SlideShare uma empresa Scribd logo
©2013 - @herbertparente
Contratação de
Fábrica de Software
com
Metodologia Ágil
©2013 - @herbertparente
Fábrica de Software?
Terceirização em sentido estrito
ou sem cessão de mão de obra.
©2013 - @herbertparente
Escopo
Caso de sucesso
O que deu certo e o porquê.
O que deu errado e por que?
Metodologia Ágil de Gestão de um
contrato de terceirização de
desenvolvimento de sistemas.
Perguntas
©2013 - @herbertparente
Fora do Escopo
 Como redigir todos os itens de um Termo de
Referência
 Aspectos técnicos (linguagens, arquitetura,
banco de dados etc)
 Times internos (servidores ou terceirização
com cessão de mão de obra)
 Treinamento Scrum, Kanban ou outra
metodologia ágil
©2013 - @herbertparente
Outro lado da moeda
Cristiano:
“ Vocês conhecem algum órgão com maturidade e estrutura
para trabalhar com gestão por resultado ?”
“...temos uma grande parcela de culpa...”
“...sem maturidade, padrões, pessoal capacitado, processos
definidos e uma estrutura formal adequada a contratação
por resultado assume uma faceta tão danosa quanto a
famigerada alocação de postos de trabalho.”
©2013 - @herbertparente
FOCO
Minimizar os riscos e obter
sucesso em um contrato de
terceirização
©2013 - @herbertparente
CONTRATO DE SUCESSO?
 Entregou o sistema?
 Não aplicamos nenhuma multa?
 Terminou sem precisar ser cancelado?
 Que passou na fiscalização da CGU e do TCU?
©2013 - @herbertparente
Baseado em Metodologia Ágil?
 É indiferente se é Scrum, Kanban, Ágil++ ou
“Scrum But” ou outro nome
 Agile não é o objetivo, é o meio
 Sucesso é o contrato que atende às
necessidades do órgão (em termos de
sistemas) sem comprometer o erário
 Mas acredito fielmente que metodologia ágil é o
caminho:
 para o sucesso ou para detectarmos de forma
rápida o risco iminente
©2013 - @herbertparente
Para um contrato de
sucesso...
 Premissas nos artefatos do planejamento da
contratação
 Diretrizes e Condições com a direção da área
de TI
 A Direção da área de TI terá que validar e
SUSTENTAR essas diretrizes durante o
contrato
©2013 - @herbertparente
Premissa 1
O órgão NÃO deve definir,
muito menos exigir, o uso
de Metodologia Ágil
©2013 - @herbertparente
E o meu MDS?
 Não defina Metodologia de DESENVOLVIMENTO de
Software
 Defina a Forma de Trabalho e os Produtos
 Forma de enviar e cobrar demanda (OS), reuniões, SLA
 A CONTRATA pode trabalhar com a metodologia que ela
quiser (rup, cascada, scrum, fdd, kanban, crystal, etc)
 Mas se o edital relata que a cada 2 a 4 semanas
exigimos a entrega de um produto funcional (e não
aceitamos só documentos), estamos induzindo a uma
metodologia ágil
©2013 - @herbertparente
Premissa 2
Recontagem de PF nos moldes
do Roteiro do SISP com
metodologia ágil que pode
mudar constantemente é um
risco.
©2013 - @herbertparente
E agora...
 Altere o percentual definido para alteração,
manutenção ou refatoração de funcionalidade
 Defina bem o conceito de manutenção evolutiva,
refatoração e alteração de requisito
 Evidencie no processo o custo “daquela criatividade”
do gestor negocial e o faça assinar a OS e atestar a
nota fiscal
©2013 - @herbertparente
Premissa 3
Só abra uma Ordem de
Serviço (OS) por vez e por
projeto.
©2013 - @herbertparente
Uma passo de cada vez...
 Você pode até ter 6 OS abertas com a
Contratada, mas será 1 para cada projeto
 Nunca comece oficialmente a próxima demanda
sem receber ou finalizar a anterior
 Se a OS estiver errada ou não for mais
necessária, cancele-a e abra outra OS com a
nova “criatividade” do gestor negocial (evidencie
no processo)
 Uma OS por sprint
©2013 - @herbertparente
Premissa 4
NUNCA aceite que corrijam
um produto com defeito
dentro da mesma OS.
©2013 - @herbertparente
Dessa forma...
 No fim do prazo, receba o que estiver PRONTO,
mesmo não sendo tudo que foi solicitado
 NUNCA aceite a frase "mas isso eu corrijo
rapidinho e te entrego amanhã, pode ser?"
 Devolve, evidencia no processo, volta p/ a fila de
demandas e entrará na próxima OS e se o gestor
negocial quiser novamente (SLA 1)
©2013 - @herbertparente
Premissa 5
NÃO existem ATRASOS de
entrega.
©2013 - @herbertparente
E se atrasar...
 Não existe atraso, o que existe é
AUSÊNCIA DE ENTREGA
 Contratada não entregou NADA: “sprint” perdida
 Cancele a OS e informe no processo que NADA foi
entregue (SLA 2)
 Abra outra OS com as mesmas funcionalidades (se
o gestor ainda desejar)
©2013 - @herbertparente
Premissa 6
Saiba o que fazer antes de
começar a fazer.
©2013 - @herbertparente
Parece óbvio...
 Planeje, nem que minimamente:
 como será o projeto
 com quantas OS será validado o projeto com o
público ou órgão (SLA 3)
 o processo do negócio a ser desenvolvido
 como será a metodologia de trabalho
 Saiba exatamente o que irá fazer pelo menos para
a próxima OS (prepare a demanda)
©2013 - @herbertparente
Premissa 7
Não aceite documentos sem
sistemas.
©2013 - @herbertparente
Kanban para gerenciar a
demanda...
©2013 - @herbertparente
©2013 - @herbertparente
Do Backlog para Preparado
Defina da forma que quiser
©2013 - @herbertparente
Transição entre as raias
©2013 - @herbertparente
Premissa 8
Defina MUITO BEM os
critérios para o PREPARADO e
para o PRONTO.
©2013 - @herbertparente
Defina limites
©2013 - @herbertparente
Limite (WIP = 200PF)
©2013 - @herbertparente
Paralelize as atividades
©2013 - @herbertparente
Divida a forma de pagamento
©2012/13 - Quadro de acompanhamento do projeto SICG
©2012/13 - Consumo de pontos de função do projeto SIC
©2012/13 - Burndown do projeto SICG/IPHAN
Ciclo
Perdido
Ciclos
Perdidos
Produtividade
Alcançada
©2013 - @herbertparente
Isso é Scrum ou Kanban?
O nome ou o framework não é
relevante
Importante!
Valores do Manifesto Ágil
Entrega de Valor
Legislação Vigente
©2013 - @herbertparente
OBRIGADO!!!
twitter: @herbertparente
email: herbertparente@gmail.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

