SlideShare uma empresa Scribd logo
A ESCOLA E OS NOVOS DESAFIOSA Escola, o Digital e o Professor - um triângulo amoroso -Luis Borges Gouveia@lbgouveia | lmbg@ufp.edu.ptAgrupamento de Escolas Fajões26 de Abril de 2010
sumárioNota préviaO mundo em que vivemosDados, informação e conhecimentoEspaço físico, território e o  localA escola, nós e o ensinar e  aprenderReinventar espaços pelas práticas!A escola, o digital e o professor: um triângulo amorosoO Digital impõe uma forma diferente de pensar o mesmo de sempre. Ensinar e aprender são agora associados com outras fronteiras que estendem os limites físicos para novas fronteiras digitais. O perfil de quem aprende, o que aprende e como o faz, está agora associado com um relacionamento mais comprometido com o virtual, mas também com o real. Propõe-se uma conversa apaixonada com base na partilha da paixão de quem gosta de ensinar e que, para tal, tem de  aprender.
Nota préviaThe whole purpose of education is to turn mirrors into windows.  Sydney J. HarrisThe roots of education are bitter, but the fruit is sweet.  AristotleEducation is a better safeguard of liberty than a standing army.  Edward Everett
Ainda a nota prévia…
Nota prévia - @lbgouveiaProcura a partilha e a aprendizagem e sente ter a sorte de ainda não ter parado de se surpreender com o mundoLuis Borges Gouveia(1966 – …)Desde 1969 (ida à Lua) que vive e trabalha na escola
O mundo em que vivemos
Globalizaçãocomplexodinâmicoimprevisívelmas...simplesconstantecontrolávelCaracterizar o momento actualSociedade daInformaçãoDesenvolvimentosustentável
Globalizaçãocomplexodinâmicoimprevisívelmas...simplesconstantecontrolávelCaracterizar o momento actualSociedade daInformaçãoDesenvolvimentosustentável
GlobalizaçãoExpande o territórioAumenta a fronteiraterritórioSociedade daInformaçãoDesenvolvimentosustentável
GlobalizaçãoComprime o territórioElimina a fronteiraterritórioSociedade daInformaçãoDesenvolvimentosustentável
GlobalizaçãoValoriza o territórioReforça a fronteiraterritórioSociedade daInformaçãoDesenvolvimentosustentável
Digital: “ O rolo compressor ”
Sociedade da InformaçãoUma sociedade que predominantemente utiliza o recurso às tecnologiasda informação e comunicação para a troca de informação em formato digitale que suporta a interacçãoentre indivíduos com recurso a práticas e métodos em construção permanente(Gouveia e Gaio, 2004)
Sociedade da InformaçãoUso intensivo de tecnologias de informação e comunicaçãoUso crescente do digitalOrganização em rede
Sociedade da Informaçãoinfra-estruturas& acessoprocessos& formaçãodecomando & controloparapartilha & regulaçãoUso intensivo de tecnologias de informação e comunicaçãoUso crescente do digitalOrganização em rede
Do analógico para o digitalaprender...no analógico, memorizar para aprenderno digital, esquecer para aprendertrabalhar...no analógico, tomar tempo para trabalharno digital, trabalhar sem tomar o tempo
No digitalCrescente mediação de computadores e redes no relacionamento humanoDesmaterialização de actividades e processos associadosTransformação da actividade humanaO tempo com diferentes ciclosVirtualização e transformação do conceito de tempo e espaço (exemplo: o sítio na Web…) (implica) espaço (físico) com diferentes significados
Mesmo tempo & mesmoespaço: Nós!Mesmo tempo & diferenteespaço: Ali!Diferente tempo & diferenteespaço: Eles!Diferente tempo & mesmoespaço: Local!Noção de LOCALfísico
Ok… mas… o que separa estes…
Destes?
O mundo está mudadoMais digitalMais competitivomas também:Menos previsívelCom mais gente que contaCom mais necessidade de errar e menos tempo para o fazer
Agora somos todos iguaisCarta de uma ética mínimaAssumir uma crítica mais equalitariaMais gente no mundo que pode fazer a mudançaMais espaço, mas menos tempo para o fazer
Aprendemos todos os dias, de todas as formasSempre mais para fazer, do que o que se podeMais solicitações do que tempo disponívelMaior carga cognitiva do que a nossa resistência permite
O digital já se afirmou, esta connosco a toda a hora, em todo lugar (e no meio de nós)Teologia do digitale os computadores deixaram de ser importantes… o que fazemos com ele é que é!
A teologia da mudança!Novas práticasNovas competências Novos comportamentos Novas atitudes
A escola e os novos desafiosEnfrenta uma nova realidade no processo de aprendizagem (mas os alunos são mesmo digitais?)ESTUDANTESPreparar a nova geração de estudantes (Net Generation, Geração Y …)- Digitais Ligados
Querem Criar e Aprender ao mesmo tempoFONTES DE CONHECIMENTOEstudantes tem acesso a vários tipos de conteúdos.Podem estudar sozinhos, em qualquer lugar com Internet e inúmeras possibilidades de interacção com professores e colegas.Desenvolver competências individuais e de grupo.TECNOLOGIAA tecnologia afecta e muda o processo de ensino e aprendizagem, bem como o sitio onde esta pode ocorrer.
Novos estudantes, sistemas antigosEspaços de aprendizagem tradicionaisExemplo…Os estudantes das nossas Universidades estão a mudar mais rapidamente que as Universidades. Estes necessitam de mais actividade e mais interacção, algo que é ainda deficitário nos sistemas actuais de ensino.A sala de aula tradicional, já não satisfaz as necessidades e expectativas dos estudantesUma abordagem pedagógica do tipo eu falo ou demonstro e vocês observam e ouvem, não faz sentido para as novas gerações de estudantes
Novos estudantes sistemas novos“Geração net”- Preferem o informal- Pequenos grupos de discussão- Com presença de tecnologia - Aprendizagem baseada no diálogo - …e em ambientes de trabalho colaborativoO espaço deve ser pensado de forma a suportar o ensino como sendo uma actividade social – LOCAL adaptado.
Muitos desafiosA aprendizagem em grupo (Social LearningSpaces)O espaço como elemento potenciador de reflexão de simulação e de conversaçãoLaboratórios e laboratórios criativosEspaços de aprendizagemindividuaisAmbientes de simulação(Simulated Environments)Ambientes de trabalhocolaborativo(Collaborative Learning Environments)
Ambientestradicionais de aprendizagem
Espaçossociais de aprendizagem
Ambientes de aprendizagemcolaborativa
Espaço de aprendizagemO espaço de aprendizagem está sob avaliação e redefiniçãoUm espaço de aprendizagem é muito mais que uma slaa de aula. Pode ser qualquer local onde seja possível o processo de aprendizagem: casa, espaços de passsagem, salas de congressos, cafés, etc.  … e também as salas de aula!Os espaços são por eles próprios agentes de mudança; se se modificar o espaço de aula, modifica-se o tipo de aprendizagemEntender os espaços de uma escola é um factor importante para entender como estes funcionam e se articulam – deve afectar o modo como o espaço envolvente é planeado (“é preciso uma aldeia para educar uma criança…” Hillary Clinton)
Espaços de aprendizagem (EA)princípios orientadoresUm EA devesuportarumavariedade de estilos de aprendizagem.Emdiferentes tempos, deve a aprendizagem ser social, mastambémrealizadacomoactividadeindependente.Um EA deve ser versátil e atractivo.O espaçodeve ser mantido (cuidado) e possuirosaparatostecnológicosadequados.Os recursosdever ser alocadosaos EA e utilizados de modoeficaz. Devem ser consideradasdiferentesnecessidade de ensino, tecnologias e outrosaspectosquerequeremespaçosespecializados.…Um espaçolivrepermitetambém a suareconfiguração e a experiência de novas propostas!
A rede (I)Promessas da sociedade da informaçãoPartilha de informação (e do conhecimento)Novas relações tempo-espaço concorrentes num mesmo localMóvel, imediato, ubiquo, universalA relação e o relacionamento sãoelementos essenciais, realizadoscom recurso a computadores e redes (de telecomunicações)Apesar de tudo, um fenómeno social:Barry Wellman, Manuel Castells, …
A rede (II)Fenómenos de transferênciaAltera as relações de poderRedistribui e redefine custos de deslocação entre nós da redeFomenta uma evolução contínua, mantendo a mudança como constanteDiversidadeMudança permanenteAcolhe inovação e criatividade
A rede (III)Efeito de propagaçãoAltera a proximidade/distância e influência mútuaAtracção e reconfiguração de espaços e fronteirasEsferas de influência mais dinâmicas, com modelos mais complexosFavorece sistemas abertos eautónomosSistema distribuído, com capacidade de auto-regulaçãoEscala resultado da interacção;quanto mais interacção, maior densidade
COMO?
FAZER MAIS + COM MENOS –(information, use it or loose it...)
DOIS COMPONENTES(a percorrer simultaneamente...)(aviso: tem críticos...)
Pessoas, maispessoas e...competênciaEnvolver as pessoasInovação e desenvolvimentoCompetênciasCapital HumanoBalanço socialCapital SocialCriatividadeProposta de valorAposta no culturalTerritórios inteligentesQualificação
TerritórioRelevância económica/social/culturalMatérias primasCulturaMobilizaçãoCapacidadeIdentidadeHistóriaReconhecimentoCentralidadeMarcaOportunidadeAtracçãoSegurança e defesaQualidade de vidaMercado
Forças de coesãoProximidadeEscala humanaConfiança
A importância do indivíduoA(s) rede(s) aumentam o valor do indivíduoIndivíduo aumenta valor da(s) rede(s)
Limites humanos (existem mesmo?)Mais informaçãoMais conhecimentoMaior capacidade de reacçãoFazer escolhas…Ultrapassar limites!
Excesso de informaçãoSobrecarga cognitivaRefrear a curiosidade naturalConter a dispersãoLidar com a nossa criatividadeAgir, inovar, experimentar, difundir, agir…
O que há de novo?Gerir as tarefasGerir o tempoCriatividade
Da competência clássica ao novoDo racional aos afectos e à emoção (retorno?)Da preocupação com a literacia básica, funcional, informacional, comunicacional e tecnológica a…
Mais dependentes dos outros, temos que aprender a REDECada um é mais indivíduo na medida que se integra numa rede de indivíduos
As novas competências são as competências de redeAvaliar o EU é agora avaliar o NÓS PRÓXIMO
Avaliar o EU é agora avaliar o NÓS próximoQue temos feito por isso?O que a escola faz por isso?Que ferramentas utilizamos?
Impacto (exemplo…)partilha de emprego por um grupo de indivíduos que suportam as actividades de forma solidária, sendo contratada a REDE PRÓXIMA e não cada indivíduo isolado… aplicações a desenvolver…modelos de decisão participados partilha visual de conhecimentomodelos de produção colaborativos
Comentários finaisPensar o lado procuraFocar na interacçãoDesenvolver novas competências de redeConcentrar esforços no digital Orientar para:a partilha do conhecimentoo conhecimento com valor social
Comentários finaisO paradoxo do digitalExige um território para gerar valor de forma sustentávelO paradoxo das redesFenómenos de transferência de rede fortalecem os nós abertos e de menor custo de relacionamentoConhecimento e pessoas primeiroCapacitar o território é ter pessoas envolvidas, motivadas e competentes
Comentários finaisO paradoxo do digitalExige um território para gerar valor de forma sustentávelO paradoxo das redesFenómenos de transferência de rede fortalecem os nós abertos e de menor custo de relacionamentoConhecimento e pessoas primeiroCapacitar o território é ter pessoas envolvidas, motivadas e competentesValorizar e celebrar as pessoas Cuidar e gerir a informaçãoPRECISA-SE
ONDE?
na EscolaBibliotecas escolaresárea de projecto????????????Cidadania e participaçãoEnvolver a família????????História e lendas locaisComunidades escolaresDesporto e competiçãoEventos locais????Marca e identidadeAlertar para o ambiente????

