5   conta as capacidades profissionais de cada um                   11           18            50         21

2. – Comunicação interna
                                                                    Discordo                              Concordo
                                                                                 Discordo     Concordo
                                                                   Totalmente                            Totalmente
                                                                                     %           %
                                                                        %                                     %


                                                                                                 42          50
2.1   A comunicação com o órgão de Direcção é fácil.                   5            3
      Neste Agrupamento, as informações e as decisões
      fundamentais do Ministério da Educação são
                                                                       8
2.2   divulgadas a todos.                                                          45            21          26

      O nível de circulação da informação entre a Direcção
2.3   Executiva e os serviços do agrupamento é bom.                    5           11            66          18

      As alterações à distribuição do serviço são feitas de
2.4   forma que considero a mais justa.                               11           24            39          26

3.- Trabalho em equipa
                                                                    Discordo                              Concordo
                                                                   Totalmente    Discordo     Concordo   Totalmente
                                                                        %           %            %            %

      A Direcção Executiva apoia e incentiva o trabalho em
3.1   equipa.                                                         5           21             53          21

      Neste Agrupamento todos os funcionários conhecem a
3.2   sua função e respectivas tarefas.                               5           21             47          26

      Neste Agrupamento os funcionários sentem
3.3   necessidade de formação para trabalhar em equipa.               3           18             55          24
4– Avaliação


                                                                 Discordo                             Concordo
                                                                             Discordo     Concordo
                                                                Totalmente                           Totalmente
                                                                                %            %
                                                                     %                                    %
      O Agrupamento avalia periodicamente as condições de
4.1                                                                  5          24          47          24
      trabalho dos funcionários.
      O Agrupamento mede periodicamente o grau de
4.2                                                                  8          34          37          21
      satisfação dos funcionários.
      O sistema utilizado para avaliação do desempenho
4.3                                                                 16          29          45          11
      conduz a resultados considerados justos pela maioria.




5. – Formação %


                                                                 Discordo                             Concordo
                                                                                          Concordo
                                                                Totalmente   Discordo %              Totalmente
                                                                                             %
                                                                     %                                    %
      Neste Agrupamento procura-se que os funcionários
5.1   recebam formação adequada para o seu                          5           45          29          21
      desenvolvimento profissional e pessoal.
      Neste Agrupamento os funcionários são ouvidos para
5.2                                                                 16          42          29          13
      definirem o Plano Anual de Formação.
      Neste Agrupamento é ministrada uma formação
5.3                                                                 5           47          29          18
      inicial sobre o serviço a todos os novos funcionários.




6. – Condições de trabalho %


                                                                 Discordo                             Concordo
                                                                             Discordo     Concordo
                                                                Totalmente                           Totalmente
                                                                                %            %
                                                                     %                                    %
      Estou satisfeito(a) com as condições de trabalho que
6.1                                                                 5           24          42          29
      tenho na Escola.
      A Direcção Executiva preocupa-se em facilitar aos
6.2   funcionários os recursos necessários aos seus                 3           18          26          53
      desempenhos.
      A Escola disponibiliza vestiário , cacifo ou outro tipo
6.3                                                                11           39           8          42
      de instalações que facilitem a vida aos funcionários.
7. – Clima de escola %

                                                            Discordo                           Concordo
                                                                        Discordo   Concordo
                                                           Totalmente                         Totalmente
                                                                           %          %
                                                                %                                  %
       A Direcção Executiva, com a sua actuação, cria um
 7.1                                                           3          21         32           45
       clima de confiança.
       Neste Agrupamento os funcionários são felicitados
 7.2                                                          11          34         18           37
       quando fazem um bom trabalho.
       Nesta escola a manifestação de apreço é feita
 7.3                                                          24          39         18           18
       publicamente no local de trabalho.
       Neste Agrupamento participo activamente na vida
 7.4                                                           3          29         21           47
       da escola.
       Nesta escola os funcionários podem dar sempre a
 7.5                                                          16          39         16           29
       sua opinião e são auscultados.
       Neste Agrupamento a Direcção Executiva apoia os
 7.6   funcionários na resolução de problemas pessoais e       8          21         39           32
       profissionais.
       Neste Agrupamento sentimo-nos encorajados a
 7.7   desenvolver melhores práticas na nossa área de         13          24         42           21
       trabalho.
 7.8   Estou satisfeito(a) com o ambiente da Escola.           8          42         21           29


Conclusão

Foram analisadas 30 questões neste inquérito e não foi encontrado nenhum Ponto Fraco.
Foram considerados Pontos Fortes:
     . o conhecimento do Regulamento Interno
     . a valorização do trabalho pela Direcção
     . o interesse da Direcção pela resolução conjunta dos problemas
     . a facilidade de comunicação com a Direcção
     . a circulação da comunicação proveniente da Direcção
     . a disponibilização de recursos para o desempenho das funções
     . o clima de confiança criado pela Direcção

O clima de escola beneficiária, no entanto, com a melhoria de alguns itens classificados
como menos positivos, nomeadamente o reconhecimento e encorajamento aos
funcionários pelo bom desempenho das suas funções.
A questão 3.3 (incluída no parâmetro Trabalho em Equipa) embora classificada como
Ponto Forte, aponta para a necessidade de formação sentida pelo pessoal não docente
para trabalhar em equipa. Esta lacuna é confirmada no parâmetro 5 – Formação - onde os
resultados verificados em todas as questões apontam para carências nesta área, apesar de
nenhum item ter sido considerado Ponto Fraco.
Alguma atenção deverá ser prestada igualmente à divulgação de informações e decisões do
Ministério da Educação, à forma como o agrupamento mede o grau de satisfação dos
funcionários e à disponibilização de cacifos, vestiário ou instalações que facilitem a vida aos
funcionários.
Os funcionários, na sua grande maioria (numa percentagem superior a 70% ) conhecem a
sua função e respectivas tarefas , consideram que o agrupamento avalia periodicamente as
suas condições de trabalho e que a Direcção os apoia na resolução de problema pessoais e
profissionais e tem em conta as capacidades de cada um na distribuição de tarefas.
                                 6.2 PESSOAL DOCENTE




Informação de enquadramento

Sexo:
    Feminino 77 %
    Masculino 23%

Idade:
    Menos de 35 anos - 23%
    De 36 a 50 anos – 43%
    Mais de 50 anos 34%

Anos de serviço:
    Menos de 10 – 24%
    De 11 a 25 - 46%
    Mais de 25 -30%

Nível de ensino:
    Jardim de Infância – 4%
    1º Ciclo - 25%
    2º Ciclo / 3º Ciclo – 71%
CONHECIMENTO DOS DOCUMENTOS ESTRUTURANTES

                                                                                        Sim        Não
                                                                                         %          %

 Conheço o Projecto Educativo do agrupamento. (PE)                                      91         9

 Conheço o Regulamento Interno do agrupamento. (RI)                                     92         8

 Conheço o Plano Anual de Actividades (PAA)                                             97         3

Indique de que forma tomou conhecimento destes documentos. (Ver Anexo 7)

                                     A - ORGANIZAÇÃO E GESTÃO

1. FUNCIONAMENTO DO DEPARTAMENTO CURRICULAR/GRUPO DISCIPLINAR


                                                                            Sempre       Sempre
                                                                 Algumas      que       ou quase
                                                                  Vezes    necessário    sempre
                                                                    %            %         %
       Distribui os conteúdos programáticos por períodos
1.1    lectivos.                                                   3          34              64

1.2    Planifica as unidades lectivas.                             5          32              63

1.3    Selecciona/elabora materiais pedagógicos.                   12         44              43

1.4    Discute as estratégias de diferenciação pedagógica.         12         54              35

1.5    Planeia as actividades interdisciplinares.                  18         50              32

1.6    Elabora os testes e outros instrumentos de avaliação.       13         41              46

1.7    Define os critérios de avaliação por disciplina.            4          39              57

1.8    Analisa os resultados dos alunos.                           3          27              70

1.9    Analisa e reflecte sobre práticas educativas.               4          36              59

1.10   Avalia a eficácia das estratégias de ensino utilizadas.     6          35              59

1.11   Analisa as necessidades de formação dos professores.        15         52              33
       Define as estratégias de apoio aos professores menos
1.12   experientes.                                                28         50              21
       O coordenador de departamento monitoriza o
1.13   trabalho de todos os professores.                           12         30              58
2. FUNCIONAMENTO DO CONSELHO PEDAGÓGICO
(A preencher apenas pelos membros deste órgão)



                                                                           Sempre    Sempre
                                                                Algumas      que       ou
                                                                 Vezes    necessári   quase
                                                                   %          o      sempre
                                                                              %     %
2.1    Define estratégias de implementação do Projecto                    50        50
      Educativo do agrupamento.
2.2   Define a política de avaliação das aprendizagens.                   30          70
2.3   Aprova os critérios de avaliação.                                   30          70
2.4   Define dispositivos de acompanhamento e                             30          70
      monitorização permanente da avaliação dos alunos.
2.5   Define estratégias comuns para apoio a alunos com                   40          60
      dificuldades.
2.6   Avalia a eficácia das medidas de apoio educativo                    50          50
      implementadas.
2.7   Toma decisões de carácter pedagógico em articulação
      com os coordenadores de departamento e os                 10        20          70
      professores.
2.8   Acompanha o desenvolvimento dos projectos no                        40          60
      agrupamento.
2.9   Define critérios de formação de turmas.                             30          70

Nota: Este quadro refere-se a dados relativos a professores.

3. FUNCIONAMENTO DOS CONSELHOS DE TURMA (2º e 3º Ciclos); ANO (1º Ciclo); GRUPO
(Pré-escolar)


                                                                           Sempre     Sempre
                                                                             que        ou
                                                                Algumas
                                                                          necessári    quase
                                                                 Vezes
                                                                              o       sempre
                                                                   %
                                                                              %        %

3.1   Caracteriza a turma.                                      2         33          65
3.2   Constrói o Projecto Curricular de Turma.                      3     34          61
3.3   Analisa o aproveitamento dos alunos.                      0         20          80
3.4   Faz o balanço da implementação do Projecto Curricular     6         34          59
      de Turma.
3.5   Estabelece as normas de comportamento da turma.           5         26          68
3.6   Planeia as actividades curriculares interdisciplinares.   11        47          41
3.7   Elabora os planos de recuperação / acompanhamento         3         49          47
dos alunos.
3.8    Elabora os planos de desenvolvimento dos alunos.              11        57       31
3.9    Define as estratégias comuns para apoio a alunos com          4         51       44
       dificuldades de aprendizagem.
3.10   Define os critérios de avaliação por turma.                   13        35       51
3.11   Avalia a eficácia das medidas de apoio implementadas.         7         44       48
3.12   Define as estratégias tendentes ao envolvimento dos           16        45       39
       encarregados de educação no acompanhamento dos
       seus educandos.
3.13   Avalia a eficácia das estratégias de ensino.                  9         40       51
3.14   Analisa os problemas pessoais dos alunos.                     7         43       49
3.15   Analisa os problemas disciplinares da turma.                  3         29       67


4. FUNCIONAMENTO DO CONSELHO GERAL
(A preencher apenas pelos membros deste órgão)



                                                                                Sempre    Sempre
                                                                     Algumas      que       ou
                                                                      Vezes    necessári   quase
                                                                        %          o      sempre
                                                                                   %     %
4.1    Aprova, acompanha e avalia o Projecto Educativo do                      40        60
       agrupamento.
4.2    Aprova o Regulamento Interno.                                           60       40
4.3    Aprova o Plano Anual de Actividades do agrupamento.                     40       60
4.4    Aprecia os relatórios periódicos e aprova o relatório final             60       40
       de execução do PAA.
4.5    Define as linhas orientadoras para a elaboração do            20        40       40
       orçamento e supervisiona a sua execução.
4.6    Acompanha a acção dos demais órgãos de administração                    80       20
       e gestão do agrupamento.
4.7    Define a política da acção social do agrupamento.             20        60       20
4.8    Apoia a implementação de políticas que favoreçam a                      40       60
       acção educativa e formativa do agrupamento.
4.9    Recomenda critérios de atribuição de turmas e horários        20        60       20
       a professores.
4.10   Aprecia os resultados da auto-avaliação.                                60       40

Nota: Este quadro refere-se apenas a dados relativos a professores.
5. EXERCÍCIO DA LIDERANÇA PELA DIRECÇÃO EXECUTIVA

Assinale o seu grau de concordância relativamente às seguintes afirmações, a propósito do
exercício da liderança pela Direcção Executiva.
       ,                                                   Discord                         Con-
                                                              o      Discord     Con-     cordo
                                                            Total-      o       Cordo     Total-
                                                            Mente       %         %       Mente
                                                              %                             %
5.1    Gere eficazmente os recursos humanos.               2         12        58        28
5.2    Apoia o desenvolvimento profissional do pessoal.    2         8         63        28
5.3    Delega áreas de responsabilidade e tarefas.         2         4         59        35
5.4    Articula com os órgãos de gestão intermédia dos     2         2         77        20
       outros estabelecimentos de ensino.
5.5    Deposita expectativas elevadas nos professores      3         19        54        23
5.6    Tem expectativas elevadas acerca dos alunos.        2         24        59        16
5.7    Possui expectativas elevadas acerca dos             1         21        65        14
       assistentes.
5.8    Conhece os assuntos sobre os quais tem de decidir. 0          6         54        40
5.9    Envolve os outros na tomada de decisões.            2         19        62        17
5.10 Integra diferentes contributos nas tomadas de         2         9         70        20
       decisão.
5.11 Divulga a informação atempada e eficazmente.          1         13        56        30
5.12 Estimula o desenvolvimento profissional dos           2         15        55        28
       diferentes actores educativos.
5.13 Envolve os outros em projectos.                       1         9         57        34
5.14 Possui um projecto pedagógico para o                  1         11        53        34
       agrupamento.
5.15 Possui visão estratégica.                             3         11        60        26
5.16 Fomenta a participação dos pais na vida das           0         12        59        29
       escolas.
5.17 Desenvolve estratégias de aproximação à               1         8         65        27
       comunidade.
5.18 Promove eventos susceptíveis de contribuírem          0         9         55        36
       para a criação de uma cultura de agrupamento.
5.19 Toma decisões no momento oportuno.                    1         16        59        24
5.20 Actua de forma democrática.                           4         15        57        24
5.21 Desenvolve mecanismos de auscultação e de             3         19        60        18
       negociação com a comunidade escolar, de apoio à
       tomada de decisão.
5.22 Define claramente o papel e a responsabilidade das 0            12        63        25
       pessoas na concretização do Projecto Educativo.
6. ORGANIZAÇÃO DOS SERVIÇOS

                                                              Discord                        Con-
                                                                 o      Discord    Con-     cordo
                                                               Total-      o      Condo     Total-
                                                               Mente       %        %       Mente
                                                                 %                            %
6.1    O atendimento da secretaria é eficiente.               1         9         59       31
6.2    O serviço prestado pela cantina é de qualidade.        3         32        58       7
6.3    O serviço prestado pelo bar é de qualidade.            0         1         57       42
6.4    O serviço prestado pela papelaria é eficiente.         0         9         59       32
6.5    O serviço prestado pela reprografia é eficiente.       0         2         34       64
6.6    O serviço prestado pela biblioteca é dinâmico e de     1         6         47       46
       qualidade.


                                 B - CULTURA DE ESCOLA

7.CULTURA DE ESCOLA


                                                               Nunca                        Sempre
                                                                        Alguma
                                                                ou                Muitas      ou
                                                                           s
                                                               quase              Vezes      quase
                                                                         Vezes
                                                               nunca                %       sempre
                                                                           %
                                                                 %                             %
7.1    As normas e o regulamento da escola são                3         24        44       28
       aplicados.
7.2    Os alunos são encorajados a trabalhar com              2         26        38       34
       empenho.
7.3    Os professores são reconhecidos quando                 4         43        32       21
       desenvolvem bom trabalho.
7.4    Os alunos são reconhecidos quando desenvolvem          0         22        43       35
       bom trabalho.
7.5    Os assistentes são reconhecidos quando                 2         34        41       23
       desenvolvem bom trabalho.
7.6    Existe uma cultura de valorização da                   3         31        47       18
       aprendizagem.
7.7    Os professores são estimulados a participar em         2         29        41       28
       actividades de desenvolvimento.
7.8    A oferta cultural é diversificada.                     3         35        44       17
7.9    Os pais são estimulados a participar nas actividades   5         34        41       20
       da escola.
7.10   Os actores educativos envolvem-se na tomada de         2         46        35       17
       decisões.
7.11   A escola é um lugar disciplinado e seguro.             9         36        33       22
7.12    A escola é um lugar onde é agradável estar.           5         34         34           28
7.13    Os alunos são informados, em tempo oportuno,          3         32         37           28
        dos assuntos relevantes de política educativa.
7.14    Os professores são informados, em tempo               3         27         43           28
        oportuno, dos assuntos relevantes de política
        educativa.
7.15    Os professores são exigentes na atribuição de         3         33         41           22
        classificações.
7.16    Os professores são justos na atribuição de            2         24         50           24
        classificações.
7.17    As expectativas acerca dos alunos são elevadas.       10        35         36           18


                         C – AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DOCENTE


8. AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DOCENTE

8.1    Necessário                          47    8.10     Motivador do trabalho em equipa            8
8.2    Formativo                           24    8.11     Prejudicial às relações de trabalho        57
8.3    Enriquecedor                        16    8.12     Competitivo                                45
8.4    Penalizador                         34    8.13     Fonte de stress                            54
8.5    Burocrático                         72    8.14     Gratificante                               3
8.6    Justo                               7     8.15     Motivador                                  9
8.7    Injusto                             58    8.16     Perverso                                   28
8.8    Artificial                          46    8.17     Positivo                                   10
8.9    Verdadeiro                          3     8.18     Gasto excessivo de tempo                   53

9. AVALIAÇÃO DO SEU TRABALHO NA ESCOLA APÓS A AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO

9.1    Melhorou muito.                     3%
9.2    Melhorou.                           9%
9.3    Manteve-se.                         85%
9.4    Piorou.                             3%


