SlideShare uma empresa Scribd logo
Era NapoleônicaEra Napoleônica
Prof. Douglas Barraqui
A ascensão política de Napoleão
Napoleone di Buonaparte nasceu na ilha
de Córsega em 15 de agosto de 1769;
15 anos - admitido como cadete na
Escola Militar de Paris;
16 anos - tenente do exército francês;
Golpe de 18 brumário.
A ascensão política de Napoleão
Consulado (1799 - 1804)
Consulado - órgão executivo
formado por três cônsules.
Como primeiro-cônsul Napoleão
podia:
Propor leis,
Declarar guerra,
Firmar acordos de paz,
Nomear funcionários para os
departamentos administrativos.
Jean Jacques Régis de Cambacérès, Napoleão
Bonaparte e Charles-François Lebrun.
Aspectos Políticos:
Banco da França:
Controle da emissão de papel-moeda, evitando o aumento generalizado
dos preços de produtos.
Franco (novo padrão monetário).
Criou tarifas protecionistas.
Consulado (1799 - 1804)
Aspectos Econômicos:
 Código Civil Napoleônico:
Abolia definitivamente os privilégios do clero e
da nobreza,
Protegia a propriedade privada
Igualdade de todos perante a lei.
Aspectos Sociais:
Consulado (1799 - 1804)
1801 - Concordata entre a Igreja Católica e
o Estado:
O Catolicismo seria "a religião da grande
maioria dos franceses", porém não a religião
oficial, em respeito ao Protestantismo;
O Imperador nomearia os bispos, mas o
Papa teria o poder de expulsá-los;
O Estado iria arcar com as despesas e
subsídios do clero;
A Igreja renunciaria a todos as reivindicações
dos territórios tomados pela França desde
1790;
Estabelecimento do Calendário gregoriano
em detrimento do Calendário republicano.
Aspecto Religioso:
Consulado (1799 - 1804)
Papa Pio VII
Jacques-Louis David - A Coroação de
Napoleão
Coroação de Napoleão:
Império (1804 - 1815)
1803 - Inglaterra, Áustria,
Prússia e Rússia uniram-se e
declararam guerra à França.
Bloqueio Continental
Império (1804 - 1815)
As guerras napoleônicas:
Napoleão cruzando os
Alpes
Jacques-Louis David -
Passagem de Napoleão e de
seu exército pelos Alpes
Austríacos em 1800.
Tropas austríacas rendem-se a
Napoleão nos arredores de Ulm
1812 - Napoleão invadiu o território da Rússia:
Império (1804 - 1815)
As guerras napoleônicas:
“Tática de terra
arrasada”
França em 1789
Territórios anexados
Aliados de Napoleão
Inimigos de Napoleão
Luís XVIII, irmão de Luís XVI, é
entronado;
Insatisfação popular;
Napoleão fugiu do exílio e dirigiu-se para
Paris.
1815 – junho - Rússia, Áustria, Prússia
e Inglaterra - batalha de Waterloo, na
Bélgica.
Exílio na ilha de Santa Helena, no sul
do oceano Atlântico.
Império (1804 - 1815)
O Governo de Cem Dias:
A Batalha de Waterloo, 1815. - Clément-
Auguste Andrieux.
5 de Maio de 1821 – Napoleão morre de úlcera provocada por uma má
dieta
Império (1804 - 1815)
Morte de Napoleão:
REFERÊNCIAS
• AZEVEDO, Gislane Campos; SERIACOPI, Reinaldo. Projeto Teláris: história 8°
ano. São Paulo: Ática, 1º ed., 2012.
• CAPELLARI, Marcos Alexandre; NOGUEIRA, Fausto Henrique Gomes. História:
ser protagonista - Volume único. Ensino Médio. 1ª Ed. São Paulo: SM. 2010.
• COTRIM, Gilberto. História Global – Brasil e Geral. Volume Único. Ensino
Médio. 8ª Ed. São Paulo: Saraiva 2005.
• MOZER, Sônia & TELLES, Vera. Descobrindo a História. São Paulo: Ed. Ática,
2002.
• PILETTI, Nelson & PILETTI, Claudico. História & Vida Integrada. São Paulo: Ed.
Ática, 2002.
• Projeto Araribá: História – 8° ano. /Obra coletiva/ São Paulo: Editora
Moderna, 2010. Editora Responsável: Maria Raquel Apolinário Melani.
• Uno: Sistema de Ensino – História –8° ano. São Paulo: Grupo Santillana, 2011.
Editor Responsável: Angélica Pizzutto Pozzani.
• VICENTINO, Cláudio. Viver a História: Ensino Fundamental. São Paulo: Ed.
Scipione, 2002.
Nota do autor:
Muitos dos slides aqui postados estão disponíveis para dowloading. Outros, porém, por
questões de direitos autorais e direitos de imagens, não estão disponíveis para serem
baixados gratuitamente.
Caso você queira algum desses arquivos, ou mesmo encomendar alguma apresentação
com um tema em especial, entre em contato comigo pelo E-mail
(ambientalhistoria@gmail.com).
Visite minha página na internet:
www.dougnahistoria.blogspot.com.br
Prof. Douglas Barraqui
_______________________
PROF. DE HISTÓRIA
(ENSINO FUNDAMENTAL / MÉDIO / PREPARATÓRIOS PARA CONCURSO, PRÉ-VESTIBULAR
E PRÉ-IFES)
TEL: (27) 99732-1315 / (27) 98889-1622
E-Mail: ambientalhistoria@gmail.com
Páginas na internet:
www.dougnahistoria.blogspot.com
www.ambietalhistoria.blogspot.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Primeiro Reinado
Primeiro ReinadoPrimeiro Reinado
Primeiro Reinado
Claudenilson da Silva
 
