SlideShare uma empresa Scribd logo
História  O Império Napoleônico “ Napoleão cruzando Saint-Bernard”.Jaques-Louis David  www.historianet.com.br
História  O Império Napoleônico 1802 – Napoleão Bonaparte é nomeado cônsul único e vitalício Durante o período do consulado, ocorreu uma recuperação econômica, jurídica e administrativa na França. Napoleão realizou diversos feitos em áreas diferentes durante este período.  www.historianet.com.br
História  O Império Napoleônico Criou o Banco da França, em 1800, regulando-se a emissão de moedas, reduzindo-se a inflação. As tarifas impostas eram protecionistas (ou seja, com aumento de impostos para a importação de produtos estrangeiros); o resultado geral foi uma França com comércio e indústria fortalecidos, principalmente com os estímulos à produção e ao consumo interno.  CONSULADO - ECONOMIA
História  O Império Napoleônico Com o objetivo de usar a religião como instrumento de poder político, Napoleão assinou um acordo, a Concordata (1801), entre a Igreja Católica e o Estado. O acordo, sob aprovação do Papa Pio VII, dava direito ao governo francês de confiscar as propriedades da Igreja e, em troca, o governo teria de amparar o clero. Napoleão reconhecia o catolicismo como religião da maioria dos franceses, mas se arrogava o direito de escolher bispos, que mais tarde seriam aprovados pelo papa.  CONSULADO - RELIGIÃO   www.historianet.com.br
História  O Império Napoleônico Estabeleceu-se o Código Napoleônico, um Código Civil, em 1804, representando em grande parte interesses dos burgueses, como casamento civil (separado do religioso), respeito à propriedade privada, direito à liberdade individual e igualdade de todos ante a lei. Está em vigor até hoje, embora com consideráveis alterações legislativas posteriores.  Napoleão também instituiu em 1809 um Código Penal, que vigorou até 1994, quando a Assembléia Nacional aprovou o novo Código.   CONSULADO - DIREITO “ Minha verdadeira glória não foi ter vencido quarenta batalhas; Waterloo apagará a lembrança de tantas vitórias; o que ninguém conseguirá apagar, aquilo que viverá eternamente, é o meu Código Civil." Napoleão Bonaparte - Memorial de Santa Helena  Napoleão redigindo o código sob proteção divina  www.terra.com.br
História  O Império Napoleônico Reorganizou o ensino e a prioridade foi a formação do cidadão francês.  Reconheceu-se a educação pública mo meio importante de formação das pessoas, principalmente nos aspectos do comportamento moral, político e social.     CONSULADO - EDUCAÇÃO www.historianet.com.br
História  O Império Napoleônico Durante o Consulado, Napoleão indicava pessoas da sua confiança para cargos administrativos. Após uma década de conflitos gerais no país, com a Revolução Francesa, o povo francês tinha a  esperança de uma estabilização do governo, mas os resultados obtidos neste período do governo de Napoleão agradaram à classe dominante francesa. Com o apoio desta, elevou-se Napoleão ao nível de cônsul vitalício em 1802, podendo indicar seu sucessor. Esta realização implicou na instituição de um regime monárquico.   CONSULADO - ADMINISTRAÇÃO www.historianet.com.br
História  O Império Napoleônico ,[object Object],www.wikipedia.org
História  O Império Napoleônico NAPOLEÃO E AS RELAÇÕES INTERNACIONAIS INGLATERRA  RÚSSIA  ÁUSTRIA  SUÉCIA   X FRANÇA 1805  BATALHA  DE ULM FRANCESES DERROTAM OS AUSTRÍACOS BATALHA AUSTERLITZ FRANCESES DERROTAM AUSTRÍACOS E RUSSO BATALHA DE TRAFALGAR INGLESES DERROTAM FRANCESES
História  O Império Napoleônico 1806  Bonaparte recebeu o apoio de dezesseis príncipes alemães, criando assim a Confederação do Reno, que liqüidou o Sacro Império Romano - Germânico . Inglaterra, Prússia, Rússia e Suécia formaram a 4a Coligação Anti - Francesa . A Prússia foi derrotada na Batalha de Iena  e Berlim foi ocupada . Pela Paz de Tilsit a Prússia foi desmembrada.
História  O Império Napoleônico 1806  Napoleão Bonaparte decretou o  BLOQUEIO CONTINENTAL , com o objetivo de enfraquecer economicamente a  Inglaterra .  Napoleão proibia que qualquer país comercializasse com as ilhas Britânicas.
História  O Império Napoleônico ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
História  O Império Napoleônico BLOQUEIO CONTINENTAL - 1806 www.notapositiva.com
História  O Império Napoleônico 1807  Tradicional aliado da Inglaterra, o governo português  não aceitou o Bloqueio. Em represália, tropas  francesas invadiram Portugal, obrigando a família real e  a corte portuguesa a fugir para o Rio de Janeiro, onde  foi estabelecida a nova capital do Império Português.  Os franceses invadiram a Espanha e colocaram no  poder José Bonaparte, irmão de Napoleão.
História  O Império Napoleônico 1810  A Rússia que necessitava  trocar o seu excesso de cereais por produtos industriais ingleses, rompeu o Bloqueio Continental e passou a comercializar com a Inglaterra. MOSCOU
História  O Império Napoleônico www.wikipedia.org 1812 O fato da Rússia desobedecer as ordens de Napoleão e comercializar com a Inglaterra, levou Napoleão a formar um exército de mais de 600 mil homens de várias nacionalidades para enfrentar os russos.  O exército de Napoleão em Moscou.
História  O Império Napoleônico www.wikipedia.org As tropas de Napoleão retiram de Moscou, pintado por  Adolph   Northern   1812 Moscou foi invadida, mas somente depois que os russos já tinham incendiado a cidade e destruído as plantações ao redor dela. Sem abrigo e sem comida, o exército de Napoleão foi obrigado a fugir. Nessa fuga, a maior parte do exército foi derrotada pelos russos.
História  O Império Napoleônico 1814 Estimulados pelo fracasso de Napoleão na Rússia, os governos da Áustria, da Prússia, da Inglaterra e da Rússia formaram uma coligação contra a França. Em 1814, seus exércitos invadiram o território francês e ocuparam Paris. Destituído do poder, Napoleão foi enviado para a ilha de Elba, no Mediterrâneo. A monarquia francesa foi restaurada e Luís XVIII assumiu no trono. www.wikipedia.org
História  O Império Napoleônico 1815 Em março, Napoleão fugiu de Elba e deu início a seu retorno a Paris. No caminho as forças enviadas para prendê-lo passaram para o seu lado. Luís XVIII,  que havia assumido o trono francês, fugiu para a Bélgica, deixando Paris à mercê de Napoleão. www.brasileitalia.info
História  O Império Napoleônico O novo governo de Napoleão durou apenas cem dias. Em junho de 1815, foi definitivamente derrotado  pelas forças coligadas na  Batalha Waterloo,  na Bélgica. Desterrado  para Ilha de Santa Helena, no Oceano Atlântico,  Napoleão Bonaparte morreu em 1821.  Batalha de Waterloo William Sadler  www.territorioscuola.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula cfgv - A vinda da família real para o Brasil
Aula cfgv - A vinda da família real para o Brasil Aula cfgv - A vinda da família real para o Brasil
Aula cfgv - A vinda da família real para o Brasil
Isabela Espíndola
 