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagemPsicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
Débora Silveira
 
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicas
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicasSlides Sextas inclusivas- práticas pedagógicas
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicas
Marily Oliveira
 
Tecnologias Assistivas
Tecnologias AssistivasTecnologias Assistivas
Tecnologias Assistivas
Soraia Prietch
 
A importância da tecnologia para educação
A importância da tecnologia para educaçãoA importância da tecnologia para educação
A importância da tecnologia para educação
Fernanda Damasio
 
Metodologias Ativas, Imersivas e Inovadoras
Metodologias Ativas, Imersivas e InovadorasMetodologias Ativas, Imersivas e Inovadoras
Metodologias Ativas, Imersivas e Inovadoras
Universidade Federal de Pernambuco
 
Didática
DidáticaDidática
Didática
gadea
 
Tics na Educação
Tics na EducaçãoTics na Educação
Tics na Educação
Vanessa Nogueira
 
Metodologias ativas e Inovadoras
Metodologias ativas e InovadorasMetodologias ativas e Inovadoras
Metodologias ativas e Inovadoras
Universidade Federal de Pernambuco
 
Currículo escolar
Currículo escolarCurrículo escolar
03 o papel do professor frente às mudanças
03 o papel do professor frente às mudanças03 o papel do professor frente às mudanças
03 o papel do professor frente às mudanças
Joao Balbi
 
