SlideShare uma empresa Scribd logo
Panorama do Novo Testamento
Romanos
1.
Introdução Romanos
Introdução
A epístola de Paulo aos Romanos foi escrita
para um grupo de cristãos que se encontrava
em Roma e que o coração de Paulo ansiava
por visitar. Provavelmente a igreja foi iniciada
com alguns convertidos que residiam em
Jerusalém na ocasião da descida do Espírito
Santo (At 2.10) e que voltaram para Roma,
divulgando a fé em Jesus Cristo.
Introdução
A epístola possui riqueza teológica singular.
Grandes pregadores e professores
referenciaram o valor de Romanos:
‘’
Martinho Lutero:
“Romanos é o livro mestre
do Novo Testamento”
‘’
João Calvino: “Quando
se obtém um conhecimento
dessa epístola, abre-se porta
para todos os tesouros mais
escondidos da Escritura.”
2.
Informações
Básicas Romanos
Informações Básicas
▣Grupo: Epístolas paulinas eclesiásticas
▣Autor: Paulo (Secretário: Tércio, Rm 16.22)
▣Data: 57 d.C.
▣Local: Corinto
▣Alvo: Judeus cristãos e gentios
▣Versículo-chave: Romanos 1.16-17
▣Expressão-chave: Justificação pela fé
Propósito
Como em todas as epístolas de Paulo às igrejas, o seu
propósito em escrevê-las foi proclamar a glória do Senhor
Jesus Cristo através do ensino da doutrina, assim como
edificar e encorajar os crentes que receberiam a carta. Paulo
possuía uma preocupação especial para com aqueles em
Roma que foram "amados de Deus, chamados para serdes
santos" (Rm 1:7). Ele próprio era um cidadão romano, por
isso tinha uma paixão única por aqueles na assembleia dos
crentes em Roma. Já que Paulo não tinha, até este ponto,
visitado a igreja de Roma, esta carta também serviu como sua
introdução para eles.
Doutrina (Rm 1-11)
Rm 1-3: Condenação
Rm 4-5: Justificação
Rm 6-8: Santificação
Rm 9-11: Eleição
Esboço
Prática (Rm 12-16)
Rm 12-15: Aplicação
Rm 16: Saudação
3.
Principais
Personagens Romanos
Principais Personagens
▣Paulo: apóstolo e autor do livro de
Romanos (1.1 – 16.22)
▣Febe: auxiliava na igreja em Cencreia;
Paulo lhe confiou a entrega de sua
carta (o livro de Romanos) aos cristãos
romanos (16.1-2)
4.
O Caráter de
Deus Romanos
O Caráter de Deus
▣Deus é acessível: 5.2
▣Deus é eterno: 1.20
▣Deus é perdoador: 3.25
▣Deus é glorioso: 3.23; 6.4
▣Deus é bom: 2.4
▣Deus é incorruptível: 1.23
▣Deus é justo: 2.5,11; 3.4,25-26
▣Deus é longânimo: 2.4-5; 3.25; 9.22
▣Deus é sábio: 11.33; 16.27
O Caráter de Deus
▣Deus é amoroso: 5.5,8; 8.39; 9.11-13
▣Deus é misericordioso: 9.15,18
▣Deus é poderoso: 1.16,20; 9.21-22
▣Deus cumpre suas promessas: 1.1-2;
4.13,16,20; 9.4,8; 15.8
▣Deus é providente: 8.28; 11.33
▣Deus é reconciliador: 5.1,10
▣Deus é insondável: 11.33
▣Deus se ira: 1.18; 2.5-6,8; 3.5-6; 9.18,20,22
5.
Temas
Teológicos Romanos
Carne e Espírito
▣Sentidos da palavra “carne” em Romanos
– Carne corporal (2.28)
– Descendência ou relação humana natural (1.3; 4.1)
– Natureza humana fraca (6.19; 8.3; cf. Mt 26.41)
– Natureza humana de Cristo (8.3)
– “Velha natureza” no cristão (6.6; 7.18,25)
– Natureza humana “não regenerada” (8.8-9)
Carne e Espírito
▣Sentidos da palavra “espírito” em Romanos
– Parte “espiritual” da constituição humana (1.9; 8.16;
12.11)
– Espírito de Deus ou Espírito Santo (1.4; 5.5; 8.11;
9.1; 14.17; 15.13,16,19)
Carne e Espírito
▣Implicações da morada e da operação do Espírito
Santo no cristão
– Comunica vida (8.4-6,10)
– Dá liberdade (8.2)
– Supre a vida dos “filhos de Deus” (8.14-15)
– Intercede pelo povo de Deus (8.26)
– Santifica os cristãos (8.13)
– É penhor do futuro (8.15,23)
Lei
▣ Significado de “lei”
– O termo “lei” ocorre mais de 70 vezes nesta epístola e nem sempre
como mesmo sentido.
– Pentateuco (3.21) - “a lei” significa os primeiros cinco livros do AT,
como “os Profetas” é a designação para os livros restantes. Esse é
um uso comum no NT;
– AT em sua totalidade – em 3.19, Paulo diz: “sabemos que tudo o que a lei
diz, aos que vivem na lei o diz”. “Tudo o que a lei diz” refere-se a uma
corrente de citações bíblicas feitas nos versículos anteriores (10-
18); mas dessas citações, cinco são de Salmos e uma de Isaías.
Se é a “lei” que diz essas coisas, “a lei” só pode significar uma
coisa: o AT.
– Um princípio (3.27; 7.7,21,23,25; 8.2). Portanto, a lei é “santa”
(7.12).
Lei
▣Para que a lei foi dada?
– Para ser uma revelação de Deus e de Sua vontade
(Sl 19.9; Rm 7.12,16,22).
– Para o bem-estar e a preservação da raça humana
(13.1-7).
– Para pôr o pecado às claras (3.20; 7.7).
– Para levar ao arrependimento e à confiança na graça
de Deus (3.23).
