SlideShare uma empresa Scribd logo
APRENDA A PRECIFICAR O SEU
PRODUTO OU SERVIÇO
2
CONCEITOS INICIAIS SOBRE PREÇO
Preço de Venda
100
60
40
Margem de
Contribuição
Custos Diretos
• Preço de Venda = 100
(-) Custos Diretos = 60
---------------------------------------
• Margem de Contribuição = 40
3
CONCEITOS INICIAIS SOBRE PREÇO
Custos Fixos
600
60
40
Margem de
Contribuição
• Custos Fixos = 600
(/) Margem de Cont. = 40
---------------------------------------
• Ponto de Equilíbrio = 15
O QUE PROCURAMOS EM UM BOM PREÇO DE VENDA?
4
Que nos dê margem de contribuição1
2
3
Que garanta pelo menos o ponto de equilíbrio
Que clientes estejam interessados em pagar
5
ANÁLISE DE
CONCORRENTES
LEVANTAMENTO
DE CUSTOS
POSICIONAMENTO/
VALOR
ESTRUTURA IDEAL
6
PREÇO DE VENDA E
CULTURA DE TESTES
ANÁLISE DE
CONCORRENTES
LEVANTAMENTO
DE CUSTOS
POSICIONAMENTO/
VALOR
O QUE VAMOS VER:
7
CUSTOS VARIÁVEIS
8
CUSTOS FIXOS
9
MÍNIMO PREÇO DE VENDA - HAMBÚRGUER
• Custo variável = R$4
• Projeção de venda = 1000
• Custo fixo = R$24.000
---------------------------------------
• Mínimo preço de venda = R$28
• 24.000/1000 + 4 = R$28
10
APRENDIZADO #1
O primeiro e indispensável fato para
qualquer precificação é o
levantamento de custos. Descubra o
seu preço mínimo de venda para
evitar prejuízos.
11
O QUE VAMOS VER:
PREÇO DE VENDA E
CULTURA DE TESTES
ANÁLISE DE
CONCORRENTES
LEVANTAMENTO
DE CUSTOS
POSICIONAMENTO/
VALOR
12
ANÁLISE DE CONCORRENTES
COMPARE SEU VALOR COM O DE CONCORRENTES:
13
Preço acima do praticado pelo mercado (corte de custos de produção ou redução da
margem de contribuição)
Preço similar ao praticado pelo mercado (cuidado para não ter um aumento de custos e
ficar com um preço pouco competitivo)
Preço abaixo do praticado pelo mercado (pode aumentar o preço de venda ou trabalhar
com maior volume de vendas)
1
2
3
14
APRENDIZADO #2
Analisar o preço médio do mercado
só será decisivo se você seu negócio
for similar a outros. Por isso, procure
por um diferencial.
15
O QUE VAMOS VER:
PREÇO DE VENDA E
CULTURA DE TESTES
ANÁLISE DE
CONCORRENTES
LEVANTAMENTO
DE CUSTOS
POSICIONAMENTO/
VALOR
16
CURVA DE VALOR
17
18
19
FORMAS DE PRECIFICAÇÃO PODEM SER O SEU DIFERENCIAL
Por Variável Por Valor OutrosDinâmica
20
FORMAS DE PRECIFICAÇÃO PODEM SER O SEU DIFERENCIAL
Dinâmica
Preço é determinado de
acordo com regras (ex.
demanda e estoque)
Por Variável Por Valor Outros
21
Na Feira
22
Dinâmica – wall street bar
Para Ecommerce –
Precifica, Sieve, etc.
23
Dinâmica – wall street bar
Wall Street Bar
24
FORMAS DE PRECIFICAÇÃO PODEM SER O SEU DIFERENCIAL
Por Variável
Identifica-se o benefício
que o cliente valoriza e
transforma ele em uma
variável
Dinâmica Por Valor Outros
25
Variável – Priorité comunicação
Google Adwords
26
Variável – Priorité comunicação
Assessoria de
Imprensa
27
Variável – Priorité comunicação
Assessoria de
Imprensa
Dropbox e outros
SaaS
28
FORMAS DE PRECIFICAÇÃO PODEM SER O SEU DIFERENCIAL
Dinâmica
Por Valor
Preço é determinado
baseado no valor gerado
ou percebido pelo cliente
Por Variável Outros
29
PC VS MAC
COMPARAÇÃO:
30
CANTÃO VS LOUIS VUITTON
COMPARAÇÃO:
Por Valor
31
FORMAS DE PRECIFICAÇÃO PODEM SER O SEU DIFERENCIAL
Dinâmica
Outros
Por custo ou
colaborativa
Por Variável
32
Por custo – Comércio
e revendedores
33
Colaborativa –
People’s Supermarket
34
APRENDIZADO #3
No final do dia, será o seu
posicionamento, o valor visto pelo seu
público alvo e a sua forma de
precificar que vão dar o seu preço
final!
35
O QUE VAMOS VER:
PREÇO DE VENDA E
CULTURA DE TESTES
ANÁLISE DE
CONCORRENTES
LEVANTAMENTO
DE CUSTOS
POSICIONAMENTO/
VALOR
36
E SE O CLIENTE NÃO QUER OU NÃO PODE PAGAR?
37
Lançamentos: Novos produtos são boas
oportunidades para testar a
flexibilidade de preço do seu serviço!
Descontos: Em alguns casos, descontos são
práticas do seu mercado ou podem lhe dar
uma noção do preço que o cliente está
disposto a pagarPontos Diferentes: Com públicos diferentes, é
normal praticar preços diferentes. Veja
se isso se encaixa com seu negócio.
Forma de Pagamento: As formas de pagamento
como boleto, cartão e parcelamentos
podem influenciar muito na percepção do
seu preço!.
1
2
3
4
MELHORES PRÁTICAS
38
APRENDIZADO #4
O preço de uma oferta não é algo
imutável. A empresa deve estar
sempre buscando maneiras de
agregar mais!
39
PLANILHA DE FORMAÇÃO DE PREÇOS
“Planilha perfeita. Completa e que te mostra o cenário completo na sua formação de preços” – Luis
Guilherme Ferraresi
“Excelente ferramenta para não errar na formação de preços. Estou muito
satisfeita! – Ana Schuler
DEPOIMENTOS
• +1000 clientes já descobriram como precificar seus produtos e
serviços
• Temos versões para serviços, produtos, mensalidades, projetos,
para o varejo, indústria, etc.
40
OBRIGADO!
FICOU COM DÚVIDAS OU
QUER BATER UM PAPO?
• Site – luz.vc
• Blog – blog.luz.vc
• Contato – contato@luz.vc