Educação Especial na Perspectiva Inclusiva.
Educação Especial na Perspectiva Inclusiva.Educação Especial na Perspectiva Inclusiva.
Educação Especial na Perspectiva Inclusiva.
Instituto Consciência GO
 
Histórico da Educação Especial
Histórico da Educação EspecialHistórico da Educação Especial
Histórico da Educação Especial
Vera Zacharias
 
EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOSEDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
Márcia Castilho de Sales
 
As Novas Tecnologias da Informação e Comunicação (NTIC) contribuindo para o a...
As Novas Tecnologias da Informação e Comunicação (NTIC) contribuindo para o a...As Novas Tecnologias da Informação e Comunicação (NTIC) contribuindo para o a...
As Novas Tecnologias da Informação e Comunicação (NTIC) contribuindo para o a...
quezinhaneves
 
Avaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemAvaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagem
Gerdian Teixeira
 
inclusão escolar
inclusão escolarinclusão escolar
inclusão escolar
Ulisses Vakirtzis
 
Educação inclusiva
Educação inclusivaEducação inclusiva
Educação inclusiva
Priscila Gomes
 
Ed inclusiva unidade 1
Ed inclusiva unidade 1Ed inclusiva unidade 1
Ed inclusiva unidade 1
Daniel Rodrigues de Lima
 
Organização e gestão da escola
Organização e gestão da escolaOrganização e gestão da escola
Organização e gestão da escola
Ulisses Vakirtzis
 
Palestra:O Professor Educador
Palestra:O Professor EducadorPalestra:O Professor Educador
Palestra:O Professor Educador
Julio Machado
 

Mais procurados (20)

Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagemPsicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
 
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicas
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicasSlides Sextas inclusivas- práticas pedagógicas
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicas
 
Tecnologias Assistivas
Tecnologias AssistivasTecnologias Assistivas
Tecnologias Assistivas
 
A importância da tecnologia para educação
A importância da tecnologia para educaçãoA importância da tecnologia para educação
A importância da tecnologia para educação
 
Metodologias Ativas, Imersivas e Inovadoras
Metodologias Ativas, Imersivas e InovadorasMetodologias Ativas, Imersivas e Inovadoras
Metodologias Ativas, Imersivas e Inovadoras
 
Didática
DidáticaDidática
Didática
 
Tics na Educação
Tics na EducaçãoTics na Educação
Tics na Educação
 
Metodologias ativas e Inovadoras
Metodologias ativas e InovadorasMetodologias ativas e Inovadoras
Metodologias ativas e Inovadoras
 
Currículo escolar
Currículo escolarCurrículo escolar
Currículo escolar
 
03 o papel do professor frente às mudanças
03 o papel do professor frente às mudanças03 o papel do professor frente às mudanças
03 o papel do professor frente às mudanças
 
Educação Especial na Perspectiva Inclusiva.
Educação Especial na Perspectiva Inclusiva.Educação Especial na Perspectiva Inclusiva.
Educação Especial na Perspectiva Inclusiva.
 
Histórico da Educação Especial
Histórico da Educação EspecialHistórico da Educação Especial
Histórico da Educação Especial
 
EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOSEDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
 
As Novas Tecnologias da Informação e Comunicação (NTIC) contribuindo para o a...
As Novas Tecnologias da Informação e Comunicação (NTIC) contribuindo para o a...As Novas Tecnologias da Informação e Comunicação (NTIC) contribuindo para o a...
As Novas Tecnologias da Informação e Comunicação (NTIC) contribuindo para o a...
 
Avaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemAvaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagem
 
inclusão escolar
inclusão escolarinclusão escolar
inclusão escolar
 
Educação inclusiva
Educação inclusivaEducação inclusiva
Educação inclusiva
 
Ed inclusiva unidade 1
Ed inclusiva unidade 1Ed inclusiva unidade 1
Ed inclusiva unidade 1
 
Organização e gestão da escola
Organização e gestão da escolaOrganização e gestão da escola
Organização e gestão da escola
 
Palestra:O Professor Educador
Palestra:O Professor EducadorPalestra:O Professor Educador
Palestra:O Professor Educador
 

Destaque

Construção do PME - Assunção PB
Construção do PME - Assunção PBConstrução do PME - Assunção PB
Construção do PME - Assunção PB
Andréia Medeiros
 
Tecnologias da Informação e Comunicação na Educação
Tecnologias da Informação e Comunicação na EducaçãoTecnologias da Informação e Comunicação na Educação
Tecnologias da Informação e Comunicação na Educação
nunesdeia
 
ProInfo Integrado
ProInfo IntegradoProInfo Integrado
ProInfo Integrado
donicleo
 
Monografia Web 2.0
Monografia Web 2.0Monografia Web 2.0
Monografia Web 2.0
Crystiam Pereira E Silva
 
Novas tecnologias, novos modos de viver
Novas tecnologias, novos modos de viverNovas tecnologias, novos modos de viver
Novas tecnologias, novos modos de viver
pricaevaristo
 
Novas tecnologias: novos modos de ensinar, novos modos de aprender!
Novas tecnologias: novos modos de ensinar, novos modos de aprender!Novas tecnologias: novos modos de ensinar, novos modos de aprender!
Novas tecnologias: novos modos de ensinar, novos modos de aprender!
SONIA BERTOCCHI
 
Desafios aos educadores do século XXI
Desafios aos educadores do século XXI Desafios aos educadores do século XXI
Desafios aos educadores do século XXI
SONIA BERTOCCHI
 
Introdução a Informatica na educação
Introdução a Informatica na educaçãoIntrodução a Informatica na educação
Introdução a Informatica na educação
Lisiane Oliveira
 
Tecnologias e Educação
Tecnologias e EducaçãoTecnologias e Educação
Tecnologias e Educação
Ivanize Honorato
 
Apostila Educação Digital
Apostila Educação DigitalApostila Educação Digital
Apostila Educação Digital
Sônia Aparecida Bonfim de Souza
 
As Novas Tecnologias E Educação
As Novas Tecnologias E EducaçãoAs Novas Tecnologias E Educação
As Novas Tecnologias E Educação
José Walter Santos Filho
 

Destaque (11)

Construção do PME - Assunção PB
Construção do PME - Assunção PBConstrução do PME - Assunção PB
Construção do PME - Assunção PB
 
Tecnologias da Informação e Comunicação na Educação
Tecnologias da Informação e Comunicação na EducaçãoTecnologias da Informação e Comunicação na Educação
Tecnologias da Informação e Comunicação na Educação
 
ProInfo Integrado
ProInfo IntegradoProInfo Integrado
ProInfo Integrado
 
Monografia Web 2.0
Monografia Web 2.0Monografia Web 2.0
Monografia Web 2.0
 
Novas tecnologias, novos modos de viver
Novas tecnologias, novos modos de viverNovas tecnologias, novos modos de viver
Novas tecnologias, novos modos de viver
 
Novas tecnologias: novos modos de ensinar, novos modos de aprender!
Novas tecnologias: novos modos de ensinar, novos modos de aprender!Novas tecnologias: novos modos de ensinar, novos modos de aprender!
Novas tecnologias: novos modos de ensinar, novos modos de aprender!
 
