SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Universidade Estadual da Paraíba (UEPB)
Centro de Educação (CEDUC)
Departamento de História
Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência - PIBID/CAPES
Escola Estadual de Ensino Médio e Profissionalizante Dr. Elpídio de Almeida – Estadual da
Prata
Série: 3º Ano/Comércio/Integral Data: 14/09/2016
Professor Supervisor: Eriberto Souto
Bolsistas: Bonnierk Diniz; Emilia Andrade; Jéssica Kaline Vieira; Mylla Christtie; Sabrina
Lopes; Tissiane Emanuella Albuquerque Gomes
Plano de aula
Conteúdos Programáticos:
 Era Vargas (1930-1945).
Problematização:
 Quais os principais fatores que contribuíram para que Vargas consolidasse seu
governo no Brasil, de forma contínua, por 15 anos?
Objetivo Geral:
 Entender como a Era Vargas foi composta por três fases sucessivas: O governo
provisório; Constituição de 1934; e o Estado Novo.
Objetivos Específicos:
 Compreender os fatores que levaram Getúlio Vargas ao poder;
 Perceber os efeitos do seu governo no Brasil;
 Refletir sobre os poderes ditatoriais de Vargas, os quais tiveram como objetivo
perpetuar seu governo, e porque o referido governante ficou conhecido como “Pai dos
Pobres”.
Justificativa:
Era Vargas é o período da história do Brasil entre 1930 e 1945, quando Getúlio
Vargas governou o Brasil por 15 anos, de forma contínua. Esse intervalo de tampo
compreende a Segunda República e a Terceira República (Estado Novo). Essa época foi
um divisor de águas na história brasileira tendo em vista as inúmeras alterações que Vargas
realizou no país, tanto sociais quanto econômicas.
A presente aula possibilita aos alunos o conhecimento prático e a reflexão crítica sobre
os fatos que volveram a Era Vargas, através da elaboração de charges, cordéis ou textos, por
parte dos alunos.
Metodologia:
A ATIVIDADE DE LETRAMENTO tem por objetivo fixar de forma dinâmica o
conteúdo referente à Era Vargas, previamente ministrada na forma de aula expositiva e
dialogada. Além disso, intenta prover a interação e o diálogo reflexivo entre os alunos que
serão divididos em vários grupos na sala de aula. Para o funcionamento da atividade proposta
serão utilizadas CHARGES, CORDÉIS E TEXTOS, os quais deverão ser associados ao
contexto da Era Vargas. Feito isto, os alunos deverão produzir outras charges, cordéis ou
textos inspirados nos seus conhecimentos sobre o contexto abordado, e através dos textos
motivadores. Desta maneira, os alunos poderão expor o que aprenderam nas aulas ministradas
pelo professor sobre o assunto, além de terem a oportunidade de colocar em prática a
interação com seus colegas.
Recursos Didáticos:
 Charges, Cordéis, Textos.
Referência Bibliográfica
VAZ, Valéria. Ser Protagonista: História, 3º ano: ensino médio. São Paulo: Edições SM,
2013.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

PLANO DE AULA I - ENSINO FUNDAMENTAL II - A Segunda Guerra Mundial e a bipola...
PLANO DE AULA I - ENSINO FUNDAMENTAL II - A Segunda Guerra Mundial e a bipola...PLANO DE AULA I - ENSINO FUNDAMENTAL II - A Segunda Guerra Mundial e a bipola...
PLANO DE AULA I - ENSINO FUNDAMENTAL II - A Segunda Guerra Mundial e a bipola...Raphael Andrade
 
Plano de aula - Acompanhamento
Plano de aula - AcompanhamentoPlano de aula - Acompanhamento
Plano de aula - AcompanhamentoPIBIDSolondeLucena
 
Plano de Aula - Caça Letras da Revolução industrial
Plano de Aula - Caça Letras da Revolução industrialPlano de Aula - Caça Letras da Revolução industrial
Plano de Aula - Caça Letras da Revolução industrialLeonardo Lira
 