                      C – PROBLEMAS E ASPECTOS POSITIVOS DA ESCOLA

10. PROBLEMAS DA ESCOLA
Não
                                                                                      Problema   Problema   Problema
                                                                          constitui
                                                                                       Mínimo    Moderado     Grave
                                                                         problema
                                                                                         %          %           %
                                                                             %
10.1    Condições de trabalho nas salas de aula.                         14           22         42         22
10.2    Motivação dos professores.                                       28           22         41         9
10.3    Absentismo dos professores.                                      20           31         31         18
10.4    Investimento dos professores em actividades de desenvolvimento   41           29         27         3
        profissional.
10.5    Preparação científica ou pedagógica dos professores.             44           31         20         5
10.6    Cooperação entre os professores.                                 46           28         23         3
10.7    Relação entre professores e/ou grupos de professores.            49           34         15         3
10.8    Relação professores/alunos.                                      37           34         24         4
10.9    Motivação dos alunos.                                            9            20         34         36
10.10   Assiduidade dos alunos.                                          10           32         45         13
10.11   Disciplina dos alunos.                                           4            15         40         41
10.12   Preparação prévia dos alunos.                                    11           17         47         24
10.13   Motivação dos assistentes.                                       22           31         39         8
10.14   Assiduidade dos assistentes.                                     25           35         29         10
10.15   Preparação dos assistentes para as funções que desempenham.      22           34         30         15
10.16   Relação entre assistentes e/ou grupos de assistentes.            33           35         27         5
10.17   Envolvimento dos pais nas actividades da escola.                 20           31         38         11
10.18   Envolvimento dos pais no acompanhamento dos trabalhos dos        9            16         45         29
        seus educandos.
10.19   Interacção da escola com a comunidade.                           43           34         23         0
10.20   Liderança dos órgãos de direcção do agrupamento.                 53           24         18         4
10.21   Liderança dos órgãos de gestão intermédia da escola.             50           28         20         2
10.22   Participação no processo de tomada de decisão.                   41           34         22         3
10.23   Recursos disponíveis.                                            12           32         37         19
10.24   Apoio dos órgãos de gestão.                                      49           28         18         5
10.25   Ofertas de formação.                                             17           28         35         19
10.26   Meio sócio-económico dos alunos.                                 3            18         39         40



Outros aspectos, positivos ou negativos relevantes. ( Ver Anexo 8)
11. SUGESTÕES DE MELHORIA

Aspectos da escola que considera prioritário melhorar. ( Ver Anexo 9)
Conclusão


Este inquérito aos docentes apresenta resultados globais do agrupamento e não resultados
de cada uma das escolas que o compõem. A perspectiva geral assim obtida pode distorcer
a realidade de cada estabelecimento. É intenção desta equipa numa segunda fase,
proceder a uma análise detalhada dos resultados dividindo-os em dois blocos distintos -
Jardim de Infância/1º ciclo e 2º ciclo/3º ciclo.
Foi analisado um leque variado de questões nos diversos domínios que estruturam este
inquérito. Assim, no domínio conhecimento dos Documentos Estruturantes verifica-se que
mais 90% dos inquiridos conhecem estes documentos. No domínio da Organização e
Gestão constata-se que todas as questões são consideradas Pontos Fortes. Nos domínios a
seguir discriminados: Funcionamento do departamento curricular/ grupo disciplinar;
Funcionamento do Conselho Pedagógico; Funcionamento do Conselho Geral e Exercício
da liderança pela Direcção Executiva
Verifica-se a existência de Pontos Fortes na quase totalidade das questões apresentadas.
No domínio Organização de serviços apenas a questão Serviço prestado pela cantina não
é considerado Ponto Forte.
Os inquiridos consideram que o actual modelo de desempenho docente é: burocrático,
injusto, prejudicial às relações de trabalho, fonte de stress, gasto excessivo de tempo,
necessário, artificial e competitivo. Estes aspectos apresentados de forma decrescente,
oscilando entre 72 e 45 respostas, num universo de 116 inquiridos. É de realçar que 85%
dos inquiridos consideram que o seu desempenho profissional não se alterou com a
implementação deste modelo de avaliação.
Em Problemas e aspectos positivos da escola verifica-se que, das 25 questões
apresentadas, 10 são consideradas Pontos Fracos: Condições de trabalho nas salas de aula,
desmotivação dos professores e pouca oferta de formação. Relativamente aos alunos:
desmotivação, falta de assiduidade, indisciplina, má preparação prévia, meio sócio-
económico e baixo envolvimento dos pais no acompanhamento dos trabalhos dos seus
educandos.
Foram considerados 6 Pontos Fortes: Bom relacionamento entre professores; Interacção
da escola com a comunidade; Liderança e apoio dos órgãos de direcção do agrupamento e
dos órgãos de gestão intermédia; Participação no processo de tomada de decisão;
Por último, foram indicados outros aspectos positivos ou negativos relevantes, bem como
apresentadas sugestões de melhoria. Os inquiridos tiveram a oportunidade de se
expressarem em resposta aberta, resultando assim um levantamento abrangente que, pela
sua natureza diversificada, torna difícil o seu tratamento estatístico, mas merecerá um
tratamento específico.
7
                                CONSIDERAÇÕES FINAIS


       O trabalho que esta equipa desenvolveu e que está descrito neste relatório, é
apenas uma etapa de um processo complexo cujos resultados implicam uma atitude
responsável e activa na planificação futura.
O nosso trabalho não pretende assumir-se como uma inspecção interna mas tem como
objectivo essencial fazer um diagnóstico fundamentado, identificando pontos fracos
possibilitando a adopção de estratégias de melhoria na planificação futura.
       Os resultados deste inquérito confirmam os constrangimentos do Agrupamento já
mencionados no relatório da IGE e que se relacionam com falta de funcionários. A boa
organização e direcção da escola, bem como o clima vivenciado, pontos fortes no Relatório
da IGE, foram também confirmados pelos inquéritos. Apesar do reconhecimento do
empenho, quer de professores quer de funcionários, os encarregados de educação, nas
respostas abertas, manifestam preocupação pela falta de instrumentos legais para
aumentar o poder disciplinador dos professores.
Apesar de os resultados, na sua globalidade, serem muito positivos, as questões
consideradas Pontos Menos Fortes deverão merecer a atenção dos diferentes órgãos do
Agrupamento, no sentido de se proporem estratégias de melhoria.
Mais do que as nossas considerações, a resposta à última questão do inquérito resume a
apreciação global; a quase totalidade dos pais e encarregados de educação diz-se satisfeita
ou muito satisfeita com o facto de os seus educandos frequentarem este Agrupamento.


1º.1 - Outros aspectos, positivos ou negativos relevantes. ( Ver Anexo 8)
11. SUGESTÕES DE MELHORIA

Aspectos da escola que considera prioritário melhorar. ( Ver Anexo 9)
Anexo 1
ALIAÇÃO INTERNA DO AGRUPAMENTO

                       CRONOGRAMA DE ACTIVIDADES DA EQUIPA DE
                                   AVALIAÇÃO

                                          2010-2011                2011               2011-2012               2012
                                          S   O   N   D   J   F   M A     M   J   J   S   O   N   D   J   F   M A    M   J   J
Revisão do Relatório de actividades de
2009/2010
Criação do Blog da Avaliação Interna do
Agrupamento
Definição de prioridades no trabalho
de avaliação
Planificação e calendarização das
actividades
Estudo de documentação
Elaboração de instrumentos de
avaliação
  •Inquérito     aos     EE     –Alunos
matriculados fora da área            de
residência
  •Inquéritos aos docentes
  •Inquéritos aos alunos
  •Inquéritos aos não docentes
Implementação dos inquéritos aos EE.
  •Tratamento estatístico dos
resultados
Reforço de divulgação
do projecto de avaliação interna
Estudo comparativo de Resultados
Académicos nos anos lectivos de
2007/2008, 2008/2009 e 2009/2010
Processo de análise dos dados
quantitativos dos R. A.
Debate com diferentes actores sobre as
propostas de avaliação
Implementação dos inquéritos
Tratamento estatístico dos inquéritos
Relatório preliminar
Outras acções avaliativas
Verificação interna da qualidade da
avaliação – Elaboração de dispositivos
de análise
Análise do processo de avaliação
Relatório final
Planos de Melhoria
Anexo 2
amento Vertical Dr. Augusto César Pires de Lima


             RELATÓRIO
 INQUÉRITO AOS ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO
DOS ALUNOS MATRICULADOS NO AGRUPAMENTO
   EMBORA RESIDENTES FORA DA SUA ÁREA




      EQUIPA DE AVALIAÇÃO INTERNA




                 Abril de 2011
APRESENTAÇÃO




       Numa reunião havida no final do ano lectivo passado com a Direcção Executiva, foi-nos
proposto, face ao crescente aumento de alunos matriculados nos estabelecimentos do agrupamento e
que vivem fora das áreas das nossas escolas, que averiguássemos os motivos de tal fenómeno.
       A equipa de avaliação, sem alterar o rumo da sua actividade, decidiu integrar o
desenvolvimento deste trabalho no plano de actividades estabelecido para este ano, na convicção de
contribuir para a identificação das razões das preferências pelos estabelecimentos do Agrupamento
Vertical Dr. Augusto César Pires de Lima.
       Depois de elaborados, os questionários foram enviados em envelope fechado aos
Encarregados de Educação, através dos seus educandos, para serem preenchidos. Refira-se a boa
receptividades por parte dos inquiridos, o que permitiu que 69,8 % devolvessem o questionário,
apesar de eventuais dúvidas que pudessem existir sobre as intenções deste trabalho por parte dos
inquiridos.
       Este relatório materializa esse trabalho realizado, identificando com alguma clareza as
razões que levam os encarregados de educação a matricular os seus educandos nos estabelecimentos
deste agrupamento em detrimento do agrupamento das suas áreas de residência.
APLICAÇÃO


       Como já foi referido os inquéritos foram enviados aos destinatários pelos seus educandos.

A equipa de avaliação interna distribuiu-os pelos respectivos directores de turma e professores

titulares de turma. A operação de envio e devolução decorreu, de forma faseada, entre Dezembro

e Janeiro de 2011.


 Inquéritos enviados aos Encarregado. de Educação                                         129

 Inquéritos devolvidos                                                                    90

   • Devolvidos em branco                                                                  4

   • Não devolvidos                                                                       35

Número de alunos inscritos no agrupamento pela primeira vez, no presente ano lectivo.
Distribuição por Escolas (do 1º ciclo e no 2ºciclo – 5º ano):



 Escola do Campo 24 Agosto                                                                21

 Escola da Praça da Alegria                                                               5

 Escola da Sé                                                                             5

 Escola Dr. A. C. Pires de Lima                                                           89
TRATAMENTO DE DADOS
SÍNTESE DO TRATAMENTO DE DADOS

                                                                       Muito   Pouco   Nada
Tenho a informação de que na escola é ministrado um ensino de
qualidade.                                                             76 %    20 %    4%

Tenho a informação de que é uma escola segura.                         73 %    23 %    4%

Tenho a informação de que é uma escola disciplinada.                   76 %
                                                                               20 %    4%

É mais fácil poder acompanhá-lo quando vou ou venho do meu trabalho.   84 %      9%    7%

Fica mais acessível de transportes públicos.                           72 %      6%    22 %
Tenho familiares que vivem perto da escola e podem acompanhá-lo
depois das aulas.                                                      52 %    10 %    38 %

Já frequentei a escola e conheço alguns professores e funcionários.    72 %     6%     22 %

Tenho outro(a) filho(a) a frequentar uma escola do agrupamento.        23 %    ---     77 %
CONCLUSÕES



       Dois factores exteriores ao agrupamento, de ordem logística, foram considerados
pelos encarregados de educação de muita importância na sua opção por escolas deste
agrupamento: a possibilidade de acompanhamento do aluno no percurso para o emprego e a
acessibilidade por transporte público. De igual modo, outros quatro factores, todos com
percentagens superiores a 70%, influenciaram muito a escolha dos encarregados de
educação. Estes factores têm a ver directamente com a imagem projectada pela escola ou
com conhecimento directo que dela têm: qualidade de ensino, segurança, disciplina e
frequência de escola do agrupamento pelo encarregado de educação ou conhecimento
pessoal de professores ou funcionários.
       Este inquérito, dirigido a um universo específico de encarregados de educação, veio
corroborar algumas das conclusões de um outro inquérito muito mais amplo também
aplicado aos encarregados de educação no ano lectivo passado. Já então ficara bem claro
que a qualidade de ensino, a segurança e a disciplina fomentadas eram consideradas pelos
encarregados de educação pontes muito fortes do agrupamento.
Anexo 3
AVALIAÇÃO INTERNA DO AGRUPAMENTO



                                       INQUÉRITO
A equipa de avaliação interna do agrupamento pretende conhecer a sua opinião sobre as razões
da matrícula do seu educando numa escola deste agrupamento.
Este inquérito destina-se unicamente à avaliação interna do agrupamento e não tem qualquer
outra finalidade.
Leia, por favor, atentamente todas as questões. Indique de que forma cada uma das questões
influenciaram a opção de matricular o seu educando neste agrupamento.




                                                                             Muito    Pouco     Nada

Tenho a informação de que na escola é ministrado um ensino de qualidade.

Tenho a informação de que é uma escola segura.

Tenho a informação de que é uma escola disciplinada.

É mais fácil poder acompanhá-lo quando vou ou venho do meu trabalho.

Fica mais acessível de transportes públicos.

Tenho familiares que vivem perto da escola e podem acompanhá-lo depois
das aulas.

Já frequentei a escola e conheço alguns professores e funcionários.

Tenho outro(a) filho(a) a frequentar uma escola do agrupamento.



                                                                         Obrigado pela colaboração
Anexo 4
AGRUPAMENTO VERTICAL DR. AUGUSTO CÉSAR PIRES DE LIMA




  QUESTIONÁRIOS AO PESSOAL NÃO DOCENTE




              Ano lectivo de 2010 – 2011
INTRODUÇAO


       A avaliação da Escola pelos seus próprios profissionais é um elemento indispensável para
melhorar o seu funcionamento, a qualidade e a eficácia do ensino ministrado.

       Neste inquérito não há respostas certas ou erradas relativamente a qualquer dos itens,
pretendendo-se apenas a sua opinião sincera e objectiva.

        Este questionário é de natureza confidencial e anónima.


INFORMAÇÃO DE ENQUADRAMENTO
Assinale com um X a sua situação

Sexo: Feminino             Idade: Menos de 35 anos             Anos de serviço: Menos de 10     
      Masculino                   De 36 a 50 anos                               De 11 a 25       
                                   Mais de 50 anos                                Mais de 25 anos 

Local de trabalho:
                         Jardim de Infância                             
                         Escola do 1º Ciclo: Campo/Sol/Alegria          
                         Escola do 2º/3º Ciclos Dr. A. C. Pires de Lima 

                 A – CONHECIMENTO DOS DOCUMENTOS ESTRUTURANTES

Assinale com um X a resposta que mais se adequa ao seu grau de conhecimento relativamente aos
documentos estruturantes do Agrupamento.

                                                                                            Sim           Não
Conheço o Projecto Educativo do Agrupamento.
Conheço o Regulamento Interno do Agrupamento.

                                            B – LIDERANÇA

1.- Exercício da liderança pela Direcção Executiva

Assinale com um X o seu grau de concordância ou discordância relativamente às seguintes afirmações, a
propósito do exercício de liderança pela Direcção Executiva:

                                                                 Discordo       Dis-         Con-        Concordo
                                                                totalmente     cordo        cordo       totalmente


1.2   A Direcção reconhece e valoriza o meu trabalho.
      A Direcção interessa-se pessoalmente na resolução
1.3   conjunta dos problemas que surgem.
      Nesta escola, os funcionários são motivados a
      participarem em reuniões de discussão sobre melhorias
1.4   do Agrupamento.
      Nesta escola, na distribuição do trabalho tem-se em
1.5   conta as capacidades profissionais de cada um.
2. – Comunicação interna

Assinale com um X o seu grau de concordância ou discordância relativamente às seguintes afirmações:
                                                                         Discordo     Dis-     Con-      Concordo
                                                                        totalmente   cordo    cordo     totalmente
2.1   A comunicação com o órgão de Direcção é fácil.

2.2   Neste Agrupamento, as informações e as decisões.
      fundamentais do Ministério da Educação são divulgadas a
      todos.
2.3   O nível de circulação da informação entre a Direcção Executiva
      e os serviços do agrupamento é bom.
2.4   As alterações à distribuição do serviço são feitas de forma que
      considero a mais justa.



3.- Trabalho em equipa

Assinale com um X o seu grau de concordância ou discordancia relativamente às seguintes afirmações:
                                                                          Discordo    Dis-    Con-     Concordo
                                                                        totalmente   cordo   cordo    totalmente
3.1   A Direcção Executiva apoia e incentiva o trabalho em equipa.
3.2   Neste Agrupamento todos os funcionários conhecem a sua
      função e respectivas tarefas.
3.3   Neste Agrupamento os funcionários sentem necessidade de
      formação para trabalhar em equipa.




4. - Avaliação

Assinale com um X o seu grau de concordância ou discordancia relativamente às seguintes afirmações:
                                                                 Discordo       Dis-        Con-     Concordo
                                                               totalmente      cordo       cordo    totalmente
4.1   O Agrupamento avalia periodicamente as condições de
      trabalho dos funcionários.
4.2   O Agrupamento mede periodicamente o grau de satisfação
      dos funcionários.
4.3   O sistema utilizado para avaliação do desempenho conduz a
      resultados considerados justos pela maioria.




