SlideShare uma empresa Scribd logo
2ª. EPÍSTOLA AOS
CORINTIOS
Escrita por
Paulo
no ano
56 d.C
O NOVO
TESTAMENTO
CARTAS
PAULINAS - 13
ROMANOS
I Coríntios

II Coríntios
Gálatas
Efésios
Filipenses
Colossenses
I e II Tessalonicenses
I e II Timóteo
Tito
Filemom
Palavra-Chave:

“DEFESA”
Versículo-Chave:

"Porque não nos pregamos a nós mesmos,
mas a Cristo Jesus como Senhor,
e a nós mesmos como vossos servos por amor
de Jesus" (4.5).
AUTORIA
A autoria de Paulo é universalmente aceita – 1:1

- Trata-se de uma carta de cunho pessoal, com
detalhes de relacionamento entre o pastor e a
igreja
Propósito da Carta
- O Espírito de Deus levou Paulo a escrever a
segunda carta aos coríntios depois de o
apóstolo ouvir um relatório de Tito,
- no qual este fala do bom efeito produzido
pela carta anterior e também diz que há um
grupo de oposição naquela igreja, que ataca
a pessoa de Paulo (7.6-9).
Propósito da Carta
- Este escreve, então, apresentando em sua defesa
as suas credenciais de apóstolo.
-

Um grupo de judeus (aparentemente - 11.22,23)
que se diziam apóstolos (11.5,13; 12.11),
mas que pregavam um evangelho falsificado (11.4)
e estavam como que escravizando os membros da
igreja (11.20),
- vinha atacando a pessoa de Paulo, seu ensino e
seu caráter.
Propósito da Carta
Acusavam Paulo de:
1. proceder como um mundano (10.2);
2 - ser covarde (10.10);
3 - não ter as credenciais genuínas de um
apóstolo (3.1; 12.11,12);
4 - ser enganador (6.8);
5 - ser insensato ( 11.16,19).
Histórico da carta
- Entre 1º. e 2º. Coríntios há um espaço de 1
ano
- Paulo não inventou os problemas de Corinto,
as informações lhe fora dada por uma família
da igreja;
- Quando soube que sua primeira carta não foi
acolhida pelos irmãos de bom grado, e os
problemas não foram resolvidos, Paulo fez
uma viagem “Marítima”, urgente a Corinto;
Histórico da carta
- Ele estava em Éfeso
- Mas não alcançou ali os seus objetivos, foi
uma “visita em tristeza” – 2:1;
- Paulo volta desta “viagem apressada” e
escreve uma “Carta severa” à igreja – esta
carta se perdeu – repreendendo e exortando
a igreja ao arrependimento – 2:3-4; 7:8-10
Histórico da carta
- Ele manda Tito (“viagem marítima”) levar a carta
e ler perante a igreja;
- Paulo seguiu por terra visitando as igrejas em
Trôade e pela Macedônia – 2:12,13; 7:13-15;
- Lucas registra as duras perseguições externas
desta viagem, fora as internas – At.20:1-3;
- A preocupação de Paulo era como os Coríntios
iriam receber Tito – 2:12,13 e 7:5, Lutas e
temores do que podia estar acontecendo com
Tito em Corinto
Histórico da carta
- Ele não teve sossego para ficar em Trôade e
foi logo para Filipos – 7:5
- A Paz lhe veio à alma quando Tito finalmente
chega a Filipos (7:6) trazendo-lhe boas
notícias:
- a) A “carta severa” de repreensão e
- b) A visita de Tito teve excelente resultado
entre os irmãos:
Histórico da carta
- Eles se arrependeram genuinamente
- A rebeldia contra Paulo e seu ensino foi
sarada
- Houve retorno de profunda afeição e
lealdade a Paulo – 7:6-15 (ler)
- Houve clima para a visita oficial de Paulo na
igreja, de forma pacífica e pastoral
A DATA E OCASIÃO
• Da Macedônia (Filipos) Paulo escreve esta
segunda carta aos Coríntios;
• Era o ano 56 d.c. – em sua 3ª. Viagem
missionária
• Esta carta é pessoal e cheia de gratidão e
louvor a Deus pelo dom do Evangelho
De Filipos a Corinto
A DATA E OCASIÃO
• Manifesta sua gratidão à igreja pela graça de
Deus que os conduziu ao arrependimento e a paz
com o apóstolo
• Escreveu para encorajar a igreja a manifestar
generosidade na oferta pelos irmãos pobres da
Judéia;

