SlideShare uma empresa Scribd logo
AGENTES ANTIDEPRESSIVOS

1. INTRODUÇÃO
        São fármacos que diminuem a intensidade dos sintomas,
   reduzem a tendência ao suicídio, aceleram a velocidade de
   normalização e promovem o bem estar mental.


                  DEPRESSÃO

      ENDÓGENA                 REATIVA
2. MECANISMO DE AÇÃO
         Não se conhece o mecanismo de ação exato dos agentes
   antidepressivos. A demora do início da atividade clínica destes
   fármacos levou à hipótese atual de que os efeitos farmacológicos e
   clínicos produzidos pela administração destes agentes por tempo
   prolongado resultam de alteração gradual, ou mudanças “adaptativas”
   de receptores adrenérgicos, dopaminérgicos e seratoninérgicos
   centrais selecionados, tais como diminuição do número destes auto-
   receptores, em conseqüência de sua sub-sensibilidade causada pela
   maioria dos antidepressivos. Essa alteração conduz ao aumento nos
   níveis daquelas aminas no SNC e, portanto, à reversão da depressão.

3. CLASSIFICAÇÃO
   Compostos tricíclicos
   Inibidores da MAO
   Sais de lítio
   Diversos
A.COMPOSTOS TRICÍCLICOS
   São     quimicamente      semelhantes    aos   agentes antipsicóticos
   fenotiazínicos. Como    ocorre também naqueles fármacos, a atividade
   antidepressiva está     relacionada com a estrutura, dependendo do
   núcleo tricíclico, da   cadeia lateral e da natureza do grupo amínico
   básico.

   Diferenças entre os psicóticos fenotiazínicos e os antidepressivos
   tricíclicos:

(1) O anel central é geralmente constituído de sete ou oito átomos, o
    que lhe confere configuração ainda mais angulosa que a encontrada nos
    antipsicóticos fenotiazínicos. ;
(2) A cadeia lateral é de três e, às vezes, de dois átomos de carbono;
(3) O grupo amínico é geralmente secundário, e não exclusivamente
    terciário como nos antipsicóticos.
Os compostos tricíclicos são os mais usados para o tratamento de
pacientes deprimidos.
O tratamento inicial é de 4 a 8 semanas, período necessário para o
paciente tornar-se quase livre dos sintomas
Para evitar a síndrome de abstinência, a interrupção do tratamento
deve ser gradual.

INDICAÇÕES
    - Tratamento de depressão mental;
    - Tratamento dos distúrbios do pânico;
    - Tratamento de bulemia nervosa;
    - Profilaxia de cefaleia.

PRECAUÇÕES
      - Mascaram a mania;
      - Atenção especial em pacientes que manifestam tendências
suicidas;
- Pacientes cardíacos;
     - Redução gradual da dose.

EFEITOS ADVERSOS
     Os mais comuns são: secura da boca, constipação, rubor, visão
embaçada, taquicardia e hipotensão.

PRINCIPAIS REPRESENTANTES

AMINEPTINA




                   HN
                                      COOH
Atua essencialmente sobre os receptores dopaminérgicos, sem
   provocar efeitos noradrenérgicos ou serotoninérgicos.

- Produto Comercial: Survector

   AMITRIPTILINA




                             N
                             CH(CH2)2N(CH3)2



Manifesta acentuados efeitos antimuscarínicos e sedativos.
- Produto Comercial: Tryptanol; Amytril, Protanol
CLOMIPRAMINA
         Seus efeitos antimuscarínicos e sedativos relativos são
    moderados.
-   Produto Comercial: Anafranil


    IMIPRAMINA




                               N
                                           H
                                (CH2)3N(CH3)2
Seus efeitos antimuscarínicos e sedativos relativos são
    moderados.
-   Produto Comercial: Depramina, Tofranil


    NORTRIPTILINA




                               N
                               CH(CH2)NHCH3
Seus efeitos antimuscarínicos e sedativos são suaves. Podem
    causar tonturas.
-   Produto Comercial: Pamelor

B. INIBIDORES DA MAO
         Apresentam a propriedade de impedir a desaminação oxidativa
    das aminas biógenas, tais como dopamina, serotonina, norepinefrina,
    epinefrina entre outras. Esses representantes se unem
    reversivelmente a MAO.


    PRINCIPAIS REPRESENTANTES


    MOCLOBEMIDA


                                                  Cl
                              N       N
                                      H

                                          O
Atua diminuindo o metabolismo da noreprinefrina e seratonina.
- Indicações:
         - Tratamento de síndromes depressivas;
- Efeitos Adversos:
         - Distúrbios do sono, vertigens, náuseas, cefaléia, agitação;
         - Tremor, frio, sonolência, rubor, cansaço dos membros
   inferiores;
         - Estados confusionais.
   - Produto Comercial: Aurorix

* TRANILCIPROMINA


                                       NH2
- Indicações:
        - Tratamento de depressão atípica;
        - Útil em distúrbios do pânico e fobias;
- Efeitos Adversos:
        -    Sonolência, secura da boca, hipotensão, visão
   obscurecida e constipação.
- Interações:
        - Hipoglicemiantes
        - Álcool, anti-hipertensivo
        - Alimentos ou bebidas contendo tiramina
        - Cafeína
- Produto Comercial: Parnate, Stelapar
C. SAIS DE LÍTIO
         Seu mecanismo de ação não esta completamente elucidado. As
   principais ipoteses incluem: (1) seus efeitos sobre eletrólitos e
   sobre o transporte de íons; (2) seus efeitos sobre
   neurotransmissores e sua liberação; (3) seus efeitos sobre as
   enzimas que mediam a ação dos transmissores.
         Deve ser administrado sobre forte vigilância média.

   PRINCIPAL REPRESENTANTE

   CARBONATO DE LÍTIO
- Indicações:
         - Tratamento de mania aguda e episódios hipomaníacos;
         - Profilaxia de distúrbio bipolar.
         - Auxiliar no tratamento de depressão unipolar.