5. - Formação

Assinale com um X o seu grau de concordância ou discordância relativamente às seguintes afirmações:
                                                                    Discordo      Dis-        Con-     Concordo
                                                                  totalmente     cordo       cordo    totalmente
5.1   Neste Agrupamento procura-se que os funcionários recebam
      formação adequada para o seu desenvolvimento profissional
      e pessoal.
5.2   Neste Agrupamento os funcionários são ouvidos para
      definirem o Plano Anual de Formação.
5.3   Neste Agrupamento é ministrada uma formação inicial sobre
      o serviço a todos os novos funcionários.
6. – Condições de trabalho

Assinale com um X o seu grau de concordância ou discordancia relativamente às seguintes afirmações:

                                                                        Discordo     Dis-    Con-      Concordo
                                                                       totalmente   cordo   cordo     totalmente
      Estou satisfeito(a) com as condições de trabalho que tenho na
6.1   Escola.
      A Direcção Executiva preocupa-se em facilitar aos funcionários
6.2   os recursos necessários aos seus desempenhos.
      A Escola disponibiliza vestiário , cacifo ou outro tipo de
6.3   instalações que facilitem a vida aos funcionários.



7. – Clima de escola
Assinale com um X o seu grau de concordância relativamente às seguintes afirmações:

                                                                        Discordo     Dis-    Con-      Concordo
                                                                       totalmente   cordo   cordo     totalmente
      A Direcção Executiva, com a sua actuação, cria um clima de
7.1   confiança.
      Neste Agrupamento os funcionários são felicitados quando
7.2   fazem um bom trabalho.
      Nesta escola a manifestação de apreço é feita publicamente
7.3   no local de trabalho.

7.4   Neste Agrupamento participo activamente na vida da escola.
      Nesta escola os funcionários podem dar sempre a sua opinião
7.5   e são auscultados.
      Neste Agrupamento a Direcção Executiva apoia os
      funcionários na resolução de problemas pessoais e
7.6   profissionais.
      Neste Agrupamento sentimo-nos encorajados a desenvolver
7.7   melhores práticas na nossa área de trabalho.

7.8   Estou satisfeito(a) com o ambiente da Escola.
Anexo 5
INFORMAÇÃO DE ENQUADRAMENTO
Assinale a sua situação
Sexo:
                                                   Feminino             30           79%
                                                   Masculino                8        21%




Idade:
                                                   Menos de 35 anos              3   8%
                                                   De 36 a 50 anos              19   50%
                                                   Mais de 50 anos              16   42%




Anos de serviço:
                                                   Menos de 10              12       32%
                                                   De 11 a 25               17       45%
                                                   Mais de 25 anos              9    24%




Local de trabalho:
                              Jardim de Infância                       0             0%
                              EB1 do Campo                             3             8%
                              EB1 da Alegria                           4             11%
                              EB1 do Sol                               2             5%
                              Escola do 2º/3º Ciclos Dr. A. C. Pires   29            76%
                              de Lima
Conheço o Projecto Educativo do Agrupamento. (PE)
CONHECIMENTO DOS DOCUMENTOS ESTRUTURANTES
Assinale a resposta que mais se adequa ao seu grau de conhecimento relativamente aos documentos estruturantes do
Agrupamento.
Conheço o Projecto Educativo do Agrupamento. (PE)

                                                                          Sim                    26                68%
                                                                          Não                    12                32%




Conheço o Regulamento Interno do Agrupamento. (RI)
                                                                          Sim                    33                87%
                                                                          Não                     5                13%




B - LIDERANÇA
1. Exercício da liderança pela Direcção Executiva
Assinale o seu grau de concordância ou discordância relativamente às seguintes afirmações, a propósito do
exercício de liderança pela Direcção Executiva:
1.2 A Direcção reconhece e valoriza o meu trabalho.
                                                                          Discordo totalmente               3      8%
                                                                          Discordo                          2      5%
                                                                          Concordo                         17      45%
                                                                          Concordo totalmente              16      42%



1.3 A Direcção interessa-se pessoalmente na resolução conjunta dos problemas que surgem.
                                                        Discordo totalmente     1     3%
                                                                          Discordo                          5      13%
                                                                          Concordo                         21      55%
                                                                          Concordo totalmente              11      29%
1.4 Nesta escola, os funcionários são motivados a participarem em reuniões de discussão
sobre melhorias do Agrupamento.
                                                         Discordo totalmente      5   13%
                                                                     Discordo                10   26%
                                                                     Concordo                21   55%
                                                                     Concordo totalmente      2   5%




1.5 Nesta escola, na distribuição do trabalho tem-se em conta as capacidades profissionais
de cada um.
                                                                     Discordo totalmente      4   11%
                                                                     Discordo                 7   18%
                                                                     Concordo                19   50%
                                                                     Concordo totalmente      8   21%


2. Comunicação interna
Assinale o seu grau de concordância ou discordância relativamente às seguintes afirmações:
2.1 A comunicação com o órgão de Direcção é fácil.
                                                                     Discordo totalmente      2   5%
                                                                     Discordo                 1   3%
                                                                     Concordo                16   42%
                                                                     Concordo totalmente     19   50%



2.2 Neste Agrupamento, as informações e as decisões. fundamentais do Ministério da
Educação são divulgadas a todos.
                                                       Discordo totalmente      3                 8%
                                                                     Discordo                17   45%
                                                                     Concordo                 8   21%
                                                                     Concordo totalmente     10   26%
2.3 O nível de circulação da informação entre a Direcção Executiva e os serviços do
agrupamento é bom.
                                                        Discordo totalmente       2               5%
                                                                     Discordo                 4   11%
                                                                     Concordo                25   66%
                                                                     Concordo totalmente      7   18%



2.4 As alterações à distribuição do serviço são feitas de forma que considero a mais justa.
                                                           Discordo totalmente      4    11%
                                                                     Discordo                 9   24%
                                                                     Concordo                15   39%
                                                                     Concordo totalmente     10   26%



3. Trabalho em equipa
Assinale o seu grau de concordância ou discordancia relativamente às seguintes afirmações:
3.1 A Direcção Executiva apoia e incentiva o trabalho em equipa.
                                                        Discordo totalmente                   2   5%
                                                                     Discordo                 8   21%
                                                                     Concordo                20   53%
                                                                     Concordo totalmente      8   21%



3.2 Neste Agrupamento todos os funcionários conhecem a sua função e respectivas tarefas.
                                                     Discordo totalmente       2      5%
                                                                     Discordo                 8   21%
                                                                     Concordo                18   47%
                                                                     Concordo totalmente     10   26%



3.3 Neste Agrupamento os funcionários sentem necessidade de formação para trabalhar
em equipa.
                                                      Discordo totalmente     1     3%
                                                                     Discordo                 7   18%
                                                                     Concordo                21   55%
                                                                     Concordo totalmente      9   24%
4. Avaliação
Assinale o seu grau de concordância ou discordancia relativamente às seguintes afirmações:
4.1 O Agrupamento avalia periodicamente as condições de trabalho dos funcionários.
                                                     Discordo totalmente       2                  5%
                                                                     Discordo                 9   24%
                                                                     Concordo                18   47%
                                                                     Concordo totalmente      9   24%



4.2 O Agrupamento mede periodicamente o grau de satisfação dos funcionários.
                                                    Discordo totalmente                       3   8%
                                                                     Discordo                13   34%
                                                                     Concordo                14   37%
                                                                     Concordo totalmente      8   21%



4.3 O sistema utilizado para avaliação do desempenho conduz a resultados considerados
justos pela maioria.
                                                       Discordo totalmente      6   16%
                                                                     Discordo                11   29%
                                                                     Concordo                17   45%
                                                                     Concordo totalmente      4   11%



5. Formação
Assinale o seu grau de concordância ou discordância relativamente às seguintes afirmações:
5.1 Neste Agrupamento procura-se que os funcionários recebam formação adequada para
o seu desenvolvimento profissional e pessoal.
                                                      Discordo Totalmente   2     5%
                                                                     Discordo                17   45%
                                                                     Concordo                11   29%
                                                                     Concordo Totalmente      8   21%
5.2 Neste Agrupamento os funcionários são ouvidos para definirem o Plano Anual de
Formação.
                                                      Discordo Totalmente      6                      16%
                                                                     Discordo                 16      42%
                                                                     Concordo                 11      29%
                                                                     Concordo Totalmente          5   13%



5.3 Neste Agrupamento é ministrada uma formação inicial sobre o serviço a todos os novos
funcionários.
                                                    Discordo Totalmente       2      5%
                                                                     Discordo                 18      47%
                                                                     Concordo                 11      29%
                                                                     Concordo Totalmente      7       18%



 6. Condições de trabalho
 Assinale o seu grau de concordância ou discordancia relativamente às seguintes afirmações:
6.1 Estou satisfeito(a) com as condições de trabalho que tenho na Escola.
                                                         Discordo Totalmente                      2    5%
                                                                     Discordo                     9   24%
                                                                     Concordo                 16      42%
                                                                     Concordo Totalmente      11      29%



6.2 A Direcção Executiva preocupa-se em facilitar aos funcionários os recursos necessários
aos seus desempenhos.
                                                       Nunca ou quase nunca        1    3%
                                                                   Algumas vezes                  7   18%
                                                                   Muitas vezes               10      26%
                                                                   Sempre ou quase sempre     20      53%
6.3 A Escola disponibiliza vestiário , cacifo ou outro tipo de instalações que facilitem a vida
aos funcionários.
                                                          Nunca ou quase nunca          4 11%
                                                                    Algumas vezes            15   39%
                                                                    Muitas vezes              3   8%
                                                                    Sempre ou quase sempre   16   42%



7. Clima de escola
Assinale o seu grau de concordância relativamente às seguintes afirmações:
7.1 A Direcção Executiva, com a sua actuação, cria um clima de confiança.
                                                      Nunca ou quase nunca                    1   3%
                                                                    Algumas vezes             8   21%
                                                                    Muitas vezes             12   32%
                                                                    Sempre ou quase sempre   17   45%



7.2 Neste Agrupamento os funcionários são felicitados quando fazem um bom trabalho.
                                                       Nunca ou quase nunca    4 11%
                                                                    Algumas vezes            13   34%
                                                                    Muitas vezes              7   18%
                                                                    Sempre ou quase sempre   14   37%



7.3 Nesta escola a manifestação de apreço é feita publicamente no local de trabalho.
                                                        Nunca ou quase nunca        9             24%
                                                                    Algumas vezes            15   39%
                                                                    Muitas vezes              7   18%
                                                                    Sempre ou quase sempre    7   18%



7.4 Neste Agrupamento participo activamente na vida da escola.
                                                     Nunca ou quase nunca                     1   3%
                                                                    Algumas vezes            11   29%
                                                                    Muitas vezes              8   21%
                                                                    Sempre ou quase sempre   18   47%
7.5 Nesta escola os funcionários podem dar sempre a sua opinião e são auscultados.
                                                      Nunca ou quase nunca         6   16%
                                                       Algumas vezes             15    39%
                                                       Muitas vezes               6    16%
                                                       Sempre ou quase sempre    11    29%



7.6 Neste Agrupamento a Direcção Executiva apoia os funcionários na resolução de
problemas pessoais e profissionais.
                                                     Nunca ou quase nunca        3     8%
                                                       Algumas vezes              8    21%
                                                       Muitas vezes              15    39%
                                                       Sempre ou quase sempre    12    32%




7.7 Neste Agrupamento sentimo-nos encorajados a desenvolver melhores práticas na nossa
área de trabalho.
                                                    Nunca ou quase nunca       5 13%
                                                       Algumas vezes              9    24%
                                                       Muitas vezes              16    42%
                                                       Sempre ou quase sempre     8    21%



7.8 Estou satisfeito(a) com o ambiente da Escola.
                                                       Nunca ou quase nunca       3    8%
                                                       Algumas vezes             16    42%
                                                       Muitas vezes               8    21%
                                                       Sempre ou quase sempre    11    29%
Anexo 6
AGRUPAMENTO VERTICAL DR. AUGUSTO CÉSAR PIRES DE LIMA




                       INQUÉRITO AOS DOCENTES




Nota: O modelo que se segue apresenta-se num formato diferente do modelo colocado em
suporte informático



                            Ano lectivo de 2010 – 2011
INTRODUÇÃO


A avaliação da Escola pelos seus próprios profissionais é um elemento indispensável para melhorar
o seu funcionamento, a qualidade e a eficácia do ensino ministrado.

Neste inquérito não há respostas certas ou erradas relativamente a qualquer dos itens,
pretendendo-se apenas a sua opinião sincera e objectiva.

Este questionário é de natureza confidencial e anónima.



INFORMAÇÃO DE ENQUADRAMENTO


Sexo:   Fem.     □            Idade: Menos de 35 anos       □       Anos de serviço: Menos de 10

□
        Masc.   □                      De 36 a 50 anos      □                        De 11 a 25

□
                                      Mais de 50 anos       □                        Mais de 25 anos

□
Nível de ensino: Jardim de Infância     □            1º Ciclo   □               2º Ciclo / 3º Ciclo   □

CONHECIMENTO DOS DOCUMENTOS ESTRUTURANTES

Assinale as opções que mais se adequam ao seu caso, relativamente aos documentos estruturantes do
agrupamento.

                                                                                   Sim      Não
           Conheço o Projecto Educativo do agrupamento. (PE)
           Conheço o Regulamento Interno do agrupamento. (RI)
           Conheço o Plano Anual de Actividades (PAA)

Indique de que forma tomou conhecimento destes documentos.
_________________________________________________________________________________
______
_________________________________________________________________________________
______

                                   A - ORGANIZAÇÃO E GESTÃO

1. FUNCIONAMENTO DO DEPARTAMENTO CURRICULAR/GRUPO DISCIPLINAR

Assinale a frequência com que nas reuniões do seu departamento/grupo disciplinar se procede ao seguinte:
Sempre
                                                                                             Sempre
                                                                             Algumas                       ou
                                                                                               que
                                                                              vezes                       quase
                                                                                            necessário
                                                                                                         sempre
1.1    Distribui os conteúdos programáticos por períodos lectivos.
1.2    Planifica as unidades lectivas.
1.3    Selecciona/elabora materiais pedagógicos.
1.4    Discute as estratégias de diferenciação pedagógica.
1.5    Planeia as actividades interdisciplinares.
1.6    Elabora os testes e outros instrumentos de avaliação.
1.7    Define os critérios de avaliação por disciplina.
1.8    Analisa os resultados dos alunos.
1.9    Analisa e reflecte sobre práticas educativas.
1.10   Avalia a eficácia das estratégias de ensino utilizadas.
1.11   Analisa as necessidades de formação dos professores.
1.12   Define as estratégias de apoio aos professores menos
       experientes.
1.13   O coordenador de departamento monitoriza o trabalho de
       todos os professores.



2. FUNCIONAMENTO DO CONSELHO PEDAGÓGICO
(A preencher apenas pelos membros deste órgão)
Assinale a frequência com que nas reuniões do Conselho Pedagógico se procede ao seguinte:
                                                                                                         Sempre
                                                                                             Sempre
                                                                             Algumas                       ou
                                                                                               que
                                                                              vezes                       quase
                                                                                            necessário
                                                                                                         sempre
2.1     Define estratégias de implementação do Projecto Educativo
       do agrupamento.
2.2    Define a política de avaliação das aprendizagens.
2.3    Aprova os critérios de avaliação.
2.4    Define dispositivos de acompanhamento e monitorização
       permanente da avaliação dos alunos.
2.5    Define estratégias comuns para apoio a alunos com
       dificuldades.
2.6    Avalia a eficácia das medidas de apoio educativo
       implementadas.
2.7    Toma decisões de carácter pedagógico em articulação com os
       coordenadores de departamento e os professores.
2.8    Acompanha o desenvolvimento dos projectos no
       agrupamento.
2.9    Define critérios de formação de turmas.

3. FUNCIONAMENTO DOS CONSELHOS DE TURMA (2º e 3º Ciclos); ANO (1º Ciclo); GRUPO (Pré-
escolar)

Assinale a frequência com que os seguintes assuntos são abordadas nas reuniões do Conselho de
Turma/Ano/Grupo de que é membro.
Sempre          Sempre
                                                                             Algumas        que             ou
                                                                              vezes      necessário        quase
                                                                                                          sempre
3.1    Caracteriza a turma.
3.2    Constrói o Projecto Curricular de Turma.
3.3    Analisa o aproveitamento dos alunos.
3.4    Faz o balanço da implementação do Projecto Curricular de
       Turma.
3.5    Estabelece as normas de comportamento da turma.
3.6    Planeia as actividades curriculares interdisciplinares.
3.7    Elabora os planos de recuperação / acompanhamento dos
       alunos.
3.8    Elabora os planos de desenvolvimento dos alunos.
3.9    Define as estratégias comuns para apoio a alunos com
       dificuldades de aprendizagem.
3.10   Define os critérios de avaliação por turma.
3.11   Avalia a eficácia das medidas de apoio implementadas.
3.12   Define as estratégias tendentes ao envolvimento dos
       encarregados de educação no acompanhamento dos seus
       educandos.
3.13   Avalia a eficácia das estratégias de ensino.
3.14   Analisa os problemas pessoais dos alunos.
3.15   Analisa os problemas disciplinares da turma.


