SlideShare uma empresa Scribd logo
Guia BABOK v3. Principais Mudanças:
Parte 3, definição de Análise de Negócio e do
papel do Analista de Negócio
por Rildo Santos (@rildosan)
www.tecnologia.com.br
www.tecnologia.com.br/an
eTecnologia.com.br | Consultoria | Treinamento| Mentoria
2
Guia BABOK v3 Principais Mudanças:
Definição: Análise de Negócio e do papel de
Analista de Negócio
por Rildo Santos (@rildosan) | Versão 1.0
Introdução:
A principal referência para aplicação das práticas de análise de Negócio é o corpo de
conhecimento, chamado de BABOK.
No mês de Abril de 2015, foi publicado a nova versão do guia, o BABOK® 3, ele foi
extensivamente revisado, reestruturado e reescrito. Aqui apresentamos um pequeno
resumo das principais mudanças.
Já apresentamos as principais mudanças na primeira parte Guia BABok v3 Principais
Mudanças, e na segunda parte Guia BABok v3 Principais Mudanças - Requisitos,
nesta parte, a terceira, vamos abordar a definição de Análise de Negócio e do papel
de Analista de Negócio.
Esclarecimento:
Não quero ser um critico de obra pronta, aqui exercito a análise critica como forma de
provocar melhoria continua. Meus comentários são apenas pontos de vistas que não
tem a intenção de diminuir, nem apequenar ideias, textos e soluções.
eTecnologia.com.br | Consultoria | Treinamento| Mentoria
3
Guia BABOK v3 Principais Mudanças:
Definição: Análise de Negócio e do papel de
Analista de Negócio
por Rildo Santos (@rildosan) | Versão 1.0
Principais Mudanças: Definições
A versão 3.0 do Guia BABOK, enfim mudou a definição de Análise de Negócio e do
papel de Analista de Negócio, veja a análise e comparação entre as versões.
1.0 Definição de Análise de Negócio:
Pequena análise e comparação da declaração de Análise de Negócio entre as
versões 2.0 e 3.0.
1.1 Definição de Análise de Negócio no Guia BABOK 2.0:
Segundo versão 2.0, Análise de Negócio é:
"Análise de Negócio é o conjunto de atividades e técnicas utilizadas para servir como
ligação entre as partes interessadas, no intuito de compreender a estrutura, políticas e
operações de uma organização e para recomendar soluções que permitam que a
organização alcance suas metas."
O guia ainda apresenta um texto explicativo da declaração da Análise de Negócio:
"Análise de Negócios envolve compreender como as organizações funcionam e
alcançam seus propósitos, e definir as capacidades que uma organização deve
possuir para prover produtos e serviços para as partes interessadas externas. Isso
inclui a definição de metas organizacionais, como essas metas se conectam a
objetivos específicos, a identificação das ações que uma organização deve executar
para alcançar as metas e objetivos, e a definição de como interagem as diversas
unidades organizacionais e as partes interessadas, dentro e fora daquela
organização.
A Análise de Negócios pode ser executada para compreender o estado atual de uma
organização ou para servir como base para posterior identificação das necessidades
do negócio. Em muitos casos, contudo, a análise de negócios é executada para
definir e validar soluções que atendam às necessidades do negócio, suas metas e
objetivos.
Analistas de negócios devem analisar e sintetizar informações fornecidas por grande
número de pessoas que interage com o negócio, como clientes, colaboradores
profissionais de TI e executivos. O analista de negócios é responsável por desvendar
as verdadeiras necessidades das partes interessadas, não simplesmente seus
desejos explícitos. Em muitos casos, o analista de negócios irá trabalhar também para
facilitar a comunicação entre unidades organizacionais. Em particular, analistas de
negócios costumam ter um papel central no alinhamento entre as necessidades das
unidades de negócio e as funcionalidades desenvolvidas pela tecnologia da
eTecnologia.com.br | Consultoria | Treinamento| Mentoria
4
Guia BABOK v3 Principais Mudanças:
Definição: Análise de Negócio e do papel de
Analista de Negócio
por Rildo Santos (@rildosan) | Versão 1.0
informação e podem servir como um tradutor entre esses grupos."
1.2 Definição de Análise de Negócio no Guia BABOK 3.0:
Na versão 3.0, o guia define Análise de Negócio como:
"A prática de viabilizar mudanças em organizações através da definição de
necessidades e recomendação de soluções que entregam valor para às partes
interessadas."
Comentários:
Sem sombra de dúvida a declaração de análise de negócio melhorou em relação a
versão anterior do guia BABOK, ela ficou mais objetiva, enxuta e simples, por isso
gostamos da nova definição.
Mas, somos chatos, achamos que a declaração, poderia ser estupidamente mais
simples (Kiss Principle), segue a nossa sugestão:
- "Análise de Negócio é uma prática para entregar valor para às partes interessadas".
1.3 Uma breve comparação:
Item Guia BABOK 2.0 Guia BABOK 3.0
Análise de Negócio Conjunto de atividades e
técnicas
Prática
Abrangência Organização Organização
Atividades Compreender a estrutura,
políticas e operações
Viabilizar mudanças e
Definir necessidades
Responsabilidade Recomendar soluções Recomendar soluções
Propósito Alcançar metas Entregar valor
Avaliando as definições, podemos observar, a substituição de uma parte que gerava
uma certa confusão: “Conjunto de atividades e técnicas” para uma “Prática”. Atribuir
ao Analista de Negócio como um "conjunto de atividades e técnicas” reduzia análise
de negócio, na sua importância tática para gerar resultado, afinal o Analista deve
entregar valor para as partes interessadas.
Na versão 3.0, o conceito de “viabilizar mudanças” encaminha Análise de Negócios
para o mundo ideal, o Analista atua como um agente de mudança, pois, toda solução
de negócio requer e gera mudança.
Outra alteração relevante está em: “Alcançar metas” versus “Entregar valor”. Alcançar
as metas, para o Babok 2.0, subentende-se que estas devem entregar valor, mas esta
eTecnologia.com.br | Consultoria | Treinamento| Mentoria
5
Guia BABOK v3 Principais Mudanças:
Definição: Análise de Negócio e do papel de
Analista de Negócio
por Rildo Santos (@rildosan) | Versão 1.0
“preocupação” dever ser dos gestores das áreas de negócio (os Business Owners).
Na versão 3.0, a entrega de valor passa a ser uma responsabilidade do Analista de
Negócios, que necessita entender o que é valor para às partes interessadas.
2.0 Definição do cargo e papel de Analista de Negócio:
Fazer uma breve comparação entre as versões da definição do cargo e papel de
Analista de Negócio.
