SlideShare uma empresa Scribd logo
HISTÓRIA DE MATO GROSSO
AULA 1: PERÍODO COLONIAL
Atividades de Fixação
1-(Concurso da Secretaria de Justiça) O que são as monções?
a)um movimento armado, organizado pelos comerciantes com o objetivo de proclamar a
Independênciade Mato Grosso,pois tinhaminteresses em controlar o comercio das minas de
Cuiabá.
b) São expedições que partiam de São Paulo com destino a Mato Grosso, com o objetivo de
abastecer as minas da região de mantimentos e víveres, especialmente as minas de Cuiabá.
c)ummovimentopopularpróconstruçõesde mansões,que ficou conhecido como “monções”
porque os portugueses não sabiam pronunciar corretamente a palavra “mansões”.
d) São expedições que tem como escopo manter a correspondência em dias, entre os
brasileiros e os moradores do Império Espanhol.
e) São expediçõesque trazemouroempó para as fundições de Cuiabá, e levam de volta ouro
em barra para São Paulo.
2) (UEMS) A respeitodanovarealidade criadapelaexploraçãoauríferaemMinasGerais, Goiás
e Cuiabá, a partir de fins do século XVII, assinale a alternativa correta.
I-Embora fosse altamente lucrativa, atividade mineira não chegou a atrair grande numero
grande numerode pessoas,de modoque a populaçãoda colônianãoapresentou crescimento
significativo durante o século XVIII.
II- Por seruma atividade altamenteespecializada, a mineração estimulou o desenvolvimento
de outras ramos da economia colonial, como a produção de gêneros alimentícios.
III- Nessaeconomiamineradoraerapoucoutilizadootrabalhoescravo,sendo maisimportante
a utilização de trabalhadores assalariados livres.
a)Apenas a I está correta.
b)Apenas a II está correta.
c)Estão corretas a I e II.
d)Estão corretas a II e III.
e) Estão corretas a I e III.
3) (UFMS) A historiadoraLuizaVolpato,nolivro“Entradase Bandeiras”ao referir-se à imagem
produzida pelos livros didáticos sobre o bandeirante, assim se expressa:” Nos capítulos
referentes a expansão territorial, o bandeirante é apresentado na grande maioria das vezes
como o herói responsável pelasdimensõesterritoriais do país. (...) No texto é passada a visão
heróica do bravo que, vencendo dificuldades sem fim , conquistou áreas imensas para a
colônia e descobriu riquezas no interior do Brasil.
A partir do texto, julgue as assertivas, verdadeiras ou falsas.
( ) Essa é uma visão mítica elaborada pela historiografia que permeia praticamente toda a
produçãoa respeito,dificultandoumainterpretaçãocríticasobre o fenômeno bandeirantista.
( ) A capitania de São Vicente, desde o inicio da colonização, despontou como uma região
privilegiadaparaoplantioda cana-de-açúcar, portanto de exportação de açúcar e importação
de mão-de-obra escrava.
( )A expansão territorial e o sacrifício de centenas de milhares de índios são resultado da
transformação da luta cotidiana dos bandeirantes pela sobrevivência em campanhas de
conquista.
( ) A ação bandeirante sobre as áreas espanholas foi despovoadora pois causou a destruição
de agrupamentos indígenas e espanhóis.
( ) Contrariando a imagem do texto citado é possível visualizar o fenômeno bandeirantista
como geradopelascondiçõessociaisde vidado Planalto de Piratininga e o bandeirante como
um homem do seu tempo.
4) (UEMS) A política econômica mercantilista se caracterizou por três elemento essenciais:
a)balança comercial favorável, protecionismo e monopólio.
b)sistema colonial, liberalismo e monopólio.
c)Manufatura, metalismo e liberalismo.
d)Monopólio, liberalismo e bullionismo.
e)Liberalismo, monopólio e protecionismo.
5) (UFMS) A historia de Mato Grosso do Sul não pode ser apreendida na sua riqueza temática
e, sobretudo, na sua diversidade étnica e cultural, se a ela não incorporarmos a historia dos
povosindígenas.Sobre a presença constante dos povos indígenas na história do Mato Grosso
do Sul, é correto afirmar que:
01.a presença indígena no território do atual Mato Grosso do Sul data de até três mil anos;
para o Pantanal essa presença é de até mil anos.
02.mesmo depois da chegada de elementos europeus na região, foram intensas as relações
dos povosindígenasentre si.Àsvezesconflituosas,ásvezescomplementares,são conhecidas,
dentre outras, as relações entre os grupos guaná, guaicuru e Guarani.
04.nas disputasentre osportuguesese espanhóis pela fixação dos limites territoriais de suas
colônias americanas, foram visíveis as preocupações de ambos em atrair para si o apoio dos
povos indígenas que ocupavam a região;
08.apesar da brutalidade do processo de conquista e da consequente ocupação de seus
territórios,aexistênciaatual de váriospovosindígenasemMatoGrosso doSul indica que suas
diferentes formas de resistência garantiram pelo menos a sua sobrevivência;
16.co mais de cinqüenta mil índios, Mato Grosso do Sul é atualmente o segundo estado do
Brasil em população indígena.
Dê a soma das corretas.
6) (UFMT) Em Mato Grosso, a relação entre os índios e colonizadores foi geralmente
conflituosa e marcada pela violência. A respeito, julgue as afirmativas, colocando V ou F:
( ) Os índios Paiaguá foram os primeiros a atacar as monções e o faziam quando as
embarcações estavam transitando nos rios.
( ) GovernosdaCapitaniade Mato Grossoutilizaramíndios,capturadosnadefesadafronteira,
na construção de fortes, fortalezas e em outras atividades militares.
( ) Algumas nações indígenas, como Guaicuru e caiapó, habitavam a periferia da capitania e
estabeleceram relações de escambo com o colonizador português.
( )Por meio de Cartas régias, a Coroa Portuguesa permitia, em casos específicos, a “guerra
justa” ao índio.
7) (UFMT) Ao referir-seaoabastecimentoda região mineira de Cuiabá, nos primeiros tempos
da colonização, a historiadora Elizabeth M. Siqueira assim se expressa:
As duas regiões mais próximas das Lavras do Sutil e responsáveis pelo abastecimento mais
imediatoforam:RioAbaixo( hoje SantoAntoniodoLeverger) e SerraAcima(hoje chapada dos
Guimarães) (...) Dessaformanemsóde alimentosviviaapopulação...Revivendo Mato Grosso.
Cuiabá, SEDUC, 1977, p.14-16.
A respeito desse contexto histórico, julgue as características, colocando V ou F:
( ) O primeirotrajetofluvial percorridopelossertanistasparaabastecerCuiabátransformou o
Rio Abaixo em importante entreposto comercial.
( ) De Rio Abaixo, a produção açucareira era trazida pelo rio Cuiabá até a região aurífera.
( ) Vestimentas, instrumentos de trabalho e escravos vinham de outras províncias por meio
de tropas ou das monções.
( )Os primeirosengenhossurgidosnaregiãoforamresponsáveispelo fabriconãosomentedo
açúcar, mas também da rapadura e da aguardente.
8) c
9) (Simulado- CSSG) “OPantanal mato-grossense estende-se pelosestadosdoMato Grosso do
Sul e pelo Mato Grosso, num total de aproximadamente 220 mil quilômetros quadrados.
Sendo uma planície, as altitudes são baixas, mas as terras ao redor são mais altas, razão pela
qual uma grande quantidade de rios corre para a região.”(Moreira, Igor. Espaço Geográfico,
p.418)
A respeito do Pantanal mato-grossense, assinale a alternativa incorreta:
(a) No século XVIII, os paiaguás e guaicurus habitavam o Pantanal e representaram um
empecilho à colonização portuguesa, pois esses silvícolas atacavam com freqüência as
monções de abastecimento.
(b) No período colonial. o Pantanal era denominado de Lago dos Xarayés.
(c) O Pantanal mato-grossense é uma planície, ou seja, uma área onde o processo de
sedimentação se sobrepõe ao processo de erosão.
(d) O ecossistemadoPantanal é bastante complexo, possuindo áreas de florestas, cerrados e
campos, além da grande quantidade de plantas aquáticas, principalmente aguapés.
(e) A maior parte das terrasdo Pantanal encontra-se noslimitesterritoriais do Estado do Mato
Grosso.
10) (Simulado-CSSG) “A maiorMina da regiãoestavaplantadanacolinado Rosárioe deu início
à formação da cidade. A colina onde se localizou a igreja do Rosário, ergue-se à margem
esquerda do rio Prainha. Em torno das jazidas, principalmente à margem direita do córrego,
inicia-se opovoamento.Próximotambémaessamargemlocaliza-seumaesplanada,escolhida
para construção da Igreja da Matriz. Ruas e ruelas serpenteiam pelo terreno, ajustando-se a
ele,aolongodo cursod’agua.O pelourinho,aigrejadoRosário assentam os primeiros pontos
de tensãoemtorno dosquaisa vilase estruturae se organiza.”(Freire,Julio De Lamônica. Pior
uma poética popular da arquitetura, p.40-42.)
O texto acima descreve o espaço urbano de Cuiabá no período colonial. A partir da leitura
do texto acima e de seus conhecimentos, assinale a alternativa correta.
I- A área central da VilaReal do Senhor Bom Jesus de Cuiabá era composta pela Câmara
Municipal, cadeia e a Igreja da Matriz.
II- Se fôssemos desenhar uma carta geográfica da área central da Vila Real do Senhor
Bom Jesus de Cuiabá, usaríamos como melhor escala 1: 1000. 000.
III- Foi Rodrigo César de Menezes, governador de São Paulo, que elevou Cuiabá à
categoria de vila. Durante a sua administração, Rodrigo César de Menezes deu atenção
especial à fiscalização das minas e à tributação.
(a) I, II e III são corretas.
(b) I e II são corretas.
(c) II e III são corretas.
(d) I e III são corretas
(e) Somente a II é correta
