SlideShare uma empresa Scribd logo
Sexualidade
- A sexualidade, no ser humano, possui um
longo desenvolvimento e tem seu início desde o
nascimento;
- “Sexualidade não é sinônimo de relação sexual. Sexualidade é
a energia que motiva a encontrar o amor, o contato e a
intimidade e se expressa na forma de sentir, nos movimentos
das pessoas, e como estas tocam e são tocadas”;
- A sexualidade influencia pensamentos,
sentimentos, comportamentos e interações;
- Depende da pessoa, das suas
características genéticas, das da educação
familiar, das interações ambientais, das
condições socioculturais, etc;
- É na adolescência que se evidenciam os
comportamentos socioafetivos e sexuais.
Saída da Infância
Meninas:
Menstruação
Emoções despertadas:
-Angústia e culpa;
- Experiências desejadas e, portanto, motivo de orgulho.
Meninos:
Primeira ejaculação
Características da Sexualidade
- Por volta dos 11 – 12 anos, o adolescente está mais voltado
para si mesmo, para o seu corpo;
- O despertar da masturbação: essa prática proporciona um
conhecimento do corpo;
- Mitos sobre a masturbação;
- A masturbação faz parte do
desenvolvimento normal;
- Entrar em contato com o corpo modificado
é algo que, quase sempre, causa desconforto
e estranheza;
- Com a intensa excitação, característica da
adolescência, sintomas como medos e fobias
podem aparecer;
- A relação de amizade com os amigos do mesmo sexo é uma
forma de proteger-se do contato com o sexo oposto, que é
muito desejado, mas muito temido também;
- O adolescente pode ter fantasias ou contato com pessoas do
mesmo sexo;
- Por volta dos 15 anos, o adolescente começa a definir sua
inclinação sexual;
- A masturbação ainda está presente, mas possui outras
características, pois já é acompanhada de fantasias com
outras pessoas;
- O adolescente volta-se, geralmente,
para o amor heterossexual;
- São frequentes as paixões platônicas;
- A pornografia, o uso de álcool ou drogas pode ser alvo de
interesse dos adolescentes;
- As relações em grupo podem acontecer em meio a
sentimentos de inveja, ódio, competição e traição;
- Para alguns adolescentes ocorrem as
primeiras relações sexuais:
1. Os meninos tendem a espalhar a notícia;
2. As meninas ‘rendem-se’ a essa situação.
- Há um afloramento da criatividade, do otimismo, do desejo
de justiça...
- No final da adolescência, o jovem está mais independente,
não precisa tanto do grupo e está à procura de um(a)
parceiro(a), com uma capacidade maior de desenvolver a
ternura e o cuidado com o objeto amoroso;
- Há uma tendência a ir substituindo a
masturbação pela relação sexual com
um(a) parceiro(a);
- Surgem os primeiros interesses sexuais e
o início de relações íntimas (ficar,
namorar, transar);
- A perda da virgindade ainda é um marco importante para os
jovens;
-A virgindade pode ser vivenciada com orgulho ou com culpa
excessiva, de acordo com a educação e tradição da família;
Iniciação Sexual Precoce
- Idade média da primeira relação sexual:
1. Ocorre entre 15 e 16 anos para os homens;
2. Para as mulheres ocorre aos 17 anos.
- O início cada vez mais precoce da atividade sexual pode
expor os adolescentes a risco aumentado de infecções por
doenças sexualmente transmissíveis, a gravidezes indesejadas
e a abusos sexuais;
- Há um grande desconhecimento sobre relações sexuais.
Sexo na Adolescência
- Adolescentes que apresentam vida sexual ativa:
 14% dos jovens entre 11 e 14 anos;
 44% dos jovens entre 15 e 17;
 72% dos jovens acima dos 18 anos.
Valores que colocam o adolescente em risco
- Valores machistas pregam que o
homem "normal" é aquele que tem
relações sexuais com o maior número
de parceiras;
- É falta de virilidade deixar de ter relações sexuais com
mulheres que se mostram disponíveis;
- A noção de onipotência, típica dos adolescentes, os leva a
acreditarem que jamais vão contrair doenças sexuais e que
estão imunes a uma gravidez não planejada;
- O uso da camisinha muitas vezes está
associado à diminuição do prazer, tornando-
a alvo de preconceitos e rejeição quanto à
utilização;
- Mesmo sendo a monogamia a norma mais recomendada
socialmente, grande parte dos adolescentes buscam sexuais
com vários(as) parceiros(as) ao mesmo tempo;
- Há um apelo sexual frequente e precoce, veiculado pela mídia,
que expõe os jovens a situações ainda não bem compreendidas
por eles.
Comunicação entre pais e adolescentes
sobre sexualidade
Glauco. Doçura. Out./1987. p. 80.
Há um grande déficit na Educação Sexual...
“Falar de sexualidade,
Não se reduz a falar de sexo.
É falar de emoções,
De sensações,
De sentimentos,
De amor!”

