SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 38
Baixar para ler offline
Desafios de uma economiaDesafios de uma economia
globalizadaglobalizada
 Competição global
 Clientes mais informados e exigentes
 Tolerâncias mais apertadas
 Prazos mais curtos
 Atendimento personalizado
 Margens de lucro em declínio
 Consequências de erros podem se tornar
insuportáveis: recall, devoluções, consertos,
indenizações, estragos na imagem e reputação
Qualidade - o grandeQualidade - o grande
desafiodesafio
Alimentos contaminados - Mais de 5.000
mortes, 325.000 hospitalizações e 76
milhões de casos gastrintestinais.
Fonte: US Government Reports
Carros defeituosos - Recall de mais de 16
milhões de veículos por ano
Produtos perigosos - Recall anual de
centenas de brinquedos e outros produtos
para crianças, devido a ferimentos e
intoxicações
Desperdícios - outroDesperdícios - outro
desafiodesafio
Dos 54 bilhões de litros de água
produzidos por dia na Grande São Paulo,
33,5% são perdidos por vazamentos,
desvios e mau funcionamento de
hidrômetros.
1,6 milhões de toneladas de soja são
perdidas anualmente na colheita, por má
operação e desajustes nas colhedeiras.
As causas dos problemasAs causas dos problemas
 Design fraco
 Processos deficientes e inconsistentes
 Conhecimentos e habilidades
inadequadas
 Componentes e materiais instáveis
 Sistemas de medição falhos,
inconsistentes
O Que é Seis Sigma?O Que é Seis Sigma?
A resposta pode ser dada sobre 3 perspectivas:
 Cultura
 Estatística
 Metodologia
Seis Sigma - CulturaSeis Sigma - Cultura
Uma filosofia empresarial que enfatiza a
satisfação dos clientes, a prevenção de
defeitos e a eliminação de desperdícios
Foco no que é crítico para clientes e para
a rentabilidade
Reconhecimento de que defeitos custam
dinheiro e aborrecem os clientes
Ênfase na redução e controle das
variações nos processos
Variação - a fonte de problemasVariação - a fonte de problemas
Redução da variação é a chave paraRedução da variação é a chave para
reduzir defeitos, atrasos e desperdíciosreduzir defeitos, atrasos e desperdícios
Média
Grande mudança
Melhoria de 24%
Variação
O que o cliente percebe
Nenhuma mudança significativa
Fora do centro
Centrado no alvo
Centralizar
o processo
Reduzir a
dispersão
Muito disperso
O objetivo do Seis Sigma é identificarO objetivo do Seis Sigma é identificar
e reduzir as variações no processoe reduzir as variações no processo
Variação reduzida significa menos defeitos,Variação reduzida significa menos defeitos,
menores custos e maior rendimento do processomenores custos e maior rendimento do processo
Seis Sigma
99,99966% de
rendimento,
ou 3,4 DPMO
Centralizar Reduzir a dispersão
Reduzindo as variações...Reduzindo as variações...
 Redução de custos (desperdícios,
retrabalho)
 Redução do tempo de processamento
 Redução de atrasos, erros e reclamações
 Redução de estoques
 Aumento de produtividade
 Maior confiabilidade
 Lealdade dos clientes
 Aumento da participação no mercado
 Seis Sigma é a resposta às elevadas
expectativas dos clientes e à crescente
complexidade dos produtos e processos.
 Uma medida de
desempenho de processos
 O alvo é atingir um
desempenho com um
nível de falhas inferior a
3,4 defeitos por milhão de
oportunidades (DPMO)
 As empresas têm considerado como normal um
desempenho entre 3 e 4 sigma.
Seis Sigma - EstatísticaSeis Sigma - Estatística
Distribuição NormalDistribuição Normal
Seis Sigma= 3,4 PPM ?Seis Sigma= 3,4 PPM ?
Processos são dinâmicos e oscilam 1,5σ
acima ou abaixo do meio da tolerância
DPU, DPO e DPMODPU, DPO e DPMO
 DPU - defeitos por unidade
Oportunidade:
Toda chance de fazer algo, certo ou errado.
 DPO - defeitos por oportunidade
 DPMO - defeitos por milhão de
oportunidades
 Fornecedores
 Uma oportunidade por
componente comprado
 Uma oportunidade por produto entregue
 Clientes
 Soma das oportunidades à cada passo
do processo
 Processo de produção
 Número de oportunidades
de erro para cada
atividade executada
 Áreas administrativas
OportunidadesOportunidades
Quantas oportunidades?Quantas oportunidades?
Linha de montagem
Na perspectiva do cliente:Na perspectiva do cliente:
1 produto = 1 oportunidade1 produto = 1 oportunidade
Escritório - Formulário
O indicador é simplesO indicador é simples
1. Estime as oportunidades
3. Calcule DPMO =
Defeitos
Oportunidades
X 1.000.000
4. Converta DPMO em Sigma com a ajuda de uma tabela
2. Conte os defeitos
Conversão de DPMO em SigmaConversão de DPMO em Sigma
Tabela Simplificada
Seis Sigma pode também ser usado para medir aSeis Sigma pode também ser usado para medir a
qualidade de processos contínuosqualidade de processos contínuos
1) Produção: 20 kg/min = 864.000 kg/mês
2) Registros: 4 horas acima de 30o
C no mês
3) Taxa de defeitos: 4x 20 x 60 = 4.800 kg/mês
4) DPU = 4.800/864.000 = 0,00552
5) DPMO = 0,00552 x 1.000.000 = 5.520
6) Nível Sigma = 4,1 (aproximadamente)
Trocador de calorAlimentação Saída
Fluxo do produto
Fluxo da água de refrigeração
T T
T Medições de temperatura
LCS = 30o
C
LCI = 20o
C
Saída
Sigma - uma escala universalSigma - uma escala universal
Condição: calcular os defeitos e estimarCondição: calcular os defeitos e estimar
as oportunidades do mesmo modoas oportunidades do mesmo modo
BenchmarkingBenchmarking
Por que Seis Sigma?Por que Seis Sigma?
A complexidade crescenteA complexidade crescente
Por que Seis Sigma?Por que Seis Sigma?
A escala global dos errosA escala global dos erros
