SlideShare uma empresa Scribd logo
Fundação Universidade Federal do Rio Grande  Departamento de Ciências Fisiológicas -  Farmacologia Receptores farmacológicos Daniela Martí Barros
Estrutura dos receptores Existem quatro “superfamílias” - com uma arquitetura comum. Três “superfamílias”consistem em receptores de membrana (transmembrana). O quarto tipo é intracelular
Receptores ligados a canais  Denominados receptores ionotrópicos Participam principalmente da transmissão rápida Proteínas oligoméricas dispostas ao redor de um canal. A ligação do ligante e a abertura do canal ocorrem em milissegundos Alguns exemplos: nAch, GABA A , NMDA
 
r Receptores ligados à proteína G Receptores metabotrópicos A proteína G é uma proteína de membrana que consiste em três subunidades (  ), em que a subunidade    possui atividade GTPase. Existem vários tipos de proteína G, que interagem com diferentes receptores e controlam diferentes efetores. Alguns exemplos: mAch, adrenorreceptores, GABA B
 
Efetores controlados por proteínas G Duas vias chaves são controladas por receptores através de proteínas G. Ambas podem ser  ativadas ou inibidas por ligantes farmacológicos. Via da  adenilato ciclase/cAMP : - AC catalisa a formação do mensageiro intracelular   cAMP - O  cAMP  ativa várias proteínas quinases, fosforilando de várias enzimas, transportadores e outras proteínas.
Efetores controlados por proteínas G Via da fosfolipase C/trifosfato de inositol/ diacilglicerol: -  Catalisa a formação de dois mensageiros intracelulares - IP 3  e DAG - O  IP 3  aumenta a conc intracelular de cálcio - O    [  ] intracelular de cálcio desencadeia eventos como: contração, secreção, ativação enzimática e hiperpolarização de membrana. - O DAG ativa proteína quinase C que controla muitas funções celulares.
by  MRM Vianna Eventos Intracelulares - Transdução de Sinal
Receptores ligados a quinases Os receptores de vários hormônios (p. ex insulina) e fatores de crescimento incorporam a tirosina quinase em seu domínio intracelular. Estão envolvidos principalmente em eventos que controlam o crescimento e a diferenciação celulares e atuam indiretamente ao regular a transcrição gênica. Existem duas vias importantes: -  a via Ras/Raf/MAP quinase (divisão, crescimento e diferenciação celular) - a via Jak/Stat   ativada por citocinas - controla a síntese e liberação de mediadores inflamatórios.
 
Receptores intracelulares Controlam a transcrição gênica Os ligantes incluem hormônios esteróides, hormônios tiroideanos, vit D, ac. retinóico Os receptores são proteínas intracelulares, os ligantes devem penetrar nas células. Os efeitos são produzidos em conseqüência da síntese alterada de proteínas e, portanto, de início lento.
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula - Farmacologia Básica - Metabolismo e Eliminação de Fármacos
Aula  - Farmacologia Básica - Metabolismo e Eliminação de FármacosAula  - Farmacologia Básica - Metabolismo e Eliminação de Fármacos
Aula - Farmacologia Básica - Metabolismo e Eliminação de Fármacos
Mauro Cunha Xavier Pinto
 
Aula - SNC - Ansiolíticos e Hipnóticos
Aula - SNC - Ansiolíticos e HipnóticosAula - SNC - Ansiolíticos e Hipnóticos
Aula - SNC - Ansiolíticos e Hipnóticos
Mauro Cunha Xavier Pinto
 
Aula - SNC - Tratamento da Doença de Alzheimer
Aula - SNC - Tratamento da Doença de AlzheimerAula - SNC - Tratamento da Doença de Alzheimer
Aula - SNC - Tratamento da Doença de Alzheimer
Mauro Cunha Xavier Pinto
 
Aula de Farmacologia sobre Fármacos anti-hipertensivos
Aula de Farmacologia sobre Fármacos anti-hipertensivosAula de Farmacologia sobre Fármacos anti-hipertensivos
Aula de Farmacologia sobre Fármacos anti-hipertensivos
Jaqueline Almeida
 
Farmacodinâmica
FarmacodinâmicaFarmacodinâmica
Farmacodinâmica
Leonardo Souza
 
Agonista e antagonista colinérgico
Agonista e antagonista colinérgicoAgonista e antagonista colinérgico
Agonista e antagonista colinérgico
tatiany ferreira de oliveira
 