Imperialismo - Neocolonialismo - Partilha da África e da Ásia
Imperialismo - Neocolonialismo - Partilha da África e da ÁsiaImperialismo - Neocolonialismo - Partilha da África e da Ásia
Imperialismo - Neocolonialismo - Partilha da África e da Ásia
Portal do Vestibulando
 
Imperialismo e neocolonialismo
Imperialismo e neocolonialismoImperialismo e neocolonialismo
Imperialismo e neocolonialismo
Paulo Alexandre
 
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 19183ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
Daniel Alves Bronstrup
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
Paulo Alexandre
 
Revolução francesa 8º
Revolução francesa 8ºRevolução francesa 8º
Revolução francesa 8º
Vagner Roberto
 
Vinda Da Familia Real Para O Brasil
Vinda Da Familia Real Para O BrasilVinda Da Familia Real Para O Brasil
Vinda Da Familia Real Para O Brasil
henrique.jay
 
Colonizacao espanhola-america
Colonizacao espanhola-americaColonizacao espanhola-america
Colonizacao espanhola-america
Marcos Oliveira
 
Brasil Pré Colonial (1500 1530)
Brasil Pré Colonial (1500 1530)Brasil Pré Colonial (1500 1530)
Brasil Pré Colonial (1500 1530)
dmflores21
 
A revolução inglesa
A revolução inglesaA revolução inglesa
A revolução inglesa
Janayna Lira
 
Chegada da família real ao brasil
Chegada da família real ao brasilChegada da família real ao brasil
Chegada da família real ao brasil
Geová da Silva
 
Independência do Brasil
Independência do BrasilIndependência do Brasil
Independência do Brasil
Janaína Tavares
 
Brasil invasões estrangeiras - francesas e holandesas
Brasil invasões estrangeiras - francesas e holandesasBrasil invasões estrangeiras - francesas e holandesas
Brasil invasões estrangeiras - francesas e holandesas
Celso Firmino História, Filosofia, Sociologia
 
Guerra fria completa - YouTube Link: https://youtu.be/XhS9vFASWjU
Guerra fria completa - YouTube Link: https://youtu.be/XhS9vFASWjUGuerra fria completa - YouTube Link: https://youtu.be/XhS9vFASWjU
Guerra fria completa - YouTube Link: https://youtu.be/XhS9vFASWjU
Kéliton Ferreira
 
Brasil imperial
Brasil imperialBrasil imperial
Brasil imperial
Vivihistoria
 
Primeira República
Primeira RepúblicaPrimeira República
Primeira República
isameucci
 
Segundo reinado (1840 1889)
Segundo reinado (1840 1889)Segundo reinado (1840 1889)
Segundo reinado (1840 1889)
Isaquel Silva
 
Grandes navegações
Grandes navegaçõesGrandes navegações
Grandes navegações
Fabiana Tonsis
 
E.U.A no século XIX.
E.U.A no século XIX.E.U.A no século XIX.
E.U.A no século XIX.
Privada
 
Brasil colônia
Brasil colônia Brasil colônia
Brasil colônia
Elaine Bogo Pavani
 

Mais procurados (20)

