SlideShare uma empresa Scribd logo
Tratamentos para algumas espécies de parasitas
                helmínticos




                                    Aluna:Safia Naser
Parasitas Helmínticos


Tratamento – 1° Escolha.


Esquitossomose


              Existem duas drogas disponíveis para o tratamento da esquistossomose
mansônica: oxamniquine e praziquantel. Os dois medicamentos se equivalem quanto à
eficácia e segurança.
              Atualmente, o praziquantel é a droga de escolha, em função do menor
custo/tratamento.A dosagem recomendada para o praziquantel é de 60mg/kg para
crianças até 15 anos e 50mg/kg para adultos, ambos em dose única. O medicamento é
apresentado em comprimidos de 600mg, divisível em duas partes iguais, de modo a
facilitar a adequação da dose. O oxamniquine é recomendado na dosagem de 15mg/kg
para adultos e 20mg/kg para crianças até 15 anos, ambos em dose única. Existem duas
apresentações: cápsulas de 250mg e suspensão contendo 50mg por cada ml.


Ascaridíase.


   •     Piperazina - Nos casos de obstrução intestinal " administração por sonda
         nasogástrica 100 mg/kg hexa-hidrato de piperazina (não exceder 6g) 10 a 30
         ml de óleo mineral, 3 em 3 horas por 24h e hidratação por via parenteral.


   •     Pamoato de pirantel -Inibe a colinesterase causando a
       (Piranver, Combantrin) Paralisia do verme (10mg/Kg em dose única).


   •     Mebendazol - Age bloqueando a captação de glicose e
       (Pantelmin, sirben)    aminoácidos –     100mg (2 x) por 3 dias.
O Mebendazol é ativo contra nematóides e empregado principalmente para tratamento
tricuríase, ascaríase, ancilostomíase e estrongiloidíase. É pouco absorvido no trato
gastrointestinal de modo que é muito eficaz em casos de helmintoses intestinais.
   •   Albendazol - 400 mg (larvicida) dose única.(Zentel)
   •   Ivermectina - 200 μg/Kg em dose única; 100% de cura


Teníase
   •   Niclosamida


   A dose atual é de 2 gramas, para adultos, e 1 a 2 gramas,para crianças, dose única,
em jejum. Inibe a fosforilação oxidativa nas mitocôndrias dos cestóides. O efeito sobre
o parasito adulto maduro é letal, com        indução de paralisia muscular total em
certas espécies. A droga induz o desprendimento do escólex e a desintegração do
parasita antes de ser eliminado nas fezes.
   •   mebendazol
   •   albendazol.


Cisticercose


            À cisticercose, até há pouco mais de uma década e meia, a terapêutica
medicamentosa da neurocisticercose era restrita ao tratamento sintomático. Atualmente,
praziquantel e albendazol têm sido considerados eficazes na terapêutica etiológica da
neurocisticercose.
        Há questionamentos sobre a eficácia das drogas parasiticidas na localização
cisternal ou intraventricular e na forma racemosa, recomendando-se, como melhor
opção, a extirpação cirúrgica, quando exeqüível .Levando-se em consideração as
incertezas quanto ao benefício, a falibilidade e os riscos da terapêutica farmacológica, a
verdadeira solução da neurocisticercose está colocada primordialmente nas medidas de
prevenção da infestação .


Filariose
A droga de escolha para o combate à filariose é a dietilcarbamazina. Em países em
que a doença coexiste com a oncocercose, usa-se a ivermectina. Em casos específicos
de resistência ao tratamento clínico com medicamentos, há indicação de retirada
cirúrgica do verme adulto.




Referencias Bibliografia


   •   http://br.geocities.com/opinatudo/cisticercose.htm

   •   http://www.fcf.usp.br/Ensino/Graduacao/Disciplinas/LinkAula/Teniase
       %20Cisticercose%20Himenolepiase%20e%20Hidatidose.PDF

   •   http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/filariose.pdf

   •   http://www.pgr.mpf.gov.br/pgr/saude/doencas/esquisto.htm

   •   http://www.medipedia.pt/home/home.php?module=artigoEnc&id=628

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Código de ética da profissão farmacêutica
Código de ética da profissão farmacêuticaCódigo de ética da profissão farmacêutica
Código de ética da profissão farmacêutica
Marcelo Polacow Bisson
 