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ists
IstsIsts
Aula 01 dst
Aula 01  dstAula 01  dst
Aula 01 dst
Alinebrauna Brauna
 
Doenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveisDoenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveis
Edvaldo S. Júnior
 
Violência sexual contra crianças e adolescentes
Violência sexual contra crianças e adolescentesViolência sexual contra crianças e adolescentes
Violência sexual contra crianças e adolescentes
Alinebrauna Brauna
 
Puberdade
PuberdadePuberdade
A adolescência
A adolescênciaA adolescência
A adolescência
Roberto Nobre
 
Saúde do Adolescente
Saúde do AdolescenteSaúde do Adolescente
Saúde do Adolescente
Centro Universitário Ages
 
Saúde e qualidade de vida
Saúde e qualidade de vidaSaúde e qualidade de vida
Saúde e qualidade de vida
mainamgar
 
Desenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantilDesenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantil
Luis Davi Salomao
 
Saúde da mulher - Cuidados com a saúde feminina
Saúde da mulher - Cuidados com a saúde femininaSaúde da mulher - Cuidados com a saúde feminina
Saúde da mulher - Cuidados com a saúde feminina
Anderson Silva
 
DST / IST - Infecções Sexualmente Transmissíves
DST / IST - Infecções Sexualmente TransmissívesDST / IST - Infecções Sexualmente Transmissíves
DST / IST - Infecções Sexualmente Transmissíves
Pibid Biologia Cejad
 
Saúde do Adolescente
Saúde do AdolescenteSaúde do Adolescente
Saúde do Adolescente
yolandasergia
 
Conceito saude
Conceito saudeConceito saude
Conceito saude
Deolinda Silva
 
Dst aids para adolescentes
Dst   aids para adolescentesDst   aids para adolescentes
Dst aids para adolescentes
Alinebrauna Brauna
 
Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?
Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?
Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?
Thiago de Almeida
 
Qualidade de vida
Qualidade de vidaQualidade de vida
Qualidade de vida
Dalvânia Santos
 
Vacinas: mitos e verdades
Vacinas: mitos e verdadesVacinas: mitos e verdades
Infecções Sexualmente Transmissíveis
Infecções Sexualmente TransmissíveisInfecções Sexualmente Transmissíveis
Infecções Sexualmente Transmissíveis
eborges
 
Saúde Mental
Saúde MentalSaúde Mental
Saúde Mental
Rosemar Prota
 
Saude da mulher
Saude da mulherSaude da mulher
Saude da mulher
TesisMaster
 

Mais procurados (20)

Ists
IstsIsts
Ists
 
Aula 01 dst
Aula 01  dstAula 01  dst
Aula 01 dst
 
Doenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveisDoenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveis
 
Violência sexual contra crianças e adolescentes
Violência sexual contra crianças e adolescentesViolência sexual contra crianças e adolescentes
Violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Puberdade
PuberdadePuberdade
Puberdade
 
A adolescência
A adolescênciaA adolescência
A adolescência
 
Saúde do Adolescente
Saúde do AdolescenteSaúde do Adolescente
Saúde do Adolescente
 