11) ( Simulado-CSSG)“..a produção de ouro na Capitania de Mato Grosso, em meio século de
atividade estonteante, de 1719 a 1770, teria montado a 4.000 arrobas ou 60.000 quilogramas,
a razão de oitenta arrobas por ano.”( Correa Filho, Virgilio. Historia de Mato Grosso, p.49).
Sobre a mineração em Mato Grosso é valido afirmar que:
(a)Provocou o surgimento de vários núcleos populacionais, que se dedicavam
exclusivamente à mineração como por exemplo, Rio Abaixo, Serra Acima e Vila Maria de
Cáceres.
(b) Aofinal do séculoXVIII,asminasde Cuiabá começaram a entrar em decadência, devido às
técnicas rudimentares de extração e à cobrança exagerada de impostos.
(c) A ocorrência de minerais metálicos em Mato Grosso está associada a sua estrutura
geológica, isto é, a presença de escudos cristalinos.
(d) A produçãode ouro contribuiuparaa prosperidade de MatoGrosso e tambémde Portugal,
pois através de uma rígida fiscalização o governo metropolitano foi capaz de conter o
contrabando.
(e) A produção exorbitante do ouro provocou ao longo do século XVIII o surgimento de
conflitos na fronteira oeste entre os portugueses e espanhóis.
12) ( Simulado CSSG) “Vila Bela da Santíssima Trindade é, atualmente, a cidade mato-
grossense que possui a maior concentração de negros do Estado. Os negros de Vila Bela da
Santíssima Trindade preservam traços fisionômicos semelhantes aos seus ascendentes
africanos (Angola e Guiné) e sua tradição cultural é manifestada através do folclore
representado pela Dança do Congo e do chorado. (Piaia, Ivane. Geografia de Mato Grosso,
p.16.)
A partir da leitura acima e dos seus conhecimentos, é correto afirmar que:
I- A presença dos negros em Vila Bela mostra um dos traços do sistema colonial brasileiro, a
escravidão. A adoção da escravidão durante a colonização proporcionou a Portugal uma
acumulação de capital.
II-Os negros em Vila Bela como também em outras regiões da colônia eram utilizados como
mão-de-obra na agricultura de subsistência e na mineração.
III-A escravidão no Brasil colonial se assemelha a escravidão na Grécia e em Roma, pois os
escravosno sistemacolonial brasileiroeramtambémprovenientes das conquistas territoriais
empreendidas por Portugal.
IV-A existência de uma maior concentração de negros em Vila Bela se justifica pela
insalubridadedaregião.NoiníciodoséculoXIX,como fimdas disputasterritoriaisnafronteira
e com a decadência do ouro, os brancos começaram a partir de Vila Bela.
(a) Todas são corretas.
(b) I,II e III são corretas.
(c) II e IV são corretas.
(d) I, II e IV são corretas.
(e) I e II são corretas.
13) (Concurso da Secretaria de Segurança) Como resultado do movimento de resistência à
escravidão,àsconstanteshumilhações e aosmaltratospraticadospelossenhores de escravos,
os africanosde Mato Grosso se utilizaramde váriosrecursospara sobreviverem, dentre estes,
assassinatos de feitores, as constantes fugas e constituição de quilombos, que se espalham
pelo vasto território mato-grossense. Assinale a opção que corresponde aos dois mais
importantes e maiores quilombos de Mato Grosso.
a)Mundéu e Cansanção.
b)Piolho ou Quariterê e Cansanção.
c)Piolho ou Quariterê e kundiru.
d)Kalunga e Cansanção.
e) Mkulelê e Cansanção.
14) Em 1748, o governo metropolitano criou a Capitania de Mato Grosso. A respeito deste
contexto histórico, assinale as alternativas abaixo com V ou F:
( ) Criada através de uma carta régia, a Capitania de Mato Grosso surgiu da necessidade de
povoamento de uma região que de acordo com o tratado vigente ainda pertencia aos
espanhóis.
( ) tratava-se de povoar uma região que pudesse servir como escudo protetor a possíveis
invasões espanholas.
( ) Foi criada por determinação do rei D. José I.
( ) A Capitania de Mato Grosso foi criada após o desmembramento da administração da
Capitania de Goiás.
15) Sobre a administração de Rodrigo César de Menezes, avalie os itens abaixo:
( ) Os impostos cobrados, nos períodos de 1723 até 1727 eram cobrados pelos sistema de
capitação, a partir de 1728, foi implantado o quinto.
( ) Para facilitara fiscalização das minas e conseqüentemente evitar o contrabando, Rodrigo
César de Menezes criou em Cuiabá a Casa de Fundição.
( ) Apesar do aparato fiscalizador estabelecido nas minas, neste período Cuiabá passou por
um considerável crescimento populacional e pelo enriquecimento da maioria da população.
( ) Rodrigo César de Menezes, governador de São Paulo, elevou o arraial de Cuiabá, a
categoria de Vila Real do Senhor Bom Jesus de Cuiabá.
16) Sobre a criação e povoamento de Vila Bela da Santíssima Trindade, assinale os itens
corretos:
( ) D.Rolimde Moura, Conde de Azambuja,recebeuinstruçõesreaisparagovernara Capitania
de Mato Grosso e fundar a sua primeira capital às margens do rio Guaporé.
( ) O governoportuguêsalmejava com Vila Bela evitar o avanço dos espanhóis, uma vez que
estes estavam muito próximo, ou seja na região do Potosí.
( ) Os comerciantes de Vila Bela obtiveram muitos lucros devido ao preço exorbitantes dos
produtos alimentícios.
( ) Com o propósitode contero avançodos espanhóis,ogovernoportuguês construiu fortes,
aliciou índios e atraiu a região até mesmo criminosos.
17) Em 1821, Francisco de Paula Magessi foi deposto do governo. A respeito deste contexto
histórico, assinale a alternativa correta.
a) a deposição Francisco Magessi foi articulada pelas camadas populares, que estavam
extremamente insatisfeitas em conseqüência da debilidade econômica de Mato Grosso.
b)a derrocada do capitão-general se deu devido a união do clero, dos militares e da elite
cuiabana.
c) foi neste momento que Vila Bela da Santíssima Trindade se reafirmou como capital da
Província de Mato Grosso.
d) a Junta de Governo de Vila Bela contava com mais prestígio junto a Corte que a Câmara
Municipal de Cuiabá.
e)o governo de Magessi se deu durante o Primeiro Reinado.
18) A bandeira de Pascoal Moreira de Cabral descobriu ouro ás margens do rio Coxipó dando
origemao povoamentodaregião.Neste período,ogovernador da Capitania da São Paulo era:
a)Pedro de Almeida Portugal.
b) Luis de Albuquerque de Melo Pereira e Cáceres.
c) Rodrigo César de Menezes.
d) Antonio Rolim de Moura.
e) Augusto Leverger.
19) Assinale a alternativa correta a respeito do trabalho escravo em Mato Grosso durante o
período colonial:
a)A AldeiadaCarlotarepresentouamaiorresistênciadosnegroaescravidão em Mato Grosso.
b)O escravo trabalhava exclusivamente na mineração.
c) O quilombo do Piolho foi governado pela rainha Teresa de Benguela.
d) Tanto a população da Aldeia da Carlota como a do Piolho era composta principalmente
pelos desertores.
20) (UNIC) “E preciso não ter sentimento do justo e do honesto, para não parar, cheio de
respeito, diante de um velho marco, solitário na vastidão dos campos, ou à beira da estrada
publicaouno velhoermodomato virgem, guardafiel dapropriedade, testemunha sincera de
um direito...”. A frase de Macedo Soares corresponde a um símbolo, concebido a 231 anos,
denominadoMarcodo Jauru,hoje localizadonacidade de Cáceres,napraça publica( Barão do
Rio Branco). Assinale a alternativa correta que corresponde a esse momento histórico.
a)Serviu como marco definidor do limite extremo sul do país.
b)Serviucomomarcode fixação definitiva dos limites entre a Capitania do Cabo do Norte e a
Guiana Francesa.
c)Representação simbólica do poder imperial português.
d)Serviu como demarcador das fronteiras entre Brasil e Espanha por ocasião do Tratado de
Madri.
e)Serviu como marco da fundação da capital de Mato Grosso, vila Bela da Santíssima
Trindade.
21) A respeito dos Capitães- generais que governaram a Capitania de Mato Grosso, julgue os
itens abaixo:
( ) Luís de Albuquerque de Melo e Cáceres fundou cidades em posições estratégicas, como
Vila Maria de Cáceres e Albuquerque.
( ) Manoel de Carlos Abreu Menezes foi oprimeiro a sugerir que a capital de Mato Grosso
deveria ser Cuiabá.
( )JoãoCarlosOeyuhausen criou as primeiras instituições hospitalares da Capitania; a Santa
Casa de Misericórdia e o São João dos Lázaros.
( )Francisco Magessi transformou Cuiabá em Capital da Província no ano de 1821.
22) O arraial de Cuiabáfoi transformado em vila, em 1 de janeiro de 1727, recebendo o nome
de:
a)Arraial de São Gonçalo.
b)Vila de Santa Cruz
c) Lavras do Sutil.
d) São Pedro D’El Rey.
e) Vila Real do Senhor bom Jesus de Cuiabá.
23) Tratado assinado em 1750, que dividiu entre Portugal e a Espanha as terras a oeste de
Tordesilhas:
a)Madri
b)Santo Ildefonso
c)Portugal
d) Badajós.
e)Roma.
24) Em 1778, foi fundado por Luis de Albuquerque ás margens do rio Paraguai; Vila Maria.
Atualmente este vila é conhecida pelo nome de:
a)Cáceres.
b)Dourados.
c) Nioac.
d) Poconé.
e) Livramento.
25). Relacione:
(A)S.Pedro D’El Rey
(B) Cocais
(C) Serra Acima.
(D) Rio Acima
(E) Rio Abaixo
( ) Livramento
( ) Poconé
( ) Chapada dos Guimarães.
( )Rosário Oeste
( ) Santo Antônio do Leverger.
A sequência correta é:
a)B,A,C,D, E.
b)B,A,D,E,C.
c)A,B,D,E,C.
d)A,D,B,C,E.
e)D,A,C,E,B.
Gabarito:
1-B
2-B
3-V,F,V,V,V.
4-A
5- 30 (F,V,V,V, V).
6- V, V,F,V.
7-F,V,V,V.
8-V,V,F,V.
9- E
10-A
11-B
12-D
13-A
14-V,V,F,F.
15- V,V,F,V.
16-V,V,F,V.
17-B
18-A
19- C
20-D
21-V,V,V,F.
22- E
23-A
24-A
25-A

