SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 26
Baixar para ler offline
O
Digital
e
o
espaço
.sico

      Luis
Borges
Gouveia

 @lbgouveia
|
lmbg@ufp.edu.pt

    II
Conferência
e‐learning
"Onde
a

  Tecnologia
Encontra
a
Aprendizagem“

            12
de
Março
de
2010

      FIL
‐
Parque
das
Nações‐
Lisboa


sumário

•  Nota
prévia

•  SI
&
o
digital

•  O
espaço
?sico

•  Espaços
de
aprendizagem

•  Reinventar
os
espaços

•  Nota
final

 O
Digital
e
o
espaço
.sico

 O
autor
defende
que
as
questões
associadas
à
proximidade
?sica
e
ao
território

 conKnuam
a
ser
centrais
para
a
acKvidade
humana
e
sua
sustentabilidade
–
e

 também
para
o
auxílio
e
envolvimento
dos
processos
de
ensino
e
aprendizagem.

 Urge
então
aproveitar
as
oportunidades
e
reinventar
os
espaços

Nota
prévia

•  “Nos
não
podemos

   resolver
problemas

   u4lizando
o
mesmo

   4po
de
pensamento

   que
u4lizamos
para

   os
criar”


          Albert
Einstein

           (1879
–
1955)

Sociedade
da
Informação





Uma
sociedade
que

    predominantemente
uKliza
o

    recurso
às
tecnologias
da

    informação
e
comunicação
para

    a
troca
de
informação
em

    formato
digital
e
que
suporta
a

    interacção
entre
indivíduos

    com
recurso
a
práKcas
e

    métodos
em
construção

    permanente

  (Gouveia
e
Gaio,
2004)

Sociedade
da
Informação

Uso
intensivo
de
tecnologias
de

   informação
e
comunicação





 Uso
crescente
do
digital





 Organização
em
rede

Sociedade
da
Informação

Uso
intensivo
de
tecnologias
de
   infra‐estruturas

   informação
e
comunicação
       &
acesso



                                   processos

 Uso
crescente
do
digital
         &
formação


                                   de


                                   comando
&
controlo

                                   para

 Organização
em
rede
              parNlha
&
regulação

Sociedade
da
Informação

Uso
intensivo
de
tecnologias
de
   infra‐estruturas

   informação
e
comunicação
       &
acesso



                                   processos

 Uso
crescente
do
digital
         &
formação


                                   de


                                   comando
&
controlo

                                   para

 Organização
em
rede
              parNlha
&
regulação

Do
analógico
para
o
digital

•  aprender...

   – no
analógico,
memorizar
para
aprender

   – no
digital,
esquecer
para
aprender



•  trabalhar...

   – no
analógico,
tomar
tempo
para
trabalhar

   – no
digital,
trabalhar
sem
tomar
o
tempo

No
digital

•  Crescente
mediação
de
computadores
e
redes
no

   relacionamento
humano

•  Desmaterialização
de
acKvidades
e
processos

   associados

•  Transformação
da
acKvidade
humana

  – O
tempo
com
diferentes
ciclos

  – Virtualização
e
transformação
do
conceito
de
tempo
e

    espaço
(exemplo:
o
síKo
na
Web…)


  – (implica)
espaço
(?sico)
com
diferentes
significados

•  Mesmo
tempo
&
mesmo
espaço:
Nós!

•  Mesmo
tempo
&
diferente
espaço:
Ali!

•  Diferente
tempo
&
diferente
espaço:
Eles!

•  Diferente
tempo
&
mesmo
espaço:
Local!



Noção
de

 LOCAL

  .sico

Ok…
mas…
o
que
separa
estes…

Destes?

A
escola
e
os
novos
desafios

•  Enfrenta
uma
nova
realidade
no
processo
de
aprendizagem

   (mas
os
alunos
são
mesmo
digitais?)


ESTUDANTES
                                 FONTES
DE
CONHECIMENTO

Preparar
a
nova
geração
de
estudantes

(Net
GeneraNon,
Geração
Y
…)
               Estudantes
tem
acesso
a
vários
Kpos
de

‐
Digitais

                                conteúdos.

‐ Ligados



 

‐ Querem
Criar
e
Aprender
ao
mesmo

 
                                          Podem
estudar
sozinhos,
em
qualquer

tempo
                                      lugar
com
Internet
e
inúmeras

                                            possibilidades
de
interacção
com

                                            professores
e
colegas.

TECNOLOGIA

A
tecnologia
afecta
e
muda
o
processo
de
   Desenvolver
competências
individuais
e

ensino
e
aprendizagem,
bem
como
o
siKo
     de
grupo.

onde
esta
pode
ocorrer.

Novos
estudantes,
sistemas
anNgos

                 Espaços
de
aprendizagem
tradicionais


                 Exemplo…

                 Os
estudantes
das
nossas
Universidades


                 estão
a
mudar
mais
rapidamente
que
as


                 Universidades.
Estes
necessitam
de
mais


                 acKvidade
 e
 mais
 interacção,
 algo
 que
 é

                 ainda
 deficitário
 nos
 sistemas
 actuais
 de

                 ensino.


                 A
sala
de
aula
tradicional,
já
não
saKsfaz


                 as
necessidades
e
expectaKvas


                 dos
estudantes


                 Uma
 abordagem
 pedagógica
 do
 Kpo
 eu

                 falo
 ou
 demonstro
 e
 vocês
 observam
 e

                 ouvem,
 não
 faz
 senKdo
 para
 as
 novas

                 gerações
de
estudantes

Novos
estudantes
sistemas
novos

              “Geração
net”

              ‐
Preferem
o
informal

              ‐
Pequenos
grupos
de
discussão

              ‐
Com
presença
de
tecnologia


              ‐
Aprendizagem
baseada
no
diálogo


              ‐
…e
em
ambientes
de
trabalho
colaboraKvo


              O
espaço
deve
ser
pensado
de
forma
a

              suportar
o
ensino
como
sendo
uma
acKvidade

              social
–
LOCAL
adaptado.

Muitos
desafios

•  A
aprendizagem
em
grupo


   (Social
Learning
Spaces)


•  O
espaço
como
elemento
potenciador
de
reflexão
de

   simulação
e
de
conversação


•  Laboratórios
e
laboratórios
criaKvos


•  Espaços
de
aprendizagem
indivíduais


•  Ambientes
de
simulação


   (Simulated
Environments)


•  Ambientes
de
trabalho
colaboraKvo


   (Collabora4ve
Learning
Environments)


Ambientes
tradicionais
de
aprendizagem

Espaços
sociais
de
aprendizagem

Ambientes
de
aprendizagem
colaboraNva

Trabalho
de
Doutoramento
de
Pedro
Silva

Ponto
de
parNda

•  O
ensino
tradicional
dará
lugar
a
um
novo
Kpo
de
ensino
onde
é

   necessário
repensar
os
espaços
?sicos
e
a
forma
com
se
ensina,
se

   disponibiliza
a
informação
e
se
desenvolve
o
conhecimento.


Problema

•  A
influência
do
espaço
(fisico
ou
virtual)
nos
resultados
da

   aprendizagem.


Questão

•  A
forma
como
dispomos
e
organizamos
o
espaço
de
aprendizagem

   influência
a
qualidade,
o
modo
como
se
colabora,
se
interage,
se

   parKlha
e
se
constrói
conhecimento?

Resultados
obNdos
(Pedro
Silva)



                              Espaço
Físico


                              Espaço
ColaboraKvo


                              Espaço
Social


                              Espaço
Virtual

                              • Ensino
a
distância

                              • E‐learning

                              Percepções


Encontradas


                              • O
que
mais
agrada

‐
5
Categorias
principais

   • O
que
memos
agrada

                              • O
que
gostaria
de
ver
mudado

‐
6
Subcategorias

                              • O
que
pensa
da
uKlização
do
espaço

Espaço
de
aprendizagem

•  O
espaço
de
aprendizagem
está
sob
avaliação
e
redefinição


•  Um
espaço
de
aprendizagem
é
muito
mais
que
uma
slaa
de
aula.

