SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 22
PANORAMA DO NOVO TESTAMENTO
1TIMÓTEO
Propósito
Paulo escreveu a Timóteo para encorajá-lo em sua
responsabilidade de supervisionar o trabalho da
igreja de Éfeso e, possivelmente, as outras igrejas na
província da Ásia (1Tm 1:3). Esta carta estabelece as
bases para a ordenação de presbíteros (1Tm 3:1-7) e
fornece orientação para a ordenação de pessoas em
funções da igreja (1Tm 3:8-13). Em essência,
1Timóteo é um manual de liderança para a
organização e administração da igreja.
Informações Básicas
a) Grupo: Epístolas paulinas pastorais
b) Autor: Paulo
c) Data: 62-66 d.C.
d) Local: Macedônia
e) Alvo: Timóteo
f) Versículo-chave: 1Tm 3.15
g) Expressão-chave: Procedimento
Esboço
Pregação
(1Timóteo 1)
Organização
(1Timóteo 2-3)
Administração
(1Timóteo 4-6)
Advertência contra falsas
doutrinas
Liderança e
culto público
Manutenção
da sã doutrina
Cuidados com
as viúvas e
anciãos
Incentivos
pastorais
Procedimento na igreja
Principais Personagens
Paulo: encorajou Timóteo em seu
ministério em Éfeso (1.1 – 6.21).
Timóteo: seu nome significa “aquele
que honra a Deus”; serviu como o
pastor da igreja em Éfeso (1.2-6.21).
O Caráter de Deus
Deus é eterno – 1.17
Deus é imortal – 1.17; 6.16
Deus é invisível – 1.17
Deus é longânimo – 1.16
Deus é misericordioso – 1.2,13
Deus cumpre suas promessas – 4.8
Deus é o único Deus – 2.5
Deus é sábio – 1.17
Contexto
Timóteo foi provavelmente convertido na
ocasião da primeira viagem missionária de
Paulo, quando visitou Listra (At 14). Tinha sido
instruído desde a infância pela mãe e avó, que
eram judias (At 16.1; 2Tm 1.5; 3.14-15). Mais
tarde, na sua segunda visita, o jovem foi
escolhido para ser ajudante e companheiro de
viagem do apóstolo (At 16.1-3).
Contexto
Após ser liberto da prisão em Roma,
Paulo deixou Timóteo em Éfeso como
pastor por perceber que havia muitos
falsos mestres ali. Depois, da
Macedônia, escreveu para estimular o
jovem pastor (1Tm 1.3).
Finalidade
O propósito da primeira epístola é dado em
1Tm 3.15: “para que, se eu demorar, você
saiba como as pessoas devem se comportar
na casa de Deus. Ela é a igreja do Deus vivo,
coluna e alicerce da verdade.” Paulo
escreve para orientar e ajudar Timóteo na
primeira responsabilidade pastoral dele.
Finalidade
Paulo avisa do perigo de erros e falsos
ensinos, e anima o jovem pastor a
continuar na verdade, e a viver uma
vida santa. São esses dois pensamentos
que formam a base da primeira
epístola.
Conteúdo da Epístola
1TIMÓTEO
Principais Assuntos
Combater os falsos mestres e suas falsas doutrinas
Orientar a condução do culto público
Estabelecer critérios para a eleição dos oficiais
Orientar o relacionamento pastoral com as ovelhas
Ensinar a forma correta do pastor agir na igreja
Normatizar a assistência social às viúvas
Corrigir os que fazem a obra de Deus visando ao lucro
Organização da Igreja
Na abundância de conselhos sobre os princípios a
seguir na organização de igrejas, dos fatos se
distinguem:
a) a igreja local, “a casa de Deus”, é o lugar central
e de muita importância na vida do crente (1Tm
3.15), do qual irradiam as responsabilidades e
habilidades dos que fazem parte dela;
b) o pastor tem importante papel, e Paulo trata da
pesada responsabilidade pela escolha dos
anciãos, e pelas reuniões.
Requisitos para a liderança espiritual
Em 1Timóteo 3.1-13 e em Tito 1.5-9
encontramos clara descrição dos requisitos