Primeiro Reinado
Primeiro ReinadoPrimeiro Reinado
Primeiro Reinado
 
Imperialismo - Neocolonialismo - Partilha da África e da Ásia
Imperialismo - Neocolonialismo - Partilha da África e da ÁsiaImperialismo - Neocolonialismo - Partilha da África e da Ásia
Imperialismo - Neocolonialismo - Partilha da África e da Ásia
 
Imperialismo e neocolonialismo
Imperialismo e neocolonialismoImperialismo e neocolonialismo
Imperialismo e neocolonialismo
 
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 19183ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
 
Revolução francesa 8º
Revolução francesa 8ºRevolução francesa 8º
Revolução francesa 8º
 
Vinda Da Familia Real Para O Brasil
Vinda Da Familia Real Para O BrasilVinda Da Familia Real Para O Brasil
Vinda Da Familia Real Para O Brasil
 
Colonizacao espanhola-america
Colonizacao espanhola-americaColonizacao espanhola-america
Colonizacao espanhola-america
 
Brasil Pré Colonial (1500 1530)
Brasil Pré Colonial (1500 1530)Brasil Pré Colonial (1500 1530)
Brasil Pré Colonial (1500 1530)
 
A revolução inglesa
A revolução inglesaA revolução inglesa
A revolução inglesa
 
Chegada da família real ao brasil
Chegada da família real ao brasilChegada da família real ao brasil
Chegada da família real ao brasil
 
Independência do Brasil
Independência do BrasilIndependência do Brasil
Independência do Brasil
 
Brasil invasões estrangeiras - francesas e holandesas
Brasil invasões estrangeiras - francesas e holandesasBrasil invasões estrangeiras - francesas e holandesas
Brasil invasões estrangeiras - francesas e holandesas
 
Guerra fria completa - YouTube Link: https://youtu.be/XhS9vFASWjU
Guerra fria completa - YouTube Link: https://youtu.be/XhS9vFASWjUGuerra fria completa - YouTube Link: https://youtu.be/XhS9vFASWjU
Guerra fria completa - YouTube Link: https://youtu.be/XhS9vFASWjU
 
Brasil imperial
Brasil imperialBrasil imperial
Brasil imperial
 
Primeira República
Primeira RepúblicaPrimeira República
Primeira República
 
Segundo reinado (1840 1889)
Segundo reinado (1840 1889)Segundo reinado (1840 1889)
Segundo reinado (1840 1889)
 
Grandes navegações
Grandes navegaçõesGrandes navegações
Grandes navegações
 
E.U.A no século XIX.
E.U.A no século XIX.E.U.A no século XIX.
E.U.A no século XIX.
 
Brasil colônia
Brasil colônia Brasil colônia
Brasil colônia
 

Destaque

Era Napoleônica
Era NapoleônicaEra Napoleônica
Era Napoleônica
Lutero Ramos
 
História da américa anglo saxônica
História da américa anglo saxônicaHistória da américa anglo saxônica
História da américa anglo saxônica
Douglas Barraqui
 
Resumo era napoleonica
Resumo   era napoleonicaResumo   era napoleonica
Resumo era napoleonica
Claudenilson da Silva
 
A era napoleônica
A era napoleônicaA era napoleônica
A era napoleônica
Ueber Vale
 
Era Napoleônica
Era NapoleônicaEra Napoleônica
Era Napoleônica
eiprofessor
 
Era napoleonica
Era napoleonicaEra napoleonica
Era napoleonica
Isabel Aguiar
 
Era napoleonica 2013
Era napoleonica 2013Era napoleonica 2013
Era napoleonica 2013
Isabel Aguiar
 
A era napoleônica
A era napoleônicaA era napoleônica
A era napoleônica
Wellersonln
 
Revolução Francesa
Revolução FrancesaRevolução Francesa
Revolução Francesa
edna2
 
FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?
FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?
FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?
Douglas Barraqui
 
Slides revolução francesa
Slides revolução francesaSlides revolução francesa
Slides revolução francesa
profalced04
 
Releitura das obras de Nice Nascimento Avanza
Releitura das obras de Nice Nascimento AvanzaReleitura das obras de Nice Nascimento Avanza
Releitura das obras de Nice Nascimento Avanza
Douglas Barraqui
 