Chegada da família real ao brasil
Chegada da família real ao brasilChegada da família real ao brasil
Chegada da família real ao brasil
Geová da Silva
 
8 aula slide confederaçao do equador
8  aula slide confederaçao do equador8  aula slide confederaçao do equador
8 aula slide confederaçao do equador
aridu18
 
Segundo reinado (1840 1889)
Segundo reinado (1840 1889)Segundo reinado (1840 1889)
Segundo reinado (1840 1889)
Isaquel Silva
 
Brasil Período Joanino
Brasil Período JoaninoBrasil Período Joanino
Brasil Período Joanino
dmflores21
 
Brasil invasões estrangeiras - francesas e holandesas
Brasil invasões estrangeiras - francesas e holandesasBrasil invasões estrangeiras - francesas e holandesas
Brasil invasões estrangeiras - francesas e holandesas
Celso Firmino História, Filosofia, Sociologia
 
Expansão Marítima
Expansão MarítimaExpansão Marítima
Expansão Marítima
Aulas de História
 
Ciclo do ouro
Ciclo do ouroCiclo do ouro
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
Fatima Freitas
 
Primeiro reinado
Primeiro reinadoPrimeiro reinado
Primeiro reinado
Ramiro Bicca
 
Primeiro Reinado
Primeiro ReinadoPrimeiro Reinado
Primeiro Reinado
Claudenilson da Silva
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
Alan
 
Uniao iberica slide
Uniao iberica slideUniao iberica slide
Uniao iberica slide
Isabel Aguiar
 
A guerra do paraguai
A guerra do paraguaiA guerra do paraguai
A guerra do paraguai
Marcela Marangon Ribeiro
 
Mineração no Brasil Colônia
Mineração no Brasil ColôniaMineração no Brasil Colônia
Mineração no Brasil Colônia
Jerry Guimarães
 
Revolução francesa 8º
Revolução francesa 8ºRevolução francesa 8º
Revolução francesa 8º
Vagner Roberto
 