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Marketing de Relacionamento
Marketing de RelacionamentoMarketing de Relacionamento
Marketing de Relacionamento
Milton Henrique do Couto Neto
 
Ferramentas de Gestão
Ferramentas de GestãoFerramentas de Gestão
Ferramentas de Gestão
Jean Israel B. Feijó
 
Marketing x vendas
Marketing x vendasMarketing x vendas
Marketing x vendas
ESPM
 
Aula 1 - Introdução ao marketing
Aula 1 - Introdução ao marketingAula 1 - Introdução ao marketing
Aula 1 - Introdução ao marketing
Kesia Rozzett Oliveira
 
Visão Sistêmica
Visão SistêmicaVisão Sistêmica
Visão Sistêmica
Ynner Treinamentos
 
Mix Marketing - 4Ps
Mix Marketing - 4PsMix Marketing - 4Ps
Mix Marketing - 4Ps
Nyedson Barbosa
 
Tecnicas de Vendas
Tecnicas de VendasTecnicas de Vendas
Tecnicas de Vendas
Simone Chiaretto
 
Plano de Negócios - Slides facilitadores
Plano de Negócios - Slides facilitadoresPlano de Negócios - Slides facilitadores
Plano de Negócios - Slides facilitadores
Letícia Vilela de Aquino
 
