SlideShare uma empresa Scribd logo
Profª Alda Ernestina
Química Geral
Reações Químicas
Uma reação química nada mais é que o rearranjo de
átomos, em que uma ou mais substâncias se
transformam em novas substâncias. Podemos dizer que
em uma reação química, as moléculas (no caso das
substâncias covalentes) ou aglomerados (no caso dos
compostos iônicos) iniciais são "desmontados" e seus
átomos são rearranjados para "montar" novas
moléculas ou aglomerados iônicos.
Para representarmos as reações químicas graficamente
utilizamos as equações químicas. Numa equação
química todas as substâncias envolvidas são
apresentadas em uma única linha que se divide em
duas partes separadas por uma seta que indica
transformação. As substâncias escritas antes desta seta
são denominadas reagentes, já as substâncias escritas
depois da seta são denominadas produtos.
Os reagentes são as substâncias iniciais, que reagirão
para formar novas substâncias, os produtos.
Ex: reagente(s) produto(s)
As equações químicas representam a escrita usada
pelos químicos. E faz parte de uma linguagem universal,
ou seja, não muda de uma língua para outra ou de um
país para outro. Numa equação química cada
substância é expressa por sua fórmula. Há ainda os
coeficientes estequiométricos ou simplesmente
coeficientes que indicam a proporção das substâncias
que participam da reação, como mostrado na equação
química abaixo, em que os coeficientes são 2, 1 e 2.
Ex: 2 CO (g) + O2 (g) → 2 CO2 (g)
Para nos familiarizarmos com as equações químicas, é
imprescindível que conheçamos alguns símbolos
especiais que estão comumente presentes em algumas
reações, são eles:
∆- letra grega delta, quando em cima da seta da
equação, indica que a reação ocorre sob aquecimento.
- esta seta indica que há liberação de gás na reação;
- esta seta indica que um sólido precipitou.
(s) - indica que a substância está no estado sólido.
(l) - indica que a substância está no estado líquido.
(g) - indica que a substância está no estado gasoso.
(aq) - indica que a substância está dissolvida em água.
Vale ressaltar que quando uma reação envolve
substâncias iônicas ou ionizadas, utilizamos uma
equação iônica para representá-la. Equação iônica é a
equação química em que aparecem íons, além de
átomos e moléculas. Como mostrado abaixo:
Equação química (sem a representação dos íons)
Zn (s) + CuSO4 (aq) → ZnSO4 (aq) + Cu (s)
esta reação pode também ser escrita como:
Zn(s) + Cu+2
(aq) + SO4
-2
(aq) → Zn+2
(aq) + SO4
-2
(aq) +
Cu (s)
Como temos SO4
-2
antes e depois da seta podemos
cancelá-los e assim obtermos a equação iônica
simplificada.
Zn(s) + Cu+2
(aq) → Zn+2
(aq) + Cu (s)
CLASSIFICAÇÃO DAS REAÇÕES QUÍMICAS
As reações químicas podem ser classificadas em
diferentes tipos, cujos principais são:
1. Reações de síntese (ou adição) - são reações que
apresentam dois ou mais reagentes e apenas um
produto. Ou seja, é quando duas ou mais substâncias se
juntam para formar uma única substância. Por exemplo:
Quanto à natureza dos reagentes temos dois tipos de
síntese, a saber:
síntese total: quando todos os reagentes são
substâncias simples (apresentam um único elemento).
Ex: 2 H2 (g) + O2 (g) → 2 H2O (l)
síntese parcial: quando pelo menos um dos reagentes
for uma substância composta (apresenta mais de um
elemento)
Ex: CaO (s) + H2O (l) → Ca(OH)2 (aq)
2. Reações de análise (ou decomposição) - são reações
que apresentam um único reagente e dois ou mais
produtos. Ou seja, é quando um substância composta
se divide para formar duas ou mais novas substâncias.
um só reagente dois produtos
Quanto à natureza dos produtos temos dois tipos de
análise, a saber:
decomposição total: quando todos os produtos são
substâncias simples .
Ex: 2 MgO (s) → 2 Mg (s) + O2 (g)
decomposição parcial: quando pelo menos um dos
produtos for uma substância composta.
Ex: CaCO3 (s) → CaO (s) + CO2 (g)
3. Reações de simples troca (ou deslocamento) - são
reações em que uma substância simples reage com uma
substância composta e "desloca" desta uma nova
substância simples. Ou seja, há dois reagentes e dois
produtos, e em cada um deles, há uma substância
simples e uma substância composta.
As reações de simples troca, são reações que ocorrem
com a transferência de elétrons de uma espécie para
outra e por isso envolvem os processos de oxidação e
redução, e são chamadas de reações de oxirredução.
Reações de simples troca envolvendo metais - uma
reação de simples troca envolvendo metais, somente
ocorrerá se o metal que está sozinho (substância
simples) for mais reativo que o metal que está
acompanhado (substância composta), do contrário não
haverá a troca.
Ex: Zn (s) + CuSO4 (aq) → Cu (s) + ZnSO4 (aq)
A reação acima representa uma reação de simples
troca, onde o Zn desloca o Cu, tomando seu lugar junto
ao SO4. Esta reação só ocorre pois o zinco (Zn) é mais
reativo que o cobre (Cu), do contrário não ocorreria.
Note que o contrário (Cu deslocando o Zn) não ocorre,
pois o cobre é menos reativo que o zinco.
Cu (s) + ZnSO4 (aq) → não há reação
Desta forma, para sabermos se um metal é capaz de
deslocar outro e consequentemente a reação de
simples troca acontecer, devemos observar a fila de
reatividade dos metais abaixo:
Li > K > Ca > Na > Mg > Al >Zn >Cr > Fe > Ni > Sn > Pb
> H > Cu > Hg > Ag > Pt >Au
Nessa fila, qualquer metal pode deslocar outro metal
situado mais à direita na fila, o mesmo vale para o
hidrogênio (único ametal da fila). Veja as reações abaixo
Mg (s) + HgSO4 (aq) → MgSO4 (aq) + Hg (s)
ocorre pois o Mg está mais à esquerda na fila que o Hg
e por isso pode deslocá-lo.
Fe (s) + CuCl2 (aq) → FeCl2 (aq) + Cu (s)
ocorre pois o Fe está mais à esquerda na fila que o Cu e
por isso pode deslocá-lo.
Ag (s) + Al(NO3)3 (aq) → não ocorre
reação não ocorre, pois o Ag está mais à direita na fila
que o Al e portanto não pode deslocá-lo.
O mesmo vale para o hidrogênio, que apesar de não ser
um metal, faz parte da fila de reatividade.
Zn (s) + 2 HCl (aq) → ZnCl2 + H2 (g)
Au (s) + HCl (aq) → não ocorre pois Au é menos reativo
Reações de simples troca envolvendo ametais - assim
como no caso dos metais, uma reação de simples troca
somente ocorrerá se o ametal que está sozinho for mais
reativo que o ametal que está acompanhado, pois
poderá deslocá-lo, do contrário não ocorrerá.
Ex: F2 (g) + 2 NaBr (aq) → 2 NaF (aq) + Br2 (g)