O Estado Moderno
O Estado ModernoO Estado Moderno
O Estado Moderno
Aulas de História
 
O brasil na primeira republica
O brasil na primeira republicaO brasil na primeira republica
O brasil na primeira republica
Simone P Baldissera
 
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismoPeríodo entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Portal do Vestibulando
 
Brasil imperial
Brasil imperialBrasil imperial
Brasil imperial
Vivihistoria
 

Mais procurados (20)

Aula cfgv - A vinda da família real para o Brasil
Aula cfgv - A vinda da família real para o Brasil Aula cfgv - A vinda da família real para o Brasil
Aula cfgv - A vinda da família real para o Brasil
 
Chegada da família real ao brasil
Chegada da família real ao brasilChegada da família real ao brasil
Chegada da família real ao brasil
 
8 aula slide confederaçao do equador
8  aula slide confederaçao do equador8  aula slide confederaçao do equador
8 aula slide confederaçao do equador
 
Segundo reinado (1840 1889)
Segundo reinado (1840 1889)Segundo reinado (1840 1889)
Segundo reinado (1840 1889)
 
Brasil Período Joanino
Brasil Período JoaninoBrasil Período Joanino
Brasil Período Joanino
 
Brasil invasões estrangeiras - francesas e holandesas
Brasil invasões estrangeiras - francesas e holandesasBrasil invasões estrangeiras - francesas e holandesas
Brasil invasões estrangeiras - francesas e holandesas
 
Expansão Marítima
Expansão MarítimaExpansão Marítima
Expansão Marítima
 
Ciclo do ouro
Ciclo do ouroCiclo do ouro
Ciclo do ouro
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
 
Primeiro reinado
Primeiro reinadoPrimeiro reinado
Primeiro reinado
 
Primeiro Reinado
Primeiro ReinadoPrimeiro Reinado
Primeiro Reinado
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
Uniao iberica slide
Uniao iberica slideUniao iberica slide
Uniao iberica slide
 
A guerra do paraguai
A guerra do paraguaiA guerra do paraguai
A guerra do paraguai
 
Mineração no Brasil Colônia
Mineração no Brasil ColôniaMineração no Brasil Colônia
Mineração no Brasil Colônia
 
Revolução francesa 8º
Revolução francesa 8ºRevolução francesa 8º
Revolução francesa 8º
 
O Estado Moderno
O Estado ModernoO Estado Moderno
O Estado Moderno
 
O brasil na primeira republica
O brasil na primeira republicaO brasil na primeira republica
O brasil na primeira republica
 
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismoPeríodo entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
 
Brasil imperial
Brasil imperialBrasil imperial
Brasil imperial
 

Destaque

O Império Napoleônico (PDF)
O Império Napoleônico (PDF)O Império Napoleônico (PDF)
O Império Napoleônico (PDF)
Paulo Alexandre
 
Indígenas no Brasil
Indígenas no BrasilIndígenas no Brasil
Indígenas no Brasil
Edenilson Morais
 
Liberalismo e Socialismo no século XIX
Liberalismo e Socialismo no século XIXLiberalismo e Socialismo no século XIX
Liberalismo e Socialismo no século XIX
Edenilson Morais
 
Era Napoleônica
Era NapoleônicaEra Napoleônica
Era Napoleônica
Lutero Ramos
 
Revolução Francesa e Período Napoleônico
Revolução Francesa e Período NapoleônicoRevolução Francesa e Período Napoleônico
Revolução Francesa e Período Napoleônico
Valéria Shoujofan
 
Slides revolução francesa
Slides revolução francesaSlides revolução francesa
Slides revolução francesa
profalced04
 
Napoleão Bonaparte
Napoleão BonaparteNapoleão Bonaparte
Napoleão Bonaparte
CRIATIVO
 
Era Napoleônica
Era NapoleônicaEra Napoleônica
Era Napoleônica
eiprofessor
 
Império napoleônico
Império napoleônicoImpério napoleônico
Império napoleônico
Vitória Souza
 
Questões de vestibular povos nativos
Questões de vestibular   povos nativosQuestões de vestibular   povos nativos
Questões de vestibular povos nativos
Zé Knust
 
Napoleão Bonaparte
Napoleão BonaparteNapoleão Bonaparte
Napoleão Bonaparte
lubeliaduarte
 
Revolução Francesa
Revolução FrancesaRevolução Francesa
Revolução Francesa
edna2
 
Período napoleônico
Período napoleônicoPeríodo napoleônico
Período napoleônico
Daniel Monteiro
 
Revolução Francesa e Império Napoleônico
Revolução Francesa e Império NapoleônicoRevolução Francesa e Império Napoleônico
Revolução Francesa e Império Napoleônico
alunoitv
 
