Novas tecnologias na área da educação - Apresentação 1

561 visualizações

Publicada em

Novas tecnologias na área da educação

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Novas tecnologias na área da educação - Apresentação 1

  1. 1. Novas Tecnologias na Área da Educação Prof. Rodrigo Pinto de Carvalho rpinto.carvalho@gmail.com
  2. 2. Programa Geral • Dias de aula: 04, 05, 06, 11, 12, 13, 18 e 19/11 • Horário: 18 e 30 às 22:00 • Intervalo: 20:15 às 20:30 • Avaliações: – Dia 06/11 – Escrita – Dia 13/11 – Escrita – Trabalho final – entrega 21/11 - email
  3. 3. Conteúdos • 04/11 - Introdução - Relação Tecnologia e Educação - O Aluno e o mundo tecnológico - O professor e a necessidade da tecnologia • 05/11 - Habilidades - Conhecimento e Sistemas de Informação - Ferramentas de transformação, mídias, gadgets - Formas de Aprendizado - Técnicas Apresentação
  4. 4. Conteúdos • 06/11 – Atuação do Professor - O professor como um tutor/orientador - Inclusão digital - Avaliação Escrita 1 • 11/11 - Laboratório de Informática - Técnicas de condução - Alcance do objetivo da atividade em laboratório - Ferramentas de laboratório
  5. 5. Conteúdos • 12/11 – EAD - Introdução, Objetivos - Conteúdos e técnicas • 13/11 - Internet - Técnicas e Conteúdos – vídeos, áudios, textos, fotos, blogs - Máquinas de Busca – Pesquisa - Avaliação Escrita 2
  6. 6. Conteúdos • 18/11 – Redes Sociais - Facebook, twitter e sua aplicação ao ensino - Grupos de trabalho colaborativo - Descrição do Trabalho Final • 19/11 – Conclusão - Especificidade do uso da tecnologia - Tecnologia x ambiente x objetivo x Aprendizado - Novos horizontes: ferramentas
  7. 7. Referências básicas Demo, P. Formação Permanente e Tecnologias Educacionais. Edição 1. Editora Vozes, 2006. Mattar, J. Tutoria e Interação em Educação a Distância. Edição 1. Editora Cengage Learning, 2012. Pfromm, S. N. Telas que Ensinam Mídia e Aprendizagem - Do Cinema às Tecnologias Digitais. Edição 3. Editora Alínea, 2011. Santos. A; Libaneo. J. Educação na Era do Conhecimento em Rede e Transdisciplinaridade. Edição 1. Editora Alínea, 2010. Sodre, M. Reinventando a Educação. Diversidade, Descolonização e Redes. Edição 1. Editora Vozes, 2012. Silva, R. S. Gestão de EAD Educação a Distância na Era Digital. Edição 1. Editora Novatec , 2013. Tajra, S. F. Informática na Educação. Novas Ferramentas Pedagógicas para o Professor na Atualidade. Edição 9. Editora Érica, 2012. Turoff, M;Harasim,L;Teles,L;Hiltz,S. Redes de Aprendizagem – Um guia para Ensino e Aprendizagem On-line. Edição 1. Editora Senac São Paulo, 2005. Valente, J. Aprendizagem na Era das Tecnologias Digitais. Edição 1. Editora Cortez, 2008. Valente, J; Baranauskas, C. Codesign De Redes Digitais. Tecnologia E Educação A Serviço Da Inclusão Social. Edição 1. Editora Penso, 2013.
  8. 8. Agenda - Relação Tecnologia e Educação - O Aluno e o mundo tecnológico - O professor e a necessidade da tecnologia
  9. 9. Apresentação • A velocidade da mudança – dia a dia, profissão, sala de aula; • Evolução das pessoas em nossa volta - Atropelamento, imersão de dados; • Tecnologia, ciência; • Terminaram!?!?!? Posso Apagar?!?!?!
  10. 10. Sociedade • Expectativas dos alunos, acesso à informação; • Multitecnologias no dia a dia (banco, email, tv, celular, etc) – e na sala de aula??? • Crianças dominando tecnologias, alunos conectados dentro do ambiente de aprendizado...
  11. 11. Aluno do novo milênio • “Se posso armazenar, não preciso lembrar”; • Informação a qualquer tempo e espaço; • Confrontar tudo!!! Também ao professor?? • Alunos Multitarefa ou Foco total?
  12. 12. Professor do século passado • Antigos e novos recursos Tecnologia refletindo diretamente no ensino ?
  13. 13. POUCO • Impacto • Negação • Falta de formação – mire-se no espelho!!! • Tecnofóbicos • Enfrentar modelos diferentes e situações inusitadas • Experiência regional
  14. 14. Duvida??? • Algumas frases repetidas mil vezes viram verdades absolutas, obstáculos intransponíveis: – Isso é difícil!!! – Alunos não querem ler nada, não sabem escrever. – Ctrl C + Ctrl V. (eletrônico e manual)
  15. 15. Professor, e agora??? • Tem que dominar tudo? • Como ter essas novas habilidades se não tivemos esse preparo? • A pergunta tornou-se mais importante que a resposta. • Teoria e Prática (Exemplo clássico) • Mais pesquisa, mais experimentos, mais esforços???
  16. 16. Alentos para Nós • O aluno espera orientação do professor; • O professor é o ator indispensável do momento de aprendizagem; • Nenhuma tecnologia vai superar o professor, nenhuma!!! (Ferramenta); • A tecnologia por si, não garante boas aulas;
  17. 17. Como trabalhar então? • Várias estratégias, experimentos; • Conduzir o aluno à leitura, análise, contextualização e aprendizado; • Se posicionar como objeto de transformação em conhecimento, das informações e dados que os alunos facilmente conseguem na internet; • Utilizar locais apropriados para cada intenção de ensino; Planejar;