Operação em supermercados
Operação em supermercadosOperação em supermercados
Operação em supermercados
Bruno Crescente
 
Segmentação de Mercado
Segmentação de MercadoSegmentação de Mercado
Segmentação de Mercado
Milton Henrique do Couto Neto
 
Aula 2 - Tarefas e ambiente de marketing
Aula 2 - Tarefas e ambiente de marketingAula 2 - Tarefas e ambiente de marketing
Aula 2 - Tarefas e ambiente de marketing
Kesia Rozzett Oliveira
 
Análise de Mercado
Análise de MercadoAnálise de Mercado
Análise de Mercado
Renato Melo
 
Marketing Pessoal
Marketing PessoalMarketing Pessoal
Marketing Pessoal
Michel Moreira
 
Marketing - Definições e Tipos
Marketing - Definições e TiposMarketing - Definições e Tipos
Marketing - Definições e Tipos
André Zambon
 
Apresentação Merchandising
Apresentação MerchandisingApresentação Merchandising
Apresentação Merchandising
Adriano Valadão
 
Fluxo de caixa
Fluxo de caixaFluxo de caixa
Fluxo de caixa
alunocontabil
 
Introdução à Precificação de Produtos e Serviços
Introdução à Precificação de Produtos e ServiçosIntrodução à Precificação de Produtos e Serviços
Introdução à Precificação de Produtos e Serviços
Marcos Barros
 
Planejamento de vendas
Planejamento de vendasPlanejamento de vendas
Fundamentos de marketing aula 1
Fundamentos de marketing aula 1Fundamentos de marketing aula 1
Fundamentos de marketing aula 1
Enrico Trevisan
 
Aula 1 - Marketing pessoal
Aula 1 - Marketing pessoalAula 1 - Marketing pessoal
Aula 1 - Marketing pessoal
Professor Cristiano Barreto
 

Mais procurados (20)

Marketing de Relacionamento
Marketing de RelacionamentoMarketing de Relacionamento
Marketing de Relacionamento
 
Ferramentas de Gestão
Ferramentas de GestãoFerramentas de Gestão
Ferramentas de Gestão
 
Marketing x vendas
Marketing x vendasMarketing x vendas
Marketing x vendas
 
Aula 1 - Introdução ao marketing
Aula 1 - Introdução ao marketingAula 1 - Introdução ao marketing
Aula 1 - Introdução ao marketing
 
Visão Sistêmica
Visão SistêmicaVisão Sistêmica
Visão Sistêmica
 
Mix Marketing - 4Ps
Mix Marketing - 4PsMix Marketing - 4Ps
Mix Marketing - 4Ps
 
Tecnicas de Vendas
Tecnicas de VendasTecnicas de Vendas
Tecnicas de Vendas
 
Plano de Negócios - Slides facilitadores
Plano de Negócios - Slides facilitadoresPlano de Negócios - Slides facilitadores
Plano de Negócios - Slides facilitadores
 
Operação em supermercados
Operação em supermercadosOperação em supermercados
Operação em supermercados
 
Segmentação de Mercado
Segmentação de MercadoSegmentação de Mercado
Segmentação de Mercado
 
Aula 2 - Tarefas e ambiente de marketing
Aula 2 - Tarefas e ambiente de marketingAula 2 - Tarefas e ambiente de marketing
Aula 2 - Tarefas e ambiente de marketing
 
Análise de Mercado
Análise de MercadoAnálise de Mercado
Análise de Mercado
 
Marketing Pessoal
Marketing PessoalMarketing Pessoal
Marketing Pessoal
 
Marketing - Definições e Tipos
Marketing - Definições e TiposMarketing - Definições e Tipos
Marketing - Definições e Tipos
 
Apresentação Merchandising
Apresentação MerchandisingApresentação Merchandising
Apresentação Merchandising
 
Fluxo de caixa
Fluxo de caixaFluxo de caixa
Fluxo de caixa
 
Introdução à Precificação de Produtos e Serviços
Introdução à Precificação de Produtos e ServiçosIntrodução à Precificação de Produtos e Serviços
Introdução à Precificação de Produtos e Serviços
 
