SlideShare uma empresa Scribd logo
DESENVOLVIMENTO
PSICOSSEXUAL SEGUNDO
FREUD
Claudia, Karina Flores, Stefani, Vânia
UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE – UNESC
Curso: Pedagogia - 2ª fase – Professor: Ricardo L. Bittencourt
Disciplina: Psicologia do Desenvolvimento
Acadêmicos
Biografia de Freud
Sigmund Schlomo Freud
Nasceu em 06 de Maio de 1856 na cidade de
Morávia.
Formou-se em Medicina em 1881, onde seus
estudos incluíram a Filosofia.
1886 Casou-se com Martha Bernays com
quem teve 6 filhos.
Faleceu em 1939 aos 83 de Cancro no Palato.
Biografia de Freud
Médico neurologista e fundador da
psicanálise, Freud apresentou ao
mundo o inconsciente e explorou a
mente humana. Sigmund Freud
ficou conhecido como um dos
maiores pensadores do século XX e
o pai de muitas das teorias
psicanalistas aplicadas atualmente.
O que é Psicossexualidade?
Na psicanálise, tal e qual legada por Sigmund Freud, a
sexualidade, diversamente de seu sentido vulgar, não
se restringe à genitalidade, nem à finalidade
procriativa; além do fator somático, abrange um fator
psíquico daí a psicossexualidade, dialeticamente, a
libido ou pulsão sexual é parte integrante da
constituição psíquica normal e patológica do sujeito.
ID: Responsável pelas demandas mais primitivas e perversas. É
constituído por impulsos maioritariamente de natureza sexual e
agressiva. É primitiva, amoral e não tem consciência da realidade.
Funciona sob o princípio do prazer.
EGO: Permanece entre ambos, alternando nossas necessidades
primitivas e nossas crenças éticas e morais. É a instância na que
se inclui a consciência. Um eu saudável proporciona a habilidade
para adaptar-se à realidade e interagir com o mundo exterior de
uma maneira que seja cómodo para o Id. e o superego.
SUPEREGO: Interiorização de proibições sociais, produz angústias,
ansiedades e castiga o EGO quando este aceita impulsos vindos
do ID
Divisão da Mente Humana
Fase Oral
De 0 a 1 ano aproximadamente.
É pela boca que a criança entra
em contato com o mundo, é por
esta razão que a criança pequena
tende a levar tudo o que pega à
boca. O principal objeto de desejo
nesta fase é o seio da mãe, que
além de alimentar proporciona
satisfação ao bebê.
Fase Anal
De 2 a 4 anos aproximadamente.
Neste período a zona de erotização é o
ânus e o modo de relação do objeto é de
“ativo” e “passivo”, intimamente ligado ao
controle dos esfíncteres (anal e uretral).
Este controle é uma nova fonte de
prazer.
Fase Fálica
De 4 a 6 anos aproximadamente.
Nesta etapa do desenvolvimento a
atenção da criança volta-se para a
região genital. Inicialmente a criança
imagina que tanto os meninos
quanto as meninas possuem um
pênis, por exemplo. Ao serem
defrontadas com as diferenças
anatômicas entre os sexos, as
crianças criam as chamadas
“teorias sexuais
infantis”, imaginando que as
meninas não têm pênis porque este
órgão lhe foi arrancado.
Complexo de Édipo
Nessa fase a criança passa a amar o progenitor do sexo
oposto e a manter um sentimento de ódio em relação ao
progenitor do mesmo sexo.
No final desta fase, ela percebe que este amor e ódio
sentidos são proibidos. O complexo de Édipo é então
finalizado com o surgimento do superego, com a
desistência deste amor e com a identificação da criança
com o progenitor do mesmo sexo.
Fase Genital
A partir dos 11 anos.
Este período tem início com a adolescência, há
uma retomada dos impulsos sexuais, o
adolescente passa a buscar em pessoas fora
de seu grupo familiar um objeto de amor.
Referências
FREUD, Sigmund; CORRÊA, Paulo Dias (Tradução de). Três ensaios
sobre a teoria da sexualidade. Rio de Janeiro: Imago, 1973. 142 p.
NASIO, Juan-David. O prazer de ler Freud. Rio de Janeiro: J. Zahar,
1999. 108 p.
https://www.youtube.com/watch?v=ggrrYSJ6FG4