Questões abolicionistas
Questões abolicionistasQuestões abolicionistas
Questões abolicionistas
Edenilson Morais
 
Produção de alimentos x fome
Produção de alimentos x fomeProdução de alimentos x fome
Produção de alimentos x fome
Edenilson Morais
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
Edenilson Morais
 
Os tratados de limites
Os tratados de limitesOs tratados de limites
Os tratados de limites
Edenilson Morais
 
Antiguidade clássica
Antiguidade clássicaAntiguidade clássica
Antiguidade clássica
Edenilson Morais
 
A Guerra Fria
A Guerra FriaA Guerra Fria
A Guerra Fria
Edenilson Morais
 

Destaque (20)

O Império Napoleônico (PDF)
O Império Napoleônico (PDF)O Império Napoleônico (PDF)
O Império Napoleônico (PDF)
 
Indígenas no Brasil
Indígenas no BrasilIndígenas no Brasil
Indígenas no Brasil
 
Liberalismo e Socialismo no século XIX
Liberalismo e Socialismo no século XIXLiberalismo e Socialismo no século XIX
Liberalismo e Socialismo no século XIX
 
Era Napoleônica
Era NapoleônicaEra Napoleônica
Era Napoleônica
 
Revolução Francesa e Período Napoleônico
Revolução Francesa e Período NapoleônicoRevolução Francesa e Período Napoleônico
Revolução Francesa e Período Napoleônico
 
Slides revolução francesa
Slides revolução francesaSlides revolução francesa
Slides revolução francesa
 
Napoleão Bonaparte
Napoleão BonaparteNapoleão Bonaparte
Napoleão Bonaparte
 
Era Napoleônica
Era NapoleônicaEra Napoleônica
Era Napoleônica
 
Império napoleônico
Império napoleônicoImpério napoleônico
Império napoleônico
 
Questões de vestibular povos nativos
Questões de vestibular   povos nativosQuestões de vestibular   povos nativos
Questões de vestibular povos nativos
 
Napoleão Bonaparte
Napoleão BonaparteNapoleão Bonaparte
Napoleão Bonaparte
 
Revolução Francesa
Revolução FrancesaRevolução Francesa
Revolução Francesa
 
Período napoleônico
Período napoleônicoPeríodo napoleônico
Período napoleônico
 
Revolução Francesa e Império Napoleônico
Revolução Francesa e Império NapoleônicoRevolução Francesa e Império Napoleônico
Revolução Francesa e Império Napoleônico
 
Questões abolicionistas
Questões abolicionistasQuestões abolicionistas
Questões abolicionistas
 
Produção de alimentos x fome
Produção de alimentos x fomeProdução de alimentos x fome
Produção de alimentos x fome
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
Os tratados de limites
Os tratados de limitesOs tratados de limites
Os tratados de limites
 
Antiguidade clássica
Antiguidade clássicaAntiguidade clássica
Antiguidade clássica
 
A Guerra Fria
A Guerra FriaA Guerra Fria
A Guerra Fria
 

Semelhante a O império napoleônico

A era napoleonica_1799_1814
A era napoleonica_1799_1814A era napoleonica_1799_1814
A era napoleonica_1799_1814
Marcelo Ferreira Boia
 
Periodo napoleonico
Periodo napoleonicoPeriodo napoleonico
Periodo napoleonico
profabiorodrigues
 
A era napoleônica 2012
A era napoleônica   2012A era napoleônica   2012
A era napoleônica 2012
historiando
 
A era napoleônica 2017
A era napoleônica   2017A era napoleônica   2017
A era napoleônica 2017
Nelia Salles Nantes
 
A era napoleônica 2017
A era napoleônica   2017A era napoleônica   2017
A era napoleônica 2017
Nelia Salles Nantes
 
Cap. 2 Era Napoleonica E Seus Desdobramentos
Cap. 2 Era Napoleonica E Seus DesdobramentosCap. 2 Era Napoleonica E Seus Desdobramentos
Cap. 2 Era Napoleonica E Seus Desdobramentos
Laguat
 
2º ano capítulo 2 a era napoleonica e seus desdobramentos(1)
2º ano capítulo 2 a era napoleonica e seus desdobramentos(1)2º ano capítulo 2 a era napoleonica e seus desdobramentos(1)
2º ano capítulo 2 a era napoleonica e seus desdobramentos(1)
Gustavo Cuin
 
2º ano capítulo 2 a era napoleonica e seus desdobramentos
2º ano capítulo 2 a era napoleonica e seus desdobramentos2º ano capítulo 2 a era napoleonica e seus desdobramentos
2º ano capítulo 2 a era napoleonica e seus desdobramentos
Gustavo Cuin
 