- Efeitos Adversos:
         - Naúsea, diarréia, mal-estar e ligeiro tremor das mãos são os
   mais comuns.

- Produto Comercial: Carbolitium, Carbolim e Litiocar
D. ANTIDEPRESSIVOS DIVERSOS
        Esta classe é constituída por compostos de estrutura variada.
   São considerados de segunda geração. As precauções ao tomar, as
   interações medicamentosas e o tratamento de superdoses são
   essencialmente àquelas dos tricíclicos.


   PRINCIPAIS REPRESENTANTES

   FLUOXETINA
    Sua ação antidepressiva está relacionada com a inibição da captação
    neuronal da seratonina pelo sistema nervoso central. Exerce
    também efeito anoréxico. Usado na forma de cloridrato.
 - Indicações:
         - Tratamento de depressão maior;
         - Tratamento de distúrbio obcessivo-compulsivo;
         - Tratamento de bulemia nervosa.
- Produto Comercial: Daforin, Eufor, Prozac, Psiquial, Deprax, Fluxene,
    Nortec, Prozen, Verotina.
CITALOPRAM
        Sua ação antidepressiva deve-se à inibição potente e
   seletiva da recaptação de seratonina pelo sistema nervoso
   central.
- Produto Comercial: Cipramil


   FLUVOXAMINA
        É um inibidor seletivo da recaptação de seratonina pelo
   sistema nervoso central.
- Produto Comercial: Luvox


   MAPROTILINA
        Atua por bloqueio da captação            neuronal   da
   norepinefrina, mais do que de seratonina.
- Produto Comercial: Ludiomil
MIANSERINA
        Atua bloqueando seletivamente os receptores alfa-
   adrenérgicos pré-sinapticos.
- Produto Comercial: Tolvon



   MILNACIPRANA
        É potente inibidor da recaptação pré-sinaptica de
   seratonina e norepinefrina.
- Produto Comercial: Ixel



  MIRTAZAPINA
  - Produto Comercial: Remeron
NEFAZODONA
        Atua como inibidor seletivo da recaptação de seratonina
- Produto Comercial: Serzone



   PAROXETINA
         Sua ação antidepressiva se deve à inibição seletiva da
    recaptura da seratonina pelos neurônios, aumentando assim a
    concentração desta amina nestes locais.
 - Indicações:
         - Tratamento de depressão;
- Precauções:
         - Evitar o uso de bebidas alcoólicas e atividades que requerem
    concentração;
- Efeitos Adversos:
         - Sonolência, cefaléia, sudorese, insônia, disfunção sexual;
         Vertigem, tremor, naúsea, secura da boca, constipação.
- Produto Comercial: Aropax
REBOXETINA
          Atua como inibidor da recaptação de norepinefrina.
- Produto Comercial: Prolift

    SERTRALINA
          Atua como inibidor potente e seletivo da recapturação da seratonina .
- Produto Comercial: Zoloft, Novativ, Sercerin, Tolrest

    TACRINA
          Atua sobre o sistema colinérgico.
- Produto Comercial: Cognex e Tacrinal

   TIANEPTINA
   - Produto Comercial: Stablon

   TRAZODONA
   - Produto Comercial: Donaren
VENLAFAXINA
          Seu mecanismo de ação difere dos triciclicos ou dos recaptadores de
    seratonina. Atua potencializando a neurotransmissão do SNC. Possui
    atividade inibitória de recaptaçào da seratonina e da norepinefrina e quase
    nenhuma sobre a dopamina.
- Produto Comercial: Efexor e Venlift

    DULOXETINA
          Atua como inibidor seletivo da recapturação de seratonina
    enorepinefrina. Não inibe a MAO. É mais potente que a fluoxetina. Usado
    como antidepressivo e no controle da incontinência urinária, pois aumneta a
    atividade do musculo esfincter da uretra.
- Produto Comercial: Cymbalta

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

analgesicos
analgesicosanalgesicos
analgesicos
josi uchoa
 
Anti-hipertensivos
Anti-hipertensivosAnti-hipertensivos
Anti-hipertensivos
resenfe2013
 
Farmacologia da depressão + anticonvulsivantes.
Farmacologia da depressão + anticonvulsivantes.Farmacologia da depressão + anticonvulsivantes.
Farmacologia da depressão + anticonvulsivantes.
MAIQUELE SANTANA
 
Medicamentos que atuam no sistema digestório
Medicamentos que atuam no sistema digestórioMedicamentos que atuam no sistema digestório
Medicamentos que atuam no sistema digestório
Leonardo Souza
 
Analgésicos Opióides e Anticonvulsionantes
Analgésicos Opióides e AnticonvulsionantesAnalgésicos Opióides e Anticonvulsionantes
Analgésicos Opióides e Anticonvulsionantes
Safia Naser
 
Aula - Básica - Adsorção & Distribuição
Aula - Básica - Adsorção & DistribuiçãoAula - Básica - Adsorção & Distribuição
Aula - Básica - Adsorção & Distribuição
Mauro Cunha Xavier Pinto
 
Ansioliticos
AnsioliticosAnsioliticos
Ansioliticos
Safia Naser
 
Analgésicos
AnalgésicosAnalgésicos
Analgésicos
Safia Naser
 
Antipsicóticos
AntipsicóticosAntipsicóticos
Antipsicóticos
Safia Naser
 
Ansiolitico, hipnotico e sedativos
Ansiolitico, hipnotico e sedativosAnsiolitico, hipnotico e sedativos
Ansiolitico, hipnotico e sedativos
Magda de Souza Assis
 
Aula antihipertensivos
Aula  antihipertensivosAula  antihipertensivos
Aula antihipertensivos
Renato Santos
 