I process seleção de plataformas de bpm
I process   seleção de plataformas de bpmI process   seleção de plataformas de bpm
I process seleção de plataformas de bpm
EloGroup
 
Caso de Sucesso WK - Centrox - Óxidos de Ferro
Caso de Sucesso WK - Centrox - Óxidos de FerroCaso de Sucesso WK - Centrox - Óxidos de Ferro
Caso de Sucesso WK - Centrox - Óxidos de Ferro
WK Sistemas
 
[BPMDAYSP 2017] Design Sprint
[BPMDAYSP 2017] Design Sprint[BPMDAYSP 2017] Design Sprint
[BPMDAYSP 2017] Design Sprint
Lecom Tecnologia
 
Escritório de transformação organizacional juliana solheiro
Escritório de transformação organizacional   juliana solheiroEscritório de transformação organizacional   juliana solheiro
Escritório de transformação organizacional juliana solheiro
EloGroup
 
Melhoria da Gestão com BPM com Mônica Venancio
Melhoria da Gestão com BPM com Mônica VenancioMelhoria da Gestão com BPM com Mônica Venancio
Melhoria da Gestão com BPM com Mônica Venancio
EloGroup
 
2. abpmp bpm day campinas leandro jesus
2. abpmp bpm day campinas leandro jesus2. abpmp bpm day campinas leandro jesus
2. abpmp bpm day campinas leandro jesus
EloGroup
 
Como uma plataforma bpms pode transformar uma organização
Como uma plataforma bpms pode transformar uma organizaçãoComo uma plataforma bpms pode transformar uma organização
Como uma plataforma bpms pode transformar uma organização
EloGroup
 