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Prova estudos orientados história 6 ano
Prova estudos orientados história 6 anoProva estudos orientados história 6 ano
Prova estudos orientados história 6 ano
Atividades Diversas Cláudia
 
Lista de exercícios – Segunda Guerra Mundial
Lista de exercícios – Segunda Guerra MundialLista de exercícios – Segunda Guerra Mundial
Lista de exercícios – Segunda Guerra Mundial
Elton Zanoni
 
PDF: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Pront...
PDF: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Pront...PDF: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Pront...
PDF: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Pront...
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Avaliação período regencial
Avaliação período regencialAvaliação período regencial
Avaliação período regencial
Acrópole - História & Educação
 
Avaliação de Hist. - Revolução Industrial
Avaliação de Hist. - Revolução IndustrialAvaliação de Hist. - Revolução Industrial
Avaliação de Hist. - Revolução Industrial
Frederico Marques Sodré
 
A independência do Brasil
A independência do BrasilA independência do Brasil
A independência do Brasil
Sylvio Bazote
 
Prova historia topico 8. o “sistema colonial” e a realidade efetiva da coloni...
Prova historia topico 8. o “sistema colonial” e a realidade efetiva da coloni...Prova historia topico 8. o “sistema colonial” e a realidade efetiva da coloni...
Prova historia topico 8. o “sistema colonial” e a realidade efetiva da coloni...
Atividades Diversas Cláudia
 
Avaliação de história 6º ano
Avaliação de história 6º anoAvaliação de história 6º ano
Avaliação de história 6º ano
Acrópole - História & Educação
 
Cruzadinha - A Grécia Antiga
Cruzadinha  - A Grécia AntigaCruzadinha  - A Grécia Antiga
Cruzadinha - A Grécia Antiga
Mary Alvarenga
 
Caça palavras brasil pre colonial
Caça palavras brasil pre colonialCaça palavras brasil pre colonial
Caça palavras brasil pre colonial
Jean Carlos Nunes Paixão
 
Cruzadinhas sobre a II Guerra Mundial e pós
Cruzadinhas sobre a II Guerra Mundial e pósCruzadinhas sobre a II Guerra Mundial e pós
Cruzadinhas sobre a II Guerra Mundial e pós
Luis Silva
 
Atividade de História - O Humanismo e o Renascimento
Atividade  de História - O Humanismo e  o Renascimento Atividade  de História - O Humanismo e  o Renascimento
Atividade de História - O Humanismo e o Renascimento
Mary Alvarenga
 
Atividade de charge
Atividade de chargeAtividade de charge
Atividade de charge
Nivea Neves
 
Atividades Segunda Guerra Mundial
Atividades Segunda Guerra MundialAtividades Segunda Guerra Mundial
Atividades Segunda Guerra Mundial
Eduardo Mariño Rial
 
Cruzadinha de História - Expansão Maritima Portuguesa
Cruzadinha de História   - Expansão Maritima PortuguesaCruzadinha de História   - Expansão Maritima Portuguesa
Cruzadinha de História - Expansão Maritima Portuguesa
Mary Alvarenga
 
Economia na República Velha
Economia na República VelhaEconomia na República Velha
Economia na República Velha
Marco Santos
 
A proclamação da república no Brasil
A proclamação da república no BrasilA proclamação da república no Brasil
A proclamação da república no Brasil
Sylvio Bazote
 
Atividades 6º ano
Atividades 6º anoAtividades 6º ano
Grandes navegações
Grandes navegaçõesGrandes navegações
Grandes navegações
Fabiana Tonsis
 
Atividades Guerra Fria e o Mundo Bipolar
Atividades Guerra Fria e o Mundo BipolarAtividades Guerra Fria e o Mundo Bipolar
Atividades Guerra Fria e o Mundo Bipolar
Eduardo Mariño Rial
 

Mais procurados (20)

Prova estudos orientados história 6 ano
Prova estudos orientados história 6 anoProva estudos orientados história 6 ano
Prova estudos orientados história 6 ano
 
Lista de exercícios – Segunda Guerra Mundial
Lista de exercícios – Segunda Guerra MundialLista de exercícios – Segunda Guerra Mundial
Lista de exercícios – Segunda Guerra Mundial
 
PDF: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Pront...
PDF: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Pront...PDF: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Pront...
PDF: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Pront...
 