   Pode
ser
qualquer
local
onde
seja
possível
o
processo
de

   aprendizagem:
casa,
espaços
de
passsagem,
salas
de
congressos,

   cafés,
etc.

…
e
também
as
salas
de
aula!


•  Os
espaços
são
por
eles
próprios
agentes
de
mudança;
se
se

   modificar
o
espaço
de
aula,
modifica‐se
o
Kpo
de
aprendizagem


•  Entender
os
espaços
de
uma
escola
é
um
factor
importante
para

   entender
como
estes
funcionam
e
se
arKculam
–
deve
afectar
o

   modo
como
o
espaço
envolvente
é
planeado
(“é
preciso
uma
aldeia

   para
educar
uma
criança…”
Hillary
Clinton)

Espaços
de
aprendizagem
(EA)

              princípios
orientadores

•  Um
EA
deve
suportar
uma
variedade
de
esKlos
de
aprendizagem.

•  Em
diferentes
tempos,
deve
a
aprendizagem
ser
social,
mas
também

   realizada
como
acKvidade
independente.

•  Um
EA
deve
ser
versáKl
e
atracKvo.

•  O
espaço
deve
ser
manKdo
(cuidado)
e
possuir
os
aparatos

   tecnológicos
adequados.

•  Os
recursos
dever
ser
alocados
aos
EA
e
uKlizados
de
modo
eficaz.


•  Devem
ser
consideradas
diferentes
necessidade
de
ensino,

   tecnologias
e
outros
aspectos
que
requerem
espaços
especializados.

•  …

•  Um
espaço
livre
permite
também
a
sua
reconfiguração
e
a
experiência

   de
novas
propostas!

Nota
final



 Reinventar
os
        
 “The
teaching
and

  espaços
de
             learning
process

  aprendizagem
é
         won’t
be
the
same

  necessário
             it
was
for
the
last10

                          years…”


 Qual
o
papel
da

  escola
e
do
espaço
          (Pedro
Silva,
2008)

  Csico?

O
Digital
e
o
espaço
.sico

Luis
Borges
Gouveia


•    Com
a
mulKplicação
de
computadores
e
redes
em
todos
os
sectores
de
acKvidade
humana,
o

     digital
assume
uma
importância
crescente.
Neste
contexto,
a
escola
e
o
ensino
superior
não

     podem
deixar
de
enquadrar
o
digital
com
as
suas
acKvidades.
É
defendida
uma
perspecKva

     de
impacte
em
que
o
digital
também
está
associado
a
um
espaço
?sico,
reinventando‐o
e
não

     necessariamente

consKtuindo
um
seu
subsKtuto
ou
uma
ameaça
para
este,
mas
sim
um

     factor
de
mudança.

•    O
autor
defende
que
as
questões
associadas
à
proximidade
?sica
e
ao
território
conKnuam
a

     ser
centrais
para
a
acKvidade
humana
e
sua
sustentabilidade
–
e
também
para
o
auxílio
e

     envolvimento
dos
processos
de
ensino
e
aprendizagem.

•    De
igual
forma
que
o
e‐learning
promete
novas
oportunidades
de
desenvolvimento
e
de

     desmaterialização
de
muitas
acKvidades
associadas
com
o
ensino
e
a
educação,
também
o

     modo
como
a
acKvidade
presencial
se
organiza

sofre
impacto,
mas
conKnua
como
um

     espaço
úKl
.
A
defesa
de
um
(novo)
espaço
?sico
é
o
ponto
de
parKda
para
a
apresentação.


•  II
Conferência
e‐learning
"Onde
a
Tecnologia
Encontra
a
Aprendizagem“

•  FIL,
Auditório
A1
–12
de
Março
de
2010,
Lisboa

Nota
Biográfica


Luis
Borges
Gouveia

homepage:
hFp://homepage.ufp.pt/~lmbg


blogue:
hFp://lmbg.blogspot.com


email:
lmbg@ufp.edu.pt


twiFer:
@lbgouveia


facebook:
hFp://www.facebook.com/lbgouveia


slideshare:
hFp://www.slideshare.net/lmbg




Professor
Associado
na
Faculdade
de
Ciência
e
Tecnologia
da
Universidade

   Fernando
Pessoa
e
um
dos
responsáveis
pelo
projecto
de
Universidade
Virtual

   da
UFP.
É
Doutorado
em
Ciências
da
Computação
pela
Lancaster
University

   (UK
–
2002)
e
possui
Mestrado
em
Engenharia
Electrotécnica
e
de

   Computadores
pela
FEUP,
1995.
É
docente
desde
1988
e
autor

de
10
livros
e

   cerca
de
3
centenas
de
publicações
de
natureza
cienefica
em
conferências,

   nas
suas
áreas
de
especialidade:
o
e‐learning
e
o
e‐government.

Os
seus

   interesses
de
I&D
incluem
as
relações
entre
o
espaço
?sico
e
o
digital
e
a

   aplicação
de
TICs
no
processo
de
ensino
e
aprendizagem.


Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Tecnologias digitais na educação
Tecnologias digitais na educaçãoTecnologias digitais na educação
Tecnologias digitais na educaçãoMarciarpmarassatti
 
Tecnologia e educacao
Tecnologia e educacaoTecnologia e educacao
Tecnologia e educacaocleidemarina
 
Novas tecnologias educacionais
Novas tecnologias educacionais Novas tecnologias educacionais
Novas tecnologias educacionais Nanda Marraschi
 
A Escola na Era do PetaByte
A Escola na Era do PetaByteA Escola na Era do PetaByte
A Escola na Era do PetaBytecamposmf
 
Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação na Formação de Professores d...
Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação na Formação de Professores d...Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação na Formação de Professores d...
Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação na Formação de Professores d...Universidade Federal de Pernambuco
 
Apresentação ava.revisado
Apresentação ava.revisadoApresentação ava.revisado
Apresentação ava.revisadoGuilmer Brito
 
Tdic na prática docente i
Tdic na prática docente   iTdic na prática docente   i
Tdic na prática docente iEduardo Lima
 
Educação digital e novas tecnologias
Educação digital e novas tecnologiasEducação digital e novas tecnologias
Educação digital e novas tecnologiasMarcioveras
 
Possibilidades e Dificuldades de Integração das TDIC à Prática Pedagógica do ...
Possibilidades e Dificuldades de Integração das TDIC à Prática Pedagógica do ...Possibilidades e Dificuldades de Integração das TDIC à Prática Pedagógica do ...
Possibilidades e Dificuldades de Integração das TDIC à Prática Pedagógica do ...rosemaralopes
 
Tic nos ensino basico
Tic nos ensino basicoTic nos ensino basico
Tic nos ensino basicoSaíde Molide
 
Pedagogia do e learning e o papel do professor on-line
Pedagogia do e learning e o papel do professor on-linePedagogia do e learning e o papel do professor on-line
Pedagogia do e learning e o papel do professor on-lineAparecida Dias
 
13431810 culturadigitaleescola
13431810 culturadigitaleescola13431810 culturadigitaleescola
13431810 culturadigitaleescolantebrusque
 
Artigo - Formação Presencial ou a Distância
Artigo - Formação Presencial ou a DistânciaArtigo - Formação Presencial ou a Distância
Artigo - Formação Presencial ou a DistânciaNatália Caldeira
 