Robotic Process Automation - Desafios dos Projetos de Automação [Semana das M...
Robotic Process Automation - Desafios dos Projetos de Automação [Semana das M...Robotic Process Automation - Desafios dos Projetos de Automação [Semana das M...
Robotic Process Automation - Desafios dos Projetos de Automação [Semana das M...
Kelly Sganderla
 
Assumpção (ANAC) - Implantação da Gestão por Processo
Assumpção (ANAC) - Implantação da Gestão por ProcessoAssumpção (ANAC) - Implantação da Gestão por Processo
Assumpção (ANAC) - Implantação da Gestão por Processo
EloGroup
 
C&F Consultores em Rede
C&F Consultores em RedeC&F Consultores em Rede
C&F Consultores em Rede
Cassiano Schwingel
 
[Café com BPM Setor Público] Estratégia
[Café com BPM Setor Público] Estratégia[Café com BPM Setor Público] Estratégia
[Café com BPM Setor Público] Estratégia
EloGroup
 
CV_Roberta_Perussi Abr2015
CV_Roberta_Perussi Abr2015CV_Roberta_Perussi Abr2015
CV_Roberta_Perussi Abr2015
Roberta Perussi Silva
 
LCP Tecnologia - Consultoria de Sistemas de CRM
LCP Tecnologia - Consultoria de Sistemas de CRMLCP Tecnologia - Consultoria de Sistemas de CRM
LCP Tecnologia - Consultoria de Sistemas de CRM
Pedro Henrique Manzini Mota, PMP, CAPM, ITIL, COBIT
 
Terceirização de ti frustrado com os resultados qmk_onde o cio errou_qmk
Terceirização de ti frustrado com os resultados qmk_onde o cio errou_qmkTerceirização de ti frustrado com os resultados qmk_onde o cio errou_qmk
Terceirização de ti frustrado com os resultados qmk_onde o cio errou_qmk
Alfredo Saad
 
BPM Day SP 2016 - Transformação de uma empresa por meio de processos
BPM Day SP 2016 - Transformação de uma empresa por meio de processosBPM Day SP 2016 - Transformação de uma empresa por meio de processos
BPM Day SP 2016 - Transformação de uma empresa por meio de processos
Lecom Tecnologia
 
Apresentação deloitte
Apresentação deloitteApresentação deloitte
Apresentação deloitte
EloGroup
 
[BPM Day Porto Alegre] Bruno Gama e Jonas Jeremias (Credipronto) - Rumo à exc...
[BPM Day Porto Alegre] Bruno Gama e Jonas Jeremias (Credipronto) - Rumo à exc...[BPM Day Porto Alegre] Bruno Gama e Jonas Jeremias (Credipronto) - Rumo à exc...
[BPM Day Porto Alegre] Bruno Gama e Jonas Jeremias (Credipronto) - Rumo à exc...
EloGroup
 

Mais procurados (17)

I process seleção de plataformas de bpm
I process   seleção de plataformas de bpmI process   seleção de plataformas de bpm
I process seleção de plataformas de bpm
 
Caso de Sucesso WK - Centrox - Óxidos de Ferro
Caso de Sucesso WK - Centrox - Óxidos de FerroCaso de Sucesso WK - Centrox - Óxidos de Ferro
Caso de Sucesso WK - Centrox - Óxidos de Ferro
 
[BPMDAYSP 2017] Design Sprint
[BPMDAYSP 2017] Design Sprint[BPMDAYSP 2017] Design Sprint
[BPMDAYSP 2017] Design Sprint
 
Escritório de transformação organizacional juliana solheiro
Escritório de transformação organizacional   juliana solheiroEscritório de transformação organizacional   juliana solheiro
Escritório de transformação organizacional juliana solheiro
 
Melhoria da Gestão com BPM com Mônica Venancio
Melhoria da Gestão com BPM com Mônica VenancioMelhoria da Gestão com BPM com Mônica Venancio
Melhoria da Gestão com BPM com Mônica Venancio
 
2. abpmp bpm day campinas leandro jesus
2. abpmp bpm day campinas leandro jesus2. abpmp bpm day campinas leandro jesus
2. abpmp bpm day campinas leandro jesus
 
Como uma plataforma bpms pode transformar uma organização
Como uma plataforma bpms pode transformar uma organizaçãoComo uma plataforma bpms pode transformar uma organização
Como uma plataforma bpms pode transformar uma organização
 
Robotic Process Automation - Desafios dos Projetos de Automação [Semana das M...
Robotic Process Automation - Desafios dos Projetos de Automação [Semana das M...Robotic Process Automation - Desafios dos Projetos de Automação [Semana das M...
Robotic Process Automation - Desafios dos Projetos de Automação [Semana das M...
 