Avaliação período regencial
Avaliação período regencialAvaliação período regencial
Avaliação período regencial
 
Avaliação de Hist. - Revolução Industrial
Avaliação de Hist. - Revolução IndustrialAvaliação de Hist. - Revolução Industrial
Avaliação de Hist. - Revolução Industrial
 
A independência do Brasil
A independência do BrasilA independência do Brasil
A independência do Brasil
 
Prova historia topico 8. o “sistema colonial” e a realidade efetiva da coloni...
Prova historia topico 8. o “sistema colonial” e a realidade efetiva da coloni...Prova historia topico 8. o “sistema colonial” e a realidade efetiva da coloni...
Prova historia topico 8. o “sistema colonial” e a realidade efetiva da coloni...
 
Avaliação de história 6º ano
Avaliação de história 6º anoAvaliação de história 6º ano
Avaliação de história 6º ano
 
Cruzadinha - A Grécia Antiga
Cruzadinha  - A Grécia AntigaCruzadinha  - A Grécia Antiga
Cruzadinha - A Grécia Antiga
 
Caça palavras brasil pre colonial
Caça palavras brasil pre colonialCaça palavras brasil pre colonial
Caça palavras brasil pre colonial
 
Cruzadinhas sobre a II Guerra Mundial e pós
Cruzadinhas sobre a II Guerra Mundial e pósCruzadinhas sobre a II Guerra Mundial e pós
Cruzadinhas sobre a II Guerra Mundial e pós
 
Atividade de História - O Humanismo e o Renascimento
Atividade  de História - O Humanismo e  o Renascimento Atividade  de História - O Humanismo e  o Renascimento
Atividade de História - O Humanismo e o Renascimento
 
Atividade de charge
Atividade de chargeAtividade de charge
Atividade de charge
 
Atividades Segunda Guerra Mundial
Atividades Segunda Guerra MundialAtividades Segunda Guerra Mundial
Atividades Segunda Guerra Mundial
 
Cruzadinha de História - Expansão Maritima Portuguesa
Cruzadinha de História   - Expansão Maritima PortuguesaCruzadinha de História   - Expansão Maritima Portuguesa
Cruzadinha de História - Expansão Maritima Portuguesa
 
Economia na República Velha
Economia na República VelhaEconomia na República Velha
Economia na República Velha
 
A proclamação da república no Brasil
A proclamação da república no BrasilA proclamação da república no Brasil
A proclamação da república no Brasil
 
Atividades 6º ano
Atividades 6º anoAtividades 6º ano
Atividades 6º ano
 
Grandes navegações
Grandes navegaçõesGrandes navegações
Grandes navegações
 
Atividades Guerra Fria e o Mundo Bipolar
Atividades Guerra Fria e o Mundo BipolarAtividades Guerra Fria e o Mundo Bipolar
Atividades Guerra Fria e o Mundo Bipolar
 

Destaque

Demetrio geo ii geo sul td regionalização brasileira
Demetrio geo ii geo sul   td regionalização brasileiraDemetrio geo ii geo sul   td regionalização brasileira
Demetrio geo ii geo sul td regionalização brasileira
Deto - Geografia
 
Os movimentos pela emancipação do sul do estado de mato grosso
Os movimentos pela emancipação do sul do estado de mato grossoOs movimentos pela emancipação do sul do estado de mato grosso
Os movimentos pela emancipação do sul do estado de mato grosso
Marcela Marangon Ribeiro
 
Os movimentos pela emancipação do sul do estado
Os movimentos pela emancipação do sul do estadoOs movimentos pela emancipação do sul do estado
Os movimentos pela emancipação do sul do estado
Marcela Marangon Ribeiro
 
Comunidades quilombolas em ms
Comunidades quilombolas em msComunidades quilombolas em ms
Comunidades quilombolas em ms
Nelia Salles Nantes
 
Povos indígenas do mato grosso do sul
Povos indígenas do mato grosso do sulPovos indígenas do mato grosso do sul
Povos indígenas do mato grosso do sul
Adilton Sanches
 
Divisão do estado de Mato Grosso do Sul
Divisão do estado de Mato Grosso do SulDivisão do estado de Mato Grosso do Sul
Divisão do estado de Mato Grosso do Sul
Antonio Pinto Pereira
 
Quilombos em mato grosso - VPMT
Quilombos em mato grosso - VPMTQuilombos em mato grosso - VPMT
Quilombos em mato grosso - VPMT
lucavao2010
 
Europa crista secs_VI_a_IX
Europa crista secs_VI_a_IXEuropa crista secs_VI_a_IX
Europa crista secs_VI_a_IX
Teresa Maia
 
C2 a sociedade europeia nos séculos ix a xii
C2 a sociedade europeia nos séculos ix a xiiC2 a sociedade europeia nos séculos ix a xii
C2 a sociedade europeia nos séculos ix a xii
Vítor Santos
 
Prova.pb.historia.3ano.manha.1bim
Prova.pb.historia.3ano.manha.1bimProva.pb.historia.3ano.manha.1bim
Prova.pb.historia.3ano.manha.1bim
Cinthia Santos
 

Destaque (10)

Demetrio geo ii geo sul td regionalização brasileira
Demetrio geo ii geo sul   td regionalização brasileiraDemetrio geo ii geo sul   td regionalização brasileira
Demetrio geo ii geo sul td regionalização brasileira
 
Os movimentos pela emancipação do sul do estado de mato grosso
Os movimentos pela emancipação do sul do estado de mato grossoOs movimentos pela emancipação do sul do estado de mato grosso
Os movimentos pela emancipação do sul do estado de mato grosso
 
Os movimentos pela emancipação do sul do estado
Os movimentos pela emancipação do sul do estadoOs movimentos pela emancipação do sul do estado
Os movimentos pela emancipação do sul do estado
 
Comunidades quilombolas em ms
Comunidades quilombolas em msComunidades quilombolas em ms
Comunidades quilombolas em ms
 
Povos indígenas do mato grosso do sul
Povos indígenas do mato grosso do sulPovos indígenas do mato grosso do sul
Povos indígenas do mato grosso do sul
 
Divisão do estado de Mato Grosso do Sul
Divisão do estado de Mato Grosso do SulDivisão do estado de Mato Grosso do Sul
Divisão do estado de Mato Grosso do Sul
 
Quilombos em mato grosso - VPMT
Quilombos em mato grosso - VPMTQuilombos em mato grosso - VPMT
Quilombos em mato grosso - VPMT
 
Europa crista secs_VI_a_IX
Europa crista secs_VI_a_IXEuropa crista secs_VI_a_IX
Europa crista secs_VI_a_IX
 
C2 a sociedade europeia nos séculos ix a xii
C2 a sociedade europeia nos séculos ix a xiiC2 a sociedade europeia nos séculos ix a xii
C2 a sociedade europeia nos séculos ix a xii
 
Prova.pb.historia.3ano.manha.1bim
Prova.pb.historia.3ano.manha.1bimProva.pb.historia.3ano.manha.1bim
Prova.pb.historia.3ano.manha.1bim
 

Semelhante a Período colonial de Mato Grosso (Atividades)

História de mato grosso período colonial
História de mato grosso   período colonialHistória de mato grosso   período colonial
História de mato grosso período colonial
Edenilson Morais
 
04 historia de_mato_grosso-1
04 historia de_mato_grosso-104 historia de_mato_grosso-1
04 historia de_mato_grosso-1
solange caldeira
 
História de Mato Grosso No Período Colonial
História de Mato Grosso No Período ColonialHistória de Mato Grosso No Período Colonial
História de Mato Grosso No Período Colonial
João Pereira
 
Hist 3-aula012011-110710164412-phpapp02
Hist 3-aula012011-110710164412-phpapp02Hist 3-aula012011-110710164412-phpapp02
Hist 3-aula012011-110710164412-phpapp02
eebcjn
 
Lista de exercícios - 1º semestre
Lista de exercícios - 1º semestreLista de exercícios - 1º semestre
Lista de exercícios - 1º semestre
Felipe Vaitsman
 
Td 2º anos (27.01.11)
Td 2º anos (27.01.11)Td 2º anos (27.01.11)
Td 2º anos (27.01.11)
Jorge Tales
 
Pc mt história e geografia
Pc mt   história e geografiaPc mt   história e geografia
Pc mt história e geografia
Lindiomar Santos Pereira
 