Aula - Básica - Adsorção & Distribuição
Aula - Básica - Adsorção & DistribuiçãoAula - Básica - Adsorção & Distribuição
Aula - Básica - Adsorção & Distribuição
Mauro Cunha Xavier Pinto
 
Aula de Farmacologia sobre Antihistaminicos
Aula de Farmacologia sobre AntihistaminicosAula de Farmacologia sobre Antihistaminicos
Aula de Farmacologia sobre Antihistaminicos
Jaqueline Almeida
 
Aula - SNA - Farmacologia Colinérgica - Parassimpatomiméticos e Parassimpatol...
Aula - SNA - Farmacologia Colinérgica - Parassimpatomiméticos e Parassimpatol...Aula - SNA - Farmacologia Colinérgica - Parassimpatomiméticos e Parassimpatol...
Aula - SNA - Farmacologia Colinérgica - Parassimpatomiméticos e Parassimpatol...
Mauro Cunha Xavier Pinto
 
Antimicrobianos
AntimicrobianosAntimicrobianos
Antimicrobianos
Luis Carlos F. Carvalho
 
Aula - Anti-inflamatórios não esteróidais
Aula - Anti-inflamatórios não esteróidaisAula - Anti-inflamatórios não esteróidais
Aula - Anti-inflamatórios não esteróidais
Mauro Cunha Xavier Pinto
 
INTERAÇ
INTERAÇINTERAÇ
Farmacologia snc
Farmacologia sncFarmacologia snc
Farmacologia snc
Tiago Sampaio
 
Aula 7 farmacologia adrenérgica
Aula 7   farmacologia adrenérgicaAula 7   farmacologia adrenérgica
Aula 7 farmacologia adrenérgica
Med. Veterinária 2011
 
Hipersensibilidade
HipersensibilidadeHipersensibilidade
Hipersensibilidade
Kelton Silva Sena
 
Aula - SNC - Anestésicos
Aula - SNC - AnestésicosAula - SNC - Anestésicos
Aula - SNC - Anestésicos
Mauro Cunha Xavier Pinto
 
Introdução à imunologia
Introdução à imunologiaIntrodução à imunologia
Introdução à imunologia
Messias Miranda
 
Aula - SNA - Farmacologia Adrenérgica - Simpatomiméticos e Simpatolíticos
Aula - SNA - Farmacologia Adrenérgica - Simpatomiméticos e SimpatolíticosAula - SNA - Farmacologia Adrenérgica - Simpatomiméticos e Simpatolíticos
Aula - SNA - Farmacologia Adrenérgica - Simpatomiméticos e Simpatolíticos
Mauro Cunha Xavier Pinto
 
Aula - Quimioterápicos - Antineoplásicos
Aula - Quimioterápicos - AntineoplásicosAula - Quimioterápicos - Antineoplásicos
Aula - Quimioterápicos - Antineoplásicos
Mauro Cunha Xavier Pinto
 
Aula de Farmacocinética e Vias de Administração
Aula de Farmacocinética e Vias de AdministraçãoAula de Farmacocinética e Vias de Administração
Aula de Farmacocinética e Vias de Administração
Jaqueline Almeida
 

Mais procurados (20)

Aula - Farmacologia Básica - Metabolismo e Eliminação de Fármacos
Aula  - Farmacologia Básica - Metabolismo e Eliminação de FármacosAula  - Farmacologia Básica - Metabolismo e Eliminação de Fármacos
Aula - Farmacologia Básica - Metabolismo e Eliminação de Fármacos
 
Aula - SNC - Ansiolíticos e Hipnóticos
Aula - SNC - Ansiolíticos e HipnóticosAula - SNC - Ansiolíticos e Hipnóticos
Aula - SNC - Ansiolíticos e Hipnóticos
 
Aula - SNC - Tratamento da Doença de Alzheimer
Aula - SNC - Tratamento da Doença de AlzheimerAula - SNC - Tratamento da Doença de Alzheimer
Aula - SNC - Tratamento da Doença de Alzheimer
 
Aula de Farmacologia sobre Fármacos anti-hipertensivos
Aula de Farmacologia sobre Fármacos anti-hipertensivosAula de Farmacologia sobre Fármacos anti-hipertensivos
Aula de Farmacologia sobre Fármacos anti-hipertensivos
 