 88 mortes e 250 feridos
 Mais de 18 milhões de
pneus substituídos
 Custo superior a US$ 3
bilhões
 Ford encerra sua parceria
com a Firestone, datada
da fundação das duas
empresas
O recall Ford Explorer/Firestone:
Por que Seis Sigma?Por que Seis Sigma?
A ótica dos custosA ótica dos custos
Seis Sigma - MetodologiaSeis Sigma - Metodologia
 Uma metodologia para definir, medir, analisar, melhorar
e controlar a qualidade de cada um dos produtos,
serviços e processos da empresa, com o objetivo final
de eliminar os defeitos que afetam o que é crítico para
os clientes e lucros (rentabilidade).
 Seis Sigma é totalmente direcionado pelo perfeito
entendimento das necessidades dos clientes; uso
disciplinado de fatos, dados e análise estatística;
atenção permanente ao gerenciamento, melhoria e
inovação dos processos empresariais.
Seis Sigma - A evolução daSeis Sigma - A evolução da
Gestão da QualidadeGestão da Qualidade
Causas de
fracassos
• Falta de orientação
estratégica
• Desconhecimento das
necessidades dos clientes
• Treinamentos muito
focados no aspecto
comportamental
• Fraco domínio das técnicas
estatísticas e indicadores
de desempenho
As lições
aprendidas
• Liderança define
objetivos e projetos
• Projetos orientados pelas
necessidades dos clientes
• Treinamentos focados nas
técnicas de análise
estatística
• Forte ênfase nas técnicas
de medição, análise e
controle de processos
Modelo DMAICModelo DMAIC
DEFINA
Identifique, selecione e priorize os projetos certos. Defina os
objetivos de melhoria. Designe a equipe.
Estabeleça medições válidas e confiáveis para entender o
processo, avaliar o desempenho e monitorar os progressos.
Identifique e priorize as causas das variações, erros, falhas e
desperdícios.
Desenvolva e implemente as soluções para remover as
causas de maus desempenhos.
Assegure a manutenção e evolução das melhorias realizadas
e dos benefícios alcançados.
MENSURE
ANALISE
MELHORE
CONTROLE
A Jornada
Seis Sigma
Defeitos
Identificar, priorizar
e selecionar os
projetos certos
D
Identificar osatributoscríticos
Definir as medições chave
Coletar dados
Determinar o nível sigmaatual
M
Identificar as causasdasvariações
Descobrir relaçõesentreasvariávieisvitais
Quantificar osdesvios/oportunidades A
Gerar, selecionar, testar e
implementar soluções
para remover as
causas dasvariações
I
Validaro sistema demedições
Implementaro controledas variáveisvitais
Monitorar o desempenho
C
Um exemploUm exemplo
 Processo: produção de membranas para filtros de água.
 Problema: perdas de 14,5% da produção - fora de
especificação
 Prejuízo anual: US$ 500.000.
 Causa: variação na concentração da matéria prima
devida a interrupções na alimentação do processo
produtivo para a troca de containers.
 Solução: uso de reservatório auxiliar enquanto o
container vazio é trocado. Melhoria no sistema de
controle do nível de material no container.
 Resultado: perdas reduzidas para 2,2%
Ferramentas Seis SigmaFerramentas Seis Sigma
 Básicas:
Solução de problemas: Fluxograma, Folha de
Verificação, Pareto, Causa e Efeito, Brainstorming.
Análise estatística: Histograma, Gráfico de
Tendência, Gráfico de Dispersão, estatística
descritiva (média, mediana, variância, etc) e
análise exploratória (boxplot).
Outros: Diagrama de Afinidades, Matrizes de
Priorização.
 Intermediárias/Avançadas:
Amostragem, CEP, FMEA, QFD, análise da
capacidade do processo (CP e CPk).
DOE, ANOVA, correlação, regressão, simulação,
análise de riscos.
Foco: identificar e removerFoco: identificar e remover
as causas das variaçõesas causas das variações
Escolhado
processo
Caracterização
doprocesso
Otimização
doprocesso
Defina
Mensure
Analise
Melhore
Controle
Y
Xs
Processo
Problemas e sintomas
Saídas do processo
Variável de resposta, Y
Variáveis independentes, X
Entradas do processo
Determinantes críticos
Causas
Relações matemáticas
Os projetos certos
As equipes certas
Objetivo: Y = f(x x , ....x )1 2 n,
Foco do projeto
Projetos potenciaisProjetos potenciais
 Clientes insatisfeitos - reclamações e
devoluções
 Custos da má qualidade - rejeitos, retrabalho,
testes e inspeções excessivas
 Auditorias da qualidade - não conformidades
 Resultados de projetos anteriores
 Plano de negócios
 Gerentes e trabalhadores
Fontes:
Seleção de projetosSeleção de projetos
Projetos elegíveis:
 Problemas crônicos
 Relevância - impacto nos negócios
 Probabilidade de sucesso
 Mensurável
 Administrável - duração
Seleção de projetosSeleção de projetos
Critérios de seleção:
 Grande potencial de impacto sobre:
 Atração e retenção de clientes
 Redução de custos, desperdícios
 Retorno dos investimentos
 Satisfação dos empregados
 Urgência
 Riscos
 Resistência potencial à mudanças
Foco eFoco e tendênciastendências
 Foco no que é crítico para os clientes
 Melhoria da qualidade e produtividade
 Redução de custos - eliminação de
desperdícios
 Agilização/redução do tempo de ciclo
 Minimização de riscos e impactos
ambientais
 Minimização de riscos de acidentes
Dois livros essenciais para o
desenvolvimento de sua criatividade.
Informações no site
Criatividade Aplicada
http://wp.me/Pg0RE-yI
Disponíveis em duas opções: livro impresso ou e-book.Disponíveis em duas opções: livro impresso ou e-book.
Jairo Siqueira
siqueira@criatividadeaplicada.com
http://CriatividadeAplicada.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação cep
Apresentação cepApresentação cep
Apresentação cepemc5714
 