• Escreveu para reforçar seus ensinos, apostolado e
fortalecê-los a resistir aos falsos apóstolos que os
incitavam à rebeldia – 11:13,14
A DATA E OCASIÃO
• Para tranquilizá-los de que “agora está tudo bem
entre nós”
• Que voltou a paz em seus corações;
• E que ele iria visitá-los em breve
• Logo depois desta carta, Paulo viajou da
Macedônia a Corinto e fez ali a sua última visita à
igreja – ficou lá por 3 meses – At.20:2,3
• Dali voltou para Jerusalém onde foi preso
3 Lições importantes:
1. A Igreja é composta de homens e
mulheres, seres humanos, sujeitos às
falhas e enganos que podem gerar sérias
confusões entre irmãos;
2. Através de um genuíno arrependimento,
com humildade e quebrantamento,
podemos reatar relacionamentos
rompidos, aparar arestas e retornar à
comunhão e harmonia do corpo de Cristo
3 Lições importantes:
3. Deus quer que vivamos sem ódio,
rancor, e sem um coração endurecido no
erro e no engano, reatando
relacionamentos e vivendo como filhos da
luz;
- A Igreja recebeu esta carta com profunda
emoção e gratidão
ESBOÇO DO LIVRO
1. Capítulos:
1-7

Paulo queria:
expressar sua alegria pela reação
favorável da igreja ao seu ministério;

2. Capítulos:
8,9

Relembrar aos crentes de seu
compromisso para com a oferta aos
cristãos da Judéia

3. Capítulos:
10-13

Defender sua autoridade apostólica
contra os falsos apóstolos que
enganavam a igreja com falsas doutrinas
e influenciavam negativamente a igreja
2ª. EPÍSTOLA
DE PAULO AOS
CORINTIOS

A cidade perversa, continuava
perversa,
os falsos mestres continuavam
mais falsos;
mas a igreja se tornara mais santa
e consciente!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estudo em 1 coríntios
Estudo em 1 coríntiosEstudo em 1 coríntios
Estudo em 1 coríntios
Vilmar Nascimento
 
Carta de tiago
Carta de tiagoCarta de tiago
Carta de tiago
Diana E Junior
 
Panorama do NT - 2Tessalonicenses
Panorama do NT - 2TessalonicensesPanorama do NT - 2Tessalonicenses
Panorama do NT - 2Tessalonicenses
Respirando Deus
 
Panorama do NT - 1Timóteo
Panorama do NT - 1TimóteoPanorama do NT - 1Timóteo
Panorama do NT - 1Timóteo
Respirando Deus
 
3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Panorama do NT - 1Pedro
Panorama do NT - 1PedroPanorama do NT - 1Pedro
Panorama do NT - 1Pedro
Respirando Deus
 
As cartas pastorais
As cartas pastoraisAs cartas pastorais
As cartas pastorais
guest1671d3
 
8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Panorama do NT - 2João
Panorama do NT - 2JoãoPanorama do NT - 2João
Panorama do NT - 2João
Respirando Deus
 
Disciplina de Escatologia
Disciplina de EscatologiaDisciplina de Escatologia
Disciplina de Escatologia
faculdadeteologica
 
Atos
AtosAtos
Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1
Moisés Sampaio
 
Panorama do NT - João
Panorama do NT - JoãoPanorama do NT - João
Panorama do NT - João
Respirando Deus
 
Panorama do NT - Romanos
Panorama do NT - RomanosPanorama do NT - Romanos
Panorama do NT - Romanos
Respirando Deus
 
35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel35. O Profeta Joel
Panorama do NT - Tito
Panorama do NT - TitoPanorama do NT - Tito
Panorama do NT - Tito
Respirando Deus
 
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
Márcio Martins
 
Panorama do NT - Filemom
Panorama do NT - FilemomPanorama do NT - Filemom
Panorama do NT - Filemom
Respirando Deus
 
Panorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1TessalonicensesPanorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1Tessalonicenses
Respirando Deus
 
Panorama do NT - Gálatas
Panorama do NT - GálatasPanorama do NT - Gálatas
Panorama do NT - Gálatas
Respirando Deus
 

Mais procurados (20)

Estudo em 1 coríntios
Estudo em 1 coríntiosEstudo em 1 coríntios
Estudo em 1 coríntios
 
Carta de tiago
Carta de tiagoCarta de tiago
Carta de tiago
 
Panorama do NT - 2Tessalonicenses
Panorama do NT - 2TessalonicensesPanorama do NT - 2Tessalonicenses
Panorama do NT - 2Tessalonicenses
 
Panorama do NT - 1Timóteo
Panorama do NT - 1TimóteoPanorama do NT - 1Timóteo
Panorama do NT - 1Timóteo
 