  18. 18. Ferramentas • A pedagogia está em constante mudança; • Oferecer vários caminhos para o aluno atingir ao objetivo; • Projetos, tutorias, EAD, grupos de trabalho colaborativo; • Laboratório de informática; • Trabalhar e conduzir alunos às fontes confiáveis de informação.
  19. 19. Tecnologia • O professor tem que utilizar-se de tecnologia para ser o agente transformador do dado bruto em conhecimento.
  20. 20. Atividade - transformação • Objetivo: contextualizar os conceitos apresentados até agora. • Duração: 10 minutos de reunião e 10 minutos para análise.
  21. 21. Organize, Construa, Apresente • Construa algo mais valioso, utilizando essas dez peças, utilizando o máximo de peças possível; • Considere o material sobre uma mesa, onde você teria à disposição pregos, cola, fita adesiva; • Desenhe sua criação, explicando a utilidade de seu experimento; • Ao fim da atividade, será apresentado um “gabarito”.
  22. 22. Gabarito
  23. 23. Análise • O que representa os dados no exercício anterior? • O que representa no contexto da aula os objetos criados? • O que representa os pregos no exercício anterior? • Porque chegamos a objetos tão diferentes?
  24. 24. Análise • O tipo de informação a ser criada depende da relação definida entre os dados existentes. • Por exemplo: com novas relações entre os pedaços de madeira (dados) podemos construir uma escada (com degraus) ou escada de apoio. • Podemos adicionar novos dados (pregos) e criar uma caixa (tipo estrado) um uma caixa (para isolamento) etc.
  25. 25. Tecnologia da Informação
  26. 26. Resolução de Problemas • Tecnologias digitais são apoiadas na teoria da resolução de problemas: – Objetivo, regras, situação inicial
  27. 27. Educação e Tecnologia • A tecnologia permite massificar a educação; • Permite também transformar um mar de informações em algo individualizado; • Ampliar o conceito do livro didático, da leitura, da percepção de conceitos; • O professor é o recurso mais valioso, pois ele em tese, é o condutor da tecnologia na sala de aula;
  28. 28. Educação e Tecnologia • Permite novas formas de aprendizado; • Permite novos ambientes de aprendizado; • Amplia as possibilidades de alcance de objetivos didáticos; • Possibilita ao professor traçar formas diferentes de ensinar, aplicar multimetodologias; • União de conceitos sempre foi irreversível;
  29. 29. Educação e Tecnologia • Formas diferentes de aplicação conforme o público alvo; • Aliar a experiência diária dos alunos com tecnologia para o aprendizado; • Hoje e sempre uma ferramenta eficiente na construção de conhecimentos, segundo os conceitos definidos por Jean Piaget;
  30. 30. Tecnologia • Etimologia – τεχνολογος, formada por tekne (τεχνη, "arte, técnica ou ofício") e logos (λογος, "conjunto de saberes"). • É o conjunto de saberes (conhecimento) que permitem fabricar objetos e modificar o meio ambiente, incluindo plantas e animais, para satisfazer as necessidades e desejos humanos
  31. 31. Ciência Aplicada • A tecnologia é ciência aplicada: –uma tecnologia é principalmente um conjunto de regras tecnológicas; – as regras tecnológicas são consequências dedutíveis das leis científicas; – desenvolvimento tecnológico depende da investigação científica.
  32. 32. O que é tecnologia? • Fases da evolução tecnológica (Ortega Y Gasset ) – baseada na relação do homem com a técnica –A técnica do acaso –A técnica do artesão –A técnica do técnico
  33. 33. Acaso, Artesão, Técnico • Acaso: O homem ignora que a técnica não é algo natural, O homem não sabe que pode inventar. • Artesão: Aprende a usar as ferramentas, a criar ferramentas. • Técnico: O homem compreende a técnica como algo genérico, não natural, e como peculiaridade sua. Ilimitada. Ciência e Tecnologia.
  34. 34. Dado, Informação, Conhecimento • Dados: fatos brutos. alfabetos, números. Transações e eventos isolados. • Informações: Dados com significados e úteis a tomada de decisões. • Conhecimento: Conjunto de procedimentos e comportamentos para selecionar, organizar e contextualizar os dados objetivando a realização de uma tarefa específica. Utilidade?
  35. 35. Sistemas de Informação • Um conjunto de componentes inter-relacionados informatizados que coleta, recupera, processa, armazena e distribui informações destinadas a apoiar a tomada de decisões e o controle em uma organização.
  36. 36. Contexto
  37. 37. Elementos Chave • Pessoas • Estrutura/Arquitetura • Procedimentos • Cultura • Política
  38. 38. Valor da informação • Classificação de eventos x procedimentos • Vantagem competitiva • Informação confiável vem de processos enraizados na empresa • Informação confiável na empresa = valor • Quanto mais valor, maior necessidade de guardar a informação • Esforço para manter esse valor preservado = segurança da informação
  39. 39. Reflexão - textos Qual o tema e qual a relação do texto com os conceitos trabalhados ? O grupo concorda ou discorda do texto? Como o texto aborda a tecnologia? Qual a relação que temos (profissional e pessoal) com a tecnologia? O que a tecnologia significa em nossas vidas? Poderíamos viver sem tecnologia?

×