SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 18
Panorama do Novo Testamento
O Evangelho de Mateus
Igreja Bíblica Luz do Mundo
Introdução
Mateus é o livro que abre o grupo dos quatro
Evangelhos. É considerado uma ponte entre o AT
e o NT, entre os judeus e os gentios. Sua forma
literária, com características objetivas à cultura
judaica, facilita a transição entre os dois
testamentos e “fala” diretamente ao coração dos
judeus, apresentando Jesus como o Messias
esperado por eles.
Informações Básicas
• Grupo: Evangelhos sinóticos
• Autor: Mateus (publicano, coletor de impostos)
• Data: 60 – 70 d.C.
• Local: Antioquia da Síria
• Alvo: Judeus cristãos
• Versículos-Chave: Mt 5.17; 28.18-20
• Expressão-Chave: Messias (Rei Ungido)
Propósito
Mateus tem a intenção de provar aos judeus que Jesus Cristo é o Messias
prometido. Mais do que qualquer outro evangelho, Mateus cita o Antigo
Testamento para mostrar como Jesus cumpriu as palavras dos profetas
judeus. Mateus descreve em detalhes a linhagem de Jesus desde Davi e
usa muitas expressões familiares aos judeus. O amor e preocupação de
Mateus por seu povo é visível através de sua abordagem minuciosa de
contar a história do evangelho.
Conteúdo
A história de Jesus, incluíndo seções
extensas de ensino, indo do anúncio do
seu nascimento até o comissionamento
dos discípulos para fazer discípulos entre
os gentios.
Ênfases
• Jesus é o Filho de Deus, o Rei (messiânico) dos judeus;
• Jesus é Deus presente conosco em poder milagroso;
• Jesus é o Senhor da igreja;
• O ensino de Jesus tem importância contínua para o povo
de Deus;
• O evangelho do reino é para todos os povos – judeus e
gentios igualmente.
Esboço
Mt 1.1-4.11 A vinda do Messias e Seu preparo para o
ministério
Mt 4.12-17.21 O ministério do Messias em palavra e ação
Mt 17.22-20.34 Instrução dos discípulos pelo Messias com vista à
cruz
Mt 21.1-28.20 Os últimos eventos no ministério do Messias na
terra
Principais Personagens
• Jesus
– O prometido Messias e Rei dos judeus (1.1 – 28.20)
• Maria
–A mãe de Jesus (1.1 – 2.23; 13.55)
• José
–Marido de Maria e descendente de Davi; transferiu a
linhagem real para Jesus (1.16 – 2.23)
Principais Personagens
• João Batista
– Profeta e precursor que anunciou a vinda de Cristo (3.1-15; 4.12; 9.14;
11.2-19; 14.1-12)
• Os doze discípulos
– Simão chamado Pedro, André, Tiago, João, Filipe, Bartolomeu, Tomé,
Mateus, Tiago (filho de Alfeu), Tadeu, Simão, Judas Iscariotes; doze
homens escolhidos por Jesus para auxiliá-lo em seu ministério na terra
(4.18-22; 5.1; 8.18-27; 9.9-28.20)
• Líderes religiosos
– Os fariseus e os saduceus; dois grupos religiosos unidos pelo ódio a
Jesus (3.7-10; 5.20; 9.11-34; 12.10-45; 15.1-20; 16.1-12; 19.1-9; 21.23-
28.15)
Principais Personagens
• Caifás
– Sumo sacerdote e líder dos saduceus; realizou um julgamento
ilegal que levou à morte de Jesus (26.3-4, 57-68)
• Pilatos
– Governador romano que ordenou a crucificação de Jesus no
lugar de Barrabás (27.1-65)
• Maria Madalena
– Seguidora devota de Jesus; primeira pessoa a vê-lo depois da
ressurreição (27.56 – 28.11)
Doutrinas
• Jesus é o Messias
– Também chamado de Cristo; profetizado no AT
como o tão esperado Salvador que morreria pelos
