SlideShare uma empresa Scribd logo
MATEMÁTICA 9ºANO
Professora Susana Dias Explicações Matemática: Básico, Secundário e Superior valentina.susana@gmail.com
Os cinco postulados de Euclides
𝟏. ° postulado
É possível traçar uma reta de qualquer ponto a qualquer ponto.
𝟐. ° postulado:
É possível traçar uma reta finita continuamente numa linha reta.
𝟑. ° postulado:
É possível traçar um círculo com qualquer centro e qualquer raio.
𝟒. ° postulado:
Todos os ângulos retos são iguais.
𝟓. ° postulado:
Se duas retas, num plano, intersetadas por uma terceira, determinam com esta ângulos internos do
mesmo lado da secante cuja soma é inferior a um ângulo raso, então as duas retas intersetam-se no
semiplano determinado pela secante que contém esses dois ângulos.
Axioma euclidiano de paralelismo
Por um ponto 𝑷 fora de uma reta 𝒓 passa, no máximo, uma reta a ela paralela
Modos de definir um plano
Por três pontos não colineares ( que não pertencem todos à mesma reta) passa um e um só plano.
Se três pontos não colineares
𝑨, 𝑩 e 𝑪 pertencem a um plano
𝛼, esse plano pode ser
identificado como 𝑨𝑩𝑪.Exemplo: O plano que contém a face [𝑨𝑩𝑪𝑫] do paralelepípedo pode ser designado por
exemplo, por 𝑨𝑩𝑪.
MATEMÁTICA 9ºANO
Professora Susana Dias Explicações Matemática: Básico, Secundário e Superior valentina.susana@gmail.com
Posição relativa de duas retas no plano
Teorema
Se uma reta 𝒕 interseta uma de duas retas paralelas, 𝒓 ou 𝒔, e é com elas complanar, então interseta
a outra.
Teorema
 Dois ângulos correspondentes determinados por uma secante em duas retas paralelas são iguais.
 Num plano, se dois ângulos correspondentes 𝜶 e 𝜷, determinados entre duas retas 𝒓 e 𝒔 , por
uma secante 𝒕, são iguais então 𝒓 e 𝒔 são paralelas.
 Duas retas paralelas a uma terceira, num dado plano, são paralelas entre si.
Exemplo: Relativamente ao paralelipípedo retângulo da figura, sabe-se que 𝐴𝐵 e 𝐸𝐹 são paralelas
e 𝐸𝐻 interseta 𝐸𝐹. Contudo, 𝐸𝐻 não interseta 𝐴𝐵 porque 𝐸𝐻 não é complanar
com 𝐴𝐵 e 𝐸𝐹.
Não complanares: Não existe nenhum plano que as contenha.
Exemplo: As retas 𝒓 e 𝒔 são não complanares.
Complanares: Existe um plano que as contém.
Paralelas
Concorrentes
ou
secantes
Estritamente paralelas
Ex: As retas 𝑠 e 𝑑.
Coincidentes
Ex: As retas 𝑠 e 𝑝.
Oblíquas
Ex: As retas 𝑎 e 𝑏.
Perpendiculares
Ex: As retas 𝑐 e 𝑑.
MATEMÁTICA 9ºANO
Professora Susana Dias Explicações Matemática: Básico, Secundário e Superior valentina.susana@gmail.com
Posição relativa de dois planos
Posição relativa entre retas e planos
Estritamente
paralelos
Coincidentes
Oblíquos
Perpendiculares
𝐻𝐸𝐵 ∩ 𝐴𝐵𝐶 = 𝐵𝐶
Exemplo: Quando dois planos são concorrentes a intersecção é uma reta. Por exemplo os planos
𝐻𝐸𝐵 e 𝐴𝐵𝐶 são concorrentes. A sua intersecção é a reta 𝐵𝐶.