Farmacodinâmica
FarmacodinâmicaFarmacodinâmica
Farmacodinâmica
 
Agonista e antagonista colinérgico
Agonista e antagonista colinérgicoAgonista e antagonista colinérgico
Agonista e antagonista colinérgico
 
Aula - Básica - Adsorção & Distribuição
Aula - Básica - Adsorção & DistribuiçãoAula - Básica - Adsorção & Distribuição
Aula - Básica - Adsorção & Distribuição
 
Aula de Farmacologia sobre Antihistaminicos
Aula de Farmacologia sobre AntihistaminicosAula de Farmacologia sobre Antihistaminicos
Aula de Farmacologia sobre Antihistaminicos
 
Aula - SNA - Farmacologia Colinérgica - Parassimpatomiméticos e Parassimpatol...
Aula - SNA - Farmacologia Colinérgica - Parassimpatomiméticos e Parassimpatol...Aula - SNA - Farmacologia Colinérgica - Parassimpatomiméticos e Parassimpatol...
Aula - SNA - Farmacologia Colinérgica - Parassimpatomiméticos e Parassimpatol...
 
Antimicrobianos
AntimicrobianosAntimicrobianos
Antimicrobianos
 
Aula - Anti-inflamatórios não esteróidais
Aula - Anti-inflamatórios não esteróidaisAula - Anti-inflamatórios não esteróidais
Aula - Anti-inflamatórios não esteróidais
 
INTERAÇ
INTERAÇINTERAÇ
INTERAÇ
 
Farmacologia snc
Farmacologia sncFarmacologia snc
Farmacologia snc
 
Aula 7 farmacologia adrenérgica
Aula 7   farmacologia adrenérgicaAula 7   farmacologia adrenérgica
Aula 7 farmacologia adrenérgica
 
Hipersensibilidade
HipersensibilidadeHipersensibilidade
Hipersensibilidade
 
Aula - SNC - Anestésicos
Aula - SNC - AnestésicosAula - SNC - Anestésicos
Aula - SNC - Anestésicos
 
Introdução à imunologia
Introdução à imunologiaIntrodução à imunologia
Introdução à imunologia
 
Aula - SNA - Farmacologia Adrenérgica - Simpatomiméticos e Simpatolíticos
Aula - SNA - Farmacologia Adrenérgica - Simpatomiméticos e SimpatolíticosAula - SNA - Farmacologia Adrenérgica - Simpatomiméticos e Simpatolíticos
Aula - SNA - Farmacologia Adrenérgica - Simpatomiméticos e Simpatolíticos
 
Aula - Quimioterápicos - Antineoplásicos
Aula - Quimioterápicos - AntineoplásicosAula - Quimioterápicos - Antineoplásicos
Aula - Quimioterápicos - Antineoplásicos
 
Aula de Farmacocinética e Vias de Administração
Aula de Farmacocinética e Vias de AdministraçãoAula de Farmacocinética e Vias de Administração
Aula de Farmacocinética e Vias de Administração
 

Semelhante a Receptores

Receptores
ReceptoresReceptores
Receptores
Tathi Moreira
 
farmacodinamia receptores y segundos mesnajeros
farmacodinamia receptores y segundos mesnajerosfarmacodinamia receptores y segundos mesnajeros
farmacodinamia receptores y segundos mesnajeros
LEONCIOVASQUEZMARIN2
 
Resumo prot g
Resumo prot gResumo prot g
Resumo prot g
Nicole Maia Fagundes
 
Aula de comunicação celular
Aula de comunicação celularAula de comunicação celular
Aula de comunicação celular
Beatriz Ramalho
 
Biologia Molecular e Celular - Aula 7
Biologia Molecular e Celular - Aula 7Biologia Molecular e Celular - Aula 7
Biologia Molecular e Celular - Aula 7
Gustavo Maia
 
Sistema endócrino pablo
Sistema endócrino pabloSistema endócrino pablo
Sistema endócrino pablo
Vagner Pires Reis
 
Biologia Molecular e Celular - Aula 8
Biologia Molecular e Celular - Aula 8Biologia Molecular e Celular - Aula 8
Biologia Molecular e Celular - Aula 8
Gustavo Maia
 