Br2 (g) + 2 NaF (aq) → não ocorre, Br é menos reativo
Para os ametais temos a seguinte fila de reatividade:
F > O > Cl > Br > I > S
O raciocínio é o mesmo para a fila de reatividade dos
metais, ou seja, qualquer ametal pode deslocar outro
ametal situado mais à direita na fila.
O2 (g) + 2 HCl (aq) → H2O (l) + Cl2 (g)
Br2 (g) + 2 KCl → não ocorre, Br é menos reativo que Cl
4. Reações de dupla troca - são reações em que dois
compostos reagem, permutando (trocando) entre si
dois elementos, originando dois novos compostos. Ou
seja, há dois reagentes e dois produtos, todos
substâncias compostas, ocorrendo uma troca entre
elas.
As reações de dupla troca não são reações de
oxirredução, portanto não usamos a fila de reatividade.
Metais dos grupos 1A e 2A Metais comuns
Metais nobres
Mas se não temos a fila de reatividade, como
saberemos se uma reação de dupla troca irá acontecer?
Bem, uma reação de dupla troca somente ocorrerá se
atender a pelo menos uma das seguintes situações:
a) quando um dos produtos for menos solúvel que os
reagentes
Ocorrerá uma reação de dupla troca, desde que
tenhamos reagentes solúveis e ao menos um produto
insolúvel, que irá formar um precipitado. Lembrando
que a maioria das reações ocorre em solução aquosa.
Exemplos de reações de dupla troca, com precipitação
NaCl (aq) + AgNO3 (aq) → AgCl (s) + NaNO3 (aq)
A reação acima é de dupla troca (Na troca com Ag; Cl
troca com NO3) e ocorre pois há a formação de um
precipitado (AgCl) nos produtos.
O mesmo ocorre com a reação entre sulfato férrico e
hidróxido de sódio, que produz o hidróxido férrico,
insolúvel em água, como mostrado abaixo.
Fe2(SO4)3 (aq) + 6 NaOH → 2 Fe(OH)3 (s) + 3 Na2SO4 (aq)
b) quando um dos produtos for mais volátil que os
reagentes
Ocorrerá uma reação de dupla troca desde que haja a
formação de pelo menos um produto volátil, ou seja,
houver liberação de gás.
Exemplos de reações de dupla troca com liberação de
gás
FeS (s) + HCl (l) → FeCl2 (aq) + H2S (g)
A reação acima é de dupla troca (Fe troca com H; S
troca com Cl) e ocorre pois há a produção de gás (H2S).
O mesmo ocorre com a reação entre carbonato de
sódio e ácido sulfúrico, em que um dos produtos é o
ácido carbônico (H2CO3) que se decompõe em CO2 (gás)
e água, como mostrado na equação abaixo:
Na2CO3 (s) + H2SO4 (l) → Na2SO4 (aq) + H2O (l) + CO2 (g)
Vale salientar que em toda reação de dupla troca, em
que houver a produção de H2CO3, H2SO3 e NH4OH,
teremos na realidade, os seguintes produtos:
H2CO3 (aq) → H2O (l) + CO2 (g)
H2SO3 (aq) → H2O (l) + SO2 (g)
NH4OH (aq) → H2O (aq) + NH3 (g)
Pois tais substâncias se decompõe em água e seu
respectivo gás.
c) quando um dos produtos for menos ionizado que os
reagentes
Ocorrera uma reação de dupla troca, desde que haja a
produção de um eletrólito mais fraco que os reagentes,
ou um composto molecular (água, por exemplo).
As reações de neutralização ácido-base (reação entre
um ácido e uma base) são exemplos de reações de
dupla troca, pois envolvem a produção de H2O
(substância molecular).
Um outro exemplo são as reações em que um ácido (ou
base) mais forte deslocam de um sal, o ácido (ou base)
mais fraco. Como nos exemplos abaixo:
No geral, as reações de dupla são dos seguintes tipos:
ácido + hidróxido → sal + H2O
ácido 1 + sal2 → ácido 2 + sal 1
hidróxido 1 + sal 2 → hidróxido 2 + sal 1
sal 1 + sal 2 → sal 3 + sal 4
EXERCÍCIOS
1. (UFPA-PA) Observe as reações I e II abaixo:
I- NH3 + HCl → NH4Cl
II- 2 HgO → 2 Hg + O2
Podemos afirmar que I e II são, respectivamente,
reações de:
a) simples troca e análise c) dupla troca e síntese
b) síntese e análise d) análise e síntese
2. (UFLA-MG) Considere a equação química não
balanceada:
SO2 + O2 → SO3
Efetuando-se o balanceamento por tentativa, a soma
dos coeficientes estequiométricos é igual a:
a) 4 c) 7
b) 3 d) 5
3. (PUC-PR) Dadas as reações:
I. Cl2O5 + H2O → 2 HClO3
II. Cl2 + 2 KBr → 2 KCl + Br2
III. BaCl2 + 2 KOH → 2 KCl + Ba(OH)2
IV. 2 KBrO3 → 2 KBr + 3 O2
Representam, respectivamente, reações de:
a) deslocamento, dupla troca, análise e síntese
b) síntese, simples troca, dupla troca e análise
c) dupla troca, simples troca, análise e síntese
d) síntese, simples troca, análise e dupla troca
4. (UFPE-PE) Considere as equações químicas abaixo:
I. 2 K (s) + Cl2 (g) → KCl (s)
II. 2 Mg (s) + O2 (g) → 2 MgO (s)
III. PbSO4 (aq) + Na2S (aq) → PbS (s) + Na2SO4 (aq)
IV. CH4 (g) + 2 O2 (g) → CO2 (g) + 2 H2O (l)
V. SO2 (g) + H2O (l) → H2SO3 (aq)
Podemos afirmar que:
a) todas estão balanceadas
b) somente II, III e IV estão balanceadas
c) somente I não está balanceada
d) somente II e IV estão balanceadas
5. (PUC-RJ) O óxido de alumínio (Al2O3) é utilizado como
antiácido. A reação que ocorre no estômago é:
x Al2O3 + y HCl → z AlCl3 + w H2O
Os coeficientes x, y, z e w são, respectivamente:
a) 1, 2, 3,6 c) 2, 3, 1,6
b) 1, 6, 2, 3 d) 2, 4, 4, 3
6. (UFMG-MG) Considerando as equações abaixo:
I. CaCO3 → CaO + CO2
II. AgNO3 + NaCl → AgCl + NaNO3
III. 2 KClO3 → 2 KCl + 3 O2
É correto afirmar que:
a) a reação I é de síntese
b) a reação II é de simples troca
c) a reação III é de análise
d) a reação I é de dupla troca
7. (UFSM-RS) Analisando a fila de reatividade dos
metais, indique dentre as reações abaixo, a única que
pode ocorrer:
a) 2 Al + Cu4SO4 → c) Cu + NaCl →
b) 3 Ag + FeCl3 → d) Pb + ZnSO4 →
8. (Mackenzie-SP) Na reação entre zinco e ácido
clorídrico, há a formação de um gás altamente
inflamável. Esse gás é o:
a) gás oxigênio c) gás hidrogênio
b) gás carbônico d) gás cloro
9. Indique os coeficientes que tornam balanceadas as
seguintes equações químicas:
a) C5H12 + O2 → CO2 + H2O
b) C4H8O2 + O2 → CO2 + H2O
c) C6H12 + O2 → CO2 + H2O
d) Mn3O4 + Al → Al2O3 + Mn
e) MnO2 + HCl → MnCl2 + H2O + Cl2
10. (PUC-MG) Quando se “limpa” o mármore
(carbonato de cálcio) com ácido muriático (ácido
clorídrico), observa-se uma “fervura”, que é o
desprendimento do gás carbônico, um dos produtos da
reação juntamente com água e cloreto de cálcio.
A equação química que mais bem representa essa
reação é:
a) Ca(OH)2 + 2 HCl → CaCl2 + H2O
b) CaCO3 + CO2 → CaCl2 + HCl
c) CaCO3 + 2 HCl → CaCl2 + H2O + CO2
d) Ca(OH)2 + CO2 → CaCl2 + H2O
GABARITO
1. B; 2. D
3. B; 4. C
5. B; 6. C
7. A; 8. C
9. a) 1, 8, 5, 6; b) 1, 5, 4, 4; c) 1, 9, 6, 6; d) 3, 8, 4, 9
e) 1, 4, 1, 2, 1.
10. C