Ensinar e-aprender-no-mundo-digital-fasciculo-1-fundamentos-para-a-pratica-pe...
Ensinar e-aprender-no-mundo-digital-fasciculo-1-fundamentos-para-a-pratica-pe...Ensinar e-aprender-no-mundo-digital-fasciculo-1-fundamentos-para-a-pratica-pe...
Ensinar e-aprender-no-mundo-digital-fasciculo-1-fundamentos-para-a-pratica-pe...clsilvaaaa
 
O USO PEDAGÓGICO DAS TDIC PARA O FORTALECIMENTO DE ESTRATÉGIAS QUE BUSCAM A M...
O USO PEDAGÓGICO DAS TDIC PARA O FORTALECIMENTO DE ESTRATÉGIAS QUE BUSCAM A M...O USO PEDAGÓGICO DAS TDIC PARA O FORTALECIMENTO DE ESTRATÉGIAS QUE BUSCAM A M...
O USO PEDAGÓGICO DAS TDIC PARA O FORTALECIMENTO DE ESTRATÉGIAS QUE BUSCAM A M...Wilker Bueno de Freitas Rosa
 
TDICs na rede municipal de SBC
TDICs na rede municipal de SBCTDICs na rede municipal de SBC
TDICs na rede municipal de SBCalinefaris
 
Capacidades digitais professores_sala_aula_futuro
Capacidades digitais professores_sala_aula_futuroCapacidades digitais professores_sala_aula_futuro
Capacidades digitais professores_sala_aula_futuroNeuza Pedro
 

Mais procurados (20)

Tecnologias digitais na educação
Tecnologias digitais na educaçãoTecnologias digitais na educação
Tecnologias digitais na educação
 
Tecnologia e educacao
Tecnologia e educacaoTecnologia e educacao
Tecnologia e educacao
 
Novas tecnologias educacionais
Novas tecnologias educacionais Novas tecnologias educacionais
Novas tecnologias educacionais
 
A Escola na Era do PetaByte
A Escola na Era do PetaByteA Escola na Era do PetaByte
A Escola na Era do PetaByte
 
Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação na Formação de Professores d...
Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação na Formação de Professores d...Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação na Formação de Professores d...
Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação na Formação de Professores d...
 
Apresentação ava.revisado
Apresentação ava.revisadoApresentação ava.revisado
Apresentação ava.revisado
 
Palestra - Tecnologias na Educação
Palestra - Tecnologias na Educação Palestra - Tecnologias na Educação
Palestra - Tecnologias na Educação
 
6
66
6
 
Tdic na prática docente i
Tdic na prática docente   iTdic na prática docente   i
Tdic na prática docente i
 
Educação digital e novas tecnologias
Educação digital e novas tecnologiasEducação digital e novas tecnologias
Educação digital e novas tecnologias
 
Possibilidades e Dificuldades de Integração das TDIC à Prática Pedagógica do ...
Possibilidades e Dificuldades de Integração das TDIC à Prática Pedagógica do ...Possibilidades e Dificuldades de Integração das TDIC à Prática Pedagógica do ...
Possibilidades e Dificuldades de Integração das TDIC à Prática Pedagógica do ...
 
Tic nos ensino basico
Tic nos ensino basicoTic nos ensino basico
Tic nos ensino basico
 
Pedagogia do e learning e o papel do professor on-line
Pedagogia do e learning e o papel do professor on-linePedagogia do e learning e o papel do professor on-line
Pedagogia do e learning e o papel do professor on-line
 
13431810 culturadigitaleescola
13431810 culturadigitaleescola13431810 culturadigitaleescola
13431810 culturadigitaleescola
 
Artigo - Formação Presencial ou a Distância
Artigo - Formação Presencial ou a DistânciaArtigo - Formação Presencial ou a Distância
Artigo - Formação Presencial ou a Distância
 
Ensinar e-aprender-no-mundo-digital-fasciculo-1-fundamentos-para-a-pratica-pe...
Ensinar e-aprender-no-mundo-digital-fasciculo-1-fundamentos-para-a-pratica-pe...Ensinar e-aprender-no-mundo-digital-fasciculo-1-fundamentos-para-a-pratica-pe...
Ensinar e-aprender-no-mundo-digital-fasciculo-1-fundamentos-para-a-pratica-pe...
 
O USO PEDAGÓGICO DAS TDIC PARA O FORTALECIMENTO DE ESTRATÉGIAS QUE BUSCAM A M...
O USO PEDAGÓGICO DAS TDIC PARA O FORTALECIMENTO DE ESTRATÉGIAS QUE BUSCAM A M...O USO PEDAGÓGICO DAS TDIC PARA O FORTALECIMENTO DE ESTRATÉGIAS QUE BUSCAM A M...
O USO PEDAGÓGICO DAS TDIC PARA O FORTALECIMENTO DE ESTRATÉGIAS QUE BUSCAM A M...
 
Curso100h
Curso100hCurso100h
Curso100h
 
TDICs na rede municipal de SBC
TDICs na rede municipal de SBCTDICs na rede municipal de SBC
TDICs na rede municipal de SBC
 
Capacidades digitais professores_sala_aula_futuro
Capacidades digitais professores_sala_aula_futuroCapacidades digitais professores_sala_aula_futuro
Capacidades digitais professores_sala_aula_futuro
 

Destaque

Debate Teaching informatics: Teach what? To whom?
Debate Teaching informatics: Teach what? To whom?Debate Teaching informatics: Teach what? To whom?
Debate Teaching informatics: Teach what? To whom?Luis Borges Gouveia
 
Desafios da Gestão da Informação e a questão da soberania no digital: da esco...
Desafios da Gestão da Informação e a questão da soberania no digital: da esco...Desafios da Gestão da Informação e a questão da soberania no digital: da esco...
Desafios da Gestão da Informação e a questão da soberania no digital: da esco...Luis Borges Gouveia
 
O digital, a sustentabilidade e a viagem do open source ao open data
O digital, a sustentabilidade e a viagem do open source ao open dataO digital, a sustentabilidade e a viagem do open source ao open data
O digital, a sustentabilidade e a viagem do open source ao open dataLuis Borges Gouveia
 
Psicodrama e dinamica_de_grupo
Psicodrama e dinamica_de_grupoPsicodrama e dinamica_de_grupo
Psicodrama e dinamica_de_grupoIvo Fonseca
 
Tradições natalinas
Tradições natalinasTradições natalinas
Tradições natalinasSofia Pinho
 
Futuralia Tec Minho pgsimoes
Futuralia Tec Minho pgsimoesFuturalia Tec Minho pgsimoes
Futuralia Tec Minho pgsimoesPaulo Simões
 
Blended Learning Meets Digital Media
Blended Learning Meets Digital MediaBlended Learning Meets Digital Media
Blended Learning Meets Digital MediaJosé Bidarra
 
UM CONTRIBUTO PARA A APRENDIZAGEM.
UM CONTRIBUTO PARA A APRENDIZAGEM.UM CONTRIBUTO PARA A APRENDIZAGEM.
UM CONTRIBUTO PARA A APRENDIZAGEM.Rosa Santos
 
Requirements for the use of virtual worlds in corporate training - Perspectiv...
Requirements for the use of virtual worlds in corporate training - Perspectiv...Requirements for the use of virtual worlds in corporate training - Perspectiv...
Requirements for the use of virtual worlds in corporate training - Perspectiv...Leonel Morgado
 
Educação a Distância: um "novo" olhar para "velhos" desafios
Educação a Distância: um "novo" olhar para "velhos" desafiosEducação a Distância: um "novo" olhar para "velhos" desafios
Educação a Distância: um "novo" olhar para "velhos" desafiosRogerio Costa
 
O desenvolvimento de práticas educativas suportadas por Recursos Educativos A...
O desenvolvimento de práticas educativas suportadas por Recursos Educativos A...O desenvolvimento de práticas educativas suportadas por Recursos Educativos A...
O desenvolvimento de práticas educativas suportadas por Recursos Educativos A...Hugo Domingos
 