Plano de aula - Linha do tempo
Plano de aula - Linha do tempoPlano de aula - Linha do tempo
Plano de aula - Linha do tempoPIBIDSolondeLucena
 
Plano de aula - Batalha das Nações
Plano de aula - Batalha das NaçõesPlano de aula - Batalha das Nações
Plano de aula - Batalha das NaçõesPIBIDSolondeLucena
 
Plano de aula - África nas escolas
Plano de aula - África nas escolasPlano de aula - África nas escolas
Plano de aula - África nas escolasPIBIDSolondeLucena
 
2 c plano-de-aula-20.09-beatriz
2 c plano-de-aula-20.09-beatriz2 c plano-de-aula-20.09-beatriz
2 c plano-de-aula-20.09-beatrizPIBIDSolondeLucena
 
Plano de Aula - Amigo da Onça: República Velha
Plano de Aula - Amigo da Onça: República VelhaPlano de Aula - Amigo da Onça: República Velha
Plano de Aula - Amigo da Onça: República Velhapibidraulcordula
 
427 historia do_brasil_2013-01-16_200122
427 historia do_brasil_2013-01-16_200122427 historia do_brasil_2013-01-16_200122
427 historia do_brasil_2013-01-16_200122Dany Pereira
 
PLANO DE AULA – PRIMEIRA REPÚBLICA: VOTO DE CABRESTO.
PLANO DE AULA – PRIMEIRA REPÚBLICA: VOTO DE CABRESTO.PLANO DE AULA – PRIMEIRA REPÚBLICA: VOTO DE CABRESTO.
PLANO DE AULA – PRIMEIRA REPÚBLICA: VOTO DE CABRESTO.Tissiane Gomes
 

Mais procurados (20)

Plano dia 27
Plano dia 27Plano dia 27
Plano dia 27
 
PLANO DE AULA I - ENSINO FUNDAMENTAL II - A Segunda Guerra Mundial e a bipola...
PLANO DE AULA I - ENSINO FUNDAMENTAL II - A Segunda Guerra Mundial e a bipola...PLANO DE AULA I - ENSINO FUNDAMENTAL II - A Segunda Guerra Mundial e a bipola...
PLANO DE AULA I - ENSINO FUNDAMENTAL II - A Segunda Guerra Mundial e a bipola...
 
Plano de Aula - Oito Erros
Plano de Aula -  Oito ErrosPlano de Aula -  Oito Erros
Plano de Aula - Oito Erros
 
Plano de aula - As Faces de vargas
Plano de aula -  As Faces de vargasPlano de aula -  As Faces de vargas
Plano de aula - As Faces de vargas
 
Plano de aula - Acompanhamento
Plano de aula - AcompanhamentoPlano de aula - Acompanhamento
Plano de aula - Acompanhamento
 
Plano de Aula - Caça Letras da Revolução industrial
Plano de Aula - Caça Letras da Revolução industrialPlano de Aula - Caça Letras da Revolução industrial
Plano de Aula - Caça Letras da Revolução industrial
 
Plano de aula DISCIPLINA/AULAS DE HISTÓRIA E ATUAÇÃO DO PIBID.
Plano de aula DISCIPLINA/AULAS DE HISTÓRIA E ATUAÇÃO DO PIBID.Plano de aula DISCIPLINA/AULAS DE HISTÓRIA E ATUAÇÃO DO PIBID.
Plano de aula DISCIPLINA/AULAS DE HISTÓRIA E ATUAÇÃO DO PIBID.
 
