SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 27
CLASSIFICAÇÃO  DA TABELA PERIÓDICA Reginaldo Santana CAS
Na  organização  de uma coleção, é necessário  estabelecer critérios  que facilitem a localização de cada peça.  No caso de CDs podemos organizá-los de acordo com o gênero musical, de acordo com a nacionalidade etc.
Tabela Periódica -  Histórico de Classificação •  1ª  Divisão - elementos em metais e não metais •  Representação dos Elementos Químicos Alquimia – símbolos astrológicos: •   Berzelius em 1814 Inicial maiúscula do nome traduzido em latim; Segunda letra do nome minúscula, caso haja dois elementos com a mesma inicial; Determinou a massa atômica.
Tabela Periódica -  Histórico de Classificação Johann W. Doebereiner –  1829   -  as  Tríades O elemento central, apresentava massa atômica aproximadamente igual à média aritmética entre as massas atômicas dos outros dois: 23,0 é a média entre 6,9 e 39,1
•   Alexandre de Chancourtois –  1863  Parafuso Telúrico •   Valido para massa atômica inferior ou igual a 40. Tabela Periódica -  Histórico de Classificação
[object Object],[object Object]
Em 1869, um professor de Química da Universidade de São Petersburgo (Rússia),  Dimitri Ivanovich Mendeleev  estava escrevendo um livro sobre os elementos conhecidos na época —  cerca de 63 1ª TABELA PERIÓDICA
O PRINCÍPIO..... MENDELEEV  listou os elementos e suas propriedades em cartões individuais e tentou organizá-los de diferentes formas à procura de padrões de comportamento.
Ao trabalhar com suas fichas, ele percebeu que, organizando os elementos em função  da massa  de seus átomos ( massa atômica ), determinadas propriedades se repetiam diversas vezes. H  He  Li  Be  B  C  N  O  F  Ne  Na  Mg  Al  Si  P  S  Cl  Ar  K  Ca MASSA ATÔMICA CRESCENTE
[object Object],LEI PERIÓDICA:  AS PROPRIEDADES DOS ELEMENTOS SÃO FUNÇÕES PERÍÓDICAS DE SEUS  NÚMEROS ATÔMICOS
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Família (ou grupo) 1º período (ou série) 2º período (ou série) 3º período (ou série) 4º período (ou série) 5º período (ou série) 6º período (ou série) 7º período (ou série) Série dos Lantanídeos Série dos Actinídeos
FAMÍLIAS OU GRUPOS ,[object Object],  6 2 p 2 2 s 2 1 s 11 Na 2 1 s 3 Li
TABELA  PERIÓDICA Metais Alcalinos ns 1   Metais Alcalinos Terrosos ns 2 Calcogênio Halogênio Gases Nobres ns 2 p 1 ns 2 p 6 ns 2 p 2 ns 2 p 3 ns 2 p 4 ns 2 p 5 Elementos Representativos Terminados e  s  e  p Autor: Reginaldo Santana Metais de Transição Externa 26 Fe  –  [Ar]  4s 2  3d 6 40 Zr  –  [Kr]  5s 2  4d2 Metais de Transição interna 58 Ce –  [Xe]  6s 2  4f 2 90 Th –  [Rn]  7s 2  5f 2 k L M N O P Q
s d p f O esquema abaixo  mostra o subnível ocupado pelo elétron mais energético dos elementos da tabela periódica.
1 1 4 5 6 FAMÍLIA NOME CONFIGURAÇÃO  DA ÚLTIMA CAMADA COMPONENTES 1 A METAIS ALCALINOS ns Li, Na, K, Rb, Cs, Fr 2 A METAIS ALCALINOS- TERROSOS ns² Be, Mg, Ca, Sr, Ba, Ra 3 A FAMÍLIA DO BORO ns² np B, Al, Ga, In, Tl 4 A FAMÍLIA DO CARBONO ns² np² C, Si, Ge, Sn, Pb 5 A FAMÍLIA DO NITROGÊNIO ns² np³ N, P, As, Sb, Bi 6 A CALCOGÊNIOS ns² np O, S, Se, Te, Po 7 A HALOGÊNIOS ns² np F, Cl, Br, I, At 8 A GASES NOBRES ns² np He, Ne, Ar, Kr, Xe, Rn
EXERCÍCIOS  ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],RESPOSTA:  D
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],RESPOSTA:  E
[object Object],RESPOSTA:  Z = 16  e  A = 33
Raio Atômico ‘ Autor: Reginaldo Santana
Energia de Ionização (EI) Energia de Ionização  – É a energia necessária  (absorção)  para se arrancar um elétron de um átomo que se encontra no estado fundamental e gasoso. 6 C 6 C  +
Tabela de 1ª Energia de Ionização (Kcal/mol) Num período ou num grupo, a energia de ionização será tanto maior quanto menor for o raio.
Eletronegatividade Capacidade que um átomo, no estado gasoso, possui para absorver elétrons Autor: Reginaldo Santana
Eletroafinidade Alta Eletroafinidade Quantidade de energia  liberada  quando o átomo gasoso, isolado e no seu estado fundamental, recebe 1 elétron. 9 F 9 F  - Autor: Reginaldo Santana
Eletroafinidade  x  Energia de ionização Halogênios Alta Eletroafinidade Pouca Energia Alto potencial de ionização Alta Energia Autor: Reginaldo Santana
Eletroafinidade Alcalinos Baixa Eletroafinidade Muita energia  Alta Eletroafinidade Pouca Energia Autor: Reginaldo Santana
Densidade Densidade (d) de um corpo é expressa pela relação entre a massa (m) e o volume (V) ocupado por esse corpo. d =  m V Autor: Reginaldo Santana