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Freud - O desenvolvimento sexual infantil
Freud - O desenvolvimento sexual infantilFreud - O desenvolvimento sexual infantil
Freud - O desenvolvimento sexual infantil
Anaí Peña
 
Psicanálise
PsicanálisePsicanálise
Psicanálise
Michele Santiago
 
10 psicanálise e educação
10 psicanálise e educação10 psicanálise e educação
10 psicanálise e educação
faculdadeteologica
 
A TEORIA PSICANÁLITICA DE SIGMUND FREUD
A TEORIA PSICANÁLITICA DE SIGMUND FREUDA TEORIA PSICANÁLITICA DE SIGMUND FREUD
A TEORIA PSICANÁLITICA DE SIGMUND FREUD
Dandara Cunha
 
Erik erikson - Desenvolvimento Psicossocial
Erik erikson - Desenvolvimento PsicossocialErik erikson - Desenvolvimento Psicossocial
Erik erikson - Desenvolvimento Psicossocial
marta12l
 
Desenvolvimento Psicossexual
Desenvolvimento PsicossexualDesenvolvimento Psicossexual
Desenvolvimento Psicossexual
Kivya Damasceno
 
Introdução à psicologia
Introdução à psicologiaIntrodução à psicologia
Introdução à psicologia
Laércio Góes
 
Freud e a Psicanálise
Freud e a PsicanáliseFreud e a Psicanálise
Freud e a Psicanálise
Paulo Gomes
 
1 - Jean Piaget - Histórias e suas Teorias
1 - Jean Piaget - Histórias e suas Teorias 1 - Jean Piaget - Histórias e suas Teorias
1 - Jean Piaget - Histórias e suas Teorias
Bruno Djvan Ramos Barbosa
 
Teoria e Pratica - Abordagem Psicanalitica
Teoria e Pratica - Abordagem PsicanaliticaTeoria e Pratica - Abordagem Psicanalitica
Teoria e Pratica - Abordagem Psicanalitica
Deisiane Cazaroto
 
Freud e a educa
Freud e a educaFreud e a educa
Freud e a educa
UNICEP
 
Psicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimentoPsicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimento
Thiago de Almeida
 
Freud e a Psicanálise
Freud e a PsicanáliseFreud e a Psicanálise
Freud e a Psicanálise
Bruno Carrasco
 
Erikson e o desenvolvimento psicossocial
Erikson e o desenvolvimento psicossocialErikson e o desenvolvimento psicossocial
Erikson e o desenvolvimento psicossocial
psicologiaazambuja
 
Psicanálise II - Aula 1: O Início do Tratamento
Psicanálise II - Aula 1: O Início do TratamentoPsicanálise II - Aula 1: O Início do Tratamento
Psicanálise II - Aula 1: O Início do Tratamento
Alexandre Simoes
 
Aula INTRODUÇÃO À PSICANÁLISE
Aula  INTRODUÇÃO À PSICANÁLISEAula  INTRODUÇÃO À PSICANÁLISE
Aula INTRODUÇÃO À PSICANÁLISE
Ludmila Moura
 
Psicologia do desenolvimento
Psicologia do desenolvimentoPsicologia do desenolvimento
Psicologia do desenolvimento
Ana Larissa Perissini
 
PsicanáLise e Educação
PsicanáLise e EducaçãoPsicanáLise e Educação
PsicanáLise e Educação
Silvia Marina Anaruma
 
Psicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimentoPsicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimento
ruibraz
 
Jean Piaget
Jean PiagetJean Piaget

Mais procurados (20)

Freud - O desenvolvimento sexual infantil
Freud - O desenvolvimento sexual infantilFreud - O desenvolvimento sexual infantil
Freud - O desenvolvimento sexual infantil
 
Psicanálise
PsicanálisePsicanálise
Psicanálise
 
10 psicanálise e educação
10 psicanálise e educação10 psicanálise e educação
10 psicanálise e educação
 
A TEORIA PSICANÁLITICA DE SIGMUND FREUD
A TEORIA PSICANÁLITICA DE SIGMUND FREUDA TEORIA PSICANÁLITICA DE SIGMUND FREUD
A TEORIA PSICANÁLITICA DE SIGMUND FREUD
 
Erik erikson - Desenvolvimento Psicossocial
Erik erikson - Desenvolvimento PsicossocialErik erikson - Desenvolvimento Psicossocial
Erik erikson - Desenvolvimento Psicossocial
 