Plano de aula - Linha do tempo
Plano de aula - Linha do tempoPlano de aula - Linha do tempo
Plano de aula - Linha do tempo
 
Plano de aula - Batalha das Nações
Plano de aula - Batalha das NaçõesPlano de aula - Batalha das Nações
Plano de aula - Batalha das Nações
 
Plano de aula - África nas escolas
Plano de aula - África nas escolasPlano de aula - África nas escolas
Plano de aula - África nas escolas
 
Plano de aula 01 ditadura nunca mais
Plano de aula 01 ditadura nunca maisPlano de aula 01 ditadura nunca mais
Plano de aula 01 ditadura nunca mais
 
Plano de Aula - Tiro ao Alvo
Plano de Aula -  Tiro ao AlvoPlano de Aula -  Tiro ao Alvo
Plano de Aula - Tiro ao Alvo
 
Plano de-aula-20-09-aline
Plano de-aula-20-09-alinePlano de-aula-20-09-aline
Plano de-aula-20-09-aline
 
2 c plano-de-aula-20.09-beatriz
2 c plano-de-aula-20.09-beatriz2 c plano-de-aula-20.09-beatriz
2 c plano-de-aula-20.09-beatriz
 
Plano de aula - Quiz
Plano de aula - QuizPlano de aula - Quiz
Plano de aula - Quiz
 
Plano de aula - Charges
Plano de aula - ChargesPlano de aula - Charges
Plano de aula - Charges
 
Plano de Aula - Amigo da Onça: República Velha
Plano de Aula - Amigo da Onça: República VelhaPlano de Aula - Amigo da Onça: República Velha
Plano de Aula - Amigo da Onça: República Velha
 
Plano de aula jogo Quebra-cabeça República no Brasil
Plano de aula jogo Quebra-cabeça República no BrasilPlano de aula jogo Quebra-cabeça República no Brasil
Plano de aula jogo Quebra-cabeça República no Brasil
 
427 historia do_brasil_2013-01-16_200122
427 historia do_brasil_2013-01-16_200122427 historia do_brasil_2013-01-16_200122
427 historia do_brasil_2013-01-16_200122
 
PLANO DE AULA – PRIMEIRA REPÚBLICA: VOTO DE CABRESTO.
PLANO DE AULA – PRIMEIRA REPÚBLICA: VOTO DE CABRESTO.PLANO DE AULA – PRIMEIRA REPÚBLICA: VOTO DE CABRESTO.
PLANO DE AULA – PRIMEIRA REPÚBLICA: VOTO DE CABRESTO.
 

Destaque

Destaque (15)

Plano de Aula - Jogo da Memória do Renascimento
Plano de Aula -  Jogo da Memória do RenascimentoPlano de Aula -  Jogo da Memória do Renascimento
Plano de Aula - Jogo da Memória do Renascimento
 
Texto introdutório corridascença
Texto introdutório   corridascençaTexto introdutório   corridascença
Texto introdutório corridascença
 
Plano de aula - Corridascença
Plano de aula - CorridascençaPlano de aula - Corridascença
Plano de aula - Corridascença
 
Texto introdutório atividade FEB
Texto introdutório atividade FEBTexto introdutório atividade FEB
Texto introdutório atividade FEB
 
Slide era vargas e recortes
Slide era vargas e recortesSlide era vargas e recortes
Slide era vargas e recortes
 
Texto Getúlio Vargas e o decreto nº 19.433
Texto Getúlio Vargas e o decreto nº 19.433Texto Getúlio Vargas e o decreto nº 19.433
Texto Getúlio Vargas e o decreto nº 19.433
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
 
1 texto introdutório era vargas, ditadura militar, impeachment de collor e d...
1 texto introdutório  era vargas, ditadura militar, impeachment de collor e d...1 texto introdutório  era vargas, ditadura militar, impeachment de collor e d...
1 texto introdutório era vargas, ditadura militar, impeachment de collor e d...
 