3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus
 
Panorama do NT - 1Pedro
Panorama do NT - 1PedroPanorama do NT - 1Pedro
Panorama do NT - 1Pedro
 
As cartas pastorais
As cartas pastoraisAs cartas pastorais
As cartas pastorais
 
8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos
 
Panorama do NT - 2João
Panorama do NT - 2JoãoPanorama do NT - 2João
Panorama do NT - 2João
 
Disciplina de Escatologia
Disciplina de EscatologiaDisciplina de Escatologia
Disciplina de Escatologia
 
Atos
AtosAtos
Atos
 
Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1
 
Panorama do NT - João
Panorama do NT - JoãoPanorama do NT - João
Panorama do NT - João
 
Panorama do NT - Romanos
Panorama do NT - RomanosPanorama do NT - Romanos
Panorama do NT - Romanos
 
35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel
 
Panorama do NT - Tito
Panorama do NT - TitoPanorama do NT - Tito
Panorama do NT - Tito
 
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
 
Panorama do NT - Filemom
Panorama do NT - FilemomPanorama do NT - Filemom
Panorama do NT - Filemom
 
Panorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1TessalonicensesPanorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1Tessalonicenses
 
Panorama do NT - Gálatas
Panorama do NT - GálatasPanorama do NT - Gálatas
Panorama do NT - Gálatas
 

Destaque

2 Coríntios Capítulo 10 - Paulo defende seu ministério
2 Coríntios Capítulo 10 - Paulo defende seu ministério2 Coríntios Capítulo 10 - Paulo defende seu ministério
2 Coríntios Capítulo 10 - Paulo defende seu ministério
Márcio Pereira
 
Estudo Bíblico 1 Coríntios - Estudo 3 (power point)
Estudo Bíblico 1 Coríntios - Estudo 3 (power point)Estudo Bíblico 1 Coríntios - Estudo 3 (power point)
Estudo Bíblico 1 Coríntios - Estudo 3 (power point)
Daniel Junior
 
Uma Igreja Para Recordar
Uma Igreja Para RecordarUma Igreja Para Recordar
Uma Igreja Para Recordar
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
I Corintios Inicio
 I Corintios Inicio I Corintios Inicio
I Corintios Inicio
UEPB
 
1 Coríntios (1º Estudo)
1 Coríntios (1º Estudo)1 Coríntios (1º Estudo)
1 Coríntios (1º Estudo)
Daniel Junior
 
Os quatro gigantes da alma
Os quatro gigantes da alma Os quatro gigantes da alma
Os quatro gigantes da alma
Daniel de Carvalho Luz
 
Estudo Epístola 1 Coríntios – Introdução
Estudo Epístola 1 Coríntios – IntroduçãoEstudo Epístola 1 Coríntios – Introdução
Estudo Epístola 1 Coríntios – Introdução
Márcio Pereira
 
Epistola a tito revisao
Epistola a tito revisaoEpistola a tito revisao
Epistola a tito revisao
LUCAS CANAVARRO
 
estudo biblico
estudo biblicoestudo biblico
estudo biblico
valmarques
 
18. O Livro de I Crônicas
18. O Livro de I Crônicas18. O Livro de I Crônicas
18. O Livro de I Crônicas
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
A Epistola aos Romanos
A Epistola aos RomanosA Epistola aos Romanos
A Epistola aos Romanos
Márcio Martins
 
As Cartas de Paulo
As Cartas de PauloAs Cartas de Paulo
As Cartas de Paulo
Egmon Pereira
 
Qual é a nossa função no corpo da igreja?
Qual é a nossa função no corpo da igreja?Qual é a nossa função no corpo da igreja?
Qual é a nossa função no corpo da igreja?
Leandro Sales
 
Estudos os evangelhos
Estudos os evangelhosEstudos os evangelhos
Estudos os evangelhos
André Rocha
 
Epistolas paulinas
Epistolas paulinasEpistolas paulinas
Epistolas paulinas
Marcos Mendes
 
Personalidade carater ou teperamento
Personalidade   carater ou teperamentoPersonalidade   carater ou teperamento
Personalidade carater ou teperamento
Daniel de Carvalho Luz
 
2 corintios separação e purificação (2co 1 – 7)
2 corintios separação e purificação (2co 1 – 7)2 corintios separação e purificação (2co 1 – 7)
2 corintios separação e purificação (2co 1 – 7)
Ilton Goncalves
 