2.1 Na versão 2.0, o cargo e papel de Analista de Negócio eram definidos da
seguinte forma:
"Um Analista de Negócios é qualquer pessoa que executa atividades de análise de
negócios, não importa qual o seu cargo ou função organizacional. O grupo dos
praticantes de análise de negócios não se limita a pessoas com o cargo de “Analista
de Negócios”, mas inclui também: analistas de sistemas de negócios, analistas de
sistemas, engenheiros de requisitos, analistas de processos, gerentes de produtos,
responsáveis por produtos (product owners), analistas corporativos, arquitetos de
negócio, consultores, ou qualquer outra pessoa que executa as tarefas descritas no
Guia BABOK®, incluindo aqueles que executam disciplinas relacionadas, como
gerenciamento de projetos, desenvolvimento de software, QA (quality assurance -
garantia da qualidade) e desenho de interface."
2.2 Na versão 3.0, o cargo e papel de Analista de Negócio é definido:
Pequena definição (ela está no glossário do guia):
Analista de Negócios é qualquer pessoa que realiza análise de negócios, não importa
o seu título de trabalho ou função organizacional.
Definição: Quem é um Analista de Negócio ?
Um analista de negócios é qualquer pessoa que executa as tarefas de análise de
negócios descrita no Guia BABOK 3.0, não importa o seu cargo ou função
organizacional.
Os analistas são responsáveis pela descoberta, síntese e análise de informações a
partir de uma variedade de fontes dentro de uma empresa, incluindo ferramentas,
processos, documentação e partes interessadas.
O analista de negócios é responsável por elicitar (identificar) as necessidades reais
das partes interessadas que frequentemente envolve a investigar e esclarecer os
seus desejos expressados, a fim de determinar as causas.
eTecnologia.com.br | Consultoria | Treinamento| Mentoria
6
Guia BABOK v3 Principais Mudanças:
Definição: Análise de Negócio e do papel de
Analista de Negócio
por Rildo Santos (@rildosan) | Versão 1.0
Analista de Negócio desempenha um papel no alinhamento do design das soluções
entregues com as necessidades das partes interessadas
As atividades que analistas de negócios executadas incluem:
• Compreender problemas da empresa e metas,
• Analisar necessidades e soluções,
• Elaborar de estratégias,
• Impulsionar a mudança e
• Facilitar a colaboração das partes interessadas.
Outros títulos de trabalho comum para as pessoas que realizam Análise de Negócio
incluem:
• Arquiteto de Negócios,
• Analista de Sistemas de Negócios,
• Analista de Dados,
• Analista Empresarial,
• Consultor de Gestão,
• Analista de Processos,
• Gerente de Produto,
• Dono do Produto (PO),
• Engenheiro de Requisitos e
• Analista de Sistemas.
Comentários:
Na versão 2.0 a definição era confusa, na versão 3.0, eles perderam a oportunidade
de clarear a definição de Analista de Negócio, logo ela continua confusa. Veja alguns
exemplos que nos leva a confusão, ao invés de clareza:
Exemplo 1: Papel de Analista de Negócio.
Uma pessoa que tem o cargo (função) de Gerente de Produto, faz a certificação de
Analista de Negócio, mesmo fazendo as atividades de análise de negócio descritas no
guia de forma pontual, isso não soa estranho?
Muitos argumentaram que existe um nível de certificação intermediário que cabe
neste exemplo, CCBA (Certificate of Competency in Business Analysis) para as
pessoas que não atuam 100% do tempo com Análise de Negócio, mas alguém tem
interesse real por este tipo de certificação?
Exemplo 2: Desempenho
Se uma pessoa tem o papel de Analista de Negócio como vou avaliar desempenho
desta pessoa? O desempenho não estaria ligado somente ao cargo dela ?
Atacarei novamente, usando KISS Principle, se todos são analistas de negócio,
podemos ter uma definição baseada no glossário do guia: "Analista de Negócios é
qualquer pessoa que realiza análise de negócios, não importa o seu título de trabalho
eTecnologia.com.br | Consultoria | Treinamento| Mentoria
7
Guia BABOK v3 Principais Mudanças:
Definição: Análise de Negócio e do papel de
Analista de Negócio
por Rildo Santos (@rildosan) | Versão 1.0
ou função organizacional. " - Afinal de contas a análise de negócio, existe fora do
BABok.
2.3 Uma breve comparação:
Item Guia BABOK 2.0 Guia BABOK 3.0
Cargo de Análise de
Negócio
Quem tem o cargo de
analista de negócio e atua
100% do tempo com análise
de negócio
Quem tem o cargo de analista
de negócio e atua 100% do
tempo com análise de
negócio
Papel de Análise de
Negócio
Quem tem não o cargo de
analista de negócio
mas executa atividades de
análise de negócio descrita
no guia BABOK de forma
pontual.
Quem tem não o cargo de
analista de negócio
mas executa atividades de
análise de negócio descrita
no guia BABOK de forma
pontual.
Ficou nítido que não existem diferenças substanciais entre as versões dos guias, na
versão 3.0, a declaração está mais estruturada do que a versão anterior.
3.0 Comentário Final
Se é permitido, irei me repetir: A evolução é necessária, disso já sabemos, e o guia
está evoluindo.
Acho que mudança na definição da Análise de Negócio foi bastante positiva,
principalmente quando comparamos com a definição anterior. Ela ficou mais enxuta,
simples e objetiva (também aqui é uma repetição).
Entretanto, a definição de Analista de Negócio, ainda me causa certa frustração, foco
dividido entre as pessoas que possuem o cargo e outras que desempenham o papel,
no ponto de vista, afeta diretamente o profissional de Análise de Negócio já que
ambos podem ter o mesmo nível de certificação.
Uma provocação final:
Por que IIBA (Instituto Internacional de Análise de Negócio) não foca somente nos
profissionais que tem o cargo de Analista de Negócio ?
Nota: Tradução livre do autor
eTecnologia.com.br | Consultoria | Treinamento| Mentoria
8
Guia BABOK v3 Principais Mudanças:
Definição: Análise de Negócio e do papel de
Analista de Negócio
por Rildo Santos (@rildosan) | Versão 1.0
4.0 Referências:
Guia BABOK v3, Abril/2015, IIBA.
Guia BABOK 2.0 - IIBA
Rildo Santos (@rildosan) é Consultor, Mentor, Escritor, Autor, Facilitador,
Palestrante, Instrutor e Empreendedor.
Trabalha com Processos, Inovação, Estratégia, Gestão de Negócio, Liderança,
Estratégia, Empreendedorismo, Tecnologia da Informação e Métodos Ágeis.
Atua a mais de 7 anos com Análise de Negócio em projetos e treinamento para
diversas empresas. Já treinou mais de 3000 pessoas em Análise de Negócio.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