do ministro espiritual da igreja. O Novo
Testamento distingue dois grupos de
pessoas para conduzir o rebanho do Senhor
na terra: Presbíteros e diáconos.
Requisitos para a liderança espiritual
Área Presbítero Diácono
Familiar 1Tm 3.2,4-5 1Tm 3.12
Emocional 1Tm 3.2 1Tm 3.8
Pessoal 1Tm 3.3 1Tm 3.8-9
Social 1Tm 3.2,7
Ministerial 1Tm 3.2,6 1Tm 3.10
Seja irrepreensível (1Tm 3.2)
Diversos Deveres Pastorais
Timóteo é orientado, como pastor, a:
a) Cuidar de todos os crentes (1Tm 1.3; 4.11,13; 5.1-
3,20; 6.2,17-19);
b) Agir com sabedoria (1Tm 5.19,21-22);
c) Permanecer firme na fé (1Tm 1.18-19;
6.12,14,20);
d) Buscar sempre a santificação (1Tm 2.1; 4.6-16;
5.22-23; 6.9-11).
Defesa da Sã Doutrina
Ao longo da epístola, Paulo aponta a Timóteo as
várias formas de ensino dos falsos mestres (1Tm 1.3-
6, 19; 4.1-7; 6.1-5, 20). Em contrapartida aos falsos
ensinos, Timóteo deveria andar em “amor que
procede de coração puro, e de consciência boa, e de
fé sem hipocrisia” (1Tm 1.5); fazer uso legítimo da lei
(1Tm 1.8); alimentar-se com as palavras da fé e da
boa doutrina (1Tm 4.6,16); aplicar-se “à leitura, à
exortação, ao ensino” (1Tm 4.13); ensinar a Palavra
(1Tm 5.17).
Cristo em 1Timóteo
Mais uma vez é notável a maneira como Paulo apresenta
Cristo na epístola:
1) Cristo, o único Mediador entre Deus e os homens (1Tm
2.5).
2) Cristo, a manifestação da justiça e da glória de Deus (1Tm
3.16);
3) Cristo, a fonte do poder espiritual, da fé e do amor (1Tm
1.12,14);
4) Cristo, o resgatador de nossa vida (1Tm 2.6);
5) Cristo, o Salvador (1Tm 4.10).
Aceitação no Cânon
Esta carta é citada por Policarpo, Atenágoras e
escritores posteriores. É bastante claro que, por
uma grande maioria, ela foi considerada como
escrita por Paulo e aceita como canônica. Nos
dias atuais têm sido levantadas dúvidas sérias
quanto à autenticidade desta e das outras
epístolas pastorais, mas isso não corresponde a
nenhuma opinião amplamente aceita na
antiguidade.
1Timóteo na Prática
Paulo instrui Timóteo sobre questões de doutrina,
liderança e administração da igreja. Podemos usar
essas mesmas instruções para governar nossa
assembleia local hoje. Da mesma forma, o trabalho
e o ministério de um pastor, as qualificações para
um ancião e as qualificações de um diácono são tão
importantes e pertinentes hoje quanto eram na
época de Timóteo.
1Timóteo na Prática
A primeira carta de Paulo a Timóteo resulta em um
livro de instruções sobre liderança, administração e
como pastorear a igreja local. As instruções contidas
nesta carta podem ser aplicadas a qualquer líder da
igreja de Cristo e são igualmente relevantes hoje
como eram na época de Paulo. Para aqueles não
chamados a papéis de liderança em sua igreja hoje,
o livro ainda é prático. Cada seguidor deve batalhar
pela fé e evitar falsos ensinamentos. Cada seguidor
deve ser firme e perseverante.
Conclusão
Timóteo era o “filho amando e fiel no Senhor”
(1Co 4.17) do apóstolo Paulo. Essa epístola que
estudamos mostra o grande amor que Paulo
nutria pelo “verdadeiro filho na fé” (1Tm 1.2).
Juntos lutaram contra os falsos mestres e
viveram de modo digno do Senhor. Que o
exemplo de Paulo e Timóteo faça diferença em
nossa vida, a fim de que sejamos exemplos para
outros!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Panorama do NT - Filemom
Panorama do NT - FilemomPanorama do NT - Filemom
Panorama do NT - Filemom
 
Panorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1TessalonicensesPanorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1Tessalonicenses
 
Panorama do NT - 2Pedro
Panorama do NT - 2PedroPanorama do NT - 2Pedro
Panorama do NT - 2Pedro
 
Panorama do NT - 2Coríntios
Panorama do NT - 2CoríntiosPanorama do NT - 2Coríntios
Panorama do NT - 2Coríntios
 
Carta de tiago
Carta de tiagoCarta de tiago
Carta de tiago
 
Panorama do NT - 1Coríntios
Panorama do NT - 1CoríntiosPanorama do NT - 1Coríntios
Panorama do NT - 1Coríntios
 
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
 
Panorama do NT - Tito
Panorama do NT - TitoPanorama do NT - Tito
Panorama do NT - Tito
 
Panorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - FilipensesPanorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - Filipenses
 
38 1 e 2 timoteo=
38   1 e 2 timoteo=38   1 e 2 timoteo=
38 1 e 2 timoteo=
 
Panorama do NT - Tiago
Panorama do NT - TiagoPanorama do NT - Tiago
Panorama do NT - Tiago
 
Panorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - ApocalipsePanorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - Apocalipse
 
10. 2a. epístola de paulo aos corintios
10. 2a. epístola de paulo aos corintios10. 2a. epístola de paulo aos corintios
10. 2a. epístola de paulo aos corintios
 
Timoteo
TimoteoTimoteo
Timoteo
 
Epístolas gerais aula 2
Epístolas gerais aula 2Epístolas gerais aula 2
Epístolas gerais aula 2
 
Panorama do NT - Romanos
Panorama do NT - RomanosPanorama do NT - Romanos
Panorama do NT - Romanos
 
Eclesiologia ana
Eclesiologia anaEclesiologia ana
Eclesiologia ana
 
I tessalonicenses
I tessalonicensesI tessalonicenses
I tessalonicenses
 
Panorama do NT - Atos
Panorama do NT - AtosPanorama do NT - Atos
Panorama do NT - Atos
 
Panorama do NT - Efésios
Panorama do NT - EfésiosPanorama do NT - Efésios
Panorama do NT - Efésios
 

Destaque

Volunteer latex certificate
Volunteer latex certificateVolunteer latex certificate
Volunteer latex certificateRakesh Jana
 
A start up plan trauma kit for road by manas ranjan
A start up plan trauma kit for road by manas ranjanA start up plan trauma kit for road by manas ranjan
A start up plan trauma kit for road by manas ranjanRANJAN BHUYAN
 
Panorama do NT - Colossenses
Panorama do NT - ColossensesPanorama do NT - Colossenses
Panorama do NT - ColossensesRespirando Deus
 
O Propósito do Casamento
O Propósito do CasamentoO Propósito do Casamento
O Propósito do CasamentoRespirando Deus
 
Panorama do NT - A Plenitude dos Tempos
Panorama do NT - A Plenitude dos TemposPanorama do NT - A Plenitude dos Tempos
Panorama do NT - A Plenitude dos TemposRespirando Deus
 
Panorama do AT - Obadias
Panorama do AT - ObadiasPanorama do AT - Obadias
Panorama do AT - ObadiasRespirando Deus
 
Curso de diacono 01
Curso de diacono 01Curso de diacono 01
Curso de diacono 01Joao Franca
 
Panorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos CânticosPanorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos CânticosRespirando Deus
 
Panorama do NT - Introdução
Panorama do NT - IntroduçãoPanorama do NT - Introdução
Panorama do NT - IntroduçãoRespirando Deus
 

Destaque (19)

PráCtica 2
PráCtica 2PráCtica 2
PráCtica 2
 
Volunteer latex certificate
Volunteer latex certificateVolunteer latex certificate
Volunteer latex certificate
 
A start up plan trauma kit for road by manas ranjan
A start up plan trauma kit for road by manas ranjanA start up plan trauma kit for road by manas ranjan
A start up plan trauma kit for road by manas ranjan
 
Panorama do NT - João
Panorama do NT - JoãoPanorama do NT - João
Panorama do NT - João
 
Slide
SlideSlide
Slide
 
Panorama do NT - Colossenses
Panorama do NT - ColossensesPanorama do NT - Colossenses
Panorama do NT - Colossenses
 
PÉRGAMO UMA IGREJA CASADA COM O MUNDO
PÉRGAMO UMA IGREJA CASADA COM O MUNDOPÉRGAMO UMA IGREJA CASADA COM O MUNDO
PÉRGAMO UMA IGREJA CASADA COM O MUNDO
 
Panorama do NT - Lucas
Panorama do NT - LucasPanorama do NT - Lucas
Panorama do NT - Lucas
 
Panorama do NT - Mateus
Panorama do NT - MateusPanorama do NT - Mateus
Panorama do NT - Mateus
 
Panorama do AT - Daniel
Panorama do AT - DanielPanorama do AT - Daniel
Panorama do AT - Daniel
 
Panorama do AT - Naum
Panorama do AT - NaumPanorama do AT - Naum
Panorama do AT - Naum
 
O Propósito do Casamento
O Propósito do CasamentoO Propósito do Casamento
O Propósito do Casamento
 
Panorama do NT - A Plenitude dos Tempos
Panorama do NT - A Plenitude dos TemposPanorama do NT - A Plenitude dos Tempos
Panorama do NT - A Plenitude dos Tempos
 