pecados do mundo (2.17-18; 4.13-15; 13.15; 21.4-5;
27.9-10; Gn 49.10; Dt 18.15-18; 2Sm 7.12-14; Is
52.13-53.12; Dn 9.26; Mq 5.2-5; Mc 1.1; Lc 23.2-3;
Jo 4.26; At 18.18)
O Caráter de Deus em Mateus
• Deus é acessível: 6.6; 27.51
• Deus é bom: 5.45; 19.17
• Deus é santo: 13.41
• Deus é longânimo: 23.37; 24.48-51
• Deus é perfeito: 5.48
• Deus é poderoso: 6.13; 10.28; 19.26; 22.29
• Deus é providente: 6.26, 33-34; 10.9, 29-30
• Deus é incomparável: 19.17
• Deus é o único Deus: 4.10; 19.17
• Deus é sábio: 6.8,18; 10.29-30; 24.36
• Deus se ira: 10.28; 25.41
Destaques
• Evengelho dos sermões
– Mateus discute a linhagem, nascimento e início da vida de Cristo nos dois primeiros capítulos. Daí, o livro
discute o ministério de Jesus. As descrições dos ensinamentos de Cristo estão organizadas na forma de
"discursos", como o Sermão da Montanha nos capítulos 5 a 7. Capítulo 10 envolve a missão e propósito dos
discípulos; capítulo 13 é uma coleção de parábolas, capítulo 18 discute a igreja, capítulo 23, começa um
discurso sobre hipocrisia e o futuro. Os capítulos 21 a 27 discutem a prisão, tortura e execução de Jesus. O
capítulo final descreve a ressurreição e a Grande Comissão.
Destaques
• As parábolas do reino
– Uma clara intenção de Cristo, nas parábolas, era
tornar conhecidos e simples os mistérios do reino
àqueles que estavam prontos para ele, assim como
tornar obscuros os mesmos mistérios aos rebeldes.
O capítulo 13 é uma coleção de parábolas acerca
do reino.
Aceitação no Cânon
O evangelho de Mateus foi
universalmente recebido assim que foi
publicado e, durante séculos, continuou a
ser o evangelho mais citado. Até onde
sabemos, o livro jamais dividiu as alas
oriental e ocidental da igreja, ao contrário
de, por exemplo, a epístola aos Hebreus.
Contribuições de Mateus
• Mateus preserva grandes blocos de ensinos de Jesus.
• Relato da concepção virginal de Jesus, apresentado a partir da
perspectiva de José.
• O uso rico e complexo que Mateus faz do Antigo Testamento.
• Retrado de Jesus em Mateus: Jesus é o Cristo, o Filho de Davi, o Filho de
Deus, o Filho do homem,o Servo do Senhor, além de ser o único a
mencionar que Jesus é Emanuel “Deus conosco” 1.23.
Mateus na Prática
• Embora Mateus tenha escrito aos cristãos judeus, seu evangelho também é um livro que
apresenta valores práticos para a igreja do nosso tempo.
• Um livro de prática de evangelismo;
• Um livro que identifica o valor do AT para o cristão;
• Um livro que mostra a prioridade do reino na vida do cristão;
• Um livro que apresenta um reino vindouro como herança aos filhos de Deus;
• Um livro que ensina o valor da Bíblia como palavra de Deus;
• Um livro que alicerça a ideia de que estamos sob o reinado de Cristo, mas ainda
esperando pelo reinado glorioso.
Conclusão
O evangelho escrito por Mateus nos apresenta
Jesus Cristo como Rei e Messias prometido no
AT e cumprido no NT. Ensina, de maneira
temática e prática, o valor e os fundamentos
do cristianismo. Também mostra quão
importante é o Reino de Cristo na vida dos que
creem em Seu nome.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Panorama do AT - Sofonias
Panorama do AT - SofoniasPanorama do AT - Sofonias
Panorama do AT - SofoniasRespirando Deus
 