2019 07 Bizbok with Archimate 3 v3 [UPDATED !]
 2019 07 Bizbok with Archimate 3 v3 [UPDATED !] 2019 07 Bizbok with Archimate 3 v3 [UPDATED !]
2019 07 Bizbok with Archimate 3 v3 [UPDATED !]
COMPETENSIS
 
Técnicas de Gestão para Análise de Negócio
Técnicas de Gestão para Análise de NegócioTécnicas de Gestão para Análise de Negócio
Técnicas de Gestão para Análise de Negócio
Rildo (@rildosan) Santos
 
Minicurso Gestão Ágil de Projetos com Abordagem Híbrida
Minicurso Gestão Ágil de Projetos com Abordagem HíbridaMinicurso Gestão Ágil de Projetos com Abordagem Híbrida
Minicurso Gestão Ágil de Projetos com Abordagem Híbrida
Rildo (@rildosan) Santos
 
Guia de Orientação para Carreira de Analista de Negócio
Guia de Orientação para Carreira de Analista de Negócio Guia de Orientação para Carreira de Analista de Negócio
Guia de Orientação para Carreira de Analista de Negócio
Rildo (@rildosan) Santos
 
Como demonstrar ROI das entregas de valor com Business Case
Como demonstrar ROI das entregas de valor com Business Case Como demonstrar ROI das entregas de valor com Business Case
Como demonstrar ROI das entregas de valor com Business Case
Rildo (@rildosan) Santos
 
Scrum Experience
Scrum ExperienceScrum Experience
Scrum Experience
Rildo (@rildosan) Santos
 
Process Design Thinking
Process Design ThinkingProcess Design Thinking
Process Design Thinking
Rildo (@rildosan) Santos
 
TOGAF em Ação
TOGAF em AçãoTOGAF em Ação
Pensar e agir com a cultura: Desafios da gestão cultural
Pensar e agir com a cultura: Desafios da gestão culturalPensar e agir com a cultura: Desafios da gestão cultural
Pensar e agir com a cultura: Desafios da gestão cultural
Mais Por Arte
 
Mapeamento e Modelagem de Processos de Negócio com BPMN
Mapeamento e Modelagem de Processos de Negócio com BPMNMapeamento e Modelagem de Processos de Negócio com BPMN
Mapeamento e Modelagem de Processos de Negócio com BPMN
Rildo (@rildosan) Santos
 
Guia de Práticas de Análise de Negócio
Guia de Práticas de Análise de NegócioGuia de Práticas de Análise de Negócio
Guia de Práticas de Análise de Negócio
Rildo (@rildosan) Santos
 
Como Analista de Negócio Entrega Valor
Como Analista de Negócio Entrega ValorComo Analista de Negócio Entrega Valor
Como Analista de Negócio Entrega Valor
Rildo (@rildosan) Santos
 
Análise de Negócio na Perspectiva de BI
Análise de Negócio na Perspectiva de BIAnálise de Negócio na Perspectiva de BI
Análise de Negócio na Perspectiva de BI
Rildo (@rildosan) Santos
 
Ebook Governança de TI na Prática
Ebook Governança de TI na PráticaEbook Governança de TI na Prática
Ebook Governança de TI na Prática
Fernando Palma
 
Como o Analista de Negócio entrega valor para empresas de software?
Como o Analista de Negócio entrega valor para empresas de software?Como o Analista de Negócio entrega valor para empresas de software?
Como o Analista de Negócio entrega valor para empresas de software?
Rildo (@rildosan) Santos
 
Como elaborar um Business Case
Como elaborar um Business CaseComo elaborar um Business Case
Como elaborar um Business Case
Rildo (@rildosan) Santos
 
Analista de Negócio
Analista de NegócioAnalista de Negócio
Analista de Negócio
Rildo (@rildosan) Santos
 
Documentação de Processos de Negócio
Documentação de Processos de NegócioDocumentação de Processos de Negócio
Documentação de Processos de Negócio
Rildo (@rildosan) Santos
 
Business Design Thinking
Business Design ThinkingBusiness Design Thinking
Business Design Thinking
Rildo (@rildosan) Santos
 
Governança de TI
Governança de TIGovernança de TI
Governança de TI
Rildo (@rildosan) Santos
 

Mais procurados (20)

2019 07 Bizbok with Archimate 3 v3 [UPDATED !]
 2019 07 Bizbok with Archimate 3 v3 [UPDATED !] 2019 07 Bizbok with Archimate 3 v3 [UPDATED !]
2019 07 Bizbok with Archimate 3 v3 [UPDATED !]
 
Técnicas de Gestão para Análise de Negócio
Técnicas de Gestão para Análise de NegócioTécnicas de Gestão para Análise de Negócio
Técnicas de Gestão para Análise de Negócio
 
Minicurso Gestão Ágil de Projetos com Abordagem Híbrida
Minicurso Gestão Ágil de Projetos com Abordagem HíbridaMinicurso Gestão Ágil de Projetos com Abordagem Híbrida
Minicurso Gestão Ágil de Projetos com Abordagem Híbrida
 
Guia de Orientação para Carreira de Analista de Negócio
Guia de Orientação para Carreira de Analista de Negócio Guia de Orientação para Carreira de Analista de Negócio
Guia de Orientação para Carreira de Analista de Negócio
 
Como demonstrar ROI das entregas de valor com Business Case
Como demonstrar ROI das entregas de valor com Business Case Como demonstrar ROI das entregas de valor com Business Case
Como demonstrar ROI das entregas de valor com Business Case
 
Scrum Experience
Scrum ExperienceScrum Experience
Scrum Experience
 
Process Design Thinking
Process Design ThinkingProcess Design Thinking
Process Design Thinking
 