Aula SGA / SGQ / SGI
Aula   SGA / SGQ / SGI Aula   SGA / SGQ / SGI
Aula SGA / SGQ / SGI fabiofm
 
Gestão da Qualidade ISO:9001
Gestão da Qualidade ISO:9001Gestão da Qualidade ISO:9001
Gestão da Qualidade ISO:9001Greice Marques
 
Matriz GUT - Gravidade, Urgência e Tendência
Matriz GUT - Gravidade, Urgência e TendênciaMatriz GUT - Gravidade, Urgência e Tendência
Matriz GUT - Gravidade, Urgência e TendênciaOrlando Lima Treinamentos
 
Informação e Conhecimento nas organizações - Gestão
Informação e Conhecimento nas organizações - GestãoInformação e Conhecimento nas organizações - Gestão
Informação e Conhecimento nas organizações - GestãoLeonardo Moraes
 
421548223-CEP-Controle-Estatistico-de-Processo.ppt
421548223-CEP-Controle-Estatistico-de-Processo.ppt421548223-CEP-Controle-Estatistico-de-Processo.ppt
421548223-CEP-Controle-Estatistico-de-Processo.pptMarcos Boaventura
 
As 7 novas ferramentas da qualidade
As 7 novas ferramentas da qualidadeAs 7 novas ferramentas da qualidade
As 7 novas ferramentas da qualidadeJosé Daniel Barros
 
Tratamento de Não Conformidades - Curso online
Tratamento de Não Conformidades - Curso onlineTratamento de Não Conformidades - Curso online
Tratamento de Não Conformidades - Curso onlineGAC CURSOS ONLINE
 
Aula introducao cep
Aula introducao cepAula introducao cep
Aula introducao cepnigr0 s
 

Mais procurados (20)

Apresentação cep
Apresentação cepApresentação cep
Apresentação cep
 
Aula SGA / SGQ / SGI
Aula   SGA / SGQ / SGI Aula   SGA / SGQ / SGI
Aula SGA / SGQ / SGI
 
Six Sigma Metodologia DMAIC
Six Sigma Metodologia DMAICSix Sigma Metodologia DMAIC
Six Sigma Metodologia DMAIC
 
Projeto green belt andre carvalho versão final
Projeto green belt andre carvalho   versão finalProjeto green belt andre carvalho   versão final
Projeto green belt andre carvalho versão final
 
Six Sigma 2014
Six Sigma 2014Six Sigma 2014
Six Sigma 2014
 
Aula 01 Introdução – SGQ ISO 9001:2015
Aula 01 Introdução – SGQ ISO 9001:2015Aula 01 Introdução – SGQ ISO 9001:2015
Aula 01 Introdução – SGQ ISO 9001:2015
 
Gestão da Qualidade ISO:9001
Gestão da Qualidade ISO:9001Gestão da Qualidade ISO:9001
Gestão da Qualidade ISO:9001
 
BSC – mapa estratégico
BSC – mapa estratégicoBSC – mapa estratégico
BSC – mapa estratégico
 
Matriz GUT - Gravidade, Urgência e Tendência
Matriz GUT - Gravidade, Urgência e TendênciaMatriz GUT - Gravidade, Urgência e Tendência
Matriz GUT - Gravidade, Urgência e Tendência
 
PDCA - Treinamento completo
PDCA - Treinamento completoPDCA - Treinamento completo
PDCA - Treinamento completo
 
Informação e Conhecimento nas organizações - Gestão
Informação e Conhecimento nas organizações - GestãoInformação e Conhecimento nas organizações - Gestão
Informação e Conhecimento nas organizações - Gestão
 
Slides - Técnica dos 5 porquês
Slides -  Técnica dos 5 porquêsSlides -  Técnica dos 5 porquês
Slides - Técnica dos 5 porquês
 