Panorama do AT - Malaquias
Panorama do AT - MalaquiasPanorama do AT - Malaquias
Panorama do AT - MalaquiasRespirando Deus
 
estudo do evangelho de Mateus
estudo do evangelho de Mateusestudo do evangelho de Mateus
estudo do evangelho de MateusRODRIGO FERREIRA
 
Panorama do NT - Hebreus
Panorama do NT - HebreusPanorama do NT - Hebreus
Panorama do NT - HebreusRespirando Deus
 
EBD - Evangelho de Marcos - aula 01
EBD - Evangelho de Marcos - aula 01EBD - Evangelho de Marcos - aula 01
EBD - Evangelho de Marcos - aula 01Geversom Sousa
 
Panorama do AT - Isaías
Panorama do AT - IsaíasPanorama do AT - Isaías
Panorama do AT - IsaíasRespirando Deus
 
Panorama do NT - 1Timóteo
Panorama do NT - 1TimóteoPanorama do NT - 1Timóteo
Panorama do NT - 1TimóteoRespirando Deus
 
Panorama do NT - 2Coríntios
Panorama do NT - 2CoríntiosPanorama do NT - 2Coríntios
Panorama do NT - 2CoríntiosRespirando Deus
 
Estudos os evangelhos
Estudos os evangelhosEstudos os evangelhos
Estudos os evangelhosAndré Rocha
 
Panorama do NT - 2Tessalonicenses
Panorama do NT - 2TessalonicensesPanorama do NT - 2Tessalonicenses
Panorama do NT - 2TessalonicensesRespirando Deus
 
Disciplina de Teologia do Novo Testamento
Disciplina de Teologia do Novo TestamentoDisciplina de Teologia do Novo Testamento
Disciplina de Teologia do Novo Testamentofaculdadeteologica
 
Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1Moisés Sampaio
 
Estudo sobre os evangelhos
Estudo sobre os evangelhosEstudo sobre os evangelhos
Estudo sobre os evangelhosmarquione ban
 
Estudo sobre o evangelho de Marcos
Estudo sobre o evangelho de MarcosEstudo sobre o evangelho de Marcos
Estudo sobre o evangelho de MarcosRODRIGO FERREIRA
 

Mais procurados (20)

Panorama do NT - 2Pedro
Panorama do NT - 2PedroPanorama do NT - 2Pedro
Panorama do NT - 2Pedro
 
Panorama do AT - Sofonias
Panorama do AT - SofoniasPanorama do AT - Sofonias
Panorama do AT - Sofonias
 
Panorama do AT - Malaquias
Panorama do AT - MalaquiasPanorama do AT - Malaquias
Panorama do AT - Malaquias
 
Panorama do NT - 3João
Panorama do NT - 3JoãoPanorama do NT - 3João
Panorama do NT - 3João
 
estudo do evangelho de Mateus
estudo do evangelho de Mateusestudo do evangelho de Mateus
estudo do evangelho de Mateus
 
Panorama do NT - Atos
Panorama do NT - AtosPanorama do NT - Atos
Panorama do NT - Atos
 
Panorama do NT - Hebreus
Panorama do NT - HebreusPanorama do NT - Hebreus
Panorama do NT - Hebreus
 
EBD - Evangelho de Marcos - aula 01
EBD - Evangelho de Marcos - aula 01EBD - Evangelho de Marcos - aula 01
EBD - Evangelho de Marcos - aula 01
 
Panorama do AT - Isaías
Panorama do AT - IsaíasPanorama do AT - Isaías
Panorama do AT - Isaías
 
Panorama do NT - 1Timóteo
Panorama do NT - 1TimóteoPanorama do NT - 1Timóteo
Panorama do NT - 1Timóteo
 
Panorama do NT - 2Coríntios
Panorama do NT - 2CoríntiosPanorama do NT - 2Coríntios
Panorama do NT - 2Coríntios
 
Estudos os evangelhos
Estudos os evangelhosEstudos os evangelhos
Estudos os evangelhos
 
Panorama do NT - 2Tessalonicenses
Panorama do NT - 2TessalonicensesPanorama do NT - 2Tessalonicenses
Panorama do NT - 2Tessalonicenses
 
Panorama do novo testamento
Panorama do novo testamentoPanorama do novo testamento
Panorama do novo testamento
 
3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus
 
Panorama do AT - Amós
Panorama do AT - AmósPanorama do AT - Amós
Panorama do AT - Amós
 
Disciplina de Teologia do Novo Testamento
Disciplina de Teologia do Novo TestamentoDisciplina de Teologia do Novo Testamento
Disciplina de Teologia do Novo Testamento
 
Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1
 
Estudo sobre os evangelhos
Estudo sobre os evangelhosEstudo sobre os evangelhos
Estudo sobre os evangelhos
 
Estudo sobre o evangelho de Marcos
Estudo sobre o evangelho de MarcosEstudo sobre o evangelho de Marcos
Estudo sobre o evangelho de Marcos
 

Destaque

Panorama do NT - A Plenitude dos Tempos
Panorama do NT - A Plenitude dos TemposPanorama do NT - A Plenitude dos Tempos
Panorama do NT - A Plenitude dos TemposRespirando Deus
 
Panorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - FilipensesPanorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - FilipensesRespirando Deus
 
Panorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1TessalonicensesPanorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1TessalonicensesRespirando Deus
 
Panorama do NT - 1Coríntios
Panorama do NT - 1CoríntiosPanorama do NT - 1Coríntios
Panorama do NT - 1CoríntiosRespirando Deus
 
Panorama do NT - Gálatas
Panorama do NT - GálatasPanorama do NT - Gálatas
Panorama do NT - GálatasRespirando Deus
 
Panorama do NT - 2Timóteo
Panorama do NT - 2TimóteoPanorama do NT - 2Timóteo
Panorama do NT - 2TimóteoRespirando Deus
 