4. FUNCIONAMENTO DO CONSELHO GERAL
(A preencher apenas pelos membros deste órgão)
Assinale a frequência com que nas reuniões do Conselho de Geral de que é membro se procede ao seguinte:

                                                                                                          Sempre
                                                                                          Sempre
                                                                             Algumas                        ou
                                                                                            que
                                                                              vezes                        quase
                                                                                         necessário
                                                                                                          sempre
4.1    Aprova, acompanha e avalia o Projecto Educativo do
       agrupamento.
4.2    Aprova o Regulamento Interno.
4.3    Aprova o Plano Anual de Actividades do agrupamento.
4.4    Aprecia os relatórios periódicos e aprova o relatório final de
       execução do PAA.
4.5    Define as linhas orientadoras para a elaboração do orçamento
       e supervisiona a sua execução.
4.6    Acompanha a acção dos demais órgãos de administração e
       gestão do agrupamento.
4.7    Define a política da acção social do agrupamento.
4.8    Apoia a implementação de políticas que favoreçam a acção
       educativa e formativa do agrupamento.
4.9    Recomenda critérios de atribuição de turmas e horários a
       professores.
4.10   Aprecia os resultados da auto-avaliação.
5. EXERCÍCIO DA LIDERANÇA PELA DIRECÇÃO EXECUTIVA

Assinale o seu grau de concordância relativamente às seguintes afirmações, a propósito do exercício da
liderança pela Direcção Executiva.
        ,                                                                                               Con-
                                                                    Discordo
                                                                                            Con-       cordo
                                                                     Total-    Discordo
                                                                                           cordo       Total-
                                                                     mente
                                                                                                            mente
5.1    Gere eficazmente os recursos humanos.
5.2    Apoia o desenvolvimento profissional do pessoal.
5.3    Delega áreas de responsabilidade e tarefas.
5.4    Articula com os órgãos de gestão intermédia dos outros
       estabelecimentos de ensino.
5.5    Deposita expectativas elevadas nos professores
5.6    Tem expectativas elevadas acerca dos alunos.
5.7    Possui expectativas elevadas acerca dos assistentes.
5.8    Conhece os assuntos sobre os quais tem de decidir.
5.9    Envolve os outros na tomada de decisões.
5.10   Integra diferentes contributos nas tomadas de decisão.
5.11   Divulga a informação atempada e eficazmente.
5.12   Estimula o desenvolvimento profissional dos diferentes
       actores educativos.
5.13   Envolve os outros em projectos.
5.14   Possui um projecto pedagógico para o agrupamento.
5.15   Possui visão estratégica.
5.16   Fomenta a participação dos pais na vida das escolas.
5.17   Desenvolve estratégias de aproximação à comunidade.
5.18   Promove eventos susceptíveis de contribuírem para a
       criação de uma cultura de agrupamento.
5.19   Toma decisões no momento oportuno.
5.20   Actua de forma democrática.
5.21   Desenvolve mecanismos de auscultação e de
       negociação com a comunidade escolar, de apoio à
       tomada de decisão.
5.22   Define claramente o papel e a responsabilidade das
       pessoas na concretização do Projecto Educativo.

6. ORGANIZAÇÃO DOS SERVIÇOS

Assinale o seu grau de concordância relativamente às seguintes afirmações, a propósito da organização dos
serviços.
                                                                                                            Con-
                                                                      Discordo
                                                                                               Con-         cordo
                                                                       Total-     Discordo
                                                                                              condo         Total-
                                                                       mente
                                                                                                            mente
6.1    O atendimento da secretaria é eficiente.
6.2    O serviço prestado pela cantina é de qualidade.
6.3    O serviço prestado pelo bar é de qualidade.
6.4    O serviço prestado pela papelaria é eficiente.
6.5    O serviço prestado pela reprografia é eficiente.
6.6    O serviço prestado pela biblioteca é dinâmico e de
       qualidade.
B - CULTURA DE ESCOLA

7.CULTURA DE ESCOLA

Assinale o seu grau de concordância relativamente às seguintes afirmações, a propósito da cultura de escola.
                                                                         Discordo                              Sempre
                                                                                     Algumas      Muitas
                                                                          Total-                                 ou
                                                                                      vezes       vezes
                                                                          mente                                 quase
7.1     As normas e o regulamento da escola são aplicados.
7.2     Os alunos são encorajados a trabalhar com empenho.
7.3     Os professores são reconhecidos quando desenvolvem
        bom trabalho.
7.4     Os alunos são reconhecidos quando desenvolvem bom
        trabalho.
7.5     Os assistentes são reconhecidos quando desenvolvem
        bom trabalho.
7.6     Existe uma cultura de valorização da aprendizagem.
7.7     Os professores são estimulados a participar em
        actividades de desenvolvimento.
7.8     A oferta cultural é diversificada.
7.9     Os pais são estimulados a participar nas actividades da
        escola.
7.10    Os actores educativos envolvem-se na tomada de
        decisões.
7.11    A escola é um lugar disciplinado e seguro.
7.12    A escola é um lugar onde é agradável estar.
7.13    Os professores são informados, em tempo oportuno,
        dos assuntos relevantes de política educativa.
7.14    Os professores são exigentes na atribuição de
        classificações.
7.15    Os professores são justos na atribuição de
        classificações.
7.16    As expectativas acerca dos alunos são elevadas.


                           C – AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DOCENTE

8. AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DOCENTE

Assinale as opções que, na sua opinião, caracterizam o processo de avaliação do desempenho docente.
8.1    Necessário                                         8.10     Motivador do trabalho em equipa
8.2    Formativo                                          8.11     Prejudicial às relações de trabalho
8.3    Enriquecedor                                       8.12     Competitivo
8.4    Penalizador                                        8.13     Fonte de stress
8.5    Burocrático                                        8.14     Gratificante
8.6    Justo                                              8.15     Motivador
8.7    Injusto                                            8.16     Perverso
8.8    Artificial                                         8.17     Positivo
8.9    Verdadeiro                                         8.18     Gasto excessivo de tempo
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011
Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Conselho de classe
Conselho de classeConselho de classe
Conselho de classe
Sheila Isidorio
 
Proposta de Avaliação de Bom Jardim MA - 2012
Proposta de Avaliação de Bom Jardim MA - 2012Proposta de Avaliação de Bom Jardim MA - 2012
Proposta de Avaliação de Bom Jardim MA - 2012
Adilson P Motta Motta
 
Indicadores de Qualidade na Escola
Indicadores de Qualidade na EscolaIndicadores de Qualidade na Escola
Indicadores de Qualidade na Escola
Raffael Bottoli Schemmer
 
O conselho de classe
O conselho de classeO conselho de classe
O conselho de classe
Ana Paula Baptista
 
Projecto de pesquisa
Projecto de pesquisaProjecto de pesquisa
Projecto de pesquisa
Bruno Gurué
 
Conselho de classe
Conselho de classeConselho de classe
Conselho de classe
Vadeilza Castilho
 
(Análise inquéritos ee
(Análise inquéritos ee(Análise inquéritos ee
(Análise inquéritos ee
Deolinda Silva
 
Avaliação Emancipatória
Avaliação EmancipatóriaAvaliação Emancipatória
Avaliação Emancipatória
luciany-nascimento
 
Dicussão 5
Dicussão 5Dicussão 5
Dicussão 5
EdileideSantosAlves
 
Conselho de classe
Conselho de classeConselho de classe
Conselho de classe
Luciene Vales
 
Prática Escolar: Do Erro Como Fonte de Castigo ao Erro Como Fonte de Virtude
Prática Escolar: Do Erro Como Fonte de Castigo ao Erro Como Fonte de VirtudePrática Escolar: Do Erro Como Fonte de Castigo ao Erro Como Fonte de Virtude
Prática Escolar: Do Erro Como Fonte de Castigo ao Erro Como Fonte de Virtude
Otaciso Silva
 
Tese de elisa antônia ribeiro na ufu em 2010
Tese de elisa antônia ribeiro na ufu em 2010Tese de elisa antônia ribeiro na ufu em 2010
Tese de elisa antônia ribeiro na ufu em 2010
citacoesdosprojetosdeotavioluizmachado
 
Projeto haga
Projeto hagaProjeto haga
Projeto haga
elienabetete
 
AVALIAÇÃO EDUCACIONAL: PESPECTIVIAS
AVALIAÇÃO EDUCACIONAL: PESPECTIVIASAVALIAÇÃO EDUCACIONAL: PESPECTIVIAS
AVALIAÇÃO EDUCACIONAL: PESPECTIVIAS
Vyeyra Santos
 
Quadro de Referência para a Avaliação das Escolas
Quadro de Referência para a Avaliação das EscolasQuadro de Referência para a Avaliação das Escolas
Quadro de Referência para a Avaliação das Escolas
Tito Romeu Gomes de Sousa Maia Mendes
 
Conselho de Classe
Conselho de Classe Conselho de Classe
Conselho de Classe
CÉSAR TAVARES
 
Especialização em docência no ensino superior – 2ª
Especialização em docência no ensino superior – 2ªEspecialização em docência no ensino superior – 2ª
Especialização em docência no ensino superior – 2ª
Meirivani
 
Monografia Célia Pedagogia 2010
Monografia Célia Pedagogia 2010Monografia Célia Pedagogia 2010
Monografia Célia Pedagogia 2010
Biblioteca Campus VII
 
A Formação Continuada a distância como suporte para a prática do docente da m...
A Formação Continuada a distância como suporte para a prática do docente da m...A Formação Continuada a distância como suporte para a prática do docente da m...
A Formação Continuada a distância como suporte para a prática do docente da m...
Joyce Fettermann
 
Seminario 3
Seminario 3Seminario 3
Seminario 3
EdileideSantosAlves
 

Mais procurados (20)

Conselho de classe
Conselho de classeConselho de classe
Conselho de classe
 
Proposta de Avaliação de Bom Jardim MA - 2012
Proposta de Avaliação de Bom Jardim MA - 2012Proposta de Avaliação de Bom Jardim MA - 2012
Proposta de Avaliação de Bom Jardim MA - 2012
 
Indicadores de Qualidade na Escola
Indicadores de Qualidade na EscolaIndicadores de Qualidade na Escola
Indicadores de Qualidade na Escola
 
O conselho de classe
O conselho de classeO conselho de classe
O conselho de classe
 
Projecto de pesquisa
Projecto de pesquisaProjecto de pesquisa
Projecto de pesquisa
 
Conselho de classe
Conselho de classeConselho de classe
Conselho de classe
 
(Análise inquéritos ee
(Análise inquéritos ee(Análise inquéritos ee
(Análise inquéritos ee
 
Avaliação Emancipatória
Avaliação EmancipatóriaAvaliação Emancipatória
Avaliação Emancipatória
 
Dicussão 5
Dicussão 5Dicussão 5
Dicussão 5
 
Conselho de classe
Conselho de classeConselho de classe
Conselho de classe
 
Prática Escolar: Do Erro Como Fonte de Castigo ao Erro Como Fonte de Virtude
Prática Escolar: Do Erro Como Fonte de Castigo ao Erro Como Fonte de VirtudePrática Escolar: Do Erro Como Fonte de Castigo ao Erro Como Fonte de Virtude
Prática Escolar: Do Erro Como Fonte de Castigo ao Erro Como Fonte de Virtude
 
Tese de elisa antônia ribeiro na ufu em 2010
Tese de elisa antônia ribeiro na ufu em 2010Tese de elisa antônia ribeiro na ufu em 2010
Tese de elisa antônia ribeiro na ufu em 2010
 
Projeto haga
Projeto hagaProjeto haga
Projeto haga
 
AVALIAÇÃO EDUCACIONAL: PESPECTIVIAS
AVALIAÇÃO EDUCACIONAL: PESPECTIVIASAVALIAÇÃO EDUCACIONAL: PESPECTIVIAS
AVALIAÇÃO EDUCACIONAL: PESPECTIVIAS
 
Quadro de Referência para a Avaliação das Escolas
Quadro de Referência para a Avaliação das EscolasQuadro de Referência para a Avaliação das Escolas
Quadro de Referência para a Avaliação das Escolas
 
Conselho de Classe
Conselho de Classe Conselho de Classe
Conselho de Classe
 
Especialização em docência no ensino superior – 2ª
Especialização em docência no ensino superior – 2ªEspecialização em docência no ensino superior – 2ª
Especialização em docência no ensino superior – 2ª
 
Monografia Célia Pedagogia 2010
Monografia Célia Pedagogia 2010Monografia Célia Pedagogia 2010
Monografia Célia Pedagogia 2010
 
A Formação Continuada a distância como suporte para a prática do docente da m...
A Formação Continuada a distância como suporte para a prática do docente da m...A Formação Continuada a distância como suporte para a prática do docente da m...
A Formação Continuada a distância como suporte para a prática do docente da m...
 
Seminario 3
Seminario 3Seminario 3
Seminario 3
 

Semelhante a Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011

Luciane
LucianeLuciane
Hipertexto 2012 - Slides da palestra de Guilherme Veiga Rios (INEP/MEC)
Hipertexto 2012 - Slides da palestra de Guilherme Veiga Rios (INEP/MEC)Hipertexto 2012 - Slides da palestra de Guilherme Veiga Rios (INEP/MEC)
Hipertexto 2012 - Slides da palestra de Guilherme Veiga Rios (INEP/MEC)
Simpósio Hipertexto
 
Aula 2 - Avaliação em Educacional atual.pptx
Aula 2 - Avaliação em Educacional atual.pptxAula 2 - Avaliação em Educacional atual.pptx
Aula 2 - Avaliação em Educacional atual.pptx
MaelDaSilvaNegreiros
 
Gdp Renovar (AvaliaçãO)
Gdp   Renovar (AvaliaçãO)Gdp   Renovar (AvaliaçãO)
Gdp Renovar (AvaliaçãO)
Édlon Marcus
 
GDP - RENOVAÇÃO - (AVALIAÇÃO)
GDP - RENOVAÇÃO - (AVALIAÇÃO)GDP - RENOVAÇÃO - (AVALIAÇÃO)
GDP - RENOVAÇÃO - (AVALIAÇÃO)
Édlon Marcus
 
Qualidade do ensino superior - 1a. parte - Diagnóstico
Qualidade do ensino superior - 1a. parte - DiagnósticoQualidade do ensino superior - 1a. parte - Diagnóstico
Qualidade do ensino superior - 1a. parte - Diagnóstico
Flavio Farah
 
Avaliação da aprendizagem escolar
Avaliação da aprendizagem escolarAvaliação da aprendizagem escolar
Avaliação da aprendizagem escolar
Maria Bárbara Floriano
 
Celi jandy moraes gomes. nota 10,0
Celi jandy moraes gomes.   nota 10,0Celi jandy moraes gomes.   nota 10,0
Celi jandy moraes gomes. nota 10,0
celikennedy
 
Supervisão
SupervisãoSupervisão
Supervisão
Helena Zanotto
 
Folha avaliação formativa[15433]
Folha   avaliação formativa[15433]Folha   avaliação formativa[15433]
Folha avaliação formativa[15433]
pereyras
 
Avaliação no ensino superior
Avaliação no ensino superiorAvaliação no ensino superior
Avaliação no ensino superior
mariamoura1788lulu
 
Avaliação no ensino superior
Avaliação no ensino superiorAvaliação no ensino superior
Avaliação no ensino superior
mariamoura1788lulu
 
Concepções e Práticas de Avaliação de Professores de Ciências Físico-Química...
Concepções e Práticas de Avaliação de  Professores de Ciências Físico-Química...Concepções e Práticas de Avaliação de  Professores de Ciências Físico-Química...
Concepções e Práticas de Avaliação de Professores de Ciências Físico-Química...
Marisa Correia
 
Monografia- Avaliação da aprendizagem para além de provas e testes
Monografia- Avaliação da aprendizagem para além de provas e testesMonografia- Avaliação da aprendizagem para além de provas e testes
Monografia- Avaliação da aprendizagem para além de provas e testes
Luciene Silva
 
Progestão x
Progestão xProgestão x
Progestão x
progestaoanguera
 
Estratégias - Araraquara
Estratégias - AraraquaraEstratégias - Araraquara
Estratégias - Araraquara
camilaperez25
 
Estratégias - Araraquara
Estratégias - AraraquaraEstratégias - Araraquara
Estratégias - Araraquara
camilaperez25
 
2008_diapositivos da auto-avaliação de escola
2008_diapositivos da auto-avaliação de escola2008_diapositivos da auto-avaliação de escola
2008_diapositivos da auto-avaliação de escola
agrupamento de escolas de carcavelos at DRE de lisboa e vale do tejo
 
Avaliação formativa e formação de professores
Avaliação formativa e formação de professoresAvaliação formativa e formação de professores
Avaliação formativa e formação de professores
Fernanda Rosário
 
Reunião de trabalho cefapro
Reunião de trabalho   cefaproReunião de trabalho   cefapro
Reunião de trabalho cefapro
Joelson Marcelo
 

Semelhante a Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011 (20)

Luciane
LucianeLuciane
Luciane
 
Hipertexto 2012 - Slides da palestra de Guilherme Veiga Rios (INEP/MEC)
Hipertexto 2012 - Slides da palestra de Guilherme Veiga Rios (INEP/MEC)Hipertexto 2012 - Slides da palestra de Guilherme Veiga Rios (INEP/MEC)
Hipertexto 2012 - Slides da palestra de Guilherme Veiga Rios (INEP/MEC)
 
Aula 2 - Avaliação em Educacional atual.pptx
Aula 2 - Avaliação em Educacional atual.pptxAula 2 - Avaliação em Educacional atual.pptx
Aula 2 - Avaliação em Educacional atual.pptx
 
Gdp Renovar (AvaliaçãO)
Gdp   Renovar (AvaliaçãO)Gdp   Renovar (AvaliaçãO)
Gdp Renovar (AvaliaçãO)
 
GDP - RENOVAÇÃO - (AVALIAÇÃO)
GDP - RENOVAÇÃO - (AVALIAÇÃO)GDP - RENOVAÇÃO - (AVALIAÇÃO)
GDP - RENOVAÇÃO - (AVALIAÇÃO)
 
Qualidade do ensino superior - 1a. parte - Diagnóstico
Qualidade do ensino superior - 1a. parte - DiagnósticoQualidade do ensino superior - 1a. parte - Diagnóstico
Qualidade do ensino superior - 1a. parte - Diagnóstico
 
Avaliação da aprendizagem escolar
Avaliação da aprendizagem escolarAvaliação da aprendizagem escolar
Avaliação da aprendizagem escolar
 
Celi jandy moraes gomes. nota 10,0
Celi jandy moraes gomes.   nota 10,0Celi jandy moraes gomes.   nota 10,0
Celi jandy moraes gomes. nota 10,0
 
Supervisão
SupervisãoSupervisão
Supervisão
 
Folha avaliação formativa[15433]
Folha   avaliação formativa[15433]Folha   avaliação formativa[15433]
Folha avaliação formativa[15433]
 
Avaliação no ensino superior
Avaliação no ensino superiorAvaliação no ensino superior
Avaliação no ensino superior
 
Avaliação no ensino superior
Avaliação no ensino superiorAvaliação no ensino superior
Avaliação no ensino superior
 
Concepções e Práticas de Avaliação de Professores de Ciências Físico-Química...
Concepções e Práticas de Avaliação de  Professores de Ciências Físico-Química...Concepções e Práticas de Avaliação de  Professores de Ciências Físico-Química...
Concepções e Práticas de Avaliação de Professores de Ciências Físico-Química...
 
