Apresentação fatec inteiro

777 visualizações

Publicada em

Seminário "O caminho da Certificação Lean Six Sigma" apresentado na FATEC-Santos out/2014

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
777
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
30
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação fatec inteiro

  1. 1. LEAN SIX SIGMA O caminho para a Certificação Profissional
  2. 2. 2 Produtividade O desafio da produtividade Educação e Produtividade Mapa estratégico da Indústria O Setor de treinamento Tendências do setor de treinamento O setor de certificação Profissional Cenário, desafio e oportunidades Certificação Lean Six Sigma Mercado e Demandas Solução de Ensino a Distância 10:18:27
  3. 3. O desafio da Produtividade A baixa produtividade tem consequências desastrosas para a economia brasileira. Reduz a competitividade do setor privado, pressiona a inflação e a taxa de juros e inibe o crescimento econômico, 3 • Crescimento da renda real • Controle inflacionário • Valorização cambial • Redução dos Juros 10:18:27 • Outros ... Produtividade
  4. 4. 4 “Se quisermos crescer no longo prazo, precisamos avançar nas políticas de produtividade” (Marcelo Neri- Ipea) 10:18:27
  5. 5. O Desafio da empresa Estabelecer uma estratégia corporativa que permita a empresa vencer as turbulências das crise e se posicionar mais competitiva no seu ramo de atuação. 5 10:18:27 • Competitividade • Mercado • Lucro • Salários ... • “Próspera sobrevivência” • Outros ... Produtividade
  6. 6. Como Alcançar A diferenciação da empresa por um modelo de gestão que viabilize : Redução de custos Redução de desperdícios  Aumento da rentabilidade Aumento do ROI Sem prejuízo da qualidade 6 10:18:27
  7. 7. Educação e Produtividade A competitividade do Brasil no mercado internacional depende de avanços importantes na educação. O trabalhador brasileiro tem um quinto da produtividade do trabalhador americano. Boa parte dessa diferença está na falta de peparo dessa mão de obra. 10:18:27 7 10:18:27
  8. 8. 8 Mapa estratégico da Indústria 2013-2022 O Mapa Estratégico da Indústria 2013-2022 apresenta diretrizes para aumentar a competitividade da indústria e o crescimento do Brasil. O Mapa apresenta dez fatores-chave para a competitividade e este documento é resultado de um projeto ligado ao fator-chave Educação Diagnóstico: • O capital humano terá papel ainda mais crucial nesta nova fase da indústria • A educação eleva a produtividade. • A educação aumenta a competitividade nacional e é fundamental para o exercício • da cidadania. • A educação eleva a produtividade do setor de serviços e da indústria • A educação é fundamental para que o país esteja pronto para enfrentar os efeitos • da rápida transformação demográfica • A educação permite que o país se beneficie mais da globalização. 10:18:27
  9. 9. Mapa estratégico da Indústria 2013-2022 • APRIMORAR AS CONDIÇÕES PARA QUE AS ESCOLAS POSSAM ENTREGAR MELHORES RESULTADOS • CAPACITAR AS CRIANÇAS E JOVENS PARA PARTICIPAREM DA ERA DO CONHECIMENTO • REDUZIR A DISPARIDADE DE EDUCAÇÃO • EDUCAR E FORMAR MELHOR, EM LARGA ESCALA E A BAIXO CUSTO • ADAPTAR O SISTEMA EDUCACIONAL À MUDANÇA DEMOGRÁFICA. • CAPACITAR TRABALHADORES MADUROS PARA QUE SEJAM PARTE DA SOLUÇÃO • DESENVOLVER POLÍTICAS DE RECURSOS HUMANOS NAS EMPRESAS • COMPARTILHAR O CONHECIMENTO • PRIORIZAR O SETOR DE SERVIÇOS • ESTIMULAR A PARTICIPAÇÃO DE TODOS NA MELHORIA DA EDUCAÇÃO • AUMENTAR A ATRATIVIDADE DOS CURSOS DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL • PARA OS JOVENS 9 10:18:27
  10. 10. O retrato do treinamento no Brasil • As novas demandas sociais • A presença de várias gerações no local de trabalho • Uma sociedade cada vez mais sedenta por mudanças • Desafio da gestão do conhecimento • O fenômeno da Globalização Fonte:Pesquisa Anual MOT/ABTD/ Revista T&D 10 10:18:27
  11. 11. 11 Tendências do setor de treinamento no Brasil • Gestão do conhecimento como base da vantagem competitiva • Mais tecnologias, mídias sociais e conexões • Retomada dos investimentos em T&D como ação estratégica • T&D como parte da estratégia de engajamento e retenção de talentos • Desenvolver líderes continua muito relevante • Investir e mensurar o impacto no dia a dia • Utilização estratégica de fornecedores externos de T&D. 10:18:27
  12. 12. 12 Resultados da Pesquisa Anual MOT/ABTD/ Revista T&D – 2013/2014 1. Mais tecnologias, mídias sociais e conexões  21% do investimento anual em T&D estão diretamente relacionados à utilização de algum recurso tecnológico.  O uso da tecnologia móvel (mobile learning) é o modelo escolhido para aumentar e inovar na oferta de programas de desenvolvimento para 27% das empresas (este indicador está em crescimento);  Do total de investimentos em T&D, a participação dos valores destinados exclusivamente ao e-learning já atinge, em média, 11,8% em relação ao orçamento anual total;  Cada vez mais as organizações incorporam soluções inovadoras com soluções tradicionais. Por exemplo,o treinamento presencial clássico é utilizado como único processo de T&D somente para 23% dos participantes da pesquisa;  Nas empresas com maior número de funcionários (superior a 50 mil profissionais) e em empresas que atuam em consultoria e tecnologia da informação, 10% dos programas de treinamento ocorrem online, de forma síncrona (incluindo chats e tecnologia de conexão multiponto).  Princípios de Storytelling e soluções que se classifi-cam como gamefication estão sendo introduzidos para engajar as diferentes gerações.  Os modelos de treinamento remoto,a distância, assíncrono, com apoio de satélite, videoconferência ou áudio-conferência são utilizados por 16% dos participantes da pesquisa.Nestas organizações, estas soluções são utilizadas em aproximadamente 35% dos programas de treinamento. 10:18:27