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Propriedades da matéria
Propriedades da matériaPropriedades da matéria
Propriedades da matéria
matheusrl98
 
Tabela Periódica - 9º ano
Tabela Periódica - 9º anoTabela Periódica - 9º ano
Tabela Periódica - 9º ano
7 de Setembro
 
Capítulo 19 e 20 funções químicas ácidos, bases, sais e óxidos
Capítulo 19 e 20   funções químicas ácidos, bases, sais e óxidosCapítulo 19 e 20   funções químicas ácidos, bases, sais e óxidos
Capítulo 19 e 20 funções químicas ácidos, bases, sais e óxidos
Igor Brant
 
Funções Inorgânicas
Funções InorgânicasFunções Inorgânicas
Funções Inorgânicas
loirissimavivi
 

Mais procurados (20)

Propriedades da matéria
Propriedades da matériaPropriedades da matéria
Propriedades da matéria
 
Tabela Periódica - 9º ano
Tabela Periódica - 9º anoTabela Periódica - 9º ano
Tabela Periódica - 9º ano
 
Distribuição Eletrônica - Diagrama de Linus Pauling
Distribuição Eletrônica - Diagrama de Linus PaulingDistribuição Eletrônica - Diagrama de Linus Pauling
Distribuição Eletrônica - Diagrama de Linus Pauling
 
Tabela periodica
Tabela periodicaTabela periodica
Tabela periodica
 
Capítulo 19 e 20 funções químicas ácidos, bases, sais e óxidos
Capítulo 19 e 20   funções químicas ácidos, bases, sais e óxidosCapítulo 19 e 20   funções químicas ácidos, bases, sais e óxidos
Capítulo 19 e 20 funções químicas ácidos, bases, sais e óxidos
 
1. introdução a química
1. introdução a química1. introdução a química
1. introdução a química
 
Química distribuição eletronica
Química   distribuição eletronicaQuímica   distribuição eletronica
Química distribuição eletronica
 
Quimica tabela periodica
Quimica tabela periodicaQuimica tabela periodica
Quimica tabela periodica
 
Funções químicas inorgânicas
Funções químicas inorgânicas Funções químicas inorgânicas
Funções químicas inorgânicas
 
Modelos atômicos
Modelos atômicosModelos atômicos
Modelos atômicos
 
Aula Digital de Química - Ácidos e Bases
Aula Digital de Química - Ácidos e BasesAula Digital de Química - Ácidos e Bases
Aula Digital de Química - Ácidos e Bases
 
Aula sobre tabela periódica
Aula sobre tabela periódicaAula sobre tabela periódica
Aula sobre tabela periódica
 
Leis ponderais
Leis ponderaisLeis ponderais
Leis ponderais
 
Aula modelo atômico Bohr 2012
Aula modelo atômico Bohr   2012Aula modelo atômico Bohr   2012
Aula modelo atômico Bohr 2012
 
Modelos atômicos
Modelos atômicosModelos atômicos
Modelos atômicos
 
O átomo
O átomoO átomo
O átomo
 
Funções Inorgânicas
Funções InorgânicasFunções Inorgânicas
Funções Inorgânicas
 
7. níveis de energia
7. níveis de energia7. níveis de energia
7. níveis de energia
 
Aula 03 símbolos e fórmulas químicas
Aula 03   símbolos e fórmulas químicasAula 03   símbolos e fórmulas químicas
Aula 03 símbolos e fórmulas químicas
 
Atividade tabela periódica
Atividade   tabela periódicaAtividade   tabela periódica
Atividade tabela periódica
 