TOGAF em Ação
TOGAF em AçãoTOGAF em Ação
TOGAF em Ação
 
Pensar e agir com a cultura: Desafios da gestão cultural
Pensar e agir com a cultura: Desafios da gestão culturalPensar e agir com a cultura: Desafios da gestão cultural
Pensar e agir com a cultura: Desafios da gestão cultural
 
Mapeamento e Modelagem de Processos de Negócio com BPMN
Mapeamento e Modelagem de Processos de Negócio com BPMNMapeamento e Modelagem de Processos de Negócio com BPMN
Mapeamento e Modelagem de Processos de Negócio com BPMN
 
Guia de Práticas de Análise de Negócio
Guia de Práticas de Análise de NegócioGuia de Práticas de Análise de Negócio
Guia de Práticas de Análise de Negócio
 
Como Analista de Negócio Entrega Valor
Como Analista de Negócio Entrega ValorComo Analista de Negócio Entrega Valor
Como Analista de Negócio Entrega Valor
 
Análise de Negócio na Perspectiva de BI
Análise de Negócio na Perspectiva de BIAnálise de Negócio na Perspectiva de BI
Análise de Negócio na Perspectiva de BI
 
Ebook Governança de TI na Prática
Ebook Governança de TI na PráticaEbook Governança de TI na Prática
Ebook Governança de TI na Prática
 
Como o Analista de Negócio entrega valor para empresas de software?
Como o Analista de Negócio entrega valor para empresas de software?Como o Analista de Negócio entrega valor para empresas de software?
Como o Analista de Negócio entrega valor para empresas de software?
 
Como elaborar um Business Case
Como elaborar um Business CaseComo elaborar um Business Case
Como elaborar um Business Case
 
Analista de Negócio
Analista de NegócioAnalista de Negócio
Analista de Negócio
 
Documentação de Processos de Negócio
Documentação de Processos de NegócioDocumentação de Processos de Negócio
Documentação de Processos de Negócio
 
Business Design Thinking
Business Design ThinkingBusiness Design Thinking
Business Design Thinking
 
Governança de TI
Governança de TIGovernança de TI
Governança de TI
 

Semelhante a Guia BABOK v3 principais mudanças parte 3

A Análise de Negócios
A Análise de NegóciosA Análise de Negócios
A Análise de Negócios
Jaffer Veronezi
 
Uma abordagem geral da Análise de Negócios
Uma abordagem geral da Análise de NegóciosUma abordagem geral da Análise de Negócios
Uma abordagem geral da Análise de Negócios
José Vieira
 
Qual é o papel de um Analista de Negócios em um time ágil?
Qual é o papel de um Analista de Negócios em um time ágil?Qual é o papel de um Analista de Negócios em um time ágil?
Qual é o papel de um Analista de Negócios em um time ágil?
Marcelo Neves
 
Qual papel do analista de negócios
Qual papel do analista de negóciosQual papel do analista de negócios
Qual papel do analista de negócios
Fernanda Rabello
 
BABOK - Visão Geral
BABOK - Visão GeralBABOK - Visão Geral
BABOK - Visão Geral
Rodrigo Gomes da Silva
 
Business Analysis Canvas [Canvas para Análise de Negócio]
Business Analysis Canvas [Canvas para Análise de Negócio]Business Analysis Canvas [Canvas para Análise de Negócio]
Business Analysis Canvas [Canvas para Análise de Negócio]
Rildo (@rildosan) Santos
 
Business Analyst - Os desafios e as oportunidades
Business Analyst - Os desafios e as oportunidadesBusiness Analyst - Os desafios e as oportunidades
Business Analyst - Os desafios e as oportunidades
IIBA Portugal Chapter
 
A Profissão de Análise de Negócios
A Profissão de Análise de NegóciosA Profissão de Análise de Negócios
A Profissão de Análise de Negócios
Cristiano Heringer
 
IIBA Portugal Kick-Off_Joel
IIBA Portugal Kick-Off_JoelIIBA Portugal Kick-Off_Joel
IIBA Portugal Kick-Off_Joel
Joel Luz
 
Um guia para definir o corpo de conhecimento para análise de negócios – BABOK...
Um guia para definir o corpo de conhecimento para análise de negócios – BABOK...Um guia para definir o corpo de conhecimento para análise de negócios – BABOK...
Um guia para definir o corpo de conhecimento para análise de negócios – BABOK...
Diogo Rocha Ferreira de Menezes
 
Análise de Negócio para Equipe Ágeis v8
Análise de Negócio para Equipe Ágeis v8Análise de Negócio para Equipe Ágeis v8
Análise de Negócio para Equipe Ágeis v8
Rildosan
 
BA Day 2011 - Abertura
BA Day 2011 - AberturaBA Day 2011 - Abertura
BA Day 2011 - Abertura
IIBA Rio de Janeiro Chapter
 
Gestão de Projetos e Empreendedorismo: SIN-NA7 (22/10/2013)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo: SIN-NA7 (22/10/2013)Gestão de Projetos e Empreendedorismo: SIN-NA7 (22/10/2013)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo: SIN-NA7 (22/10/2013)
Alessandro Almeida
 
Gestão de Projetos e Empreendedorismo (23/04/2014)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo (23/04/2014)Gestão de Projetos e Empreendedorismo (23/04/2014)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo (23/04/2014)
Alessandro Almeida
 
O que é análise de negócios?
O que é análise de negócios?O que é análise de negócios?
O que é análise de negócios?
Marcelo Neves
 
Analista de Negócio: Surge um novo Perfil de Profissional
Analista de Negócio: Surge um novo Perfil de ProfissionalAnalista de Negócio: Surge um novo Perfil de Profissional
Analista de Negócio: Surge um novo Perfil de Profissional
Cristiano Heringer
 
Analista de Negócio 2.0
Analista de Negócio 2.0Analista de Negócio 2.0
Analista de Negócio 2.0
Rildo (@rildosan) Santos
 
O Modelo "Full Stack Agile Business Analysis" na Transformação Organizacional
O Modelo "Full Stack Agile Business Analysis" na Transformação OrganizacionalO Modelo "Full Stack Agile Business Analysis" na Transformação Organizacional
O Modelo "Full Stack Agile Business Analysis" na Transformação Organizacional
Luiz C. Parzianello
 