  13. 13. 13 1. Retomada dos investimentos em T&D como ação estratégica.  O valor médio investido anualmente, por treinando, cresceu 6% (entre 2012 e 2013) e a perspectiva de crescimento médio entre 2013 e 2014 é de 9%;  O valor médio mensal de remuneração dos colaboradores que recebem treinamento é de R$ 5.524,00 (valor sem encargos sociais), equivalentes a US$ 2.500,00;  O investimento médio anual por treinando é de R$ 4.781,00, equivalente a US$ 2.175,00. Isto significa que a relação entre o investimento anual por treinando e sua remuneração média mensal é de 86,5% (82% na pesquisa anterior);  Para 55% dos respondentes, a organização possui um executivo-sênior dedicado às estratégias de treinamento, gestão do conhecimento ou de capital humano (45% na pesquisa anterior).Este ). Este profissional,em média, reporta-se diretamente ao CEO da organização em 25% das organizações;  Para 11% das empresas pesquisadas,existe uma Universidade Corporativa (8% na pesquisa anterior) 10:18:27
  14. 14. 14 1. Desenvolver líderes continua muito relevante • • O treinamento de executivos, para 77% dos pesquisados, é tema obrigatório ao longo do ano; • Programas que abordam os níveis de gerência e supervisão são adotados por 87% dos pesquisados; • Para cada 5 empresas, o tema“desenvolvimento de lideranças ”será prioritário em 4 delas (80%). Esta é a mesma tendência revelada nas pesquisas anteriores; • Ordenados por prioridade,os cinco temas que farão parte dos programas de treinamento das organizações pesquisadas são os seguintes: Liderança (81%), Comunicação e feedback (58%), Qualidade e/ou atendimento ao cliente (39%), Segurança e/ou treinamentos obrigatórios (22%) e Tecnologia da informação (17%); • Para cada 5 programas voltados para desenvolver o modelo de liderança, 4 (80%) são realizados em eventos presenciais. Destes programas presenciais, 3 deles (75%) utilizam mídias mescladas e combinadas (gamefication, storytelling,blended learning, 10:18:27
  15. 15. 15 1. Utilização estratégica de fornecedores externos de T&D.  • 84% das organizações contratam fornecedores externos e adotam soluções terceirizadas como parte de sua estratégia de investimento em T&D; • Estratificando o resultado das empresas que investem em soluções terceirizadas, 53% de seu investimento em T&D destina-se a fornecedores externos; • Cresceu em 130% o investimento em T&D feito pelas próprias empresas de consultoria em seus profissionais; • Da mesma forma que nas pesquisas anteriores, chama a atenção o alto índice de orçamento para atividades ligadas à pós-graduação, MBA’s e programas similares – cerca de 10%; • Além das soluções tradicionais em T&D e do uso de tecnologia, o mercado de palestras no Brasil (considerado uma ação de T&D) cresce acima do PIB:11%; • Valor médio cobrado por palestra no Brasil subiu para R$ 6.213,00 (no ano anterior R$ 5.845,00). • 15 % das organizações remuneram acima de R$8.000,00 por cada palestra; 10:18:27
  16. 16. O setor de Certificação Profissional • A certificação Profissional, entendida em seu sentido mais amplo como “o reconhecimento formal dos conhecimentos, habilidades, atitudes e competências do trabalhador, requeridos pelo sistema produtivo e definidos em termos de padrões ou normas acordadas previamente, independentemente da forma como foram adquiridos”, tem sido apresentada como recurso eficaz para organizar o mercado de trabalho e promover a produtividade, em um mundo cada vez mais caracterizado pela acelerada incorporação tecnológica e pelo domínio da informação. • Contrapartida à diversidade de instituiçõe de T&D • Portabilidade da expertise profissional • Referência profissional 16 10:18:27
  17. 17. O Desafio do Cenário Oferecer uma solução para a qualificação do trabalhador, no Brasil, que seja orientado pelos principais vetores • Diversificação das ferramentas de tecnologia de treinamento. • Fomento à mobilidade do treinamento (mobilidade de tempo e de espaço) • Fomento à prática de ensino a distância, e formas híbridas de ensino (presencial+distância) • Foco no treinamento Executivo, notadamente Liderança e Qualidade. • Expansão da carga de tempo médio de treinamento por empregado, assim como redução do valor do investimento por empregado • Fortaleciento da Credibilidade da Certificação de habilidades A oportunidade é uma solução de qualificação e fomento à produtividade, que promova um alto grau de automação, individualização e mobilididade ao treinamento, através do uso de ferramentas de T.I. 17 10:18:27
  18. 18. Certificação Lean Six Sigma 18 • O que é a Certificação Lean Six Sigma • O que está envolvido na certificação Sis Sigma • Não Existe um organismo Central para a Certificação Six Sigma. • A atuação da ASQ no mercado de certificação Lean Six Sigma • A atuação o IASSC – International Association for Six Sigma Certification • A atuação da ISO. 10:18:27
  19. 19. A oportunidade 19 Uma solução de Qualificação Profissional a Distância, que promova um programa de CERTIFICAÇÃO Lean Six Sigma com um alto grau de automação e mobilididade Complementa essa oportunidade a oferta de conteúdos cujos conteúdos consagrados internacionalmente, e suportados por um conjunto de ferramentas acadêmicas que dêem o suporte necessário à acreditação dos certificados emitidos para os alunos aprovados nos diversos cursos. 10:18:27