Desafios aos educadores do século XXI
Desafios aos educadores do século XXI Desafios aos educadores do século XXI
Desafios aos educadores do século XXI
 
Introdução a Informatica na educação
Introdução a Informatica na educaçãoIntrodução a Informatica na educação
Introdução a Informatica na educação
 
Tecnologias e Educação
Tecnologias e EducaçãoTecnologias e Educação
Tecnologias e Educação
 
Apostila Educação Digital
Apostila Educação DigitalApostila Educação Digital
Apostila Educação Digital
 
As Novas Tecnologias E Educação
As Novas Tecnologias E EducaçãoAs Novas Tecnologias E Educação
As Novas Tecnologias E Educação
 

Semelhante a A ESCOLA E OS NOVOS DESAFIOS: A Escola, o Digital e o Professor

Reflexão crítica das TICs na Educação
Reflexão crítica das TICs na EducaçãoReflexão crítica das TICs na Educação
Reflexão crítica das TICs na Educação
Luis Borges Gouveia
 
Desafios da Gestão da Informação e a questão da soberania no digital: da esco...
Desafios da Gestão da Informação e a questão da soberania no digital: da esco...Desafios da Gestão da Informação e a questão da soberania no digital: da esco...
Desafios da Gestão da Informação e a questão da soberania no digital: da esco...
Luis Borges Gouveia
 
O Digital e o Espaço Físico
O Digital e o Espaço FísicoO Digital e o Espaço Físico
O Digital e o Espaço Físico
Luis Borges Gouveia
 
Desafios de ensinar e aprender em um mundo conectado - José Moran
Desafios de ensinar e aprender em um mundo conectado -  José MoranDesafios de ensinar e aprender em um mundo conectado -  José Moran
Desafios de ensinar e aprender em um mundo conectado - José Moran
SEJUD
 
COIED2_José Moran
COIED2_José MoranCOIED2_José Moran
COIED2_José Moran
COIED
 
Paper fabia moreira_1202062
Paper fabia moreira_1202062Paper fabia moreira_1202062
Paper fabia moreira_1202062
fabiapimentel
 
Mini curso tec_educ
Mini curso tec_educMini curso tec_educ
Mini curso tec_educ
Alice Lage
 
A Escola na Era do PetaByte
A Escola na Era do PetaByteA Escola na Era do PetaByte
A Escola na Era do PetaByte
camposmf
 
Texto apoio 2 educação sociedade informação
Texto apoio 2 educação sociedade informaçãoTexto apoio 2 educação sociedade informação
Texto apoio 2 educação sociedade informação
ricaselmavera
 
Educação a distância
Educação a distânciaEducação a distância
Educação a distância
Thiago Petra
 
TIC na sala de aula: melhoria do ensino ou inovação conservadora?
TIC na sala de aula: melhoria do ensino ou inovação conservadora?TIC na sala de aula: melhoria do ensino ou inovação conservadora?
TIC na sala de aula: melhoria do ensino ou inovação conservadora?
Jussara Oleques
 
E-learning: Oportunidades e Desafios para o Ensino Superior
E-learning: Oportunidades e Desafios para o Ensino SuperiorE-learning: Oportunidades e Desafios para o Ensino Superior
E-learning: Oportunidades e Desafios para o Ensino Superior
Luis Borges Gouveia
 
Tecnologia e educação_(ensino_e_aprendizagem_inovadoras_ com_tecnologia)
Tecnologia e educação_(ensino_e_aprendizagem_inovadoras_ com_tecnologia)Tecnologia e educação_(ensino_e_aprendizagem_inovadoras_ com_tecnologia)
Tecnologia e educação_(ensino_e_aprendizagem_inovadoras_ com_tecnologia)
Eliane Marques Menezes
 
Fichamento tf carl b. boyer
Fichamento tf  carl b. boyerFichamento tf  carl b. boyer
Fichamento tf carl b. boyer
KVL2559
 
O digital e as novas formas de, e para, aprender
O digital e as novas formas de, e para, aprenderO digital e as novas formas de, e para, aprender
O digital e as novas formas de, e para, aprender
Luis Borges Gouveia
 
Ava - Ambiente Virtual de Aprendizagem
Ava - Ambiente Virtual de AprendizagemAva - Ambiente Virtual de Aprendizagem
Ava - Ambiente Virtual de Aprendizagem
Centro de Mídias de Educação do Amazonas
 
Avaambientevirtualdeaprendizagem 100327220138-phpapp01
Avaambientevirtualdeaprendizagem 100327220138-phpapp01Avaambientevirtualdeaprendizagem 100327220138-phpapp01
Avaambientevirtualdeaprendizagem 100327220138-phpapp01
Alda Guedes
 
AVA Ambientes Virtuais de Aprendizagem
AVA Ambientes Virtuais  de AprendizagemAVA Ambientes Virtuais  de Aprendizagem
AVA Ambientes Virtuais de Aprendizagem
EAD Amazon
 
Educação aberta e à distância
Educação aberta e à distância Educação aberta e à distância
Educação aberta e à distância
Cláudia Mestre
 
Apresentação ava.revisado
Apresentação ava.revisadoApresentação ava.revisado
Apresentação ava.revisado
Guilmer Brito
 

Semelhante a A ESCOLA E OS NOVOS DESAFIOS: A Escola, o Digital e o Professor (20)

Reflexão crítica das TICs na Educação
Reflexão crítica das TICs na EducaçãoReflexão crítica das TICs na Educação
Reflexão crítica das TICs na Educação
 
Desafios da Gestão da Informação e a questão da soberania no digital: da esco...
Desafios da Gestão da Informação e a questão da soberania no digital: da esco...Desafios da Gestão da Informação e a questão da soberania no digital: da esco...
Desafios da Gestão da Informação e a questão da soberania no digital: da esco...
 