Paralelos Concorrentes
Paralelas Concorrente ou secante
ObliquaContida ou aposta Estritamente paralela Perpendicular
𝑟 ∩ 𝛼 = 𝑟 𝑟 ∩ 𝛼 = { }
𝑃
𝑃
𝑟 ∩ 𝛼 = 𝑃 𝑟 ∩ 𝛼 = 𝑃
MATEMÁTICA 9ºANO
Professora Susana Dias Explicações Matemática: Básico, Secundário e Superior valentina.susana@gmail.com
Propriedades
Paralelismo entre retas
No espaço duas retas 𝒓 e 𝒔 são paralelas se e só se são complanares e não se intersectam.
Paralelismo de uma reta e um plano
É condição necessária e suficiente para que uma reta seja paralela a
um plano que exista nesse plano uma reta paralela à dada.
Paralelismo entre planos
É condição necessária e suficiente para que dois planos (distintos)
sejam paralelos que exista um par de retas concorrentes em
cada plano, duas a duas paralelas.
Retas perpendiculares a planos
Se uma reta 𝒓 é perpendicular a duas retas 𝒂 e 𝒃 num mesmo ponto 𝑷 de um plano 𝜶 , então a 𝒓 é
perpendicular ao plano 𝜶 , e escreve-se:
 Se um plano 𝜽 é concorrente
com um de dois planos
paralelos 𝜶 e 𝜷, então
também é concorrente
com o outro
 Se uma reta 𝒓 é secante a um plano 𝛼, então
também é secante qualquer
plano paralelo a 𝜶.
 As retas 𝐵𝐸 e 𝐶𝐹 não se intersectam e são paralelas
(as retas 𝐵𝐸 e 𝐶𝐹 são complanares).
 As retas 𝐴𝐵 e 𝐶𝐹 não se intersectam e não são paralelas
(as retas 𝐴𝐵 e 𝐶𝐹 não são complanares).
𝒔
𝒓
𝛼
𝑎 ⊂ 𝛼 e 𝑏 ⊂ 𝛼, 𝑎 e 𝑏 são retas
concorrentes e 𝑟 ⊥ 𝑎 e 𝑟 ⊥ 𝑏 então 𝑟 ⊥ 𝛼.
MATEMÁTICA 9ºANO
Professora Susana Dias Explicações Matemática: Básico, Secundário e Superior valentina.susana@gmail.com
Planos perpendiculares
É condição necessária e suficiente para que dois planos sejam
perpendiculares que um deles contenha uma reta perpendicular ao outro.
Planos perpendiculares
A reta 𝒓 é a única reta que passa pelo ponto 𝑶 e é prependicular ao plano 𝜶
que contém a base do cone.
A intersecção da reta 𝒓 com o plano 𝜶 é o ponto 𝑶, centro da base do cone.
O ponto 𝑶 é a projeção ortogonal do ponto 𝑽 sobre 𝜶 e chama-se pé da
perpendicular traçada de 𝑽 sobre 𝜶.
Plano mediador
Chama-se plano mediador de um segmento de reta [𝑨𝑩] ao plano perpendicular a 𝑨𝑩 e que passa no
ponto médio de [𝑨𝑩].
O plano mediador de um segmento de reta [𝑨𝑩] é o lugar geométrico dos pontos do espaço
equidistantes de 𝑨 e 𝑩.
Exemplo: Considera o paralelepípedo rectângulo representado
na figura. Seja 𝑀, o ponto médio da aresta [𝐸𝐴]. Considera o
plano 𝛼 perpendicular à reta 𝐸𝐴 e que passa por 𝑀.
Podemos dizer que o plano 𝛼 é o plano mediador do
segmento de reta [𝐸𝐴]. Verifica-se que qualquer ponto
do plano 𝛼 é equidistante do ponto 𝐴 e do ponto 𝐸.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Proporcionalidade inversa-funcao
Proporcionalidade inversa-funcaoProporcionalidade inversa-funcao
Proporcionalidade inversa-funcao
anocas2001
 