Plano de Aula - Detetives do Renascimento
Plano de Aula - Detetives do RenascimentoPlano de Aula - Detetives do Renascimento
Plano de Aula - Detetives do Renascimento
 
Texto Introdutório - Renascimento Cultural
Texto Introdutório - Renascimento CulturalTexto Introdutório - Renascimento Cultural
Texto Introdutório - Renascimento Cultural
 
As Sufragistas
As SufragistasAs Sufragistas
As Sufragistas
 
Texto introdutório - As Sufragistas
Texto introdutório - As SufragistasTexto introdutório - As Sufragistas
Texto introdutório - As Sufragistas
 
Plano de Aula - Questionário Pedagógico
Plano de Aula - Questionário PedagógicoPlano de Aula - Questionário Pedagógico
Plano de Aula - Questionário Pedagógico
 
Plano de Aula - Tabuleiro do Iluminismo
Plano de Aula -  Tabuleiro do IluminismoPlano de Aula -  Tabuleiro do Iluminismo
Plano de Aula - Tabuleiro do Iluminismo
 
Questionário Pedagógico
Questionário PedagógicoQuestionário Pedagógico
Questionário Pedagógico
 

Semelhante a Plano de aula Era Vargas atividade de letramento

Literacy and Lettering: A Needed Junction
Literacy and Lettering: A Needed JunctionLiteracy and Lettering: A Needed Junction
Literacy and Lettering: A Needed JunctionAI Publications
 
Apase suplem pedag_outubro
Apase suplem pedag_outubroApase suplem pedag_outubro
Apase suplem pedag_outubroMarina R Cesana
 
Concepções historicas-da-educação-ii-professor-leonardo (1)
Concepções historicas-da-educação-ii-professor-leonardo (1)Concepções historicas-da-educação-ii-professor-leonardo (1)
Concepções historicas-da-educação-ii-professor-leonardo (1)LEONARDO RODRIGUES DA SILVA
 
3º ano - História - Primeira quinzena.pdf
3º ano - História - Primeira quinzena.pdf3º ano - História - Primeira quinzena.pdf
3º ano - História - Primeira quinzena.pdfROSIMEIRE VIEIRA
 
Tempos e contratempos do ensino supletivo
Tempos e contratempos do ensino supletivoTempos e contratempos do ensino supletivo
Tempos e contratempos do ensino supletivoslucarz
 
O PROCESSO DE MASSIFICAÇÃO DO ENSINO FUNDAMENTAL BRASILEIRO A PARTIR DA ANÁLI...
O PROCESSO DE MASSIFICAÇÃO DO ENSINO FUNDAMENTAL BRASILEIRO A PARTIR DA ANÁLI...O PROCESSO DE MASSIFICAÇÃO DO ENSINO FUNDAMENTAL BRASILEIRO A PARTIR DA ANÁLI...
O PROCESSO DE MASSIFICAÇÃO DO ENSINO FUNDAMENTAL BRASILEIRO A PARTIR DA ANÁLI...Gustavo Araújo
 
O processo de massificação do ensino fundamental brasileiro a partirda anális...
O processo de massificação do ensino fundamental brasileiro a partirda anális...O processo de massificação do ensino fundamental brasileiro a partirda anális...
O processo de massificação do ensino fundamental brasileiro a partirda anális...Gustavo Araújo
 
Historia da educacao_brasileira_maria_lu
Historia da educacao_brasileira_maria_luHistoria da educacao_brasileira_maria_lu
Historia da educacao_brasileira_maria_luCleber Arantes
 
Historia da educacao_brasileira_maria_lu
Historia da educacao_brasileira_maria_luHistoria da educacao_brasileira_maria_lu
Historia da educacao_brasileira_maria_luCleber Arantes
 
Gestão do currículo por competência artigo março de 2012
Gestão do currículo por competência   artigo março de 2012Gestão do currículo por competência   artigo março de 2012
Gestão do currículo por competência artigo março de 2012George Júnior Soares Dantas
 
Grupos escolares no brasil
Grupos escolares no brasilGrupos escolares no brasil
Grupos escolares no brasilJulhinha Camara
 
Revista de-historia
Revista de-historiaRevista de-historia
Revista de-historiaAdail Silva
 
A educação brasileira durante o período da ditadura militar
A educação brasileira durante o período da ditadura militarA educação brasileira durante o período da ditadura militar
A educação brasileira durante o período da ditadura militarLara Utzig
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
ApresentaçãoRtinoco15
 