Integração CRM ALUMNI + E-GOI
Integração CRM ALUMNI + E-GOIIntegração CRM ALUMNI + E-GOI
Integração CRM ALUMNI + E-GOISamuel Martins
 
Apresentação Turismo Náutico IX Congresso da Geografia Portuguesa
Apresentação Turismo Náutico IX Congresso da Geografia PortuguesaApresentação Turismo Náutico IX Congresso da Geografia Portuguesa
Apresentação Turismo Náutico IX Congresso da Geografia PortuguesaRui Santos Camelo
 
Teoria cognitiva da aprendizagem multimédia, aplicada à comunicação multimédia
Teoria cognitiva da aprendizagem multimédia, aplicada à comunicação multimédiaTeoria cognitiva da aprendizagem multimédia, aplicada à comunicação multimédia
Teoria cognitiva da aprendizagem multimédia, aplicada à comunicação multimédiaAntónio Gonçalves
 
Resenha: Liderança nas Organizações educativas: a direcção por valores
Resenha: Liderança nas Organizações educativas: a direcção por valoresResenha: Liderança nas Organizações educativas: a direcção por valores
Resenha: Liderança nas Organizações educativas: a direcção por valoresRogério Da Costa Ribeiro
 
Aplicações Digitais na Formação
Aplicações Digitais na FormaçãoAplicações Digitais na Formação
Aplicações Digitais na FormaçãoFernanda Ledesma
 
O Papel do Ensino a Distância nas Instituições de Ensino Superior do Futuro
O Papel do Ensino a Distância nas Instituições de Ensino Superior do FuturoO Papel do Ensino a Distância nas Instituições de Ensino Superior do Futuro
O Papel do Ensino a Distância nas Instituições de Ensino Superior do FuturoAntonio Dias de Figueiredo
 

Destaque (20)

Matriz identidade
Matriz identidadeMatriz identidade
Matriz identidade
 
Debate Teaching informatics: Teach what? To whom?
Debate Teaching informatics: Teach what? To whom?Debate Teaching informatics: Teach what? To whom?
Debate Teaching informatics: Teach what? To whom?
 
Desafios da Gestão da Informação e a questão da soberania no digital: da esco...
Desafios da Gestão da Informação e a questão da soberania no digital: da esco...Desafios da Gestão da Informação e a questão da soberania no digital: da esco...
Desafios da Gestão da Informação e a questão da soberania no digital: da esco...
 
O digital, a sustentabilidade e a viagem do open source ao open data
O digital, a sustentabilidade e a viagem do open source ao open dataO digital, a sustentabilidade e a viagem do open source ao open data
O digital, a sustentabilidade e a viagem do open source ao open data
 
Psicodrama e dinamica_de_grupo
Psicodrama e dinamica_de_grupoPsicodrama e dinamica_de_grupo
Psicodrama e dinamica_de_grupo
 
Tradições natalinas
Tradições natalinasTradições natalinas
Tradições natalinas
 
Futuralia Tec Minho pgsimoes
Futuralia Tec Minho pgsimoesFuturalia Tec Minho pgsimoes
Futuralia Tec Minho pgsimoes
 
Blended Learning Meets Digital Media
Blended Learning Meets Digital MediaBlended Learning Meets Digital Media
Blended Learning Meets Digital Media
 
UM CONTRIBUTO PARA A APRENDIZAGEM.
UM CONTRIBUTO PARA A APRENDIZAGEM.UM CONTRIBUTO PARA A APRENDIZAGEM.
UM CONTRIBUTO PARA A APRENDIZAGEM.
 
Apresentação de artigo na CEF^SL2008
Apresentação de artigo na CEF^SL2008Apresentação de artigo na CEF^SL2008
Apresentação de artigo na CEF^SL2008
 
Requirements for the use of virtual worlds in corporate training - Perspectiv...
Requirements for the use of virtual worlds in corporate training - Perspectiv...Requirements for the use of virtual worlds in corporate training - Perspectiv...
Requirements for the use of virtual worlds in corporate training - Perspectiv...
 
Educação a Distância: um "novo" olhar para "velhos" desafios
Educação a Distância: um "novo" olhar para "velhos" desafiosEducação a Distância: um "novo" olhar para "velhos" desafios
Educação a Distância: um "novo" olhar para "velhos" desafios
 
O desenvolvimento de práticas educativas suportadas por Recursos Educativos A...
O desenvolvimento de práticas educativas suportadas por Recursos Educativos A...O desenvolvimento de práticas educativas suportadas por Recursos Educativos A...
O desenvolvimento de práticas educativas suportadas por Recursos Educativos A...
 
Integração CRM ALUMNI + E-GOI
Integração CRM ALUMNI + E-GOIIntegração CRM ALUMNI + E-GOI
Integração CRM ALUMNI + E-GOI
 
AVALIAÇÃO DA QUALIDADE EM E-LEARNING NA ULISBOA
AVALIAÇÃO DA QUALIDADE EM E-LEARNING NA ULISBOAAVALIAÇÃO DA QUALIDADE EM E-LEARNING NA ULISBOA
AVALIAÇÃO DA QUALIDADE EM E-LEARNING NA ULISBOA
 
Apresentação Turismo Náutico IX Congresso da Geografia Portuguesa
Apresentação Turismo Náutico IX Congresso da Geografia PortuguesaApresentação Turismo Náutico IX Congresso da Geografia Portuguesa
Apresentação Turismo Náutico IX Congresso da Geografia Portuguesa
 
Teoria cognitiva da aprendizagem multimédia, aplicada à comunicação multimédia
Teoria cognitiva da aprendizagem multimédia, aplicada à comunicação multimédiaTeoria cognitiva da aprendizagem multimédia, aplicada à comunicação multimédia
Teoria cognitiva da aprendizagem multimédia, aplicada à comunicação multimédia
 
Resenha: Liderança nas Organizações educativas: a direcção por valores
Resenha: Liderança nas Organizações educativas: a direcção por valoresResenha: Liderança nas Organizações educativas: a direcção por valores
Resenha: Liderança nas Organizações educativas: a direcção por valores
 
Aplicações Digitais na Formação
Aplicações Digitais na FormaçãoAplicações Digitais na Formação
Aplicações Digitais na Formação
 
O Papel do Ensino a Distância nas Instituições de Ensino Superior do Futuro
O Papel do Ensino a Distância nas Instituições de Ensino Superior do FuturoO Papel do Ensino a Distância nas Instituições de Ensino Superior do Futuro
O Papel do Ensino a Distância nas Instituições de Ensino Superior do Futuro
 

Semelhante a O Digital e o Espaço Físico

A influencia do esapço na criação de espaços de aprendizagem de alta qualidade
A influencia do esapço na criação de espaços de aprendizagem de alta qualidadeA influencia do esapço na criação de espaços de aprendizagem de alta qualidade
A influencia do esapço na criação de espaços de aprendizagem de alta qualidadeguestb98b93b
 
A influencia do espaço na criação de espaços de aprendizagem de alta qualidade
A influencia do espaço na criação de espaços de aprendizagem de alta qualidadeA influencia do espaço na criação de espaços de aprendizagem de alta qualidade
A influencia do espaço na criação de espaços de aprendizagem de alta qualidadeLuis Borges Gouveia
 
A ESCOLA E OS NOVOS DESAFIOS: A Escola, o Digital e o Professor
A ESCOLA E OS NOVOS DESAFIOS: A Escola, o Digital e o ProfessorA ESCOLA E OS NOVOS DESAFIOS: A Escola, o Digital e o Professor
A ESCOLA E OS NOVOS DESAFIOS: A Escola, o Digital e o ProfessorLuis Borges Gouveia
 
Slides capítulo v
Slides capítulo vSlides capítulo v
Slides capítulo vlenildalopes
 