Monografia- Avaliação da aprendizagem para além de provas e testes
Monografia- Avaliação da aprendizagem para além de provas e testesMonografia- Avaliação da aprendizagem para além de provas e testes
Monografia- Avaliação da aprendizagem para além de provas e testes
 
Progestão x
Progestão xProgestão x
Progestão x
 
Estratégias - Araraquara
Estratégias - AraraquaraEstratégias - Araraquara
Estratégias - Araraquara
 
Estratégias - Araraquara
Estratégias - AraraquaraEstratégias - Araraquara
Estratégias - Araraquara
 
2008_diapositivos da auto-avaliação de escola
2008_diapositivos da auto-avaliação de escola2008_diapositivos da auto-avaliação de escola
2008_diapositivos da auto-avaliação de escola
 
Avaliação formativa e formação de professores
Avaliação formativa e formação de professoresAvaliação formativa e formação de professores
Avaliação formativa e formação de professores
 
Reunião de trabalho cefapro
Reunião de trabalho   cefaproReunião de trabalho   cefapro
Reunião de trabalho cefapro
 

Mais de Nuno Pedroso

ae_nmsi6_solgeometricos_ppt_1.pptx
ae_nmsi6_solgeometricos_ppt_1.pptxae_nmsi6_solgeometricos_ppt_1.pptx
ae_nmsi6_solgeometricos_ppt_1.pptx
Nuno Pedroso
 
Semana das leituras março
Semana das leituras marçoSemana das leituras março
Semana das leituras março
Nuno Pedroso
 
História de um papagaio
História de um papagaioHistória de um papagaio
História de um papagaioNuno Pedroso
 
História de um papagaio
História de um papagaioHistória de um papagaio
História de um papagaio
Nuno Pedroso
 
Inquérito aos docentes
Inquérito aos docentes Inquérito aos docentes
Inquérito aos docentes
Nuno Pedroso
 
Relatório avaliação interna
Relatório avaliação internaRelatório avaliação interna
Relatório avaliação interna
Nuno Pedroso
 
Cronograma da ai 2010 2012
Cronograma da ai 2010   2012Cronograma da ai 2010   2012
Cronograma da ai 2010 2012
Nuno Pedroso
 
Relatório avaliação interna
Relatório avaliação internaRelatório avaliação interna
Relatório avaliação interna
Nuno Pedroso
 
Programa da Semana das leituras
Programa da  Semana das leiturasPrograma da  Semana das leituras
Programa da Semana das leituras
Nuno Pedroso
 
Texto2
Texto2Texto2
Texto2
Nuno Pedroso
 
Texto1
Texto1 Texto1
Texto1
Nuno Pedroso
 
Poster exposi __o 2010-vers__o final
Poster exposi  __o 2010-vers__o finalPoster exposi  __o 2010-vers__o final
Poster exposi __o 2010-vers__o final
Nuno Pedroso
 
Regras super tmatik
Regras super tmatikRegras super tmatik
Regras super tmatik
Nuno Pedroso
 
PmII1 -ciclo
PmII1 -cicloPmII1 -ciclo
PmII1 -ciclo
Nuno Pedroso
 

Mais de Nuno Pedroso (14)

ae_nmsi6_solgeometricos_ppt_1.pptx
ae_nmsi6_solgeometricos_ppt_1.pptxae_nmsi6_solgeometricos_ppt_1.pptx
ae_nmsi6_solgeometricos_ppt_1.pptx
 
Semana das leituras março
Semana das leituras marçoSemana das leituras março
Semana das leituras março
 
História de um papagaio
História de um papagaioHistória de um papagaio
História de um papagaio
 
História de um papagaio
História de um papagaioHistória de um papagaio
História de um papagaio
 
Inquérito aos docentes
Inquérito aos docentes Inquérito aos docentes
Inquérito aos docentes
 
Relatório avaliação interna
Relatório avaliação internaRelatório avaliação interna
Relatório avaliação interna
 
Cronograma da ai 2010 2012
Cronograma da ai 2010   2012Cronograma da ai 2010   2012
Cronograma da ai 2010 2012
 
Relatório avaliação interna
Relatório avaliação internaRelatório avaliação interna
Relatório avaliação interna
 
Programa da Semana das leituras
Programa da  Semana das leiturasPrograma da  Semana das leituras
Programa da Semana das leituras
 
Texto2
Texto2Texto2
Texto2
 
Texto1
Texto1 Texto1
Texto1
 
Poster exposi __o 2010-vers__o final
Poster exposi  __o 2010-vers__o finalPoster exposi  __o 2010-vers__o final
Poster exposi __o 2010-vers__o final
 
Regras super tmatik
Regras super tmatikRegras super tmatik
Regras super tmatik
 
PmII1 -ciclo
PmII1 -cicloPmII1 -ciclo
PmII1 -ciclo
 

Último

Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
JakiraCosta
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdfCopia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
davidreyes364666
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Maurício Bratz
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 

Último (20)

Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdfCopia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 