Desenvolvimento Psicossexual
Desenvolvimento PsicossexualDesenvolvimento Psicossexual
Desenvolvimento Psicossexual
 
Introdução à psicologia
Introdução à psicologiaIntrodução à psicologia
Introdução à psicologia
 
Freud e a Psicanálise
Freud e a PsicanáliseFreud e a Psicanálise
Freud e a Psicanálise
 
1 - Jean Piaget - Histórias e suas Teorias
1 - Jean Piaget - Histórias e suas Teorias 1 - Jean Piaget - Histórias e suas Teorias
1 - Jean Piaget - Histórias e suas Teorias
 
Teoria e Pratica - Abordagem Psicanalitica
Teoria e Pratica - Abordagem PsicanaliticaTeoria e Pratica - Abordagem Psicanalitica
Teoria e Pratica - Abordagem Psicanalitica
 
Freud e a educa
Freud e a educaFreud e a educa
Freud e a educa
 
Psicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimentoPsicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimento
 
Freud e a Psicanálise
Freud e a PsicanáliseFreud e a Psicanálise
Freud e a Psicanálise
 
Erikson e o desenvolvimento psicossocial
Erikson e o desenvolvimento psicossocialErikson e o desenvolvimento psicossocial
Erikson e o desenvolvimento psicossocial
 
Psicanálise II - Aula 1: O Início do Tratamento
Psicanálise II - Aula 1: O Início do TratamentoPsicanálise II - Aula 1: O Início do Tratamento
Psicanálise II - Aula 1: O Início do Tratamento
 
Aula INTRODUÇÃO À PSICANÁLISE
Aula  INTRODUÇÃO À PSICANÁLISEAula  INTRODUÇÃO À PSICANÁLISE
Aula INTRODUÇÃO À PSICANÁLISE
 
Psicologia do desenolvimento
Psicologia do desenolvimentoPsicologia do desenolvimento
Psicologia do desenolvimento
 
PsicanáLise e Educação
PsicanáLise e EducaçãoPsicanáLise e Educação
PsicanáLise e Educação
 
Psicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimentoPsicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimento
 
Jean Piaget
Jean PiagetJean Piaget
Jean Piaget
 

Destaque

Teoria PsicanalíTica
Teoria PsicanalíTicaTeoria PsicanalíTica
Teoria PsicanalíTica
Andréa Forgiarni Cechin
 
Estádios de Erikson
Estádios de EriksonEstádios de Erikson
Estádios de Erikson
TeeOliveira
 
Aula sobre Psicanalise/Freud - FPE
Aula sobre Psicanalise/Freud - FPEAula sobre Psicanalise/Freud - FPE
Aula sobre Psicanalise/Freud - FPE
Rodrigo Castro
 
Estádios de Erikson
Estádios de Erikson Estádios de Erikson
Estádios de Erikson
klismael
 
Introdução À Psicanálise
Introdução À PsicanáliseIntrodução À Psicanálise
Introdução À Psicanálise
psicologiaisecensa
 
Freud e o Desenvolvimento Psicossexual
Freud e o Desenvolvimento PsicossexualFreud e o Desenvolvimento Psicossexual
Freud e o Desenvolvimento Psicossexual
Jorge Barbosa
 
Freud aprendizagem desenvolvimento e fases
Freud aprendizagem desenvolvimento e fasesFreud aprendizagem desenvolvimento e fases
Freud aprendizagem desenvolvimento e fases
Universidade Federal do Ceará
 
A teoria de erikson
A teoria de eriksonA teoria de erikson
A teoria de erikson
Psicologia4
 
Estádios de desenvolvimento de erikson
Estádios de desenvolvimento de eriksonEstádios de desenvolvimento de erikson
Estádios de desenvolvimento de erikson
marco14cdc
 
Teoria do desenvolvimento psicossocial erikson
Teoria do desenvolvimento psicossocial eriksonTeoria do desenvolvimento psicossocial erikson
Teoria do desenvolvimento psicossocial erikson
Geiza F. Barbosa
 
A Teoria de Erikson
A Teoria de EriksonA Teoria de Erikson
A Teoria de Erikson
junioragogo
 
A teoria do desenvolvimento humano segundo Erik Erikson
A teoria do desenvolvimento humano segundo Erik EriksonA teoria do desenvolvimento humano segundo Erik Erikson
A teoria do desenvolvimento humano segundo Erik Erikson
Thiago de Almeida
 