  20. 20. Definindo Lean Six Sigma Então, o que é Lean Six Sigma? Em alto nível, Lean Six Sigma é uma abordagem para a melhoria do desempenho da sua empresa através da prática das disciplinas de Lean e Seis Sigma. Lean: A aplicação de princípios, cujo objetivo é o de eliminar os desperdícios, e ao mesmo tempo melhorar fluxo dos processos, para obter velocidade e agilidade a um custo menor. Seis Sigma: A aplicação de princípios, cujo objetivo é eliminar defeitos e variação Quando combinados e aplicados de modo eficaz, as principais melhorias são alcançadas no desempenho dos negócios. 20 10:18:27
  21. 21. Metodologia Lean 21 Metologia Lean 10:18:27 21 Lean: Desenvolvido pela Toyota para Redução de custos e desperdícios; focado em:  maximizar velocidade dos processos Análise do fluxo de valor em cada processo  Separação dos valores agregados dos Nao agregados em um processo  Prover meios de eliminar o Custo de complexidade Os sete elememtos de desperdício são: Superprodução: Fazer mais do que o próximo processo necessita ou mais do que o cliente comprará. Correção – tudo que envolve “re” Esqoques : maiores que o necessário acarretando aumento do overhead e obrigações financeiras. Transportes desnecessárias. Super-operação: atividades que não agregam valor. Movimentações desnecessárias (pessoas e coisas)
  22. 22. A Visãodo suporte Lean para o seu projeto 22  Não se pode sustentar um Kaizen sem Kanban. Kanban Objetivo contínuo: Sustentar resultados  Não podemos sustentar Kaizen (Six Sigma) sem um trabalho padronizado.  Não podemos manter um Trabalho padronizado sem uma Fábrica visual . Kaizen  Não podemos sustentar uma fábrica Visual sem um 5S. Trabalho Padronizado Fábrica Visual 5S Organização do Local Ferramentas Lean adicionam a disciplina necessária para sustentar os ganhos realizados com os projetos Six Sigmaprojetos dos Belts 10:18:27
  23. 23. Metodologia Six Sigma 10:18:27 23 Desenvolvido pela Motorola para Redução de variações na produção, focado em: Enfase na identificação da causa raiz dos problemas Baseados em dados estatísticos coletados. (tipos de dados: contínuos e de atributos) Sustentado por um framework capaz de orientar, dirigir e garantir resultados “ Projetização”  Focado na gestão de mudanças propostas. MetodologiaSix Sigma
  24. 24. Definição de Six Sigma Desenvolvimento dos empregados e capacidade para atingir 40% ou mais em melhorias na rentabilidade da empresa como meta de negócio;. Metodologia Ferramentas e taticas Abordagem orientada a processo que significa que inputs e outputs são medidos, monitorados e gerenciados. Estratégia de Negócio Como meta de performance, a capacidade de processo Six Sigmaproduz um resultaqdo que tem menos de 3.4 defeitos por milhão de oportunidades. 10:18:27 24 DMAIC - Define, Measure, Analyze, Improve and Control Foco em causa e efeito atraves da utilização de ferramentas de análise de solução de problemas ao longo de uma estrutura de gerenciamento que garanta resultados. Medição de Processos e gerenciamento Filosofia de Excelência Empresarial Six Sigma Esta é a maneira como se toca o negócio . Isto não é sobre qualidade. Isto é uma abordagem de gerenciamento de negócio. Um dos benefícios é o aumento da qualidade.
  25. 25. A fase de abordagemsix sigma 10:18:27 25 • O six sigma criou um objetivo realista e quantificáveis, em termos de sua meta, de 3,4 defeitos por milhão de operações. Foi também acompanhado por uma metodologia para atingir essa meta. • Essa metodologia é uma estratégia de resolução de problemas composta de quatro etapas: medir, analisar, melhorar e controlar. • Quando a GE lançou o six sigma, melhorou a metodologia para incluir a Fase Definir Control o Melhora r Medir Analisar A MOTOROLA Definir GENERAL ELECTRIC
  26. 26. Estratégia six sigma 10:18:27 26 (X1) (X7) (X5) (X6) (X3) (X2) (X4) (X8) (X10) (X9) Usamos uma variedade de ferramentas six sigma para ajudar separar as “poucas variações Vitais” que afetam nossos Y a partir das “Muitas variações triviais”. Alguns processos contêm muitas variáveis; no entanto, nossos Y’s não são afetados igualmente por todas elas. Por concentrarmo-nos naquelas poucas essenciais, alavancamos nossa eficiência
  27. 27. O ProjetoSix Sigma 27 Problema Prático Projeto Six Sigma Estatísticas do Problema Estatísticas da Solução Plano de Controle Solução Prática Resultados Geralmente, um problema sistêmico crônico que afeta o sucesso de um processo ou de uma função. Uma bem definida paresentação do problema e da expectativa das saídas em termos quantificáveis. O problema traduzido em medições relacionadas aos fatos sob observação solução traduzida em medições com niveis de risco conhecidos. Método desenvolvido para assegurar a sustentabilidade a longo prazo das A solução. Soluções práticas não complexas, dispendiosas ou irracionais, e que sejam facilmente implementadas. A solução de Y = f(X) Resultados tangíveis, mensuráveis e quantificáveis financeiro ou de valor estratégico. Características de um projeto: 1. Tem um impacto sobre a rentabilidade ou um valor estratégico significativo 2. O problema não é facilmente ou rapidamente resolvido usando métodos tradicionais 3. Ela está orientada a reduzir o problema em >70% em relação aos níveis de desempenho Foco é resolver um problema de negócios: 1. … que dificulta o sucesso 2. Redução de custos 3. Diminuição dos empregados ou a satisfação do cliente 4. IMPACTAR o cliente (externo e/ou interno) 10:18:27
  28. 28. Estratégia revolucionária 28 Padrão Antigo Novo Padrão Ruim Desempenho Bom Six Sigma Avanço UCL Tempo LCL UCL LCL Juran".S Qualidade Manual Por Joseph Juran Ao utilizar a metodologia DMAIC de resolução de problemas para identificar e otimizar as poucas variáveis vitais, vamos perceber um desempenho sustentável, em vez de melhorias incrementais ou, pior ainda, temporárias e não sustentáveis.