Era napoleônica
Era napoleônicaEra napoleônica
Era napoleônica
Isabel Aguiar
 
MÓDULO 01 – POSITIVISMO E REVOLUÇÃO INDUSTRIAL
MÓDULO 01 – POSITIVISMO E REVOLUÇÃO INDUSTRIALMÓDULO 01 – POSITIVISMO E REVOLUÇÃO INDUSTRIAL
MÓDULO 01 – POSITIVISMO E REVOLUÇÃO INDUSTRIAL
Douglas Barraqui
 
Napoleão Bonaparte
Napoleão BonaparteNapoleão Bonaparte
Napoleão Bonaparte
lubeliaduarte
 
Grandes Navegações
Grandes NavegaçõesGrandes Navegações
Grandes Navegações
Douglas Barraqui
 
Das Revoluções Inglesa à Revolução Industrial
Das Revoluções Inglesa à Revolução IndustrialDas Revoluções Inglesa à Revolução Industrial
Das Revoluções Inglesa à Revolução Industrial
Douglas Barraqui
 
Revolução Socialista na China e a Guerra do Vietnã
Revolução Socialista na China e a Guerra do VietnãRevolução Socialista na China e a Guerra do Vietnã
Revolução Socialista na China e a Guerra do Vietnã
Douglas Barraqui
 
Governos democráticos
Governos democráticosGovernos democráticos
Governos democráticos
Douglas Barraqui
 
Era Napoleônica e Congresso de Viena
Era Napoleônica e Congresso de VienaEra Napoleônica e Congresso de Viena
Era Napoleônica e Congresso de Viena
isameucci
 

Destaque (20)

Era Napoleônica
Era NapoleônicaEra Napoleônica
Era Napoleônica
 
História da américa anglo saxônica
História da américa anglo saxônicaHistória da américa anglo saxônica
História da américa anglo saxônica
 
Resumo era napoleonica
Resumo   era napoleonicaResumo   era napoleonica
Resumo era napoleonica
 
A era napoleônica
A era napoleônicaA era napoleônica
A era napoleônica
 
Era Napoleônica
Era NapoleônicaEra Napoleônica
Era Napoleônica
 
Era napoleonica
Era napoleonicaEra napoleonica
Era napoleonica
 
Era napoleonica 2013
Era napoleonica 2013Era napoleonica 2013
Era napoleonica 2013
 
A era napoleônica
A era napoleônicaA era napoleônica
A era napoleônica
 
Revolução Francesa
Revolução FrancesaRevolução Francesa
Revolução Francesa
 
FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?
FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?
FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?
 
Slides revolução francesa
Slides revolução francesaSlides revolução francesa
Slides revolução francesa
 
Releitura das obras de Nice Nascimento Avanza
Releitura das obras de Nice Nascimento AvanzaReleitura das obras de Nice Nascimento Avanza
Releitura das obras de Nice Nascimento Avanza
 
Era napoleônica
Era napoleônicaEra napoleônica
Era napoleônica
 
MÓDULO 01 – POSITIVISMO E REVOLUÇÃO INDUSTRIAL
MÓDULO 01 – POSITIVISMO E REVOLUÇÃO INDUSTRIALMÓDULO 01 – POSITIVISMO E REVOLUÇÃO INDUSTRIAL
MÓDULO 01 – POSITIVISMO E REVOLUÇÃO INDUSTRIAL
 
Napoleão Bonaparte
Napoleão BonaparteNapoleão Bonaparte
Napoleão Bonaparte
 
Grandes Navegações
Grandes NavegaçõesGrandes Navegações
Grandes Navegações
 
Das Revoluções Inglesa à Revolução Industrial
Das Revoluções Inglesa à Revolução IndustrialDas Revoluções Inglesa à Revolução Industrial
Das Revoluções Inglesa à Revolução Industrial
 
Revolução Socialista na China e a Guerra do Vietnã
Revolução Socialista na China e a Guerra do VietnãRevolução Socialista na China e a Guerra do Vietnã
Revolução Socialista na China e a Guerra do Vietnã
 
Governos democráticos
Governos democráticosGovernos democráticos
Governos democráticos
 
Era Napoleônica e Congresso de Viena
Era Napoleônica e Congresso de VienaEra Napoleônica e Congresso de Viena
Era Napoleônica e Congresso de Viena
 

Semelhante a Era Napoleônica

Era napoleônica
Era napoleônicaEra napoleônica
Era napoleônica
Denis Gasco
 
Napoleao
NapoleaoNapoleao
Napoleao
historianery
 
Revolução Francesa e Era Napoleonica
Revolução Francesa e Era NapoleonicaRevolução Francesa e Era Napoleonica
Revolução Francesa e Era Napoleonica
Isabel Aguiar
 