Planejamento de vendas
Planejamento de vendasPlanejamento de vendas
Planejamento de vendas
 
Fundamentos de marketing aula 1
Fundamentos de marketing aula 1Fundamentos de marketing aula 1
Fundamentos de marketing aula 1
 
Aula 1 - Marketing pessoal
Aula 1 - Marketing pessoalAula 1 - Marketing pessoal
Aula 1 - Marketing pessoal
 

Semelhante a Aprenda a precificar seu produto ou serviço

Conferência E-Commerce Brasil RIO 2016 - Como precificar para vender melhor, ...
Conferência E-Commerce Brasil RIO 2016 - Como precificar para vender melhor, ...Conferência E-Commerce Brasil RIO 2016 - Como precificar para vender melhor, ...
Conferência E-Commerce Brasil RIO 2016 - Como precificar para vender melhor, ...
E-Commerce Brasil
 
Como precificar para vender mais e melhor, na loja própria e nos marketplaces.
Como precificar para vender mais e melhor, na loja própria e nos marketplaces.Como precificar para vender mais e melhor, na loja própria e nos marketplaces.
Como precificar para vender mais e melhor, na loja própria e nos marketplaces.
Precifica
 
Formação de preço no brasil supermercados
Formação de preço no brasil   supermercadosFormação de preço no brasil   supermercados
Formação de preço no brasil supermercados
Joel Almeida
 
Marketing de Relacionamento
Marketing de RelacionamentoMarketing de Relacionamento
Marketing de Relacionamento
Edmilson Palermo Soares
 
As 8 chaves do e-commerce
As 8 chaves do e-commerceAs 8 chaves do e-commerce
As 8 chaves do e-commerce
Bate Papo sobre Ecommerce
 
Gestão e Desenvolvimento de Produto - Formação de preços
Gestão e Desenvolvimento de Produto - Formação de preçosGestão e Desenvolvimento de Produto - Formação de preços
Gestão e Desenvolvimento de Produto - Formação de preços
Professor Sérgio Duarte
 
Fundamentos da Técnica Business Model Generation
Fundamentos da Técnica Business Model GenerationFundamentos da Técnica Business Model Generation
Fundamentos da Técnica Business Model Generation
auspin
 
Palestra Sincopeças - Setembro/2013
Palestra Sincopeças - Setembro/2013Palestra Sincopeças - Setembro/2013
Palestra Sincopeças - Setembro/2013
Sincopecas
 
P de Preço
P de PreçoP de Preço
Planejamento de marketing: métricas
Planejamento de marketing: métricasPlanejamento de marketing: métricas
Planejamento de marketing: métricas
Beatriz Costa
 
Planejamento estratégico para escritórios de contabilidade
Planejamento estratégico para escritórios de contabilidadePlanejamento estratégico para escritórios de contabilidade
Planejamento estratégico para escritórios de contabilidade
Roberto Dias Duarte
 
Aula01. O processo de precificação.ppt
Aula01. O processo de precificação.pptAula01. O processo de precificação.ppt
Aula01. O processo de precificação.ppt
ssuser932c20
 
Canvas aula 02
Canvas aula 02Canvas aula 02
Canvas aula 02
NJS Consultoria
 
Como Formar o Preço de Vendas de Um Produto
Como Formar o Preço de Vendas de Um ProdutoComo Formar o Preço de Vendas de Um Produto
Como Formar o Preço de Vendas de Um Produto
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
Formação de preços e vendas
Formação de preços e vendasFormação de preços e vendas
CapU NABU-504.63 - Business Model Canvas Introduction
CapU NABU-504.63 - Business Model Canvas IntroductionCapU NABU-504.63 - Business Model Canvas Introduction
CapU NABU-504.63 - Business Model Canvas Introduction
Fabio Lima
 