Aula - Quimioterápicos - Antiparasitários
Aula - Quimioterápicos - AntiparasitáriosAula - Quimioterápicos - Antiparasitários
Aula - Quimioterápicos - Antiparasitários
Mauro Cunha Xavier Pinto
 
Aula - Anti-inflamatórios não esteróidais
Aula - Anti-inflamatórios não esteróidaisAula - Anti-inflamatórios não esteróidais
Aula - Anti-inflamatórios não esteróidais
Mauro Cunha Xavier Pinto
 
Benzodiazepinicos
BenzodiazepinicosBenzodiazepinicos
Benzodiazepinicos
Alinebrauna Brauna
 
Aula - Anti-inflamatórios esteróidais
Aula - Anti-inflamatórios esteróidaisAula - Anti-inflamatórios esteróidais
Aula - Anti-inflamatórios esteróidais
Mauro Cunha Xavier Pinto
 
Antidepressivos
AntidepressivosAntidepressivos
Antidepressivos
Cliomar Santos
 
mapa-mental.pdf
mapa-mental.pdfmapa-mental.pdf
mapa-mental.pdf
Luana Pereira
 
Farmacologia dos Analgésicos
Farmacologia dos Analgésicos Farmacologia dos Analgésicos
Farmacologia dos Analgésicos
Ricardo Augusto Tenfen Carneiro
 
Aula - SNC - Opioides
Aula  - SNC - OpioidesAula  - SNC - Opioides
Aula - SNC - Opioides
Mauro Cunha Xavier Pinto
 
Farmacos anti hipertensivos
Farmacos anti hipertensivosFarmacos anti hipertensivos
Farmacos anti hipertensivos
Rosangela Helena Sizilio
 

Mais procurados (20)

analgesicos
analgesicosanalgesicos
analgesicos
 
Anti-hipertensivos
Anti-hipertensivosAnti-hipertensivos
Anti-hipertensivos
 
Farmacologia da depressão + anticonvulsivantes.
Farmacologia da depressão + anticonvulsivantes.Farmacologia da depressão + anticonvulsivantes.
Farmacologia da depressão + anticonvulsivantes.
 
Medicamentos que atuam no sistema digestório
Medicamentos que atuam no sistema digestórioMedicamentos que atuam no sistema digestório
Medicamentos que atuam no sistema digestório
 
Analgésicos Opióides e Anticonvulsionantes
Analgésicos Opióides e AnticonvulsionantesAnalgésicos Opióides e Anticonvulsionantes
Analgésicos Opióides e Anticonvulsionantes
 
Aula - Básica - Adsorção & Distribuição
Aula - Básica - Adsorção & DistribuiçãoAula - Básica - Adsorção & Distribuição
Aula - Básica - Adsorção & Distribuição
 
Ansioliticos
AnsioliticosAnsioliticos
Ansioliticos
 
Analgésicos
AnalgésicosAnalgésicos
Analgésicos
 
Antipsicóticos
AntipsicóticosAntipsicóticos
Antipsicóticos
 
Ansiolitico, hipnotico e sedativos
Ansiolitico, hipnotico e sedativosAnsiolitico, hipnotico e sedativos
Ansiolitico, hipnotico e sedativos
 
Aula antihipertensivos
Aula  antihipertensivosAula  antihipertensivos
Aula antihipertensivos
 
Aula - Quimioterápicos - Antiparasitários
Aula - Quimioterápicos - AntiparasitáriosAula - Quimioterápicos - Antiparasitários
Aula - Quimioterápicos - Antiparasitários
 
Aula - Anti-inflamatórios não esteróidais
Aula - Anti-inflamatórios não esteróidaisAula - Anti-inflamatórios não esteróidais
Aula - Anti-inflamatórios não esteróidais
 
Benzodiazepinicos
BenzodiazepinicosBenzodiazepinicos
Benzodiazepinicos
 
Aula - Anti-inflamatórios esteróidais
Aula - Anti-inflamatórios esteróidaisAula - Anti-inflamatórios esteróidais
Aula - Anti-inflamatórios esteróidais
 
Antidepressivos
AntidepressivosAntidepressivos
Antidepressivos
 
mapa-mental.pdf
mapa-mental.pdfmapa-mental.pdf
mapa-mental.pdf
 
Farmacologia dos Analgésicos
Farmacologia dos Analgésicos Farmacologia dos Analgésicos
Farmacologia dos Analgésicos
 
Aula - SNC - Opioides
Aula  - SNC - OpioidesAula  - SNC - Opioides
Aula - SNC - Opioides
 
Farmacos anti hipertensivos
Farmacos anti hipertensivosFarmacos anti hipertensivos
Farmacos anti hipertensivos
 

Destaque

ANTIDEPRESSIVOS
ANTIDEPRESSIVOSANTIDEPRESSIVOS
ANTIDEPRESSIVOS
lucasvlmattos
 
Aula antidepressivos
Aula  antidepressivosAula  antidepressivos
Aula antidepressivos
Renato Santos
 
Apresentação antidepressivos e ansioliticos
Apresentação antidepressivos e ansioliticosApresentação antidepressivos e ansioliticos
Apresentação antidepressivos e ansioliticos
Paula Soares
 
[Instituto Interage - Curso de Psicofarmacologia] Aula 3 antidepressivos
[Instituto Interage - Curso de Psicofarmacologia] Aula 3  antidepressivos[Instituto Interage - Curso de Psicofarmacologia] Aula 3  antidepressivos
[Instituto Interage - Curso de Psicofarmacologia] Aula 3 antidepressivos
Marcelo Zanotti da Silva
 
Antidepressivos
AntidepressivosAntidepressivos
Antidepressivos
Isabel Teixeira
 
Antidepressivos - Fármacos
Antidepressivos - FármacosAntidepressivos - Fármacos
Antidepressivos - Fármacos
joanadebarros
 
AnsiolíTicos E HipnóTicos
AnsiolíTicos E HipnóTicosAnsiolíTicos E HipnóTicos
AnsiolíTicos E HipnóTicos
Farmacêutico Digital
 