A era napoleônica 2014
A era napoleônica   2014A era napoleônica   2014
A era napoleônica 2014
Nelia Salles Nantes
 
Era napoleônica primavera dos povos
Era napoleônica   primavera dos povosEra napoleônica   primavera dos povos
Era napoleônica primavera dos povos
Osmar Oliver
 
Era napoleônica
Era napoleônica Era napoleônica
Era napoleônica
Carlos Zaranza
 
A era napoleônica
A era napoleônicaA era napoleônica
A era napoleônica
Carlos Zaranza
 
a era napolenica-.pptx
a era napolenica-.pptxa era napolenica-.pptx
a era napolenica-.pptx
ocg50
 
Trabalho De HistóRia
Trabalho De HistóRiaTrabalho De HistóRia
Trabalho De HistóRia
zucolandia
 
A era napoleônica
A era napoleônicaA era napoleônica
A era napoleônica
Fatima Freitas
 
A era napolionica
A era napolionicaA era napolionica
A era napolionica
Kauanna Rodrigues
 
A era napoleônica
A era napoleônica A era napoleônica
A era napoleônica
Jalbert Jr
 
A era napoleônica finalizado
A era napoleônica finalizadoA era napoleônica finalizado
A era napoleônica finalizado
Jalbert Jr
 
A era napoleônica
A era napoleônicaA era napoleônica
A era napoleônica
Wellersonln
 
o domínio de napoleão na europa
o domínio de napoleão na europao domínio de napoleão na europa
o domínio de napoleão na europa
Matheus Henrique
 

Semelhante a O império napoleônico (20)

A era napoleonica_1799_1814
A era napoleonica_1799_1814A era napoleonica_1799_1814
A era napoleonica_1799_1814
 
Periodo napoleonico
Periodo napoleonicoPeriodo napoleonico
Periodo napoleonico
 
A era napoleônica 2012
A era napoleônica   2012A era napoleônica   2012
A era napoleônica 2012
 
A era napoleônica 2017
A era napoleônica   2017A era napoleônica   2017
A era napoleônica 2017
 
A era napoleônica 2017
A era napoleônica   2017A era napoleônica   2017
A era napoleônica 2017
 
Cap. 2 Era Napoleonica E Seus Desdobramentos
Cap. 2 Era Napoleonica E Seus DesdobramentosCap. 2 Era Napoleonica E Seus Desdobramentos
Cap. 2 Era Napoleonica E Seus Desdobramentos
 
2º ano capítulo 2 a era napoleonica e seus desdobramentos(1)
2º ano capítulo 2 a era napoleonica e seus desdobramentos(1)2º ano capítulo 2 a era napoleonica e seus desdobramentos(1)
2º ano capítulo 2 a era napoleonica e seus desdobramentos(1)
 
2º ano capítulo 2 a era napoleonica e seus desdobramentos
2º ano capítulo 2 a era napoleonica e seus desdobramentos2º ano capítulo 2 a era napoleonica e seus desdobramentos
2º ano capítulo 2 a era napoleonica e seus desdobramentos
 
A era napoleônica 2014
A era napoleônica   2014A era napoleônica   2014
A era napoleônica 2014
 
Era napoleônica primavera dos povos
Era napoleônica   primavera dos povosEra napoleônica   primavera dos povos
Era napoleônica primavera dos povos
 
Era napoleônica
Era napoleônica Era napoleônica
Era napoleônica
 
A era napoleônica
A era napoleônicaA era napoleônica
A era napoleônica
 
a era napolenica-.pptx
a era napolenica-.pptxa era napolenica-.pptx
a era napolenica-.pptx
 
Trabalho De HistóRia
Trabalho De HistóRiaTrabalho De HistóRia
Trabalho De HistóRia
 
A era napoleônica
A era napoleônicaA era napoleônica
A era napoleônica
 
A era napolionica
A era napolionicaA era napolionica
A era napolionica
 
A era napoleônica
A era napoleônica A era napoleônica
A era napoleônica
 
A era napoleônica finalizado
A era napoleônica finalizadoA era napoleônica finalizado
A era napoleônica finalizado
 
A era napoleônica
A era napoleônicaA era napoleônica
A era napoleônica
 
o domínio de napoleão na europa
o domínio de napoleão na europao domínio de napoleão na europa
o domínio de napoleão na europa
 

Mais de Edenilson Morais

Simulado História do Brasil e do História do Maranhão
Simulado História do Brasil e do História do MaranhãoSimulado História do Brasil e do História do Maranhão
Simulado História do Brasil e do História do Maranhão
Edenilson Morais
 
Soluções para otimização de resultados no enem
Soluções para otimização de resultados no enem Soluções para otimização de resultados no enem
Soluções para otimização de resultados no enem
Edenilson Morais
 