– Para prover orientação à vida do cristão (13.8-10).
Depravação do Homem e a Ira de Deus
▣ Romano revela a condição depravada dos seres
humanos:
– Praticam coisas inconvenientes (1.28-31);
– São passíveis de morte (1.32);
– São indesculpáveis (1.20; 2.1);
– São culpados independentemente da raça (2.12);
– Estão debaixo do pecado (3.9-18; 5.6-8);
– São pecadores e estão separados de Deus (3.23; 5.8);
– São inimigos de Deus (5.10; Cl 1.21).
Homens
●
Mudaram a glória de
Deus (1.22-23)
●
Mudaram a verdade de
Deus (1.25)
●
Desprezaram o
conhecimento de Deus
(1.28)
Depravação do Homem e a Ira de Deus
(1.18-32)
Deus
●
Entregou-os às
imundícias (1.24)
●
Entregou-os às paixões
infames (1.26)
●
Entregou-os a uma
mentalidade reprovável
(1.28)
Doutrina da Salvação
▣ Justificação
– Segundo F.F. Bruce “justificação pela fé significa que a salvação
depende, não dos sacramentos, nem do que faça ou não faça qualquer
sacerdote ou presbítero, mas da simples resposta dada pelo coração
crente à palavra de Deus em Jesus Cristo”.
– A depravação humana exige a manifestação da justiça de
Deus (3.5-8), oferecida gratuitamente por meio da graça
(3.24), na morte da pessoa de Cristo. Pela salvação, o
homem não é tornado justo, mas declarado justo
mediante a fé no Único que é justo e foi objeto do
cumprimento da justiça de Deus para com o pecado,
Jesus Cristo.
Doutrina da Salvação
▣Santificação
– Em 1Ts 4.3, Paulo escreve: “Pois esta é a vontade de Deus:
a vossa santificação”. A premissa aplicada em Romanos
é a mesma. Por isso, no capítulo 7, o apóstolo insiste
em apontar a veracidade da luta contra o pecado. O
ensino é que precisamos lutar intensamente contra o
pecado como um processo de santificação pelo
Espírito de Deus. A boa notícia é que a vitória é certa
para os salvos em Cristo Jesus (8.31).
Doutrina da Salvação
▣Glorificação
– Em Romanos 8.30-39, Paulo enfatiza a
glorificação. Esse trecho funciona como um
epílogo da epístola em relação aos temas
teológicos. O apóstolo emprega o termo no
passado apontando para o futuro. Ele quer
significar a certeza da salvação para aqueles
que creem em Jesus (8.18,21).
Três Tempos da Salvação Pela Fé
Justificação
Libertos da
condenação do
pecado (5.1)
Passado
Santificação
Libertos do
poder do pecado
(6.11-12)
Presente
Glorificação
Libertos da
presença do
pecado (8.18)
Futuro
6.
Contribuições Romanos
Contribuições de Romanos
▣ A doutrina da justificação pela fé;
▣ A nossa união com Cristo e a obra do Espírito de Deus;
▣ A história da salvação e dos dois povos, judeu e gentio,
dentro dessa história;
▣ Romanos é a exposição que Paulo faz do seu evangelho;
▣ A natureza da continuidade entre a primeira e a segunda
“palavra” de Deus e entre o povo daquela primeira palavra,
Israel, e o povo da segunda palavra, a igreja. Nesse ponto
em particular Romanos dá sua contribuição para a
formulação da fé neotestamentária. Pois o grau de
continuidade e descontinuidade é fundamental para a
teologia cristã.
7.
Aplicações
Práticas Romanos
Romanos na Prática
O livro de Romanos deixa claro que não há nada
que possamos fazer para nos salvar. Toda "boa"
obra que já fizemos é como um trapo imundo
diante de Deus. Tão mortos em nossos delitos e
pecados estamos que apenas a graça e a
misericórdia de Deus podem nos salvar. Deus
expressou sua graça e misericórdia ao enviar o
Seu Filho, Jesus Cristo, para morrer na cruz em
nosso lugar.
Romanos na Prática
Quando entregamos nossas vidas a Cristo, não somos
mais controlados por nossa natureza pecaminosa, mas
pelo Espírito. Se fizermos a confissão de que Jesus é o
Senhor, e crermos que Ele ressuscitou dos mortos,
somos salvos, nascidos de novo. Precisamos viver uma
vida oferecida a Deus como sacrifício vivo para Ele. A
adoração do Deus que nos salvou deve ser o nosso
maior desejo. Talvez a melhor aplicação de Romanos
seria aplicar Romanos 1.16 e não nos envergonharmos
do evangelho. Em vez disso, vamos todos ser fiéis em
proclamá-lo!
7.
Conclusão Romanos
Conclusão
Em Romanos a história de Deus é contada em
sua principal expressão teológica. O amor de
Deus por todos, tanto pelos judeus quanto
pelos gentios, foi manifesto na morte e
ressurreição de Cristo; a dádiva do Espírito
leva tudo isso a ser expresso na vida cotidiana
de todo aquele que crer.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Panorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1TessalonicensesPanorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1Tessalonicenses
Respirando Deus
 