Trigonometria - novo
Trigonometria - novo Trigonometria - novo
Trigonometria - novo
Pedro Teixeira
 
06 retas-e-planos
06 retas-e-planos06 retas-e-planos
06 retas-e-planos
Juraci Sousa
 
Equações literais
Equações literaisEquações literais
Equações literais
aldaalves
 
Lógica e teoria de conjuntos ppt
Lógica e teoria de conjuntos  pptLógica e teoria de conjuntos  ppt
Lógica e teoria de conjuntos ppt
Pedro Teixeira
 
Rotaçoes isometrias
Rotaçoes isometriasRotaçoes isometrias
Rotaçoes isometrias
Jorge
 
Posições de pontos, retas e planos
Posições de pontos, retas e planosPosições de pontos, retas e planos
Posições de pontos, retas e planos
SANDRA_SOUZA
 
Equações 7
Equações 7Equações 7
Equações 7
Helena Borralho
 
Geometria euclidiana
Geometria euclidianaGeometria euclidiana
Geometria euclidiana
Ana Cristina Mesquita
 
Isometrias porto ed[1]
Isometrias porto ed[1]Isometrias porto ed[1]
Isometrias porto ed[1]
mariacferreira
 
áreas e volumes 6º ano
áreas e volumes 6º anoáreas e volumes 6º ano
áreas e volumes 6º ano
Ana Duarte
 
Classif d equações
Classif d equaçõesClassif d equações
Classif d equações
cláudia
 
Polinómios e monómios
Polinómios e monómiosPolinómios e monómios
Polinómios e monómios
aldaalves
 
RESUMO Matemática 9º ano
RESUMO Matemática 9º anoRESUMO Matemática 9º ano
RESUMO Matemática 9º ano
Ricardo Santos
 
Areas volumes
Areas volumesAreas volumes
Areas volumes
Professor
 
Bissetriz de um ângulo
Bissetriz de um ânguloBissetriz de um ângulo
Bissetriz de um ângulo
David_Costa_30
 
Critérios de paralelismo e perpendicularidade
Critérios de paralelismo e perpendicularidadeCritérios de paralelismo e perpendicularidade
Critérios de paralelismo e perpendicularidade
Joana Ferreira
 
Retas, semirretas e segmentos de reta
Retas, semirretas e segmentos de retaRetas, semirretas e segmentos de reta
Retas, semirretas e segmentos de reta
quesado72
 
Critérios de paralelismo
Critérios de paralelismoCritérios de paralelismo
Critérios de paralelismo
aldaalves
 
Polinómios, monómios e factorização
Polinómios, monómios e factorizaçãoPolinómios, monómios e factorização
Polinómios, monómios e factorização
Mateus Laranjeira
 

Mais procurados (20)

Proporcionalidade inversa-funcao
Proporcionalidade inversa-funcaoProporcionalidade inversa-funcao
Proporcionalidade inversa-funcao
 
Trigonometria - novo
Trigonometria - novo Trigonometria - novo
Trigonometria - novo
 
06 retas-e-planos
06 retas-e-planos06 retas-e-planos
06 retas-e-planos
 
Equações literais
Equações literaisEquações literais
Equações literais
 
Lógica e teoria de conjuntos ppt
Lógica e teoria de conjuntos  pptLógica e teoria de conjuntos  ppt
Lógica e teoria de conjuntos ppt
 
Rotaçoes isometrias
Rotaçoes isometriasRotaçoes isometrias
Rotaçoes isometrias
 
Posições de pontos, retas e planos
Posições de pontos, retas e planosPosições de pontos, retas e planos
Posições de pontos, retas e planos
 
Equações 7
Equações 7Equações 7
Equações 7
 
Geometria euclidiana
Geometria euclidianaGeometria euclidiana
Geometria euclidiana
 
Isometrias porto ed[1]
Isometrias porto ed[1]Isometrias porto ed[1]
Isometrias porto ed[1]
 
áreas e volumes 6º ano
áreas e volumes 6º anoáreas e volumes 6º ano
áreas e volumes 6º ano
 
Classif d equações
Classif d equaçõesClassif d equações
Classif d equações
 
Polinómios e monómios
Polinómios e monómiosPolinómios e monómios
Polinómios e monómios
 
RESUMO Matemática 9º ano
RESUMO Matemática 9º anoRESUMO Matemática 9º ano
RESUMO Matemática 9º ano
 
Areas volumes
Areas volumesAreas volumes
Areas volumes
 
Bissetriz de um ângulo
Bissetriz de um ânguloBissetriz de um ângulo
Bissetriz de um ângulo
 
Critérios de paralelismo e perpendicularidade
Critérios de paralelismo e perpendicularidadeCritérios de paralelismo e perpendicularidade
Critérios de paralelismo e perpendicularidade
 
Retas, semirretas e segmentos de reta
Retas, semirretas e segmentos de retaRetas, semirretas e segmentos de reta
Retas, semirretas e segmentos de reta
 
Critérios de paralelismo
Critérios de paralelismoCritérios de paralelismo
Critérios de paralelismo
 
Polinómios, monómios e factorização
Polinómios, monómios e factorizaçãoPolinómios, monómios e factorização
Polinómios, monómios e factorização
 

Semelhante a Ficha informativa axiomatica

06 retas-e-planos
06 retas-e-planos06 retas-e-planos
06 retas-e-planos
Ana Catarina Veríssimo
 
Paralelismo
ParalelismoParalelismo
Geometria posiça oaula
Geometria posiça oaulaGeometria posiça oaula
Geometria posiça oaula
Saulo Costa
 