Lição 6 Muito Mais que palavras.
Lição 6  Muito Mais que palavras.Lição 6  Muito Mais que palavras.
Lição 6 Muito Mais que palavras.
André Rocha
 
Estudo Bíblico de I Corintios
Estudo Bíblico de I CorintiosEstudo Bíblico de I Corintios
Estudo Bíblico de I Corintios
UEPB
 
Lição 1 as cartas aos coríntios
Lição 1   as cartas aos coríntiosLição 1   as cartas aos coríntios
Lição 1 as cartas aos coríntios
Tomas Faraci
 

Destaque (20)

2 Coríntios Capítulo 10 - Paulo defende seu ministério
2 Coríntios Capítulo 10 - Paulo defende seu ministério2 Coríntios Capítulo 10 - Paulo defende seu ministério
2 Coríntios Capítulo 10 - Paulo defende seu ministério
 
Estudo Bíblico 1 Coríntios - Estudo 3 (power point)
Estudo Bíblico 1 Coríntios - Estudo 3 (power point)Estudo Bíblico 1 Coríntios - Estudo 3 (power point)
Estudo Bíblico 1 Coríntios - Estudo 3 (power point)
 
Uma Igreja Para Recordar
Uma Igreja Para RecordarUma Igreja Para Recordar
Uma Igreja Para Recordar
 
I Corintios Inicio
 I Corintios Inicio I Corintios Inicio
I Corintios Inicio
 
1 Coríntios (1º Estudo)
1 Coríntios (1º Estudo)1 Coríntios (1º Estudo)
1 Coríntios (1º Estudo)
 
Os quatro gigantes da alma
Os quatro gigantes da alma Os quatro gigantes da alma
Os quatro gigantes da alma
 
Estudo Epístola 1 Coríntios – Introdução
Estudo Epístola 1 Coríntios – IntroduçãoEstudo Epístola 1 Coríntios – Introdução
Estudo Epístola 1 Coríntios – Introdução
 
Epistola a tito revisao
Epistola a tito revisaoEpistola a tito revisao
Epistola a tito revisao
 
estudo biblico
estudo biblicoestudo biblico
estudo biblico
 
18. O Livro de I Crônicas
18. O Livro de I Crônicas18. O Livro de I Crônicas
18. O Livro de I Crônicas
 
A Epistola aos Romanos
A Epistola aos RomanosA Epistola aos Romanos
A Epistola aos Romanos
 
As Cartas de Paulo
As Cartas de PauloAs Cartas de Paulo
As Cartas de Paulo
 
Qual é a nossa função no corpo da igreja?
Qual é a nossa função no corpo da igreja?Qual é a nossa função no corpo da igreja?
Qual é a nossa função no corpo da igreja?
 
Estudos os evangelhos
Estudos os evangelhosEstudos os evangelhos
Estudos os evangelhos
 
Epistolas paulinas
Epistolas paulinasEpistolas paulinas
Epistolas paulinas
 
Personalidade carater ou teperamento
Personalidade   carater ou teperamentoPersonalidade   carater ou teperamento
Personalidade carater ou teperamento
 
2 corintios separação e purificação (2co 1 – 7)
2 corintios separação e purificação (2co 1 – 7)2 corintios separação e purificação (2co 1 – 7)
2 corintios separação e purificação (2co 1 – 7)
 
Lição 6 Muito Mais que palavras.
Lição 6  Muito Mais que palavras.Lição 6  Muito Mais que palavras.
Lição 6 Muito Mais que palavras.
 
Estudo Bíblico de I Corintios
Estudo Bíblico de I CorintiosEstudo Bíblico de I Corintios
Estudo Bíblico de I Corintios
 
Lição 1 as cartas aos coríntios
Lição 1   as cartas aos coríntiosLição 1   as cartas aos coríntios
Lição 1 as cartas aos coríntios
 

Semelhante a 10. 2a. epístola de paulo aos corintios

Estudo - 1 Tessalonicenses ( Comentário de Moody )
Estudo - 1 Tessalonicenses ( Comentário de Moody )Estudo - 1 Tessalonicenses ( Comentário de Moody )
Estudo - 1 Tessalonicenses ( Comentário de Moody )
ibpcursos
 
Doutrina ii corintios
Doutrina  ii corintiosDoutrina  ii corintios
Doutrina ii corintios
Joel Silva
 
Ii corintios
Ii corintiosIi corintios
Ii corintios
Joel Silva
 
comentario biblico-1 tessalonicenses (moody)
comentario biblico-1 tessalonicenses (moody)comentario biblico-1 tessalonicenses (moody)
comentario biblico-1 tessalonicenses (moody)
leniogravacoes
 