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagemPsicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
Débora Silveira
 

Destaque (13)

Teoria PsicanalíTica
Teoria PsicanalíTicaTeoria PsicanalíTica
Teoria PsicanalíTica
 
Estádios de Erikson
Estádios de EriksonEstádios de Erikson
Estádios de Erikson
 
Aula sobre Psicanalise/Freud - FPE
Aula sobre Psicanalise/Freud - FPEAula sobre Psicanalise/Freud - FPE
Aula sobre Psicanalise/Freud - FPE
 
Estádios de Erikson
Estádios de Erikson Estádios de Erikson
Estádios de Erikson
 
Introdução À Psicanálise
Introdução À PsicanáliseIntrodução À Psicanálise
Introdução À Psicanálise
 
Freud e o Desenvolvimento Psicossexual
Freud e o Desenvolvimento PsicossexualFreud e o Desenvolvimento Psicossexual
Freud e o Desenvolvimento Psicossexual
 
Freud aprendizagem desenvolvimento e fases
Freud aprendizagem desenvolvimento e fasesFreud aprendizagem desenvolvimento e fases
Freud aprendizagem desenvolvimento e fases
 
A teoria de erikson
A teoria de eriksonA teoria de erikson
A teoria de erikson
 
Estádios de desenvolvimento de erikson
Estádios de desenvolvimento de eriksonEstádios de desenvolvimento de erikson
Estádios de desenvolvimento de erikson
 
Teoria do desenvolvimento psicossocial erikson
Teoria do desenvolvimento psicossocial eriksonTeoria do desenvolvimento psicossocial erikson
Teoria do desenvolvimento psicossocial erikson
 
A Teoria de Erikson
A Teoria de EriksonA Teoria de Erikson
A Teoria de Erikson
 
A teoria do desenvolvimento humano segundo Erik Erikson
A teoria do desenvolvimento humano segundo Erik EriksonA teoria do desenvolvimento humano segundo Erik Erikson
A teoria do desenvolvimento humano segundo Erik Erikson
 
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagemPsicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
 

Semelhante a Desenvolvimento psicossexual segundo freud

Sexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescênciaSexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescência
Leonardo Alves
 
Freudeodesenvolvimento
FreudeodesenvolvimentoFreudeodesenvolvimento
Freudeodesenvolvimento
António Moreira
 
Teorias do desenvolvimento
Teorias do desenvolvimentoTeorias do desenvolvimento
Teorias do desenvolvimento
Felipe Saraiva Nunes de Pinho
 
Psicanalise- psicologia social2
Psicanalise- psicologia social2Psicanalise- psicologia social2
Psicanalise- psicologia social2
Daniele Rubim
 
Sexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescênciaSexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescência
Camila Oliveira
 
1203276436 freud
1203276436 freud1203276436 freud
1203276436 freud
catia
 
Sigmund-Freud-e-Carl-Jung-slides.pdf
Sigmund-Freud-e-Carl-Jung-slides.pdfSigmund-Freud-e-Carl-Jung-slides.pdf
Sigmund-Freud-e-Carl-Jung-slides.pdf
RafaelEneamind
 
AULA FREUD.pdf
AULA FREUD.pdfAULA FREUD.pdf
AULA FREUD.pdf
Andrea Nogueira
 
Jean Piaget
Jean PiagetJean Piaget
Jean Piaget
Maisa Mayer
 
A CONSTRUÇÃO DA TEORIA DA PSICANALISE / Psico
A CONSTRUÇÃO DA TEORIA DA PSICANALISE / PsicoA CONSTRUÇÃO DA TEORIA DA PSICANALISE / Psico
A CONSTRUÇÃO DA TEORIA DA PSICANALISE / Psico
GeovanaRL
 
Psicologia Do Desenvolvimento
Psicologia Do DesenvolvimentoPsicologia Do Desenvolvimento
Psicologia Do Desenvolvimento
Aclecio Dantas
 
Freud. psicanálise.parte.i ippt
Freud. psicanálise.parte.i ipptFreud. psicanálise.parte.i ippt
Freud. psicanálise.parte.i ippt
Universidade Católica Portuguesa
 