Fundamentos de gestão empresarial cap4
Fundamentos de gestão empresarial cap4Fundamentos de gestão empresarial cap4
Fundamentos de gestão empresarial cap4
Professor Sérgio Duarte
 
Guia BABOK 2ª edição (PDF português)
Guia BABOK 2ª edição (PDF português)Guia BABOK 2ª edição (PDF português)
Guia BABOK 2ª edição (PDF português)
Francilvio Roberto Alff
 

Semelhante a Guia BABOK v3 principais mudanças parte 3 (20)

A Análise de Negócios
A Análise de NegóciosA Análise de Negócios
A Análise de Negócios
 
Uma abordagem geral da Análise de Negócios
Uma abordagem geral da Análise de NegóciosUma abordagem geral da Análise de Negócios
Uma abordagem geral da Análise de Negócios
 
Qual é o papel de um Analista de Negócios em um time ágil?
Qual é o papel de um Analista de Negócios em um time ágil?Qual é o papel de um Analista de Negócios em um time ágil?
Qual é o papel de um Analista de Negócios em um time ágil?
 
Qual papel do analista de negócios
Qual papel do analista de negóciosQual papel do analista de negócios
Qual papel do analista de negócios
 
BABOK - Visão Geral
BABOK - Visão GeralBABOK - Visão Geral
BABOK - Visão Geral
 
Business Analysis Canvas [Canvas para Análise de Negócio]
Business Analysis Canvas [Canvas para Análise de Negócio]Business Analysis Canvas [Canvas para Análise de Negócio]
Business Analysis Canvas [Canvas para Análise de Negócio]
 
Business Analyst - Os desafios e as oportunidades
Business Analyst - Os desafios e as oportunidadesBusiness Analyst - Os desafios e as oportunidades
Business Analyst - Os desafios e as oportunidades
 
A Profissão de Análise de Negócios
A Profissão de Análise de NegóciosA Profissão de Análise de Negócios
A Profissão de Análise de Negócios
 
IIBA Portugal Kick-Off_Joel
IIBA Portugal Kick-Off_JoelIIBA Portugal Kick-Off_Joel
IIBA Portugal Kick-Off_Joel
 
Um guia para definir o corpo de conhecimento para análise de negócios – BABOK...
Um guia para definir o corpo de conhecimento para análise de negócios – BABOK...Um guia para definir o corpo de conhecimento para análise de negócios – BABOK...
Um guia para definir o corpo de conhecimento para análise de negócios – BABOK...
 
Análise de Negócio para Equipe Ágeis v8
Análise de Negócio para Equipe Ágeis v8Análise de Negócio para Equipe Ágeis v8
Análise de Negócio para Equipe Ágeis v8
 
BA Day 2011 - Abertura
BA Day 2011 - AberturaBA Day 2011 - Abertura
BA Day 2011 - Abertura
 
Gestão de Projetos e Empreendedorismo: SIN-NA7 (22/10/2013)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo: SIN-NA7 (22/10/2013)Gestão de Projetos e Empreendedorismo: SIN-NA7 (22/10/2013)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo: SIN-NA7 (22/10/2013)
 
Gestão de Projetos e Empreendedorismo (23/04/2014)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo (23/04/2014)Gestão de Projetos e Empreendedorismo (23/04/2014)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo (23/04/2014)
 
O que é análise de negócios?
O que é análise de negócios?O que é análise de negócios?
O que é análise de negócios?
 
Analista de Negócio: Surge um novo Perfil de Profissional
Analista de Negócio: Surge um novo Perfil de ProfissionalAnalista de Negócio: Surge um novo Perfil de Profissional
Analista de Negócio: Surge um novo Perfil de Profissional
 
Analista de Negócio 2.0
Analista de Negócio 2.0Analista de Negócio 2.0
Analista de Negócio 2.0
 
O Modelo "Full Stack Agile Business Analysis" na Transformação Organizacional
O Modelo "Full Stack Agile Business Analysis" na Transformação OrganizacionalO Modelo "Full Stack Agile Business Analysis" na Transformação Organizacional
O Modelo "Full Stack Agile Business Analysis" na Transformação Organizacional
 
Fundamentos de gestão empresarial cap4
Fundamentos de gestão empresarial cap4Fundamentos de gestão empresarial cap4
Fundamentos de gestão empresarial cap4
 
Guia BABOK 2ª edição (PDF português)
Guia BABOK 2ª edição (PDF português)Guia BABOK 2ª edição (PDF português)
Guia BABOK 2ª edição (PDF português)
 

Mais de Rildo (@rildosan) Santos

Feedback. Arte de dar e receber feedback
Feedback. Arte de dar e receber feedbackFeedback. Arte de dar e receber feedback
Feedback. Arte de dar e receber feedback
Rildo (@rildosan) Santos
 
Minicurso Meça o que importa com OKR
Minicurso Meça o que importa com OKRMinicurso Meça o que importa com OKR
Minicurso Meça o que importa com OKR
Rildo (@rildosan) Santos
 
Meça o que importa com OKR
Meça o que importa com OKRMeça o que importa com OKR
Meça o que importa com OKR
Rildo (@rildosan) Santos
 
Digital Business Design (Design de Negócios Digitais)
Digital Business Design (Design de Negócios Digitais)Digital Business Design (Design de Negócios Digitais)
Digital Business Design (Design de Negócios Digitais)
Rildo (@rildosan) Santos
 
Novidades da Sétima Edição do Guia PMBOK
Novidades da Sétima Edição do Guia PMBOKNovidades da Sétima Edição do Guia PMBOK
Novidades da Sétima Edição do Guia PMBOK
Rildo (@rildosan) Santos
 
Jornada de Aprendizado Lean BPM
Jornada de Aprendizado Lean BPM Jornada de Aprendizado Lean BPM
Jornada de Aprendizado Lean BPM
Rildo (@rildosan) Santos
 
Mapa Mental Scrum
Mapa Mental ScrumMapa Mental Scrum
Mapa Mental Scrum
Rildo (@rildosan) Santos
 
Tutorial Scrum Experience
Tutorial Scrum Experience Tutorial Scrum Experience
Tutorial Scrum Experience
Rildo (@rildosan) Santos
 
Guia BPM CBOK(R)
Guia BPM CBOK(R)Guia BPM CBOK(R)
Guia BPM CBOK(R)
Rildo (@rildosan) Santos
 