  29. 29. História do six sigma E, assim, começou….. 10:18:27 29 • 1984 Bob Galvin da Motorola articulou o primeiro Programa de objetivos de Melhoria de um processo • 10X níveis de melhoria em qualidade e serviço em 1989 • 100X de melhoria em 1991 • Capacidade six sigma em 1992 • Bill Smith, um engenheiro da Motorola, é a pessoa creditada como o pai do six sigma • Ainda em 1984 a Texas Instruments, e ABB trabalham em estreita colaboração com a Motorola para desenvolver o six sigma Continua…..
  30. 30. História do six sigma 10:18:27 30 • Em 1994 peritos deixm a Motorola • A Allied Signal começa, em 1995, uma iniciativa six sigma capturando o interesse de Wall Street. • Ainda em 1995 a General Electric, liderada por Jack Welch, iniciou a mais abrangente utilização do Six Sigma • Em 2011 a ISO instituiu a norma ISO 13053 – Quantitative Method in process improvement – six sigma, para padronização da metodologia six sigma • Hoje em dia: o six sigma abrange setores em todo o mundo
  31. 31. Definição da COPQ COPQ é Custo da baixa qualidade (Cost Of Poor Quality) • O termo custo da baixa qualidade é um termo financeiro que soma todos os custos associados com a prevenção de problemas, a avaliação ou a inspecção para obter qualidade, custo de falhas internas e custos de falhas experimentadas pelo cliente. • Falta de qualidade é uma forma de desperdício que não são parte integrante do produto ou serviço e que a sua empresa oferece ao cliente • Os desperdícios não adicionam valor aos olhos das principais partes interessadas (clientes, colaboradores, investidores). 10:18:27 31 COPQ é um sintoma medido em perda de lucro financeiro (quantificação) que resulta de erros (defeitos) e outras ineficiências em seus processos.
  32. 32. Custo da má qualidade "Iceberg" Custos Tangíveis da Qualidade (4-10% das vendas) Disponíveis ou de fácil medir : • Inspecção • Alteração • Garantia • Inventário • Obsolescência • Sucata • Queixas do cliente • Legal Custos Intangíveis da Qualidade (20-35% de vendas) Difícil ou impossível de medir os custos de: • Perda de vendas • Expedição • Redundâncias • Pagamentos em atraso • Funcionários frustrados • As pessoas e equipamentos • tempo ocioso • Perda de fidelidade do cliente • Longos tempos de ciclo • Excesso de comodidades • Perda por reembolsos Você tem a capacidade de re-capturar muitos destes custos. 10:18:27 32
  33. 33. COPQ e a operaçãoOculta Soluçoes 10:18:27 33 Inspecções Correções rápidas Verificado Op i Op i + 1 Analise Sucata Correcção Off-line Sim Nao Corrigível Alteração Sucata Maior Inventário Equipamento extra Maior tempo de Ciclo Frustração Defeitos Insatisfação do Cliente Custo
  34. 34. O conhecimento de Lean Six Sigma e sua aplicação permite que as empresas e os indivíduos: 34 1. Reconheçam áreas problemáticas da empresa 2. Desenvolvam metas e objetivos para aumentar o sucesso 3. Definam projetos e identifiquem soluções para os problemas 4. Alcancem benefícios para funcionários, clientes e financeiros. 10:18:27
  35. 35. As funções do Six Sigma 10:18:27 35 Six Sigma oferece uma estrutura de níveis de qualificação e conhecimento para todos os membros da organização. Cada grupo tem funções e responsabilidades bem definidas. Efeito: os indivíduos são focados e capazes de atender as necessidades da empresa e do cliente. Executivo Implantação Líder Champions Master Black Belts Black Belts Green Belts Yellow Belts Todos os funcionários
  36. 36. Promotor/Proprietário do Processo Os Champions identificam e selecionam os projetos mais significativos, fornecem orientação e abrem as portas para para os Belts aplicarem as tecnicas e os processos 10:18:27 36 de melhhoria. • Seleção de projetos, controle, execução, implementação e realização dos ganhos • Selecção de projetos • Obtenção de recursos para o projeto e eliminação de barreiras • Participação em todas as revisões do projeto • Bons questionamentos ... • Uma a três horas por semana de compromisso
  37. 37. Master Black Belt MBB deve ter habilidades em todos os aspectos do six sigma, Projetos. Os MBBs precisam ter a capacidade de influenciar e 10:18:27 37 a partir de aplicações técnicas para Gerenciamento de motivar os outros. • Fornecem conselhos e orientações a equipe executiva • Fornecem treinamento e suporte • Na sala de aula para qualificação • No local de trabalho, por tutoria • Desenvolve a sustentabilidade para os negócios
  38. 38. Black Belt • Líder de equipe de projeto • Facilita as equipes DMAIC, aplicando a metodologia six sigma para resolver problemas • Realiza trabalhos cross-functional • Contribui para a realização dos objetivos organizacionais • Oferece suporte técnico para os esforços de melhoria 10:18:27 38 Os Black Belts são especialistas em aplicativos e projetos de trabalho dentro da empresa; devem ter habilidades nas tecnicas do six sigma e capacidade de gerar resultados.
  39. 39. Green Belt  Bem versados na definição e medição de processos críticos  Criam sistemas de controle de processo  Geralmente trabalham em projetos já existente em sua área funcional  São envolvidos em identificar oportunidades de melhoria  São envolvidos em esforços de melhoria contínua  Aplicando ferramentas básicas e PDCA  Participam das equipes DMAIC  Apoio a projetos a partir do conhecimento do processo e coleta dados 10:18:27 39 Os Green Belts são profissionais da metodologia six sigma e geralmente trabalham dentro de suas áreas funcionais e/ou oferecem suporte a grandes projetos dos Black Belt.