Assumpção (ANAC) - Implantação da Gestão por Processo
Assumpção (ANAC) - Implantação da Gestão por ProcessoAssumpção (ANAC) - Implantação da Gestão por Processo
Assumpção (ANAC) - Implantação da Gestão por Processo
 
C&F Consultores em Rede
C&F Consultores em RedeC&F Consultores em Rede
C&F Consultores em Rede
 
[Café com BPM Setor Público] Estratégia
[Café com BPM Setor Público] Estratégia[Café com BPM Setor Público] Estratégia
[Café com BPM Setor Público] Estratégia
 
CV_Roberta_Perussi Abr2015
CV_Roberta_Perussi Abr2015CV_Roberta_Perussi Abr2015
CV_Roberta_Perussi Abr2015
 
LCP Tecnologia - Consultoria de Sistemas de CRM
LCP Tecnologia - Consultoria de Sistemas de CRMLCP Tecnologia - Consultoria de Sistemas de CRM
LCP Tecnologia - Consultoria de Sistemas de CRM
 
Terceirização de ti frustrado com os resultados qmk_onde o cio errou_qmk
Terceirização de ti frustrado com os resultados qmk_onde o cio errou_qmkTerceirização de ti frustrado com os resultados qmk_onde o cio errou_qmk
Terceirização de ti frustrado com os resultados qmk_onde o cio errou_qmk
 
BPM Day SP 2016 - Transformação de uma empresa por meio de processos
BPM Day SP 2016 - Transformação de uma empresa por meio de processosBPM Day SP 2016 - Transformação de uma empresa por meio de processos
BPM Day SP 2016 - Transformação de uma empresa por meio de processos
 
Apresentação deloitte
Apresentação deloitteApresentação deloitte
Apresentação deloitte
 
[BPM Day Porto Alegre] Bruno Gama e Jonas Jeremias (Credipronto) - Rumo à exc...
[BPM Day Porto Alegre] Bruno Gama e Jonas Jeremias (Credipronto) - Rumo à exc...[BPM Day Porto Alegre] Bruno Gama e Jonas Jeremias (Credipronto) - Rumo à exc...
[BPM Day Porto Alegre] Bruno Gama e Jonas Jeremias (Credipronto) - Rumo à exc...
 

Destaque

Guia BABOK 3 Principais Mudanças Requisitos
Guia BABOK 3 Principais Mudanças RequisitosGuia BABOK 3 Principais Mudanças Requisitos
Guia BABOK 3 Principais Mudanças Requisitos
Rildo (@rildosan) Santos
 
Metodologia Ágil Scrum
Metodologia Ágil ScrumMetodologia Ágil Scrum
Metodologia Ágil Scrum
Aricelio Souza
 
Agile business analyst
Agile business analystAgile business analyst
Agile business analyst
Techcanvass
 
Resumo do Guia BABOK® 3
Resumo do Guia BABOK®  3 Resumo do Guia BABOK®  3
Resumo do Guia BABOK® 3
Rildo (@rildosan) Santos
 
Guia BABOK v3 Principais mudanças
Guia BABOK v3 Principais mudançasGuia BABOK v3 Principais mudanças
Guia BABOK v3 Principais mudanças
Rildo (@rildosan) Santos
 
Guia BABOK v3 principais mudanças parte 3
Guia BABOK v3 principais mudanças parte 3Guia BABOK v3 principais mudanças parte 3
Guia BABOK v3 principais mudanças parte 3
Rildo (@rildosan) Santos
 
Os desafios da análise de negócios em equipes ágeis
Os desafios da análise de negócios em equipes ágeisOs desafios da análise de negócios em equipes ágeis
Os desafios da análise de negócios em equipes ágeis
Emerson Schenatto
 
TDC 2015 Porto Alegre - Preciso estimar mesmo?
TDC 2015 Porto Alegre - Preciso estimar mesmo?TDC 2015 Porto Alegre - Preciso estimar mesmo?
TDC 2015 Porto Alegre - Preciso estimar mesmo?
Emerson Schenatto
 