REVISAO HISTORIA 2016.pptx
REVISAO HISTORIA 2016.pptxREVISAO HISTORIA 2016.pptx
REVISAO HISTORIA 2016.pptx
AlexRibeiro758497
 
História – brasil conquista do sertão 01 2014
História – brasil conquista do sertão 01   2014História – brasil conquista do sertão 01   2014
História – brasil conquista do sertão 01 2014
Jakson Raphael Pereira Barbosa
 
7 série 1 trim revisão parcial bandeias
7 série 1 trim revisão parcial   bandeias7 série 1 trim revisão parcial   bandeias
7 série 1 trim revisão parcial bandeias
Carlos Zaranza
 
7 série 1 trim revisão parcial bandeias b
7 série 1 trim revisão parcial   bandeias b7 série 1 trim revisão parcial   bandeias b
7 série 1 trim revisão parcial bandeias b
Carlos Zaranza
 
Atividade 11 colegial
Atividade 11 colegialAtividade 11 colegial
Atividade 11 colegial
Elisângela Martins Rodrigues
 
Mato grosso do sul-Nossa história nossa gente
Mato grosso do sul-Nossa história nossa genteMato grosso do sul-Nossa história nossa gente
Mato grosso do sul-Nossa história nossa gente
Janicélia Feijó Garcia
 
Simulado de história do brasil colonial
Simulado de história do brasil colonialSimulado de história do brasil colonial
Simulado de história do brasil colonial
Ricardo Jorge
 
I prova sistemática gabaritada história - 2º ano
I prova sistemática gabaritada   história - 2º anoI prova sistemática gabaritada   história - 2º ano
I prova sistemática gabaritada história - 2º ano
Isaquel Silva
 
Aspecto culturais da colônia e revolta de beckman
Aspecto culturais da colônia e revolta de beckmanAspecto culturais da colônia e revolta de beckman
Aspecto culturais da colônia e revolta de beckman
Eliphas Rodrigues
 
Avaliação história 7º ano setembro - gabarito
Avaliação história 7º ano   setembro - gabaritoAvaliação história 7º ano   setembro - gabarito
Avaliação história 7º ano setembro - gabarito
Giselda morais rodrigues do
 
Uem historia do brasil
Uem   historia do brasilUem   historia do brasil
Uem historia do brasil
Ligia Amaral
 
História do brasil aula 04
História do brasil   aula 04História do brasil   aula 04
História do brasil aula 04
Fernanda Stang
 
Revoltas do brasil colonial
Revoltas do brasil colonialRevoltas do brasil colonial
Revoltas do brasil colonial
Rodrigo HistóriaGeografia
 

Semelhante a Período colonial de Mato Grosso (Atividades) (20)

História de mato grosso período colonial
História de mato grosso   período colonialHistória de mato grosso   período colonial
História de mato grosso período colonial
 
04 historia de_mato_grosso-1
04 historia de_mato_grosso-104 historia de_mato_grosso-1
04 historia de_mato_grosso-1
 
História de Mato Grosso No Período Colonial
História de Mato Grosso No Período ColonialHistória de Mato Grosso No Período Colonial
História de Mato Grosso No Período Colonial
 
Hist 3-aula012011-110710164412-phpapp02
Hist 3-aula012011-110710164412-phpapp02Hist 3-aula012011-110710164412-phpapp02
Hist 3-aula012011-110710164412-phpapp02
 
Lista de exercícios - 1º semestre
Lista de exercícios - 1º semestreLista de exercícios - 1º semestre
Lista de exercícios - 1º semestre
 
Td 2º anos (27.01.11)
Td 2º anos (27.01.11)Td 2º anos (27.01.11)
Td 2º anos (27.01.11)
 
Pc mt história e geografia
Pc mt   história e geografiaPc mt   história e geografia
Pc mt história e geografia
 
REVISAO HISTORIA 2016.pptx
REVISAO HISTORIA 2016.pptxREVISAO HISTORIA 2016.pptx
REVISAO HISTORIA 2016.pptx
 
História – brasil conquista do sertão 01 2014
História – brasil conquista do sertão 01   2014História – brasil conquista do sertão 01   2014
História – brasil conquista do sertão 01 2014
 
7 série 1 trim revisão parcial bandeias
7 série 1 trim revisão parcial   bandeias7 série 1 trim revisão parcial   bandeias
7 série 1 trim revisão parcial bandeias
 
7 série 1 trim revisão parcial bandeias b
7 série 1 trim revisão parcial   bandeias b7 série 1 trim revisão parcial   bandeias b
7 série 1 trim revisão parcial bandeias b
 
Atividade 11 colegial
Atividade 11 colegialAtividade 11 colegial
Atividade 11 colegial
 
Mato grosso do sul-Nossa história nossa gente
Mato grosso do sul-Nossa história nossa genteMato grosso do sul-Nossa história nossa gente
Mato grosso do sul-Nossa história nossa gente
 
Simulado de história do brasil colonial
Simulado de história do brasil colonialSimulado de história do brasil colonial
Simulado de história do brasil colonial
 
I prova sistemática gabaritada história - 2º ano
I prova sistemática gabaritada   história - 2º anoI prova sistemática gabaritada   história - 2º ano
I prova sistemática gabaritada história - 2º ano
 
Aspecto culturais da colônia e revolta de beckman
Aspecto culturais da colônia e revolta de beckmanAspecto culturais da colônia e revolta de beckman
Aspecto culturais da colônia e revolta de beckman
 
Avaliação história 7º ano setembro - gabarito
Avaliação história 7º ano   setembro - gabaritoAvaliação história 7º ano   setembro - gabarito
Avaliação história 7º ano setembro - gabarito
 
Uem historia do brasil
Uem   historia do brasilUem   historia do brasil
Uem historia do brasil
 
História do brasil aula 04
História do brasil   aula 04História do brasil   aula 04
História do brasil aula 04
 
Revoltas do brasil colonial
Revoltas do brasil colonialRevoltas do brasil colonial
Revoltas do brasil colonial
 

Mais de Edenilson Morais

Simulado História do Brasil e do História do Maranhão
Simulado História do Brasil e do História do MaranhãoSimulado História do Brasil e do História do Maranhão
Simulado História do Brasil e do História do Maranhão
Edenilson Morais
 
Soluções para otimização de resultados no enem
Soluções para otimização de resultados no enem Soluções para otimização de resultados no enem
Soluções para otimização de resultados no enem
Edenilson Morais
 
HISTÓRIA DE MATO GROSSO PERÍODO IMPERIAL (DETRAN-MT 2015)
HISTÓRIA DE MATO GROSSO PERÍODO IMPERIAL (DETRAN-MT 2015)HISTÓRIA DE MATO GROSSO PERÍODO IMPERIAL (DETRAN-MT 2015)
HISTÓRIA DE MATO GROSSO PERÍODO IMPERIAL (DETRAN-MT 2015)
Edenilson Morais
 
História do brasil enem cultura, patrimônio e diversidade cultural
História do brasil enem cultura, patrimônio e diversidade culturalHistória do brasil enem cultura, patrimônio e diversidade cultural
História do brasil enem cultura, patrimônio e diversidade cultural
Edenilson Morais
 
Sociologia - Michel Foucalt
Sociologia - Michel FoucaltSociologia - Michel Foucalt
Sociologia - Michel Foucalt
Edenilson Morais
 
A nova historia cultural
A nova historia culturalA nova historia cultural
A nova historia cultural
Edenilson Morais
 
Guerraspunicas
GuerraspunicasGuerraspunicas
Guerraspunicas
Edenilson Morais
 
Aulão de história regional - UNEMAT 2014
Aulão de história regional - UNEMAT 2014Aulão de história regional - UNEMAT 2014
Aulão de história regional - UNEMAT 2014
Edenilson Morais
 
As origens do totalitarismo de hannah arendt
As origens do totalitarismo de hannah arendtAs origens do totalitarismo de hannah arendt
As origens do totalitarismo de hannah arendt
Edenilson Morais
 
Durkheim suicidio
Durkheim suicidioDurkheim suicidio
Durkheim suicidio
Edenilson Morais
 
A crise feudal e a ascensão dos estados modernos
A crise feudal e a ascensão dos estados modernosA crise feudal e a ascensão dos estados modernos
A crise feudal e a ascensão dos estados modernos
Edenilson Morais
 