Educação a Distância: Panorama e Tendências
Educação a Distância: Panorama e TendênciasEducação a Distância: Panorama e Tendências
Educação a Distância: Panorama e TendênciasMarcelo Sabbatini
 
Aula Unidade 1..pptx
Aula Unidade 1..pptxAula Unidade 1..pptx
Aula Unidade 1..pptxssuser7b0cde2
 
Internet na educação: novas tecnologias e velha pedagogia?
Internet na educação: novas tecnologias e velha pedagogia?Internet na educação: novas tecnologias e velha pedagogia?
Internet na educação: novas tecnologias e velha pedagogia?Katia Tavares
 
Tecnologia da Educação - Unidade 1
Tecnologia da Educação - Unidade 1Tecnologia da Educação - Unidade 1
Tecnologia da Educação - Unidade 1profvaleriaduarte
 
Novas tecnologias na área da educação - Apresentação 1
Novas tecnologias na área da educação - Apresentação 1Novas tecnologias na área da educação - Apresentação 1
Novas tecnologias na área da educação - Apresentação 1rodrigopinto77
 
20140519 palestra salvador novas formas de pensar a ead redes de aprendizagem...
20140519 palestra salvador novas formas de pensar a ead redes de aprendizagem...20140519 palestra salvador novas formas de pensar a ead redes de aprendizagem...
20140519 palestra salvador novas formas de pensar a ead redes de aprendizagem...Silvia Fichmann
 
Responder a um contexto digital nas IES
Responder a um contexto digital nas IESResponder a um contexto digital nas IES
Responder a um contexto digital nas IES Luis Borges Gouveia
 
ABED Workshop 2 de 5 - Tecnologias Aplicadas à Educação
ABED Workshop 2 de 5 - Tecnologias Aplicadas  à EducaçãoABED Workshop 2 de 5 - Tecnologias Aplicadas  à Educação
ABED Workshop 2 de 5 - Tecnologias Aplicadas à EducaçãoGiancarlo Colombo
 
Redes sociais na educaçao enped
Redes sociais na educaçao   enpedRedes sociais na educaçao   enped
Redes sociais na educaçao enpedSilvia Fichmann
 
Depois dos 15 primeiros anos, quais os desafios para os próximos 5?
Depois dos 15 primeiros anos, quais os desafios para os próximos 5?Depois dos 15 primeiros anos, quais os desafios para os próximos 5?
Depois dos 15 primeiros anos, quais os desafios para os próximos 5?Luis Borges Gouveia
 
Memorial reflexivo
Memorial reflexivoMemorial reflexivo
Memorial reflexivobucarbio
 

Semelhante a O Digital e o Espaço Físico (20)

A influencia do esapço na criação de espaços de aprendizagem de alta qualidade
A influencia do esapço na criação de espaços de aprendizagem de alta qualidadeA influencia do esapço na criação de espaços de aprendizagem de alta qualidade
A influencia do esapço na criação de espaços de aprendizagem de alta qualidade
 
A influencia do espaço na criação de espaços de aprendizagem de alta qualidade
A influencia do espaço na criação de espaços de aprendizagem de alta qualidadeA influencia do espaço na criação de espaços de aprendizagem de alta qualidade
A influencia do espaço na criação de espaços de aprendizagem de alta qualidade
 
Cap 5 edu..
Cap 5 edu..Cap 5 edu..
Cap 5 edu..
 
A ESCOLA E OS NOVOS DESAFIOS: A Escola, o Digital e o Professor
A ESCOLA E OS NOVOS DESAFIOS: A Escola, o Digital e o ProfessorA ESCOLA E OS NOVOS DESAFIOS: A Escola, o Digital e o Professor
A ESCOLA E OS NOVOS DESAFIOS: A Escola, o Digital e o Professor
 
Thank2010 Lmbg26abr10
Thank2010 Lmbg26abr10Thank2010 Lmbg26abr10
Thank2010 Lmbg26abr10
 
Ecossistema Conhecimento Conectado
Ecossistema Conhecimento ConectadoEcossistema Conhecimento Conectado
Ecossistema Conhecimento Conectado
 
Slides capítulo v
Slides capítulo vSlides capítulo v
Slides capítulo v
 
Educação a Distância: Panorama e Tendências
Educação a Distância: Panorama e TendênciasEducação a Distância: Panorama e Tendências
Educação a Distância: Panorama e Tendências
 
Aula Unidade 1..pptx
Aula Unidade 1..pptxAula Unidade 1..pptx
Aula Unidade 1..pptx
 
Internet na educação: novas tecnologias e velha pedagogia?
Internet na educação: novas tecnologias e velha pedagogia?Internet na educação: novas tecnologias e velha pedagogia?
Internet na educação: novas tecnologias e velha pedagogia?
 
Tecnologia da Educação - Unidade 1
Tecnologia da Educação - Unidade 1Tecnologia da Educação - Unidade 1
Tecnologia da Educação - Unidade 1
 
Novas tecnologias na área da educação - Apresentação 1
Novas tecnologias na área da educação - Apresentação 1Novas tecnologias na área da educação - Apresentação 1
Novas tecnologias na área da educação - Apresentação 1
 
20140519 palestra salvador novas formas de pensar a ead redes de aprendizagem...
20140519 palestra salvador novas formas de pensar a ead redes de aprendizagem...20140519 palestra salvador novas formas de pensar a ead redes de aprendizagem...
20140519 palestra salvador novas formas de pensar a ead redes de aprendizagem...
 
Responder a um contexto digital nas IES
Responder a um contexto digital nas IESResponder a um contexto digital nas IES
Responder a um contexto digital nas IES
 
ABED Workshop 2 de 5 - Tecnologias Aplicadas à Educação
ABED Workshop 2 de 5 - Tecnologias Aplicadas  à EducaçãoABED Workshop 2 de 5 - Tecnologias Aplicadas  à Educação
ABED Workshop 2 de 5 - Tecnologias Aplicadas à Educação
 
Redes sociais na educaçao enped
Redes sociais na educaçao   enpedRedes sociais na educaçao   enped
Redes sociais na educaçao enped
 
Depois dos 15 primeiros anos, quais os desafios para os próximos 5?
Depois dos 15 primeiros anos, quais os desafios para os próximos 5?Depois dos 15 primeiros anos, quais os desafios para os próximos 5?
Depois dos 15 primeiros anos, quais os desafios para os próximos 5?
 
Memorial reflexivo
Memorial reflexivoMemorial reflexivo
Memorial reflexivo
 
Seminario[1]
Seminario[1]Seminario[1]
Seminario[1]
 
Seminario
SeminarioSeminario
Seminario
 

Mais de Luis Borges Gouveia

A Sala de Aula como um espaço de oportunidade num tempo pós pandémico
A Sala de Aula como um espaço de oportunidade num tempo pós pandémicoA Sala de Aula como um espaço de oportunidade num tempo pós pandémico
A Sala de Aula como um espaço de oportunidade num tempo pós pandémicoLuis Borges Gouveia
 
Sharing ongoing research from *TRS group on ICT for teaching and learning
Sharing ongoing research from *TRS group on ICT for teaching and learningSharing ongoing research from *TRS group on ICT for teaching and learning
Sharing ongoing research from *TRS group on ICT for teaching and learningLuis Borges Gouveia
 
Casos de Estudo e Estudos de Caso. Práticas e Operacionalização: como resolve...
Casos de Estudo e Estudos de Caso. Práticas e Operacionalização: como resolve...Casos de Estudo e Estudos de Caso. Práticas e Operacionalização: como resolve...
Casos de Estudo e Estudos de Caso. Práticas e Operacionalização: como resolve...Luis Borges Gouveia
 