Geometria posia oaula
Geometria posia oaulaGeometria posia oaula
Geometria posia oaula
Saulo Costa
 
Geometria espacial
Geometria espacialGeometria espacial
Geometria espacial
José Miguel Dos Santos
 
Posição relativa entre reta e plano
Posição relativa entre reta e planoPosição relativa entre reta e plano
Posição relativa entre reta e plano
Eduardo Santos
 
Geometria espacial.pptx
Geometria espacial.pptxGeometria espacial.pptx
Geometria espacial.pptx
HelenMorgana
 
Geometria de posição.pptx
Geometria de posição.pptxGeometria de posição.pptx
Geometria de posição.pptx
ProfessoraLuanaFreit
 
Posições e relativas entre reta e plano
Posições e relativas entre reta e planoPosições e relativas entre reta e plano
Posições e relativas entre reta e plano
Amanda Góes
 
Mat geometria espacial 001
Mat geometria espacial  001Mat geometria espacial  001
Mat geometria espacial 001
trigono_metrico
 
Semelhança de Triângulos revisao tudo o que
Semelhança de Triângulos revisao tudo o queSemelhança de Triângulos revisao tudo o que
Semelhança de Triângulos revisao tudo o que
pollyannaalencar1
 
51 pe trigonometria aplicada
51 pe trigonometria aplicada51 pe trigonometria aplicada
51 pe trigonometria aplicada
Obede Edom do Nascimento
 
Triângulos
TriângulosTriângulos
Triângulos
aly pereira
 
Geometria espacial de posição
Geometria espacial de posiçãoGeometria espacial de posição
Geometria espacial de posição
Lucas pk'
 
GEOMETRIA ESPACIAL DE POSIÇÃO
GEOMETRIA ESPACIAL DE POSIÇÃOGEOMETRIA ESPACIAL DE POSIÇÃO
GEOMETRIA ESPACIAL DE POSIÇÃO
PROFESSOR GLEDSON GUIMARÃES
 
Geometria de posição
Geometria de posiçãoGeometria de posição
Geometria de posição
Ph Neves
 
Geometria de posição
Geometria de posiçãoGeometria de posição
Geometria de posição
Ph Neves
 
Ficha informativa 1 (geometria revisões)
Ficha informativa 1 (geometria   revisões)Ficha informativa 1 (geometria   revisões)
Ficha informativa 1 (geometria revisões)
Paulo Soares
 
Noções de geometria plana
Noções de geometria planaNoções de geometria plana
Noções de geometria plana
Matem4tica Sobrenome
 
Emeief César Cals Neto
Emeief César Cals NetoEmeief César Cals Neto
Emeief César Cals Neto
5002015
 

Semelhante a Ficha informativa axiomatica (20)

06 retas-e-planos
06 retas-e-planos06 retas-e-planos
06 retas-e-planos
 
Paralelismo
ParalelismoParalelismo
Paralelismo
 
Geometria posiça oaula
Geometria posiça oaulaGeometria posiça oaula
Geometria posiça oaula
 
Geometria posia oaula
Geometria posia oaulaGeometria posia oaula
Geometria posia oaula
 
Geometria espacial
Geometria espacialGeometria espacial
Geometria espacial
 
Posição relativa entre reta e plano
Posição relativa entre reta e planoPosição relativa entre reta e plano
Posição relativa entre reta e plano
 
Geometria espacial.pptx
Geometria espacial.pptxGeometria espacial.pptx
Geometria espacial.pptx
 
Geometria de posição.pptx
Geometria de posição.pptxGeometria de posição.pptx
Geometria de posição.pptx
 
Posições e relativas entre reta e plano
Posições e relativas entre reta e planoPosições e relativas entre reta e plano
Posições e relativas entre reta e plano
 
Mat geometria espacial 001
Mat geometria espacial  001Mat geometria espacial  001
Mat geometria espacial 001
 
Semelhança de Triângulos revisao tudo o que
Semelhança de Triângulos revisao tudo o queSemelhança de Triângulos revisao tudo o que
Semelhança de Triângulos revisao tudo o que
 
51 pe trigonometria aplicada
51 pe trigonometria aplicada51 pe trigonometria aplicada
51 pe trigonometria aplicada
 
Triângulos
TriângulosTriângulos
Triângulos
 
Geometria espacial de posição
Geometria espacial de posiçãoGeometria espacial de posição
Geometria espacial de posição
 