Sociologia globalização
Sociologia globalizaçãoSociologia globalização
Sociologia globalização
Edenilson Morais
 
A visão da afro
A visão da afroA visão da afro
A visão da afro
Edenilson Morais
 
Sociologia aula16 os novos_movimentos_sociais
Sociologia aula16 os novos_movimentos_sociaisSociologia aula16 os novos_movimentos_sociais
Sociologia aula16 os novos_movimentos_sociais
Edenilson Morais
 
Cartazes da 1ª guerra
Cartazes da 1ª guerraCartazes da 1ª guerra
Cartazes da 1ª guerra
Edenilson Morais
 
Sociologia resumo
Sociologia resumoSociologia resumo
Sociologia resumo
Edenilson Morais
 
Artigos de história da sexualidade
Artigos de história da sexualidadeArtigos de história da sexualidade
Artigos de história da sexualidade
Edenilson Morais
 
Weber e o capitalismo
Weber e o capitalismoWeber e o capitalismo
Weber e o capitalismo
Edenilson Morais
 
Historia total
Historia totalHistoria total
Historia total
Edenilson Morais
 
História pré-vestibular impacto - sociologia - exercícios
História   pré-vestibular impacto - sociologia - exercíciosHistória   pré-vestibular impacto - sociologia - exercícios
História pré-vestibular impacto - sociologia - exercícios
Edenilson Morais
 

Mais de Edenilson Morais (20)

Simulado História do Brasil e do História do Maranhão
Simulado História do Brasil e do História do MaranhãoSimulado História do Brasil e do História do Maranhão
Simulado História do Brasil e do História do Maranhão
 
Soluções para otimização de resultados no enem
Soluções para otimização de resultados no enem Soluções para otimização de resultados no enem
Soluções para otimização de resultados no enem
 
HISTÓRIA DE MATO GROSSO PERÍODO IMPERIAL (DETRAN-MT 2015)
HISTÓRIA DE MATO GROSSO PERÍODO IMPERIAL (DETRAN-MT 2015)HISTÓRIA DE MATO GROSSO PERÍODO IMPERIAL (DETRAN-MT 2015)
HISTÓRIA DE MATO GROSSO PERÍODO IMPERIAL (DETRAN-MT 2015)
 
História do brasil enem cultura, patrimônio e diversidade cultural
História do brasil enem cultura, patrimônio e diversidade culturalHistória do brasil enem cultura, patrimônio e diversidade cultural
História do brasil enem cultura, patrimônio e diversidade cultural
 
Sociologia - Michel Foucalt
Sociologia - Michel FoucaltSociologia - Michel Foucalt
Sociologia - Michel Foucalt
 
A nova historia cultural
A nova historia culturalA nova historia cultural
A nova historia cultural
 
Guerraspunicas
GuerraspunicasGuerraspunicas
Guerraspunicas
 
Aulão de história regional - UNEMAT 2014
Aulão de história regional - UNEMAT 2014Aulão de história regional - UNEMAT 2014
Aulão de história regional - UNEMAT 2014
 
As origens do totalitarismo de hannah arendt
As origens do totalitarismo de hannah arendtAs origens do totalitarismo de hannah arendt
As origens do totalitarismo de hannah arendt
 
Durkheim suicidio
Durkheim suicidioDurkheim suicidio
Durkheim suicidio
 
A crise feudal e a ascensão dos estados modernos
A crise feudal e a ascensão dos estados modernosA crise feudal e a ascensão dos estados modernos
A crise feudal e a ascensão dos estados modernos
 
Sociologia globalização
Sociologia globalizaçãoSociologia globalização
Sociologia globalização
 
A visão da afro
A visão da afroA visão da afro
A visão da afro
 
Sociologia aula16 os novos_movimentos_sociais
Sociologia aula16 os novos_movimentos_sociaisSociologia aula16 os novos_movimentos_sociais
Sociologia aula16 os novos_movimentos_sociais
 
Cartazes da 1ª guerra
Cartazes da 1ª guerraCartazes da 1ª guerra
Cartazes da 1ª guerra
 
Sociologia resumo
Sociologia resumoSociologia resumo
Sociologia resumo
 
Artigos de história da sexualidade
Artigos de história da sexualidadeArtigos de história da sexualidade
Artigos de história da sexualidade
 
Weber e o capitalismo
Weber e o capitalismoWeber e o capitalismo
Weber e o capitalismo
 
Historia total
Historia totalHistoria total
Historia total
 
História pré-vestibular impacto - sociologia - exercícios
História   pré-vestibular impacto - sociologia - exercíciosHistória   pré-vestibular impacto - sociologia - exercícios
História pré-vestibular impacto - sociologia - exercícios
 

Último

DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptxCLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
Deiciane Chaves
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
y6zh7bvphf
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Militao Ricardo
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
KarollayneRodriguesV1
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 

Último (20)

DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptxCLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 

Período colonial de Mato Grosso (Atividades)