Relatório final Avaliação Interna Pires de Lima julho de 2011

  • 1. Agrupamento Vertical Dr. Augusto César Pires de Lima AVALIAÇÃO INTERNA RELATÓRIO Ano lectivo de 2010 – 2011
  • 2. EQUIPA DE AVALIAÇÃO INTERNA Isabel Marques Jorge Castro Nelson Gomes Nuno Pedroso “Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades” Muda-se o ser, muda-se a confiança; Todo o mundo é composto de mudança, Tomando sempre novas qualidades. Camões
  • 3. ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 2. PLANO DE ACTIVIDADES 3. INQUÉRITOS APLICADOS - Encarregados de educação não residentes na área da escola - Conclusão - Pessoal não docente - Pessoal docente 4. APLICAÇÃO DOS INQUÉRITOS 5. TRATAMENTOS DE DADOS - Critérios de análise para os inquéritos ao pessoal não docente - Critérios de análise para os inquéritos ao pessoal docente 6. ANÁLISE DOS RESULTADOSDOS INQUÉRITOS - Pessoal não docente - Conclusão - Pessoal docente - Conclusão 7. CONSIDERAÇÕES FINAIS 8. ANEXOS
  • 4. 1 INTRODUÇÃO A autoavaliação das escolas ou agrupamentos de escolas é uma prática obrigatória instituída pelo Dec. Lei 31/2002 de 20 de Dezembro. Este enquadramento legal e uma crescente exigência de qualidade por parte da comunidade educativa têm conduzido um número cada vez maior de escolas a aperfeiçoar os processos de auto-avaliação -avaliação, no sentido do desenvolvimento sustentado das instituições escolares e dos seus profissionais. Este relatório, baseado em três inquéritos distintos, concretiza uma segunda fase do projecto de avaliação interna do agrupamento. O inquérito realizado ao grupo específico de encarregados de educação que apesar de viverem fora da área do agrupamento optaram por matricular os seus educandos nas escolas deste agrupamento vem complementar um inquérito mais abrangente já aplicado no ano passado aos encarregados de educação, aferindo assim a imagem que o agrupamento projecta para o exterior. Os inquéritos aplicados ao pessoal não docente e ao pessoal docente visam conhecer a imagem que os profissionais que exercem as suas funções neste agrupamento têm da própria instituição; reflectir a imagem que o agrupamento tem de si próprio. A área resultados escolares com os respectivos gráficos dos três últimos anos lectivos, embora trabalhados em termos comparativos, carecem de um estudo detalhado, que será objecto em futuras actividades da equipa. De igual modo, alguns aspectos da área processos a nível de sala de aula deverão ser aprofundados em trabalhos futuros.
  • 5. 2 PLANO DE ACTIVIDADES Durante este ano lectivo, demos continuidade ao nosso trabalho de acordo com os objectivos gerais do modelo de avaliação adoptado - PAVE:  Promover uma discussão séria e objectiva entre todos os grupos de actores, favorecendo a criação de uma cultura de avaliação mais aprofundada e de auto- formação permanente;  Conseguir uma imagem da escola, tal como é vista por professores, funcionários, alunos e pais;  Ajudar a identificar e a definir áreas prioritárias para avaliar com maior profundidade. No âmbito deste perfil, anteriormente definido para a autoavaliação a implementar, estruturámos o nosso trabalho em três fases:  Elaboração, aplicação e análise de um inquérito aos encarregados de educação cujos educandos frequentam escolas deste agrupamento embora a ele não estejam afectos pela sua residência;  Elaboração, aplicação e análise preliminar de um inquérito ao pessoal não docente.  Elaboração, aplicação e análise preliminar de um inquérito ao pessoal docente. Desta forma, demos continuidade ao trabalho de avaliação no domínio do “Meio”, na perspectiva de conseguir uma ideia mais abrangente da imagem que os pais e encarregados de educação têm sobre a escola que somos. Iniciámos a avaliação do domínio “Processos a nível da escola” ( A escola como um local de aprendizagem; A escola como um local social; A escola como um local profissional.)
  • 6. no sentido de complementar a imagem que os encarregados de educação têm da escola com a imagem que dela têm os profissionais de ensino. Na elaboração dos inquéritos, tivemos a preocupação de formular todas as questões de acordo com os princípios da pertinência, da clareza e da abrangência, de modo a que os seus utilizadores pudessem, com o mínimo de dúvidas, dar respostas objectivas, segundo a experiência de cada um. Assim, antes da aplicação dos inquéritos, a equipa de avaliação interna seleccionou um grupo de 20 professores nos quais incluiu coordenadores de grupo e membros da direcção, para análise das questões formuladas e propostas de alteração ou inclusão de outros itens. Para recolha destas sugestões, foi aberto um espaço próprio no nosso blog. Procedemos ainda à elaboração do inquérito aos alunos, que será aplicado apenas para o ano. Foi realizado também um trabalho de compilação de dados dos resultados escolares relativos aos três últimos anos lectivos. No entanto, só será feita uma análise em pormenor e respectivo comentário dos mesmos no próximo ano. O Cronograma de Acção para este ano encontra-se em anexo. (Anexo nº1)
  • 7. 3 INQUÉRITOS APLICADOS 1- Encarregados de educação não residentes na área da escola Os inquéritos foram enviados aos destinatários pelos seus educandos. A equipa de avaliação interna distribuiu-os pelos respectivos directores de turma e professores titulares de turma. A operação de envio e devolução decorreu, de forma faseada, entre Dezembro e Janeiro de 2011. Inquéritos enviados 129 Inquéritos devolvidos 90 • Devolvidos em branco 4 • Não devolvidos 35 Número de alunos inscritos no agrupamento pela primeira vez, no presente ano lectivo. Distribuição por Escolas (do 1º ciclo e no 2ºciclo – 5º ano): Escola do Campo 24 Agosto 21 Escola da Praça da Alegria 5 Escola da Sé 5 Escola Dr. A. C. Pires de Lima 89
  • 8. Síntese do tratamento de dados Muito % Pouco % Nada % Tenho a informação de que na escola é ministrado um ensino de qualidade. 76 % 20 % 4% Tenho a informação de que é uma escola segura. 73 % 23 % 4% Tenho a informação de que é uma escola disciplinada. 76 % 20 % 4% É mais fácil poder acompanhá-lo quando vou ou venho do meu trabalho. 84 % 9% 7% Fica mais acessível de transportes públicos. 72 % 6% 22 % Tenho familiares que vivem perto da escola e podem acompanhá-lo depois das aulas. 52 % 10 % 38 % Já frequentei a escola e conheço alguns professores e funcionários. 72 % 6% 22 % Tenho outro(a) filho(a) a frequentar uma escola do --- agrupamento. 23 % 77 % Conclusão Dois factores exteriores ao agrupamento, de ordem logística, foram considerados pelos encarregados de educação de muita importância na sua opção por escolas deste agrupamento: a possibilidade de acompanhamento do aluno no percurso para o emprego e a acessibilidade por transporte público. De igual modo, outros quatro factores, todos com percentagens superiores a 70%, influenciaram muito a escolha dos encarregados de educação. Estes factores têm a ver directamente com a imagem projectada pela escola ou com conhecimento directo que dela têm: qualidade de ensino, segurança, disciplina e frequência de escola do agrupamento pelo encarregado de educação ou conhecimento pessoal de professores ou funcionários. Este inquérito, dirigido a um universo específico de encarregados de educação, veio corroborar algumas das conclusões de um outro inquérito muito mais amplo também aplicado aos encarregados de educação no ano lectivo passado. Já então ficara bem claro que a qualidade de ensino, a segurança e a disciplina fomentadas eram consideradas pelos encarregados de educação pontes muito fortes do agrupamento.
  • 9. 1. Pessoal não docente Parâmetros de avaliação: A. Conhecimento dos documentos estruturantes B. Liderança: 1. Exercício da liderança pela Direcção Executiva 2. Comunicação interna 3. Trabalho em equipa 4. Avaliação 5.Formação 6.Condições de trabalho 7.Clima de escola A escala utilizada nas respostas ao questionário foi a seguinte: Parâmetro A - CONHECIMENTO DOS DOCUMENTOS ESTRUTURANTES: Sim / Não Parâmetro B - LIDERANÇA: Discordo Totalmente/ Discordo/Concordo/ Concordo Totalmente; 2. Pessoal docente Parâmetros de avaliação: Conhecimento dos documentos estruturantes A. Organização e Gestão 1.Funcionamento do Departamento Curricular/Grupo disciplinar 2.Funcionamento do Conselho Pedagógico 3.Funcionamento dos conselhos de: grupo (pré-escolar); ano (1º ciclo); turma (2º e 3º ciclos) 4.Funcionamento do Conselho Geral 5.Exercício da liderança pela Direcção Executiva 6.Organização dos serviços B. Cultura de escola 7. Cultura de escola C. Avaliação do desempenho docente 8. Avaliação do desempenho docente 9. Avaliação do seu trabalho na escola após a avaliação do desempenho D. Problemas e aspectos positivos da escola 10. Problemas da escola
  • 10. A escala utilizada nas respostas ao questionário foi a seguinte: Parâmetro -CONHECIMENTO DOS DOCUMENTOS ESTRUTURANTES: Sim / Não Parâmetro A - ORGANIZAÇÃO E GESTÃO: 1. FUNCIONAMENTO DO DEPARTAMENTO CURRICULAR/GRUPO DISCIPLINAR 2. FUNCIONAMENTO DO CONSELHO PEDAGÓGICO 3. FUNCIONAMENTO DOS CONSELHOS DE TURMA (2º e 3º Ciclos); ANO (1º Ciclo); GRUPO (Pré- escolar) 4. FUNCIONAMENTO DO CONSELHO GERAL Algumas vezes/ Sempre que necessário/ Sempre ou quase sempre 5. EXERCÍCIO DA LIDERANÇA PELA DIRECÇÃO EXECUTIVA 6. ORGANIZAÇÃO DOS SERVIÇOS. Parâmetro B- CULTURA DE ESCOLA Discordo Totalmente/ Discordo/ Concordo/ Concordo Totalmente; Parâmetro C – AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DOCENTE Selecção de opções Parâmetro D- PROBLEMAS E ASPECTOS POSITIVOS DA ESCOLA Não constitui problema/ Problema mínimo/ Problema moderado/ Problema Grave Objectivos Com a aplicação destes inquéritos ao pessoal docente e não docente pretendeu-se:  Identificar os pontos fortes e pontos fracos do Agrupamento relativamente aos aspectos acima referidos.  Propor, se necessário, estratégias de melhoria exequíveis, em função dos resultados dos inquéritos.
  • 11. 4 APLICAÇÃO DOS INQUÉRITOS Os inquéritos foram colocados numa página do nosso blog e foram todos preenchidos online, para serem preenchidos on-line. O pessoal não docente foi contactado pessoalmente e preencheu o inquérito em dias seleccionados e em computadores disponibilizados para o efeito. O pessoal docente foi contactado via e-mail e pessoalmente sempre que possível e o preenchimento do inquérito pode também ser feito na escola. Sempre que o preenchimento do inquérito ocorreu na escola, estiveram presentes elementos da equipa de avaliação para esclarecimento de dúvidas.
  • 12. 5 TRATAMENTO DE DADOS 5.1 Critérios de análise para os inquéritos ao pessoal não docente É considerado Ponto Forte: ( ≥ 75%)   Quando o número de respostas Sim é igual ou superior a 75%.  Quando a soma das respostas de Concordo e Concordo Totalmente é igual ou superior a 75%. É considerado Ponto Fraco: ( ≥ 75%)   Quando a soma das respostas de Discordo Totalmente e Discordo é igual ou superior a 75%. Nota: Após a análise dos inquéritos, e verificada a inexistência de Pontos Fracos, entendemos fazer referência a Pontos Menos Fortes. Em todos os parâmetros considera-se Ponto Menos Forte quando a resposta Não ou a soma das respostas Discordo e Discordo Totalmente é igual ou superior 40 %.  Os itens que muito se aproximam de Pontos Fortes, com percentagens superiores a 70% mas menores de 75%, aparecem também destacados a azul 
  • 13. 5.2 Critérios de análise para os inquéritos ao pessoal docente É considerado Ponto Forte: ( ≥ 75%)   Quando a resposta Sim é igual ou superior a 75%.  Quando a soma das respostas Sempre que necessário e Sempre ou Quase Sempre é igual ou superior a 75%  Quando a soma das respostas Concordo e Concordo Totalmente é igual ou superior a 75% É considerado Ponto Fraco (≥ 75%)   Quando a resposta Algumas Vezes é maior ou igual a 75%  Quando a soma das respostas Discordo Totalmente e Discordo é igual ou superior a 75% No parâmetro C – AVALIAÇÂO DO DESEMPENHO DOCENTE – mereceram especial atenção os itens assinalados com valores iguais e superiores a 40%  No parâmetro D – PROBLEMAS E ASPECTOS POSITIVOS DA ESCOLA – mereceram especial atenção os itens em que a soma de Problema Moderado e Problema Grave é igual ou superior a 50% 
  • 14. 6 ANÁLISE DOS RESULTADOS DOS INQUÉRITOS
  • 15. 6.1 PESSOAL NÃO DOCENTE Informação de enquadramento Total de assistentes do agrupamento (operacionais e técnicos): 46 38 respostas = 82,6% Nota: Os assistentes a prestar serviço nas escolas do agrupamento colocados a termo certo pela Segurança Social não foram inquiridos. Sexo:  Feminino. 79%  Masculino: 21% Idade:  Menos de 35 anos: 8%  De 36 a 50 anos: 50%  Mais de 50 anos : 42% Anos de serviço:  Menos de 10 anos : 32%  De 11 a 25 anos: 45%  Mais de 25 anos : 24% Local de trabalho:  EB 2/3 Pires de Lima 76%  Escolas do 1º Ciclo: Campo 8% ; Sol 5% ; Alegria 11%  Jardim de Infância 0% (Pessoal não afecto aos quadros da Câmara Municipal)
  • 16. A – CONHECIMENTO DOS DOCUMENTOS ESTRUTURANTES Sim % Não% Conheço o Projecto Educativo do Agrupamento. 68 32 Conheço o Regulamento Interno do Agrupamento. 87 13 1.- Exercício da liderança pela Direcção Executiva Discordo Discordo Concordo Totalmente Totalmente Concordo Totalmente % % % % 1.2 A Direcção reconhece e valoriza o meu trabalho. 8 5 45 42 A Direcção interessa-se pessoalmente na resolução 1.3 conjunta dos problemas que surgem. 3 13 55 29 Nesta escola, os funcionários são motivados a participarem 1.4 em reuniões de discussão sobre melhorias do Agrupamento. 13 26 55 5 Nesta escola, na distribuição do trabalho tem-se em 1.5 conta as capacidades profissionais de cada um 11 18 50 21 2. – Comunicação interna Discordo Concordo Discordo Concordo Totalmente Totalmente % % % % 42 50 2.1 A comunicação com o órgão de Direcção é fácil. 5 3 Neste Agrupamento, as informações e as decisões fundamentais do Ministério da Educação são 8 2.2 divulgadas a todos. 45 21 26 O nível de circulação da informação entre a Direcção 2.3 Executiva e os serviços do agrupamento é bom. 5 11 66 18 As alterações à distribuição do serviço são feitas de 2.4 forma que considero a mais justa. 11 24 39 26 3.- Trabalho em equipa Discordo Concordo Totalmente Discordo Concordo Totalmente % % % % A Direcção Executiva apoia e incentiva o trabalho em 3.1 equipa. 5 21 53 21 Neste Agrupamento todos os funcionários conhecem a 3.2 sua função e respectivas tarefas. 5 21 47 26 Neste Agrupamento os funcionários sentem 3.3 necessidade de formação para trabalhar em equipa. 3 18 55 24
  • 17. 4– Avaliação Discordo Concordo Discordo Concordo Totalmente Totalmente % % % % O Agrupamento avalia periodicamente as condições de 4.1 5 24 47 24 trabalho dos funcionários. O Agrupamento mede periodicamente o grau de 4.2 8 34 37 21 satisfação dos funcionários. O sistema utilizado para avaliação do desempenho 4.3 16 29 45 11 conduz a resultados considerados justos pela maioria. 5. – Formação % Discordo Concordo Concordo Totalmente Discordo % Totalmente % % % Neste Agrupamento procura-se que os funcionários 5.1 recebam formação adequada para o seu 5 45 29 21 desenvolvimento profissional e pessoal. Neste Agrupamento os funcionários são ouvidos para 5.2 16 42 29 13 definirem o Plano Anual de Formação. Neste Agrupamento é ministrada uma formação 5.3 5 47 29 18 inicial sobre o serviço a todos os novos funcionários. 6. – Condições de trabalho % Discordo Concordo Discordo Concordo Totalmente Totalmente % % % % Estou satisfeito(a) com as condições de trabalho que 6.1 5 24 42 29 tenho na Escola. A Direcção Executiva preocupa-se em facilitar aos 6.2 funcionários os recursos necessários aos seus 3 18 26 53 desempenhos. A Escola disponibiliza vestiário , cacifo ou outro tipo 6.3 11 39 8 42 de instalações que facilitem a vida aos funcionários.
  • 18. 7. – Clima de escola % Discordo Concordo Discordo Concordo Totalmente Totalmente % % % % A Direcção Executiva, com a sua actuação, cria um 7.1 3 21 32 45 clima de confiança. Neste Agrupamento os funcionários são felicitados 7.2 11 34 18 37 quando fazem um bom trabalho. Nesta escola a manifestação de apreço é feita 7.3 24 39 18 18 publicamente no local de trabalho. Neste Agrupamento participo activamente na vida 7.4 3 29 21 47 da escola. Nesta escola os funcionários podem dar sempre a 7.5 16 39 16 29 sua opinião e são auscultados. Neste Agrupamento a Direcção Executiva apoia os 7.6 funcionários na resolução de problemas pessoais e 8 21 39 32 profissionais. Neste Agrupamento sentimo-nos encorajados a 7.7 desenvolver melhores práticas na nossa área de 13 24 42 21 trabalho. 7.8 Estou satisfeito(a) com o ambiente da Escola. 8 42 21 29 Conclusão Foram analisadas 30 questões neste inquérito e não foi encontrado nenhum Ponto Fraco. Foram considerados Pontos Fortes: . o conhecimento do Regulamento Interno . a valorização do trabalho pela Direcção . o interesse da Direcção pela resolução conjunta dos problemas . a facilidade de comunicação com a Direcção . a circulação da comunicação proveniente da Direcção . a disponibilização de recursos para o desempenho das funções . o clima de confiança criado pela Direcção O clima de escola beneficiária, no entanto, com a melhoria de alguns itens classificados como menos positivos, nomeadamente o reconhecimento e encorajamento aos funcionários pelo bom desempenho das suas funções. A questão 3.3 (incluída no parâmetro Trabalho em Equipa) embora classificada como Ponto Forte, aponta para a necessidade de formação sentida pelo pessoal não docente para trabalhar em equipa. Esta lacuna é confirmada no parâmetro 5 – Formação - onde os resultados verificados em todas as questões apontam para carências nesta área, apesar de nenhum item ter sido considerado Ponto Fraco. Alguma atenção deverá ser prestada igualmente à divulgação de informações e decisões do Ministério da Educação, à forma como o agrupamento mede o grau de satisfação dos funcionários e à disponibilização de cacifos, vestiário ou instalações que facilitem a vida aos funcionários. Os funcionários, na sua grande maioria (numa percentagem superior a 70% ) conhecem a sua função e respectivas tarefas , consideram que o agrupamento avalia periodicamente as
  • 19. suas condições de trabalho e que a Direcção os apoia na resolução de problema pessoais e profissionais e tem em conta as capacidades de cada um na distribuição de tarefas. 6.2 PESSOAL DOCENTE Informação de enquadramento Sexo:  Feminino 77 %  Masculino 23% Idade:  Menos de 35 anos - 23%  De 36 a 50 anos – 43%  Mais de 50 anos 34% Anos de serviço:  Menos de 10 – 24%  De 11 a 25 - 46%  Mais de 25 -30% Nível de ensino:  Jardim de Infância – 4%  1º Ciclo - 25%  2º Ciclo / 3º Ciclo – 71%
  • 20. CONHECIMENTO DOS DOCUMENTOS ESTRUTURANTES Sim Não % % Conheço o Projecto Educativo do agrupamento. (PE) 91 9 Conheço o Regulamento Interno do agrupamento. (RI) 92 8 Conheço o Plano Anual de Actividades (PAA) 97 3 Indique de que forma tomou conhecimento destes documentos. (Ver Anexo 7) A - ORGANIZAÇÃO E GESTÃO 1. FUNCIONAMENTO DO DEPARTAMENTO CURRICULAR/GRUPO DISCIPLINAR Sempre Sempre Algumas que ou quase Vezes necessário sempre % % % Distribui os conteúdos programáticos por períodos 1.1 lectivos. 3 34 64 1.2 Planifica as unidades lectivas. 5 32 63 1.3 Selecciona/elabora materiais pedagógicos. 12 44 43 1.4 Discute as estratégias de diferenciação pedagógica. 12 54 35 1.5 Planeia as actividades interdisciplinares. 18 50 32 1.6 Elabora os testes e outros instrumentos de avaliação. 13 41 46 1.7 Define os critérios de avaliação por disciplina. 4 39 57 1.8 Analisa os resultados dos alunos. 3 27 70 1.9 Analisa e reflecte sobre práticas educativas. 4 36 59 1.10 Avalia a eficácia das estratégias de ensino utilizadas. 6 35 59 1.11 Analisa as necessidades de formação dos professores. 15 52 33 Define as estratégias de apoio aos professores menos 1.12 experientes. 28 50 21 O coordenador de departamento monitoriza o 1.13 trabalho de todos os professores. 12 30 58