Era napoleônica
Era napoleônicaEra napoleônica
Era napoleônica
PROFºWILTONREIS
 
2009 aula 02 era napoleônica nuccia
2009 aula 02 era napoleônica nuccia2009 aula 02 era napoleônica nuccia
2009 aula 02 era napoleônica nuccia
Núcia História
 
A vida de napoleão
A vida de napoleãoA vida de napoleão
A vida de napoleão
tichasimao
 
03 era napoleônica ii
03   era napoleônica ii03   era napoleônica ii
03 era napoleônica ii
Marcilio Reginaldo
 
Periodo napoleonico
Periodo napoleonicoPeriodo napoleonico
Periodo napoleonico
profabiorodrigues
 
Era napoleônica (1799 1815 )pdf
Era napoleônica (1799   1815 )pdfEra napoleônica (1799   1815 )pdf
Era napoleônica (1799 1815 )pdf
Celso Firmino História, Filosofia, Sociologia
 
Período napoleônico
Período napoleônicoPeríodo napoleônico
Período napoleônico
Daniel Monteiro
 
Napoleão
NapoleãoNapoleão
12. era napoleônica
12. era napoleônica12. era napoleônica
12. era napoleônica
José Augusto Fiorin
 
Era napoleônica
Era napoleônica Era napoleônica
Era napoleônica
Carlos Zaranza
 
A era napoleônica
A era napoleônicaA era napoleônica
A era napoleônica
Carlos Zaranza
 
Era napoleônica
Era napoleônicaEra napoleônica
Era napoleônica
Adriana Gomes Messias
 
Era napoleônica
Era napoleônicaEra napoleônica
Era napoleônica
guest39d69919
 
Era napoleônica 8 ano
Era napoleônica 8 anoEra napoleônica 8 ano
Era napoleônica 8 ano
Adriana Gomes Messias
 
ERA NAPOLEÔNICA
ERA NAPOLEÔNICAERA NAPOLEÔNICA
ERA NAPOLEÔNICA
isabelaguiar2010
 
Era napoleonica
Era napoleonicaEra napoleonica
Era napoleonica
Priscila Azeredo
 
O período napoleônico
O período napoleônicoO período napoleônico
O período napoleônico
Geovane Lima da Silva
 

Semelhante a Era Napoleônica (20)

Era napoleônica
Era napoleônicaEra napoleônica
Era napoleônica
 
Napoleao
NapoleaoNapoleao
Napoleao
 
Revolução Francesa e Era Napoleonica
Revolução Francesa e Era NapoleonicaRevolução Francesa e Era Napoleonica
Revolução Francesa e Era Napoleonica
 
Era napoleônica
Era napoleônicaEra napoleônica
Era napoleônica
 
2009 aula 02 era napoleônica nuccia
2009 aula 02 era napoleônica nuccia2009 aula 02 era napoleônica nuccia
2009 aula 02 era napoleônica nuccia
 
A vida de napoleão
A vida de napoleãoA vida de napoleão
A vida de napoleão
 
03 era napoleônica ii
03   era napoleônica ii03   era napoleônica ii
03 era napoleônica ii
 
Periodo napoleonico
Periodo napoleonicoPeriodo napoleonico
Periodo napoleonico
 
Era napoleônica (1799 1815 )pdf
Era napoleônica (1799   1815 )pdfEra napoleônica (1799   1815 )pdf
Era napoleônica (1799 1815 )pdf
 
Período napoleônico
Período napoleônicoPeríodo napoleônico
Período napoleônico
 
Napoleão
NapoleãoNapoleão
Napoleão
 
12. era napoleônica
12. era napoleônica12. era napoleônica
12. era napoleônica
 
Era napoleônica
Era napoleônica Era napoleônica
Era napoleônica
 
A era napoleônica
A era napoleônicaA era napoleônica
A era napoleônica
 
Era napoleônica
Era napoleônicaEra napoleônica
Era napoleônica
 
Era napoleônica
Era napoleônicaEra napoleônica
Era napoleônica
 
Era napoleônica 8 ano
Era napoleônica 8 anoEra napoleônica 8 ano
Era napoleônica 8 ano
 
ERA NAPOLEÔNICA
ERA NAPOLEÔNICAERA NAPOLEÔNICA
ERA NAPOLEÔNICA
 
Era napoleonica
Era napoleonicaEra napoleonica
Era napoleonica
 
O período napoleônico
O período napoleônicoO período napoleônico
O período napoleônico
 