Destaque

Tabela periódica e ligações químicas
Tabela periódica e ligações químicasTabela periódica e ligações químicas
Tabela periódica e ligações químicas
Kátia Elias
 
Química - Tabela periódica
Química - Tabela periódicaQuímica - Tabela periódica
Química - Tabela periódica
Carson Souza
 
Ácidos, Bases, Sais e Óxidos
Ácidos, Bases, Sais e ÓxidosÁcidos, Bases, Sais e Óxidos
Ácidos, Bases, Sais e Óxidos
xanxe
 
Caderno do aluno química 1 ano vol 2 2014 2017
Caderno do aluno química 1 ano vol 2 2014 2017Caderno do aluno química 1 ano vol 2 2014 2017
Caderno do aluno química 1 ano vol 2 2014 2017
Diogo Santos
 
Sandrogreco Aula 3 Estrutura EletrôNica E Tabela PerióDica Quim. Geral
Sandrogreco Aula 3   Estrutura EletrôNica E Tabela PerióDica   Quim. GeralSandrogreco Aula 3   Estrutura EletrôNica E Tabela PerióDica   Quim. Geral
Sandrogreco Aula 3 Estrutura EletrôNica E Tabela PerióDica Quim. Geral
Profª Cristiana Passinato
 
Funções químicas (inorgânicas) 8 serie
Funções químicas (inorgânicas)   8 serieFunções químicas (inorgânicas)   8 serie
Funções químicas (inorgânicas) 8 serie
casraquelbio
 

Destaque (20)

www.centroapoio.com - Química - Tabela Periódica - Vídeo Aula
www.centroapoio.com - Química - Tabela Periódica - Vídeo Aulawww.centroapoio.com - Química - Tabela Periódica - Vídeo Aula
www.centroapoio.com - Química - Tabela Periódica - Vídeo Aula
 
Tabela periódica
Tabela periódicaTabela periódica
Tabela periódica
 
Tabela Periodica
Tabela PeriodicaTabela Periodica
Tabela Periodica
 
Tabela Periódica.
Tabela Periódica.Tabela Periódica.
Tabela Periódica.
 
Resumo sal oxidos
Resumo sal oxidosResumo sal oxidos
Resumo sal oxidos
 
Tabela periódica e ligações químicas
Tabela periódica e ligações químicasTabela periódica e ligações químicas
Tabela periódica e ligações químicas
 
Tabela PerióDica
Tabela PerióDicaTabela PerióDica
Tabela PerióDica
 
Tabela periódica Noções
Tabela periódica NoçõesTabela periódica Noções
Tabela periódica Noções
 
Tabela peridica
Tabela peridicaTabela peridica
Tabela peridica
 
Tabela periódica 9º ano
Tabela periódica 9º anoTabela periódica 9º ano
Tabela periódica 9º ano
 
Química - Tabela periódica
Química - Tabela periódicaQuímica - Tabela periódica
Química - Tabela periódica
 
Tabela periodica
Tabela periodicaTabela periodica
Tabela periodica
 
áCidos, bases, sais e óxidos aula 06
áCidos, bases, sais e  óxidos aula 06áCidos, bases, sais e  óxidos aula 06
áCidos, bases, sais e óxidos aula 06
 
Ácidos, Bases, Sais e Óxidos
Ácidos, Bases, Sais e ÓxidosÁcidos, Bases, Sais e Óxidos
Ácidos, Bases, Sais e Óxidos
 
Introdução a interações moleculares
Introdução a interações molecularesIntrodução a interações moleculares
Introdução a interações moleculares
 
Caderno do aluno química 1 ano vol 2 2014 2017
Caderno do aluno química 1 ano vol 2 2014 2017Caderno do aluno química 1 ano vol 2 2014 2017
Caderno do aluno química 1 ano vol 2 2014 2017
 
Sandrogreco Aula 3 Estrutura EletrôNica E Tabela PerióDica Quim. Geral
Sandrogreco Aula 3   Estrutura EletrôNica E Tabela PerióDica   Quim. GeralSandrogreco Aula 3   Estrutura EletrôNica E Tabela PerióDica   Quim. Geral
Sandrogreco Aula 3 Estrutura EletrôNica E Tabela PerióDica Quim. Geral
 
Funções inorgânicas
Funções inorgânicasFunções inorgânicas
Funções inorgânicas
 
Funções químicas (inorgânicas) 8 serie
Funções químicas (inorgânicas)   8 serieFunções químicas (inorgânicas)   8 serie
Funções químicas (inorgânicas) 8 serie
 