Cbc anos finais - his tu00-d3ria - cópia - cópia
Cbc   anos finais - his tu00-d3ria - cópia - cópiaCbc   anos finais - his tu00-d3ria - cópia - cópia
Cbc anos finais - his tu00-d3ria - cópia - cópiaMiguel Dias
 
A DA INTERDISCIPLINARIDADE NO ENSINO DE HISTÓRIA
A DA INTERDISCIPLINARIDADE NO ENSINO DE HISTÓRIA A DA INTERDISCIPLINARIDADE NO ENSINO DE HISTÓRIA
A DA INTERDISCIPLINARIDADE NO ENSINO DE HISTÓRIA Ócio do Ofício
 

Semelhante a Plano de aula Era Vargas atividade de letramento (20)

Literacy and Lettering: A Needed Junction
Literacy and Lettering: A Needed JunctionLiteracy and Lettering: A Needed Junction
Literacy and Lettering: A Needed Junction
 
Apase suplem pedag_outubro
Apase suplem pedag_outubroApase suplem pedag_outubro
Apase suplem pedag_outubro
 
Concepções historicas-da-educação-ii-professor-leonardo (1)
Concepções historicas-da-educação-ii-professor-leonardo (1)Concepções historicas-da-educação-ii-professor-leonardo (1)
Concepções historicas-da-educação-ii-professor-leonardo (1)
 
Cbc de História anos finais
Cbc de História anos finaisCbc de História anos finais
Cbc de História anos finais
 
3º ano - História - Primeira quinzena.pdf
3º ano - História - Primeira quinzena.pdf3º ano - História - Primeira quinzena.pdf
3º ano - História - Primeira quinzena.pdf
 
Tempos e contratempos do ensino supletivo
Tempos e contratempos do ensino supletivoTempos e contratempos do ensino supletivo
Tempos e contratempos do ensino supletivo
 
O PROCESSO DE MASSIFICAÇÃO DO ENSINO FUNDAMENTAL BRASILEIRO A PARTIR DA ANÁLI...
O PROCESSO DE MASSIFICAÇÃO DO ENSINO FUNDAMENTAL BRASILEIRO A PARTIR DA ANÁLI...O PROCESSO DE MASSIFICAÇÃO DO ENSINO FUNDAMENTAL BRASILEIRO A PARTIR DA ANÁLI...
O PROCESSO DE MASSIFICAÇÃO DO ENSINO FUNDAMENTAL BRASILEIRO A PARTIR DA ANÁLI...
 
O processo de massificação do ensino fundamental brasileiro a partirda anális...
O processo de massificação do ensino fundamental brasileiro a partirda anális...O processo de massificação do ensino fundamental brasileiro a partirda anális...
O processo de massificação do ensino fundamental brasileiro a partirda anális...
 
Historia da educacao_brasileira_maria_lu
Historia da educacao_brasileira_maria_luHistoria da educacao_brasileira_maria_lu
Historia da educacao_brasileira_maria_lu
 
Historia da educacao_brasileira_maria_lu
Historia da educacao_brasileira_maria_luHistoria da educacao_brasileira_maria_lu
Historia da educacao_brasileira_maria_lu
 
Gestão do currículo por competência artigo março de 2012
Gestão do currículo por competência   artigo março de 2012Gestão do currículo por competência   artigo março de 2012
Gestão do currículo por competência artigo março de 2012
 
Grupos escolares no brasil
Grupos escolares no brasilGrupos escolares no brasil
Grupos escolares no brasil
 
Pcnem+
Pcnem+Pcnem+
Pcnem+
 
Estagiosupervisionado
EstagiosupervisionadoEstagiosupervisionado
Estagiosupervisionado
 
Revista de-historia
Revista de-historiaRevista de-historia
Revista de-historia
 
A educação brasileira durante o período da ditadura militar
A educação brasileira durante o período da ditadura militarA educação brasileira durante o período da ditadura militar
A educação brasileira durante o período da ditadura militar
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
 