Contribuições para o uso da MVR - Matriz de Valor e Relevância - Indicadores ...
Contribuições para o uso da MVR - Matriz de Valor e Relevância - Indicadores ...Contribuições para o uso da MVR - Matriz de Valor e Relevância - Indicadores ...
Contribuições para o uso da MVR - Matriz de Valor e Relevância - Indicadores ...Luis Borges Gouveia
 
Inteligência Artificial e o seu uso em contexto militar
Inteligência Artificial e o seu uso em contexto militarInteligência Artificial e o seu uso em contexto militar
Inteligência Artificial e o seu uso em contexto militarLuis Borges Gouveia
 
Curadoria Digital de Conteúdo para Educação a Distância
Curadoria Digital de Conteúdo para Educação a DistânciaCuradoria Digital de Conteúdo para Educação a Distância
Curadoria Digital de Conteúdo para Educação a DistânciaLuis Borges Gouveia
 
Proposta de um Modelo de Matriz de Correlação e Relevância – ODS e indicadore...
Proposta de um Modelo de Matriz de Correlação e Relevância – ODS e indicadore...Proposta de um Modelo de Matriz de Correlação e Relevância – ODS e indicadore...
Proposta de um Modelo de Matriz de Correlação e Relevância – ODS e indicadore...Luis Borges Gouveia
 
Livro de Resumos do Seminário PhD CI - SiTEGI 2020
Livro de Resumos do Seminário PhD CI - SiTEGI 2020Livro de Resumos do Seminário PhD CI - SiTEGI 2020
Livro de Resumos do Seminário PhD CI - SiTEGI 2020Luis Borges Gouveia
 
O Digital e um espaço de oportunidades num oceano de desafios
O Digital e um espaço de oportunidades num oceano de desafiosO Digital e um espaço de oportunidades num oceano de desafios
O Digital e um espaço de oportunidades num oceano de desafiosLuis Borges Gouveia
 
Uma análise prévia do ensino de emergência em tempos de pandemia e o impacto ...
Uma análise prévia do ensino de emergência em tempos de pandemia e o impacto ...Uma análise prévia do ensino de emergência em tempos de pandemia e o impacto ...
Uma análise prévia do ensino de emergência em tempos de pandemia e o impacto ...Luis Borges Gouveia
 
A oportunidade de um novo normal no ensino superior
A oportunidade de um novo normal no ensino superiorA oportunidade de um novo normal no ensino superior
A oportunidade de um novo normal no ensino superiorLuis Borges Gouveia
 
CULTURA DIGITAL DEFINIÇÃO E DIMENSÕES CONSTITUTIVAS: uma proposta para mapear...
CULTURA DIGITAL DEFINIÇÃO E DIMENSÕES CONSTITUTIVAS: uma proposta para mapear...CULTURA DIGITAL DEFINIÇÃO E DIMENSÕES CONSTITUTIVAS: uma proposta para mapear...
CULTURA DIGITAL DEFINIÇÃO E DIMENSÕES CONSTITUTIVAS: uma proposta para mapear...Luis Borges Gouveia
 
Transformação digital e gestão da informação
Transformação digital e gestão da informaçãoTransformação digital e gestão da informação
Transformação digital e gestão da informaçãoLuis Borges Gouveia
 
O momento da Transformação digital
O momento da Transformação digitalO momento da Transformação digital
O momento da Transformação digitalLuis Borges Gouveia
 
Emerging alternatives to leadership and governance in a digital ecosystem
Emerging alternatives to leadership and governance in a digital ecosystemEmerging alternatives to leadership and governance in a digital ecosystem
Emerging alternatives to leadership and governance in a digital ecosystemLuis Borges Gouveia
 
O lugar da leitura como espaço de convergência entre o real e o digital
O lugar da leitura como espaço de convergência entre o real e o digitalO lugar da leitura como espaço de convergência entre o real e o digital
O lugar da leitura como espaço de convergência entre o real e o digitalLuis Borges Gouveia
 
Reviewing Power-Saving Approaches Used During the Actual End-User Usage of an...
Reviewing Power-Saving Approaches Used During the Actual End-User Usage of an...Reviewing Power-Saving Approaches Used During the Actual End-User Usage of an...
Reviewing Power-Saving Approaches Used During the Actual End-User Usage of an...Luis Borges Gouveia
 

Mais de Luis Borges Gouveia (20)

A Sala de Aula como um espaço de oportunidade num tempo pós pandémico
A Sala de Aula como um espaço de oportunidade num tempo pós pandémicoA Sala de Aula como um espaço de oportunidade num tempo pós pandémico
A Sala de Aula como um espaço de oportunidade num tempo pós pandémico
 
Sharing ongoing research from *TRS group on ICT for teaching and learning
Sharing ongoing research from *TRS group on ICT for teaching and learningSharing ongoing research from *TRS group on ICT for teaching and learning
Sharing ongoing research from *TRS group on ICT for teaching and learning
 
Casos de Estudo e Estudos de Caso. Práticas e Operacionalização: como resolve...
Casos de Estudo e Estudos de Caso. Práticas e Operacionalização: como resolve...Casos de Estudo e Estudos de Caso. Práticas e Operacionalização: como resolve...
Casos de Estudo e Estudos de Caso. Práticas e Operacionalização: como resolve...
 
Contribuições para o uso da MVR - Matriz de Valor e Relevância - Indicadores ...
Contribuições para o uso da MVR - Matriz de Valor e Relevância - Indicadores ...Contribuições para o uso da MVR - Matriz de Valor e Relevância - Indicadores ...
Contribuições para o uso da MVR - Matriz de Valor e Relevância - Indicadores ...
 
Inteligência Artificial e o seu uso em contexto militar
Inteligência Artificial e o seu uso em contexto militarInteligência Artificial e o seu uso em contexto militar
Inteligência Artificial e o seu uso em contexto militar
 
Eventos PhD CI SiTEGI UFP
Eventos PhD CI SiTEGI UFPEventos PhD CI SiTEGI UFP
Eventos PhD CI SiTEGI UFP
 
Information Science PhD event
Information Science PhD eventInformation Science PhD event
Information Science PhD event
 
Curadoria Digital de Conteúdo para Educação a Distância
Curadoria Digital de Conteúdo para Educação a DistânciaCuradoria Digital de Conteúdo para Educação a Distância
Curadoria Digital de Conteúdo para Educação a Distância
 
Proposta de um Modelo de Matriz de Correlação e Relevância – ODS e indicadore...
Proposta de um Modelo de Matriz de Correlação e Relevância – ODS e indicadore...Proposta de um Modelo de Matriz de Correlação e Relevância – ODS e indicadore...
Proposta de um Modelo de Matriz de Correlação e Relevância – ODS e indicadore...
 
Livro de Resumos do Seminário PhD CI - SiTEGI 2020
Livro de Resumos do Seminário PhD CI - SiTEGI 2020Livro de Resumos do Seminário PhD CI - SiTEGI 2020
Livro de Resumos do Seminário PhD CI - SiTEGI 2020
 
O Digital e um espaço de oportunidades num oceano de desafios
O Digital e um espaço de oportunidades num oceano de desafiosO Digital e um espaço de oportunidades num oceano de desafios
O Digital e um espaço de oportunidades num oceano de desafios
 
Uma análise prévia do ensino de emergência em tempos de pandemia e o impacto ...
Uma análise prévia do ensino de emergência em tempos de pandemia e o impacto ...Uma análise prévia do ensino de emergência em tempos de pandemia e o impacto ...
Uma análise prévia do ensino de emergência em tempos de pandemia e o impacto ...
 