HISTÓRIA DE MATO GROSSO PERÍODO IMPERIAL (DETRAN-MT 2015)
HISTÓRIA DE MATO GROSSO PERÍODO IMPERIAL (DETRAN-MT 2015)HISTÓRIA DE MATO GROSSO PERÍODO IMPERIAL (DETRAN-MT 2015)
HISTÓRIA DE MATO GROSSO PERÍODO IMPERIAL (DETRAN-MT 2015)
Edenilson Morais
 
História do brasil enem cultura, patrimônio e diversidade cultural
História do brasil enem cultura, patrimônio e diversidade culturalHistória do brasil enem cultura, patrimônio e diversidade cultural
História do brasil enem cultura, patrimônio e diversidade cultural
Edenilson Morais
 
História de mato grosso período colonial
História de mato grosso   período colonialHistória de mato grosso   período colonial
História de mato grosso período colonial
Edenilson Morais
 
Período colonial de Mato Grosso (Atividades)
Período colonial de Mato Grosso (Atividades)Período colonial de Mato Grosso (Atividades)
Período colonial de Mato Grosso (Atividades)
Edenilson Morais
 
Sociologia - Michel Foucalt
Sociologia - Michel FoucaltSociologia - Michel Foucalt
Sociologia - Michel Foucalt
Edenilson Morais
 
A nova historia cultural
A nova historia culturalA nova historia cultural
A nova historia cultural
Edenilson Morais
 
Guerraspunicas
GuerraspunicasGuerraspunicas
Guerraspunicas
Edenilson Morais
 
Aulão de história regional - UNEMAT 2014
Aulão de história regional - UNEMAT 2014Aulão de história regional - UNEMAT 2014
Aulão de história regional - UNEMAT 2014
Edenilson Morais
 
As origens do totalitarismo de hannah arendt
As origens do totalitarismo de hannah arendtAs origens do totalitarismo de hannah arendt
As origens do totalitarismo de hannah arendt
Edenilson Morais
 
Durkheim suicidio
Durkheim suicidioDurkheim suicidio
Durkheim suicidio
Edenilson Morais
 
A crise feudal e a ascensão dos estados modernos
A crise feudal e a ascensão dos estados modernosA crise feudal e a ascensão dos estados modernos
A crise feudal e a ascensão dos estados modernos
Edenilson Morais
 
Sociologia globalização
Sociologia globalizaçãoSociologia globalização
Sociologia globalização
Edenilson Morais
 
A visão da afro
A visão da afroA visão da afro
A visão da afro
Edenilson Morais
 
Sociologia aula16 os novos_movimentos_sociais
Sociologia aula16 os novos_movimentos_sociaisSociologia aula16 os novos_movimentos_sociais
Sociologia aula16 os novos_movimentos_sociais
Edenilson Morais
 
Cartazes da 1ª guerra
Cartazes da 1ª guerraCartazes da 1ª guerra
Cartazes da 1ª guerra
Edenilson Morais
 
Sociologia resumo
Sociologia resumoSociologia resumo
Sociologia resumo
Edenilson Morais
 
Artigos de história da sexualidade
Artigos de história da sexualidadeArtigos de história da sexualidade
Artigos de história da sexualidade
Edenilson Morais
 
Weber e o capitalismo
Weber e o capitalismoWeber e o capitalismo
Weber e o capitalismo
Edenilson Morais
 

Mais de Edenilson Morais (20)

Simulado História do Brasil e do História do Maranhão
Simulado História do Brasil e do História do MaranhãoSimulado História do Brasil e do História do Maranhão
Simulado História do Brasil e do História do Maranhão
 
Soluções para otimização de resultados no enem
Soluções para otimização de resultados no enem Soluções para otimização de resultados no enem
Soluções para otimização de resultados no enem
 
HISTÓRIA DE MATO GROSSO PERÍODO IMPERIAL (DETRAN-MT 2015)
HISTÓRIA DE MATO GROSSO PERÍODO IMPERIAL (DETRAN-MT 2015)HISTÓRIA DE MATO GROSSO PERÍODO IMPERIAL (DETRAN-MT 2015)
HISTÓRIA DE MATO GROSSO PERÍODO IMPERIAL (DETRAN-MT 2015)
 
História do brasil enem cultura, patrimônio e diversidade cultural
História do brasil enem cultura, patrimônio e diversidade culturalHistória do brasil enem cultura, patrimônio e diversidade cultural
História do brasil enem cultura, patrimônio e diversidade cultural
 
História de mato grosso período colonial
História de mato grosso   período colonialHistória de mato grosso   período colonial
História de mato grosso período colonial
 