Manual Informativo Sobre a Profissão Farmacêutica
Manual Informativo Sobre a Profissão FarmacêuticaManual Informativo Sobre a Profissão Farmacêutica
Manual Informativo Sobre a Profissão Farmacêutica
Jardel Inácio
 
Legislação farmaceutica
Legislação farmaceuticaLegislação farmaceutica
Legislação farmaceutica
Safia Naser
 
Aula 1 legislação aplicada a farmácia
Aula 1 legislação aplicada a farmáciaAula 1 legislação aplicada a farmácia
Aula 1 legislação aplicada a farmácia
Patrícia Lopes
 
Parasitologia - Protozoários
Parasitologia - ProtozoáriosParasitologia - Protozoários
Parasitologia - Protozoários
Juliana Lima
 
CORPO, MÍDIA E REPRESENTAÇÃO: ESTUDOS CONTEMPORÂNEOS.
CORPO, MÍDIA E REPRESENTAÇÃO: ESTUDOS CONTEMPORÂNEOS.CORPO, MÍDIA E REPRESENTAÇÃO: ESTUDOS CONTEMPORÂNEOS.
CORPO, MÍDIA E REPRESENTAÇÃO: ESTUDOS CONTEMPORÂNEOS.
Safia Naser
 

Destaque (6)

Código de ética da profissão farmacêutica
Código de ética da profissão farmacêuticaCódigo de ética da profissão farmacêutica
Código de ética da profissão farmacêutica
 
Manual Informativo Sobre a Profissão Farmacêutica
Manual Informativo Sobre a Profissão FarmacêuticaManual Informativo Sobre a Profissão Farmacêutica
Manual Informativo Sobre a Profissão Farmacêutica
 
Legislação farmaceutica
Legislação farmaceuticaLegislação farmaceutica
Legislação farmaceutica
 
Aula 1 legislação aplicada a farmácia
Aula 1 legislação aplicada a farmáciaAula 1 legislação aplicada a farmácia
Aula 1 legislação aplicada a farmácia
 
Parasitologia - Protozoários
Parasitologia - ProtozoáriosParasitologia - Protozoários
Parasitologia - Protozoários
 
CORPO, MÍDIA E REPRESENTAÇÃO: ESTUDOS CONTEMPORÂNEOS.
CORPO, MÍDIA E REPRESENTAÇÃO: ESTUDOS CONTEMPORÂNEOS.CORPO, MÍDIA E REPRESENTAÇÃO: ESTUDOS CONTEMPORÂNEOS.
CORPO, MÍDIA E REPRESENTAÇÃO: ESTUDOS CONTEMPORÂNEOS.
 

Semelhante a Tratamentos para algumas especies de parasitas helminticas

Enxaqueca Aguda Tratamento
Enxaqueca Aguda Tratamento   Enxaqueca Aguda Tratamento
Enxaqueca Aguda Tratamento
Dr. Peterson Xavier @drpetersonxavier
 
Antibióticos
AntibióticosAntibióticos
Antibióticos
Eudes Alexandre
 
Verminoses na APS
Verminoses na APSVerminoses na APS
Verminoses na APS
Ricardo Alexandre
 
MEU CADERNINHO.pdf
MEU CADERNINHO.pdfMEU CADERNINHO.pdf
MEU CADERNINHO.pdf
ricaGonalvesPavo
 
Medicação usual em pediatria
Medicação usual em pediatriaMedicação usual em pediatria
Medicação usual em pediatria
Wagner Lima Teixeira
 
186 1
186 1186 1
Centro de educação profissional ltda - CEL - Antibióticos: Ciprofloxacina ...
Centro de educação profissional   ltda  - CEL - Antibióticos: Ciprofloxacina ...Centro de educação profissional   ltda  - CEL - Antibióticos: Ciprofloxacina ...
Centro de educação profissional ltda - CEL - Antibióticos: Ciprofloxacina ...
Jandresson Soares de Araújo
 
186 1
186 1186 1
Antifúngicos
AntifúngicosAntifúngicos
Antifúngicos
Pedro Panzetta
 