421548223-CEP-Controle-Estatistico-de-Processo.ppt
421548223-CEP-Controle-Estatistico-de-Processo.ppt421548223-CEP-Controle-Estatistico-de-Processo.ppt
421548223-CEP-Controle-Estatistico-de-Processo.ppt
 
As 7 novas ferramentas da qualidade
As 7 novas ferramentas da qualidadeAs 7 novas ferramentas da qualidade
As 7 novas ferramentas da qualidade
 
Custos padrão e meta grupo 5
Custos padrão e meta   grupo 5Custos padrão e meta   grupo 5
Custos padrão e meta grupo 5
 
Trabalho de 6 sigmas administração da produção 2
Trabalho de 6 sigmas   administração da produção 2Trabalho de 6 sigmas   administração da produção 2
Trabalho de 6 sigmas administração da produção 2
 
ISO 9001
ISO 9001ISO 9001
ISO 9001
 
Apresentação de plano de negócios
Apresentação de plano de negóciosApresentação de plano de negócios
Apresentação de plano de negócios
 
Tratamento de Não Conformidades - Curso online
Tratamento de Não Conformidades - Curso onlineTratamento de Não Conformidades - Curso online
Tratamento de Não Conformidades - Curso online
 
Aula introducao cep
Aula introducao cepAula introducao cep
Aula introducao cep
 

Destaque

E-Book Intangíveis para Hoje DOM Strategy Partners 2011 partners 2011
E-Book Intangíveis para Hoje DOM Strategy Partners 2011 partners 2011E-Book Intangíveis para Hoje DOM Strategy Partners 2011 partners 2011
E-Book Intangíveis para Hoje DOM Strategy Partners 2011 partners 2011DOM Strategy Partners
 
A indicadores 1 -2010
A indicadores 1 -2010A indicadores 1 -2010
A indicadores 1 -2010Jorge Ramalho
 
Palestra Japão e Publicidade - ESPM (2008)
Palestra Japão e Publicidade - ESPM (2008)Palestra Japão e Publicidade - ESPM (2008)
Palestra Japão e Publicidade - ESPM (2008)Alexandre Mutran
 
E-Book Sustentabilidade É Bom Negócio DOM Strategy Partners 2011
E-Book Sustentabilidade É Bom Negócio DOM Strategy Partners 2011E-Book Sustentabilidade É Bom Negócio DOM Strategy Partners 2011
E-Book Sustentabilidade É Bom Negócio DOM Strategy Partners 2011DOM Strategy Partners
 
Ferramentas Qualidade e Lean Six Sigma Hospital
Ferramentas Qualidade e Lean Six Sigma HospitalFerramentas Qualidade e Lean Six Sigma Hospital
Ferramentas Qualidade e Lean Six Sigma HospitalRubia Soraya Rabello
 
Treinamento Six Sigma LG Electronics
Treinamento Six Sigma LG ElectronicsTreinamento Six Sigma LG Electronics
Treinamento Six Sigma LG Electronicsejedelmal
 
Qualidade: Indo além de um certificado na parede
Qualidade: Indo além de um certificado na paredeQualidade: Indo além de um certificado na parede
Qualidade: Indo além de um certificado na paredeJairo Siqueira
 
O Profissional da Qualidade e sua Atuação em um Mundo Globalizado
O Profissional da Qualidade e sua Atuação em um Mundo GlobalizadoO Profissional da Qualidade e sua Atuação em um Mundo Globalizado
O Profissional da Qualidade e sua Atuação em um Mundo GlobalizadoEvandro Lorentz
 
Ge six sigma-v02-slide share - sem animação
Ge six sigma-v02-slide share - sem animaçãoGe six sigma-v02-slide share - sem animação
Ge six sigma-v02-slide share - sem animaçãoBassetto, JL
 
Gerenciamento de projetos e sua contribuição para o sucesso
Gerenciamento de projetos e sua contribuição para o sucessoGerenciamento de projetos e sua contribuição para o sucesso
Gerenciamento de projetos e sua contribuição para o sucessoLabsoft - myLIMS
 
Apresentação fatec inteiro
Apresentação fatec   inteiroApresentação fatec   inteiro
Apresentação fatec inteiroPaulo Bandeira
 
Casos De Sucesso De Software Livre Ap
Casos De Sucesso De Software Livre ApCasos De Sucesso De Software Livre Ap
Casos De Sucesso De Software Livre ApArthur
 
Mobile report julho 2014 (1)
Mobile report  julho 2014 (1)Mobile report  julho 2014 (1)
Mobile report julho 2014 (1)Katia Nuno
 
Aula 2_IE_CEAG_2011
Aula 2_IE_CEAG_2011Aula 2_IE_CEAG_2011
Aula 2_IE_CEAG_2011zeusi9iuto
 
E-Book E-Marketing E-Consulting Corp. 2010
 E-Book E-Marketing E-Consulting Corp. 2010 E-Book E-Marketing E-Consulting Corp. 2010
E-Book E-Marketing E-Consulting Corp. 2010E-Consulting Corp.
 
