SlideShare uma empresa Scribd logo
http://historiaonline.com.br
SOCIOLOGIA - RESUMO
Prof. Rodolfo
PRINCIPAIS CORRENTES
1. AUGUSTO COMTE (1798 -1857)
1.1. Lei dos três estados:
 1ª) Explicação dos fenômenos através de forças
comparáveis aos homens.
 2ª) Invocação de entidades abstratas (natureza).
 3ª) Observações e relações regulares,
estabelecendo as leis que governam os fatos (não
se preocupa com a causa dos fatos).
1.2. IDADES DAS SOCIEDADES
 Três idades das sociedades:
 1ª) Idade Teológica.
 2ª) Idade Metafísica.
 3ª) Idade Positiva
1.3. INFLUÊNCIA DA BIOLOGIA
 As ciências deixam de ser analíticas.
 Caráter sintético da biologia.
 Concepção de unidade histórica.
 Não se explica a parte sem o todo.
 Visão global ou total.
 Objetivo da sociologia: a história da espécie
humana.
1.4. CARÁTER IMPOSITIVO DA SOCIOLOGIA
 Ciência do “todo histórico”.
 Determina “o que foi, o que é e o que será”.
 Visão determinista.
 Realização da ordem humana e social.
 Conceito de “fatalidade modificável”.
 A sociologia deve catalisar os processos de
mudanças.
1.5. TEMAS DA SOCIOLOGIA DE COMTE
 1ª) Universalidade da sociedade européia
industrial.
 2ª) Universalidade do pensamento científico
(submissão da moral, ética, religião à visão
cientificista).
 3ª) Como é possível explicar a diversidade
humana diante de uma mesma essência?
1.6. A SOCIEDADE INDUSTRIAL PARA COMTE
 1º) Organização científica.
 2º) Desenvolvimento máximo da humanidade.
 3º) Formação de massas operárias.
 4º) Empregados X Empregadores.
 5º) Produção de riqueza X Pobreza.
 6º) Liberalismo: livre concorrência.
1.7. SOCIALISMO X LIBERALISMO
 Comte se situa entre essas duas teorias.
 Não é um doutrinário da propriedade privada.
 Não é um reformador que se inclina à socialização
dos meios de produção.
 É um organizador que deseja manter a
propriedade conquanto ela cumpra sua função
social.
2. ÉMILE DURKHEIM (1858-1917)
2.1. FATO SOCIAL: coisa.
 A sociologia consiste em analisar o fato social
como coisa, ou seja, desprovida de preconceitos,
ideais ou valores.
 Análise objetiva da sociedade.
 O conhecimento parte de fora para dentro.
 O sociólogo é um “olho boiando sobre a
sociedade”.
 O fato social não pode ser explicado de maneira
puramente psicológica.
 Não há compreensão individual dos problemas
sociológicos.
 A sociedade extrapola a concepção de indivíduos
(é mais do que a simples soma dos indivíduos que
a compõe).
 A sociologia é a ciência das instituições.
2.2. CONSCIÊNCIA COLETIVA
 Elemento de ligação entre indivíduos em uma
sociedade sem diferenciação solidariedade
mecânica).
 Com a diferenciação, diminui a percepção da
consciência coletiva.
 Logo, estruturas rígidas de interpretação moral
deixam de existir.
 Direito repressivo: punição.
 Direito restitutivo: restabelecer o estado das
coisas
 Crime: definição relativista.
2.3. TIPOS DE SOLIDARIEDADE
 Mecânica: o indivíduo é ligado diretamente à
sociedade, não há diferenciações de grande porte,
prevalecendo o caráter coletivo.
 Orgânica: depende da sociedade e das partes que
a compõe, ou seja, há diferenciação entre as
partes que cooperam entre si para o todo.
 Suicídio
2.4 INDIVÍDUO X GRUPO.
http://historiaonline.com.br
SOCIOLOGIA - RESUMO
Prof. Rodolfo
 O indivíduo torna-se cada vez mais consciente
(não aceita imperativos).
 Exige mais do que a sociedade pode oferecer.
 A sociedade surge como um elemento
disciplinador.
 Taxa de suicídio: constante.
 Tipos de suicídio
 Egoísta: pensamento individualista, desligado do
contexto social.
 Altruísta: sacrifício por um imperativo social
interiorizado, obedecendo ao que o grupo lhe
ordena, a ponto de sufocar o próprio instinto de
conservação.
 Anômico: irritação associada às numerosas
situações de decepções oferecidas pela vida
moderna.
2.5. FATO PATOLÓGICO E ANOMIA
 Fatos que, dentro da solidariedade orgânica,
colocam em risco as relações entre as partes da
sociedade, rompendo as regras de solidariedade.
 Pautam-se numa incapacidade de se perceber a
função a ser exercida dentro da sociedade.
3. O PENSAMENTO SOCIALISTA
 Crítica à propriedade privada.
 Origem: J.J. Rousseau.
 Homem: Tabula Rasa.
 Propriedade: princípio da desigualdade.
 Sociedade: Formada pelos homens
 Formadora dos homens.
 “Bom Selvagem” X “Corrupção do Homem”.
3.1. SOLUÇÃO DE ROUSSEAU
 Novo contrato social:
 Fim da propriedade privada;
 Educação universal;
 Democracia.
3.2. O SOCIALISMO CIENTÍFICO
 Análise dos mecanismos econômicos e sociais do
capitalismo.
 Compreensão da realidade para transformá-la.
3.3. TEÓRICOS DO SOCIALISMO CIENTÍFICO:
 Karl Marx (1818-1883)
o Obras:
 O Capital,
 Salário Preço e Lucro,
 A questão Judaica,
 A Miséria da Filosofia.
 Manifesto do Partido Comunista,
 A Ideologia Alemã
 Friederich Engels (1820-95)
o Obras:
 A Origem da Família, da
propriedade privada e do Estado.
 A situação da classe trabalhadora
na Inglaterra.
3.4. CONCEITOS
 Materialismo Histórico.
 Infra e Superestrutura
 Ideologia e Alienação.
 Fetichismo da mercadoria.
 Mais-valia.
 Luta de Classes.
 Dialética.
3.5. A DIALÉTICA NA LUTA DE CLASSES
 Consciência de Classe.
 Partido Comunista.
 Revolução Etapista.
 Socialismo: etapa de transição para o
Comunismo.
 Ditadura do Proletariado.
4. MAX WEBER
4.1. CONCEITOS:
 Sociologia Compreensiva.
 Conhecimento possível.
 REALIDADE:
 Feixe inesgotável de fatos.
 Imputação causal.
 Tipos ideais.
 Dominação tradicional, racional e carismática.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Durkheim As regras do método sociológico
Durkheim As regras do método sociológicoDurkheim As regras do método sociológico
Durkheim As regras do método sociológico
vania morales sierra
 