9. epístola de paulo 1' coríntios
9. epístola de paulo 1' coríntios9. epístola de paulo 1' coríntios
9. epístola de paulo 1' coríntios
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
RODRIGO FERREIRA
 
Panorama do NT - Filemom
Panorama do NT - FilemomPanorama do NT - Filemom
Panorama do NT - Filemom
Respirando Deus
 
Panorama do NT - 1Pedro
Panorama do NT - 1PedroPanorama do NT - 1Pedro
Panorama do NT - 1Pedro
Respirando Deus
 
Panorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - FilipensesPanorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - Filipenses
Respirando Deus
 
Panorama do NT - Judas
Panorama do NT - JudasPanorama do NT - Judas
Panorama do NT - Judas
Respirando Deus
 
Panorama do NT - 1Timóteo
Panorama do NT - 1TimóteoPanorama do NT - 1Timóteo
Panorama do NT - 1Timóteo
Respirando Deus
 
Panorama do NT - Colossenses
Panorama do NT - ColossensesPanorama do NT - Colossenses
Panorama do NT - Colossenses
Respirando Deus
 
Lição 1 - A Carta aos Hebreus e a Excelência de Cristo
Lição 1 - A Carta aos Hebreus e a Excelência de CristoLição 1 - A Carta aos Hebreus e a Excelência de Cristo
Lição 1 - A Carta aos Hebreus e a Excelência de Cristo
Éder Tomé
 
Panorama do NT - 2Pedro
Panorama do NT - 2PedroPanorama do NT - 2Pedro
Panorama do NT - 2Pedro
Respirando Deus
 
Panorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - ApocalipsePanorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - Apocalipse
Respirando Deus
 
Timoteo
TimoteoTimoteo
Panorama do NT - 1João
Panorama do NT - 1JoãoPanorama do NT - 1João
Panorama do NT - 1João
Respirando Deus
 
Panorama do AT - Zacarias
Panorama do AT - ZacariasPanorama do AT - Zacarias
Panorama do AT - Zacarias
Respirando Deus
 
Panorama do NT - 3João
Panorama do NT - 3JoãoPanorama do NT - 3João
Panorama do NT - 3João
Respirando Deus
 
5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Atos
AtosAtos
3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Panorama do AT - Provérbios
Panorama do AT - ProvérbiosPanorama do AT - Provérbios
Panorama do AT - Provérbios
Respirando Deus
 

Mais procurados (20)

Panorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1TessalonicensesPanorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1Tessalonicenses
 
9. epístola de paulo 1' coríntios
9. epístola de paulo 1' coríntios9. epístola de paulo 1' coríntios
9. epístola de paulo 1' coríntios
 
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
 
Panorama do NT - Filemom
Panorama do NT - FilemomPanorama do NT - Filemom
Panorama do NT - Filemom
 
Panorama do NT - 1Pedro
Panorama do NT - 1PedroPanorama do NT - 1Pedro
Panorama do NT - 1Pedro
 
Panorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - FilipensesPanorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - Filipenses
 
Panorama do NT - Judas
Panorama do NT - JudasPanorama do NT - Judas
Panorama do NT - Judas
 
Panorama do NT - 1Timóteo
Panorama do NT - 1TimóteoPanorama do NT - 1Timóteo
Panorama do NT - 1Timóteo
 
Panorama do NT - Colossenses
Panorama do NT - ColossensesPanorama do NT - Colossenses
Panorama do NT - Colossenses
 
Lição 1 - A Carta aos Hebreus e a Excelência de Cristo
Lição 1 - A Carta aos Hebreus e a Excelência de CristoLição 1 - A Carta aos Hebreus e a Excelência de Cristo
Lição 1 - A Carta aos Hebreus e a Excelência de Cristo
 
Panorama do NT - 2Pedro
Panorama do NT - 2PedroPanorama do NT - 2Pedro
Panorama do NT - 2Pedro
 
Panorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - ApocalipsePanorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - Apocalipse
 
Timoteo
TimoteoTimoteo
Timoteo
 
Panorama do NT - 1João
Panorama do NT - 1JoãoPanorama do NT - 1João
Panorama do NT - 1João
 
Panorama do AT - Zacarias
Panorama do AT - ZacariasPanorama do AT - Zacarias
Panorama do AT - Zacarias
 
Panorama do NT - 3João
Panorama do NT - 3JoãoPanorama do NT - 3João
Panorama do NT - 3João
 
5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas
 
Atos
AtosAtos
Atos
 
3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus
 
Panorama do AT - Provérbios
Panorama do AT - ProvérbiosPanorama do AT - Provérbios
Panorama do AT - Provérbios
 

Destaque

Livro De Romanos
Livro De RomanosLivro De Romanos
Livro De Romanos
melquisedeque Chagas
 
Profetas maiores - Lição 10 - 1° Ciclo EETAD
Profetas maiores -  Lição 10 - 1° Ciclo EETADProfetas maiores -  Lição 10 - 1° Ciclo EETAD
Profetas maiores - Lição 10 - 1° Ciclo EETAD
Daniel Rodrigues Neto
 
Slide
SlideSlide
Panorama do NT - João
Panorama do NT - JoãoPanorama do NT - João
Panorama do NT - João
Respirando Deus
 
Panorama do NT - 2Tessalonicenses
Panorama do NT - 2TessalonicensesPanorama do NT - 2Tessalonicenses
Panorama do NT - 2Tessalonicenses
Respirando Deus
 
PÉRGAMO UMA IGREJA CASADA COM O MUNDO
PÉRGAMO UMA IGREJA CASADA COM O MUNDOPÉRGAMO UMA IGREJA CASADA COM O MUNDO
PÉRGAMO UMA IGREJA CASADA COM O MUNDO
Marcio Ferreira da Silva
 
Panorama do NT - Gálatas
Panorama do NT - GálatasPanorama do NT - Gálatas
Panorama do NT - Gálatas
Respirando Deus
 
Panorama do NT - 2Timóteo
Panorama do NT - 2TimóteoPanorama do NT - 2Timóteo
Panorama do NT - 2Timóteo
Respirando Deus
 
Panorama do AT - Naum
Panorama do AT - NaumPanorama do AT - Naum
Panorama do AT - Naum
Respirando Deus
 
Panorama do AT - Daniel
Panorama do AT - DanielPanorama do AT - Daniel
Panorama do AT - Daniel
Respirando Deus
 