Análise de Negócio na Perspectiva de BI
Análise de Negócio na Perspectiva de BIAnálise de Negócio na Perspectiva de BI
Análise de Negócio na Perspectiva de BI
Rildo (@rildosan) Santos
 
Como demonstrar ROI das entregas de valor com Business Case
Como demonstrar ROI das entregas de valor com Business Case Como demonstrar ROI das entregas de valor com Business Case
Como demonstrar ROI das entregas de valor com Business Case
Rildo (@rildosan) Santos
 

Destaque (10)

Guia BABOK 3 Principais Mudanças Requisitos
Guia BABOK 3 Principais Mudanças RequisitosGuia BABOK 3 Principais Mudanças Requisitos
Guia BABOK 3 Principais Mudanças Requisitos
 
Metodologia Ágil Scrum
Metodologia Ágil ScrumMetodologia Ágil Scrum
Metodologia Ágil Scrum
 
Agile business analyst
Agile business analystAgile business analyst
Agile business analyst
 
Resumo do Guia BABOK® 3
Resumo do Guia BABOK®  3 Resumo do Guia BABOK®  3
Resumo do Guia BABOK® 3
 
Guia BABOK v3 Principais mudanças
Guia BABOK v3 Principais mudançasGuia BABOK v3 Principais mudanças
Guia BABOK v3 Principais mudanças
 
Guia BABOK v3 principais mudanças parte 3
Guia BABOK v3 principais mudanças parte 3Guia BABOK v3 principais mudanças parte 3
Guia BABOK v3 principais mudanças parte 3
 
Os desafios da análise de negócios em equipes ágeis
Os desafios da análise de negócios em equipes ágeisOs desafios da análise de negócios em equipes ágeis
Os desafios da análise de negócios em equipes ágeis
 
TDC 2015 Porto Alegre - Preciso estimar mesmo?
TDC 2015 Porto Alegre - Preciso estimar mesmo?TDC 2015 Porto Alegre - Preciso estimar mesmo?
TDC 2015 Porto Alegre - Preciso estimar mesmo?
 
Análise de Negócio na Perspectiva de BI
Análise de Negócio na Perspectiva de BIAnálise de Negócio na Perspectiva de BI
Análise de Negócio na Perspectiva de BI
 
Como demonstrar ROI das entregas de valor com Business Case
Como demonstrar ROI das entregas de valor com Business Case Como demonstrar ROI das entregas de valor com Business Case
Como demonstrar ROI das entregas de valor com Business Case
 

Semelhante a Contratação de Fábrica de Software com Metodologia Ágil

Agile Brazil 2013
Agile Brazil 2013Agile Brazil 2013
Agile Brazil 2013
Herbert Parente
 
Gerando resultados com Scrum: Case Globosat
Gerando resultados com Scrum: Case GlobosatGerando resultados com Scrum: Case Globosat
Gerando resultados com Scrum: Case Globosat
Dextra
 
Parte9 - Fundamentos de Sistema de Informação
Parte9 - Fundamentos de Sistema de InformaçãoParte9 - Fundamentos de Sistema de Informação
Parte9 - Fundamentos de Sistema de Informação
Gabriel Faustino
 
Blue it
Blue itBlue it
Blue it
Bruce Ds
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
Bruce Ds
 
Blue it
Blue itBlue it
Blue it
Bruce Ds
 
úLtimo dia
úLtimo diaúLtimo dia
úLtimo dia
Bruce Ds
 
Blue it
Blue itBlue it
Blue it
Bruce Ds
 
Agilidade no Governo do Ceará
Agilidade no Governo do CearáAgilidade no Governo do Ceará
Agilidade no Governo do Ceará
Paulo Furtado
 
Gerando Resultados com Scrum: Scrum in a nutshell
Gerando Resultados com Scrum: Scrum in a nutshellGerando Resultados com Scrum: Scrum in a nutshell
Gerando Resultados com Scrum: Scrum in a nutshell
Dextra
 
Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BPMS...
Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BPMS...Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BPMS...
Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BPMS...
Lecom Tecnologia
 
– Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BP...
– Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BP...– Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BP...
– Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BP...
EloGroup
 