A oportunidade de um novo normal no ensino superior
A oportunidade de um novo normal no ensino superiorA oportunidade de um novo normal no ensino superior
A oportunidade de um novo normal no ensino superior
 
CULTURA DIGITAL DEFINIÇÃO E DIMENSÕES CONSTITUTIVAS: uma proposta para mapear...
CULTURA DIGITAL DEFINIÇÃO E DIMENSÕES CONSTITUTIVAS: uma proposta para mapear...CULTURA DIGITAL DEFINIÇÃO E DIMENSÕES CONSTITUTIVAS: uma proposta para mapear...
CULTURA DIGITAL DEFINIÇÃO E DIMENSÕES CONSTITUTIVAS: uma proposta para mapear...
 
Transformação digital e gestão da informação
Transformação digital e gestão da informaçãoTransformação digital e gestão da informação
Transformação digital e gestão da informação
 
O momento da Transformação digital
O momento da Transformação digitalO momento da Transformação digital
O momento da Transformação digital
 
Emerging alternatives to leadership and governance in a digital ecosystem
Emerging alternatives to leadership and governance in a digital ecosystemEmerging alternatives to leadership and governance in a digital ecosystem
Emerging alternatives to leadership and governance in a digital ecosystem
 
Sobre Cultura Digital
Sobre Cultura DigitalSobre Cultura Digital
Sobre Cultura Digital
 
O lugar da leitura como espaço de convergência entre o real e o digital
O lugar da leitura como espaço de convergência entre o real e o digitalO lugar da leitura como espaço de convergência entre o real e o digital
O lugar da leitura como espaço de convergência entre o real e o digital
 
Reviewing Power-Saving Approaches Used During the Actual End-User Usage of an...
Reviewing Power-Saving Approaches Used During the Actual End-User Usage of an...Reviewing Power-Saving Approaches Used During the Actual End-User Usage of an...
Reviewing Power-Saving Approaches Used During the Actual End-User Usage of an...
 

Último

MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfprofesfrancleite
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaREGIANELAURALOUREIRO1
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxRENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxAntonioVieira539017
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfGisellySobral
 
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdf
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdfVIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdf
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdfbragamoysesaline
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdfCarinaSofiaDiasBoteq
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfManuais Formação
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...Eró Cunha
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Centro Jacques Delors
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaCentro Jacques Delors
 
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanoCATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanomarla71199
 

Último (20)

MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Novena de Pentecostes com textos de São João Eudes
Novena de Pentecostes com textos de São João EudesNovena de Pentecostes com textos de São João Eudes
Novena de Pentecostes com textos de São João Eudes
 
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxRENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdf
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdfVIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdf
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdf
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
 
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanoCATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
 

O Digital e o Espaço Físico

  • 1. O
Digital
e
o
espaço
.sico
 Luis
Borges
Gouveia
 @lbgouveia
|
lmbg@ufp.edu.pt
 II
Conferência
e‐learning
"Onde
a
 Tecnologia
Encontra
a
Aprendizagem“
 12
de
Março
de
2010
 FIL
‐
Parque
das
Nações‐
Lisboa


  • 2. sumário
 •  Nota
prévia
 •  SI
&
o
digital
 •  O
espaço
?sico
 •  Espaços
de
aprendizagem
 •  Reinventar
os
espaços
 •  Nota
final
 O
Digital
e
o
espaço
.sico
 O
autor
defende
que
as
questões
associadas
à
proximidade
?sica
e
ao
território
 conKnuam
a
ser
centrais
para
a
acKvidade
humana
e
sua
sustentabilidade
–
e
 também
para
o
auxílio
e
envolvimento
dos
processos
de
ensino
e
aprendizagem.
 Urge
então
aproveitar
as
oportunidades
e
reinventar
os
espaços

  • 3. Nota
prévia
 •  “Nos
não
podemos
 resolver
problemas
 u4lizando
o
mesmo
 4po
de
pensamento
 que
u4lizamos
para
 os
criar”
 Albert
Einstein
 (1879
–
1955)

  • 4. Sociedade
da
Informação
 



Uma
sociedade
que
 predominantemente
uKliza
o
 recurso
às
tecnologias
da
 informação
e
comunicação
para
 a
troca
de
informação
em
 formato
digital
e
que
suporta
a
 interacção
entre
indivíduos
 com
recurso
a
práKcas
e
 métodos
em
construção
 permanente
 (Gouveia
e
Gaio,
2004)

  • 5. Sociedade
da
Informação
 Uso
intensivo
de
tecnologias
de
 informação
e
comunicação
 Uso
crescente
do
digital
 Organização
em
rede

  • 6. Sociedade
da
Informação
 Uso
intensivo
de
tecnologias
de
 infra‐estruturas
 informação
e
comunicação
 &
acesso
 processos
 Uso
crescente
do
digital
 &
formação
 de

 comando
&
controlo
 para
 Organização
em
rede
 parNlha
&
regulação

  • 7. Sociedade
da
Informação
 Uso
intensivo
de
tecnologias
de
 infra‐estruturas
 informação
e
comunicação
 &
acesso
 processos
 Uso
crescente
do
digital
 &
formação
 de

 comando
&
controlo
 para
 Organização
em
rede
 parNlha
&
regulação

  • 8. Do
analógico
para
o
digital
 •  aprender...
 – no
analógico,
memorizar
para
aprender
 – no
digital,
esquecer
para
aprender
 •  trabalhar...
 – no
analógico,
tomar
tempo
para
trabalhar
 – no
digital,
trabalhar
sem
tomar
o
tempo

  • 9. No
digital
 •  Crescente
mediação
de
computadores
e
redes
no
 relacionamento
humano
 •  Desmaterialização
de
acKvidades
e
processos
 associados
 •  Transformação
da
acKvidade
humana
 – O
tempo
com
diferentes
ciclos
 – Virtualização
e
transformação
do
conceito
de
tempo
e
 espaço
(exemplo:
o
síKo
na
Web…)

 – (implica)
espaço
(?sico)
com
diferentes
significados

  • 10. •  Mesmo
tempo
&
mesmo
espaço:
Nós!
 •  Mesmo
tempo
&
diferente
espaço:
Ali!
 •  Diferente
tempo
&
diferente
espaço:
Eles!
 •  Diferente
tempo
&
mesmo
espaço:
Local!
 Noção
de
 LOCAL
 .sico

  • 13. A
escola
e
os
novos
desafios
 •  Enfrenta
uma
nova
realidade
no
processo
de
aprendizagem
 (mas
os
alunos
são
mesmo
digitais?)
 ESTUDANTES
 FONTES
DE
CONHECIMENTO
 Preparar
a
nova
geração
de
estudantes
 (Net
GeneraNon,
Geração
Y
…)
 Estudantes
tem
acesso
a
vários
Kpos
de
 ‐
Digitais

 conteúdos.
 ‐ Ligados


 
 ‐ Querem
Criar
e
Aprender
ao
mesmo
 
 Podem
estudar
sozinhos,
em
qualquer
 tempo
 lugar
com
Internet
e
inúmeras
 possibilidades
de
interacção
com
 professores
e
colegas.
 TECNOLOGIA
 A
tecnologia
afecta
e
muda
o
processo
de
 Desenvolver
competências
individuais
e
 ensino
e
aprendizagem,
bem
como
o
siKo
 de
grupo.
 onde
esta
pode
ocorrer.