O Propósito do Casamento
O Propósito do CasamentoO Propósito do Casamento
O Propósito do Casamento
Respirando Deus
 
Panorama do NT - A Plenitude dos Tempos
Panorama do NT - A Plenitude dos TemposPanorama do NT - A Plenitude dos Tempos
Panorama do NT - A Plenitude dos Tempos
Respirando Deus
 
Carta à Igreja de Éfeso no Apocalipse
Carta à Igreja de Éfeso no ApocalipseCarta à Igreja de Éfeso no Apocalipse
Carta à Igreja de Éfeso no Apocalipse
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
Panorama do NT - Efésios
Panorama do NT - EfésiosPanorama do NT - Efésios
Panorama do NT - Efésios
Respirando Deus
 
Panorama do AT - Obadias
Panorama do AT - ObadiasPanorama do AT - Obadias
Panorama do AT - Obadias
Respirando Deus
 
Panorama do AT - Amós
Panorama do AT - AmósPanorama do AT - Amós
Panorama do AT - Amós
Respirando Deus
 
Curso de diacono 01
Curso de diacono 01Curso de diacono 01
Curso de diacono 01
Joao Franca
 
Panorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos CânticosPanorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos Cânticos
Respirando Deus
 
Panorama do NT - Introdução
Panorama do NT - IntroduçãoPanorama do NT - Introdução
Panorama do NT - Introdução
Respirando Deus
 

Destaque (19)

Livro De Romanos
Livro De RomanosLivro De Romanos
Livro De Romanos
 
Profetas maiores - Lição 10 - 1° Ciclo EETAD
Profetas maiores -  Lição 10 - 1° Ciclo EETADProfetas maiores -  Lição 10 - 1° Ciclo EETAD
Profetas maiores - Lição 10 - 1° Ciclo EETAD
 
Slide
SlideSlide
Slide
 
Panorama do NT - João
Panorama do NT - JoãoPanorama do NT - João
Panorama do NT - João
 
Panorama do NT - 2Tessalonicenses
Panorama do NT - 2TessalonicensesPanorama do NT - 2Tessalonicenses
Panorama do NT - 2Tessalonicenses
 
PÉRGAMO UMA IGREJA CASADA COM O MUNDO
PÉRGAMO UMA IGREJA CASADA COM O MUNDOPÉRGAMO UMA IGREJA CASADA COM O MUNDO
PÉRGAMO UMA IGREJA CASADA COM O MUNDO
 
Panorama do NT - Gálatas
Panorama do NT - GálatasPanorama do NT - Gálatas
Panorama do NT - Gálatas
 
Panorama do NT - 2Timóteo
Panorama do NT - 2TimóteoPanorama do NT - 2Timóteo
Panorama do NT - 2Timóteo
 
Panorama do AT - Naum
Panorama do AT - NaumPanorama do AT - Naum
Panorama do AT - Naum
 
Panorama do AT - Daniel
Panorama do AT - DanielPanorama do AT - Daniel
Panorama do AT - Daniel
 
O Propósito do Casamento
O Propósito do CasamentoO Propósito do Casamento
O Propósito do Casamento
 
Panorama do NT - A Plenitude dos Tempos
Panorama do NT - A Plenitude dos TemposPanorama do NT - A Plenitude dos Tempos
Panorama do NT - A Plenitude dos Tempos
 
Carta à Igreja de Éfeso no Apocalipse
Carta à Igreja de Éfeso no ApocalipseCarta à Igreja de Éfeso no Apocalipse
Carta à Igreja de Éfeso no Apocalipse
 
Panorama do NT - Efésios
Panorama do NT - EfésiosPanorama do NT - Efésios
Panorama do NT - Efésios
 
Panorama do AT - Obadias
Panorama do AT - ObadiasPanorama do AT - Obadias
Panorama do AT - Obadias
 
Panorama do AT - Amós
Panorama do AT - AmósPanorama do AT - Amós
Panorama do AT - Amós
 
Curso de diacono 01
Curso de diacono 01Curso de diacono 01
Curso de diacono 01
 
Panorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos CânticosPanorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos Cânticos
 
Panorama do NT - Introdução
Panorama do NT - IntroduçãoPanorama do NT - Introdução
Panorama do NT - Introdução
 

Semelhante a Panorama do NT - Romanos

Aula 12 - Romanos
Aula 12 - RomanosAula 12 - Romanos
Aula 12 - Romanos
ibrdoamor
 
Vendo cristo no novo testamento
Vendo cristo no novo testamentoVendo cristo no novo testamento
Vendo cristo no novo testamento
Rafael Batista
 
A boa noticia que vem do ceu rm 1 1 17
A boa noticia que vem do ceu rm 1 1 17A boa noticia que vem do ceu rm 1 1 17
A boa noticia que vem do ceu rm 1 1 17
Decio Da Costa Costa
 
Todas as coisas
Todas as coisasTodas as coisas
Todas as coisas
Silvio Dutra
 
O Evangelho da Graça - Lição 02 - 3º Trimestre de 2015
O Evangelho da Graça - Lição 02 - 3º Trimestre de 2015O Evangelho da Graça - Lição 02 - 3º Trimestre de 2015
O Evangelho da Graça - Lição 02 - 3º Trimestre de 2015
Pr. Andre Luiz
 
Resumo (romanos 2016)2º trimestre
Resumo (romanos 2016)2º trimestreResumo (romanos 2016)2º trimestre
Resumo (romanos 2016)2º trimestre
Antonio Filho
 
Aula de gálatas e romanos 04-05-2015
Aula de gálatas e romanos   04-05-2015Aula de gálatas e romanos   04-05-2015
Aula de gálatas e romanos 04-05-2015
Francilene Santos
 
O Credo Apostólico
O Credo ApostólicoO Credo Apostólico
O Credo Apostólico
Ary Queiroz Jr
 