Estudo da 1ª carta de paulo a corintios
Estudo da 1ª carta de paulo a corintiosEstudo da 1ª carta de paulo a corintios
Estudo da 1ª carta de paulo a corintios
Jose Emerson Barbosa da Silva
 
Palestra às epistolas de são paulo janeiro de 2013 atualizado em 01 04-2013
Palestra às epistolas de são paulo janeiro de 2013 atualizado em 01 04-2013Palestra às epistolas de são paulo janeiro de 2013 atualizado em 01 04-2013
Palestra às epistolas de são paulo janeiro de 2013 atualizado em 01 04-2013
Pré Cursilho Taguatinga
 
Aula nº 1 introdução
Aula nº 1   introduçãoAula nº 1   introdução
Aula nº 1 introdução
Welton Dias
 
Panorama do nt 3
Panorama do nt 3Panorama do nt 3
Panorama do nt 3
Lisanro Cronje
 
Bíblia: Cartas Paulinas: Segunda Carta aos Coríntios
Bíblia: Cartas Paulinas: Segunda Carta aos CoríntiosBíblia: Cartas Paulinas: Segunda Carta aos Coríntios
Bíblia: Cartas Paulinas: Segunda Carta aos Coríntios
Fagner25
 
EPISTOLAS PAULINA Aula 4.pdf
EPISTOLAS PAULINA Aula 4.pdfEPISTOLAS PAULINA Aula 4.pdf
EPISTOLAS PAULINA Aula 4.pdf
EdesioSilva3
 
NT III EPISTOLA.pdf
NT III EPISTOLA.pdfNT III EPISTOLA.pdf
NT III EPISTOLA.pdf
robsonferreirapintos
 
Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1
Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1
Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1
Natalino das Neves Neves
 
LBJ LIÇÃO 1 - Introdução às cartas aos tessalonicenses
LBJ LIÇÃO 1 - Introdução às cartas aos tessalonicensesLBJ LIÇÃO 1 - Introdução às cartas aos tessalonicenses
LBJ LIÇÃO 1 - Introdução às cartas aos tessalonicenses
Natalino das Neves Neves
 
Panorama do nt 2
Panorama do nt 2Panorama do nt 2
Panorama do nt 2
Lisanro Cronje
 
As cartas paulinas
As cartas paulinasAs cartas paulinas
As cartas paulinas
Marilene Rangel Rangel
 
ESTUDO BÍBLICO - 2 CORÍNTIOS.pptx
ESTUDO BÍBLICO - 2 CORÍNTIOS.pptxESTUDO BÍBLICO - 2 CORÍNTIOS.pptx
ESTUDO BÍBLICO - 2 CORÍNTIOS.pptx
Tiago Silva
 
Estudo Bíblico - II Coríntios.pptxkkkkkk
Estudo Bíblico - II Coríntios.pptxkkkkkkEstudo Bíblico - II Coríntios.pptxkkkkkk
Estudo Bíblico - II Coríntios.pptxkkkkkk
vinicius252017
 
PAULINASCOMPLETASEJUNTAS.ppxxxxxxxxxxxtx
PAULINASCOMPLETASEJUNTAS.ppxxxxxxxxxxxtxPAULINASCOMPLETASEJUNTAS.ppxxxxxxxxxxxtx
PAULINASCOMPLETASEJUNTAS.ppxxxxxxxxxxxtx
izaacpsi
 
2 coríntios (moody)
2 coríntios (moody)2 coríntios (moody)
2 coríntios (moody)
leniogravacoes
 
IBADEP BASICO - EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS AULA2 - 1 e 2 CORINTIOS
IBADEP BASICO -  EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS  AULA2 - 1 e 2 CORINTIOSIBADEP BASICO -  EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS  AULA2 - 1 e 2 CORINTIOS
IBADEP BASICO - EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS AULA2 - 1 e 2 CORINTIOS
Rubens Sohn
 

Semelhante a 10. 2a. epístola de paulo aos corintios (20)

Estudo - 1 Tessalonicenses ( Comentário de Moody )
Estudo - 1 Tessalonicenses ( Comentário de Moody )Estudo - 1 Tessalonicenses ( Comentário de Moody )
Estudo - 1 Tessalonicenses ( Comentário de Moody )
 
Doutrina ii corintios
Doutrina  ii corintiosDoutrina  ii corintios
Doutrina ii corintios
 
Ii corintios
Ii corintiosIi corintios
Ii corintios
 
comentario biblico-1 tessalonicenses (moody)
comentario biblico-1 tessalonicenses (moody)comentario biblico-1 tessalonicenses (moody)
comentario biblico-1 tessalonicenses (moody)
 