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Exercícios - ligações
Exercícios - ligaçõesExercícios - ligações
Exercícios - ligações
Isabella Silva
 
/Caça palavras elementos quimicos
/Caça palavras elementos quimicos/Caça palavras elementos quimicos
/Caça palavras elementos quimicosTeresa Enríquez
 
Exercícios extras 9ano densidade
Exercícios extras 9ano densidadeExercícios extras 9ano densidade
Exercícios extras 9ano densidade
Professora Raquel
 
Exercícios de distribuição eletrônica
Exercícios de distribuição eletrônicaExercícios de distribuição eletrônica
Exercícios de distribuição eletrônica
Valquiria R. Nascimento
 
Lista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônica
Lista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônicaLista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônica
Lista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônica
Profª Alda Ernestina
 
Lista de exercicios reações de oxidação e redução
Lista de exercicios   reações de oxidação e reduçãoLista de exercicios   reações de oxidação e redução
Lista de exercicios reações de oxidação e redução
Profª Alda Ernestina
 
Lista de exercícios classificação periódica e propriedades periódicas dos e...
Lista de exercícios   classificação periódica e propriedades periódicas dos e...Lista de exercícios   classificação periódica e propriedades periódicas dos e...
Lista de exercícios classificação periódica e propriedades periódicas dos e...
Profª Alda Ernestina
 
Lista de exercícios classificação das cadeias carbônicas e compostos aromát...
Lista de exercícios   classificação das cadeias carbônicas e compostos aromát...Lista de exercícios   classificação das cadeias carbônicas e compostos aromát...
Lista de exercícios classificação das cadeias carbônicas e compostos aromát...
Profª Alda Ernestina
 
Lista de exercicios óxidos
Lista de exercicios    óxidosLista de exercicios    óxidos
Lista de exercicios óxidos
Profª Alda Ernestina
 
EXERCÍCIOS DA APOSTILA "MODELOS ATÔMICOS" - 2º ANOS
EXERCÍCIOS DA APOSTILA "MODELOS ATÔMICOS" - 2º ANOSEXERCÍCIOS DA APOSTILA "MODELOS ATÔMICOS" - 2º ANOS
EXERCÍCIOS DA APOSTILA "MODELOS ATÔMICOS" - 2º ANOS
Helena Aragão De Sá Martins
 
Aula Digital de Química - Ácidos e Bases
Aula Digital de Química - Ácidos e BasesAula Digital de Química - Ácidos e Bases
Aula Digital de Química - Ácidos e Bases
Nelson Virgilio Carvalho Filho
 
Reações Químicas
Reações QuímicasReações Químicas
Reações Químicas
Polo UAB de Alagoinhas
 
Exercícios de química - 9º ano
Exercícios de química - 9º anoExercícios de química - 9º ano
Exercícios de química - 9º ano
V
 
Exercícios de química orgânica
Exercícios de química orgânicaExercícios de química orgânica
Exercícios de química orgânica
V
 
Lista de exercícios I Modelos Atômicos
Lista de exercícios I Modelos AtômicosLista de exercícios I Modelos Atômicos
Lista de exercícios I Modelos Atômicos
Carlos Priante
 
Funções Inorgânicas
Funções InorgânicasFunções Inorgânicas
Funções Inorgânicas
loirissimavivi
 
Manual de atividades lúdicas
Manual de atividades lúdicasManual de atividades lúdicas
Manual de atividades lúdicas
Jéssica Rodrigues'
 
Quimica inorgânica ácidosbases (9o ano)
Quimica inorgânica ácidosbases (9o ano)Quimica inorgânica ácidosbases (9o ano)
Quimica inorgânica ácidosbases (9o ano)
Karol Maia
 
2ª lista de exercício de física densidade
2ª lista de exercício de física   densidade2ª lista de exercício de física   densidade
2ª lista de exercício de física densidade
Karyn Lessa
 
Atividade massa molecular 2ºmédio
Atividade massa molecular 2ºmédioAtividade massa molecular 2ºmédio
Atividade massa molecular 2ºmédio
Escola Pública/Particular
 

Mais procurados (20)

Exercícios - ligações
Exercícios - ligaçõesExercícios - ligações
Exercícios - ligações
 
/Caça palavras elementos quimicos
/Caça palavras elementos quimicos/Caça palavras elementos quimicos
/Caça palavras elementos quimicos
 
Exercícios extras 9ano densidade
Exercícios extras 9ano densidadeExercícios extras 9ano densidade
Exercícios extras 9ano densidade
 
Exercícios de distribuição eletrônica
Exercícios de distribuição eletrônicaExercícios de distribuição eletrônica
Exercícios de distribuição eletrônica
 
Lista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônica
Lista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônicaLista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônica
Lista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônica
 
Lista de exercicios reações de oxidação e redução
Lista de exercicios   reações de oxidação e reduçãoLista de exercicios   reações de oxidação e redução
Lista de exercicios reações de oxidação e redução
 
Lista de exercícios classificação periódica e propriedades periódicas dos e...
Lista de exercícios   classificação periódica e propriedades periódicas dos e...Lista de exercícios   classificação periódica e propriedades periódicas dos e...
Lista de exercícios classificação periódica e propriedades periódicas dos e...
 
Lista de exercícios classificação das cadeias carbônicas e compostos aromát...
Lista de exercícios   classificação das cadeias carbônicas e compostos aromát...Lista de exercícios   classificação das cadeias carbônicas e compostos aromát...
Lista de exercícios classificação das cadeias carbônicas e compostos aromát...
 
Lista de exercicios óxidos
Lista de exercicios    óxidosLista de exercicios    óxidos
Lista de exercicios óxidos
 
EXERCÍCIOS DA APOSTILA "MODELOS ATÔMICOS" - 2º ANOS
EXERCÍCIOS DA APOSTILA "MODELOS ATÔMICOS" - 2º ANOSEXERCÍCIOS DA APOSTILA "MODELOS ATÔMICOS" - 2º ANOS
EXERCÍCIOS DA APOSTILA "MODELOS ATÔMICOS" - 2º ANOS
 
Aula Digital de Química - Ácidos e Bases
Aula Digital de Química - Ácidos e BasesAula Digital de Química - Ácidos e Bases
Aula Digital de Química - Ácidos e Bases
 
Reações Químicas
Reações QuímicasReações Químicas
Reações Químicas
 
Exercícios de química - 9º ano
Exercícios de química - 9º anoExercícios de química - 9º ano
Exercícios de química - 9º ano
 
Exercícios de química orgânica
Exercícios de química orgânicaExercícios de química orgânica
Exercícios de química orgânica
 
Lista de exercícios I Modelos Atômicos
Lista de exercícios I Modelos AtômicosLista de exercícios I Modelos Atômicos
Lista de exercícios I Modelos Atômicos
 
Funções Inorgânicas
Funções InorgânicasFunções Inorgânicas
Funções Inorgânicas
 
Manual de atividades lúdicas
Manual de atividades lúdicasManual de atividades lúdicas
Manual de atividades lúdicas
 
Quimica inorgânica ácidosbases (9o ano)
Quimica inorgânica ácidosbases (9o ano)Quimica inorgânica ácidosbases (9o ano)
Quimica inorgânica ácidosbases (9o ano)
 
2ª lista de exercício de física densidade
2ª lista de exercício de física   densidade2ª lista de exercício de física   densidade
2ª lista de exercício de física densidade
 
Atividade massa molecular 2ºmédio
Atividade massa molecular 2ºmédioAtividade massa molecular 2ºmédio
Atividade massa molecular 2ºmédio
 