Saúde e qualidade de vida
Saúde e qualidade de vidaSaúde e qualidade de vida
Saúde e qualidade de vida
 
Desenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantilDesenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantil
 
Saúde da mulher - Cuidados com a saúde feminina
Saúde da mulher - Cuidados com a saúde femininaSaúde da mulher - Cuidados com a saúde feminina
Saúde da mulher - Cuidados com a saúde feminina
 
DST / IST - Infecções Sexualmente Transmissíves
DST / IST - Infecções Sexualmente TransmissívesDST / IST - Infecções Sexualmente Transmissíves
DST / IST - Infecções Sexualmente Transmissíves
 
Saúde do Adolescente
Saúde do AdolescenteSaúde do Adolescente
Saúde do Adolescente
 
Conceito saude
Conceito saudeConceito saude
Conceito saude
 
Dst aids para adolescentes
Dst   aids para adolescentesDst   aids para adolescentes
Dst aids para adolescentes
 
Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?
Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?
Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?
 
Qualidade de vida
Qualidade de vidaQualidade de vida
Qualidade de vida
 
Vacinas: mitos e verdades
Vacinas: mitos e verdadesVacinas: mitos e verdades
Vacinas: mitos e verdades
 
Infecções Sexualmente Transmissíveis
Infecções Sexualmente TransmissíveisInfecções Sexualmente Transmissíveis
Infecções Sexualmente Transmissíveis
 
Saúde Mental
Saúde MentalSaúde Mental
Saúde Mental
 
Saude da mulher
Saude da mulherSaude da mulher
Saude da mulher
 

Destaque

A sexualidade na adolescência
A sexualidade na adolescênciaA sexualidade na adolescência
A sexualidade na adolescência
Lilia Braga
 
Sexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescênciaSexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescência
Camila Oliveira
 
Sexualidade na-adolescncia1-1232369927059987-2-110129142016-phpapp02
Sexualidade na-adolescncia1-1232369927059987-2-110129142016-phpapp02Sexualidade na-adolescncia1-1232369927059987-2-110129142016-phpapp02
Sexualidade na-adolescncia1-1232369927059987-2-110129142016-phpapp02
Pelo Siro
 
Educaçao sexual
Educaçao sexualEducaçao sexual
Educaçao sexual
Felipe Spessatto
 
Educação sexual - Puberdade
Educação sexual - Puberdade Educação sexual - Puberdade
Educação sexual - Puberdade
nandavcs
 
Puberdade e Adolescência
Puberdade e AdolescênciaPuberdade e Adolescência
Puberdade e Adolescência
lucikd
 
Educação Sexual para Crianças
Educação Sexual para CriançasEducação Sexual para Crianças
Educação Sexual para Crianças
Michele Pó
 
Sexualidade infantil
Sexualidade infantil Sexualidade infantil
Sexualidade infantil
Dhilma Freitas
 
Powerpoint da Orientação Sexual
Powerpoint da Orientação SexualPowerpoint da Orientação Sexual
Powerpoint da Orientação Sexual
fajuchico
 
Educação sexual para crianças
Educação sexual para criançasEducação sexual para crianças
Educação sexual para crianças
maria25
 
Aula 8º ano - Sexualidade
Aula 8º ano - SexualidadeAula 8º ano - Sexualidade
Aula 8º ano - Sexualidade
Leonardo Kaplan
 
Sexualidade e Saúde reprodutiva.
Sexualidade e Saúde reprodutiva.Sexualidade e Saúde reprodutiva.
Sexualidade e Saúde reprodutiva.
MARISTA , UVA, FIC, FAINTER, GÊNESIS
 
Sistema Genital Masculino e Feminino - 1° ano do Ensino Médio
Sistema Genital Masculino e Feminino - 1° ano do Ensino MédioSistema Genital Masculino e Feminino - 1° ano do Ensino Médio
Sistema Genital Masculino e Feminino - 1° ano do Ensino Médio
Ronaldo Santana
 
50101448 educacao-sexual-2
50101448 educacao-sexual-250101448 educacao-sexual-2
50101448 educacao-sexual-2
Pelo Siro
 