O Digital e o Espaço Físico
O Digital e o Espaço FísicoO Digital e o Espaço Físico
O Digital e o Espaço Físico
 
Desafios de ensinar e aprender em um mundo conectado - José Moran
Desafios de ensinar e aprender em um mundo conectado -  José MoranDesafios de ensinar e aprender em um mundo conectado -  José Moran
Desafios de ensinar e aprender em um mundo conectado - José Moran
 
COIED2_José Moran
COIED2_José MoranCOIED2_José Moran
COIED2_José Moran
 
Paper fabia moreira_1202062
Paper fabia moreira_1202062Paper fabia moreira_1202062
Paper fabia moreira_1202062
 
Mini curso tec_educ
Mini curso tec_educMini curso tec_educ
Mini curso tec_educ
 
A Escola na Era do PetaByte
A Escola na Era do PetaByteA Escola na Era do PetaByte
A Escola na Era do PetaByte
 
Texto apoio 2 educação sociedade informação
Texto apoio 2 educação sociedade informaçãoTexto apoio 2 educação sociedade informação
Texto apoio 2 educação sociedade informação
 
Educação a distância
Educação a distânciaEducação a distância
Educação a distância
 
TIC na sala de aula: melhoria do ensino ou inovação conservadora?
TIC na sala de aula: melhoria do ensino ou inovação conservadora?TIC na sala de aula: melhoria do ensino ou inovação conservadora?
TIC na sala de aula: melhoria do ensino ou inovação conservadora?
 
E-learning: Oportunidades e Desafios para o Ensino Superior
E-learning: Oportunidades e Desafios para o Ensino SuperiorE-learning: Oportunidades e Desafios para o Ensino Superior
E-learning: Oportunidades e Desafios para o Ensino Superior
 
Tecnologia e educação_(ensino_e_aprendizagem_inovadoras_ com_tecnologia)
Tecnologia e educação_(ensino_e_aprendizagem_inovadoras_ com_tecnologia)Tecnologia e educação_(ensino_e_aprendizagem_inovadoras_ com_tecnologia)
Tecnologia e educação_(ensino_e_aprendizagem_inovadoras_ com_tecnologia)
 
Fichamento tf carl b. boyer
Fichamento tf  carl b. boyerFichamento tf  carl b. boyer
Fichamento tf carl b. boyer
 
O digital e as novas formas de, e para, aprender
O digital e as novas formas de, e para, aprenderO digital e as novas formas de, e para, aprender
O digital e as novas formas de, e para, aprender
 
Ava - Ambiente Virtual de Aprendizagem
Ava - Ambiente Virtual de AprendizagemAva - Ambiente Virtual de Aprendizagem
Ava - Ambiente Virtual de Aprendizagem
 
Avaambientevirtualdeaprendizagem 100327220138-phpapp01
Avaambientevirtualdeaprendizagem 100327220138-phpapp01Avaambientevirtualdeaprendizagem 100327220138-phpapp01
Avaambientevirtualdeaprendizagem 100327220138-phpapp01
 
AVA Ambientes Virtuais de Aprendizagem
AVA Ambientes Virtuais  de AprendizagemAVA Ambientes Virtuais  de Aprendizagem
AVA Ambientes Virtuais de Aprendizagem
 
Educação aberta e à distância
Educação aberta e à distância Educação aberta e à distância
Educação aberta e à distância
 
Apresentação ava.revisado
Apresentação ava.revisadoApresentação ava.revisado
Apresentação ava.revisado
 

Mais de Luis Borges Gouveia

A Sala de Aula como um espaço de oportunidade num tempo pós pandémico
A Sala de Aula como um espaço de oportunidade num tempo pós pandémicoA Sala de Aula como um espaço de oportunidade num tempo pós pandémico
A Sala de Aula como um espaço de oportunidade num tempo pós pandémico
Luis Borges Gouveia
 
Sharing ongoing research from *TRS group on ICT for teaching and learning
Sharing ongoing research from *TRS group on ICT for teaching and learningSharing ongoing research from *TRS group on ICT for teaching and learning
Sharing ongoing research from *TRS group on ICT for teaching and learning
Luis Borges Gouveia
 
Casos de Estudo e Estudos de Caso. Práticas e Operacionalização: como resolve...
Casos de Estudo e Estudos de Caso. Práticas e Operacionalização: como resolve...Casos de Estudo e Estudos de Caso. Práticas e Operacionalização: como resolve...
Casos de Estudo e Estudos de Caso. Práticas e Operacionalização: como resolve...
Luis Borges Gouveia
 
Contribuições para o uso da MVR - Matriz de Valor e Relevância - Indicadores ...
Contribuições para o uso da MVR - Matriz de Valor e Relevância - Indicadores ...Contribuições para o uso da MVR - Matriz de Valor e Relevância - Indicadores ...
Contribuições para o uso da MVR - Matriz de Valor e Relevância - Indicadores ...
Luis Borges Gouveia
 
Inteligência Artificial e o seu uso em contexto militar
Inteligência Artificial e o seu uso em contexto militarInteligência Artificial e o seu uso em contexto militar
Inteligência Artificial e o seu uso em contexto militar
Luis Borges Gouveia
 
Eventos PhD CI SiTEGI UFP
Eventos PhD CI SiTEGI UFPEventos PhD CI SiTEGI UFP
Eventos PhD CI SiTEGI UFP
Luis Borges Gouveia
 
Information Science PhD event
Information Science PhD eventInformation Science PhD event
Information Science PhD event
Luis Borges Gouveia
 
Curadoria Digital de Conteúdo para Educação a Distância
Curadoria Digital de Conteúdo para Educação a DistânciaCuradoria Digital de Conteúdo para Educação a Distância
Curadoria Digital de Conteúdo para Educação a Distância
Luis Borges Gouveia
 
Proposta de um Modelo de Matriz de Correlação e Relevância – ODS e indicadore...
Proposta de um Modelo de Matriz de Correlação e Relevância – ODS e indicadore...Proposta de um Modelo de Matriz de Correlação e Relevância – ODS e indicadore...
Proposta de um Modelo de Matriz de Correlação e Relevância – ODS e indicadore...
Luis Borges Gouveia
 
Livro de Resumos do Seminário PhD CI - SiTEGI 2020
Livro de Resumos do Seminário PhD CI - SiTEGI 2020Livro de Resumos do Seminário PhD CI - SiTEGI 2020
Livro de Resumos do Seminário PhD CI - SiTEGI 2020
Luis Borges Gouveia
 
O Digital e um espaço de oportunidades num oceano de desafios
O Digital e um espaço de oportunidades num oceano de desafiosO Digital e um espaço de oportunidades num oceano de desafios
O Digital e um espaço de oportunidades num oceano de desafios
Luis Borges Gouveia
 
Uma análise prévia do ensino de emergência em tempos de pandemia e o impacto ...
Uma análise prévia do ensino de emergência em tempos de pandemia e o impacto ...Uma análise prévia do ensino de emergência em tempos de pandemia e o impacto ...
Uma análise prévia do ensino de emergência em tempos de pandemia e o impacto ...
Luis Borges Gouveia
 