A teoria de Max Weber
A teoria de Max WeberA teoria de Max Weber
A teoria de Max Weber
Edenilson Morais
 
Sociologia - Principais teoricos da sociologia
Sociologia - Principais teoricos da sociologiaSociologia - Principais teoricos da sociologia
Sociologia - Principais teoricos da sociologia
Carson Souza
 
Pierre Bourdieu - O Poder Simbólico
Pierre Bourdieu - O Poder SimbólicoPierre Bourdieu - O Poder Simbólico
Pierre Bourdieu - O Poder Simbólico
Zeca B.
 
As relações entre indivíduo e sociedade
As relações entre indivíduo e sociedadeAs relações entre indivíduo e sociedade
As relações entre indivíduo e sociedade
jefersondutra08
 
Simulado ENEM 1º ano
Simulado ENEM 1º anoSimulado ENEM 1º ano
Simulado ENEM 1º ano
Crisliane Pinheiro
 
Video aula -Sociologia
Video aula -SociologiaVideo aula -Sociologia
Video aula -Sociologia
Alan Rodrigues
 
Quadro dos clássicos da sociologia
Quadro dos clássicos da sociologiaQuadro dos clássicos da sociologia
Quadro dos clássicos da sociologia
roberto mosca junior
 
Cap. 1 a sociedade dos indivíduos
Cap. 1   a sociedade dos indivíduosCap. 1   a sociedade dos indivíduos
Cap. 1 a sociedade dos indivíduos
Tiago Lacerda
 
Aula 2 O conceito de estado para marx, weber e durkheim- Prof. Noe Assunção
Aula 2   O conceito de estado para marx, weber e durkheim- Prof. Noe AssunçãoAula 2   O conceito de estado para marx, weber e durkheim- Prof. Noe Assunção
Aula 2 O conceito de estado para marx, weber e durkheim- Prof. Noe Assunção
Prof. Noe Assunção
 
Socialização
SocializaçãoSocialização
Socialização
Douglas Gregorio
 
-revolucao-industrial-e-o-surgimento-das-ciencias-sociais (1)
-revolucao-industrial-e-o-surgimento-das-ciencias-sociais (1)-revolucao-industrial-e-o-surgimento-das-ciencias-sociais (1)
-revolucao-industrial-e-o-surgimento-das-ciencias-sociais (1)
Elisandra Santolin
 
Pierre bourdieu
Pierre bourdieuPierre bourdieu
Pierre bourdieu
sociofilo2012
 
Sociologia para o vestibular
Sociologia para o vestibularSociologia para o vestibular
Sociologia para o vestibular
Edenilson Morais
 
Aula 3 - Durkheim
Aula 3 - DurkheimAula 3 - Durkheim
Aula 3 - Durkheim
Mauricio Serafim
 
Sociologia - Fichamento DURKHEIM, Émile. “As Regras do Método Sociológico” (p...
Sociologia - Fichamento DURKHEIM, Émile. “As Regras do Método Sociológico” (p...Sociologia - Fichamento DURKHEIM, Émile. “As Regras do Método Sociológico” (p...
Sociologia - Fichamento DURKHEIM, Émile. “As Regras do Método Sociológico” (p...
Jessica Amaral
 
Émile Durkheim - Solidariedade e Suicídio
Émile Durkheim - Solidariedade e SuicídioÉmile Durkheim - Solidariedade e Suicídio
Émile Durkheim - Solidariedade e Suicídio
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Sociologia - Aula Introdutória
Sociologia - Aula IntrodutóriaSociologia - Aula Introdutória
Sociologia - Aula Introdutória
Paula Meyer Piagentini
 
Karl marx
 Karl marx Karl marx
Karl marx
maynara marques
 
Conceitos básicos de sociologia
Conceitos básicos de sociologiaConceitos básicos de sociologia
Conceitos básicos de sociologia
Gilmar Rodrigues
 

Mais procurados (20)

Durkheim As regras do método sociológico
Durkheim As regras do método sociológicoDurkheim As regras do método sociológico
Durkheim As regras do método sociológico
 