Medicamentos mais vendidos na Cidade de Caruaru - PE
Medicamentos mais vendidos na Cidade de Caruaru - PEMedicamentos mais vendidos na Cidade de Caruaru - PE
Medicamentos mais vendidos na Cidade de Caruaru - PE
henriquetabosa
 
Aminoglicosideos
AminoglicosideosAminoglicosideos
Aminoglicosideos
Graciela Luongo
 
Clonazepam COMO USAR
Clonazepam COMO USARClonazepam COMO USAR
Clonazepam COMO USAR
Digão Pereira
 
TRATAMIENTO IMPETIGO.pptx
TRATAMIENTO IMPETIGO.pptxTRATAMIENTO IMPETIGO.pptx
TRATAMIENTO IMPETIGO.pptx
LucasKobachuk1
 
TRATAMIENTO IMPETIGO.pptx
TRATAMIENTO IMPETIGO.pptxTRATAMIENTO IMPETIGO.pptx
TRATAMIENTO IMPETIGO.pptx
LucasKobachuk1
 
Aula - Quimioterápicos - Antiparasitários
Aula - Quimioterápicos - AntiparasitáriosAula - Quimioterápicos - Antiparasitários
Aula - Quimioterápicos - Antiparasitários
Mauro Cunha Xavier Pinto
 
TRATAMIENTO IMPETIGO.pptx
TRATAMIENTO IMPETIGO.pptxTRATAMIENTO IMPETIGO.pptx
TRATAMIENTO IMPETIGO.pptx
ssuser2852921
 
Protocolo Medicamentoso em odontologia.pptx
Protocolo Medicamentoso em odontologia.pptxProtocolo Medicamentoso em odontologia.pptx
Protocolo Medicamentoso em odontologia.pptx
WilberthLincoln1
 
Round - Caso Clínico - Atenção Farmacêutica
Round - Caso Clínico - Atenção FarmacêuticaRound - Caso Clínico - Atenção Farmacêutica
Round - Caso Clínico - Atenção Farmacêutica
Barbara Blauth
 
Trabalhodemedicao 140422093746-phpapp02
Trabalhodemedicao 140422093746-phpapp02Trabalhodemedicao 140422093746-phpapp02
Trabalhodemedicao 140422093746-phpapp02
scarMorais
 
Medicamentos Utilizados em Urgências e Emergências
 Medicamentos Utilizados em Urgências e Emergências Medicamentos Utilizados em Urgências e Emergências
Medicamentos Utilizados em Urgências e Emergências
jaddy xavier
 

Semelhante a Tratamentos para algumas especies de parasitas helminticas (20)

Enxaqueca Aguda Tratamento
Enxaqueca Aguda Tratamento   Enxaqueca Aguda Tratamento
Enxaqueca Aguda Tratamento
 
Antibióticos
AntibióticosAntibióticos
Antibióticos
 
Verminoses na APS
Verminoses na APSVerminoses na APS
Verminoses na APS
 
MEU CADERNINHO.pdf
MEU CADERNINHO.pdfMEU CADERNINHO.pdf
MEU CADERNINHO.pdf
 
Medicação usual em pediatria
Medicação usual em pediatriaMedicação usual em pediatria
Medicação usual em pediatria
 
186 1
186 1186 1
186 1
 
Centro de educação profissional ltda - CEL - Antibióticos: Ciprofloxacina ...
Centro de educação profissional   ltda  - CEL - Antibióticos: Ciprofloxacina ...Centro de educação profissional   ltda  - CEL - Antibióticos: Ciprofloxacina ...
Centro de educação profissional ltda - CEL - Antibióticos: Ciprofloxacina ...
 
186 1
186 1186 1
186 1
 
Antifúngicos
AntifúngicosAntifúngicos
Antifúngicos
 
Medicamentos mais vendidos na Cidade de Caruaru - PE
Medicamentos mais vendidos na Cidade de Caruaru - PEMedicamentos mais vendidos na Cidade de Caruaru - PE
Medicamentos mais vendidos na Cidade de Caruaru - PE
 
Aminoglicosideos
AminoglicosideosAminoglicosideos
Aminoglicosideos
 
Clonazepam COMO USAR
Clonazepam COMO USARClonazepam COMO USAR
Clonazepam COMO USAR
 