Transdução de sinais química
Transdução de sinais químicaTransdução de sinais química
Transdução de sinais química
Vanessa Carvalho
 
Comunicação celular
Comunicação celularComunicação celular
Comunicação celular
keizacristina
 
Princípios da sinalização celular/ potencial em repouso/ proteina G
Princípios da sinalização celular/ potencial em repouso/ proteina GPrincípios da sinalização celular/ potencial em repouso/ proteina G
Princípios da sinalização celular/ potencial em repouso/ proteina G
Regina Rafael Teixeira
 
Biossinalização
BiossinalizaçãoBiossinalização
Biossinalização
Adriana Quevedo
 
LOCALIZAÇÃO E TIPOS DE RECEPTORES.pptx
LOCALIZAÇÃO E TIPOS DE RECEPTORES.pptxLOCALIZAÇÃO E TIPOS DE RECEPTORES.pptx
LOCALIZAÇÃO E TIPOS DE RECEPTORES.pptx
LiaSilva92
 
Hormonios 28 11 08
Hormonios 28 11 08Hormonios 28 11 08
Hormonios 28 11 08
bioc126
 
Comunicações celulares
Comunicações celularesComunicações celulares
Comunicações celulares
danilo oliveira
 
Aula 14 Biomedicina
Aula 14 BiomedicinaAula 14 Biomedicina
Aula 14 Biomedicina
Caio Maximino
 
receptores acoplados a Proteina G - Henning Ulrich
receptores acoplados a Proteina G - Henning Ulrichreceptores acoplados a Proteina G - Henning Ulrich
receptores acoplados a Proteina G - Henning Ulrich
SaimonDantas
 
Receptores (beta)-adrenérgicos
Receptores (beta)-adrenérgicosReceptores (beta)-adrenérgicos
Receptores (beta)-adrenérgicos
TBQ-RLORC
 
Família fatores transcrição com ebp foram 1ªs desempenhar papel diferenciação...
Família fatores transcrição com ebp foram 1ªs desempenhar papel diferenciação...Família fatores transcrição com ebp foram 1ªs desempenhar papel diferenciação...
Família fatores transcrição com ebp foram 1ªs desempenhar papel diferenciação...
Van Der Häägen Brazil
 
Aula Farmacodinâmica Reduzida.pdf
Aula Farmacodinâmica Reduzida.pdfAula Farmacodinâmica Reduzida.pdf
Aula Farmacodinâmica Reduzida.pdf
PAULA352683
 
Resposta Imunológica a Trypanosoma cruzi
Resposta Imunológica a Trypanosoma cruziResposta Imunológica a Trypanosoma cruzi
Resposta Imunológica a Trypanosoma cruzi
Hugo Fialho
 

Semelhante a Receptores (20)

Receptores
ReceptoresReceptores
Receptores
 
farmacodinamia receptores y segundos mesnajeros
farmacodinamia receptores y segundos mesnajerosfarmacodinamia receptores y segundos mesnajeros
farmacodinamia receptores y segundos mesnajeros
 
Resumo prot g
Resumo prot gResumo prot g
Resumo prot g
 
Aula de comunicação celular
Aula de comunicação celularAula de comunicação celular
Aula de comunicação celular
 
Biologia Molecular e Celular - Aula 7
Biologia Molecular e Celular - Aula 7Biologia Molecular e Celular - Aula 7
Biologia Molecular e Celular - Aula 7
 
Sistema endócrino pablo
Sistema endócrino pabloSistema endócrino pablo
Sistema endócrino pablo
 
Biologia Molecular e Celular - Aula 8
Biologia Molecular e Celular - Aula 8Biologia Molecular e Celular - Aula 8
Biologia Molecular e Celular - Aula 8
 
Transdução de sinais química
Transdução de sinais químicaTransdução de sinais química
Transdução de sinais química
 
Comunicação celular
Comunicação celularComunicação celular
Comunicação celular
 
Princípios da sinalização celular/ potencial em repouso/ proteina G
Princípios da sinalização celular/ potencial em repouso/ proteina GPrincípios da sinalização celular/ potencial em repouso/ proteina G
Princípios da sinalização celular/ potencial em repouso/ proteina G
 