Carta à Igreja de Éfeso no Apocalipse
Carta à Igreja de Éfeso no ApocalipseCarta à Igreja de Éfeso no Apocalipse
Carta à Igreja de Éfeso no Apocalipse
 
Panorama do AT - Obadias
Panorama do AT - ObadiasPanorama do AT - Obadias
Panorama do AT - Obadias
 
Panorama do AT - Amós
Panorama do AT - AmósPanorama do AT - Amós
Panorama do AT - Amós
 
Curso de diacono 01
Curso de diacono 01Curso de diacono 01
Curso de diacono 01
 
Panorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos CânticosPanorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos Cânticos
 
Panorama do NT - Introdução
Panorama do NT - IntroduçãoPanorama do NT - Introdução
Panorama do NT - Introdução
 

Semelhante a Panorama do NT - 1Timóteo

Lição 1 - 5 de julho de 2015 - Uma Mensagem à Igreja Local e à Liderança
Lição 1 - 5 de julho de 2015 - Uma Mensagem à Igreja Local e à LiderançaLição 1 - 5 de julho de 2015 - Uma Mensagem à Igreja Local e à Liderança
Lição 1 - 5 de julho de 2015 - Uma Mensagem à Igreja Local e à LiderançaTcc Final
 
EBD CPAD Lições bíblicas 3°Trimestre2015 aula 1 Uma mensagem à Igreja local e...
EBD CPAD Lições bíblicas 3°Trimestre2015 aula 1 Uma mensagem à Igreja local e...EBD CPAD Lições bíblicas 3°Trimestre2015 aula 1 Uma mensagem à Igreja local e...
EBD CPAD Lições bíblicas 3°Trimestre2015 aula 1 Uma mensagem à Igreja local e...GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
2a. versão mensagem a igreja local e a liderança
2a. versão mensagem a igreja local e a liderança2a. versão mensagem a igreja local e a liderança
2a. versão mensagem a igreja local e a liderançaElson Juvenal Pinto Loureiro
 
Manifeste seu progresso
Manifeste seu progressoManifeste seu progresso
Manifeste seu progressoDalila Melo
 
Manifeste seu progresso
Manifeste seu progressoManifeste seu progresso
Manifeste seu progressoDalila Melo
 
Uma mensagem à igreja local e à liderança
Uma mensagem à igreja local e à liderançaUma mensagem à igreja local e à liderança
Uma mensagem à igreja local e à liderançaPr. Gerson Eller
 
Lição 1-Uma Mensagem à Igreja Local e à Liderança
Lição 1-Uma Mensagem à Igreja Local e à Liderança Lição 1-Uma Mensagem à Igreja Local e à Liderança
Lição 1-Uma Mensagem à Igreja Local e à Liderança Ev.Antonio Vieira
 
LIÇÃO 01 - UMA MENSAGEM À IGREJA LOCAL E À LIDERANÇA
LIÇÃO 01 - UMA MENSAGEM À IGREJA LOCAL E À LIDERANÇA LIÇÃO 01 - UMA MENSAGEM À IGREJA LOCAL E À LIDERANÇA
LIÇÃO 01 - UMA MENSAGEM À IGREJA LOCAL E À LIDERANÇA Lourinaldo Serafim
 
CONSELHOS GERAIS - LIÇÃO 06
CONSELHOS GERAIS - LIÇÃO 06CONSELHOS GERAIS - LIÇÃO 06
CONSELHOS GERAIS - LIÇÃO 06Samarone Melo
 
EBD CPAD Licões bíblica 3°trimestre 2015 aula 6 conselhos gerais.
EBD CPAD Licões bíblica 3°trimestre 2015 aula 6 conselhos gerais.EBD CPAD Licões bíblica 3°trimestre 2015 aula 6 conselhos gerais.
EBD CPAD Licões bíblica 3°trimestre 2015 aula 6 conselhos gerais.GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Lição 1 uma mensagem à igreja local e à liderança - 3º trimestre de 2015
Lição 1   uma mensagem à igreja local e à liderança - 3º trimestre de 2015Lição 1   uma mensagem à igreja local e à liderança - 3º trimestre de 2015
Lição 1 uma mensagem à igreja local e à liderança - 3º trimestre de 2015Andrew Guimarães
 
Estudo em i timóteo
Estudo em i timóteoEstudo em i timóteo
Estudo em i timóteoUFES
 
Lição 11 - A organização de uma igreja local
Lição 11 - A organização de uma igreja local Lição 11 - A organização de uma igreja local
Lição 11 - A organização de uma igreja local Regio Davis
 