Cbc anos finais - história
Cbc   anos finais - históriaCbc   anos finais - história
Cbc anos finais - história
 
Cbc anos finais - his tu00-d3ria - cópia - cópia
Cbc   anos finais - his tu00-d3ria - cópia - cópiaCbc   anos finais - his tu00-d3ria - cópia - cópia
Cbc anos finais - his tu00-d3ria - cópia - cópia
 
A DA INTERDISCIPLINARIDADE NO ENSINO DE HISTÓRIA
A DA INTERDISCIPLINARIDADE NO ENSINO DE HISTÓRIA A DA INTERDISCIPLINARIDADE NO ENSINO DE HISTÓRIA
A DA INTERDISCIPLINARIDADE NO ENSINO DE HISTÓRIA
 

Mais de Universidade Estadual da Paraíba (UEPB)

Mais de Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) (20)

História de vida Dostoiévski
História de vida DostoiévskiHistória de vida Dostoiévski
História de vida Dostoiévski
 
Plano de aula dostoiévski
Plano de aula dostoiévskiPlano de aula dostoiévski
Plano de aula dostoiévski
 
Plano de aula Revolução Russa- A importância do cidadão comum
Plano de aula Revolução Russa- A importância do cidadão comumPlano de aula Revolução Russa- A importância do cidadão comum
Plano de aula Revolução Russa- A importância do cidadão comum
 
Plano de aula slide - quem são os seus autores principais
Plano de aula   slide - quem são os seus autores principaisPlano de aula   slide - quem são os seus autores principais
Plano de aula slide - quem são os seus autores principais
 
Slide- Revolução Russa
Slide- Revolução RussaSlide- Revolução Russa
Slide- Revolução Russa
 
Plano de aula-mulheres que marcaram a revolução
Plano de aula-mulheres que marcaram a revoluçãoPlano de aula-mulheres que marcaram a revolução
Plano de aula-mulheres que marcaram a revolução
 
Jogo, balões que trazem a revolução
Jogo, balões que trazem a revolução   Jogo, balões que trazem a revolução
Jogo, balões que trazem a revolução
 
Plano de aula- JOGO, BALÕES
Plano de aula- JOGO, BALÕESPlano de aula- JOGO, BALÕES
Plano de aula- JOGO, BALÕES
 
Produções escritas dos alunos noticiário da grande guerra
Produções escritas dos alunos noticiário da grande guerraProduções escritas dos alunos noticiário da grande guerra
Produções escritas dos alunos noticiário da grande guerra
 
Produções escritas dos alunos diário da primeira guerra
Produções escritas dos alunos diário da primeira guerraProduções escritas dos alunos diário da primeira guerra
Produções escritas dos alunos diário da primeira guerra
 
Plano de aula cartas da primeira guerra mundial
Plano de aula cartas da primeira guerra mundialPlano de aula cartas da primeira guerra mundial
Plano de aula cartas da primeira guerra mundial
 
Plano de aula diário da primeira guerra
Plano de aula diário da primeira guerraPlano de aula diário da primeira guerra
Plano de aula diário da primeira guerra
 
Plano de aula noticiário da grande guerra
Plano de aula noticiário da grande guerraPlano de aula noticiário da grande guerra
Plano de aula noticiário da grande guerra
 
Plano de aula animais
Plano de aula animaisPlano de aula animais
Plano de aula animais
 
Texto de apoio do jogo animais na guerra
Texto de apoio do jogo animais na guerraTexto de apoio do jogo animais na guerra
Texto de apoio do jogo animais na guerra
 
Plano de aula Entricheirados pela Dama
Plano de aula Entricheirados pela DamaPlano de aula Entricheirados pela Dama
Plano de aula Entricheirados pela Dama
 