O analista de negócios e o gerente de projetos
O analista de negócios e o gerente de projetosO analista de negócios e o gerente de projetos
O analista de negócios e o gerente de projetosMarcelo Neves
 

Destaque (20)

Sistema de qualidade
Sistema de qualidadeSistema de qualidade
Sistema de qualidade
 
E-Book Intangíveis para Hoje DOM Strategy Partners 2011 partners 2011
E-Book Intangíveis para Hoje DOM Strategy Partners 2011 partners 2011E-Book Intangíveis para Hoje DOM Strategy Partners 2011 partners 2011
E-Book Intangíveis para Hoje DOM Strategy Partners 2011 partners 2011
 
A indicadores 1 -2010
A indicadores 1 -2010A indicadores 1 -2010
A indicadores 1 -2010
 
Palestra Japão e Publicidade - ESPM (2008)
Palestra Japão e Publicidade - ESPM (2008)Palestra Japão e Publicidade - ESPM (2008)
Palestra Japão e Publicidade - ESPM (2008)
 
Aula Lean
Aula LeanAula Lean
Aula Lean
 
E-Book Sustentabilidade É Bom Negócio DOM Strategy Partners 2011
E-Book Sustentabilidade É Bom Negócio DOM Strategy Partners 2011E-Book Sustentabilidade É Bom Negócio DOM Strategy Partners 2011
E-Book Sustentabilidade É Bom Negócio DOM Strategy Partners 2011
 
Ferramentas Qualidade e Lean Six Sigma Hospital
Ferramentas Qualidade e Lean Six Sigma HospitalFerramentas Qualidade e Lean Six Sigma Hospital
Ferramentas Qualidade e Lean Six Sigma Hospital
 
Treinamento Six Sigma LG Electronics
Treinamento Six Sigma LG ElectronicsTreinamento Six Sigma LG Electronics
Treinamento Six Sigma LG Electronics
 
FNQ Inovação Terra Forum
FNQ   Inovação   Terra ForumFNQ   Inovação   Terra Forum
FNQ Inovação Terra Forum
 
Qualidade: Indo além de um certificado na parede
Qualidade: Indo além de um certificado na paredeQualidade: Indo além de um certificado na parede
Qualidade: Indo além de um certificado na parede
 
O Profissional da Qualidade e sua Atuação em um Mundo Globalizado
O Profissional da Qualidade e sua Atuação em um Mundo GlobalizadoO Profissional da Qualidade e sua Atuação em um Mundo Globalizado
O Profissional da Qualidade e sua Atuação em um Mundo Globalizado
 
Ge six sigma-v02-slide share - sem animação
Ge six sigma-v02-slide share - sem animaçãoGe six sigma-v02-slide share - sem animação
Ge six sigma-v02-slide share - sem animação
 
Gerenciamento de projetos e sua contribuição para o sucesso
Gerenciamento de projetos e sua contribuição para o sucessoGerenciamento de projetos e sua contribuição para o sucesso
Gerenciamento de projetos e sua contribuição para o sucesso
 
Apresentação fatec inteiro
Apresentação fatec   inteiroApresentação fatec   inteiro
Apresentação fatec inteiro
 
EDIÇÃO 108 fevereiro 2015
EDIÇÃO  108 fevereiro 2015 EDIÇÃO  108 fevereiro 2015
EDIÇÃO 108 fevereiro 2015
 
Casos De Sucesso De Software Livre Ap
Casos De Sucesso De Software Livre ApCasos De Sucesso De Software Livre Ap
Casos De Sucesso De Software Livre Ap
 
Mobile report julho 2014 (1)
Mobile report  julho 2014 (1)Mobile report  julho 2014 (1)
Mobile report julho 2014 (1)
 
Aula 2_IE_CEAG_2011
Aula 2_IE_CEAG_2011Aula 2_IE_CEAG_2011
Aula 2_IE_CEAG_2011
 
E-Book E-Marketing E-Consulting Corp. 2010
 E-Book E-Marketing E-Consulting Corp. 2010 E-Book E-Marketing E-Consulting Corp. 2010
E-Book E-Marketing E-Consulting Corp. 2010
 
O analista de negócios e o gerente de projetos
O analista de negócios e o gerente de projetosO analista de negócios e o gerente de projetos
O analista de negócios e o gerente de projetos
 

Semelhante a Six Sigma

Semelhante a Six Sigma (20)

Apostila Green Belt
Apostila Green BeltApostila Green Belt
Apostila Green Belt
 
Resultados AlcançAdos 09
Resultados AlcançAdos 09Resultados AlcançAdos 09
Resultados AlcançAdos 09
 
Aula 01 qs - 6 sigma
Aula 01   qs - 6 sigmaAula 01   qs - 6 sigma
Aula 01 qs - 6 sigma
 
Seminário Aese - Conceitos teóricos do LSS
Seminário Aese - Conceitos teóricos do LSSSeminário Aese - Conceitos teóricos do LSS
Seminário Aese - Conceitos teóricos do LSS
 
Seis sigma apres fap
Seis sigma apres fapSeis sigma apres fap
Seis sigma apres fap
 
Slideshare green belt
Slideshare green beltSlideshare green belt
Slideshare green belt
 
Gerenciamento da qualidade total 6sigma marcus vinicius carina
Gerenciamento da qualidade total 6sigma marcus vinicius carinaGerenciamento da qualidade total 6sigma marcus vinicius carina
Gerenciamento da qualidade total 6sigma marcus vinicius carina
 
Processo seis sigma, uma visão geral
Processo seis sigma, uma visão geralProcesso seis sigma, uma visão geral
Processo seis sigma, uma visão geral
 