Lição 01 - EBD- A EPÍSTOLA AOS ROMANOS
Lição 01 - EBD- A EPÍSTOLA AOS ROMANOS  Lição 01 - EBD- A EPÍSTOLA AOS ROMANOS
Lição 01 - EBD- A EPÍSTOLA AOS ROMANOS
RODRIGO FERREIRA
 
A Epístola aos Romanos - Lição 01 - 2º Trimestre de 2016
A Epístola aos Romanos - Lição 01 - 2º Trimestre de 2016A Epístola aos Romanos - Lição 01 - 2º Trimestre de 2016
A Epístola aos Romanos - Lição 01 - 2º Trimestre de 2016
Pr. Andre Luiz
 
3 17-1-pb
3 17-1-pb3 17-1-pb
3 17-1-pb
Tiago Ribeiro
 
CINCO SOLAS OS FUNDAMENTOS DA REFORMA PROTESTANTE
CINCO SOLASOS FUNDAMENTOS DA REFORMAPROTESTANTECINCO SOLASOS FUNDAMENTOS DA REFORMAPROTESTANTE
CINCO SOLAS OS FUNDAMENTOS DA REFORMA PROTESTANTE
ipmps
 
Aula 1 romanos
Aula 1   romanosAula 1   romanos
Aula 1 romanos
Pastor W. Costa
 
Estudos de Romanos - Parte 2
Estudos de Romanos - Parte 2Estudos de Romanos - Parte 2
Estudos de Romanos - Parte 2
Camila Guimarães
 
Base bíblica da trindade
Base bíblica da trindadeBase bíblica da trindade
Base bíblica da trindade
José Silva
 
Lição 07 artigo
Lição 07   artigoLição 07   artigo
Lição 07 artigo
Carlos Franco Almeida
 
A Epístola aos Romanos
A Epístola aos RomanosA Epístola aos Romanos
A Epístola aos Romanos
Celso Napoleon
 
Ebd cpad lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 1 Epístola aos Romanos.
Ebd cpad lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 1 Epístola aos Romanos.Ebd cpad lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 1 Epístola aos Romanos.
Ebd cpad lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 1 Epístola aos Romanos.
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Trindade nas-escrituras prof.jamierson
Trindade nas-escrituras prof.jamiersonTrindade nas-escrituras prof.jamierson
Trindade nas-escrituras prof.jamierson
Paulo André Barbosa
 
Aula 01 2 trimestre
Aula 01 2 trimestreAula 01 2 trimestre
Aula 01 2 trimestre
Damiao Silva
 

Semelhante a Panorama do NT - Romanos (20)

Aula 12 - Romanos
Aula 12 - RomanosAula 12 - Romanos
Aula 12 - Romanos
 
Vendo cristo no novo testamento
Vendo cristo no novo testamentoVendo cristo no novo testamento
Vendo cristo no novo testamento
 
A boa noticia que vem do ceu rm 1 1 17
A boa noticia que vem do ceu rm 1 1 17A boa noticia que vem do ceu rm 1 1 17
A boa noticia que vem do ceu rm 1 1 17
 
Todas as coisas
Todas as coisasTodas as coisas
Todas as coisas
 
O Evangelho da Graça - Lição 02 - 3º Trimestre de 2015
O Evangelho da Graça - Lição 02 - 3º Trimestre de 2015O Evangelho da Graça - Lição 02 - 3º Trimestre de 2015
O Evangelho da Graça - Lição 02 - 3º Trimestre de 2015
 
Resumo (romanos 2016)2º trimestre
Resumo (romanos 2016)2º trimestreResumo (romanos 2016)2º trimestre
Resumo (romanos 2016)2º trimestre
 
Aula de gálatas e romanos 04-05-2015
Aula de gálatas e romanos   04-05-2015Aula de gálatas e romanos   04-05-2015
Aula de gálatas e romanos 04-05-2015
 
O Credo Apostólico
O Credo ApostólicoO Credo Apostólico
O Credo Apostólico
 
Lição 01 - EBD- A EPÍSTOLA AOS ROMANOS
Lição 01 - EBD- A EPÍSTOLA AOS ROMANOS  Lição 01 - EBD- A EPÍSTOLA AOS ROMANOS
Lição 01 - EBD- A EPÍSTOLA AOS ROMANOS
 
A Epístola aos Romanos - Lição 01 - 2º Trimestre de 2016
A Epístola aos Romanos - Lição 01 - 2º Trimestre de 2016A Epístola aos Romanos - Lição 01 - 2º Trimestre de 2016
A Epístola aos Romanos - Lição 01 - 2º Trimestre de 2016
 
3 17-1-pb
3 17-1-pb3 17-1-pb
3 17-1-pb
 
CINCO SOLAS OS FUNDAMENTOS DA REFORMA PROTESTANTE
CINCO SOLASOS FUNDAMENTOS DA REFORMAPROTESTANTECINCO SOLASOS FUNDAMENTOS DA REFORMAPROTESTANTE
CINCO SOLAS OS FUNDAMENTOS DA REFORMA PROTESTANTE
 
Aula 1 romanos
Aula 1   romanosAula 1   romanos
Aula 1 romanos
 
Estudos de Romanos - Parte 2
Estudos de Romanos - Parte 2Estudos de Romanos - Parte 2
Estudos de Romanos - Parte 2
 
Base bíblica da trindade
Base bíblica da trindadeBase bíblica da trindade
Base bíblica da trindade
 
Lição 07 artigo
Lição 07   artigoLição 07   artigo
Lição 07 artigo
 
A Epístola aos Romanos
A Epístola aos RomanosA Epístola aos Romanos
A Epístola aos Romanos
 
Ebd cpad lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 1 Epístola aos Romanos.
Ebd cpad lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 1 Epístola aos Romanos.Ebd cpad lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 1 Epístola aos Romanos.
Ebd cpad lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 1 Epístola aos Romanos.
 