Abordagem psicanalítica na educação
Abordagem psicanalítica na educaçãoAbordagem psicanalítica na educação
Abordagem psicanalítica na educação
LIVROS PSI
 
Sigmund_FREUD .pdf
Sigmund_FREUD .pdfSigmund_FREUD .pdf
Freud. slide
Freud. slideFreud. slide
Freud. slide
silvanacastellan
 
Desenvolvimento psicosocial
Desenvolvimento psicosocialDesenvolvimento psicosocial
Desenvolvimento psicosocial
Lu1zFern4nando
 
Erik Erikson.pdf
Erik Erikson.pdfErik Erikson.pdf
Erik Erikson.pdf
VitorReis59
 
AD1 de Didática 2°periodo - Licenciatura em Pedagogia
AD1 de Didática 2°periodo - Licenciatura em Pedagogia AD1 de Didática 2°periodo - Licenciatura em Pedagogia
AD1 de Didática 2°periodo - Licenciatura em Pedagogia
AnaAlvarenga25
 
Desenvolvimento sexual
Desenvolvimento sexualDesenvolvimento sexual
Desenvolvimento sexual
Alex Vicente Spadini
 
Psicanálise Sigmund Freud
Psicanálise Sigmund Freud Psicanálise Sigmund Freud
Psicanálise Sigmund Freud
Jamile Santos Dias DE Almeida
 

Semelhante a Desenvolvimento psicossexual segundo freud (20)

Sexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescênciaSexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescência
 
Freudeodesenvolvimento
FreudeodesenvolvimentoFreudeodesenvolvimento
Freudeodesenvolvimento
 
Teorias do desenvolvimento
Teorias do desenvolvimentoTeorias do desenvolvimento
Teorias do desenvolvimento
 
Psicanalise- psicologia social2
Psicanalise- psicologia social2Psicanalise- psicologia social2
Psicanalise- psicologia social2
 
Sexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescênciaSexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescência
 
1203276436 freud
1203276436 freud1203276436 freud
1203276436 freud
 
Sigmund-Freud-e-Carl-Jung-slides.pdf
Sigmund-Freud-e-Carl-Jung-slides.pdfSigmund-Freud-e-Carl-Jung-slides.pdf
Sigmund-Freud-e-Carl-Jung-slides.pdf
 
AULA FREUD.pdf
AULA FREUD.pdfAULA FREUD.pdf
AULA FREUD.pdf
 
Jean Piaget
Jean PiagetJean Piaget
Jean Piaget
 
A CONSTRUÇÃO DA TEORIA DA PSICANALISE / Psico
A CONSTRUÇÃO DA TEORIA DA PSICANALISE / PsicoA CONSTRUÇÃO DA TEORIA DA PSICANALISE / Psico
A CONSTRUÇÃO DA TEORIA DA PSICANALISE / Psico
 
Psicologia Do Desenvolvimento
Psicologia Do DesenvolvimentoPsicologia Do Desenvolvimento
Psicologia Do Desenvolvimento
 
Freud. psicanálise.parte.i ippt
Freud. psicanálise.parte.i ipptFreud. psicanálise.parte.i ippt
Freud. psicanálise.parte.i ippt
 
Abordagem psicanalítica na educação
Abordagem psicanalítica na educaçãoAbordagem psicanalítica na educação
Abordagem psicanalítica na educação
 
Sigmund_FREUD .pdf
Sigmund_FREUD .pdfSigmund_FREUD .pdf
Sigmund_FREUD .pdf
 
Freud. slide
Freud. slideFreud. slide
Freud. slide
 
Desenvolvimento psicosocial
Desenvolvimento psicosocialDesenvolvimento psicosocial
Desenvolvimento psicosocial
 
Erik Erikson.pdf
Erik Erikson.pdfErik Erikson.pdf
Erik Erikson.pdf
 
AD1 de Didática 2°periodo - Licenciatura em Pedagogia
AD1 de Didática 2°periodo - Licenciatura em Pedagogia AD1 de Didática 2°periodo - Licenciatura em Pedagogia
AD1 de Didática 2°periodo - Licenciatura em Pedagogia
 
Desenvolvimento sexual
Desenvolvimento sexualDesenvolvimento sexual
Desenvolvimento sexual
 
Psicanálise Sigmund Freud
Psicanálise Sigmund Freud Psicanálise Sigmund Freud
Psicanálise Sigmund Freud
 