Estratégias de Precificação - Workshop Instituto Real
Estratégias de Precificação - Workshop Instituto RealEstratégias de Precificação - Workshop Instituto Real
Estratégias de Precificação - Workshop Instituto Real
ir2100
 
Modelo de Negocio Canvas_2015.pptx
Modelo de Negocio Canvas_2015.pptxModelo de Negocio Canvas_2015.pptx
Modelo de Negocio Canvas_2015.pptx
JOSELITOFELIXBARBOSA
 
Business Model Canvas - Os Blocos da Estrutura do Canvas
Business Model Canvas - Os Blocos da Estrutura do CanvasBusiness Model Canvas - Os Blocos da Estrutura do Canvas
Business Model Canvas - Os Blocos da Estrutura do Canvas
Excelência em Gestão Ltda.
 
Palestra De Revenue Management Hotel
Palestra De Revenue Management   HotelPalestra De Revenue Management   Hotel
Palestra De Revenue Management Hotel
Valini & Associates
 

Semelhante a Aprenda a precificar seu produto ou serviço (20)

Conferência E-Commerce Brasil RIO 2016 - Como precificar para vender melhor, ...
Conferência E-Commerce Brasil RIO 2016 - Como precificar para vender melhor, ...Conferência E-Commerce Brasil RIO 2016 - Como precificar para vender melhor, ...
Conferência E-Commerce Brasil RIO 2016 - Como precificar para vender melhor, ...
 
Como precificar para vender mais e melhor, na loja própria e nos marketplaces.
Como precificar para vender mais e melhor, na loja própria e nos marketplaces.Como precificar para vender mais e melhor, na loja própria e nos marketplaces.
Como precificar para vender mais e melhor, na loja própria e nos marketplaces.
 
Formação de preço no brasil supermercados
Formação de preço no brasil   supermercadosFormação de preço no brasil   supermercados
Formação de preço no brasil supermercados
 
Marketing de Relacionamento
Marketing de RelacionamentoMarketing de Relacionamento
Marketing de Relacionamento
 
As 8 chaves do e-commerce
As 8 chaves do e-commerceAs 8 chaves do e-commerce
As 8 chaves do e-commerce
 
Gestão e Desenvolvimento de Produto - Formação de preços
Gestão e Desenvolvimento de Produto - Formação de preçosGestão e Desenvolvimento de Produto - Formação de preços
Gestão e Desenvolvimento de Produto - Formação de preços
 
Fundamentos da Técnica Business Model Generation
Fundamentos da Técnica Business Model GenerationFundamentos da Técnica Business Model Generation
Fundamentos da Técnica Business Model Generation
 
Palestra Sincopeças - Setembro/2013
Palestra Sincopeças - Setembro/2013Palestra Sincopeças - Setembro/2013
Palestra Sincopeças - Setembro/2013
 
P de Preço
P de PreçoP de Preço
P de Preço
 
Planejamento de marketing: métricas
Planejamento de marketing: métricasPlanejamento de marketing: métricas
Planejamento de marketing: métricas
 
Planejamento estratégico para escritórios de contabilidade
Planejamento estratégico para escritórios de contabilidadePlanejamento estratégico para escritórios de contabilidade
Planejamento estratégico para escritórios de contabilidade
 
Aula01. O processo de precificação.ppt
Aula01. O processo de precificação.pptAula01. O processo de precificação.ppt
Aula01. O processo de precificação.ppt
 
Canvas aula 02
Canvas aula 02Canvas aula 02
Canvas aula 02
 
Como Formar o Preço de Vendas de Um Produto
Como Formar o Preço de Vendas de Um ProdutoComo Formar o Preço de Vendas de Um Produto
Como Formar o Preço de Vendas de Um Produto
 
Formação de preços e vendas
Formação de preços e vendasFormação de preços e vendas
Formação de preços e vendas
 
CapU NABU-504.63 - Business Model Canvas Introduction
CapU NABU-504.63 - Business Model Canvas IntroductionCapU NABU-504.63 - Business Model Canvas Introduction
CapU NABU-504.63 - Business Model Canvas Introduction
 