A teoria de Max Weber
A teoria de Max WeberA teoria de Max Weber
A teoria de Max Weber
 
Sociologia - Principais teoricos da sociologia
Sociologia - Principais teoricos da sociologiaSociologia - Principais teoricos da sociologia
Sociologia - Principais teoricos da sociologia
 
Pierre Bourdieu - O Poder Simbólico
Pierre Bourdieu - O Poder SimbólicoPierre Bourdieu - O Poder Simbólico
Pierre Bourdieu - O Poder Simbólico
 
As relações entre indivíduo e sociedade
As relações entre indivíduo e sociedadeAs relações entre indivíduo e sociedade
As relações entre indivíduo e sociedade
 
Simulado ENEM 1º ano
Simulado ENEM 1º anoSimulado ENEM 1º ano
Simulado ENEM 1º ano
 
Video aula -Sociologia
Video aula -SociologiaVideo aula -Sociologia
Video aula -Sociologia
 
Quadro dos clássicos da sociologia
Quadro dos clássicos da sociologiaQuadro dos clássicos da sociologia
Quadro dos clássicos da sociologia
 
Cap. 1 a sociedade dos indivíduos
Cap. 1   a sociedade dos indivíduosCap. 1   a sociedade dos indivíduos
Cap. 1 a sociedade dos indivíduos
 
Aula 2 O conceito de estado para marx, weber e durkheim- Prof. Noe Assunção
Aula 2   O conceito de estado para marx, weber e durkheim- Prof. Noe AssunçãoAula 2   O conceito de estado para marx, weber e durkheim- Prof. Noe Assunção
Aula 2 O conceito de estado para marx, weber e durkheim- Prof. Noe Assunção
 
Socialização
SocializaçãoSocialização
Socialização
 
-revolucao-industrial-e-o-surgimento-das-ciencias-sociais (1)
-revolucao-industrial-e-o-surgimento-das-ciencias-sociais (1)-revolucao-industrial-e-o-surgimento-das-ciencias-sociais (1)
-revolucao-industrial-e-o-surgimento-das-ciencias-sociais (1)
 
Pierre bourdieu
Pierre bourdieuPierre bourdieu
Pierre bourdieu
 
Sociologia para o vestibular
Sociologia para o vestibularSociologia para o vestibular
Sociologia para o vestibular
 
Aula 3 - Durkheim
Aula 3 - DurkheimAula 3 - Durkheim
Aula 3 - Durkheim
 
Sociologia - Fichamento DURKHEIM, Émile. “As Regras do Método Sociológico” (p...
Sociologia - Fichamento DURKHEIM, Émile. “As Regras do Método Sociológico” (p...Sociologia - Fichamento DURKHEIM, Émile. “As Regras do Método Sociológico” (p...
Sociologia - Fichamento DURKHEIM, Émile. “As Regras do Método Sociológico” (p...
 
Émile Durkheim - Solidariedade e Suicídio
Émile Durkheim - Solidariedade e SuicídioÉmile Durkheim - Solidariedade e Suicídio
Émile Durkheim - Solidariedade e Suicídio
 
Sociologia - Aula Introdutória
Sociologia - Aula IntrodutóriaSociologia - Aula Introdutória
Sociologia - Aula Introdutória
 
Karl marx
 Karl marx Karl marx
Karl marx
 
Conceitos básicos de sociologia
Conceitos básicos de sociologiaConceitos básicos de sociologia
Conceitos básicos de sociologia
 

Destaque

Sociologia aula16 os novos_movimentos_sociais
Sociologia aula16 os novos_movimentos_sociaisSociologia aula16 os novos_movimentos_sociais
Sociologia aula16 os novos_movimentos_sociais
Edenilson Morais
 
Soluções para otimização de resultados no enem
Soluções para otimização de resultados no enem Soluções para otimização de resultados no enem
Soluções para otimização de resultados no enem
Edenilson Morais
 
Sociologia Maxi - Pensadores I
Sociologia Maxi - Pensadores ISociologia Maxi - Pensadores I
Sociologia Maxi - Pensadores I
Efrain Cucco
 
3 sociologia jun12 (1)
3 sociologia jun12 (1)3 sociologia jun12 (1)
3 sociologia jun12 (1)
Dany Pereira
 
214448576 vestibular-impacto-sociologia
214448576 vestibular-impacto-sociologia214448576 vestibular-impacto-sociologia
214448576 vestibular-impacto-sociologia
Junior Sales
 
Roteiro de trabalho 1º ano - os clássicos da sociologia - versão editada sara
Roteiro de trabalho   1º ano - os clássicos da sociologia - versão editada saraRoteiro de trabalho   1º ano - os clássicos da sociologia - versão editada sara
Roteiro de trabalho 1º ano - os clássicos da sociologia - versão editada sara
Sara Sarita
 
História pré-vestibular impacto - sociologia - exercícios
História   pré-vestibular impacto - sociologia - exercíciosHistória   pré-vestibular impacto - sociologia - exercícios
História pré-vestibular impacto - sociologia - exercícios
Edenilson Morais
 
Introducão à Sociologia - Prof.Altair Aguilar.
Introducão à Sociologia - Prof.Altair Aguilar.Introducão à Sociologia - Prof.Altair Aguilar.
Introducão à Sociologia - Prof.Altair Aguilar.
Altair Moisés Aguilar
 