Mais de Douglas Barraqui

FILOSOFIA - MÓDULO 01 - O QUE É O SER HUMANO?
FILOSOFIA - MÓDULO 01 - O QUE É O SER HUMANO?FILOSOFIA - MÓDULO 01 - O QUE É O SER HUMANO?
FILOSOFIA - MÓDULO 01 - O QUE É O SER HUMANO?
Douglas Barraqui
 
INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA ESPANHOLA
INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA ESPANHOLAINDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA ESPANHOLA
INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA ESPANHOLA
Douglas Barraqui
 
SOCIOLOGIA: CONSTRUÇÃO DA MODERNIDADE
SOCIOLOGIA: CONSTRUÇÃO DA MODERNIDADESOCIOLOGIA: CONSTRUÇÃO DA MODERNIDADE
SOCIOLOGIA: CONSTRUÇÃO DA MODERNIDADE
Douglas Barraqui
 
A BUSCA PELA VERDADE: SÓCRATES E PLATÃO
A BUSCA PELA VERDADE: SÓCRATES E PLATÃOA BUSCA PELA VERDADE: SÓCRATES E PLATÃO
A BUSCA PELA VERDADE: SÓCRATES E PLATÃO
Douglas Barraqui
 
OS PRIMÓRDIOS DA FILOSOFIA GREGA
OS PRIMÓRDIOS DA FILOSOFIA GREGAOS PRIMÓRDIOS DA FILOSOFIA GREGA
OS PRIMÓRDIOS DA FILOSOFIA GREGA
Douglas Barraqui
 
FORMAÇÃO DAS MONARQUIAS ABSOLUTISTAS
FORMAÇÃO DAS MONARQUIAS ABSOLUTISTASFORMAÇÃO DAS MONARQUIAS ABSOLUTISTAS
FORMAÇÃO DAS MONARQUIAS ABSOLUTISTAS
Douglas Barraqui
 
SOCIOLOGIA - DURKHEIM E WEBER
SOCIOLOGIA - DURKHEIM E WEBERSOCIOLOGIA - DURKHEIM E WEBER
SOCIOLOGIA - DURKHEIM E WEBER
Douglas Barraqui
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Douglas Barraqui
 
HIROSHIMA - BIANCA REIS - DARWIN COLATINA
HIROSHIMA - BIANCA REIS - DARWIN COLATINAHIROSHIMA - BIANCA REIS - DARWIN COLATINA
HIROSHIMA - BIANCA REIS - DARWIN COLATINA
Douglas Barraqui
 
SEGUNDA GRANDE GUERRA
SEGUNDA GRANDE GUERRASEGUNDA GRANDE GUERRA
SEGUNDA GRANDE GUERRA
Douglas Barraqui
 
Fenícios, hebreus e persas
Fenícios, hebreus e persasFenícios, hebreus e persas
Fenícios, hebreus e persas
Douglas Barraqui
 
Período Entre Guerras e Segunda Guerra
Período Entre Guerras e Segunda GuerraPeríodo Entre Guerras e Segunda Guerra
Período Entre Guerras e Segunda Guerra
Douglas Barraqui
 
As Reformas Protestantes e a Contra-reforma
As Reformas Protestantes e a Contra-reformaAs Reformas Protestantes e a Contra-reforma
As Reformas Protestantes e a Contra-reforma
Douglas Barraqui
 
A Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados NacionaisA Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados Nacionais
Douglas Barraqui
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Douglas Barraqui
 
Mesopotâmia
MesopotâmiaMesopotâmia
Mesopotâmia
Douglas Barraqui
 
Egito Antigo
Egito AntigoEgito Antigo
Egito Antigo
Douglas Barraqui
 
Crise do feudalismo: as transformações no sistema feudal
Crise do feudalismo: as transformações no sistema feudalCrise do feudalismo: as transformações no sistema feudal
Crise do feudalismo: as transformações no sistema feudal
Douglas Barraqui
 
Idade Média
Idade MédiaIdade Média
Idade Média
Douglas Barraqui
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
Douglas Barraqui
 

Mais de Douglas Barraqui (20)

FILOSOFIA - MÓDULO 01 - O QUE É O SER HUMANO?
FILOSOFIA - MÓDULO 01 - O QUE É O SER HUMANO?FILOSOFIA - MÓDULO 01 - O QUE É O SER HUMANO?
FILOSOFIA - MÓDULO 01 - O QUE É O SER HUMANO?
 
INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA ESPANHOLA
INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA ESPANHOLAINDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA ESPANHOLA
INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA ESPANHOLA
 
SOCIOLOGIA: CONSTRUÇÃO DA MODERNIDADE
SOCIOLOGIA: CONSTRUÇÃO DA MODERNIDADESOCIOLOGIA: CONSTRUÇÃO DA MODERNIDADE
SOCIOLOGIA: CONSTRUÇÃO DA MODERNIDADE
 
A BUSCA PELA VERDADE: SÓCRATES E PLATÃO
A BUSCA PELA VERDADE: SÓCRATES E PLATÃOA BUSCA PELA VERDADE: SÓCRATES E PLATÃO
A BUSCA PELA VERDADE: SÓCRATES E PLATÃO
 
OS PRIMÓRDIOS DA FILOSOFIA GREGA
OS PRIMÓRDIOS DA FILOSOFIA GREGAOS PRIMÓRDIOS DA FILOSOFIA GREGA
OS PRIMÓRDIOS DA FILOSOFIA GREGA
 
FORMAÇÃO DAS MONARQUIAS ABSOLUTISTAS
FORMAÇÃO DAS MONARQUIAS ABSOLUTISTASFORMAÇÃO DAS MONARQUIAS ABSOLUTISTAS
FORMAÇÃO DAS MONARQUIAS ABSOLUTISTAS
 
SOCIOLOGIA - DURKHEIM E WEBER
SOCIOLOGIA - DURKHEIM E WEBERSOCIOLOGIA - DURKHEIM E WEBER
SOCIOLOGIA - DURKHEIM E WEBER
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
HIROSHIMA - BIANCA REIS - DARWIN COLATINA
HIROSHIMA - BIANCA REIS - DARWIN COLATINAHIROSHIMA - BIANCA REIS - DARWIN COLATINA
HIROSHIMA - BIANCA REIS - DARWIN COLATINA
 
SEGUNDA GRANDE GUERRA
SEGUNDA GRANDE GUERRASEGUNDA GRANDE GUERRA
SEGUNDA GRANDE GUERRA
 
Fenícios, hebreus e persas
Fenícios, hebreus e persasFenícios, hebreus e persas
Fenícios, hebreus e persas
 
Período Entre Guerras e Segunda Guerra
Período Entre Guerras e Segunda GuerraPeríodo Entre Guerras e Segunda Guerra
Período Entre Guerras e Segunda Guerra
 
As Reformas Protestantes e a Contra-reforma
As Reformas Protestantes e a Contra-reformaAs Reformas Protestantes e a Contra-reforma
As Reformas Protestantes e a Contra-reforma
 
A Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados NacionaisA Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados Nacionais
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Mesopotâmia
MesopotâmiaMesopotâmia
Mesopotâmia
 
Egito Antigo
Egito AntigoEgito Antigo
Egito Antigo
 
Crise do feudalismo: as transformações no sistema feudal
Crise do feudalismo: as transformações no sistema feudalCrise do feudalismo: as transformações no sistema feudal
Crise do feudalismo: as transformações no sistema feudal
 
Idade Média
Idade MédiaIdade Média
Idade Média
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
 

Último

Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Falcão Brasil
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Anesio2
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
beathrizalves131
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
antonio carlos
 
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdfGuia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
FLAVIOROBERTOGOUVEA
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
VictorEmanoel37
 

Último (20)

Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
 
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdfGuia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
 