Trindade nas-escrituras prof.jamierson
Trindade nas-escrituras prof.jamiersonTrindade nas-escrituras prof.jamierson
Trindade nas-escrituras prof.jamierson
 
Aula 01 2 trimestre
Aula 01 2 trimestreAula 01 2 trimestre
Aula 01 2 trimestre
 

Mais de Respirando Deus

Escola Bíblica: Os Puritanos - #06
Escola Bíblica: Os Puritanos - #06Escola Bíblica: Os Puritanos - #06
Escola Bíblica: Os Puritanos - #06
Respirando Deus
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05Escola Bíblica: Os Puritanos - #05
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05
Respirando Deus
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04Escola Bíblica: Os Puritanos - #04
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04
Respirando Deus
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03Escola Bíblica: Os Puritanos - #03
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03
Respirando Deus
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02Escola Bíblica: Os Puritanos - #02
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02
Respirando Deus
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01Escola Bíblica: Os Puritanos - #01
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01
Respirando Deus
 
História da Igreja #25
História da Igreja #25História da Igreja #25
História da Igreja #25
Respirando Deus
 
História da Igreja #24
História da Igreja #24História da Igreja #24
História da Igreja #24
Respirando Deus
 
História da Igreja #23
História da Igreja #23História da Igreja #23
História da Igreja #23
Respirando Deus
 
História da Igreja #22
História da Igreja #22História da Igreja #22
História da Igreja #22
Respirando Deus
 
História da Igreja #21
História da Igreja #21História da Igreja #21
História da Igreja #21
Respirando Deus
 
Calendário de Eventos IBLM 2018
Calendário de Eventos IBLM 2018Calendário de Eventos IBLM 2018
Calendário de Eventos IBLM 2018
Respirando Deus
 
História da Igreja #20
História da Igreja #20História da Igreja #20
História da Igreja #20
Respirando Deus
 
História da Igreja #19
História da Igreja #19História da Igreja #19
História da Igreja #19
Respirando Deus
 
História da Igreja #18 - As Cruzadas
História da Igreja #18 - As CruzadasHistória da Igreja #18 - As Cruzadas
História da Igreja #18 - As Cruzadas
Respirando Deus
 
História da Igreja #17
História da Igreja #17História da Igreja #17
História da Igreja #17
Respirando Deus
 
História da Igreja #16
História da Igreja #16História da Igreja #16
História da Igreja #16
Respirando Deus
 
História da Igreja #15
História da Igreja #15História da Igreja #15
História da Igreja #15
Respirando Deus
 
História da Igreja #14
História da Igreja #14História da Igreja #14
História da Igreja #14
Respirando Deus
 
História da Igreja #13
História da Igreja #13História da Igreja #13
História da Igreja #13
Respirando Deus
 

Mais de Respirando Deus (20)

Escola Bíblica: Os Puritanos - #06
Escola Bíblica: Os Puritanos - #06Escola Bíblica: Os Puritanos - #06
Escola Bíblica: Os Puritanos - #06
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05Escola Bíblica: Os Puritanos - #05
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04Escola Bíblica: Os Puritanos - #04
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03Escola Bíblica: Os Puritanos - #03
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02Escola Bíblica: Os Puritanos - #02
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01Escola Bíblica: Os Puritanos - #01
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01
 
História da Igreja #25
História da Igreja #25História da Igreja #25
História da Igreja #25
 
História da Igreja #24
História da Igreja #24História da Igreja #24
História da Igreja #24
 
História da Igreja #23
História da Igreja #23História da Igreja #23
História da Igreja #23
 
História da Igreja #22
História da Igreja #22História da Igreja #22
História da Igreja #22
 
História da Igreja #21
História da Igreja #21História da Igreja #21
História da Igreja #21
 
Calendário de Eventos IBLM 2018
Calendário de Eventos IBLM 2018Calendário de Eventos IBLM 2018
Calendário de Eventos IBLM 2018
 
História da Igreja #20
História da Igreja #20História da Igreja #20
História da Igreja #20
 
História da Igreja #19
História da Igreja #19História da Igreja #19
História da Igreja #19
 
História da Igreja #18 - As Cruzadas
História da Igreja #18 - As CruzadasHistória da Igreja #18 - As Cruzadas
História da Igreja #18 - As Cruzadas
 
História da Igreja #17
História da Igreja #17História da Igreja #17
História da Igreja #17
 
História da Igreja #16
História da Igreja #16História da Igreja #16
História da Igreja #16
 
História da Igreja #15
História da Igreja #15História da Igreja #15
História da Igreja #15
 
História da Igreja #14
História da Igreja #14História da Igreja #14
História da Igreja #14
 
História da Igreja #13
História da Igreja #13História da Igreja #13
História da Igreja #13
 

Último

Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Elton Zanoni
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
marcobueno2024
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
GABRIELADIASDUTRA1
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
REFORMADOR PROTESTANTE
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
Oziete SS
 
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdfA Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
claudiovieira83
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdfJesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
REFORMADOR PROTESTANTE
 

Último (12)

Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
 
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdfA Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdfJesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
 