VOCÊ SABE COMO FUNCIONAM OS CRONOGRAMAS DOS PROJETOS DE DESENVOLVIMENTO DE SO...
VOCÊ SABE COMO FUNCIONAM OS CRONOGRAMAS DOS PROJETOS DE DESENVOLVIMENTO DE SO...VOCÊ SABE COMO FUNCIONAM OS CRONOGRAMAS DOS PROJETOS DE DESENVOLVIMENTO DE SO...
VOCÊ SABE COMO FUNCIONAM OS CRONOGRAMAS DOS PROJETOS DE DESENVOLVIMENTO DE SO...
Ricardo Bozzeda
 
Métricas para Contratação de Fábrica de Software - Pontos de Função - ENCOSEP...
Métricas para Contratação de Fábrica de Software - Pontos de Função - ENCOSEP...Métricas para Contratação de Fábrica de Software - Pontos de Função - ENCOSEP...
Métricas para Contratação de Fábrica de Software - Pontos de Função - ENCOSEP...
Fatto Consultoria e Sistemas
 
O desafio do ágil em um time de Machine Learning
O desafio do ágil em um time de Machine Learning O desafio do ágil em um time de Machine Learning
O desafio do ágil em um time de Machine Learning
Jorge Improissi
 
Scrum in a nutshell - business perspective
Scrum in a nutshell - business perspectiveScrum in a nutshell - business perspective
Scrum in a nutshell - business perspective
Marcos Alves
 
Gerenciamento de projetos de TI
Gerenciamento de projetos de TIGerenciamento de projetos de TI
Gerenciamento de projetos de TI
Centro Universitário de João Pessoa (UNIPÊ)
 
Mps br final - mps
Mps br final - mpsMps br final - mps
Mps br final - mps
Edvaldo Cruz
 
Utilizando metologias ágeis com VSTS: Scrum e XP, YES WE CAN! (ALM204)
Utilizando metologias ágeis com VSTS: Scrum e XP, YES WE CAN! (ALM204)Utilizando metologias ágeis com VSTS: Scrum e XP, YES WE CAN! (ALM204)
Utilizando metologias ágeis com VSTS: Scrum e XP, YES WE CAN! (ALM204)
André Dias
 
Ciclo de Vida Ágil em TI
Ciclo de Vida Ágil em TICiclo de Vida Ágil em TI
Ciclo de Vida Ágil em TI
Fabrício Pires Domingues
 

Semelhante a Contratação de Fábrica de Software com Metodologia Ágil (20)

Agile Brazil 2013
Agile Brazil 2013Agile Brazil 2013
Agile Brazil 2013
 
Gerando resultados com Scrum: Case Globosat
Gerando resultados com Scrum: Case GlobosatGerando resultados com Scrum: Case Globosat
Gerando resultados com Scrum: Case Globosat
 
Parte9 - Fundamentos de Sistema de Informação
Parte9 - Fundamentos de Sistema de InformaçãoParte9 - Fundamentos de Sistema de Informação
Parte9 - Fundamentos de Sistema de Informação
 
Blue it
Blue itBlue it
Blue it
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Blue it
Blue itBlue it
Blue it
 
úLtimo dia
úLtimo diaúLtimo dia
úLtimo dia
 
Blue it
Blue itBlue it
Blue it
 
Agilidade no Governo do Ceará
Agilidade no Governo do CearáAgilidade no Governo do Ceará
Agilidade no Governo do Ceará
 
Gerando Resultados com Scrum: Scrum in a nutshell
Gerando Resultados com Scrum: Scrum in a nutshellGerando Resultados com Scrum: Scrum in a nutshell
Gerando Resultados com Scrum: Scrum in a nutshell
 
Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BPMS...
Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BPMS...Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BPMS...
Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BPMS...
 
– Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BP...
– Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BP...– Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BP...
– Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BP...
 
VOCÊ SABE COMO FUNCIONAM OS CRONOGRAMAS DOS PROJETOS DE DESENVOLVIMENTO DE SO...
VOCÊ SABE COMO FUNCIONAM OS CRONOGRAMAS DOS PROJETOS DE DESENVOLVIMENTO DE SO...VOCÊ SABE COMO FUNCIONAM OS CRONOGRAMAS DOS PROJETOS DE DESENVOLVIMENTO DE SO...
VOCÊ SABE COMO FUNCIONAM OS CRONOGRAMAS DOS PROJETOS DE DESENVOLVIMENTO DE SO...
 