Psicofarmacologia
PsicofarmacologiaPsicofarmacologia
Psicofarmacologia
Aroldo Gavioli
 
Aula de Biologia Molecular Tipos de mutações e carcinogenese
Aula de Biologia Molecular Tipos de mutações e carcinogeneseAula de Biologia Molecular Tipos de mutações e carcinogenese
Aula de Biologia Molecular Tipos de mutações e carcinogenese
Jaqueline Almeida
 
Fármacos ansiolíticos
Fármacos ansiolíticosFármacos ansiolíticos
Fármacos ansiolíticos
Carolina Garcia
 
A Depressão
A DepressãoA Depressão
A Depressão
Marisa Almeida
 
Quimica farmaceutica
Quimica farmaceuticaQuimica farmaceutica
Quimica farmaceutica
Marcos Rocha
 
7 Ansioliticos
7  Ansioliticos7  Ansioliticos
7 Ansioliticos
drbobe
 
Tratamento de fibromialgia com amitriptilina e pregabalina.pdf
Tratamento de fibromialgia com amitriptilina e pregabalina.pdfTratamento de fibromialgia com amitriptilina e pregabalina.pdf
Tratamento de fibromialgia com amitriptilina e pregabalina.pdf
Giovanni Oliveira
 
Ansiolíticos e hipnóticos
Ansiolíticos e hipnóticosAnsiolíticos e hipnóticos
Ansiolíticos e hipnóticos
Edgar Jael
 
Seminário ansiolíticos e hipnóticos ok
Seminário ansiolíticos e hipnóticos okSeminário ansiolíticos e hipnóticos ok
Seminário ansiolíticos e hipnóticos ok
Robeísa Danya
 
Antidepressivos
AntidepressivosAntidepressivos
Antidepressivos
Isabel Teixeira
 
Drogas e sinalização celular
Drogas e sinalização celular Drogas e sinalização celular
Drogas e sinalização celular
Daniela Trindade
 

Destaque (18)

ANTIDEPRESSIVOS
ANTIDEPRESSIVOSANTIDEPRESSIVOS
ANTIDEPRESSIVOS
 
Aula antidepressivos
Aula  antidepressivosAula  antidepressivos
Aula antidepressivos
 
Apresentação antidepressivos e ansioliticos
Apresentação antidepressivos e ansioliticosApresentação antidepressivos e ansioliticos
Apresentação antidepressivos e ansioliticos
 
[Instituto Interage - Curso de Psicofarmacologia] Aula 3 antidepressivos
[Instituto Interage - Curso de Psicofarmacologia] Aula 3  antidepressivos[Instituto Interage - Curso de Psicofarmacologia] Aula 3  antidepressivos
[Instituto Interage - Curso de Psicofarmacologia] Aula 3 antidepressivos
 
Antidepressivos
AntidepressivosAntidepressivos
Antidepressivos
 
Antidepressivos - Fármacos
Antidepressivos - FármacosAntidepressivos - Fármacos
Antidepressivos - Fármacos
 
AnsiolíTicos E HipnóTicos
AnsiolíTicos E HipnóTicosAnsiolíTicos E HipnóTicos
AnsiolíTicos E HipnóTicos
 
Psicofarmacologia
PsicofarmacologiaPsicofarmacologia
Psicofarmacologia
 
Aula de Biologia Molecular Tipos de mutações e carcinogenese
Aula de Biologia Molecular Tipos de mutações e carcinogeneseAula de Biologia Molecular Tipos de mutações e carcinogenese
Aula de Biologia Molecular Tipos de mutações e carcinogenese
 
Fármacos ansiolíticos
Fármacos ansiolíticosFármacos ansiolíticos
Fármacos ansiolíticos
 
A Depressão
A DepressãoA Depressão
A Depressão
 
Quimica farmaceutica
Quimica farmaceuticaQuimica farmaceutica
Quimica farmaceutica
 
7 Ansioliticos
7  Ansioliticos7  Ansioliticos
7 Ansioliticos
 
Tratamento de fibromialgia com amitriptilina e pregabalina.pdf
Tratamento de fibromialgia com amitriptilina e pregabalina.pdfTratamento de fibromialgia com amitriptilina e pregabalina.pdf
Tratamento de fibromialgia com amitriptilina e pregabalina.pdf
 
Ansiolíticos e hipnóticos
Ansiolíticos e hipnóticosAnsiolíticos e hipnóticos
Ansiolíticos e hipnóticos
 
Seminário ansiolíticos e hipnóticos ok
Seminário ansiolíticos e hipnóticos okSeminário ansiolíticos e hipnóticos ok
Seminário ansiolíticos e hipnóticos ok
 
Antidepressivos
AntidepressivosAntidepressivos
Antidepressivos
 
Drogas e sinalização celular
Drogas e sinalização celular Drogas e sinalização celular
Drogas e sinalização celular
 

Semelhante a Antidepressivos

Aula - SNA - Farmacologia Adrenérgica - Simpatomiméticos e Simpatolíticos
Aula - SNA - Farmacologia Adrenérgica - Simpatomiméticos e SimpatolíticosAula - SNA - Farmacologia Adrenérgica - Simpatomiméticos e Simpatolíticos
Aula - SNA - Farmacologia Adrenérgica - Simpatomiméticos e Simpatolíticos
Mauro Cunha Xavier Pinto
 
clara paula correto.pptx
clara paula correto.pptxclara paula correto.pptx
clara paula correto.pptx
lvaroCosta22
 
Psicofarmacologia
PsicofarmacologiaPsicofarmacologia
Psicofarmacologia
Victor Nóbrega
 
Psicofarmacologia
PsicofarmacologiaPsicofarmacologia
Psicofarmacologia
Victor Nóbrega
 