  40. 40. Yellow Belt 10:18:27 40 Os Yellow Belts aplicam a metodologia six sigma em suas próprias responsabilidades de trabalho e atuam em • Fornecem suporte aos Black Belts e Green Belts, conforme necessário • Podem ser membros da equipe DMAIC • Apoio a projetos a partir do conhecimento do processo e coleta de dados equipes de projeto.
  41. 41. O que um candidato procura em uma Certificação Lean Six Sigma Quando um candidato procura uma qualificação profissional, ele, está preocupado com quatro questões fundamentais: • O conteúdo programático • O nível de proficiência • O certificado Profissional • O valor do Investimento • Sua decisão vai estar condicionada a uma “ponderação” dos quatro itens ranqueadas em função de suas necessidades e oportunidades individuais, situadas no tempo e espaço. 41 10:18:27
  42. 42. Solução EAD Sigma 42 EAD Sigma é uma solução no campo do Ensino a Distância, no segmento de formação e Certificação Profissional Lean Six Sigma, que procura dar respostas adaptáveis às diversas demandas resultantes dessas necessidades. Essa solução vem de encontro às principais demandas do mercado, no que diz respeito a: • Disponibilidade dos cursos • Mobilidade dos cursos • Capilaridade de alcance • Escalabilidade de Conteudo • Aumento da carga de treinamento por aluno • Redução do valor de investimento • Melhoria do trade off carga de treinamento – custo por aluno. • Garantia da Credibilidade e Acreditação dos Certificados 10:18:27
  43. 43. Os três vetores da solução 43 10:18:27
  44. 44. Modelo de gestão Quando um aluno procura uma formação profissional, O modelo de gestão do portal atende a três demandas especificadas dos alunos que procuram um treinamento profissional Lean Six Sigma. • Aprendizado (tecnologias Tin can, LMS LRS, etc) • Certificação (conteúdo, método e branding) • Escalabilidade (migração de níveis) 44 10:18:27
  45. 45. Gestão do Conteúdo Igualmente, existem dois desafios a alcançar na gestão dos conteúdos programáticos dos cursos oferecidos para Certificação. • Padrões do corpo de conhecimento (Body of knowlwdge- BOK) • IASSC • Qualidade acadêmica do conteúdo • Qualificação dos Autores • Open Source Six Sigma 45 10:18:27
  46. 46. Acreditação A acreditação da Certificação é um valor independente do conteúdo programático, oferecido nos cursos, bem como independente da própria avaliação de proficiência. A desvinculação do curso à certificação viabiliza agregar valor adcional e/ou específico aos Certificados emitidos, através de quatro modalidades: 1. Certificados “Acreditados” ou homologados por uma instituição de ensino, mediante um processo pré-definido de auditoria, tanto nos conteúdos programáticos, quanto na avaliação de proficiência. 2. Certificados “Oferecidos” por uma instituição de ensino, suportados pela estrutura tecnológica disponibilizada no portal EAD Sigma. 3. Certificação “private lable” oferecidos ou acreditados por organizações corporativas que tem, ou queiram ter, um programa próprio de T&D, e certificação interna. 4. Representação de Certificações on line consagradas internacionalmente. 46 10:18:27
  47. 47. 47 “Importação” de uma prática consolidada O modelo de treinamento e certificação on line em Lean six sigma traz para o Brasil uma prática altamente consagrada internacionalmente, e vem audaciosamente ocupar uma lacuna no mercado de treinamento e certificaçao. • Disponibilidade • Mobilidade • Capilaridade • Escalabilidade • Idioma • Aumento da carga de treinamento por aluno • Redução de Custo • Melhoria do trade off carga de treinamento / custo por aluno. • Garantia da Credibilidade e Acreditação dos Certificados. 10:18:27
  48. 48. Benchmarking do mercado de Certificação Six Sigma O Brasil, hoje, conta com boas empresas de treinamento e Certificação em Lean Six Sigma. No entanto, essas instituições não conseguem atender plenamente alguns requisitos:  Disponibilidade, Mobilidade Capilaridade.  Valor de Investimento Existem várias empresas , no Brasil, que oferecem treinamento on line em Lean six Sigma, mas, de um modo geral, elas não tem compromisso com um “Body of Knowledge” consagrado, ou simplesmente são cursos introdutórios, que dão uma visão geral do Lean Six Sigma  Idioma 48 Existem várias empresas fora do Brasil que oferecem cursos e certificações on line, com alto grau de Credibilidade e Acreditação, porém, esbarram na limitação do idioma, pois os cursos e avaliações são ministrados em inglês, o que limita muito a demanda dessas instituições. 10:18:27
  49. 49. 49 Benchmarking do mercado de Certificação Six Sigma Fornecedor Conteudo Incluso Duração (horas) Valor M.I. Domenech Curso com ênfase em Lean, Seis Sigma e Complexidade. Os assuntos apresentados ao longo dos cursos estão integrados em apostilas (conteúdo tipo livro). Todas as ferramentas são apresentadas ao longo do ciclo DMAIC, mostrando também suas inter-relações. Roteiros para aplicação dos procedimentos do Minitab com explicação de menus e interpretação de resultados estão contidos nas apostilas. Durante o curso são realizados exercícios para a compreensão de todos os conceitos (dinâmicas em grupo e utilização dos softwares Excel, Minitab e simuladores). No fim de cada dia de curso os participantes são estimulados a aplicar os conceitos nos seus projetos com apoio dos instrutores. Apostilas: conteúdo tipo livro com ligação total de todos os assuntos. Folder com fluxograma do DMAIC. Sigma Help v. 4.2 com orientação a todas as etapas do Lean Seis Sigma (25 Mb de informações). Arquivos para auxílio na documentação, cálculo financeiro e apresentação do projeto. 160 horas R$ 7 200,00 Fundação Vanzolini • Seleção de Projetos e Pessoas • Estrutura Organizacional em Lean Seis Sigma • Trabalho em Equipe e Ferramentas para Decisão • Aspectos Econômicos • Mapeamento de Processos • Análise de Sistemas de Medição • Capacidade de Processo e Capacidade Sigma • Estatística Básica e Distribuições de Probabilidade • Ferramentas Básicas da Qualidade • Análise do Modo e Efeito da Falha (FMEA) • Testes de Hipóteses • Análise de Variância e mais .... material didático (apostila e livro), coffee-break e uso de sala equipada com toda infra-estrutura para curso 160 horas R$ 8 000,00 10:18:27