2015 3 TRI LIÇÃO 1 - Uma mensagem à igreja local e à liderança
2015 3 TRI LIÇÃO 1 - Uma mensagem à igreja local e à liderança2015 3 TRI LIÇÃO 1 - Uma mensagem à igreja local e à liderança
2015 3 TRI LIÇÃO 1 - Uma mensagem à igreja local e à liderançaNatalino das Neves Neves
 
Uma mensagem à igreja local e a liderança - Lição 1 - 3º Trimestre de 2015
Uma mensagem à igreja local e a liderança - Lição 1 - 3º Trimestre de 2015Uma mensagem à igreja local e a liderança - Lição 1 - 3º Trimestre de 2015
Uma mensagem à igreja local e a liderança - Lição 1 - 3º Trimestre de 2015Pr. Andre Luiz
 
LIÇÃO 04 - PASTORES E DIÁCONOS
LIÇÃO 04 - PASTORES E DIÁCONOSLIÇÃO 04 - PASTORES E DIÁCONOS
LIÇÃO 04 - PASTORES E DIÁCONOSLourinaldo Serafim
 

Semelhante a Panorama do NT - 1Timóteo (20)

Lição 1 - 5 de julho de 2015 - Uma Mensagem à Igreja Local e à Liderança
Lição 1 - 5 de julho de 2015 - Uma Mensagem à Igreja Local e à LiderançaLição 1 - 5 de julho de 2015 - Uma Mensagem à Igreja Local e à Liderança
Lição 1 - 5 de julho de 2015 - Uma Mensagem à Igreja Local e à Liderança
 
EBD CPAD Lições bíblicas 3°Trimestre2015 aula 1 Uma mensagem à Igreja local e...
EBD CPAD Lições bíblicas 3°Trimestre2015 aula 1 Uma mensagem à Igreja local e...EBD CPAD Lições bíblicas 3°Trimestre2015 aula 1 Uma mensagem à Igreja local e...
EBD CPAD Lições bíblicas 3°Trimestre2015 aula 1 Uma mensagem à Igreja local e...
 
2a. versão mensagem a igreja local e a liderança
2a. versão mensagem a igreja local e a liderança2a. versão mensagem a igreja local e a liderança
2a. versão mensagem a igreja local e a liderança
 
Manifeste seu progresso
Manifeste seu progressoManifeste seu progresso
Manifeste seu progresso
 
Manifeste seu progresso
Manifeste seu progressoManifeste seu progresso
Manifeste seu progresso
 
Uma mensagem à igreja local e à liderança
Uma mensagem à igreja local e à liderançaUma mensagem à igreja local e à liderança
Uma mensagem à igreja local e à liderança
 
INSTRUÇOES A IGREJA LOCAL E A LIDERANÇA
INSTRUÇOES A IGREJA LOCAL E A LIDERANÇAINSTRUÇOES A IGREJA LOCAL E A LIDERANÇA
INSTRUÇOES A IGREJA LOCAL E A LIDERANÇA
 
Lição 1-Uma Mensagem à Igreja Local e à Liderança
Lição 1-Uma Mensagem à Igreja Local e à Liderança Lição 1-Uma Mensagem à Igreja Local e à Liderança
Lição 1-Uma Mensagem à Igreja Local e à Liderança
 
LIÇÃO 01 - UMA MENSAGEM À IGREJA LOCAL E À LIDERANÇA
LIÇÃO 01 - UMA MENSAGEM À IGREJA LOCAL E À LIDERANÇA LIÇÃO 01 - UMA MENSAGEM À IGREJA LOCAL E À LIDERANÇA
LIÇÃO 01 - UMA MENSAGEM À IGREJA LOCAL E À LIDERANÇA
 
CONSELHOS GERAIS - LIÇÃO 06
CONSELHOS GERAIS - LIÇÃO 06CONSELHOS GERAIS - LIÇÃO 06
CONSELHOS GERAIS - LIÇÃO 06
 
LIÇÃO 06 - CONSELHOS GERAIS
LIÇÃO 06 - CONSELHOS GERAISLIÇÃO 06 - CONSELHOS GERAIS
LIÇÃO 06 - CONSELHOS GERAIS
 
EBD CPAD Licões bíblica 3°trimestre 2015 aula 6 conselhos gerais.
EBD CPAD Licões bíblica 3°trimestre 2015 aula 6 conselhos gerais.EBD CPAD Licões bíblica 3°trimestre 2015 aula 6 conselhos gerais.
EBD CPAD Licões bíblica 3°trimestre 2015 aula 6 conselhos gerais.
 