  • 14. Novos
estudantes,
sistemas
anNgos
 Espaços
de
aprendizagem
tradicionais
 Exemplo…
 Os
estudantes
das
nossas
Universidades

 estão
a
mudar
mais
rapidamente
que
as

 Universidades.
Estes
necessitam
de
mais

 acKvidade
 e
 mais
 interacção,
 algo
 que
 é
 ainda
 deficitário
 nos
 sistemas
 actuais
 de
 ensino.
 A
sala
de
aula
tradicional,
já
não
saKsfaz

 as
necessidades
e
expectaKvas

 dos
estudantes
 Uma
 abordagem
 pedagógica
 do
 Kpo
 eu
 falo
 ou
 demonstro
 e
 vocês
 observam
 e
 ouvem,
 não
 faz
 senKdo
 para
 as
 novas
 gerações
de
estudantes

  • 15. Novos
estudantes
sistemas
novos
 “Geração
net”
 ‐
Preferem
o
informal
 ‐
Pequenos
grupos
de
discussão
 ‐
Com
presença
de
tecnologia

 ‐
Aprendizagem
baseada
no
diálogo

 ‐
…e
em
ambientes
de
trabalho
colaboraKvo
 O
espaço
deve
ser
pensado
de
forma
a
 suportar
o
ensino
como
sendo
uma
acKvidade
 social
–
LOCAL
adaptado.

  • 16. Muitos
desafios
 •  A
aprendizagem
em
grupo

 (Social
Learning
Spaces)
 •  O
espaço
como
elemento
potenciador
de
reflexão
de
 simulação
e
de
conversação
 •  Laboratórios
e
laboratórios
criaKvos
 •  Espaços
de
aprendizagem
indivíduais
 •  Ambientes
de
simulação

 (Simulated
Environments)
 •  Ambientes
de
trabalho
colaboraKvo

 (Collabora4ve
Learning
Environments)


  • 20. Trabalho
de
Doutoramento
de
Pedro
Silva
 Ponto
de
parNda
 •  O
ensino
tradicional
dará
lugar
a
um
novo
Kpo
de
ensino
onde
é
 necessário
repensar
os
espaços
?sicos
e
a
forma
com
se
ensina,
se
 disponibiliza
a
informação
e
se
desenvolve
o
conhecimento.
 Problema
 •  A
influência
do
espaço
(fisico
ou
virtual)
nos
resultados
da
 aprendizagem.
 Questão
 •  A
forma
como
dispomos
e
organizamos
o
espaço
de
aprendizagem
 influência
a
qualidade,
o
modo
como
se
colabora,
se
interage,
se
 parKlha
e
se
constrói
conhecimento?

  • 21. Resultados
obNdos
(Pedro
Silva)

 Espaço
Físico
 Espaço
ColaboraKvo
 Espaço
Social
 Espaço
Virtual
 • Ensino
a
distância
 • E‐learning
 Percepções

 Encontradas

 • O
que
mais
agrada
 ‐
5
Categorias
principais

 • O
que
memos
agrada
 • O
que
gostaria
de
ver
mudado
 ‐
6
Subcategorias
 • O
que
pensa
da
uKlização
do
espaço

  • 22. Espaço
de
aprendizagem
 •  O
espaço
de
aprendizagem
está
sob
avaliação
e
redefinição
 •  Um
espaço
de
aprendizagem
é
muito
mais
que
uma
slaa
de
aula.
 Pode
ser
qualquer
local
onde
seja
possível
o
processo
de
 aprendizagem:
casa,
espaços
de
passsagem,
salas
de
congressos,
 cafés,
etc.

…
e
também
as
salas
de
aula!
 •  Os
espaços
são
por
eles
próprios
agentes
de
mudança;
se
se
 modificar
o
espaço
de
aula,
modifica‐se
o
Kpo
de
aprendizagem
 •  Entender
os
espaços
de
uma
escola
é
um
factor
importante
para
 entender
como
estes
funcionam
e
se
arKculam
–
deve
afectar
o
 modo
como
o
espaço
envolvente
é
planeado
(“é
preciso
uma
aldeia
 para
educar
uma
criança…”
Hillary
Clinton)

  • 23. Espaços
de
aprendizagem
(EA)
 princípios
orientadores
 •  Um
EA
deve
suportar
uma
variedade
de
esKlos
de
aprendizagem.
 •  Em
diferentes
tempos,
deve
a
aprendizagem
ser
social,
mas
também
 realizada
como
acKvidade
independente.
 •  Um
EA
deve
ser
versáKl
e
atracKvo.
 •  O
espaço
deve
ser
manKdo
(cuidado)
e
possuir
os
aparatos
 tecnológicos
adequados.
 •  Os
recursos
dever
ser
alocados
aos
EA
e
uKlizados
de
modo
eficaz.

 •  Devem
ser
consideradas
diferentes
necessidade
de
ensino,
 tecnologias
e
outros
aspectos
que
requerem
espaços
especializados.
 •  …
 •  Um
espaço
livre
permite
também
a
sua
reconfiguração
e
a
experiência
 de
novas
propostas!

  • 24. Nota
final
 
 Reinventar
os
 
 “The
teaching
and
 espaços
de
 learning
process
 aprendizagem
é
 won’t
be
the
same
 necessário
 it
was
for
the
last10
 years…”
 
 Qual
o
papel
da
 escola
e
do
espaço
 (Pedro
Silva,
2008)
 Csico?

  • 25. O
Digital
e
o
espaço
.sico
 Luis
Borges
Gouveia
 •  Com
a
mulKplicação
de
computadores
e
redes
em
todos
os
sectores
de
acKvidade
humana,
o
 digital
assume
uma
importância
crescente.
Neste
contexto,
a
escola
e
o
ensino
superior
não
 podem
deixar
de
enquadrar
o
digital
com
as
suas
acKvidades.
É
defendida
uma
perspecKva
 de
impacte
em
que
o
digital
também
está
associado
a
um
espaço
?sico,
reinventando‐o
e
não
 necessariamente

consKtuindo
um
seu
subsKtuto
ou
uma
ameaça
para
este,
mas
sim
um
 factor
de
mudança.
 •  O
autor
defende
que
as
questões
associadas
à
proximidade
?sica
e
ao
território
conKnuam
a
 ser
centrais
para
a
acKvidade
humana
e
sua
sustentabilidade
–
e
também
para
o
auxílio
e
 envolvimento
dos
processos
de
ensino
e
aprendizagem.
 •  De
igual
forma
que
o
e‐learning
promete
novas
oportunidades
de
desenvolvimento
e
de
 desmaterialização
de
muitas
acKvidades
associadas
com
o
ensino
e
a
educação,
também
o
 modo
como
a
acKvidade
presencial
se
organiza

sofre
impacto,
mas
conKnua
como
um
 espaço
úKl
.
A
defesa
de
um
(novo)
espaço
?sico
é
o
ponto
de
parKda
para
a
apresentação.
 •  II
Conferência
e‐learning
"Onde
a
Tecnologia
Encontra
a
Aprendizagem“
 •  FIL,
Auditório
A1
–12
de
Março
de
2010,
Lisboa

  • 26. Nota
Biográfica

 Luis
Borges
Gouveia
 homepage:
hFp://homepage.ufp.pt/~lmbg

 blogue:
hFp://lmbg.blogspot.com

 email:
lmbg@ufp.edu.pt

 twiFer:
@lbgouveia

 facebook:
hFp://www.facebook.com/lbgouveia

 slideshare:
hFp://www.slideshare.net/lmbg

 Professor
Associado
na
Faculdade
de
Ciência
e
Tecnologia
da
Universidade
 Fernando
Pessoa
e
um
dos
responsáveis
pelo
projecto
de
Universidade
Virtual
 da
UFP.
É
Doutorado
em
Ciências
da
Computação
pela
Lancaster
University
 (UK
–
2002)
e
possui
Mestrado
em
Engenharia
Electrotécnica
e
de
 Computadores
pela
FEUP,
1995.
É
docente
desde
1988
e
autor

de
10
livros
e
 cerca
de
3
centenas
de
publicações
de
natureza
cienefica
em
conferências,
 nas
suas
áreas
de
especialidade:
o
e‐learning
e
o
e‐government.

Os
seus
 interesses
de
I&D
incluem
as
relações
entre
o
espaço
?sico
e
o
digital
e
a
 aplicação
de
TICs
no
processo
de
ensino
e
aprendizagem.