  50. 50. 50 Benchmarking do mercado de Certificação Six Sigma SETEC Apresentação do conceito de Lean Seis Sigma - Gerenciamento do Processo e Métricas - Gestão da Equipe - Metodologia DMAIC - Finalização de Projeto Obs: Consultoria para Desenvolvimento de Projeto não incluso. Não disponível 80 horas R$ 3 200,00 AUCTUS-UNICAMP Formação de especialista na metodologia seis sigma com conhecimento solido e profundo das ferramentas e conceitos, sendo aptos a executar projetos de alta complexidade e com alto impacto financeiro. Para saber mais sobre o papel do Black Belt nas organizações, visiste nosso Apostila, Slides do Curs, Material de apoio (resumos, tabelas, templates, etc.), Indicação de literatura, ferramentas, links confiáveis, etc. 136 HORAS R$ 10 000,00 SETA O curso tem como ponto central, ensinar a metodologia Lean Six Sigma DMAIC (Definir, Medir, Analisar, Melhorar, Controlar) ao BB, de tal forma, que o mesmo a utilize para gerar as mudanças necessárias na organização. A abordagem é de uso prático e aplicado da metodologia, associando as ferramentas de trabalho em equipe e analíticas (estatística), com intuito, que o BB tenha maior êxito na geração das mudanças sobre o processo. Além das ferramentas do DMAIC e da Filosofia Lean, abordam-se, ainda, as competências e habilidades para que o BB identifique projetos alinhados à visão estratégica do negócio, o uso de uma linguagem financeira apropriada e o processo de “mentoring” junto a outros líderes de projeto (GB’s e YB’s). Não Disponível 160 horas R$ 8 500,00 10:18:27
  51. 51. 51 Benchmarking do mercado de Certificação Six Sigma UNISAL Assim, o treinamento de um BB tem carga horária maior que a dada aos Green Belts. Os aspectos gerenciais dos Six Sigma - Liderança, Gerenciamento de equipes, Desdobramento da Visão Estratégica – são explorados. Os aspectos técnicos de Estatística e Análise de dados são, também, mais avançados. Não Disponível 144 horas 23 semanas (6 meses) Sendo sequencias de 3 sábados consecutivos com dois intervalos de 1 semana ou Sextas-Feiras. R$ 6 360,00 Instituto FA7 Introdução ao 6Sigma O Modelo DMAIC Definição do Problema Estatística Básica Análise do Sistema de Medição Indicadores de Performance de Processo Estudo de Capacidade do Processo Calculando o Nível Sigma Ferramentas Gráficas de Análise de Dados Ferramentas Estatísticas (Teste de Hipótese, Regressão, Experimentação) Controle Estatístico do Processo Padronização Operacional Não disponível 80horas Encontros mensais, às terças e quintas, Início: 07/05 R$ 3 375,00 10:18:27
  52. 52. Grade de Cursos 52 • A grade de cursos é organizada em três categorias: • Cursos para Certificação (conteúdo BOK-IASSC) • Para quem busca Certificação Profissional • Oferecidos em modelo de assinatura mensal • Cursos para Formação Executiva • Para quem tem a responsabilidade da implantação e condução de um programa lean six sigma • Cursos de Tecnicas • Para quem precisa sistematizar ou se aprofundar em uma prática specífica utilizada ao longo de um projeto Lean Six Sigma 10:18:28
  53. 53. Grade dos Cursos 53 Curso Descrição Material Didático Formação Black Belt Curso completo Lean Six Sigma DMAIC prepara os participantes para desempenhar o papel de um LSS Black Belt. O conteudo do treinamento é abrangente, cobrindo todos os conhecimentos necessários à aplicação do framework Lean Six Sigma DMAIC, e para preparar com êxito os alunos a alcançar a certificações Black Belt e altos padrões de desempenho. +1 230 slides +12 horas 30 minutos de gravação de conteudo +30 exercícios +20 templates +40 tabelas de dados +400 questões para avaliação +600 páginas de apostila Formação Green Belt Curso completo Lean Six Sigma DMAIC prepara os participantes para desempenhar o papel de um LSS Green Belt. O conteudo do treinamento é abrangente, cobrindo todos os conhecimentos necessários à aplicação do framework Lean Six Sigma DMAIC, e para preparar com êxito os alunos a alcançar a certificações GREEN BELT e altos padrões de desempenho. +1 000 slides +10 horas 30 minutos de gravação de conteudo +20 exercícios +20 templates +40 tabelas de dados +400 questões para avaliação +500 páginas de apostila Formação Yellow Belt Curso completo Lean Six Sigma DMAIC prepara os participantes para desempenhar o papel de YELLOW BELT. O conteudo do treinamento é abrangente, cobrindo todos os conhecimentos necessários à aplicação do framework Lean Six Sigma DMAIC, e para preparar com êxito os alunos a alcançar a certificações YELLOW BELT e altos padrões de desempenho Formatado para ensinar teoria, complementada com exemplos viáveis do mundo real em cada seção. Inclui mais de 30 exercícios individuais e / ou em grupo, e BONUS de 20 templates e 40 conjuntos de dados. +480 slides +7 horas de gravação de conteudo +10 exercícios +15 templates +20 tabelas de dados +300 questões para avaliação +150 páginas de apostila 10:18:28