Introdução à Sociologia
Introdução à SociologiaIntrodução à Sociologia
Introdução à Sociologia
Edenilson Morais
 
Historia total
Historia totalHistoria total
Historia total
Edenilson Morais
 
Apostila de sociologia - Volume 3
Apostila de sociologia - Volume 3Apostila de sociologia - Volume 3
Apostila de sociologia - Volume 3
Matheus Alves
 
Movimentos sociais
Movimentos sociais Movimentos sociais
Movimentos sociais
Edenilson Morais
 
Apostila sociologia da educação fak
Apostila sociologia da educação   fakApostila sociologia da educação   fak
Apostila sociologia da educação fak
Prof. Antônio Martins de Almeida Filho
 
Sociologia 2° ano e 3ª eja
Sociologia 2° ano e 3ª ejaSociologia 2° ano e 3ª eja
Sociologia 2° ano e 3ª eja
C.E.C
 
Sociologia da Educação - Max Weber Sociologia compreensiva, Desencantamento e...
Sociologia da Educação - Max Weber Sociologia compreensiva, Desencantamento e...Sociologia da Educação - Max Weber Sociologia compreensiva, Desencantamento e...
Sociologia da Educação - Max Weber Sociologia compreensiva, Desencantamento e...
Flávia De Mattos Motta
 
Sociologia planejamento 2015
Sociologia planejamento 2015Sociologia planejamento 2015
Sociologia planejamento 2015
Luciane Natural
 
História do brasil enem cultura, patrimônio e diversidade cultural
História do brasil enem cultura, patrimônio e diversidade culturalHistória do brasil enem cultura, patrimônio e diversidade cultural
História do brasil enem cultura, patrimônio e diversidade cultural
Edenilson Morais
 
Planejamento anual de sociologia
Planejamento anual de sociologiaPlanejamento anual de sociologia
Planejamento anual de sociologia
Sandro Lima
 
História de mato grosso período colonial
História de mato grosso   período colonialHistória de mato grosso   período colonial
História de mato grosso período colonial
Edenilson Morais
 
Sociologia - Michel Foucalt
Sociologia - Michel FoucaltSociologia - Michel Foucalt
Sociologia - Michel Foucalt
Edenilson Morais
 

Destaque (20)

Sociologia aula16 os novos_movimentos_sociais
Sociologia aula16 os novos_movimentos_sociaisSociologia aula16 os novos_movimentos_sociais
Sociologia aula16 os novos_movimentos_sociais
 
Soluções para otimização de resultados no enem
Soluções para otimização de resultados no enem Soluções para otimização de resultados no enem
Soluções para otimização de resultados no enem
 
Sociologia Maxi - Pensadores I
Sociologia Maxi - Pensadores ISociologia Maxi - Pensadores I
Sociologia Maxi - Pensadores I
 
3 sociologia jun12 (1)
3 sociologia jun12 (1)3 sociologia jun12 (1)
3 sociologia jun12 (1)
 
214448576 vestibular-impacto-sociologia
214448576 vestibular-impacto-sociologia214448576 vestibular-impacto-sociologia
214448576 vestibular-impacto-sociologia
 
Roteiro de trabalho 1º ano - os clássicos da sociologia - versão editada sara
Roteiro de trabalho   1º ano - os clássicos da sociologia - versão editada saraRoteiro de trabalho   1º ano - os clássicos da sociologia - versão editada sara
Roteiro de trabalho 1º ano - os clássicos da sociologia - versão editada sara
 
História pré-vestibular impacto - sociologia - exercícios
História   pré-vestibular impacto - sociologia - exercíciosHistória   pré-vestibular impacto - sociologia - exercícios
História pré-vestibular impacto - sociologia - exercícios
 
Introducão à Sociologia - Prof.Altair Aguilar.
Introducão à Sociologia - Prof.Altair Aguilar.Introducão à Sociologia - Prof.Altair Aguilar.
Introducão à Sociologia - Prof.Altair Aguilar.
 
Introdução à Sociologia
Introdução à SociologiaIntrodução à Sociologia
Introdução à Sociologia
 
Historia total
Historia totalHistoria total
Historia total
 
Apostila de sociologia - Volume 3
Apostila de sociologia - Volume 3Apostila de sociologia - Volume 3
Apostila de sociologia - Volume 3
 
Movimentos sociais
Movimentos sociais Movimentos sociais
Movimentos sociais
 
Apostila sociologia da educação fak
Apostila sociologia da educação   fakApostila sociologia da educação   fak
Apostila sociologia da educação fak
 
Sociologia 2° ano e 3ª eja
Sociologia 2° ano e 3ª ejaSociologia 2° ano e 3ª eja
Sociologia 2° ano e 3ª eja
 
Sociologia da Educação - Max Weber Sociologia compreensiva, Desencantamento e...
Sociologia da Educação - Max Weber Sociologia compreensiva, Desencantamento e...Sociologia da Educação - Max Weber Sociologia compreensiva, Desencantamento e...
Sociologia da Educação - Max Weber Sociologia compreensiva, Desencantamento e...
 