  • 21. 2. FUNCIONAMENTO DO CONSELHO PEDAGÓGICO (A preencher apenas pelos membros deste órgão) Sempre Sempre Algumas que ou Vezes necessári quase % o sempre % % 2.1 Define estratégias de implementação do Projecto 50 50 Educativo do agrupamento. 2.2 Define a política de avaliação das aprendizagens. 30 70 2.3 Aprova os critérios de avaliação. 30 70 2.4 Define dispositivos de acompanhamento e 30 70 monitorização permanente da avaliação dos alunos. 2.5 Define estratégias comuns para apoio a alunos com 40 60 dificuldades. 2.6 Avalia a eficácia das medidas de apoio educativo 50 50 implementadas. 2.7 Toma decisões de carácter pedagógico em articulação com os coordenadores de departamento e os 10 20 70 professores. 2.8 Acompanha o desenvolvimento dos projectos no 40 60 agrupamento. 2.9 Define critérios de formação de turmas. 30 70 Nota: Este quadro refere-se a dados relativos a professores. 3. FUNCIONAMENTO DOS CONSELHOS DE TURMA (2º e 3º Ciclos); ANO (1º Ciclo); GRUPO (Pré-escolar) Sempre Sempre que ou Algumas necessári quase Vezes o sempre % % % 3.1 Caracteriza a turma. 2 33 65 3.2 Constrói o Projecto Curricular de Turma. 3 34 61 3.3 Analisa o aproveitamento dos alunos. 0 20 80 3.4 Faz o balanço da implementação do Projecto Curricular 6 34 59 de Turma. 3.5 Estabelece as normas de comportamento da turma. 5 26 68 3.6 Planeia as actividades curriculares interdisciplinares. 11 47 41 3.7 Elabora os planos de recuperação / acompanhamento 3 49 47
  • 22. dos alunos. 3.8 Elabora os planos de desenvolvimento dos alunos. 11 57 31 3.9 Define as estratégias comuns para apoio a alunos com 4 51 44 dificuldades de aprendizagem. 3.10 Define os critérios de avaliação por turma. 13 35 51 3.11 Avalia a eficácia das medidas de apoio implementadas. 7 44 48 3.12 Define as estratégias tendentes ao envolvimento dos 16 45 39 encarregados de educação no acompanhamento dos seus educandos. 3.13 Avalia a eficácia das estratégias de ensino. 9 40 51 3.14 Analisa os problemas pessoais dos alunos. 7 43 49 3.15 Analisa os problemas disciplinares da turma. 3 29 67 4. FUNCIONAMENTO DO CONSELHO GERAL (A preencher apenas pelos membros deste órgão) Sempre Sempre Algumas que ou Vezes necessári quase % o sempre % % 4.1 Aprova, acompanha e avalia o Projecto Educativo do 40 60 agrupamento. 4.2 Aprova o Regulamento Interno. 60 40 4.3 Aprova o Plano Anual de Actividades do agrupamento. 40 60 4.4 Aprecia os relatórios periódicos e aprova o relatório final 60 40 de execução do PAA. 4.5 Define as linhas orientadoras para a elaboração do 20 40 40 orçamento e supervisiona a sua execução. 4.6 Acompanha a acção dos demais órgãos de administração 80 20 e gestão do agrupamento. 4.7 Define a política da acção social do agrupamento. 20 60 20 4.8 Apoia a implementação de políticas que favoreçam a 40 60 acção educativa e formativa do agrupamento. 4.9 Recomenda critérios de atribuição de turmas e horários 20 60 20 a professores. 4.10 Aprecia os resultados da auto-avaliação. 60 40 Nota: Este quadro refere-se apenas a dados relativos a professores.
  • 23. 5. EXERCÍCIO DA LIDERANÇA PELA DIRECÇÃO EXECUTIVA Assinale o seu grau de concordância relativamente às seguintes afirmações, a propósito do exercício da liderança pela Direcção Executiva. , Discord Con- o Discord Con- cordo Total- o Cordo Total- Mente % % Mente % % 5.1 Gere eficazmente os recursos humanos. 2 12 58 28 5.2 Apoia o desenvolvimento profissional do pessoal. 2 8 63 28 5.3 Delega áreas de responsabilidade e tarefas. 2 4 59 35 5.4 Articula com os órgãos de gestão intermédia dos 2 2 77 20 outros estabelecimentos de ensino. 5.5 Deposita expectativas elevadas nos professores 3 19 54 23 5.6 Tem expectativas elevadas acerca dos alunos. 2 24 59 16 5.7 Possui expectativas elevadas acerca dos 1 21 65 14 assistentes. 5.8 Conhece os assuntos sobre os quais tem de decidir. 0 6 54 40 5.9 Envolve os outros na tomada de decisões. 2 19 62 17 5.10 Integra diferentes contributos nas tomadas de 2 9 70 20 decisão. 5.11 Divulga a informação atempada e eficazmente. 1 13 56 30 5.12 Estimula o desenvolvimento profissional dos 2 15 55 28 diferentes actores educativos. 5.13 Envolve os outros em projectos. 1 9 57 34 5.14 Possui um projecto pedagógico para o 1 11 53 34 agrupamento. 5.15 Possui visão estratégica. 3 11 60 26 5.16 Fomenta a participação dos pais na vida das 0 12 59 29 escolas. 5.17 Desenvolve estratégias de aproximação à 1 8 65 27 comunidade. 5.18 Promove eventos susceptíveis de contribuírem 0 9 55 36 para a criação de uma cultura de agrupamento. 5.19 Toma decisões no momento oportuno. 1 16 59 24 5.20 Actua de forma democrática. 4 15 57 24 5.21 Desenvolve mecanismos de auscultação e de 3 19 60 18 negociação com a comunidade escolar, de apoio à tomada de decisão. 5.22 Define claramente o papel e a responsabilidade das 0 12 63 25 pessoas na concretização do Projecto Educativo.
  • 24. 6. ORGANIZAÇÃO DOS SERVIÇOS Discord Con- o Discord Con- cordo Total- o Condo Total- Mente % % Mente % % 6.1 O atendimento da secretaria é eficiente. 1 9 59 31 6.2 O serviço prestado pela cantina é de qualidade. 3 32 58 7 6.3 O serviço prestado pelo bar é de qualidade. 0 1 57 42 6.4 O serviço prestado pela papelaria é eficiente. 0 9 59 32 6.5 O serviço prestado pela reprografia é eficiente. 0 2 34 64 6.6 O serviço prestado pela biblioteca é dinâmico e de 1 6 47 46 qualidade. B - CULTURA DE ESCOLA 7.CULTURA DE ESCOLA Nunca Sempre Alguma ou Muitas ou s quase Vezes quase Vezes nunca % sempre % % % 7.1 As normas e o regulamento da escola são 3 24 44 28 aplicados. 7.2 Os alunos são encorajados a trabalhar com 2 26 38 34 empenho. 7.3 Os professores são reconhecidos quando 4 43 32 21 desenvolvem bom trabalho. 7.4 Os alunos são reconhecidos quando desenvolvem 0 22 43 35 bom trabalho. 7.5 Os assistentes são reconhecidos quando 2 34 41 23 desenvolvem bom trabalho. 7.6 Existe uma cultura de valorização da 3 31 47 18 aprendizagem. 7.7 Os professores são estimulados a participar em 2 29 41 28 actividades de desenvolvimento. 7.8 A oferta cultural é diversificada. 3 35 44 17 7.9 Os pais são estimulados a participar nas actividades 5 34 41 20 da escola. 7.10 Os actores educativos envolvem-se na tomada de 2 46 35 17 decisões. 7.11 A escola é um lugar disciplinado e seguro. 9 36 33 22
  • 25. 7.12 A escola é um lugar onde é agradável estar. 5 34 34 28 7.13 Os alunos são informados, em tempo oportuno, 3 32 37 28 dos assuntos relevantes de política educativa. 7.14 Os professores são informados, em tempo 3 27 43 28 oportuno, dos assuntos relevantes de política educativa. 7.15 Os professores são exigentes na atribuição de 3 33 41 22 classificações. 7.16 Os professores são justos na atribuição de 2 24 50 24 classificações. 7.17 As expectativas acerca dos alunos são elevadas. 10 35 36 18 C – AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DOCENTE 8. AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DOCENTE 8.1 Necessário 47 8.10 Motivador do trabalho em equipa 8 8.2 Formativo 24 8.11 Prejudicial às relações de trabalho 57 8.3 Enriquecedor 16 8.12 Competitivo 45 8.4 Penalizador 34 8.13 Fonte de stress 54 8.5 Burocrático 72 8.14 Gratificante 3 8.6 Justo 7 8.15 Motivador 9 8.7 Injusto 58 8.16 Perverso 28 8.8 Artificial 46 8.17 Positivo 10 8.9 Verdadeiro 3 8.18 Gasto excessivo de tempo 53 9. AVALIAÇÃO DO SEU TRABALHO NA ESCOLA APÓS A AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO 9.1 Melhorou muito. 3% 9.2 Melhorou. 9% 9.3 Manteve-se. 85% 9.4 Piorou. 3% C – PROBLEMAS E ASPECTOS POSITIVOS DA ESCOLA 10. PROBLEMAS DA ESCOLA
  • 26. Não Problema Problema Problema constitui Mínimo Moderado Grave problema % % % % 10.1 Condições de trabalho nas salas de aula. 14 22 42 22 10.2 Motivação dos professores. 28 22 41 9 10.3 Absentismo dos professores. 20 31 31 18 10.4 Investimento dos professores em actividades de desenvolvimento 41 29 27 3 profissional. 10.5 Preparação científica ou pedagógica dos professores. 44 31 20 5 10.6 Cooperação entre os professores. 46 28 23 3 10.7 Relação entre professores e/ou grupos de professores. 49 34 15 3 10.8 Relação professores/alunos. 37 34 24 4 10.9 Motivação dos alunos. 9 20 34 36 10.10 Assiduidade dos alunos. 10 32 45 13 10.11 Disciplina dos alunos. 4 15 40 41 10.12 Preparação prévia dos alunos. 11 17 47 24 10.13 Motivação dos assistentes. 22 31 39 8 10.14 Assiduidade dos assistentes. 25 35 29 10 10.15 Preparação dos assistentes para as funções que desempenham. 22 34 30 15 10.16 Relação entre assistentes e/ou grupos de assistentes. 33 35 27 5 10.17 Envolvimento dos pais nas actividades da escola. 20 31 38 11 10.18 Envolvimento dos pais no acompanhamento dos trabalhos dos 9 16 45 29 seus educandos. 10.19 Interacção da escola com a comunidade. 43 34 23 0 10.20 Liderança dos órgãos de direcção do agrupamento. 53 24 18 4 10.21 Liderança dos órgãos de gestão intermédia da escola. 50 28 20 2 10.22 Participação no processo de tomada de decisão. 41 34 22 3 10.23 Recursos disponíveis. 12 32 37 19 10.24 Apoio dos órgãos de gestão. 49 28 18 5 10.25 Ofertas de formação. 17 28 35 19 10.26 Meio sócio-económico dos alunos. 3 18 39 40 Outros aspectos, positivos ou negativos relevantes. ( Ver Anexo 8) 11. SUGESTÕES DE MELHORIA Aspectos da escola que considera prioritário melhorar. ( Ver Anexo 9)
  • 27. Conclusão Este inquérito aos docentes apresenta resultados globais do agrupamento e não resultados de cada uma das escolas que o compõem. A perspectiva geral assim obtida pode distorcer a realidade de cada estabelecimento. É intenção desta equipa numa segunda fase, proceder a uma análise detalhada dos resultados dividindo-os em dois blocos distintos - Jardim de Infância/1º ciclo e 2º ciclo/3º ciclo. Foi analisado um leque variado de questões nos diversos domínios que estruturam este inquérito. Assim, no domínio conhecimento dos Documentos Estruturantes verifica-se que mais 90% dos inquiridos conhecem estes documentos. No domínio da Organização e Gestão constata-se que todas as questões são consideradas Pontos Fortes. Nos domínios a seguir discriminados: Funcionamento do departamento curricular/ grupo disciplinar; Funcionamento do Conselho Pedagógico; Funcionamento do Conselho Geral e Exercício da liderança pela Direcção Executiva Verifica-se a existência de Pontos Fortes na quase totalidade das questões apresentadas. No domínio Organização de serviços apenas a questão Serviço prestado pela cantina não é considerado Ponto Forte. Os inquiridos consideram que o actual modelo de desempenho docente é: burocrático, injusto, prejudicial às relações de trabalho, fonte de stress, gasto excessivo de tempo, necessário, artificial e competitivo. Estes aspectos apresentados de forma decrescente, oscilando entre 72 e 45 respostas, num universo de 116 inquiridos. É de realçar que 85% dos inquiridos consideram que o seu desempenho profissional não se alterou com a implementação deste modelo de avaliação. Em Problemas e aspectos positivos da escola verifica-se que, das 25 questões apresentadas, 10 são consideradas Pontos Fracos: Condições de trabalho nas salas de aula, desmotivação dos professores e pouca oferta de formação. Relativamente aos alunos: desmotivação, falta de assiduidade, indisciplina, má preparação prévia, meio sócio- económico e baixo envolvimento dos pais no acompanhamento dos trabalhos dos seus educandos.
  • 28. Foram considerados 6 Pontos Fortes: Bom relacionamento entre professores; Interacção da escola com a comunidade; Liderança e apoio dos órgãos de direcção do agrupamento e dos órgãos de gestão intermédia; Participação no processo de tomada de decisão; Por último, foram indicados outros aspectos positivos ou negativos relevantes, bem como apresentadas sugestões de melhoria. Os inquiridos tiveram a oportunidade de se expressarem em resposta aberta, resultando assim um levantamento abrangente que, pela sua natureza diversificada, torna difícil o seu tratamento estatístico, mas merecerá um tratamento específico.
  • 29. 7 CONSIDERAÇÕES FINAIS O trabalho que esta equipa desenvolveu e que está descrito neste relatório, é apenas uma etapa de um processo complexo cujos resultados implicam uma atitude responsável e activa na planificação futura. O nosso trabalho não pretende assumir-se como uma inspecção interna mas tem como objectivo essencial fazer um diagnóstico fundamentado, identificando pontos fracos possibilitando a adopção de estratégias de melhoria na planificação futura. Os resultados deste inquérito confirmam os constrangimentos do Agrupamento já mencionados no relatório da IGE e que se relacionam com falta de funcionários. A boa organização e direcção da escola, bem como o clima vivenciado, pontos fortes no Relatório da IGE, foram também confirmados pelos inquéritos. Apesar do reconhecimento do empenho, quer de professores quer de funcionários, os encarregados de educação, nas respostas abertas, manifestam preocupação pela falta de instrumentos legais para aumentar o poder disciplinador dos professores. Apesar de os resultados, na sua globalidade, serem muito positivos, as questões consideradas Pontos Menos Fortes deverão merecer a atenção dos diferentes órgãos do Agrupamento, no sentido de se proporem estratégias de melhoria. Mais do que as nossas considerações, a resposta à última questão do inquérito resume a apreciação global; a quase totalidade dos pais e encarregados de educação diz-se satisfeita ou muito satisfeita com o facto de os seus educandos frequentarem este Agrupamento. 1º.1 - Outros aspectos, positivos ou negativos relevantes. ( Ver Anexo 8) 11. SUGESTÕES DE MELHORIA Aspectos da escola que considera prioritário melhorar. ( Ver Anexo 9)
  • 31. ALIAÇÃO INTERNA DO AGRUPAMENTO CRONOGRAMA DE ACTIVIDADES DA EQUIPA DE AVALIAÇÃO 2010-2011 2011 2011-2012 2012 S O N D J F M A M J J S O N D J F M A M J J Revisão do Relatório de actividades de 2009/2010 Criação do Blog da Avaliação Interna do Agrupamento Definição de prioridades no trabalho de avaliação Planificação e calendarização das actividades Estudo de documentação Elaboração de instrumentos de avaliação •Inquérito aos EE –Alunos matriculados fora da área de residência •Inquéritos aos docentes •Inquéritos aos alunos •Inquéritos aos não docentes Implementação dos inquéritos aos EE. •Tratamento estatístico dos resultados Reforço de divulgação do projecto de avaliação interna Estudo comparativo de Resultados Académicos nos anos lectivos de 2007/2008, 2008/2009 e 2009/2010 Processo de análise dos dados quantitativos dos R. A. Debate com diferentes actores sobre as propostas de avaliação Implementação dos inquéritos Tratamento estatístico dos inquéritos Relatório preliminar Outras acções avaliativas Verificação interna da qualidade da avaliação – Elaboração de dispositivos de análise Análise do processo de avaliação Relatório final Planos de Melhoria
  • 33. amento Vertical Dr. Augusto César Pires de Lima RELATÓRIO INQUÉRITO AOS ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO DOS ALUNOS MATRICULADOS NO AGRUPAMENTO EMBORA RESIDENTES FORA DA SUA ÁREA EQUIPA DE AVALIAÇÃO INTERNA Abril de 2011
  • 34. APRESENTAÇÃO Numa reunião havida no final do ano lectivo passado com a Direcção Executiva, foi-nos proposto, face ao crescente aumento de alunos matriculados nos estabelecimentos do agrupamento e que vivem fora das áreas das nossas escolas, que averiguássemos os motivos de tal fenómeno. A equipa de avaliação, sem alterar o rumo da sua actividade, decidiu integrar o desenvolvimento deste trabalho no plano de actividades estabelecido para este ano, na convicção de contribuir para a identificação das razões das preferências pelos estabelecimentos do Agrupamento Vertical Dr. Augusto César Pires de Lima. Depois de elaborados, os questionários foram enviados em envelope fechado aos Encarregados de Educação, através dos seus educandos, para serem preenchidos. Refira-se a boa receptividades por parte dos inquiridos, o que permitiu que 69,8 % devolvessem o questionário, apesar de eventuais dúvidas que pudessem existir sobre as intenções deste trabalho por parte dos inquiridos. Este relatório materializa esse trabalho realizado, identificando com alguma clareza as razões que levam os encarregados de educação a matricular os seus educandos nos estabelecimentos deste agrupamento em detrimento do agrupamento das suas áreas de residência.
  • 35. APLICAÇÃO Como já foi referido os inquéritos foram enviados aos destinatários pelos seus educandos. A equipa de avaliação interna distribuiu-os pelos respectivos directores de turma e professores titulares de turma. A operação de envio e devolução decorreu, de forma faseada, entre Dezembro e Janeiro de 2011. Inquéritos enviados aos Encarregado. de Educação 129 Inquéritos devolvidos 90 • Devolvidos em branco 4 • Não devolvidos 35 Número de alunos inscritos no agrupamento pela primeira vez, no presente ano lectivo. Distribuição por Escolas (do 1º ciclo e no 2ºciclo – 5º ano): Escola do Campo 24 Agosto 21 Escola da Praça da Alegria 5 Escola da Sé 5 Escola Dr. A. C. Pires de Lima 89
  • 37.
  • 38. SÍNTESE DO TRATAMENTO DE DADOS Muito Pouco Nada Tenho a informação de que na escola é ministrado um ensino de qualidade. 76 % 20 % 4% Tenho a informação de que é uma escola segura. 73 % 23 % 4% Tenho a informação de que é uma escola disciplinada. 76 % 20 % 4% É mais fácil poder acompanhá-lo quando vou ou venho do meu trabalho. 84 % 9% 7% Fica mais acessível de transportes públicos. 72 % 6% 22 % Tenho familiares que vivem perto da escola e podem acompanhá-lo depois das aulas. 52 % 10 % 38 % Já frequentei a escola e conheço alguns professores e funcionários. 72 % 6% 22 % Tenho outro(a) filho(a) a frequentar uma escola do agrupamento. 23 % --- 77 %
  • 39. CONCLUSÕES Dois factores exteriores ao agrupamento, de ordem logística, foram considerados pelos encarregados de educação de muita importância na sua opção por escolas deste agrupamento: a possibilidade de acompanhamento do aluno no percurso para o emprego e a acessibilidade por transporte público. De igual modo, outros quatro factores, todos com percentagens superiores a 70%, influenciaram muito a escolha dos encarregados de educação. Estes factores têm a ver directamente com a imagem projectada pela escola ou com conhecimento directo que dela têm: qualidade de ensino, segurança, disciplina e frequência de escola do agrupamento pelo encarregado de educação ou conhecimento pessoal de professores ou funcionários. Este inquérito, dirigido a um universo específico de encarregados de educação, veio corroborar algumas das conclusões de um outro inquérito muito mais amplo também aplicado aos encarregados de educação no ano lectivo passado. Já então ficara bem claro que a qualidade de ensino, a segurança e a disciplina fomentadas eram consideradas pelos encarregados de educação pontes muito fortes do agrupamento.
  • 41. AVALIAÇÃO INTERNA DO AGRUPAMENTO INQUÉRITO A equipa de avaliação interna do agrupamento pretende conhecer a sua opinião sobre as razões da matrícula do seu educando numa escola deste agrupamento. Este inquérito destina-se unicamente à avaliação interna do agrupamento e não tem qualquer outra finalidade. Leia, por favor, atentamente todas as questões. Indique de que forma cada uma das questões influenciaram a opção de matricular o seu educando neste agrupamento. Muito Pouco Nada Tenho a informação de que na escola é ministrado um ensino de qualidade. Tenho a informação de que é uma escola segura. Tenho a informação de que é uma escola disciplinada. É mais fácil poder acompanhá-lo quando vou ou venho do meu trabalho. Fica mais acessível de transportes públicos. Tenho familiares que vivem perto da escola e podem acompanhá-lo depois das aulas. Já frequentei a escola e conheço alguns professores e funcionários. Tenho outro(a) filho(a) a frequentar uma escola do agrupamento. Obrigado pela colaboração
  • 43. AGRUPAMENTO VERTICAL DR. AUGUSTO CÉSAR PIRES DE LIMA QUESTIONÁRIOS AO PESSOAL NÃO DOCENTE Ano lectivo de 2010 – 2011