  • 1. HISTÓRIA DE MATO GROSSO AULA 1: PERÍODO COLONIAL Atividades de Fixação 1-(Concurso da Secretaria de Justiça) O que são as monções? a)um movimento armado, organizado pelos comerciantes com o objetivo de proclamar a Independênciade Mato Grosso,pois tinhaminteresses em controlar o comercio das minas de Cuiabá. b) São expedições que partiam de São Paulo com destino a Mato Grosso, com o objetivo de abastecer as minas da região de mantimentos e víveres, especialmente as minas de Cuiabá. c)ummovimentopopularpróconstruçõesde mansões,que ficou conhecido como “monções” porque os portugueses não sabiam pronunciar corretamente a palavra “mansões”. d) São expedições que tem como escopo manter a correspondência em dias, entre os brasileiros e os moradores do Império Espanhol. e) São expediçõesque trazemouroempó para as fundições de Cuiabá, e levam de volta ouro em barra para São Paulo. 2) (UEMS) A respeitodanovarealidade criadapelaexploraçãoauríferaemMinasGerais, Goiás e Cuiabá, a partir de fins do século XVII, assinale a alternativa correta. I-Embora fosse altamente lucrativa, atividade mineira não chegou a atrair grande numero grande numerode pessoas,de modoque a populaçãoda colônianãoapresentou crescimento significativo durante o século XVIII. II- Por seruma atividade altamenteespecializada, a mineração estimulou o desenvolvimento de outras ramos da economia colonial, como a produção de gêneros alimentícios. III- Nessaeconomiamineradoraerapoucoutilizadootrabalhoescravo,sendo maisimportante a utilização de trabalhadores assalariados livres. a)Apenas a I está correta. b)Apenas a II está correta. c)Estão corretas a I e II. d)Estão corretas a II e III. e) Estão corretas a I e III.
  • 2. 3) (UFMS) A historiadoraLuizaVolpato,nolivro“Entradase Bandeiras”ao referir-se à imagem produzida pelos livros didáticos sobre o bandeirante, assim se expressa:” Nos capítulos referentes a expansão territorial, o bandeirante é apresentado na grande maioria das vezes como o herói responsável pelasdimensõesterritoriais do país. (...) No texto é passada a visão heróica do bravo que, vencendo dificuldades sem fim , conquistou áreas imensas para a colônia e descobriu riquezas no interior do Brasil. A partir do texto, julgue as assertivas, verdadeiras ou falsas. ( ) Essa é uma visão mítica elaborada pela historiografia que permeia praticamente toda a produçãoa respeito,dificultandoumainterpretaçãocríticasobre o fenômeno bandeirantista. ( ) A capitania de São Vicente, desde o inicio da colonização, despontou como uma região privilegiadaparaoplantioda cana-de-açúcar, portanto de exportação de açúcar e importação de mão-de-obra escrava. ( )A expansão territorial e o sacrifício de centenas de milhares de índios são resultado da transformação da luta cotidiana dos bandeirantes pela sobrevivência em campanhas de conquista. ( ) A ação bandeirante sobre as áreas espanholas foi despovoadora pois causou a destruição de agrupamentos indígenas e espanhóis. ( ) Contrariando a imagem do texto citado é possível visualizar o fenômeno bandeirantista como geradopelascondiçõessociaisde vidado Planalto de Piratininga e o bandeirante como um homem do seu tempo. 4) (UEMS) A política econômica mercantilista se caracterizou por três elemento essenciais: a)balança comercial favorável, protecionismo e monopólio. b)sistema colonial, liberalismo e monopólio. c)Manufatura, metalismo e liberalismo. d)Monopólio, liberalismo e bullionismo. e)Liberalismo, monopólio e protecionismo. 5) (UFMS) A historia de Mato Grosso do Sul não pode ser apreendida na sua riqueza temática e, sobretudo, na sua diversidade étnica e cultural, se a ela não incorporarmos a historia dos povosindígenas.Sobre a presença constante dos povos indígenas na história do Mato Grosso do Sul, é correto afirmar que:
  • 3. 01.a presença indígena no território do atual Mato Grosso do Sul data de até três mil anos; para o Pantanal essa presença é de até mil anos. 02.mesmo depois da chegada de elementos europeus na região, foram intensas as relações dos povosindígenasentre si.Àsvezesconflituosas,ásvezescomplementares,são conhecidas, dentre outras, as relações entre os grupos guaná, guaicuru e Guarani. 04.nas disputasentre osportuguesese espanhóis pela fixação dos limites territoriais de suas colônias americanas, foram visíveis as preocupações de ambos em atrair para si o apoio dos povos indígenas que ocupavam a região; 08.apesar da brutalidade do processo de conquista e da consequente ocupação de seus territórios,aexistênciaatual de váriospovosindígenasemMatoGrosso doSul indica que suas diferentes formas de resistência garantiram pelo menos a sua sobrevivência; 16.co mais de cinqüenta mil índios, Mato Grosso do Sul é atualmente o segundo estado do Brasil em população indígena. Dê a soma das corretas. 6) (UFMT) Em Mato Grosso, a relação entre os índios e colonizadores foi geralmente conflituosa e marcada pela violência. A respeito, julgue as afirmativas, colocando V ou F: ( ) Os índios Paiaguá foram os primeiros a atacar as monções e o faziam quando as embarcações estavam transitando nos rios. ( ) GovernosdaCapitaniade Mato Grossoutilizaramíndios,capturadosnadefesadafronteira, na construção de fortes, fortalezas e em outras atividades militares. ( ) Algumas nações indígenas, como Guaicuru e caiapó, habitavam a periferia da capitania e estabeleceram relações de escambo com o colonizador português. ( )Por meio de Cartas régias, a Coroa Portuguesa permitia, em casos específicos, a “guerra justa” ao índio. 7) (UFMT) Ao referir-seaoabastecimentoda região mineira de Cuiabá, nos primeiros tempos da colonização, a historiadora Elizabeth M. Siqueira assim se expressa: As duas regiões mais próximas das Lavras do Sutil e responsáveis pelo abastecimento mais imediatoforam:RioAbaixo( hoje SantoAntoniodoLeverger) e SerraAcima(hoje chapada dos Guimarães) (...) Dessaformanemsóde alimentosviviaapopulação...Revivendo Mato Grosso. Cuiabá, SEDUC, 1977, p.14-16. A respeito desse contexto histórico, julgue as características, colocando V ou F:
  • 4. ( ) O primeirotrajetofluvial percorridopelossertanistasparaabastecerCuiabátransformou o Rio Abaixo em importante entreposto comercial. ( ) De Rio Abaixo, a produção açucareira era trazida pelo rio Cuiabá até a região aurífera. ( ) Vestimentas, instrumentos de trabalho e escravos vinham de outras províncias por meio de tropas ou das monções. ( )Os primeirosengenhossurgidosnaregiãoforamresponsáveispelo fabriconãosomentedo açúcar, mas também da rapadura e da aguardente. 8) c 9) (Simulado- CSSG) “OPantanal mato-grossense estende-se pelosestadosdoMato Grosso do Sul e pelo Mato Grosso, num total de aproximadamente 220 mil quilômetros quadrados. Sendo uma planície, as altitudes são baixas, mas as terras ao redor são mais altas, razão pela qual uma grande quantidade de rios corre para a região.”(Moreira, Igor. Espaço Geográfico, p.418) A respeito do Pantanal mato-grossense, assinale a alternativa incorreta: (a) No século XVIII, os paiaguás e guaicurus habitavam o Pantanal e representaram um empecilho à colonização portuguesa, pois esses silvícolas atacavam com freqüência as monções de abastecimento. (b) No período colonial. o Pantanal era denominado de Lago dos Xarayés. (c) O Pantanal mato-grossense é uma planície, ou seja, uma área onde o processo de sedimentação se sobrepõe ao processo de erosão. (d) O ecossistemadoPantanal é bastante complexo, possuindo áreas de florestas, cerrados e campos, além da grande quantidade de plantas aquáticas, principalmente aguapés. (e) A maior parte das terrasdo Pantanal encontra-se noslimitesterritoriais do Estado do Mato Grosso. 10) (Simulado-CSSG) “A maiorMina da regiãoestavaplantadanacolinado Rosárioe deu início à formação da cidade. A colina onde se localizou a igreja do Rosário, ergue-se à margem esquerda do rio Prainha. Em torno das jazidas, principalmente à margem direita do córrego, inicia-se opovoamento.Próximotambémaessamargemlocaliza-seumaesplanada,escolhida para construção da Igreja da Matriz. Ruas e ruelas serpenteiam pelo terreno, ajustando-se a ele,aolongodo cursod’agua.O pelourinho,aigrejadoRosário assentam os primeiros pontos de tensãoemtorno dosquaisa vilase estruturae se organiza.”(Freire,Julio De Lamônica. Pior uma poética popular da arquitetura, p.40-42.)