Sociologia planejamento 2015
Sociologia planejamento 2015Sociologia planejamento 2015
Sociologia planejamento 2015
 
História do brasil enem cultura, patrimônio e diversidade cultural
História do brasil enem cultura, patrimônio e diversidade culturalHistória do brasil enem cultura, patrimônio e diversidade cultural
História do brasil enem cultura, patrimônio e diversidade cultural
 
Planejamento anual de sociologia
Planejamento anual de sociologiaPlanejamento anual de sociologia
Planejamento anual de sociologia
 
História de mato grosso período colonial
História de mato grosso   período colonialHistória de mato grosso   período colonial
História de mato grosso período colonial
 
Sociologia - Michel Foucalt
Sociologia - Michel FoucaltSociologia - Michel Foucalt
Sociologia - Michel Foucalt
 

Semelhante a Sociologia resumo

Aula - Conceito Geral da Sociologia.pptx
Aula - Conceito Geral da Sociologia.pptxAula - Conceito Geral da Sociologia.pptx
Aula - Conceito Geral da Sociologia.pptx
LucianoSoares624804
 
Introdução a Teorias Sociológicas.ppt
Introdução a Teorias Sociológicas.pptIntrodução a Teorias Sociológicas.ppt
Introdução a Teorias Sociológicas.ppt
LunaAetanaRibeiroSoa1
 
Introdução a Teorias Sociológicas.ppt
Introdução a Teorias Sociológicas.pptIntrodução a Teorias Sociológicas.ppt
Introdução a Teorias Sociológicas.ppt
Paulo Cacela
 
39237_d53306527e2acfbd1ec6a9a7751f0849.pdf
39237_d53306527e2acfbd1ec6a9a7751f0849.pdf39237_d53306527e2acfbd1ec6a9a7751f0849.pdf
39237_d53306527e2acfbd1ec6a9a7751f0849.pdf
jullyanafreitas1
 
Sociologia e Sociedade - Prof.Altair Aguilar.
Sociologia e Sociedade - Prof.Altair Aguilar.Sociologia e Sociedade - Prof.Altair Aguilar.
Sociologia e Sociedade - Prof.Altair Aguilar.
Altair Moisés Aguilar
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
aulasgege
 
Fichamento O Que é Sociologia
Fichamento   O Que é SociologiaFichamento   O Que é Sociologia
Fichamento O Que é Sociologia
Wladimir Crippa
 
Ciêcia Política_Cap.3_Paulo Bonavides
Ciêcia Política_Cap.3_Paulo BonavidesCiêcia Política_Cap.3_Paulo Bonavides
Ciêcia Política_Cap.3_Paulo Bonavides
Gaspar Neto
 
Os classicos da_sociologia_durkheim
Os classicos da_sociologia_durkheimOs classicos da_sociologia_durkheim
Os classicos da_sociologia_durkheim
Lucio Braga
 
Clássicos da sociologia 2
Clássicos da sociologia 2Clássicos da sociologia 2
Clássicos da sociologia 2
Claudinei Leite
 
Sociologia introdução - o que é, principais pensamentos e pensadores
Sociologia   introdução - o que é, principais pensamentos e pensadoresSociologia   introdução - o que é, principais pensamentos e pensadores
Sociologia introdução - o que é, principais pensamentos e pensadores
Daniele Rubim
 
Aula sobre sociologia clássica
Aula sobre sociologia clássicaAula sobre sociologia clássica
Aula sobre sociologia clássica
josiwedig1
 
Sociologia introduo-oqueprincipaispensamentosepensadores
Sociologia introduo-oqueprincipaispensamentosepensadoresSociologia introduo-oqueprincipaispensamentosepensadores
Sociologia introduo-oqueprincipaispensamentosepensadores
Adeilton Berg Mendes
 
Positivismo e a sociologia em augusto comte st
Positivismo e a sociologia em augusto comte  stPositivismo e a sociologia em augusto comte  st
Positivismo e a sociologia em augusto comte st
Lucio Braga
 
Os classicos da_sociologia_ completo
Os classicos da_sociologia_ completoOs classicos da_sociologia_ completo
Os classicos da_sociologia_ completo
Marcus Vinicius
 
Mam 251
Mam 251 Mam 251
Mam 251
Carmem Rocha
 
Apostila de sociologia_1ano
Apostila de sociologia_1anoApostila de sociologia_1ano
Apostila de sociologia_1ano
José Soares Filho
 
Sociologia positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
Sociologia   positivismo, marxismo e sociologia compreensivaSociologia   positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
Sociologia positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
Daniele Rubim
 
Sociologia geral
Sociologia geralSociologia geral
Sociologia geral
Lourival Queiroz
 
Teóricos da sociologia. as perspectívas sociológicas clássicas
Teóricos da sociologia. as perspectívas sociológicas clássicasTeóricos da sociologia. as perspectívas sociológicas clássicas
Teóricos da sociologia. as perspectívas sociológicas clássicas
Otávio Miécio Santos Sampaio
 

Semelhante a Sociologia resumo (20)

Aula - Conceito Geral da Sociologia.pptx
Aula - Conceito Geral da Sociologia.pptxAula - Conceito Geral da Sociologia.pptx
Aula - Conceito Geral da Sociologia.pptx
 
Introdução a Teorias Sociológicas.ppt
Introdução a Teorias Sociológicas.pptIntrodução a Teorias Sociológicas.ppt
Introdução a Teorias Sociológicas.ppt
 
Introdução a Teorias Sociológicas.ppt
Introdução a Teorias Sociológicas.pptIntrodução a Teorias Sociológicas.ppt
Introdução a Teorias Sociológicas.ppt
 
39237_d53306527e2acfbd1ec6a9a7751f0849.pdf
39237_d53306527e2acfbd1ec6a9a7751f0849.pdf39237_d53306527e2acfbd1ec6a9a7751f0849.pdf
39237_d53306527e2acfbd1ec6a9a7751f0849.pdf
 