Destaque

www.exerciciosresolvidosde.com.br - Química - Exercícios Resolvidos Reações I...
www.exerciciosresolvidosde.com.br - Química - Exercícios Resolvidos Reações I...www.exerciciosresolvidosde.com.br - Química - Exercícios Resolvidos Reações I...
www.exerciciosresolvidosde.com.br - Química - Exercícios Resolvidos Reações I...
Joana Figueredo
 
Banco de dados exercícios resolvidos
Banco de dados exercícios resolvidosBanco de dados exercícios resolvidos
Banco de dados exercícios resolvidos
Gleydson Sousa
 
Exercícios complementares sobre reação
Exercícios complementares sobre reaçãoExercícios complementares sobre reação
Exercícios complementares sobre reação
ProCLAUDIA/LUCIANE MEIJON/SOARES
 
Exercícios Estequiometria
Exercícios EstequiometriaExercícios Estequiometria
Exercícios Estequiometria
iqscquimica
 
QUÍMICA - FUNÇÕES INORGÂNICAS.
QUÍMICA - FUNÇÕES INORGÂNICAS.QUÍMICA - FUNÇÕES INORGÂNICAS.
QUÍMICA - FUNÇÕES INORGÂNICAS.
Fagner Aquino
 
Prova recuperação 2013 1serie_v4
Prova recuperação 2013 1serie_v4Prova recuperação 2013 1serie_v4
Prova recuperação 2013 1serie_v4
Claudia Cinara Braga
 
Quimica Experimental - Relatorio REAÇÕES COM METAIS
Quimica Experimental - Relatorio REAÇÕES COM METAISQuimica Experimental - Relatorio REAÇÕES COM METAIS
Quimica Experimental - Relatorio REAÇÕES COM METAIS
Jessica Amaral
 
Sandrogreco EquilíBrio QuíMico
Sandrogreco EquilíBrio QuíMicoSandrogreco EquilíBrio QuíMico
Sandrogreco EquilíBrio QuíMico
Profª Cristiana Passinato
 
Aval 7 ano(vertebrados)-dif2-gabarito
Aval 7 ano(vertebrados)-dif2-gabaritoAval 7 ano(vertebrados)-dif2-gabarito
Aval 7 ano(vertebrados)-dif2-gabarito
Ercio Novaes
 
Ácidos e Bases
Ácidos e BasesÁcidos e Bases
Ácidos e Bases
José Nunes da Silva Jr.
 
Questões Corrigidas, em Word: Cinemática Escalar - Conteúdo vinculado ao blog...
Questões Corrigidas, em Word: Cinemática Escalar - Conteúdo vinculado ao blog...Questões Corrigidas, em Word: Cinemática Escalar - Conteúdo vinculado ao blog...
Questões Corrigidas, em Word: Cinemática Escalar - Conteúdo vinculado ao blog...
Rodrigo Penna
 
Introdução à química - 9º ano
Introdução à química - 9º anoIntrodução à química - 9º ano
Introdução à química - 9º ano
V
 
PB 8º ano 2º BIMESTRE ciencias gabarito
PB 8º ano 2º BIMESTRE ciencias gabaritoPB 8º ano 2º BIMESTRE ciencias gabarito
PB 8º ano 2º BIMESTRE ciencias gabarito
Grazi Grazi
 
Prova de recuperação ciências 9 ano pronta
Prova de recuperação  ciências   9 ano prontaProva de recuperação  ciências   9 ano pronta
Prova de recuperação ciências 9 ano pronta
Tâmara Maria Rodrigues
 
Avaliação diagnóstica ciencias 9 ano
Avaliação diagnóstica ciencias 9 anoAvaliação diagnóstica ciencias 9 ano
Avaliação diagnóstica ciencias 9 ano
Atividades Diversas Cláudia
 
Prova 7 ano carla 3 bimestre
Prova 7 ano carla 3 bimestreProva 7 ano carla 3 bimestre
Prova 7 ano carla 3 bimestre
Atividades Diversas Cláudia
 
Orientações pedagógicas módulo 1 matemática 4º ano
Orientações pedagógicas módulo 1 matemática 4º anoOrientações pedagógicas módulo 1 matemática 4º ano
Orientações pedagógicas módulo 1 matemática 4º ano
con_seguir
 
Aval 7 ano(carac_classif_seres)-gabarito
Aval 7 ano(carac_classif_seres)-gabaritoAval 7 ano(carac_classif_seres)-gabarito
Aval 7 ano(carac_classif_seres)-gabarito
Ercio Novaes
 
3 Things Every Sales Team Needs to Be Thinking About in 2017
3 Things Every Sales Team Needs to Be Thinking About in 20173 Things Every Sales Team Needs to Be Thinking About in 2017
3 Things Every Sales Team Needs to Be Thinking About in 2017
Drift
 

Destaque (19)

www.exerciciosresolvidosde.com.br - Química - Exercícios Resolvidos Reações I...
www.exerciciosresolvidosde.com.br - Química - Exercícios Resolvidos Reações I...www.exerciciosresolvidosde.com.br - Química - Exercícios Resolvidos Reações I...
www.exerciciosresolvidosde.com.br - Química - Exercícios Resolvidos Reações I...
 
Banco de dados exercícios resolvidos
Banco de dados exercícios resolvidosBanco de dados exercícios resolvidos
Banco de dados exercícios resolvidos
 
Exercícios complementares sobre reação
Exercícios complementares sobre reaçãoExercícios complementares sobre reação
Exercícios complementares sobre reação
 
Exercícios Estequiometria
Exercícios EstequiometriaExercícios Estequiometria
Exercícios Estequiometria
 
QUÍMICA - FUNÇÕES INORGÂNICAS.
QUÍMICA - FUNÇÕES INORGÂNICAS.QUÍMICA - FUNÇÕES INORGÂNICAS.
QUÍMICA - FUNÇÕES INORGÂNICAS.
 
Prova recuperação 2013 1serie_v4
Prova recuperação 2013 1serie_v4Prova recuperação 2013 1serie_v4
Prova recuperação 2013 1serie_v4
 
Quimica Experimental - Relatorio REAÇÕES COM METAIS
Quimica Experimental - Relatorio REAÇÕES COM METAISQuimica Experimental - Relatorio REAÇÕES COM METAIS
Quimica Experimental - Relatorio REAÇÕES COM METAIS
 
Sandrogreco EquilíBrio QuíMico
Sandrogreco EquilíBrio QuíMicoSandrogreco EquilíBrio QuíMico
Sandrogreco EquilíBrio QuíMico
 
Aval 7 ano(vertebrados)-dif2-gabarito
Aval 7 ano(vertebrados)-dif2-gabaritoAval 7 ano(vertebrados)-dif2-gabarito
Aval 7 ano(vertebrados)-dif2-gabarito
 
Ácidos e Bases
Ácidos e BasesÁcidos e Bases
Ácidos e Bases
 
Questões Corrigidas, em Word: Cinemática Escalar - Conteúdo vinculado ao blog...
Questões Corrigidas, em Word: Cinemática Escalar - Conteúdo vinculado ao blog...Questões Corrigidas, em Word: Cinemática Escalar - Conteúdo vinculado ao blog...
Questões Corrigidas, em Word: Cinemática Escalar - Conteúdo vinculado ao blog...
 