Drogas que atuam
Drogas que atuamDrogas que atuam
Drogas que atuam
thamirys
 
Drogas que atuam
Drogas que atuamDrogas que atuam
Drogas que atuam
thamirys
 
Tratamento depressao
Tratamento depressaoTratamento depressao
Tratamento depressao
gfolive
 
Farmacologia 10 antidepressivos - med resumos (dez-2011)
Farmacologia 10   antidepressivos - med resumos (dez-2011)Farmacologia 10   antidepressivos - med resumos (dez-2011)
Farmacologia 10 antidepressivos - med resumos (dez-2011)
Jucie Vasconcelos
 
Antidepressivos
AntidepressivosAntidepressivos
Antidepressivos
Safia Naser
 
Antiepilépticos
AntiepilépticosAntiepilépticos
Antiepilépticos
Safia Naser
 
Antiparkinsonianos
AntiparkinsonianosAntiparkinsonianos
Antiparkinsonianos
Safia Naser
 
farmacos-que-atuam-no-sistema-nervoso-central
 farmacos-que-atuam-no-sistema-nervoso-central farmacos-que-atuam-no-sistema-nervoso-central
farmacos-que-atuam-no-sistema-nervoso-central
Lisiane Welzel
 
psicofarmacologia 2
psicofarmacologia 2psicofarmacologia 2
psicofarmacologia 2
Aroldo Gavioli
 
Psicofarmacologia curso de pós graduação Neuropsicopedagogia
Psicofarmacologia curso de pós graduação NeuropsicopedagogiaPsicofarmacologia curso de pós graduação Neuropsicopedagogia
Psicofarmacologia curso de pós graduação Neuropsicopedagogia
psimikhaele
 
Antiepiléticos e Hipnóticos
Antiepiléticos e Hipnóticos Antiepiléticos e Hipnóticos
Antiepiléticos e Hipnóticos
Ivanilson Gomes
 
Anfetaminas
AnfetaminasAnfetaminas
Anfetaminas
Leonardo Guimarães
 
Agonista e antagonista colinérgico
Agonista e antagonista colinérgicoAgonista e antagonista colinérgico
Agonista e antagonista colinérgico
tatiany ferreira de oliveira
 
Fi aula-5-farmacologia-sna-completo
Fi aula-5-farmacologia-sna-completoFi aula-5-farmacologia-sna-completo
Fi aula-5-farmacologia-sna-completo
Claudia Auditore
 
Diazepam
DiazepamDiazepam
Diazepam
EdLuisSoares
 
Farmácia clínica interação medicamentosa
Farmácia clínica interação medicamentosaFarmácia clínica interação medicamentosa
Farmácia clínica interação medicamentosa
Regina Sandra
 

Semelhante a Antidepressivos (20)

Aula - SNA - Farmacologia Adrenérgica - Simpatomiméticos e Simpatolíticos
Aula - SNA - Farmacologia Adrenérgica - Simpatomiméticos e SimpatolíticosAula - SNA - Farmacologia Adrenérgica - Simpatomiméticos e Simpatolíticos
Aula - SNA - Farmacologia Adrenérgica - Simpatomiméticos e Simpatolíticos
 
clara paula correto.pptx
clara paula correto.pptxclara paula correto.pptx
clara paula correto.pptx
 
Psicofarmacologia
PsicofarmacologiaPsicofarmacologia
Psicofarmacologia
 
Psicofarmacologia
PsicofarmacologiaPsicofarmacologia
Psicofarmacologia
 
Drogas que atuam
Drogas que atuamDrogas que atuam
Drogas que atuam
 
Drogas que atuam
Drogas que atuamDrogas que atuam
Drogas que atuam
 
Tratamento depressao
Tratamento depressaoTratamento depressao
Tratamento depressao
 
Farmacologia 10 antidepressivos - med resumos (dez-2011)
Farmacologia 10   antidepressivos - med resumos (dez-2011)Farmacologia 10   antidepressivos - med resumos (dez-2011)
Farmacologia 10 antidepressivos - med resumos (dez-2011)
 
Antidepressivos
AntidepressivosAntidepressivos
Antidepressivos
 
Antiepilépticos
AntiepilépticosAntiepilépticos
Antiepilépticos
 
Antiparkinsonianos
AntiparkinsonianosAntiparkinsonianos
Antiparkinsonianos
 
farmacos-que-atuam-no-sistema-nervoso-central
 farmacos-que-atuam-no-sistema-nervoso-central farmacos-que-atuam-no-sistema-nervoso-central
farmacos-que-atuam-no-sistema-nervoso-central
 
psicofarmacologia 2
psicofarmacologia 2psicofarmacologia 2
psicofarmacologia 2
 
Psicofarmacologia curso de pós graduação Neuropsicopedagogia
Psicofarmacologia curso de pós graduação NeuropsicopedagogiaPsicofarmacologia curso de pós graduação Neuropsicopedagogia
Psicofarmacologia curso de pós graduação Neuropsicopedagogia
 
Antiepiléticos e Hipnóticos
Antiepiléticos e Hipnóticos Antiepiléticos e Hipnóticos
Antiepiléticos e Hipnóticos
 
Anfetaminas
AnfetaminasAnfetaminas
Anfetaminas
 
Agonista e antagonista colinérgico
Agonista e antagonista colinérgicoAgonista e antagonista colinérgico
Agonista e antagonista colinérgico
 
Fi aula-5-farmacologia-sna-completo
Fi aula-5-farmacologia-sna-completoFi aula-5-farmacologia-sna-completo
Fi aula-5-farmacologia-sna-completo
 
Diazepam
DiazepamDiazepam
Diazepam
 
Farmácia clínica interação medicamentosa
Farmácia clínica interação medicamentosaFarmácia clínica interação medicamentosa
Farmácia clínica interação medicamentosa
 