Métricas para Contratação de Fábrica de Software - Pontos de Função - ENCOSEP...
Métricas para Contratação de Fábrica de Software - Pontos de Função - ENCOSEP...Métricas para Contratação de Fábrica de Software - Pontos de Função - ENCOSEP...
Métricas para Contratação de Fábrica de Software - Pontos de Função - ENCOSEP...
 
O desafio do ágil em um time de Machine Learning
O desafio do ágil em um time de Machine Learning O desafio do ágil em um time de Machine Learning
O desafio do ágil em um time de Machine Learning
 
Scrum in a nutshell - business perspective
Scrum in a nutshell - business perspectiveScrum in a nutshell - business perspective
Scrum in a nutshell - business perspective
 
Gerenciamento de projetos de TI
Gerenciamento de projetos de TIGerenciamento de projetos de TI
Gerenciamento de projetos de TI
 
Mps br final - mps
Mps br final - mpsMps br final - mps
Mps br final - mps
 
Utilizando metologias ágeis com VSTS: Scrum e XP, YES WE CAN! (ALM204)
Utilizando metologias ágeis com VSTS: Scrum e XP, YES WE CAN! (ALM204)Utilizando metologias ágeis com VSTS: Scrum e XP, YES WE CAN! (ALM204)
Utilizando metologias ágeis com VSTS: Scrum e XP, YES WE CAN! (ALM204)
 
Ciclo de Vida Ágil em TI
Ciclo de Vida Ágil em TICiclo de Vida Ágil em TI
Ciclo de Vida Ágil em TI
 

Último

Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
Faga1939
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
Momento da Informática
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
TomasSousa7
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Momento da Informática
 
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdfDESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
Momento da Informática
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Danilo Pinotti
 
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdfCertificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
joaovmp3
 

Último (8)

Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
 
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdfDESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
 
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdfCertificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
 