Introdução à química - 9º ano
Introdução à química - 9º anoIntrodução à química - 9º ano
Introdução à química - 9º ano
 
PB 8º ano 2º BIMESTRE ciencias gabarito
PB 8º ano 2º BIMESTRE ciencias gabaritoPB 8º ano 2º BIMESTRE ciencias gabarito
PB 8º ano 2º BIMESTRE ciencias gabarito
 
Prova de recuperação ciências 9 ano pronta
Prova de recuperação  ciências   9 ano prontaProva de recuperação  ciências   9 ano pronta
Prova de recuperação ciências 9 ano pronta
 
Avaliação diagnóstica ciencias 9 ano
Avaliação diagnóstica ciencias 9 anoAvaliação diagnóstica ciencias 9 ano
Avaliação diagnóstica ciencias 9 ano
 
Prova 7 ano carla 3 bimestre
Prova 7 ano carla 3 bimestreProva 7 ano carla 3 bimestre
Prova 7 ano carla 3 bimestre
 
Orientações pedagógicas módulo 1 matemática 4º ano
Orientações pedagógicas módulo 1 matemática 4º anoOrientações pedagógicas módulo 1 matemática 4º ano
Orientações pedagógicas módulo 1 matemática 4º ano
 
Aval 7 ano(carac_classif_seres)-gabarito
Aval 7 ano(carac_classif_seres)-gabaritoAval 7 ano(carac_classif_seres)-gabarito
Aval 7 ano(carac_classif_seres)-gabarito
 
3 Things Every Sales Team Needs to Be Thinking About in 2017
3 Things Every Sales Team Needs to Be Thinking About in 20173 Things Every Sales Team Needs to Be Thinking About in 2017
3 Things Every Sales Team Needs to Be Thinking About in 2017
 

Semelhante a Lista de exercicios reações químicas

Messages
MessagesMessages
Messages
Laah Santana
 
Reações químicas 2
Reações químicas 2Reações químicas 2
Reações químicas 2
Lucas Mariano da Cunha e Silva
 
Reações inorgânicas
Reações inorgânicas Reações inorgânicas
Reações inorgânicas
Nai Mariano
 
Aulas 31a 33 reações de deslocamento - 1º ano
Aulas 31a 33   reações de deslocamento - 1º anoAulas 31a 33   reações de deslocamento - 1º ano
Aulas 31a 33 reações de deslocamento - 1º ano
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Quimica reaccoes reverssiveis
Quimica reaccoes reverssiveisQuimica reaccoes reverssiveis
Quimica reaccoes reverssiveis
Universidade Pedagogica
 
Propriedade química e reações químicas
Propriedade química e reações químicasPropriedade química e reações químicas
Propriedade química e reações químicas
Carlos Priante
 
Reações químicas
Reações químicasReações químicas
Reações químicas
anapaulaalbonette
 
Aula 10 _reações quimicas
Aula 10 _reações quimicasAula 10 _reações quimicas
Aula 10 _reações quimicas
Mírian Costa Silva
 
Reações químicas
Reações químicasReações químicas
Reações químicas
João Paulo Luna
 
Apostila de Química
Apostila de QuímicaApostila de Química
Apostila de Química
Felicio1956
 
Aula de Eletroquímica
Aula de Eletroquímica Aula de Eletroquímica
Aula de Eletroquímica
Felicio1956
 
Apostila de Química
Apostila de QuímicaApostila de Química
Apostila de Química
Felicio1956
 
Equilíbrio da Oxidação e Redução
Equilíbrio da Oxidação e ReduçãoEquilíbrio da Oxidação e Redução
Equilíbrio da Oxidação e Redução
Dharma Initiative
 
Equil brio-da-oxida--o-e-redu--o
Equil brio-da-oxida--o-e-redu--oEquil brio-da-oxida--o-e-redu--o
Equil brio-da-oxida--o-e-redu--o
Janaina Leitinho
 
Conceito de oxidação e de redução
Conceito de oxidação e de reduçãoConceito de oxidação e de redução
Conceito de oxidação e de redução
Celestino Silva
 
Folha 14 aula reções inorgânicas
Folha 14 aula reções inorgânicasFolha 14 aula reções inorgânicas
Folha 14 aula reções inorgânicas
Rikardo Coimbra
 
Análise e deslocamento
Análise e deslocamentoAnálise e deslocamento
Análise e deslocamento
Maria Picão
 
AULA 1 R.REDOX, quimica reações redox.ppt
AULA 1 R.REDOX, quimica reações redox.pptAULA 1 R.REDOX, quimica reações redox.ppt
AULA 1 R.REDOX, quimica reações redox.ppt
FeridoZitoJonas
 
Oxi reducao
Oxi reducaoOxi reducao
Oxi reducao
Andreza Fontes
 
RevisãO Para Ufmt 2008
RevisãO Para Ufmt 2008RevisãO Para Ufmt 2008
RevisãO Para Ufmt 2008
Telso M Ferreira Junior
 

Semelhante a Lista de exercicios reações químicas (20)

Messages
MessagesMessages
Messages
 
Reações químicas 2
Reações químicas 2Reações químicas 2
Reações químicas 2
 
Reações inorgânicas
Reações inorgânicas Reações inorgânicas
Reações inorgânicas
 
Aulas 31a 33 reações de deslocamento - 1º ano
Aulas 31a 33   reações de deslocamento - 1º anoAulas 31a 33   reações de deslocamento - 1º ano
Aulas 31a 33 reações de deslocamento - 1º ano
 
Quimica reaccoes reverssiveis
Quimica reaccoes reverssiveisQuimica reaccoes reverssiveis
Quimica reaccoes reverssiveis
 
Propriedade química e reações químicas
Propriedade química e reações químicasPropriedade química e reações químicas
Propriedade química e reações químicas
 
Reações químicas
Reações químicasReações químicas
Reações químicas
 
Aula 10 _reações quimicas
Aula 10 _reações quimicasAula 10 _reações quimicas
Aula 10 _reações quimicas
 
Reações químicas
Reações químicasReações químicas
Reações químicas
 
Apostila de Química
Apostila de QuímicaApostila de Química
Apostila de Química
 
Aula de Eletroquímica
Aula de Eletroquímica Aula de Eletroquímica
Aula de Eletroquímica
 
Apostila de Química
Apostila de QuímicaApostila de Química
Apostila de Química
 
Equilíbrio da Oxidação e Redução
Equilíbrio da Oxidação e ReduçãoEquilíbrio da Oxidação e Redução
Equilíbrio da Oxidação e Redução
 
Equil brio-da-oxida--o-e-redu--o
Equil brio-da-oxida--o-e-redu--oEquil brio-da-oxida--o-e-redu--o
Equil brio-da-oxida--o-e-redu--o
 
Conceito de oxidação e de redução
Conceito de oxidação e de reduçãoConceito de oxidação e de redução
Conceito de oxidação e de redução
 
Folha 14 aula reções inorgânicas
Folha 14 aula reções inorgânicasFolha 14 aula reções inorgânicas
Folha 14 aula reções inorgânicas
 
Análise e deslocamento
Análise e deslocamentoAnálise e deslocamento
Análise e deslocamento
 
AULA 1 R.REDOX, quimica reações redox.ppt
AULA 1 R.REDOX, quimica reações redox.pptAULA 1 R.REDOX, quimica reações redox.ppt
AULA 1 R.REDOX, quimica reações redox.ppt
 
Oxi reducao
Oxi reducaoOxi reducao
Oxi reducao
 
RevisãO Para Ufmt 2008
RevisãO Para Ufmt 2008RevisãO Para Ufmt 2008
RevisãO Para Ufmt 2008
 

Mais de Profª Alda Ernestina

Seminário didático - Doutorado
Seminário didático - Doutorado  Seminário didático - Doutorado
Seminário didático - Doutorado
Profª Alda Ernestina
 
Seminario didático de pesquisa - Mestrado
Seminario didático de pesquisa - MestradoSeminario didático de pesquisa - Mestrado
Seminario didático de pesquisa - Mestrado
Profª Alda Ernestina
 