Estratégias de Precificação - Workshop Instituto Real
Estratégias de Precificação - Workshop Instituto RealEstratégias de Precificação - Workshop Instituto Real
Estratégias de Precificação - Workshop Instituto Real
 
Modelo de Negocio Canvas_2015.pptx
Modelo de Negocio Canvas_2015.pptxModelo de Negocio Canvas_2015.pptx
Modelo de Negocio Canvas_2015.pptx
 
Business Model Canvas - Os Blocos da Estrutura do Canvas
Business Model Canvas - Os Blocos da Estrutura do CanvasBusiness Model Canvas - Os Blocos da Estrutura do Canvas
Business Model Canvas - Os Blocos da Estrutura do Canvas
 
Palestra De Revenue Management Hotel
Palestra De Revenue Management   HotelPalestra De Revenue Management   Hotel
Palestra De Revenue Management Hotel
 

Último

Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Paulo Emerson Pereira
 
Introduction to EFFECTUATION concepts and applications
Introduction to EFFECTUATION concepts and applicationsIntroduction to EFFECTUATION concepts and applications
Introduction to EFFECTUATION concepts and applications
João de Paula Ribeiro Neto
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
Paulo Emerson Pereira
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
rihabkorbi24
 
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxFoi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
lindalva da cruz
 
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
InsttLcioEvangelista
 

Último (6)

Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
 
Introduction to EFFECTUATION concepts and applications
Introduction to EFFECTUATION concepts and applicationsIntroduction to EFFECTUATION concepts and applications
Introduction to EFFECTUATION concepts and applications
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
 
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxFoi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
 