Animais na guerra
Animais na guerraAnimais na guerra
Animais na guerra
 
Produções textuais sobre disciplina%2c aula de história e pibid 1
Produções textuais sobre disciplina%2c aula de história e pibid 1Produções textuais sobre disciplina%2c aula de história e pibid 1
Produções textuais sobre disciplina%2c aula de história e pibid 1
 
Plano de aula 01 ditadura nunca mais
Plano de aula 01 ditadura nunca maisPlano de aula 01 ditadura nunca mais
Plano de aula 01 ditadura nunca mais
 
Plano de aula 03 charges e instagram
Plano de aula 03 charges e instagramPlano de aula 03 charges e instagram
Plano de aula 03 charges e instagram
 

Último

"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaIlda Bicacro
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroBrenda Fritz
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfPastor Robson Colaço
 
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdfPLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdfLUCASAUGUSTONASCENTE
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfssuserbb4ac2
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....LuizHenriquedeAlmeid6
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaLuanaAlves940822
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdfARIANAMENDES11
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptxlucioalmeida2702
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfRILTONNOGUEIRADOSSAN
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxMartin M Flynn
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 

Último (20)

Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdfPLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
 

Plano de aula Era Vargas atividade de letramento

  • 1. Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) Centro de Educação (CEDUC) Departamento de História Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência - PIBID/CAPES Escola Estadual de Ensino Médio e Profissionalizante Dr. Elpídio de Almeida – Estadual da Prata Série: 3º Ano/Comércio/Integral Data: 14/09/2016 Professor Supervisor: Eriberto Souto Bolsistas: Bonnierk Diniz; Emilia Andrade; Jéssica Kaline Vieira; Mylla Christtie; Sabrina Lopes; Tissiane Emanuella Albuquerque Gomes Plano de aula Conteúdos Programáticos:  Era Vargas (1930-1945). Problematização:  Quais os principais fatores que contribuíram para que Vargas consolidasse seu governo no Brasil, de forma contínua, por 15 anos? Objetivo Geral:  Entender como a Era Vargas foi composta por três fases sucessivas: O governo provisório; Constituição de 1934; e o Estado Novo. Objetivos Específicos:  Compreender os fatores que levaram Getúlio Vargas ao poder;  Perceber os efeitos do seu governo no Brasil;
  • 2.  Refletir sobre os poderes ditatoriais de Vargas, os quais tiveram como objetivo perpetuar seu governo, e porque o referido governante ficou conhecido como “Pai dos Pobres”. Justificativa: Era Vargas é o período da história do Brasil entre 1930 e 1945, quando Getúlio Vargas governou o Brasil por 15 anos, de forma contínua. Esse intervalo de tampo compreende a Segunda República e a Terceira República (Estado Novo). Essa época foi um divisor de águas na história brasileira tendo em vista as inúmeras alterações que Vargas realizou no país, tanto sociais quanto econômicas. A presente aula possibilita aos alunos o conhecimento prático e a reflexão crítica sobre os fatos que volveram a Era Vargas, através da elaboração de charges, cordéis ou textos, por parte dos alunos. Metodologia: A ATIVIDADE DE LETRAMENTO tem por objetivo fixar de forma dinâmica o conteúdo referente à Era Vargas, previamente ministrada na forma de aula expositiva e dialogada. Além disso, intenta prover a interação e o diálogo reflexivo entre os alunos que serão divididos em vários grupos na sala de aula. Para o funcionamento da atividade proposta serão utilizadas CHARGES, CORDÉIS E TEXTOS, os quais deverão ser associados ao contexto da Era Vargas. Feito isto, os alunos deverão produzir outras charges, cordéis ou textos inspirados nos seus conhecimentos sobre o contexto abordado, e através dos textos motivadores. Desta maneira, os alunos poderão expor o que aprenderam nas aulas ministradas pelo professor sobre o assunto, além de terem a oportunidade de colocar em prática a interação com seus colegas. Recursos Didáticos:  Charges, Cordéis, Textos. Referência Bibliográfica VAZ, Valéria. Ser Protagonista: História, 3º ano: ensino médio. São Paulo: Edições SM, 2013.