Mais de Safia Naser

CORPO, MÍDIA E REPRESENTAÇÃO: ESTUDOS CONTEMPORÂNEOS.
CORPO, MÍDIA E REPRESENTAÇÃO: ESTUDOS CONTEMPORÂNEOS.CORPO, MÍDIA E REPRESENTAÇÃO: ESTUDOS CONTEMPORÂNEOS.
CORPO, MÍDIA E REPRESENTAÇÃO: ESTUDOS CONTEMPORÂNEOS.
Safia Naser
 
Colo uterino e coloscopia
Colo uterino e coloscopiaColo uterino e coloscopia
Colo uterino e coloscopia
Safia Naser
 
Divulgação técnica vírus oncogênicos em animais.
Divulgação técnica vírus oncogênicos em animais.Divulgação técnica vírus oncogênicos em animais.
Divulgação técnica vírus oncogênicos em animais.
Safia Naser
 
Dimensão da participação do papilomavírus humano
Dimensão da participação do papilomavírus humanoDimensão da participação do papilomavírus humano
Dimensão da participação do papilomavírus humano
Safia Naser
 
Detecção do genoma de hpv em pacientes com carcinoma espino celular da laring...
Detecção do genoma de hpv em pacientes com carcinoma espino celular da laring...Detecção do genoma de hpv em pacientes com carcinoma espino celular da laring...
Detecção do genoma de hpv em pacientes com carcinoma espino celular da laring...
Safia Naser
 
Caracterização sorológica e detecção
Caracterização sorológica e detecçãoCaracterização sorológica e detecção
Caracterização sorológica e detecção
Safia Naser
 
Caracterização molecular e imunológica da
Caracterização molecular e imunológica daCaracterização molecular e imunológica da
Caracterização molecular e imunológica da
Safia Naser
 
Doença de hodgkin hibridizaçao
Doença de hodgkin hibridizaçaoDoença de hodgkin hibridizaçao
Doença de hodgkin hibridizaçao
Safia Naser
 
Avaliação dos fatores de risco associados à
Avaliação dos fatores de risco associados àAvaliação dos fatores de risco associados à
Avaliação dos fatores de risco associados à
Safia Naser
 
Associação do vírus epstein barr (ebv) com tumores sólidos
Associação do vírus epstein barr (ebv) com tumores sólidosAssociação do vírus epstein barr (ebv) com tumores sólidos
Associação do vírus epstein barr (ebv) com tumores sólidos
Safia Naser
 
Avanços laboratoriais em hematologia
Avanços laboratoriais em hematologiaAvanços laboratoriais em hematologia
Avanços laboratoriais em hematologia
Safia Naser
 
Controle de Qualidade em Cosmeticos
Controle de Qualidade em CosmeticosControle de Qualidade em Cosmeticos
Controle de Qualidade em Cosmeticos
Safia Naser
 
Atividade antimicrobiana do extrato de Anacardium occidentale
Atividade antimicrobiana do extrato de Anacardium occidentale   Atividade antimicrobiana do extrato de Anacardium occidentale
Atividade antimicrobiana do extrato de Anacardium occidentale
Safia Naser
 
Plantas Medicinais
Plantas MedicinaisPlantas Medicinais
Plantas Medicinais
Safia Naser
 
Disturbios da coagulação
Disturbios da coagulaçãoDisturbios da coagulação
Disturbios da coagulação
Safia Naser
 
Introdução de tecnicas de diagnostico molecular
Introdução de tecnicas de diagnostico molecular Introdução de tecnicas de diagnostico molecular
Introdução de tecnicas de diagnostico molecular
Safia Naser
 
Validação dos anticorpos monoclonais ad12
Validação dos anticorpos monoclonais ad12Validação dos anticorpos monoclonais ad12
Validação dos anticorpos monoclonais ad12
Safia Naser
 
Anemias Diagnostico Diferencial
Anemias Diagnostico DiferencialAnemias Diagnostico Diferencial
Anemias Diagnostico Diferencial
Safia Naser
 
Tratamentos para algumas especies de parasitas helminticas
Tratamentos para algumas especies de parasitas helminticasTratamentos para algumas especies de parasitas helminticas
Tratamentos para algumas especies de parasitas helminticas
Safia Naser
 
Segurança de Medicamentos Antiinflamatórios inibidores da Cox 2
Segurança de Medicamentos Antiinflamatórios inibidores da Cox 2Segurança de Medicamentos Antiinflamatórios inibidores da Cox 2
Segurança de Medicamentos Antiinflamatórios inibidores da Cox 2
Safia Naser
 

Mais de Safia Naser (20)

CORPO, MÍDIA E REPRESENTAÇÃO: ESTUDOS CONTEMPORÂNEOS.
CORPO, MÍDIA E REPRESENTAÇÃO: ESTUDOS CONTEMPORÂNEOS.CORPO, MÍDIA E REPRESENTAÇÃO: ESTUDOS CONTEMPORÂNEOS.
CORPO, MÍDIA E REPRESENTAÇÃO: ESTUDOS CONTEMPORÂNEOS.
 
Colo uterino e coloscopia
Colo uterino e coloscopiaColo uterino e coloscopia
Colo uterino e coloscopia
 
Divulgação técnica vírus oncogênicos em animais.
Divulgação técnica vírus oncogênicos em animais.Divulgação técnica vírus oncogênicos em animais.
Divulgação técnica vírus oncogênicos em animais.
 
Dimensão da participação do papilomavírus humano
Dimensão da participação do papilomavírus humanoDimensão da participação do papilomavírus humano
Dimensão da participação do papilomavírus humano
 
Detecção do genoma de hpv em pacientes com carcinoma espino celular da laring...
Detecção do genoma de hpv em pacientes com carcinoma espino celular da laring...Detecção do genoma de hpv em pacientes com carcinoma espino celular da laring...
Detecção do genoma de hpv em pacientes com carcinoma espino celular da laring...
 