  • 5. O texto acima descreve o espaço urbano de Cuiabá no período colonial. A partir da leitura do texto acima e de seus conhecimentos, assinale a alternativa correta. I- A área central da VilaReal do Senhor Bom Jesus de Cuiabá era composta pela Câmara Municipal, cadeia e a Igreja da Matriz. II- Se fôssemos desenhar uma carta geográfica da área central da Vila Real do Senhor Bom Jesus de Cuiabá, usaríamos como melhor escala 1: 1000. 000. III- Foi Rodrigo César de Menezes, governador de São Paulo, que elevou Cuiabá à categoria de vila. Durante a sua administração, Rodrigo César de Menezes deu atenção especial à fiscalização das minas e à tributação. (a) I, II e III são corretas. (b) I e II são corretas. (c) II e III são corretas. (d) I e III são corretas (e) Somente a II é correta 11) ( Simulado-CSSG)“..a produção de ouro na Capitania de Mato Grosso, em meio século de atividade estonteante, de 1719 a 1770, teria montado a 4.000 arrobas ou 60.000 quilogramas, a razão de oitenta arrobas por ano.”( Correa Filho, Virgilio. Historia de Mato Grosso, p.49). Sobre a mineração em Mato Grosso é valido afirmar que: (a)Provocou o surgimento de vários núcleos populacionais, que se dedicavam exclusivamente à mineração como por exemplo, Rio Abaixo, Serra Acima e Vila Maria de Cáceres. (b) Aofinal do séculoXVIII,asminasde Cuiabá começaram a entrar em decadência, devido às técnicas rudimentares de extração e à cobrança exagerada de impostos. (c) A ocorrência de minerais metálicos em Mato Grosso está associada a sua estrutura geológica, isto é, a presença de escudos cristalinos. (d) A produçãode ouro contribuiuparaa prosperidade de MatoGrosso e tambémde Portugal, pois através de uma rígida fiscalização o governo metropolitano foi capaz de conter o contrabando. (e) A produção exorbitante do ouro provocou ao longo do século XVIII o surgimento de conflitos na fronteira oeste entre os portugueses e espanhóis.
  • 6. 12) ( Simulado CSSG) “Vila Bela da Santíssima Trindade é, atualmente, a cidade mato- grossense que possui a maior concentração de negros do Estado. Os negros de Vila Bela da Santíssima Trindade preservam traços fisionômicos semelhantes aos seus ascendentes africanos (Angola e Guiné) e sua tradição cultural é manifestada através do folclore representado pela Dança do Congo e do chorado. (Piaia, Ivane. Geografia de Mato Grosso, p.16.) A partir da leitura acima e dos seus conhecimentos, é correto afirmar que: I- A presença dos negros em Vila Bela mostra um dos traços do sistema colonial brasileiro, a escravidão. A adoção da escravidão durante a colonização proporcionou a Portugal uma acumulação de capital. II-Os negros em Vila Bela como também em outras regiões da colônia eram utilizados como mão-de-obra na agricultura de subsistência e na mineração. III-A escravidão no Brasil colonial se assemelha a escravidão na Grécia e em Roma, pois os escravosno sistemacolonial brasileiroeramtambémprovenientes das conquistas territoriais empreendidas por Portugal. IV-A existência de uma maior concentração de negros em Vila Bela se justifica pela insalubridadedaregião.NoiníciodoséculoXIX,como fimdas disputasterritoriaisnafronteira e com a decadência do ouro, os brancos começaram a partir de Vila Bela. (a) Todas são corretas. (b) I,II e III são corretas. (c) II e IV são corretas. (d) I, II e IV são corretas. (e) I e II são corretas. 13) (Concurso da Secretaria de Segurança) Como resultado do movimento de resistência à escravidão,àsconstanteshumilhações e aosmaltratospraticadospelossenhores de escravos, os africanosde Mato Grosso se utilizaramde váriosrecursospara sobreviverem, dentre estes, assassinatos de feitores, as constantes fugas e constituição de quilombos, que se espalham pelo vasto território mato-grossense. Assinale a opção que corresponde aos dois mais importantes e maiores quilombos de Mato Grosso. a)Mundéu e Cansanção. b)Piolho ou Quariterê e Cansanção. c)Piolho ou Quariterê e kundiru. d)Kalunga e Cansanção.
  • 7. e) Mkulelê e Cansanção. 14) Em 1748, o governo metropolitano criou a Capitania de Mato Grosso. A respeito deste contexto histórico, assinale as alternativas abaixo com V ou F: ( ) Criada através de uma carta régia, a Capitania de Mato Grosso surgiu da necessidade de povoamento de uma região que de acordo com o tratado vigente ainda pertencia aos espanhóis. ( ) tratava-se de povoar uma região que pudesse servir como escudo protetor a possíveis invasões espanholas. ( ) Foi criada por determinação do rei D. José I. ( ) A Capitania de Mato Grosso foi criada após o desmembramento da administração da Capitania de Goiás. 15) Sobre a administração de Rodrigo César de Menezes, avalie os itens abaixo: ( ) Os impostos cobrados, nos períodos de 1723 até 1727 eram cobrados pelos sistema de capitação, a partir de 1728, foi implantado o quinto. ( ) Para facilitara fiscalização das minas e conseqüentemente evitar o contrabando, Rodrigo César de Menezes criou em Cuiabá a Casa de Fundição. ( ) Apesar do aparato fiscalizador estabelecido nas minas, neste período Cuiabá passou por um considerável crescimento populacional e pelo enriquecimento da maioria da população. ( ) Rodrigo César de Menezes, governador de São Paulo, elevou o arraial de Cuiabá, a categoria de Vila Real do Senhor Bom Jesus de Cuiabá. 16) Sobre a criação e povoamento de Vila Bela da Santíssima Trindade, assinale os itens corretos: ( ) D.Rolimde Moura, Conde de Azambuja,recebeuinstruçõesreaisparagovernara Capitania de Mato Grosso e fundar a sua primeira capital às margens do rio Guaporé. ( ) O governoportuguêsalmejava com Vila Bela evitar o avanço dos espanhóis, uma vez que estes estavam muito próximo, ou seja na região do Potosí. ( ) Os comerciantes de Vila Bela obtiveram muitos lucros devido ao preço exorbitantes dos produtos alimentícios. ( ) Com o propósitode contero avançodos espanhóis,ogovernoportuguês construiu fortes, aliciou índios e atraiu a região até mesmo criminosos.
  • 8. 17) Em 1821, Francisco de Paula Magessi foi deposto do governo. A respeito deste contexto histórico, assinale a alternativa correta. a) a deposição Francisco Magessi foi articulada pelas camadas populares, que estavam extremamente insatisfeitas em conseqüência da debilidade econômica de Mato Grosso. b)a derrocada do capitão-general se deu devido a união do clero, dos militares e da elite cuiabana. c) foi neste momento que Vila Bela da Santíssima Trindade se reafirmou como capital da Província de Mato Grosso. d) a Junta de Governo de Vila Bela contava com mais prestígio junto a Corte que a Câmara Municipal de Cuiabá. e)o governo de Magessi se deu durante o Primeiro Reinado. 18) A bandeira de Pascoal Moreira de Cabral descobriu ouro ás margens do rio Coxipó dando origemao povoamentodaregião.Neste período,ogovernador da Capitania da São Paulo era: a)Pedro de Almeida Portugal. b) Luis de Albuquerque de Melo Pereira e Cáceres. c) Rodrigo César de Menezes. d) Antonio Rolim de Moura. e) Augusto Leverger. 19) Assinale a alternativa correta a respeito do trabalho escravo em Mato Grosso durante o período colonial: a)A AldeiadaCarlotarepresentouamaiorresistênciadosnegroaescravidão em Mato Grosso. b)O escravo trabalhava exclusivamente na mineração. c) O quilombo do Piolho foi governado pela rainha Teresa de Benguela. d) Tanto a população da Aldeia da Carlota como a do Piolho era composta principalmente pelos desertores. 20) (UNIC) “E preciso não ter sentimento do justo e do honesto, para não parar, cheio de respeito, diante de um velho marco, solitário na vastidão dos campos, ou à beira da estrada
  • 9. publicaouno velhoermodomato virgem, guardafiel dapropriedade, testemunha sincera de um direito...”. A frase de Macedo Soares corresponde a um símbolo, concebido a 231 anos, denominadoMarcodo Jauru,hoje localizadonacidade de Cáceres,napraça publica( Barão do Rio Branco). Assinale a alternativa correta que corresponde a esse momento histórico. a)Serviu como marco definidor do limite extremo sul do país. b)Serviucomomarcode fixação definitiva dos limites entre a Capitania do Cabo do Norte e a Guiana Francesa. c)Representação simbólica do poder imperial português. d)Serviu como demarcador das fronteiras entre Brasil e Espanha por ocasião do Tratado de Madri. e)Serviu como marco da fundação da capital de Mato Grosso, vila Bela da Santíssima Trindade. 21) A respeito dos Capitães- generais que governaram a Capitania de Mato Grosso, julgue os itens abaixo: ( ) Luís de Albuquerque de Melo e Cáceres fundou cidades em posições estratégicas, como Vila Maria de Cáceres e Albuquerque. ( ) Manoel de Carlos Abreu Menezes foi oprimeiro a sugerir que a capital de Mato Grosso deveria ser Cuiabá. ( )JoãoCarlosOeyuhausen criou as primeiras instituições hospitalares da Capitania; a Santa Casa de Misericórdia e o São João dos Lázaros. ( )Francisco Magessi transformou Cuiabá em Capital da Província no ano de 1821. 22) O arraial de Cuiabáfoi transformado em vila, em 1 de janeiro de 1727, recebendo o nome de: a)Arraial de São Gonçalo. b)Vila de Santa Cruz c) Lavras do Sutil. d) São Pedro D’El Rey. e) Vila Real do Senhor bom Jesus de Cuiabá.
  • 10. 23) Tratado assinado em 1750, que dividiu entre Portugal e a Espanha as terras a oeste de Tordesilhas: a)Madri b)Santo Ildefonso c)Portugal d) Badajós. e)Roma. 24) Em 1778, foi fundado por Luis de Albuquerque ás margens do rio Paraguai; Vila Maria. Atualmente este vila é conhecida pelo nome de: a)Cáceres. b)Dourados. c) Nioac. d) Poconé. e) Livramento. 25). Relacione: (A)S.Pedro D’El Rey (B) Cocais (C) Serra Acima. (D) Rio Acima (E) Rio Abaixo ( ) Livramento ( ) Poconé ( ) Chapada dos Guimarães. ( )Rosário Oeste ( ) Santo Antônio do Leverger.
  • 11. A sequência correta é: a)B,A,C,D, E. b)B,A,D,E,C. c)A,B,D,E,C. d)A,D,B,C,E. e)D,A,C,E,B. Gabarito: 1-B 2-B 3-V,F,V,V,V. 4-A 5- 30 (F,V,V,V, V). 6- V, V,F,V. 7-F,V,V,V. 8-V,V,F,V. 9- E 10-A 11-B 12-D 13-A 14-V,V,F,F. 15- V,V,F,V.