Biossinalização
BiossinalizaçãoBiossinalização
Biossinalização
 
LOCALIZAÇÃO E TIPOS DE RECEPTORES.pptx
LOCALIZAÇÃO E TIPOS DE RECEPTORES.pptxLOCALIZAÇÃO E TIPOS DE RECEPTORES.pptx
LOCALIZAÇÃO E TIPOS DE RECEPTORES.pptx
 
Hormonios 28 11 08
Hormonios 28 11 08Hormonios 28 11 08
Hormonios 28 11 08
 
Comunicações celulares
Comunicações celularesComunicações celulares
Comunicações celulares
 
Aula 14 Biomedicina
Aula 14 BiomedicinaAula 14 Biomedicina
Aula 14 Biomedicina
 
receptores acoplados a Proteina G - Henning Ulrich
receptores acoplados a Proteina G - Henning Ulrichreceptores acoplados a Proteina G - Henning Ulrich
receptores acoplados a Proteina G - Henning Ulrich
 
Receptores (beta)-adrenérgicos
Receptores (beta)-adrenérgicosReceptores (beta)-adrenérgicos
Receptores (beta)-adrenérgicos
 
Família fatores transcrição com ebp foram 1ªs desempenhar papel diferenciação...
Família fatores transcrição com ebp foram 1ªs desempenhar papel diferenciação...Família fatores transcrição com ebp foram 1ªs desempenhar papel diferenciação...
Família fatores transcrição com ebp foram 1ªs desempenhar papel diferenciação...
 
Aula Farmacodinâmica Reduzida.pdf
Aula Farmacodinâmica Reduzida.pdfAula Farmacodinâmica Reduzida.pdf
Aula Farmacodinâmica Reduzida.pdf
 
Resposta Imunológica a Trypanosoma cruzi
Resposta Imunológica a Trypanosoma cruziResposta Imunológica a Trypanosoma cruzi
Resposta Imunológica a Trypanosoma cruzi
 

Mais de Jose Carlos

Transparencias tecido epitelial 17 03
Transparencias tecido epitelial 17 03Transparencias tecido epitelial 17 03
Transparencias tecido epitelial 17 03
Jose Carlos
 
060
060060
Hipotireoidismo na criança
Hipotireoidismo na criançaHipotireoidismo na criança
Hipotireoidismo na criança
Jose Carlos
 
Alimentos
Alimentos Alimentos
Alimentos
Jose Carlos
 
Pedacinhos
PedacinhosPedacinhos
Pedacinhos
Jose Carlos
 
Futebol
FutebolFutebol
Futebol
Jose Carlos
 
Semiologia De Abdome
Semiologia De AbdomeSemiologia De Abdome
Semiologia De Abdome
Jose Carlos
 
Farmacia Hospitalar Introducao
Farmacia Hospitalar IntroducaoFarmacia Hospitalar Introducao
Farmacia Hospitalar Introducao
Jose Carlos
 
FARMACOTECNICA - Isotonicidade – Preparacoes Oftalmicas, Nasais E Otologicas
FARMACOTECNICA - Isotonicidade – Preparacoes Oftalmicas, Nasais E OtologicasFARMACOTECNICA - Isotonicidade – Preparacoes Oftalmicas, Nasais E Otologicas
FARMACOTECNICA - Isotonicidade – Preparacoes Oftalmicas, Nasais E Otologicas
Jose Carlos
 
Mecanismo das Sinapses
Mecanismo das SinapsesMecanismo das Sinapses
Mecanismo das Sinapses
Jose Carlos
 
Sistema de Distribuição de medicamentos
Sistema de Distribuição de medicamentosSistema de Distribuição de medicamentos
Sistema de Distribuição de medicamentos
Jose Carlos
 
Antibióticos e Quimioterápicos
Antibióticos e QuimioterápicosAntibióticos e Quimioterápicos
Antibióticos e Quimioterápicos
Jose Carlos
 

Mais de Jose Carlos (13)

Transparencias tecido epitelial 17 03
Transparencias tecido epitelial 17 03Transparencias tecido epitelial 17 03
Transparencias tecido epitelial 17 03
 
060
060060
060
 
Hipotireoidismo na criança
Hipotireoidismo na criançaHipotireoidismo na criança
Hipotireoidismo na criança
 