Caracterização sorológica e detecção
Caracterização sorológica e detecçãoCaracterização sorológica e detecção
Caracterização sorológica e detecção
 
Caracterização molecular e imunológica da
Caracterização molecular e imunológica daCaracterização molecular e imunológica da
Caracterização molecular e imunológica da
 
Doença de hodgkin hibridizaçao
Doença de hodgkin hibridizaçaoDoença de hodgkin hibridizaçao
Doença de hodgkin hibridizaçao
 
Avaliação dos fatores de risco associados à
Avaliação dos fatores de risco associados àAvaliação dos fatores de risco associados à
Avaliação dos fatores de risco associados à
 
Associação do vírus epstein barr (ebv) com tumores sólidos
Associação do vírus epstein barr (ebv) com tumores sólidosAssociação do vírus epstein barr (ebv) com tumores sólidos
Associação do vírus epstein barr (ebv) com tumores sólidos
 
Avanços laboratoriais em hematologia
Avanços laboratoriais em hematologiaAvanços laboratoriais em hematologia
Avanços laboratoriais em hematologia
 
Controle de Qualidade em Cosmeticos
Controle de Qualidade em CosmeticosControle de Qualidade em Cosmeticos
Controle de Qualidade em Cosmeticos
 
Atividade antimicrobiana do extrato de Anacardium occidentale
Atividade antimicrobiana do extrato de Anacardium occidentale   Atividade antimicrobiana do extrato de Anacardium occidentale
Atividade antimicrobiana do extrato de Anacardium occidentale
 
Plantas Medicinais
Plantas MedicinaisPlantas Medicinais
Plantas Medicinais
 
Disturbios da coagulação
Disturbios da coagulaçãoDisturbios da coagulação
Disturbios da coagulação
 
Introdução de tecnicas de diagnostico molecular
Introdução de tecnicas de diagnostico molecular Introdução de tecnicas de diagnostico molecular
Introdução de tecnicas de diagnostico molecular
 
Validação dos anticorpos monoclonais ad12
Validação dos anticorpos monoclonais ad12Validação dos anticorpos monoclonais ad12
Validação dos anticorpos monoclonais ad12
 
Anemias Diagnostico Diferencial
Anemias Diagnostico DiferencialAnemias Diagnostico Diferencial
Anemias Diagnostico Diferencial
 
Tratamentos para algumas especies de parasitas helminticas
Tratamentos para algumas especies de parasitas helminticasTratamentos para algumas especies de parasitas helminticas
Tratamentos para algumas especies de parasitas helminticas
 
Segurança de Medicamentos Antiinflamatórios inibidores da Cox 2
Segurança de Medicamentos Antiinflamatórios inibidores da Cox 2Segurança de Medicamentos Antiinflamatórios inibidores da Cox 2
Segurança de Medicamentos Antiinflamatórios inibidores da Cox 2
 