Lição 1 uma mensagem à igreja local e à liderança - 3º trimestre de 2015
Lição 1   uma mensagem à igreja local e à liderança - 3º trimestre de 2015Lição 1   uma mensagem à igreja local e à liderança - 3º trimestre de 2015
Lição 1 uma mensagem à igreja local e à liderança - 3º trimestre de 2015
 
014 timoteo 1º
014 timoteo 1º014 timoteo 1º
014 timoteo 1º
 
Estudo em i timóteo
Estudo em i timóteoEstudo em i timóteo
Estudo em i timóteo
 
Lição 11 - A organização de uma igreja local
Lição 11 - A organização de uma igreja local Lição 11 - A organização de uma igreja local
Lição 11 - A organização de uma igreja local
 
2015 3 TRI LIÇÃO 1 - Uma mensagem à igreja local e à liderança
2015 3 TRI LIÇÃO 1 - Uma mensagem à igreja local e à liderança2015 3 TRI LIÇÃO 1 - Uma mensagem à igreja local e à liderança
2015 3 TRI LIÇÃO 1 - Uma mensagem à igreja local e à liderança
 
Uma mensagem à igreja local e a liderança - Lição 1 - 3º Trimestre de 2015
Uma mensagem à igreja local e a liderança - Lição 1 - 3º Trimestre de 2015Uma mensagem à igreja local e a liderança - Lição 1 - 3º Trimestre de 2015
Uma mensagem à igreja local e a liderança - Lição 1 - 3º Trimestre de 2015
 
LIÇÃO 04 - PASTORES E DIÁCONOS
LIÇÃO 04 - PASTORES E DIÁCONOSLIÇÃO 04 - PASTORES E DIÁCONOS
LIÇÃO 04 - PASTORES E DIÁCONOS
 
Fiéis à verdade
Fiéis à verdadeFiéis à verdade
Fiéis à verdade
 

Mais de Respirando Deus

Escola Bíblica: Os Puritanos - #06
Escola Bíblica: Os Puritanos - #06Escola Bíblica: Os Puritanos - #06
Escola Bíblica: Os Puritanos - #06Respirando Deus
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05Escola Bíblica: Os Puritanos - #05
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05Respirando Deus
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04Escola Bíblica: Os Puritanos - #04
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04Respirando Deus
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03Escola Bíblica: Os Puritanos - #03
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03Respirando Deus
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02Escola Bíblica: Os Puritanos - #02
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02Respirando Deus
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01Escola Bíblica: Os Puritanos - #01
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01Respirando Deus
 
Calendário de Eventos IBLM 2018
Calendário de Eventos IBLM 2018Calendário de Eventos IBLM 2018
Calendário de Eventos IBLM 2018Respirando Deus
 
História da Igreja #18 - As Cruzadas
História da Igreja #18 - As CruzadasHistória da Igreja #18 - As Cruzadas
História da Igreja #18 - As CruzadasRespirando Deus
 

Mais de Respirando Deus (20)

Escola Bíblica: Os Puritanos - #06
Escola Bíblica: Os Puritanos - #06Escola Bíblica: Os Puritanos - #06
Escola Bíblica: Os Puritanos - #06
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05Escola Bíblica: Os Puritanos - #05
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04Escola Bíblica: Os Puritanos - #04
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03Escola Bíblica: Os Puritanos - #03
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02Escola Bíblica: Os Puritanos - #02
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01Escola Bíblica: Os Puritanos - #01
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01
 
História da Igreja #25
História da Igreja #25História da Igreja #25
História da Igreja #25
 
História da Igreja #24
História da Igreja #24História da Igreja #24
História da Igreja #24
 
História da Igreja #23
História da Igreja #23História da Igreja #23
História da Igreja #23
 
História da Igreja #22
História da Igreja #22História da Igreja #22
História da Igreja #22
 
História da Igreja #21
História da Igreja #21História da Igreja #21
História da Igreja #21
 
Calendário de Eventos IBLM 2018
Calendário de Eventos IBLM 2018Calendário de Eventos IBLM 2018
Calendário de Eventos IBLM 2018
 
História da Igreja #20
História da Igreja #20História da Igreja #20
História da Igreja #20
 
História da Igreja #19
História da Igreja #19História da Igreja #19
História da Igreja #19
 
História da Igreja #18 - As Cruzadas
História da Igreja #18 - As CruzadasHistória da Igreja #18 - As Cruzadas
História da Igreja #18 - As Cruzadas
 