Fotossíntese
FotossínteseFotossíntese
Fotossíntese
Andrea Barreto
 
Orientação Sexual
Orientação SexualOrientação Sexual
Orientação Sexual
Yara Ribeiro
 
Educação Sexual na Adolescência
Educação Sexual na AdolescênciaEducação Sexual na Adolescência
Educação Sexual na Adolescência
patte
 
3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Adolescência
AdolescênciaAdolescência
Adolescência
Moderadora
 
O jovem cristão e o uso da internet
O jovem cristão e o uso da internetO jovem cristão e o uso da internet
O jovem cristão e o uso da internet
Valdinar Viana
 

Destaque (20)

A sexualidade na adolescência
A sexualidade na adolescênciaA sexualidade na adolescência
A sexualidade na adolescência
 
Sexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescênciaSexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescência
 
Sexualidade na-adolescncia1-1232369927059987-2-110129142016-phpapp02
Sexualidade na-adolescncia1-1232369927059987-2-110129142016-phpapp02Sexualidade na-adolescncia1-1232369927059987-2-110129142016-phpapp02
Sexualidade na-adolescncia1-1232369927059987-2-110129142016-phpapp02
 
Educaçao sexual
Educaçao sexualEducaçao sexual
Educaçao sexual
 
Educação sexual - Puberdade
Educação sexual - Puberdade Educação sexual - Puberdade
Educação sexual - Puberdade
 
Puberdade e Adolescência
Puberdade e AdolescênciaPuberdade e Adolescência
Puberdade e Adolescência
 
Educação Sexual para Crianças
Educação Sexual para CriançasEducação Sexual para Crianças
Educação Sexual para Crianças
 
Sexualidade infantil
Sexualidade infantil Sexualidade infantil
Sexualidade infantil
 
Powerpoint da Orientação Sexual
Powerpoint da Orientação SexualPowerpoint da Orientação Sexual
Powerpoint da Orientação Sexual
 
Educação sexual para crianças
Educação sexual para criançasEducação sexual para crianças
Educação sexual para crianças
 
Aula 8º ano - Sexualidade
Aula 8º ano - SexualidadeAula 8º ano - Sexualidade
Aula 8º ano - Sexualidade
 
Sexualidade e Saúde reprodutiva.
Sexualidade e Saúde reprodutiva.Sexualidade e Saúde reprodutiva.
Sexualidade e Saúde reprodutiva.
 
Sistema Genital Masculino e Feminino - 1° ano do Ensino Médio
Sistema Genital Masculino e Feminino - 1° ano do Ensino MédioSistema Genital Masculino e Feminino - 1° ano do Ensino Médio
Sistema Genital Masculino e Feminino - 1° ano do Ensino Médio
 
50101448 educacao-sexual-2
50101448 educacao-sexual-250101448 educacao-sexual-2
50101448 educacao-sexual-2
 
Fotossíntese
FotossínteseFotossíntese
Fotossíntese
 
Orientação Sexual
Orientação SexualOrientação Sexual
Orientação Sexual
 
Educação Sexual na Adolescência
Educação Sexual na AdolescênciaEducação Sexual na Adolescência
Educação Sexual na Adolescência
 
3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus
 
Adolescência
AdolescênciaAdolescência
Adolescência
 
O jovem cristão e o uso da internet
O jovem cristão e o uso da internetO jovem cristão e o uso da internet
O jovem cristão e o uso da internet
 

Semelhante a Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)

Sexualidade
SexualidadeSexualidade
Sexualidade
Isabel Aguiar
 
Slidessexualidadenaadolescnciapalestrainfanto
SlidessexualidadenaadolescnciapalestrainfantoSlidessexualidadenaadolescnciapalestrainfanto
Slidessexualidadenaadolescnciapalestrainfanto
georgiamfc
 
educação sexual.pptx
educação sexual.pptxeducação sexual.pptx
educação sexual.pptx
RenildaCarvalho1
 