Sociologia e Sociedade - Prof.Altair Aguilar.
Sociologia e Sociedade - Prof.Altair Aguilar.Sociologia e Sociedade - Prof.Altair Aguilar.
Sociologia e Sociedade - Prof.Altair Aguilar.
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Fichamento O Que é Sociologia
Fichamento   O Que é SociologiaFichamento   O Que é Sociologia
Fichamento O Que é Sociologia
 
Ciêcia Política_Cap.3_Paulo Bonavides
Ciêcia Política_Cap.3_Paulo BonavidesCiêcia Política_Cap.3_Paulo Bonavides
Ciêcia Política_Cap.3_Paulo Bonavides
 
Os classicos da_sociologia_durkheim
Os classicos da_sociologia_durkheimOs classicos da_sociologia_durkheim
Os classicos da_sociologia_durkheim
 
Clássicos da sociologia 2
Clássicos da sociologia 2Clássicos da sociologia 2
Clássicos da sociologia 2
 
Sociologia introdução - o que é, principais pensamentos e pensadores
Sociologia   introdução - o que é, principais pensamentos e pensadoresSociologia   introdução - o que é, principais pensamentos e pensadores
Sociologia introdução - o que é, principais pensamentos e pensadores
 
Aula sobre sociologia clássica
Aula sobre sociologia clássicaAula sobre sociologia clássica
Aula sobre sociologia clássica
 
Sociologia introduo-oqueprincipaispensamentosepensadores
Sociologia introduo-oqueprincipaispensamentosepensadoresSociologia introduo-oqueprincipaispensamentosepensadores
Sociologia introduo-oqueprincipaispensamentosepensadores
 
Positivismo e a sociologia em augusto comte st
Positivismo e a sociologia em augusto comte  stPositivismo e a sociologia em augusto comte  st
Positivismo e a sociologia em augusto comte st
 
Os classicos da_sociologia_ completo
Os classicos da_sociologia_ completoOs classicos da_sociologia_ completo
Os classicos da_sociologia_ completo
 
Mam 251
Mam 251 Mam 251
Mam 251
 
Apostila de sociologia_1ano
Apostila de sociologia_1anoApostila de sociologia_1ano
Apostila de sociologia_1ano
 
Sociologia positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
Sociologia   positivismo, marxismo e sociologia compreensivaSociologia   positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
Sociologia positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
 
Sociologia geral
Sociologia geralSociologia geral
Sociologia geral
 
Teóricos da sociologia. as perspectívas sociológicas clássicas
Teóricos da sociologia. as perspectívas sociológicas clássicasTeóricos da sociologia. as perspectívas sociológicas clássicas
Teóricos da sociologia. as perspectívas sociológicas clássicas
 

Mais de Edenilson Morais

Simulado História do Brasil e do História do Maranhão
Simulado História do Brasil e do História do MaranhãoSimulado História do Brasil e do História do Maranhão
Simulado História do Brasil e do História do Maranhão
Edenilson Morais
 
HISTÓRIA DE MATO GROSSO PERÍODO IMPERIAL (DETRAN-MT 2015)
HISTÓRIA DE MATO GROSSO PERÍODO IMPERIAL (DETRAN-MT 2015)HISTÓRIA DE MATO GROSSO PERÍODO IMPERIAL (DETRAN-MT 2015)
HISTÓRIA DE MATO GROSSO PERÍODO IMPERIAL (DETRAN-MT 2015)
Edenilson Morais
 
Período colonial de Mato Grosso (Atividades)
Período colonial de Mato Grosso (Atividades)Período colonial de Mato Grosso (Atividades)
Período colonial de Mato Grosso (Atividades)
Edenilson Morais
 
A nova historia cultural
A nova historia culturalA nova historia cultural
A nova historia cultural
Edenilson Morais
 
Guerraspunicas
GuerraspunicasGuerraspunicas
Guerraspunicas
Edenilson Morais
 
Aulão de história regional - UNEMAT 2014
Aulão de história regional - UNEMAT 2014Aulão de história regional - UNEMAT 2014
Aulão de história regional - UNEMAT 2014
Edenilson Morais
 
As origens do totalitarismo de hannah arendt
As origens do totalitarismo de hannah arendtAs origens do totalitarismo de hannah arendt
As origens do totalitarismo de hannah arendt
Edenilson Morais
 
Durkheim suicidio
Durkheim suicidioDurkheim suicidio
Durkheim suicidio
Edenilson Morais
 
A crise feudal e a ascensão dos estados modernos
A crise feudal e a ascensão dos estados modernosA crise feudal e a ascensão dos estados modernos
A crise feudal e a ascensão dos estados modernos
Edenilson Morais
 
Sociologia globalização
Sociologia globalizaçãoSociologia globalização
Sociologia globalização
Edenilson Morais
 
A visão da afro
A visão da afroA visão da afro
A visão da afro
Edenilson Morais
 
Cartazes da 1ª guerra
Cartazes da 1ª guerraCartazes da 1ª guerra
Cartazes da 1ª guerra
Edenilson Morais
 
Artigos de história da sexualidade
Artigos de história da sexualidadeArtigos de história da sexualidade
Artigos de história da sexualidade
Edenilson Morais
 
Weber e o capitalismo
Weber e o capitalismoWeber e o capitalismo
Weber e o capitalismo
Edenilson Morais
 