Período colonial de Mato Grosso (Atividades)
Período colonial de Mato Grosso (Atividades)Período colonial de Mato Grosso (Atividades)
Período colonial de Mato Grosso (Atividades)
 
Sociologia - Michel Foucalt
Sociologia - Michel FoucaltSociologia - Michel Foucalt
Sociologia - Michel Foucalt
 
A nova historia cultural
A nova historia culturalA nova historia cultural
A nova historia cultural
 
Guerraspunicas
GuerraspunicasGuerraspunicas
Guerraspunicas
 
Aulão de história regional - UNEMAT 2014
Aulão de história regional - UNEMAT 2014Aulão de história regional - UNEMAT 2014
Aulão de história regional - UNEMAT 2014
 
As origens do totalitarismo de hannah arendt
As origens do totalitarismo de hannah arendtAs origens do totalitarismo de hannah arendt
As origens do totalitarismo de hannah arendt
 
Durkheim suicidio
Durkheim suicidioDurkheim suicidio
Durkheim suicidio
 
A crise feudal e a ascensão dos estados modernos
A crise feudal e a ascensão dos estados modernosA crise feudal e a ascensão dos estados modernos
A crise feudal e a ascensão dos estados modernos
 
Sociologia globalização
Sociologia globalizaçãoSociologia globalização
Sociologia globalização
 
A visão da afro
A visão da afroA visão da afro
A visão da afro
 
Sociologia aula16 os novos_movimentos_sociais
Sociologia aula16 os novos_movimentos_sociaisSociologia aula16 os novos_movimentos_sociais
Sociologia aula16 os novos_movimentos_sociais
 
Cartazes da 1ª guerra
Cartazes da 1ª guerraCartazes da 1ª guerra
Cartazes da 1ª guerra
 
Sociologia resumo
Sociologia resumoSociologia resumo
Sociologia resumo
 
Artigos de história da sexualidade
Artigos de história da sexualidadeArtigos de história da sexualidade
Artigos de história da sexualidade
 
Weber e o capitalismo
Weber e o capitalismoWeber e o capitalismo
Weber e o capitalismo
 

Último

Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
JohnnyLima16
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
erssstcontato
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.pptESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
maria-oliveira
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
AntonioLobosco3
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 

Último (20)

Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.pptESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 