Sexualidade e planeamento familiar na adolescência
Sexualidade e planeamento familiar na adolescênciaSexualidade e planeamento familiar na adolescência
Sexualidade e planeamento familiar na adolescência
AnaMoura323023
 
Sexualidade_e_planeamento_familiar.ppt jovens
Sexualidade_e_planeamento_familiar.ppt jovensSexualidade_e_planeamento_familiar.ppt jovens
Sexualidade_e_planeamento_familiar.ppt jovens
AnaMoura323023
 
Sexualidade na Contemporaneidade
Sexualidade na ContemporaneidadeSexualidade na Contemporaneidade
Sexualidade na Contemporaneidade
Oliveira Junior
 
sexualidade
sexualidadesexualidade
sexualidade
Vithória Almeida
 
Adolescência e anorexia
Adolescência e anorexia Adolescência e anorexia
Adolescência e anorexia
SoraiaSousa
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
IpdaWellington
 
Workshop sexualidade e deficiência
Workshop  sexualidade e deficiênciaWorkshop  sexualidade e deficiência
Workshop sexualidade e deficiência
SER_2011
 
Palestra Violência Sexual contra crianças e adolescentes
Palestra Violência Sexual contra crianças e adolescentesPalestra Violência Sexual contra crianças e adolescentes
Palestra Violência Sexual contra crianças e adolescentes
Michelle Moraes Santos
 
SEXUALIDADE E GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA
SEXUALIDADE E GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIASEXUALIDADE E GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA
SEXUALIDADE E GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA
Jose Camara
 
abuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
abuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkabuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
abuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
crasPREFNOVARESENDE
 
maio laranja.pptx
maio laranja.pptxmaio laranja.pptx
maio laranja.pptx
AntnyoAllysson
 
Violnciasexualcontracrianaseadolescentes 130718011435-phpapp01
Violnciasexualcontracrianaseadolescentes 130718011435-phpapp01Violnciasexualcontracrianaseadolescentes 130718011435-phpapp01
Violnciasexualcontracrianaseadolescentes 130718011435-phpapp01
Marcelly Cley
 
PSICOLOGIA DA EDUCACAO - SEXUALIZACAO.pptx
PSICOLOGIA DA EDUCACAO - SEXUALIZACAO.pptxPSICOLOGIA DA EDUCACAO - SEXUALIZACAO.pptx
PSICOLOGIA DA EDUCACAO - SEXUALIZACAO.pptx
MaysaCarlaDaConceioS
 
Sexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescência Sexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescência
Gisele Da Fonseca
 
A sexualidade do idoso.pptx
A sexualidade do idoso.pptxA sexualidade do idoso.pptx
A sexualidade do idoso.pptx
anasoares14061
 
Trabalho do curso de direito sobre pedofilia
Trabalho do curso de direito sobre pedofiliaTrabalho do curso de direito sobre pedofilia
Trabalho do curso de direito sobre pedofilia
Ohanny Menezes
 
Abuso sexual-1212061080118991-8
Abuso sexual-1212061080118991-8Abuso sexual-1212061080118991-8
Abuso sexual-1212061080118991-8
Wellington Farias Gomes
 

Semelhante a Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto) (20)

Sexualidade
SexualidadeSexualidade
Sexualidade
 
Slidessexualidadenaadolescnciapalestrainfanto
SlidessexualidadenaadolescnciapalestrainfantoSlidessexualidadenaadolescnciapalestrainfanto
Slidessexualidadenaadolescnciapalestrainfanto
 
educação sexual.pptx
educação sexual.pptxeducação sexual.pptx
educação sexual.pptx
 
Sexualidade e planeamento familiar na adolescência
Sexualidade e planeamento familiar na adolescênciaSexualidade e planeamento familiar na adolescência
Sexualidade e planeamento familiar na adolescência
 
Sexualidade_e_planeamento_familiar.ppt jovens
Sexualidade_e_planeamento_familiar.ppt jovensSexualidade_e_planeamento_familiar.ppt jovens
Sexualidade_e_planeamento_familiar.ppt jovens
 