Resumo da Biblia
Resumo da BibliaResumo da Biblia
Resumo da Bibliagiulianoca2
 
O Propósito do Casamento
O Propósito do CasamentoO Propósito do Casamento
O Propósito do CasamentoRespirando Deus
 
Panorama do NT - Efésios
Panorama do NT - EfésiosPanorama do NT - Efésios
Panorama do NT - EfésiosRespirando Deus
 
Panorama do AT - Obadias
Panorama do AT - ObadiasPanorama do AT - Obadias
Panorama do AT - ObadiasRespirando Deus
 
Curso de diacono 01
Curso de diacono 01Curso de diacono 01
Curso de diacono 01Joao Franca
 
Panorama do NT - Introdução
Panorama do NT - IntroduçãoPanorama do NT - Introdução
Panorama do NT - IntroduçãoRespirando Deus
 
Panorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos CânticosPanorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos CânticosRespirando Deus
 

Destaque (20)

Panorama do NT - A Plenitude dos Tempos
Panorama do NT - A Plenitude dos TemposPanorama do NT - A Plenitude dos Tempos
Panorama do NT - A Plenitude dos Tempos
 
Slide
SlideSlide
Slide
 
Panorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - FilipensesPanorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - Filipenses
 
Panorama do NT - João
Panorama do NT - JoãoPanorama do NT - João
Panorama do NT - João
 
Panorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1TessalonicensesPanorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1Tessalonicenses
 
Panorama do NT - 1Coríntios
Panorama do NT - 1CoríntiosPanorama do NT - 1Coríntios
Panorama do NT - 1Coríntios
 
PÉRGAMO UMA IGREJA CASADA COM O MUNDO
PÉRGAMO UMA IGREJA CASADA COM O MUNDOPÉRGAMO UMA IGREJA CASADA COM O MUNDO
PÉRGAMO UMA IGREJA CASADA COM O MUNDO
 
Panorama do NT - Gálatas
Panorama do NT - GálatasPanorama do NT - Gálatas
Panorama do NT - Gálatas
 
Panorama do NT - 2Timóteo
Panorama do NT - 2TimóteoPanorama do NT - 2Timóteo
Panorama do NT - 2Timóteo
 
Resumo da Biblia
Resumo da BibliaResumo da Biblia
Resumo da Biblia
 
Panorama do AT - Daniel
Panorama do AT - DanielPanorama do AT - Daniel
Panorama do AT - Daniel
 
Panorama do AT - Naum
Panorama do AT - NaumPanorama do AT - Naum
Panorama do AT - Naum
 
O Propósito do Casamento
O Propósito do CasamentoO Propósito do Casamento
O Propósito do Casamento
 
Carta à Igreja de Éfeso no Apocalipse
Carta à Igreja de Éfeso no ApocalipseCarta à Igreja de Éfeso no Apocalipse
Carta à Igreja de Éfeso no Apocalipse
 
Panorama do NT - Efésios
Panorama do NT - EfésiosPanorama do NT - Efésios
Panorama do NT - Efésios
 
Panorama do AT - Obadias
Panorama do AT - ObadiasPanorama do AT - Obadias
Panorama do AT - Obadias
 
Curso de diacono 01
Curso de diacono 01Curso de diacono 01
Curso de diacono 01
 
Panorama do NT - Introdução
Panorama do NT - IntroduçãoPanorama do NT - Introdução
Panorama do NT - Introdução
 
Panorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos CânticosPanorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos Cânticos
 
Panorama do AT - Oseias
Panorama do AT - OseiasPanorama do AT - Oseias
Panorama do AT - Oseias
 

Semelhante a Panorama do NT - Mateus

Lição 01 - O Evangelho de Matheus
Lição 01 - O Evangelho de MatheusLição 01 - O Evangelho de Matheus
Lição 01 - O Evangelho de MatheusEmmanuel Anacleto
 
Revistas ebd jovens - 1º Trimestre - 2017,
Revistas ebd jovens -  1º Trimestre - 2017,Revistas ebd jovens -  1º Trimestre - 2017,
Revistas ebd jovens - 1º Trimestre - 2017,Abdias Barreto
 
Lição 1 - O Evangelho de Mateus - Classe De Jovens
Lição 1 - O Evangelho de Mateus - Classe De JovensLição 1 - O Evangelho de Mateus - Classe De Jovens
Lição 1 - O Evangelho de Mateus - Classe De JovensThauan Soares
 