Panorama do NT - Romanos

  • 1. Panorama do Novo Testamento Romanos
  • 3. Introdução A epístola de Paulo aos Romanos foi escrita para um grupo de cristãos que se encontrava em Roma e que o coração de Paulo ansiava por visitar. Provavelmente a igreja foi iniciada com alguns convertidos que residiam em Jerusalém na ocasião da descida do Espírito Santo (At 2.10) e que voltaram para Roma, divulgando a fé em Jesus Cristo.
  • 4. Introdução A epístola possui riqueza teológica singular. Grandes pregadores e professores referenciaram o valor de Romanos:
  • 5. ‘’ Martinho Lutero: “Romanos é o livro mestre do Novo Testamento”
  • 6. ‘’ João Calvino: “Quando se obtém um conhecimento dessa epístola, abre-se porta para todos os tesouros mais escondidos da Escritura.”
  • 8. Informações Básicas ▣Grupo: Epístolas paulinas eclesiásticas ▣Autor: Paulo (Secretário: Tércio, Rm 16.22) ▣Data: 57 d.C. ▣Local: Corinto ▣Alvo: Judeus cristãos e gentios ▣Versículo-chave: Romanos 1.16-17 ▣Expressão-chave: Justificação pela fé
  • 9. Propósito Como em todas as epístolas de Paulo às igrejas, o seu propósito em escrevê-las foi proclamar a glória do Senhor Jesus Cristo através do ensino da doutrina, assim como edificar e encorajar os crentes que receberiam a carta. Paulo possuía uma preocupação especial para com aqueles em Roma que foram "amados de Deus, chamados para serdes santos" (Rm 1:7). Ele próprio era um cidadão romano, por isso tinha uma paixão única por aqueles na assembleia dos crentes em Roma. Já que Paulo não tinha, até este ponto, visitado a igreja de Roma, esta carta também serviu como sua introdução para eles.
  • 10. Doutrina (Rm 1-11) Rm 1-3: Condenação Rm 4-5: Justificação Rm 6-8: Santificação Rm 9-11: Eleição Esboço Prática (Rm 12-16) Rm 12-15: Aplicação Rm 16: Saudação
  • 12. Principais Personagens ▣Paulo: apóstolo e autor do livro de Romanos (1.1 – 16.22) ▣Febe: auxiliava na igreja em Cencreia; Paulo lhe confiou a entrega de sua carta (o livro de Romanos) aos cristãos romanos (16.1-2)
  • 14. O Caráter de Deus ▣Deus é acessível: 5.2 ▣Deus é eterno: 1.20 ▣Deus é perdoador: 3.25 ▣Deus é glorioso: 3.23; 6.4 ▣Deus é bom: 2.4 ▣Deus é incorruptível: 1.23 ▣Deus é justo: 2.5,11; 3.4,25-26 ▣Deus é longânimo: 2.4-5; 3.25; 9.22 ▣Deus é sábio: 11.33; 16.27
  • 15. O Caráter de Deus ▣Deus é amoroso: 5.5,8; 8.39; 9.11-13 ▣Deus é misericordioso: 9.15,18 ▣Deus é poderoso: 1.16,20; 9.21-22 ▣Deus cumpre suas promessas: 1.1-2; 4.13,16,20; 9.4,8; 15.8 ▣Deus é providente: 8.28; 11.33 ▣Deus é reconciliador: 5.1,10 ▣Deus é insondável: 11.33 ▣Deus se ira: 1.18; 2.5-6,8; 3.5-6; 9.18,20,22
  • 17. Carne e Espírito ▣Sentidos da palavra “carne” em Romanos – Carne corporal (2.28) – Descendência ou relação humana natural (1.3; 4.1) – Natureza humana fraca (6.19; 8.3; cf. Mt 26.41) – Natureza humana de Cristo (8.3) – “Velha natureza” no cristão (6.6; 7.18,25) – Natureza humana “não regenerada” (8.8-9)
  • 18. Carne e Espírito ▣Sentidos da palavra “espírito” em Romanos – Parte “espiritual” da constituição humana (1.9; 8.16; 12.11) – Espírito de Deus ou Espírito Santo (1.4; 5.5; 8.11; 9.1; 14.17; 15.13,16,19)
  • 19. Carne e Espírito ▣Implicações da morada e da operação do Espírito Santo no cristão – Comunica vida (8.4-6,10) – Dá liberdade (8.2) – Supre a vida dos “filhos de Deus” (8.14-15) – Intercede pelo povo de Deus (8.26) – Santifica os cristãos (8.13) – É penhor do futuro (8.15,23)
  • 20. Lei ▣ Significado de “lei” – O termo “lei” ocorre mais de 70 vezes nesta epístola e nem sempre como mesmo sentido. – Pentateuco (3.21) - “a lei” significa os primeiros cinco livros do AT, como “os Profetas” é a designação para os livros restantes. Esse é um uso comum no NT; – AT em sua totalidade – em 3.19, Paulo diz: “sabemos que tudo o que a lei diz, aos que vivem na lei o diz”. “Tudo o que a lei diz” refere-se a uma corrente de citações bíblicas feitas nos versículos anteriores (10- 18); mas dessas citações, cinco são de Salmos e uma de Isaías. Se é a “lei” que diz essas coisas, “a lei” só pode significar uma coisa: o AT. – Um princípio (3.27; 7.7,21,23,25; 8.2). Portanto, a lei é “santa” (7.12).
  • 21. Lei ▣Para que a lei foi dada? – Para ser uma revelação de Deus e de Sua vontade (Sl 19.9; Rm 7.12,16,22). – Para o bem-estar e a preservação da raça humana (13.1-7). – Para pôr o pecado às claras (3.20; 7.7). – Para levar ao arrependimento e à confiança na graça de Deus (3.23). – Para prover orientação à vida do cristão (13.8-10).
  • 22. Depravação do Homem e a Ira de Deus ▣ Romano revela a condição depravada dos seres humanos: – Praticam coisas inconvenientes (1.28-31); – São passíveis de morte (1.32); – São indesculpáveis (1.20; 2.1); – São culpados independentemente da raça (2.12); – Estão debaixo do pecado (3.9-18; 5.6-8); – São pecadores e estão separados de Deus (3.23; 5.8); – São inimigos de Deus (5.10; Cl 1.21).
  • 23. Homens ● Mudaram a glória de Deus (1.22-23) ● Mudaram a verdade de Deus (1.25) ● Desprezaram o conhecimento de Deus (1.28) Depravação do Homem e a Ira de Deus (1.18-32) Deus ● Entregou-os às imundícias (1.24) ● Entregou-os às paixões infames (1.26) ● Entregou-os a uma mentalidade reprovável (1.28)
  • 24. Doutrina da Salvação ▣ Justificação – Segundo F.F. Bruce “justificação pela fé significa que a salvação depende, não dos sacramentos, nem do que faça ou não faça qualquer sacerdote ou presbítero, mas da simples resposta dada pelo coração crente à palavra de Deus em Jesus Cristo”. – A depravação humana exige a manifestação da justiça de Deus (3.5-8), oferecida gratuitamente por meio da graça (3.24), na morte da pessoa de Cristo. Pela salvação, o homem não é tornado justo, mas declarado justo mediante a fé no Único que é justo e foi objeto do cumprimento da justiça de Deus para com o pecado, Jesus Cristo.
  • 25. Doutrina da Salvação ▣Santificação – Em 1Ts 4.3, Paulo escreve: “Pois esta é a vontade de Deus: a vossa santificação”. A premissa aplicada em Romanos é a mesma. Por isso, no capítulo 7, o apóstolo insiste em apontar a veracidade da luta contra o pecado. O ensino é que precisamos lutar intensamente contra o pecado como um processo de santificação pelo Espírito de Deus. A boa notícia é que a vitória é certa para os salvos em Cristo Jesus (8.31).
  • 26. Doutrina da Salvação ▣Glorificação – Em Romanos 8.30-39, Paulo enfatiza a glorificação. Esse trecho funciona como um epílogo da epístola em relação aos temas teológicos. O apóstolo emprega o termo no passado apontando para o futuro. Ele quer significar a certeza da salvação para aqueles que creem em Jesus (8.18,21).
  • 27. Três Tempos da Salvação Pela Fé Justificação Libertos da condenação do pecado (5.1) Passado Santificação Libertos do poder do pecado (6.11-12) Presente Glorificação Libertos da presença do pecado (8.18) Futuro
  • 29. Contribuições de Romanos ▣ A doutrina da justificação pela fé; ▣ A nossa união com Cristo e a obra do Espírito de Deus; ▣ A história da salvação e dos dois povos, judeu e gentio, dentro dessa história; ▣ Romanos é a exposição que Paulo faz do seu evangelho; ▣ A natureza da continuidade entre a primeira e a segunda “palavra” de Deus e entre o povo daquela primeira palavra, Israel, e o povo da segunda palavra, a igreja. Nesse ponto em particular Romanos dá sua contribuição para a formulação da fé neotestamentária. Pois o grau de continuidade e descontinuidade é fundamental para a teologia cristã.
  • 31. Romanos na Prática O livro de Romanos deixa claro que não há nada que possamos fazer para nos salvar. Toda "boa" obra que já fizemos é como um trapo imundo diante de Deus. Tão mortos em nossos delitos e pecados estamos que apenas a graça e a misericórdia de Deus podem nos salvar. Deus expressou sua graça e misericórdia ao enviar o Seu Filho, Jesus Cristo, para morrer na cruz em nosso lugar.
  • 32. Romanos na Prática Quando entregamos nossas vidas a Cristo, não somos mais controlados por nossa natureza pecaminosa, mas pelo Espírito. Se fizermos a confissão de que Jesus é o Senhor, e crermos que Ele ressuscitou dos mortos, somos salvos, nascidos de novo. Precisamos viver uma vida oferecida a Deus como sacrifício vivo para Ele. A adoração do Deus que nos salvou deve ser o nosso maior desejo. Talvez a melhor aplicação de Romanos seria aplicar Romanos 1.16 e não nos envergonharmos do evangelho. Em vez disso, vamos todos ser fiéis em proclamá-lo!
  • 34. Conclusão Em Romanos a história de Deus é contada em sua principal expressão teológica. O amor de Deus por todos, tanto pelos judeus quanto pelos gentios, foi manifesto na morte e ressurreição de Cristo; a dádiva do Espírito leva tudo isso a ser expresso na vida cotidiana de todo aquele que crer.