Gestão Ágil de Projetos
Gestão Ágil de ProjetosGestão Ágil de Projetos
Gestão Ágil de Projetos
Rildo (@rildosan) Santos
 
Scrum Master em ação
Scrum Master em açãoScrum Master em ação
Scrum Master em ação
Rildo (@rildosan) Santos
 
Transformação Ágil
Transformação ÁgilTransformação Ágil
Transformação Ágil
Rildo (@rildosan) Santos
 
Service Design Thinking
Service Design Thinking Service Design Thinking
Service Design Thinking
Rildo (@rildosan) Santos
 
Gestão de Projetos Ágeis
Gestão de Projetos ÁgeisGestão de Projetos Ágeis
Gestão de Projetos Ágeis
Rildo (@rildosan) Santos
 
Scrum, o tutorial definitivo
Scrum, o tutorial definitivo Scrum, o tutorial definitivo
Scrum, o tutorial definitivo
Rildo (@rildosan) Santos
 
Feedback Canvas
Feedback CanvasFeedback Canvas
Feedback Canvas
Rildo (@rildosan) Santos
 
Portfólio de Análise de Negócio: Consultoria, Treinamento e Mentoria
Portfólio de Análise de Negócio: Consultoria, Treinamento e MentoriaPortfólio de Análise de Negócio: Consultoria, Treinamento e Mentoria
Portfólio de Análise de Negócio: Consultoria, Treinamento e Mentoria
Rildo (@rildosan) Santos
 
Project Agile Canvas
Project Agile CanvasProject Agile Canvas
Project Agile Canvas
Rildo (@rildosan) Santos
 
Service Design Thinking
Service Design ThinkingService Design Thinking
Service Design Thinking
Rildo (@rildosan) Santos
 
Produtividade em Desenvolvimento de Software
Produtividade em Desenvolvimento de SoftwareProdutividade em Desenvolvimento de Software
Produtividade em Desenvolvimento de Software
Rildo (@rildosan) Santos
 

Mais de Rildo (@rildosan) Santos (20)

Feedback. Arte de dar e receber feedback
Feedback. Arte de dar e receber feedbackFeedback. Arte de dar e receber feedback
Feedback. Arte de dar e receber feedback
 
Minicurso Meça o que importa com OKR
Minicurso Meça o que importa com OKRMinicurso Meça o que importa com OKR
Minicurso Meça o que importa com OKR
 
Meça o que importa com OKR
Meça o que importa com OKRMeça o que importa com OKR
Meça o que importa com OKR
 
Digital Business Design (Design de Negócios Digitais)
Digital Business Design (Design de Negócios Digitais)Digital Business Design (Design de Negócios Digitais)
Digital Business Design (Design de Negócios Digitais)
 
Novidades da Sétima Edição do Guia PMBOK
Novidades da Sétima Edição do Guia PMBOKNovidades da Sétima Edição do Guia PMBOK
Novidades da Sétima Edição do Guia PMBOK
 
Jornada de Aprendizado Lean BPM
Jornada de Aprendizado Lean BPM Jornada de Aprendizado Lean BPM
Jornada de Aprendizado Lean BPM
 
Mapa Mental Scrum
Mapa Mental ScrumMapa Mental Scrum
Mapa Mental Scrum
 
Tutorial Scrum Experience
Tutorial Scrum Experience Tutorial Scrum Experience
Tutorial Scrum Experience
 
Guia BPM CBOK(R)
Guia BPM CBOK(R)Guia BPM CBOK(R)
Guia BPM CBOK(R)
 
Gestão Ágil de Projetos
Gestão Ágil de ProjetosGestão Ágil de Projetos
Gestão Ágil de Projetos
 
Scrum Master em ação
Scrum Master em açãoScrum Master em ação
Scrum Master em ação
 
Transformação Ágil
Transformação ÁgilTransformação Ágil
Transformação Ágil
 
Service Design Thinking
Service Design Thinking Service Design Thinking
Service Design Thinking
 
Gestão de Projetos Ágeis
Gestão de Projetos ÁgeisGestão de Projetos Ágeis
Gestão de Projetos Ágeis
 
Scrum, o tutorial definitivo
Scrum, o tutorial definitivo Scrum, o tutorial definitivo
Scrum, o tutorial definitivo
 
Feedback Canvas
Feedback CanvasFeedback Canvas
Feedback Canvas
 
Portfólio de Análise de Negócio: Consultoria, Treinamento e Mentoria
Portfólio de Análise de Negócio: Consultoria, Treinamento e MentoriaPortfólio de Análise de Negócio: Consultoria, Treinamento e Mentoria
Portfólio de Análise de Negócio: Consultoria, Treinamento e Mentoria
 
Project Agile Canvas
Project Agile CanvasProject Agile Canvas
Project Agile Canvas
 
Service Design Thinking
Service Design ThinkingService Design Thinking
Service Design Thinking
 
Produtividade em Desenvolvimento de Software
Produtividade em Desenvolvimento de SoftwareProdutividade em Desenvolvimento de Software
Produtividade em Desenvolvimento de Software
 

Último

Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
E-Commerce Brasil
 
aula sobre metodologia 5s, excelente opc
aula sobre metodologia 5s, excelente opcaula sobre metodologia 5s, excelente opc
aula sobre metodologia 5s, excelente opc
polianasenaces
 
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
E-Commerce Brasil
 
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
E-Commerce Brasil
 
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
E-Commerce Brasil
 
Pequena apostila de contabilidade tributária.pdf
Pequena apostila de contabilidade tributária.pdfPequena apostila de contabilidade tributária.pdf
Pequena apostila de contabilidade tributária.pdf
MartesonCasteloBranc1
 

Último (6)

Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
 
aula sobre metodologia 5s, excelente opc
aula sobre metodologia 5s, excelente opcaula sobre metodologia 5s, excelente opc
aula sobre metodologia 5s, excelente opc
 
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
 
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
 
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
 
Pequena apostila de contabilidade tributária.pdf
Pequena apostila de contabilidade tributária.pdfPequena apostila de contabilidade tributária.pdf
Pequena apostila de contabilidade tributária.pdf
 