LIÇÃO 1 - O evangelho de Mateus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018
LIÇÃO 1 - O evangelho de Mateus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018LIÇÃO 1 - O evangelho de Mateus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018
LIÇÃO 1 - O evangelho de Mateus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018Natalino das Neves Neves
 
Apostila Evangelhos (Primário - Juniores)
Apostila Evangelhos (Primário - Juniores)Apostila Evangelhos (Primário - Juniores)
Apostila Evangelhos (Primário - Juniores)Escolinha Iigd Cascavel
 
Mateus- Hernandes D. Lopes. (2).pdf
Mateus- Hernandes D. Lopes. (2).pdfMateus- Hernandes D. Lopes. (2).pdf
Mateus- Hernandes D. Lopes. (2).pdfViviane496664
 
Área pastoral são pedro
Área pastoral são pedroÁrea pastoral são pedro
Área pastoral são pedroIFCE - Tianguá
 
Paradigmas missiologicos no novo testamento
Paradigmas missiologicos no novo testamentoParadigmas missiologicos no novo testamento
Paradigmas missiologicos no novo testamentoHebert Balieiro
 
Escola de profetas - Mateus, o Apóstolo Improvável
Escola de profetas - Mateus, o Apóstolo ImprovávelEscola de profetas - Mateus, o Apóstolo Improvável
Escola de profetas - Mateus, o Apóstolo ImprovávelEvangelista Oliveira
 
Lição 4 – Missões Transculturais no Novo Testamento.pptx
Lição 4 – Missões Transculturais no Novo Testamento.pptxLição 4 – Missões Transculturais no Novo Testamento.pptx
Lição 4 – Missões Transculturais no Novo Testamento.pptxCelso Napoleon
 

Semelhante a Panorama do NT - Mateus (20)

Lição 01 - O Evangelho de Matheus
Lição 01 - O Evangelho de MatheusLição 01 - O Evangelho de Matheus
Lição 01 - O Evangelho de Matheus
 
Revistas ebd jovens - 1º Trimestre - 2017,
Revistas ebd jovens -  1º Trimestre - 2017,Revistas ebd jovens -  1º Trimestre - 2017,
Revistas ebd jovens - 1º Trimestre - 2017,
 
Lição 1 - O Evangelho de Mateus - Classe De Jovens
Lição 1 - O Evangelho de Mateus - Classe De JovensLição 1 - O Evangelho de Mateus - Classe De Jovens
Lição 1 - O Evangelho de Mateus - Classe De Jovens
 
LIÇÃO 1 - O evangelho de Mateus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018
LIÇÃO 1 - O evangelho de Mateus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018LIÇÃO 1 - O evangelho de Mateus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018
LIÇÃO 1 - O evangelho de Mateus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018
 
4 evangelistas
4 evangelistas4 evangelistas
4 evangelistas
 
001 mateus
001 mateus001 mateus
001 mateus
 
Matheur
MatheurMatheur
Matheur
 
AtividadeMateus-primário
AtividadeMateus-primárioAtividadeMateus-primário
AtividadeMateus-primário
 
2010 08 p-profeta-sacerdote-rei
2010 08 p-profeta-sacerdote-rei2010 08 p-profeta-sacerdote-rei
2010 08 p-profeta-sacerdote-rei
 
Apostila Evangelhos (Primário - Juniores)
Apostila Evangelhos (Primário - Juniores)Apostila Evangelhos (Primário - Juniores)
Apostila Evangelhos (Primário - Juniores)
 
Institutogamaliel.com os evangelhos
Institutogamaliel.com os evangelhosInstitutogamaliel.com os evangelhos
Institutogamaliel.com os evangelhos
 
Síntese do novo testamento I
Síntese do novo testamento ISíntese do novo testamento I
Síntese do novo testamento I
 
Mateus- Hernandes D. Lopes. (2).pdf
Mateus- Hernandes D. Lopes. (2).pdfMateus- Hernandes D. Lopes. (2).pdf
Mateus- Hernandes D. Lopes. (2).pdf
 
Área pastoral são pedro
Área pastoral são pedroÁrea pastoral são pedro
Área pastoral são pedro
 
Paradigmas missiologicos no novo testamento
Paradigmas missiologicos no novo testamentoParadigmas missiologicos no novo testamento
Paradigmas missiologicos no novo testamento
 
Escola de profetas - Mateus, o Apóstolo Improvável
Escola de profetas - Mateus, o Apóstolo ImprovávelEscola de profetas - Mateus, o Apóstolo Improvável
Escola de profetas - Mateus, o Apóstolo Improvável
 