Sexualidade na Contemporaneidade
Sexualidade na ContemporaneidadeSexualidade na Contemporaneidade
Sexualidade na Contemporaneidade
 
sexualidade
sexualidadesexualidade
sexualidade
 
Adolescência e anorexia
Adolescência e anorexia Adolescência e anorexia
Adolescência e anorexia
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
 
Workshop sexualidade e deficiência
Workshop  sexualidade e deficiênciaWorkshop  sexualidade e deficiência
Workshop sexualidade e deficiência
 
Palestra Violência Sexual contra crianças e adolescentes
Palestra Violência Sexual contra crianças e adolescentesPalestra Violência Sexual contra crianças e adolescentes
Palestra Violência Sexual contra crianças e adolescentes
 
SEXUALIDADE E GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA
SEXUALIDADE E GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIASEXUALIDADE E GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA
SEXUALIDADE E GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA
 
abuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
abuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkabuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
abuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
 
maio laranja.pptx
maio laranja.pptxmaio laranja.pptx
maio laranja.pptx
 
Violnciasexualcontracrianaseadolescentes 130718011435-phpapp01
Violnciasexualcontracrianaseadolescentes 130718011435-phpapp01Violnciasexualcontracrianaseadolescentes 130718011435-phpapp01
Violnciasexualcontracrianaseadolescentes 130718011435-phpapp01
 
PSICOLOGIA DA EDUCACAO - SEXUALIZACAO.pptx
PSICOLOGIA DA EDUCACAO - SEXUALIZACAO.pptxPSICOLOGIA DA EDUCACAO - SEXUALIZACAO.pptx
PSICOLOGIA DA EDUCACAO - SEXUALIZACAO.pptx
 
Sexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescência Sexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescência
 
A sexualidade do idoso.pptx
A sexualidade do idoso.pptxA sexualidade do idoso.pptx
A sexualidade do idoso.pptx
 
Trabalho do curso de direito sobre pedofilia
Trabalho do curso de direito sobre pedofiliaTrabalho do curso de direito sobre pedofilia
Trabalho do curso de direito sobre pedofilia
 
Abuso sexual-1212061080118991-8
Abuso sexual-1212061080118991-8Abuso sexual-1212061080118991-8
Abuso sexual-1212061080118991-8
 

Mais de Alinebrauna Brauna

Pnab
PnabPnab
Orientacoes coleta analise_dados_antropometricos
Orientacoes coleta analise_dados_antropometricosOrientacoes coleta analise_dados_antropometricos
Orientacoes coleta analise_dados_antropometricos
Alinebrauna Brauna
 
Livro completo senad5
Livro completo senad5Livro completo senad5
Livro completo senad5
Alinebrauna Brauna
 
Radis 131 web
Radis 131 webRadis 131 web
Radis 131 web
Alinebrauna Brauna
 
Copia de radis_129_23maio2013
Copia de radis_129_23maio2013Copia de radis_129_23maio2013
Copia de radis_129_23maio2013
Alinebrauna Brauna
 
O que são conferências 21.05.2012
O que são conferências 21.05.2012O que são conferências 21.05.2012
O que são conferências 21.05.2012
Alinebrauna Brauna
 
Pmaq
PmaqPmaq
Pmaq
PmaqPmaq
Todo sentimento
Todo sentimentoTodo sentimento
Todo sentimento
Alinebrauna Brauna
 
Suas os desafios da assistencia social
Suas   os desafios da assistencia socialSuas   os desafios da assistencia social
Suas os desafios da assistencia social
Alinebrauna Brauna
 
Saúde mental
Saúde mentalSaúde mental
Saúde mental
Alinebrauna Brauna
 
O papel do cuidador e seus aspectos psicossociais
O papel do cuidador e seus aspectos psicossociaisO papel do cuidador e seus aspectos psicossociais
O papel do cuidador e seus aspectos psicossociais
Alinebrauna Brauna
 
Mpcda
MpcdaMpcda
Histórico sobre o eca
Histórico sobre o ecaHistórico sobre o eca
Histórico sobre o eca
Alinebrauna Brauna
 