Último

Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
Suzy De Abreu Santana
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
JuliaMachado73
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
enpfilosofiaufu
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 

Último (20)

Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 

Desenvolvimento psicossexual segundo freud

  • 1. DESENVOLVIMENTO PSICOSSEXUAL SEGUNDO FREUD Claudia, Karina Flores, Stefani, Vânia UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE – UNESC Curso: Pedagogia - 2ª fase – Professor: Ricardo L. Bittencourt Disciplina: Psicologia do Desenvolvimento Acadêmicos
  • 2. Biografia de Freud Sigmund Schlomo Freud Nasceu em 06 de Maio de 1856 na cidade de Morávia. Formou-se em Medicina em 1881, onde seus estudos incluíram a Filosofia. 1886 Casou-se com Martha Bernays com quem teve 6 filhos. Faleceu em 1939 aos 83 de Cancro no Palato.
  • 3. Biografia de Freud Médico neurologista e fundador da psicanálise, Freud apresentou ao mundo o inconsciente e explorou a mente humana. Sigmund Freud ficou conhecido como um dos maiores pensadores do século XX e o pai de muitas das teorias psicanalistas aplicadas atualmente.
  • 4. O que é Psicossexualidade? Na psicanálise, tal e qual legada por Sigmund Freud, a sexualidade, diversamente de seu sentido vulgar, não se restringe à genitalidade, nem à finalidade procriativa; além do fator somático, abrange um fator psíquico daí a psicossexualidade, dialeticamente, a libido ou pulsão sexual é parte integrante da constituição psíquica normal e patológica do sujeito.
  • 5. ID: Responsável pelas demandas mais primitivas e perversas. É constituído por impulsos maioritariamente de natureza sexual e agressiva. É primitiva, amoral e não tem consciência da realidade. Funciona sob o princípio do prazer. EGO: Permanece entre ambos, alternando nossas necessidades primitivas e nossas crenças éticas e morais. É a instância na que se inclui a consciência. Um eu saudável proporciona a habilidade para adaptar-se à realidade e interagir com o mundo exterior de uma maneira que seja cómodo para o Id. e o superego. SUPEREGO: Interiorização de proibições sociais, produz angústias, ansiedades e castiga o EGO quando este aceita impulsos vindos do ID Divisão da Mente Humana
  • 6. Fase Oral De 0 a 1 ano aproximadamente. É pela boca que a criança entra em contato com o mundo, é por esta razão que a criança pequena tende a levar tudo o que pega à boca. O principal objeto de desejo nesta fase é o seio da mãe, que além de alimentar proporciona satisfação ao bebê.
  • 7. Fase Anal De 2 a 4 anos aproximadamente. Neste período a zona de erotização é o ânus e o modo de relação do objeto é de “ativo” e “passivo”, intimamente ligado ao controle dos esfíncteres (anal e uretral). Este controle é uma nova fonte de prazer.
  • 8. Fase Fálica De 4 a 6 anos aproximadamente. Nesta etapa do desenvolvimento a atenção da criança volta-se para a região genital. Inicialmente a criança imagina que tanto os meninos quanto as meninas possuem um pênis, por exemplo. Ao serem defrontadas com as diferenças anatômicas entre os sexos, as crianças criam as chamadas “teorias sexuais infantis”, imaginando que as meninas não têm pênis porque este órgão lhe foi arrancado.
  • 9. Complexo de Édipo Nessa fase a criança passa a amar o progenitor do sexo oposto e a manter um sentimento de ódio em relação ao progenitor do mesmo sexo. No final desta fase, ela percebe que este amor e ódio sentidos são proibidos. O complexo de Édipo é então finalizado com o surgimento do superego, com a desistência deste amor e com a identificação da criança com o progenitor do mesmo sexo.
  • 10. Fase Genital A partir dos 11 anos. Este período tem início com a adolescência, há uma retomada dos impulsos sexuais, o adolescente passa a buscar em pessoas fora de seu grupo familiar um objeto de amor.
  • 11. Referências FREUD, Sigmund; CORRÊA, Paulo Dias (Tradução de). Três ensaios sobre a teoria da sexualidade. Rio de Janeiro: Imago, 1973. 142 p. NASIO, Juan-David. O prazer de ler Freud. Rio de Janeiro: J. Zahar, 1999. 108 p. https://www.youtube.com/watch?v=ggrrYSJ6FG4