O império napoleônico

  • 1. História O Império Napoleônico “ Napoleão cruzando Saint-Bernard”.Jaques-Louis David www.historianet.com.br
  • 2. História O Império Napoleônico 1802 – Napoleão Bonaparte é nomeado cônsul único e vitalício Durante o período do consulado, ocorreu uma recuperação econômica, jurídica e administrativa na França. Napoleão realizou diversos feitos em áreas diferentes durante este período. www.historianet.com.br
  • 3. História O Império Napoleônico Criou o Banco da França, em 1800, regulando-se a emissão de moedas, reduzindo-se a inflação. As tarifas impostas eram protecionistas (ou seja, com aumento de impostos para a importação de produtos estrangeiros); o resultado geral foi uma França com comércio e indústria fortalecidos, principalmente com os estímulos à produção e ao consumo interno. CONSULADO - ECONOMIA
  • 4. História O Império Napoleônico Com o objetivo de usar a religião como instrumento de poder político, Napoleão assinou um acordo, a Concordata (1801), entre a Igreja Católica e o Estado. O acordo, sob aprovação do Papa Pio VII, dava direito ao governo francês de confiscar as propriedades da Igreja e, em troca, o governo teria de amparar o clero. Napoleão reconhecia o catolicismo como religião da maioria dos franceses, mas se arrogava o direito de escolher bispos, que mais tarde seriam aprovados pelo papa. CONSULADO - RELIGIÃO www.historianet.com.br
  • 5. História O Império Napoleônico Estabeleceu-se o Código Napoleônico, um Código Civil, em 1804, representando em grande parte interesses dos burgueses, como casamento civil (separado do religioso), respeito à propriedade privada, direito à liberdade individual e igualdade de todos ante a lei. Está em vigor até hoje, embora com consideráveis alterações legislativas posteriores. Napoleão também instituiu em 1809 um Código Penal, que vigorou até 1994, quando a Assembléia Nacional aprovou o novo Código. CONSULADO - DIREITO “ Minha verdadeira glória não foi ter vencido quarenta batalhas; Waterloo apagará a lembrança de tantas vitórias; o que ninguém conseguirá apagar, aquilo que viverá eternamente, é o meu Código Civil." Napoleão Bonaparte - Memorial de Santa Helena Napoleão redigindo o código sob proteção divina www.terra.com.br
  • 6. História O Império Napoleônico Reorganizou o ensino e a prioridade foi a formação do cidadão francês. Reconheceu-se a educação pública mo meio importante de formação das pessoas, principalmente nos aspectos do comportamento moral, político e social. CONSULADO - EDUCAÇÃO www.historianet.com.br
  • 7. História O Império Napoleônico Durante o Consulado, Napoleão indicava pessoas da sua confiança para cargos administrativos. Após uma década de conflitos gerais no país, com a Revolução Francesa, o povo francês tinha a esperança de uma estabilização do governo, mas os resultados obtidos neste período do governo de Napoleão agradaram à classe dominante francesa. Com o apoio desta, elevou-se Napoleão ao nível de cônsul vitalício em 1802, podendo indicar seu sucessor. Esta realização implicou na instituição de um regime monárquico. CONSULADO - ADMINISTRAÇÃO www.historianet.com.br
  • 8.
  • 9. História O Império Napoleônico NAPOLEÃO E AS RELAÇÕES INTERNACIONAIS INGLATERRA RÚSSIA ÁUSTRIA SUÉCIA X FRANÇA 1805 BATALHA DE ULM FRANCESES DERROTAM OS AUSTRÍACOS BATALHA AUSTERLITZ FRANCESES DERROTAM AUSTRÍACOS E RUSSO BATALHA DE TRAFALGAR INGLESES DERROTAM FRANCESES
  • 10. História O Império Napoleônico 1806 Bonaparte recebeu o apoio de dezesseis príncipes alemães, criando assim a Confederação do Reno, que liqüidou o Sacro Império Romano - Germânico . Inglaterra, Prússia, Rússia e Suécia formaram a 4a Coligação Anti - Francesa . A Prússia foi derrotada na Batalha de Iena e Berlim foi ocupada . Pela Paz de Tilsit a Prússia foi desmembrada.
  • 11. História O Império Napoleônico 1806 Napoleão Bonaparte decretou o BLOQUEIO CONTINENTAL , com o objetivo de enfraquecer economicamente a Inglaterra . Napoleão proibia que qualquer país comercializasse com as ilhas Britânicas.
  • 12.
  • 13. História O Império Napoleônico BLOQUEIO CONTINENTAL - 1806 www.notapositiva.com
  • 14. História O Império Napoleônico 1807 Tradicional aliado da Inglaterra, o governo português não aceitou o Bloqueio. Em represália, tropas francesas invadiram Portugal, obrigando a família real e a corte portuguesa a fugir para o Rio de Janeiro, onde foi estabelecida a nova capital do Império Português. Os franceses invadiram a Espanha e colocaram no poder José Bonaparte, irmão de Napoleão.
  • 15. História O Império Napoleônico 1810 A Rússia que necessitava trocar o seu excesso de cereais por produtos industriais ingleses, rompeu o Bloqueio Continental e passou a comercializar com a Inglaterra. MOSCOU
  • 16. História O Império Napoleônico www.wikipedia.org 1812 O fato da Rússia desobedecer as ordens de Napoleão e comercializar com a Inglaterra, levou Napoleão a formar um exército de mais de 600 mil homens de várias nacionalidades para enfrentar os russos. O exército de Napoleão em Moscou.
  • 17. História O Império Napoleônico www.wikipedia.org As tropas de Napoleão retiram de Moscou, pintado por Adolph Northern 1812 Moscou foi invadida, mas somente depois que os russos já tinham incendiado a cidade e destruído as plantações ao redor dela. Sem abrigo e sem comida, o exército de Napoleão foi obrigado a fugir. Nessa fuga, a maior parte do exército foi derrotada pelos russos.
  • 18. História O Império Napoleônico 1814 Estimulados pelo fracasso de Napoleão na Rússia, os governos da Áustria, da Prússia, da Inglaterra e da Rússia formaram uma coligação contra a França. Em 1814, seus exércitos invadiram o território francês e ocuparam Paris. Destituído do poder, Napoleão foi enviado para a ilha de Elba, no Mediterrâneo. A monarquia francesa foi restaurada e Luís XVIII assumiu no trono. www.wikipedia.org
  • 19. História O Império Napoleônico 1815 Em março, Napoleão fugiu de Elba e deu início a seu retorno a Paris. No caminho as forças enviadas para prendê-lo passaram para o seu lado. Luís XVIII, que havia assumido o trono francês, fugiu para a Bélgica, deixando Paris à mercê de Napoleão. www.brasileitalia.info
  • 20. História O Império Napoleônico O novo governo de Napoleão durou apenas cem dias. Em junho de 1815, foi definitivamente derrotado pelas forças coligadas na Batalha Waterloo, na Bélgica. Desterrado para Ilha de Santa Helena, no Oceano Atlântico, Napoleão Bonaparte morreu em 1821. Batalha de Waterloo William Sadler www.territorioscuola.com