Apostila do 3º ano 2011
Apostila do 3º ano 2011Apostila do 3º ano 2011
Apostila do 3º ano 2011
Edenilson Morais
 
ANTIGUIDADE ORIENTAL - CRESCENTE FÉRTIL
ANTIGUIDADE ORIENTAL - CRESCENTE FÉRTILANTIGUIDADE ORIENTAL - CRESCENTE FÉRTIL
ANTIGUIDADE ORIENTAL - CRESCENTE FÉRTIL
Edenilson Morais
 
A pré história
A pré históriaA pré história
A pré história
Edenilson Morais
 
Das Regências a proclamação da República
Das Regências a proclamação da RepúblicaDas Regências a proclamação da República
Das Regências a proclamação da República
Edenilson Morais
 
Curso cidades-aula-2
Curso cidades-aula-2Curso cidades-aula-2
Curso cidades-aula-2
Edenilson Morais
 
A vila Real do Senhor Bom Jesus de Cuiabá
A vila Real do Senhor Bom Jesus de CuiabáA vila Real do Senhor Bom Jesus de Cuiabá
A vila Real do Senhor Bom Jesus de Cuiabá
Edenilson Morais
 

Mais de Edenilson Morais (20)

Simulado História do Brasil e do História do Maranhão
Simulado História do Brasil e do História do MaranhãoSimulado História do Brasil e do História do Maranhão
Simulado História do Brasil e do História do Maranhão
 
HISTÓRIA DE MATO GROSSO PERÍODO IMPERIAL (DETRAN-MT 2015)
HISTÓRIA DE MATO GROSSO PERÍODO IMPERIAL (DETRAN-MT 2015)HISTÓRIA DE MATO GROSSO PERÍODO IMPERIAL (DETRAN-MT 2015)
HISTÓRIA DE MATO GROSSO PERÍODO IMPERIAL (DETRAN-MT 2015)
 
Período colonial de Mato Grosso (Atividades)
Período colonial de Mato Grosso (Atividades)Período colonial de Mato Grosso (Atividades)
Período colonial de Mato Grosso (Atividades)
 
A nova historia cultural
A nova historia culturalA nova historia cultural
A nova historia cultural
 
Guerraspunicas
GuerraspunicasGuerraspunicas
Guerraspunicas
 
Aulão de história regional - UNEMAT 2014
Aulão de história regional - UNEMAT 2014Aulão de história regional - UNEMAT 2014
Aulão de história regional - UNEMAT 2014
 
As origens do totalitarismo de hannah arendt
As origens do totalitarismo de hannah arendtAs origens do totalitarismo de hannah arendt
As origens do totalitarismo de hannah arendt
 
Durkheim suicidio
Durkheim suicidioDurkheim suicidio
Durkheim suicidio
 
A crise feudal e a ascensão dos estados modernos
A crise feudal e a ascensão dos estados modernosA crise feudal e a ascensão dos estados modernos
A crise feudal e a ascensão dos estados modernos
 
Sociologia globalização
Sociologia globalizaçãoSociologia globalização
Sociologia globalização
 
A visão da afro
A visão da afroA visão da afro
A visão da afro
 
Cartazes da 1ª guerra
Cartazes da 1ª guerraCartazes da 1ª guerra
Cartazes da 1ª guerra
 
Artigos de história da sexualidade
Artigos de história da sexualidadeArtigos de história da sexualidade
Artigos de história da sexualidade
 
Weber e o capitalismo
Weber e o capitalismoWeber e o capitalismo
Weber e o capitalismo
 
Apostila do 3º ano 2011
Apostila do 3º ano 2011Apostila do 3º ano 2011
Apostila do 3º ano 2011
 
ANTIGUIDADE ORIENTAL - CRESCENTE FÉRTIL
ANTIGUIDADE ORIENTAL - CRESCENTE FÉRTILANTIGUIDADE ORIENTAL - CRESCENTE FÉRTIL
ANTIGUIDADE ORIENTAL - CRESCENTE FÉRTIL
 
A pré história
A pré históriaA pré história
A pré história
 
Das Regências a proclamação da República
Das Regências a proclamação da RepúblicaDas Regências a proclamação da República
Das Regências a proclamação da República
 
Curso cidades-aula-2
Curso cidades-aula-2Curso cidades-aula-2
Curso cidades-aula-2
 
A vila Real do Senhor Bom Jesus de Cuiabá
A vila Real do Senhor Bom Jesus de CuiabáA vila Real do Senhor Bom Jesus de Cuiabá
A vila Real do Senhor Bom Jesus de Cuiabá
 