TRATAMIENTO IMPETIGO.pptx
TRATAMIENTO IMPETIGO.pptxTRATAMIENTO IMPETIGO.pptx
TRATAMIENTO IMPETIGO.pptx
 
TRATAMIENTO IMPETIGO.pptx
TRATAMIENTO IMPETIGO.pptxTRATAMIENTO IMPETIGO.pptx
TRATAMIENTO IMPETIGO.pptx
 
Aula - Quimioterápicos - Antiparasitários
Aula - Quimioterápicos - AntiparasitáriosAula - Quimioterápicos - Antiparasitários
Aula - Quimioterápicos - Antiparasitários
 
TRATAMIENTO IMPETIGO.pptx
TRATAMIENTO IMPETIGO.pptxTRATAMIENTO IMPETIGO.pptx
TRATAMIENTO IMPETIGO.pptx
 
Protocolo Medicamentoso em odontologia.pptx
Protocolo Medicamentoso em odontologia.pptxProtocolo Medicamentoso em odontologia.pptx
Protocolo Medicamentoso em odontologia.pptx
 
Round - Caso Clínico - Atenção Farmacêutica
Round - Caso Clínico - Atenção FarmacêuticaRound - Caso Clínico - Atenção Farmacêutica
Round - Caso Clínico - Atenção Farmacêutica
 
Trabalhodemedicao 140422093746-phpapp02
Trabalhodemedicao 140422093746-phpapp02Trabalhodemedicao 140422093746-phpapp02
Trabalhodemedicao 140422093746-phpapp02
 
Medicamentos Utilizados em Urgências e Emergências
 Medicamentos Utilizados em Urgências e Emergências Medicamentos Utilizados em Urgências e Emergências
Medicamentos Utilizados em Urgências e Emergências
 

Mais de Safia Naser

Caracterização molecular e imunológica da
Caracterização molecular e imunológica daCaracterização molecular e imunológica da
Caracterização molecular e imunológica da
Safia Naser
 
Doença de hodgkin hibridizaçao
Doença de hodgkin hibridizaçaoDoença de hodgkin hibridizaçao
Doença de hodgkin hibridizaçao
Safia Naser
 
Avaliação dos fatores de risco associados à
Avaliação dos fatores de risco associados àAvaliação dos fatores de risco associados à
Avaliação dos fatores de risco associados à
Safia Naser
 
Associação do vírus epstein barr (ebv) com tumores sólidos
Associação do vírus epstein barr (ebv) com tumores sólidosAssociação do vírus epstein barr (ebv) com tumores sólidos
Associação do vírus epstein barr (ebv) com tumores sólidos
Safia Naser
 
Avanços laboratoriais em hematologia
Avanços laboratoriais em hematologiaAvanços laboratoriais em hematologia
Avanços laboratoriais em hematologia
Safia Naser
 
Controle de Qualidade em Cosmeticos
Controle de Qualidade em CosmeticosControle de Qualidade em Cosmeticos
Controle de Qualidade em Cosmeticos
Safia Naser
 
Atividade antimicrobiana do extrato de Anacardium occidentale
Atividade antimicrobiana do extrato de Anacardium occidentale   Atividade antimicrobiana do extrato de Anacardium occidentale
Atividade antimicrobiana do extrato de Anacardium occidentale
Safia Naser
 
Plantas Medicinais
Plantas MedicinaisPlantas Medicinais
Plantas Medicinais
Safia Naser
 
Disturbios da coagulação
Disturbios da coagulaçãoDisturbios da coagulação
Disturbios da coagulação
Safia Naser
 
Introdução de tecnicas de diagnostico molecular
Introdução de tecnicas de diagnostico molecular Introdução de tecnicas de diagnostico molecular
Introdução de tecnicas de diagnostico molecular
Safia Naser
 
Anemias Diagnostico Diferencial
Anemias Diagnostico DiferencialAnemias Diagnostico Diferencial
Anemias Diagnostico Diferencial
Safia Naser
 
Segurança de Medicamentos Antiinflamatórios inibidores da Cox 2
Segurança de Medicamentos Antiinflamatórios inibidores da Cox 2Segurança de Medicamentos Antiinflamatórios inibidores da Cox 2
Segurança de Medicamentos Antiinflamatórios inibidores da Cox 2
Safia Naser
 