Evangelho de São Mateus
Evangelho de São MateusEvangelho de São Mateus
Evangelho de São Mateus
 
Introdução a São Mateus
Introdução a São MateusIntrodução a São Mateus
Introdução a São Mateus
 
Lição 4 – Missões Transculturais no Novo Testamento.pptx
Lição 4 – Missões Transculturais no Novo Testamento.pptxLição 4 – Missões Transculturais no Novo Testamento.pptx
Lição 4 – Missões Transculturais no Novo Testamento.pptx
 
Atos
AtosAtos
Atos
 

Mais de Respirando Deus

Escola Bíblica: Os Puritanos - #06
Escola Bíblica: Os Puritanos - #06Escola Bíblica: Os Puritanos - #06
Escola Bíblica: Os Puritanos - #06Respirando Deus
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05Escola Bíblica: Os Puritanos - #05
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05Respirando Deus
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04Escola Bíblica: Os Puritanos - #04
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04Respirando Deus
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03Escola Bíblica: Os Puritanos - #03
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03Respirando Deus
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02Escola Bíblica: Os Puritanos - #02
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02Respirando Deus
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01Escola Bíblica: Os Puritanos - #01
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01Respirando Deus
 
Calendário de Eventos IBLM 2018
Calendário de Eventos IBLM 2018Calendário de Eventos IBLM 2018
Calendário de Eventos IBLM 2018Respirando Deus
 
História da Igreja #18 - As Cruzadas
História da Igreja #18 - As CruzadasHistória da Igreja #18 - As Cruzadas
História da Igreja #18 - As CruzadasRespirando Deus
 

Mais de Respirando Deus (20)

Escola Bíblica: Os Puritanos - #06
Escola Bíblica: Os Puritanos - #06Escola Bíblica: Os Puritanos - #06
Escola Bíblica: Os Puritanos - #06
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05Escola Bíblica: Os Puritanos - #05
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04Escola Bíblica: Os Puritanos - #04
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03Escola Bíblica: Os Puritanos - #03
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02Escola Bíblica: Os Puritanos - #02
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01Escola Bíblica: Os Puritanos - #01
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01
 
História da Igreja #25
História da Igreja #25História da Igreja #25
História da Igreja #25
 
História da Igreja #24
História da Igreja #24História da Igreja #24
História da Igreja #24
 
História da Igreja #23
História da Igreja #23História da Igreja #23
História da Igreja #23
 
História da Igreja #22
História da Igreja #22História da Igreja #22
História da Igreja #22
 
História da Igreja #21
História da Igreja #21História da Igreja #21
História da Igreja #21
 
Calendário de Eventos IBLM 2018
Calendário de Eventos IBLM 2018Calendário de Eventos IBLM 2018
Calendário de Eventos IBLM 2018
 
História da Igreja #20
História da Igreja #20História da Igreja #20
História da Igreja #20
 
História da Igreja #19
História da Igreja #19História da Igreja #19
História da Igreja #19
 
História da Igreja #18 - As Cruzadas
História da Igreja #18 - As CruzadasHistória da Igreja #18 - As Cruzadas
História da Igreja #18 - As Cruzadas
 
História da Igreja #17
História da Igreja #17História da Igreja #17
História da Igreja #17
 
História da Igreja #16
História da Igreja #16História da Igreja #16
História da Igreja #16
 
História da Igreja #15
História da Igreja #15História da Igreja #15
História da Igreja #15
 
História da Igreja #14
História da Igreja #14História da Igreja #14
História da Igreja #14
 
História da Igreja #13
História da Igreja #13História da Igreja #13
História da Igreja #13
 

Último

Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2Nilson Almeida
 
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdfESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdfDaddizinhaRodrigues
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxManoel Candido Pires Junior
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaRicardo Azevedo
 
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdfLeandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdfFrancisco Baptista
 

Último (7)

Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
 
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdfESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
 
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdfLeandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
 