Tipos de interações moleculares
Tipos de interações molecularesTipos de interações moleculares
Tipos de interações moleculares
 

Semelhante a Tabela periódica cas

Aula tabela periodica_versão_blog
Aula tabela periodica_versão_blogAula tabela periodica_versão_blog
Aula tabela periodica_versão_blog
Anna Luisa de Castro
 
Aula tabela periódica
Aula tabela periódicaAula tabela periódica
Aula tabela periódica
dandias5
 

Semelhante a Tabela periódica cas (20)

Classificação periódica e propriedades periódicas dos elementos químicos
Classificação periódica e propriedades periódicas dos elementos químicosClassificação periódica e propriedades periódicas dos elementos químicos
Classificação periódica e propriedades periódicas dos elementos químicos
 
Revisão 2013 (mod. 1 a 3)
Revisão 2013 (mod. 1 a 3)Revisão 2013 (mod. 1 a 3)
Revisão 2013 (mod. 1 a 3)
 
Tabela periódica
Tabela periódicaTabela periódica
Tabela periódica
 
Tabela periodica resumo
Tabela periodica resumoTabela periodica resumo
Tabela periodica resumo
 
Escola estadual josé maria de morais
Escola estadual josé maria de moraisEscola estadual josé maria de morais
Escola estadual josé maria de morais
 
Atomística
AtomísticaAtomística
Atomística
 
Tabela e Propriedades Periódicas (ERE).pdf
Tabela e Propriedades Periódicas (ERE).pdfTabela e Propriedades Periódicas (ERE).pdf
Tabela e Propriedades Periódicas (ERE).pdf
 
Resumo tabela periódica e propriedades periódicas
Resumo  tabela periódica e propriedades periódicasResumo  tabela periódica e propriedades periódicas
Resumo tabela periódica e propriedades periódicas
 
99805816 apostila-quimica-1-tabela-periodica-ifms
99805816 apostila-quimica-1-tabela-periodica-ifms99805816 apostila-quimica-1-tabela-periodica-ifms
99805816 apostila-quimica-1-tabela-periodica-ifms
 
99805816 apostila-quimica-1-tabela-periodica-ifms
99805816 apostila-quimica-1-tabela-periodica-ifms99805816 apostila-quimica-1-tabela-periodica-ifms
99805816 apostila-quimica-1-tabela-periodica-ifms
 
147
147147
147
 
2º SEMESTRE - TABELA PERIÓDICA HISTÓRIA.ppt
2º SEMESTRE - TABELA PERIÓDICA HISTÓRIA.ppt2º SEMESTRE - TABELA PERIÓDICA HISTÓRIA.ppt
2º SEMESTRE - TABELA PERIÓDICA HISTÓRIA.ppt
 
Tabela Periódica 2012
Tabela Periódica 2012Tabela Periódica 2012
Tabela Periódica 2012
 
TABELA_PERIODICA_9_EF.pdf
TABELA_PERIODICA_9_EF.pdfTABELA_PERIODICA_9_EF.pdf
TABELA_PERIODICA_9_EF.pdf
 
Química geral ppt_-_tabela_periódica_-_histórico
Química geral ppt_-_tabela_periódica_-_históricoQuímica geral ppt_-_tabela_periódica_-_histórico
Química geral ppt_-_tabela_periódica_-_histórico
 
Tabela Periódica Ezequiel
Tabela Periódica EzequielTabela Periódica Ezequiel
Tabela Periódica Ezequiel
 
Aula tabela periodica_versão_blog
Aula tabela periodica_versão_blogAula tabela periodica_versão_blog
Aula tabela periodica_versão_blog
 
Aula tabela periódica
Aula tabela periódicaAula tabela periódica
Aula tabela periódica
 
Teoria atômica e tabela periódica
Teoria atômica e tabela periódicaTeoria atômica e tabela periódica
Teoria atômica e tabela periódica
 