Guia BABOK v3 principais mudanças parte 3

  • 1. Guia BABOK v3. Principais Mudanças: Parte 3, definição de Análise de Negócio e do papel do Analista de Negócio por Rildo Santos (@rildosan) www.tecnologia.com.br www.tecnologia.com.br/an
  • 2. eTecnologia.com.br | Consultoria | Treinamento| Mentoria 2 Guia BABOK v3 Principais Mudanças: Definição: Análise de Negócio e do papel de Analista de Negócio por Rildo Santos (@rildosan) | Versão 1.0 Introdução: A principal referência para aplicação das práticas de análise de Negócio é o corpo de conhecimento, chamado de BABOK. No mês de Abril de 2015, foi publicado a nova versão do guia, o BABOK® 3, ele foi extensivamente revisado, reestruturado e reescrito. Aqui apresentamos um pequeno resumo das principais mudanças. Já apresentamos as principais mudanças na primeira parte Guia BABok v3 Principais Mudanças, e na segunda parte Guia BABok v3 Principais Mudanças - Requisitos, nesta parte, a terceira, vamos abordar a definição de Análise de Negócio e do papel de Analista de Negócio. Esclarecimento: Não quero ser um critico de obra pronta, aqui exercito a análise critica como forma de provocar melhoria continua. Meus comentários são apenas pontos de vistas que não tem a intenção de diminuir, nem apequenar ideias, textos e soluções.
  • 3. eTecnologia.com.br | Consultoria | Treinamento| Mentoria 3 Guia BABOK v3 Principais Mudanças: Definição: Análise de Negócio e do papel de Analista de Negócio por Rildo Santos (@rildosan) | Versão 1.0 Principais Mudanças: Definições A versão 3.0 do Guia BABOK, enfim mudou a definição de Análise de Negócio e do papel de Analista de Negócio, veja a análise e comparação entre as versões. 1.0 Definição de Análise de Negócio: Pequena análise e comparação da declaração de Análise de Negócio entre as versões 2.0 e 3.0. 1.1 Definição de Análise de Negócio no Guia BABOK 2.0: Segundo versão 2.0, Análise de Negócio é: "Análise de Negócio é o conjunto de atividades e técnicas utilizadas para servir como ligação entre as partes interessadas, no intuito de compreender a estrutura, políticas e operações de uma organização e para recomendar soluções que permitam que a organização alcance suas metas." O guia ainda apresenta um texto explicativo da declaração da Análise de Negócio: "Análise de Negócios envolve compreender como as organizações funcionam e alcançam seus propósitos, e definir as capacidades que uma organização deve possuir para prover produtos e serviços para as partes interessadas externas. Isso inclui a definição de metas organizacionais, como essas metas se conectam a objetivos específicos, a identificação das ações que uma organização deve executar para alcançar as metas e objetivos, e a definição de como interagem as diversas unidades organizacionais e as partes interessadas, dentro e fora daquela organização. A Análise de Negócios pode ser executada para compreender o estado atual de uma organização ou para servir como base para posterior identificação das necessidades do negócio. Em muitos casos, contudo, a análise de negócios é executada para definir e validar soluções que atendam às necessidades do negócio, suas metas e objetivos. Analistas de negócios devem analisar e sintetizar informações fornecidas por grande número de pessoas que interage com o negócio, como clientes, colaboradores profissionais de TI e executivos. O analista de negócios é responsável por desvendar as verdadeiras necessidades das partes interessadas, não simplesmente seus desejos explícitos. Em muitos casos, o analista de negócios irá trabalhar também para facilitar a comunicação entre unidades organizacionais. Em particular, analistas de negócios costumam ter um papel central no alinhamento entre as necessidades das unidades de negócio e as funcionalidades desenvolvidas pela tecnologia da
  • 4. eTecnologia.com.br | Consultoria | Treinamento| Mentoria 4 Guia BABOK v3 Principais Mudanças: Definição: Análise de Negócio e do papel de Analista de Negócio por Rildo Santos (@rildosan) | Versão 1.0 informação e podem servir como um tradutor entre esses grupos." 1.2 Definição de Análise de Negócio no Guia BABOK 3.0: Na versão 3.0, o guia define Análise de Negócio como: "A prática de viabilizar mudanças em organizações através da definição de necessidades e recomendação de soluções que entregam valor para às partes interessadas." Comentários: Sem sombra de dúvida a declaração de análise de negócio melhorou em relação a versão anterior do guia BABOK, ela ficou mais objetiva, enxuta e simples, por isso gostamos da nova definição. Mas, somos chatos, achamos que a declaração, poderia ser estupidamente mais simples (Kiss Principle), segue a nossa sugestão: - "Análise de Negócio é uma prática para entregar valor para às partes interessadas". 1.3 Uma breve comparação: Item Guia BABOK 2.0 Guia BABOK 3.0 Análise de Negócio Conjunto de atividades e técnicas Prática Abrangência Organização Organização Atividades Compreender a estrutura, políticas e operações Viabilizar mudanças e Definir necessidades Responsabilidade Recomendar soluções Recomendar soluções Propósito Alcançar metas Entregar valor Avaliando as definições, podemos observar, a substituição de uma parte que gerava uma certa confusão: “Conjunto de atividades e técnicas” para uma “Prática”. Atribuir ao Analista de Negócio como um "conjunto de atividades e técnicas” reduzia análise de negócio, na sua importância tática para gerar resultado, afinal o Analista deve entregar valor para as partes interessadas. Na versão 3.0, o conceito de “viabilizar mudanças” encaminha Análise de Negócios para o mundo ideal, o Analista atua como um agente de mudança, pois, toda solução de negócio requer e gera mudança. Outra alteração relevante está em: “Alcançar metas” versus “Entregar valor”. Alcançar as metas, para o Babok 2.0, subentende-se que estas devem entregar valor, mas esta