Antidepressivos

  • 1. AGENTES ANTIDEPRESSIVOS 1. INTRODUÇÃO São fármacos que diminuem a intensidade dos sintomas, reduzem a tendência ao suicídio, aceleram a velocidade de normalização e promovem o bem estar mental. DEPRESSÃO ENDÓGENA REATIVA
  • 2. 2. MECANISMO DE AÇÃO Não se conhece o mecanismo de ação exato dos agentes antidepressivos. A demora do início da atividade clínica destes fármacos levou à hipótese atual de que os efeitos farmacológicos e clínicos produzidos pela administração destes agentes por tempo prolongado resultam de alteração gradual, ou mudanças “adaptativas” de receptores adrenérgicos, dopaminérgicos e seratoninérgicos centrais selecionados, tais como diminuição do número destes auto- receptores, em conseqüência de sua sub-sensibilidade causada pela maioria dos antidepressivos. Essa alteração conduz ao aumento nos níveis daquelas aminas no SNC e, portanto, à reversão da depressão. 3. CLASSIFICAÇÃO Compostos tricíclicos Inibidores da MAO Sais de lítio Diversos
  • 3. A.COMPOSTOS TRICÍCLICOS São quimicamente semelhantes aos agentes antipsicóticos fenotiazínicos. Como ocorre também naqueles fármacos, a atividade antidepressiva está relacionada com a estrutura, dependendo do núcleo tricíclico, da cadeia lateral e da natureza do grupo amínico básico. Diferenças entre os psicóticos fenotiazínicos e os antidepressivos tricíclicos: (1) O anel central é geralmente constituído de sete ou oito átomos, o que lhe confere configuração ainda mais angulosa que a encontrada nos antipsicóticos fenotiazínicos. ; (2) A cadeia lateral é de três e, às vezes, de dois átomos de carbono; (3) O grupo amínico é geralmente secundário, e não exclusivamente terciário como nos antipsicóticos.
  • 4. Os compostos tricíclicos são os mais usados para o tratamento de pacientes deprimidos. O tratamento inicial é de 4 a 8 semanas, período necessário para o paciente tornar-se quase livre dos sintomas Para evitar a síndrome de abstinência, a interrupção do tratamento deve ser gradual. INDICAÇÕES - Tratamento de depressão mental; - Tratamento dos distúrbios do pânico; - Tratamento de bulemia nervosa; - Profilaxia de cefaleia. PRECAUÇÕES - Mascaram a mania; - Atenção especial em pacientes que manifestam tendências suicidas;
  • 5. - Pacientes cardíacos; - Redução gradual da dose. EFEITOS ADVERSOS Os mais comuns são: secura da boca, constipação, rubor, visão embaçada, taquicardia e hipotensão. PRINCIPAIS REPRESENTANTES AMINEPTINA HN COOH
  • 6. Atua essencialmente sobre os receptores dopaminérgicos, sem provocar efeitos noradrenérgicos ou serotoninérgicos. - Produto Comercial: Survector AMITRIPTILINA N CH(CH2)2N(CH3)2 Manifesta acentuados efeitos antimuscarínicos e sedativos. - Produto Comercial: Tryptanol; Amytril, Protanol
  • 7. CLOMIPRAMINA Seus efeitos antimuscarínicos e sedativos relativos são moderados. - Produto Comercial: Anafranil IMIPRAMINA N H (CH2)3N(CH3)2
  • 8. Seus efeitos antimuscarínicos e sedativos relativos são moderados. - Produto Comercial: Depramina, Tofranil NORTRIPTILINA N CH(CH2)NHCH3
  • 9. Seus efeitos antimuscarínicos e sedativos são suaves. Podem causar tonturas. - Produto Comercial: Pamelor B. INIBIDORES DA MAO Apresentam a propriedade de impedir a desaminação oxidativa das aminas biógenas, tais como dopamina, serotonina, norepinefrina, epinefrina entre outras. Esses representantes se unem reversivelmente a MAO. PRINCIPAIS REPRESENTANTES MOCLOBEMIDA Cl N N H O
  • 10. Atua diminuindo o metabolismo da noreprinefrina e seratonina. - Indicações: - Tratamento de síndromes depressivas; - Efeitos Adversos: - Distúrbios do sono, vertigens, náuseas, cefaléia, agitação; - Tremor, frio, sonolência, rubor, cansaço dos membros inferiores; - Estados confusionais. - Produto Comercial: Aurorix * TRANILCIPROMINA NH2
  • 11. - Indicações: - Tratamento de depressão atípica; - Útil em distúrbios do pânico e fobias; - Efeitos Adversos: - Sonolência, secura da boca, hipotensão, visão obscurecida e constipação. - Interações: - Hipoglicemiantes - Álcool, anti-hipertensivo - Alimentos ou bebidas contendo tiramina - Cafeína - Produto Comercial: Parnate, Stelapar
  • 12. C. SAIS DE LÍTIO Seu mecanismo de ação não esta completamente elucidado. As principais ipoteses incluem: (1) seus efeitos sobre eletrólitos e sobre o transporte de íons; (2) seus efeitos sobre neurotransmissores e sua liberação; (3) seus efeitos sobre as enzimas que mediam a ação dos transmissores. Deve ser administrado sobre forte vigilância média. PRINCIPAL REPRESENTANTE CARBONATO DE LÍTIO - Indicações: - Tratamento de mania aguda e episódios hipomaníacos; - Profilaxia de distúrbio bipolar. - Auxiliar no tratamento de depressão unipolar. - Efeitos Adversos: - Naúsea, diarréia, mal-estar e ligeiro tremor das mãos são os mais comuns. - Produto Comercial: Carbolitium, Carbolim e Litiocar
  • 13. D. ANTIDEPRESSIVOS DIVERSOS Esta classe é constituída por compostos de estrutura variada. São considerados de segunda geração. As precauções ao tomar, as interações medicamentosas e o tratamento de superdoses são essencialmente àquelas dos tricíclicos. PRINCIPAIS REPRESENTANTES FLUOXETINA Sua ação antidepressiva está relacionada com a inibição da captação neuronal da seratonina pelo sistema nervoso central. Exerce também efeito anoréxico. Usado na forma de cloridrato. - Indicações: - Tratamento de depressão maior; - Tratamento de distúrbio obcessivo-compulsivo; - Tratamento de bulemia nervosa. - Produto Comercial: Daforin, Eufor, Prozac, Psiquial, Deprax, Fluxene, Nortec, Prozen, Verotina.
  • 14. CITALOPRAM Sua ação antidepressiva deve-se à inibição potente e seletiva da recaptação de seratonina pelo sistema nervoso central. - Produto Comercial: Cipramil FLUVOXAMINA É um inibidor seletivo da recaptação de seratonina pelo sistema nervoso central. - Produto Comercial: Luvox MAPROTILINA Atua por bloqueio da captação neuronal da norepinefrina, mais do que de seratonina. - Produto Comercial: Ludiomil
  • 15. MIANSERINA Atua bloqueando seletivamente os receptores alfa- adrenérgicos pré-sinapticos. - Produto Comercial: Tolvon MILNACIPRANA É potente inibidor da recaptação pré-sinaptica de seratonina e norepinefrina. - Produto Comercial: Ixel MIRTAZAPINA - Produto Comercial: Remeron
  • 16. NEFAZODONA Atua como inibidor seletivo da recaptação de seratonina - Produto Comercial: Serzone PAROXETINA Sua ação antidepressiva se deve à inibição seletiva da recaptura da seratonina pelos neurônios, aumentando assim a concentração desta amina nestes locais. - Indicações: - Tratamento de depressão; - Precauções: - Evitar o uso de bebidas alcoólicas e atividades que requerem concentração; - Efeitos Adversos: - Sonolência, cefaléia, sudorese, insônia, disfunção sexual; Vertigem, tremor, naúsea, secura da boca, constipação. - Produto Comercial: Aropax
  • 17. REBOXETINA Atua como inibidor da recaptação de norepinefrina. - Produto Comercial: Prolift SERTRALINA Atua como inibidor potente e seletivo da recapturação da seratonina . - Produto Comercial: Zoloft, Novativ, Sercerin, Tolrest TACRINA Atua sobre o sistema colinérgico. - Produto Comercial: Cognex e Tacrinal TIANEPTINA - Produto Comercial: Stablon TRAZODONA - Produto Comercial: Donaren
  • 18. VENLAFAXINA Seu mecanismo de ação difere dos triciclicos ou dos recaptadores de seratonina. Atua potencializando a neurotransmissão do SNC. Possui atividade inibitória de recaptaçào da seratonina e da norepinefrina e quase nenhuma sobre a dopamina. - Produto Comercial: Efexor e Venlift DULOXETINA Atua como inibidor seletivo da recapturação de seratonina enorepinefrina. Não inibe a MAO. É mais potente que a fluoxetina. Usado como antidepressivo e no controle da incontinência urinária, pois aumneta a atividade do musculo esfincter da uretra. - Produto Comercial: Cymbalta