  54. 54. Grade dos Cursos 54 Curso Descrição Materi Didático Lean Six sigma para Executivo Para uma empresa que avalia a oportunidadde de empreender uma iniciativa Lean Six Sigma, é importante que os seus EXECUTIVOS compreendem a capacidade, o compromisso com recursos e as expectativas de melhoria de desempenho resultantes. O curso INTRODUÇÃO EXECUTIVA ao lean Six Sigma oferece esse entendimento. Este curso descreve a metodologia Lean Six Sigma, como ela é usada, quais os tipos de questões que aborda e quais são suas expectativas. Também são discutidos os requisitos para a abertura e gestão de um programa de sucesso Lean Six Sigma . +130 slides +1horas de gravação de conteudo +80 páginas de apostila Formação Champions Os CHAMPIONS Lean Six Sigma são responsáveis pela selecção de projetos, plano de teinamento, trabalhos da equipe e acompanhamento de progresso. Este curso prepara o professional para cumprir esse papel. Os CHAMPIONS são os profissionai-chave no sucesso de qualquer implantação Lean Six Sigma. Eles são a linha de frente para gerar idéias de projetos, selecioná-los, prioriza-los, atribí-los aos Belts e acompanha-los até a conclusão bem-sucedida. O curso Open Source CHAMPION Lean Six Sigma fornece tudo o que é preciso saber para exercer a função de um CHAMPION Lea Six Sigma com os mais altos padrões de habilidade e qualidade. +40 minutos de gravação de conteúdo + 50 paginas de apostila Templates  Declaração do Problema  Plano de Controle de Processos  Plano de Controle de Processos ·  Resumo de Gerenciamento de Projeto  Resumo de Gerenciamento de Projeto ·  Matriz de Análise de Oportunidades ·  Planilha de Projeto do CHAMPION  Planilha de Projeto do CHAMPION ·  Planilha de Acompanhamento de Projeto  Planilha de Acompanhamento de Projeto 10:18:28
  55. 55. Curso Descrição Material Didático Seleção de projetos Six Sigma A implementação bem sucedida de um Programa Lean Seis Sigma é significativamente dependente de que a alocação efetiva dos recursos se concentre nas atividades mais impactantes. A Geração de projetos de alto impacto consiste em realizar um PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROJETOS ("PSP") para identificar as áreas donde existem problemas de negócios significativos ou oportunidades Este curso orienta a gestão para assegurar que estes objetivos sejam alcançados. O PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROJETOS (PSP) é uma metodologia completa, desde a concepção do projeto a definição de projeto, seleção e gerenciamento contínuo por meio De um roteiro de melhoria dos negócios. +60 slides +40 minutos de gravação +40 paginas de Apostila Templates  Lista de projetos  Declaração do problema  Matriz de análise das oportunidades  Planilha do Projeto  Planilha de projeto do Champion Lean six Sigma para membros da equipe Lean Sigma para MEMBROS DA EQUIPE descreve os métodos e objetivos dos princípios Lean e a metodologia Six Sigma DMAIC. Ele contém as definições para a terminologia utilizada nestas práticas e dá uma visão de como as ferramentas Lean e Six Sigma são aplicadas para conduzir a melhoria dos processos de negócio. As metodologias Lean Six Sigma são melhor aplicados com o uso de equipes de projeto. Este curso prepara pessoas para participar e contribuir com as atividades da equipe. Ele prepara o participante para servir eficazmente como um membro da equipe em um projeto de melhoria. +80 slides +50 minutos de gravação +70 páginas de apostila 55 10:18:28
  56. 56. 56 Curso Descrição Material Didático Consciência Lean Six Sigma Quando uma empresa implementa um Programa Lean Seis Sigma é essencial que todos os funcionários entendam os objetivos e terminologia a serem utilizadas. Este treinamento fornece esse conhecimento básico para todos os funcionários. +50 slides +30 minutos de gravação +40 paginas de Apostila Definindo um projeto lean six Sigma Este curso foi desenvolvido para aprofundar os principais conceitos das etapas do treinameto para formação de um Belt, no que concerne às suas definições, história, estratégia, Resolução de Problemase funções e responsabilidades. Serão examinados o significado de cada um destes itens e mostrado a você como aplicá-las. Equivale ao estudo do modulo Definir da Formação de um Belt. +140 slides +1h 30 min gravação +10Templates e Planilhas + 50 páginas de Apostilas Exercícios Investigação dos processos e FMEA O objetivo deste curso é rever as ferramentas para ajudar a identificação do processo, o que vai exigir sua completa caracterização 1. Sólida descrição do processo e seu fluxo 2. Avaliação quantitativa da forma como o processo está funcionand 3. Avaliação de quaisquer sistemas de medição utilizados para coletar dados para a tomada de decisões. 4. Lista de causas potenciais do problema +100 slides +1h de gravação de conteúdo +40 páginas de Apostila Exercícios Práticos Templates e Planilhas Grade dos Cursos 10:18:28
  57. 57. 57 Curso Descrição Material Didático Análise do sistema de A Análise do Sistema de Medição é um dos itens mais medição importantes em um projeto six sigma. Como o six sigma é orientado a dados, é preciso, em primeiro lugar, um método para validar se o sistema para coleta e mensuração dos dados é livre de erros e vícios, dentro de um grau de confiança estatística. Este curso ensinar as técnicas para realização da análise do sistema de medição das variáveis selecionadas em um projeto de melhoria. +80 slides +1h de gravação dee conteúdo +60 páginas de Apostila Exercícios práticos Análise da capacidade do processo capacidade do processo é a capacidade inerente a um processo em atender as expectativas do cliente, sem qualquer esforço adicional. Ela fornece uma visão geral sobre a questão de saber se o processo apresenta:  ·Probemas de centralização (em relação aos limites de especificação)  · Problema de Variação  · Uma combinação de problemas de centralização e de Variação  · Limites de especificação inadequados  · Permite uma linha métrica para melhoria. Neste curso, vamos abordar a estabilidade e sua influência nos processos, assim como a forma de medir a sua capacidade . Ainda vai conhecer as estatísticas six sigma e as diversas fontes de dados que sã o usados para definir a capacidade dos processos. +80 slides +1 hora de gravação de conteúdo + 60 páginas de Apostila Exercicios práticos Planilha de dados e templates Grade dos Cursos 10:18:28