A oportunidade de um novo normal no ensino superior
A oportunidade de um novo normal no ensino superiorA oportunidade de um novo normal no ensino superior
A oportunidade de um novo normal no ensino superior
Luis Borges Gouveia
 
CULTURA DIGITAL DEFINIÇÃO E DIMENSÕES CONSTITUTIVAS: uma proposta para mapear...
CULTURA DIGITAL DEFINIÇÃO E DIMENSÕES CONSTITUTIVAS: uma proposta para mapear...CULTURA DIGITAL DEFINIÇÃO E DIMENSÕES CONSTITUTIVAS: uma proposta para mapear...
CULTURA DIGITAL DEFINIÇÃO E DIMENSÕES CONSTITUTIVAS: uma proposta para mapear...
Luis Borges Gouveia
 
Transformação digital e gestão da informação
Transformação digital e gestão da informaçãoTransformação digital e gestão da informação
Transformação digital e gestão da informação
Luis Borges Gouveia
 
O momento da Transformação digital
O momento da Transformação digitalO momento da Transformação digital
O momento da Transformação digital
Luis Borges Gouveia
 
Emerging alternatives to leadership and governance in a digital ecosystem
Emerging alternatives to leadership and governance in a digital ecosystemEmerging alternatives to leadership and governance in a digital ecosystem
Emerging alternatives to leadership and governance in a digital ecosystem
Luis Borges Gouveia
 
Sobre Cultura Digital
Sobre Cultura DigitalSobre Cultura Digital
Sobre Cultura Digital
Luis Borges Gouveia
 
O lugar da leitura como espaço de convergência entre o real e o digital
O lugar da leitura como espaço de convergência entre o real e o digitalO lugar da leitura como espaço de convergência entre o real e o digital
O lugar da leitura como espaço de convergência entre o real e o digital
Luis Borges Gouveia
 
Responder a um contexto digital nas IES
Responder a um contexto digital nas IESResponder a um contexto digital nas IES
Responder a um contexto digital nas IES
Luis Borges Gouveia
 

Mais de Luis Borges Gouveia (20)

A Sala de Aula como um espaço de oportunidade num tempo pós pandémico
A Sala de Aula como um espaço de oportunidade num tempo pós pandémicoA Sala de Aula como um espaço de oportunidade num tempo pós pandémico
A Sala de Aula como um espaço de oportunidade num tempo pós pandémico
 
Sharing ongoing research from *TRS group on ICT for teaching and learning
Sharing ongoing research from *TRS group on ICT for teaching and learningSharing ongoing research from *TRS group on ICT for teaching and learning
Sharing ongoing research from *TRS group on ICT for teaching and learning
 
Casos de Estudo e Estudos de Caso. Práticas e Operacionalização: como resolve...
Casos de Estudo e Estudos de Caso. Práticas e Operacionalização: como resolve...Casos de Estudo e Estudos de Caso. Práticas e Operacionalização: como resolve...
Casos de Estudo e Estudos de Caso. Práticas e Operacionalização: como resolve...
 
Contribuições para o uso da MVR - Matriz de Valor e Relevância - Indicadores ...
Contribuições para o uso da MVR - Matriz de Valor e Relevância - Indicadores ...Contribuições para o uso da MVR - Matriz de Valor e Relevância - Indicadores ...
Contribuições para o uso da MVR - Matriz de Valor e Relevância - Indicadores ...
 
Inteligência Artificial e o seu uso em contexto militar
Inteligência Artificial e o seu uso em contexto militarInteligência Artificial e o seu uso em contexto militar
Inteligência Artificial e o seu uso em contexto militar
 
Eventos PhD CI SiTEGI UFP
Eventos PhD CI SiTEGI UFPEventos PhD CI SiTEGI UFP
Eventos PhD CI SiTEGI UFP
 
Information Science PhD event
Information Science PhD eventInformation Science PhD event
Information Science PhD event
 
Curadoria Digital de Conteúdo para Educação a Distância
Curadoria Digital de Conteúdo para Educação a DistânciaCuradoria Digital de Conteúdo para Educação a Distância
Curadoria Digital de Conteúdo para Educação a Distância
 
Proposta de um Modelo de Matriz de Correlação e Relevância – ODS e indicadore...
Proposta de um Modelo de Matriz de Correlação e Relevância – ODS e indicadore...Proposta de um Modelo de Matriz de Correlação e Relevância – ODS e indicadore...
Proposta de um Modelo de Matriz de Correlação e Relevância – ODS e indicadore...
 
Livro de Resumos do Seminário PhD CI - SiTEGI 2020
Livro de Resumos do Seminário PhD CI - SiTEGI 2020Livro de Resumos do Seminário PhD CI - SiTEGI 2020
Livro de Resumos do Seminário PhD CI - SiTEGI 2020
 
O Digital e um espaço de oportunidades num oceano de desafios
O Digital e um espaço de oportunidades num oceano de desafiosO Digital e um espaço de oportunidades num oceano de desafios
O Digital e um espaço de oportunidades num oceano de desafios
 
Uma análise prévia do ensino de emergência em tempos de pandemia e o impacto ...
Uma análise prévia do ensino de emergência em tempos de pandemia e o impacto ...Uma análise prévia do ensino de emergência em tempos de pandemia e o impacto ...
Uma análise prévia do ensino de emergência em tempos de pandemia e o impacto ...
 
A oportunidade de um novo normal no ensino superior
A oportunidade de um novo normal no ensino superiorA oportunidade de um novo normal no ensino superior
A oportunidade de um novo normal no ensino superior
 
CULTURA DIGITAL DEFINIÇÃO E DIMENSÕES CONSTITUTIVAS: uma proposta para mapear...
CULTURA DIGITAL DEFINIÇÃO E DIMENSÕES CONSTITUTIVAS: uma proposta para mapear...CULTURA DIGITAL DEFINIÇÃO E DIMENSÕES CONSTITUTIVAS: uma proposta para mapear...
CULTURA DIGITAL DEFINIÇÃO E DIMENSÕES CONSTITUTIVAS: uma proposta para mapear...
 