Alimentos
Alimentos Alimentos
Alimentos
 
Pedacinhos
PedacinhosPedacinhos
Pedacinhos
 
Futebol
FutebolFutebol
Futebol
 
Quimioterapia
QuimioterapiaQuimioterapia
Quimioterapia
 
Semiologia De Abdome
Semiologia De AbdomeSemiologia De Abdome
Semiologia De Abdome
 
Farmacia Hospitalar Introducao
Farmacia Hospitalar IntroducaoFarmacia Hospitalar Introducao
Farmacia Hospitalar Introducao
 
FARMACOTECNICA - Isotonicidade – Preparacoes Oftalmicas, Nasais E Otologicas
FARMACOTECNICA - Isotonicidade – Preparacoes Oftalmicas, Nasais E OtologicasFARMACOTECNICA - Isotonicidade – Preparacoes Oftalmicas, Nasais E Otologicas
FARMACOTECNICA - Isotonicidade – Preparacoes Oftalmicas, Nasais E Otologicas
 
Mecanismo das Sinapses
Mecanismo das SinapsesMecanismo das Sinapses
Mecanismo das Sinapses
 
Sistema de Distribuição de medicamentos
Sistema de Distribuição de medicamentosSistema de Distribuição de medicamentos
Sistema de Distribuição de medicamentos
 
Antibióticos e Quimioterápicos
Antibióticos e QuimioterápicosAntibióticos e Quimioterápicos
Antibióticos e Quimioterápicos
 

Receptores

  • 1. Fundação Universidade Federal do Rio Grande Departamento de Ciências Fisiológicas - Farmacologia Receptores farmacológicos Daniela Martí Barros
  • 2. Estrutura dos receptores Existem quatro “superfamílias” - com uma arquitetura comum. Três “superfamílias”consistem em receptores de membrana (transmembrana). O quarto tipo é intracelular
  • 3. Receptores ligados a canais Denominados receptores ionotrópicos Participam principalmente da transmissão rápida Proteínas oligoméricas dispostas ao redor de um canal. A ligação do ligante e a abertura do canal ocorrem em milissegundos Alguns exemplos: nAch, GABA A , NMDA
  • 4.  
  • 5. r Receptores ligados à proteína G Receptores metabotrópicos A proteína G é uma proteína de membrana que consiste em três subunidades (  ), em que a subunidade  possui atividade GTPase. Existem vários tipos de proteína G, que interagem com diferentes receptores e controlam diferentes efetores. Alguns exemplos: mAch, adrenorreceptores, GABA B
  • 6.  
  • 7. Efetores controlados por proteínas G Duas vias chaves são controladas por receptores através de proteínas G. Ambas podem ser ativadas ou inibidas por ligantes farmacológicos. Via da adenilato ciclase/cAMP : - AC catalisa a formação do mensageiro intracelular cAMP - O cAMP ativa várias proteínas quinases, fosforilando de várias enzimas, transportadores e outras proteínas.
  • 8. Efetores controlados por proteínas G Via da fosfolipase C/trifosfato de inositol/ diacilglicerol: - Catalisa a formação de dois mensageiros intracelulares - IP 3 e DAG - O IP 3 aumenta a conc intracelular de cálcio - O  [ ] intracelular de cálcio desencadeia eventos como: contração, secreção, ativação enzimática e hiperpolarização de membrana. - O DAG ativa proteína quinase C que controla muitas funções celulares.
  • 9. by MRM Vianna Eventos Intracelulares - Transdução de Sinal
  • 10. Receptores ligados a quinases Os receptores de vários hormônios (p. ex insulina) e fatores de crescimento incorporam a tirosina quinase em seu domínio intracelular. Estão envolvidos principalmente em eventos que controlam o crescimento e a diferenciação celulares e atuam indiretamente ao regular a transcrição gênica. Existem duas vias importantes: - a via Ras/Raf/MAP quinase (divisão, crescimento e diferenciação celular) - a via Jak/Stat ativada por citocinas - controla a síntese e liberação de mediadores inflamatórios.
  • 11.  
  • 12. Receptores intracelulares Controlam a transcrição gênica Os ligantes incluem hormônios esteróides, hormônios tiroideanos, vit D, ac. retinóico Os receptores são proteínas intracelulares, os ligantes devem penetrar nas células. Os efeitos são produzidos em conseqüência da síntese alterada de proteínas e, portanto, de início lento.
  • 13.