4 tabela periodica
4 tabela periodica4 tabela periodica
4 tabela periodica
 

Tabela periódica cas

  • 1. CLASSIFICAÇÃO DA TABELA PERIÓDICA Reginaldo Santana CAS
  • 2. Na organização de uma coleção, é necessário estabelecer critérios que facilitem a localização de cada peça. No caso de CDs podemos organizá-los de acordo com o gênero musical, de acordo com a nacionalidade etc.
  • 3. Tabela Periódica - Histórico de Classificação • 1ª Divisão - elementos em metais e não metais • Representação dos Elementos Químicos Alquimia – símbolos astrológicos: • Berzelius em 1814 Inicial maiúscula do nome traduzido em latim; Segunda letra do nome minúscula, caso haja dois elementos com a mesma inicial; Determinou a massa atômica.
  • 4. Tabela Periódica - Histórico de Classificação Johann W. Doebereiner – 1829 - as Tríades O elemento central, apresentava massa atômica aproximadamente igual à média aritmética entre as massas atômicas dos outros dois: 23,0 é a média entre 6,9 e 39,1
  • 5. Alexandre de Chancourtois – 1863 Parafuso Telúrico • Valido para massa atômica inferior ou igual a 40. Tabela Periódica - Histórico de Classificação
  • 6.
  • 7. Em 1869, um professor de Química da Universidade de São Petersburgo (Rússia), Dimitri Ivanovich Mendeleev estava escrevendo um livro sobre os elementos conhecidos na época — cerca de 63 1ª TABELA PERIÓDICA
  • 8. O PRINCÍPIO..... MENDELEEV listou os elementos e suas propriedades em cartões individuais e tentou organizá-los de diferentes formas à procura de padrões de comportamento.
  • 9. Ao trabalhar com suas fichas, ele percebeu que, organizando os elementos em função da massa de seus átomos ( massa atômica ), determinadas propriedades se repetiam diversas vezes. H He Li Be B C N O F Ne Na Mg Al Si P S Cl Ar K Ca MASSA ATÔMICA CRESCENTE
  • 10.
  • 11.
  • 12. Família (ou grupo) 1º período (ou série) 2º período (ou série) 3º período (ou série) 4º período (ou série) 5º período (ou série) 6º período (ou série) 7º período (ou série) Série dos Lantanídeos Série dos Actinídeos
  • 13.
  • 14. TABELA PERIÓDICA Metais Alcalinos ns 1 Metais Alcalinos Terrosos ns 2 Calcogênio Halogênio Gases Nobres ns 2 p 1 ns 2 p 6 ns 2 p 2 ns 2 p 3 ns 2 p 4 ns 2 p 5 Elementos Representativos Terminados e s e p Autor: Reginaldo Santana Metais de Transição Externa 26 Fe – [Ar] 4s 2 3d 6 40 Zr – [Kr] 5s 2 4d2 Metais de Transição interna 58 Ce – [Xe] 6s 2 4f 2 90 Th – [Rn] 7s 2 5f 2 k L M N O P Q
  • 15. s d p f O esquema abaixo mostra o subnível ocupado pelo elétron mais energético dos elementos da tabela periódica.
  • 16. 1 1 4 5 6 FAMÍLIA NOME CONFIGURAÇÃO DA ÚLTIMA CAMADA COMPONENTES 1 A METAIS ALCALINOS ns Li, Na, K, Rb, Cs, Fr 2 A METAIS ALCALINOS- TERROSOS ns² Be, Mg, Ca, Sr, Ba, Ra 3 A FAMÍLIA DO BORO ns² np B, Al, Ga, In, Tl 4 A FAMÍLIA DO CARBONO ns² np² C, Si, Ge, Sn, Pb 5 A FAMÍLIA DO NITROGÊNIO ns² np³ N, P, As, Sb, Bi 6 A CALCOGÊNIOS ns² np O, S, Se, Te, Po 7 A HALOGÊNIOS ns² np F, Cl, Br, I, At 8 A GASES NOBRES ns² np He, Ne, Ar, Kr, Xe, Rn
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 20. Raio Atômico ‘ Autor: Reginaldo Santana
  • 21. Energia de Ionização (EI) Energia de Ionização – É a energia necessária (absorção) para se arrancar um elétron de um átomo que se encontra no estado fundamental e gasoso. 6 C 6 C +
  • 22. Tabela de 1ª Energia de Ionização (Kcal/mol) Num período ou num grupo, a energia de ionização será tanto maior quanto menor for o raio.
  • 23. Eletronegatividade Capacidade que um átomo, no estado gasoso, possui para absorver elétrons Autor: Reginaldo Santana
  • 24. Eletroafinidade Alta Eletroafinidade Quantidade de energia liberada quando o átomo gasoso, isolado e no seu estado fundamental, recebe 1 elétron. 9 F 9 F - Autor: Reginaldo Santana
  • 25. Eletroafinidade x Energia de ionização Halogênios Alta Eletroafinidade Pouca Energia Alto potencial de ionização Alta Energia Autor: Reginaldo Santana
  • 26. Eletroafinidade Alcalinos Baixa Eletroafinidade Muita energia Alta Eletroafinidade Pouca Energia Autor: Reginaldo Santana
  • 27. Densidade Densidade (d) de um corpo é expressa pela relação entre a massa (m) e o volume (V) ocupado por esse corpo. d = m V Autor: Reginaldo Santana