Panorama do NT - Mateus

  • 1. Panorama do Novo Testamento O Evangelho de Mateus Igreja Bíblica Luz do Mundo
  • 2. Introdução Mateus é o livro que abre o grupo dos quatro Evangelhos. É considerado uma ponte entre o AT e o NT, entre os judeus e os gentios. Sua forma literária, com características objetivas à cultura judaica, facilita a transição entre os dois testamentos e “fala” diretamente ao coração dos judeus, apresentando Jesus como o Messias esperado por eles.
  • 3. Informações Básicas • Grupo: Evangelhos sinóticos • Autor: Mateus (publicano, coletor de impostos) • Data: 60 – 70 d.C. • Local: Antioquia da Síria • Alvo: Judeus cristãos • Versículos-Chave: Mt 5.17; 28.18-20 • Expressão-Chave: Messias (Rei Ungido)
  • 4. Propósito Mateus tem a intenção de provar aos judeus que Jesus Cristo é o Messias prometido. Mais do que qualquer outro evangelho, Mateus cita o Antigo Testamento para mostrar como Jesus cumpriu as palavras dos profetas judeus. Mateus descreve em detalhes a linhagem de Jesus desde Davi e usa muitas expressões familiares aos judeus. O amor e preocupação de Mateus por seu povo é visível através de sua abordagem minuciosa de contar a história do evangelho.
  • 5. Conteúdo A história de Jesus, incluíndo seções extensas de ensino, indo do anúncio do seu nascimento até o comissionamento dos discípulos para fazer discípulos entre os gentios.
  • 6. Ênfases • Jesus é o Filho de Deus, o Rei (messiânico) dos judeus; • Jesus é Deus presente conosco em poder milagroso; • Jesus é o Senhor da igreja; • O ensino de Jesus tem importância contínua para o povo de Deus; • O evangelho do reino é para todos os povos – judeus e gentios igualmente.
  • 7. Esboço Mt 1.1-4.11 A vinda do Messias e Seu preparo para o ministério Mt 4.12-17.21 O ministério do Messias em palavra e ação Mt 17.22-20.34 Instrução dos discípulos pelo Messias com vista à cruz Mt 21.1-28.20 Os últimos eventos no ministério do Messias na terra
  • 8. Principais Personagens • Jesus – O prometido Messias e Rei dos judeus (1.1 – 28.20) • Maria –A mãe de Jesus (1.1 – 2.23; 13.55) • José –Marido de Maria e descendente de Davi; transferiu a linhagem real para Jesus (1.16 – 2.23)
  • 9. Principais Personagens • João Batista – Profeta e precursor que anunciou a vinda de Cristo (3.1-15; 4.12; 9.14; 11.2-19; 14.1-12) • Os doze discípulos – Simão chamado Pedro, André, Tiago, João, Filipe, Bartolomeu, Tomé, Mateus, Tiago (filho de Alfeu), Tadeu, Simão, Judas Iscariotes; doze homens escolhidos por Jesus para auxiliá-lo em seu ministério na terra (4.18-22; 5.1; 8.18-27; 9.9-28.20) • Líderes religiosos – Os fariseus e os saduceus; dois grupos religiosos unidos pelo ódio a Jesus (3.7-10; 5.20; 9.11-34; 12.10-45; 15.1-20; 16.1-12; 19.1-9; 21.23- 28.15)
  • 10. Principais Personagens • Caifás – Sumo sacerdote e líder dos saduceus; realizou um julgamento ilegal que levou à morte de Jesus (26.3-4, 57-68) • Pilatos – Governador romano que ordenou a crucificação de Jesus no lugar de Barrabás (27.1-65) • Maria Madalena – Seguidora devota de Jesus; primeira pessoa a vê-lo depois da ressurreição (27.56 – 28.11)
  • 11. Doutrinas • Jesus é o Messias – Também chamado de Cristo; profetizado no AT como o tão esperado Salvador que morreria pelos pecados do mundo (2.17-18; 4.13-15; 13.15; 21.4-5; 27.9-10; Gn 49.10; Dt 18.15-18; 2Sm 7.12-14; Is 52.13-53.12; Dn 9.26; Mq 5.2-5; Mc 1.1; Lc 23.2-3; Jo 4.26; At 18.18)
  • 12. O Caráter de Deus em Mateus • Deus é acessível: 6.6; 27.51 • Deus é bom: 5.45; 19.17 • Deus é santo: 13.41 • Deus é longânimo: 23.37; 24.48-51 • Deus é perfeito: 5.48 • Deus é poderoso: 6.13; 10.28; 19.26; 22.29 • Deus é providente: 6.26, 33-34; 10.9, 29-30 • Deus é incomparável: 19.17 • Deus é o único Deus: 4.10; 19.17 • Deus é sábio: 6.8,18; 10.29-30; 24.36 • Deus se ira: 10.28; 25.41
  • 13. Destaques • Evengelho dos sermões – Mateus discute a linhagem, nascimento e início da vida de Cristo nos dois primeiros capítulos. Daí, o livro discute o ministério de Jesus. As descrições dos ensinamentos de Cristo estão organizadas na forma de "discursos", como o Sermão da Montanha nos capítulos 5 a 7. Capítulo 10 envolve a missão e propósito dos discípulos; capítulo 13 é uma coleção de parábolas, capítulo 18 discute a igreja, capítulo 23, começa um discurso sobre hipocrisia e o futuro. Os capítulos 21 a 27 discutem a prisão, tortura e execução de Jesus. O capítulo final descreve a ressurreição e a Grande Comissão.
  • 14. Destaques • As parábolas do reino – Uma clara intenção de Cristo, nas parábolas, era tornar conhecidos e simples os mistérios do reino àqueles que estavam prontos para ele, assim como tornar obscuros os mesmos mistérios aos rebeldes. O capítulo 13 é uma coleção de parábolas acerca do reino.
  • 15. Aceitação no Cânon O evangelho de Mateus foi universalmente recebido assim que foi publicado e, durante séculos, continuou a ser o evangelho mais citado. Até onde sabemos, o livro jamais dividiu as alas oriental e ocidental da igreja, ao contrário de, por exemplo, a epístola aos Hebreus.
  • 16. Contribuições de Mateus • Mateus preserva grandes blocos de ensinos de Jesus. • Relato da concepção virginal de Jesus, apresentado a partir da perspectiva de José. • O uso rico e complexo que Mateus faz do Antigo Testamento. • Retrado de Jesus em Mateus: Jesus é o Cristo, o Filho de Davi, o Filho de Deus, o Filho do homem,o Servo do Senhor, além de ser o único a mencionar que Jesus é Emanuel “Deus conosco” 1.23.
  • 17. Mateus na Prática • Embora Mateus tenha escrito aos cristãos judeus, seu evangelho também é um livro que apresenta valores práticos para a igreja do nosso tempo. • Um livro de prática de evangelismo; • Um livro que identifica o valor do AT para o cristão; • Um livro que mostra a prioridade do reino na vida do cristão; • Um livro que apresenta um reino vindouro como herança aos filhos de Deus; • Um livro que ensina o valor da Bíblia como palavra de Deus; • Um livro que alicerça a ideia de que estamos sob o reinado de Cristo, mas ainda esperando pelo reinado glorioso.
  • 18. Conclusão O evangelho escrito por Mateus nos apresenta Jesus Cristo como Rei e Messias prometido no AT e cumprido no NT. Ensina, de maneira temática e prática, o valor e os fundamentos do cristianismo. Também mostra quão importante é o Reino de Cristo na vida dos que creem em Seu nome.