Politica de ad
Politica de adPolitica de ad
Politica de ad
Alinebrauna Brauna
 
Perguntas e-respostas-crack
Perguntas e-respostas-crackPerguntas e-respostas-crack
Perguntas e-respostas-crack
Alinebrauna Brauna
 
Palestra álcool
Palestra álcoolPalestra álcool
Palestra álcool
Alinebrauna Brauna
 
O que é violência sexual
O que é violência sexualO que é violência sexual
O que é violência sexual
Alinebrauna Brauna
 
Manual prevencao suicidio_saude_mental
Manual prevencao suicidio_saude_mentalManual prevencao suicidio_saude_mental
Manual prevencao suicidio_saude_mental
Alinebrauna Brauna
 
Lei maria da penha
Lei maria da penhaLei maria da penha
Lei maria da penha
Alinebrauna Brauna
 

Mais de Alinebrauna Brauna (20)

Pnab
PnabPnab
Pnab
 
Orientacoes coleta analise_dados_antropometricos
Orientacoes coleta analise_dados_antropometricosOrientacoes coleta analise_dados_antropometricos
Orientacoes coleta analise_dados_antropometricos
 
Livro completo senad5
Livro completo senad5Livro completo senad5
Livro completo senad5
 
Radis 131 web
Radis 131 webRadis 131 web
Radis 131 web
 
Copia de radis_129_23maio2013
Copia de radis_129_23maio2013Copia de radis_129_23maio2013
Copia de radis_129_23maio2013
 
O que são conferências 21.05.2012
O que são conferências 21.05.2012O que são conferências 21.05.2012
O que são conferências 21.05.2012
 
Pmaq
PmaqPmaq
Pmaq
 
Pmaq
PmaqPmaq
Pmaq
 
Todo sentimento
Todo sentimentoTodo sentimento
Todo sentimento
 
Suas os desafios da assistencia social
Suas   os desafios da assistencia socialSuas   os desafios da assistencia social
Suas os desafios da assistencia social
 
Saúde mental
Saúde mentalSaúde mental
Saúde mental
 
O papel do cuidador e seus aspectos psicossociais
O papel do cuidador e seus aspectos psicossociaisO papel do cuidador e seus aspectos psicossociais
O papel do cuidador e seus aspectos psicossociais
 
Mpcda
MpcdaMpcda
Mpcda
 
Histórico sobre o eca
Histórico sobre o ecaHistórico sobre o eca
Histórico sobre o eca
 
Politica de ad
Politica de adPolitica de ad
Politica de ad
 
Perguntas e-respostas-crack
Perguntas e-respostas-crackPerguntas e-respostas-crack
Perguntas e-respostas-crack
 
Palestra álcool
Palestra álcoolPalestra álcool
Palestra álcool
 
O que é violência sexual
O que é violência sexualO que é violência sexual
O que é violência sexual
 
Manual prevencao suicidio_saude_mental
Manual prevencao suicidio_saude_mentalManual prevencao suicidio_saude_mental
Manual prevencao suicidio_saude_mental
 
Lei maria da penha
Lei maria da penhaLei maria da penha
Lei maria da penha
 

Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)