Sociologia resumo

  • 1. http://historiaonline.com.br SOCIOLOGIA - RESUMO Prof. Rodolfo PRINCIPAIS CORRENTES 1. AUGUSTO COMTE (1798 -1857) 1.1. Lei dos três estados:  1ª) Explicação dos fenômenos através de forças comparáveis aos homens.  2ª) Invocação de entidades abstratas (natureza).  3ª) Observações e relações regulares, estabelecendo as leis que governam os fatos (não se preocupa com a causa dos fatos). 1.2. IDADES DAS SOCIEDADES  Três idades das sociedades:  1ª) Idade Teológica.  2ª) Idade Metafísica.  3ª) Idade Positiva 1.3. INFLUÊNCIA DA BIOLOGIA  As ciências deixam de ser analíticas.  Caráter sintético da biologia.  Concepção de unidade histórica.  Não se explica a parte sem o todo.  Visão global ou total.  Objetivo da sociologia: a história da espécie humana. 1.4. CARÁTER IMPOSITIVO DA SOCIOLOGIA  Ciência do “todo histórico”.  Determina “o que foi, o que é e o que será”.  Visão determinista.  Realização da ordem humana e social.  Conceito de “fatalidade modificável”.  A sociologia deve catalisar os processos de mudanças. 1.5. TEMAS DA SOCIOLOGIA DE COMTE  1ª) Universalidade da sociedade européia industrial.  2ª) Universalidade do pensamento científico (submissão da moral, ética, religião à visão cientificista).  3ª) Como é possível explicar a diversidade humana diante de uma mesma essência? 1.6. A SOCIEDADE INDUSTRIAL PARA COMTE  1º) Organização científica.  2º) Desenvolvimento máximo da humanidade.  3º) Formação de massas operárias.  4º) Empregados X Empregadores.  5º) Produção de riqueza X Pobreza.  6º) Liberalismo: livre concorrência. 1.7. SOCIALISMO X LIBERALISMO  Comte se situa entre essas duas teorias.  Não é um doutrinário da propriedade privada.  Não é um reformador que se inclina à socialização dos meios de produção.  É um organizador que deseja manter a propriedade conquanto ela cumpra sua função social. 2. ÉMILE DURKHEIM (1858-1917) 2.1. FATO SOCIAL: coisa.  A sociologia consiste em analisar o fato social como coisa, ou seja, desprovida de preconceitos, ideais ou valores.  Análise objetiva da sociedade.  O conhecimento parte de fora para dentro.  O sociólogo é um “olho boiando sobre a sociedade”.  O fato social não pode ser explicado de maneira puramente psicológica.  Não há compreensão individual dos problemas sociológicos.  A sociedade extrapola a concepção de indivíduos (é mais do que a simples soma dos indivíduos que a compõe).  A sociologia é a ciência das instituições. 2.2. CONSCIÊNCIA COLETIVA  Elemento de ligação entre indivíduos em uma sociedade sem diferenciação solidariedade mecânica).  Com a diferenciação, diminui a percepção da consciência coletiva.  Logo, estruturas rígidas de interpretação moral deixam de existir.  Direito repressivo: punição.  Direito restitutivo: restabelecer o estado das coisas  Crime: definição relativista. 2.3. TIPOS DE SOLIDARIEDADE  Mecânica: o indivíduo é ligado diretamente à sociedade, não há diferenciações de grande porte, prevalecendo o caráter coletivo.  Orgânica: depende da sociedade e das partes que a compõe, ou seja, há diferenciação entre as partes que cooperam entre si para o todo.  Suicídio 2.4 INDIVÍDUO X GRUPO.
  • 2. http://historiaonline.com.br SOCIOLOGIA - RESUMO Prof. Rodolfo  O indivíduo torna-se cada vez mais consciente (não aceita imperativos).  Exige mais do que a sociedade pode oferecer.  A sociedade surge como um elemento disciplinador.  Taxa de suicídio: constante.  Tipos de suicídio  Egoísta: pensamento individualista, desligado do contexto social.  Altruísta: sacrifício por um imperativo social interiorizado, obedecendo ao que o grupo lhe ordena, a ponto de sufocar o próprio instinto de conservação.  Anômico: irritação associada às numerosas situações de decepções oferecidas pela vida moderna. 2.5. FATO PATOLÓGICO E ANOMIA  Fatos que, dentro da solidariedade orgânica, colocam em risco as relações entre as partes da sociedade, rompendo as regras de solidariedade.  Pautam-se numa incapacidade de se perceber a função a ser exercida dentro da sociedade. 3. O PENSAMENTO SOCIALISTA  Crítica à propriedade privada.  Origem: J.J. Rousseau.  Homem: Tabula Rasa.  Propriedade: princípio da desigualdade.  Sociedade: Formada pelos homens  Formadora dos homens.  “Bom Selvagem” X “Corrupção do Homem”. 3.1. SOLUÇÃO DE ROUSSEAU  Novo contrato social:  Fim da propriedade privada;  Educação universal;  Democracia. 3.2. O SOCIALISMO CIENTÍFICO  Análise dos mecanismos econômicos e sociais do capitalismo.  Compreensão da realidade para transformá-la. 3.3. TEÓRICOS DO SOCIALISMO CIENTÍFICO:  Karl Marx (1818-1883) o Obras:  O Capital,  Salário Preço e Lucro,  A questão Judaica,  A Miséria da Filosofia.  Manifesto do Partido Comunista,  A Ideologia Alemã  Friederich Engels (1820-95) o Obras:  A Origem da Família, da propriedade privada e do Estado.  A situação da classe trabalhadora na Inglaterra. 3.4. CONCEITOS  Materialismo Histórico.  Infra e Superestrutura  Ideologia e Alienação.  Fetichismo da mercadoria.  Mais-valia.  Luta de Classes.  Dialética. 3.5. A DIALÉTICA NA LUTA DE CLASSES  Consciência de Classe.  Partido Comunista.  Revolução Etapista.  Socialismo: etapa de transição para o Comunismo.  Ditadura do Proletariado. 4. MAX WEBER 4.1. CONCEITOS:  Sociologia Compreensiva.  Conhecimento possível.  REALIDADE:  Feixe inesgotável de fatos.  Imputação causal.  Tipos ideais.  Dominação tradicional, racional e carismática.