Notas do Editor

  1. Local: Antioquia possuia uma grande população judaica, A primeira vez que o evangelho de Mateus foi atestado nos escritos de Inácio bispo de Antioquia nos primeiros anos do século 2. Alvo: Genealigia vai até Abraão, Lucas até Adão (redentor da humanidade). Mais de 60 citações de profecias do AT, enfatizando que Cristo é o cumprimeto de todas elas. Cita costumes judaicos sem explicá-los, se refere constantemente a Cristo como “Filho de Davi” Lei moral, cerimonial e judicial Messias é o termo hebraico para Cristo
  2. Maria era da tribo de Levi
  3. Saduceus: ricos 1. Eles eram extremamente auto-suficientes, ao ponto de negar o envolvimento de Deus na vida quotidiana. 2. Eles negaram qualquer ressurreição dos mortos (Mateus 22:23; Marcos 12:18-27; Atos 23:8). 3. Eles negaram qualquer vida depois da morte, defendendo a crença de que a alma perecia com a morte; eles acreditavam que não há qualquer penalidade ou recompensa depois da vida terrena. 4. Eles negaram a existência de um mundo espiritual, ou seja, anjos e demônios (Atos 23:8). Destruídos em 70d.C. Fariseus: classe média eles também enxergavam a tradição oral com a mesma autoridade e tentaram defender sua posição ao argumentar que estas tradições podiam ser traçadas de volta para Moisés. Isso era nada menos do que legalismo. Estas tradições tinha evoluído ao longo dos séculos. Estas tradições acrescentaram à Palavra de Deus, e isso era proibido (Deuteronômio 4:2; Apocalipse 22:18-19). Os fariseus procuravam obedecer rigorosamente a estas tradições juntamente com o Antigo Testamento. Os Evangelhos abundam com exemplos dos fariseus tratando essas tradições como sendo iguais à Palavra de Deus (Mateus 9:14, 15:1-9, 23:5, 23:16, 23; Marcos 7:1-23; Lucas 11:42)
  4. 1 – alguém imagina a bìblia sem o sermão da montanha? As inúmeras parábolas, discurso escatológico. 2 – Relatos exclusivos de Mateus, visita dos magos e a fuga parao Egito.