GEOMETRIA ESPACIAL DE POSIÇÃO
GEOMETRIA ESPACIAL DE POSIÇÃOGEOMETRIA ESPACIAL DE POSIÇÃO
GEOMETRIA ESPACIAL DE POSIÇÃO
 
Geometria de posição
Geometria de posiçãoGeometria de posição
Geometria de posição
 
Geometria de posição
Geometria de posiçãoGeometria de posição
Geometria de posição
 
Ficha informativa 1 (geometria revisões)
Ficha informativa 1 (geometria   revisões)Ficha informativa 1 (geometria   revisões)
Ficha informativa 1 (geometria revisões)
 
Noções de geometria plana
Noções de geometria planaNoções de geometria plana
Noções de geometria plana
 
Emeief César Cals Neto
Emeief César Cals NetoEmeief César Cals Neto
Emeief César Cals Neto
 

Último

Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
jbellas2
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docxPROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Memorial do convento slides- português 2023
Memorial do convento slides- português 2023Memorial do convento slides- português 2023
Memorial do convento slides- português 2023
MatildeBrites
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
andressacastro36
 
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptxFato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
MariaFatima425285
 
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdfEJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Mary Alvarenga
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptxLIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
WelidaFreitas1
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
carlaslr1
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
Manuais Formação
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 

Último (20)

Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docxPROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
 
Memorial do convento slides- português 2023
Memorial do convento slides- português 2023Memorial do convento slides- português 2023
Memorial do convento slides- português 2023
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
 
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptxFato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
 
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdfEJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptxLIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 