Era Napoleônica

  • 2. A ascensão política de Napoleão Napoleone di Buonaparte nasceu na ilha de Córsega em 15 de agosto de 1769; 15 anos - admitido como cadete na Escola Militar de Paris; 16 anos - tenente do exército francês;
  • 3. Golpe de 18 brumário. A ascensão política de Napoleão
  • 4. Consulado (1799 - 1804) Consulado - órgão executivo formado por três cônsules. Como primeiro-cônsul Napoleão podia: Propor leis, Declarar guerra, Firmar acordos de paz, Nomear funcionários para os departamentos administrativos. Jean Jacques Régis de Cambacérès, Napoleão Bonaparte e Charles-François Lebrun. Aspectos Políticos:
  • 5. Banco da França: Controle da emissão de papel-moeda, evitando o aumento generalizado dos preços de produtos. Franco (novo padrão monetário). Criou tarifas protecionistas. Consulado (1799 - 1804) Aspectos Econômicos:
  • 6.  Código Civil Napoleônico: Abolia definitivamente os privilégios do clero e da nobreza, Protegia a propriedade privada Igualdade de todos perante a lei. Aspectos Sociais: Consulado (1799 - 1804)
  • 7. 1801 - Concordata entre a Igreja Católica e o Estado: O Catolicismo seria "a religião da grande maioria dos franceses", porém não a religião oficial, em respeito ao Protestantismo; O Imperador nomearia os bispos, mas o Papa teria o poder de expulsá-los; O Estado iria arcar com as despesas e subsídios do clero; A Igreja renunciaria a todos as reivindicações dos territórios tomados pela França desde 1790; Estabelecimento do Calendário gregoriano em detrimento do Calendário republicano. Aspecto Religioso: Consulado (1799 - 1804) Papa Pio VII
  • 8. Jacques-Louis David - A Coroação de Napoleão
  • 10. 1803 - Inglaterra, Áustria, Prússia e Rússia uniram-se e declararam guerra à França. Bloqueio Continental Império (1804 - 1815) As guerras napoleônicas:
  • 11. Napoleão cruzando os Alpes Jacques-Louis David - Passagem de Napoleão e de seu exército pelos Alpes Austríacos em 1800.
  • 12. Tropas austríacas rendem-se a Napoleão nos arredores de Ulm
  • 13. 1812 - Napoleão invadiu o território da Rússia: Império (1804 - 1815) As guerras napoleônicas: “Tática de terra arrasada”
  • 14. França em 1789 Territórios anexados Aliados de Napoleão Inimigos de Napoleão
  • 15. Luís XVIII, irmão de Luís XVI, é entronado; Insatisfação popular; Napoleão fugiu do exílio e dirigiu-se para Paris. 1815 – junho - Rússia, Áustria, Prússia e Inglaterra - batalha de Waterloo, na Bélgica. Exílio na ilha de Santa Helena, no sul do oceano Atlântico. Império (1804 - 1815) O Governo de Cem Dias:
  • 16. A Batalha de Waterloo, 1815. - Clément- Auguste Andrieux.
  • 17. 5 de Maio de 1821 – Napoleão morre de úlcera provocada por uma má dieta Império (1804 - 1815) Morte de Napoleão:
  • 18. REFERÊNCIAS • AZEVEDO, Gislane Campos; SERIACOPI, Reinaldo. Projeto Teláris: história 8° ano. São Paulo: Ática, 1º ed., 2012. • CAPELLARI, Marcos Alexandre; NOGUEIRA, Fausto Henrique Gomes. História: ser protagonista - Volume único. Ensino Médio. 1ª Ed. São Paulo: SM. 2010. • COTRIM, Gilberto. História Global – Brasil e Geral. Volume Único. Ensino Médio. 8ª Ed. São Paulo: Saraiva 2005. • MOZER, Sônia & TELLES, Vera. Descobrindo a História. São Paulo: Ed. Ática, 2002. • PILETTI, Nelson & PILETTI, Claudico. História & Vida Integrada. São Paulo: Ed. Ática, 2002. • Projeto Araribá: História – 8° ano. /Obra coletiva/ São Paulo: Editora Moderna, 2010. Editora Responsável: Maria Raquel Apolinário Melani. • Uno: Sistema de Ensino – História –8° ano. São Paulo: Grupo Santillana, 2011. Editor Responsável: Angélica Pizzutto Pozzani. • VICENTINO, Cláudio. Viver a História: Ensino Fundamental. São Paulo: Ed. Scipione, 2002.
  • 19. Nota do autor: Muitos dos slides aqui postados estão disponíveis para dowloading. Outros, porém, por questões de direitos autorais e direitos de imagens, não estão disponíveis para serem baixados gratuitamente. Caso você queira algum desses arquivos, ou mesmo encomendar alguma apresentação com um tema em especial, entre em contato comigo pelo E-mail (ambientalhistoria@gmail.com). Visite minha página na internet: www.dougnahistoria.blogspot.com.br Prof. Douglas Barraqui _______________________ PROF. DE HISTÓRIA (ENSINO FUNDAMENTAL / MÉDIO / PREPARATÓRIOS PARA CONCURSO, PRÉ-VESTIBULAR E PRÉ-IFES) TEL: (27) 99732-1315 / (27) 98889-1622 E-Mail: ambientalhistoria@gmail.com Páginas na internet: www.dougnahistoria.blogspot.com www.ambietalhistoria.blogspot.com