Processo seis sigma, uma visão geral
Processo seis sigma, uma visão geralProcesso seis sigma, uma visão geral
Processo seis sigma, uma visão geral
 
Gerenciamento quali total 6sigma
Gerenciamento quali total 6sigmaGerenciamento quali total 6sigma
Gerenciamento quali total 6sigma
 
Lean six sigma operations
Lean six sigma operationsLean six sigma operations
Lean six sigma operations
 
Bs Cobj Estrat
Bs Cobj EstratBs Cobj Estrat
Bs Cobj Estrat
 
e book conhea_o_seis_sigma
e book conhea_o_seis_sigmae book conhea_o_seis_sigma
e book conhea_o_seis_sigma
 
7 6 Sigma Dmaic
7 6 Sigma Dmaic7 6 Sigma Dmaic
7 6 Sigma Dmaic
 
Trabalho 6 sigma
Trabalho 6 sigmaTrabalho 6 sigma
Trabalho 6 sigma
 
Six Sigma DE<AIC - Seleção de Projetos
Six Sigma DE<AIC - Seleção de ProjetosSix Sigma DE<AIC - Seleção de Projetos
Six Sigma DE<AIC - Seleção de Projetos
 
Qualytool - Inovação e Perfomance
Qualytool - Inovação e PerfomanceQualytool - Inovação e Perfomance
Qualytool - Inovação e Perfomance
 
6 sigma
6 sigma6 sigma
6 sigma
 
seissigmatrad.pdf
seissigmatrad.pdfseissigmatrad.pdf
seissigmatrad.pdf
 
PUC Formacao de Green Belts
PUC Formacao de Green BeltsPUC Formacao de Green Belts
PUC Formacao de Green Belts
 

Mais de Jairo Siqueira

Miniguia do Pensamento Critico
Miniguia do Pensamento CriticoMiniguia do Pensamento Critico
Miniguia do Pensamento CriticoJairo Siqueira
 
Quebra gelos - Volume 1
Quebra gelos - Volume 1Quebra gelos - Volume 1
Quebra gelos - Volume 1Jairo Siqueira
 
Solução criativa de problemas
Solução criativa de problemasSolução criativa de problemas
Solução criativa de problemasJairo Siqueira
 
Gerenciamento do Tempo
Gerenciamento do TempoGerenciamento do Tempo
Gerenciamento do TempoJairo Siqueira
 
Indicadores Estrategicos
Indicadores EstrategicosIndicadores Estrategicos
Indicadores EstrategicosJairo Siqueira
 
Excelencia em Serviços
Excelencia em ServiçosExcelencia em Serviços
Excelencia em ServiçosJairo Siqueira
 
Gestao Estrategica da Qualidade
Gestao Estrategica da QualidadeGestao Estrategica da Qualidade
Gestao Estrategica da QualidadeJairo Siqueira
 
Criatividade e Inovaçao
Criatividade e InovaçaoCriatividade e Inovaçao
Criatividade e InovaçaoJairo Siqueira
 

Mais de Jairo Siqueira (12)

Miniguia do Pensamento Critico
Miniguia do Pensamento CriticoMiniguia do Pensamento Critico
Miniguia do Pensamento Critico
 
Quebra Gelos Volume 2
Quebra Gelos Volume 2Quebra Gelos Volume 2
Quebra Gelos Volume 2
 
Quebra gelos - Volume 1
Quebra gelos - Volume 1Quebra gelos - Volume 1
Quebra gelos - Volume 1
 
Solução criativa de problemas
Solução criativa de problemasSolução criativa de problemas
Solução criativa de problemas
 
Gerenciamento do Tempo
Gerenciamento do TempoGerenciamento do Tempo
Gerenciamento do Tempo
 
Indicadores Estrategicos
Indicadores EstrategicosIndicadores Estrategicos
Indicadores Estrategicos
 
Excelencia em Serviços
Excelencia em ServiçosExcelencia em Serviços
Excelencia em Serviços
 
Gestao Estrategica da Qualidade
Gestao Estrategica da QualidadeGestao Estrategica da Qualidade
Gestao Estrategica da Qualidade
 
Vaca Atolada
Vaca AtoladaVaca Atolada
Vaca Atolada
 
Criatividade e Inovaçao
Criatividade e InovaçaoCriatividade e Inovaçao
Criatividade e Inovaçao
 