Transformação digital e gestão da informação
Transformação digital e gestão da informaçãoTransformação digital e gestão da informação
Transformação digital e gestão da informação
 
O momento da Transformação digital
O momento da Transformação digitalO momento da Transformação digital
O momento da Transformação digital
 
Emerging alternatives to leadership and governance in a digital ecosystem
Emerging alternatives to leadership and governance in a digital ecosystemEmerging alternatives to leadership and governance in a digital ecosystem
Emerging alternatives to leadership and governance in a digital ecosystem
 
Sobre Cultura Digital
Sobre Cultura DigitalSobre Cultura Digital
Sobre Cultura Digital
 
O lugar da leitura como espaço de convergência entre o real e o digital
O lugar da leitura como espaço de convergência entre o real e o digitalO lugar da leitura como espaço de convergência entre o real e o digital
O lugar da leitura como espaço de convergência entre o real e o digital
 
Responder a um contexto digital nas IES
Responder a um contexto digital nas IESResponder a um contexto digital nas IES
Responder a um contexto digital nas IES
 

Último

Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
AngelicaCostaMeirele2
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CristviaFerreira
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 

Último (20)

Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 

A ESCOLA E OS NOVOS DESAFIOS: A Escola, o Digital e o Professor

  • 1. A ESCOLA E OS NOVOS DESAFIOSA Escola, o Digital e o Professor - um triângulo amoroso -Luis Borges Gouveia@lbgouveia | lmbg@ufp.edu.ptAgrupamento de Escolas Fajões26 de Abril de 2010
  • 2. sumárioNota préviaO mundo em que vivemosDados, informação e conhecimentoEspaço físico, território e o localA escola, nós e o ensinar e aprenderReinventar espaços pelas práticas!A escola, o digital e o professor: um triângulo amorosoO Digital impõe uma forma diferente de pensar o mesmo de sempre. Ensinar e aprender são agora associados com outras fronteiras que estendem os limites físicos para novas fronteiras digitais. O perfil de quem aprende, o que aprende e como o faz, está agora associado com um relacionamento mais comprometido com o virtual, mas também com o real. Propõe-se uma conversa apaixonada com base na partilha da paixão de quem gosta de ensinar e que, para tal, tem de  aprender.
  • 3. Nota préviaThe whole purpose of education is to turn mirrors into windows.  Sydney J. HarrisThe roots of education are bitter, but the fruit is sweet.  AristotleEducation is a better safeguard of liberty than a standing army.  Edward Everett
  • 4. Ainda a nota prévia…
  • 5. Nota prévia - @lbgouveiaProcura a partilha e a aprendizagem e sente ter a sorte de ainda não ter parado de se surpreender com o mundoLuis Borges Gouveia(1966 – …)Desde 1969 (ida à Lua) que vive e trabalha na escola
  • 6. O mundo em que vivemos
  • 9. GlobalizaçãoExpande o territórioAumenta a fronteiraterritórioSociedade daInformaçãoDesenvolvimentosustentável
  • 10. GlobalizaçãoComprime o territórioElimina a fronteiraterritórioSociedade daInformaçãoDesenvolvimentosustentável
  • 11. GlobalizaçãoValoriza o territórioReforça a fronteiraterritórioSociedade daInformaçãoDesenvolvimentosustentável
  • 12. Digital: “ O rolo compressor ”
  • 13. Sociedade da InformaçãoUma sociedade que predominantemente utiliza o recurso às tecnologiasda informação e comunicação para a troca de informação em formato digitale que suporta a interacçãoentre indivíduos com recurso a práticas e métodos em construção permanente(Gouveia e Gaio, 2004)
  • 14. Sociedade da InformaçãoUso intensivo de tecnologias de informação e comunicaçãoUso crescente do digitalOrganização em rede
  • 15. Sociedade da Informaçãoinfra-estruturas& acessoprocessos& formaçãodecomando & controloparapartilha & regulaçãoUso intensivo de tecnologias de informação e comunicaçãoUso crescente do digitalOrganização em rede
  • 16. Do analógico para o digitalaprender...no analógico, memorizar para aprenderno digital, esquecer para aprendertrabalhar...no analógico, tomar tempo para trabalharno digital, trabalhar sem tomar o tempo
  • 17. No digitalCrescente mediação de computadores e redes no relacionamento humanoDesmaterialização de actividades e processos associadosTransformação da actividade humanaO tempo com diferentes ciclosVirtualização e transformação do conceito de tempo e espaço (exemplo: o sítio na Web…) (implica) espaço (físico) com diferentes significados
  • 18. Mesmo tempo & mesmoespaço: Nós!Mesmo tempo & diferenteespaço: Ali!Diferente tempo & diferenteespaço: Eles!Diferente tempo & mesmoespaço: Local!Noção de LOCALfísico
  • 19. Ok… mas… o que separa estes…
  • 21. O mundo está mudadoMais digitalMais competitivomas também:Menos previsívelCom mais gente que contaCom mais necessidade de errar e menos tempo para o fazer
  • 22. Agora somos todos iguaisCarta de uma ética mínimaAssumir uma crítica mais equalitariaMais gente no mundo que pode fazer a mudançaMais espaço, mas menos tempo para o fazer
  • 23. Aprendemos todos os dias, de todas as formasSempre mais para fazer, do que o que se podeMais solicitações do que tempo disponívelMaior carga cognitiva do que a nossa resistência permite
  • 24. O digital já se afirmou, esta connosco a toda a hora, em todo lugar (e no meio de nós)Teologia do digitale os computadores deixaram de ser importantes… o que fazemos com ele é que é!
  • 25. A teologia da mudança!Novas práticasNovas competências Novos comportamentos Novas atitudes
  • 26. A escola e os novos desafiosEnfrenta uma nova realidade no processo de aprendizagem (mas os alunos são mesmo digitais?)ESTUDANTESPreparar a nova geração de estudantes (Net Generation, Geração Y …)- Digitais Ligados
  • 27. Querem Criar e Aprender ao mesmo tempoFONTES DE CONHECIMENTOEstudantes tem acesso a vários tipos de conteúdos.Podem estudar sozinhos, em qualquer lugar com Internet e inúmeras possibilidades de interacção com professores e colegas.Desenvolver competências individuais e de grupo.TECNOLOGIAA tecnologia afecta e muda o processo de ensino e aprendizagem, bem como o sitio onde esta pode ocorrer.
  • 28. Novos estudantes, sistemas antigosEspaços de aprendizagem tradicionaisExemplo…Os estudantes das nossas Universidades estão a mudar mais rapidamente que as Universidades. Estes necessitam de mais actividade e mais interacção, algo que é ainda deficitário nos sistemas actuais de ensino.A sala de aula tradicional, já não satisfaz as necessidades e expectativas dos estudantesUma abordagem pedagógica do tipo eu falo ou demonstro e vocês observam e ouvem, não faz sentido para as novas gerações de estudantes