Contratação de Fábrica de Software com Metodologia Ágil

  • 1. ©2013 - @herbertparente Contratação de Fábrica de Software com Metodologia Ágil
  • 2. ©2013 - @herbertparente Fábrica de Software? Terceirização em sentido estrito ou sem cessão de mão de obra.
  • 3. ©2013 - @herbertparente Escopo Caso de sucesso O que deu certo e o porquê. O que deu errado e por que? Metodologia Ágil de Gestão de um contrato de terceirização de desenvolvimento de sistemas. Perguntas
  • 4. ©2013 - @herbertparente Fora do Escopo  Como redigir todos os itens de um Termo de Referência  Aspectos técnicos (linguagens, arquitetura, banco de dados etc)  Times internos (servidores ou terceirização com cessão de mão de obra)  Treinamento Scrum, Kanban ou outra metodologia ágil
  • 5. ©2013 - @herbertparente Outro lado da moeda Cristiano: “ Vocês conhecem algum órgão com maturidade e estrutura para trabalhar com gestão por resultado ?” “...temos uma grande parcela de culpa...” “...sem maturidade, padrões, pessoal capacitado, processos definidos e uma estrutura formal adequada a contratação por resultado assume uma faceta tão danosa quanto a famigerada alocação de postos de trabalho.”
  • 6. ©2013 - @herbertparente FOCO Minimizar os riscos e obter sucesso em um contrato de terceirização
  • 7. ©2013 - @herbertparente CONTRATO DE SUCESSO?  Entregou o sistema?  Não aplicamos nenhuma multa?  Terminou sem precisar ser cancelado?  Que passou na fiscalização da CGU e do TCU?
  • 8. ©2013 - @herbertparente Baseado em Metodologia Ágil?  É indiferente se é Scrum, Kanban, Ágil++ ou “Scrum But” ou outro nome  Agile não é o objetivo, é o meio  Sucesso é o contrato que atende às necessidades do órgão (em termos de sistemas) sem comprometer o erário  Mas acredito fielmente que metodologia ágil é o caminho:  para o sucesso ou para detectarmos de forma rápida o risco iminente
  • 9. ©2013 - @herbertparente Para um contrato de sucesso...  Premissas nos artefatos do planejamento da contratação  Diretrizes e Condições com a direção da área de TI  A Direção da área de TI terá que validar e SUSTENTAR essas diretrizes durante o contrato
  • 10. ©2013 - @herbertparente Premissa 1 O órgão NÃO deve definir, muito menos exigir, o uso de Metodologia Ágil
  • 11. ©2013 - @herbertparente E o meu MDS?  Não defina Metodologia de DESENVOLVIMENTO de Software  Defina a Forma de Trabalho e os Produtos  Forma de enviar e cobrar demanda (OS), reuniões, SLA  A CONTRATA pode trabalhar com a metodologia que ela quiser (rup, cascada, scrum, fdd, kanban, crystal, etc)  Mas se o edital relata que a cada 2 a 4 semanas exigimos a entrega de um produto funcional (e não aceitamos só documentos), estamos induzindo a uma metodologia ágil
  • 12. ©2013 - @herbertparente Premissa 2 Recontagem de PF nos moldes do Roteiro do SISP com metodologia ágil que pode mudar constantemente é um risco.
  • 13. ©2013 - @herbertparente E agora...  Altere o percentual definido para alteração, manutenção ou refatoração de funcionalidade  Defina bem o conceito de manutenção evolutiva, refatoração e alteração de requisito  Evidencie no processo o custo “daquela criatividade” do gestor negocial e o faça assinar a OS e atestar a nota fiscal
  • 14. ©2013 - @herbertparente Premissa 3 Só abra uma Ordem de Serviço (OS) por vez e por projeto.
  • 15. ©2013 - @herbertparente Uma passo de cada vez...  Você pode até ter 6 OS abertas com a Contratada, mas será 1 para cada projeto  Nunca comece oficialmente a próxima demanda sem receber ou finalizar a anterior  Se a OS estiver errada ou não for mais necessária, cancele-a e abra outra OS com a nova “criatividade” do gestor negocial (evidencie no processo)  Uma OS por sprint
  • 16. ©2013 - @herbertparente Premissa 4 NUNCA aceite que corrijam um produto com defeito dentro da mesma OS.
  • 17. ©2013 - @herbertparente Dessa forma...  No fim do prazo, receba o que estiver PRONTO, mesmo não sendo tudo que foi solicitado  NUNCA aceite a frase "mas isso eu corrijo rapidinho e te entrego amanhã, pode ser?"  Devolve, evidencia no processo, volta p/ a fila de demandas e entrará na próxima OS e se o gestor negocial quiser novamente (SLA 1)
  • 18. ©2013 - @herbertparente Premissa 5 NÃO existem ATRASOS de entrega.
  • 19. ©2013 - @herbertparente E se atrasar...  Não existe atraso, o que existe é AUSÊNCIA DE ENTREGA  Contratada não entregou NADA: “sprint” perdida  Cancele a OS e informe no processo que NADA foi entregue (SLA 2)  Abra outra OS com as mesmas funcionalidades (se o gestor ainda desejar)
  • 20. ©2013 - @herbertparente Premissa 6 Saiba o que fazer antes de começar a fazer.
  • 21. ©2013 - @herbertparente Parece óbvio...  Planeje, nem que minimamente:  como será o projeto  com quantas OS será validado o projeto com o público ou órgão (SLA 3)  o processo do negócio a ser desenvolvido  como será a metodologia de trabalho  Saiba exatamente o que irá fazer pelo menos para a próxima OS (prepare a demanda)
  • 22. ©2013 - @herbertparente Premissa 7 Não aceite documentos sem sistemas.
  • 23. ©2013 - @herbertparente Kanban para gerenciar a demanda...
  • 25. ©2013 - @herbertparente Do Backlog para Preparado Defina da forma que quiser
  • 27. ©2013 - @herbertparente Premissa 8 Defina MUITO BEM os critérios para o PREPARADO e para o PRONTO.
  • 31. ©2013 - @herbertparente Divida a forma de pagamento
  • 32. ©2012/13 - Quadro de acompanhamento do projeto SICG
  • 33. ©2012/13 - Consumo de pontos de função do projeto SIC
  • 34. ©2012/13 - Burndown do projeto SICG/IPHAN Ciclo Perdido Ciclos Perdidos Produtividade Alcançada
  • 35. ©2013 - @herbertparente Isso é Scrum ou Kanban? O nome ou o framework não é relevante Importante! Valores do Manifesto Ágil Entrega de Valor Legislação Vigente
  • 36. ©2013 - @herbertparente OBRIGADO!!! twitter: @herbertparente email: herbertparente@gmail.com