Gestao de Mudanças
Gestao de MudançasGestao de Mudanças
Gestao de Mudanças
 
Desburocratização
DesburocratizaçãoDesburocratização
Desburocratização
 

Six Sigma

  • 1.
  • 2. Desafios de uma economiaDesafios de uma economia globalizadaglobalizada  Competição global  Clientes mais informados e exigentes  Tolerâncias mais apertadas  Prazos mais curtos  Atendimento personalizado  Margens de lucro em declínio  Consequências de erros podem se tornar insuportáveis: recall, devoluções, consertos, indenizações, estragos na imagem e reputação
  • 3. Qualidade - o grandeQualidade - o grande desafiodesafio Alimentos contaminados - Mais de 5.000 mortes, 325.000 hospitalizações e 76 milhões de casos gastrintestinais. Fonte: US Government Reports Carros defeituosos - Recall de mais de 16 milhões de veículos por ano Produtos perigosos - Recall anual de centenas de brinquedos e outros produtos para crianças, devido a ferimentos e intoxicações
  • 4. Desperdícios - outroDesperdícios - outro desafiodesafio Dos 54 bilhões de litros de água produzidos por dia na Grande São Paulo, 33,5% são perdidos por vazamentos, desvios e mau funcionamento de hidrômetros. 1,6 milhões de toneladas de soja são perdidas anualmente na colheita, por má operação e desajustes nas colhedeiras.
  • 5. As causas dos problemasAs causas dos problemas  Design fraco  Processos deficientes e inconsistentes  Conhecimentos e habilidades inadequadas  Componentes e materiais instáveis  Sistemas de medição falhos, inconsistentes
  • 6. O Que é Seis Sigma?O Que é Seis Sigma? A resposta pode ser dada sobre 3 perspectivas:  Cultura  Estatística  Metodologia
  • 7. Seis Sigma - CulturaSeis Sigma - Cultura Uma filosofia empresarial que enfatiza a satisfação dos clientes, a prevenção de defeitos e a eliminação de desperdícios Foco no que é crítico para clientes e para a rentabilidade Reconhecimento de que defeitos custam dinheiro e aborrecem os clientes Ênfase na redução e controle das variações nos processos
  • 8. Variação - a fonte de problemasVariação - a fonte de problemas Redução da variação é a chave paraRedução da variação é a chave para reduzir defeitos, atrasos e desperdíciosreduzir defeitos, atrasos e desperdícios Média Grande mudança Melhoria de 24% Variação O que o cliente percebe Nenhuma mudança significativa
  • 9. Fora do centro Centrado no alvo Centralizar o processo Reduzir a dispersão Muito disperso O objetivo do Seis Sigma é identificarO objetivo do Seis Sigma é identificar e reduzir as variações no processoe reduzir as variações no processo
  • 10. Variação reduzida significa menos defeitos,Variação reduzida significa menos defeitos, menores custos e maior rendimento do processomenores custos e maior rendimento do processo Seis Sigma 99,99966% de rendimento, ou 3,4 DPMO Centralizar Reduzir a dispersão
  • 11. Reduzindo as variações...Reduzindo as variações...  Redução de custos (desperdícios, retrabalho)  Redução do tempo de processamento  Redução de atrasos, erros e reclamações  Redução de estoques  Aumento de produtividade  Maior confiabilidade  Lealdade dos clientes  Aumento da participação no mercado
  • 12.  Seis Sigma é a resposta às elevadas expectativas dos clientes e à crescente complexidade dos produtos e processos.  Uma medida de desempenho de processos  O alvo é atingir um desempenho com um nível de falhas inferior a 3,4 defeitos por milhão de oportunidades (DPMO)  As empresas têm considerado como normal um desempenho entre 3 e 4 sigma. Seis Sigma - EstatísticaSeis Sigma - Estatística
  • 14. Seis Sigma= 3,4 PPM ?Seis Sigma= 3,4 PPM ? Processos são dinâmicos e oscilam 1,5σ acima ou abaixo do meio da tolerância
  • 15. DPU, DPO e DPMODPU, DPO e DPMO  DPU - defeitos por unidade Oportunidade: Toda chance de fazer algo, certo ou errado.  DPO - defeitos por oportunidade  DPMO - defeitos por milhão de oportunidades
  • 16.  Fornecedores  Uma oportunidade por componente comprado  Uma oportunidade por produto entregue  Clientes  Soma das oportunidades à cada passo do processo  Processo de produção  Número de oportunidades de erro para cada atividade executada  Áreas administrativas OportunidadesOportunidades
  • 17. Quantas oportunidades?Quantas oportunidades? Linha de montagem Na perspectiva do cliente:Na perspectiva do cliente: 1 produto = 1 oportunidade1 produto = 1 oportunidade Escritório - Formulário
  • 18. O indicador é simplesO indicador é simples 1. Estime as oportunidades 3. Calcule DPMO = Defeitos Oportunidades X 1.000.000 4. Converta DPMO em Sigma com a ajuda de uma tabela 2. Conte os defeitos
  • 19. Conversão de DPMO em SigmaConversão de DPMO em Sigma Tabela Simplificada
  • 20. Seis Sigma pode também ser usado para medir aSeis Sigma pode também ser usado para medir a qualidade de processos contínuosqualidade de processos contínuos 1) Produção: 20 kg/min = 864.000 kg/mês 2) Registros: 4 horas acima de 30o C no mês 3) Taxa de defeitos: 4x 20 x 60 = 4.800 kg/mês 4) DPU = 4.800/864.000 = 0,00552 5) DPMO = 0,00552 x 1.000.000 = 5.520 6) Nível Sigma = 4,1 (aproximadamente) Trocador de calorAlimentação Saída Fluxo do produto Fluxo da água de refrigeração T T T Medições de temperatura LCS = 30o C LCI = 20o C Saída
  • 21. Sigma - uma escala universalSigma - uma escala universal Condição: calcular os defeitos e estimarCondição: calcular os defeitos e estimar as oportunidades do mesmo modoas oportunidades do mesmo modo