  58. 58. 58 Curso Descrição Material Didático Análise Multi-Vari Este curso faz parte do conteúdo de estudo da fase Analisar da formação Belt e visa apresentar a tecnica dos Estudos Multi-Vari para identificação de um possível "X" ou de famílias de variação, que podem se esconder dentro de um subgrupo, entre subgrupos ou ao longo do tempo. +60 slides +40 minutos de gravação +25 páginas de Apostila Exercicios práticos Planilhas de dados Testes de Hipóteses Com os projetos six sigma são orientados a dados, é preciso coletar dados sobre a população de determinada variável de interesse sob investigação. Uma vez que é muito caro ou muito complicado coletar dados de toda população, nós tomamos decisões com base em dados de amostra. Como estamos lidando com dados de amostra, há alguma incerteza sobre os parâmetros da verdadeira população. Os Testes de hipóteses nos ajudam a tomar decisões baseadas em fatos a cerca de se existem parâmetros populacionais diferentes dos dados coletados na amostra em estudo, ou se as diferenças são devido apenas à variação natural da amostral. definir a capacidade dos processos. + 290 slides + 2 horas de gravação de aulas exercícios praticos. Planilhas de dados + 130 páginas de Apostila Grade dos Cursos 10:18:28
  59. 59. 59 Curso Descrição Material Didático Correlação e Regressão em modelagem de processos Este curso está relacionado à fase Melhorar da metodologia DEMAIC six sigma. Nele, nós vamos apresentar algumas das ferramentas poderosas em nossa caixa de ferramenta para análise dos dados: as correlações entre as váriáveis independentes e as variáveis de resposta. e as equações de regreção estabelecidas a partir do conjunto de dados coletados nas fases anteriores do DEMAIC. +100 slides +1h de gravação de conteúdo Templates e planilhas Exercícios praticos Videos de exercícios resolvidos + 80 p[aginas de Apostila Projetos de experimentos - DOE As tecnicas de projetos de experimentos são parte do conhecimento da fase Melhorar que um Black Belt deve ter, para condução dos seus projetos de melhoria. Eles ajudam os Belts a compreender a causa e o efeito entre a saída do processo, ou saída crítica, e as poucas entradas vitais. Aqui, nós vamos apresentar uma introdução ao Planejamento de experimentos, explicar o que são, como funcionam e quando usá-los. Vamos apresentar o passo a passo das 11 etapas da metodologia DOE, para a construção de um experimento. Você vai aprender a elaborar um planejamento fatorial completo e fracionado; vai ainda aprender o que são e para que servem os pontos centrais, a replicação, o confundimento (aliasing) . Ainda vai aprender a realizar um planejamento de experimento de superfície de contorno. + 160 slides + 1h 45 minutos de gravação de conteúdo +80 paginas de apostiola Exercícios práticos Planilha de dados e templates 10:18:28
  60. 60. 60 Curso Descrição Material Didático Métodos de controle de processo A fase de controle é a mais importante, dentro da metodologia Lean Six Sigma. É nela que as diversas variáveis de interesse do processo vão se controladas e monitoradas para garantir a estabilidade do processo melhorado. A fase de controle envolve controlar as variáveis independentes (o X’s) onde você precisa deles para realizar a saída do processo ( o Y). A fase de controle também serve para endereçar novos projetos de melhoria Nesse curso, nós vamos ver como utilizar as Ferramentas para a sustentação e sucesso dos projetos Lean Six Sigma. +220 slides + 2h e meia de gravação de conteúdo + 100 páginas de Apostilas Exercícios práticos Planilhas de dados e templates de ferramentas Clipes de exercicios resolvidos Qualificação Belts por conhecimento Esses cursos visam promover a avaliação dos profissionais que tenham escolhido realizar a qualificação Black Belt, Green Belt ou Yellow Belt, através dos diversos cursos individuais das tecnicas lean six suigma, e precisam demonstrar a retenção dos conhecimentos adquiridos. Avaliação é realizada através de prova de conhecimento específico de cada fase do framework DEMAIC. . Avaliação de conhecimento Grade dos Cursos 10:18:28
  61. 61. A era do conhecimento Estamos vivendo a era do conhecimento. Profissionais e organizações devem estar preparadas para enfrentar as mudanças no ambiente de trabalho. 61 • Resiliência é a palavra chave. Conhecimento, habilidades e atitudes são as ferramentas para lidar com as mudanças. Este é o papel vital nas organizações modernas. • Não mais a formação serve para preservar algumas habilidades especializadas. Profissionais e Organizações devem estar um passo à frente, conduzindo as mudanças. 10:18:28
  62. 62. Fontes de Informação • Educação para o Mundo do trabalho: A porta para a produtividade (CNI): • http://www.fiemt.com.br/arquivos/1551_19__educacao_para_o_mundo_do_trabalho .pdf • O Retrato do Treinamento no Brasil: Pesquisa Anual MOT/ABTD/ Revista T&D 2013 / 2014 • http://portal.abtd.com.br/Conteudo/Material/Arquivo/PesquisaABTD20132014.pdf?utm_source=p esquisa&utm_medium=email&utm_campaign=pesquisa&utm_term=retornorespostapesquisa&ut m_content=linkpesquisadownload • American Society for Quality – ASQ • http://asq.org • International Association for six Sigma Certification • http://www.iassc.org/ • Essa palestra • White Paper EAD Sigma 62 10:18:28
  63. 63. MUITO OBRIGADO Paulo Bandeia (21) 98092 1144 Eadsigma.com.br pbandeira10@portfoliosigma.net br.linkedin.com/in/pbandeira10/ https://twitter.com/PBandeira100

×