Apresentação de Seminário sobre Cromatografia Contra-Corrente
Apresentação de Seminário sobre Cromatografia Contra-CorrenteApresentação de Seminário sobre Cromatografia Contra-Corrente
Apresentação de Seminário sobre Cromatografia Contra-Corrente
Profª Alda Ernestina
 
Apresentação de Proposta para Projeto de Pesquisa de Doutorado
Apresentação de Proposta para Projeto de Pesquisa de DoutoradoApresentação de Proposta para Projeto de Pesquisa de Doutorado
Apresentação de Proposta para Projeto de Pesquisa de Doutorado
Profª Alda Ernestina
 
Avaliação do Potencial Antioxidante e Caracterização Química das Frações Crom...
Avaliação do Potencial Antioxidante e Caracterização Química das Frações Crom...Avaliação do Potencial Antioxidante e Caracterização Química das Frações Crom...
Avaliação do Potencial Antioxidante e Caracterização Química das Frações Crom...
Profª Alda Ernestina
 
Apresentação de proposta de projeto de pesquisa para exame de qualificação
Apresentação de proposta de projeto de pesquisa para exame de qualificaçãoApresentação de proposta de projeto de pesquisa para exame de qualificação
Apresentação de proposta de projeto de pesquisa para exame de qualificação
Profª Alda Ernestina
 
Exame de qualificação - Doutorado em Química de Produtos Naturais
Exame de qualificação - Doutorado em Química de Produtos NaturaisExame de qualificação - Doutorado em Química de Produtos Naturais
Exame de qualificação - Doutorado em Química de Produtos Naturais
Profª Alda Ernestina
 
Aula - Via biossintética do Acetato-Malonato
Aula - Via biossintética do Acetato-MalonatoAula - Via biossintética do Acetato-Malonato
Aula - Via biossintética do Acetato-Malonato
Profª Alda Ernestina
 
Exercícios - Reações orgânicas eliminação, substituição e oxidação
Exercícios - Reações orgânicas  eliminação, substituição e oxidação  Exercícios - Reações orgânicas  eliminação, substituição e oxidação
Exercícios - Reações orgânicas eliminação, substituição e oxidação
Profª Alda Ernestina
 
Aula - Reações de polimerização
Aula - Reações de polimerizaçãoAula - Reações de polimerização
Aula - Reações de polimerização
Profª Alda Ernestina
 
Reações de polimerização
Reações de polimerização Reações de polimerização
Reações de polimerização
Profª Alda Ernestina
 
Reações de oxidação em compostos orgânicos
Reações de oxidação em compostos orgânicosReações de oxidação em compostos orgânicos
Reações de oxidação em compostos orgânicos
Profª Alda Ernestina
 
Resumo - reações de adição na química orgânica
Resumo - reações de adição na química orgânicaResumo - reações de adição na química orgânica
Resumo - reações de adição na química orgânica
Profª Alda Ernestina
 
Lista de exercícios ácido-base e reações de adição
Lista de exercícios   ácido-base e reações de adiçãoLista de exercícios   ácido-base e reações de adição
Lista de exercícios ácido-base e reações de adição
Profª Alda Ernestina
 
Exercicios reações de eliminação
Exercicios reações de eliminaçãoExercicios reações de eliminação
Exercicios reações de eliminação
Profª Alda Ernestina
 
Exercicios reações de substituição
Exercicios   reações de substituiçãoExercicios   reações de substituição
Exercicios reações de substituição
Profª Alda Ernestina
 
Exercícios de revisão reações orgânicas
Exercícios  de revisão   reações orgânicasExercícios  de revisão   reações orgânicas
Exercícios de revisão reações orgânicas
Profª Alda Ernestina
 
Acidez e basicidade na química orgânica
Acidez e basicidade na química orgânicaAcidez e basicidade na química orgânica
Acidez e basicidade na química orgânica
Profª Alda Ernestina
 
Lista de exercicios revisão
Lista de exercicios   revisãoLista de exercicios   revisão
Lista de exercicios revisão
Profª Alda Ernestina
 
Lista de exercicios ácidos inorgânicos
Lista de exercicios   ácidos inorgânicosLista de exercicios   ácidos inorgânicos
Lista de exercicios ácidos inorgânicos
Profª Alda Ernestina
 

Mais de Profª Alda Ernestina (20)

Seminário didático - Doutorado
Seminário didático - Doutorado  Seminário didático - Doutorado
Seminário didático - Doutorado
 
Seminario didático de pesquisa - Mestrado
Seminario didático de pesquisa - MestradoSeminario didático de pesquisa - Mestrado
Seminario didático de pesquisa - Mestrado
 
Apresentação de Seminário sobre Cromatografia Contra-Corrente
Apresentação de Seminário sobre Cromatografia Contra-CorrenteApresentação de Seminário sobre Cromatografia Contra-Corrente
Apresentação de Seminário sobre Cromatografia Contra-Corrente
 
Apresentação de Proposta para Projeto de Pesquisa de Doutorado
Apresentação de Proposta para Projeto de Pesquisa de DoutoradoApresentação de Proposta para Projeto de Pesquisa de Doutorado
Apresentação de Proposta para Projeto de Pesquisa de Doutorado
 
Avaliação do Potencial Antioxidante e Caracterização Química das Frações Crom...
Avaliação do Potencial Antioxidante e Caracterização Química das Frações Crom...Avaliação do Potencial Antioxidante e Caracterização Química das Frações Crom...
Avaliação do Potencial Antioxidante e Caracterização Química das Frações Crom...
 
Apresentação de proposta de projeto de pesquisa para exame de qualificação
Apresentação de proposta de projeto de pesquisa para exame de qualificaçãoApresentação de proposta de projeto de pesquisa para exame de qualificação
Apresentação de proposta de projeto de pesquisa para exame de qualificação
 
Exame de qualificação - Doutorado em Química de Produtos Naturais
Exame de qualificação - Doutorado em Química de Produtos NaturaisExame de qualificação - Doutorado em Química de Produtos Naturais
Exame de qualificação - Doutorado em Química de Produtos Naturais
 
Aula - Via biossintética do Acetato-Malonato
Aula - Via biossintética do Acetato-MalonatoAula - Via biossintética do Acetato-Malonato
Aula - Via biossintética do Acetato-Malonato
 
Exercícios - Reações orgânicas eliminação, substituição e oxidação
Exercícios - Reações orgânicas  eliminação, substituição e oxidação  Exercícios - Reações orgânicas  eliminação, substituição e oxidação
Exercícios - Reações orgânicas eliminação, substituição e oxidação
 
Aula - Reações de polimerização
Aula - Reações de polimerizaçãoAula - Reações de polimerização
Aula - Reações de polimerização
 
Reações de polimerização
Reações de polimerização Reações de polimerização
Reações de polimerização
 
Reações de oxidação em compostos orgânicos
Reações de oxidação em compostos orgânicosReações de oxidação em compostos orgânicos
Reações de oxidação em compostos orgânicos
 
Resumo - reações de adição na química orgânica
Resumo - reações de adição na química orgânicaResumo - reações de adição na química orgânica
Resumo - reações de adição na química orgânica
 
Lista de exercícios ácido-base e reações de adição
Lista de exercícios   ácido-base e reações de adiçãoLista de exercícios   ácido-base e reações de adição
Lista de exercícios ácido-base e reações de adição
 
Exercicios reações de eliminação
Exercicios reações de eliminaçãoExercicios reações de eliminação
Exercicios reações de eliminação
 
Exercicios reações de substituição
Exercicios   reações de substituiçãoExercicios   reações de substituição
Exercicios reações de substituição
 
Exercícios de revisão reações orgânicas
Exercícios  de revisão   reações orgânicasExercícios  de revisão   reações orgânicas
Exercícios de revisão reações orgânicas
 