  • 23. Por que Seis Sigma?Por que Seis Sigma? A complexidade crescenteA complexidade crescente
  • 24. Por que Seis Sigma?Por que Seis Sigma? A escala global dos errosA escala global dos erros  88 mortes e 250 feridos  Mais de 18 milhões de pneus substituídos  Custo superior a US$ 3 bilhões  Ford encerra sua parceria com a Firestone, datada da fundação das duas empresas O recall Ford Explorer/Firestone:
  • 25. Por que Seis Sigma?Por que Seis Sigma? A ótica dos custosA ótica dos custos
  • 26. Seis Sigma - MetodologiaSeis Sigma - Metodologia  Uma metodologia para definir, medir, analisar, melhorar e controlar a qualidade de cada um dos produtos, serviços e processos da empresa, com o objetivo final de eliminar os defeitos que afetam o que é crítico para os clientes e lucros (rentabilidade).  Seis Sigma é totalmente direcionado pelo perfeito entendimento das necessidades dos clientes; uso disciplinado de fatos, dados e análise estatística; atenção permanente ao gerenciamento, melhoria e inovação dos processos empresariais.
  • 27. Seis Sigma - A evolução daSeis Sigma - A evolução da Gestão da QualidadeGestão da Qualidade Causas de fracassos • Falta de orientação estratégica • Desconhecimento das necessidades dos clientes • Treinamentos muito focados no aspecto comportamental • Fraco domínio das técnicas estatísticas e indicadores de desempenho As lições aprendidas • Liderança define objetivos e projetos • Projetos orientados pelas necessidades dos clientes • Treinamentos focados nas técnicas de análise estatística • Forte ênfase nas técnicas de medição, análise e controle de processos
  • 28. Modelo DMAICModelo DMAIC DEFINA Identifique, selecione e priorize os projetos certos. Defina os objetivos de melhoria. Designe a equipe. Estabeleça medições válidas e confiáveis para entender o processo, avaliar o desempenho e monitorar os progressos. Identifique e priorize as causas das variações, erros, falhas e desperdícios. Desenvolva e implemente as soluções para remover as causas de maus desempenhos. Assegure a manutenção e evolução das melhorias realizadas e dos benefícios alcançados. MENSURE ANALISE MELHORE CONTROLE
  • 29. A Jornada Seis Sigma Defeitos Identificar, priorizar e selecionar os projetos certos D Identificar osatributoscríticos Definir as medições chave Coletar dados Determinar o nível sigmaatual M Identificar as causasdasvariações Descobrir relaçõesentreasvariávieisvitais Quantificar osdesvios/oportunidades A Gerar, selecionar, testar e implementar soluções para remover as causas dasvariações I Validaro sistema demedições Implementaro controledas variáveisvitais Monitorar o desempenho C
  • 30. Um exemploUm exemplo  Processo: produção de membranas para filtros de água.  Problema: perdas de 14,5% da produção - fora de especificação  Prejuízo anual: US$ 500.000.  Causa: variação na concentração da matéria prima devida a interrupções na alimentação do processo produtivo para a troca de containers.  Solução: uso de reservatório auxiliar enquanto o container vazio é trocado. Melhoria no sistema de controle do nível de material no container.  Resultado: perdas reduzidas para 2,2%
  • 31. Ferramentas Seis SigmaFerramentas Seis Sigma  Básicas: Solução de problemas: Fluxograma, Folha de Verificação, Pareto, Causa e Efeito, Brainstorming. Análise estatística: Histograma, Gráfico de Tendência, Gráfico de Dispersão, estatística descritiva (média, mediana, variância, etc) e análise exploratória (boxplot). Outros: Diagrama de Afinidades, Matrizes de Priorização.  Intermediárias/Avançadas: Amostragem, CEP, FMEA, QFD, análise da capacidade do processo (CP e CPk). DOE, ANOVA, correlação, regressão, simulação, análise de riscos.
  • 32. Foco: identificar e removerFoco: identificar e remover as causas das variaçõesas causas das variações Escolhado processo Caracterização doprocesso Otimização doprocesso Defina Mensure Analise Melhore Controle Y Xs Processo Problemas e sintomas Saídas do processo Variável de resposta, Y Variáveis independentes, X Entradas do processo Determinantes críticos Causas Relações matemáticas Os projetos certos As equipes certas Objetivo: Y = f(x x , ....x )1 2 n, Foco do projeto
  • 33. Projetos potenciaisProjetos potenciais  Clientes insatisfeitos - reclamações e devoluções  Custos da má qualidade - rejeitos, retrabalho, testes e inspeções excessivas  Auditorias da qualidade - não conformidades  Resultados de projetos anteriores  Plano de negócios  Gerentes e trabalhadores Fontes:
  • 34. Seleção de projetosSeleção de projetos Projetos elegíveis:  Problemas crônicos  Relevância - impacto nos negócios  Probabilidade de sucesso  Mensurável  Administrável - duração
  • 35. Seleção de projetosSeleção de projetos Critérios de seleção:  Grande potencial de impacto sobre:  Atração e retenção de clientes  Redução de custos, desperdícios  Retorno dos investimentos  Satisfação dos empregados  Urgência  Riscos  Resistência potencial à mudanças
  • 36. Foco eFoco e tendênciastendências  Foco no que é crítico para os clientes  Melhoria da qualidade e produtividade  Redução de custos - eliminação de desperdícios  Agilização/redução do tempo de ciclo  Minimização de riscos e impactos ambientais  Minimização de riscos de acidentes
  • 37. Dois livros essenciais para o desenvolvimento de sua criatividade. Informações no site Criatividade Aplicada http://wp.me/Pg0RE-yI Disponíveis em duas opções: livro impresso ou e-book.Disponíveis em duas opções: livro impresso ou e-book.