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
 

Aprenda a precificar seu produto ou serviço

  • 1. APRENDA A PRECIFICAR O SEU PRODUTO OU SERVIÇO
  • 2. 2 CONCEITOS INICIAIS SOBRE PREÇO Preço de Venda 100 60 40 Margem de Contribuição Custos Diretos • Preço de Venda = 100 (-) Custos Diretos = 60 --------------------------------------- • Margem de Contribuição = 40
  • 3. 3 CONCEITOS INICIAIS SOBRE PREÇO Custos Fixos 600 60 40 Margem de Contribuição • Custos Fixos = 600 (/) Margem de Cont. = 40 --------------------------------------- • Ponto de Equilíbrio = 15
  • 4. O QUE PROCURAMOS EM UM BOM PREÇO DE VENDA? 4 Que nos dê margem de contribuição1 2 3 Que garanta pelo menos o ponto de equilíbrio Que clientes estejam interessados em pagar
  • 6. 6 PREÇO DE VENDA E CULTURA DE TESTES ANÁLISE DE CONCORRENTES LEVANTAMENTO DE CUSTOS POSICIONAMENTO/ VALOR O QUE VAMOS VER:
  • 9. 9 MÍNIMO PREÇO DE VENDA - HAMBÚRGUER • Custo variável = R$4 • Projeção de venda = 1000 • Custo fixo = R$24.000 --------------------------------------- • Mínimo preço de venda = R$28 • 24.000/1000 + 4 = R$28
  • 10. 10 APRENDIZADO #1 O primeiro e indispensável fato para qualquer precificação é o levantamento de custos. Descubra o seu preço mínimo de venda para evitar prejuízos.
  • 11. 11 O QUE VAMOS VER: PREÇO DE VENDA E CULTURA DE TESTES ANÁLISE DE CONCORRENTES LEVANTAMENTO DE CUSTOS POSICIONAMENTO/ VALOR
  • 13. COMPARE SEU VALOR COM O DE CONCORRENTES: 13 Preço acima do praticado pelo mercado (corte de custos de produção ou redução da margem de contribuição) Preço similar ao praticado pelo mercado (cuidado para não ter um aumento de custos e ficar com um preço pouco competitivo) Preço abaixo do praticado pelo mercado (pode aumentar o preço de venda ou trabalhar com maior volume de vendas) 1 2 3
  • 14. 14 APRENDIZADO #2 Analisar o preço médio do mercado só será decisivo se você seu negócio for similar a outros. Por isso, procure por um diferencial.
  • 15. 15 O QUE VAMOS VER: PREÇO DE VENDA E CULTURA DE TESTES ANÁLISE DE CONCORRENTES LEVANTAMENTO DE CUSTOS POSICIONAMENTO/ VALOR
  • 17. 17
  • 18. 18
  • 19. 19 FORMAS DE PRECIFICAÇÃO PODEM SER O SEU DIFERENCIAL Por Variável Por Valor OutrosDinâmica
  • 20. 20 FORMAS DE PRECIFICAÇÃO PODEM SER O SEU DIFERENCIAL Dinâmica Preço é determinado de acordo com regras (ex. demanda e estoque) Por Variável Por Valor Outros
  • 22. 22 Dinâmica – wall street bar Para Ecommerce – Precifica, Sieve, etc.
  • 23. 23 Dinâmica – wall street bar Wall Street Bar
  • 24. 24 FORMAS DE PRECIFICAÇÃO PODEM SER O SEU DIFERENCIAL Por Variável Identifica-se o benefício que o cliente valoriza e transforma ele em uma variável Dinâmica Por Valor Outros
  • 25. 25 Variável – Priorité comunicação Google Adwords
  • 26. 26 Variável – Priorité comunicação Assessoria de Imprensa
  • 27. 27 Variável – Priorité comunicação Assessoria de Imprensa Dropbox e outros SaaS
  • 28. 28 FORMAS DE PRECIFICAÇÃO PODEM SER O SEU DIFERENCIAL Dinâmica Por Valor Preço é determinado baseado no valor gerado ou percebido pelo cliente Por Variável Outros
  • 30. 30 CANTÃO VS LOUIS VUITTON COMPARAÇÃO:
  • 31. Por Valor 31 FORMAS DE PRECIFICAÇÃO PODEM SER O SEU DIFERENCIAL Dinâmica Outros Por custo ou colaborativa Por Variável
  • 32. 32 Por custo – Comércio e revendedores
  • 34. 34 APRENDIZADO #3 No final do dia, será o seu posicionamento, o valor visto pelo seu público alvo e a sua forma de precificar que vão dar o seu preço final!
  • 35. 35 O QUE VAMOS VER: PREÇO DE VENDA E CULTURA DE TESTES ANÁLISE DE CONCORRENTES LEVANTAMENTO DE CUSTOS POSICIONAMENTO/ VALOR
  • 36. 36 E SE O CLIENTE NÃO QUER OU NÃO PODE PAGAR?
  • 37. 37 Lançamentos: Novos produtos são boas oportunidades para testar a flexibilidade de preço do seu serviço! Descontos: Em alguns casos, descontos são práticas do seu mercado ou podem lhe dar uma noção do preço que o cliente está disposto a pagarPontos Diferentes: Com públicos diferentes, é normal praticar preços diferentes. Veja se isso se encaixa com seu negócio. Forma de Pagamento: As formas de pagamento como boleto, cartão e parcelamentos podem influenciar muito na percepção do seu preço!. 1 2 3 4 MELHORES PRÁTICAS
  • 38. 38 APRENDIZADO #4 O preço de uma oferta não é algo imutável. A empresa deve estar sempre buscando maneiras de agregar mais!
  • 39. 39 PLANILHA DE FORMAÇÃO DE PREÇOS “Planilha perfeita. Completa e que te mostra o cenário completo na sua formação de preços” – Luis Guilherme Ferraresi “Excelente ferramenta para não errar na formação de preços. Estou muito satisfeita! – Ana Schuler DEPOIMENTOS • +1000 clientes já descobriram como precificar seus produtos e serviços • Temos versões para serviços, produtos, mensalidades, projetos, para o varejo, indústria, etc.
  • 40. 40 OBRIGADO! FICOU COM DÚVIDAS OU QUER BATER UM PAPO? • Site – luz.vc • Blog – blog.luz.vc • Contato – contato@luz.vc