História da Igreja #17
História da Igreja #17História da Igreja #17
História da Igreja #17
 
História da Igreja #16
História da Igreja #16História da Igreja #16
História da Igreja #16
 
História da Igreja #15
História da Igreja #15História da Igreja #15
História da Igreja #15
 
História da Igreja #14
História da Igreja #14História da Igreja #14
História da Igreja #14
 
História da Igreja #13
História da Igreja #13História da Igreja #13
História da Igreja #13
 

Último

Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxBíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...M.R.L
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptxPIB Penha
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentaçãoantonio211075
 
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.Priscilatrigodecamar
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaRicardo Azevedo
 
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024LeonardoQuintanilha4
 
Oração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaOração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaNilson Almeida
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfStelaWilbert
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxViniciusPetersen1
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............MilyFonceca
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoNilson Almeida
 
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptxCelso Napoleon
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024thandreola
 

Último (15)

Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxBíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
 
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
 
Oração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaOração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De Cássia
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
 
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
 

Panorama do NT - 1Timóteo

  • 1. PANORAMA DO NOVO TESTAMENTO 1TIMÓTEO
  • 2. Propósito Paulo escreveu a Timóteo para encorajá-lo em sua responsabilidade de supervisionar o trabalho da igreja de Éfeso e, possivelmente, as outras igrejas na província da Ásia (1Tm 1:3). Esta carta estabelece as bases para a ordenação de presbíteros (1Tm 3:1-7) e fornece orientação para a ordenação de pessoas em funções da igreja (1Tm 3:8-13). Em essência, 1Timóteo é um manual de liderança para a organização e administração da igreja.
  • 3. Informações Básicas a) Grupo: Epístolas paulinas pastorais b) Autor: Paulo c) Data: 62-66 d.C. d) Local: Macedônia e) Alvo: Timóteo f) Versículo-chave: 1Tm 3.15 g) Expressão-chave: Procedimento
  • 4. Esboço Pregação (1Timóteo 1) Organização (1Timóteo 2-3) Administração (1Timóteo 4-6) Advertência contra falsas doutrinas Liderança e culto público Manutenção da sã doutrina Cuidados com as viúvas e anciãos Incentivos pastorais Procedimento na igreja
  • 5. Principais Personagens Paulo: encorajou Timóteo em seu ministério em Éfeso (1.1 – 6.21). Timóteo: seu nome significa “aquele que honra a Deus”; serviu como o pastor da igreja em Éfeso (1.2-6.21).
  • 6. O Caráter de Deus Deus é eterno – 1.17 Deus é imortal – 1.17; 6.16 Deus é invisível – 1.17 Deus é longânimo – 1.16 Deus é misericordioso – 1.2,13 Deus cumpre suas promessas – 4.8 Deus é o único Deus – 2.5 Deus é sábio – 1.17
  • 7. Contexto Timóteo foi provavelmente convertido na ocasião da primeira viagem missionária de Paulo, quando visitou Listra (At 14). Tinha sido instruído desde a infância pela mãe e avó, que eram judias (At 16.1; 2Tm 1.5; 3.14-15). Mais tarde, na sua segunda visita, o jovem foi escolhido para ser ajudante e companheiro de viagem do apóstolo (At 16.1-3).
  • 8. Contexto Após ser liberto da prisão em Roma, Paulo deixou Timóteo em Éfeso como pastor por perceber que havia muitos falsos mestres ali. Depois, da Macedônia, escreveu para estimular o jovem pastor (1Tm 1.3).
  • 9. Finalidade O propósito da primeira epístola é dado em 1Tm 3.15: “para que, se eu demorar, você saiba como as pessoas devem se comportar na casa de Deus. Ela é a igreja do Deus vivo, coluna e alicerce da verdade.” Paulo escreve para orientar e ajudar Timóteo na primeira responsabilidade pastoral dele.
  • 10. Finalidade Paulo avisa do perigo de erros e falsos ensinos, e anima o jovem pastor a continuar na verdade, e a viver uma vida santa. São esses dois pensamentos que formam a base da primeira epístola.