Estudo da 1ª carta de paulo a corintios
Estudo da 1ª carta de paulo a corintiosEstudo da 1ª carta de paulo a corintios
Estudo da 1ª carta de paulo a corintios
 
Palestra às epistolas de são paulo janeiro de 2013 atualizado em 01 04-2013
Palestra às epistolas de são paulo janeiro de 2013 atualizado em 01 04-2013Palestra às epistolas de são paulo janeiro de 2013 atualizado em 01 04-2013
Palestra às epistolas de são paulo janeiro de 2013 atualizado em 01 04-2013
 
Aula nº 1 introdução
Aula nº 1   introduçãoAula nº 1   introdução
Aula nº 1 introdução
 
Panorama do nt 3
Panorama do nt 3Panorama do nt 3
Panorama do nt 3
 
Bíblia: Cartas Paulinas: Segunda Carta aos Coríntios
Bíblia: Cartas Paulinas: Segunda Carta aos CoríntiosBíblia: Cartas Paulinas: Segunda Carta aos Coríntios
Bíblia: Cartas Paulinas: Segunda Carta aos Coríntios
 
EPISTOLAS PAULINA Aula 4.pdf
EPISTOLAS PAULINA Aula 4.pdfEPISTOLAS PAULINA Aula 4.pdf
EPISTOLAS PAULINA Aula 4.pdf
 
NT III EPISTOLA.pdf
NT III EPISTOLA.pdfNT III EPISTOLA.pdf
NT III EPISTOLA.pdf
 
Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1
Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1
Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1
 
LBJ LIÇÃO 1 - Introdução às cartas aos tessalonicenses
LBJ LIÇÃO 1 - Introdução às cartas aos tessalonicensesLBJ LIÇÃO 1 - Introdução às cartas aos tessalonicenses
LBJ LIÇÃO 1 - Introdução às cartas aos tessalonicenses
 
Panorama do nt 2
Panorama do nt 2Panorama do nt 2
Panorama do nt 2
 
As cartas paulinas
As cartas paulinasAs cartas paulinas
As cartas paulinas
 
ESTUDO BÍBLICO - 2 CORÍNTIOS.pptx
ESTUDO BÍBLICO - 2 CORÍNTIOS.pptxESTUDO BÍBLICO - 2 CORÍNTIOS.pptx
ESTUDO BÍBLICO - 2 CORÍNTIOS.pptx
 
Estudo Bíblico - II Coríntios.pptxkkkkkk
Estudo Bíblico - II Coríntios.pptxkkkkkkEstudo Bíblico - II Coríntios.pptxkkkkkk
Estudo Bíblico - II Coríntios.pptxkkkkkk
 
PAULINASCOMPLETASEJUNTAS.ppxxxxxxxxxxxtx
PAULINASCOMPLETASEJUNTAS.ppxxxxxxxxxxxtxPAULINASCOMPLETASEJUNTAS.ppxxxxxxxxxxxtx
PAULINASCOMPLETASEJUNTAS.ppxxxxxxxxxxxtx
 
2 coríntios (moody)
2 coríntios (moody)2 coríntios (moody)
2 coríntios (moody)
 
IBADEP BASICO - EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS AULA2 - 1 e 2 CORINTIOS
IBADEP BASICO -  EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS  AULA2 - 1 e 2 CORINTIOSIBADEP BASICO -  EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS  AULA2 - 1 e 2 CORINTIOS
IBADEP BASICO - EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS AULA2 - 1 e 2 CORINTIOS
 

Mais de Igreja Presbiteriana de Dourados

8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
A Igreja e a Reforma
A Igreja e a ReformaA Igreja e a Reforma
A Igreja e a Reforma
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
2. introdução ao novo testamento
2.  introdução ao novo testamento2.  introdução ao novo testamento
2. introdução ao novo testamento
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
1. período interbíblico
1. período interbíblico1. período interbíblico
1. período interbíblico
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
32. O Profeta Ezequiel
32. O Profeta Ezequiel32. O Profeta Ezequiel
32. O Profeta Ezequiel
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
34. O Profeta Oséias
34. O Profeta Oséias34. O Profeta Oséias
34. O Profeta Oséias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
45. o profeta malaquias
45. o profeta malaquias45. o profeta malaquias
45. o profeta malaquias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
43. O Profeta Ageu
43. O Profeta Ageu43. O Profeta Ageu
44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
41. O Profeta Habacuque
41. O Profeta Habacuque41. O Profeta Habacuque
41. O Profeta Habacuque
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
40. O Profeta Naum
40. O Profeta Naum40. O Profeta Naum
39. O Profeta Miquéias
39. O Profeta Miquéias39. O Profeta Miquéias
39. O Profeta Miquéias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
38. O Profeta Jonas
38. O Profeta Jonas38. O Profeta Jonas
42. O Profeta Sofonias
42. O Profeta Sofonias42. O Profeta Sofonias
42. O Profeta Sofonias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
37. O profeta Obadias
37. O profeta Obadias37. O profeta Obadias
37. O profeta Obadias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
34. O profeta Oséias
34. O profeta Oséias34. O profeta Oséias
34. O profeta Oséias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
33. O profeta Daniel
33. O profeta Daniel33. O profeta Daniel
33. O profeta Daniel
Igreja Presbiteriana de Dourados
 