  • 44. INTRODUÇAO A avaliação da Escola pelos seus próprios profissionais é um elemento indispensável para melhorar o seu funcionamento, a qualidade e a eficácia do ensino ministrado. Neste inquérito não há respostas certas ou erradas relativamente a qualquer dos itens, pretendendo-se apenas a sua opinião sincera e objectiva. Este questionário é de natureza confidencial e anónima. INFORMAÇÃO DE ENQUADRAMENTO Assinale com um X a sua situação Sexo: Feminino  Idade: Menos de 35 anos  Anos de serviço: Menos de 10  Masculino  De 36 a 50 anos  De 11 a 25  Mais de 50 anos  Mais de 25 anos  Local de trabalho: Jardim de Infância  Escola do 1º Ciclo: Campo/Sol/Alegria  Escola do 2º/3º Ciclos Dr. A. C. Pires de Lima  A – CONHECIMENTO DOS DOCUMENTOS ESTRUTURANTES Assinale com um X a resposta que mais se adequa ao seu grau de conhecimento relativamente aos documentos estruturantes do Agrupamento. Sim Não Conheço o Projecto Educativo do Agrupamento. Conheço o Regulamento Interno do Agrupamento. B – LIDERANÇA 1.- Exercício da liderança pela Direcção Executiva Assinale com um X o seu grau de concordância ou discordância relativamente às seguintes afirmações, a propósito do exercício de liderança pela Direcção Executiva: Discordo Dis- Con- Concordo totalmente cordo cordo totalmente 1.2 A Direcção reconhece e valoriza o meu trabalho. A Direcção interessa-se pessoalmente na resolução 1.3 conjunta dos problemas que surgem. Nesta escola, os funcionários são motivados a participarem em reuniões de discussão sobre melhorias 1.4 do Agrupamento. Nesta escola, na distribuição do trabalho tem-se em 1.5 conta as capacidades profissionais de cada um.
  • 45. 2. – Comunicação interna Assinale com um X o seu grau de concordância ou discordância relativamente às seguintes afirmações: Discordo Dis- Con- Concordo totalmente cordo cordo totalmente 2.1 A comunicação com o órgão de Direcção é fácil. 2.2 Neste Agrupamento, as informações e as decisões. fundamentais do Ministério da Educação são divulgadas a todos. 2.3 O nível de circulação da informação entre a Direcção Executiva e os serviços do agrupamento é bom. 2.4 As alterações à distribuição do serviço são feitas de forma que considero a mais justa. 3.- Trabalho em equipa Assinale com um X o seu grau de concordância ou discordancia relativamente às seguintes afirmações: Discordo Dis- Con- Concordo totalmente cordo cordo totalmente 3.1 A Direcção Executiva apoia e incentiva o trabalho em equipa. 3.2 Neste Agrupamento todos os funcionários conhecem a sua função e respectivas tarefas. 3.3 Neste Agrupamento os funcionários sentem necessidade de formação para trabalhar em equipa. 4. - Avaliação Assinale com um X o seu grau de concordância ou discordancia relativamente às seguintes afirmações: Discordo Dis- Con- Concordo totalmente cordo cordo totalmente 4.1 O Agrupamento avalia periodicamente as condições de trabalho dos funcionários. 4.2 O Agrupamento mede periodicamente o grau de satisfação dos funcionários. 4.3 O sistema utilizado para avaliação do desempenho conduz a resultados considerados justos pela maioria. 5. - Formação Assinale com um X o seu grau de concordância ou discordância relativamente às seguintes afirmações: Discordo Dis- Con- Concordo totalmente cordo cordo totalmente 5.1 Neste Agrupamento procura-se que os funcionários recebam formação adequada para o seu desenvolvimento profissional e pessoal. 5.2 Neste Agrupamento os funcionários são ouvidos para definirem o Plano Anual de Formação. 5.3 Neste Agrupamento é ministrada uma formação inicial sobre o serviço a todos os novos funcionários.
  • 46. 6. – Condições de trabalho Assinale com um X o seu grau de concordância ou discordancia relativamente às seguintes afirmações: Discordo Dis- Con- Concordo totalmente cordo cordo totalmente Estou satisfeito(a) com as condições de trabalho que tenho na 6.1 Escola. A Direcção Executiva preocupa-se em facilitar aos funcionários 6.2 os recursos necessários aos seus desempenhos. A Escola disponibiliza vestiário , cacifo ou outro tipo de 6.3 instalações que facilitem a vida aos funcionários. 7. – Clima de escola Assinale com um X o seu grau de concordância relativamente às seguintes afirmações: Discordo Dis- Con- Concordo totalmente cordo cordo totalmente A Direcção Executiva, com a sua actuação, cria um clima de 7.1 confiança. Neste Agrupamento os funcionários são felicitados quando 7.2 fazem um bom trabalho. Nesta escola a manifestação de apreço é feita publicamente 7.3 no local de trabalho. 7.4 Neste Agrupamento participo activamente na vida da escola. Nesta escola os funcionários podem dar sempre a sua opinião 7.5 e são auscultados. Neste Agrupamento a Direcção Executiva apoia os funcionários na resolução de problemas pessoais e 7.6 profissionais. Neste Agrupamento sentimo-nos encorajados a desenvolver 7.7 melhores práticas na nossa área de trabalho. 7.8 Estou satisfeito(a) com o ambiente da Escola.
  • 48. INFORMAÇÃO DE ENQUADRAMENTO Assinale a sua situação Sexo: Feminino 30 79% Masculino 8 21% Idade: Menos de 35 anos 3 8% De 36 a 50 anos 19 50% Mais de 50 anos 16 42% Anos de serviço: Menos de 10 12 32% De 11 a 25 17 45% Mais de 25 anos 9 24% Local de trabalho: Jardim de Infância 0 0% EB1 do Campo 3 8% EB1 da Alegria 4 11% EB1 do Sol 2 5% Escola do 2º/3º Ciclos Dr. A. C. Pires 29 76% de Lima
  • 49. Conheço o Projecto Educativo do Agrupamento. (PE) CONHECIMENTO DOS DOCUMENTOS ESTRUTURANTES Assinale a resposta que mais se adequa ao seu grau de conhecimento relativamente aos documentos estruturantes do Agrupamento. Conheço o Projecto Educativo do Agrupamento. (PE) Sim 26 68% Não 12 32% Conheço o Regulamento Interno do Agrupamento. (RI) Sim 33 87% Não 5 13% B - LIDERANÇA 1. Exercício da liderança pela Direcção Executiva Assinale o seu grau de concordância ou discordância relativamente às seguintes afirmações, a propósito do exercício de liderança pela Direcção Executiva: 1.2 A Direcção reconhece e valoriza o meu trabalho. Discordo totalmente 3 8% Discordo 2 5% Concordo 17 45% Concordo totalmente 16 42% 1.3 A Direcção interessa-se pessoalmente na resolução conjunta dos problemas que surgem. Discordo totalmente 1 3% Discordo 5 13% Concordo 21 55% Concordo totalmente 11 29%
  • 50. 1.4 Nesta escola, os funcionários são motivados a participarem em reuniões de discussão sobre melhorias do Agrupamento. Discordo totalmente 5 13% Discordo 10 26% Concordo 21 55% Concordo totalmente 2 5% 1.5 Nesta escola, na distribuição do trabalho tem-se em conta as capacidades profissionais de cada um. Discordo totalmente 4 11% Discordo 7 18% Concordo 19 50% Concordo totalmente 8 21% 2. Comunicação interna Assinale o seu grau de concordância ou discordância relativamente às seguintes afirmações: 2.1 A comunicação com o órgão de Direcção é fácil. Discordo totalmente 2 5% Discordo 1 3% Concordo 16 42% Concordo totalmente 19 50% 2.2 Neste Agrupamento, as informações e as decisões. fundamentais do Ministério da Educação são divulgadas a todos. Discordo totalmente 3 8% Discordo 17 45% Concordo 8 21% Concordo totalmente 10 26%
  • 51. 2.3 O nível de circulação da informação entre a Direcção Executiva e os serviços do agrupamento é bom. Discordo totalmente 2 5% Discordo 4 11% Concordo 25 66% Concordo totalmente 7 18% 2.4 As alterações à distribuição do serviço são feitas de forma que considero a mais justa. Discordo totalmente 4 11% Discordo 9 24% Concordo 15 39% Concordo totalmente 10 26% 3. Trabalho em equipa Assinale o seu grau de concordância ou discordancia relativamente às seguintes afirmações: 3.1 A Direcção Executiva apoia e incentiva o trabalho em equipa. Discordo totalmente 2 5% Discordo 8 21% Concordo 20 53% Concordo totalmente 8 21% 3.2 Neste Agrupamento todos os funcionários conhecem a sua função e respectivas tarefas. Discordo totalmente 2 5% Discordo 8 21% Concordo 18 47% Concordo totalmente 10 26% 3.3 Neste Agrupamento os funcionários sentem necessidade de formação para trabalhar em equipa. Discordo totalmente 1 3% Discordo 7 18% Concordo 21 55% Concordo totalmente 9 24%
  • 52. 4. Avaliação Assinale o seu grau de concordância ou discordancia relativamente às seguintes afirmações: 4.1 O Agrupamento avalia periodicamente as condições de trabalho dos funcionários. Discordo totalmente 2 5% Discordo 9 24% Concordo 18 47% Concordo totalmente 9 24% 4.2 O Agrupamento mede periodicamente o grau de satisfação dos funcionários. Discordo totalmente 3 8% Discordo 13 34% Concordo 14 37% Concordo totalmente 8 21% 4.3 O sistema utilizado para avaliação do desempenho conduz a resultados considerados justos pela maioria. Discordo totalmente 6 16% Discordo 11 29% Concordo 17 45% Concordo totalmente 4 11% 5. Formação Assinale o seu grau de concordância ou discordância relativamente às seguintes afirmações: 5.1 Neste Agrupamento procura-se que os funcionários recebam formação adequada para o seu desenvolvimento profissional e pessoal. Discordo Totalmente 2 5% Discordo 17 45% Concordo 11 29% Concordo Totalmente 8 21%
  • 53. 5.2 Neste Agrupamento os funcionários são ouvidos para definirem o Plano Anual de Formação. Discordo Totalmente 6 16% Discordo 16 42% Concordo 11 29% Concordo Totalmente 5 13% 5.3 Neste Agrupamento é ministrada uma formação inicial sobre o serviço a todos os novos funcionários. Discordo Totalmente 2 5% Discordo 18 47% Concordo 11 29% Concordo Totalmente 7 18% 6. Condições de trabalho Assinale o seu grau de concordância ou discordancia relativamente às seguintes afirmações: 6.1 Estou satisfeito(a) com as condições de trabalho que tenho na Escola. Discordo Totalmente 2 5% Discordo 9 24% Concordo 16 42% Concordo Totalmente 11 29% 6.2 A Direcção Executiva preocupa-se em facilitar aos funcionários os recursos necessários aos seus desempenhos. Nunca ou quase nunca 1 3% Algumas vezes 7 18% Muitas vezes 10 26% Sempre ou quase sempre 20 53%
  • 54. 6.3 A Escola disponibiliza vestiário , cacifo ou outro tipo de instalações que facilitem a vida aos funcionários. Nunca ou quase nunca 4 11% Algumas vezes 15 39% Muitas vezes 3 8% Sempre ou quase sempre 16 42% 7. Clima de escola Assinale o seu grau de concordância relativamente às seguintes afirmações: 7.1 A Direcção Executiva, com a sua actuação, cria um clima de confiança. Nunca ou quase nunca 1 3% Algumas vezes 8 21% Muitas vezes 12 32% Sempre ou quase sempre 17 45% 7.2 Neste Agrupamento os funcionários são felicitados quando fazem um bom trabalho. Nunca ou quase nunca 4 11% Algumas vezes 13 34% Muitas vezes 7 18% Sempre ou quase sempre 14 37% 7.3 Nesta escola a manifestação de apreço é feita publicamente no local de trabalho. Nunca ou quase nunca 9 24% Algumas vezes 15 39% Muitas vezes 7 18% Sempre ou quase sempre 7 18% 7.4 Neste Agrupamento participo activamente na vida da escola. Nunca ou quase nunca 1 3% Algumas vezes 11 29% Muitas vezes 8 21% Sempre ou quase sempre 18 47%
  • 55. 7.5 Nesta escola os funcionários podem dar sempre a sua opinião e são auscultados. Nunca ou quase nunca 6 16% Algumas vezes 15 39% Muitas vezes 6 16% Sempre ou quase sempre 11 29% 7.6 Neste Agrupamento a Direcção Executiva apoia os funcionários na resolução de problemas pessoais e profissionais. Nunca ou quase nunca 3 8% Algumas vezes 8 21% Muitas vezes 15 39% Sempre ou quase sempre 12 32% 7.7 Neste Agrupamento sentimo-nos encorajados a desenvolver melhores práticas na nossa área de trabalho. Nunca ou quase nunca 5 13% Algumas vezes 9 24% Muitas vezes 16 42% Sempre ou quase sempre 8 21% 7.8 Estou satisfeito(a) com o ambiente da Escola. Nunca ou quase nunca 3 8% Algumas vezes 16 42% Muitas vezes 8 21% Sempre ou quase sempre 11 29%
  • 57. AGRUPAMENTO VERTICAL DR. AUGUSTO CÉSAR PIRES DE LIMA INQUÉRITO AOS DOCENTES Nota: O modelo que se segue apresenta-se num formato diferente do modelo colocado em suporte informático Ano lectivo de 2010 – 2011
  • 58. INTRODUÇÃO A avaliação da Escola pelos seus próprios profissionais é um elemento indispensável para melhorar o seu funcionamento, a qualidade e a eficácia do ensino ministrado. Neste inquérito não há respostas certas ou erradas relativamente a qualquer dos itens, pretendendo-se apenas a sua opinião sincera e objectiva. Este questionário é de natureza confidencial e anónima. INFORMAÇÃO DE ENQUADRAMENTO Sexo: Fem. □ Idade: Menos de 35 anos □ Anos de serviço: Menos de 10 □ Masc. □ De 36 a 50 anos □ De 11 a 25 □ Mais de 50 anos □ Mais de 25 anos □ Nível de ensino: Jardim de Infância □ 1º Ciclo □ 2º Ciclo / 3º Ciclo □ CONHECIMENTO DOS DOCUMENTOS ESTRUTURANTES Assinale as opções que mais se adequam ao seu caso, relativamente aos documentos estruturantes do agrupamento. Sim Não Conheço o Projecto Educativo do agrupamento. (PE) Conheço o Regulamento Interno do agrupamento. (RI) Conheço o Plano Anual de Actividades (PAA) Indique de que forma tomou conhecimento destes documentos. _________________________________________________________________________________ ______ _________________________________________________________________________________ ______ A - ORGANIZAÇÃO E GESTÃO 1. FUNCIONAMENTO DO DEPARTAMENTO CURRICULAR/GRUPO DISCIPLINAR Assinale a frequência com que nas reuniões do seu departamento/grupo disciplinar se procede ao seguinte:
  • 59. Sempre Sempre Algumas ou que vezes quase necessário sempre 1.1 Distribui os conteúdos programáticos por períodos lectivos. 1.2 Planifica as unidades lectivas. 1.3 Selecciona/elabora materiais pedagógicos. 1.4 Discute as estratégias de diferenciação pedagógica. 1.5 Planeia as actividades interdisciplinares. 1.6 Elabora os testes e outros instrumentos de avaliação. 1.7 Define os critérios de avaliação por disciplina. 1.8 Analisa os resultados dos alunos. 1.9 Analisa e reflecte sobre práticas educativas. 1.10 Avalia a eficácia das estratégias de ensino utilizadas. 1.11 Analisa as necessidades de formação dos professores. 1.12 Define as estratégias de apoio aos professores menos experientes. 1.13 O coordenador de departamento monitoriza o trabalho de todos os professores. 2. FUNCIONAMENTO DO CONSELHO PEDAGÓGICO (A preencher apenas pelos membros deste órgão) Assinale a frequência com que nas reuniões do Conselho Pedagógico se procede ao seguinte: Sempre Sempre Algumas ou que vezes quase necessário sempre 2.1 Define estratégias de implementação do Projecto Educativo do agrupamento. 2.2 Define a política de avaliação das aprendizagens. 2.3 Aprova os critérios de avaliação. 2.4 Define dispositivos de acompanhamento e monitorização permanente da avaliação dos alunos. 2.5 Define estratégias comuns para apoio a alunos com dificuldades. 2.6 Avalia a eficácia das medidas de apoio educativo implementadas. 2.7 Toma decisões de carácter pedagógico em articulação com os coordenadores de departamento e os professores. 2.8 Acompanha o desenvolvimento dos projectos no agrupamento. 2.9 Define critérios de formação de turmas. 3. FUNCIONAMENTO DOS CONSELHOS DE TURMA (2º e 3º Ciclos); ANO (1º Ciclo); GRUPO (Pré- escolar) Assinale a frequência com que os seguintes assuntos são abordadas nas reuniões do Conselho de Turma/Ano/Grupo de que é membro.
  • 60. Sempre Sempre Algumas que ou vezes necessário quase sempre 3.1 Caracteriza a turma. 3.2 Constrói o Projecto Curricular de Turma. 3.3 Analisa o aproveitamento dos alunos. 3.4 Faz o balanço da implementação do Projecto Curricular de Turma. 3.5 Estabelece as normas de comportamento da turma. 3.6 Planeia as actividades curriculares interdisciplinares. 3.7 Elabora os planos de recuperação / acompanhamento dos alunos. 3.8 Elabora os planos de desenvolvimento dos alunos. 3.9 Define as estratégias comuns para apoio a alunos com dificuldades de aprendizagem. 3.10 Define os critérios de avaliação por turma. 3.11 Avalia a eficácia das medidas de apoio implementadas. 3.12 Define as estratégias tendentes ao envolvimento dos encarregados de educação no acompanhamento dos seus educandos. 3.13 Avalia a eficácia das estratégias de ensino. 3.14 Analisa os problemas pessoais dos alunos. 3.15 Analisa os problemas disciplinares da turma. 4. FUNCIONAMENTO DO CONSELHO GERAL (A preencher apenas pelos membros deste órgão) Assinale a frequência com que nas reuniões do Conselho de Geral de que é membro se procede ao seguinte: Sempre Sempre Algumas ou que vezes quase necessário sempre 4.1 Aprova, acompanha e avalia o Projecto Educativo do agrupamento. 4.2 Aprova o Regulamento Interno. 4.3 Aprova o Plano Anual de Actividades do agrupamento. 4.4 Aprecia os relatórios periódicos e aprova o relatório final de execução do PAA. 4.5 Define as linhas orientadoras para a elaboração do orçamento e supervisiona a sua execução. 4.6 Acompanha a acção dos demais órgãos de administração e gestão do agrupamento. 4.7 Define a política da acção social do agrupamento. 4.8 Apoia a implementação de políticas que favoreçam a acção educativa e formativa do agrupamento. 4.9 Recomenda critérios de atribuição de turmas e horários a professores. 4.10 Aprecia os resultados da auto-avaliação.
  • 61. 5. EXERCÍCIO DA LIDERANÇA PELA DIRECÇÃO EXECUTIVA Assinale o seu grau de concordância relativamente às seguintes afirmações, a propósito do exercício da liderança pela Direcção Executiva. , Con- Discordo Con- cordo Total- Discordo cordo Total- mente mente 5.1 Gere eficazmente os recursos humanos. 5.2 Apoia o desenvolvimento profissional do pessoal. 5.3 Delega áreas de responsabilidade e tarefas. 5.4 Articula com os órgãos de gestão intermédia dos outros estabelecimentos de ensino. 5.5 Deposita expectativas elevadas nos professores 5.6 Tem expectativas elevadas acerca dos alunos. 5.7 Possui expectativas elevadas acerca dos assistentes. 5.8 Conhece os assuntos sobre os quais tem de decidir. 5.9 Envolve os outros na tomada de decisões. 5.10 Integra diferentes contributos nas tomadas de decisão. 5.11 Divulga a informação atempada e eficazmente. 5.12 Estimula o desenvolvimento profissional dos diferentes actores educativos. 5.13 Envolve os outros em projectos. 5.14 Possui um projecto pedagógico para o agrupamento. 5.15 Possui visão estratégica. 5.16 Fomenta a participação dos pais na vida das escolas. 5.17 Desenvolve estratégias de aproximação à comunidade. 5.18 Promove eventos susceptíveis de contribuírem para a criação de uma cultura de agrupamento. 5.19 Toma decisões no momento oportuno. 5.20 Actua de forma democrática. 5.21 Desenvolve mecanismos de auscultação e de negociação com a comunidade escolar, de apoio à tomada de decisão. 5.22 Define claramente o papel e a responsabilidade das pessoas na concretização do Projecto Educativo. 6. ORGANIZAÇÃO DOS SERVIÇOS Assinale o seu grau de concordância relativamente às seguintes afirmações, a propósito da organização dos serviços. Con- Discordo Con- cordo Total- Discordo condo Total- mente mente 6.1 O atendimento da secretaria é eficiente. 6.2 O serviço prestado pela cantina é de qualidade. 6.3 O serviço prestado pelo bar é de qualidade. 6.4 O serviço prestado pela papelaria é eficiente. 6.5 O serviço prestado pela reprografia é eficiente. 6.6 O serviço prestado pela biblioteca é dinâmico e de qualidade.
  • 62. B - CULTURA DE ESCOLA 7.CULTURA DE ESCOLA Assinale o seu grau de concordância relativamente às seguintes afirmações, a propósito da cultura de escola. Discordo Sempre Algumas Muitas Total- ou vezes vezes mente quase 7.1 As normas e o regulamento da escola são aplicados. 7.2 Os alunos são encorajados a trabalhar com empenho. 7.3 Os professores são reconhecidos quando desenvolvem bom trabalho. 7.4 Os alunos são reconhecidos quando desenvolvem bom trabalho. 7.5 Os assistentes são reconhecidos quando desenvolvem bom trabalho. 7.6 Existe uma cultura de valorização da aprendizagem. 7.7 Os professores são estimulados a participar em actividades de desenvolvimento. 7.8 A oferta cultural é diversificada. 7.9 Os pais são estimulados a participar nas actividades da escola. 7.10 Os actores educativos envolvem-se na tomada de decisões. 7.11 A escola é um lugar disciplinado e seguro. 7.12 A escola é um lugar onde é agradável estar. 7.13 Os professores são informados, em tempo oportuno, dos assuntos relevantes de política educativa. 7.14 Os professores são exigentes na atribuição de classificações. 7.15 Os professores são justos na atribuição de classificações. 7.16 As expectativas acerca dos alunos são elevadas. C – AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DOCENTE 8. AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DOCENTE Assinale as opções que, na sua opinião, caracterizam o processo de avaliação do desempenho docente. 8.1 Necessário 8.10 Motivador do trabalho em equipa 8.2 Formativo 8.11 Prejudicial às relações de trabalho 8.3 Enriquecedor 8.12 Competitivo 8.4 Penalizador 8.13 Fonte de stress 8.5 Burocrático 8.14 Gratificante 8.6 Justo 8.15 Motivador 8.7 Injusto 8.16 Perverso 8.8 Artificial 8.17 Positivo 8.9 Verdadeiro 8.18 Gasto excessivo de tempo