  • 29. Novos estudantes sistemas novos“Geração net”- Preferem o informal- Pequenos grupos de discussão- Com presença de tecnologia - Aprendizagem baseada no diálogo - …e em ambientes de trabalho colaborativoO espaço deve ser pensado de forma a suportar o ensino como sendo uma actividade social – LOCAL adaptado.
  • 30. Muitos desafiosA aprendizagem em grupo (Social LearningSpaces)O espaço como elemento potenciador de reflexão de simulação e de conversaçãoLaboratórios e laboratórios criativosEspaços de aprendizagemindividuaisAmbientes de simulação(Simulated Environments)Ambientes de trabalhocolaborativo(Collaborative Learning Environments)
  • 34. Espaço de aprendizagemO espaço de aprendizagem está sob avaliação e redefiniçãoUm espaço de aprendizagem é muito mais que uma slaa de aula. Pode ser qualquer local onde seja possível o processo de aprendizagem: casa, espaços de passsagem, salas de congressos, cafés, etc. … e também as salas de aula!Os espaços são por eles próprios agentes de mudança; se se modificar o espaço de aula, modifica-se o tipo de aprendizagemEntender os espaços de uma escola é um factor importante para entender como estes funcionam e se articulam – deve afectar o modo como o espaço envolvente é planeado (“é preciso uma aldeia para educar uma criança…” Hillary Clinton)
  • 35. Espaços de aprendizagem (EA)princípios orientadoresUm EA devesuportarumavariedade de estilos de aprendizagem.Emdiferentes tempos, deve a aprendizagem ser social, mastambémrealizadacomoactividadeindependente.Um EA deve ser versátil e atractivo.O espaçodeve ser mantido (cuidado) e possuirosaparatostecnológicosadequados.Os recursosdever ser alocadosaos EA e utilizados de modoeficaz. Devem ser consideradasdiferentesnecessidade de ensino, tecnologias e outrosaspectosquerequeremespaçosespecializados.…Um espaçolivrepermitetambém a suareconfiguração e a experiência de novas propostas!
  • 36. A rede (I)Promessas da sociedade da informaçãoPartilha de informação (e do conhecimento)Novas relações tempo-espaço concorrentes num mesmo localMóvel, imediato, ubiquo, universalA relação e o relacionamento sãoelementos essenciais, realizadoscom recurso a computadores e redes (de telecomunicações)Apesar de tudo, um fenómeno social:Barry Wellman, Manuel Castells, …
  • 37. A rede (II)Fenómenos de transferênciaAltera as relações de poderRedistribui e redefine custos de deslocação entre nós da redeFomenta uma evolução contínua, mantendo a mudança como constanteDiversidadeMudança permanenteAcolhe inovação e criatividade
  • 38. A rede (III)Efeito de propagaçãoAltera a proximidade/distância e influência mútuaAtracção e reconfiguração de espaços e fronteirasEsferas de influência mais dinâmicas, com modelos mais complexosFavorece sistemas abertos eautónomosSistema distribuído, com capacidade de auto-regulaçãoEscala resultado da interacção;quanto mais interacção, maior densidade
  • 39. COMO?
  • 40. FAZER MAIS + COM MENOS –(information, use it or loose it...)
  • 41. DOIS COMPONENTES(a percorrer simultaneamente...)(aviso: tem críticos...)
  • 42. Pessoas, maispessoas e...competênciaEnvolver as pessoasInovação e desenvolvimentoCompetênciasCapital HumanoBalanço socialCapital SocialCriatividadeProposta de valorAposta no culturalTerritórios inteligentesQualificação
  • 45. A importância do indivíduoA(s) rede(s) aumentam o valor do indivíduoIndivíduo aumenta valor da(s) rede(s)
  • 46. Limites humanos (existem mesmo?)Mais informaçãoMais conhecimentoMaior capacidade de reacçãoFazer escolhas…Ultrapassar limites!
  • 47. Excesso de informaçãoSobrecarga cognitivaRefrear a curiosidade naturalConter a dispersãoLidar com a nossa criatividadeAgir, inovar, experimentar, difundir, agir…
  • 48. O que há de novo?Gerir as tarefasGerir o tempoCriatividade
  • 49. Da competência clássica ao novoDo racional aos afectos e à emoção (retorno?)Da preocupação com a literacia básica, funcional, informacional, comunicacional e tecnológica a…
  • 50. Mais dependentes dos outros, temos que aprender a REDECada um é mais indivíduo na medida que se integra numa rede de indivíduos
  • 51. As novas competências são as competências de redeAvaliar o EU é agora avaliar o NÓS PRÓXIMO
  • 52. Avaliar o EU é agora avaliar o NÓS próximoQue temos feito por isso?O que a escola faz por isso?Que ferramentas utilizamos?
  • 53. Impacto (exemplo…)partilha de emprego por um grupo de indivíduos que suportam as actividades de forma solidária, sendo contratada a REDE PRÓXIMA e não cada indivíduo isolado… aplicações a desenvolver…modelos de decisão participados partilha visual de conhecimentomodelos de produção colaborativos
  • 54. Comentários finaisPensar o lado procuraFocar na interacçãoDesenvolver novas competências de redeConcentrar esforços no digital Orientar para:a partilha do conhecimentoo conhecimento com valor social
  • 55. Comentários finaisO paradoxo do digitalExige um território para gerar valor de forma sustentávelO paradoxo das redesFenómenos de transferência de rede fortalecem os nós abertos e de menor custo de relacionamentoConhecimento e pessoas primeiroCapacitar o território é ter pessoas envolvidas, motivadas e competentes
  • 56. Comentários finaisO paradoxo do digitalExige um território para gerar valor de forma sustentávelO paradoxo das redesFenómenos de transferência de rede fortalecem os nós abertos e de menor custo de relacionamentoConhecimento e pessoas primeiroCapacitar o território é ter pessoas envolvidas, motivadas e competentesValorizar e celebrar as pessoas Cuidar e gerir a informaçãoPRECISA-SE
  • 57. ONDE?
  • 58. na EscolaBibliotecas escolaresárea de projecto????????????Cidadania e participaçãoEnvolver a família????????História e lendas locaisComunidades escolaresDesporto e competiçãoEventos locais????Marca e identidadeAlertar para o ambiente????
  • 59. Nota Biográfica Luis Borges Gouveiahomepage: http://homepage.ufp.pt/~lmbgblogue: http://lmbg.blogspot.comemail: lmbg@ufp.edu.pttwitter: @lbgouveiafacebook: http://www.facebook.com/lbgouveiaslideshare: http://www.slideshare.net/lmbgProfessor Associado na Faculdade de Ciência e Tecnologia da Universidade Fernando Pessoa e um dos responsáveis pelo projecto de Universidade Virtual da UFP. É Doutorado em Ciências da Computação pela LancasterUniversity (UK – 2002) e possui Mestrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores pela FEUP, 1995. É docente desde 1988 e autor de 10 livros e cerca de 3 centenas de publicações de natureza científica em conferências, nas suas áreas de especialidade: o e-learning e o e-government. Os seus interesses de I&D incluem as relações entre o espaço físico e o digital e a aplicação de TICs no processo de ensino e aprendizagem.