Ficha informativa axiomatica

  • 1. MATEMÁTICA 9ºANO Professora Susana Dias Explicações Matemática: Básico, Secundário e Superior valentina.susana@gmail.com Os cinco postulados de Euclides 𝟏. ° postulado É possível traçar uma reta de qualquer ponto a qualquer ponto. 𝟐. ° postulado: É possível traçar uma reta finita continuamente numa linha reta. 𝟑. ° postulado: É possível traçar um círculo com qualquer centro e qualquer raio. 𝟒. ° postulado: Todos os ângulos retos são iguais. 𝟓. ° postulado: Se duas retas, num plano, intersetadas por uma terceira, determinam com esta ângulos internos do mesmo lado da secante cuja soma é inferior a um ângulo raso, então as duas retas intersetam-se no semiplano determinado pela secante que contém esses dois ângulos. Axioma euclidiano de paralelismo Por um ponto 𝑷 fora de uma reta 𝒓 passa, no máximo, uma reta a ela paralela Modos de definir um plano Por três pontos não colineares ( que não pertencem todos à mesma reta) passa um e um só plano. Se três pontos não colineares 𝑨, 𝑩 e 𝑪 pertencem a um plano 𝛼, esse plano pode ser identificado como 𝑨𝑩𝑪.Exemplo: O plano que contém a face [𝑨𝑩𝑪𝑫] do paralelepípedo pode ser designado por exemplo, por 𝑨𝑩𝑪.
  • 2. MATEMÁTICA 9ºANO Professora Susana Dias Explicações Matemática: Básico, Secundário e Superior valentina.susana@gmail.com Posição relativa de duas retas no plano Teorema Se uma reta 𝒕 interseta uma de duas retas paralelas, 𝒓 ou 𝒔, e é com elas complanar, então interseta a outra. Teorema  Dois ângulos correspondentes determinados por uma secante em duas retas paralelas são iguais.  Num plano, se dois ângulos correspondentes 𝜶 e 𝜷, determinados entre duas retas 𝒓 e 𝒔 , por uma secante 𝒕, são iguais então 𝒓 e 𝒔 são paralelas.  Duas retas paralelas a uma terceira, num dado plano, são paralelas entre si. Exemplo: Relativamente ao paralelipípedo retângulo da figura, sabe-se que 𝐴𝐵 e 𝐸𝐹 são paralelas e 𝐸𝐻 interseta 𝐸𝐹. Contudo, 𝐸𝐻 não interseta 𝐴𝐵 porque 𝐸𝐻 não é complanar com 𝐴𝐵 e 𝐸𝐹. Não complanares: Não existe nenhum plano que as contenha. Exemplo: As retas 𝒓 e 𝒔 são não complanares. Complanares: Existe um plano que as contém. Paralelas Concorrentes ou secantes Estritamente paralelas Ex: As retas 𝑠 e 𝑑. Coincidentes Ex: As retas 𝑠 e 𝑝. Oblíquas Ex: As retas 𝑎 e 𝑏. Perpendiculares Ex: As retas 𝑐 e 𝑑.
  • 3. MATEMÁTICA 9ºANO Professora Susana Dias Explicações Matemática: Básico, Secundário e Superior valentina.susana@gmail.com Posição relativa de dois planos Posição relativa entre retas e planos Estritamente paralelos Coincidentes Oblíquos Perpendiculares 𝐻𝐸𝐵 ∩ 𝐴𝐵𝐶 = 𝐵𝐶 Exemplo: Quando dois planos são concorrentes a intersecção é uma reta. Por exemplo os planos 𝐻𝐸𝐵 e 𝐴𝐵𝐶 são concorrentes. A sua intersecção é a reta 𝐵𝐶. Paralelos Concorrentes Paralelas Concorrente ou secante ObliquaContida ou aposta Estritamente paralela Perpendicular 𝑟 ∩ 𝛼 = 𝑟 𝑟 ∩ 𝛼 = { } 𝑃 𝑃 𝑟 ∩ 𝛼 = 𝑃 𝑟 ∩ 𝛼 = 𝑃
  • 4. MATEMÁTICA 9ºANO Professora Susana Dias Explicações Matemática: Básico, Secundário e Superior valentina.susana@gmail.com Propriedades Paralelismo entre retas No espaço duas retas 𝒓 e 𝒔 são paralelas se e só se são complanares e não se intersectam. Paralelismo de uma reta e um plano É condição necessária e suficiente para que uma reta seja paralela a um plano que exista nesse plano uma reta paralela à dada. Paralelismo entre planos É condição necessária e suficiente para que dois planos (distintos) sejam paralelos que exista um par de retas concorrentes em cada plano, duas a duas paralelas. Retas perpendiculares a planos Se uma reta 𝒓 é perpendicular a duas retas 𝒂 e 𝒃 num mesmo ponto 𝑷 de um plano 𝜶 , então a 𝒓 é perpendicular ao plano 𝜶 , e escreve-se:  Se um plano 𝜽 é concorrente com um de dois planos paralelos 𝜶 e 𝜷, então também é concorrente com o outro  Se uma reta 𝒓 é secante a um plano 𝛼, então também é secante qualquer plano paralelo a 𝜶.  As retas 𝐵𝐸 e 𝐶𝐹 não se intersectam e são paralelas (as retas 𝐵𝐸 e 𝐶𝐹 são complanares).  As retas 𝐴𝐵 e 𝐶𝐹 não se intersectam e não são paralelas (as retas 𝐴𝐵 e 𝐶𝐹 não são complanares). 𝒔 𝒓 𝛼 𝑎 ⊂ 𝛼 e 𝑏 ⊂ 𝛼, 𝑎 e 𝑏 são retas concorrentes e 𝑟 ⊥ 𝑎 e 𝑟 ⊥ 𝑏 então 𝑟 ⊥ 𝛼.
  • 5. MATEMÁTICA 9ºANO Professora Susana Dias Explicações Matemática: Básico, Secundário e Superior valentina.susana@gmail.com Planos perpendiculares É condição necessária e suficiente para que dois planos sejam perpendiculares que um deles contenha uma reta perpendicular ao outro. Planos perpendiculares A reta 𝒓 é a única reta que passa pelo ponto 𝑶 e é prependicular ao plano 𝜶 que contém a base do cone. A intersecção da reta 𝒓 com o plano 𝜶 é o ponto 𝑶, centro da base do cone. O ponto 𝑶 é a projeção ortogonal do ponto 𝑽 sobre 𝜶 e chama-se pé da perpendicular traçada de 𝑽 sobre 𝜶. Plano mediador Chama-se plano mediador de um segmento de reta [𝑨𝑩] ao plano perpendicular a 𝑨𝑩 e que passa no ponto médio de [𝑨𝑩]. O plano mediador de um segmento de reta [𝑨𝑩] é o lugar geométrico dos pontos do espaço equidistantes de 𝑨 e 𝑩. Exemplo: Considera o paralelepípedo rectângulo representado na figura. Seja 𝑀, o ponto médio da aresta [𝐸𝐴]. Considera o plano 𝛼 perpendicular à reta 𝐸𝐴 e que passa por 𝑀. Podemos dizer que o plano 𝛼 é o plano mediador do segmento de reta [𝐸𝐴]. Verifica-se que qualquer ponto do plano 𝛼 é equidistante do ponto 𝐴 e do ponto 𝐸.