Acidez e basicidade na química orgânica
Acidez e basicidade na química orgânicaAcidez e basicidade na química orgânica
Acidez e basicidade na química orgânica
 
Lista de exercicios revisão
Lista de exercicios   revisãoLista de exercicios   revisão
Lista de exercicios revisão
 
Lista de exercicios ácidos inorgânicos
Lista de exercicios   ácidos inorgânicosLista de exercicios   ácidos inorgânicos
Lista de exercicios ácidos inorgânicos
 

Último

Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
LEANDROSPANHOL1
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 

Último (20)

Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 

Lista de exercicios reações químicas

  • 1. Profª Alda Ernestina Química Geral Reações Químicas Uma reação química nada mais é que o rearranjo de átomos, em que uma ou mais substâncias se transformam em novas substâncias. Podemos dizer que em uma reação química, as moléculas (no caso das substâncias covalentes) ou aglomerados (no caso dos compostos iônicos) iniciais são "desmontados" e seus átomos são rearranjados para "montar" novas moléculas ou aglomerados iônicos. Para representarmos as reações químicas graficamente utilizamos as equações químicas. Numa equação química todas as substâncias envolvidas são apresentadas em uma única linha que se divide em duas partes separadas por uma seta que indica transformação. As substâncias escritas antes desta seta são denominadas reagentes, já as substâncias escritas depois da seta são denominadas produtos. Os reagentes são as substâncias iniciais, que reagirão para formar novas substâncias, os produtos. Ex: reagente(s) produto(s) As equações químicas representam a escrita usada pelos químicos. E faz parte de uma linguagem universal, ou seja, não muda de uma língua para outra ou de um país para outro. Numa equação química cada substância é expressa por sua fórmula. Há ainda os coeficientes estequiométricos ou simplesmente coeficientes que indicam a proporção das substâncias que participam da reação, como mostrado na equação química abaixo, em que os coeficientes são 2, 1 e 2. Ex: 2 CO (g) + O2 (g) → 2 CO2 (g) Para nos familiarizarmos com as equações químicas, é imprescindível que conheçamos alguns símbolos especiais que estão comumente presentes em algumas reações, são eles: ∆- letra grega delta, quando em cima da seta da equação, indica que a reação ocorre sob aquecimento. - esta seta indica que há liberação de gás na reação; - esta seta indica que um sólido precipitou. (s) - indica que a substância está no estado sólido. (l) - indica que a substância está no estado líquido. (g) - indica que a substância está no estado gasoso. (aq) - indica que a substância está dissolvida em água. Vale ressaltar que quando uma reação envolve substâncias iônicas ou ionizadas, utilizamos uma equação iônica para representá-la. Equação iônica é a equação química em que aparecem íons, além de átomos e moléculas. Como mostrado abaixo: Equação química (sem a representação dos íons) Zn (s) + CuSO4 (aq) → ZnSO4 (aq) + Cu (s) esta reação pode também ser escrita como: Zn(s) + Cu+2 (aq) + SO4 -2 (aq) → Zn+2 (aq) + SO4 -2 (aq) + Cu (s) Como temos SO4 -2 antes e depois da seta podemos cancelá-los e assim obtermos a equação iônica simplificada. Zn(s) + Cu+2 (aq) → Zn+2 (aq) + Cu (s) CLASSIFICAÇÃO DAS REAÇÕES QUÍMICAS As reações químicas podem ser classificadas em diferentes tipos, cujos principais são: 1. Reações de síntese (ou adição) - são reações que apresentam dois ou mais reagentes e apenas um produto. Ou seja, é quando duas ou mais substâncias se juntam para formar uma única substância. Por exemplo: Quanto à natureza dos reagentes temos dois tipos de síntese, a saber: síntese total: quando todos os reagentes são substâncias simples (apresentam um único elemento). Ex: 2 H2 (g) + O2 (g) → 2 H2O (l) síntese parcial: quando pelo menos um dos reagentes for uma substância composta (apresenta mais de um elemento) Ex: CaO (s) + H2O (l) → Ca(OH)2 (aq) 2. Reações de análise (ou decomposição) - são reações que apresentam um único reagente e dois ou mais produtos. Ou seja, é quando um substância composta se divide para formar duas ou mais novas substâncias. um só reagente dois produtos
  • 2. Quanto à natureza dos produtos temos dois tipos de análise, a saber: decomposição total: quando todos os produtos são substâncias simples . Ex: 2 MgO (s) → 2 Mg (s) + O2 (g) decomposição parcial: quando pelo menos um dos produtos for uma substância composta. Ex: CaCO3 (s) → CaO (s) + CO2 (g) 3. Reações de simples troca (ou deslocamento) - são reações em que uma substância simples reage com uma substância composta e "desloca" desta uma nova substância simples. Ou seja, há dois reagentes e dois produtos, e em cada um deles, há uma substância simples e uma substância composta. As reações de simples troca, são reações que ocorrem com a transferência de elétrons de uma espécie para outra e por isso envolvem os processos de oxidação e redução, e são chamadas de reações de oxirredução. Reações de simples troca envolvendo metais - uma reação de simples troca envolvendo metais, somente ocorrerá se o metal que está sozinho (substância simples) for mais reativo que o metal que está acompanhado (substância composta), do contrário não haverá a troca. Ex: Zn (s) + CuSO4 (aq) → Cu (s) + ZnSO4 (aq) A reação acima representa uma reação de simples troca, onde o Zn desloca o Cu, tomando seu lugar junto ao SO4. Esta reação só ocorre pois o zinco (Zn) é mais reativo que o cobre (Cu), do contrário não ocorreria. Note que o contrário (Cu deslocando o Zn) não ocorre, pois o cobre é menos reativo que o zinco. Cu (s) + ZnSO4 (aq) → não há reação Desta forma, para sabermos se um metal é capaz de deslocar outro e consequentemente a reação de simples troca acontecer, devemos observar a fila de reatividade dos metais abaixo: Li > K > Ca > Na > Mg > Al >Zn >Cr > Fe > Ni > Sn > Pb > H > Cu > Hg > Ag > Pt >Au Nessa fila, qualquer metal pode deslocar outro metal situado mais à direita na fila, o mesmo vale para o hidrogênio (único ametal da fila). Veja as reações abaixo Mg (s) + HgSO4 (aq) → MgSO4 (aq) + Hg (s) ocorre pois o Mg está mais à esquerda na fila que o Hg e por isso pode deslocá-lo. Fe (s) + CuCl2 (aq) → FeCl2 (aq) + Cu (s) ocorre pois o Fe está mais à esquerda na fila que o Cu e por isso pode deslocá-lo. Ag (s) + Al(NO3)3 (aq) → não ocorre reação não ocorre, pois o Ag está mais à direita na fila que o Al e portanto não pode deslocá-lo. O mesmo vale para o hidrogênio, que apesar de não ser um metal, faz parte da fila de reatividade. Zn (s) + 2 HCl (aq) → ZnCl2 + H2 (g) Au (s) + HCl (aq) → não ocorre pois Au é menos reativo Reações de simples troca envolvendo ametais - assim como no caso dos metais, uma reação de simples troca somente ocorrerá se o ametal que está sozinho for mais reativo que o ametal que está acompanhado, pois poderá deslocá-lo, do contrário não ocorrerá. Ex: F2 (g) + 2 NaBr (aq) → 2 NaF (aq) + Br2 (g) Br2 (g) + 2 NaF (aq) → não ocorre, Br é menos reativo Para os ametais temos a seguinte fila de reatividade: F > O > Cl > Br > I > S O raciocínio é o mesmo para a fila de reatividade dos metais, ou seja, qualquer ametal pode deslocar outro ametal situado mais à direita na fila. O2 (g) + 2 HCl (aq) → H2O (l) + Cl2 (g) Br2 (g) + 2 KCl → não ocorre, Br é menos reativo que Cl 4. Reações de dupla troca - são reações em que dois compostos reagem, permutando (trocando) entre si dois elementos, originando dois novos compostos. Ou seja, há dois reagentes e dois produtos, todos substâncias compostas, ocorrendo uma troca entre elas. As reações de dupla troca não são reações de oxirredução, portanto não usamos a fila de reatividade. Metais dos grupos 1A e 2A Metais comuns Metais nobres
  • 3. Mas se não temos a fila de reatividade, como saberemos se uma reação de dupla troca irá acontecer? Bem, uma reação de dupla troca somente ocorrerá se atender a pelo menos uma das seguintes situações: a) quando um dos produtos for menos solúvel que os reagentes Ocorrerá uma reação de dupla troca, desde que tenhamos reagentes solúveis e ao menos um produto insolúvel, que irá formar um precipitado. Lembrando que a maioria das reações ocorre em solução aquosa. Exemplos de reações de dupla troca, com precipitação NaCl (aq) + AgNO3 (aq) → AgCl (s) + NaNO3 (aq) A reação acima é de dupla troca (Na troca com Ag; Cl troca com NO3) e ocorre pois há a formação de um precipitado (AgCl) nos produtos. O mesmo ocorre com a reação entre sulfato férrico e hidróxido de sódio, que produz o hidróxido férrico, insolúvel em água, como mostrado abaixo. Fe2(SO4)3 (aq) + 6 NaOH → 2 Fe(OH)3 (s) + 3 Na2SO4 (aq) b) quando um dos produtos for mais volátil que os reagentes Ocorrerá uma reação de dupla troca desde que haja a formação de pelo menos um produto volátil, ou seja, houver liberação de gás. Exemplos de reações de dupla troca com liberação de gás FeS (s) + HCl (l) → FeCl2 (aq) + H2S (g) A reação acima é de dupla troca (Fe troca com H; S troca com Cl) e ocorre pois há a produção de gás (H2S). O mesmo ocorre com a reação entre carbonato de sódio e ácido sulfúrico, em que um dos produtos é o ácido carbônico (H2CO3) que se decompõe em CO2 (gás) e água, como mostrado na equação abaixo: Na2CO3 (s) + H2SO4 (l) → Na2SO4 (aq) + H2O (l) + CO2 (g) Vale salientar que em toda reação de dupla troca, em que houver a produção de H2CO3, H2SO3 e NH4OH, teremos na realidade, os seguintes produtos: H2CO3 (aq) → H2O (l) + CO2 (g) H2SO3 (aq) → H2O (l) + SO2 (g) NH4OH (aq) → H2O (aq) + NH3 (g) Pois tais substâncias se decompõe em água e seu respectivo gás. c) quando um dos produtos for menos ionizado que os reagentes Ocorrera uma reação de dupla troca, desde que haja a produção de um eletrólito mais fraco que os reagentes, ou um composto molecular (água, por exemplo). As reações de neutralização ácido-base (reação entre um ácido e uma base) são exemplos de reações de dupla troca, pois envolvem a produção de H2O (substância molecular). Um outro exemplo são as reações em que um ácido (ou base) mais forte deslocam de um sal, o ácido (ou base) mais fraco. Como nos exemplos abaixo: No geral, as reações de dupla são dos seguintes tipos: ácido + hidróxido → sal + H2O ácido 1 + sal2 → ácido 2 + sal 1 hidróxido 1 + sal 2 → hidróxido 2 + sal 1 sal 1 + sal 2 → sal 3 + sal 4 EXERCÍCIOS 1. (UFPA-PA) Observe as reações I e II abaixo: I- NH3 + HCl → NH4Cl II- 2 HgO → 2 Hg + O2 Podemos afirmar que I e II são, respectivamente, reações de: a) simples troca e análise c) dupla troca e síntese b) síntese e análise d) análise e síntese 2. (UFLA-MG) Considere a equação química não balanceada: SO2 + O2 → SO3 Efetuando-se o balanceamento por tentativa, a soma dos coeficientes estequiométricos é igual a: a) 4 c) 7 b) 3 d) 5
  • 4. 3. (PUC-PR) Dadas as reações: I. Cl2O5 + H2O → 2 HClO3 II. Cl2 + 2 KBr → 2 KCl + Br2 III. BaCl2 + 2 KOH → 2 KCl + Ba(OH)2 IV. 2 KBrO3 → 2 KBr + 3 O2 Representam, respectivamente, reações de: a) deslocamento, dupla troca, análise e síntese b) síntese, simples troca, dupla troca e análise c) dupla troca, simples troca, análise e síntese d) síntese, simples troca, análise e dupla troca 4. (UFPE-PE) Considere as equações químicas abaixo: I. 2 K (s) + Cl2 (g) → KCl (s) II. 2 Mg (s) + O2 (g) → 2 MgO (s) III. PbSO4 (aq) + Na2S (aq) → PbS (s) + Na2SO4 (aq) IV. CH4 (g) + 2 O2 (g) → CO2 (g) + 2 H2O (l) V. SO2 (g) + H2O (l) → H2SO3 (aq) Podemos afirmar que: a) todas estão balanceadas b) somente II, III e IV estão balanceadas c) somente I não está balanceada d) somente II e IV estão balanceadas 5. (PUC-RJ) O óxido de alumínio (Al2O3) é utilizado como antiácido. A reação que ocorre no estômago é: x Al2O3 + y HCl → z AlCl3 + w H2O Os coeficientes x, y, z e w são, respectivamente: a) 1, 2, 3,6 c) 2, 3, 1,6 b) 1, 6, 2, 3 d) 2, 4, 4, 3 6. (UFMG-MG) Considerando as equações abaixo: I. CaCO3 → CaO + CO2 II. AgNO3 + NaCl → AgCl + NaNO3 III. 2 KClO3 → 2 KCl + 3 O2 É correto afirmar que: a) a reação I é de síntese b) a reação II é de simples troca c) a reação III é de análise d) a reação I é de dupla troca 7. (UFSM-RS) Analisando a fila de reatividade dos metais, indique dentre as reações abaixo, a única que pode ocorrer: a) 2 Al + Cu4SO4 → c) Cu + NaCl → b) 3 Ag + FeCl3 → d) Pb + ZnSO4 → 8. (Mackenzie-SP) Na reação entre zinco e ácido clorídrico, há a formação de um gás altamente inflamável. Esse gás é o: a) gás oxigênio c) gás hidrogênio b) gás carbônico d) gás cloro 9. Indique os coeficientes que tornam balanceadas as seguintes equações químicas: a) C5H12 + O2 → CO2 + H2O b) C4H8O2 + O2 → CO2 + H2O c) C6H12 + O2 → CO2 + H2O d) Mn3O4 + Al → Al2O3 + Mn e) MnO2 + HCl → MnCl2 + H2O + Cl2 10. (PUC-MG) Quando se “limpa” o mármore (carbonato de cálcio) com ácido muriático (ácido clorídrico), observa-se uma “fervura”, que é o desprendimento do gás carbônico, um dos produtos da reação juntamente com água e cloreto de cálcio. A equação química que mais bem representa essa reação é: a) Ca(OH)2 + 2 HCl → CaCl2 + H2O b) CaCO3 + CO2 → CaCl2 + HCl c) CaCO3 + 2 HCl → CaCl2 + H2O + CO2 d) Ca(OH)2 + CO2 → CaCl2 + H2O GABARITO 1. B; 2. D 3. B; 4. C 5. B; 6. C 7. A; 8. C 9. a) 1, 8, 5, 6; b) 1, 5, 4, 4; c) 1, 9, 6, 6; d) 3, 8, 4, 9 e) 1, 4, 1, 2, 1. 10. C