  • 12. Principais Assuntos Combater os falsos mestres e suas falsas doutrinas Orientar a condução do culto público Estabelecer critérios para a eleição dos oficiais Orientar o relacionamento pastoral com as ovelhas Ensinar a forma correta do pastor agir na igreja Normatizar a assistência social às viúvas Corrigir os que fazem a obra de Deus visando ao lucro
  • 13. Organização da Igreja Na abundância de conselhos sobre os princípios a seguir na organização de igrejas, dos fatos se distinguem: a) a igreja local, “a casa de Deus”, é o lugar central e de muita importância na vida do crente (1Tm 3.15), do qual irradiam as responsabilidades e habilidades dos que fazem parte dela; b) o pastor tem importante papel, e Paulo trata da pesada responsabilidade pela escolha dos anciãos, e pelas reuniões.
  • 14. Requisitos para a liderança espiritual Em 1Timóteo 3.1-13 e em Tito 1.5-9 encontramos clara descrição dos requisitos do ministro espiritual da igreja. O Novo Testamento distingue dois grupos de pessoas para conduzir o rebanho do Senhor na terra: Presbíteros e diáconos.
  • 15. Requisitos para a liderança espiritual Área Presbítero Diácono Familiar 1Tm 3.2,4-5 1Tm 3.12 Emocional 1Tm 3.2 1Tm 3.8 Pessoal 1Tm 3.3 1Tm 3.8-9 Social 1Tm 3.2,7 Ministerial 1Tm 3.2,6 1Tm 3.10 Seja irrepreensível (1Tm 3.2)
  • 16. Diversos Deveres Pastorais Timóteo é orientado, como pastor, a: a) Cuidar de todos os crentes (1Tm 1.3; 4.11,13; 5.1- 3,20; 6.2,17-19); b) Agir com sabedoria (1Tm 5.19,21-22); c) Permanecer firme na fé (1Tm 1.18-19; 6.12,14,20); d) Buscar sempre a santificação (1Tm 2.1; 4.6-16; 5.22-23; 6.9-11).
  • 17. Defesa da Sã Doutrina Ao longo da epístola, Paulo aponta a Timóteo as várias formas de ensino dos falsos mestres (1Tm 1.3- 6, 19; 4.1-7; 6.1-5, 20). Em contrapartida aos falsos ensinos, Timóteo deveria andar em “amor que procede de coração puro, e de consciência boa, e de fé sem hipocrisia” (1Tm 1.5); fazer uso legítimo da lei (1Tm 1.8); alimentar-se com as palavras da fé e da boa doutrina (1Tm 4.6,16); aplicar-se “à leitura, à exortação, ao ensino” (1Tm 4.13); ensinar a Palavra (1Tm 5.17).
  • 18. Cristo em 1Timóteo Mais uma vez é notável a maneira como Paulo apresenta Cristo na epístola: 1) Cristo, o único Mediador entre Deus e os homens (1Tm 2.5). 2) Cristo, a manifestação da justiça e da glória de Deus (1Tm 3.16); 3) Cristo, a fonte do poder espiritual, da fé e do amor (1Tm 1.12,14); 4) Cristo, o resgatador de nossa vida (1Tm 2.6); 5) Cristo, o Salvador (1Tm 4.10).
  • 19. Aceitação no Cânon Esta carta é citada por Policarpo, Atenágoras e escritores posteriores. É bastante claro que, por uma grande maioria, ela foi considerada como escrita por Paulo e aceita como canônica. Nos dias atuais têm sido levantadas dúvidas sérias quanto à autenticidade desta e das outras epístolas pastorais, mas isso não corresponde a nenhuma opinião amplamente aceita na antiguidade.
  • 20. 1Timóteo na Prática Paulo instrui Timóteo sobre questões de doutrina, liderança e administração da igreja. Podemos usar essas mesmas instruções para governar nossa assembleia local hoje. Da mesma forma, o trabalho e o ministério de um pastor, as qualificações para um ancião e as qualificações de um diácono são tão importantes e pertinentes hoje quanto eram na época de Timóteo.
  • 21. 1Timóteo na Prática A primeira carta de Paulo a Timóteo resulta em um livro de instruções sobre liderança, administração e como pastorear a igreja local. As instruções contidas nesta carta podem ser aplicadas a qualquer líder da igreja de Cristo e são igualmente relevantes hoje como eram na época de Paulo. Para aqueles não chamados a papéis de liderança em sua igreja hoje, o livro ainda é prático. Cada seguidor deve batalhar pela fé e evitar falsos ensinamentos. Cada seguidor deve ser firme e perseverante.
  • 22. Conclusão Timóteo era o “filho amando e fiel no Senhor” (1Co 4.17) do apóstolo Paulo. Essa epístola que estudamos mostra o grande amor que Paulo nutria pelo “verdadeiro filho na fé” (1Tm 1.2). Juntos lutaram contra os falsos mestres e viveram de modo digno do Senhor. Que o exemplo de Paulo e Timóteo faça diferença em nossa vida, a fim de que sejamos exemplos para outros!

Notas do Editor

  1. Avó Loide e mãe Eunice