Indices hematimétricos
Indices hematimétricosIndices hematimétricos
Indices hematimétricos
Safia Naser
 
Fármacos antineoplásicos
Fármacos antineoplásicos Fármacos antineoplásicos
Fármacos antineoplásicos
Safia Naser
 
Doença de Wilson e Hemocromatose
Doença de Wilson e HemocromatoseDoença de Wilson e Hemocromatose
Doença de Wilson e Hemocromatose
Safia Naser
 
Farmacotécnica
FarmacotécnicaFarmacotécnica
Farmacotécnica
Safia Naser
 
Separação de Aminoácidos por Cromatografia em 4 papel
Separação de Aminoácidos por Cromatografia em 4 papelSeparação de Aminoácidos por Cromatografia em 4 papel
Separação de Aminoácidos por Cromatografia em 4 papel
Safia Naser
 
Quinina
QuininaQuinina
Quinina
Safia Naser
 
Analgésicos
AnalgésicosAnalgésicos
Analgésicos
Safia Naser
 
Diuréticos Tiazidicos
Diuréticos TiazidicosDiuréticos Tiazidicos
Diuréticos Tiazidicos
Safia Naser
 

Mais de Safia Naser (20)

Caracterização molecular e imunológica da
Caracterização molecular e imunológica daCaracterização molecular e imunológica da
Caracterização molecular e imunológica da
 
Doença de hodgkin hibridizaçao
Doença de hodgkin hibridizaçaoDoença de hodgkin hibridizaçao
Doença de hodgkin hibridizaçao
 
Avaliação dos fatores de risco associados à
Avaliação dos fatores de risco associados àAvaliação dos fatores de risco associados à
Avaliação dos fatores de risco associados à
 
Associação do vírus epstein barr (ebv) com tumores sólidos
Associação do vírus epstein barr (ebv) com tumores sólidosAssociação do vírus epstein barr (ebv) com tumores sólidos
Associação do vírus epstein barr (ebv) com tumores sólidos
 
Avanços laboratoriais em hematologia
Avanços laboratoriais em hematologiaAvanços laboratoriais em hematologia
Avanços laboratoriais em hematologia
 
Controle de Qualidade em Cosmeticos
Controle de Qualidade em CosmeticosControle de Qualidade em Cosmeticos
Controle de Qualidade em Cosmeticos
 
Atividade antimicrobiana do extrato de Anacardium occidentale
Atividade antimicrobiana do extrato de Anacardium occidentale   Atividade antimicrobiana do extrato de Anacardium occidentale
Atividade antimicrobiana do extrato de Anacardium occidentale
 
Plantas Medicinais
Plantas MedicinaisPlantas Medicinais
Plantas Medicinais
 
Disturbios da coagulação
Disturbios da coagulaçãoDisturbios da coagulação
Disturbios da coagulação
 
Introdução de tecnicas de diagnostico molecular
Introdução de tecnicas de diagnostico molecular Introdução de tecnicas de diagnostico molecular
Introdução de tecnicas de diagnostico molecular
 
Anemias Diagnostico Diferencial
Anemias Diagnostico DiferencialAnemias Diagnostico Diferencial
Anemias Diagnostico Diferencial
 
Segurança de Medicamentos Antiinflamatórios inibidores da Cox 2
Segurança de Medicamentos Antiinflamatórios inibidores da Cox 2Segurança de Medicamentos Antiinflamatórios inibidores da Cox 2
Segurança de Medicamentos Antiinflamatórios inibidores da Cox 2
 
Indices hematimétricos
Indices hematimétricosIndices hematimétricos
Indices hematimétricos
 
Fármacos antineoplásicos
Fármacos antineoplásicos Fármacos antineoplásicos
Fármacos antineoplásicos
 
Doença de Wilson e Hemocromatose
Doença de Wilson e HemocromatoseDoença de Wilson e Hemocromatose
Doença de Wilson e Hemocromatose
 
Farmacotécnica
FarmacotécnicaFarmacotécnica
Farmacotécnica
 
Separação de Aminoácidos por Cromatografia em 4 papel
Separação de Aminoácidos por Cromatografia em 4 papelSeparação de Aminoácidos por Cromatografia em 4 papel
Separação de Aminoácidos por Cromatografia em 4 papel
 