  • 1.
  • 2. Sexualidade - A sexualidade, no ser humano, possui um longo desenvolvimento e tem seu início desde o nascimento; - “Sexualidade não é sinônimo de relação sexual. Sexualidade é a energia que motiva a encontrar o amor, o contato e a intimidade e se expressa na forma de sentir, nos movimentos das pessoas, e como estas tocam e são tocadas”;
  • 3. - A sexualidade influencia pensamentos, sentimentos, comportamentos e interações; - Depende da pessoa, das suas características genéticas, das da educação familiar, das interações ambientais, das condições socioculturais, etc; - É na adolescência que se evidenciam os comportamentos socioafetivos e sexuais.
  • 4. Saída da Infância Meninas: Menstruação Emoções despertadas: -Angústia e culpa; - Experiências desejadas e, portanto, motivo de orgulho. Meninos: Primeira ejaculação
  • 5. Características da Sexualidade - Por volta dos 11 – 12 anos, o adolescente está mais voltado para si mesmo, para o seu corpo; - O despertar da masturbação: essa prática proporciona um conhecimento do corpo; - Mitos sobre a masturbação; - A masturbação faz parte do desenvolvimento normal;
  • 6. - Entrar em contato com o corpo modificado é algo que, quase sempre, causa desconforto e estranheza; - Com a intensa excitação, característica da adolescência, sintomas como medos e fobias podem aparecer; - A relação de amizade com os amigos do mesmo sexo é uma forma de proteger-se do contato com o sexo oposto, que é muito desejado, mas muito temido também; - O adolescente pode ter fantasias ou contato com pessoas do mesmo sexo;
  • 7. - Por volta dos 15 anos, o adolescente começa a definir sua inclinação sexual; - A masturbação ainda está presente, mas possui outras características, pois já é acompanhada de fantasias com outras pessoas; - O adolescente volta-se, geralmente, para o amor heterossexual; - São frequentes as paixões platônicas;
  • 8. - A pornografia, o uso de álcool ou drogas pode ser alvo de interesse dos adolescentes; - As relações em grupo podem acontecer em meio a sentimentos de inveja, ódio, competição e traição; - Para alguns adolescentes ocorrem as primeiras relações sexuais: 1. Os meninos tendem a espalhar a notícia; 2. As meninas ‘rendem-se’ a essa situação.
  • 9. - Há um afloramento da criatividade, do otimismo, do desejo de justiça... - No final da adolescência, o jovem está mais independente, não precisa tanto do grupo e está à procura de um(a) parceiro(a), com uma capacidade maior de desenvolver a ternura e o cuidado com o objeto amoroso; - Há uma tendência a ir substituindo a masturbação pela relação sexual com um(a) parceiro(a);
  • 10. - Surgem os primeiros interesses sexuais e o início de relações íntimas (ficar, namorar, transar); - A perda da virgindade ainda é um marco importante para os jovens; -A virgindade pode ser vivenciada com orgulho ou com culpa excessiva, de acordo com a educação e tradição da família;
  • 12. - Idade média da primeira relação sexual: 1. Ocorre entre 15 e 16 anos para os homens; 2. Para as mulheres ocorre aos 17 anos. - O início cada vez mais precoce da atividade sexual pode expor os adolescentes a risco aumentado de infecções por doenças sexualmente transmissíveis, a gravidezes indesejadas e a abusos sexuais; - Há um grande desconhecimento sobre relações sexuais.
  • 13. Sexo na Adolescência - Adolescentes que apresentam vida sexual ativa:  14% dos jovens entre 11 e 14 anos;  44% dos jovens entre 15 e 17;  72% dos jovens acima dos 18 anos.
  • 14. Valores que colocam o adolescente em risco - Valores machistas pregam que o homem "normal" é aquele que tem relações sexuais com o maior número de parceiras; - É falta de virilidade deixar de ter relações sexuais com mulheres que se mostram disponíveis; - A noção de onipotência, típica dos adolescentes, os leva a acreditarem que jamais vão contrair doenças sexuais e que estão imunes a uma gravidez não planejada;
  • 15. - O uso da camisinha muitas vezes está associado à diminuição do prazer, tornando- a alvo de preconceitos e rejeição quanto à utilização; - Mesmo sendo a monogamia a norma mais recomendada socialmente, grande parte dos adolescentes buscam sexuais com vários(as) parceiros(as) ao mesmo tempo; - Há um apelo sexual frequente e precoce, veiculado pela mídia, que expõe os jovens a situações ainda não bem compreendidas por eles.
  • 16. Comunicação entre pais e adolescentes sobre sexualidade Glauco. Doçura. Out./1987. p. 80.
  • 17. Há um grande déficit na Educação Sexual...
  • 18.
  • 19. “Falar de sexualidade, Não se reduz a falar de sexo. É falar de emoções, De sensações, De sentimentos, De amor!”