Mais de Igreja Presbiteriana de Dourados (20)

8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos
 
A Igreja e a Reforma
A Igreja e a ReformaA Igreja e a Reforma
A Igreja e a Reforma
 
5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas
 
4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos
 
2. introdução ao novo testamento
2.  introdução ao novo testamento2.  introdução ao novo testamento
2. introdução ao novo testamento
 
1. período interbíblico
1. período interbíblico1. período interbíblico
1. período interbíblico
 
32. O Profeta Ezequiel
32. O Profeta Ezequiel32. O Profeta Ezequiel
32. O Profeta Ezequiel
 
34. O Profeta Oséias
34. O Profeta Oséias34. O Profeta Oséias
34. O Profeta Oséias
 
45. o profeta malaquias
45. o profeta malaquias45. o profeta malaquias
45. o profeta malaquias
 
43. O Profeta Ageu
43. O Profeta Ageu43. O Profeta Ageu
43. O Profeta Ageu
 
44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias
 
44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias
 
41. O Profeta Habacuque
41. O Profeta Habacuque41. O Profeta Habacuque
41. O Profeta Habacuque
 
40. O Profeta Naum
40. O Profeta Naum40. O Profeta Naum
40. O Profeta Naum
 
39. O Profeta Miquéias
39. O Profeta Miquéias39. O Profeta Miquéias
39. O Profeta Miquéias
 
38. O Profeta Jonas
38. O Profeta Jonas38. O Profeta Jonas
38. O Profeta Jonas
 
42. O Profeta Sofonias
42. O Profeta Sofonias42. O Profeta Sofonias
42. O Profeta Sofonias
 
37. O profeta Obadias
37. O profeta Obadias37. O profeta Obadias
37. O profeta Obadias
 
34. O profeta Oséias
34. O profeta Oséias34. O profeta Oséias
34. O profeta Oséias
 
33. O profeta Daniel
33. O profeta Daniel33. O profeta Daniel
33. O profeta Daniel
 

10. 2a. epístola de paulo aos corintios

  • 1. 2ª. EPÍSTOLA AOS CORINTIOS Escrita por Paulo no ano 56 d.C
  • 2. O NOVO TESTAMENTO CARTAS PAULINAS - 13 ROMANOS I Coríntios II Coríntios Gálatas Efésios Filipenses Colossenses I e II Tessalonicenses I e II Timóteo Tito Filemom
  • 3. Palavra-Chave: “DEFESA” Versículo-Chave: "Porque não nos pregamos a nós mesmos, mas a Cristo Jesus como Senhor, e a nós mesmos como vossos servos por amor de Jesus" (4.5).
  • 4. AUTORIA A autoria de Paulo é universalmente aceita – 1:1 - Trata-se de uma carta de cunho pessoal, com detalhes de relacionamento entre o pastor e a igreja
  • 5. Propósito da Carta - O Espírito de Deus levou Paulo a escrever a segunda carta aos coríntios depois de o apóstolo ouvir um relatório de Tito, - no qual este fala do bom efeito produzido pela carta anterior e também diz que há um grupo de oposição naquela igreja, que ataca a pessoa de Paulo (7.6-9).
  • 6. Propósito da Carta - Este escreve, então, apresentando em sua defesa as suas credenciais de apóstolo. - Um grupo de judeus (aparentemente - 11.22,23) que se diziam apóstolos (11.5,13; 12.11), mas que pregavam um evangelho falsificado (11.4) e estavam como que escravizando os membros da igreja (11.20), - vinha atacando a pessoa de Paulo, seu ensino e seu caráter.
  • 7. Propósito da Carta Acusavam Paulo de: 1. proceder como um mundano (10.2); 2 - ser covarde (10.10); 3 - não ter as credenciais genuínas de um apóstolo (3.1; 12.11,12); 4 - ser enganador (6.8); 5 - ser insensato ( 11.16,19).
  • 8. Histórico da carta - Entre 1º. e 2º. Coríntios há um espaço de 1 ano - Paulo não inventou os problemas de Corinto, as informações lhe fora dada por uma família da igreja; - Quando soube que sua primeira carta não foi acolhida pelos irmãos de bom grado, e os problemas não foram resolvidos, Paulo fez uma viagem “Marítima”, urgente a Corinto;