Quinina
QuininaQuinina
Quinina
 
Analgésicos
AnalgésicosAnalgésicos
Analgésicos
 
Diuréticos Tiazidicos
Diuréticos TiazidicosDiuréticos Tiazidicos
Diuréticos Tiazidicos
 

Tratamentos para algumas especies de parasitas helminticas

  • 1. Tratamentos para algumas espécies de parasitas helmínticos Aluna:Safia Naser
  • 2. Parasitas Helmínticos Tratamento – 1° Escolha. Esquitossomose Existem duas drogas disponíveis para o tratamento da esquistossomose mansônica: oxamniquine e praziquantel. Os dois medicamentos se equivalem quanto à eficácia e segurança. Atualmente, o praziquantel é a droga de escolha, em função do menor custo/tratamento.A dosagem recomendada para o praziquantel é de 60mg/kg para crianças até 15 anos e 50mg/kg para adultos, ambos em dose única. O medicamento é apresentado em comprimidos de 600mg, divisível em duas partes iguais, de modo a facilitar a adequação da dose. O oxamniquine é recomendado na dosagem de 15mg/kg para adultos e 20mg/kg para crianças até 15 anos, ambos em dose única. Existem duas apresentações: cápsulas de 250mg e suspensão contendo 50mg por cada ml. Ascaridíase. • Piperazina - Nos casos de obstrução intestinal " administração por sonda nasogástrica 100 mg/kg hexa-hidrato de piperazina (não exceder 6g) 10 a 30 ml de óleo mineral, 3 em 3 horas por 24h e hidratação por via parenteral. • Pamoato de pirantel -Inibe a colinesterase causando a (Piranver, Combantrin) Paralisia do verme (10mg/Kg em dose única). • Mebendazol - Age bloqueando a captação de glicose e (Pantelmin, sirben) aminoácidos – 100mg (2 x) por 3 dias.
  • 3. O Mebendazol é ativo contra nematóides e empregado principalmente para tratamento tricuríase, ascaríase, ancilostomíase e estrongiloidíase. É pouco absorvido no trato gastrointestinal de modo que é muito eficaz em casos de helmintoses intestinais. • Albendazol - 400 mg (larvicida) dose única.(Zentel) • Ivermectina - 200 μg/Kg em dose única; 100% de cura Teníase • Niclosamida A dose atual é de 2 gramas, para adultos, e 1 a 2 gramas,para crianças, dose única, em jejum. Inibe a fosforilação oxidativa nas mitocôndrias dos cestóides. O efeito sobre o parasito adulto maduro é letal, com indução de paralisia muscular total em certas espécies. A droga induz o desprendimento do escólex e a desintegração do parasita antes de ser eliminado nas fezes. • mebendazol • albendazol. Cisticercose À cisticercose, até há pouco mais de uma década e meia, a terapêutica medicamentosa da neurocisticercose era restrita ao tratamento sintomático. Atualmente, praziquantel e albendazol têm sido considerados eficazes na terapêutica etiológica da neurocisticercose. Há questionamentos sobre a eficácia das drogas parasiticidas na localização cisternal ou intraventricular e na forma racemosa, recomendando-se, como melhor opção, a extirpação cirúrgica, quando exeqüível .Levando-se em consideração as incertezas quanto ao benefício, a falibilidade e os riscos da terapêutica farmacológica, a verdadeira solução da neurocisticercose está colocada primordialmente nas medidas de prevenção da infestação . Filariose
  • 4. A droga de escolha para o combate à filariose é a dietilcarbamazina. Em países em que a doença coexiste com a oncocercose, usa-se a ivermectina. Em casos específicos de resistência ao tratamento clínico com medicamentos, há indicação de retirada cirúrgica do verme adulto. Referencias Bibliografia • http://br.geocities.com/opinatudo/cisticercose.htm • http://www.fcf.usp.br/Ensino/Graduacao/Disciplinas/LinkAula/Teniase %20Cisticercose%20Himenolepiase%20e%20Hidatidose.PDF • http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/filariose.pdf • http://www.pgr.mpf.gov.br/pgr/saude/doencas/esquisto.htm • http://www.medipedia.pt/home/home.php?module=artigoEnc&id=628