Notas do Editor

  1. Romanos é a mais longa e teologicamente mais significativa das cartas de Paulo.
  2. Também disse que Romanos era “o mais puro evangelho”.
  3. Autor: 1.1, a autoria de Paulo não é seriamente questionada ao longo da história. Tércio foi o escriba, copista, secretário de Paulo. Não há indícios de Paulo ter dado liberdade na redação de suas cartas. Local: Recomendação de Febe que morava em Cencréia, cidade vizinha de Corinto 16.1-2. Saudação Gaio 16.23, provavelmente o mesmo Gaio de 1Co 1.14. Data: Quando comparamos com a carreira missionária de Paulo em Atos, é possível dizer que ao escrever Romanos, Paulo está no fim da sua terceira viagem missionária. Existe uma margem de erro de um oi dois anos, pois é difícil determinar quanto tempo ele ficou na Grécia. Alvo: 1.7
  4. Aplicações: hospitalidade, compartilhar as necessidades, obedecer as autoridades, amar o próximo, ter tolerância com os mais fracos na fé, entre outras.
  5. Febe - “servindo” 16.1 do grego diakonos. A NTLH traz como diaconisa.
  6. Um princípio interior de ação, bom ou ruim, operando com a regularidade da lei. Se refere a um padrão para a vida de uma pessoa.
  7. Para ser uma revelação de Deus e de Sua vontade (Sl 19.9; Rm 7.12,16,22). Para o bem-estar e a preservação da raça humana (13.1-7). Para pôr o pecado às claras (3.20; 7.7). Para levar ao arrependimento e à confiança na graça de Deus (3.23). Para prover orientação à vida do cristão (13.8-10).
  8. Continuidade e descontinuidade: como se relaciona o VT e o NT, lei e o evangelho, Israel e igreja?