  • 9. Histórico da carta - Ele estava em Éfeso - Mas não alcançou ali os seus objetivos, foi uma “visita em tristeza” – 2:1; - Paulo volta desta “viagem apressada” e escreve uma “Carta severa” à igreja – esta carta se perdeu – repreendendo e exortando a igreja ao arrependimento – 2:3-4; 7:8-10
  • 10. Histórico da carta - Ele manda Tito (“viagem marítima”) levar a carta e ler perante a igreja; - Paulo seguiu por terra visitando as igrejas em Trôade e pela Macedônia – 2:12,13; 7:13-15; - Lucas registra as duras perseguições externas desta viagem, fora as internas – At.20:1-3; - A preocupação de Paulo era como os Coríntios iriam receber Tito – 2:12,13 e 7:5, Lutas e temores do que podia estar acontecendo com Tito em Corinto
  • 11. Histórico da carta - Ele não teve sossego para ficar em Trôade e foi logo para Filipos – 7:5 - A Paz lhe veio à alma quando Tito finalmente chega a Filipos (7:6) trazendo-lhe boas notícias: - a) A “carta severa” de repreensão e - b) A visita de Tito teve excelente resultado entre os irmãos:
  • 12. Histórico da carta - Eles se arrependeram genuinamente - A rebeldia contra Paulo e seu ensino foi sarada - Houve retorno de profunda afeição e lealdade a Paulo – 7:6-15 (ler) - Houve clima para a visita oficial de Paulo na igreja, de forma pacífica e pastoral
  • 13. A DATA E OCASIÃO • Da Macedônia (Filipos) Paulo escreve esta segunda carta aos Coríntios; • Era o ano 56 d.c. – em sua 3ª. Viagem missionária • Esta carta é pessoal e cheia de gratidão e louvor a Deus pelo dom do Evangelho
  • 14. De Filipos a Corinto
  • 15. A DATA E OCASIÃO • Manifesta sua gratidão à igreja pela graça de Deus que os conduziu ao arrependimento e a paz com o apóstolo • Escreveu para encorajar a igreja a manifestar generosidade na oferta pelos irmãos pobres da Judéia; • Escreveu para reforçar seus ensinos, apostolado e fortalecê-los a resistir aos falsos apóstolos que os incitavam à rebeldia – 11:13,14
  • 16. A DATA E OCASIÃO • Para tranquilizá-los de que “agora está tudo bem entre nós” • Que voltou a paz em seus corações; • E que ele iria visitá-los em breve • Logo depois desta carta, Paulo viajou da Macedônia a Corinto e fez ali a sua última visita à igreja – ficou lá por 3 meses – At.20:2,3 • Dali voltou para Jerusalém onde foi preso
  • 17. 3 Lições importantes: 1. A Igreja é composta de homens e mulheres, seres humanos, sujeitos às falhas e enganos que podem gerar sérias confusões entre irmãos; 2. Através de um genuíno arrependimento, com humildade e quebrantamento, podemos reatar relacionamentos rompidos, aparar arestas e retornar à comunhão e harmonia do corpo de Cristo
  • 18. 3 Lições importantes: 3. Deus quer que vivamos sem ódio, rancor, e sem um coração endurecido no erro e no engano, reatando relacionamentos e vivendo como filhos da luz; - A Igreja recebeu esta carta com profunda emoção e gratidão
  • 19. ESBOÇO DO LIVRO 1. Capítulos: 1-7 Paulo queria: expressar sua alegria pela reação favorável da igreja ao seu ministério; 2. Capítulos: 8,9 Relembrar aos crentes de seu compromisso para com a oferta aos cristãos da Judéia 3. Capítulos: 10-13 Defender sua autoridade apostólica contra os falsos apóstolos que enganavam a igreja com falsas doutrinas e influenciavam negativamente a igreja
  • 20. 2ª. EPÍSTOLA DE PAULO AOS CORINTIOS A cidade perversa, continuava perversa, os falsos mestres continuavam mais falsos; mas a igreja se tornara mais santa e consciente!