  • 5. eTecnologia.com.br | Consultoria | Treinamento| Mentoria 5 Guia BABOK v3 Principais Mudanças: Definição: Análise de Negócio e do papel de Analista de Negócio por Rildo Santos (@rildosan) | Versão 1.0 “preocupação” dever ser dos gestores das áreas de negócio (os Business Owners). Na versão 3.0, a entrega de valor passa a ser uma responsabilidade do Analista de Negócios, que necessita entender o que é valor para às partes interessadas. 2.0 Definição do cargo e papel de Analista de Negócio: Fazer uma breve comparação entre as versões da definição do cargo e papel de Analista de Negócio. 2.1 Na versão 2.0, o cargo e papel de Analista de Negócio eram definidos da seguinte forma: "Um Analista de Negócios é qualquer pessoa que executa atividades de análise de negócios, não importa qual o seu cargo ou função organizacional. O grupo dos praticantes de análise de negócios não se limita a pessoas com o cargo de “Analista de Negócios”, mas inclui também: analistas de sistemas de negócios, analistas de sistemas, engenheiros de requisitos, analistas de processos, gerentes de produtos, responsáveis por produtos (product owners), analistas corporativos, arquitetos de negócio, consultores, ou qualquer outra pessoa que executa as tarefas descritas no Guia BABOK®, incluindo aqueles que executam disciplinas relacionadas, como gerenciamento de projetos, desenvolvimento de software, QA (quality assurance - garantia da qualidade) e desenho de interface." 2.2 Na versão 3.0, o cargo e papel de Analista de Negócio é definido: Pequena definição (ela está no glossário do guia): Analista de Negócios é qualquer pessoa que realiza análise de negócios, não importa o seu título de trabalho ou função organizacional. Definição: Quem é um Analista de Negócio ? Um analista de negócios é qualquer pessoa que executa as tarefas de análise de negócios descrita no Guia BABOK 3.0, não importa o seu cargo ou função organizacional. Os analistas são responsáveis pela descoberta, síntese e análise de informações a partir de uma variedade de fontes dentro de uma empresa, incluindo ferramentas, processos, documentação e partes interessadas. O analista de negócios é responsável por elicitar (identificar) as necessidades reais das partes interessadas que frequentemente envolve a investigar e esclarecer os seus desejos expressados, a fim de determinar as causas.
  • 6. eTecnologia.com.br | Consultoria | Treinamento| Mentoria 6 Guia BABOK v3 Principais Mudanças: Definição: Análise de Negócio e do papel de Analista de Negócio por Rildo Santos (@rildosan) | Versão 1.0 Analista de Negócio desempenha um papel no alinhamento do design das soluções entregues com as necessidades das partes interessadas As atividades que analistas de negócios executadas incluem: • Compreender problemas da empresa e metas, • Analisar necessidades e soluções, • Elaborar de estratégias, • Impulsionar a mudança e • Facilitar a colaboração das partes interessadas. Outros títulos de trabalho comum para as pessoas que realizam Análise de Negócio incluem: • Arquiteto de Negócios, • Analista de Sistemas de Negócios, • Analista de Dados, • Analista Empresarial, • Consultor de Gestão, • Analista de Processos, • Gerente de Produto, • Dono do Produto (PO), • Engenheiro de Requisitos e • Analista de Sistemas. Comentários: Na versão 2.0 a definição era confusa, na versão 3.0, eles perderam a oportunidade de clarear a definição de Analista de Negócio, logo ela continua confusa. Veja alguns exemplos que nos leva a confusão, ao invés de clareza: Exemplo 1: Papel de Analista de Negócio. Uma pessoa que tem o cargo (função) de Gerente de Produto, faz a certificação de Analista de Negócio, mesmo fazendo as atividades de análise de negócio descritas no guia de forma pontual, isso não soa estranho? Muitos argumentaram que existe um nível de certificação intermediário que cabe neste exemplo, CCBA (Certificate of Competency in Business Analysis) para as pessoas que não atuam 100% do tempo com Análise de Negócio, mas alguém tem interesse real por este tipo de certificação? Exemplo 2: Desempenho Se uma pessoa tem o papel de Analista de Negócio como vou avaliar desempenho desta pessoa? O desempenho não estaria ligado somente ao cargo dela ? Atacarei novamente, usando KISS Principle, se todos são analistas de negócio, podemos ter uma definição baseada no glossário do guia: "Analista de Negócios é qualquer pessoa que realiza análise de negócios, não importa o seu título de trabalho
  • 7. eTecnologia.com.br | Consultoria | Treinamento| Mentoria 7 Guia BABOK v3 Principais Mudanças: Definição: Análise de Negócio e do papel de Analista de Negócio por Rildo Santos (@rildosan) | Versão 1.0 ou função organizacional. " - Afinal de contas a análise de negócio, existe fora do BABok. 2.3 Uma breve comparação: Item Guia BABOK 2.0 Guia BABOK 3.0 Cargo de Análise de Negócio Quem tem o cargo de analista de negócio e atua 100% do tempo com análise de negócio Quem tem o cargo de analista de negócio e atua 100% do tempo com análise de negócio Papel de Análise de Negócio Quem tem não o cargo de analista de negócio mas executa atividades de análise de negócio descrita no guia BABOK de forma pontual. Quem tem não o cargo de analista de negócio mas executa atividades de análise de negócio descrita no guia BABOK de forma pontual. Ficou nítido que não existem diferenças substanciais entre as versões dos guias, na versão 3.0, a declaração está mais estruturada do que a versão anterior. 3.0 Comentário Final Se é permitido, irei me repetir: A evolução é necessária, disso já sabemos, e o guia está evoluindo. Acho que mudança na definição da Análise de Negócio foi bastante positiva, principalmente quando comparamos com a definição anterior. Ela ficou mais enxuta, simples e objetiva (também aqui é uma repetição). Entretanto, a definição de Analista de Negócio, ainda me causa certa frustração, foco dividido entre as pessoas que possuem o cargo e outras que desempenham o papel, no ponto de vista, afeta diretamente o profissional de Análise de Negócio já que ambos podem ter o mesmo nível de certificação. Uma provocação final: Por que IIBA (Instituto Internacional de Análise de Negócio) não foca somente nos profissionais que tem o cargo de Analista de Negócio ? Nota: Tradução livre do autor
  • 8. eTecnologia.com.br | Consultoria | Treinamento| Mentoria 8 Guia BABOK v3 Principais Mudanças: Definição: Análise de Negócio e do papel de Analista de Negócio por Rildo Santos (@rildosan) | Versão 1.0 4.0 Referências: Guia BABOK v3, Abril/2015, IIBA. Guia BABOK 2.0 - IIBA Rildo Santos (@rildosan) é Consultor, Mentor, Escritor, Autor, Facilitador, Palestrante, Instrutor e Empreendedor. Trabalha com Processos, Inovação, Estratégia, Gestão de Negócio, Liderança, Estratégia, Empreendedorismo, Tecnologia da Informação e Métodos Ágeis. Atua a mais de 7 anos com Análise de Negócio em projetos e treinamento para diversas empresas. Já treinou mais de 3000 pessoas em Análise de Negócio.